Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 5 de 9 Página 5 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Aecfe07ef5c7ca842816fd453e897a56
Créditos : 13
Localização : Lvneel - North Blue
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
Hellhounds 4 - Ragnarok Qua 02 Fev 2022, 22:53
Relembrando a primeira mensagem :

Hellhounds 4 - Ragnarok

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Caçador de recompensa Shiori Miyamoto, Sasha Sparks, Shimizu D. Akira e Às E. Volkerbäll. A qual não possui narrador definido.

Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 OFj4cNo
Créditos : 45
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Ter 15 Fev 2022, 23:38


Hellhounds



Sasha - Senshi - Yami - Volker

O grupo estava de frente a nova abertura criada na base da força, alguns desceram rapidamente e logo planejavam toda uma ordem de ações para evitar qualquer problema desnecessário. O plano funcionava de forma simples: Sasha tomaria a responsabilidade por guiar o grupo, usando seu escudo e o Haki do Armamento para proteger partes do seu corpo; Shiori iria no fim do trenzinho, sendo responsável por proteger a retaguarda; As, Rango e Akira iriam no centro, usando as habilidades de observação aguçadas para tentar notar algo de importante. Só uma ressalva, Sasha tentava ficar em sua forma híbrida, mas notava que seu controle ainda era baixo e então ficava alterando a sua forma, entre híbrida e a sua forma normal.

Não preciso nem falar que o Akira agiu com toda sua impulsividade né? Aliás, As já tinha sinalizado esse fator. O homem-peixe correu na frente de todos, ignorando o plano e avançando como um touro desenfreado em busca do pano vermelho, claro, ele estava com o Haki da observação ativo e preparado para notar algo de estranho, no entanto, antes que pudesse sair do corredor e encontrar de fato o laboratório, seria interrompido com um chute em seu peito, sem chances de esquiva ou bloqueio por parte do caçador. Aquilo não doeu, mas na sua frente era estranha o bastante para causar medo naqueles de coração fraco - NINININININI! - Gargalhou com sua voz estridente - Lorde Kraa aguarda vocês! Vamos! Vamos! Um para cada enfrentar, vocês vão! Vocês vão! - Aquela criatura era louca, isso estava claro.

Ele saltou em direção ao grande laboratório e então correu completamente desajeitado, abrindo uma das portas - a que estava mais ao centro - VAMOS! VAMOS! LUTAR, COMBATE, PUF PUF! - Gritou gesticulando e imitando um pugilista no final. O laboratório para infelicidade dos membros do grupo não tinha muita coisa, parecia que tinha sido limpo há pouco tempo, talvez Kraa realmente estivesse esperando por eles, será que aquela fuga em massa foi com essa finalidade? Será que aquele casal nada mais era do que homens do Kraa? Aquilo estava estranho.

Caso seguissem o palhaço, veriam uma grande escadaria que descia até um grande salão com algumas construções antigas, pilastras grossas que pareciam sustentar o lugar, mas que após uma boa olhada, deixavam claro que não estavam sustentando absolutamente nada. O lugar era grande o bastante para Akira dar a festa das festas, sendo bem espaçoso e com piso levemente irregular, mas que não apresentava perigos a nenhum dos membros do grupo. Além do palhaço era possível ver uma figura feminina que segurava um cajado de madeira, assim como uma figura masculina e tatuada, com alguns brincos e piercings espalhados pelo seu rosto. Também podiam ver a presença de um Mink bovino , ele não tinha muito pêlo em seu corpo, na verdade, sua estatura era bem mais humanoide do que selvagem. Por fim, a presença de Kraa era vista por todos, o homem estava aparentemente bem, mas carregava as cicatrizes causadas pelos ferimentos anteriores - ele estava sem camisa - suas asas estavam abertas e um sorriso estava cravado em seu rosto - Fico feliz que vieram, estava doido para matá-los. - Falou o homem.

O grupo inimigo se colocava em posição de batalha, mas não avançavam, pareciam aguardar serem escolhidos para o combate. Como supracitado eles teriam espaço o bastante para lutar ali mesmo, os punhos de Kraa estavam em chamas, mostrando que o líder estava verdadeiramente pronto para enfrentar quem se colocasse em seu caminho.


Histórico:


Legenda:



Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Giphy
Créditos : 17
Localização : Rota 6 - Piutôv
SashaRank B
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Qua 16 Fev 2022, 01:38


Ragnarok
Cat


Sasha realmente não conseguiu entender muito bem o seu Akira, as vezes ele é super racional, as vezes ele é impulsivo, tipo qual é? A Sasha não entende desse jeito não mas, também não adiantava correr atrás dele e deixar a defesa dos demais ruir por conta disso, se Sasha falou que faria algo ela cumpriria com vigor.

No fim, apareceu uma espécie de bicho maquiado que me levantou a curiosidade, apesar dele ter dado só um chute no meu Akira, ele poderia ter matado ele de certo, oua té sei lá, enfiado o seu pé na boca, coisa de gente esquisita mesmo e até comentei - É nosso inimigo? Ele parece meio… Fofo nya? - Teria dito ao ver que ele ficava lá imitando soquinho e quando menos percebi já me teria visto acompanhando, sendo cuidadosa no caminho, Sasha era bem forte, Sua Shiori também mas, não queria que os outros se machucassem, ainda era um pouco recente o trauma.


E então quando ele falou sobre Kraa, por um momento eu teria ficado pensativa pois eu já ouvi esse nome em algum lugar e não era coisa boa, isso me fez fechar um pouco a cara em uma expressão mais séria enquanto comecei a tentar manter-me em uma forma sem que ficasse alterando, me surpreendi mesmo treinando em estar tendo dificuldade com algo corporal, já que Sasha tinha bons instintos apesar de não ser muito esperta.

Ao fim, quando chegávamos no lugar, meus olhos teriam ido em direção do homem ao qual havia causado tanta dor a minha Ás e junto a ele haviam mais pessoas para nos enfrentar, como não eram tantos assim supus que tinham alguma qualidade? Era difícil de entender a essa altura.

Ergui a minha lâmina a Kraa apontando pra ele enquanto disse em alto e bom tom - Você é o próximo.- E então caminhei para mais próxima do Mink bombadão, fazendo sinalzinho para irmos lutar em um canto mais distante longe do centro, Sasha não queria ter que se segurar lutando.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 5dfd264ccd8e92fa0c13767c6eb1ea6c362b610f

- Sasha Sparks, muito grata se economizar nosso tempo, tenho algo pra resolver com o penoso ali.- Eu teria Apontado com os olhos a Kraa, voltando a atenção para o grandão e o que ele tinha a responder, quem sabe vinha algum juizo na cabeça dele, nós minks somos uma raça guerreira mas, isso faz com que saibamos escolher nossos oponentes também… Em teoria… Sasha não tava bem com muita paciência não e ver aquele homem nesta posição me trazia um sentimento desconfortável.

Segurei minha espada já em uma das mãos, enquanto o escudo ficou próximo do corpo, em uma posição de relaxamento do braço, usando o próprio apoio no chão para evitar o peso. Meus próximos passos dependeriam da escolha de meu adversário… A não ser que… - Um minuto.- Apertei pro meu presente divino enquanto comentei - Godofredo, qual a recompensa dessas pessoas?- E então ergueria o pulso para que Godofredo pudesse gritar as informações mas sem me perturbar as orelhas.


Histórico:


_________________



Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 WN4Utd7

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Qua 16 Fev 2022, 01:40
Ragnarok


Acontecia algo que me fazia ter certo arrependimento, basicamente o cara foi mais descontrolado que a Sasha, essa me pegou de surpresa, em geral, mesmo que ele fosse impulsivo, normalmente era um pouco menos na hora do planejamento. Pra sorte dele, dessa vez os inimigos inteligentes foram burros, eles estavam nos esperando e não deixaram uma armadilha? Bom pra nós. Mas porra o Akira quer matar a loba do coração é? Ainda bem que não sou cardiaca.

Eu não deixava de expor isso quando começamos a seguir o palhaço.-Sorte que os inimigos foram meio burros, eles esperaram a gente sem armadilhas, da outra vez tinha até um lazer da morte, se não ia ter churrasco de Akira-apesar de brincar com a situação, eu tinha me preocupado de verdade com o que pudesse acontecer, por que ele saindo muito na frente eu até poderia defender com o Soru, mas pelo espaço da sala não tinha certeza se isso não acabaria afetando outros. Normalmente levaria tudo aquilo no hype e ficaria tranquila mas rra recente ter tido um amigo queimado até perto da morte.

Então ainda quando chegavamos na parte onde os 4 inimigos e Kraa estavam, não deixei de comentar.-Qualé a do palhaço?-ainda achando estranho palhaço como inimigo, mas sinceramente eles são estranhos, prefiro não ficar pensando em palhaço, por que diabos eles usam isso em festas de criança? Aliás, como as crianças gostam de palhaços? Essa maquiagem era pra ser engraçada ou algo assim. Enfim, minha diversão de pensar sobre o palhaço morreu muito rápido.

Vendo novamente Kraa rangi os dentes, e coloquei as garras de fora quase que instantaneamente, onde começava a me preparar para atacar, tirando a lança das costas e me posicionando. Eu poderia fazer muitas coisas inclusive aproveitar para atacar os 4 de uma só vez com golpes em área. Se eu agisse rápido poderia fazer isso, entretanto, a única razão de não fazer, era que isso chatearia Sasha, e nessa luta eu deveria, e poderia lidar com eles de outra forma.

Então quando Sasha foi checar o godofredo isso iria me ajudar a tomar alguma decisão, afinal estava querendo bastante grana também, e isso poderia sinalizar recompensas pra nós todos, algo que poderia arrumar muita coisa boa.-É verdade, temos o Godofredo!! Apesar de que somando todos eles devem dar uma boa grana- a aparência deles não passava muita confiança não pra ser sincera, mas não subestimaria eles, apenas não sabia bem como eles lutavam.



Historico:

_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YHVeK1M

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 VYrwji0
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 SFDBQPA
Créditos : 04
Localização : Alabasta - 7ª Rota
YamiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t1413-hellhounds-5-darude-sandstorm
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Qua 16 Fev 2022, 19:56

Ragnarok
- Falas | ~ Pensamentos



Apesar do impacto no peito, caía de bunda no chão mais confuso do que frustrado. Sabia que meu jeito impulsivo me colocava em muitos problemas às vezes, mas era incontrolável aquela energia fulminante em meu peito que me impulsionava para dentro. — Qual é a tua, pé-fofo? — Resmungava enquanto me levantava, já em guarda, para o palhaço do demônio. E, como um ato de loucura, acabávamos seguindo a peculiar criatura, mesmo sabendo que estava nos levando diretamente para o covil de nossos inimigos. — Por que a gente já não caí dentro desse daí e lida com os outros com um a menos depois? — Dizia nas escadarias, fazendo movimentos de soquinho no ar do mesmo jeito que o palhaço estava fazendo antes.

Com a chegada no grande salão, meu semblante se fechava imediatamente para a figura do celestial, praticamente ignorando todo o resto até ali. — Vou tirar o sorriso dessa sua cara pelo que fez com minha irmã! — Proferia, praticamente indo pra cima, mas observando a situação e entendendo a necessidade de uma estratégia por nossa parte. Observando Sasha direcionando o combate juntamente ao Mink, e sabendo que Às era a que mais teria vontade de enfiar o punho goela abaixo daquele celestial, acabava direcionando minha atenção ao homem tatuado, que parecia ser uma mistura de morto-vivo com talvez um homem-peixe também. Quanto ao palhaço, acabava expressando em tom alto para meu irmão. — Sarnento, você coloca o palhaço pra dançar? — Comentava em tom sarcástico, confiando nas capacidades de meu irmão.

Com todos os oponentes definidos, me afastaria brevemente junto ao homem tatuado, já de punhos erguidos para acabar aquilo o mais rápido possível e poder retornar a atenção ao inimigo principal. — Não tenho nada contra você, amigo, mas esse daí machucou feio meus irmãos. Se quiser parar agora, é sua chance. Podemos trocar socos o dia inteiro depois que lidar com esse maluco. — Dizia, numa tentativa de evitar combates desnecessários. Kraa era o verdadeiro vilão daquela história, e não haveria necessidade para derramamento de sangue desnecessário, mas também não poderia deixar passar em branco aqueles que compactuam com suas atitudes, auxiliando em suas atividades malignas.


  • Posts: 13
  • Ganhos: Shigan (Post 5), Soru (Post 6)
  • Perdas:
  • Contagem Caçador: B$ 72.500.000 - Rank C
  • Posts Desvantagem: 8/20
  • Players/NPCs: Sam, Mamaco,
  • Localização: Pyatidrov - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 33930
STA: 800

Força: 1061 +80 +360 +500 = 2001 [Perito]
Destreza: 720 [Talentoso]
Acerto: 2655 +80 +360 +400 = 3495 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +360 +400= 760 [Hábil]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 2127
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 8,5% +300 Tekkai

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.





_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YDNzcDa
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 PqslDr4
Créditos : 38
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Qui 17 Fev 2022, 00:14



»» Ragnarok ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Não havia como captar qualquer vestígio que nos desse a orientação necessária para caminhar pelo local, o ambiente como um todo parecia ter sido sistematicamente esvaziado, tanto que sequer informações relevantes podia recuperar nos locais em que chegamos. Havia uma razão suficientemente clara para imaginar que caminhávamos para uma armadilha, a impetuosidade de Akira causava um senso de alerta alto, mas bastou a aparição de um inimigo para compreendermos que entrávamos em uma situação bastante peculiar. O silêncio velado por uma ação involuntária de ocultar minha face prevalecia. Não por medo, mas pela sensação de que o desenrolar dos fatos me levariam a quem eu queria.

A caminhada através da perto e pela escadaria se dava no mesmo compasso, uma inquietude crescente que se traduzia em um silêncio tão escandaloso quanto os passos firmes que dava até enfim vislumbrarmos as quatro figuras que ali nos esperavam. Era preciso muita confiança para nos levar a um combate franco e isso já era razão suficiente para racionalmente não menosprezar a força adversária. Mas como não agir dessa forma quando Kraa se relevava junto ao quarteto? Um olhar de fúria se mantinha oculto pelo gorro do casaco enquanto Sirius me sinalizava um aumento de minhas funções respiratórias, cardíacas e mesmo minha temperatura corporal. Era corpo e máquina dando significado ao ódio, moldando a raiva em sensações e dados que na ausência das palavras podia ser sentido pela minha inquietude.

Todos pareciam querer um acerto de contas para com o anjo negro, mas a situação atual implicava um combate contra as quatro figuras que pareciam lhe proteger. Era essa a premissa, era óbvio se estivéssemos em quatro pessoas. Mas não estávamos. Akira era o que parecia notar a suposta vantagem numérica, sugestionando Rango para lidar com um dos quatro, enquanto lentamente dava alguns passos à frente, como se mostrasse meu ávido interesse no acerto de contas. Desejava enfrentar Kraa, mas não fazia questão de lidar com alguma daquelas quatro pessoas a menos que fosse inevitável. Não desejava escolher, não me importaria quem quer que viesse ao meu encontro, silenciosamente me manteria atenta ao inimigo que se colocasse à minha frente, pronta para combater.

No entanto se Rango conseguisse a devida atenção, deixando-me livre para ir ao encontro de Kraa, Levantaria o capuz revelando a face. - Nossa luta ainda não acabou! - diria, em um convite para uma resolução definitiva ao nosso conflito.













Histórico:





_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 ZaT0xpq
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 OFj4cNo
Créditos : 45
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Sex 18 Fev 2022, 21:43


Hellhounds



Sasha - Senshi - Yami - Volker

Os ventos frios percorreram o grande salão, sendo barrados pela tensão existente entre aqueles dois grupos. De um lado estavam os caçadores, pessoas que normalmente estavam do lado da justiça, mesmo que alguns deles tivessem raízes que iam contra o Governo Mundial, a figura ápice de justiça do mundo. Do outro lado estavam um grupo de criminoso estranhos, formados por figuras excêntricas e liderada pelo responsável por quase mandar Volkerball dessa para melhor. Diferente do esperado, parecia que o Evento tinha entrado na mente daquele grupo, que ao invés de atacar deliberadamente os seus antagonistas, resolveram fazer um POST de apresentação, que loucura meus amigos. Shiori pensou em atacar todos com um único movimento, ela tinha capacidade para isso e provavelmente causaria danos consideráveis, mas repensou suas ações, esperando que Godofredo fizesse o seu trabalho.

O Mushi então começou a varredura daquelas figuras, buscando as informações existentes na marinha e começando a gritá-las: O primeiro citado foi o grande Minos Tauros, o bovino que foi desafiado pela felina para um combate mano a mano. Sua lista de crimes era grande o bastante para assustar até mesmo os mais expedientes, indo desde assassinados a grandes chacinas inocentes! Sua recompensa era de 134 milhões Berries. O segundo era o palhaço, seu nome verdadeiro era desconhecido, mas ele era conhecido como Senhor Dominus, sendo notado pela primeira vez após assassinar todo o circo que fazia parte, começando uma vida de destruição e morte exacerbada por onde passava, se mantendo fora dos holofotes por alguns anos, até retornar na Grand Line; sua recompensa é de 129 milhões de Berries. A Terceira se tratava da figura feminina, seu nome era Franzinne Bellacout, também conhecida como “Floresta Demoníaca”, pouco se sabe da sua história, mas dizem que ela vem de uma família real, sua recompensa é de 137.500 milhões de Berries. O quarto membro nada mais é que a figura estranha repleta de piercings, seu nome é Kenimu, conhecido como Ken o Retalhador; sua história começa nos mares calmos do North Blue, vindo de uma família onde todos os membros fazem parte da marinha, Ken resolveu ir para o outro lado, sendo um criminoso desde muito cedo, alcançando patamares elevados sem muitos problemas. A recompensa do homem é de 107 milhões de Berries. O último deles era aquele já conhecido pelo grupo, Kraa tinha uma recompensa pequena, mas isso de deve ao fato dos seus crimes terem sido encobertos com a ajuda de terceiros, no entanto, após as informações recebidas pela Marinha o homem teve sua recompensa nivelada de acordo com todas as acusações, sendo está beirando os 109 milhões de Berries.

Logo após as palavras de homem-peixe, Rango se colocou à frente para lidar com o palhaço – NÃOOOOOOOOO! O CACHORRO NÃO! NÓS NÃO QUEREMOS O CACHORRO, TROCA COMIGO KEN? – Gritou o palhaço desesperado enquanto se debatia no chão, tendo uma recusa por parte do homem que já tinha aceito o desafio de Akira. Ele tentou com os outros membros, tendo uma clara recusa de todos, ficando completamente frustrado – Então mate eles! Principalmente essas duas aí, a Agulha Escarlate me mandou aqui pra fazer isso, mas vocês não deixam! – Finalizou cruzando os braços em emburrado. Logo Rango disparou e o Palhaço desviou, partindo empunhando duas adagas em direção ao coiote. Aquilo criou a brecha necessária para que As avançasse contra Kraa, que se mostrou surpreso com a garota ainda está viva, esboçando um grande sorriso; seus punhos foram envoltos pelas chamas e suas asas se abriram, ele estava pronto para o combate.

Fran estava segurando seu cajado observando Shiori, dando um “tchauzinho” para ela enquanto sorria de maneira fofa, ela não parecia como uma criminosa. O boi estava pronto também, em suas mãos era possível ver um par de manopla com pontas metálicas. Já o oponente de Akira, aparentemente não portava nenhuma arma.


Histórico:


Legenda:





Última edição por Formiga em Seg 21 Fev 2022, 00:22, editado 1 vez(es)
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Sex 18 Fev 2022, 23:57
Ragnarok


O palhaço parecia ter alguma coisa contra os caninos, ele tava me tirando por acaso? Qualé, como assim ele não queria enfrentar cachorro..-Qualé, que que cê tem contra cachorro em?- Já não bastava ser esquisito, ainda meteu essa pra cima de mim. Aí não né meu parceiro…

Apesar de que a minha oponente ao menos parecia mais agradável, sorri e acenei pra ela de volta dando de ombros logo em seguida. Afinal, não faz mal eu cumprimentar ela. Mas o que diabos o nome floresta demoníaca tinham a ver com ela. Bem espero não descobrir, podem ser muitas coisas.

Algumas delas pouco agradáveis. De qualquer forma como aquela era minha oponente iniciaria usando um Soru, de uma única vez indo pra lateral dela, onde iria aplicar um chute na altura das costelas disparando eletricidade no fim. Um golpe simples. Onde logo em seguida independente do resultado daria um rápido movimento para trás. Me impulsionando pro alto e usando geppou para alcançar o teto.

Onde assim que o alcançasse usaria ele como se fosse meu solo, em seguida dobrando os joelhos pra me lançar em velocidade ainda disparando eletricidade dos pés para ganhar impulsão força e velocidade onde iria aplicar um soco com o punho eletrificado visando acertar ela, com a velocidade e força de uma vez só.

Então retomando posição após esse golpe iria puxar a lança das costas onde deixaria ela completamente eletrificada e novamente iria dar uma investida com toda a força das pernas aplicando um dash que resultaria em uma estocada, e disparando em seguida a eletricidade da ponta junto do golpe para que caso houvesse defesa ou troca de posição isso pudesse dificultar a escapatória.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Anime-itsuwa

Esse primeiro momento era em principal um teste, queria ver o nível de habilidade de minha oponente, mas não deixaria meus pensamentos focados em apenas atacar, eu também iria criar algumas prevenções, onde usaria o Soru para esquivar de golpes, me movimentando para algum dos lados e aproveitando minha movimentação tridimensional no pior dos casos usaria o geppou para ir pro teto e logo dando um Dash para outra região usando eletricidade para aumentar o impulso.

No pior dos casos se visse que realmente iria ser atingida, usaria então o Tekkai para tentar bloquear os danos que fosse sofrer, mitigando um pouco do que fosse receber, usaria ele como tentativa de bloqueio final, onde nada mais tivesse dado certo. Inclusive antes de ativar ele ainda tentaria fazer a estratégia com a lança, girando ela ao redor de meu corpo, usando ela para cortar e defletir possíveis projéteis de todos os tamanhos.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Anime-fight

Usaria a eletricidade pra empurrar coisas que estivessem vindo, mesmo que apenas pelo impacto para empurrar em alguns casos. Então essa era a meta por enquanto, tentar gerar alguma defesa e ataques sólidos, explorando parte do potencial do que eu conseguia fazer.



Historico:

_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YHVeK1M

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 VYrwji0
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Giphy
Créditos : 17
Localização : Rota 6 - Piutôv
SashaRank B
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Sab 19 Fev 2022, 00:41


     Ragnarok
Cat



Com o que Godofredo havia me dito eu havia visto duas coisas, certamente o Mink não era alguém a se subestimar, também não parecia carregar consigo nenhuma arma que não fossem manoplas, então imaginei que talvez ele pudesse até mesmo lutar como a minha Shiori, então seria perfeito para que eu fosse aperfeiçoando e entendendo os meus poderes em um combate.

Eu teria prendido inicialmente a minha espada e meu escudo Às minhas costas, estralando  o pescoço até mesmo ficando descalça ali para que eu pudesse aproveitar melhor de minhas garras dos quais já estavam colocadas pra fora em evidência, deixei correr um pouco de meu eletro pelo corpo enquanto comentei - Sasha vai treinar com você, então se prepare.- comentei aos poucos me sentindo mais e mais envolvida na batalha animada em exercitar algo que há muito não era necessário que eu acabasse recorrendo em sua totalidade, meu estilo mink de lutar.

Eu loco teria enegrecido ambos os braços com meu Haki, com tanta tranquilidade como teria feito para respirar, já que tornou-se natural, abaixei então levemente a minha postura tensionando as minhas pernas e avancei contra o bovino em um avanço reto ao  qual aos poucos tentei ir me transformando em minha forma híbrida, caso eu não estivesse nela e então quando ele estivesse em meu alcance, eu teria abaixado a minha mão esquerda, como se fosse fazer um corte ascendente com as garras, rapidamente trocando os pés de apoio e a postura para medindo a sua reação girar o corpo por completo e aplicar um grande corte com as garras de cima pra baixo, as cobrindo com eletricidade e Haki para potencializar ao máximo o meu poder destrutivo.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Omamori-himari-anime

A minha primeira de ataque seria esta no entanto, sabendo que minks sabiam usar todo o seu corpo, fiquei muito esperta para possíveis cabeçadas devido aos seus chifres, focando neste cado em realizar um firme bloqueio ao fechar a minha mão com intensidade após segurá-lo pelo centro de sua cabeça, onde repousavam os cabelos, minha intenção era liberar também a energia gélida para fragilizar a região enquanto eu tentei esmagar como uma melância.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 0ItFPP

Outras possibilidades teriam vindo do uso de seu tronco superior, como socos, ombradas ou mesmo cotoveladas, ao meu favor eu tinha apenas a experiência de ter visto a Minha Shiori lutando e a minha própria criatividade e  para parar um avanço superior de golpes, minha defesa teria sido bem ofensiva, ao torcer-me por completo o tronco com o Kami-e, de modo que ambas as mãos pudessem tocar o chão, enquanto impulsionaria as pernas para trás aplicando um chute duplo  ao girar os braços para permitir que  mais uma vez eu tivesse chutado a parte superior, antes que eu torcesse novamente  os braços para que eu pudesse realizar um chute esmaga dedão, rotaciionando para ganhar a postura novamente de uma postura ereta para golpear  com meus cotovelos e joelhos.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Fate-berserker

Meus movimentos eram bem selvagens, agressivos e especialmente intensos ao extrair o máximo de minha velocidade neles, busquei sempre utilizar o Haki para potencializar no melhor momento os meus golpes enquanto para as minhas defesas, além de lidar com os golpes de membros superiores de uma maneira ofensiva, ao atacar o inverso, se eu visse que meu oponente tentaria me chutar eu teria me abaixado de imediato, tocando  uma das mãos no chão e realizei uma rasteira circular poderosa do angulo que fosse mais favorável, utilizando ou o calcanhar para golpear e tirar a base do inimigo, ou as garras dos pés que estavam pra fora para tentar cortar junto, independente do caso se bem sucedida eu tentei seguir com um poderoso soco para jogar meu inimigo longe.

Se minhas defesas não fossem boas o suficiente, dado a natureza de que eu estava me aquecendo no combate,  eu usaria do Haki do armamento e do Tekkai para resistir melhor, além disso  durante toda a luta, se eu caisse, logo daria um jeito de me erguer para que eu pudesse adaptar meus movimentos para o melhor momento e se doesse, tentaria aguentar o melhor que eu podia. A pior das possibilidades seria a de ele ter um dominio da eletricidade como a minha Shiori, se fosse o caso eu optaria por sair da direção primeiramente do golpe ao invés de encará-lo de frente.

Histórico:


_________________



Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 WN4Utd7

Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 SFDBQPA
Créditos : 04
Localização : Alabasta - 7ª Rota
YamiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t1413-hellhounds-5-darude-sandstorm
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Sab 19 Fev 2022, 19:59

Ragnarok
- Falas | ~ Pensamentos



Apenas pelo fato de saber o nome de meu oponente tornava aquele combate mais especial para mim. Sua recompensa era um reflexo de sua periculosidade, então sem chance alguma eu poderia lhe deixar partir sem uma devida lição. Não era pelo valor monetário de sua cabeça, mas sim por todo o terror que ele já havia causado até então. — Não fique em meu caminho. — Expressaria no mesmo instante em que eu inauguraria o Soru em sua direção, tentando escapar de sua linha de visão antes mesmo que ele pudesse firmar sua pose de combate. Relembrava-me de quando Shiori havia feito o mesmo comigo e a surpresa em minha face ao notar sua aproximação de maneira tão súbita. Mas, assim como a incrível capacidade de minha irmã, era possível que Ken fosse um guerreiro tão poderoso quanto.

Com a aproximação, buscaria curvar o meu corpo brevemente para escapar de sua linha de visão. Com o Kenbunshoku ativo, buscaria tentar pressentir a sua reação de minha investida, para então me antecipar rapidamente com um Shigan bem na direção de seu fígado, tentando perfurá-lo com a mesma letalidade dos disparos de Rango. Caso conseguisse notar uma reação de esquiva antes do meu ataque ser efetuado, blefaria aquele Shigan como se ele realmente tivesse sucesso na evasão, mas a verdade era que eu já estaria rotacionando meu corpo para aplicar, com o outro braço, um novo Shigan diretamente contra seu peito, tentando perfurar-lhe o pulmão.

Por ser um lutador marcial, assim como eu, imaginava ser necessário uma situação de troca de socos até que um hesitasse. Caso viesse a acontecer, precisaria estar pronto para dar início à sequência de golpes, todos mirados contra sua face e suas costelas, para potencializar a dor que o mesmo viesse a sentir. Mas o principal nesse momento era não hesitar ou deixar seus golpes me pararem, fazendo com que meus socos somassem com a minha dor e fossem cada vez mais pesados contra seu corpo, tentando estourar tudo o que eu conseguisse no contato, sejam órgãos, ossos ou músculos.

Nesse primeiro momento, havendo a necessidade de cautela maior para aprendizado de seus movimentos e habilidades, buscaria tentar refletir de seus ataques caso estivéssemos próximos o bastante. Desse modo, ao notar que seria alvo de um soco ou chute, daria um passo para frente para que ele perdesse o planejamento espacial que estava tendo no momento em que executou o ataque e, antes de me atingir de fato, atingiria de palma aberta na lateral de seu membro, para empurrá-lo com o mínimo de força possível para uma direção longe de meu corpo. Sendo um sucesso ou não, aproveitaria a brecha em sua defesa após a realização de seu ataque para encaixar um potente Shigan contra seu corpo, usufruindo de meus conhecimentos médicos para atingir um local de difícil recuperação e de extrema concentração de vasos sanguíneos ou nervos. Ainda, caso realmente notasse ser incapaz de desviar, endureceria o meu corpo com o Tekkai para amenizar o impacto, para em seguida dar sequência ao contra ataque antes que ele pudesse se reposicionar.

Lutando de maneira segura, mas sem segurar o peso dos punhos, buscaria a todo momento subjugar Ken com a mais pura maestria em artes marciais, tentando apostar na imprevisibilidade e na força bruta, bem como a velocidade dos ataques, impossíveis de serem antecipados. Ele poderia não sentir agora, mas todos os ataques mirariam áreas que, a longo prazo, acabariam lhe tirando totalmente os sentidos e coordenação do corpo, tornando aquela batalha uma simples questão de cansaço e vigor.

Por fim, não deixaria que o mesmo se afastasse de mim, usufruindo do Soru para ficar lhe seguindo e contornando o tempo todo. Quando notasse estar ocupado demais com meus punhos, realizaria um forte chute contra a lateral de seu joelho, tentando acabar com a firmeza de sua base, para então realizar mais uma nova sequência de ataques imparáveis.


  • Posts: 14
  • Ganhos: Shigan (Post 5), Soru (Post 6)
  • Perdas:
  • Contagem Caçador: B$ 72.500.000 - Rank C
  • Posts Desvantagem: 9/20
  • Players/NPCs: Sam, Mamaco,
  • Localização: Pyatidrov - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 33930
STA: 800

Força: 1061 +80 +360 +500 = 2001 [Perito]
Destreza: 720 [Talentoso]
Acerto: 2655 +80 +360 +400 = 3495 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +360 +400= 760 [Hábil]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 2127
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 8,5% +300 Tekkai

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum, antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YDNzcDa
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 PqslDr4
Créditos : 38
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Dom 20 Fev 2022, 00:12



»» Ragnarok ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Os valores proferidos por Godofredo rapidamente perdiam sua importância. Em face da resolução daqueles conflitos a oportunidade surgia bem diante de meus olhos e a impetuosidade do espírito conduzia meu corpo em um avanço veloz até Kraa. O capuz sobre meu rosto descia, revelando minha face para surpresa do homem, ele definitivamente não contava com a minha sobrevivência mas talvez nem por isso deixou de ostentar aquele sorriso cínico, carregado de superioridade em sua face. - Parece que falhamos em matar um ao outro. - comentava de maneira irônica, mantendo uma rispidez na voz bastante perceptível. - Sem falhas dessa vez.

Havia uma determinação crescente em meu peito, diferentemente da racionalidade que me relembrava que não tinha Narsil e Sagita comigo, seriam meus punhos e nada mais, porém por mais que o lógico fosse colocar-me em dúvida, a realidade nunca havia me deixado mais confiante. Lancei-me ao ataque de maneira impetuosa, punhos cerrados e olhos afiados, fixamente encarando Kraa e suas chamas. Mantinha na memória as lembranças de nossa luta e por isso me propunha ao ataque e não a defesa, na consciência de que o homem não mudaria sua postura, muito menos seu julgamento sobre minha teórica inferioridade.

Rapidamente procuraria encurtar nossa distância, aproveitando de minha velocidade para tentar encaixar um poderoso soco no tórax de Kraa, com o auxílio de Sirius manteria-me atenta não apenas aos dados de distância e velocidade, como os usaria para antecipar-se às ações corporais do Lunari, utilizando o Kami-E para potencializar minha esquiva até encontrar novamente uma abertura boa o suficiente para conectar um segundo ataque, que viria novamente como um soco onde tentaria executá-lo no mesmo local do primeiro soco, do contrário o faria contra as costelas do homem.

Deixaria minha raiva transformar-se em um pura determinação, mantendo-me inteiramente concentrada na batalha onde aplicaria um terceiro ataque, executando um chute contra o queixo de Kraa, mas não antes de usar Orion para disparar cabos atrás de minha posição, os quais usaria para me re-posicionar após o ataque, ou mesmo para uma rápida fuga de um ataque mais abrangente, onde o Kami-E e minhas capacidades de esquiva não fossem o suficiente para evitar ser atacada. No entanto, caso Kraa usasse o fogo em seus punhos como um ataque, na tentativa de atacar-me com o que ele "sabia" que seria efetivo, não hesitaria em tentar bloquear seus socos, segurando suas mãos envoltas em chamas com firmeza para que ele não pudesse escapar. - Eu preciso agradecer você por me ajudar a perder esse medo. - diria de maneira confiante, onde nesta situação usaria Orion para ficar os cabos em um ponto alto acima de mim, puxando-me abruptamente contra o rosto dele, onde tentaria encaixar uma joelhada em seu queixo antes de terminar o movimento do cabo, deixando-me pendurada fosse no teto do local, em uma parede ou construção próxima.













Histórico:






_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 ZaT0xpq
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 OFj4cNo
Créditos : 45
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Seg 21 Fev 2022, 00:31


Hellhounds



Sasha

Sasha estava pronta para o combate, talvez dentre todos da sua família, ela era provavelmente a que mais amava um bom combate. De qualquer forma, diferente dos outros, ela parecia querer usar um pouco mais das suas características raciais, optando em lutar unicamente com o estilo de combate básico da sua raça, algo realmente interessante tendo em vista suas últimas lutas. Enfim, Minos estava parado, mas em posição de combate e parecia estar esperando unicamente um movimento da garota, talvez existisse um pouco de cavalheirismo no mundo ainda. Com seus braços envoltos pelo Haki do Armamento, ela avançou com velocidade na direção do bovino, que como supracitado, continuava tranquilo e pronto para enfrentar a felina selvagem que vinha em sua direção. As garras da mulher estavam ligeiramente maiores e ela conseguiu se manter em sua forma híbrida naquele movimento, atacando de cima para baixo em um movimento feroz, mas que foi parado pelo Haki do armamento do próprio bovino, que se mostrou forte o bastante para segurar aquele dano.

O bovino tentou usar um movimento com seus chifres que estavam revestidos com a coloração do Haki, mas que foram bloqueados pela mulher que liberou nesse ataque a energia gélida proveniente da sua Akuma no Mi, tentando de alguma forma fragilizar a região e causar mais danos ao seu oponente, que por sua vez, flexionou seus joelhos e pulou para trás com toda sua força, se desvencilhando do “agarrão” da mulher. Ele não perdeu tempo e avançou na direção da mulher com velocidade, tentando mais uma vez atravessar seu corpo com seus chifres, usando os dois naquele ataque. Sasha estava atenta e conseguiu com facilidade ativar uma das técnicas aprendidas com Mamaco, usando o Kami-e para desviar dos ataques e também se mover para uma posição vantajosa, tentando desferir chutes enquanto apoiava ambas as mãos no chão. Os chutes acertavam o corpo de Tauros, mas não mostravam danos significativos, tendo os golpes seguintes bloqueados pelo bovino com facilidade. O combate continuou com uma troca de ações ofensivas por ambos os lados, tendo o bovino atacado com chutes e socos, assim como feito pela Felina e ambos se anularam naqueles movimentos, eles pareciam pau a pau.

Em determinado ponto a garota saiu da forma híbrida, retornando para sua forma comum e não conseguindo se manter transformada, pelo menos não naquela hora. O Bovino se afastou alguns metros e então ergueu os dois braços, acertando o solo com tamanha força que fez o chão que apoiavam os pés da caçadora racharem, fazendo-a perder um pouco o equilíbrio, dando tempo o bastante para o touro avançar como uma locomotiva e acertar um chute giratório pesado na região do seu abdômen, que estava protegido com Haki e Tekkai, jogando a garota alguns metros para trás, sem muitos danos. A batalha tinha resetado, Sasha estava pronta para continuar a batalha e o Touro também estava pronto, a eletricidade começou a surgir do seu corpo em maior quantidade e logo foi disparada como um grande raio na direção de Sasha, que se jogou para o lado em um movimento rápido, deixando toda aquele montante elétrico passar direto.


Senshi

Shiori estranhava as ações daquele palhaço e ficava um tanto quanto incomodada com suas palavras, assim como Rango que claramente demonstrou seu descontentamento por meio dos seus disparos selvagens contra a criatura. Fran acenou de volta para a loba antes do embate começar, mantendo um sorriso tranquilo em seu rosto, mostrando certa confiança em suas próprias habilidades. Sem mais delongas, a investida da caçadora começou em um movimento veloz utilizando o Soru para alcançar sua lateral e aplicar um chute na altura da costela, algo que ela fez com Akira naquele combate de treino. No entanto, ao invés de acertar o corpo da mulher, ela notou um bloqueio com o cajado que ela carregava, que por mais forte que o chute tivesse sido, aquela madeira foi capaz de resistir a força da loba. Enfim, nossa querida protagonista usou um movimento para trás, se impulsionando para o alto e com o auxílio do Geppou, conseguiu alcançar o teto do lugar após bons saltos.

Ela não parou, usando o teto como apoio flexionou seus joelhos e explodiu em um avanço na direção da garota que continuava a sorrir, com seus olhos levemente cerrados e uma expressão realmente fofa. Shiori descia com tremenda velocidade, buscando acertar um soco com toda sua força e também carregado por eletricidade na garota, no entanto, ela conseguiu notar algo estranho vindo do cajado, que aumentou seu tamanho criando um pequeno “domo” ao redor de Fran, sendo revestido por uma aura de coloração preta que resistiu com facilidade ao golpe da caçadora, causando um desconforto em sua mão, mas algo ainda leve.


Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Tumblr_nxg46y3gB21uhpvqbo1_400


No momento em que Shiori se reposicionou para continuar uma leva de ataques, dessa vez com sua lança, percebeu que a proteção de madeira se desfez e o sorriso ainda estava estampado na face da garota, que parecia esperar pelas ações da caçadora com bastante calma. Ela esperou e sua inimiga veio novamente em sua direção, usando dessa vez sua lança revestida com eletricidade em uma estocado potente, mas dessa vez ela não pareceu tão disposta assim a segurar aquele potente dano que vinha em sua direção. Ela bateu seu cajado no chão e o solo tremeu, erguendo momentos depois um montante de madeira que voavam como cobras em direção caçadora, sendo as pontas afiadas o bastante para perfurarem seu corpo, ainda mais que o material estava envolto daquela aura negra, o Haki. A loba desviou usando o Soru, se movimentando novamente e usando o Geppou para intensificar sua esquiva, porém, agora ela não teve espaço o suficiente para se locomover do jeito que gostaria.

Em um movimento ágil por parte de Fran, ela utilizou um movimento veloz e semelhante ao Soru para reaparecer alguns metros acima da caçadora, movendo seu cajado na direção da mulher que tomava proporções maiores, como um grande martelo, acertando com tudo o corpo da selvagem que rapidamente ativou o Tekkai para se proteger, reduzindo os danos tomados ao se chocar com ferocidade contra o solo. Ainda no chão Shiori pode notar novamente o cajado aumentando sua proporção, ficando semelhante a um escudo e logo liberando uma dezena de estacas grossas o bastante para cobrir todo o corpo da caçadora, todas tinham pontas afiadas e seriam capazes de superar até mesmo o Tekkai. Fran não parou, continuando a liberar aquelas grandes estacas pelo campo de batalha. Aquele escudo estava ligado no chão, sendo sustentado por duas “toras” de madeira que ajudavam aquela plataforma a se manter, um pequeno buraco existia na estrutura, que dava para perceber Fran olhando Shiori enquanto continuava a liberar as estacas.


Volker

Às estava pronta para enfrentar o seu algoz, o homem que quase causa sua morte e aquilo não diminuía nem um pouco a sua determinação. Seu avanço era veloz e seus ataques carregavam a força de alguém que buscava dar o troco, seus ataques pesados acertavam o corpo do homem que não mostrou resistência, recebendo de peito aberto os golpes vindos de Volkerball, que finalizava com um chute no queixo que levantava o homem do chão, sendo que a caçadora se reposicionou com rapidez, usando o mecanismo Orion para isso – Ainda continua fraca desse jeito? – Falou o homem colocando sua mão no queixo e massageando o lugar atingido – Vejo que mudou, novos membros, ficou bem legal. – Continuou o homem reunindo uma quantidade exacerbada de chamas em seus punhos e disparando como uma grande rajada em direção a caçadora.

Ele não parou por aí, com movimentos velozes como se estivesse pisando no próprio ar, ele novamente lançou pequenas rajadas de chamas com maior velocidade, no formato de socos que iam em direção a As. Os movimentos de Kraa pareciam se resumir inicialmente em mandar “socos” de fogo na direção da garota, que explodiam ao entrar em contato com o solo ou com a própria mulher. Talvez fosse parte da sua estratégia manter distância ou será que ele aguardava ações de outros aliados? O palhaço parecia lutar contra Rango, mas será que tinha algo a mais aí?


Yami

Akira estava pronto para o combate e então logo fez um movimento veloz utilizando o Soru para encurtar a distância entre ele e Ken, mirando um ataque forte usando o Shigan na região do fígado do seu oponente, no entanto, antes de atingir percebeu uma postura leve por parte do homem, que redirecionou o golpe do tritão para que não atingisse o seu corpo. Ken fez isso quase sem mover completamente seu corpo, usando apenas a cintura e seu braço para jogar o golpe para que passasse direto. O homem-peixe estava pronto para uma troca de socos francas, mas não notou isso vindo por parte do seu oponente, que continuava mantendo a tranquilidade estampada em sua face, assim como os demais aliados de Kraa. Em um rápido movimento Ken tentou desferiu um soco usando novamente o giro da cintura e a consciência corporal para intensificar a força e velocidade do seu movimento, mas Akira estava esperto e pronto para avançar em sua direção, em uma tentativa de atrapalhar a noção de espaço de Ken, quebrando seu movimento antes mesmo de ser realizado por completo.

O protagonista tentou um movimento com a palma da mão na lateral do seu braço, que forçou o inimigo a dobrar o seu cotovelo com tamanha força aplicada pelo ruivo. Esse último continuou em seu movimento visando novamente acertar um Shigan para furar o corpo do inimigo, mas, antes que pudesse concluir o seu movimento ele percebeu algo estranho no cotovelo do homem, que se abriu mostrando uma luz amarelada, que logo liberou uma espécie de rajada de energia explosiva, que jogou Akira metros para trás e também foi usada por Ken para se mover para outra posição. Antes mesmo que pudesse ter uma noção do que realmente tinha acontecido, Akira pode ver seu oponente unir seus braços e uma transformação acontecer e vários “canhões” surgirem onde era seu braço, liberando uma imensa rajada de energia de uma única vez.


Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 194328279000201


Ele não parou por ai, avançou logo em seguida para o lado que Akira desviasse – caso você desviasse – e então iniciaria uma sequência de movimentos pesados, socos fortes usando os mecanismos em ambos os cotovelos para realizar explosões nos momentos certos, aumentando ainda mais a velocidade e força dos seus golpes, se mostrando aberto agora para uma trocação franca desta vez.


Histórico:


Legenda:



Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Seg 21 Fev 2022, 11:14
Ragnarok


A habilidade da mulher era um tipo de criação e controle de madeira, algo bem chato de lidar, mesmo assim, nada que até então fosse completamente impossível, apesar disso, era necessário que eu abrisse espaço para voltar a agir, afinal o controle de campo dela teria de ser contornado, com destruição e velocidade. Seus métodos eram claramente tentar manter um afastamento.

E isso se mostrava problemático, mas era pra isso que eu tinha aprendido essas novas técnicas também, para lidar com esse tipo de golpe, e ter um método eficiente de luta. Entretanto começaria como um boa velha loba usando meus velhos truques. Ainda de uma posição baixa posicionaria-me sobre meu joelho direito e firmando o pé esquerdo no chão, onde segurando a lança para a direita e abrindo a mão esquerda iniciaria.

Começaria a emanar eletricidade de todo o meu corpo de modo a gerar ondas elétricas dentro do meu espaço de controle, evitando é claro que chegasse aos meus companheiros, entretanto o objetivo era que essas ondas começassem a empurrar e se possível destruir as estacas forçando elas a me darem espaço para voltar a agir.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 CoordinatedFarflungAdmiralbutterfly-size_restricted

A intenção ali era principalmente conseguir me livrar das estacas mais próximas e abrir espaço para que eu pudesse começar, gerando uma zona que também protegia meu corpo inicialmente. Mas se não houvesse ainda assim o espaço necessário o jeito seria abrir ele na base da força bruta, onde começaria a disparar uma rajada de socos eletrificando as manoplas iria aplicar toda minha velocidade para disparar soco atrás de soco em alta velocidade para destruir as estacas que conseguisse e abrir esse espaço na base da brutalidade.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Ora-star-platinum

No pior dos casos se recebesse durante os meus ataques ataques massivos, iria contar com meu novo aprendizado, já que a dureza corporal não resolvia completamente, o ideal era começar a me movimentar de maneira controlada, ativaria o Kami-e para começar a esquiva flexivelmente das estacas, me movendo de maneira ordenada para sair da frente deixando que elas passassem por mim enquanto praticamente dançava nessa forma de papel molenga. Mantendo sempre meu corpo coberto de energia, para que se alguma estaca viesse a me acertar, no caso da falha do corpo molenga, usasse a eletricidade, expandindo ela do corpo, com rapidez de modo a repelir ela.

Aproveitava as brechas entre os golpes que poderiam tentar gerar uma pressão constante, e aproveitaria das garras para fazer cortes com toda minha força na madeira, de modo a tentar destruir ela deixando as garras saírem pelo espaço das manoplas sendo reforçadas por ela. Os golpes cortantes visavam aos poucos destruir a madeira em meio às esquivas enquanto tentaria forçar uma aproximação por meio disso. No pior dos casos, se em algum momento minha velocidade para esquivar e usar o Kami-e não fosse o suficiente, ativaria o Tekkai quando fosse tomar o golpe, reforçando a zona com energia, para reduzir ainda mais o impacto, e evitar danos profundos.

Mas ainda havia outra possibilidade, se tudo isso até aqui ainda não tivesse tido efeito, aproveitaria que existia uma brecha por onde a moça olhava provavelmente para não me perder de vista e jogaria um ataque elétrico naquela direção, especificamente do buraco um grande o suficiente pra cobrir toda a extensão dele, fazendo com que ele gerasse uma luminosidade elevada, a intenção era fazer com que ela perdesse o foco de visão que ela tinha de mim.

Estaria ali aproveitando as habilidades de ilusionismo para mudar o foco de atenção, esse golpe era apenas um misdirection, para que ela perdesse o foco em mim, onde nesse momento usaria um dash com toda minha força e velocidade, aproveitando de minha habilidade de prontidão, pra ir ao máximo de uma só vez e cobrindo todo o corpo de eletricidade e usando ela como um propulsor direcionaria uma investida com a lança mirando em um ponto que julgasse interessante, onde iria tentar quebrar com toda minha forçar o lugar e a partir daí aproveitar para avançar mais.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Thunderclap_Strike

Se em algum momento encontrasse brechas no meio de alguma dessas ideias, iria começar a avançar usando o soru, para me mover com velocidade pelo solo, usando inclusive as próprias madeiras que estivessem sendo erguidas para me impulsionar, usando tanto o geppou quando a eletricidade para fazer um combate tridimensional, mas dessa vez conhecendo o poder da mulher ele seria direcional.

Agora iria começar a me mover não em linha reta direto, mas em movimentos que soariam mais caóticos e portanto menos previsíveis, fazendo desde zigue-zagues movimentos diagonais, ou movimentos contraditórios me movendo para um dos lados, direita ou esquerda dependendo do que parecesse viável, enquanto lançava ataques elétricos disparos de energia. Para começar a ir montando meus movimentos, e também ganhar sobre o erro do oponente, afinal apesar de serem fintas, se eles acertassem alguém não deixariam de ser perigosos.

Para estacas que viessem me atrapalhar durante os movimentos, ou estivessem no caminho, iria usando elas como escada, pousando nelas com os pés e rapidamente me impulsionando para sair delas. Se precisasse desviar de alguma no caminho enquanto estivesse no ar, usaria do gepou para mudar de direção, em último caso de surpresa, dispararia eletricidade dos pés, ou das mãos para me jogar para mais longe, principalmente se estivesse em uma posição desfavorável. A prontidão era o que me ajudaria, para que eu não tivesse uma perda de velocidade entres os movimentos e disparos, fazendo que meu combate seja mais eficiente.

E com isso o intuito era forçar que a distância fosse sendo diminuída, e quando eu conseguisse algum ângulo preciso iria disparar contra a oponente aplicando um soru, visando ir para sua lateral, e aplicar um ataque de garras, mirado nas suas costelas,as um golpe com a mão reta e aberta visando perfurar e rasgar a carne. Com a mão completamente coberta de eletricidade, que poderia por sua vez gerar mais danos, já que se esse golpe em algum momento desse certo, iria tentar eletrocutar ela dando um choque completo na mulher.

Por fim, se em algum momento eu fosse derrubada, iria rapidamente girar pelo chão e usar o soru em seguida, para sair do lugar e despistar minha posição por alguns segundos e ter tempo para reação. Em caso de ataques físicos, usaria de movimentos rápidos para tentar esquivar, Dashs para os lados, direita ou esquerda. E no caso de estar no ar nesse momento, iria usar os relâmpagos na direção oposta ao golpe, disparando eles para me impulsionar na mesma direção que o ataque, assim evitar que o dano fosse causado e pousar por conta própria no chão ou em alguma parede.



Historico:

_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YHVeK1M

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 VYrwji0
Às
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 PqslDr4
Créditos : 38
ÀsDesigner
https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Seg 21 Fev 2022, 15:52



»» Ragnarok ««

- Às Volkerbäll -


Ж


Com os primeiros socos trocados, podia notar que Kraa continuava aparentemente bem tenaz. Embora acertasse todos os golpes, o lunari parecia não se incomodar tanto com eles, ao passo de que continuava a cuspir bravatas em tom de superioridade, suas palavras eram as mesmas, suas ações no entanto destoavam em comparação a primeira luta. - Tem certeza de que foi tão fraco assim? - questionava ao notar o homem abrir distância e abordar uma tática nova, usando suas chamas como uma artilharia de média e longa distância, uma abordagem curiosa para alguém que não parecia se importar com a força de meus socos. Naturalmente, passava a evadir-me dos ataques, usando o Kami-E em um primeiro instante, antes de utilizar Orion para agarrar-me às paredes e puxar-me para o alto. - Parece que ele também sabe usar o geppou. - pensava, notando a habilidade de Kraa tal como a continuação da luta entre Rango e o palhaço.

Sirius! Preciso de uma análise rápida! - pensava, ativando o mecanismo para uma avaliação do cenário, enquanto balançava-me com a ajuda dos cabos principais pelas paredes, ou pelo teto rochoso do local, evadindo-me dos ataques de Kraa conciliando o balanço dos cabos com minhas acrobacias, na tentativa de gradualmente ganhar velocidade no movimento e encurtar a distância para meu inimigo. Tinha plena noção de que Kraa não me deixaria ter uma aproximação franca, por isso precisaria ser astuta e guardar meus truques para o momento oportuno a fim de encontrar um golpe direto, capaz de desencadear uma série de ataques poderosos, mas para isso precisava primeiro tê-lo ao alcance de Orion.

De tal forma, com auxílio de minha prontidão e acrobacias, faria minha movimentação com Orion ser extremamente veloz ao ponto de, com ajuda de Sirius identificar a distância ideal para disparar um cabo contra a asa do lunari a partir de uma das saídas auxiliares, enquanto as principais estivessem presas às rochas. A partir de tal ação, puxaria os cabos presos a rocha para que pudesse usá-las como impulso para meu Soru, ao qual partiria de maneira direta ao encontro de Kraa, recolhendo os cabos principais momentos antes de "saltar" e usando o cabo preso a Kraa pra puxa-me, assim dificultando pela força a possibilidade dele sair da minha linha de ataque. O fogo era sua principal arma e por isso tinha a convicção de que seria usado para me repelir ou mesmo para se aproveitar de minha investida para acertar-me com mais facilidade, no entanto, durante o Soru, cessaria meu avanço, tal como o puxão de Orion fazendo com que eu parasse no meio do ataque, deixando o cabo e meu peso executarem um movimento pendular, tirando da linha de ataque e jogando-me para debaixo de Kraa onde uma vez lá, usaria o Geppou para saltar e reiniciar o puxão com Orion.

O ataque era simples e a escolha da asa se faria palpável, pois com o decorrer do movimento e a partir de nossas posições, obrigaria Kraa a curvar-se, dando-me a chance de conectar, através de um giro acrobático um chute contra sua face, recolhendo assim o cabo da saída auxiliar, enquanto me agarrava ao lunari, usando do movimento e do ataque para colocar-me acima dele, onde voltaria a disparar Orion, desta vez contra o chão, para que assim eu fosse puxada rapidamente até o solo, com Kraa aos meus pés onde jogaria seu corpo violentamente contra o solo ao mesmo tempo em que o utilizaria para absorver todo o impacto daquela ação. Utilizaria do Kami-E para evadir-me a curta distância de suas tentativas de ataque e colocaria o casaco de búfalo a minha frente para resistir o tempo necessário contra as chamas até a resolução de meu ataque.

Uma vez no solo e com êxito em minhas ações, recolheria os cabos principais e voltaria a disparar os auxiliares, desta vez contra as asas de Kraa mais uma vez antes de recuar com um Soru antes de usar Orion para puxar o procurado em minha direção ao mesmo tempo em que reutilizaria o rokushiki para avançar em velocidade, buscando conectar um segundo soco contra seu estômago. - Se não tenho força, melhor compensar com a velocidade não é mesmo? - pensava, atenta junto de Sirius para evadir-me de uma tentativa de ataque, usando os cabos principais para prender-me nas laterais, alternando seus funcionamentos, fazendo assim com que fosse puxada para os lados a fim de evitar se atacada e imediatamente ser novamente puxada em direção ao homem a fim de concluir meu ataque antes de liberar os cabos presos a ele e enfim usar os principais para puxar-me para longe dele e de suas chamas.













Histórico:






_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Z0zQdpF

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 ZaT0xpq
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 SFDBQPA
Créditos : 04
Localização : Alabasta - 7ª Rota
YamiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t1413-hellhounds-5-darude-sandstorm
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Seg 21 Fev 2022, 16:51

Ragnarok
- Falas | ~ Pensamentos



A irritante maneira daquele homem lidar com a batalha me dava nos nervos, confesso. Um breve olhar em suas movimentações era possível de concluir uma forma despretensiosa de lidar com o oponente, subestimando meu real potencial. Sabia que aquilo podia ser exatamente o que ele gostaria, me fazendo começar a atacar de forma impensada e imprudente, mas antes mesmo que pudesse concluir o pensamento, notava algo estranho emanando do cotovelo de Ken. O Arrepio do Akira disparava no mesmo instante, mas era tarde demais para reagir para a explosão que vinha a seguir.

Com o corpo confuso, observava o inimigo mirando ambos seus punhos em minha direção, me fazendo reagir por impulso em me jogar para o lado em um rolamento, de modo a escapar do disparo. — Um ciborgue também, huh?! Espero que seja a prova d’água, panaca! — Era uma pena não ter treinado com Às no dia anterior, visto que poderia ter utilizado dos conhecimentos sobre o funcionamento de seu corpo contra aquele oponente. Significava que eu precisaria improvisar durante o combate.

Apenas tive tempo de recuperar minha postura para notar a rápida presença do ciborgue. Com o olhar atento, tentaria me antecipar aos seus ataques para encaixar os meus nos momentos em que eu observasse brecha, tentando fazer breves esquivas com o corpo rotacionando para escapar de seus golpes, da mesma maneira que ele havia feito anteriormente contra mim, quase que copiando sua técnica. O fato dele potencializar seus golpes com os propulsores na verdade era uma vantagem para mim, pois quanto maior a velocidade de seus ataques, mais fácil seria direcioná-los para outra rota, visto que com tamanha velocidade, o mesmo provavelmente não teria firmeza o bastante em seu membro para se manter numa linha reta do ataque, viabilizando que eu desse pequenos empurrões em seu antebraço para que o golpe passasse direto.

Com aquela movimentação toda, seria hora de eu dar uma sequência igualmente potente. Mas seria suicídio eu ficar aguentando golpes enquanto tentava suprimí-lo com os meus próprios, afinal seu corpo de aço lhe dava uma vantagem absurda naquele embate. Então, eu precisava quebrar a sua postura, lhe causando dor e ao mesmo tempo brecha o bastante para que eu iniciasse uma sequência destruidora de golpes contra sua face. Exatamente por isso que, no instante em que conseguisse uma brecha, giraria meu tronco com máxima potência para aplicar um poderoso chute contra a lateral do seu joelho, da parte interna para a parte externa, com força o bastante para quebrá-lo.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Knee-kick-destruction

Com o seu corpo reagindo ao golpe surpresa, uma vez que estava focado na troca de socos, eu entraria com os socos a todo o vapor, tentando amassar sua cara de lata numa sequência devastadora de golpes concussivos, potencializados pela minha exclusiva técnica marcial. Os ataques agora não seriam focados em áreas de maior vulnerabilidade de um corpo humano, visto que seu corpo metálico deveria proteger melhor essas áreas. Ao invés disso, focaria meus ataques em suas juntas, que seriam locais de menor defesa para viabilizar uma movimentação fluída por parte do mesmo.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 7ed230f611384f6f21df3583ec091771

Não deixando os punhos fraquejarem entre um golpe e outro, tentaria ir empurrando o ciborgue na medida em que meus golpes fossem acelerando. Caso o Arrepio do Akira me alertasse sobre um novo ataque vindo de seus punhos, eu daria um rápido salto e colocaria o meu joelho contra o seu antebraço, jogando o seu braço atacante para trás para me dar mais uma brecha perfeita para que eu viesse com o outro joelho diretamente contra sua face, tentando entortar o seu pescoço com tamanho impacto.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 48b8661f4e3fba7783473702d54ad0a66f7ec7d3r1-540-304_hq

Notando mais uma vez uma tentativa de me arremessar para longe com uma explosão energética, tentaria utilizar do Soru para contornar o seu corpo e sair da linha de ameaça, viabilizando assim uma nova sequência de ataque contra suas costas, encaixando em primeiro lugar um pisão contra as costas de seu joelho, não deixando brecha ou espaço para que ele sequer conseguisse recuperar o fôlego, precisando lidar comigo em velocidade máxima.


  • Posts: 15
  • Ganhos: Shigan (Post 5), Soru (Post 6)
  • Perdas:
  • Contagem Caçador: B$ 72.500.000 - Rank C
  • Posts Desvantagem: 10/20
  • Players/NPCs: Sam, Mamaco,
  • Localização: Pyatidrov - 6ª Rota - Grand Line



PdV: 33930
STA: 800

Força: 1061 +80 +360 +500 = 2001 [Perito]
Destreza: 720 [Talentoso]
Acerto: 2655 +80 +360 +400 = 3495 [Perito] +5%
Reflexo: 0 +360 +400= 760 [Hábil]
Constituição: 400 +80 = 480 [Hábil]

Agilidade: 2127
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 8,5% +300 Tekkai

Qualidades:

Defeitos:

Primeiros SocorrosVocê sabe tratar ferimentos externos, de gravidade simples ou moderada, além de ser capaz de ministrar o tratamento inicial de qualquer tipo de ferimento. A proficiência primeiros socorros contempla ações como: parar sangramentos, fazer curativos, mitigar danos e similares.

CirurgiaVocê é capaz de tratar ferimentos graves e internos, desde que esteja em posse dos instrumentos apropriados.

AnatomiaVocê conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

DiagnoseVocê conhece diversas doenças, sabendo identificar seus sintomas e quadro de evolução, além disso, sabe ministrar os tratamentos para frear ou erradicar a doença, se existentes.

AcrobaciaVocê possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

FarmáciaCom os instrumentos corretos, você é capaz de criar e manipular remédios, seja através de ingredientes orgânicos ou químicos..

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

ToxicologiaVocê conhece e sabe identificar diversos venenos, sejam eles orgânicos ou não. Além disso, é capaz de produzir venenos, com os materiais e matéria prima necessários. Essa proficiência também contempla a criação de antídotos.

HipnoseAtravés de sugestões mentais, você pode tentar manipular o comportamento de um indivíduo.

FísicaVocê conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.


Profissão:
MédicoOs médicos são especialistas em saúde humana e/ou animal, sabendo preservar a saúde de seus companheiros e sendo capaz de tratar os mais diversos ferimentos.

Bônus: Jogadores médicos são extremos conhecedores do corpo humano, assim sendo, são capazes de aplicar e encerrar condições por meio de tratamentos, criações e técnicas, além disso, podem tratar qualquer ferimento.


Arma: BubblesArma: Bubbles
Descrição: Um par de manoplas cuidadosamente forjado para garantir uma boa proteção, com a base de tungstênio puro, mostra-se extremamente resistente ao calor, seu design parece carregar consigo alguma característica hidrodinâmica, sendo pensada para um tritão usar.
Tipo da Arma: Manopla
Qualidade: Forjada
Durabilidade: Alta
Dano: 500
Estado: Nova


Maleta Médica
Kit de Bandagens: Contém 26 bandagens para tratamento de feridos e 10 talas junto deles para caso haja necessidade.  
Espaço no inventário: 2 por unidade
Bisturi: Extremamente afiado e fino, feito para uso cirúrgico.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Kit de Agulha Esterilizada: 10 agulhas pré esterilizadas para facilitar tratamentos rápidos, são vendidas num pacote lacrado e com invólucros as separando...  
Usos: 10 usos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Álcool: Uma garrafa de 2l de álcool para fins diversos.
Usos: 18 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Estetoscópio: Um instrumento usado por médicos para ouvir as batidas do coração entre outros barulhos internos.
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Medidor de Pressão: Um medidor de pressão arterial para fins médicos.
Espaço no inventário: 1 por unidade
Remédios: Remédios de uso comum,  antigripal, antiinflamatório, remédio para tosse e Soro fisiológico.
Usos: 5 usos. (um uso para cada um)
Espaço no inventário: 0.5 por unidade.
Sedativos: Aqui se encontram sedativos, como morfina e afins. Especifique qual o sedativo na hora da compra. (Morfina)
Usos: 4 usos
Espaço no inventário: 0.5 por unidade
Matéria Prima para Criação de Remédios:
Itens diversos para a produção de fármacos.
Usos: 9 usos.
Espaço no inventário: 1 por unidade


Insígnia da PurezaDescrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.




_________________

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 V8upj2D

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 YDNzcDa
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Giphy
Créditos : 17
Localização : Rota 6 - Piutôv
SashaRank B
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Re: Hellhounds 4 - Ragnarok Seg 21 Fev 2022, 16:54


     Ragnarok
Cat




Como eu havia esperado meu inimigo era realmente poderoso afinal era quem o meu sexto sentido havia me guiado a lutar apesar de pensar que minha Shiori talvez tivesse muito mais facilidade do que eu tanto por exercitar mais  o combate sem armas, como por ele parecer usar seu eletro tão bem quanto ela, algo que mesmo treinando exaustivamente eu só consegui melhorar minha capacidade física, respirei fundo sentindo que  tanto eu como meu oponente não haviamos dentro de uma primeira troca de golpes causado tantos danos e o fato de eu não ser conseguido manter a forma nesse momento era uma dor de cabeça grande que me limitava nas possibilidades de combate.

- Vamos lá, Sasha ainda tem energia!- Eu  teria dito animada enquanto avancei rapidamente contra o meu oponente, tomando muito cuidado para que eu não fosse alvejada pela eletricidade de forma direta ou indireta enquanto cobria a distância e então tentei emitir o máximo de temperatura gélida na região de meus pés descalços  para aplicar um golpe que visaria atingir  a parte inferior de meu inimigo enquanto eu poderia ter desviado de alguma ofensiva dele, o golpe se fosse um sucesso poderia ter sido um violento passo para a vitória.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 LoathsomeMarvelousBuzzard-size_restricted

Eu sabia que se meu golpe tivesse dado certo, um dos meios de evitar era tentar me golpear por cima aproveitando da diferença de minha envergadura e de meu oponente eu usaria da minha prontidão para imediatamente ir da velocidade máxima para uma parada total e então  novamente com todo o meu potencial de velocidade possível coloquei ambas garras pra cima cobrindo meus braços com haki para dilacerar enquanto  acabava soltando sons mais animalescos - Nyaargh!

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Felicia-closefp


Eu tivesse o derrubado ao ter um sucesso ou mesmo ele tendo desviado ou bloqueado o meu golpe eu usaria o Kami-e- Para deixar os braços mais flexíveis enquanto os balancei para realizar vários potentes arranhões com os braços coberto de haki, tentando cobrí-los ainda mais.

Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 Tao-claws

Apesar de minhas garras serem poderosas eu já esperava que mesmo que tivesse sucesso meu oponente não fosse só cair e aceitar, por isso busquei bloquear a maior parte dos golpes corporais ao levar as minhas garras até o golpe e então contra golpear para repelir, não fazendo um confronto direto e duradouro, haviam no entanto golpes que isso não seria possível aproveitar disso, como eram  as chifradas ao qual meu oponente amava aplicar e contra elas, eu busquei a violência de cotoveladas junto a não firmeza no chão para  simplesmente me esquivar saindo da direção caso visse que golpear por cima e empurrar pra baixo não fosse o suficiente.

Além disso eu sempre cobriria os meus golpes e defesas com o eletro para que eu conseguisse impedir que a eletricidade mesmo que parcialmente de meu inimigo pudesse me machucar, tal como eu sabia que esta seria também a sua resposta para que o meu não o machucasse, onde houvesse o inevitável o Tekkai e o Haki por cobrirem uma longa área de meu corpo eram o ideal para evitar danos maiores de ocorrerem e também me forçavam a treinar mais em como melhorar aquilo que já estava melhorando.

Meus próximos passos em combate eu planejava tentar me acostumar mais com a minha forma  completa mas para isso, conseguir primeiro me transformar e manter seriam o meu desafio que eu faria caso a luta novamente resetasse.

Histórico:


_________________



Hellhounds 4 - Ragnarok - Página 5 WN4Utd7