Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
[Pedido de Instrutor] - ShawHoje à(s) 12:03 ampor  Shaw[TUTORIAL] - SHAWOntem à(s) 11:59 pmpor  ShawOperação T.N.C.T.O.N.I.Ontem à(s) 10:47 pmpor  Wesker1º Capítulo: Alvorada dos Monstrorines!Ontem à(s) 9:22 pmpor  Blindao[FICHA] Nina SpadesOntem à(s) 8:51 pmpor  Shiro[Ficha] WolfgangOntem à(s) 7:03 pmpor  Wolfgang[Ficha] JaeggarOntem à(s) 4:39 pmpor  JaeggarAgnis CyrielleOntem à(s) 4:01 pmpor  Ryoma[TUTORIAL] JaeggarOntem à(s) 9:31 ampor  MakaI - Desventuras em SirarossaOntem à(s) 3:18 ampor  Pepe
Página 1 de 1
Admin
Ver perfil do usuário
Imagem : Prólogo GRh51xf
Créditos : 20
Localização : Sirarossa
AdminAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t270-bjarke-hallet-flamesguard https://www.allbluerpg.com/t299-i-juros-simples#870
Prólogo Sex Abr 09, 2021 9:31 pm

Prólogo



Hazar D. Calico

Loguetown sempre foi uma cidade movimentada, mas nunca tão movimentada como no dia da execução do homem mais respeitado, temido, admirado e odiado do mundo. Eu ainda devia ter uns 7 anos, mas aquele dia sempre ficou fresco na minha memória. O sol, a brisa, as pessoas andando na rua tentando chegar à plataforma de execução. Brisas leves traziam a frescura necessária para aquele dia tão quente; o sol estava no seu apogeu, olhando para baixo como se fosse um ser superior, fazendo um favor nos dando a sua luz e energia. As pessoas estavam numa mistura de empolgação, nojo, curiosidade e medo sobre aquela execução pública.

Todos tinham um motivo para estar ali, todos queriam ver de perto o homem que havia conquistado o que nenhum outro havia conquistado na história. Amassem ou odiassem ele, Hazar era o único e primeiro Rei dos Piratas de toda a história e isso ninguém podia negar. Era notícia por todo o mundo que as tripulações piratas mais fortes do mundo, que já haviam começado a dominar os mares do Novo Mundo e se autoproclamando senhores das ilhas, haviam cessado as suas atividades criminais desde a prisão de Hazar e aguardavam pacientemente para ver a transmissão global da execução que aconteceria em Loguetown.

Pouco se sabia sobre a captura de Hazar, mas parecia que um dos seus seguidores, na realidade um dos seus discípulos, o havia traído durante uma noite de bebedeira, travando uma luta feroz e de proporções desconhecidas. O jovem, de apenas 14 anos, havia sido capaz de derrotar sozinho o Rei dos Piratas, entregando-o para a marinha e se tornando o primeiro Shichibukai do mundo. Algumas pessoas na multidão murmuravam sobre a sua captura - Como que o homem mais sortudo teve o azar de ser traído? - pensava alto um jovem, na casa dos seus 20 anos, após considerar os poderes do homem que caminharia para a plataforma de execução.

Quando o Sol atingiu o seu ápice, Hazar, algemado e cercado por quatro soldados apareceu, caminhando lentamente em direção à plataforma. O silêncio era estabelecido, mesmo se alguém tentasse falar era como se uma força intoxicante e assombrosa nos impedisse de falar, algumas pessoas mesmo pareciam acabar por perder a força nas pernas e cair. Hazar começava a rir passando pela multidão e ali, bem na minha frente, conseguia ver o rosto do homem que havia chegado ao topo da montanha e que não se importava mais em cair. Por um único segundo ele olhava nos meus olhos enquanto passava, não havia qualquer medo nos seus olhos ou qualquer sentimento de arrependimento.

Ao chegar no topo da plataforma, Hazar se sentou e ficou encarando o Den Den Mushi que estava transmitindo tudo para o Mundo. Os marinheiros começaram a declarar os crimes que Hazar havia cometido, uma longa lista de feitos de um homem que apenas viveu a sua vida através da sua noção de justiça e liberdade. Ao perguntar as últimas palavras, Hazar parou de rir por alguns segundos e respondeu sorridente - Tem algemas mais apertadas? - ele começava a rir. Os soldados olhavam uns para os outros, sem saber bem o que fazer. Após alguns segundos se encarando, eles decidiram dar início à execução, mas instantes antes das lâminas penetrarem o corpo de Hazar uma pessoa perguntou o que todos ali queriam saber - O que você fez com o seu tesouro?! - gritou um homem na casa dos seus 30 anos.

Percebendo o que a resposta do Pirata iria desencadear, os marinheiros continuaram a execução para que ele não respondesse, mas assim que as lâminas tocaram no corpo do homem, os marinheiros travaram. Todos ficaram em choque, a única coisa que se escutava era o riso do pirata que ecoava por toda a cidade. O homem que havia feito a pergunta continuava a falar - Você ainda tem ele né?! O maior tesouro alguma vez visto! - os marinheiros, embora não conseguissem se mover, ainda conseguiam falar e ordenaram para que ele se calasse, mas antes que ele pudesse continuar a falar, ele era interrompido pelo próprio Rei. - Vocês querem meu tesouro? Tudo bem. - Ele levantou lentamente as mãos e, nesse instante, as algemas caíram dos seus pulsos. Ele levantava a cabeça, encarando os céus - Tudo que alguma vez me pertenceu eu deixei naquela ilha! Bem no final da Grand Line! - o movimento dos marinheiros parecia voltar e as suas lâminas atravessavam o corpo de Hazar, com o seu último suspiro ele proferiu com um enorme sorriso - O One Piece vos aguarda!

O corpo se mantinha imóvel, o sorriso se mantinha no seu rosto e nada parecia abalar ele. Uma paz total era encontrada no corpo do primeiro e único Rei dos Piratas, algumas pessoas começavam a celebrar, deixando os marinheiros confusos. Antes que os Líderes Mundiais percebessem, mesmo na morte, Hazar havia conquistado a vitória. Aquele dia ficou marcado como o início da Era dos Piratas que, mesmo após 20 anos, continuava a inspirar pessoas a seguirem os seus sonhos e explorar os mares, alguns por fama e poder, outros por dinheiro e amor, mas independentemente da inspiração de cada uma dessas pessoas, todas sabiam que se conquistassem o tesouro de Hazar seriam a pessoa mais forte e respeitada do mundo, ganhando o título de Rei dos Piratas.