Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Página 1 de 3 Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo XqxMi0y
Créditos : 25
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Moda casual de luxo Ter 28 Set 2021 - 22:07
Moda casual de luxo

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Arthur Gyoukou Chesire. A qual não possui narrador definido.

_________________

Moda casual de luxo J09J2lK
Chesire
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo 89189d2d51c05fb502fd71b9d662ec78
Créditos : 30
Localização : Sirarossa
ChesireAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t807-arthur-gyoukou-chesire#6592 https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo#6646
Re: Moda casual de luxo Qui 30 Set 2021 - 13:09






Quanto tempo dura o eterno?

- Essa vai ser a minha maior vigarice! - Alardeava para qualquer um que quisesse ouvir enquanto caminhava alegremente pelas ruas de Illusia. Sentia-se como se tivesse encontrado uma mina de ouro quando ouviu falar dias atrás, três ou quatro, mas isso não vem ao caso agora, num bar escuro numa rua nada prestigiada, do jeito que lhe fazia sentir-se em casa, sobre uma casa de apostas onde qualquer um podia ganhar dinheiro fácil se tivesse coragem o suficiente. Prestar atenção na conversa de dois sujeitos mal-encarados nunca havia sido tão recompensador.

Estava empolgadíssimo, não pelo dinheiro fácil, não podia se importar menos com isso, mas pelo simples prazer de se sentir vivo ao apostar, fora isso, era bom sentir-se útil. Samira ligava para coisas sem importância como dinheiro, de forma tamanha que o era suficiente para eclipsar o desinteresse de Arthur sobre esse tópico, assim sendo, havia ficado interessada pela possibilidade de um lucro fácil, ao menos era isso que imaginava, ainda mais depois dela ter aceitado visitar o local nessa noite.

Apesar de animado com o que a noite poderia lhe trazer, ainda faltava muito tempo para o horário marcado com Samira chegar e não havia nada que odiava mais do que não fazer nada. Não era do tipo cauteloso, muito longe disso, mas sabia que se tudo desse errado teriam que meter o pé da ilha, uma dívida gigantesca que os impossibilitaria de pagar o aluguel e colocaria dezenas de capangas era um cenário provável e justamente por isso era tão divertido. - Na última vez que fugimos com certeza foi divertido... - Comentaria em voz alta enquanto divagava sobre o acontecimento. - Se bem que aquilo deu certo por pouco, aquela caravela mais parecia um pedaço de tronco podre que uma embarcação... - De súbito, e completamente por impulso como na maioria absoluta das vezes, teve uma ideia que julgava genial.

- Vou construir meu próprio navio! - Alardeava para qualquer um que pudesse ouvir, com uma determinação que não existia a um segundo atrás. Lhe parecia uma solução perfeita, se tudo desse errado não precisariam mais pagar aluguel, já que morariam no navio, além disso, poderiam fugir para qualquer lugar, o mais importante de tudo, porém, era o fato daquilo simplesmente parecer uma ideia divertida. Sem refletir muito, caminharia até o porto da cidade, afinal, com certeza alguém saberia a arte de construir navios no local, não deveria ser incomum que as embarcações atracadas ali precisassem de algum reparo.

Chegando ao porto, simplesmente observaria o cenário em busca de um estabelecimento apropriado que lhe passasse alguma segurança. Após ver as opções e fazer seu julgamento, entraria tempestivamente naquele que lhe passasse mais segurança e, assim que visse qualquer funcionário, apontaria em sua direção e demandaria. - Você ai! Me ensine a construir um navio. - Usaria um tom imperativo e, caso notasse uma demora por parte de seu interlocutor, não perderia tempo. - Vamos logo, você é burro por acaso? Não tenho o dia todo. - Esperaria que pudessem lhe ajudar a alcançar seu objetivo, afinal, cortar madeira e pregá-las para fazer um barco não podia ser algo difícil.



Histórico:
Nome: Arthur Gyoukou Chesire
Número de Posts: 1
Ganhos:
N/A
Perdas:
N/A
NPC's:
N/A
Ferimentos:
N/A
Objetivos:
Aprender a proficiência Carpintaria.
Aprender a proficiência Física.
Partir pra Kano.
Arrumar altas confusões com uma turminha da pesada.


Última edição por Chesire em Sab 2 Out 2021 - 0:13, editado 1 vez(es)
Catherine
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo DW1GINw
Créditos : 17
CatherineAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo
Re: Moda casual de luxo Sex 1 Out 2021 - 20:23







Ato I.



- Que saco. - As mãos tateavam meus trajes sem qualquer delicadeza, apressadamente buscando pela carteira de cigarro que imaginava ter visto por ali no dia anterior. - Tava aqui, tenho certeza. - Suspirava, finalmente, desistindo de minha busca ao não encontrar qualquer vestígio de fumo, nem mesmo uma caixa vazia para contar sua história e me dar alguma esperança antes de ser aberta. As mãos que antes estavam ávidas, relaxavam, apenas para voltar a se mexer por suas roupas, dessa vez em busca de dinheiro.

Felizmente esse ainda estava lá.

Movia-me um tanto decidida pelas vielas, lembrava-me de ter marcado um encontro com Arthur naquela noite em algum canto novo que ele tinha comentado, apesar de que não ter tanta certeza se tinha tomado nota de endereço algum. "Mais tarde eu encontro o lugar." Pensei, deixando a preocupação de lado e me dirigindo rapidamente a uma banquinha de vendas qualquer para um abastecimento no meu estoque de cigarro. Realizaria uma compra rápida e pagaria sem questionar muito, guardando a carteira de cigarro em um dos bolsos do macacão e completando o meu caminho até onde eu realmente queria chegar: a biblioteca mais próxima.

Adentraria o estabelecimento sem muito devaneio. Aquele era um comportamento rotineiro no meu dia, e eu costumava considerá-lo como um dos mais importantes. Quase ritualístico, e como tal, merecedor de respeito e dedicação. Puxaria uma cadeira em algum canto reservado após recolher um livro de Lógica e xadrez. Tinha descoberto o jogo recentemente e tinha me chamado certa atenção, principalmente na semelhança do tabuleiro com um campo de batalha realista, com peças que executam funções distintas e dentro de suas próprias capacidades, como exércitos. "Quem controla o campo, vence a guerra." E era isso que tinha me encantado tanto naquele jogo, me fazendo imaginar que dominá-lo seria o próximo passo para a minha ascenção. "Quem sabe depois disso eu ganho um assento especial no comando do exército da rainha? Mfufu"





Objetivos
Perícia Lógica e Geografia. De resto, me divertir e ir pra Kano. Aliás, quero receber o dinheiro da Little Cow (5kk) ingame, já que não recebi na ficha anterior e é um prêmio vinculado à conta. https://www.allbluerpg.com/t357-evento-de-abertura-little-cow


Histórico
Número de posts: 1
Ganhos:
Perdas:
HP: 10420
Stamina: 100
Relacionamento:
Relacionamento:









_________________

Moda casual de luxo Yz8SSU6
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo Ly0aM35
Créditos : 21
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t342-lucy-von-kral#1009 https://www.allbluerpg.com/t798-ii-sombras-em-stevelty#6527
Re: Moda casual de luxo Dom 3 Out 2021 - 3:34
♪ Luxury ♪

Arthur Chesire

Era claro de que o comportamento de Chesire chamava atenção por onde andava, principalmente pelo fato do homem falar consigo mesmo e alto o suficiente para que as pessoas que caminhavam pelas ruas do Reino olhassem em sua direção e soltassem comentários baixos sobre a sua “Loucura” ou sua aparência que era, no mínimo, um pouco estranha. O sol no céu forte indicava que a noite chegaria em aproximadamente seis horas ou mais, sendo por volta do meio dia quando iniciou sua trajetória pelo Reino.

Em pensamentos falados em voz alta, Arthur comentava o quão divertido foram suas aventuras ao lado de sua companheira fugindo e até mesmo se indagava em relação a embarcação do qual utilizaram para conseguirem aquele feito e se suas memórias não o pregavam brincadeiras, aquele barco era um completo terror.

Como uma lâmpada que acende na cabeça de um personagem de desenho animado, o jovem de cabelo rosa tinha um forte desejo em aprender como construir um tronco mil vezes melhor do que aquele em suas memórias e para isso seus passos tomaram rumo até o porto.

O porto, não era melhor do que o costume ou pior do que ele, era exatamente como a memória de qualquer um descreveria o local. Um ambiente que fedia a peixe com uma grande movimentação de pessoas que pisavam em meio a madeira que rangia de vez em quando com musgos em suas pontas e claramente sujo. Alguns marinheiros tomavam a ronda pelo local enquanto que trabalhadores movimentavam caixas e pertences de um lado para o outro. Um mercado, ao lado, mostrava-se a compra e venda de alimentos de origem marítima com os gritos dos seus vendedores e foi olhando ao redor e avaliando suas opções que encontrava a fábrica de navios “Gigipeto”.

Adentrando o estabelecimento arrumado com miniaturas de embarcações e um grande balcão no centro, ele conseguia ver o que parecia ser o recepcionista da fábrica que lhe atendia com um sorriso no rosto. O cabelo do homem descia até a sua linha de cintura em suas mechas lisas da cor marrom, suas vestimentas eram arrumadas com suspensórios preto com uma camiseta social branca e uma gravata borboleta escura. – Bom dia, senhor, em que posso ajudar? – E de exato momento tinha a resposta de Chesire que fazia com que ele levantasse uma sobrancelha e um sorriso um pouco falso ao ser chamado de burro pelo cliente.

Um homem barbado e mais velho reconhecível pelas suas rugas e seu cabelo curto grisalho adentrava a recepção através de uma cortina branca nos fundos. – Ouvi grito, está tudo bem, Lucas? – Esse momento, o carpinteiro de peso acima da média olhava para o cliente a sua frente. – Esse senhor deseja aprender sobre como construir um navio, não soube responde-lo, professor. – Lucas respondia de forma educada mesmo tendo sido insultado anteriormente.

- Ah... um novo aprendiz?! É claro! Sempre há espaço para mais mão de obra. Hey, jovem, como se chama?! Pode me chamar de Professor. – O senhor aproximava-se lentamente de Arthur estendendo a sua mão para um aperto e com um sorriso simpático em seu rosto.

Samira Malkova


Era bem claro em seu semblante que Samira sentia uma extrema falta de alguma coisa e não ter nenhum cigarro era um problema grande e sequer sabia qual foi o último cigarro que teria fumado naquele meio tempo. Dessa forma, seus gestos se moviam para avaliar o quanto de dinheiro ainda teria em seus bolsos e com alegria podia dizer que era o suficiente para comprar mais daqueles cigarros. O clima pela ilha estava quente e o horário poderia ser dito como meio-dia ou o mais próximo disso pela posição do sol, não que Samira tivesse conhecimento aprofundado sobre isso, porém era fácil de se deduzir.

Seus caminhos pelas vielas relembravam de um encontro do qual teria mais tarde e decidia não se preocupar com isso o que a levava até um barzinho de esquina que estava lotado como sempre, alguns estavam em uma mesa de sinuca arrebetando algumas bolas para dentro da caçapa enquanto que outros jogavam um carteado mais calmo até que um deles gritava: - Truco! – e os olhares pasmos dos seus companheiros acompanhavam em uma sequência numérica baseada nas regras daquele jogo.

O bartender, um senhor de meia idade aparentando estar entre os quarenta a cinquenta anos, com um bigode ralo e uma barba a fazer limpava o balcão com um cigarro em sua boca, tal qual cheiro era inebriante para a fumante. – Bom dia! – Dizia o homem e ao receber o pedido retirar um maço de uma marca branca com detalhes em vermelho e a entregava para Malkova. – São cento e cinquenta mil berries. – E ao pagar o homem recebia o valor e colocava no caixa.

Samira, uma vez de volta as ruas, não demorava para encontrar uma biblioteca próxima dali e adentrando a mesma a observava de forma totalmente contrária ao bar, havia um silêncio enorme e parecia que cada passo dado levantaria poeira se não fosse a incrível bibliotecária varrendo o local. A moça, por mais que fosse estranho, tinha uma idade mais jovem e a cumprimentava com um sorriso. – Bem vindo a biblioteca, fique a vontade, moça. – E voltava para as suas funções cotidianas.

Malkova, conseguia encontrar os dois livros que tinha conhecimento que poderiam serem úteis, o de lógica, tinha o nome de “Princípios Lógicos – Volume I“ e o xadrez aparentava ser um guia mais intermediário do jogo intitulado de “Os Caminhos do Rei” com dezenas de estratégias e aplicações práticas através de ilustrações que demonstravam o tabuleiro com uma visão superior. Ali, ela poderia passar a tarde se quisesse lendo aquele livro ou praticando outras de suas funções já que não tinha uma única alma viva além da bibliotecária para que a perturbasse.

Arthur Chesire
Posts: 01
Ganhos:
- N/A

Perdas:
- N/A

Dinheiro – Bolso: 250.000 B$


Samira Malkova
Posts: 01
Ganhos:
- Maço de Cigarro (10 Usos) (Post Nº 01)

Perdas:
- 150.000 B$ (Compra do Cigarro - Post nº 01)

Dinheiro – Bolso: 100.000 B$


_________________

Moda casual de luxo 7OMztQl
Chesire
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo 89189d2d51c05fb502fd71b9d662ec78
Créditos : 30
Localização : Sirarossa
ChesireAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t807-arthur-gyoukou-chesire#6592 https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo#6646
Re: Moda casual de luxo Seg 4 Out 2021 - 2:44






É necessário fazer o desnecessário

Por alguns momentos sentiu-se verdadeiramente surpreso, afinal, suas análises e sua intuição não costumavam lhe enganar ou pregar peças, mas, mesmo assim, parecia que tinha feito uma péssima escolha. O estabelecimento em questão não tinha nada que chamasse atenção e, aparentemente, também não existia vida inteligente no local. Deixando sua decepção transparecer, permitia que uma reclamação escapasse enquanto coçava a cabeça. - Tsc, parece que até eu posso me enganar às vezes. - Apesar da frustração, percebia que a maré poderia mudar assim que uma figura de aparência desagradável atravessava a cortina que protegia um dos cômodos do local.

O título de professor fazia com que Chesire esboçasse um sorriso involuntariamente. - Ou não, parece que ainda carrego o fardo de estar certo sempre. - Comentaria em voz alta seguindo a linha de raciocínio do pensamento anterior. Ignorando totalmente Lucas, focaria no Professor, afinal isso parecia ser bem mais proveitoso. - Aprendiz é uma palavra muito forte, pode me considerar mais como um observador curioso, de toda forma, é bom ver que existe vida inteligente aqui dentro. - Estenderia a mão esquerda para o homem em forma de cumprimento com um sorriso escancarado no rosto.

Não tardaria para responder às perguntas do Professor, enquanto balançava a mão do velho freneticamente para cima e para baixo. - Meu nome é Arthur e eu tenho algumas dúvidas simples, primeiro gostaria de saber como projetar e construir um navio, depois queria entender o motivo de alguns pedaços de madeira boiarem e outros não, sabe? Entender como a madeira interage com a água, se eu for fazer um barco com certeza quero que ele boie. - Antes que pudesse perceber, já estava extremamente empolgado com a ideia.

- Carpintaria e física, isso! acho que esses são os nomes chiques pra essas coisas. - Continuaria falando, empolgado, sem dar tempo para o professor respirar. - Mas não tenho o dia todo para fazer isso, tenho um compromisso mais tarde, então me ensine logo ou me dê um livro. Qualquer coisa serve, dizem eu aprendo rápido. - Esperaria as instruções do velho e as seguiria com afinco, tentando encerrar o processo de aprendizado da forma mais rápida possível.



Histórico:
Nome: Arthur Gyoukou Chesire
Número de Posts: 2
Ganhos:
N/A
Perdas:
N/A
NPC's:
N/A
Ferimentos:
N/A
Objetivos:
Aprender a proficiência Carpintaria.
Aprender a proficiência Física.
Partir pra Kano.
Arrumar altas confusões com uma turminha da pesada.
Catherine
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo DW1GINw
Créditos : 17
CatherineAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo
Re: Moda casual de luxo Seg 4 Out 2021 - 4:53







Ato II.



A biblioteca não parecia estar movimentada, o que por mim já tornava o aprendizado que viria em algo incrível e relaxante. Não me leve à mal, não é que eu não gostasse do clima agitado e baderneiro do bar de antes, mas tudo tem seu tempo. E eu já estava me preparando mentalmente pra ir naquele rolê que o Arthur tinha me arrumado para aquela noite.

"Que gracinha.", pensei ao ver a bibliotecária que estava se empenhando para manter o ambiente agradável. Devia ser do tipo "organizadinha" e "pau-mandado". Sorriria para ela ao me sentar à mesa com os livros que tinha obtido, abrindo aquele que parecia ser o de xadrez. "Alguma coisa do rei", típico título de livro de xadrez. Bufei e o posicionei em frente a minha visão.

Aprendizado de Lógica

A partir daquele momento, tracejaria com os olhos o conteúdo daquelas primeiras páginas, buscando o índice e usando-o para navegar pelo livro em busca de estratégias de posicionamento de peças. Também procuraria encontrar a lógica relacionada àquele posicionamento, e faria a relação do texto com as figuras do tabuleiro, como forma de me encontrar e entender o que exatamente estava sendo explicado. Fazendo uma curta pausa, daria uma lida então no livro de lógica, que também seria aberto na mesa, logo ao lado do outro. Agora, no entanto, faria questão de dar-lhe mais importância. Me orientaria pelo índice e então buscaria aprender o que quer que o livro tivesse a informar a respeito do assunto tratado. Tentaria obter as principais informações primeiro, como uma forma de entender o básico e então passaria para as informações mais avançadas e específicas, as quais eu já teria a capacidade de assimilar.

Voltando para o livro de xadrez, faria uma releitura rápida, colocando em pauta os conhecimentos que teria adquirido do livro de lógica e tentando entender um pouco da relação lógica de cada estratégia adotada pelos enxadristas.




Objetivos
Perícia Lógica e Geografia. De resto, me divertir e ir pra Kano. Aliás, quero receber o dinheiro da Little Cow (5kk) ingame, já que não recebi na ficha anterior e é um prêmio vinculado à conta. https://www.allbluerpg.com/t357-evento-de-abertura-little-cow


Histórico
Número de posts: 2
Ganhos: • Maço de Cigarro - 10 usos (1) • Perícia Lógica (2)
Perdas: • 150k •
HP: 10420
Stamina: 100
Relacionamento:
Relacionamento:









_________________

Moda casual de luxo Yz8SSU6
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo Ly0aM35
Créditos : 21
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t342-lucy-von-kral#1009 https://www.allbluerpg.com/t798-ii-sombras-em-stevelty#6527
Re: Moda casual de luxo Qua 6 Out 2021 - 4:59
♪ Luxury ♪

Arthur Chesire

Por mais que de início, a frustação de ter errado o local era visível, Arthur conseguia notar que sua certeza nunca esteve errada e o homem a sua frente era o motivo disso. Os seus pensamentos em voz alta cativavam a curiosidade daqueles dois homens a sua frente e um deles mostrava-se seriamente irritado mostrando um sorriso meio valso enquanto uma veia pulsava em sua testa, já que era chamado de ser não inteligente pela segunda vez no mesmo dia e momento.

Lucas, por si, mantinha as palavras para si próprio em sua mente já que não queria incomodar o seu empregador.- Ah, Arthur, é? Venha comigo, estou prestes a começar um projeto e acho que você pode aprender bastante nesse meio tempo. – Dizia o professor com um sorriso estampado no rosto como quem gostava de ensinar para novos alunos. – São conhecimentos bem interessantes de aprender, acredito que com algumas horas você já deva ter o básico sobre tudo isso. – O homem começava a caminhar em direção a porta que dava acesso a sua oficina e por ali seguia pedindo para que Chesire viesse junto a ele.

Do lado de dentro, era possível ver grandes mesas de carpintaria com diversos equipamentos, uma mesa de desenho inclinada e vários materiais para fabricar um projeto de uma embarcação, ao lado, era possível ver um acesso ao mar em que haviam algumas estacas e rolos de madeira que funcionavam para direcionar a embarcação em direção ao mar com diversos apoios.

- Então, para começarmos, devemos ter uma ideia de o que fazer e qual projeto faremos. O barco será de qual tamanho? Qual o formato que queremos que ele tenha? Deverá ser veloz ou sustentar maior carga? São perguntas simples que ajudam no começo do projeto. Pegue um banco e sente-se ao meu lado. – Dizia o professor guiando o seu aluno até a mesa de desenho ao lado, o local era bem iluminado e ele retirava um papel azul com linhas pontilhadas em branco durante toda a sua extensão e cruzando uma a outra como um quadriculado. – Pronto para começar? – Ele dizia com um sorriso e empolgado para poder ensinar.

Samira Malkova

Para um livro que foi encontrado em uma Biblioteca no West Blue, aquele parecia ser um belo achado. Cada página era bem definida com tracejos leves dos pinceis de tinta que deixavam a leitura bastante compreensível e intrigante. O nível de dificuldade que era apresentado no livro era escalonável e cada capítulo tinha algumas perguntas que fazia com que Samira tivesse que se esforçar para entender um pouco mais e era devido a aquelas perguntas que ela conseguia entender um tanto mais sobre lógica.

As horas iam passando e cada vez mais ia conseguindo entender melhor sobre a lógica e os desafios começavam a ficar bem mais fáceis de quando começou a ler o livro. O silêncio na biblioteca fazia com que aquilo fosse ainda mais produtivo já que não havia ninguém ou nada para atrapalhá-la e a bibliotecária continuava fazendo o seu trabalho tranquilamente.

Ao voltar para o livro de Xadrez, conseguia compreender melhor as estratégias que eram colocadas por ali e conseguia ver a semelhança que aqueles livros tinham e após procurar pelo nome do autor identificava que era o mesmo autor do outro livro. Os dois se complementavam bem, a estratégia colocada dentro daquele livro e no jogo de tabuleiro eram ótimas para serem colocadas em um campo de batalha, desta forma, Malkova sentia que o seu tempo tinha sido bem aproveitado.

Já deveria ter se passado algumas horas desde que tinha alcançado o fim de ambos os livros e o tempo parecia um pouco mais nublado, o céu claro de antes tinha tomado algum lugar para nuvens mais escuras, porém ainda não aparentava que choveria ou coisa parecida. Ao olhar no relógio dentro da biblioteca conseguia ver que já eram cinco horas da tarde.

A bibliotecária tinha terminado de arrumar os livros e agora se encontrava no balcão lendo um livro si mesma já que o movimento daquele estabelecimento era bem pequeno e não parecia ter muito com o que se preocupar.

Arthur Chesire
Posts: 02
Ganhos:
- N/A

Perdas:
- N/A

Dinheiro – Bolso: 250.000 B$


Samira Malkova
Posts: 01
Ganhos:
- Maço de Cigarro (10 Usos) (Post Nº 01)

Perdas:
- 150.000 B$ (Compra do Cigarro - Post nº 01)

Dinheiro – Bolso: 100.000 B$



_________________

Moda casual de luxo 7OMztQl
yatto
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo Fae836cf4478d88b3ce2251a8788aa7f
Créditos : 02
Localização : Sirarossa
yattoInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t849-lucky https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo
Re: Moda casual de luxo Qua 6 Out 2021 - 20:09
É uma mistura de postura e elegancia.

O reino de ilusia trazia um certo tipo de nostalgia para mim, afinal, tinha sido o primeiro porto seguro desde que tinha sido resgatado e por isso era justamente aqui que tinha decidido começar minha jornada. Os velhos lobos do mar me tinham feito um grande favor me deixando aqui e meu velho mestre tinha sido generoso o bastante me deixando dinheiro suficiente para viver por alguns dias, depois teria que ver como iria fazer para ganhar um ou dois trocados. “Mas primeiro de tudo...” Percebia que tinha cometido meu primeiro erro, tateava os bolsos procurando meu maço que tinha aberto previamente. Com ambas as mãos procurava em todos os bolsos de meu terno até chegar à conclusão que já não mais os possuía. – Tsc, péssimo começo... – Coçava com o dedo indicador da mão direita meu pescoço. Dependia do cigarro muito mais do que ele dependia de mim, disso já sabia e pouco me importava, o que importava era comprar logo os fininhos, estava morrendo de vontade de fumar um neste exato momento.

Vagarosamente procuraria um local que pudesse encontrar a marca que mais gostava. Já tinha estado naquela ilha anteriormente e apesar de conhecer uma coisa ou outra ainda era fácil de se confundir. Ter passado um ano de minha vida pelo mundo tinha sido uma experiencia inacreditável e que agora iria fazer sozinho, estava muito animado para isso desde que tinha feito minha decisão a alguns poucos meses atrás. – Poderia me vender um maço de cigarros por favor? – Encontrando o local desejado procuraria quem passasse a maior impressão de trabalhar no local. – Um isqueiro também seria de grande serventia. – Falaria enquanto com a mão esquerda com apoio da direita ajeitaria minha gravata no local certo. Não poderia de maneira nenhuma demonstrar estar desarrumado, era algo que tinha aprendido com os lobos e que me fazia sentir por completo.

- Muitíssimo obrigado. – Falaria ao conseguir o que desejava, sem perder tempo, abriria o maço e retiraria o primeiro cigarro o colocando na boca graciosamente. Estenderia a mão para recolher o isqueiro e prontamente com cobertura da mão esquerda impedindo que possível vento atrapalhasse o momento tão aguardado, acenderia o cigarro, puxaria o ar tragando o conteúdo me deixando mais calmo já de imediato. – Isso ainda vai me matar..., mas viemos das cinzas e para elas voltaremos. – Abriria um sorriso enquanto retiraria do bolso o dinheiro necessário para pagar pelo que tinha acabado de comprar, entregaria para o homem e era o momento de finalmente começar a jornada de fato. – Vamos ver... sinto falta de uma lâmina... eu poderia comprar, mas... – Pensava no dinheiro que ainda restava “se tivesse auxilio de uma fornalha e materiais, poderia fazer algo muito melhor do que esse local deve ter para oferecer...” Tinha aprendido com um mestre ferreiro sobre a arte da forja “Esse deveria ser meu primeiro passo como um homem livre”Está decidido então. – Falava para quem estivesse perto, uma maneira de convencer a mim mesmo.

Seguiria calmamente em busca de um local onde pudesse encontrar o que desejava, tinha uma ideia o outra sobre por onde procurar primeiro, com o dinheiro que restava acreditava que deveria ser suficiente para criar uma espada e quem sabe um outro presentinho para mim mesmo.

Moda casual de luxo 0sH4IQA


Histórico:
Posts: 01
Nome: Lucky
Money: 250.000 ฿S
Ganhos: -x-
Perdas:  -x-
Relações: -x-
Ferimentos: -x-

Importante Profissão: Ferreiro
EDC: Espadachim e Kami no Tekken
Proficiências: Mecatrônica | Forja | Mecânica | Costura | Ameaça.
Qualidades: Alado | Profeta | Ambidestro | Liderança | Prontidão | Prodigio.
Defeitos: Exotico | Insônia | Vaidoso | Frigido | Dependente (Cigarro)
Objetivos:
- Criar uma espada.
- Me encontrar com os outros membros da aventura.
- Aprender: Interrogatório/Joalheria/Primeiros Socorros.
Legenda:
- #feb18f - Fala
- #aadc5f - Pensamento
Chesire
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo 89189d2d51c05fb502fd71b9d662ec78
Créditos : 30
Localização : Sirarossa
ChesireAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t807-arthur-gyoukou-chesire#6592 https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo#6646
Re: Moda casual de luxo Qui 7 Out 2021 - 1:34






Cê vê e depois copia: carpintaria

Arthur ficava animado com o fato do Professor não ser só um falastrão e desejar partir logo para as questões práticas. As plantas azuis e os materiais dispostos pelo local o deixavam empolgado, além disso, todas as perguntas realizadas pelo velho pareciam fazer sentido. Em um momento de dúvida genuína, levava o dedo indicador da mão esquerda até seus lábios, um gesto típico de quem se encontra nesse tipo de situação. Após pensar um pouco, compartilhava seus pensamentos com o seu tutor.

- Eu quero um navio que seja rápido e corra como o vento. - Parecia uma ótima ideia quando pensou sobre, mas ao dizer em voz sentiu como se faltasse algo, então não tardou em corrigir. - Mas ele também tem que ser resistente o suficiente pra carregar ao menos dezenove elefantes. - Sentindo que havia resolvido o problema, continuava idealizando seu projeto. - Sobre o formato, algo simples seria bom... Pode ser algo tipo... - A ideia lhe atingia como um trovão. - Uma estrela! Uma estrela de sete pontas e nove andares, isso deve servir. O barco tem que ter uma casa de apostas, duas fontes termais e um restaurante renomado também. - Sentia que havia extraído as melhores respostas que seu cérebro poderia providenciar e achava que o Professor ficaria orgulhoso desse resultado.

Após tentar esboçar seu projeto, esperaria as críticas construtivas de seu mentor e prestaria atenção para aprender com tudo que fosse dito. Depois que compreendesse verdadeira o processo por trás da arte de criar navios, partiria para o próximo tópico do seu interesse. - Ah! Agora eu entendi, agora eu saquei. Podemos ver aquilo que eu falei antes sobre os barcos que boiam e os que não boiam? - Estava verdadeiramente empolgado com todo aquele aprendizado de forma que provavelmente nem perceberia o tempo passar.



Histórico:
Nome: Arthur Gyoukou Chesire
Número de Posts: 3
Ganhos:
Apredizado de Carpintaria (Post 3)
Perdas:
N/A
NPC's:
N/A
Ferimentos:
N/A
Objetivos:
Aprender a proficiência Carpintaria.
Aprender a proficiência Física.
Partir pra Kano.
Arrumar altas confusões com uma turminha da pesada.


Última edição por Chesire em Sex 8 Out 2021 - 2:00, editado 1 vez(es)
Catherine
Ver perfil do usuário
Imagem : Moda casual de luxo DW1GINw
Créditos : 17
CatherineAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t809-moda-casual-de-luxo
Re: Moda casual de luxo Qui 7 Out 2021 - 3:49







Ato III.



O estudo acabava passando com certa dificuldade. Era um assunto que eu adorava ler a respeito, então pouco era o meu esforço para desbravá-lo frente àqueles livros.
Pus-me a fechá-los e então ergui da cadeira, esticando-me um pouco para atrás de forma a espreguiçar o meu corpo e esticar a minha coluna, que agora parecia um pouco tensionada por conta do tempo que tinha passado sentada. Uma olhada rápida ao relógio da biblioteca revelava que a tarde já estava quase em seu fim, e olhando para o lado de fora, através das janelas, conseguia ver uma formação de nuvens negras. Talvez chuva, mas eu não era especialista para dizer.

Colocaria ambos os livros lidos de volta em seus devidos lugares, buscando por seus espaços nas prateleiras e os deixando por ali, o mais arrumados possível. Assim, tatearia em alguma outra estante próxima por algum livro que tratasse de outros conhecimentos de meu interesse, dessa vez algo que tinha marcado a minha infância: história e geografia. É claro que agora escolheria por puxar um livro de Geografia, talvez da ilha ou do geral. Preferencialmente os dois para que eu pudesse assimilar melhor.

Voltando para o meu lugar, puxaria a cadeira e me sentaria novamente. Olharia por um momento para a bibliotecária, que lia o seu livro calada, e como aquele silêncio esquisito não tornava a situação estranha. - Que climinha bom. - Comentaria, tentando quebrar um pouco do silêncio e entrosar um pouco, mas tentando não ser um incômodo de maneira alguma ao puxar mais assunto que isso.

Aprendizado de Geografia

Sentando-me, passaria a folhear ambos os livros que teria conseguido. Tentaria encontrar informações a respeito de diferentes relevos, climas, e suas relações com a vegetação local. Dessa maneira, buscaria assimilar tais conhecimentos entre si, tentando entender o perfil geográfico de cada local a depender desses três fatores. Faria até mesmo um cruzamento de informações multidisciplinares com meus estudos históricos, tentando entender como as diferentes civilizações evoluíam em conjunto em biomas tão diferentes, dependendo de vegetações tão distintas.

Após devorar o conteúdo do livro de geografia, buscaria por exemplos mais práticos e observáveis ao ler o livro relacionado com a geografia específica do Reino de Illusia, tentando então pôr em prática os conhecimentos que teria obtido do livro anterior, e confirmar a partir do "exercício mental" as minhas fundações teóricas.




Objetivos
Perícia Lógica e Geografia. De resto, me divertir e ir pra Kano. Aliás, quero receber o dinheiro da Little Cow (5kk) ingame, já que não recebi na ficha anterior e é um prêmio vinculado à conta. https://www.allbluerpg.com/t357-evento-de-abertura-little-cow


Histórico
Número de posts: 3
Ganhos: • Maço de Cigarro - 10 usos (1) • Perícia Lógica (2) • Perícia Geografia (3)
Perdas: • 150k •
HP: 10420
Stamina: 100
Relacionamento:
Relacionamento:









_________________

Moda casual de luxo Yz8SSU6