Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Flevance
Página 5 de 6 Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 XqxMi0y
Créditos : 30
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Relembrando a primeira mensagem :

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!

Aqui ocorrerá a aventura dos Marinheiros Thorkell Dragnar Godheim e Pippos Vitaminado. A qual não possui narrador definido.

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 J09J2lK

Blindao
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QeFyscc
Créditos : 05
Localização : North Blue ~ Flevance



~~ Dragão Indomável ~~


Marinheiro Cabo

“Tsch. Mas que merda! Não da pra dizer quem é o intruso, nem sei se realmente existe um de fato. Exceto pelas palavras de Smith, não da pra ter qualquer afirmação.” Coçava a cabeça e logo em seguida retornava a Alabarda para dentro de sua bainha.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 TZ9yqnV

~ Que pepino isso. * Huffs. Proferia ao fechar os olhos e soltar um suspiro em desalento. Me aproximava de Vitaminado, sem delongas argumentaria. ~ Isso não vai levar a lugar alguém, pimentão. Falaria com Pippos de forma amigável como de costume, expressando bastante sinceridade por sinal.

Aquele tipo de situação era pior que um cacto enfiado no rego, pois, investigação sem duvidas era algo que muito pouco fiz em todos meus anos de vida; que por sinal eram muitos. Sem contar que eu era péssimo nisso, não tinha vergonha em admitir isso.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 5X0zjm4

Cruzava os braços e expressava estar pensativo, chegando até mesmo bater a ponta do pé no chão com severidade. ~ Huum. Talvez fosse uma boa ideia dar uma vigiada no convés do navio, só por precaução. Falaria baixo para mim mesmo. ~ Mas antes disso. Descruzava os braços e falaria para Pippos. ~ Aí santíssimo ser puro, vou dar uma checada no convés do navio. Falaria extrovertidamente mexendo com Cabo Pippos, já virando de costas e caminhando.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 95IA88q

Mas antes de seguir até o local, voltaria a andar até o marine que havia acusado antes. ~ Relaxa amigo, aquilo antes foi só uma inspeção. Jamais foi minha intenção ofender sua dedicação em prol da Marinha. Reclinaria o corpo para me aproximar do soldado ao mesmo tempo que colocaria a mão no ombro do rapaz. ~ Peço desculpas se lhe causei algum medo ou desconforto, sua bravura é louvável. Até mais meu jovem! Proferia apresentando carisma e persuasão. Afinal de contas, um líder deve sempre ter boa relação com seus subalternos, creio eu.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 DZpQ22k

Sem delongas, notaria Smith adentrando no convés do navio, ele parecia expressar agitação. “Será que ele pensou mesmo que eu... provavelmente! Thorororo!” Pensaria comigo mesmo e logo seguiria para o interior do navio, sem muita pressa.

O navio era enorme, já que, suportava até mesmo gigantes dentro de seu interior. Entretanto, era um pouco apertado andar pelos corredores, sempre cuidando para não bater a cabeça ou a ponta da lança no teto. ~ Por isso prefiro ficar na superfície. Apesar de parecer estar distraído, ainda sim estava atento como sempre.

Habituado a confiar em meus instintos, seguiria sem um rumo fixo, apenas o fluxo que pudesse ser sentido. Talvez algum som ou cheiro me alertasse de algo. Todavia, tentaria notar algo diferente, apesar de não ser perito em técnicas de rastreamento, investigação e etc., talvez fosse possível averiguar alguma anormalidade.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 OJ3qOvG

Já estava acostumado a navegar e sabia a rotina de mercenários, caçadores, piratas e marinheiros. Não seria difícil notar alguma irregularidade dentro daquele local, caso houvesse alguma. Caso avistasse Smith, chamaria por ele. ~ Tenente! Expressaria um sorriso amistoso como de costume. ~ Pelo visto o pensamento de vir averiguar o convés foi mutuo entre nós. Thororororo! Dizem que mentes brilhantes pensam iguais! Riria de forma descontraída, apesar de ainda saber da possível seriedade da situação.

Uma pessoa já vivida como eu, ao qual experienciou tantas situações inusitadas e difíceis de lidar, levar a preocupação como um “problema” angustiante já não mais era algo comum. Optava por sempre estar preparado para algo difícil, sempre confiando em meus instintos, mesmo que fosse impossível evitar algum ataque, só o fato de ter o pensamento de que poderia sempre acontecer algo ruim, aliava qualquer tensão.

Com passar do tempo, o medo já não era mais algo que me afetava, assim como os gigantes primordiais eram destemidos e virtuosos. Eles sempre estavam dispostos a colidir de frente com a morte, apesar de ser um perigo e uma realidade, isso não significava que era algo ruim.

Os gigantes dos primórdios desafiavam seu limite sempre que peitavam árduas dificuldades, e sempre venciam com sagacidade e honra.




Histórico:
Posts: 14
Ganhos:
Lança Gondul:
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências: Mecatrônica; Física; Forja e Ofício Ferreiro.

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Perdas: Garrafa de Rum;

Players/NPCs: Kristine DeVille;
Tenente Smith;

Ferimentos: ~x~

Localização: Swallow ~ North Blue

Objetivos:
~ Concluir 2 missões;
~ Treinar Ambidestria;
~ Treinar Liderança;
~ Perícia Primeiro socorros;

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 SNb8dAV
Pippos
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 UMpCLB3
Créditos : 00





2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Shuuma10

Vamos conversar um pouco?
Com calma tudo se resolve...


2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!
Uma situação bem problemática estava a se desenhar, óbvio que eu, o espetacular ser divino, tentei amenizar os problemas, mas claro que ainda não havíamos concluído nosso objetivo. Era evidente e notável que o(s) tal(is) espiões sabiam bem se esconder dentro desse maldito disfarce, e estava claro que precisaríamos desenvolver uma npva estratégia. Lógico que a ideia do Thork de fechar os soldados assim não havia sido muito boa, mas eu sequer tive muito tempo para antecipá-lo na minha opinião. De todo modo, acabamos por deixar nossas cartas muito à mostra, afinal, agora sabiam que nós estaríamos em busca de estranhos no navio. Que confusão tu criou, Thork… temos que pensar rápido em um plano.Pensei rapidamente, enquanto respirei fundo e levei a mão esquerda à minha testa e suspirei.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Ya-fue-decepcion

À medida que eu notara uma mudança de feitio no Smith, era evidente que essa situação o devia deixar bem receoso, afinal, é como havíamos deduzido, tratar-se-ava de algo que compromete a plena segurança de cada um dos tripulantes. De todo modo, eu reconhecia a preocupação do meu companheiro e também entendia sua frustração. E quando ele conversou comigo sobre eu analisar ali pelo convés da parte externa e o Tenente entrou com um diferente semblante na parte interior do navio, eu sabia de tudo o que estava a acontecer. – Fica tranquilo. Eu fico de olho por aqui. Dá uma olhada melhor com o Smith sobre o que ele está pensando. Boa sorte!Finalizaria, o acenando de uma forma positiva ao fim, para tentar deixá-lo menos desanimado depois de todas essas circunstâncias. - Tu ta precisando tomar uma, hein, Thorkaxi, VITATATATA! - Cincluiria com minha exuberante gargalhada.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 1cc1c042bc21ded62068e2010d4f462ee7dd72ae_hq

Pouco depois da despedida, ele descruzou os braços e foi conversar com o nosso suspeito, provavelmente esclarecendo tudo e tentando manter a 'boa'. Depois disso, o Thork seguiu o combinado e logo foi atrás do Tenente para tentar entender melhor o que se passava em sua cabeça. Estava claro de que eu não poderia manter-me imóvel no meio de toda essa situação. Mas minha mente parecia estar bem confusa e, bravamente, desnorteada.

Para tentar me acalmar e pensar melhor nas coisas, eu precisava adocicar meus lábios e sentir aquele fabuloso sabor de álcool fluir por todo o meu corpo. Dentre meus acessórios, eu retirei minha bela garrafa de rum e já virei goela abaixo para saborear toda essa essência adocicada e bem intensa desse tipo de licor. A tolerável ardência em meu paladar era fabulosa, pois era basicamente o que mais me acalmava e me fazia funcionar de uma melhor forma. Cada gotícula que penetrava no meu corpo, me trazia paz, segurança e, principalmente, a calma. Não adiantaria ficar nervoso ou ansioso, e, por esse motivo, a bebida funcionaria como uma excepcional solução.

E, dessa forma, talvez ainda com algumas gotas de rum escorrendo pela minha boca, eu seguiria na direção do marinheiro que havia nos respondido tudo, vulgo nosso suspeito. Talvez ele estivesse por ali pelo convés ao lado de alguns marinheiros, talvez fizessem parte do grupo invasor ou talvez não, mas quem sabe? De toda forma, a minha suspeita era divina, ou seja, precisa como nunca. Aproveitando que agora estávamos sem meu irmãozão, era evidente que seria melhor conversar usando minha estratégia menos ofensiva. Aproximar-me-ia de um jeito mais suave e prestando mais atenção no fato dele estar reunido com algum grupo ou não, pois iria interagir inicialmente com todos para analisar bem cada rosto que por ali estivesse, afinal, já suspeitava bastante de que a 'invasão' se tratava de um grupo, pois o Tenente havia sido claro de que os rostos não familiares eram um plural. Antes de começar a falar, faria questão de tentar limpar meus lábios do rum, de uma forma leve, que talvez até nem limpasse tudo, mas eu faria questão de lamber o dedo que usaria para tentar limpar.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Unnamed%2B%252851%2529

Opa, tudo bem com você(s)? Espero que sim, VITATATA! Eu sou o fruto de uma vontade divina, o inabalado e futuro ser mais forte desse planeta, como você(s) já deve(m) saber, VITATATATA!Pausei um pouco para suspirar e abrir um pouco o sorriso em meu rosto. Voltaria agora minha atenção unicamente ao suspeito que tudo sabe. – Ow, sabe tudo, tu devia ter deixado mais alguém responder, VITATATA! Qual é teu nome? Muito prazer, (Nome).Sorri levemente enquanto logo peguei novamente minha esbelta garrafa de rum. – Arf… quando que vamos chegar em um QG, hein? Desde que saímos de Flevance sequer paramos em algum Quartel General… Não paramos em nenhum. Quando vamos poder ter uma pausa para descanso, hein, (nome). Só queria parar, descansar e poder beber na paz, VITATATA! - Eu sabia que precisava tentar mais uma vez insistir nessa carta, pois eu senti uma certa inconsistência quando ele não citou nossa parada no QG de Swallow.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 85c9b1dacd998e35cdbf01b9f9b51ace9b9b1035

Para melhor demonstrar minha vontade e vício na bebida, faria questão de dar mais uma golada em minha garrafa de rum. Afinal, eu precisava entrar num papel que traria uma melhor segurança para continuar conversando com o tal indivíduo. Eu analisaria bem cada uma de suas respostas, afinal, se nossas suspeitas se comprovam, e ele não citasse em momento algum Swallow, como antes, já que eu estava citando que não teve parada em QG algum além de Flevance, nossas suspeitas estavam certas, ou com, pelo menos, um pouco mais de certeza. Concordando sempre com tudo o que ele falasse, até mesmo que ele cometesse algum erro na fala, afinal, eu tinha de fingir entrar no jogo dele.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 G


Histórico:

Criação Simples – Thor – Post 5
Thor:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Armas-mais-poderosas-record-of-ragnarok-1200x900

Arma: Thor
Descrição: Apta criação minha. Uma excepcional arma cujo tamanho desproporcional e peso fazem parte de um estilo de combate digno apenas para uma pessoa com demasiada força. Foi criada, justamente, para desempenhar ataques Pippesados, onde busca sempre utilizar de seu peso em conjunto com a força da gravidade para causar um dano demasiadamente maior.
Tipo da Arma: Martelo
Qualidade: Criação Simples
Durabilidade: Alta
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Criação de Arma pautada em projeto – (Equivalentes Tristezas) ET Gondul – Post 6
(Equivalentes Tristezas) ET Gondul:

Nome: (Equivalentes Tristezas) ET Gondul.
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências:

  • Mecatrônica
  • Física
  • Forja
  • Ofício Ferreiro

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Informações


  • Posts: 14

  • Ganhos:
    Arma Forjada Thor – Post 5
    Arma Forjada ET Gondul – Post 6
    Proficiência Natação – Post 6
    Treinamento de Ambidestria – Post 7
    Proficiência Primeiros Socorros – Post 8
    Grande barril de vodka – Post

  • Perdas:





  • Extras:
    Cabo Kristine: (NPC Criado) – Uma mink aleatória que possui a patente de Cabo e está na nossa embarcação. Thork deu em cima e ela parece estar dando corda.



  • Ofício: (Além de impecável semideus desse mundo, claro)

    Ferreiro




Objetivos:


Meta


  • 3 Missões
  • Aprender Natação
  • Aprender Primeiros Socorros







Personagem:




Atributos



PdV: 17520
STA: 300

Força: 760  [+120 Raça] [+300 Edc] [+120 Martelo de Combate] = 1300 ~ Talentoso ~
Destreza: 400 ~ Regular ~
Acerto: 320 [+120 Raça] [+60 Edc] = 500 ~ Hábil ~
Reflexo: 10 ~ Regular ~
Constituição: 330 [+120 Raça] = 450 ~ Hábil ~

Agilidade: 255
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 5%



Conhecimentos





Proficiências:


Anatomia

Você conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

Física

Você conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

Forja

Você é capaz de moldar metais para transformá-los em armas e objetos úteis, além de conseguir reconhecer as propriedades dos metais que tem em posse.

Mecatrônica

Sistemas eletromecânicos automatizados, combustíveis (carvão, vapor, dial, eletricidade, etc) e afins. Você sabe utilizar dos conceitos da eletrônica e da mecânica para desenvolver e projetar máquinas, equipamentos e dispositivos que utilizem desses aparatos. Em outras palavras, você sabe a teoria por trás das tecnologias mais simples até as mais avançadas.

Mineração

Você é capaz de extrair metais da natureza, com os instrumentos necessários obviamente. Além disso, conhece uma infinidade de metais e suas propriedades, podendo reconhecê-los facilmente.

Mixologia

Você é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.




Qualidades e Defeitos:


Qualidades


  • Vigor (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma resistência física superior, assim sendo, reduzem todas as condições negativas relacionadas à exaustão em uma categoria.



  • Corpulento (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma estrutura óssea e muscular superior, assim sendo, são uma raça extremamente resistente. Em termos de atributos, os meio-gigantes recebem uma redução de dano de 5%.



  • Afinidade com Haki (3 Pontos)

    Por algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.



  • Mestre em Haki (4 Pontos)

    Assim que você desbloquear a especialização do Haki da Observação ou do Haki do Armamento, você pode escolher seguir dois caminhos de especialização simultaneamente. Nesse caso, os efeitos narrativos se acumulam, mas os bônus de atributo concedidos não. Nessa hipótese, o melhor atributo entre os dois será considerado sempre.






Defeitos


  • Exótico (Racial)

    Você não sofre preconceito devido a sua aparência ser similar a de um ser humano comum, entretanto, você ainda é capaz de fascinar ou espantar alguns e possui um alto valor pelo seu corpo no mercado de escravos, o que é sempre um problema.



  • Sob medida (Racial)

    Você possui grande dificuldade para encontrar itens e consumir serviços que sejam apropriados para sua espécie, muitas vezes tendo que encomendar itens sob medida. Todo serviço comprado ou item consumido tem seu custo multiplicado por um valor entre quatro e dez vezes a depender da situação.



  • Compulsivo (1 Ponto)

    Eu, o incrível Pippos Vitaminado, tenho a necessidade de sempre querer me apresentar como o insano ser que, de fato, sou. O mais forte, o mais impecável e, claro, melhor ferreiro do North Blue.



  • Dependente (1 Pontos)

    Saciando minha vontade de beber, com o tempo, desenvolvi um vício e preciso ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica para manter minha sanidade. Caso não sacie minha dependência em três páginas, começo a sentir os efeitos da abstinência, equivalente ao estado da condição Intoxicado.



  • Extravagante (1 Ponto)

    Eu, fortemente, chamo a atenção por onde quer que passo. Sou monstruosamente forte, tenho músculos incomparáveis com esses meros mortais e um peitoral bem visível e desenhado. Sim, se eu não for reconhecido, preciso me apresentar como o próximo grande herói da Terra. Eu sempre causo uma impressão difícil de esquecer, hehe. E frequentemente gosto de me apresentar.



  • Ambição (2 Pontos)

    Almejo fortemente algum dia ser reconhecido pela minha força e subindo à patente mais alta possível, dentro da marinha, afinal, quero ser reconhecido como o marinheiro mais forte destes mares!



  • Louco (2 Pontos)

    Eu, o Vitaminado Pippão, acredito ser fruto de uma vontade divina para dar um fim no mal da Terra. Algo que acreditam que não sou, tolos, mas com muita certeza eu mostrarei a esses ignorantes e todo esse mundo, para ser reconhecido como tal.











Vitaminado Pippão

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 7k7RaWZ

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Zx5fIGC

Narração
Pensamento
Fala

Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 HKNMPj9
Créditos : 28
Localização : Sirarossa
KojiNarrador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t786-cap-1-renascimento


A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - 14
12:56 / Lvneel




Visivelmente frustrados com o fracasso daquela interrogação que assumidamente não levaria a lugar nenhum, Thorkell então tentava partir para os jogos mentais baseados na intimidação. Apesar disso, aquele quem era utilizado de alvo para um intento duplo não se deixava baquear, perdendo os freios que lhe restavam na língua para responder o cabo Dragnar. Percebendo, mais uma vez, seu fracasso, voltava ao lado de Pippos em uma espécie de desalento. Batendo os pés no chão, pensava nas suas possibilidades, enquanto seu parceiro e colega realizava o mesmo.

Vendo a movimentação de Smith, o mais velho então partia para ver o que acontecia, não antes, é claro, de se despedir em certa intimidade de seu irmão de outra mãe. Mas, antes de completar sua jornada até o apertado - porém gigantesco - convés, o homem, em seu ápice de maturidade, partia para o rapaz que havia sido acusado falsamente em sua operação blefe. — Tudo bem, senhor... eu entendo que isso provavelmente foi necessário. — dizia o novato, saudando Thorkell antes de o mesmo ir embora em direção ao seu destino.

Atrás desse, porém, vinha Pippos, em toda sua pomposidade e já degustando de um gole de seu caro álcool. A bebida destilada descia em uma quentura que já lhe era familiar e um tanto quanto prazerosa, diga-se de passagem. Em passos largos e despretensiosos, se aproximava do rapaz que acabara de conversar com Thorkell, aquele que havia respondido todas as perguntas e suspeito principal das preocupações de Vitaminado. Sua resposta referente às paradas daquele gigante dos mares havia o preocupado demasiadamente, fazendo-o martelar ainda mais naquele prego.

Com a familiar apresentação de Pippos, a tensão entre os dois era rapidamente quebrada, sobrando apenas dois homens em uma breve prosa naquele recinto. — Me chamo Calvin, prazer. — dizia o rapaz, se apresentando para Vitaminado que não era tão conhecido como seu parceiro Dragnar. Dando um breve sorriso, o Cabo voltava a degustar seu precioso rum, antes de voltar a abrir sua boca para tentar confirmar - ou não - o que lhe preocupava. Quase imediatamente era respondido com uma certa hesitação. — Mas não paramos em Swallow e Minion também? — com essa simples indagação, as esperanças do gigante eram derrubadas. Nesse exato momento, ambos eram assustados por gritos de alegria na superfície, ao ver, finalmente, terra - Lvneell - à vista.

Enquanto isso, Thorkell seguia seus instintos pelos corredores apertados da embarcação. Seu tamanho era um desconforto óbvio, mas nada que nunca houvesse passado em seus todos anos de vida. Apesar da sua busca, no entanto, a única coisa aparentemente não usual era a falta de indivíduos pelas galerias, coisa que, pelo tamanho da tripulação, sempre era esperado. Talvez quando estivesse se dando conta disso, encontrava Smith, com um olhar incerto para a sua frente enquanto encarava uma bifurcação. Ah... oi, Thorkell. — respondia o homem em visível surpresa — Talvez sejamos uma dupla e tanto!.

Sem pestanejar muito, o Tenente se abria para seu Cabo e amigo. Sua preocupação parecia ser palpável, ainda mais com a gritaria vindo de fora do navio em decorrência da ilha final ser avistada. — Enquanto vocês interrogavam os novatos, notei uma movimentação suspeita e vim rapidamente... — ele começava, desviando o olhar enquanto contava as ocorrências — Porém fui recebido com nada, senão um vento que indicava vazio... percebeu alguém por aqui nos últimos minutos? Aposto que não. — jogando todas as evidências no ar, Smith, novo no comando, parecia perdido. Sua força era uma montanha, mas sua experiência no cargo talvez fosse menor do que a necessária para enfrentar uma situação daquelas.

Não demorava muito para que, após muita comemoração e uma visão bela dos campos verdejantes e o castelo de Lvnell, eles chegassem à tão almejada ilha. A recepção parecia ser calorosa, afinal, civis e a própria Guarda estavam ali, além, é claro, de representantes da marinha. Confetes eram vistos voando e sujando o mar de maré alta naquela tarde ensolarada, enquanto a buzina retumbante da embarcação anunciava sua chegada ao porto. Quase instantaneamente, soldados saltavam para terra firme com suas coisas em mãos, enquanto outros esperavam pela ponte ser jogada - para a surpresa de muitos, Smith e Thorkell ainda continuavam no navio, assim como Pippos.

Histórico:
Thorkell:
N° de posts: 14
Ganhos:
- Garrafa de rum [7/10 usos ]
- Treino ambidestria (em torno de 2 horas) - post 5
Valkyria Gondul - arma forjada

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB

Nome: (Equivalentes Tristezas) ET Gondul.

Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências:

  • Mecatrônica
  • Física
  • Forja
  • Ofício Ferreiro

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.

Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.

Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.

Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)

Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.


Perdas: -
Ferimentos:
- Cortes não profundos na região dos pés [4/4]
Pippos:
N° de posts: 14
Ganhos:
- Garrafa de rum [7/10 usos]
- Perícia: Natação (post 6)
- Treino Ambidestria 1x (post 7)
- Perícia: Primeiros Socorros (post Cool
Thor - arma forjada

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Armas-mais-poderosas-record-of-ragnarok-1200x900

Arma: Thor
Descrição: Apta criação minha. Uma excepcional arma cujo tamanho desproporcional e peso fazem parte de um estilo de combate digno apenas para uma pessoa com demasiada força. Foi criada, justamente, para desempenhar ataques Pippesados, onde busca sempre utilizar de seu peso em conjunto com a força da gravidade para causar um dano demasiadamente maior.
Tipo da Arma: Martelo
Qualidade:  Criação Simples
Durabilidade: Alta
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)



- Barril de 20L de vodka [20/20] (post 10)

Perdas:
- 100.000 berries - barril de 20L de vodka (post 10)
Ferimentos:
- Corte leve em formato de X no peito [6/6]
- Perfuração na mão [6/6]
Vício: Alcoolismo [0/15]


Legenda / Npc's:
Marines
NPCs aleatórios
Inimigos
Sons e onomatopéias
— Tenente Smith - Aparência
— Kristine DeVille - Aparência

Considerações:

Perguntas, feedbacks ou contato, chamem no discord! Proto#0378


   Code by Arthur Lancaster

     
    

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 FObIUiu


"Assume the position to get down on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Jpu3OmR
Blindao
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QeFyscc
Créditos : 05
Localização : North Blue ~ Flevance



~~ Dragão Indomável ~~


Marinheiro Cabo

Havia avistado o tenente Smith logo após perambular, por algum tempo, pelo convés do navio. Durante o tempo que abordei o caloroso amigo, olhava para frente e notava uma bifurcação, não lembro exatamente se já havia passado por lá, mas não havia entendido o motivo do marine permanecer parado sem tomar uma decisão. “Algo não tá me cheirado bem.” Matutava comigo mesmo, deixando apenas os pensamentos comigo mesmo.

Smith apontava ter sentido algo em relação ao interior do navio, exatamente como eu havia pressentido. Mas para minha surpresa, a revelação do marinheiro em não ter achado nada apenas confirmava que tudo parecia em ordem, o que era ainda mais estranho, visto que, uma tripulação tão grande de homens e nada de errado ser encontrado, só podia significar que tinha alguma coisa errada aqui que não está certo.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 H7MqWU5

~ Huumm... não avistei nada de incomum. Indagava para Smith, respondendo sua pergunta sobre ter avistado alguém durante minha vinda, e tirando ele, não havia observado nada fora do normal. ~ Hãn? Erguia a cabeça para cima, ouvindo vozes em alto e gritos de euforia. “Chegamos em Lvneel? Até que enfim.” Refletia comigo, logo ao voltar a olhar para Smith. ~ Uma vez eu ouvi dizerem que: “a suspeita é o veneno da amizade!” Proferia em um tom sério, fixando os olhos direto nas pupilas do marine.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 YqbGGhO

~ Thorororororo! Não adianta se preocupar tanto, só fará seus cabelos ficarem brancos mais rápido. Falaria de forma amistosa dando um tapa no ombro do marine. ~ A hora que der merda... nós resolvemos como sempre! Apontaria o dedo para mim de forma confiante, afinal de contas, sempre esperar algo de ruim acontecer apenas solidificava minha aptidão para resolver qualquer problema. ~ Confia nestes músculos que carregam décadas em treinamento e talento, Thororororororo! Expressaria um ar extrovertido e amigável, como de costume, mostrando uma pose máscula de Bodybuilder.

~ Vamos voltar parceiro, chegamos enfim em Lvneel. Falaria para Smith com intuito de fazê-lo relaxar um pouco, pois, permanecer sempre preocupado e ansioso só deixaria ele mais velho e esgotado para qualquer situação. “Ahhh! Bem que podia rolar uma folga. Poderia aproveitar para dar uma volta dentro do reino e fazer uma sondagem da realeza, construções, comércios e etc. Afinal de contas, preciso ter em mente como os reis regem seus reinos em prol de criar o meu.” Pensava comigo sentindo bastante empolgado com isso.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QN9EJEZ

Após voltar até a superfície do navio, percebendo a movimentação de humanos no porto e que Vitaminado ainda estava no navio, abordaria o mesmo com alguns gritos estando ainda longe dele. ~ Eiiii!!! Repolho desnutrido! Eu voltei, Thororororo! Diz um "oi" pro Pride! Após me aproximar do garoto, mexeria o peitoral de forma viril enquanto provocava Pippos.

Fintava o porto ao mesmo tempo que indagaria sem rodeios. ~ Não adianta queimar a cuca pensando se temos algum intruso ou não, não achamos ninguém e nenhuma pista. É estranho, o que ironicamente já deixa de ser uma pista. Porém! É melhor deixar pra lá! Coçava a barba demonstrando estar despreocupado, apesar de ainda permanecer essa felpa encravada de baixo da pele.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Hyg682z

~ Já diz o ditado: “quando é pra dar merda, vai da merda!” THORORORORORO! Gargalharia após falar para o garoto dar uma relaxada. Não é que eu fosse irresponsável, talvez uma vez que outra, mas era só perda de tempo tentar achar alguém cujas nossas aptidões não eram propicias para tal. ~ Ah propósito, já que chegamos cedo... seria bom dar uma volta e sondar um pouco essa ilha, acredito que o tenente Smith não veja problema. Diria para Pippos, caso o tenente estivesse próximo ou do lado, validaria meu argumento ao confirmar com o marine. ~ Tudo bem se formos fazer uma patrulha pela cidade? Obtendo a afirmação de Smith, seja por motivo de folga ou serviço, não importava. No fim, faria a mesma coisa. ~ Thorororo! Vambora carcaça de frango! Expressaria um sorriso largo e excitante.

Após descer do navio, pela rampa com cuidado, desacoplaria meu escudo no antebraço e amarraria ele na cintura para evitar de bater em alguém durante nossa caminhada; devido seu tamanho e profundidade.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 H3XNL2b

Expressando um sorriso carismático, acenaria para todos que estivessem no porto, quase me sentindo o próprio imperador de lá. “Hooh... isso sim é uma sensação boa! Mal posso esperar para quando criar meu reino, sempre ser recebido dessa forma respeitosa! Thorororo!” Pensava comigo ainda acenando aos humanos no porto. ~ Saudações pequeninos!

Já havia viajado para este reino, mas isso há muito tempo atrás. Outrora talvez nem mesmo fosse o mesmo rei, ou rainha, que ainda estivesse reinando. Sempre existe caos, revolucionários e ainda famílias nobres que conspiram para usurparem o trono. Exatamente por isso quando eu criar o meu reino, será definitivamente divergente de todos os outros.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 JdgFzDb

~ Aí rabanete! O que acha de irmos até o castelo real? Quem sabe possamos visitar o local e ver umas damas bem... turbinadas, hein!? Thorororororo! Mexeria com Vitaminado, pois, o pivete ainda era puro e inocente. Mas respeitava ele apesar de tudo. ~ To de zoeira! Mas realmente estou com vontade de ir até lá, o que me diz? Perguntaria para ele com proposito de ver se ele me acompanharia, talvez quisesse fazer outra coisa.

Se fosse algo que me interessasse, provavelmente iria com ele. Todavia, Lvneel era um reino bastante grande e com muitos locais para se explorar. “Ahhh... os bordeis daqui devem ser bastante abonados.” Expressava um rosto corado e instigado para o lado amoroso.




Histórico:
Posts: 15
Ganhos:
Lança Gondul:
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências: Mecatrônica; Física; Forja e Ofício Ferreiro.

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Perdas: Garrafa de Rum;

Players/NPCs: Kristine DeVille;
Tenente Smith;

Ferimentos: ~x~

Localização: Swallow ~ North Blue

Objetivos:
~ Concluir 2 missões;
~ Treinar Ambidestria;
~ Treinar Liderança;
~ Perícia Primeiro socorros;

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 SNb8dAV
Pippos
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 UMpCLB3
Créditos : 00








2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Shuuma10



2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!
Mediante minhas eficazes perguntas, o tal suspeito sempre tinha resposta para tudo… arf. Só havia duas opções… Ou ele realmente havia estudado muito sobre tudo e todas as rotas do navio, ou, de fato, ele não seria verdadeiramente um criminoso. - Analisei precisamente. Mas, de todo modo, em todas as respostas dele, eu podia sempre sentir algumas pontas soltas, fagulhas de quem realmente está tentando fkngir ser o que não é. Em primeiro lugar, o meu questionamento havia sido claro, e, interceptando informações, desde uma última equivocada dele, eu já suspeitava muito: - Sei que você não é nenhum criminoso, espião ou algo desse gênero, VITATATA! Por isso, estava tentando achar alguns detalhes entre os outros soldados. Preciso abrir o jogo contigo. - Suspirava. Não demorando para, mais uma vez, tentar colocar minha mão esquerda, ou parte dela, no ombro desse soldado. - Calvin, há a suspeita de invasores nesse navio, me entende? E, tendo você como a única fonte confiável dentre esses soldados, eu te peço para me indicar quem você conhece e que realmente não é um estranho nesse navio. Um relatório simples. Confio em você. Muito obrigado! - Finalizaria com esse questionamento, aguardando uma resposta convicta.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Haruhi2

Era óbvio que eu não confiava nesse desgraçado, mas ele precisava pensar o contrário. E, tendo ele se sentindo como minha base dentre os soldados, estava claro de que dentre os nomes que ele me citasse, com certeza, estaria o grupo invasor, ou até mesmo não, tendo em vista de que ele utilizava muito desses jogos mentais, mas talvez facilitasse pelo fato de meu afeto e confiança ser demonstrado unicamente à ele. Ao fim de sua resposta, estava claro de que ele me citaria bons nomes, apelidos estes que dificilmente seriam esquecidos dentro de minha memória divina. - Muito obrigado, Calvin. Seus serviços estão sendo reconhecidos, VITATA! Quem sabe no futuro não teremos um Tenente Calvin comandando a próxima embarcação? VITATATA! - Brinquei para descontrair a tensão que talvez ainda pairasse pelo ar do convés.

Em pouco, talvez fosse provável supor que o Cara de Abacaxi, vulgo Thorkell, surgisse dentre os saguões do navio para vir brincar comigo ou, sei lá, também me chamar de algum desses apelidos pífios para um astuto semideus como eu, mas essas brincadeiras dele eram toleráveis e maior parte do tempo até traziam gargalhadas. - VITATATA! Só cuidado para esse repolho aqui não amassar esse teu crânio com o Thor. - Brincaria da mesma forma que era a nossa tranquila interação. - Falando nisso, o Calvin. - Apontaria para o citado soldado. - Ele é confiável! Me passou uma lista de quem podemos descartar das nossas suspeitas. Isso vai nos ajudar bastante! - Finalizaria, emitindo um tom de voz forte o suficiente para que o supracitado soldado ouvisse, mas não em um volume tão alto à ponto da embarcação inteira, VITATA.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Jiraiya-boruto

Sem pestanejar, o Thork me mostrava bons planos para desembarcar e conhecer bem a cidade de Lvneel. Claro que eu também ficava ansioso para desfrutar a 'última ilha' antes da tão abominável Grande Linha. De fato, a empolgação era tremenda, a ponto de também me dar muita vontade de seguir e embarcar na ideia desse azedo. Lógico que eu ainda ficava meio relutante ao ponto de desembarcar, quando que o navio já vinha sobre suspeitas de invasores. Mas o que me deixava tranquilo era a ainda presença do Tenente Smith, afinal, com sua impecável lâmina, ele era capaz de acabar com qualquer um, VITATATA.

- Tá… tá… se for pra dar vamos nessa, VITATATA. Se for pra acontecer alguma merda, eu, o fruto de uma vontade divina, o imperioso, o destemido futuro ser mais forte destes mares, resolverei o problema, VITATA! - Transbordava minha lúcida confiança, a ponto de até causar inveja ao Thork. À medida que o navio repousasse, eu não demoraria para efetuar um impressionante salto para fora desta gigantesca marina. Assim que colocasse os pés para o interior da tão famosa Lvneel, eu poderia presenciar a quantidade de pessoas louvando a nossa chegada naquele porto. Era algo incrível. Claro que toda essa empolgação dos civis não era para o navio ou para a embarcação em si, mas para mim, claro. Eu estava sendo recebido como um verdadeiro ser divino que eu sei que sou. Em virtude disso, eu não pestanejei antes de começar a fazer algumas belas poses para exibir bem cada um de meus músculos, afinal, a minha tratar-se-ava de um simples tecido que mal cobria alguma coisa da parte superior de meu corpo, VITATA.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 372dda6aec9fd171043158525df698e07833ae05_hq

Thork tambem parecia muito empolgado, e fez questão de pedir para que eu desse um 'oi' a um tal de Pride. - Pride?! - Me perdi um pouco, afinal, quem que era esse tal de Pride? Mas vendo os peitos desse idiota contraindo e balançando eu entendi que era verdade o fato de que esse louco ficava dando nomes a seus músculos. - Idiota… - Pontuaria, finalizando com um leve tapa com a palma de minha mão em minha testa. Pois eu realmente estava divagando sobre algum tal de Pride e de que ser alguém importante o qual eu não estava a recordar.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Fanfiction-demi-lovato-childhood-sweetheart-diall-2756165,221120141307

Assim que estávamos em solo firme, Thork vinha com uma ideia de visitar um tal de castelo real. - Justo. Algo me diz que é onde um ser divino como eu deveria estar, VITATA. Vamos nessa! - Finalizaria, acompanhando-o nessa trajetória de sucesso. - Sobre o soldado, ele ainda é meu suspeito principal, e, mais uma vez, deslizou na resposta. Pois eu havia falado sobre as ilhas em que paramos por haver QGs da marinha e ele veio me falar de Minion, que também não tem… De todo modo, acompanharia meu irmão de outra mãe em seu trajeto ao tão consagrado castelo, mas caso eu, antes, conseguisse notar qualquer movimentação estranha ou qualquer ação mais ofensiva dentro do navio, eu voltaria de imediato para dentro do mesmo.


Histórico:

Criação Simples – Thor – Post 5
Thor:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Armas-mais-poderosas-record-of-ragnarok-1200x900

Arma: Thor
Descrição: Apta criação minha. Uma excepcional arma cujo tamanho desproporcional e peso fazem parte de um estilo de combate digno apenas para uma pessoa com demasiada força. Foi criada, justamente, para desempenhar ataques Pippesados, onde busca sempre utilizar de seu peso em conjunto com a força da gravidade para causar um dano demasiadamente maior.
Tipo da Arma: Martelo
Qualidade: Criação Simples
Durabilidade: Alta
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Criação de Arma pautada em projeto – (Equivalentes Tristezas) ET Gondul – Post 6
(Equivalentes Tristezas) ET Gondul:

Nome: (Equivalentes Tristezas) ET Gondul.
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências:

  • Mecatrônica
  • Física
  • Forja
  • Ofício Ferreiro

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Informações


  • Posts: 15

  • Ganhos:
    Arma Forjada Thor – Post 5
    Arma Forjada ET Gondul – Post 6
    Proficiência Natação – Post 6
    Treinamento de Ambidestria – Post 7
    Proficiência Primeiros Socorros – Post 8
    Grande barril de vodka – Post

  • Perdas:





  • Extras:
    Cabo Kristine: (NPC Criado) – Uma mink aleatória que possui a patente de Cabo e está na nossa embarcação. Thork deu em cima e ela parece estar dando corda.



  • Ofício: (Além de impecável semideus desse mundo, claro)

    Ferreiro




Objetivos:


Meta


  • 3 Missões
  • Aprender Natação
  • Aprender Primeiros Socorros







Personagem:




Atributos



PdV: 17520
STA: 300

Força: 760 [+120 Raça] [+300 Edc] [+120 Martelo de Combate] = 1300 ~ Talentoso ~
Destreza: 400 ~ Regular ~
Acerto: 320 [+120 Raça] [+60 Edc] = 500 ~ Hábil ~
Reflexo: 10 ~ Regular ~
Constituição: 330 [+120 Raça] = 450 ~ Hábil ~

Agilidade: 255
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 5%



Conhecimentos





Proficiências:


Anatomia

Você conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

Física

Você conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

Forja

Você é capaz de moldar metais para transformá-los em armas e objetos úteis, além de conseguir reconhecer as propriedades dos metais que tem em posse.

Mecatrônica

Sistemas eletromecânicos automatizados, combustíveis (carvão, vapor, dial, eletricidade, etc) e afins. Você sabe utilizar dos conceitos da eletrônica e da mecânica para desenvolver e projetar máquinas, equipamentos e dispositivos que utilizem desses aparatos. Em outras palavras, você sabe a teoria por trás das tecnologias mais simples até as mais avançadas.

Mineração

Você é capaz de extrair metais da natureza, com os instrumentos necessários obviamente. Além disso, conhece uma infinidade de metais e suas propriedades, podendo reconhecê-los facilmente.

Mixologia

Você é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.




Qualidades e Defeitos:


Qualidades


  • Vigor (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma resistência física superior, assim sendo, reduzem todas as condições negativas relacionadas à exaustão em uma categoria.



  • Corpulento (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma estrutura óssea e muscular superior, assim sendo, são uma raça extremamente resistente. Em termos de atributos, os meio-gigantes recebem uma redução de dano de 5%.



  • Afinidade com Haki (3 Pontos)

    Por algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.



  • Mestre em Haki (4 Pontos)

    Assim que você desbloquear a especialização do Haki da Observação ou do Haki do Armamento, você pode escolher seguir dois caminhos de especialização simultaneamente. Nesse caso, os efeitos narrativos se acumulam, mas os bônus de atributo concedidos não. Nessa hipótese, o melhor atributo entre os dois será considerado sempre.






Defeitos


  • Exótico (Racial)

    Você não sofre preconceito devido a sua aparência ser similar a de um ser humano comum, entretanto, você ainda é capaz de fascinar ou espantar alguns e possui um alto valor pelo seu corpo no mercado de escravos, o que é sempre um problema.



  • Sob medida (Racial)

    Você possui grande dificuldade para encontrar itens e consumir serviços que sejam apropriados para sua espécie, muitas vezes tendo que encomendar itens sob medida. Todo serviço comprado ou item consumido tem seu custo multiplicado por um valor entre quatro e dez vezes a depender da situação.



  • Compulsivo (1 Ponto)

    Eu, o incrível Pippos Vitaminado, tenho a necessidade de sempre querer me apresentar como o insano ser que, de fato, sou. O mais forte, o mais impecável e, claro, melhor ferreiro do North Blue.



  • Dependente (1 Pontos)

    Saciando minha vontade de beber, com o tempo, desenvolvi um vício e preciso ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica para manter minha sanidade. Caso não sacie minha dependência em três páginas, começo a sentir os efeitos da abstinência, equivalente ao estado da condição Intoxicado.



  • Extravagante (1 Ponto)

    Eu, fortemente, chamo a atenção por onde quer que passo. Sou monstruosamente forte, tenho músculos incomparáveis com esses meros mortais e um peitoral bem visível e desenhado. Sim, se eu não for reconhecido, preciso me apresentar como o próximo grande herói da Terra. Eu sempre causo uma impressão difícil de esquecer, hehe. E frequentemente gosto de me apresentar.



  • Ambição (2 Pontos)

    Almejo fortemente algum dia ser reconhecido pela minha força e subindo à patente mais alta possível, dentro da marinha, afinal, quero ser reconhecido como o marinheiro mais forte destes mares!



  • Louco (2 Pontos)

    Eu, o Vitaminado Pippão, acredito ser fruto de uma vontade divina para dar um fim no mal da Terra. Algo que acreditam que não sou, tolos, mas com muita certeza eu mostrarei a esses ignorantes e todo esse mundo, para ser reconhecido como tal.











Vitaminado Pippão


_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 7k7RaWZ

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Zx5fIGC

Narração
Pensamento
Fala

Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/


Narração



Com a chegada na ilha, ainda havia  a dúvida no ar que havia se levantado pela possibilidade de um perigo no navio ao qual por alguns momentos teria feito com que  a suspeita tivesse pairado de modo incomodo para alguns, enquanto outros como Thor, sabiam exatamente de que no momento que fosse pra explodir um problema ele simplesmente explodiria e preocupar-se com isso, não era digno de seu stress ou até mesmo de seu tempo, na verdade.

Em sua abordagem, junto ao seu irmão de consideração Pippos, quando o meio gigante aproximou-se de Smith, o mesmo teria dito -  Não há problema mas, quero que vocês falem com a Capitã Scarlet, quando chegarem próximos do palácio, mulher difícil de se confundir, é uma moça alta, loira e olhos verdes, vocês vão a reconhecer de longe. Ela será responsável por vocês a partir de agora, certo? - O homem falou, voltando-se para a própria sombra que a dúvida de um acontecimento no barco poderia ter ali gerado, sendo algo que como responsável, preferiu ele mesmo cortar o mal pela raiz, se é que havia algum mal.

No entanto, isso deu a liberdade para a dupla, que não mais presa as amarras do passado ou ás ordens de Smith, tinham uma relativa liberdade para que pudessem ir até a região do castelo sem que houvessem reais problemas, as ruas de Lvneel eram bem largas e olhares, dado o tamanho deles eram impossíveis de não rolarem, onde era possível ver que os tipos de comentários variavam entre crianças que ficavam verdadeiramente impressionadas com o seu tamanho a até mesmo rapazes e moças que teciam comentários ou piadas de cunhos que variavam do infântil a até mesmo os mais interessantes e ambos poderiam ter ouvido isso, onde destacou-se uma voz perdida na multidão com um comentário infeliz ao qual destacou-se, talvez até demais. - Po Maria, tu tem certeza? Imagina o quanto deve calçar um cabra desses, da não, te mataria de certeza.-  E era o tipo de comentário que poderia encabular ou até mesmo fazer com que um dos dois ou os dois se encabulassem ou até mesmo sentissem orgulho de seu próprio tamanho.

Comentários a parte, era possível ver ao aproximar-se do castelo uma esquadra dourada, com homens armadurados que seguiam um único “homem” com uma armadura negra a sua frente, o que provavelmente seria fácil de identificá-los pelo destaque como parte da guarda real, muito famosa em Lvneel. Havia as imponentes torres do castelo ao qual não pareceu que poderiam simplesmente irem andando até lá a menos que houvesse um assunto a tratar e ao lado,  aos olhos de Thor, como se fosse uma visão periférica guiada pelo destino, poderia ver sentada, a descrição perfeita do que Smith havia lhe feito sentada, tomando um chá, a moça tinha uma grande capa com os Kanjis de justiça apoiada sobre uma das cadeiras e até então pareceu estar sozinha, como se esperasse algo ou alguém, havia alguma tranquilidade na moça de grandes atributos ao qual era capaz de trazer uma calmaria mesmo a alma mais atormentada e daquele ponto, eles deveriam decidir o que fazer.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 493c2a39f84380ddd69c03d4afaa8d13


Histórico:

Posts: 01
Ganhos

    N/A Por hora

Perdas:

N/A Por hora








Ferimentos:




_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 HGWnxh1
Pippos
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 UMpCLB3
Créditos : 00







2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Shuuma10

Aventura começando em Lvneel
Como será a Scarlet?


2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!
Amargado pela balbúrdia mental proporcionada pela possível presença de um invasor no navio, eu sequer conseguia manter minha cabeça bem controlada, pois só de pensar num possível desembarque do navio, já ficava preocupado com o que aconteceria com o Smith e até mesmo aos dedicados tripulantes desta embarcação. Lógico que a ansiedade era imensa de conhecer a tão famosa 'última' parada antes do misterioso mar. Mas mesmo decidido em deixar a segurança do navio às custas das habilidosas lâminas do Smith, fomos surpreendidos. Como assim?! -

Me questionei, mais confuso do que cego em tiroteio. O Smith havia sido até hoje o nosso porto seguro, uma espécie de guia pelos mares, inclusive tinha planos de chegar conosco até a última ilha, mas será que esse era seu real objetivo? Parar por aqui?! Eu não conseguia entendê-lo, mas talvez ele apenas tivesse enxergado um maior futuro à nossa frente, talvez até maior do que o que ele poderia acompanhar.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Idkbzm12

Assim que tivesse os meus pés fincados no chão de Lvneel, voltaria meu olhar para trás. Olharia, fixamente, em uma postura séria para o tenente Smith. Em respeito à toda a jornada vivida até então, faria questão de permanecer alguns bons segundos emitindo a continência, afinal, ele merecia. - Muito obrigado, senhor! Mas resolva seus problemas e siga em frente! Senão vai ficar para trás, VITATATA! Te vejo por aí! - Saldá-lo com respeito era a única forma que eu tinha para agradecer a vivência e evolução, pois, sem dúvidas, eu havia me tornado alguém mais forte no decorrer dessa jornada.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 AcepZb7

Mas, de todo modo, se eu tivesse a intenção de seguir em frente e evoluir como o ser mais forte desse planeta, eu precisava progredir, avançar em novos campos, além de também crescer na marinha, para melhor merecer respeito e ter fiéis condições de fazer a minha moral ser reconhecida. Desta forma, talvez eu ou o Thork, já tivéssemos passado tempo demais ali e meu companheiro, que, inclusive, era até mais próximo ao Smith do que eu. - Vamos lá! Temos que seguir até o tal castelo, não é? - Não sabia bem como o meu irmãozão lidaria com isso, mas, sabendo que toda sua experiência e vivência já deveriam fazê-lo ser mais rigoroso com suas obrigações, e, falando nisso, eu também estava ansioso para conhecer a nossa nova tutora. Uma capitã, para ser mais específico.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Giphy

À medida que começamos a seguir adiante, pode-se ouvir bem certos fuxicos sobre nós, os dois grandes gigantes, e um comentário específico se sobressaiu. Era bem provável que o Thork decidisse falar alguma coisa sobre isso, VITATATA! De que era um dos gigantes primordiais e bla bla… mas era mais justo eu me destacar: - Ah, pode ter certeza de que todas as partes do meu corpo são realmente divinas, VITATA! - Pontuaria para tentar me destacar acima desse cara de abacaxi.

Mas era bem provável que ele cogitasse falar da minha falta de experiência com mulheres, como costuma fazer a maior parte do tempo, e caso isso acontecesse, eu continuaria a pressionar a mesma tecla: - Como você sabe, eu ainda não encontrei uma mulher digna de todo o meu divino valor… mas algum dia isso acontecerá! - Me defenderia, mas estava claro de que eu não tinha muita experiência com mulheres, e a unica vivência esperada seria agora a noite np navio do Smith com aquela médica, VITATATA. O que provava, mais uma vez, que ainda não estava na hora ou que ela não seria a pessoa certa.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 7AQ

Sempre me gabei pelo fato dos deuses estarem sempre guiando cada um de meus passos. Óbvio, sou como um filho, fruto de vossa vontade. De todo modo, ainda era hora de focar em nossos propósitos: - Vamos logo, quero ver como é esse tal castelo e conhecer a excelência de uma capitã, ,VITATA. - Pontuaria, alvejando logo acelerar os passos de.meu companheiro. E à medida que seguíssemos o nosso trajeto avante, eu faria questão de analisar bem todas as lojas, estruturas e afins, no decorrer de nossa caminhada. Analisando bem como era uma cidade bem mais movimentada.

Ah, claro, e vale pontuar que, caso não conseguíssemos avistar o recinto comandado pela Capitã Scarlet, bastaria ir perguntando até encontrá-lo, tendo em vista a maior proporção de pessoas circulando nesse ambiente. E, nesse sentido, precisávamos encontrar a marine por intermédio da pífia descrição do Smith. Bem, ele só disse que era uma mulher bem alta...mas ele não foi muito específico se era alta dentro de parâmetros humanos, ou se grande como nós, VITATATA! - Analisei rapidamente, mas, seguindo suas instruções, a encontraríamos fácil.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 20211210

Tendo um certo trabalho para encontrar o citado espaço ou não, estaria claro que que alguma hora teríamos conseguido, afinal, os largos passos também ajudariam, e não deveria ser assim tão complicado encontrar um castelo. Assim que estivéssemos no lugar supracitado e diante de uma mulher que batesse com as descrições dadas pelo tenente, eu não mediria esforços: - Muito prazer, jovem dama. Cabo Pippos Vitaminado se apresentando, sou o fruto de uma vontade divina, para acabar com o mal na Terra! O Tenente Smith nos enviou a você e disse que agora estaríamos sob sua supervisão. Muito prazer. - Finalizaria com um gesto de curvatura de tronco, visando demonstrar minha educação e a ambígua situação em que curvar-me demonstraria respeito por ser uma inigualável moça, como também pelo fato de ter uma patente bem acima da nossa.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 2f3273ce2b7d20033af8c97addddb4e586074299_hq


Histórico:

Criação Simples – Thor – Post 5
Thor:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Armas-mais-poderosas-record-of-ragnarok-1200x900

Arma: Thor
Descrição: Apta criação minha. Uma excepcional arma cujo tamanho desproporcional e peso fazem parte de um estilo de combate digno apenas para uma pessoa com demasiada força. Foi criada, justamente, para desempenhar ataques Pippesados, onde busca sempre utilizar de seu peso em conjunto com a força da gravidade para causar um dano demasiadamente maior.
Tipo da Arma: Martelo
Qualidade: Criação Simples
Durabilidade: Alta
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Criação de Arma pautada em projeto – (Equivalentes Tristezas) ET Gondul – Post 6
(Equivalentes Tristezas) ET Gondul:

Nome: (Equivalentes Tristezas) ET Gondul.
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências:

  • Mecatrônica
  • Física
  • Forja
  • Ofício Ferreiro

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Informações


  • Posts: 16

  • Ganhos:
    Arma Forjada Thor – Post 5
    Arma Forjada ET Gondul – Post 6
    Proficiência Natação – Post 6
    Treinamento de Ambidestria – Post 7
    Proficiência Primeiros Socorros – Post 8
    Grande barril de 20L de vodka – Post 10

  • Perdas:
    100.000 berris - Barril de 20L de vodka

  • Pertences:
    Garrafa de rum [7/10 usos]
    Barril de 20L de vodka [20/20 usos]

  • Vício: Alcoolismo [0/15]

  • Extras:
    Cabo Kristine: (NPC Criado) – Uma mink aleatória que possui a patente de Cabo e está na nossa embarcação. Thork deu em cima e ela parece estar dando corda.

  • Ofício: (Além de impecável semideus desse mundo, claro)

    Ferreiro




Objetivos:


Meta


  • 3 Missões
  • Aprender Natação
  • Aprender Primeiros Socorros







Personagem:




Atributos



PdV: 17520
STA: 300

Força: 760  [+120 Raça] [+300 Edc] [+120 Martelo de Combate] = 1300 ~ Talentoso ~
Destreza: 400 ~ Regular ~
Acerto: 320 [+120 Raça] [+60 Edc] = 500 ~ Hábil ~
Reflexo: 10 ~ Regular ~
Constituição: 330 [+120 Raça] = 450 ~ Hábil ~

Agilidade: 255
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 5%



Conhecimentos





Proficiências:


Anatomia

Você conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

Física

Você conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

Forja

Você é capaz de moldar metais para transformá-los em armas e objetos úteis, além de conseguir reconhecer as propriedades dos metais que tem em posse.

Mecatrônica

Sistemas eletromecânicos automatizados, combustíveis (carvão, vapor, dial, eletricidade, etc) e afins. Você sabe utilizar dos conceitos da eletrônica e da mecânica para desenvolver e projetar máquinas, equipamentos e dispositivos que utilizem desses aparatos. Em outras palavras, você sabe a teoria por trás das tecnologias mais simples até as mais avançadas.

Mineração

Você é capaz de extrair metais da natureza, com os instrumentos necessários obviamente. Além disso, conhece uma infinidade de metais e suas propriedades, podendo reconhecê-los facilmente.

Mixologia

Você é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.




Qualidades e Defeitos:


Qualidades


  • Vigor (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma resistência física superior, assim sendo, reduzem todas as condições negativas relacionadas à exaustão em uma categoria.



  • Corpulento (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma estrutura óssea e muscular superior, assim sendo, são uma raça extremamente resistente. Em termos de atributos, os meio-gigantes recebem uma redução de dano de 5%.



  • Afinidade com Haki (3 Pontos)

    Por algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.



  • Mestre em Haki (4 Pontos)

    Assim que você desbloquear a especialização do Haki da Observação ou do Haki do Armamento, você pode escolher seguir dois caminhos de especialização simultaneamente. Nesse caso, os efeitos narrativos se acumulam, mas os bônus de atributo concedidos não. Nessa hipótese, o melhor atributo entre os dois será considerado sempre.






Defeitos


  • Exótico (Racial)

    Você não sofre preconceito devido a sua aparência ser similar a de um ser humano comum, entretanto, você ainda é capaz de fascinar ou espantar alguns e possui um alto valor pelo seu corpo no mercado de escravos, o que é sempre um problema.



  • Sob medida (Racial)

    Você possui grande dificuldade para encontrar itens e consumir serviços que sejam apropriados para sua espécie, muitas vezes tendo que encomendar itens sob medida. Todo serviço comprado ou item consumido tem seu custo multiplicado por um valor entre quatro e dez vezes a depender da situação.



  • Compulsivo (1 Ponto)

    Eu, o incrível Pippos Vitaminado, tenho a necessidade de sempre querer me apresentar como o insano ser que, de fato, sou. O mais forte, o mais impecável e, claro, melhor ferreiro do North Blue.



  • Dependente (1 Pontos)

    Saciando minha vontade de beber, com o tempo, desenvolvi um vício e preciso ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica para manter minha sanidade. Caso não sacie minha dependência em três páginas, começo a sentir os efeitos da abstinência, equivalente ao estado da condição Intoxicado.



  • Extravagante (1 Ponto)

    Eu, fortemente, chamo a atenção por onde quer que passo. Sou monstruosamente forte, tenho músculos incomparáveis com esses meros mortais e um peitoral bem visível e desenhado. Sim, se eu não for reconhecido, preciso me apresentar como o próximo grande herói da Terra. Eu sempre causo uma impressão difícil de esquecer, hehe. E frequentemente gosto de me apresentar.



  • Ambição (2 Pontos)

    Almejo fortemente algum dia ser reconhecido pela minha força e subindo à patente mais alta possível, dentro da marinha, afinal, quero ser reconhecido como o marinheiro mais forte destes mares!



  • Louco (2 Pontos)

    Eu, o Vitaminado Pippão, acredito ser fruto de uma vontade divina para dar um fim no mal da Terra. Algo que acreditam que não sou, tolos, mas com muita certeza eu mostrarei a esses ignorantes e todo esse mundo, para ser reconhecido como tal.











Vitaminado Pippão


Última edição por Pippos em Qui Dez 02, 2021 10:41 am, editado 5 vez(es)

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 7k7RaWZ

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Zx5fIGC

Narração
Pensamento
Fala

Blindao
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QeFyscc
Créditos : 05
Localização : North Blue ~ Flevance



~~ Dragão Indomável ~~


Marinheiro Cabo

Após ouvir do tenente que seriamos realocado aos comandos de outro marine, mais especificamente uma mulher cuja patente era superior de Smith, chamada Scarlet, significava que ela seria responsável pelas próximas missões. “Pelo visto não teremos folga. Se bem que estes músculos já estão sedentos por serem testados em combates novamente, Thorororo!”

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QML9ExX

~ Tenente! Chamaria por Smith ao me aproximar um pouco mais dele. ~ Foi uma honra brandir minha lâmina sobre seu comando! Espero que possamos num futuro próximo duelar novamente. Esticava a mão para cumprimentar o homem em respeito a ele, pois, havia obtido isso de mim. ~ Afinal de contas... o homem mais poderoso é aquele que mesmo não superando seus limites, nunca desiste! Thorororo! Sem mais delongas, desceria do navio.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Td3i2NI

Durante nossa jornada pelas ruas do reino de Lvneel, comentários atrás de comentários seriam ouvidos devido nossos tamanhos. Já estava habituado com esse tipo de olhar e falatório, mas era impossível deixar de soltar uma boa gargalhada em razão disso. ~ THORORORORORO! Não abale minha jovem! Se Deus fez, é porque cabe! Thororororo! Diria em resposta ao comentário de forma extrovertida e simpática.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 BsDpXh0

Vitaminado por outro lado, como sempre, se vangloriava em excentricidade sobre seu corpo. “Héh! Diz o garoto que ainda é puro e se quer experimentou o pecado da carne.” *pufh. Segurava para não rir desenfreadamente de Pippos, mas não conseguindo evitar por mais tempo. ~ Thororororo! Tá certo, tá certo senhor divino. Toda essa pureza em castidade, igual uma pintura sem um pingo de tinta sobre sua tela. Thorororo! Riria e provocaria Vitaminado como de costume.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 CGvn3Oo

A resposta de Pippos era honesta e até que fazia sentido para esse monstrengo. “Tenho que admitir que não é qualquer um que consegue resistir aos encantos de um bom par de melões. Realmente ele tem nervos de aço, Thorororo!” Pensava comigo ao olhar de relance para garoto. ~ Héh! Admiro sua tenacidade, Vitaminado. Isso tenho que concordar. Expressava um sorriso amistoso e sinceridade nas palavras.

O reino de Lvneel era bastante movimentado, ficava perceptível durante nossa caminhada até o castelo. Era algo lógico, já que, essa ilha era a ultima parada de North Blue. O povo parecia alegre e bastante desenvolvido, se fossemos comparar com as outras ilhas em que havíamos passado.

Não havia visto muito da cidade até o momento, até porque pouco tempo havia se passado. Mas já era suficiente para perceber que o reino era virtuoso em comparação com muitos em que já havia viajado. Entretanto, os olhos podem enganar o coração de um homem.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 YWIECUr

Enquanto estávamos papeando e observando os arredores da cidade, inesperadamente, avistava a descrição da mulher proferida outrora por Smith. ~ Ora, ora! Parece que encontramos a Capitã, se liga rabanete. Diria ao mesmo tempo que atingiria uma cotovelada na lateral do corpo de Vitaminado com intuito de chamar sua atenção para a localização da mulher.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 WafBZCJ

Caminhava em direção a bela mulher até estar bem próximo. ~ Hoo... tenha cuidado! A beleza provoca a mais nobre alma a cometer um crime. Thororororo! Sem formalidades, me apresentaria amigavelmente ao mesmo tempo que expressava um sorriso carismático. ~ Cabo Thorkell Dragnar, presumo que a dama seja a Capitã Scarlet?! Expressaria animação durante o tempo que fixaria os olhos no busto, mas logo subindo ao rosto da marinheira; descendo novamente os olhos para as partes mais... notáveis da senhorita.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 J6Kjv8q

Vitaminado logo ia se apresentando, parecia uma coruja rodeando seu pescoço na calada da noite. ~ Uffs... soltava um suspiro enquanto cruzava os braços. ~...não ligue muito para esse rabanete falante, ele não teve muita atenção da mãe dele quando era mais novo. Provocaria Pippos como de costume através de uma piada.

Diante de alguém cuja patente era realmente importante dentro da marinha, talvez pudesse parecer antiquado ou sem modos devido nossa súbita chegada. Todavia, a forma que me portava na maioria das vezes era extrovertida e carismática.

As vezes como eu falava ou comportava nem sempre era visto com bons olhos, mas esta era a forma em que me retrava mesmo diante de superiores. Não possuía medo, assim como os gigantes primordiais agiam e falavam confiando em seus ideais e instintos, também seguia essa lógica.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 QgCmMLG

Acreditava que logo me tornaria alguém de extrema relevância dentro da marinha e ser capacho ou bajulador de superiores era algo que jamais passou em minha cabeça. “Apesar de que esse jovem é deslumbrante, falar isso é só algo óbvio.” Não estava querendo puxar saco ou flertar descaradamente, dizer que algo é lindo era só algo natural para um homem vivido como eu, simples assim. ~ O reino de Lveel parece bastante próspero. O atual rei parece alguém apto para reger. Indagaria puxando assunto com a capitã, olhando para os guardas reais. ~ Diferente de alguns reinos que tem a mentalidade de apenas usar os cidadãos para engordar sua riqueza, igual um marceneiro usa os pregos para pregar na madeira. Proferia de forma sincera enquanto expressaria um rosto desgostoso em razão de odiar que muitas ilhas sofriam com injustiças.




Histórico:
Posts: 16
Ganhos:
Lança Gondul:
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências: Mecatrônica; Física; Forja e Ofício Ferreiro.

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Perdas: Garrafa de Rum;

Players/NPCs: Kristine DeVille;
Tenente Smith;

Ferimentos: ~x~

Localização: Swallow ~ North Blue

Objetivos:
~ Concluir 2 missões;
~ Treinar Ambidestria;
~ Treinar Liderança;
~ Perícia Primeiro socorros;

_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 SNb8dAV
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Giphy
Créditos : 38
SashaCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
[quote="Sasha"]


Narração


A reação de ambos a todo aquele novo ambiente não poderia ser diferente do esperado, já que neles não apenas fisicamente mas em espírito se refletia uma grandeza, ao qual também se mostrou dentro de suas curiosidades, expectativas sobre o que poderia vir e issso poderia refletir-se também em seus feitos aos quais certamente, não se esperava que fossem menos do que almejavam.

Quando aproximaram-se do castelo e aproximaram-se mais da moça, poderiam ver que ela era sim grande como haviam dito, ela deveria ter por volta de quatro metros e meio, para os meio gigantes ela não era considerada tão alta assim, mas entre humanos? Certamente. Dentro de seu semblante calmo uma voz encantadora surgiu por entre um sorriso que transmitia uma confiança digna de se depositar - Eu estava esperando pelos dois, na verdade, sendo honesta foi algo de ultima hora e talvez até mesmo pra Smith isso tenha sido uma surpresa.- Ela comentou, então complementando - Sim, sou a capitã Scarlet e espero poder trabalhar com vocês em um caso em especifico com alguma urgência. Devo supor que como acabaram de chegar de viagem o corpo ainda esta fatigado, então podemos marcar uma reunião para mais tarde caso precisem. - A moça teria conduzido a eles a possibilidade de já começar sem muitos rodeios daquele momento ou ter o seu próprio tempo para preparação e recuperação, sendo da responsabilidade deles dedicidir nesse ponto.

Se o caminho escolhido fosse o de aproveitar melhor o tempo para descansar, explorar ou qualquer que fosse o desejo de seus corações pelo tempo, ela apenas teria dito - Certo, eu estarei nesse mesmo lugar no horário da janta, então podemos dar continuidade. - No entanto, caso neles houvesse já a preparação e a gana para seguir em frente por ali mesmo, ela diria - Vou ser bem honesta com vocês, este não é o meu campo de atuação mas, eu preciso de bons homens e a rede de informações me trouxe uma oportunidade única, eu quero saber, vocês tem interesse?- Ela aguardaria a resposta de ambos, já tendo em mente qual seria o próximo passo, ela apenas teria feito uma pergunta - Eu fiz o meu dever de casa, então sei o que vocês já fizeram até então mas, me falha algo dentro dos relatórios, até onde vocês querem ir? - Era uma pergunta ambigua e profunda o suficiente para qualquer um no momento, poderia levar um tempo para responder e por isso ela apontaria para uma das cadeiras para que eles se sentassem para que discutissem.



Histórico:

Posts: 02
Ganhos

    N/A Por hora

Perdas:

N/A Por hora








Ferimentos:




_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 HGWnxh1
Pippos
Ver perfil do usuário
Imagem : 2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 UMpCLB3
Créditos : 00








2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Shuuma10

Planejamento? Pode contar comigo!
Eu sou o Super Pippão


2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência!
Em frente àquela fantástica estrutura, apesar de minhas incontáveis análises referentes à altura da indicada mulher, tanto eu como meu parceiro tivemos a sorte de encontrar, perante todas as pessoas, a Scarlet. Ela era verdadeiramente alta, uma saliente mulher que pertencia à raça dos gigantes. Sua voz era doce, encantadora e, esplendidamente, bem reconfortante. Só de ouvir algumas suaves palavras, eu já podia sentir-me mais calmo depois da inesperada despedida de um parceiro.

Eu não sabia o porquê, mas ela tinha algo em sua voz que parecia trazer paz e até mesmo o entusiasmo de dar o meu máximo para cumprir o que quer que fosse solicitado. Que esquisito… mas não me parece ser algo ruim. E, principalmente vindo de um superior. - Suspirei. Mas logo abri um sorriso fervoroso, aceitando, com convicção de que não importava, eu daria o meu melhor para ter condições de crescer na Marinha e já ter parte dessa habilidade comunicativa, além de, claro, muita experiência para realmente saber o que fazer, não importando a situação.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 B6b398ec60b7fdfbfac26d65138185ffe8d1c2fd_hq

Ela não demorou para logo gerenciar toda a situação com inteligência e até mesmo sugerir um descanso para nós, tendo em vista que havíamos acabado de chegar e que deveríamos estar brevemente exaustos. Todavia, acho que ela ainda não me conhecia muito bem. Eu, o incansável, o sempre astuto, o único semideus que tem fiéis condições de trazer a paz ao planeta. - Olha, senhorita, pode ter certeza de que cansado eu não estou. VITATATA. Talvez meu companheiro aqui esteja um pouco, afinal, vale destacar que ele ainda tomou uma surra abordo de nossa embarcação. VITATA! - Pausei um momento ao fim de minha breve risada.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Fanfiction-naruto-ao-seu-lado-2635636,231020141122

Ao menos alguma vez eu poderia ter mais condições de tirar um sarro do Thork. - Posso te chamar de Scar? De todo modo, meu irmãozão é destemido como eu, e tenho certeza de que até mesmo se ele não tivesse em condições de fazer alguma tarefa difícil, seria persistente e embarcaria muito bem no dever para com a Marinha. - Pontuaria, já deixando claro alguns pontos positivos de meu parceiro, pontos estes que eram positivos justamente por refletir parte de mim, VITATATATA! Mas era quase claro de que ele até poderia tentar dar em cima da Scar, porque, se sabe, ele atira para todos os lados, VITATA.

De todo modo, ela logo nos perguntou a respeito de ter algum tipo de interesse em alguma parte específica de funções na marinha, ou algo que talvez eu não tenha entendido muito bem, mas não importava, dar meu máximo em tudo o que precisasse e crescer debtro da Marinha era o meu verdadeiro interesse, não importava o que fosse. - Não importa o que seja, pode contar comigo, Capitã! Quero muito crescer nesse formidável grupo. -

Destaquei. Mas não demorou muito até que ela apreciasse nossas verdadeiras intenções e planos para o futuro: - Além de crescer e me desenvolver de todasl as formas possíveis, pode ter certeza que eu quero conhecer esse mar que todos temem, VITATATA VITATA! Grande Linha, não é? - Deixaria clara as minhas intenções.

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 2d100dd2c60df0d42b7ed074724b7bb1

Mas também tinha a intenção de também conhecê-la um pouco melhor, então eu suspirei e depois sorri um pouco: - Mas e você? Quais os seus alvos nesse grupo incrível? Com toda a sua capacidade e patente, sei que não pensa em pouca coisa, VITATA. Quais as suas metas dentro de vida dentro da Marinha? - Finalizaria, talvez até tornando a nossa conversa um pouco mais ampla e aberta, talvez até tornando aquele papo mais confortável.


Histórico:

Criação Simples – Thor – Post 5
Thor:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Armas-mais-poderosas-record-of-ragnarok-1200x900

Arma: Thor
Descrição: Apta criação minha. Uma excepcional arma cujo tamanho desproporcional e peso fazem parte de um estilo de combate digno apenas para uma pessoa com demasiada força. Foi criada, justamente, para desempenhar ataques Pippesados, onde busca sempre utilizar de seu peso em conjunto com a força da gravidade para causar um dano demasiadamente maior.
Tipo da Arma: Martelo
Qualidade: Criação Simples
Durabilidade: Alta
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Criação de Arma pautada em projeto – (Equivalentes Tristezas) ET Gondul – Post 6
(Equivalentes Tristezas) ET Gondul:

Nome: (Equivalentes Tristezas) ET Gondul.
Imagem:

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 NToNthB
Tipo de Projeto: Arma.
Qualidade: Comum.
Proficiências:

  • Mecatrônica
  • Física
  • Forja
  • Ofício Ferreiro

Materiais e componentes adicionais: Qualquer tipo de material básicos com durabilidade e resistência aceitável para uma forja simples, tais como: Ferro, Metal, Aço, Cobre, Chumbo, Bronze, Prata, Ouro, etc.
Bônus: Divide sua haste em duas, criando duas lanças.
Descrição: Forjada com uma longa haste de 10 metros em seu total, criada especificamente para Gigantes, havendo duas lâminas em posições opostas de 2 metros cada, a lança detém um estilo Naginata, pois, suas duplas lâminas se conectam uniformemente do início da lâmina, engrossando e curvando suavemente sobre sua chapa; com objetivo de amplificar o corte em diversos ângulos. Divergindo do padrão, Gondul pode se desconectar exatamente em seu meio através de um giro oposto entre sua haste, se tornando uma dupla lança devido um mecanismo fácil de giro para fora/giro para dentro; unindo ambas as partes e retornando ao seu estado normal, uma única e enorme lança de dupla lâmina. Sua haste reforçada com minério branco em tom escurecido, havendo símbolos marcantes por toda sua extensão em um tom azul-cintilante. Suas duas lâminas também reforçadas com minério branco, tornando-a extremamente afiada. O mais interessante é que sua leveza não altera em nada seu poder em cortar, muito pelo contrário! Acrescenta ainda mais devido a facilidade em manusear e além de haver mais uma lâmina para possibilitar maiores manobras de ataque e defesa.

O nome desse projeto vem do fato de ser uma única e comprida lança com o único potencial bélico de se dividir e causar dois tipos diferentes de tristeza, quando se dividem e tornam-se uma dupla arma. Suas lâminas são diferentes em um planejamento físico, se por um lado, temos uma maior e mais elaborada lamínula onde se alveja atingir mais avantajadas áreas ou alvos, e, por outro, temos a parte pontiaguda menor e mais concentrada, mais fina, onde tem-se um planejamento para a elaboração de uma arma para ataques mais penetrantes talvez em menores alvos ou até para facilitar alvos que busquem ter muita defesa.
Dano: 120xlvl em Força (40 Forja, 20 Física, 20 Mecatrônica, 40 Ferreiro)
Preço: 500.000 a 2.000.000 B$ dependendo do material utilizado x Nível de Personagem.

Informações


  • Posts: 17

  • Ganhos:
    Arma Forjada Thor – Post 5
    Arma Forjada ET Gondul – Post 6
    Proficiência Natação – Post 6
    Treinamento de Ambidestria – Post 7
    Proficiência Primeiros Socorros – Post 8
    Grande barril de 20L de vodka – Post 10

  • Perdas:
    100.000 berris - Barril de 20L de vodka

  • Pertences:
    Garrafa de rum [7/10 usos]
    Barril de 20L de vodka [20/20 usos]

  • Vício: Alcoolismo [0/15]

  • Extras:
    Cabo Kristine: (NPC Criado) – Uma mink aleatória que possui a patente de Cabo e está na nossa embarcação. Thork deu em cima e ela parece estar dando corda.

  • Ofício: (Além de impecável semideus desse mundo, claro)

    Ferreiro




Objetivos:


Meta


  • 3 Missões
  • Aprender Natação
  • Aprender Primeiros Socorros







Personagem:




Atributos



PdV: 17520
STA: 300

Força: 760 [+120 Raça] [+300 Edc] [+120 Martelo de Combate] = 1300 ~ Talentoso ~
Destreza: 400 ~ Regular ~
Acerto: 320 [+120 Raça] [+60 Edc] = 500 ~ Hábil ~
Reflexo: 10 ~ Regular ~
Constituição: 330 [+120 Raça] = 450 ~ Hábil ~

Agilidade: 255
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 5%



Conhecimentos





Proficiências:


Anatomia

Você conhece o funcionamento e estrutura do corpo dos humanóides, sabendo identificar órgãos, artérias, veias, músculos e todo o resto.

Física

Você conhece a natureza e as suas leis, sendo capaz de realizar cálculos para prever fenômenos.

Forja

Você é capaz de moldar metais para transformá-los em armas e objetos úteis, além de conseguir reconhecer as propriedades dos metais que tem em posse.

Mecatrônica

Sistemas eletromecânicos automatizados, combustíveis (carvão, vapor, dial, eletricidade, etc) e afins. Você sabe utilizar dos conceitos da eletrônica e da mecânica para desenvolver e projetar máquinas, equipamentos e dispositivos que utilizem desses aparatos. Em outras palavras, você sabe a teoria por trás das tecnologias mais simples até as mais avançadas.

Mineração

Você é capaz de extrair metais da natureza, com os instrumentos necessários obviamente. Além disso, conhece uma infinidade de metais e suas propriedades, podendo reconhecê-los facilmente.

Mixologia

Você é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.




Qualidades e Defeitos:


Qualidades


  • Vigor (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma resistência física superior, assim sendo, reduzem todas as condições negativas relacionadas à exaustão em uma categoria.



  • Corpulento (Racial)

    Os meio-gigantes possuem uma estrutura óssea e muscular superior, assim sendo, são uma raça extremamente resistente. Em termos de atributos, os meio-gigantes recebem uma redução de dano de 5%.



  • Afinidade com Haki (3 Pontos)

    Por algum razão, você tem uma facilidade natural para compreender a manipulação e o conceito de Haki, por conta disso, você pode escolher aprender o Haki do Armamento ou Haki da Observação no nível oito, aprendendo o Haki seguinte normalmente no nível dez.



  • Mestre em Haki (4 Pontos)

    Assim que você desbloquear a especialização do Haki da Observação ou do Haki do Armamento, você pode escolher seguir dois caminhos de especialização simultaneamente. Nesse caso, os efeitos narrativos se acumulam, mas os bônus de atributo concedidos não. Nessa hipótese, o melhor atributo entre os dois será considerado sempre.






Defeitos


  • Exótico (Racial)

    Você não sofre preconceito devido a sua aparência ser similar a de um ser humano comum, entretanto, você ainda é capaz de fascinar ou espantar alguns e possui um alto valor pelo seu corpo no mercado de escravos, o que é sempre um problema.



  • Sob medida (Racial)

    Você possui grande dificuldade para encontrar itens e consumir serviços que sejam apropriados para sua espécie, muitas vezes tendo que encomendar itens sob medida. Todo serviço comprado ou item consumido tem seu custo multiplicado por um valor entre quatro e dez vezes a depender da situação.



  • Compulsivo (1 Ponto)

    Eu, o incrível Pippos Vitaminado, tenho a necessidade de sempre querer me apresentar como o insano ser que, de fato, sou. O mais forte, o mais impecável e, claro, melhor ferreiro do North Blue.



  • Dependente (1 Pontos)

    Saciando minha vontade de beber, com o tempo, desenvolvi um vício e preciso ingerir qualquer tipo de bebida alcoólica para manter minha sanidade. Caso não sacie minha dependência em três páginas, começo a sentir os efeitos da abstinência, equivalente ao estado da condição Intoxicado.



  • Extravagante (1 Ponto)

    Eu, fortemente, chamo a atenção por onde quer que passo. Sou monstruosamente forte, tenho músculos incomparáveis com esses meros mortais e um peitoral bem visível e desenhado. Sim, se eu não for reconhecido, preciso me apresentar como o próximo grande herói da Terra. Eu sempre causo uma impressão difícil de esquecer, hehe. E frequentemente gosto de me apresentar.



  • Ambição (2 Pontos)

    Almejo fortemente algum dia ser reconhecido pela minha força e subindo à patente mais alta possível, dentro da marinha, afinal, quero ser reconhecido como o marinheiro mais forte destes mares!



  • Louco (2 Pontos)

    Eu, o Vitaminado Pippão, acredito ser fruto de uma vontade divina para dar um fim no mal da Terra. Algo que acreditam que não sou, tolos, mas com muita certeza eu mostrarei a esses ignorantes e todo esse mundo, para ser reconhecido como tal.











Vitaminado Pippão


_________________

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 7k7RaWZ

2º Capítulo: A força de um guerreiro não se encontra no ataque, mas sim na resistência! - Página 5 Zx5fIGC

Narração
Pensamento
Fala