Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 1 de 1
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 25
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Leonheart Valentine Qui Maio 13, 2021 12:06 am



LEONHEART VALENTINE








Sobre o Personagem


Nome: Leonheart Valentine
Idade: 24 anos
Género: Masculino
Mão Predominante: Destro
Risada: "Rijajajajaja!"
Altura: 1,69 m
Peso: 60 kg
Raça: Humano
Origem: Dressrosa - Novo Mundo
Localização: Stevelty - North Blue
Grupo: Civil

Complementos



Aparência:
Possui um corpo esbelto, com traços delicados, sem muitos músculos e muito bem cuidado. Seus olhos são azuis, e seu cabelo é de um chamativo tom de rosa, longo o suficiente para alcançar seu joelho, mas que sempre fica em uma grande trança com grande parte dentro de seu largo chapéu. Em questão de vestimentas, por mais que gostei de trocar de roupas dependendo da ocasião, sempre com um belo guarda-roupa, suas vestes normais e casuais consistem em uma camisa rosa claro com estrelas rosas nas mangas, por cima de uma camisa de manga longa vermelha, um grande chapéu rosa com vários acessórios, um longo casaco rosa com riscos amarelos nas mangas, que ficam amarradas em volta de seu pescoço para se assemelhar a uma capa, um short amarelo com quadrados rosas e um tênis rosa. Sua pele é clara, e possui um porte físico bem feminino, que com sua beleza cultivada arduamente geram uma dualidade de interesse nas pessoas. Quando está vestido de homem, mulheres e pessoas com atração por homens o veem quase como um príncipe encantado, extremamente gracioso e elegante, mas quando está vestido de mulher, homens e pessoas com atração por mulheres o veem como uma verdadeira donzela delicada, como se fosse a mais bela dama, contagiando todos com sua beleza estonteante. Apesar disso, em suas vestes normais, carrega um ar andrógeno que faz com que as pessoas não saibam dizer se trata-se de um homem ou uma mulher.


Personalidade:
Leon é um espírito livre. Ele sempre faz o que quer, quando quer e como quer, com um jeito alegre, teimoso e rebelde que torna difícil lidar com ele. Mesmo junto de outras pessoas, ele não respeita espaço pessoal nem privacidade, e não segue ordens de outras pessoas, apenas segue o que seu coração manda, apesar de poder ser persuadido com acordos que ele saia ganhando. Em geral, é um caçador de emoções, sempre pulando no perigo de braços abertos, sempre em busca de uma excitação para evitar a monotonia do dia a dia, pois acredita que a vida deve ser vivida intensamente, e teme ter uma vida chata e sem emoção. Por causa desse pensamento, acabou desenvolvendo o costume de agir antes de pensar, como se suas ações fossem mais rápidas do que sua velocidade de raciocínio. Também adora ser o centro das atenções, sempre fazendo o possível para ser o foco dos holofotes, apesar do seu jeito peculiar, mas não se importa com o que os outros pensem dele, desde que olhem pra ele. Mas mesmo com tudo isso, Leon valoriza muito as emoções dos outros, odiando ver qualquer pessoa chorar, querendo sempre que todos ao seu redor estejam sorrindo, seja com seu jeito bobão ou as ajudando com seus problemas, desde que não seja problemático para si mesmo, ele sempre tenta deixar todos por onde passa em clima alegre e otimista, característica que herdou e segue fielmente de sua antiga amiga.

Acima de tudo, Leon é um okama, com gosto por se travestir, e que cuidou de sua aparência para essa arte. Apesar disso, ele não se considera homem nem mulher, mesmo tendo nascido do sexo masculino, acreditando na verdade que seu gênero seja fluido, seja verdadeiramente uma mulher quando vestido de mulher, e verdadeiramente homem quando está vestido de homem, mas segue firme as crenças okamas, acreditando que essa sua fluidez vem da combinação de corpo masculino e alma de donzela, trocando seu vestuário como deseja para refletir sua preferencia no momento, o que resulta em trocas constantes de qual considera seu gênero. E como acredita ter uma alma mais voltada para a feminilidade, sua preferencia sexual é voltada diretamente para o gênero masculino, sem sentir atração por mulheres, apesar de conseguir reconhecer facilmente uma mulher bonita. Mas seus hormônios são potentes, com um desejo forte não só pelo romance, mas também pela consumação carnal, o que em sua mistura gera uma personalidade com gosto pelas artes da sedução, mas não do jeito convencional. Quando quer chamar atenção de alguém, principalmente de quem não o deseja, Leon toma atitudes vulgares, falando besteiras com olhar provocativo ou até mesmo aparecendo nu, apenas para ver a reação envergonhada e relutante do seu alvo. O okama não gosta de paquerar por paquerar, com alguém que corresponde seus sentimentos, apesar de aproveitar tais ocasiões, seu gosto verdadeiro está em provocar e ser rejeitado, insistindo de forma incisiva quanto mais é rejeitado apenas para sua diversão, característica que vem em partes também por seu desejo por atenção, o que o faz desejar mais quem não o quer.

Mais do que tudo, Leon tem um pavor irracional de insetos, que adquiriu através de eventos traumáticos durante sua adolescência em Momoiro. O mero avistamento de um inseto é o suficiente para ele entrar em pânico, e mesmo aranhas, que tecnicamente não são insetos, causam medo pela semelhança que possuem. Por ter uma personalidade exageradamente otimista, acaba evitando pensar nesses assuntos, mas o nervosismo vem sempre que comentam sobre as criaturas, se tornando um ataque de pânico ao menor sinal de um inseto, mesmo que seja apenas um aviso para o assustar. De todas as coisas que mais gosta, a moda é a maior de todas, sempre treinando seu olhar de estilista atrás de belos modelos e peças elegantes para aprimorar suas habilidades, ele adora costurar e criar roupas, com o objetivo de alguém dia fazer suas roupas famosas.


História:
Parte I:
Nascido em Dressrosa, Leon não conhece seus pais. Tudo que ele sabe de sua família biológica é que moravam na ilha do Novo Mundo, e o abandonaram com quase um ano de idade no Reino Kamabakka, localizado na ilha Momoiro. Quando nasceu, era uma criança normal, entretanto com o passar dos meses o garoto começou a demonstrar mais interesse por brinquedos feitos para meninas, como bonecas, e roupas rosas, o que causou preocupações em seus pais, que temendo que seu filho fosse se tornasse um travesti, decidiram pagar um navio que sairia em viagem em direção à Grand Line para o abandonar em Momoiro. A criança que mal sabia andar fora abandonada por preconceito gerado por um inocente interesse infantil, mas o pequeno não conseguia entender o que estava acontecendo, por que seus pais o haviam abandonado, mas nada disso fazia diferença. Deixado em Momoiro sem nada, apenas um pequeno cobertor azul com o nome "Leon", a criança foi acolhida pelos okamas da ilha, levado a um orfanato fundado para acolher crianças de todo o mundo que eram abandonadas na ilha, assim como Leon, para que pudessem ser criadas de forma apropriada, com toda a atenção que precisavam em seu crescimento até que atingissem a maioridade. Lá ele recebeu um nome, carinho e atenção que não recebeu de seus pais biológicos, crescendo junto de outras crianças, em grande maioria meninos como ele, rodeado de okamas gentis que cuidavam deles de forma atenciosa, fazendo com que, com o passar dos anos, enquanto ia crescendo, o garoto acabou internalizando todo aquele ambiente em que cresceu, ficando com mentalidade e trejeitos parecidos com os dos travestis que o rodeavam.

Sua infância e juventude foram felizes, vivendo na ilha rosa do amor, com tudo que poderia pedir, amigos, comida a vontade e espaço para brincar. Também acabou se aproximando muito de Amélie Badeaux, uma okama nascida no Reino de Briss, que contava para ele as belezas das roupas de lá, que todos se vestiam como se fossem da realeza, e ensinou o garoto a costurar. - Uma pessoa é o que ela veste, então sempre busque estar bem vestido. – Ela sempre dizia, enquanto passava as tardes junto a Leon, mostrando a ele como fazer vestidos e outros modelos de roupas. O garoto amava esses momentos, não só por gostar de fazer roupas, gosto que adquiriu com bastante força durante seu aprendizado com a estilista, mas porque sentia o carinho maternal que não recebeu de seus pais biológicos. - Sabe por que eu sai do Reino de Briss mesmo que ainda não tivesse ficado famosa, Leon? – Amélie disse uma vez, quando o jovem fez pela primeira vez um vestido com design próprio. - Decidi me tornar uma estilista porque quero ver as pessoas bem vestidas, não para se sentirem superiores, mas para destacar o lado bom a vida. Não é só uma roupa que torna uma pessoa feliz, mas gosto de imaginar as pessoas se olhando no espelho, bem vestidas, e vendo o quão são belas. Quando ouvi falar dessa ilha, de pessoas como eu, pessoas que foram rejeitadas por usarem roupas que as pessoas não aceitavam, decidi que o certo seria vir mostrar que ficam lindas como quiserem se vestir. – Essas palavras mascaram o garoto, e apesar de não entender totalmente o que sua mentora quis dizer, mas entendeu seu sentimento, passando a valorizar muito mais aquele ofício.

Conforme os anos se passavam, Leon foi melhorando cada vez mais sua habilidade com a agulha, aprendendo muito não só sobre a costura com Amélie, mas sendo verdadeiramente apadrinhado por ela em sua época no orfanato. As vezes ia visitar a okama em sua casa, onde aprendeu a cavalgar com o cavalo da mulher, que não se davam bem de início, mas que Leon aprendeu como ganhar a amizade do animal. - Você não vai ganhar a confiança dela sendo bruto assim. Seja gentil, trate-a como uma igual. - Com o tempo, Leon e o cavalo se tornaram tão amigos que Amélie prometeu que se algum dia Leon deixasse a ilha, poderia levar ele junto. Pouco o jovem pensava sobre seu abandono ou pais biológicos, pois via Momoiro como seu verdadeiro lar e era feliz, mas sua rotina mudou certo dia, durante um passeio noturno. Sem sono e com muita coisa na cabeça, o garoto decidiu fazer uma caminhada noturna, mas na calada da noite, em cima do telhado do orfanato, encontrou duas crianças juntas vestidas em farrapos, admirando a lua. Quando notaram a presença de Leon, os dois se assustaram e desapareceram sem deixar rastros, mas aquele repentino encontro ficou na cabeça do garoto por vários dias. Ele havia procurado por todos os lados, mas não conseguia encontrar os dois, chegando a acreditar que havia visto assombrações, e todos os dias, antes de ir dormir, ia novamente checar, sem sucesso, se os dois haviam aparecido novamente. Foi quase 1 mês depois, quando estava quase perdendo as esperanças, que os avistou mais uma vez, novamente admirando a lua após todos terem ido dormir.

Dessa vez se aproximando silenciosamente dos dois para que não fosse percebido, o jovem conseguiu surpreendê-los, sem que tivessem chance de desaparecer dessa vez. De início os dois ficaram assustados, mas ao se acalmarem se apresentaram como Sophie Barlowe e Alexander Barlowe, dois refugiados que viviam no subterrâneo do orfanato junto de outros fugitivos do Governo Mundial, e que usavam uma passagem secreta que dava atrás de um quadro da sala de jantar para saírem a noite sem que ninguém soubesse. Também foi nesse dia que ele descobriu que o orfanato onde morava servia também em segredo como refúgio para procurados do Governo Mundial, que esperavam a caça a si cessar para tentarem recomeçar a vida, e que os dois que conhecera eram escravos fugitivos de um nobre importante de outra ilha. Mesmo após se apresentarem e Leon prometer manter o segredo dos dois, Alexander ainda se mantinha desconfiado e distante, pensando em proteger sua irmã mais velha, mas Sophie se mostrou muito mais amigável, confiando quase instantaneamente no garoto. - Sabe, eu tenho inveja de você, da sua liberdade. Pode ir para onde quiser, fazer que quiser. Eu e Alex fomos escravos quase a vida toda, e mesmo depois de fugir temos que ficar no subsolo para não sermos levados de volta para aquele inferno. – Nunca antes Leon havia valorizado tanto a liberdade que tinha quanto naquele momento.

Acima de tudo, Leon não conseguia ignorar os trapos que os dois vestiam, por mais que a garota insistisse que já haviam oferecido roupas novas a eles, mas os traumas da escravidão eram grandes, e tinham dificuldade de se desfazer facilmente de alguns hábitos como aquele. Mesmo assim ele insistiu, e prometeu trazer roupas novas para os dois. A partir daquele momento os três passaram a se encontrar constantemente durante a noite, criando uma forte amizade. Pela primeira vez em muito tempo os dois escravos pareciam realmente felizes, como se aqueles encontros noturnos fossem um refúgio para os dois, e para Leon era a primeira oportunidade que teve de expandir seu horizonte, imaginando todos os tipos de pessoas e lugares que haviam além de Momoiro, além do mar que via no litoral. Conforme o tempo se passava e os grilhões do passado em escravidão foram diminuindo, o jovem conseguiu conhecer eles melhor, Alex com sua coragem forçada, ido além do seu limite para proteger sua irmã mais velha, brigando até com corujas que chegavam perigosamente perto, e Sophie com sua ternura sonhadora, sempre sonhando aproveitar a liberdade que lhes foi roubada, com um sorriso caloroso no rosto e querendo que os dois estivessem sempre sorrindo também. - Não adianta ficar de cara feia. É muito mais fácil passar por uma situação difícil com um sorriso no rosto, não é? Por isso é sempre bom ser otimista! - Eram pessoas muito diferentes das crianças que cresceram com ele no orfanato, e os três passaram a confiar muito uns nos outros.

Parte II:
Certo dia, um estranho navio chegou no litoral de Momoiro, com uma flor negra em sua vela. O reino ficou assustado, temendo aquela visita inesperada e Leon decidiu ir até o porto em segredo para descobrir quem eram aquelas pessoas. Espiando uma conversa de um homem com guardas da ilha, descobriu que se tratavam de uma organização chamada Lírio Negro, um grupo de mercenários do submundo que caçavam escravos fugitivos, e que estavam atrás dos irmãos Barlowe. De acordo com o líder deles, Gaspar Romane, O Grilhão do Abismo, o Governo Mundial havia desistido de encontrar os dois, mas seguido os rastros frios ele e seus homens acreditavam que os dois poderiam ter vindo para a ilha fingindo serem simples órfãos para serem acolhidos no orfanato de Kamabakka, exigindo fazer uma busca no lugar. Temendo por seus amigos, Leon correu de volta para o orfanato, e naquela mesma noite contou tudo para os dois. Eles sabiam que o Lírio Negro ainda ficaria um ou dois dias no porto até conseguir a autorização, mas Alex e Sophie não queriam se encontrados e levados de volta, e em um momento de desespero os dois decidiram fugir e aproveitar a vantagem para se esconder em uma das montanhas em forma de coração da ilha. A escalada era perigosa, mas Alex, mesmo jovem, era habilidoso, e garantiu que conseguiria ajudar sua irmã a subir em segurança. No impulso e sem pensar direito no que estava fazendo, Leon decidiu ir junto para ajudar os dois e ganhar tempo para eles caso fossem encontrados.

Assim, naquela mesma noite os três fugiram do orfanato e, com a ajuda de Alex, escalaram o rochedo que dava em uma das montanhas, parando em uma floresta rosa suspensa sobre a rocha, levando apenas um punhado de suprimentos consigo. O plano era ficar no máximo uma semana ali, esperando que Gaspar fizesse a busca e desistisse deles, mas se o navio deixasse o porto, desceriam mais cedo. Assim, no meio daquele lugar selvagem cheio de animais hostis e insetos por todo lado, os três fizeram o possível para continuarem de pé, com Alex os protegendo de animais selvagens, recebendo uma ajuda vez ou outra de Leon, e se sustentando a base dos suprimentos que haviam trazido. Mesmo assim 5 dias se passaram e o navio continuava no porto, então eles levantavam a cabeça e continuavam aguentando aquela situação precária. Naqueles poucos dias que passaram na mata, Leon adquiriu um forte pavor de insetos, que voava por todo lado e até mesmo entravam em sua roupa. No sexto dia, quando as provisões estavam começando a acabar, Alex foi picado por uma cobra que não viu se aproximar, ficando com muita febre e com a perna inchada, e sem ele para ajudar Sophie e Leon não tinham coragem de descer o rochedo. Na manhã do sétimo dia, como Sophie esperava, o navio do Lírio Negro partiu do porto, mas a condição de Alex piorava cada vez mais e, sem tratamento médico para o veneno, ele teve uma forte hemorragia e morreu sem que conseguissem pedir ajuda.

Quando descobriu que Alex havia morrido enquanto ia buscar água, Leon desabou em lagrimas, sem acreditar no que estava acontecendo, mas mesmo lutando com as lagrimas, Sophia se forçava a manter o sorriso no rosto, fazendo de tudo para não deixar transparecer sua tristeza. - N-não chore, L-leon... E-ele não ia querer nos ver chorando. P-precisamos sorrir, o-olha! – Mesmo com um sorriso forçado, era fácil perceber a dor dela pelas lagrimas que vazavam contra a sua vontade. Naquele momento, não só o irmão de Sophie e melhor amigo de Leon havia morrido, mas os dois percebiam que não conseguiriam descer de lá sozinhos. Estavam presos, sem ter como voltar para o orfanato. A comida acabou, deixando os dois famintos, e o recém adquirido medo de Leon de insetos dificultava que ele fosse atrás de comida, fazendo os dois definharem de fome e sede por vários dias, enquanto ficavam na borda da montanha, esperando que alguém percebesse os dois. Após 3 semanas na floresta os okamas da ilha, que estavam fazendo intensas buscas por eles, finalmente os encontraram, levando-os extremamente magros e desnutridos de volta ao orfanato, onde foram tratados com cuidado para se recuperarem.

Quando foram trazidos, junto do corpo já cheio de moscas de Alex, precisaram de bastante tempo para se recuperar, e descobriram a tolice que haviam feito. Amélie já havia percebido que Leon estava se encontrando com crianças diferentes quando o viu fazendo roupas para um garoto e uma garota, as roupas que fez para os dois, e ao avisar o orfanato, descobriram sobre as saídas noturnas dos irmãos, além da passagem secreta, mas decidiram ficar quietos pois sabiam que aquela amizade fazia bem para os três. Com a chegada do Lírio Negro, iriam fechar a passagem atrás do quatro, que era o maior medo dos irmãos, para que a parte subterrânea não fosse descoberta, e esconderiam os dois em outro lugar, mas eles e Leon desapareceram antes que pudessem pôr em prática o plano, guiados por uma tolice juvenil. Alex não precisava ter morrido, e os dois não precisavam ter quase morrido de fome naquela floresta. Foi preciso tempo para curar aquelas feridas, tanto físicas quanto emocionais, e a dor foi ainda mais forte após o enterro de Alex, logo quando conseguiram se recuperar o suficiente. Nos anos seguintes, com a poeira baixando, Sophie Barlowe passou a viver no orfanato com Leon até alcançar a maioridade, escondendo a dor atrás de um sorriso enquanto a ferida em seu coração se curava, decidida a se tornar uma revolucionária para que aconteceu com ela e seu irmão não acontecesse com outros, mas Leon não tinha a mesma aspiração. As palavras da garota sobre sua liberdade martelavam em sua cabeça por todo aquele tempo, e quando atingiu a maioridade, decidiu que ia sair da ilha para conhecer o mundo, mas faria isso da sua própria maneira.


Características



Qualidades:
Versátil (Racial)Você pode somar até 9 pontos de defeito, conseguindo dessa forma gastar 9 pontos de qualidade em vez de 7.
Atraente (1 ponto)Você é considerado belo pelos outros, seja pela sua aparência, porte físico ou estilo, você é capaz de despertar interesses românticos ou ser tratado mais favoravelmente por conta disso.
Carismático (2 pontos)Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Exibido (2 pontos)Você tem um desempenho melhor quando luta diante de uma plateia, desde que eles estejam torcendo por você. Narrativamente, você recebe um pequeno bônus nas suas capacidades físicas, para representar sua determinação.
Mestre em Haki (4 pontos)Assim que você desbloquear a especialização do Haki da Observação ou do Haki do Armamento, você pode escolher seguir dois caminhos de especialização simultaneamente. Nesse caso, os efeitos narrativos se acumulam, mas os bônus de atributo concedidos não. Nessa hipótese, o melhor atributo entre os dois será considerado sempre.

Defeitos:
Extravagante (1 pontos)Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Devasso (2 pontos)Em questão de puro gosto e preferencia sexual, Leon gosta de homens, principalmente os fortes e másculos, mas também gosta de homens esbeltos e cavalheirescos, mas não é tão criterioso, e se um homem é realmente muito bonito, acaba entrando no radar do jovem. Entretanto, seu gosto pessoal são daqueles que o rejeitam ou que claramente não gostariam de ser cortejados em primeiro lugar, e por mais que aproveite caso seja correspondido, quando alguém o rejeita de forma bem incisiva e desconfortável, é ai que ele mais gosta de prosseguir com suas investidas.
Impulsivo (2 pontos)Você não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.
Fobias (2 pontos)Leon possui entomofobia, o medo excessivo de insetos. Sempre que vê um inseto, em especial próximo de si ou quando começa a voar, ele entra em pânico, e pode ter dois tipos de reações diferentes dependendo do grau da exposição. Na primeira, o pânico faz com que o jovem feche os olhos, tentando desesperadamente tirar aquele ser do seu campo de visão, e atacando as cegas de forma desesperada tudo e todos a sua volta, na esperança de acabar com a vida do inseto. A outra reação é a de buscar proteção, normalmente de uma pessoa, mas também podendo ser um objeto, pulando atrás ou no colo do seu "guardião", esperando que seja protegido do assustados inseto. Se mesmo assim a ameaça não for resolvida, o pânico aumenta e ele sai correndo desesperado.
Obcecado (2 pontos)Sempre com agulha e linha consigo, o okama é fissurado por moda e costura. Faz questão de estar sempre bem vestido, adorando costurar e produzir novas peças de roupas, que tenta forçar os outros a usarem, e por mais que não de muita bola para as roupas usuais das pessoas por as considerar "muito básicas e simples", fica deslumbrado quando encontra uma roupa que considera realmente bela ou bem feita.



Atributos


Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 2800
STA: 100

Força: 20 ~Regular~
Destreza: 40 [+40 Raça] [+40 EDC] [+20 Arma] = 140  ~Regular~
Acerto: 300 [+80 Raça] [+40 EDC] = 420 ~Hábil~
Reflexo: 20 [+40 Raça] [+40 EDC] = 100 ~Regular~
Constituição: 20 ~Regular~

Agilidade: 260
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0

Conhecimentos



Proficiências:
Costura Você sabe costurar, além disso, é capaz de projetar e confeccionar diversas peças de roupa e adereços. Sabe trabalhar com diversos tipos de tecidos e malhas.

Disfarce Você é capaz de se passar por outra pessoa, ou simplesmente mudar a sua própria aparência. Essa proficiência engloba a capacidade de fazer maquiagens, pintar e cortar cabelo, além de usar diversos apetrechos para disfarçar-se. Você emula apenas a aparência das pessoas que decidir imitar.

Acrobacia Você possui um corpo flexível e é capaz de dar saltos elaborados e piruetas, além disso, consegue equilibrar-se em várias superfícies, fazer malabarismo e sabe como amortecer suas quedas.

Doma Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.

Cavalgar Você é capaz de utilizar um animal domado como montaria, extraindo o máximo de seu potencial.



Profissão:

ArtistaOs artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam.

Bônus: Jogadores artistas são capazes de ganhar fama por meio de suas obras ou apresentações, quanto mais famoso for, mais valor terão os seus trabalhos. Além disso, os artistas são os únicos que podem escolher entre domar animais lendários ou terem um companheiro adicional a partir do nível seis se desejarem.



Mascote


Anais
Spoiler:
Leonheart Valentine Gqtjyhf
Animal: Cavalo Okama
Altura: 1,70m
Peso: 700 Kg
Porte: Médio
Raridade: Comum
Aparência: Anais é um cavalo okama de pelagem bem rosada por todo o seu corpo, com uma crina longa, esbelta e bem penteada que mais se assemelha a uma bela cabeleira, com uma mecha de rosa choque acima da cabeça e em parte da raiz de seu cabelo. Seu rabo, também delicado e bem penteado, é enrolado em sua base com uma bela fita amarela, começa em um rosa choque forte e termina em um rosa suave, com uma mancha em um tom mais escuro de rosa na nádega esquerda. Usa sempre batom e maquiagem para deixar seus traços femininos mais reforçados.
Personalidade: Apesar de ser macho, odeia ser chamada no masculino, pois se considera fêmea, e fica irritada quando chamada de homem ou de macho, o que pode acabar em um coice por parte de quem a ofendeu. Em situações normais, age como uma verdadeira donzela, com movimentos graciosos e delicados, e não tem problema nenhum em ser montada por pessoas do sexo masculino, pois os vê como pretendentes, mas sempre fica agitada quando uma mulher tenta montar, se balançando, relinchando e fazendo cena por as considerar como rivais, mas se acalma e aceita, mesmo que muito a contragosto, se Leon pedir com jeitinho. Entretanto, caso uma mulher mostre claramente que se acha inferior a ela, normalmente fazendo algo para ela, como lhe dar comida ou escovar seus cabelos, ela aceita dar uma carona, com cabeça erguida e olhar triunfante, mas não esquece quando é traída ou usada apenas como animal de carga. Por mais que Leon não se considere exatamente homem, ela não tem problema em ser montada por ele, pois se consideram melhores amigas. Sua comida preferida são cerejas, e gosta de ser chamada pelo apelido de "Nana".
Atributos: Agilidade > Reflexo > Força

Comandos:
Lista de Comando complexos que foram ensinados ao seu mascote


Estilos de Combate



Lanceiro:
Lanceiro: Lanceiros são especialistas em combates de média distância, fazem uso de armas de haste para explorar a distância entre eles e seus oponentes. Utilizam lanças, bastões, naginatas e similares.


Chicoteador:
Chicoteador: Chicoteadores são especialistas em combates de média distância, que se baseiam em seu controle da arma e movimentação rebuscada para lutar, utilizam chicotes e similares.
 

Técnicas


Nenhuma por enquanto.

Haki da Obervação


Não despertado.

Haki do Armamento


Não despertado.

Haki do Rei


Não despertado.

Berries: 25.000 ฿S

Itens



Cabeça:
- X -

Pescoço:
- X -


Tronco:
- X -

Braços:
- X -

Mãos:
- X -

Pernas:
- X -


Pés:
- X -

Armas:

Leonheart Valentine KhiCckq

Arma: Lança Longa
Descrição: Uma lança com cabo de 1,8m e lamina de 20cm, totalizando 2m de comprimento
Tipo da Arma: Acuidade e Arremesso
Qualidade: Gasta
Durabilidade: Baixa
Dano: +1 Destreza

Estado: Novo

Inventário



8 U

Material de Costura:
Nome do Item: Material de Costura
Espaço: 2 U
Descrição: Um kit de agulhas para costura que vem junto a tecidos ou couro usados  para fazer uma peça de roupa ou construção que venha por meio da costura. O preço do tecido varia de acordo com sua raridade de obtenção, ou seja,  materiais mais resistentes e duradouros serão  mais caros do que material vagabundo.

Insígnia da Pureza:
Descrição: Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.
Espaço: 0 U
Preço: 1.250.000 B$


Embarcações


Nenhuma por enquanto.

Menções no Jornal


Nenhuma por enquanto.

Photoplayer



Photoplayer:
Leonheart Valentine AAmIIoP


Relações



Players:
[url=Link da Ficha do Player]Nome do Personagem[/url] - Relação com o Player


NPCs:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC


NPCs Importantes:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC




Última edição por Ryoma em Sex Ago 20, 2021 3:11 pm, editado 2 vez(es)
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : Leonheart Valentine GX67lHH
Créditos : 14
HoyuEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: Leonheart Valentine Dom Maio 16, 2021 4:35 pm
Gostaria que o nome do meus mascote fosse alterado de Larola para Anais. Como na personalidade e aparencia tem algumas citações ao nome dele, seria mudado também, assim como seu apelido. Segue o código apenas com essas alterações

Código:
<h1>Mascote</h1>
<mascote>Anais</mascote>
[spoiler][img(500px,464px)]https://i.imgur.com/gqtjyhf.jpg[/img][/spoiler]
[b]Animal:[/b] Cavalo Okama
[b]Altura:[/b] 1,70m
[b]Peso:[/b] 700 Kg
[b]Porte:[/b] Médio
[b]Raridade:[/b] Comum
[b]Aparência:[/b] Anais é um cavalo okama de pelagem bem rosada por todo o seu corpo, com uma crina longa, esbelta e bem penteada que mais se assemelha a uma bela cabeleira, com uma mecha de rosa choque acima da cabeça e em parte da raiz de seu cabelo. Seu rabo, também delicado e bem penteado, é enrolado em sua base com uma bela fita amarela, começa em um rosa choque forte e termina em um rosa suave, com uma mancha em um tom mais escuro de rosa na nádega esquerda. Usa sempre batom e maquiagem para deixar seus traços femininos mais reforçados.
[b]Personalidade:[/b] Apesar de ser macho, odeia ser chamada no masculino, pois se considera fêmea, e fica irritada quando chamada de homem ou de macho, o que pode acabar em um coice por parte de quem a ofendeu. Em situações normais, age como uma verdadeira donzela, com movimentos graciosos e delicados, e não tem problema nenhum em ser montada por pessoas do sexo masculino, pois os vê como pretendentes, mas sempre fica agitada quando uma mulher tenta montar, se balançando, relinchando e fazendo cena por as considerar como rivais, mas se acalma e aceita, mesmo que muito a contragosto, se Leon pedir com jeitinho. Entretanto, caso uma mulher mostre claramente que se acha inferior a ela, normalmente fazendo algo para ela, como lhe dar comida ou escovar seus cabelos, ela aceita dar uma carona, com cabeça erguida e olhar triunfante, mas não esquece quando é traída ou usada apenas como animal de carga. Por mais que Leon não se considere exatamente homem, ela não tem problema em ser montada por ele, pois se consideram melhores amigas. Sua comida preferida são cerejas, e gosta de ser chamada pelo apelido de "Nana".
[b]Atributos:[/b] Agilidade > Reflexo > Força
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 25
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Leonheart Valentine Dom Maio 16, 2021 11:46 pm
Atualizado.
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : Leonheart Valentine GX67lHH
Créditos : 14
HoyuEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: Leonheart Valentine Qui Ago 19, 2021 6:51 pm
Vindo aqui fazer algumas atualizações que fiquei empurrando com a barriga, mas já deveria ter feito a muito tempo.

Primeiro, atualiza ai os novos valores de atributos, xp, bonus, vida e stamina. Segundo, aproveitando que to no post 9 da minha aventura, queria fazer um pequeno ajuste na minha aparência, pois ela descreve como fico com outras roupas, mas não na roupa comum. A parte em negrito é a adição, mas não coloca ela em negrito na ficha.

Spoiler:
Possui um corpo esbelto, com traços delicados, sem muitos músculos e muito bem cuidado. Seus olhos são azuis, e seu cabelo é de um chamativo tom de rosa, longo o suficiente para alcançar seu joelho, mas que sempre fica em uma grande trança com grande parte dentro de seu largo chapéu. Em questão de vestimentas, por mais que gostei de trocar de roupas dependendo da ocasião, sempre com um belo guarda-roupa, suas vestes normais e casuais consistem em uma camisa rosa claro com estrelas rosas nas mangas, por cima de uma camisa de manga longa vermelha, um grande chapéu rosa com vários acessórios, um longo casaco rosa com riscos amarelos nas mangas, que ficam amarradas em volta de seu pescoço para se assemelhar a uma capa, um short amarelo com quadrados rosas e um tênis rosa. Sua pele é clara, e possui um porte físico bem feminino, que com sua beleza cultivada arduamente geram uma dualidade de interesse nas pessoas. Quando está vestido de homem, mulheres e pessoas com atração por homens o veem quase como um príncipe encantado, extremamente gracioso e elegante, mas quando está vestido de mulher, homens e pessoas com atração por mulheres o veem como uma verdadeira donzela delicada, como se fosse a mais bela dama, contagiando todos com sua beleza estonteante. Apesar disso, em suas vestes normais, carrega um ar andrógeno que faz com que as pessoas não saibam dizer se trata-se de um homem ou uma mulher.

Terceiro, quero que adicione o meu premio de narrador do evento. Comprovação: https://www.allbluerpg.com/t675-e-p-desventura-na-terra-dos-sonhos-recompensas

Código:
[b]Nome[/b] Insígnia da Pureza
[b]Descrição[/b]
[b]Efeito[/b] Essa insígnia emana um brilho colorido, como uma espécie de aura que envolve o portador. A aura pode assumir qualquer cor que o usuário escolher. Porém, é apenas visual, não sendo capaz de causar condições ao utilizar disso.
[b]Preço[/b] 1.250.000 B$
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 25
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Leonheart Valentine Sex Ago 20, 2021 3:12 pm
Atualizado.

Leonheart Valentine ZbnQSBs - Preciso que você escolha uma imagem para a insígnia, algo simples e que combine com a temática dela.