Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Grupo 8 - Akira, As, Ren

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte
Shiori
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Grupo 8 - Akira, As, Ren Ter Nov 08, 2022 10:24 pm
Aqui ocorrerá a Batalha dos Participantes: Shimizu D. Akira, As E. Volkerball, Ren

Fichas do Grupo:

_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren YHVeK1M

Grupo 8 - Akira, As, Ren VYrwji0
Shiori
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Ter Nov 08, 2022 10:24 pm



Halloween: Masmorras e Dragões.


Grupo 8 - Akira, As, Ren LVQOPxd

O contratante se mostra amigável na frente dos participantes, surgindo sentado meio as rochas, que mais parecem um trono, o ambiente escuro, permite apenas que pouca visão se estenda atravez dele, para aqueles no entanto que enxergam mesmo em meio a penumbra, suas observações seriam que aquele ambiente, é um tipo de caverna.

Mas haviam estruturas rudimentares construídas, pedras alocadas nas paredes, e organizadas de uma maneira eficiente. Mas já muito desgastadas, com lascas, ou rachaduras pela sua extensão.

Naquele trono, no entanto, o que se destacavam eram os grandes olhos brilhantes daquela cabeça de abóbora, que pareciam duas tochas. O sorriso luminoso que tinha uma aparência assustadora, se mostrava inerte e observadora, com a cabeça apoiada sobre seu punho direito.

Inicialmente era fácil de se imaginar que se tratava de algum inimigo, alguém que trouxe eles para lá, mas talvez não fosse o caso. Mas o primeiro instante de silêncio poderia talvez criar uma sensação desconfortável. Como se uma energia desconhecida percoresse através de sua espinha. Se abrissem suas bocas veriam o vapor saindo, mesmo que não estivesse frio, aquele efeito era muito similar ao que se sentia em ambientes gelados.

Então finalmente algo acontecia, três portais surgiam nos arredores, e mostravam um novo ambiente. Uma voz ecoava pela sala toda, mas era incerto se se tratava vir da cabeça, ou se era uma coisa vinda do além.-Escolham seu destino!!- era tudo que aquela cabeça falava.

Frente aos guerreiros agora haviam apenas escolhas difíceis, qualquer lugar que eles entrassem iria ser perigoso, e talvez sua última aventura na terra, eles precisavam ir diante do destino que provavelmente os guiaria para a glória ou uma morte dolorosa.

Regras Gerais do Combate:


_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren YHVeK1M

Grupo 8 - Akira, As, Ren VYrwji0
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
00
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Qua Nov 09, 2022 7:01 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 1



De repente eu tinha aparecido do nada no meio de uma caverna. E como se isso não bastasse, ao meu redor tinham dois desconhecidos, e na minha frente uma estranha abóbora em cima de um trono. “Isso realmente precisa parar de acontecer…” Suspiraria fundo ao perceber que essa não era a primeira vez, e nem segunda, que eu tinha sido transportada do nada pra sabe-se-lá aonde desse jeito.

A situação já era beem bizarra, mas pelo visto, como diz o ditado, não tem nada estranho que não possa ficar ainda mais estranho. Três portais surgiram na nossa frente, e uma voz sem corpo, que eu não sabia se vinha da cabeça ou do além, mandou que a gente escolhesse os nossos destinos. Eu não parecia ter outra escolha além de seguir o fluxo na esperança que eu acordasse logo desse sonho sem graça.

- Oi, eu sou a Ren! - Me apresentaria em um tom de voz amigável e casual, fazendo um pequeno aceno com os dedos, tentando cortar a atmosfera opressiva daquele ambiente. - E então, em qual portal vamos entrar? Não tenho preferência. - Explicaria, cruzando os braços em seguida. Não sabia se essa era a primeira vez daqueles dois em uma situação daquelas, mas pra mim isso já era algo relativamente comum, então não tinha motivo pra me preocupar. Quando alguém do grupo decidisse em qual portal entrar, iria atrás deles  Se entrarem em portais diferentes, apenas daria de ombros e entraria no que restou.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Grupo 8 - Akira, As, Ren Qi7A0wd
Yami
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren Giphy
Créditos :
46
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2089-hellhounds-6-sands-and-tears
Yami
Avaliador
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Qua Nov 09, 2022 10:52 pm

Masmorras e Dragões
- Falas | ~ Pensamentos



Como médico, minha recomendação era de nunca fazer refeições pesadas antes de dormir, mas eu teimava em ignorar meus próprios conselhos. Por conta disso, sonhos esquisitos me visitavam toda a noite, normalmente agitados demais, o que me fazia descansar pouco. Por sorte, recompensava a falta de energia com mais comida, mas aquele sonho ali estava esquisito demais para ser mais um qualquer. — Cheiro de… Abóbora. — Diria em tom de voz normal, farejando o ar como meu irmão canino costuma fazer quando sente um cheiro que gosta.

Para minha alegria, Às também estava por ali, bem como uma garota exatamente do tipo de minha irmã. — Hey, você é nova aqui. Me chamo Akira! Mas isso você já deve saber. — Diria, ainda interpretando que tudo aquilo era um sonho. Diferente dela, não era nada sutil com os cumprimentos, avançando para lhe dar um abraço apertado. Enquanto Às a cumprimentava também, olharia para baixo, notando minha armadura brilhante, digna de um poderoso guerreiro, caso estivesse já a vestindo. — Hooooo, olhe que roupas legais!!! — Diria, pulando de um lado para o outro para sentir o peso distribuído pela pesada armadura.

Minha atenção então era direcionada para o cheiro que havia me atraído até ali. — GHYAHAHAHAHA! Tentou comer abóbora direto? Eu sei como é. Lembra da vez que tentei comer o peru de natal antes dos outros, Às? — Começaria a gargalhar, relembrando do cenário. Tentaria descrever para Ren, enquanto fazia alguns gestos. — Acabei encaixando a cabeça nele, pois queria comer os miúdos, sabe? Aí acabei ficando entalado, GHYAHAHAHA! — Secaria uma lágrima de canto de olho. — Meu irmão botou uns óculos e fiquei batendo nas paredes sem enxergar nada. Precisei comer até fazer uns furos para voltar a enxergar, GHYAHAHAHA! — Talvez meu senso de humor fosse algo muito opositor ao cenário em que estávamos, mas era uma boa história.

Grupo 8 - Akira, As, Ren 7fc313174d9b927f73a4ed4661b7af0f

A questão dos caminhos, era fácil decidir também. Farejava o ar, bem como deixava a área de atuação do meu Haki preencher o ambiente em busca do melhor caminho. Caso encontrasse algum promissor, apontaria meu dedo adiante, como um exímio explorador. Caso contrário, apenas apontaria para o caminho do meio mesmo. — Sigam-me os bons! — Diria, com isso, seguindo adiante de peito estufado, pronto para ver o que aquele sonho maluco estava me reservando.


_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren V8upj2D

Grupo 8 - Akira, As, Ren YDNzcDa
Às
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Qua Nov 09, 2022 11:30 pm



»» D&D ««

- Às Volkerbäll -


♠


A sensação era como despertar em meio a neve, embora abrisse os olhos e não enxergasse nenhum sinal da mesma e muito menos notei-me deitada em uma cama, podia ter a imediata noção de que de alguma maneira não estava mais onde deveria estar. - Que merda… - pensava, espreguiçando-me um pouco antes de perceber que Akira também estava comigo, assim como uma outra pessoa. Bastava virar-me para assim conhecer Ren e bem, não podia negar que já era um prazer conhecê-la. - Você é casada? - movia a cabeça em sinal de dúvida em uma fala abertamente espontânea, porém altamente imprópria. - Desculpe, esqueça o que eu falei…meu nome é Às. É um… meu Deus… prazer conhecê-la. - diria, observando-a dos pés a cabeça, ou seria correto dizer, ponta das orelhas?

Conforme movia meu rosto podia ouvir um barulho estranho de metal tilintar e foi só nessa ocasião que podia notar que não apenas ela, como Akira pareciam vestir roupas estranhas. - Por que vocês estão com essas roupas? - questionaria, até notar que o tilintar vinha da minha cabeça, notando que eu mesma também vestia roupas não muito convencionais. - Parece que vamos ter de trabalhar juntos. - comentava, após observar o homem cabeça de abóbora e antes de responder a Akira sobre o ocorrido do Peru de Natal. - Eu não me recordo pois já estava bêbada, mas o Rango me contou tudo depois. - cruzava os braços, observando as três portas surgirem à nossa frente. - Tenho preferência para alguma que me leve para o seu quarto. - comentaria em resposta a Ren, observando-a de soslaio antes de gesticular. - Pelo menos eu estaria longe desse lugar. - diria, antes de passear pelo local através da minha vista.

Suspirava, percebendo que talvez as coisa não fossem tão simples assim. - Vamos na porta do meio então. E ver no que nos metemos. - caminhava assim em direção a porta, deixando para Akira e seu ímpeto tomarem a dianteira, antes de entrar logo em seguida.















Histórico:






_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren Z0zQdpF

Grupo 8 - Akira, As, Ren ZaT0xpq
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Qui Nov 10, 2022 7:06 pm



~Cerebro e Esporos~

O ambiente é uma bela floresta cheia de grandes cogumelos que vez ou outra disparam esporos pelo ar, todos eles bonitos, e eles infestam o ambiente inteiro quando o fazem, o rio que passa entre as duas partes da floresta se mostra um ambiente bastante limpo, água corrente que passa em algumas bifurcações na floresta.

É um ambiente bonito, e ao mesmo tempo perigoso, já que a flora é totalmente desconhecida. Caminhando entre as árvores, notariam por ali uma pouca incidência de animais, ou qualquer coisa desse gênero, o que era claramente um mal sinal já que a ausencia de fauna costuma indicar perigo.

Grupo 8 - Akira, As, Ren 880c2efa0cb61d7e505dbbe0e9c89c31

Dificuldades Ambientais:


E é um fato que o perigo veio até eles, em meio a raízes, fungos, e todo tipo de flora, chegava aquela visão tentacular ainda distorcida, era difícil ainda identificar, até que a sua movimentação era direta em sua direção, aquele era um devorador de mentes. Os tentáculos no rosto e o movimento abyssal revelavam a assustadora fúria. - Sejam gratos por estarem diante um ser como "Eu". Pequenas criaturas inferiores e rudimentares. Este é meu território; meu campo de lazer; minha fauna experimental; meu mundo. Vocês ousam insultar este santuário com estes pés imundos? Hunf. Quanta insolência. O devorador diria enquanto flutuava e pairava seus pés por cima de um dos enormes cogumelos, estando uma distância razoável de seus adversários.

E finalmente aquela criatura se apresentava, tão esperta quanto perigosa, avaliava seus oponentes, não iniciando os ataques, já que ele parecia estudar o que era sua presa, o que ele conseguia captar era incerto, talvez não estivesse usando apenas os olhos pra isso, talvez ele estivesse indo além e talvez isso fosse apenas impressão.

A energia parecia correr pelo corpo dele, de modo a mostrar que ele possuía habilidades perigosas. Aina assim a imponente figura mantinha os olhos atentos, poderes preparados e estava apenas na espreita até a hora de atacar.

Grupo 8 - Akira, As, Ren D1a7fb8829cffcef5fafd05e97f9afac

Devorador de Mentes:

classes escolhidas:

Turno 1:
Yami
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren Giphy
Créditos :
46
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2089-hellhounds-6-sands-and-tears
Yami
Avaliador
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Sab Nov 12, 2022 11:52 pm

Masmorras e Dragões
- Falas | ~ Pensamentos

PDV: 103.380/103.380
STA: 2.400/2.400
CONDIÇÕES: N/A



O cheiro do lugar me lembrava da macarronada com cogumelos de minha mãe. A visão também lembrava muito de como ficava o fundo da panela depois de alimentar tantas bocas. O que mudava eram as variedades de cores e tamanhos, sendo algumas tão grandes quanto navios, enquanto outras eram do tamanho de minha unha. — Uaaaaau, que lugar maneiro! Nunca tive um sonho tão vívido! — Expressava em voz alta, olhando de um lado para o outro, animado com o que estava vendo.

Asas brotavam de minhas costas, enquanto eu olhava para o cogumelo mais alto dali, que mais parecia com uma montanha. — Eu vou subir nela! — Mas meus planos eram interrompidos com um polvo aparecendo do nada. — GHYAHAHAHAHAHA! Foi exatamente assim que eu fiquei no jantar, Ren! Só que ao invés de enfiar a cara num polvo, foi num frango. — Diria apontando para o sujeito, tendo agora a certeza absoluta de que minha cabeça estava criando aquele mundo de fantasia dentro de meus sonhos, imaginando a história de meu natal com minha família de uma forma distorcida.

Mas suas falas não eram legais, e isso me fazia despertar para a realidade. Não que ele tenha sido ofensivo ou algo do tipo, mas a menção de sua superioridade e desprezo que recaía em nós me fazia regurgitar. — Ah, é? Vou te mostrar meu pé imundo quando chutar sua bunda! — Diria para ele, deixando meu corpo começar a entrar em chamas. — Às, Ren… Fiquem por perto. Esse sujeito mal encarado vai querer causar problema. Eu as protejo! — Com o bater de minhas asas, espalhando minhas labaredas em cima de ambas as meninas, as envolveria como um abraço de minhas penas, protegendo-as dos males e acelerando a taxa de regeneração de seus corpos, impedindo feridas que poderiam ser um grande problema.

Grupo 8 - Akira, As, Ren One-piece-marco

Bateria as asas para elevar minha altura, na medida em que transmutar-me-ia para a forma híbrida de meu demônio interior, adquirindo maior capacidade combativa, que a situação exigia. Agarrando as meninas pelos ombros com minhas patas, alçaria voo para avançar em velocidade máxima na direção das mesmas. Com meu corpo incandescente, esperava chamar mais atenção para ser o foco de suas habilidades, seja elas quais fossem. Com o corpo revestido com o Haki do Armamento, bem como tendo espalhado toda a influência de meu Haki da Observação pelo campo de batalha, estaria apto a saber de tudo e ser capaz de reagir a tempo, bem como de estar preparado para o pior que fosse nos atingir.

Na medida em que nos aproximávamos, em meio ao voo, buscaria me antecipar de algum ataque direcionado a nós e já tomar as devidas contramedidas. Para isso, realizaria giros no ar para escapar de projéteis, bem como trocaria por completo a trajetória do voo ao ver que iríamos nos deparar com algum problema. Deixando tudo por conta de meus instintos para me guiar, tentaria ir chegando cada vez mais perto de nosso alvo, onde eu começaria a sequência. Antes dela, é claro, começaria a acumular água do ambiente ao redor de meu corpo, a ponto de que um par de esferas aquáticas começariam a me orbitar como satélites naturais ao redor de seu planeta.

Agora que viria a parte interessante! Chegando mais próximo, realizaria um disparo de água diretamente contra a testa do molusco, numa tentativa de distraí-lo ao mesmo tempo em que fosse lhe causar um bom dano pelo impacto, que era tão poderoso quanto um tiro. Na mesma sequência, realizaria pequenos disparos de penas flamejantes em sua direção, numa tentativa ágil de causar danos por todas as direções em seu corpo, ao mesmo tempo em que começaria a atrapalhar sua visão sobre minha movimentação, que permaneceria em voos inconstantes, imprevisíveis e ágeis, graças aos auxílios da menina-gato.

E, mimetizando como se estivesse disparando água e labaredas em sua direção, balançaria meus pés num movimento discreto para arremessar minha irmã e nossa nova companheira para perto do homem-polvo. A intenção era ocultar a aproximação delas em meio ao fogo e água que estava rodeando-o, permitindo uma investida ágil e furtiva de minhas aliadas para que conseguissem golpeá-lo com a oportunidade. Na medida em que elas avançassem, eu rodearia o adversário ainda pelo ar, acumulando água ao redor de meu punho enquanto me concentrava na formação de uma condição específica entre meus dedos.

Assim, após um rápido movimento para contorná-lo, dispararia para baixo em velocidade máxima para usufruir da gravidade, me concedendo ainda mais aceleração para mudar a trajetória do vôo em direção das costas do homem-polvo. Dali, buscaria encaixar uma voadora diretamente contra sua coluna, enfiando todas as pontas de meus dedos de pássaro em sua carne numa investida digna de uma locomotiva. Não apenas isso, pois no instante em que meu pé se encaixasse nele, fecharia os dedos para agarrá-lo e puxá-lo em minha direção, onde meu punho estaria indo de encontro com seu tórax num movimento horizontal. — Shutoryu: Nisshoku! — Gritaria, na medida em que a água fervente queimasse sua pele e o movimento cortante fizesse seu sangue jorrar em todos nós.

Técnica Utilizada:

Habilidades Paladino da Devoção:

Formas Zoans:



_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren V8upj2D

Grupo 8 - Akira, As, Ren YDNzcDa
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
00
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Dom Nov 13, 2022 1:00 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 2



Ao passar pelo portal junto dos meus dois novos conhecidos, acabei indo parar literalmente bem no meio do mato. Uma floresta com incontáveis plantas desconhecidas e cogumelos que disparam esporos. Normalmente, alguém da minha espécie se sentiria em casa no meio daquele lugar asqueroso, tendo em vista a natureza da nossa terra natal, mas esse não era o meu caso, afinal eu fui criada na cidade grande bem longe de qualquer tipo de matagal como esse aqui. O flerte da Ás teria sido muito bem vindo se a gente tivesse parado em algum lugar decente, mas só de saber que vou ter que passar mais de um segundo nesse fim de mundo já me deixava bem de saco cheio e matava toda a minha vontade de responder.

Como se não bastasse, uma estranha criatura com cabeça de polvo e corpo de homem surgiu do nada, flutuando por aí como se fosse um fantasma. - É um tritão? - Perguntei, ao perceber a cabeça molusca do arrogante monstro flutuante. - Bom, não importa. - Daria de ombros. - Se matar você for o que é preciso pra me tirar desse lugar, é melhor começar a trabalhar nisso o quanto antes, sua raça não me importa. - Concluiria com um sorriso sádico no rosto, mostrando minhas presas e emanando toda a minha silenciosa sede de sangue.

Imediatamente, me concentraria por um instante e usaria minha Dádiva Lunar, conseguindo entrar na minha forma perfeita, que graças ao meu treino consigo sustentar por tempo indeterminado. Meus cabelos cresciam, meus olhos brilhavam em vermelho e meu poder crescia incrivelmente. Além disso, envolveria meu corpo com o poderoso King of Storms, em uma modesta forma de 5 metros de altura, enquanto me preparava para a próxima fase de meu plano, no intuito de facilitar minhas defesas. Com isso, tentaria usá-lo para bloquear qualquer ataque que fosse mandado contra mim naquele período, usando seus enormes braços elétricos revestidos com Haki do Armamento para bloquear possíveis golpes que viessem na minha direção, assim solidificando ainda mais minhas defesas. Caso os golpes inimigos penetrem nos meus bloqueios, tentaria aguentar a dor com a hipoalgia que eu recebia da minha Dádiva Lunar e faria o máximo para seguir meu plano.


Grupo 8 - Akira, As, Ren E982cee3dee3633caa0def9268844635d12e8667_hq


Em seguida, sacaria a lira que me foi dada ao entrar nesse sonho bizarro, no intuito de utilizá-la para aumentar as capacidades de luta de Akira com a magia musical que aqui misteriosamente funcionava. - Este réquiem eu dedico a você... - Imediatamente, com movimentos calmos e delicados, começaria a tocar a pequena lira, utilizando por meio dela uma série de habilidades miradas em Akira. Além da minha Inspiração de Bardo, aplicaria nele também meu Clamor de Batalha e Ímpeto da Bravura. - Bom, tá na hora do fim. - Encerraria a música, guardando a lira junto dos meus outros pertences.


Música:


Ao perceber que Akira estava prestes a me envolver com suas asas flamejantes, desativaria meu King of Storms e me deixaria ser levada por ele, confiante de que seria uma forma mais rápida de colocar minhas garras no molusco à nossa frente. Dessa vez, tentaria bloquear possíveis golpes de longa distância envolvendo meus antebraços em Haki e colocando-os contra a trajetória do ataque inimigo, esperando que isso fosse o suficiente para contar os danos, mas mesmo que não fosse, minha hipoalgia garantiria que eu ia continuar firme e forte na ofensiva.

Ao ser arremessada por Akira, imediatamente ativaria meu electro no corpo inteiro e avançaria na minha velocidade máxima contra o monstro, ainda tentando usar meus antebraços revestidos para me defender de qualquer golpe. Também procuraria investir na direção oposta a que Ás estaria indo, pra que conseguíssemos atacá-lo ao mesmo tempo e de várias direções diferentes. Enquanto avançava, concentraria minha energia na mão esquerda para carregar minha técnica mais poderosa, uma lâmina pura de eletricidade concentrada.

Uma vez que estivesse a curta distância dele, imediatamente tentaria fincar minha lâmina na lateral de seu torso, ainda revestindo-a com Haki para causar o máximo de dano possível. Caso ele tentasse flutuar para escapar de mim, usaria meu Geppou para alcançá-lo mesmo no ar. - Rakurai! - Gritaria, ao aplicar a perfuração. Em seguida, eu ainda seguiria atacando, buscando arranhá-lo com dois poderosos golpes de nekote mirando seu braço mais próximo, no intuito de dilacerá-lo com minhas garras metálicas infundidas com Busoushoku.


Grupo 8 - Akira, As, Ren KfUMaPN






histórico:

arma:

objetivos:

”Habilidades de Classe Usadas”:

”Habilidade e Passiva Utilizada”:

”EDCs Utilizados”:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Grupo 8 - Akira, As, Ren Qi7A0wd
Às
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Dom Nov 13, 2022 2:49 am



»» D&D ««

- Às Volkerbäll -


♠


De alguma forma, sentia que escolher um dos caminhos não tornaria o problema mais fácil, a falsa sensação de poder escolher algo só se concretizava quando enfim chegava a floresta inóspita, em uma clara falta de contraste com Akira e Ren, cada qual reagindo ao ambiente de maneira bastante particular. - Sabe que isso não é um sonho né? - rebatia em vão para com meu irmão, não perdendo tempo eu sinalizar a Sirius para que o mesmo realizasse uma análise do local a fim de que pudesse compreender melhor a vegetação dali. - Tem algo estranho nessa floresta… - o comentário não duraria muito tempo, pois tão rápido quanto havíamos chegado, uma nova presença se revelou à nossa frente. - Se for é o tritão mais feio que já vi na vida! - respondia a Ren, enquanto vislumbrava aquela criatura estranha, ao mesmo tempo em que o ruivo parecia enfim compreender que não estava tendo um sonho completamente estranho.

Bom ver que estão motivados. Mas vamos ter cautela… - olhava os arredores. - …não sabemos ao certo as capacidades dessa criatura. - ponderava, deixando minhas lâminas embainhadas, enquanto apertava as luvas que protegiam meus pulsos. - Deixo a vanguarda com você então Akira. - com isso ficava bem evidente que tomaria a frente das ações e a nossa eventual defesa. Com o ruivo em posse do poder da fênix, tê-lo como linha de frente era excelente. - Vamos lá então…ativar Polaris! - com o comando, Sirius colocava o mecanismo para funcionar, fazendo surgir uma coloração azulada em meus braços e eventualmente algumas fásicas de eletricidade. Deixaria-me ser carregada pelo tritão, usando aquele momento para assim analisar as possíveis ações do nosso inimigo durante as ações de Akira.

Durante a “carona” conciliaria a análise de Sirius com meu Haki de Observação, preparando-me devidamente para reagir ao menor sinal de perigo. Quando Akira enfim nos lançasse até o oponente, usaria meu geppou para alcançar homem com cara de polvo o mais rápido possível, usando até mesmo o Soru quando tocasse o chão. Desta maneira, serpenteava junto de Ren a criatura, atacando-o no mesmo instante. Assim focar-me-ia em seu flanco, imbuindo meu braço com o Haki, porém não executando um primeiro ataque direto. Desta maneira, usaria as características de expansão para potencializar minha força junto de Polaris antes de tentar encaixar um poderoso soco contra as costelas da criatura. No entanto, usando da propriedade de emissão, cessaria o avanço do ataque a poucos centímetros, tentando surpreendê-lo com um poderoso impacto.

Se conseguisse junto de Ren conectar o primeiro golpe ou se conseguisse com o meu dar a mulher a chance de acertar seu ataque, continuaria a agir com ferocidade, buscando assim atingir a criatura em seu rosto, girando o meu corpo rapidamente para que assim pudesse levar minha perna até sua face, para que sim, desta vez conseguisse conectar um golpe direto. Neste momento, estaria junto de Sirius atenta às ações do inimigo e para tal usaria do Kami-E para tentaria evadir de eventuais ataques ou contra golpes, novamente circulando nosso oponente para só então buscar novamente um ataque, sendo este em suas costas. Até saber mais de como aquela criatura agia, optaria por não gastar toda a carga de Polaris com uma de minhas técnicas e por isso, após a execução dos ataques, ou caso notasse um perigo elevado vindo em nossa direção, recaria com o Soru e se necessário fosse, usaria Orion para prender-me em uma das árvores para assim encontrar uma saída mais engenhosa, deixando para que Akira voltasse a tomar a frente da batalha.











Spoiler:



Histórico:






_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren Z0zQdpF

Grupo 8 - Akira, As, Ren ZaT0xpq
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Seg Nov 14, 2022 7:50 pm
A floresta fúngica solta esporos violentos que envenenam as pessoas presentes nela. A chuva é tão grande que nuvens tomam os céus, o ar inteiro é poluído por centenas de pequenos esporos que parecem uma névoa rosa.

1 a 20: Os cogumelos não disparam esporos.
21 a 60: Eles começam a acumular esporos para disparar, +20 para o resultado do dado do próximo turno
61 a 80: Os fungos disparam uma grande quantidade de esporos que envenenam todos os presentes causando o efeito Envenenado II.
81 a 100: Os fungos disparam uma tempestade que domina o ambiente por todo o turno causando Envenenado III.

Quantidade aleatória (1,100) : 27


Última edição por Narrador De Eventos em Seg Nov 14, 2022 7:51 pm, editado 1 vez(es)
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Seg Nov 14, 2022 10:26 pm



~Cerebro e Esporos~

Era engraçado como os poros que saiam dos cogumelos emitiam um pequeno barulho quase imperceptível. Eles paravam de sair, talvez seja pela presença do devorador de mentes ou alguma condição especifica do ambiente, seja como for, Sirius era capaz de perceber esta mudança ambiental/climática, mesmo que não fosse uma mudança drástica.

A criatura cruzava os braços e seus tentáculos ficavam se remexendo por cima de seus ombros e membros. Ele ficava quieto durante as falas de Akira, talvez não ligasse para comentário de vermes, pois para eles pragas haviam adentrado em seu território; e o objetivo dele era exterminá-los.

Quem possuía o poder da iniciativa seria o devorador, mas seja por sua arrogância e intelecto, ele apenas permanecia parado analisando as formas de vida em sua frente. Poderia parecer algo fútil, tolo, mas longe disso. Ele era um domador estrategico como ninguém, exatamente por isso ele optava por "entender, analisár e calcular" os alvos em seu dominio. Dado este fato, Akira liberava sua forma hibrida enquanto Às Polaris, ambos prontos para arquear voou, junto é claro de Ren que estava manifestando suas habilidades de Mink; dadiva lunar.

O tritão então apanhou suas aliadas e levantou voo com uma ferocidade insana, mas era notável que a criatura de tentáculos permanecia inerte, exceto é claro seus olhos que acompanhavam os movimentos de Akira. – Uh-hu. Entendo, entendo. Ele diria analisando cada parte do corpo dos oponentes, sua respiração, suas expressões, suas habilidades e assim por diante. – A fênix se me lembro bem é um poder bastante irritante, em termos de cura e mobilidade segundo a mitologia. O devorador de mente ponderava e proferia sem se importar de ser ouvido, talvez ele até gostasse disso. – Uma ciborgue capaz de manejar armas biológicas integradas ao corpo em uma união simbiótica cibernética, fascinante em seu tédio. Suas palavras eram bem diferentes do que presença. – E temos por fim uma... Bestial de zou?! Ah! Me recordo sim, uma vez devorei a mente de um portador da dadiva lunar. Entendo, entendo. Ele diria enquanto seus olhos pareciam frenéticos em tal forma que não paravam de assimilar todas as informações que os participantes emitiriam, inclusive suas pupilas não paravam de se movimentar. Sua inteligência era sem igual, mas isso se dava em sua maior parte por motivo de ter ativado sua habilidade “aumento de intelecto” e “leitura de mente”.

Claro, isso havia sido em uma fração de segundos, já que, Shimizu estava moldando suas habilidades aquáticas para atacar o Devorador de mentes durante o tempo que Ren tocava uma bela canção para acender os atributos físicos de seus aliados. – Parece que estes tolos não são de todo ruim. Mas vamos dar um jeito nesse pássaro primeiro. Ele diria já mobilizando uma de suas mãos, em um movimento simples, mas bastante estiloso. – Muralhada energética! Era óbvio que Akira detinha um haki da observação poderosíssimo, mas ver o deslumbre e reagir eram mundos diferentes. Mesmo que ele houvesse previsto, não teria como reagir a caixa esférica que cobriria seu corpo.

Seja por capacidade defensiva ou acaso, Às conseguia evitar de ser pega dentro da cúpula criada pela habilidade do devorador; ou será que era a intenção dele? De qualquer forma, as duas caçadoras conseguiam se soltar das garras de Akira ao tempo que ele era preso. Os jatos de água de Akira atingiam a barreira que era inquebrável pela força defensiva. – Desça. Com outro gesto, o Devorador de Mentes estaria flutuando ao tempo que mobilizava a esfera para colidir no chão e soterrar Akira.

A força era tamanha que quase parecia que a gravidade havia triplicado em sua força de atração. Apesar de Shimizu ser jogado para um lado e para o outro dentro do que parecia uma gaiola, ele não recebia nenhum dano. Contudo, sua visão agora era repleta de terra e mais terra, já que, a esfera defensiva continuava soterrando o tritão por vários e vários metros de distância.

Se as caçadoras achavam que o devorador estava totalmente focado em Akira, e havia esquecido delas, estariam totalmente enganadas. Claro que, ele havia centrado seus comandos para impedir as ações de Akira, mas estava atento ao campo de batalha. Entretanto, a agilidade e poder de ataque dos caçadores faziam com que mesmo com a atenção redobrada o Devorador fosse alvejado por elas.

Através de um soco que conectava indiretamente, por motivo da emissão do haki, Às gerava uma paulada no tronco do devorador de mentes que fazia seus olhos estremecerem junto de seus tentáculos. Ren estava prestes a desferir sua técnica com intuito de cravar sua lâmina gerada pela eletricidade, porém, o dano recebido havia alertado ainda mais a criatura que com seus tentáculos apanhava as pernas da bardista. – Insolentes! Ele então moveu seus tentáculos com intuito de lançar para longe a ladina felina, que impactou com diversos cogumelos até ter seu corpo travado em um último de tamanho maior e mais robustez. A colisão chegava a atordoar parte dos sentidos da mesma.

Seja pela defesa do devorador, conseguia dar a oportunidade de Às atingir outro ataque. Este por sinal, deixava um enorme hematoma na bochecha da criatura. Apesar da habilidade de ler pensamentos do devorador, a quantidade de adversários dificultava um pouco sua mobilidade. – Hunf. Uma ação inútil, no fim. Ele diria tentando conectar um golpe com sua palma da mão, mas Às usufruía do Kami-e para dançar e evadir o ataque.

A caçadora cibernética cercava a criatura enquanto ficava em seu encalço, entretanto, com uma de suas habilidades o devorador antecipava os movimentos da caçadora. – Disparo Preciso! Atingindo em cheio Às, cujo golpe se quer fora possível ver seus olhos, mas sentir devastadoramente com seu corpo. A força do ataque atingirá o centro do tórax da caçadora que estrava desprotegido do haki e a lançava contra o chão sendo arrastada por entre terra e cogumelos alguns metros.

O Devorador pairava em cima de um dos enormes cogumelos, pois se quer havia se movido, flutuava sutilmente enquanto analisava as habilidades dos oponentes, bem como os adversários poderiam fazer o mesmo. Ren estava por volta de 17 metros de distancia de Às que por sua vez a caçadora estava pouco mais de 10 metros do buraco em que Akira havia sido soterrado. O tritão estava sendo arrastado pela esfera mais e mais fundo, tanto que uma hora romperia a parte terrestre e chegaria ao lençol freático, ou algo parecido. Afinal, a terra havia sido cavada pela barreira indestrutível e forçado o tritão a ver quase o inferno de perto, exceto de que seria água. O que poderia ser um problema caso ele caísse por completo.

A barreira seria dispersada, enquanto o equilíbrio mental de Akira seria recobrado pelo fato de ter sido jogado de um lado para o outro. Graças a seus poderes, poderia recobrar seus sentidos rapidamente..., mas seria rápido suficiente para não ser soterrado por completo? Afinal de contas, toda tática estava planejada pelo Devorador que com outro movimento de seus tentáculos ele lançava camadas de terra para dentro do buraco, rompendo e lacrado a possível saída do tritão. Contudo, não seria tão rápido assim, já que, demandava os movimentos dos tentáculos para finalizarem a longa distância. Isto é claro, se as caçadoras não tentassem atacar ele, ou tentariam ajudar Akira?

O tritão ainda estava vivo graças a seus poderes, pois que, as condições entre escuridão, calor, umidade, pouco ar estavam começando a surtir efeito em poucos segundos caindo em um tipo de abismo sem profundidade, exceto é claro que em seu final estava um manto aquático ao qual seria atraído uma água tão cristalina quanto em sonhos.


Grupo 8 - Akira, As, Ren D1a7fb8829cffcef5fafd05e97f9afac

Devorador de Mentes:

classes escolhidas:

Turno 2:
Yami
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren Giphy
Créditos :
46
Localização :
Alabasta - 7ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t2089-hellhounds-6-sands-and-tears
Yami
Avaliador
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Qua Nov 16, 2022 11:15 pm

Masmorras e Dragões
- Falas | ~ Pensamentos

PDV: 103.380/103.380
STA: 2.400/2.400
CONDIÇÕES: N/A



Então era essa a forma que aquele cabeça de polvo tinha para nos derrotar? Me afastando de minha nova amiga e irmã? Há! Ia precisar se esforçar muito mais do que isso se quisesse se ver livre desse homem-peixe aqui. — Ok, você me irritou agora! — Resmungava, vendo camadas e mais camadas de terra passando. Com meu Haki da Observação, acreditava ser capaz de identificar a distância até a superfície, bem como começar a pensar em uma alternativa para sair dali quando tudo aquilo acabasse. Já estava começando a ver água, o que era um péssimo sinal no sentido de ser enterrado vivo, mas excelente para minhas capacidades hidrocinéticas. — Acha que isso vai me impedir?! Você me deu munição agora, idiota! — E, no instante em que a esfera fosse liberta, precisava agir o mais rápido que conseguia para retornar ao combate. Não seria fácil, mas o desafio aquecia meu sangue. Com isto, sentia as habilidades do Paladino revestirem meu corpo, acionando habilidades nunca antes vistas (Canalizar Divindade e Arma Sagrada).

Primeiramente, apesar de amar o contato com a água, sabia que em minhas circunstâncias atuais, aquilo só iria me enfraquecer. Por isso, assumiria o controle de todo o lençol freático ao meu alcance para que não fizessem contato comigo, ao mesmo tempo em que começaria a acumular água acima de minha cabeça, como um guarda-chuva líquido. Ainda, aproveitando que o buraco não havia sido fechado por completo e, sabendo que não teria espaço o bastante para o meu bater de asas, agiria rápido ao usufruir de meu Geppou. Com ele, utilizaria o ar como plataforma para me impulsionar para cima, ao mesmo tempo em que utilizaria o “guarda-chuva” feito de água para ir empurrando a terra que fosse acumulando em minha cabeça. Não apenas o Geppou seria importante, mas toda a água acumulada debaixo de meus pés serviriam como impulsionadora para mim, me empurrando para cima como se eu estivesse dentro de uma grande seringa, e a água fosse a rolha de retenção e me empurrasse adiante graças à pressão.

As asas acabariam fazendo um papel importante também, mantendo um formato específico para que meu movimento de ascensão fosse em espiral, quase como uma broca. Com o bico apontado para cima, eu literalmente me tornaria uma furadeira, em caso da terra traspassar a minha barreira aquática logo acima de mim. E, se o cabeça de polvo achava que isso seria o bastante, eu aproveitaria o movimento de giro para acelerar ainda mais, acionando uma técnica no qual nunca havia imaginado usar para circunstâncias como aquela, mas que serviria ao propósito. — Kongō-te Ryū: Same no Uzu! — Apoiaria meu pé firmemente no ar com o auxílio do Geppou, para realizar o movimento de rotação em velocidade máxima. Com os punhos, estaria socando as paredes para mantê-las afastadas e aberta, enquanto golpeava a terra acima de mim que estivesse obstruindo passagem. Além disso, com meu bico apontado adiante, totalmente revestido em Haki, imaginaria ser capaz de perfurar qualquer resistência possível e impossível. Ainda, em caso de extrema necessidade, se algum auxílio de minhas aliadas viesse a me alcançar, aceitaria de bom grado para poupar maiores esforços.

Em caso de conseguir alcançar novamente a superfície, olharia com uma expressão muito mais séria e determinada para o homem-polvo. Com um rápido bater de asas, ainda aproveitando toda a velocidade adquirida na subida, avançaria em sua direção como um foguete. Com manobras aéreas, buscaria realizar rápidas esquivas no ar para seus ataques à distância, realizando giros no meio do voo para mudar de trajeto sem perder o meu objetivo. Caso alcançasse o desgraçado, revestiria todos os meus braços com Haki e, após antecipar sua movimentação para minha aproximação, tentaria agarrar sua cabeça, na área da testa, para trazê-lo junto comigo, enfiando sua cabeça no chão enquanto eu continuaria avançando, arrastando-a para fazê-lo sentir o gosto da terra. — Sinta o seu próprio veneno, desgraçado! — Diria, na medida em que seu corpo ia sendo arrastado.

Grupo 8 - Akira, As, Ren AmpleGrandioseHart-size_restricted

Com um rápido giro, acabaria tentando arremessá-lo em direção de minhas aliadas, fazendo que elas aproveitassem a situação para atacá-lo em sequência. No momento em que o soltasse, imediatamente mudaria a trajetória para ir atrás, ou simplesmente o faria em caso do primeiro avanço ter sido infrutífero. Indo em sua direção, revestiria ambos os punhos em água, apesar das labaredas douradas acumuladas nelas, buscando encaixar poderosos ataques contra as costelas do homem-polvo enquanto ele estivesse ocupado lidando com as ameaças de minha irmã e de nossa amiga. O ataque seria do clássico estilo dos homens-peixe, empurrando a água e vitalidade para fora de seu corpo, ao mesmo tempo em que transmitiriam poderosas vibrações para danificar seus órgãos internos.

Em todo momento desde meu retorno, buscaria prestar atenção extrema em suas ações, uma vez que o mesmo fazia coisas inimagináveis para um tritão, como eu imaginava que ele era. Aquela esfera energética poderia retornar a qualquer momento, por isso precisava antecipar seus passos a todo momento. Para algo direto, uma ágil esquiva com um bater de asas para o lado, usufruindo ainda do corpo amolecido do Kami-e para me auxiliar seria o bastante, mas quando o assunto fosse receber um ataque direto, cobriria meu par de asas com Haki e as colocaria na frente como um grande escudo, fortalecendo meu corpo com o Tekkai ao mesmo tempo em que colocaria a água que orbitava o meu redor na frente do ataque, para mais uma camada de defesa.

E aí, quando a oportunidade batesse a porta, bateria as asas para alcançar um voo baixo, descendo como uma ave de rapina em direção à sua cabeça. A intenção seria acabar fincando minhas garras em seus olhos, numa tentativa de prejudicar-lhe a visão. Ademais, notando que as circunstâncias de minhas aliadas estariam precárias, tentaria protegê-las dentro de minha aura (Aura devota), ao mesmo tempo em que consumiria um Combustível Etéreo para aumentar a recuperação de todos nós.

Técnica Utilizada:

Habilidades Paladino da Devoção:

Formas Zoans:



_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren V8upj2D

Grupo 8 - Akira, As, Ren YDNzcDa
Às
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren BcOqz4N
Créditos :
21
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t271-as-e-volkerball#780 https://www.allbluerpg.com/t742-sharp-teeth-and-hard-fists
Às
Designer
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Sab Nov 19, 2022 12:20 am



»» D&D ««

- Às Volkerbäll -


♠


O combate se iniciava de maneira frenética, o cabeça de molusco não era um oponente assim tão fácil de se subjugar e tal noção só se tornou possível após conseguir trocar alguns golpes contra ele. Porém não só de resistência ele parecia ser feito, sua astúcia era suficiente para identificar Akira como um problema e imediatamente usar de alguma habilidade estranha para contê-lo e enterrá-lo. - Sirius você viu isso? - reclamava com um notável espanto, enquanto levava minha mão ao ombro, como se sentisse uma dor a me incomodar pelo corpo. Em uma hora estava no encalço daquela criatura e de repente senti-me ser atingida por um golpe veloz e ao que tudo indicava invisível. - Kihaahaha! Puta merda, essa doeu! - o espanto, logo tornou-se humor, conforme sentia meu sangue aquecer e a animação subir pela minha espinha. - Akira retornará em breve, até lá vamos moer esse projeto de fruto do mar no soco! - diria, alto o suficiente para que Ren pudesse me ouvir.

Sirius, faça a leitura do que ocorreu, consegue identificar alguma anomalia? - prontamente estabelecia a comunicação e as diretrizes com o mecanismo, enquanto igualmente observava como o local parecia agitar-se igualmente a luta. Desta forma, fechava meu olho orgânico, deixando somente Sirius liderar minha visão, para que pudesse receber as informações necessárias para a situação, enquanto concentrava minha mente ao espaço ao meu redor com o uso do Haki de Observação. - Concentração… - cerrava os punhos à medida que me agachava sutilmente, cobrindo minhas pernas com o Haki de Armamento antes de imediatamente saltar para as florestas, utilizando do Soru como um propulsor. Uma vez entre as árvores, usaria Orion para me locomover pela vegetação, circulando o ambiente conforme ganhasse velocidade com o movimento e gingando dos cabos, procurando uma oportunidade de ataque que seria no exato instante em que Ren também partisse para a ofensiva.

Sirius, preciso que deixe Altair preparado! - dava o comando ao mecanismo, no exato momento em que me direcionasse novamente para o combate. Desta maneira, utilizando as informações de Sirius em conjunto com a percepção de meu Haki, me concentraria nas ações e movimentação de meu oponente e de meus companheiros, durante um avanço veloz onde buscaria alcançar o flanco de meu inimigo. Estaria preparada para a ofensiva, mas se notasse que alguém já estava melhor inserido nesta tarefa, acompanharia as movimentações à medida que encurtasse a distância, pois estaria lá não apenas para acrescentar em ataque, como garantir que nenhum esforço fosse perdido. Assim, caso percebesse que Ren não conseguiria conectar o golpe do homem polvo, avançaria até ela, usando a palma de minhas mãos ou as minhas pernas para receber o golpe no lugar, bloqueando assim o ataque. A ação estranha não seria por acaso, pois uma vez que o golpe fosse bloqueado, ele já seria capaz de habilitar Altair, dando-me assim uma carga extra de força para assim, com o sincronismo de movimentos, usando de minha velocidade apurada com o Kami-e, serpentear-me pelas ações inimigas, buscando conectar um poderoso soco na boca do estômago do polvo, cobrindo o braço de ataque com meu Haki, novamente conciliando a expansão e a emissão, desta vez em um único golpe potencializado.

Uma vez que conseguisse conectar o ataque, sustentaria a ofensiva, utilizando da habilidade “Luz que perfura a escuridão” para debilitar o polvo e tirar de nós o seu imediato foco para um eventual contra-ataque. Em posição de lutar, voltaria atacar a criatura, movendo-me com o Kami-E em um gingado tradicional de pugilistas, atentar a Ren e seus golpes, para que assim pudesse novamente absorvê-los se necessários para assim direcioná-los novamente ao nosso oponente. Desta forma, se a abertura para atacar ainda existisse, tentaria conectar um chute na lateral do corpo do homem polvo, descarregando o dano acumalado se tivesse para então preparar-me para o terceiro ataque, sendo este um cruzado de esquerda, mantendo a todo momento o revestimento de meu Haki.

As ações defensivas desta vez não seria tão negligenciadas, para tal me manteria afiada com meu Haki a fim de perceber a intenção do inimigo em atacar-me para só então mover-me para além de seu campo de visão ou mesmo, para que possa cobrir meu corpo com o Haki de Armamento junto do Tekkai a fim de minimizar danos sofridos. - Orion, tire-me daqui. - diria, caso sentisse ou detectasse uma situação crítica, usando dos cabos para puxar-me para longe do perigo imediato ou indefensável. No entanto, estaria preparada caso notasse a oportunidade de bloquear algum ataque físico da criatura, assim usando de minha antecipação e agilidade para colocar minhas mãos à frente do golpe a fim de absorver a carga e direcioná-la em um contra golpe feroz, nos locais já citados, antes de recuar para perto de Akira a fim de recuperar-me momentaneamente.











Spoiler:



Histórico:






_________________

Grupo 8 - Akira, As, Ren Z0zQdpF

Grupo 8 - Akira, As, Ren ZaT0xpq
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
00
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Sab Nov 19, 2022 2:17 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 3



A criatura conseguiu me arremessar pra longe com muita força, e o impacto acabou me deixando levemente atordoada, embora a cura vinda da habilidade de Akira aliviasse um pouco as condições que tinham sido aplicadas em mim. Bom, pelo visto continuar no mink ryu não ia dar muito certo, eu precisava usar um estilo de combate que me permitisse focar minha concentração mais nos ataques. - Droga, esse peixe escroto é mais forte do que eu esperava… - Falaria baixinho, enquanto tentava ficar novamente de pé. AKira havia sido soterrado

Não perdendo mais tempo, imediatamente ativar meu estilo de combate King of Storms, envolvendo todo o meu corpo com aquele gigante elétrico de 12 metros de altura. Como ele, eu estava completamente rodeada de fortes barreiras de eletricidade, que poderiam me proteger tão bem quanto qualquer bloqueio que usasse minhas próprias mãos. Agora, dava pra eu me concentrar bem mais na ofensiva. Meus olhos vermelhos demonstraram a sede de sangue que eu sentia, muito ansiosa pra mutilar o corpo do polvo membro por membro e bem lentamente.

Grupo 8 - Akira, As, Ren Ebd97968c789ab9fe9d2676b8c000b58

Caso Ás estivesse dentro do meu alcance, antes de mais nada, ergueria o enorme braço do meu King of Storms e dispararia um enorme raio elétrico em sua direção, não no intuito de ferir minha aliada, e sim de ativar seu mecanismo de ciborgue para que ela pudesse atacar o cara de polvo com mais força. Em seguida, tava na minha vez de disparar contra ele. Carregaria o máximo de energia que conseguisse na mão direita do meu gigante elétrico, e assim que enxergasse uma pequena abertura nas defesas no devorador de mentes, de preferência no momento que ele baixasse suas barreiras, faria contra ele o disparo de eletricidade mais poderoso que conseguisse, tentando atingir a maior área possível pra que o maldito não tivesse pra onde fugir. Após esse ataque, dispararia mais dois raios desse mesmo nível contra o meu adversário, novamente apenas caso enxergasse oportunidades em sua defesa.

Grupo 8 - Akira, As, Ren Main-qimg-fe93113f373ba7401a01aaa97a37720a

Em geral, buscaria ficar relativamente longe dele pra que eu não fosse atingida por mais tentáculos ou coisa do tipo. Também tentaria bloquear passivamente possíveis ataques que viessem contra mim usando a barreira elétrica de que é feito o meu King of Storms, mas caso acabe a atravessando, cruzaria meus braços, revestidos com busoushoku., na frente da área de onde viria o ataque inimigo e tentaria bloqueá-lo dessa forma. Me aproveitaria da hipoalgia dada a mim pela dádiva lunar para resistir a qualquer dor e continuar atacando mesmo que meu corpo fosse se ferindo muito.





histórico:

arma:

objetivos:

”Habilidades de Classe Usadas”:

”Habilidade e Passiva Utilizada”:

”EDCs Utilizados”:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Grupo 8 - Akira, As, Ren Qi7A0wd
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 8 - Akira, As, Ren 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 8 - Akira, As, Ren Sab Nov 19, 2022 7:34 pm
A floresta fúngica solta esporos violentos que envenenam as pessoas presentes nela. A chuva é tão grande que nuvens tomam os céus, o ar inteiro é poluído por centenas de pequenos esporos que parecem uma névoa rosa.

1 a 20: Os cogumelos não disparam esporos.
21 a 60: Eles começam a acumular esporos para disparar, +20 para o resultado do dado do próximo turno
61 a 80: Os fungos disparam uma grande quantidade de esporos que envenenam todos os presentes causando o efeito Envenenado II.
81 a 100: Os fungos disparam uma tempestade que domina o ambiente por todo o turno causando Envenenado III.

Quantidade aleatória (1,100) : 99
somasse + 20 pelo resultado anterior!