Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Loja de CréditosHoje à(s) 18:16por  FormigaCréditosHoje à(s) 17:33por  Formiga I — Te vejo por aí, caubói. Hoje à(s) 16:18por  MendoncaCabra da Peste, vol 4 - InterlúdioHoje à(s) 15:40por  SubaéIII - Death or ParadiseHoje à(s) 15:21por  Johnny BearCapitulo II: Sonho de Uma Noite de Verão.Hoje à(s) 13:02por  FormigaCriação de Profissão PersonalizadaHoje à(s) 10:16por  Samiraficha Aika KinHoje à(s) 8:42por  Yami[Ficha] Formiga-Ant BoyHoje à(s) 8:42por  Yami四 - Morte e SangueHoje à(s) 1:21por  Koji
 :: Oceanos :: Blues :: East Blue :: Ilhas Organ
Página 3 de 4 Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 Aecfe07ef5c7ca842816fd453e897a56
Créditos : 13
Localização : Lvneel - North Blue
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
四 - Morte e Sangue Qua 20 Abr 2022 - 10:33
Relembrando a primeira mensagem :

四 - Morte e Sangue

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Johnny Jersen. A qual não possui narrador definido.

Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 88XyQrB
Créditos : 12
Localização : Sirarossa
KojiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Re: 四 - Morte e Sangue Seg 9 Maio 2022 - 18:24






Morte e Sangue



O quarteto fantástico prosseguia a viagem pelo marasmo corpulento que era o rio que tinham de atravessar. O Sol escaldante fritava suas cabeças, assim como o tédio parecia tirar qualquer espírito de aventura que eles possuíam; até que isso fosse contornado pelas diversas histórias recitadas ali. Um a um, contavam os seus relatos de vida e suas origens, bem como seus desejos, agrados e desagrados. Jhonny, a mulher com nome de homem como citado por Zayn, era a única a se esquivar da atividade, antes que chegassem à nova ilhota do arquipélago. Estava na hora de uns tratamentos.

Imediatamente assim que chegavam, Ophelia passava a se refrescar com a água salgada do mar, como se não tivesse passado a última hora envolta pela substância salina. O líquido vital escorria de sua nuca para seus seios, e então caia de volta para o corpo d'água, limpando suas sensações do calor abafado que acometia todos ali. De sua boca, por outro lado, o outro líquido vital - de tonalidade rubra - se esvaía, marcando a urgência de um tratamento médico operado na moça. Tendo isso em vista - além, é claro, de itens para roubar -, Jhonny se oferecia para segui-la até o hospital, esperando ou não que o resto os acompanhassem.

Antes que partissem, no entanto, Zayn não perdia a oportunidade de se divertir um pouco com seus novos companheiros, entrando no mar que era sua casa e encharcando a palhaça, que era feita de palhaça diante de todos. Seu humor, no entanto, não se alterava; na realidade, se mostrava complacente no que tangia os atos de seus colegas, produzindo comédia através de seu novo aspecto molhado e um tanto quanto sedutor. Que personagem linda. De qualquer forma, antes que Ophelia saísse andando em busca de um médico, Liu Feng anunciava seu conhecimento, podendo, talvez, encontrar um pela região.

Dito isso, todos os quatro seguiam pelas memórias do aparente líder daquele bando, enquanto o mesmo vagava pela pequena área residencial em busca de uma espécie de hospital ou posto de saúde. Durante seu tempo na ilha, a capacidade de descobrir onde as coisas estavam localizadas acabou se tornando intrínseca, portanto, desprovida de qualquer esforço nessa atividade; não demorava muito para que encontrasse o procurado doutor, em uma pequena clínica mais ao norte da cidade. Ela possuía algumas grandes na frente, e mais parecia uma casa improvisada para aqueles fins, mas era legítima.

Adentrando o estabelecimento vazio e cheirando a desinfetante, Ophelia não demorava a começar sua ação teatral. Apesar de bem exagerada, seus ferimentos eram realmente sérios e necessitavam de uma ação rápida. Liu Feng não ficava atrás com seu pé capenga, porém, para ele, tudo aquilo parecia mais suportável. Zayn se mantinha um pouco impessoal enquanto o doutor não chegava, e Jhonny possuía interesses mais nefastos por trás de sua presença naquele recinto. Sem se importar muito, sentava em um dos sofás disposto na parede à esquerda da porta, pegando uma revista local sobre sub-celebridades de uma pilha presente no meio, sobre uma mesa baixa de vidro.

A arquitetura do local se mostrava bem aconchegante, e sua engenharia tornava a casa e clínica bem arejada. O chão, feito de madeira polida e envernizada, possuía tonalidade de mogno, enquanto as paredes pairavam entre detalhes brancos e um azul bebê mais claro. Alguns quadros se espalhavam pela recepção, logo acima do sofá onde estava Jhonny e de outro disposto em transversal com esse, ambos suportando até 4 pessoas acomodadas. Do lado direto da porta de entrada, no entanto, estava o supracitado balcão, onde nele deveria haver uma espécie de recepcionista ou atendente; este não estava presente, talvez pela falta de verba do doutor em questão.

Espalhado pelo lugar, alguns cartazes de incentivo à hábitos saudáveis e cartões de distribuição que tinham como objetivo espalhar a identidade do doutor Hans Chucrute, estavam espalhados, invadindo até mesmo a sala ao lado, que apresentava uma segunda espécie de sala de espera. Esta possuía um tapete no meio, e sobre este, uma mesa com pernas de madeira e base de vidro; ali haviam mais alguns livros e títulos de autores desconhecidos. Na diagonal dessa sala, uma escadaria levava até um segundo andar, de onde surgia a figura anã e senil de Hans.

Oh! O que temos aqui? — dizia ele estreitando seus olhos para enxergar a figura de Ophelia caída no chão aos prantos. — Hahahaha! Muito boa rapaz! — continuava o homem ao ouvir a ameaça de Zayn, agora descendo as escadas taciturnamente enquanto segurava suas mãos atrás das costas. A cada passo, um som alto era ouvido devido o toque de seus sapatos, que estranhamente não perturbavam a face agraciada por um gigantesco bigode e dois óculos circulares apoiados em um grande nariz. Sua calvície era quase despercebida por cabelos que rodeavam seu crânio, formando um estilo um tanto quanto singular.

Ao chegar no térreo, pegava Ophelia pelas costas mesmo não parecendo ter o tamanho para isso, e a levava como um pai leva uma filha para o consultório. — Volto já. Hihihihi. — novamente, sua figura desaparecia da visão dos demais, enquanto o profissional a colocava em uma maca e preparava os instrumentos que iria utilizar. A visão de todas não era proibida, embora não houvesse motivo para que o trio fosse até o andar superior supervisionar o médico. Ali, ele tratava da mulher com maestria e afinco, reposicionando seu maxilar e por fim parando o sangramento interno da moça como métodos convencionais de medicina. Dito isso, não demorava até que o próximo - Liu Feng - fosse chamado, passando pelo mesmo processo que sua companheira e futura amante. — Mais alguém? — indagava na recepção, após terminar sua labuta naqueles dois feridos. Era seu trabalho, sua vocação e sua paixão, dentre outras coisas.


Histórico:

Legenda:

Considerações:

 Code by Arthur Lancaster

   
 

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 EE4OUIx


"Assume the position to get back on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
AoYume
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 7qap3mqecqq81
Créditos : 05
Localização : Flevance - North Blue
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 10 Maio 2022 - 16:55







If it's not about me...


7
Ouvir as palavras do filhote de dragão acompanham um sorriso tímido, quase imperceptível dedilhando a lâmina por cima dos bolsos e um comentário bem brando. - Bem, também disse ser boa em sobreviver, mesmo sozinha como pôde ver que estive até então... Para o outro, reclino meu olhar na água e depois o olho sutilmente. - Não me lembro de dizer que era uma mulher... Dou de ombros em certo cinismo. - Bem, certamente é bom acostumar-se com as surpresas, então que bom que não liga. Mas eu não contaria tanto com mais presentes...

Não demora muito para chegarmos até o local que era bem mais apresentável do que esperava. Diversos quadros, um chão bem feito, um sofá e um lugar com revistas. Dedilho algumas rapidamente vendo sobre as tais celebridades. Daria atenção a algo caso fosse chamativo, mas, logo mais não houvessem jogaria ela de volta no sofá sem muito interesse para ir com os demais a próxima sala.

Ia vasculhando a estante atrás de livros com mais conteúdo. Sempre fui boa em aprender por conta e isso me ajudou ao longo das "batalhas". Quando o doutor chegasse esperava já ter em mente ali quais tinham realmente alguma utilidade para pegar em mãos enquanto ouvia as ameaças. Me divertia um pouco com o completo desinteresse do pequeno sobre a barbárie inicial e os seguiria quase como se fosse natural.

Me jogaria em qualquer canto me sentando ou apoiando, passeando o olho no livro enquanto ouvia estalos. Oscilava um pouco a atenção entre ali e o que homem fazia com certa curiosidade, e, também um certo deleite. - Isso deve doer! Um tom baixo, imperativo porém confuso soa em minhas palavras que certamente não parecia uma pergunta - e não era. Ia me desfazendo dos livros que pareciam qualquer coisa. - Acha que eu conseguiria ter feito isso aí? Se eu conhecesse um pouco mais da anatomia dela? Como... Religar as engrenagens de um contador de explosivos? A pergunta soava tão estranha quanto era, tão profundamente vazia quanto o olhar inexpressivo que pouco podia diferenciá-la dos objetos que citava, talvez, apenas discernido por um quase imperceptível ainda que rondava aqueles pensamentos envoltos em curiosidade.

Os livros que tivessem alguns conhecimentos manteria comigo enquanto ia vendo os demais entrando para serem atendidos com igual interesse.

Histórico:

Just die, i don't care!


_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 Thumb-1920-1219366
Ex-Panda
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 31e5da10d4f3dfb7fa2a1d79e251d5f1
Créditos : 08
Ex-PandaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 10 Maio 2022 - 19:48
Zayn



Jhonny parecia querer me confundir, porém como eu havia dito eu não me importava se ela um órgão genital ou outro, ela me agradava e eu saia com o que me agradava.

— Na prisão não se dá para ser exigente, e você lá dentro ia ser uma modelo Oktopaspaspaspaspas.

[...]

O médico parecia ignorar completamente minha ameaça, eu ficava meio abismado com isso, olhava para o grupo e apontava com o polegar para ele, enquanto outro braço meu fazia um sinal de que ele era doido.

Quando ele se virava, eu fingia o enforcar com dois braços e os outros dois fingia martelar sua cabeça, se ele olhasse para trás fingiria não estar fazendo nada enquanto assoviava, não mataria o velho agora, afinal precisávamos de seu trabalho.

四 - Morte e Sangue - Página 3 F3e4846ff9c16c642f9dcd01b690ac45

Quando ele levasse os dois olharia para Jhonny com um grande sorriso no rosto, olhava para a sala cheia de “tesouros” com dois olhos e o de cima a encarava.

— E então, que tal a gente fazer uma festinha ali dentro?

Se ela entendesse o sentido errado eu a caçoaria.

— Eu queria dizer, roubar e ler alguns livros, o que você tinha pensando safadinha?

四 - Morte e Sangue - Página 3 03fcd30509412adcf6761ce8cd7cf4e7

Depois entraria na sala com ela veria todos os livros, que tivesse por ali, procurava algo que fosse me ajudar a sair com mais mulheres, sedução e lábia, algo desse gênero, roubava os livros e os colocava perto da saída para que o doutor nãos os visse, não que eu realmente me importasse, e andaria para fora sem pagar nem nada do gênero, e esperava que os outros me acompanhassem.

四 - Morte e Sangue - Página 3 NWk9Qsj

Histórico :

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 XaxriMi
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 10 Maio 2022 - 22:59


A Era do Dragão



As coisas eram mais fáceis do que eu podia imaginar e diferente do esperado, o medico sequer contestava da onde teria vindo aqueles machucados que pelo menos em minha opinião leiga, facilmente seriam associados a uma briga.

Enquanto esperava minha vez, iria até a porta frontal da clinica e havendo tranca, a trancaria, senão, pegaria uma porta e a prenderia contra a porta para que assim, ela não abrisse, por fim virando a plaquinha de aberto para fechado.

Bom, continha-me, não permitindo que minha cabeça ou meus impulsos mais animais tomassem conta, como esperado Ophelia era cuidada e enfim chegava minha vez.

Para ser sincero, sentia a cada momento meu pé latejando mais e a dor irradiando por toda extensidade da minha perna, — Você não teria uma bebida para acompanhar esse momento? – Dizia emburrado, afinal de contas, ter me machucado para um ser tão inferior era um motivo fácil para que eu sentisse nojo de minha pessoa.

— Obrigado velhote... Até que suas mãos não tremem tanto quanto eu imaginava DraDraDra... – Levantando, voltaria para a recepção, me encontrando com os demais, sentiria minha perna aos poucos melhor até para caminhar.

Notando agora melhor o interior do local, já que antes estava nervoso e estressado, encontrava algo que certamente seria da minha vontade em adquirir, livros.

Não perdendo muito tempo e atravessando a porta para o cômodo que continha mais livros, procuraria por um livro de psicologia, coisa que acreditava facilmente encontrar aqui e por fim, imaginando que um velho desse tipo pudesse ter também, buscaria um livro de sedução.

Sem pensar duas vezes pegaria os dois e levaria comigo, indo até o lobby centra, me reuniria com todos, agora individualmente falando com cada um.

Aproximando-me de Ophelia, lentamente seguraria seu queixo, — Parece que o medico fez um bom trabalho hein docinho... DraDraDra...

Virando-me para Jhonny e Zayn, sorria caso notasse que eles também teriam pegado alguns livros, — Pensamos todos na mesma coisa hein... – Um sorriso sádico surgia em meu rosto.

Me aproximando dos dois, iria primeiro no ouvido de Jhonny, sussurrando para ela, — Porque não matamos esse velhote... afinal de contas, eu não estou nenhum pouco afim de pagar ou de ter vestígios de que passamos por aqui...

Pedindo que Zayn se aproximasse, repetiria o que havia falado para Jhonny, tentando ser silencioso.

Por fim, abraçando Ophelia por trás, falaria por de trás de sua orelha, — Por que não retribuímos os favores do medico da melhor forma? Quem sabe fazendo uma obra de arte para aqueles que venham o visitar... – Sorrindo sadicamente, iria até o velho, dizendo a ele.

— Senhor... como podemos retribuir sua ajuda?

Havendo a possibilidade de ele entrar num modo de combate, buscaria me esquivar para os lados de possíveis ataques e me esconder atrás de moveis em caso de golpes de longa distância.

Esperando por sua resposta, analisaria o ambiente agora procurando sinalizações de saídas ou algum tipo de saída pelos fundos.


Histórico:


_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 OAKySZI
Milabbh
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 D776fa701dbbd5baf79e8a90639230aa
Créditos : 05
Localização : Ilhas Organ - East Blue
MilabbhCivil
https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 10 Maio 2022 - 23:18
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Sete
Não sabia ao certo o que pensar de meus companheiros ainda, mas definitivamente não esperava aquela ação. Jhonny agarrava meu rosto com certa força, enquanto falava comigo bem de perto. Sentia minhas bochechas amassarem sob seus dedos enquanto a olhava estupefata.

Ao ser solta, continuava encarando, agora tecendo-lhe um sorriso bobo. - Hehehe. Gostei de você. - Não sabia dizer o motivo, mas ela parecia estranhamente cativante e misteriosa. Eu tenho que perguntar depois se ela sabe mexer com tarot, não é possível que esteja desperdiçando tamanho potencial!

Já o homem polvo... Não sei se poderia dizer o mesmo. Com um golpe no mínimo bizarro, ele me deixava enxarcada, e nem tô falando do jeito bom. Infelizmente, eu era uma vitma da minha própria infantilidade, e só conseguia rir e tentar dar o troco jogando água nele também. - Zayn... Sabia que churrasco de polvo é delicioso?! - Soltava a pergunta com um sorriso e saía andando pela areia fofa da praia.

{...}

Finalmente encontrávamos a clínica, que não parecia muito confiável. Mas ei, eu não sou exigente, isso aqui tá ótimo! Tanto que logo fiz minha cena e tive a resposta do doutor... Que descia as escadas tão lentamente que poderia me matar só pela espera. No entanto, mais uma vez aquele dia me surpreendia.

O velhaco me pegava como se eu fosse nada e me levava para o consultório. Atônita, encarava meus companheiros enquanto gesticulava aleatoriamente e emitia palavras sem som, para que pudessem ler meus lábios. "CÓDIGO VERMELHO, AZUL, LARANJA, VERDE, SEI LÁ, ARCO-ÍRO! PARA O VELHO!!!"; "ZAYN, SOCORRO"; "JHONNY, MATA ELE"; "LIU, ME DA UMA MAMA.... VEM CÁ!"

Deitada na maca, o encarava desconfiada. Contudo, ele parecia bem experiente, é o que acontece quando se tem mais de 100 anos, imagino. Ponderava calada enquanto sondava o consultório. Não demorava muito e ele terminava seu trabalho e, por mais estranho que parecesse, sentia um alívio quase imediato dos incômodos anteriores. Mas as perguntas de Jhonny me deixavam um pouco paranoica. - Você acha que eu sou um robô?! Não sou e não vou deixar você checar!

Saía da sala apressandamente enquanto checava meu corpo, que agora parecia estar voltando ao normal, mas ainda me preocupava por conta das perguntas da bruxa. Por precaução, puxava uma perna pelas costas até encostá-la na orelha, olhando desconfiada para meu pé. - Hmmmm, parece tudo nos conformes.... - Esperava o tratamento de Liu olhando os livros que ali jaziam, sabendo que a chance de nada me interessar era grande.

O dracônico também não demorava a voltar e já vinha colocando meu queixo em suas mãos. Será que tem alguma coisa na minha cara? Por quê diabos tá todo mundo pegando nela hoje? Enquanto pensava, notava minhas sobrancelhas franzindo para ele e, rapidamente, colocava meu sorriso exagerado no rosto... Ele parecia estar mais frequente desde que o gostoso apareceu. - Trabalho...? Esse rosto belíssimo não dá trabalho. Deve ter sido uma honra para ele.

De qualquer forma, notava que Liu se afastava para falar com Zayn e Jhonny e depois voltava, me abraçando por trás. Já me sentia animada com isso, mas as palavras que deixaram seus lábios incendiaram meu olhar e me fizeram encará-lo quase como uma coruja, novamente, girando meu pescoço mais que o normal. - Ahhh, sabe que não posso dizer não à uma bela obra de arte, não é?

Com a fala de Liu para o médico, rapidamente buscava proteção, esperando que ele atacaria ao se sentir ameaçado. Sacava meu chicote, e com qualquer abertura, miraria nos olhos do médico, tentando cegá-lo. Durante os ataques, ficaria atenta a qualquer represália para que pudesse desviar com esquivas ou contorcionismos.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/1896    
- Sangramento II
- Atordoado
- Hemorragia interna no estômago [1/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [1/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 88XyQrB
Créditos : 12
Localização : Sirarossa
KojiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Re: 四 - Morte e Sangue Qua 11 Maio 2022 - 21:18






Morte e Sangue



Partindo do mar refrescante que dividia duas das três ilhas de Organ, passeavam por baixo do Sol escaldante em meio a transeuntes nada curiosos e sob ferimentos um tanto quanto sérios. Nessas ocasiões, não demorava até que chegassem em um hospital e clínica não muito confiável, mas o suficiente para que tratassem de seus ferimentos. Ophelia passava primeiro, carregada pelo doutor que simplesmente ignorava a ameaça de Zayn, levando-a para seu consultório. Jhonny se deleitava com os sons de estalo e grunhidos de dor, enquanto Liu Feng esperava pela sua vez. Sua dor era suavizada com um pouco de álcool oferecido pelo doutor, antes que todos voltassem ao mesmo cômodo.

Aparentemente, o grupo já compartilhava de neurônios quando, em sincronia, pensavam em coisas iguais para realizar. Ophelia, no entanto, mantinha sua cabeça avoada e em nada pensava senão no fato das pessoas estarem apertando muito sua bochecha. De qualquer forma, queriam, antes de mais nada, ler alguns livros e coletar alguns conhecimentos para ajudá-los no que quer que eles queriam fazer. Com essas ideias em mente, eles acabavam tirando a grande sorte, afinal, tudo que procuravam e outras coisas estavam presentes naquele lugar, seja lábia, sedução, psicologia, anatomia, farmácia, diagnose, primeiros socorros, entre outros.

O grande exemplar presente no consultório do doutor que não se mostrava presente naquele lugar era praticamente uma mina de ouro para aqueles criminosos inescrupulosos, que já planejavam a próxima parte do plano. Trancando a porta da frente, Liu juntava todos com o intuito de matar aquele velhinho e fazer uma verdadeira obra de arte no lugar. Seu conceito artístico era realmente subjetivo, mas ele sabia impressionar qualquer um com seus tons de vermelho vibrante e cadáveres espalhados pela cena.

Apesar do seu ímpeto sanguinário, a resposta que obtinha era outra: o tritão de quatro braços saía pela porta da frente com os livros que havia coletado, enquanto Jhonny se enfiava nas estantes à procura de algo que a interessasse nos livros; o que não queria, apenas jogava para trás, causando a maior bagunça. Ophelia, ainda que imersa no plano de seu amado, procurava se esconder assim que Feng proferias as palavras de ameaça ao homem, esperando por uma abertura que talvez nunca aparecesse. Nesse momento, a situação parecia um pouco embaraçosa.

Ah! Vocês podem só espalhar meu nome mesmo! — ele falava, ignorando a ameaça velada de Liu Feng, afinal, do homem não havia ameaça alguma. Enquanto o profissional respondia, no entanto, o ser dracônico procurava por saídas e entradas alternativas para o consultório, encontrando janelas abertas em diversos pontos do estabelecimento. No andar de cima, também havia notado pelo menos três no consultório e mais uma no corredor, todas levando para a rua que abrigava aquela grande casa. Enquanto a briga não começava, o médico apenas tomava um pouco de seu chá fumegante, não apresentando nenhuma hostilidade ou sinal de medida defensiva.


Histórico:

Legenda:

Considerações:

 Code by Arthur Lancaster

   
 

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 EE4OUIx


"Assume the position to get back on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Milabbh
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 D776fa701dbbd5baf79e8a90639230aa
Créditos : 05
Localização : Ilhas Organ - East Blue
MilabbhCivil
https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Qui 12 Maio 2022 - 10:16
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Oito
Uma sobrancelha arqueada, a boca entreaberta e uma mão escorada no armário cujo usei de esconderijo. Aquele velho realmente não percebeu nada?! 

Perdida em minha própria incredulidade, alternava meu olhar entre o médico e Liu, como se esperasse novas ordens, mas confesso que aquilo havia até me broxado com relação a matar o velho.

Sua frase final era ainda mais estranha, já que não cobrava nada e apenas nos pedia para espalhar seu nome por aí. Será que ele era maluco? - Ei vô... Tu é doido?

Me aproximava cautelosamente de Liu enquanto analisava o pequeno médico. Chegando perto do ouvido do dracônico, sussurrava. - Por quê a gente não deixa o doidão vivo? Ele não parece uma ameaça para nós.

Com o canto do olho, analisava a sala. Zayn não estava mais lá e Jhonny parecia mais interessada em ler livros. - Os outros não parecem muito interessados na ideia também e... Sei lá, perdi a vontade depois de ver a burrice dele.

De braços cruzados, esperava a reação daquele enorme homem que inspirava certa liderança. Realmente, por quê eu estava perguntando para ele o que fazer? Desde que o conheci estou mais seguindo do que guiando... E bem, não é uma sensação ruim.

De qualquer forma, mantinha-me em alerta. Afinal, tudo poderia ser um truque do velho, fazendo-nos acreditar que era inofensivo. Com qualquer sinal de ataque, esquivaria para os lados e empunharia meu chicote, brandindo-o em direção ao rosto do médico.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/1896    
- Sangramento II
- Atordoado
- Hemorragia interna no estômago [2/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [2/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Ex-Panda
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 31e5da10d4f3dfb7fa2a1d79e251d5f1
Créditos : 08
Ex-PandaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Qui 12 Maio 2022 - 11:58
Zayn



Já lá fora e com os livros em mãos, me lembrava do que Liu havia me falado, nós tínhamos que matar o velho! Eu voltava então e com tudo abria a porta e perguntava em alto e bom som para todos ouvirem.
 
— Ei Liu foi mal esqueci que você queria matar o velho! Mas aí a gente vai fazer isso ou não?
 
Se a resposta fosse positiva eu iria lá e ajudaria a segurar o velho para que eles o matassem, mas se não eu ia só dar de ombros e chamar todos para fora, queria lavar minha pele por causa do sal da água do mar.
 
— Vamos os bebes já estão cuidados agora, é hora de vermos algumas gostosas no banho misto NUAS! Claro que eu espero que todos nós iremos ao mesmo banho, ou talvez aqui tenha medinho?
 
四 - Morte e Sangue - Página 3 Cd4fb3ecf7a24960de99960188c9a2f2
 
Ia andando saltitando por ai e olhando as pessoas que me olhavam, se alguém ficasse com cara de nojo eu iria imediatamente em sua direção com a cara séria, provavelmente ela já seria intimidada ai, mas se continuasse eu a mataria ali mesmo.
 
— Vamos Liu mostre o caminho, rápido, rápido! Esse tritão quer saber como é uma água quente vinda da terra!
 
Quando finalmente chegássemos eu iria na frente de todos e então chegaria no balcão e bateria na mesa com um grande sorriso no rosto, animado pelo o que estaria por vir nesse maravilhoso banho!
 
Apontava para o atendente possivelmente mulher, que eu já olhava dos pés à cabeça.
 
— Então minha linda e doce moça nós queremos um banho misto para quatro pessoas certo?
 
四 - Morte e Sangue - Página 3 986a0cd5c04d702f9b2b90dbde3a366b
 
Se não tivesse a possibilidade de um banho em conjunto eu ficaria mole e cairia com os joelhos e mãos no chão
 
— Porque meu deus नाश, você tinha que me abandonar agora? Eu me decidi esse lugar não merece ficar de pé, devo destruir o velho para trazer o novo, é isso o que o senhor quer não Naash?!
 
Ficava resmungando no chão pensando em como seria o meu próximo ato, talvez usaria os livros para começar mais um incêndio...
 
四 - Morte e Sangue - Página 3 NWk9Qsj
 
Histórico :

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 XaxriMi
AoYume
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 7qap3mqecqq81
Créditos : 05
Localização : Flevance - North Blue
Re: 四 - Morte e Sangue Qui 12 Maio 2022 - 19:12







If it's not about me...


8
Treino anatomia...
O "doutor" parecia um pouco avoado, ou, talvez concentrado de mais? É possível até pensar... Lerdo. Não há respostas dele para a minha pergunta, no lugar disso apenas Ophelia vocifera algumas coisas não muito contente, me fazendo me aproximar ainda mais para encará-la em um momento de silêncio que durava alguns momentos até que erguia o livro substituindo isso por um farfalhar de páginas. Movo minha mão sutilmente na direção da garota deslizando um dedo sobre o colo de seus seios aonde havia o sangue respingado. Os toques rubros guiam a leitura por entre digitais manchadas.

A forma como os tecidos dela pareciam "frágeis" era curioso. Quão forte ela havia sido golpeada? Tecidos normalmente escondidos expostos eram cativantes por sua beleza. Era quase uma pena tampá-los. Perdoaria o doutor por tal ato atroz pelo espetáculo restante. Os toques iam sendo mais fortes, deslizando as zonas onde havia sangue como cordas de uma arpa suntuosa, penetrando as unhas por suas curvas formadas de carne, nervos, ossos, anatomias de uma máquina frágil. O pensamento me fazia sorrir com certo sarcasmo por sua pergunta sobre ser um robô. Se ela tentasse me impedir tentaria argumentar com calma. - Fique quieta e não fale, vai acabar se machucando mais.

Quando não houvesse mais sangue úmido, colheria o suor e quando o doutor acabasse já devia ser metade do livro. Me afastaria e esperaria o próximo. Prosseguiria na vez de Liu, sentando-me ao lado enquanto tratavam seu pé. Menos "explosivo", mas, mais profundo. Observando ia acompanhando pegando algo que ele parecesse precisar, o doutor, chegando mais e mais perto para ver a rota do projétil. Meus lábios entreabertos não balbuciava palavras e eu continuava lendo sobre as constituições envolvidas, que artérias passavam perto, quais pontos mais sensíveis. Então anatomia era interessante assim? Deveria ter aproveitado os corpos dilacerados para ver ainda mais a fundo... Faço beiço e saio com ele.

Fim do treino de anatomia.

A confirmação das suspeitas vinha quando os outros tentavam "ameaçar" e ele só ignorava de novo. Ou seria ele esperto o suficiente para se fazer de sonso? Bem, tanto fazia, não queria matá-lo. Havia pouco que me atraísse e pouco que me irritasse. Ele era como a brisa, não lembraria nem seu rosto e tão logo fosse embora não havia motivos para ver o que uma brisa faz. Não impediria os outros porém, ele façam como quiserem. Quando fossem sair eu sairia junto.

Eles pareciam querer ir em um tipo de casa de banhos. Eu os olhava com curiosidade, e, quando chegava passeava os olhos em volta enquanto me cheirava. Zayn fazia alguma balbúrdia um banho misto e eu estalava os dedos incomodada. - Ta aí um lugar que eu nunca estive... Balbucio baixo movendo o capuz de volta à uma posição que cobrisse meu rosto. Me manteria mais calada e mais atrás ali.



Histórico:

Just die, i don't care!



Última edição por AoYume em Qui 12 Maio 2022 - 19:28, editado 1 vez(es)

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 Thumb-1920-1219366
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: 四 - Morte e Sangue Qui 12 Maio 2022 - 19:26



A Era do Dragão






A resposta do médico quebrava todo clima que eu tentava criar, a saída então de meus amigos só fadava aquela ideia ao fracasso e eu resmungava fechando minhas mãos e ainda indeciso sobre a atitude a se tomar.
 
— Isshin! Concentre-se você tem coisas a fazer! Estamos prestes a deixar nossa marca nesse mundo, velhos terão de monte para você matar... vá para o destino e explique tudo para essas pessoas.
 
Ouvia as falas de Ophelia que me faziam retornar à realidade e dava de ombros, virando de costas conforme notava Zayn aparecendo, dizia para os dois, — Você tem razão... vamos embora, afinal de contas, precisamos dar uma relaxada. – Botando as duas mãos sobre a nuca, caminhava sem me despedir do velho.
 
Sorria com as palavras de Zayn, seu jeito descontraído e pouco preocupado com a opinião alheia me cativava, porém preferia me manter em silencio, guiando o grupo até a casa de banhos com os livros sobre debaixo do meu braço.
 
Começando-se uma confusão no meio da nossa caminhada, tentaria correr ainda que me sentisse meio incapaz pelo pé machucado, tentaria acelerar minha corrida.
 
Aproximar-me-ia da atendente assim que chegássemos, esperando que fosse alguma conhecida minha, diria, — Aquela salinha especial por favor...
 
Sem mais de longas, mesmo não sendo permitido o banho misto, pouco me importava, antes mesmo de receber sua resposta, seguiria para uma das termas vazias, abrindo a porta e após que os três passassem, a fecharia.
 
Tirando minhas roupas sem muita cerimonia, enrolava em minhas pernas uma toalha e então, entrava encostando minhas costas contra a parede, soltando os ombros sobre o encosto, esperaria que os demais entrassem.
 
— Espero que aqui posso suprir as expectativas de vocês... temos um tempo para pensar no que vamos fazer, na verdade... eu tenho uma proposta para os senhores...




Histórico:



Koji
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 88XyQrB
Créditos : 12
Localização : Sirarossa
KojiAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Re: 四 - Morte e Sangue Seg 16 Maio 2022 - 21:38






Morte e Sangue



A baderna naquele consultório chegava em seu ápice, findando não muito após a revelação que já deveria ser óbvia: o médico que cuidava do estabelecimento e que cuidara dos ferimentos do bando era, na verdade, digno de internação em um hospício; ou até mesmo digno de um prêmio por pessoa mais calma daquele Blue. O fato é que a simplicidade e dissimulação do homem acabaram por retirar toda e qualquer vontade de matança que o grupo sentia diante dele, enquanto os outros apenas se mantinham afastados da balbúrdia.

Zayn, em sua despreocupação, se esquecia da tarefa de matar aquele velho senhor, retornando para dentro da clínica assim que se lembrava. A pergunta que dirigia a Zayn era prontamente respondida por ele, e seguida por Ophelia que amaldiçoava mentalmente Hans Chucrute. Se ele era idiota, louco ou burro, apenas ele podia responder quando estivesse mentalmente sóbrio. Jhonny, por outro lado, se divertia com a calmaria apresentada pelo senil, enquanto aprendia a anatomia humana da maneira mais prática - e mais bizarra - possível. Como um livro de receitas, seguia passo a passo até que entendesse o processo e a construção da massa que eram os humanos.

Com o comentário final de Ophelia, aquele senhor apenas dava um pequeno sorriso e tomava mais um gole do seu chá, antes de seguir para a segunda sala de espera. Ao notar o desaparecimento dos livres, apenas colocava a mão na boca e fazia um pequeno som: Ah! Hihihihihi! — ria um pouco de sua própria desgraça, antes de voltar para seu escritório no andar de cima. Não haviam despedidas, uma vez que o grupo, por sua vez, partia em direção às termas citadas por Liu Feng. Como líder daquele grupo, ele liderava o caminho até o local que bem conhecia.

A viagem não demorava, logo encontrando a dita casa de banhos. Sua fachada possuía tons misturados entre um vermelho, rosa e branco, todos se juntando para criar um amálgama que imbuía um tom quase libidinoso no local, embora este não fosse o verdadeiro objetivo do estabelecimento. Ao entrar pela porta de vidro, sentiam quase de imediato um ar mais refrescante, com um odor forte de sais de banho e sauna. À direita, viam uma moça de pele clara e cabelos negros que atendia quem quer que entrasse ali. Seus lábios eram emoldurados por um batom na cor mais vibrante de vermelho, contrastando com os olhos claros de cor verde.

Sua atitude com os visitantes não parecia ser nem alegre, nem rude, mas uma mistura entre os dois, formando uma espécie de impessoalidade sensual. Com o comentário de Zayn, ela dava um pequeno sorriso elegante, olhando para Liu Feng antes de fitar o resto do grupo; uma Ophelia aparentemente imóvel e Jhonny retraída, mostrando nem ao menos seu rosto. — Por aqui, xuxus. — ela dizia, pegando uma chave em baixo do próprio balcão e liderando o caminho até um corredor também à direita. O que estava a esquerda parecia levar a uma localização semelhante, dando uma simetria gigante à arquitetura do local.

Eles andavam um pouco e virava à esquerda no túnel, vendo diversas portas de vidro embaçadas tanto pelo seu material, quanto pelo calor que vinha lá de dentro. As sombras turvas que apareciam por trás da camada impenetrável de areia temperada pareciam fazer as mais variadas coisas, estando em um espectro que inseria desde a mais casual conversa, para o mais quente encontro. Após alguns segundos com a mesma visão, chegavam à sala deles, sendo entregue à Liu Feng a chave do cômodo. Ao abrir a porta, o calor imediatamente tomava conta de seus corpos, não de forma negativa, mas estranhamente refrescante. O interior era decorado com apenas a piscina de águas termais e paredes bem insuladas de madeira, que se encontravam molhadas devido à condensação da água. Nos cantos, cabides faziam suporte para algumas toalhas e para as próprias roupas do visitantes; Feng não hesitava, e estreava as águas enquanto seminu, relaxando e direcionando o encontro para o que desejava: ambições.


Histórico:

Legenda:

Considerações:

 Code by Arthur Lancaster

   
 

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 EE4OUIx


"Assume the position to get back on your knees"



Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
AoYume
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 7qap3mqecqq81
Créditos : 05
Localização : Flevance - North Blue
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 17 Maio 2022 - 18:19







If it's not about me...


9
O local parecia cheio de cores as quais observo pelo vislumbre que esgueira pela fresta do capuz. A atendente um tanto suntuosa e peculiar nos guiava enquanto as iniciativas, assim como as chaves de uma parte isolada para nós que nos era apresentada. Ele tão logo entrava ia ficando seminu antes de qualquer um. Meus olhos quase instintivamente estreitam-se por um breve momento observando sobre a forma "indefesa" mas, logo deixo de lado a ideia em mente que ele era um artista marcial e descartava a necessidade de armas.

Sinto uma gota incômoda de suor em meu pescoço escorrendo, me forçando um pouco a deixar a maioria dos livros menos um que ainda mantenho comigo. O capuz retiro em um movimento de pescoço enquanto me aproximo da margem. Diferente do outro ainda me mantenho totalmente vestida e observadora. Com uma mão puxo a capa e o vestido por baixo para cima deixando parte das minhas pernas e pés descalços  a mostra. Mordisco a ponta de uma unha um pouco ansiosa enquanto toco com os pés finalmente a fonte. Minha outra mão passeia pela capa do livro com força, estalando-os antes de erguer o objeto passeando meus olhos no que parecia ser um conteúdo sobre fármacos.

四 - Morte e Sangue - Página 3 Thumb-1920-1219366

- Já conhecia o local, aparentemente... Como antes minha  leitura sempre intercala com olhares sutis em direções propícias, insegura, talvez, paranoica de mais para drenar toda a atenção em apenas uma ação e tornar-me indefesa. Naquele momento, este lugar era o tal "dragão". - Não sei quanto vale todo esse desvio, tomei um "banho" ainda agora, mas, vamos ouvir. Qual a proposta? Meu tom é um tanto seco. Os outros também continuam em meu vislumbre. Zayn era o único que parecia um pouco menos confortável com o cenário desde a entrada, e, ainda assim mesmo entre ele e eu aquele era o tipo de ambiente que me deixa alerta. Os vi lutando, uma luta em um espaço muito fechado com eles era uma clara desvantagem.

Relevava ao ponto de ficar ao menos ainda ali e ainda sentada, somente por várias outras oportunidades já terem sido dadas, mas, havia pouco que não garantia outro movimento como no bar. Com isso em mente me manter relativamente ao cenários de conversa possivelmente era bom também. - Você deveria entrar logo "xuxu"... Brinco sem um tom que deixe claro isso sobre o que a mulher disse, para Zayn que parecia mais intenso logo depois de abaixar a perna suficiente para que a água e a névoa cobrissem as marcas das surras em minhas pernas que poderiam causar uma balbúrdia indesejada. - Menos você palhacinha, seria bom evitar molhar de mais isso aí e mesmo o calor... Termino a fala de ombros deixando para ela decidir ou não, no fim eram conhecimentos recém adquiridos e superficiais.

Daria algum espaço e silêncio antes de um pensamento aleatório me sonda. - Hey, boba da corte, você é masoquista? O Tom é seco e o livro é deixado em meu colo dando espaço à um olhar mais direto. Como as palavras eram mais àsperas temia alguma retaliação e ficava preparada pra defender. Minha desconfiança era mais sobre ela não ser e no caso, o motivo pra ignorar meus movimentos mais "hostis" reforçado pela naturalidade do draquinho com quem ele tanto flertou. Se fosse por outro lado uma resposta positiva, após uma longa olhadela apenas daria de ombros com um largo e inquietante sorriso.

Histórico:

Just die, i don't care!


_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 Thumb-1920-1219366
Milabbh
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 D776fa701dbbd5baf79e8a90639230aa
Créditos : 05
Localização : Ilhas Organ - East Blue
MilabbhCivil
https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 17 Maio 2022 - 23:26
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Nove
Observava Jhonny em seu aprendizado enquanto sentia seu toque quase gélido contra minha pele fina e translúcida. Não me agradava o fato de que ela encarava com tamanho afinco, mas naquele momento, ela que segurava a faca, literalmente.

Com sua fala, desviava meu olhar, fazendo cara de emburrada e tentando cobrir alguns pontos de minha pele. Ainda assim, deixava-os trabalhar.

{...}

Após o fiasco do homicídio, decidimos esquecer completamente o episódio e seguir para as termas que Liu tanto falava. Sem perder tempo, saía da clínica e ia até o local em questão.

Não parecia lá grandes coisas, mas tinha seu charme. - Ta aí algo que eu nunca pensei que faria.... Homicídio? Sim! Ménage? Com certeza! Termas? Nem de longe! - Dava algumas risadas ainda seguindo o grupo.

A atendente não chamava muita atenção e nos levava rapidamente até nossa suíte... É assim que chama? Bom, não podia ligar menos. Mas até que parecia agradável.

Assim que entrava, o vapor quente me envolvia, fazendo-me respirar fundo. - ARGHHHHH, QUE CHEIRO DE ÁGUA! - Imediatamente após falar, encarava Zayn com um olhar sério. - Ei, peixe. Água tem cheiro?

Ponderando, observava Liu tirar suas roupas. Era realmente uma visão senhores. E que visão! Mas logo era coberta por uma toalha. E era aí que me atingia. Eu teria que ficar nua na frente deles? E minha maquiagem?!

Assim que terminava meu pensamento, Jhonny me indagava sobre a pintura. Arregalava meus olhos para ela, esperando que fosse dizer algo mais. No entanto, ela parecia se conter. Suspirava levemente aliviada, mas ainda não me considerando fora de perigo.

- O intuito disso aqui é relaxar?! - Perguntava incrédula, afinal, naquele momento me sentia bem tensa. Apesar do vapor denso, decidia permanecer vestida, assim como Jhonny, aparentemente. Sentava-me perto da moça misteriosa e ouvia a conversa.

Novamente a encapuzada falava comigo. Dessa vez uma pergunta deveras estranha. Se eu sou masoquista.... Hmmm, nunca parei pra pensar. - O que você acha? - Perguntava em tom debochado enquanto colocava ambas pernas atrás da cabeça e girava meu próprio corpo. - TCHARAMMMM!!! - Parava de frente para ela na mesma posição, mas com os braços abertos.

Após sua resposta, olharia para Liu em uma seriedade que contrastava muito com a pose em questão. - Fala aí Liu, espero que seja picante. - Gargalhava de forma exagerada e tão logo quanto comecei, me calava abruptamente, esperando sua resposta.


DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/1896    
- Sangramento II
- Atordoado
- Hemorragia interna no estômago [3/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [3/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Ex-Panda
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 31e5da10d4f3dfb7fa2a1d79e251d5f1
Créditos : 08
Ex-PandaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Re: 四 - Morte e Sangue Ter 17 Maio 2022 - 23:34
Zayn



Para a sorte daquele maldito estabelecimento, eles tinham sim um banho misto, e Liu parecia ter a chave para que pudéssemos ir em um local mais privado, minha excitação não poderia ficar maior.

Começava a me despir enquanto olhava de canto de olho os corpos de cada um ali, e percebia algo, eu era o único que tinha tantas cicatrizes e tatuagens, pelo visto ser chicoteado não era algo que acontecia muito a outros escravos ou pessoas com facilidade...

四 - Morte e Sangue - Página 3 3db97fce35832d2fbc53255f386e13c8

Se alguém fosse reparar em meu corpo eu não me esconderia, mas o que provavelmente a pessoa veria seria um corpo lotado de marcas em toda a sua extensão, eu tinha orgulho delas por mais que fossem feias.

Eu não ficaria seminu, eu na verdade retiraria toda a roupa e deixaria quem quisesse olhar, eu não tinha vergonha dessas coisas, afinal eu era um escravo, várias e várias vezes éramos humilhados ficando pelados na frente de todos fazendo alguma atividade tosca.

Ophelia me fazia uma pergunta de forma bem seria, então eu pensava um pouco para minha resposta, eu nunca havia pensado nisso já que era algo natural respirar de baixo d’água, mas eu sabia a resposta.

— Bom pra gente estar de baixo d’água e respirar por lá é como se estivéssemos aqui como estamos agora, então não a água não tem cheiro, a não ser que esteja suja, mas ai o cheiro ruim vai ser da porcaria que ta nela, ah mas peixes tem cheiro forte então constantemente se sente algum cheiro lá no fundo do mar oktopaspaspaspas

Mas enquanto todos entravam uma epifania vinha em minha mente, 4 peitos de duas mulheres diferentes, Ophelia e Jhonny e eu possuía 4 braços e 4 mãos, era um sinal divino! Era meu momento!

四 - Morte e Sangue - Página 3 13a285236ca97781990147884a5dff1c

Jhonny me retirava de meus pensamentos me chamando, e então atendendo a seu pedido eu entrava na água quente, se eu visse alguém olhando para mim mesmo que rápido sorriria e diria a ela:

— Gostou do que viu? Oktopaspaspaspaspas.

Fazia uma pose sensual enquanto estufava o peito de forma confiante, não tem porque temer mostrar seu corpo se você tem confiança em seu físico, como um velho amigo meu dizia, nos tritões somos uma iguaria oktopaspaspaspas.

四 - Morte e Sangue - Página 3 09d71286c7b8dafbd192eb1587b863b5

Liu falava sobre uma proposta, mas com duas gostosas perto de mim, e ainda molhadas eu sinceramente estava cagando para isso, e continuava reparando nelas enquanto me lavava lentamente com um sorriso no rosto, era um bom dia, eu nunca poderia ter curtido um dia assim na prisão, será que eu poderia ter mais dias assim se ficasse com essas pessoas?


四 - Morte e Sangue - Página 3 NWk9Qsj

Histórico :

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 3 XaxriMi
Aki
Ver perfil do usuário
Imagem : 四 - Morte e Sangue - Página 3 5UDlwEO
Créditos : 00
AkiCivil
https://www.allbluerpg.com/t1779-aki-kurosawa#18957 https://www.allbluerpg.com/t1586p30-morte-e-sangue#18995
Re: 四 - Morte e Sangue Qua 18 Maio 2022 - 1:10


morte e sangue

Sobre a cobertura da joalheria mais rica, ela se move em silêncio taciturno



Aroma de eucalipto. Vento morno.

Aki girava uma moeda de beli entre os dedos, enquanto fitava a fachada da casa de banho mais frequentada das Ilhas Organ. As cores tendenciosas das paredes. A esquadria de vidro jateado, embaçado pelo calor que vinha de dentro. Um ótimo lugar para encontrar pessoas separadas de seus pertences.

É sempre bom dar uma passada nas termas.

A moeda foi lançada e apanhada em seguida. Aki afiou um doce sorriso em seus lábios tingidos de vermelho e avançou, caminhando a passos serenos para entrar na casa de banho. As sutis sensações cuidadosamente preparadas para harmonizar aquele ambiente abraçaram a jovem ladra.

Ela inspirou profundamente, permitindo-se saborear o refrescante aroma de ervas.

Então observou, logo de início, a recepcionista: uma mulher bonita de longos cabelos pretos e olhos cor de jade. Aki a estudou por alguns segundos, enquanto se aproximava de forma lenta. Os donos desses estabelecimentos são mesmo muito perspicazes, pensou.

A ladra se aproximou o suficiente para se apoiar no balcão com os cotovelos, inclinando-se um pouco para frente, para fitar a recepcionista bem de perto.

Ei, docinho ─ disse Aki com a voz aveludada. ─ Uma sauna pronta para relaxar, por favor.

Suas duas mechas de cabelo escorriam sobre os ombros. Longos feixes escuros como o ébano mais puro. Uma, em especial, caía perto do decote que se acentuava naquela posição, em que seus seios ficavam sobre a bancada.

No breve momento em que a atendente estivesse pegando uma das chaves, os olhos escarlate varreriam o recinto. A ladra buscava por brechas: salas de funcionários, casa de máquinas, quadro de energia... qualquer coisa que ela pudesse usar a seu favor, inclusive onde as chaves dos ambientes ficavam guardadas.

Quando a moça de olhos verdes voltasse com a chave, Aki lhe devolveria a atenção.

Embora preferisse caminhar sozinha pelos corredores, ela se manteve logo ao lado da recepcionista que, conforme manda o regulamento, a acompanhou até a sauna destinada. Durante o trajeto, os orbes escarlate continuariam a sondagem. Assim que chegassem à porta, Aki assumiria a chave.

Eu me viro daqui, ─ diria a ladra, mantendo o tom de veludo. ─ A não ser que queira me fazer companhia...

Uma piscadela assanhada. Um toque sutil nos lábios vermelhos. Uma aproximação tão tendenciosa quanto as cores da casa.

O que me diz, docinho?

Com a canhota, Aki tocaria na cintura da mulher caso percebesse que ela estava caindo em sua sedução, então a puxaria para mais perto, até encostarem seus corpos. Com a destra, giraria a fechadura e abriria a porta da sauna.

Por fim, elas entrariam.

Durante o meio toque que fosse, a ladra já tentaria, com suas mãos leves, furtar qualquer chave a mais que a mulher estivesse carregando. Quem sabe ela não carrega consigo uma chave mestra?


Considerações
Considere que Aki chegou ao lugar depois que o pessoal já estava dentro da sauna. Aki tentou seduzir a atendente e levá-la para uma sauna individual. Por favor, considere as qualidades Atraente e Voz Melodiosa e as proficiências Sedução e Furto. Além disso, com a qualidade Memória Fotográfica, Aki seria capaz de gravar todos os pontos estratégicos que encontrar.

Objetivos:
  • Conseguir dois punhais
  • Adquirir as proficiências Anatomia e Psicologia
  • Roubar umas joias
  • Matar marinheiros




pdv: 2.600

sta: 100

ilhas organ





_________________

Aki Kurosawa