Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

四 - Morte e Sangue

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte
Achiles
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Bf3w3iH
Créditos :
38
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
四 - Morte e Sangue Qua Abr 20, 2022 10:33 am
Relembrando a primeira mensagem :

四 - Morte e Sangue

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Johnny Jersen. A qual não possui narrador definido.

Milabbh
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Cartas
Créditos :
00
Localização :
Ilhas Organ - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t2189-zayn-suas-gostosas#24172
Milabbh
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Qua Ago 10, 2022 2:12 pm
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Vinte e Quatro
Aki concordava, fazendo-me abrir um sorriso animado com a resposta. Alegre, seguia com ela em direção ao bar, onde entrávamos despretensiosamente. Quer dizer, eu entrava despretensiosamente, já Aki, ahhh, aquela ali sempre parecia estar tramando algo.

A observava com curiosidade, seus traços, sua fala, até seus movimentos pareciam milimétricamente calculados. Sentada no balcão, olhava ao redor em busca de algo para beber, mas mal dava tempo de escolher e ouvia um estrondo vindo da porta. Um enorme homem roxo a atravessava com certa rudez, mas assim que nos avistava parecia ficar mais tranquilo. O gigante vinha em nossa direção e nos abraçava, quase içando nossas pernas no ar e, de repente, uma apalpada.

- Uma peneira muito safada! - Sorria maliciosamente e me afastava dele depois. - Bom ver que ainda estão vivos! - Exclamava para ele, mas não via Jhonny atrás, inclusive, parecia estar estranha e reclusa como sempre. Mas enfim, do que eles estavam falando mesmo? Pera, por nós?!

Perdida no assunto, alternava o olhar entre Aki e Zayn e notava que a moça pedia um quarto... Ela já queria dormir? Mas nem começamos a beber... Emburrada, olhava a situação, que era rapidamente resolvida com uma quantia em dinheiro. O barman nos escoltava para o andar de cima e o homem peixe, amigável como era, nos abraçava enquanto caminhava. Em meu rosto era notável apenas interesse pelo ambiente, não me importava com seu toque.

Finalmente Zayn falava algo interessante. - Sim, tem vinho ou grogue?! - Perguntava animada estendendo a mão, esperando a bebida. Em posse da garrafa, dava uma grande golada, já entrando no quarto. Olhando ao redor, via a decoração bem bonita, pelo menos para mim. O tritão se retirava por um momento e era aí que Aki entrava em ação. Apesar de não nos conhecermos há muito tempo, eu sabia o que aquela situação era... Ela queria matar de novo, claro!

- Tem razão... E você não acha que nós duas para um homem só é muita coisa? Digo, nós somos insaciáveis. - Sorrindo, dava ênfase na última palavra. Ela estalava os dedos e anunciava que a clientela esperava, me deixando perdida, achei que ela queria matá-lo... Tudo bem, ele parecia meio estranho mesmo. - Ahhh, que pena... - Dizia com a voz manhosa e observava o barman ir embora. Era aí que Zayn voltava e não demorava muito para entender o que realmente iria acontecer, e bem, não tinha nada a ver com dormir!

- AHHHHHH, ENTENDI! - Dizia sorridente e animada, só depois pegado a referência do brijela. - Não seja por isso. - Sorrindo maliciosamente, caminhava em direção à cama, ali perto, apoiava as mãos na parte de madeira que cerca o colchão e fazia uma espécie de cambalhota suave, pousando entre as pernas do tritão, ainda ostentando um sorriso sedutor, ainda que ligeiramente macabro.

Olhava para Aki quando Zayn a chamava, enquanto a observava, notava que não havia participado de muitos ménages à trois antes... Ou seria monange? Enfim, parecia divertido. Quando a moça chegava, nosso acompanhante não perdia tempo e nos guiava para um beijo. Passeando com minha mão pelas coxas da assassina, a apertava e intensificava o beijo, agora sentindo as carícias do roxão, que não demorava a entrar na brincadeira.

Sentia os toques suaves das enormes mãos do ex escravo, o que tornava tudo mais excitante no momento. Sem muita cerimônia, sentia meus cabelos sendo puxados enquanto era guiada para o monumento fálico que ele apelidou de membro. Sorrindo, encarava a real berinjela. A fala de Zayn atiçava e olhando através do obstáculo, podia notar que Aki sentia o mesmo. Ofegantes, nos comunicávamos por olhares suplicantes e em um movimento ansioso, nos encontrávamos no meio do caminho.

Entre carícias, sentia a língua da assassina transitar entre nós, deixando-me ainda mais sedenta pelo que viria a seguir. Vagarosamente removia minhas roupas, sem tirar a boca do local. Subia e descia a cabeça em um movimento constante e lento, que se misturava com beijos e carícias na virilha e barriga musculosa do tritão. Eles dois pareciam saber muito bem o que queriam, por isso, apenas deixava-me ser conduzida por suas hábeis mãos, forçando minhas articulações para dar ainda mais amplitude aos movimentos.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/2500    
Escoriação de Bala (Raspão - 2/2) [Não precisa de tratamento] - Desconto de 100 HP.
- Hemorragia interna no estômago [4/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [3/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Jean Fraga
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 FaqI0wB
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t2047-ii-deuses-entre-nos#21998
Re: 四 - Morte e Sangue Qui Ago 11, 2022 1:57 pm


Jhonny


A ilha naquele momento estava coberta por nuvens, quem sabe viria em breve uma forte chuva, tudo aquilo culminava para que o ambiente ficasse em total escuridão, o ambiente perfeito para Jhonny.

Ela estava sendo ouvida? Porque enquanto observava toda a situação, uma fraca chuva naquele momento começava, a sequencia de acontecimentos mexia com o consciente dos marinheiros em solo, os mais medrosos já iam se afastando do incêndio, as coisas caminhavam num rumo que a vida, levava aquelas pobres almas até a morte.

Talvez os panos não fossem eficientes de fato, mas toda a poluição sonora que se propagava no porto era suficiente para dar janelas de tiros para a morte.

Buscando entre aquelas pequenos seres, fracos e desatentos, ela achava um bem solitário, sobre um cais mais afastado, o homem vasculhava com uma lanterna o mar agitado daquela madrugada.

A primeira morte chegava agora, um tiro preciso que acertava a nuca do homem era o suficiente para que ele caísse ao mar, sendo puxado pelas fortes correntezas e sumindo naquele mar tão escuro quanto o céu daquela noite.

Ninguém parecia ter percebido nada, o som era muito bem abafado pelo ambiente, a bala caia um pouco a mais do que o esperado e isso acontecia por causa dos ventos fortes.

Os marinheiros remanescentes, em torno de dezenove que ela podia notar daquele ponto, continuavam suas vidas, muitos tentando ainda apagar aquele fogo.

Era quando um marinheiro parecia dar um aviso e todos se viraram para a barreira humana que havia sido criada anteriormente, um homem diferente dos demais surgia, suas vestimentas era mais ornamentada, caminhavam com um sobretudo branco da marinha solto sobre os ombros, carregando duas katanas.

A continência era paga e então ele calmamente seguia seu rumo até o fogo, pouco se importando com os gases tóxicos, o peixe grande havia chegado e pela sua farda, tudo indicava que ele era um sargento.

Aki, Ophelia e Zayn


A ideia e tentativa de Aki era boa, mas o barman somente a respondia com um sorriso agradável, ele ouvia os chamados no andar de baixo e logo começava a descer, por fim, acenando e confirmando que o quarto estava liberado para eles.

O contraste entre as ideias de Ophelia e Aki eram intrigantes, uma entendia que a finalidade era ir dormir, enquanto que a outra, já sabia onde tudo aquilo acabaria.

A quebra de expectativas na circense era empolgante, não havia dado para trás, ainda. Ela se animava com a ideia e se aproximava dos dois, que já estavam mais ligados no que aconteceria ali.

Nos momentos de silencio no bar, as pessoas chegavam a ouvir fortes barulhos vindo do andar de cima, as coisas estavam se intensificando e o fim da madrugada ainda estava distante naquele momento.

Por enquanto ninguém subia trazendo comes e bebes, mas não demorava muito para que alguém deixasse sobre a porta as bebidas solicitadas, batendo três vezes na porta e partindo, o possível atendente não queria atrapalhar o que acontecia ali dentro.

Históricos:

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 OAKySZI
AoYume
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-10
Créditos :
10
Localização :
Flevance - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1578-jhonny-jersen https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: 四 - Morte e Sangue Qui Ago 11, 2022 2:41 pm







If it's not about me...


24
O sangue o homem caía sobre a água e o sangue era derramado sobre o mar da baía, a água, então, jorrava, erguia-se aos céus e caía sobre mim como se agradecesse o presente umedecendo meus cabelos como um véu macabro entre os fios que despertava um sorriso igualmente diabólico. A sensação de estar molhada era um tipo de alívio e êxtase que me fazia morder os lábios em um deleite suntuoso, ainda mais estranho pelos olhos que diferente do resto do semblante não alterava-se permanecendo frio como mortos - Um deles meio que estava.

Inclino meu rosto para ver toda aquela formação em torno de um outro mais bem ornamentado que ia aproximando-se. Se não é uma sardinha grande que vem lá... Observo com olhos ainda frios e um semblante que desfacela-se do anterior para uma tenuante mais sóbria, buscando novas formas de agir se quisesse continuar me divertindo. Se aquele desgraçado não tivesse me atrasado e eu tivesse alguns explosivos... Penso acariciando a ponta da arma. Mas, bem, tem você pelo menos... Encosto a testa na ponta morna do cano após o tiro a esquentar e a água que cai agir de forma contrária em um chiado curto.

Peixe grande, peixe pequeno, todos morrem como uma bala na cabeça, certo? Firmo o pano outra vez pra continuar abafando mesmo que sutilmente. Mas e se ele me sentir ou minha intenção assassina? Isso é possível? Livros vem a mente enquanto eu continuo um pensamento estranho em minha mente. Eu tenho ângulo pra um tiro melhor? Eu conseguiria fazê-lo sofrer além da morte? O pensamento se esvai e a vontade de matá-lo torna-se algo mais intermediário e divertido.

Ergo a arma, de cima meu ângulo era favorável e com possíveis espaçamentos de uma guarnição não tão grande para o número de homens podia tentar um disparo limpo. Esperaria novamente os ápices sonoros do ambiente que agora ainda tinha somado o barulho da chuva caindo em si. Alinho o tiro sutilmente acima do alvo, ajustando ao vento se necessário após aprender com o último tiro. Me concentraria. Qual o alvo? Ora, mas é claro que era sua genitália. Havia me afeiçoado ao prazer de vê-los gemendo e sofrendo depois de fazer isto da última vez, e, pois qual motivo de fazer diferente agora? Era provável que não conseguiria matá-lo com um tiro de todo modo, e, sem veneno, por quê não incapacitá-lo pela dor e agonia?

四 - Morte e Sangue - Página 9 A0038b994f3537acd2280e926ae487a0

O canto da boca se torna um sorriso logo antes de puxar o gatilho. Tuff. Meu olho atento vislumbraria todo o breve momento até a reação dele e dos presente logo antes de novamente tentar entrar nas sombras ou algum lugar escondido pra não ser notada. Mais cautelosa e ciente da minha não tão habilidade em ficar escondida, tentaria vislumbrar se fui encontrada. Se não fosse permaneceria quieta mais um pouco esperando algum tipo de busca começasse para que eu tivesse eles se separando ao meu favor para pegar alvos mais isolados.

Pegaria a faca não mão fraca, esperando algum passar isolado me procurando pelo beco cercando e quando estivesse sobre uma posição atrás saltaria buscando um golpe com a ponta dos dedos em uma área de pressão do pescoço para fazê-lo cair imóvel antes de esfaquear o homem apenas como finalização. Se não viesse nenhum, permaneceria quieta até ver uma brecha com o sargento isolado o suficiente para buscar com a carabina um segundo tiro alvejando possivelmente dessa vez a sua cabeça para tentar finalizá-lo não valendo gastar um tiro nos outros já que isso me denunciaria.

Se tivessem me notado, voltaria a carabina as costas e pegaria a shotgun para um combate em caiting na esperança de que pelo menos o homem tivesse aturdido e os menos competentes viesse primeiro. Elevaria a arma cujos tiros dispersam e podem acabar acertando mais alvos ainda que com menos impacto, dando um primeiro disparo naqueles que fossem entrar no beco enquanto eu descia do local para correr enquanto ia tentando abatê-los, fazendo uma espécie de rota angulada no ambiente por onde houvesse caminhos disponíveis, evitando lugares fechados sendo esta minha ilha natal e conhecendo o ambiente. Tentaria desviar de projéteis com movimentos tão breves quanto possíveis que não atrapalhassem o afastamento.

四 - Morte e Sangue - Página 9 Af3F

Se o pior dos casos acontecesse, o tiro não acertasse e eles ainda me notassem, estando o homem pomposo livre para perseguir, seguiria o plano de me afastar disparando para abater uns e atrasá-los, mas, não gastaria tempo tentando circundar o meio. Abandonaria a ideia de não me afastar de mais do bar e priorizaria a segurança tentando me afastar ao máximo.




Histórico:


Just die, i don't care!



_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-1920-1219366
Aki
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 EiDhlj8
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1779-aki-kurosawa#18957 https://www.allbluerpg.com/t1586p30-morte-e-sangue#18995
Aki
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Sex Ago 12, 2022 3:26 pm


morte e sangue

Sobre a cobertura da joalheria mais rica, ela se move em silêncio taciturno



Aki continuava saboreando o grande roxão. E, agora, sua saliva se misturava à de Ophelia. Sentia o gosto do atrito de sua língua enrolando-se na dela, enquanto ambas impregnavam o tritão com o calor e o suor de seus corpos umedecidos pelo prazer.

No meio do clima intenso, escutou três batidas à porta. As bebidas, lembrou-se. Aki se levantou e caminhou até a entrada no quarto. Abriu a esquadria e, sem demora, pegou as três garrafas deixadas em frente a soleira.

Depois que Aki fechou a porta, voltou-se para os dois ainda sobre a cama. Ela ergueu as garrafas — duas na canhota e uma na destra — e disse:

Vocês estão com sede? — A voz arrastada e manhosa.

Caminhou lentamente, subiu na cama e foi até Zayn. Seus movimentos eram sorrateiros. Ela serpeava sobre os lençóis com a tensão obstinada de uma víbora. Aproximou-se do tritão e se elevou até que tivesse que olhar para baixo a fim de fitá-lo nos olhos.

Olhando-o por cima, abriu uma das garrafas com a boca. Então entornou, com leveza, a bebida sobre os seios. O vinho tinto escorreu pelo corpo pálido, acompanhando a divina silhueta.

Os olhos vermelhos faiscaram. Observou Ophelia de soslaio.

Bebam tudo — disse Aki, usando o mesmo timbre envolvente. — Até a última gota.


Considerações
Tudo tentativa.

O resultado da personalização da roupa/disfarce foi este aqui.

Objetivos:
  • Conseguir dois punhais
  • Adquirir as proficiências Anatomia e Psicologia
  • Roubar umas joias
  • Matar marinheiros


Ganhos:
  • Chave desconhecida [Roubo] - (Turno 1 individual, Turno 9 em grupo)
  • Colar de Brilhantes [Roubo] - (Turno 03 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Livro de Anatomia [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 13 em grupo)
  • 2 facas (talher) de metal [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Proficiência Anatomia - (Turno 06 Individual, Turno 14 em grupo)




pdv: 2.480

sta: 100

ilhas organ





_________________

Aki Kurosawa
Milabbh
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Cartas
Créditos :
00
Localização :
Ilhas Organ - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t2189-zayn-suas-gostosas#24172
Milabbh
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Sex Ago 12, 2022 11:51 pm
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Vinte e Cinco
Inebriada em sensações e gostos que experimentava naquele momento de intenso calor, mal me dava conta das batidas distantes na porta, discretas, mas ainda audiveis. Notando que Aki estava se levantando, erguia meu olhar, soltando o membro roxo de minha boca com um barulhento estalido, que mais se assemelhava ao destampar de uma rolha.

Com uma risadinha travessa, observava os movimentos quase teatrais da mulher. Suas curvas marcadas ficavam ainda mais evidentes no vai e vem de seus quadris, que agiam quase como um pêndulo hipnótico. - Opa, sem babar Ophelia! Hehehehe. - Com um sorriso bobo, a esperava como um cãozinho obediente.

Notava que ao meu lado Zayn fazia o mesmo, apesar de não parecer tão paciente quanto eu. Ahhh, mas Aki fazia valer a espera. Ao chegar na cama, abria o vinho com facilidade, usando seus dentes para tal façanha. Seria possível alguém parecer sedutor fazendo isso? Bem, nesse caso sim, bem possível.

Perdida em suas ações, apenas despertava do transe quando ela começava a derramar o líquido avermelhado sobre sua pele alva. Toda a cena já me compelia, mas quando aqueles olhos autoritários cor de rubi encontraram os meus, sabia que estava completamente à sua mercê, exatamente como uma de suas vítimas.

- Não precisa falar duas vezes. - Sorrindo com malícia e suplicando com o olhar, aproximava-me, engatinhando até alcança-la. Queria chegar antes de Zayn, afinal, ele parecia ser fominha.

Uma vez que estivesse jogada aos seus pés, em todos os sentidos que a frase implica, me deliciaria com sua pele alva e o sabor frutado do vinho tinto. Conseguia sentir seus arrepios a cada novo toque leve e isso intensificava ainda mais minha condição. Ajoelhando sobre o colchão, puxava a mulher contra mim, preenchendo minhas mãos com suas curvas e minha boca com o busto farto. Dentre carícias e beijos, mesclava mordidas suaves e realmente tentava beber todo o vinho que caía sobre seu corpo.

- Não gosta de beber, Zayn...? - Implicava com o tritão, olhando-o provocativamente enquanto ainda segurava Aki em meus braços. - Por quê não aproveita um pouco, antes que eu beba tudo? - Abria espaço para que ele pudesse se aproximar, agora perdendo-me nos fios negros e sedosos em busca do pescoço da dama, onde repousava minha mão e depositava beijos leves.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/2500    
Escoriação de Bala (Raspão - 2/2) [Não precisa de tratamento] - Desconto de 100 HP.
- Hemorragia interna no estômago [4/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [3/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Ex-Panda
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 13992c4e51a6ce1e4300d4e366dd4e4a
Créditos :
23
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Ex-Panda
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Sab Ago 13, 2022 2:04 am
Zayn



As coisas esquentavam bastante naquele quarto, já fazia um bom tempo desde que eu não tinha uma ótima noite desse jeito, então eu iria aproveitar como eu pudesse, mesmo que não estivesse nas melhores condições.

Infelizmente a atenção no meu braço era parada por uma batida na porta, relaxava um pouco antes de voltar para a “luta” contra aquelas duas lindas mulheres.

四 - Morte e Sangue - Página 9 03b685eb7434dddca259f8d48612b5c6

Aki voltava para a cama agora com bebidas alcoólicas, o que deixava tudo ainda mais interessante.

— Estou com sede de dois tipos de líquidos agora, se é que vocês me entendem...

四 - Morte e Sangue - Página 9 638520451cb01b34adc307552d3d27a4

Aki ficava de pé em minha frente e começava a derramar aquele belo vinho sobre sua pele ainda mais bonita, o contraste me deixava instigado, mas antes que eu pudesse fazer qualquer coisa Ophelia tomava a frente.

Já que ambas pareciam ocupadas eu andava por seus corpos com minhas mãos, boca e meu outro braço, massageava lentamente a área de Aki e depois lambia meus dedos para sentir o gosto dos líquidos que eu sentia sede.

Ophelia agora me chamava e abria um espaço, sem perder muito mais tempo eu também me deliciava com o liquido vermelho sobre a pele branca de minha futura mulher, não sei se era o vinho ou as duas, mas finalmente ficava impaciente.

— Certo garotas vocês conseguiram me deixar com fogo, ta na hora do pau!

Pegava as duas uma em cada braço e as virava com suas bundas em minha cara, e bem, mordia, lambia alternando as duas, depois disso as jogava na cama e no mamãe mandou escolhia quem iria receber primeiro.

Ophelia era a escolhida e então encaixava lentamente ele naquela parte, e enquanto fazia isso pegava Aki e a colocava em meus ombros virada de frente para mim, e bom, brincava com minha sobremesa com gosto de vinho, dois braços a seguravam na postura e os outros dois percorriam seu corpo por completo.

Começava lentamente indo para frente e para trás tanto em meus movimentos pélvicos quanto com minha língua, mas cada segundo que passava ia me tornando mais impaciente e meus movimentos ficavam mais brutos e rápidos.

四 - Morte e Sangue - Página 9 NWk9Qsj

Histórico :


Última edição por Ex-Panda em Ter Ago 16, 2022 1:34 pm, editado 1 vez(es)

_________________

Zayn & suas gostosas!
四 - Morte e Sangue - Página 9 YTpeD1K
Jean Fraga
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 FaqI0wB
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t2047-ii-deuses-entre-nos#21998
Re: 四 - Morte e Sangue Seg Ago 15, 2022 10:50 pm


Jhonny


Um peixe maior do que os demais aparecia, ele era mais intimidador e levantava certas inseguranças, a falta de informações potencializava isso, o marinheiro desconhecido era diferente não somente na roupa, mas em seu semblante morto e sério.

Dando ordens e sempre de peito estufado, ele ia botando ordem naqueles homens perdidos, Jhonny podia notar tudo aquilo, mas ainda assim, no fim, ele era humano como qualquer um.

Era quando a moça apontava a arma para ele, ainda calmo, ele continuava andando até que parava ajudando um soldado a levantar, ele ajeitava os óculos e a mira encontrava o ponto desejado.

O ambiente a sua volta parecia congelar e ouvia somente a sua própria respiração, Jhonny ia apertando o gatilho quando o homem voltava seu olhar para o topo das casas, olhando-a profundamente a metros de distância.

A bala fazia sua trajetória, mas no caminho era cortada em duas pela katana que o sargento portava, ele a guardava novamente, buscando no chão os dois pedaços da bala.

Por hora não se preocupando em caça-la, os marinheiros a sua volta se alertavam e começavam a corre em direção as escadas que levavam até o topo dos prédios.

Ela se movimentava pelo topo da casa e encontrava um soldado sozinho no beco que ficava a escada de incêndio, ele procurava uma forma de alcançar quando ouvia alguns barulhos sobre o telhado.

Jhonny não era a melhor em ocultar a própria presença, mas seu ataque preciso com os dedos derrubava o homem que em seguida era finalizado.

Dois marinheiros entravam naquele corredor nesse instante e com uma troca rápida de armas, Jhonny disparava contra os dois que voavam metros até o aberto.

A chuva, o fogo e toda aquela gritaria teria ocultado para a maioria dos marinheiros, mas não para aquele lobo branco. Surgindo das sombras a passos lentos ele ia até debaixo de uma lamparina posicionada.

— Eu podia estar dormindo agora, mas tive que vir nessa chuva toda até aqui, para o que? Amassar uma barata? Faça-me o favor e facilite minha vida, não quero sujar minhas mãos com você.

— Tire sua própria vida com essa arma que porta, no fim, as coisas acabariam exatamente assim em qualquer um dos cenários.


Ainda com as katanas guardadas, ele se apoiava na parede agora olhando para o céu chuvoso, — Mais que noite de merda... – Lagrimas escorriam pelos seus olhos – Eu rezo todos os dias para você meu deus... e é isso que você traz até mim? Quantos mais eu terei que matar até ter seu perdão e sua graça? – Perdidos nos pensamentos, talvez fugir fosse possível, tirando o homem que fechava a entrada do beco, para o lado contrário, Jhonny conseguiria fugir, até mesmo entrando em outros becos interseccionados, talvez tentar abrir alguma das portas, ou até mesmo usar o esgoto, havia uma entrada logo abaixo de seus pés.

Aki, Ophelia e Zayn


Num clima completamente diferente e sequer imaginando o que acontecia lá fora, a chuva forte que ia a cada vez se intensificando mais abafava o ambiente externo.

Aki era sensual e tinha suas artimanhas para levar seus parceiros a loucura, a bebida derramada que viajava por suas curvas magnificas deixavam-na perfeita como uma obra de arte.

E caidinha no conto da sereia, Ophelia ia como uma posse até seu dono, sem questionar, entrava na dança que a Dama da Noite criava naquele momento.

Ainda que criticando as atitudes de Zayn, era ela quem naquele momento era fominha, com razão... poucos tinham o privilegio que ela tinha, apreciar daquele momento e ainda sair com vida.

Zayn, o homem peixe e agora, acompanhando de suas gostosas, tomava as rédeas da situação, era hora de botar ordem na casa e de forma bem simples ele decidia quem seria a primeira.

Logo partindo para uma parte da noite um pouco mais “profunda” ... o clímax estava começando e naquele momento, ele sequer se lembrava de sua companheira que havia deixado do lado de fora.

Históricos:


Última edição por Jean Fraga em Ter Ago 23, 2022 10:30 pm, editado 1 vez(es)

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 OAKySZI
Milabbh
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Cartas
Créditos :
00
Localização :
Ilhas Organ - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1609-ophelia-jester#17229 https://www.allbluerpg.com/t2189-zayn-suas-gostosas#24172
Milabbh
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Ter Ago 16, 2022 1:47 pm
Quem disse sangue?!... Pera, era meu?!
Vinte e Seis
Perdida nos fios negros da assassina, mal notava o que o tritão fazia ao nosso lado, isso é, até que ele decidia dar o próximo passo para aquela noite que parecia estar apenas começando. Suas mãos enormes percorriam nossos corpos molhados de suor e álcool, apertando pontos estratégicos que nos faziam suspirar.

Mas acham que ele pararia por aí? É claro que não, satisfazer um homem não é tão simples, ainda mais um daquele tamanho. Sem enrolar, ele nos virava para si, encarando de perto tudo aquilo que costumamos cobrir com várias camadas de roupa. Naquele momento, ele percebia que estávamos prontas, sendo denunciadas por nosso íntimo inundado pelo prazer.

Ele parecia pensar quem seria a primeira a provar dele, e bem, para minha sorte... Será que poderia chamar assim? De qualquer forma, eu era a primeira. Alheia à situação de Aki, sentia meu corpo ser invadido pelo tritão. Cada vez mais fundo e aumentando a velocidade, ele me levava a lugares que não sabia poder alcançar.

Cada nova estocada arrancava um suspiro e gemidos, sentindo a pele ceder ao seu domínio. E sim, a minha deficiência também afetava essa região... Afetava o corpo todo. Por esse motivo, era capaz de comportar toda a sua... "Magnitude".

Ofegante, olhava para trás e sorria sadicamente para o homem peixe. - É só isso que pode fazer? Por quê não me bate um pouco? - Preparando a musculatura, esperava receber um poderoso tapa na região glútea.

DetalhesFalas
*Histórico:
Ganhos:
-100 B$ (esmolas)
- Chicotin
Perdas: N/A
Ferimentos:
HP: 2600/2500    
Escoriação de Bala (Raspão - 2/2) [Não precisa de tratamento] - Desconto de 100 HP.
- Hemorragia interna no estômago [4/4]
- Deslocamento da articulação Temporo Mandibular [3/3]

*Objetivos:
- Roubar uma arminha tops
- Sair em uma aventura
- Aprender Proficiência Armadilhas
- Aprender Proficiência Avaliação
- Me divertir <3

@mm
Ex-Panda
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 13992c4e51a6ce1e4300d4e366dd4e4a
Créditos :
23
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Ex-Panda
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Ter Ago 16, 2022 2:47 pm
Zayn



Tudo estava ocorrendo bem e gostoso até demais, tinha de me controlar várias vezes, afinal eram duas moças muito gostosas ali, Ophelia tinha um corpo pra lá de interessante e agora eu podia sentir isso de várias maneiras.

A cada movimento pélvico, ficava mais forte e mais intensos em todos os meus movimentos, as mãos que seguravam Aki e massageavam seus peitos, minha língua que percorria sua área especial, as “estocadas” que dava em Ophelia, mas algo retirava meu foco, e era a própria que estava em minha frente.

Ela pedia para que eu batesse nela, o que me animava bastante, ela sabia que aquilo me agradava? Ou talvez ela só fosse muito masoquista mesmo, mas isso não importava agora, eu queria lhe dar um tapa bem dado.

— Pelo visto você nunca aprendeu que não se deve brincar com fogo.

四 - Morte e Sangue - Página 9 31e5da10d4f3dfb7fa2a1d79e251d5f1

Minha mão subia na altura de meu peito, e descia em sua bunda na área da direita, se sua bunda retraísse para baixo daria outra mais perto da área posterior da coxa para levanta-la, aproveitando a seção mais sádica, puxava levemente os mamilos de Aki.

Ficaria ali até as duas chegarem ao clímax, quando percebesse que o melhor havia ocorrido trocaria de posição, agora estava na vez de Aki, a descia para o colchão, só para ter certeza de que tudo estava lubrificado daria mais uma lambida e colocaria Ophelia para me ajudar.

Ela iria por baixo e eu lamberia a parte de cima, seu precioso anel, Aki parecia que gostava de tudo então não me segurava, e é claro enquanto isso esfregava meu membro em Ophelia.

Depois disso viraria Aki com brutalidade na cama, a jogando quase como uma boneca, mas claro sem a machucar, puxaria suas pernas a trazendo para perto de mim, lhe daria um beijo muito intenso e então a penetraria.

Colocava Ophelia do lado dela, ambas de barriga para cima com seus rostos virados para mim, duas mãos trabalhariam em Ophelia, uma em seus seios e a outra a tocaria na parte de baixo, Aki eu apertava sua cintura e a outra em seu pescoço, como estávamos todos perto um dos outros daria mais um beijo triplo.

Agora a meta seria fazer as duas gozarem mais uma vez antes de mim, não sentia que iria durar mais de um turno hoje depois de tantas lutas e ferimentos, mas me esforçava para alcançar meu objetivo com certeza.

Olhava para as duas com um olhar satisfeito e confiante no rosto, ainda tinha uma coisa que eu queria tentar antes de finalmente me dar por vencido, mas não antes de curtir mais essa posição.

四 - Morte e Sangue - Página 9 58341b1b89ef6e58b17e2e0e4b8a3f5f

— A partir de hoje vocês são as minhas mulheres, e eu não aceito não como resposta!

四 - Morte e Sangue - Página 9 NWk9Qsj

Histórico :

_________________

Zayn & suas gostosas!
四 - Morte e Sangue - Página 9 YTpeD1K
AoYume
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-10
Créditos :
10
Localização :
Flevance - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1578-jhonny-jersen https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: 四 - Morte e Sangue Qui Ago 18, 2022 12:24 am







If it's not about me...


25
A noite não era tão gentil comigo quanto à chuva que pairava beijando meu rosto com a sensação asfixiante e frígida de sua gentileza irreparável. Ah, não, ao contrário, o que via no olho focado era o homem confrontando o projétil com sua espada para parti-la em duas logo antes de um certo alarde ser feito. Mas, inicialmente, não por ele que permanecia impassível e até um tanto desconexo sobre a vida de seus prováveis subordinados.

Ele fica parado e os outros avançam. Um, dois, três peixinhos intrometidos encontram seu fim pelas minhas armas esmorecendo ao solo. Não havia tempo para degustações e provavelmente seus sangues eram ruins, muito menos para pilhagem quando a figura com a sensibilidade de um profeta aparece em minha frente. E, tal qual um, ele vinha com estranhas conversas sobre piedade e algum tipo de adoração a seja qual Deus for.

- E vai dormir então caralho. Digo virando minha cabeça de lado olhando o cara que está ali em seus próprios devaneios. - É... é, você tem razão... Digo virando a minha arma de maior calibre contra meu próprio queixo olhando o homem com um olhar tão frio quanto a noite que parava sobre nós. - Hum... Er, não, na verdade... A arma virava-se apenas o suficiente para angular com a lamparina que estava sobre ele para fazer o homem ficar ainda mais disperso e ocupado com os cacos que cairiam sobre ele para chutando um esgoto buscar saltar ao fundo dali onde provavelmente estaria mais escuro.

Se conseguisse saltar buscaria correr sendo minha velocidade ao menos um bom traço. Não era tão furtiva, e, tampouco muito atlética para ficar saltando de mais então o jeito era bater e correr caso ele me perseguisse. Como estaria escuro, usaria a shotgun cujo tiro é disperso para haver mais projéteis em mais área assim sendo mais fácil acertar aleatoriamente um alvo enquanto também seria mais complicado dele bloquear ou desviar sem ver tão nitidamente. Se ele fosse muito rápido atiraria a primeira vez ainda contra o buraco da entrada no esgoto do subsolo para atrasá-lo e o segundo suscetivamente quando estivesse correndo.

Se ele se movesse antes do tiro, ou, durante o tiro não focaria muito em sua precisão ou em terminar a ação apenas se movendo para os esgotos tentando continuar. Se a rota fosse obstruída antes de eu conseguir entrar na primeira desejada tentaria notar outra entrada para o mesmo destino para lançar-me tão rapidamente quando possível enquanto não haviam outros peixinhos intrometidos seguindo após isto os planos de tiro estabelecidos. Se houvesse algum golpe tentaria desviar, com movimentos simples que não atrasassem de mais a minha rota.




Histórico:


Just die, i don't care!



_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-1920-1219366
Aki
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 EiDhlj8
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1779-aki-kurosawa#18957 https://www.allbluerpg.com/t1586p30-morte-e-sangue#18995
Aki
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Qui Ago 18, 2022 10:47 am


morte e sangue

Sobre a cobertura da joalheria mais rica, ela se move em silêncio taciturno



Sentir duas almas sedentas provando de seu corpo certamente fazia Aki buscar os céus com seus olhos de vermelho vívido.

Os beijos cálidos de Ophelia em seu pescoço a fizeram gemer bem baixinho, mordendo os lábios.

Soltou suspiros de prazer quando foi invadida pelos dedos de Zayn, e se deliciou ao vê-lo provar de seu visco, enquanto a encarava sem nenhuma inibição.

Sim, é esse olhar que eu quero: de desejo, perdição e entrega!

Aki então testemunhou mais uma vez a potência titânica daqueles quatro braços. Junto da circense, foi erguida e virada de barriga para baixo sobre a cama. Percebeu o quão vigoroso era o tritão para submetê-las através de sua força, e gemeu ao receber as linguadas e mordidelas enquanto permanecia de quatro, com a lateral da face afundada nos lençóis e o quadril empinado — jogado na cara de Zayn.

Ele então iria começar. Aki sentiu sua cintura ser agarrada, envolvida de novo pelos braços cor de lavanda. E, como antes, foi erguida. Ela abriu as pernas enquanto era encaixada nos ombros largos do tritão.

Entreabiu os lábios deixando mais gemidos escaparem no tempo em que, repetidamente, tinha a língua do tritão entrando e saindo lá embaixo.

Sustentada pela musculatura de Zayn, a ladra era capaz de sentir as contrações das estocadas do tritão. Ouvia os gemidos de Ophelia que, naquele momento, eram como uma música que a cativava cada vez mais. Unia-se a ela com mais gemidos, respiração ofegante, experimentando o vai e vem das lambidas famintas do quatro-braços.

Quando deu por si, já estava com água na boca e ansiando por sua vez de ser penetrada.

Aki levou uma mão à cabeça de Zayn, agarrou nos fios bagunçados de seu cabelo e começou a pressioná-lo contra si. Ao mesmo tempo, sentiu uma das outras mãos do tritão pegá-la pelos seios e a brincar com seus mamilos.

Arfou, soltou um suspiro e, dessa vez, um gemido mais desinibido.

Então Zayn decidiu mudar as posições. Aki experimentou de novo a sensação de ser levada naqueles braços gigantes. E se deitou na cama outra vez.

De volta àquela postura em que a lateral de sua face encontrava os lençóis. A Kurosawa recebeu mais uma série de lambidas. O peso das mãos de Zayn recaindo sobre seus quadris, enlaçando-os com seus dedos largos, enquanto perdidamente afogava sua face nas áreas de prazer.

Isso... — murmurou Aki.

Agarrou uma porção do lençóis com seus dedos. Sentia o prazer umedecendo-a, fazendo jorrar seu mais puro visco por meio dos estímulos de Zayn e Ophelia. E Aki passou a se movimentar, rebolando na face dos dois que a enchiam de chupadas e lambidas.

Até que chegou a hora. Revirada e puxada para o quatro-braços, sentiu-o finalmente entrar.

Suspirou de primeira, então gemeu intensamente. Experimentou o calor de Zayn pulsando dentro de si, deslizando quase sem dificuldade pelo canal já muito encharcado e dilatado.

Com Ophelia também deitada a seu lado e o tritão vindo por cima, Aki provou a série de beijos que se iniciava: dela para Ophelia, dela para Zayn e dela para os dois.

Ergueu as mãos até o peitoral de Zayn. Escorregou os dedos sobre a superfície fibrada, passando pelo abdômen que se contraía a cada estocada, tateando o suor e as feridas da pele roxa como lavanda. Na mesma medida, levou a mão até o corpo de Ophelia, massageando os seios dela, e inclinou-se para prová-los com a boca.

O prazer que esse homem e essa mulher podem me oferecer... Aki se sentia transportada a uma dimensão de deleite que amansava tudo ao redor: não existia mais nada além daquele quarto, daquela cama e daqueles dois. Eu posso me permitir continuar ao lado deles.

Eu "quero" me permitir continuar ao lado deles.

Então a proposta — que estava mais para uma ordem — de Zayn veio a calhar.

E, naquele momento, levada pelo prazer intenso que sentia, Aki afastou os lábios do peito de Ophelia e respondeu:

Faça por merecer — disse Aki com sua voz provocativa —, e me terá a seu lado enquanto o prazer durar.

Os olhos de Aki faiscaram, labaredas carmesins, e ela voltou a arfar e a gemer baixinho enquanto Zayn a penetrava. Desceu a mão que tateava o corpo de Ophelia, e uniu seus dedos pálidos aos arroxeados do tritão: adentrando a circense.


Considerações
Tudo tentativa.

O resultado da personalização da roupa/disfarce foi este aqui.

Objetivos:
  • Conseguir dois punhais
  • Adquirir as proficiências Anatomia e Psicologia
  • Roubar umas joias
  • Matar marinheiros


Ganhos:
  • Chave desconhecida [Roubo] - (Turno 1 individual, Turno 9 em grupo)
  • Colar de Brilhantes [Roubo] - (Turno 03 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Livro de Anatomia [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 13 em grupo)
  • 2 facas (talher) de metal [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Proficiência Anatomia - (Turno 06 Individual, Turno 14 em grupo)




pdv: 2.480

sta: 100

ilhas organ





_________________

Aki Kurosawa
Jean Fraga
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 FaqI0wB
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t2047-ii-deuses-entre-nos#21998
Re: 四 - Morte e Sangue Seg Ago 22, 2022 5:46 pm


Jhonny


Do outro lado da moeda, num ambiente muito menos controlado e até perigoso, Jhonny se encontrava. A moça se via numa situação complicada, mas ela conseguia planejar uma forma de quem sabe fugir.

Atirando contra a lâmpada que estourava e espalhava cacos por todos os lados, a assassina logo se jogava no bueiro e começava a correr, dando um primeiro tiro na entrada do bueiro, como esperado ele era muito rápido, tão rápido que sumia e aparecia sem parecer ter tomado danos dos projeteis.

Ele ainda chorando ia se aproximando de Jhonny, por mais que ela corresse, era quando dando um tiro para trás, ela notava que ele havia desaparecido. Era quando batia contra algo e caia do chão molhado e sujo do esgoto.

A sua frente, o sargento, que a pegava pelo pescoço e com força a arremessava para fora do bueiro, quebrando o teto acima, Jhonny cairia no aberto sobre a luz final da lua que ia desaparecendo conforme o sol ia surgindo.

— Que deus tenha piedade dessas pessoas ruins, porque eu não terei. – Olhando-a com um sadismo poucas vezes visto, instintivamente a moça conseguia esquivar de uma estocada poderosa que rachava o chão entre suas pernas.

Ele era cavalheiro, cordial, então permitia que se quisesse, ela pudesse levantar. A volta, alguns marinheiros se aproximavam, mas nenhum interferia no combate, a maioria ia se afastando, continuando o que estava sendo feito.

O ambiente a sua volta era bem aberto e Jhonny não encontrava muitos obstáculos, sendo as poucas latas de lixo, postes e um carro da marinha parado na entrada de um beco. O local era parcialmente iluminado.

Aki, Ophelia e Zayn


Ophelia gostava de brincar com o fogo, podendo se assemelhar a Piromania, um transtorno psicológico que categoriza indivíduos que possuem grande fascínio por atear fogo em objetos ou iniciar pequenos incêndios.

E sua atitude de provocação contra Zayn, era como jogar gasolina em um fogo médio, ele aumentava tomando proporções não esperadas, toda ação gera uma reação e a circense podia sentir isso na pele, literalmente.

Zayn tinha um condicionamento muito bom para alguém que até pouco, estava furado como uma peneira, no fim o shape falava por ele, superando quaisquer expectativas físicas.

A dama da noite, nesse momento, apreciava, toda aquela agressividade e intensidade que sentia, o trio detinha um vigor diferenciado e as coisas iam chegando ao seu clímax, ao ápice do prazer.

O bar abaixo deles ia perdendo todo aquele barulho de antes, provavelmente as pessoas naquele ponto da noite já estavam partindo e assim, os barulhos do andar de cima se espalhavam com mais força por tudo.

Históricos:


Última edição por Jean Fraga em Ter Ago 23, 2022 10:29 pm, editado 2 vez(es)

_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 OAKySZI
Ex-Panda
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 13992c4e51a6ce1e4300d4e366dd4e4a
Créditos :
23
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1611-zayn#17239 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue#16916
Ex-Panda
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Seg Ago 22, 2022 9:18 pm
Zayn



Cada segundo que passava se tornava ainda mais gostoso, mas logo eu iria chegar no meu limite, sentia também meu corpo já mais pesado e exausto de tantas lutas e nenhum descanso, então estava na hora de encaminhar para o grande final.

— Quero fazer uma coisa para finalizar a nossa pequena brincadeira!

Carregava Aki e a deixava de barriga para cima e então colocava Ophelia em cima dela uma de frente para a outra, agora eu iria poder brincar com as duas ao mesmo tempo.

— Isso sim é um sanduiche de verdade...

Começava a penetrar no meio das duas, sentia suas “campainhas” roçarem em mim o que me deixava louco de prazer, começava lento, mas a cada estocada aumentava a velocidade, pressionava a lombar de Ophelia para que ela colasse o máximo possível em Aki, principalmente naquela área, já que ela era flexível não seria um problema.

A luta começava agora, rebolava de várias formas e via como era a reação das duas, e claro que minhas mãos não ficariam paradas, ainda tinha dois buracos livres para brincar em cada uma.

Um ritmo intenso se estabelecia maior do que qualquer outro em toda a nossa aventura, eu estava quase lá e fazia o possível para que elas chegassem juntas comigo.

— Meninas eu vou finalizar agora!

Um raio parecia que acertava meu corpo, tremia cada musculo em extasse e ficava parado por alguns segundos, depois disso sentia toda a minha força indo embora, estava exausto, pegava algo que a pudesse as limpar e então passava o que tivesse em minha mão as limpando cuidadosamente.

Dava um beijo lento em cada uma e caia de costas na cama finalmente relaxado e sentindo que meu dever estava cumprido.

四 - Morte e Sangue - Página 9 A3ac80db8e63aff43b25706ffbfc58f2

Abria meus braços para que elas se juntassem a mim, queria que ambas dormissem em meus braços.

— Venham, eu adorei nossa noite, mas agora precisamos dormir e hoje vocês vão dormir comigo, não aceito não como resposta!

Quando elas deitassem afagaria as duas em meus braços e as acariciaria com minhas 4 mãos e finalmente dormiria pensando em como queria que Jhonny estivesse na cama conosco também...

四 - Morte e Sangue - Página 9 8314d0aa353a9728f158b95c4c7bdb83

四 - Morte e Sangue - Página 9 NWk9Qsj

Histórico :

_________________

Zayn & suas gostosas!
四 - Morte e Sangue - Página 9 YTpeD1K
AoYume
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-10
Créditos :
10
Localização :
Flevance - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1578-jhonny-jersen https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: 四 - Morte e Sangue Ter Ago 23, 2022 8:12 pm







If it's not about me...


26
Era notável que aquele peixinho tinha presas bem mais afiadas que os seus companheiros. O escuro não lhe parecia ser um problema dentre tudo considerando a forma como ele ainda se movia, e, por mais que a manobra pra desvencilhar-me tenha custado parte da minha própria capacidade de discernimento visual, ele persistia sem que aquilo o incomodasse. O tiro era apenas um clarão para sua primeira manobra de entrada evitando qualquer um dos estilhaços dispersos dos projéteis enquanto que o segundo erra irrompido apenas pela brisa de sua passagem e o toque rígido contra o seu peitoral.

O que seguia-se era a sensação de seu aperto e do concreto quebrando-se por minhas costas antes deu cair nas vias acima. Aperto os punhos sentindo o impacto e percebendo-me mais resistente do que imaginaria após o choque logo antes de novamente seu vislumbre surgir como um fantasma diante de mim. O desviar por pouco acontecia logo antes de sua espada cravar-se ao solo e um estranho ato de me deixar levantar acontecer. O que, por sua vez, sugeria que ele não levou a sério o golpe apesar de ainda haver peso o suficiente para cortar o concreto.

四 - Morte e Sangue - Página 9 FLzHzySXoAAJF0T?format=jpg&name=4096x4096

Abro a feição em um sorriso sinistro erguendo um dedo à frente por um momento. - Se permite que eu me levante, também vai que eu troque de arma certo? Se ele permitisse que eu me movesse teria tempo pra lidar com a primeira parte da tontura e dor, e, considerando que à nossa volta os outros não faziam nada, até com medo dele, quando desse o passo para trás observando se ele ia investir dobraria o cano da shotgun para pegar um de seus projéteis o colocando entre os dentes. Deixaria a arma na cintura pegando a arma mais leve para movimentos mais fluídos, visto que o tiro disperso de uma arma mais pesada não tava sendo muito frutífero.

Ainda considerando que ele deixasse eu fazer isto, me dobraria para frente como agradecendo-o dizendo em um timbre confuso pela bala na boca. - Baleuzada chio... O ato acompanharia o ato de engolir a saliva e uma mordida no pistão da bala para liberar a pólvora pela região mais seca dos dentes, logo antes de tentar soprá-la pra frente em um arfar turvo ao mesmo tempo que saltaria para trás, fechando os lábios para cortar o contato, em fuga disparando um tiro para que ela detonasse explodindo o chão já previamente danificado pelo meu corpo o atravessando e a espada cravada.

Não era pra oferecer dano em si à ele, mas, sendo ele consideravelmente rápido, tirar o chão fixo de seus pés provavelmente seria o suficiente para uma derrapada considerável para obter alguma distância na direção do mar. Ou, pelo menos o espaço com pólvora provocasse um desconforto com a explosão? Bem, explosões são explosões, e o fogo atinge os corpos de maneira bem semelhantes sejam eles poderosos ou não, se fosse rápida o suficiente ao menos ele teria que contornar a explosão ainda culminando em alguma brecha de espaçamento para continuarmos o jogo de gato e rato.

四 - Morte e Sangue - Página 9 Images?q=tbn:ANd9GcSLqlhhWOr4NL3hNaU1vyyQl48vjrQMVDkaGQ&usqp=CAU

Se ele não desse a brecha de troca de armas, ainda faria as coisas apressadamente, mas, ao invés de fazer parada por uma concessão de tempo tentaria fazer com destreza e velocidade durante uma corrida. Alguns passos certamente deixar-nos-ia sobre um solo mais estável, mas ainda poderia funcionar considerando que eu o atravessei com o corpo. E, se não fosse o caso ainda haveria fogo na manobra para dificultar uma perseguição ou traspassação retilínea.

Em todos os casos faria a rota de fuga em direção ao mar próximo. Se era pra enfrentar uma parede, que fosse na água, um lugar que eu gosto de estar e um lugar onde valores físicos decaem consideravelmente em razão do empuxo. Em ambas rotas o destino de fuga era justamente a encosta do mar. Pensaria sobre cavernas submarinas ou coisas assim, como o fato de não ser boa nadando em si, quando conseguisse de fato chegar à água, mas, como tudo era incerto pelas grandes habilidades observadas, detinham meu foco completo em aturdir a sua perseguição através da explosão e em dois disparos subsequentes.

Estes, por sua vez, igualmente visando atrasá-lo não alvejariam seu corpo, mas, pelos vislumbres de suas movimentações e caminhos criados pela rota de fogo, atiraria em locais para onde ele poderia se mover futuramente, buscando fazê-los ser forçado à algumas frenadas ou mudanças de ritmo ou direção bruscas que fossem o atrasando enquanto eu corria para a água. Se chegasse nela independente da altura saltaria sem pensar muito, apenas lançando-me de primeira vista onde não houvessem rochedos aparentes quanto à direção.


Histórico:


Just die, i don't care!



_________________

四 - Morte e Sangue - Página 9 Thumb-1920-1219366
Aki
Imagem :
四 - Morte e Sangue - Página 9 EiDhlj8
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1779-aki-kurosawa#18957 https://www.allbluerpg.com/t1586p30-morte-e-sangue#18995
Aki
Pirata
Re: 四 - Morte e Sangue Qua Ago 24, 2022 3:48 pm


morte e sangue

Sobre a cobertura da joalheria mais rica, ela se move em silêncio taciturno



"Pai... " disse a menina de cabelos escuros e olhos vermelhos. "Quando posso baixar a guarda?"

"Quase nunca" respondeu ele, o vice-almirante Kurosawa.

"Nunca?"

"Apenas quando valer a pena."

"E quando vale a pena?"

"Quando se sentir segura."

"Mas o senhor me disse que não há lugar seguro."

"Eu sei."



A memória de Aki nunca se esqueceu dos momentos que passou ao lado de seu pai, nem de cada ensinamento que fora instruído... Embora se lembrar de tudo às vezes se revelasse uma maldição, as lembranças do imponente oficial Kurosawa eram as mais vivas.

Nunca baixar a guarda, repetiu Aki de modo quase involuntário em seu pensamento. Por um instante, quando o prazer foi tamanho que pareceu transcender o campo físico, ela se percebeu rendida.

Sua mente não mais calculava rotas de fuga. Seus olhos, as duas pedras polidas de rubi, não mais buscavam alvos. Sua musculatura estava relaxada, seu semblante leve, não mais tensa e engatilhada para o combate.

Olhando para Zayn e Ophelia, Aki percebeu uma pausa.

Não foi porque ela quis; ela simplesmente estava.

Foi envolvida pelos braços enormes do tritão, e pelos delicados da circense. Juntou-se a eles naquela cama, compartilhando os lençóis e travesseiros, deparando-se com um repouso que não encontrava desde a tenra idade.

Aki respirou fundo e disfarçou o semblante alegre. — Não se acostuma, roxão — disse ela, deitando o rosto sobre o peitoral de lavanda. — E nem você, boba da corte.

Ligeiramente escondendo o rosto naquela pele arroxeada, a gatuna cedeu um sorriso sincero.

É esse o sentimento de segurança, senhor Kurosawa?


Considerações
Tudo tentativa.

O resultado da personalização da roupa/disfarce foi este aqui.

Objetivos:
  • Conseguir dois punhais
  • Adquirir as proficiências Anatomia e Psicologia
  • Roubar umas joias
  • Matar marinheiros


Ganhos:
  • Chave desconhecida [Roubo] - (Turno 1 individual, Turno 9 em grupo)
  • Colar de Brilhantes [Roubo] - (Turno 03 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Livro de Anatomia [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 13 em grupo)
  • 2 facas (talher) de metal [Roubo] - (Turno 05 Individual, Turno 11 em grupo)
  • Proficiência Anatomia - (Turno 06 Individual, Turno 14 em grupo)




pdv: 2.480

sta: 100

ilhas organ





_________________

Aki Kurosawa