Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
[Ficha] Dimitri RomanovOntem à(s) 11:31 pmporRedPandaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 11:06 pmporMendoncaBad KarmaOntem à(s) 11:06 pmporMendoncaIII - RagnarökOntem à(s) 10:45 pmporJean FragaNoturno ArtificialOntem à(s) 10:38 pmporShioriAkane NanamiOntem à(s) 10:28 pmporNoskire3 - Don't Stop Me NowOntem à(s) 10:28 pmporNoskireGrupo 6 - Akane, Agni e Aika Ontem à(s) 10:05 pmporNarrador De EventosCabras da Peste, Vol 5 - A face da desordemOntem à(s) 9:57 pmporSubaéZayn & suas gostosas!Ontem à(s) 8:37 pmporAki

Capitulo III — Solstício

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Achiles
Imagem :
Capitulo III — Solstício Bf3w3iH
Créditos :
38
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Capitulo III — Solstício Seg Jul 04, 2022 8:33 am


Capitulo III — Solstício


Agatha Harkness [Agente], Hany G. Drezat & Samira Evelynne Malkova [Civis]

não possui narrador definido.
Fechada

_________________

Capitulo III — Solstício BhECXT7
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Orra5aa
Créditos :
54
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Seg Jul 04, 2022 10:59 pm







Ato I.



O primeiro tesouro provavelmente era o mais incrível de todos, e marcava o início de uma carreira promissora. Uma boa quantidade de dinheiro estava naquele baú, diversas moedas brilhantes e bastante chamativas. Além disso, haviam alguns metais curiosos por ali, os quais guardei rapidamente sem maiores observações, manteria-os para que pudesse fazer uma análise profunda futuramente.

Voltar para o quarto de hotel era algo que eu acabara por fazer de forma extremamente veloz, guardava minhas coisas em algum canto próximo a cama e preparava-me para dormir. Realizaria um descanso merecido, pouco pensando antes de afundar a consciência naquele travesseiro aveludado e envolver-me naquele colchão deliciosamente confortável.

Ao acordar, levantaria-me rapidamente e tomaria um banho rápido. Largaria aquele kimono por ali, não estava muito interessada em continuar usando daquelas vestes tradicionais da ilha. Voltaria a trajar minhas roupas comuns, com a calça e a camisa pretas, e o sobretudo branco. Não deixaria os óculos coloridos longe de meu rosto, e então trançaria as madeixas rubras.

— Coé. — Falaria ao recepcionista ou a qualquer um na área pública do hotel, trancando o meu quarto e levando comigo apenas a bolsa e os itens mais imprescindíveis. Tomaria o meu rumo, a partir do hotel, até a mansão da senhora Limosa, apresentando-me aos seus guardas. — Estou aqui para saber da saúde da senhora Merlinda. — Afirmaria, identificando-me e então entrando na mansão quando me fosse possível. Tomaria a dianteira pelos caminhos já conhecidos para chegar até o quarto em que Merlinda estava na noite passada.

— Se sentindo melhor? — Perguntaria ao chegar.








Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Conseguir um NPC Acompanhante com Condução e Navegação.
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- x (Post nº 01)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 01 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício Yz8SSU6
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
63
Localização :
Masquerade
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 05, 2022 12:24 am
Loyalty is an action

Minks são incríveis, não só conseguem bater de frente com os próprios homens-peixes, mas também se sobressaem com habilidades que claramente acabam com a vida da outra raça. Em toda a vida de Hany, aquele felino foi um dos poucos que a fez se esforçar mais numa luta. Nenhum poder milagroso impediria a pequena garota-peixe de livrar-se do alvo, aquilo já não era uma luta, ambos estavam com o tempo contado num prédio em chamas que não aguentaria muito. Infelizmente essa luta mostrou o quão frágil e até fraca a garota é quando não utiliza todo seu potencial, todas suas armas e poderes. A falta dos dentes de tubarão e até a lança incomodaram, essa fraqueza a incomodava mais do que ajudava a melhorar, infelizmente ela era Boo no momento e a única forma de lidar com isso era realmente evoluindo essa parte de si ao máximo. A dor, o suor e a dificuldade para se mover foram irritantes, conseguiram diminuir a velocidade da predadora por algum tempo e por consequência Byakko acabou em uma situação parecida, sofrendo até mais do que ela com o calor. Mesmo um animal selvagem acabaria sofrendo nas mãos daquele plano idiota e chamativo, não tinha fuga e apesar da vantagem física, Boo foi quem realmente dominou o combate em seu fim.

Foi mais dolorido do que imaginei, espero que esteja quentinho aí. – assistir as chamas consumindo o corpo de seu alvo mink foi prazeroso, talvez até um pouco irritante para a própria Hany, que normalmente prefere satisfazer sua fome com os corpos. Pensamentos tão naturais nem passavam pela mente da pequena, sentir tanta dor, ter uma dificuldade imensa para se mover e ainda encontrar-se presa depois do trabalho duro realizado a deixava sem reação. Seus olhos analisavam as chamas, seu corpo apenas se movia para não mostrar uma cena vergonhosa para Leo, como diabos a grandiosa predadora falaria com ele se acabasse desacordada depois da luta. "Mesmo se ele não aparecer, meu serviço ta feito. Não vou virar churrasco ainda, posso tentar um pouquinho mais... Só conseguir me mover direito, só um pouco..." As tentativas terminavam num fracasso, seu corpo já sofreu muito, a eletricidade e a força do felino deixaram-na prestes a cair se sua determinação não fosse tão incrível. A parte boa dela ter tentado tanto ficar acordada foi que Leo realmente apareceu, surgindo pelas paredes, destruindo uma passagem boa para que ambos pudessem correr de lá... Só faltava a força para ela correr, Hany, nem Boo conseguiam encontrar essa energia toda. Uma criança pequena como ela não devia ter tanta dificuldade para se mover, que merda.

A forma estranha como ele se movia, seu jeito cuidadoso e a decisão de entrar para salvar uma garota do submundo que nem era tão importante assim para o governo... Sentir o quão próximos estavam aquecia o coração da pequena, mesmo com pouca força ela foi em sua direção, sorrindo ao deixar seu corpo cair no colo de Leo. – Deu certo, meu plano... – como se fosse a coisa óbvia a fazer, Boo aproximou sua boca do pescoço, peito ou até um dos braços do rapaz, cravando os dentinhos humanos em seu parceiro. – Fico feliz que voltou. – assim como a mordida suas palavras terminavam. A luta contra Byakko acabou, ele não era nem o alvo principal, mas fora eliminado. Restava agora continuar com a agenda da revolução. Trabalhar tanto num dia, sofrer pra ganhar de um gato e ainda fugir nas últimas do hotel em chamas deixou Boo completamente vazia, sua vontade de ficar acordada sumiu assim que se sentiu mais segura nos braços de Leo, um adulto responsável que obviamente cuidaria bem das coisas mesmo com ela fora de cena. Ele tinha tudo que precisava, todo o dinheiro estava com os dois e na mochila, durante o dia um hotel novo já havia sido observado e numa noite dessas seria melhor terminar as coisas por lá.

O despertar dela era esperado apenas no dia seguinte, ou se em algum ponto o loiro estivesse implorando muito por alguma ajuda. Acordar nunca era feliz, mas Hany tentaria se conter um pouco, ficando deitada o máximo possível enquanto sentia melhor seu corpo e a situação em que se encontrava. Talvez a noite tivesse sido horrível, com o descanso em picadinho como acontecia muitas vezes, ou quem sabe foi apenas mais uma das noites em que ela dormiu como um anjo. Tudo isso não importava, essas questões não atrapalhariam a pequena em sua jornada ao banheiro, lavar-se, escovar os dentes e se preparar muito bem pro que este dia lhe reservava.

Capitulo III — Solstício PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício Ahri
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 05, 2022 7:49 pm





Capitulo III — Solstício

A praça que foi encontrada era de fato muito bonita, mas isso era um padrão bem fixo naquela ilha. "A calmaria antes da tempestade…" Pensava ao fechar os olhos dando um grande suspiro, sentindo o cheiro da água que saía da fonte, sabia que provavelmente estava sendo observada ao sair daquela pousada.

Mas algo que vinha à minha mente, era se teriam coragem de me seguir, e quem seria o corajoso, não posso mentir que tinha algumas pessoas interessantes naquele prédio. "Ainda sim, acho que apenas o usuário de akuma poderia me dar uma certa dor de cabeça!" Me levantava com aquele pensamento, lambendo meus lábios.

Logo mais a frente havia uma floresta, que poderia ser muito bem usada para poder despistar qualquer curioso. Me levantava seguindo em direção a floresta, caminhava furtivamente entre as árvores, sentindo as folhas batendo em minha pele, muitos poderiam falar que aquele era meu habitat natural. Sem muitas dificuldades conseguia fazer o caminho até a casa de chá de mais cedo, onde se encontrava a base secreta do governo, a sua frente apenas um único e solitário agente parecia fazer a ronda do local.

- Está um belo dia para uma boa xícara de chá! Falava dando um sorriso singelo ao rapaz, e adentrando na casa.

Como sempre fora desde que cheguei naquela ilha, procurava diretamente a pessoa que estava responsável pelo local, se a reunião iria acontecer amanhã, precisava deixar todos os agentes apostos. E com isso precisava encontrar Mistake, andava pela superfície atrás da mulher caso não encontrasse, passaria pela passagem secreta indo para a base subterrânea.

Assim que encontrasse a agente, me aproximava calmamente balançando minhas caudas, parando próximo a mesma. - Temos de conversar! Meu semblante estava sério, a pesar de saber que a mesma não iria conseguir ver. - Temos de organizar algumas coisas, mas primeiro preciso saber como anda as investigações, alguma novidade sobre o paradeiro do comandante? Colocava a mão direita em minha cintura esperando a fala da mulher, se a mesma pedisse para irmos a uma sala mais reservada a seguiria.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 05, 2022 11:50 pm



SAMIRA

Samira se levantava em mais um dia, o sol já estava a se mostrar pela janela de seu quarto de hotel, demonstrando ser mais um dia relativamente quente, a ruiva saia de sua cama de forma veloz retirando seu kimono e o deixando sobre a cama, logo vestindo suas vestes comuns, sendo sua calça e camisa preta e um sobretudo branco, logo se sentava e começava a organizar suas madeixas e quando terminava, colocava seus óculos coloridos em sua face assim seguindo seu caminho para fora do quarto.

Assim que saia do quarto, a primeira coisa que fazia era cumprimentaro recepcionista, que a olhava e a respondia de volta. -Bom dia! Dizia o homem erguendo uma de suas mãos como se desse um tchau para a mulher, que deixava o hotel em uma velocidade incrível indo em direção a seu destino, a mansão de Limosa.

O caminho não era tão longo, e logo ela chegava ao local, os homens que guardavam o local logo se colocavam apostos e após ela se identificar para os mesmo e explicar o motivo da visita, eles a deixavam passar. Assim ela caminhava até o quarto da mulher, e ao chegar a perguntava como estava e a mesma a respondia ainda um pouco fraca. -Ah, sim! Um pouco pelo menos, em breve estarei melhor, e você teve uma boa noite de descanso? Diria a mulher em resposta a Samira, logo a questionando da mesma forma, ela a observava esperando uma resposta da mulher, que podia dizer mais alguma coisa ou não.


HANY

Já a situação de Hany era um tanto problemática, a tritã tinha sua árdua batalha contra um mink que aparentemente tinha sido um grande rival para ela, talvez suas habilidades tenham sido mais efetivas contra a menina, mas o que importava é que ela havia vencido o combate, mesmo que isso tivesse custado o prédio, que agora estava em chamas.

Após ela ver o corpo do mink começar a ser consumido pelo fogo, ela sentia que seu próprio não estava em melhores condições, ainda mais naquela situação onde o fogo tomava conta de tudo, era como se seu próprio corpo sentisse a cobrança em dobro ou em triplo, afinal, a afinidade dos homens peixe não era com o fogo, e sim com a água.

Ela tentava caminhar até uma saída assim que percebia que seu corpo estava falhando, mas sua força não era muita e logo ela começava a cair, mas o tempo que ela conseguia se manter consciente e de pé, demonstravam sua força e determinação, e isso foi importante para sua vida ser salva, já que Leo chegou no exato momento em que a menina começava a perder a consciência e seu corpo já pesado, começava a tombar para frente sem mais nenhuma força aparente.

-Opa! Te peguei pequena… Vou tirar você daqui. Dizia o homem enquanto a pegava no colo, ele só podia ver sos pequenos dentinhos se cravando em seu braço, mas nada que o incomodasse e assim ele conseguia retirá-la de lá e a levar para um quarto seguro e bom para descansar.

A menina dormia direto e só acordava no dia seguinte, porém, ao abrir seus olhos ela percebia que Leo estava por ali sentado lendo um livro enquanto a mesma ainda dormia, ele parecia não estar tão preocupado nem nada, mas cuidava da mesma para caso tivesse alguma reação após inalar tanta fumaça, afinal para sua raça, isso poderia ser fatal ou causar sérios problemas, o que não era o caso nesse momento. Graças ao Buda!

-Ah, finalmente! Vejo que acordou… Se sente melhor? Sente alguma coisa estranha? dor em algum lugar? Diria o homem, que aparentemente parecia preocupado, mas era uma preocupação normal de alguém que havia salvo a vida de outra pessoa e a mesma tivesse dormido quase um dia inteiro até o dia seguinte.

Porém, a menina se levantava sem mais problemas, seu corpo parecia bem recuperado, pelo menos um pouco, ela se levantava e seguia até o banheiro para começar sua higiene pessoal do inicio do dia. -É ao que parece está bem sim! Diria o homem ao ver a menina se levantar e seguir até o banheiro para se preparar para o que o dia reservava para ela.


AGATHA

Agatha por outro lado, caminhava pela cidade e encontrava uma bela praça no caminho, era como se ela sentisse naquele lugar uma calmaria, a calmaria que antecede uma grande tempestade, ela sabia disso e sua cabeça maquinava tudo enquanto apenas caminhava sentindo o cheiro da água que saía da fonte.

Ela via a pousada ficando para trás e em meio ao caminho ela pensava se alguém poderia estar a observando, esse era um pensamento totalmente válido, afinal, poderiam haver inimigos por ali, inimigos que ela podia não ver, mas de alguma forma ela sabia que a maioria deles não era páreo para sua força e charme, e lambia os lábios ao lembrar do que de fato poderia ser um problema para ela, e esse era um usuário de alguma akuma no mi.

Sua caminhada continuava, e mais a frente havia uma floresta, o local para Agatha caía como uma luva, era como se aquele lugar fosse o seu próprio quintal. Seus movimentos eram leves e sorrateiros, e logo a mesma quase que desaparecia pelos arbustos e folhagens, demonstrando sua habilidade para aqueles que estivessem a seguindo, ou apenas para despistar possíveis inimigos.

Sem muitas dificuldades, a mulher conseguiu fazer seu caminho até a casa de chá, que também funcionava como a base do secreta do governo naquele local, ao se aproximar, avistava um agente solitário fazendo a ronda e a proteção do local, a mesma o cumprimentava enquanto caminhava em direção ao lugar, já o mesmo não a respondia verbalmente, apenas assentiu com a cabeça de forma positiva deixando que a mulher entrasse na casa de chá finalmente.

Ela logo procurava pelo responsável pelo local, o mesmo era chamado e se apresentava, deixando que a mulher falasse o que tivesse interesse, e a ouviria tranquilamente até que terminasse, assim a deixando seguir para onde quer que ela fosse. -Pois não senhorita? Diria o homem dando a brecha para que ela falasse o que queria.

Após isso, ela seguia em busca de mistake, ela precisava falar com a mulher e aquilo parecia urgente, sua caminhada pelo local não era demorada até finalmente a encontrar, e ao se aproximar e dizer que queria conversar, seu semblante era sério, e a mulher que estava sentada tomando uma xícara de chá a olhava de forma séria de volta, colocando sua xícara em cima do pires e a questionava. -Aconteceu alguma coisa? Seu rosto não parece dos melhores. A mulher respondia á olhando nos olhos e esperando que a mulher prosseguisse com o assunto.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício AFpksu9
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
63
Localização :
Masquerade
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qua Jul 06, 2022 4:17 pm
Is it me who did the tide shift?

Os eventos da noite anterior deixaram Hany um pouco alerta, seu despertar não foi complicado, felizmente o descanso foi estável, mostrando pouca resistência para dormir a noite inteira. A presença de Leo foi notada brevemente, toda a sensação da noite passada a deixava animada e claramente agradecida pelo humano. "Pra quem nunca o viu com a determinação necessária para lhe acompanhar, estou feliz de o ver... Talvez o ritmo siga bem, ele é legal." As dores e todos os problemas do fogo não afetaram a garota-peixe de forma drástica, deixando-a bem livre nas movimentações, parecia até mais leve só de lembrar o quão perto de morrer ela esteve. "Boo ainda não tem a força necessária. Hany é melhor, mas isso chama muita atenção." Com naturalidade ela libertou sua cauda de tubarão, saindo da cama sem ligar muito, basicamente ignorando seu salvador. Todos os problemas ainda a incomodavam, ser fraca nunca foi o foco, mesmo com a falta das armas principais, Boo tinha muito ao seu dispor e só isso devia bastar. Um pouco mais de prática talvez resolvesse essa questão, mais trabalhos e olhos melhores para analisar tudo. – Problemão... – proferiu baixinho, olhando para o chão enquanto balançava a cauda, escutando a voz de Leo apenas ao alcançar o banheiro.

O quarto em que se encontrava parecia bom, talvez melhor do que eles precisavam para um simples local seguro para ambos voltarem ou se encontrarem quando necessário, talvez até guardando e escondendo os pertences por lá. – Erro meu, as coisas de ontem... Não sei direito, to pensando muito nisso. – ela dizia um pouco mais alto, esperando alcançar o quarto enquanto a mesma se despia e preparava para o banho. – Me sinto melhor, mas fico feliz que a questão da revolução não é hoje... Não é, né? – não tinha medo algum em suas palavras, a mente de Boo simplesmente não queria enfrentar mais problema naquele momento ou dia. A missão que Agatha passou a ela era muito importante, atrasar isso seria ruim, só que adiantar também não ajudava. A mensagem dos revolucionários foi bem direta, eram dois dais de espera para ir até o local marcado. O banho em si, foi tomado com bastante cuidado, não ter retirado a maquiagem ou se limpado corretamente no dia anterior era algo que ela não gostava muito disso, conseguindo entender o lado de Leo por não ter a ajudado nisso. "Humanos são tão complicados." Após algum tempo se lavando, escovando os dentes, limpando sua cauda e cuidando de todas as coisas necessárias para sair de lá limpa e cheirando bem, Hany desligou o chuveiro e começou a secar seu corpo.

Eu... Ahnm... Temos planos para hoje? – a dúvida era clara, perder o tempo de planejamento a deixou perdida sobre os novos passos da dupla. Boo dizia isso ainda do banheiro, vestindo suas roupas íntimas e largando as roupas do dia anterior para secar em algum lugar enquanto caminhava ao quarto. Não era uma prática estranha, já havia ocorrido duas vezes, mas se fosse claro o desconforto de Leo nessa situação, Boo pegaria sua vestimenta de dinossauro para cobrir seu corpo por hora. – Shaa, ontem quase deu problema. Foi arriscado, será que vão nos ligar a isso? – talvez os disfarces acabem com problemas, não que revolucionários precisem tanto assim esconder-se. Serem conhecidos por coisas do tipo não parecia um problema que dificultaria a carreira deles, a infiltração ou qualquer outra situação. – O gatinho era meio forte, não tanto quanto a raposinha... Deu trabalho pela falta de prática, devo me acostumar com o tempo. – suave soava mais baixa, talvez para esconder a conversa dos curiosos, ou apenas por ela não gostar de se desmerecer daquela forma.

No meio das conversas, ou quando o assunto estivesse terminado seria o momento em que Boo iria checar as roupas molhadas, tentando sentir se suas habilidades de manipulação de água ensinadas pelos homens-peixes serviam para retirar a água das vestes. "Seria bem útil." O sucesso não importava muito, se precisassem sair, existiam outras vestes que serviriam sem problemas. A parte mais importante daquele disfarce era a maquiagem, além do cabelo que já havia trocado de cor. Enquanto houvesse maquiagem suficiente no kit comprado pro Leo, não existiriam muitos problemas para esconder quem ela era. – Fome, já passou a hora de comer? – a dúvida era genuína, acordar num quarto sem saber a hora atrapalhava nessas questões. Sair de lá para comer, pedir algo para comer no quarto, permanecer no quarto sem comer, ou até sair de lá sem nenhum objetivo em mente eram as opções. Boo não ligava tanto assim para o rumo, assim como fez nos últimos dias em que esteve ao lado de Leo, deixaria para o adulto tomar as decisões, principalmente com as ligações que ele tinha com o governo e até algumas pessoas da ilha. "Já ter feito missões aqui ajuda muito, sinto que confio mais nele conforme o tempo passa." Longe do loiro ser tão bom quanto Agatha, ele só era bom, não perfeito.

Capitulo III — Solstício PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício Ahri
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Qua Jul 06, 2022 6:30 pm





Capitulo III — Solstício

A caminhada se apresentava de forma bastante tranquila, a casa de chá já estava à minha frente, começava a elaborar os planos em minha cabeça. "Todos as peças estão se alinhado no tabuleiro!" Analisar a situação me deixava bastante satisfeita, precisava apenas saber as informações na parte de Hany, mas confiava o suficiente na garota para saber que ela daria conta em qualquer coisa que passasse para ela.

A parte de dentro da casa estava bastante tranquila, como deveria ser uma casa de chá como fachada para a base do governo. Andando pelo local era abordado por um rapaz que perguntava o que eu desejava ali, levantava minha mão direita mostrando o indicador, assim sinalizando que não desejava nada com o rapaz, afinal não era do meu feitio fazer rodeios enquanto estava em meio a missão. Encontrar Mistake também não era uma dificuldade dentro da casa de chá, a cega estava sentada em um dos cômodos tomando uma xícara da bebida que em tese era vendida naquele lugar.

As falas da mulher me surpreendiam como sempre, apesar da falta da visão que a mesma vinha ter, sempre parecia enxergar tudo à sua volta, diria que era uma "visão" bem melhor do que de muita gente por aí. - Apenas o que deveria acontecer! Respondia sem dar muita bandeira.

- Estou tranquila, as coisas seguiram de uma forma melhor do que esperado! Me sentava de frente para a mulher cruzando minhas pernas, em seguida repousando as caudas em cima das mesmas. - Esse assunto não é muito pertinente para a hora do chá, talvez devêssemos ir para um lugar mais reservado! Soltava quando olhava para o lado de fora do local, sabe-se lá que poderia nos encontrar ali, para todos os efeitos eu era apenas uma estrangeira recém chegada a ilha que não conhecia nada.

- Vamos lá para baixo! Falava me levantando esperando as ações da mulher, assim que ela começasse a se movimentar, acompanharia a mesma na direção da verdadeira base do governo, descendo as escadarias escondidas atrás da porque que supostamente levaria para um armário de vassouras.

Em meio a escadaria começaria a falar. - O plano de infiltrar na nobreza principal não deu muito certo, mas de certa forma foi melhor assim… Falaria terminando de descer as escadas chegando na verdadeira base, assim seguiria a mulher até um lugar mais reservado. - …Mas por sorte sei trabalhar com oque me é dado! Com um sorriso no rosto entraria no lugar que a mesma indicasse, me sentando em uma das cadeiras disponíveis.

- Bom, não gosto de rodeios, consegui uma reunião com pessoas importantes para a revolução nessa ilha, não sei se o “garoto” vai estar presente, mas pessoas próximas a ele estarão… Dava uma pausa recostando na cadeira organizando minhas falas.

- O que temos de fazer, é contatar as demais equipes para fazer de tudo para que todos os que estão próximos ao Zhi Song participem, assim poderemos efetuar um ataque coordenado, se ele estiver lá poderei matá-lo de uma vez, caso contrário, eliminaremos todos seus principais aliados, e assim deixando ele isolado, como um rato, depois apenas devastar as principais bases deles até destruí-lo como um parasita que ele é… Dava uma brecha para que Mistake pudesse falar para complementar a situação.

- Preciso dos seus melhores agentes e seus principais atributos, para que eu possa bolar uma força de ataque implacável, e outra coisa, preciso de acesso a um den den mushi branco, para contatar as demais equipes ativas para coordenar toda essa reunião, onde posso encontrar um? Assim ficaria para escutar o que mais a mulher tinha a falar e assim poderia bolar meu plano antes de comunicar as equipes em campo.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Orra5aa
Créditos :
54
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qua Jul 06, 2022 7:51 pm







Ato II.



Merlinda parecia estar bem melhor. Apesar do disparo que tinha recebido no atentado à sua vida na noite anterior, parecia que meu socorro rápido tinha sido capaz de garantir a sua segurança. Teria, agora, uma chave importante na revolução, provavelmente capaz de acessar o seu pai, que era alguém tão importante para os revolucionários da ilha. Apesar de que Merlinda era apenas uma mera ferramenta em meu caminho até o seu pai e a minha missão, não podia negar que eu simpatizava por ela. Simpatizava a ponto de querer o seu bem-estar.

— Dormi como uma pedra, na verdade. Acordei e vim direto pra cá, sequer me alimentei. — Sentaria-me em sua cama, em algum canto disponível para que o fizesse, e então tornaria a comentar. — Fiquei tão feliz de ser aceita no exército revolucionário... Ainda mais por você... — Diria, tentando passar uma certa emoção evidente em minha fala, algo que não fugia muito da realidade e do almejo pelo sucesso de minha missão no submundo.

— O atentado de ontem contra você... Tudo aconteceu tão rápido que eu pensei... Pensei que o pior pudesse acontecer. — Abaixaria o rosto, evitando mostrar minhas expressões que não eram as melhores em fingir sentimento. — Mas enfim, vocês já sabem o que houve? Quem foi responsável pelo atentado? E o Quartel dos revolucionários? Já foram comunicados? — Nesse ponto minha preocupação era genuína, mas pelos meus motivos.








Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Conseguir um NPC Acompanhante com Condução e Navegação.
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- x (Post nº 01)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 02 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício Yz8SSU6
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Qui Jul 07, 2022 4:13 pm



HANY

A menina seguia fazendo seus afazeres e higiene pessoal, mas era como se algo a incomodasse, talvez ela ainda não tivesse a experiência necessária para lidar com mais problemas do que os já aguardados, talvez surpresas e dificuldades além dos calculados fossem algo que a impedissem de notar o quão forte estava se tornando, mas isso não importava muito agora, e logo assim que saia do banheiro, Leo começava a explicar a ela algumas coisas.

-Bom, não se preocupe quanto a eu ter te salvado… Você mandou bem, aquele cara não teve chance. Diria o homem respondendo brevemente a algo que ele sentia da menina, não a uma pergunta direta. Ele então ouvia sobre a mesma estar com fome e então dizia. -Ainda é cedo, são 09:30 da manhã dá tempo de pedir o café da manhã, é só pegar o telefone e ligar para a recepção que eles mandam para o quarto. Concluía o homem, que aparentemente já havia comido seu café da manhã e agora apenas esperava o tempo passar para fazer outras coisas.

-Preciso levar as informações até Agatha… Assim vou trazer novas informações e talvez mais algo para fazermos nesse tempo. Comentava o homem ainda sentado lendo um jornal que havia pego na recepção do hotel.


Agatha

A raposa tinha finalmente o seu encontro com Mistake, a mulher apesar de cega, parecia ter uma percepção fora do comum, talvez fosse reflexo dos seus sentidos se tornarem mais afiados em contrapartida a perda de um deles. Agatha explicava a mulher o ocorrido e como se sentia em relação a isso e a mulher apenas mantinha a sua postura, como se não ligasse ou não se importasse tanto com essa parte, e continuava tomando sua xícara de chá. -Entendo! Você tem razão, vamos, me siga. Dizia a mulher terminando seu chá e se levantando da cadeira.

Ela esticava sua bengala e então começava a andar, a raposa seguia atrás da mesma enquanto elas caminhavam. O lugar era apenas uma fachada, e isso ficava claro quando elas iam até uma passagem secreta para entrar de fato no esconderijo do governo.

O lugar era a princípio um armário de vassouras, mas dentro do mesmo por trás de todos os produtos de limpeza havia uma escadaria que as levava para baixo, para onde de fato era o esconderijo, um local no subterrâneo, era de fato algo bem escondido e sem vestígios para que fosse encontrado, a não ser que a pessoa que procurasse tivesse exatamente toda a planta do lugar em mãos.

Quando finalmente desciam, Agatha se sentava em um sofa que ficava em formato de L na parede, e Mistake se sentava do outro lado próximo a ela e de frente para a mesma, apenas sendo separadas por uma mesa retangular que havia no local. -E então, o que de tão importante você tem? Conseguiu executar o plano corretamente? Questionava a mulher e logo Agatha começava a explicar o que tinha dado certo e o que não tinha.

Ela dizia que se infiltrar na nobreza principal não havia funcionado bem, mas com todos os problemas, ela ainda assim teria conseguido uma reunião com as pessoas importantes para a revolução na ilha, mas talvez o garoto não estivesse entre eles no dia, mas quem estaria seria próximo a ele de toda forma. Isso era uma boa notícia apesar do plano não ter saído como o planejado, e era como Mistake entendia o ocorrido. -Entendo, bom, não foi tudo como o planejado, mas é bom ver que você soube manusear bem a situação e mesmo assim conseguiu um avanço importante. Dizia a mulher em resposta ao que Agatha lhe apresentava.

Mistake então voltava a ouvir tudo o que Agatha tinha a dizer, a mulher parecia ter um bom plano, e isso era importante para o avanço da missão, o que mostrava pró atividade da raposa, que conseguiu não só lidar com uma falha na missão, mas ainda assim conseguir dar um passo grande no avanço da mesma, mesmo que não tivesse saído como o planejado por elas antes.

-Certo! Então você precisa de alguns homens? Isso não é problema… Quanto ao den den mushi branco, dentro daquela cabine, há um. Diria a mulher apontando para um lugar que parecia uma cabine de telefones antiga. -Você fez um bom trabalho, continue avançando! Organize tudo como preferir e da forma que achar que deve funcionar, e me deixe a par da situação… E Quanto a Melinda, Limosa e Antony, tiveram algum avanço quanto a essas pessoas?  Diria a mulher questionando Agatha mais uma última vez, antes de deixá-la seguir seus planos.


SAMIRA

Samira por outro lado, mantinha a sua aproximação com Melinda de forma tranquila, a mulher tentava demonstrar certa preocupação com a vida da mulher, mesmo não sendo muito boa em enganar as pessoas com suas expressões, assim ela questionava a mulher esperando uma resposta da mesma.

Melinda por outro lado, ainda bem fraca devido ao ocorrido, buscava falar apenas o básico, mesmo que ela estivesse melhor, seu corpo ainda se recuperava, e por conta da gravidade da situação ela sentia algumas dificuldades para conseguir falar de forma normal. -Ainda não temos ideia do real motivo ou de quem tenha feito isso, temos suspeitos, mas ainda estão averiguando tudo… Mas ao que tudo indica, podem haver intrusos entre nós, ainda é só especulação, mas tudo pode acontecer, então tome cuidado. Diria a mulher de forma calma e tranquila, enquanto olhava para Samira.

A Ruiva então ouvia tudo o que a mulher dizia, era algo para ela se atentar, eram informações diretas de uma das pessoas mais importantes dentro da organização, porém, tinha o lado da informação ser mentira e eles já terem ideia de quem havia sido e o motivo. Talvez as dúvidas da mulher estivessem direcionadas a própria Samira, ou não, mas era o caso de ficar atenta com o que ouvia, assim ela poderia tomar decisões que impedissem problemas no futuro.

Talvez as falar da mulher fossem apenas para tentar ver a reação de Samira quando recebesse a informação, afinal, era alguém novo na organização, e poderiam haver suspeitas, porém, nada era confirmado, e talvez fosse apenas a real história por trás de tudo.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício AFpksu9
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Orra5aa
Créditos :
54
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sex Jul 08, 2022 4:07 pm







Ato III.



Que haviam intrusos na organização isso já me era claro. Mas como eu não conhecia aqueles que tinham realizado o atentado à vida de Melinda, me preocupava um tanto para com a quantidade de grupos que estavam com interesse envolvido nesse problema.

— Acredito que esse é um mal inevitável em qualquer lugar. — Sinalizaria minha opinião a respeito da ocorrência de intrusos no exército revolucionário. — Ainda mais considerando que ontem houve um recrutamento em massa, pelo o que percebi.
Finalmente, daria uma breve olhada pelos ferimentos da senhora, e então diria um tanto quanto aliviada. — A sua irmã, senhora Limosa, me determinou a missão de ser sua guarda-costas daqui pra frente, considerando que o seu guarda anterior... Bem, acredito que ele tenha falecido para lhe defender ontem. — Daria essa notícia, um pouco cabisbaixa.

Ao fim, aproximaria-me um pouco mais de Merlinda, tocando-lhe o rosto com as costas da mão, em uma carícia gentil. — Minha vida é sua, minha senhora. — Sorriria, enquanto manteria a minha postura determinada.
— Agora, por favor me diga, o que posso fazer pela senhora no momento? — Encerraria.








Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Conseguir um NPC Acompanhante com Condução e Navegação.
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- x (Post nº 01)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 03 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício Yz8SSU6
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
63
Localização :
Masquerade
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sex Jul 08, 2022 7:44 pm
I think that I got what you need

O descanso que ela tanto buscava tinha realmente chegado, trabalhar tanto, lutar e até sofrer um pouco não era exatamente horrível, mas Boo, ou Hany precisavam de um pouco de paz para comer, relaxar e finalmente dar um tempo para que seu parceiro pudesse conseguir novas informações e os atualizarem sobre o progresso dos outros. – Ta bem cedo mesmo, descansei tão bem que nem notei isso. – o papo do telefone a fez lembrar do último hotel com esse tipo de serviço em que ficou, pela forma como tinham vivido nos últimos dias, Hany nem mesmo imaginou que iam terminar com serviço de quarto. – Shaa, esqueci disso... Vou pedir algo pra comer, não sei se quero sair, então vou só descansar um pouco mais. – sem nem mesmo se importar com o tempo ela relaxou na cama, observando o teto em meio a pensamentos. – Avisa a raposinha que eu to com saudades quando falar com ela, já tem um tempo, não sei nem quando vamos nos ver outra vez... Trabalho complicado. – ao menos o dia de hoje estava um tanto livre, alegrando assim a pequena.

O jornal em que Leo estava tão focado acabou chamando um pouco a atenção da garota, ver o humano ler algo e a responder de canto não parecia certo, talvez aquele fosse um sinal. – Alguma notícia boa? – a pergunta era genuína, Hany se interessou ao ponto de saltar da cama, aproximando-se do rapaz lentamente. "Aquele monte de morte deve ter causado isso, ou é só algo que os humanos adultos gostam... Leo ta ficando velho, talvez? Já vi tantos velhos lendo jornais do mesmo jeito, é até estranho ver isso." Lembrar dessas coisas até a fazia recuar um pouco, parecer mesmo que de leve com um daqueles velhos esquisitos a incomodava muito. – Esquece, vou pedir algo para comer. – como se nada houvesse acontecido, Hany retornou até a cama, saltando até ela rapidamente, se movendo o suficiente para pegar o tal telefone. "Faz uns dias que não entro no mar, nenhum peixinho fresco... Seria uma boa comer peixe, vou acabar ficando fraca se me desviar da minha dieta." Antes de tudo a procura por um cardápio ou algo parecido seria feita nos armários/gavetas próximas, analisando melhor o quarto onde ficaria e retornaria no futuro.

Com a busca inicial feita, não importava muito o sucesso ou fracasso, Boo tinha o pedido já em sua cabeça na parte do que comeria. A bebida, bem, ela normalmente bebia leite com qualquer alimento e isso provavelmente não mudaria muito no futuro. – Alo? – sacando o telefone e até brincando um pouco com ele, apertando os botões óbvios após alguns instantes se preciso até finalmente ser respondida por um funcionário do hotel. – Queria pedir algo para comer... Shaa, quero leite para beber e... Comer, bom, estava querendo peixe, não importa muito a forma que será preparado. Peixe é bom, faz tempo que não como, começar o dia com peixe é legal. – o pedido era este, Boo apresentava sua vontade de forma clara e assim que terminava de falar aguardava que tudo fosse aceito, já que um hotel normalmente servia tudo que os clientes queriam, ao menos os hotéis em que ela já ficou. A necessidade de mudar o pedido talvez surgisse, mesmo não querendo mudar, Hany conseguiria entender a falta de preparo de um hotel mediano. – Ahnn... Me arruma o melhor que puderem servir então, em grande quantidade, se possível. Adoro comer, só um pouquinho não vai servir. – era óbvio em sua voz o quão desapontada ela estava, mas comida no fim terminava servindo para a mesma coisa, mesmo se fosse ruim, ela ainda terminaria comendo só para ficar satisfeita.

O tempo de espera seria muito bem usado com pequenas práticas com o canivete e o cutelo comprados no dia anterior, brincando com eles, até os mordendo de leve. Antes de abrir a porta, quando o serviço de quarto estivesse ali, Boo guardaria muito bem essas coisas, além de esconder sua cauda de tubarão no corpo, mesmo que a roupa de dinossauro fizesse bem esse trabalho, ainda era natural para ela manter a parte nojenta, na visão dos humanos, escondida de todos.

Capitulo III — Solstício PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício Ahri
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 12, 2022 12:15 am





Capitulo III — Solstício


A reunião com a cega seguia de forma tranquila, a mulher conseguia “enxergar” uma situação vantajosa, para que assim pudéssemos iniciar uma sequência de ataques diretos a revolução, deixando eles fracos perante a totalidade que a aliança governo submundo estava capaz de fazer.

“Perfeito…” Pensava ao me levantar, quando a mulher apontava a direção de onde se encontrava o den den mushi que ajudaria a mandar as mensagens sem serem captadas pela revolução.

- Fui criada para não cometer erros Mistake… Falava me afastando no final da fala da milher. - … No momento em que a Diretora me apontou meu alvo ele pode correr, mas em algum momento enfiarei minhas presas nele! Lambia meus lábios com um sorriso sádico.

A realidade que a Condessa tinha criado uma maquina de matar, uma arma implacável como ela mesma dizia quando me enviava para o treinamento de campo. - Quanto a esses, eles são o elo entre nós e a revolução, nenhum deles sairá da reunião com vida! Fechava meu punho deixando algumas faíscas saírem.

- Reúna os homens que tem mais confiança, eles vão ser importantes para que ninguém escape daquele prédio! Assim me afastava da mulher indo em direção a sala que estava com os equipamentos necessários.

Me sentaria em uma das cadeiras que estivesse próximas ao caracol, pegando o microfone do mesmo, primeiro ligaria para Alex, assim que ele atendesse começaria a falar. - Espero que tudo esteja ocorrendo como os conformes, atualização por favor! Queria saber como estava os planos de infiltração que ele e Luna estavam executando, conseguir identificar nobres traidores dentro das outras castas da ilha era algo importante. “Encontrar células carcinogêneses e as eliminar antes que pudesse ser um verdadeiro problema.”. - Atualização, se movimentem para a pousada da senhora Limosa, levem os traidores que conseguir! Assim finalizaria a ligação com o primeiro grupo.

Akagi e Laila estavam seguindo e sabiam o plano, ambas infiltradas tanto na revolução quanto na marinha Happo, poderiam trazer as principais figuras dos dois grupos contrários ao governo para o mesmo lugar, assim encurralando todos os ratos em um único ponto. - Preciso que Hany esteja junto! Soltava ligando para Leo, o rapaz estava responsável de tomar conta da garota enquanto estivessem em missão.

- Olá… Oque está acontecendo? A última vez que tentei contato não consegui respostas! Com essa dupla era direto, até o instante momento não havia conseguido nenhuma noticia, e estava ligeiramente preocupado com Hany a pesar de confiar que a mesma conseguiria completar a missão dada, escutaria oque o rapaz tinha a dizer, em seguida falaria. - Necessito que vocês façam com que todos os revolucionários importantes se juntem na pousada de Limosa, um grande evento ocorrerá lá, e no momento certo atacaremos! Falava em um tom sério, mas antes de poder bolar o plano com totalidade, precisava saber em que pé estavam as demais fases.




Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 12, 2022 6:20 pm



SAMIRA

A ruiva começava a conversar com a mulher, e logo percebia que a mesma não falava sobre ela, o que poderia trazer um alívio para a mulher. -Você tem razão… Bom, se Limosa te indicou, sabe que você tem um bom potencial. Diria ela e logo demonstrava um semblante triste ao saber que seu antigo guarda costas havia morrido. -Bom, precisamos cuidar das coisas para que isso não aconteça de novo, não é? Diria ela olhando nos olhos da ruiva e então a ordenava. -Entre em contato com Limosa e peça a ela que una todos os comandantes da revolução desta ilha, quero conversar com todos e preciso que isso seja rápido. Diria deixando que a ruiva seguisse o caminho até onde deveria ir.

Samira agora tinha algo a fazer, certamente era algo grande prestes a acontecer, talvez o ataque tivesse feito a mulher repensar algum ponto de suas missões, e não podia deixar isso passar assim, afinal, se conseguiram chegar até ela e quase a matar, poderiam chegar nos demais e acabar obtendo êxito.

A ruiva agora tinha seu destino, e antes que saísse do quarto, a mulher dava uma última informação. -Diga a ela para preparar tudo em sua própria residência… Lá poderemos ter mais controle das coisas e ela pode cuidar melhor da segurança! Peça que Antony, e nosso pai vão também, vamos precisar de todos... Precisamos agilizar logo o processo do T.I.L.T, eles saberão o que é. Dava a última palavra deixando que Samira seguisse para cumprir suas ordens. Era de fato uma missão importante, e o que viria depois disso seria ainda mais problemático, talvez Melinda quisesse acelerar os planos para evitar falhas, ou talvez tivesse apenas alguma coisa a dizer sobre o ocorrido de quase sua morte.

Agora Samira tinha a faca e o queijo nas mãos, não só a ideia do que estavam fazendo, mas também uma nova sigla, que talvez tivesse haver com sua missão para o submundo. Essa informação era de fato importante, e precisava ser compartilhada com Agatha, talvez passando tudo para que Akagi pudesse lhe deixar a par da situação, ou mesmo a ruiva entrar em contato direto com a raposa.

HANY

Já a pequena tubarão, se mantinha descansando em seu quarto, apenas deixando que o tempo passasse, a menina logo começava a pensar em coisas e logo chegava ao pensamento sobre comida, isso era fato de que aconteceria, afinal, ela tinha o apetite de um tubarão, mesmo pequena, deveria ser algo grande.

Logo ela pegava o telefone, seus pensamentos a levavam até sua dieta, já que ela parecia estar um pouco fora da mesma, e o pensamento sobre peixe tomava conta de sua mente, ela então pegava o telefone e discava o número da recepção, onde a atendiam e ouviam seu pedido. -Sem problemas senhorita, em breve estaremos enviando para seu quarto, qual o número do mesmo por favor? Diria o homem do outro lado da linha já esperando para anotar a informação e assim liberar a ida da comida.

Logo a menina dizia o número do quarto, e assim algum tempo depois a comida chegava até o mesmo e uma mulher batia na porta levando o carrinho com a comida pedida. -Pedido! Diria a mulher deixando o carrinho à frente da porta para que fosse pego pela menina, e assim se retirava para seus afazeres.

Nesse mesmo tempo, o telefone tocava, era o den den mushi que Agatha usava para se comunicar com Leo, e do outro lado da linha era exatamente a mesma, questionando o andamento da missão que os dois haviam sido incubidos, e logo Leo respondia. -Tudo correu bem, a pequena conseguiu cuidar do inimigo, e agora está descansando e se alimentando… Tem mais alguma coisa que podemos fazer? Outra missão? Respondia a pergunta de Agatha e logo questionava a mesma sobre alguma possível outra missão. -E a pequena parece estar com saudades de você… Me pediu para perguntar quando vão se ver novamente. Questionou o homem antes de ouvir o que a raposa tinha a dizer.

Agatha então explicava o que planejava, já que seu plano estava seguindo como deveria e havia sido planejado, ela queria a princípio reunir todos os revolucionários na pensão de Limosa, o que não seria tão difícil, já que Melinda parecia ter tido a mesma idéias, e isso talvez ajudasse nos planos da raposa.

Ela explicava a Leo o que pretendia, já que até o momento ela não sabia do plano de Melinda para com os revolucionários. O homem ouvia tudo e assentiu para si mesmo positivamente com a cabeça, e então dizia ao telefone. -Certo! Vou ver o que consigo fazer para mover tudo do jeito que você disse… Mas certamente vai ser algo difícil, eles não iriam até lá de forma tão simples assim. Diria o homem em resposta ao que a raposa pedia, deixando que a mesma terminasse de explicar o que mais ela quisesse.

Agatha

A raposa por outro lado, começava a mexer suas peças como se estivesse em um tabuleiro de xadrez, a mulher direcionava todos aqueles que lhe eram úteis e importantes em suas funções para seguir com seu plano, de reunir todos os revolucionários na pensão de Limosa.

Porém, ela não sabia que Melinda já estava antecipando isso e seus planos pareciam se encaixar perfeitamente naquilo, era como se ela realmente estivesse controlando todo o tabuleiro e todas as peças ao mesmo tempo, tudo estava fluindo como deveria, mesmo sem que ela soubesse. Porém, ela ainda não tinha essa informação, apenas Samira poderia lhe passar tal coisa, talvez através de Akagi enquanto ela seguia organizando todo o evento dos revolucionários, isso daria tempo para que Agatha pudesse reformular algum ponto do plano, ou acrescentar algo novo.

A Mulher mantinha seus contatos com todos os ajudantes que tinha, e obtinha suas respostas. A princípio todos tinham conseguido executar bem suas missões, tudo era passado para aqueles que deveriam ter as informações, Akagi estava com Samira, e talvez era a mais próxima de uma possível ligação entre as duas mulheres, uma que arquitetava todo o plano e a outra que tinha em suas mãos toda a informação necessária para que agissem bem.


Agora era apenas se preparar para finalmente seguir com o planejado, já que Melinda havia simplesmente dado de bandeja para eles, a posição em que deveriam estar, e como tudo seria feito. Com as informações que Samira obteve, ela poderia facilitar e muito as próximas ações da raposa, para que tudo saia como o planejado e sem erros.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício AFpksu9
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício Ahri
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Sab Jul 16, 2022 6:02 pm





Capitulo III — Solstício


Ter aquele den den mushi era algo bastante útil, saber que poderia falar abertamente com as pessoas da minha equipe me deixava confortável o suficiente para mexer as peças que precisava. A primeira dupla contatada, informava que o plano designado a eles estava seguindo de forma tranquila, sabia que poderia contar com Alex para executar oque fosse passado para ele, a final ele tinha se mostrado bastante eficiente desde que tinha chegado naquele mar, mas dizer que confiava era um termo bastante forte. “Se ele conseguir se infiltrar na marinha Happo, posso fazer disso para juntar eles em um local só junto com os revolucionários, acabar com eles em um único golpe!” Pensava dando as ordens para a dupla.

Finalmente conseguia estabelecer um contato entre Leo e Hany, já tinha um tempo que havíamos nos separados e que não tínhamos mais nenhuma informação sobre uma a outra. Leo informava que tudo estava nos conformes, oque me tirava um breve sorriso, de fato Hany era uma das poucas pessoas que podia confiar, ela não estragaria a missão muito pelo contrário daria tudo de si. - Estou muito contente que tudo esteja como o planejado! Falava parabenizando a dupla.

Em seguida Leo informava que Hany estava com saudade, apertava o comunicador do caracol levemente. - Também sinto a falta dela, diga a mesma que amanha iremos nos ver… Dava uma pausa lembrando que estava disfarçava. - Estou um pouco diferente mas tenho certeza de que ela vai me reconhecer! Dava uma pequena risada ao terminar de falar.

- Conto com vocês, sei que a missão é difícil, mas a isca já foi colocada, tenho certeza que será fácil vocês instigarem eles a irem! Dito isso desligava a ligação, como Akagi estava enteirada na missão, provavelmente ela me ligaria caso tivesse novas informações para me passar.

Assim me levantava do local onde estava sentada, tinha bastante tempo até a hora do encontro no hotel da Limosa, precisava me preparar. “Sinto que meu corpo está mais descansado…” O treinamento no outro dia tinha sido bastante eficiente, me fizera relembrar golpes que faziam anos que não utilizava a final, Rokushiki era nada mais nada menos que uma arte marcial, caso não fizesse uso constante entraria em um limbo de esquecimento.

- Talvez esteja na hora de praticar mais alguns… Caminhava para o lado de fora da sala de comunicação. A base era bem grande, só precisava caminhar para o campo de treinamento e encontrar o agente que havia me treinado no dia anterior.

- Lembrar o nome do garoto vai ser difícil, ainda mais que Mistake fica dando números para cada um! Falava tentando lembrar o nome do menino, mas era irrelevante.

Assim que chegasse no domo de treinamento, procuraria por algum agente mais desocupado e falaria. - Preciso que fique atento na sala de comunicações, caso alguém ligue querendo falar comigo, venha me avisar imediatamente! Dava uma pausa esperando que o mesmo entendesse a ordem simples que havia passado para ele. - Caso Mistake queira falar comigo, a informe onde me encontro!

Treinamento Rokushiki:Geppou

Assim me afastaria do agente seguindo para o que estivesse treinando os demais agentes do local, esperando ser o mesmo que do dia anterior. - Certo garotinho, vamos para a segunda rodada de revisão… Dava um sorriso confiante ao mesmo. - Vamos de Geppou! Assim aguardava a explicação do mesmo sobre tal habilidade, tentando relembrar os conceitos que levaria o corpo a poder usar o rokushiki, em seguida prestando bastante atenção na parte prática do estilo, onde executava os movimentos mostrados pelo garoto, até estar apta o suficiente para poder executar com mais experiência.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
63
Localização :
Masquerade
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Ter Jul 19, 2022 11:54 pm
I was a beast

Como a maioria dos hotéis que tinham esse serviço, tudo foi bem tranquilo, sem muitas perguntas ou problemas que poderiam atrasar a entrega da comida. O número do quarto foi tudo que a pessoa do outro lado solicitou. A espera não foi longa, Hany correu para fora do quarto assim que escutou a voz da funcionária que lhe entregou sua refeição, largando lá a comida. "Rapidinho, hora do rango." O disfarce e as roupas de dinossauro não deixavam, mas ela estava feliz, seu sorriso ia de um canto ao outro do rosto e a única coisa que a impedia de dar pulinhos de alegria era realmente a presença de Leo e a promessa com Agatha. "Vou ter paz um dia, esse teatrinho é só por um tempo." O maior problema que danificaria sua identidade era muito mais a cauda de tubarão, mas na cabeça dela qualquer coisa que a fizesse agir como Hany podia dar problemas, coisa de criança.

O carrinho com a comida terminava no quarto, deixando a porta atrás trancada para que pudesse aproveitar sem interrupções exteriores. "Levo pra fora quando terminar, tem prato e outras paradas que não vou carregar sozinha." Boo nem se ligou muito na conversa de Leo, toda a fome parecia nublar os pensamentos da pequena, seu foco estava totalmente no carrinho, retirando tudo dele para colocar em sua cama, montando tudo para não sujar a cama em si, mas ainda conseguir comer lá sem problemas. Com tudo preparado, Boo começaria a satisfazer a fome que lhe atormentava. A primeira coisa que levou até a boca foi algo para molhar os lábios, além de a acordar e dar um pouco de energia. Leite sempre foi muito útil em vários momentos de sua vida, aquele não seria diferente, seja para se recuperar ou só encher a barriga ela tinha certeza que terminaria aquele dia melhor do que ontem.

Boo basicamente não ligou para Leo no tempo em que permaneceu comendo, bebendo e se divertindo. Aquele era o momento dela, seu parceiro tinha coisas a tratar com outras pessoas, já ela não precisava se preocupar muito depois de um serviço bem finalizado. "Isso aqui ta gostosim, vai me segurar por um tempo.." A quantidade provavelmente serviria até de noite se a pequena garota-peixe fizesse algum esforço, mas ela provavelmente precisaria de outra refeição pesada para estar com 100% da força que possuía. Seria somente após comer tudo, beber todo o leite e se deitar por alguns minutos que a híbrida voltaria sua atenção ao loiro. – Hiko. – começaria, mantendo-se dentro do personagem, chamando por ele sem muita força após ver o fim da ligação. – Temos algo para hoje? – a questão surgia em meio a pequenas checagens em seu próprio corpo, era como se ela estivesse testando sua força, cerrando os punhos, dando alguns socos e chutes para cima. – Acho que estou pronta. – a confiança na voz da pequena era imensa, seu corpo não parecia tão dolorido mais, vai ver foi realmente o leite. Independente disso, Hany saltaria da cama para colocar todos os pratos e talheres de volta no carrinho que os trouxe, levando este ao lado de fora quando houvesse tempo. Os trabalhos poderiam começar, isso se houvesse algum a ser feito naquele dia. Seguir seu parceiro ou permanecer no quarto, ambas as coisas faziam sentido para ela, imaginando que a infiltração de verdade só começaria amanhã.

Capitulo III — Solstício PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei: