Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Capitulo III — Solstício

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
Achiles
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Bf3w3iH
Créditos :
25
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Capitulo III — Solstício Seg Jul 04, 2022 8:33 am
Relembrando a primeira mensagem :



Capitulo III — Solstício


Agatha Harkness [Agente], Hany G. Drezat & Samira Evelynne Malkova [Civis]

não possui narrador definido.
Fechada

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 BhECXT7

Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
40
Localização :
Pais de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qui Ago 25, 2022 11:41 pm
Out of the blue

Vacina... Bizarro, precisa mesmo disso aí? Hany nunca ficou doente, isso é coisa de gente fraca, mas recusar isso a faria ir contra as ordens de Agatha. Mesmo não gostando da ideia, ela caminhou ao lado do loirinho e a pessoa que os indicava a sala. A dor da vacina não importava muito, algo assim só a fazia querer morder algo, sentir um pouco mais de dor. Uma seringa daquelas não a machucaria, não sozinha. – Agradeço. – respondeu de forma breve e suave, seguindo seu próprio caminho. Ler ajudaria a dormir, principalmente se fosse algo chato ou complicado de entender. Boo estava, sim, cansada, era tarde, tinha aproveitado bem seu dia, mas ainda não queria dormir, nem sabia se conseguiria. A insônia é sempre um problema, ao menos em sua casa ela é.

Durmo bem após ler um pouco, pode ficar tranquilo. – a história até interessava a mente da garota, só que seu próprio corpo já não parecia aguentar muito bem se manter focada na leitura. Dormir tão rápido, mesmo na casa de um estranho, não fazia sentido algum. Na cabeça da híbrida isso não surgiu, mas era claro que isso estava errado, talvez fosse culpa até da vacina que levaram a pouco. "Kano... É, Kano é legal." Boo não sabe quando ocorreu, mas ela dormiu durante a leitura, deixando o livro cair sobre seu corpo e a deixou dormir pela noite inteira. Ela acordou no dia seguinte com o livro sobre o seu peito, sentindo-se muito bem, dormir a noite inteira sem interrupções não era normal em sua vida. "Como? Merda, onde é que eu to mesmo?" As pequenas mãos dela iam ao rosto, limpando os olhos de leve, tentando pensar enquanto ainda despertava.

Hiko? – sua voz estava num tom mais baixo, ela não queria acordar seu parceiro, estava só querendo saber se ele já estava desperto. – Já se lavou? Preciso me arrumar ainda, estamos dentro do horário? – diria se o mesmo estivesse acordado. Com ou sem essa conversa, Boo colocaria o livro de lado na cama, deslizando-se para a borda dela, tentando alcançar o chão com os pés. A roupa de ontem precisava de algum descanso, não era bem hora de trocar, mas por ser cedo ela resolveu simplesmente pegar algo mais quente. O banho foi deixado de lado, gastar mais maquiagem ainda não parecia correto, por isso ela apenas escovaria os dentes, arrumaria bem o cabelo e limparia de lado apenas partes que talvez estivessem sujas. Fora isso, Hany largaria a roupa usada ontem, por dormir nela, parecia melhor trocar.

Com as roupas trocadas, Boo colocaria as anteriores na mochila, arrumando-se por completo antes de voltar a Leo e finalmente partir para a reunião. – Pronto? – os passos dela seguiriam para a reunião se estivessem no horário, ou simplesmente procuraria algum lugar para comer. Era hora de aproveitar algo, antes dos problemas que provavelmente surgiriam após a conversa. "Vou observar muito hoje." A atenção nos arredores e em tudo que os outros faziam era o foco, querendo ou não ela era uma criança que não representava perigo, isso talvez fosse útil hoje.

Capitulo III — Solstício - Página 3 PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Orra5aa
Créditos :
26
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sex Ago 26, 2022 9:20 pm







Ato VII



Apesar de ter feito poucas coisas, havia tanto que eu tinha aprendido naquele dia. Minha mente estava tão cansada com tudo, todas as informações, as atuações e os aprendizados. Parecia que quase uma semana tinha se passado no curto período de um dia, e ao tomar a leitura de um livro de história que Melinda tinha me sugerido, acabava por ceder àquela fraqueza, enquanto minha mente se tornava cada vez mais nebulosa e confusa. Talvez a vacina já estivesse fazendo algum efeito no meu sistema imunológico.

Por fim, num rápido mergulho na escuridão que se formava a partir de um sono sem sonhos, voltava a abrir os olhos. Parecia cedo na manhã do dia seguinte. Sabia que a reunião teria o seu início logo pelas dez, e imaginava que eu tinha algumas poucas horas para me preparar e começar a encontrar as grandes cabeças da reunião, tirar uma informação útil ou outra, me apresentar e fazer um pouco daquele jogo social que eu já não praticava há algum tempo.

"Aquela tal Agatha parecia ser boa nisso", pensava, enquanto despia-me de minhas vestimentas, deixando-as em algum canto por sobre a cama. Dando uma breve passada pelo quarto, tomaria de algum guarda-roupa à disposição algum vestido bonito e apropriado para o encontro, mas que tivesse uma abertura na área das pernas, para que não dificultasse minhas movimentações, caso estas fossem necessárias em algum momento.

Deixaria o vestido preparado, e seguiria para o banho, mergulhando em alguma banheira após enchê-la toda com água, se necessário fosse, e deixaria o meu corpo relaxando por ali. Caso percebesse que estava sozinha, levaria o Den Den Mushi de Akagi comigo para o banho, e posicionando-o por debaixo de uma toalha junto de meu rosto, ligaria para a mulher. A toalha serviria justamente para esconder o que eu estava fazendo e abafar os sons, no caso de haver alguma escuta ou câmera escondida naquele banheiro. — Papel e lápis. Tic. Tic. Tac. Tic Tac Tac... — Começaria a me comunicar através de código-morse, imaginando que Akagi possivelmente soubesse, ou ao menos tivesse como anotar aquilo para traduzir posteriormente. "A Reunião começará às dez. Até o seu início, estão vacinando o resto do exército contra a arma biológica deles, talvez vocês possam dar um jeito de vacinar seus homens também, como um plano B. O que quer que estejam planejando fazer, me deem algum tempo na reunião, preciso encontrar alguns alvos importantes e colar neles antes do caos começar. Uma hora ou duas devem bastar." Transmitiria aquela mensagem para Akagi através do código-morse, e então desligaria o aparelho de comunicações.

Relaxaria em meu banho por algum momento, descansando nas águas confortáveis. — Hoje vai ser um longo dia...





Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- Proficiência Sociologia (Post nº 05)
- Proficiência Avaliação (Post nº 06)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 07 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 Yz8SSU6
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Tumblr_static_tumblr_static_8i4bn25fpqo8ws4o084goocsg_640
Créditos :
01
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t1845-the-one-above-all#19564
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Sab Ago 27, 2022 1:56 am



Agatha


A raposa finalmente acordava e seguia sua rotina matinal, logo estando preparada para seguir com sua missão. Ela parecia bem agitada com o que estava por vir, e não era por menos, logo seguiu até Mistake, e comentava com a mesma se tudo estava correto para a operação iniciar e a velha logo a respondia. -Já tenho todos os agentes em posições, só precisa que me diga o momento de iniciarmos o avanço e eu os mandarei seguir, lá, você comanda como achar necessário. Dizia a velha com um leve sorriso no rosto, olhando para Agatha como se a enxergasse de verdade.

A raposa logo se prontificou, e então entregou sua foice nas mãos da velha a pedindo que entregasse quando a batalha começasse.  -Sem problemas, mandarei um dos melhores levá-la até você, só não morra antes de ter sua arma em mãos. Disse a mulher em tom sarcástico, deixando que a raposa de nove caudas pudesse seguir. No caminho Agatha recebia uma ligação de Akagi, dizendo tudo o que Samira havia conseguido de informações.

Ela logo seguia seu caminho, suas vestimentas agora demonstravam um disfarce aparentemente, ela saia do esconderijo de forma furtiva sem que ninguém a visse, e então se aproximava do local da reunião com tranquilidade, tudo isso era bem simples para ela, mas talvez o problema fosse entrar na mansão. Na porta, um dos guardas a abordava, ele a olhava de cima embaixo analisando quem seria aquela pessoa, mas não detectava nenhuma arma em suas mãos ou algo de problemático, e quando ela dizia ser a Lady Sith de Zou, o mesmo a respondia. -Claro, pode entrar… A senhorita é a primeira a chegar, em breve os demais estarão presentes. E assim ele deixava que a mulher passasse.

Ao adentrar, o corredor era grande com um grande tapete vermelho, não era como se isso fosse algo para recepcioná-los, era apenas decoração mansão em si. Os adornos floridos haviam acabado de ser trocados, e tudo estava sendo organizado, era possível ver os empregados trabalhando e arrumando tudo, e logo, Limosa se fazia presente no topo da escadaria a frente da raposa. -Bem vinda minha companheira! Espero que tudo tenha corrido bem na viagem… Pode se acomodar, os empregados cuidarão do que precisar, é só pedir! A reunião começará às dez horas, então ainda temos tempo. Dizia a mulher em direção a raposa, esboçando um sorriso tranquilo em seu rosto. -Ah, claro, você já tomou a vacina? Se não, peça para que tragam para você, não podemos deixar ninguém sem ela. Concluía Limosa, olhando diretamente para a mulher e esperando sua resposta.

Agatha agora estava frente a frente com uma das comandantes da revolução na ilha, alguém com acesso direto aos homens e mulheres do alto escalão da revolução, e só dependia dela como iria agir dali para frente.


Hany


A menina tinha sua noite de descanso muito bem aproveitada, a pequena havia dormido bastante e parecia bem revigorada. A pequena se arrumava e se preparava para a reunião de mais tarde, ainda era cedo, haviam se passado apenas alguns minutos desde que acordaram.

Leo ouvia o que a menina dizia e então apenas falava. -Ainda é cedo, a reunião é às dez, são oito e quinze da manhã ainda, relaxe, temos tempo. Dizia o homem em resposta a pequena, e assim seguiam suas preparações. Logo, os dois estavam prontos, mas como ainda não havia reunião, eles poderiam seguir para onde quisessem, talvez caminhar pela mansão, procurar por alguém, conhecer pessoas, coisas.


Samira


A ruiva por outro lado, seguia em uma rota diferente dos demais, ao acordar, a mesma se despia no quarto, colocando suas roupas sobre a cama e assim seguia para o banheiro, no mesmo a mulher escondia seu den den mushi em uma toalha e então fazia uma ligação para Akagi, que logo era recebida.

Na mesma, a mulher mandava sua ouvinte pegar papel e lápis e então começava a passar código morse para a mesma, ela dizia tudo o que precisava e logo desligava o mesmo, adentrando na banheira e relaxando seu corpo. Akagi recebia a mensagem e logo a decifrava de forma tranquila e assim seguia para passar as informações para Agatha que ainda estava do lado de fora da mansão, assim deixando tudo preparado para que pudessem agir quando necessário.

Todos


O tempo estava passando, e logo eles começavam a ouvir uma maior movimentação pela mansão, os convidados da reunião estavam chegando pouco a pouco, e uma das figuras mais importantes já estava presente no local. -Bom dia meus queridos companheiros, como estão? Quem estivesse próximo o suficiente do salão principal poderia ouvir sua voz, o rapaz não só parecia ser alguém novo, como demonstrava com toda a sua energia enquanto bradava a seus companheiros de sua chegada, esse era o Comandante Zhi Song, um dos comandantes da revolução da ilha.

Logo após sua apresentação, mais uma figura importante surgia, esse era mais reservado e parecia um tanto mais tranquilo, apenas se aproximando e acenando com a mão direita, esse era Don Wei Rong. -Bom dia! Todos já chegaram? Questionava o homem a Limosa que fazia a recepção dos dois logo na escadaria da mansão. -Olá! É bom velos… Ainda não faltam apenas mais algumas pessoas, e logo estaremos iniciando a reunião… Ainda faltam alguns minutos. Dizia a mulher, deixando que eles ficassem livres por ali.

Nesse momento o relógio já bate às nove horas da manhã, agora só restam mais uma hora para a reunião e para que pudessem organizar toda a missão de dentro e de fora da mansão, Agatha tinha as informações, e suas aliadas estavam presentes no local, e só restava tomar as decisões para que pudessem seguir com o plano. Nesse momento, Fan Li já estaria junto de Mistake para coordenar os avanços da marinha para a invasão, e tudo agora estava nas mãos da raposa, todas as peças estavam no tabuleiro, só restava movê-las.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício - Página 3 NuoND3c
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
40
Localização :
Pais de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sab Ago 27, 2022 4:28 pm
I can't remember when

Fora a reunião e os pedidos de Agatha, Boo lembrava do pedido de seu superior no submundo. Parecia algo simples, mas até então ela não tinha iniciado a busca pelo alvo, nem mesmo perguntou para Leo sobre. Eram problemas que simplesmente não importavam tanto assim para ela, mesmo sendo importante, talvez a hora de começar isso viesse cedo ou tarde. Preocupar muito não é bem o jeito da pequena Hany. As novas caras chegando na mansão e o anúncio do tempo restante mostravam o espaço necessário para ao menos explorar melhor as coisas, quem sabe até conhecer mais pessoas. – Vou dar uma volta, preciso pensar. – a voz dela saia mais baixo, segurando a mão esquerda de Leo/Hiko ao falar, apertando-a levemente. Após alguns instantes, Boo começaria a se afastar, procurando algo, alguém.

A mulher que procurava ainda era desconhecida. Hany recebeu de K. poucas informações além do nome. "Emillie Frontier Delapapu... Fora isso, acho que ela cuida das informações. Preciso checar algumas coisas, tenho tempo por hora." Um alvo nunca escapou das presas de Hany, agora de Boo, bem, talvez pudesse existir a primeira vez. Com bastante calma, ela caminhava pela mansão, passando perto de algumas pessoas imaginando se escutaria algo útil, cumprimentando outros com um breve movimento da cabeça. "Trabalhar com informações... Deve precisar de muito papel, algo para se comunicar também. Alguma sala isolada? Shaa, preciso ver." Entre saudações, pensamentos e muita caminhada, a pequena pegaria seu novo cantil, bebendo a água enquanto seus olhos observavam atentamente os arredores. Antes de guardar o cantil, Boo o fechou e começou a morder de leve a tampa.

As mordidas continuavam por algum tempo, levando-as até mesmo aos seus dedos que seguravam o cantil, fazendo isso até parar para cumprimentar outra pessoa, levando assim o cantil para dentro das vestes. Achar Emillie seria problemático, mesmo sabendo do básico, Boo precisava achar a sala em que essa mulher podeira estar, além de encontrar ela e ter certeza de estar falando com a pessoa certa. Tanta coisa precisaria de investigação, coisa que a pequena estava fazendo no momento, explorando bem o local, anotando mentalmente possíveis caminhos para seguir se algo desse errado, escolhendo com calma suas palavras ao falar com alguém, simplesmente lhe dando o nome Boo e talvez explicando como chegou até ali. Passar no meio de tanta gente devia dar alguma info. Seja escutando o nome dela, ou a encontrando de fato em algum canto, nesse ponto cravar o visual dela na mente acabaria rolando. A garota-peixe não era das melhores em ser discreta, seu olhar sereno observaria bem as coisas e se afastaria com vergonha se acabasse sendo olhada de volta.

Era bem possível que as resposta não seriam das melhores, Boo se manteria investigando melhor até o horário da reunião, retornando para Leo quando preciso para poderem prosseguir. – Precisa de alguma coisa? – explicar para ele no meio de tanta gente só complicaria tudo, questionar seu parceiro fazia mais sentido. Seguir os passos do loiro, ainda com a atenção voltada para os outros. Cagar para a reunião era o foco, ela só queria cumprir seu papel até certo ponto, sem se aprofundar demais no que é ser parte da revolução, ao menos Hany pensava assim.

Capitulo III — Solstício - Página 3 PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Ahri
Créditos :
51
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Qua Ago 31, 2022 10:50 pm





Capitulo III — Solstício

Não demorava para encontrar a velha cega, as coisas na base pareciam estar bem adiantadas, ou melhor dizendo bastante promissoras visto que o dia de hoje era muito importante para o destino do governo naquele mar. “Foram dias e mais dias de investigação, ação contra nobres corrompidos, até chegar esse momento!” Pensava em tudo que tinha feito até aquele momento, todos os caminhos tinham me levado até aqui.

- Ótimo que estejam todos prontos! Falava pausadamente, colocando minha mão direita em minha cintura. - As coisas vão ser delicadas, então preciso que todos tenham o máximo de atenção possível! Olhava para os demais agentes que estariam andando pelo local.

- O momento de iniciar é simples, usarei o máximo de energia que consigo produzir, assim fazendo barulho o suficiente, para chamar a atenção de qualquer pessoa que esteja por perto, esse é o sinal de que a batalha teve seu início! Lambia meus lábios de excitação. - Nesse momento a contenção deve ser feita atacando qualquer pessoa que tentar fugir do local… Dava uma pausa voltando olhar na direção da cega. - Quando digo qualquer um é qualquer um, não podemos deixar nenhum desses vermes vivo!

Com tudo passado a limpo para a mulher, me restava entregar a foice, no qual a mesma indicava enviar um dos melhores agentes para isso. - Não se preocupe, a foice é apenas um utensílio, minha verdadeira força está em meu corpo! Juntava uma quantidade de energia que percorria meu corpo, o suficiente para que a mulher escutasse seu som.

Com os assuntos encerrados na base, seguia em direção a propriedade de Limosa, onde o encontro com os figurões da revolução aconteceria. “Interessante…” A segurança do local estava um pouco mais reforçada do que da ultima vez que estive lá, um dos guardas logo me interrogava quando me aproximava, mas assim que me apresentava permitia a passagem.

- Ah que pena, adoro ser a última a chegar, gosto da sensação de todos me olhando e me elogiando! Falava com um sorriso malicioso em meu rosto, soltando uma pequena risada, em seguida caminhando para o lado de dentro do local. Antes mesmo que pudesse por os pés dentro do prédio, Akagi aparecia com uma mensagem da ruiva, informações que seriam extremamente pertinentes para oque estava por vir.

“Entendo, então precisarei enrolar bastante na apresentação de Limosa!” Sabia que a arma estava presente no local, se tratando de uma arma biológica, ter ela contra o governo seria extremamente desagradável no atual momento, talvez ter uma das tais vacinas façam com que os cientistas repliquem para os marinheiros e agentes no resto do mundo. Concordava em arrumar tempo balançando a cabeça positivamente para a ruiva.

Arqueava uma das sobrancelhas vendo que o lugar estava bem mais arrumado, não que antes fosse um lugar feio, mas toda a beleza da decoração do lugar chamava a atenção, talvez uma forma de mostrar todo o poder aquisitivo que aquela família tinha. “Nobres querendo ser maiores que o próprio governo!” Era um tipo de pensamento que de dava um pequeno riso de canto de rosto.

A anfitriã logo aparecia a minha frente, a mulher parecia estar bem mais animada que no dia anterior, provavelmente havia conseguido resolver as pendências que tinha sido apresentadas a ela. - Agradeço a hospitalidade como sempre! Dava um sorriso me aproximando da mulher. - Espero que diferente de nosso último encontro, esse seja mais proveitoso para ambas as partes… Ainda com o sorriso no rosto me virava vendo os demais convidados chegarem no local.

O hall de entrada ia se enchendo, rostos familiares iam adentrando no local, meus infiltrados faziam jus ao serviço visto que estavam muito bem ao meio dos inimigos, mas a cereja do bolo finalmente dava a as caras, o jovem garoto que conseguia se esgueirar do governo aparecia. “Finalmente…” Uma pequena faísca saia do canto do meu olho, enquanto observava o garoto.

O rapaz cumprimentava todos que estavam no local, esbanjando uma popularidade que de fato fazia juz ao título de comandante. Com o tempo passando mais e mais pessoas iam chegando, quando finalmente a última peça que importava se apresentava, Wei Rong da marinha happo estava presente. “Só preciso arrumar tempo para Samira…” Pensava analisando todo o cenário.

Samira precisava de tempo, e era algo que até então tínhamos de sobra, a reunião ainda estava distante de ser iniciada, no qual poderia ser o momento perfeito para estudar aqueles que seriam minhas presas mais a frente. - Limosa! tentava chamar a atenção da dona da casa.

- Parece que então não era um blefe… Soltava me aproximando da mulher. - Sinto que são pessoas importantes aqui, se antes você tinha minha curiosidade, agora tem minha atenção! Falava com um sorriso em meu rosto.

- Mas antes de continuarmos com as negociações na reunião, me diga, quem é quem? e lembre-se tenho um olfato muito bom para mentiras. Terminava de falar apontando para meu nariz com o dedo indicador.

O trabalho de arrumar tempo, se juntaria ao de conhecer mais do meu inimigo, principalmente se Limosa me desse os nomes e funções dos alvos secundários, ter a chance de eliminar boa parte do alto escalão revolucionário do mar, seria um feito delicioso de se executar. Assim acompanharia a mulher enquanto ela me apresentasse aos outros convidados, caso ela se recusasse apenas andaria pelo local usando de minha audição para escutar conversas pertinentes.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Orra5aa
Créditos :
26
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qui Set 01, 2022 2:35 am







Ato VIII



Ao deixar o banho e vestir o traje que tinha escolhido e separado anteriormente, preparava-me ao me equipar com todas as peças fundamentais dos itens que carregava, voltando a levar aquela bolsa em meus ombros. Deixaria então o meu quarto e seguiria para o saguão principal em que viria a ocorrer aquela reunião entre todos aqueles membros de tamanha importância para a revolução. Tomaria algum drinque por ali, levando-o comigo em minhas mãos para que pudesse apreciá-lo aos poucos enquanto tentaria novamente uma nova faceta de uma camaleão social.

Tentaria identificar os tais cientistas do exército, sempre através de ouvir conversas, ou ver que tipo de coisas carregavam consigo, ou até mesmo ouvir os comentários de terceiros a respeito dos convidados que iam chegando, e assim tentaria me aproximar de tais pessoas. — É um prazer. — Diria, ao me aproximar, com um sorriso de esplendor no rosto, meneando um brinde com minha taça no ar. — Sempre fui apaixonada por química. — Completaria com algo que não era tão verdade. Era fato de que eu tinha tido a necessidade ao longo da vida de aprender uma coisa ou outra de Química, mas que não guardava esses conhecimentos tão bem comigo, e muitas vezes acabava tendo que pesquisar novamente. "Ao menos eu já sei onde pesquisar"

— Então o mérito da ação de hoje é todo de vocês... Meus parabéns. — Comentaria, parabenizando-os caso realmente fossem eles quem tivessem desenvolvido a T.I.L.T, mas evitaria tal comentário caso não tivesse como chegar a essa conclusão. — Já faz algum tempo que eu quero criar algo bacana...





Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- Proficiência Sociologia (Post nº 05)
- Proficiência Avaliação (Post nº 06)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 08 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 Yz8SSU6
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Tumblr_static_tumblr_static_8i4bn25fpqo8ws4o084goocsg_640
Créditos :
01
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t1845-the-one-above-all#19564
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Sex Set 02, 2022 12:29 am



Hany


A pequena finalmente decidiu se mover em busca daquilo o que queria, sua missão do submundo ainda precisava ser completa, e ela acreditava que ali seria o local certo para encontrar seu alvo. Ao sair do quarto acompanhada por Leo, ela podia ver uma grande movimentação pela casa, pessoas diferentes em cada cômodo, e uma grande movimentação dos criados para cuidar de todo o bem estar dessas pessoas.

Em meio a aquela movimentação, a menina caminhava pelos corredores, ela poderia ouvir as vozes de muitas pessoas, e em meio a essas vozes, poderia ouvir a voz de uma mulher em específico, ela estava falando com Limosa na entrada do salão, e parecia ter acabado de chegar, ela poderia ouvir o nome Lady Sith de Zou ser mencionado, e isso poderia ser uma boa informação para ela, caso soubesse de quem se tratava, claro.

Em meio a esses nomes, outros também eram mencionados, como o do comandante Zhi Song e o de Don Wei Rong, que também haviam acabado de chegar na mansão. Em volta, era possível ver um grande número de pessoas conversando, mas aparentemente nenhuma com o nome que ela procurava, até que uma empregada dizia um nome familiar. -Senhora Emillie! Por aqui por favor. Isso poderia deixar a menina em polvorosa, afinal, essa poderia ser aquela por quem ela procurava.

Ela poderia ver após ouvir o nome, que a empregada ia na direção da mulher, era uma mulher jovial, apesar de aparentar ter uma certa idade, por volta dos vinte e sete anos, cabelos negros e uma pele clara. A pequena agora tinha alguma coisa para se preocupar, e alguém para sondar, talvez conseguir mais informações de forma indireta, afinal, o sobrenome da mulher não havia sido dito ainda, poderia ser qualquer Emillie.


Agatha


A mulher se fazia presente e logo tinha um diálogo direto com Limosa, assim, também conseguia perceber a presença de pessoas ilustres da revolução, assim como de outras facções afiliadas a eles. Akagi havia feito seu papel e passado as informações, e agora a raposa tinha ideia do que precisava fazer.

Logo, ela observando todas aquelas pessoas chegando, maquinava tudo em sua cabeça, afinal, seu tabuleiro estava sendo formado, e as peças estavam sendo postas sobre ele. Com isso, ela sabia que precisava ganhar tempo para Samira, e assim, resolvia chamar Limosa mais uma vez para uma espécie de conversa.

Ao chegar, a mulher se aproximava e logo ouvia o que a raposa queria. -Ahaha! Não tenho porque mentir, se precisasse disso, você provavelmente não estaria nessa reunião… Mas, vamos lá, te direi quem todos eles são. Disse a mulher, dando um leve sorriso para Lady Sith, e então se colocando a seu lado. Em gestos simples, e olhares direcionados, ela explicava quem era cada um deles. -Esse rapaz com cara de criança, é o comandante Zhi Song, ele é alguém difícil de estar presente nessas situações, apenas coisas mais internas, mas hoje foi necessário sua presença. Diria ela apontando para o rapaz, enquanto dava uma leve pausa após explicar.

-Aquele, é o comandante da Happo, Don Wei Rong, também é um pouco novo, mas é alguém importante e poderoso… Sem comentar que está tanto contra o governo quanto nós mesmos, tem seus próprios motivos para se unir a nós. Explicou mais uma vez, agora sobre o outro rapaz, para que Agatha tivesse mais informações, nada relevante, mas os nomes ela já tinha, e assim conseguia um pouco mais de tempo para Samira.

A mulher agora estava apenas observando as coisas em volta, e a raposa tinha uma brecha para perguntar mais coisas caso quisesse.


Samira


A mulher finalmente saia de seu quarto já arrumada, ela agora seguia pelos corredores, e poderia ver as ornamentações, todas bem organizadas, e a movimentação dos empregados para lá e para cá. Próximo dali, poderia ouvir uma grande falatório, eram as pessoas que já haviam chegado e estavam conversando sobre alguma coisa.

Logo após as escadas, a ruiva poderia ouvir uma conversa próxima ao último degrau da escada. -Foi uma tarefa um pouco difícil, mas conseguimos desenvolver tudo do jeito que havíamos pensado. Era uma mulher, respondendo a um grupo de pessoas que estavam por ali, e logo um homem começava a explicar também. -Tivemos um pouco de dificuldade no início, já que estávamos lidando com um organismo vivo, mas felizmente conseguimos estabilizar tudo para terminar o projeto. Esse era um casal que estavam vestidos com roupas de cientistas, jalecos brancos, e óculos, sem luvas.

O homem tinha um cigarro na boca, e a mulher um pirulito, ambos com as mangas do jaleco levantadas e dobradas, enquanto conversavam com uma pessoa qualquer que parecia estar gostando de ouvir como eles haviam feito tal coisa tão importante para a revolução. Assim, a ruiva se aproximava, dizendo gostar muito de química, e logo os parabenizando sobre o trabalho feito.

-Ah, não foi nada, tudo para que a liberdade seja atingida, sem as coleiras do governo. Dizia o homem, em resposta a Samira, que agora tinha a atenção deles para questionar o que bem entendesse.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício - Página 3 NuoND3c
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
40
Localização :
Pais de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sex Set 02, 2022 2:22 pm
I won’t forget this time

Lady Sith... Zou? É, não tem como. Apesar de saber um pouco sobre o mundo, sua tarefa e quem precisava encontrar, Boo não tinha noção alguma de quem poderia ser. A voz, somente ela, lhe traria uma sensação confortável, calorosa, mesmo não entendendo o motivo disso. Por hora aquilo não importava muito, o alvo por quem procurava era outra pessoa, com outro nome, provavelmente nem era de Zou. "Esse jeito de agir é complicado, seria muito mais fácil só sair mordendo geral, alguém ia ser ela e eu ia terminar com a missão completa." Isso com certeza acabaria ferindo aliados disfarçados, talvez até a própria raposa sofreria com isso, se Hany estivesse consumida pela sede de sangue. O fim seria péssimo. "Mais nomes... Já ouvi alguns, shaaa... Deve ter sido com a raposinha." Tudo sobre Kano quem lhe informou foi a mink ou Leo, poucas coisas vieram de outros meios. Assim era até mais fácil lembrar-se das coisas, quando alguém importante lhe dizia certas informações. Justamente por isso a pessoa por quem procurava surgiu não muito tempo depois, filtrar essas coisas menos importantes para ela foi essencial.

Ter certeza que aquela era a Emillie por quem procurava foi feita a prioridade. Com olhos tranquilos, a pequena continuaria aproximando-se, movendo-se normalmente, como qualquer um dos outros presentes, fazendo aquilo naturalmente enquanto alisava seus cabelos loiros. – Preciso... – continuar ouvindo a conversa da mulher de cabelos negros e a empregada era o foco, mantendo certa distância para não chamar muita atenção, além de mover-se como se aquilo nem fosse assunto dela, mas sem parecer extremamente suspeita, como em uma perseguição. Hany nunca foi a melhor pessoa para situações furtivas, aquilo precisava ser resolvido na base da interpretação dela como Boo, atualmente uma revolucionária. Além de observar essa Emillie, sua atenção também estaria levemente dividida entre as pessoas por quem passava, nas conversas próximas e até nos possíveis líderes da tal reunião. Alguém tão envolvida com informações precisava conversar com os superiores, provavelmente.

Voltar para Leo se tornou inútil, perseguir seu alvo, saber bem onde ela estava e agir rapidamente no momento certo importava muito mais. É impossível que uma garota como Hany/Boo serviria de algo na discussão importante de todas aquelas pessoas. O jornal comprado anteriormente deixaria muito mais tranquila essa caminhada por lugares desconhecidos da mansão, precisando apenas ler enquanto caminhava, deixando a visão periférica analisar o destino de Emillie e a empregada. Como ela poderia terminar sendo outra pessoa, o rumo da pequena híbrida mudaria na busca da mulher que K. queria tanto matar. Informações nunca é demais, escutando tudo e todos, essa situação só terminaria quando a garota-peixe estivesse satisfeita ou a situação na mansão estivesse partindo para outro rumo. De qualquer modo, Boo permaneceria na busca, sem agir impulsivamente ou de forma muito veloz. Ler as notícias da ilha, analisar o ambiente e prestar atenção nas conversas bastava por agora.

E em qualquer situação onde sua movimentação fosse questionada, Boo olharia um pouco perdida para a pessoa, movendo o olhar entre o jornal, onde estava e também quem estava lhe perguntando. – Ah, bem... Estava lendo, entrei em um lugar proibido? – de forma genuína sua pergunta surgiria, dobrando o jornal enquanto isso. – Ler me faz perder o foco, foi erro meu. Por onde preciso ir para voltar? – claro que isso não exatamente pensado, mas Hany não tinha ideia alguma do caminho tomado, muito menos saberia retornar sem ajuda daquela conversa. Só de ter um possível alvo já ajudava muito, restando para a pequena mais exploração, esperando não escutar o nome Emillie outra vez, pois isso dificultaria muito as coisas.

Capitulo III — Solstício - Página 3 PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Ahri
Créditos :
51
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Seg Set 05, 2022 10:18 pm





Capitulo III — Solstício

- Limosa, não me faça lembrar você da nossa reunião do dia anterior! Falava com um ar de desdém quando a mulher falava que não tinha o porque mentir.

- Lembre-se que só estou aqui pelo interesse que vocês da revolução tem para com minha ilha… Um sorriso malicioso começava a aparecer enquanto balançava minhas caudas de forma suave.

Logo então a mulher se posicionava ao meu lado, indicando as pessoas que deveria ficar de olho. Claramente ela começava com a peça central de toda a minha missão, a mesma apenas confirmava quem era Zhi Song, uma informação que já estava ciente, mas parecia que o mesmo era escorregadio até dentro dos próprios aliados.

- Nossa, eu esperava alguém um pouco mais velho! Falava dando uma pequena risada. - Fico curiosa em saber como alguém que “fede a leite” está em um posto tão alto? A pergunta era legítima, e esperava que a mesma me desse mais algumas informações da vida do jovem, que talvez poderia ser muito útil para a batalha que estava por vir.

Limosa então continuava para o comandante da marinha Happo, um homem jovem, mas com um ar bastante denso em sua volta, seu cheiro de fato mostrava uma pessoa poderosa. “ Provavelmente esse vai ser o adversário mais perigoso!” Tentava analisar o homem. - Alguma coisa em específico que devo saber sobre ele? Estamos aqui para negociação, não quero pisar em ovos! Esperava que a mulher pudesse me contemplar com mais algumas informações.

Assim que terminasse essa conversa, me viraria para a mulher. - Limosa, ontem falamos sobre seu pai, estou curioso para saber quem é esse homem, ele parece ser alguém deveras interessante! Era a única peça que faltava, não tinha visto o mesmo em nenhum lugar.

- A reunião não está longe de iniciar, e até agora nada dele! Precisava saber onde estava todos os meus principais inimigos, não era muito fã de ser surpreendida, ainda mais que estava cercada por eles. Assim esperava que a mulher me desse algo substancial sobre o paradeiro de seu pai.

- Bom, uma das pautas dessa reunião, é a possibilidade de uma aliança com a grande ilha de Zou, antes de começar poderia me apresentar aos principais convidados, oque acha? Perguntava esperando que a mulher me levasse a cada um dos homens, assim ganhando mais tempo para Samira com a sua parte da missão.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Orra5aa
Créditos :
26
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qui Set 08, 2022 2:53 pm







Ato IX




Sorria bastante ao ter a atenção do casal de cientistas por aquele momento. — Sim, estou bastante fascinada com o trabalho que fizeram! — Elevaria a mão a frente, esperando que pudesse cumprimentar cada um dos cientistas, com um sorriso no rosto. — Tenho várias ideias interessantes também, queria poder trabalhar com vocês... Também sou cientista. — Afirmaria. — Algum trabalho que estão pensando como próximo projeto? — Perguntaria, quase como se estivesse esperando algum segredo. — Quero participar.

— Vocês entendem de Inteligência Artificial? — Perguntaria, esperando alguma resposta, e então continuaria. — É algo que eu tenho interesse em desenvolver futuramente. — Informaria, erguendo uma das sobrancelhas, esperando que aquilo tivesse alguma reação positiva nos ouvintes. Por fim, tornaria-me a acompanhar os cientistas pelo resto da confraternização, sob o pretexto de que queria me enturmar mais com aquela profissão, mas de fato esperando pelo momento oportuno.

— E onde está a tão esperada arma? — Perguntaria, em algum momento mais propício e que evitasse os ouvidos alheios. — Confesso que fiquei bastante ansiosa ao ouvir falar sobre como ela funciona... Espero que esteja muito bem guardada. — Diria, e continuaria acompanhando-os. Manteria-me bem próxima deles, sempre respondendo o que tivesse conhecimento científico para responder, mantendo-os interessados e inflando os seus egos, de uma forma ou de outra.

Minha intenção era de encontrar o momento mais apropriado para roubar a arma e assassiná-los, afinal, essa era a minha missão, e eu não me esqueceria dela mesmo com todas as distrações.





Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- Proficiência Sociologia (Post nº 05)
- Proficiência Avaliação (Post nº 06)
-


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 09 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 Yz8SSU6
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Tumblr_static_tumblr_static_8i4bn25fpqo8ws4o084goocsg_640
Créditos :
01
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t1845-the-one-above-all#19564
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Qui Set 08, 2022 5:14 pm



Hany


A pequena caminhava pela mansão, e ouvia um nome que parecia familiar para ela, mas não conseguia se lembrar exatamente da onde, por outro lado, também ouvia um nome que buscava, Emillie, porém, sem ainda ter o nome completo, o que a deixava pensativa enquanto rondava a mulher e buscava ouvir qualquer informação nova que pudesse surgir.

A garota caminhava lendo o jornal da ilha, e logo adentrava a sala onde a mulher estava, ninguém dava tanta atenção para a presença da menina, afinal ali não era um lugar isolado ou exclusivo, e assim, ela podia ouvir o que era dito pela mulher e a empregada. -Só quero que essa reunião comece logo, estou um pouco cansada e ter que ficar esperando, é chato. Diria a mulher, para sua ajudante, ao qual a respondia. -Não se preocupe senhorita Frontier, acredito que não vá demorar muito para se iniciar, precisa de mais alguma coisa? Disse a empregada esperando que ela dissesse algo, sendo sim ou não.

-Ah, sim! Pode me trazer um pouco de chá? Preciso relaxar um pouco. Dizia a mulher para a empregada que logo a respondia, e talvez dava uma resposta indireta a Boo. -Sem problemas senhorita Frontier, vou buscar e já trago para você. Disse a empregada, se retirando do local e indo até a cozinha buscar um chá para a mulher.

Essa poderia ser uma informação que a pequena Hany estava buscando, ou talvez não, isso dependia apenas dela. Nos arredores também, além de ter acesso e visão de Emillie, ela poderia ver a mink Lady Sith, o nome que ela havia ouvido antes, quem sabe assim ela poderia finalmente decifrar quem era a pessoa. Agora a situação estava em suas mãos, tomar alguma ação.


Agatha


A raposa respondia Limosa a altura, mas a anfitriã não se importava tanto com sua resposta, afinal, o interesse era mútuo, pelo menos era o que ela achava. Com isso, ela ouvia da boca da mulher os nomes daqueles que chegavam e quem eram as figuras importantes.

Em meio a isso, ela questionava sobre algo mais a fundo sobre o tão novo comandante dos revolucionários naquela ilha. -Bom, ele é bem energético e extrovertido quando está em público, mesmo que seja difícil encontrá-lo por aí. Ele é um prodígio e isso o fez se tornar o que é hoje, suas ideias e estratégias são bem vistas e geralmente costumam dar certo, por isso chegou onde chegou. Comentou a mulher para a raposa, a deixando digerir mais sobre a informação.

Agatha então questionava a mulher sobre seu pai, afinal o homem era alguém importante na revolução, mas ao que parecia o mesmo ainda não havia chego. -Meu pai como sempre está um pouco atrasado, mas não se preocupe, quando ele chegar você logo saberá quem ele é. Dizia Limosa, em resposta a raposa, enquanto observavam em volta todas as pessoas.

Dali, Agatha poderia ver Hany, caso a reconhecesse, assim como a pequena também poderia vê-la de onde estava, mas talvez não a reconhecesse por conta do disfarce, mas nada que impedisse a raposa de se aproximar da pequena.

Logo, quando as duas menos esperavam, um homem cruza a porta da mansão, todos no local direcionavam seu olhar para o mesmo, um homem de cabelos negros e um bigode grande, também negro, uma feição de alguém um tanto importante e imponente, esse era Antony , o pai de Limosa.

A chegada do homem parecia impactar em todos aqueles presentes, demonstrando uma grande importância para quem o conhecia. -Não disse que saberia quem era ele quando chegasse? Esse é o meu pai. Dizia a mulher enquanto o olhava diretamente, o comandante Zhi Song se aproximava do homem de forma mais séria do que o que estava demonstrando antes, o olhando diretamente em seus olhos.

Ele logo então estendia a mão e seu rosto demonstrava um grande sorriso. -Finalmente decidiu aparecer, não é? Hahaha! O homem o encarava ainda sério e então do nada mudava seu jeito. -Hahaha! Desculpem a demora senhores e senhoras… Como está, Zhi? O homem respondia em um tom tranquilo e animado, deixando de lado aquele impacto inicial que havia deixado no saguão.

Agora Agatha tinha mais uma pessoa importante no local, e restava saber o que faria nesse momento, continuaria sua conversa, ou buscaria iniciar sua investida contra eles.


Samira


A ruiva demonstrava grande interesse em ciências, demonstrando também ser alguém que entendia do assunto e tinha bastante interesse sobre ele, assim, logo obteve a atenção do casal, que como grandes cientistas, gostavam de conversar sobre esse meio e ter o reconhecimento por aquilo que inventaram, ainda mais se esse viesse de alguém que entendia sobre o assunto.

-Bom, foi um pouco trabalhoso, mas conseguimos executar tudo com perfeição, bom a arma está por aqui, quer vê-la? O homem dizia, demonstrando ser alguém que gostava de exibir aquilo o que fazia, logo tendo a mulher em seu apoio. -Sim, venha conosco, vamos mostrar algumas coisa que você vai gostar com certeza. Diria a mulher em resposta à pergunta sobre inteligência artificial. - Temos um projeto que concluímos no meio tempo livre, que ficou muito interessante, acho que você vai gostar. Disse a mulher então seguindo com o marido e a ruiva para o laboratório onde a  arma estava, junto do tal projeto.

Ao adentrar, Samira poderia ver um local imenso como o galpão de um zepelim, era um laboratório subterrâneo, gigantesco, haviam muitos aparelhos eletrônicos no local, computadores, máquinas de energia, e no centro, uma grande espécie de míssil, ele era prateado em seu meio, e suas pontas eram esverdeadas, como se contivessem alguma espécie de substância venenosa dentro dele, haviam alguns botões também na parte prateada em seu meio.

-Ali está, nossa obra prima! Diria o homem se aproximando para mostrar e explicar mais sobre. -Essa é a nossa arma, essa parte verde é feita de um vidro resistente, que só vai se romper quando o acionador da bomba for ativado após ser lançada. Ela só vai liberar o resíduo venenoso, quando tocar o chão após um período curto de tempo, assim, não corremos risco disso ser solto no ar e acabarmos perdendo suas capacidades. Explicava o homem entusiasmado com a aquilo, seus olhos brilhavam enquanto ele explicava.

Do outro lado, a mulher começava a mostrar outra coisa para Samira. -Veja! Esse aqui é o nosso projeto pessoal, é uma espécie de armadura inteligente, ela funciona também como um exoesqueleto, e pode ser muito útil e versário, se alimenta do próprio hospedeiro, de forma que não prejudique sua vida, eles se alimentam da bioenergia estocada pelo seu organismo, o que vai causar um pouco mais de fome no usuário. Dizia a mulher, explicando como funcionava e o que fazia, deixando que Samira pudesse ver e tocar.

-Bom, esse é um projeto ótimo, mas como já temos um próprio, ele acabou ficando por aí, e não existe ninguém aqui que consiga utilizá-lo, já que seus estilos de luta não estão adaptados a isso, talvez pudesse servir para você, o que acha? Você parece entender bastante sobre o assunto, talvez consiga se adaptar a sua utilização… Bom, pegue, use e veja como se sente. Dizia a mulher deixando que Samira pudesse vestir o projeto e ver como funcionaria.

No local, os três estavam sozinhos, era o laboratório deles afinal, e ninguém mandava ali dentro além deles, agora restava saber como a ruiva iria progredir, Suas presas estavam à sua frente, e a arma próxima também.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício - Página 3 NuoND3c
Ryoma
Imagem :
a
Créditos :
40
Localização :
Pais de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio
Ryoma
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Qui Set 08, 2022 7:58 pm
Years ahead but way behind

A mulher pro quem procurava estava realmente ali. Diferente do que a pequena imaginou, a revolucionária parecia extremamente despreocupada e desprotegida. "Só uma pessoa de guarda, não ligou que entrei aqui... É ela mesmo? Shaa, não quero cagar na missão. Tinha outra parte no nome? É complicado investigar..." A conversa não significou muito, apenas o nome Frontier chamou certa atenção, fazendo até mesmo Boo se assustar levemente, usando o jornal para esconder sua feição até se recompor. "A oportunidade apareceu... Devo?" Questionar-se muito não ia resolver nada, muito menos se a empregada fosse uma velocista. Observar os arredores foi a jogada correta, mesmo parecendo estar só, com uma olhada mais atenciosa foi fácil notar mais alguém chamando-lhe a atenção, claramente uma raposa, não era exatamente como a garota-peixe se lembrava, mas aquela com toda a certeza tinha que ser Agatha. "Foi como ela disse, estaria diferente... Fazer isso agora é suicídio, aquela empregada sabe que estou aqui, seria a primeira pessoa por quem procurariam." O descanso da detentora das informações seria respeitado, ao menos por agora.

Agatha e Emillie ficariam bem fixas na mente da pequena, seu objetivo era claro, mas ela precisava de tempo e um local onde ninguém realmente escutaria nada. A matar ali, provavelmente terminaria com gritos, pedidos de socorro e atrairia muita atenção. "Possivelmente nem conseguiria a matar a tempo." Saber o rosto, como ela andava e com quem sempre estava era o suficiente. O pedido dela para relaxar foi claro, mesmo que Boo não estivesse ligando para tal, acabou pensando ser uma ordem. Brevemente ela dobrou o jornal, olhando para o rosto do seu alvo e se curvou, caminhando para fora da sala logo em seguida. "A raposinha está ocupada, meu alvo também... Preciso ficar por perto." Retornar a Hiko não era o foco, talvez a reunião fosse ser muito importante, ou essa chance perdida acabasse estragando muito o planejamento de K. e Agatha. Eles tinham que pensar nisso, não Hany/Boo, ela lidaria com o problema quando a oportunidade viesse já que não houve especificações de como deveria ser feito.

A caçada acabava por agora, Boo permaneceria lendo seu jornal e até conversando com algumas pessoas pelo caminho, interagindo bem com os revolucionários, conhecendo eles, além de citar assuntos normais do dia a dia e certos acontecimentos que poderiam estar no jornal. A interação seria bem básica, aquela não era a forma de se aproximar, mas sim de se esconder dos olhos curiosos enquanto monitorava a situação de Emillie e Agatha. No caso de encontrar Leo pelo caminho, se aproximaria do mesmo sem demorar, puxando-o pela roupa até seu ouvido ficar mais baixo. – Deu tudo certo, achei que tinha te perdido. – o achei era dito de forma diferente, não tão anormal, apenas o bastante para que seu parceiro conseguisse notar. Fora isso, Boo apenas andaria junto dele, mantendo seus olhos dançando pelo ambiente para não perder as pessoas que importavam. – Temos tempo? Preciso terminar a parada, acha que é melhor fazer isso depois, ou antes? – a reunião era o ponto que atrapalharia qualquer planejamento. Leo estava lá quando o serviço foi pedido para Hany, ele estava por dentro dos planos da raposinha e entendia muito mais dessa ilha do que ela, parecia a pessoa certa para questionar.

A oportunidade perfeita na cabeça da pequena era a moça das informações indo para algum lugar isolado e sem muitas pessoas por perto. Ela poderia até estar acompanhada da empregada, mas era apenas isso, num canto isolado e sem pessoas que poderiam a escutar gritando. Esse cenário seria quase impossível, mas se a raposinha conseguia planejar tantas coisas e ainda se disfarçar, Boo tinha que cumprir com a sua parte. "Esse é o momento." A caminhada final, talvez, se tudo desse errado e ela fosse descoberta.

Capitulo III — Solstício - Página 3 PBCMNpd

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Ahri
Créditos :
51
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
Re: Capitulo III — Solstício Qui Set 08, 2022 11:05 pm





Capitulo III — Solstício

- Gosto de ver quando astros ascendem assim, mas ele me parece um tanto petulante… Minhas caudas se movimentavam suavemente a minha volta, levando suas pontas próximos ao meu rosto.

- Geralmente essas estrelas em ascensão queimam tão rápido... Que não conseguimos ver sua grandiosidade! Falava olhando diretamente para o homem.

De fato era um garoto bastante interessante, a necessidade de eliminar o mesmo não era pelo perigo imediato que apresentava ao governo, e sim por ser alguém que no futuro se tornaria uma pedra no sapato difícil de se livrar. - Mas parece que todos a sua volta gostam dele, isso me deixa mais confortável de negociar! Levava a minha mão direita até a boca abafando minha risada.

A conversa seguia de forma tranquila, a mulher dizia que logo seu estaria presente, oque me deixava um pouco mais confortável, de fato não era a peça principal do meu tabuleiro, mas era uma bem importante. - Bastante ansiosa para conhecê-lo! Falava dando alguns passos mais a frente.

- Por ter criado você e seu irmão, deve ser um homem e tanto! Falava quando sentia o cheiro familiar, oque retirava um sorriso bastante sincero de mim, Hanny estava perto. “Então ela está conseguindo seguir com o plano…” Pensava olhando a minha volta, quando finalmente tinha a pequena obviamente disfarçada a minha frente, mas não tinha roupa ou maquiagem que poderia retirar o cheiro de minha memória.

- De fato é um salão cheio de pessoas que aparentam ser muito fortes! Voltava o meu olhar para Limosa, mas antes de continuar a conversa com a garota, uma nova pessoa adentrava no salão, um homem com aparência bastante imponente se apresentava, todas as pessoas no local se viravam olhando para o rapaz, seria aquele o pai de Limosa? O tempo parecia ter congelado perto de mim quando o gelo era quebrado pela mulher informando que aquele era seu pai.

- Uma presença e tanto! Falava olhando o homem dos pés a cabeça, o rapaz conversava com o pequeno comandante em tom de amizade, quebrando todo o clima pesado que tinha criado no ambiente.

“Ainda é cedo de mais para qualquer tipo de investida!” Pensava apesar de todos os inimigos do governo na ilha estarem na minha frente, aquele era o momento perfeito para poder iniciar a batalha. - Ainda tem mais alguém para chegar? Perguntava olhando para Limosa, talvez poderia ter mais alguém que não estava dentro dos planos traçados por mim, precisava estar preparada para algum imprevisto.

- Se não, ao menos você cumpriu com parte de nosso acordo… Dava uma pausa olhando na direção dos três principais inimigos do governo em Kano. - Uma negociação com a alta cúpula da revolução, isso me agrada e muito, agora só me resta saber oque Zou tem a ganhar negociando com vocês, e claro que arma é essa que querem abrigar em meu território! Ia direto ao ponto, precisava ganhar mais algum tempo para Samira, ao menos fazer com que a negociação se iniciasse, eliminar eles ali seria o ideal, mas poderia fazer isso levando informações valiosas para o governo.



Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Samira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Orra5aa
Créditos :
26
Localização :
País de Kano
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t819-samira-malkova https://www.allbluerpg.com/t1510p15-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao#17597
Samira
Administrador
Re: Capitulo III — Solstício Sab Set 10, 2022 3:14 pm







Ato X



— Incrível... — Falava, estupefata pela cena que via a minha frente. Agora um tanto mais afastados da festa, já isolados em uma espécie de laboratório particular, podia ver aquele enorme galpão, cheio de coisas tecnológicas das quais eu não tinha tanto conhecimento mas que ainda assim eram impressionantes. — É o único adjetivo que consigo pensar... — A minha capacidade para atuação estaria dominando minhas ações e falas a partir daquela interação, e o meu papel naquela "peça" era o de uma cientista novata admirada com o trabalho dos profissionais.

— E como pretendem ativá-lo? Eu acho que seria uma grande ideia se estourassem ele em uma nuvem de chuva em cima de Kano... — Era uma sugestão sincera, dessa vez, e que de fato eu faria se estivesse no lugar deles. — Evita destruição desnecessária, mfufu. — Terminaria com uma risada abafada.

— Eu... Posso? — Ficava bastante surpresa com aquela sugestão feita pela cientista, afinal não esperava que ela realmente pudesse me dar um item como aquele. "Bom, tem um defeito que drena a energia corporal... Talvez ela realmente não ligue muito de eu ficar"
Aproximaria-me da armadura, subindo qualquer possivel pedestal até ela e então movimentando-me de forma que pudesse posicionar o meu corpo frente a ela, equipando-a parte por parte conforme necessário. Assim que a armadura se fixasse em meu corpo, iria se desfazer tal qual os finos grãos da areia da praia, e então esses grãos entrariam em meu corpo através das rachaduras cutâneas. — Quê? — E então o capacete da armadura injetaria-se no topo de minha coluna cervical, na área da nuca, como uma picadinha de inseto. — O que aconteceu? — Perguntaria assim que o exoesqueleto entrasse em meu corpo, desaparecendo.

— Isso com certeza foi fantástico... — Diria para a cientista, após qualquer explicação sua. A partir desse ponto, aproximaria-me vagarosamente dela. — O que mais vocês tem de fantástico para me mostrar? — Perguntaria, erguendo uma das sobrancelhas. Se ela falasse de algum outro apetrecho científico em resposta à minha pergunta, realizaria meu avanço final, colocando o dedo indicador em seus lábios. — Você sabe o que eu quero ver. — E retiraria o dedo de seus lábios, encostando a minha boca. Depois disso, olharia ao seu companheiro, o outro cientista. — Mfufu. — Sorriria. — E você? O que você tem? — Desafiaria.

Precisava mantê-los ocupados de alguma forma naquele laboratório, e aquela era a maneira que tinha encontrado para fazer aquilo.





Objetivos
- Aprender Soru e Shigan (preferencialmente no final, saindo da ilha)
- Aprender Forja, Sociologia, Avaliação
- Fazer uma grande mudança na ilha, mudar principalmente com relação a ter meu próprio território no submundo dessa ilha.
- Quero iniciar uma Caçada de Tesouro (achar algum mapa, alguma lenda, etc, pra concluir na próxima aventura no
- Seguir uma história bacana.



Histórico da Aventura
GANHOS

- Proficiência Sociologia (Post nº 05)
- Proficiência Avaliação (Post nº 06)
- Judge (Post nº 10)


PERDAS

- xx (Post nº 1)
-

ALTERAÇÕES

- Berries: ฿38.690.000 -> ฿38.690.000


NOTA FISCAL

- xxx B$ (xx - Post nº 01)
- xxx B$ (xxx - Post nº 01)


RELAÇÕES

- sim


STATUS

PDV: 17.252 (+3.200 Raça) (+20.000 Formas Básicas) = 40.452
STA: 12000
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:

EXPERIÊNCIA

Experiência: 09 posts
Experiência Akuma no mi: 01 posts
Experiência Rokushiki: Não se aplica
Experiência Outro caminho: Não se aplica
Experiência Hakis: Não se aplica

Quantidade de Postagens do(s) Narrador(es): sei lá man

Resumo:

Total sexo




Mini-Ficha
Nome: Samira Evelynne Malkova
Alterego Submundo: N/A
Cargo/Distrito/Salário: Associada/None/2.600.000
Proficiências
Condução
Diagnose
Cirurgia
Disfarce
Dramaturgia
Escudista
(P) Física
(P) Química
(P) Farmácia
História
Criptografia
Investigação
Falsificação
Furtividade
Lógica
Geografia
Mecatrônica
Mecânica
Anatomia

Qualidades e Defeitos
Qualidades
Versátil
Impassível
Atraente
Destemida
Prodígio
Talentosa
Pau para toda obra
Defeitos
Extravagante
Sonâmbulo
Devassa
Ambição
Teimosa

Profissão
Socialite do Submundo da Arqueologia: +30% em Tesouro; Conhecimento do submundo; Desconto na abertura de estabelecimentos; Desenvolve fama e carreira pública em Arqueologia como se fosse Civil normal.

Estilo de Combate
Artista Marcial
Chicoteadora

Acompanhantes e Seguidores
[Acompanhante]Arthur Chesire: Considera o rapaz o seu irmão mais novo. Tem bastante intimidade com ele, já que passaram grande parte de suas infâncias sendo escravos de um nobre de Sirarossa. A vida dos dois juntos teve muitos altos e baixos, se meteram em muitos bicos para sobreviver desde então. Mas decidiram sair de Illusia juntos e ganhar o mundo de alguma forma.


Akuma no Mi
- Sara Sara no Mi: Model Axolotl

Outro Caminho
N/A

Técnicas
N/A

Haki
N/A

Rokushiki
N/A

Atributos
Força: 1190 (+240 EDC) (+200 Arma) = 1630 Class. 11
Destreza: 715 Class. 7
Acerto: 20 (+240 EDC) = 760 Class. 7
Reflexo: 1 Class. 1
Constituição: 241 (+160 Raça) (+1000 Forma Padrão) = 1401 Class. 10

Agilidade: 380
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: nem se dá ao trabalho
Resistência: 0
Penetração: 0

Cores do Template
fala
roxo
royalblue
blueviolet
hotpink
laranja
fala2
laranja2
sky




_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 Yz8SSU6
Kira
Imagem :
Capitulo III — Solstício - Página 3 Tumblr_static_tumblr_static_8i4bn25fpqo8ws4o084goocsg_640
Créditos :
01
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t1845-the-one-above-all#19564
Kira
Pirata
Re: Capitulo III — Solstício Sab Set 10, 2022 6:09 pm



Hany

A pequena percebia que seu alvo era aquele, o nome da mulher finalmente era dito e ela confirmava quem deveria matar, claro que o momento não era tão oportuno assim, mas não impediu a pequena de analisar tudo à sua volta, tendo o entendimento do que estava a sua volta e de quem estava.

Ela percebia também a presença de Agatha por ali, mas não se comunicava com a mesma, porém, tinha contato visual com a raposa e as demais pessoas que estavam naquele lugar, nesse momento, era difícil ela tentar qualquer coisa, afinal, haviam muitas pessoas importantes em volta, sendo algumas delas as principais caras da revolução. Assim, ele podia perceber que a mulher não saia do lugar, se mantinha por ali enquanto sentada esperando que seu chá fosse entregue.

E logo ela poderia perceber que a empregada retornava com o chá para a mulher. -Ah! Obrigada! Acho que agora ficarei mais relaxada… Antony já chegou, a reunião não deve demorar. Dizia a mulher para sua empregada, eram apenas informações aleatórias, como se ela estivesse puxando um assunto com a serviçal, mas nada disso a fazia sair do lugar, se mantendo por ali e bebendo seu chá.

Hany tinha total noção do que estava em volta, inclusive das pessoas importantes que estavam por ali, talvez agir agora não seria um bom momento, e quando Leo se aproximava da menina após ter sumida por um tempo, ele ouvia a recepção da pequena, e o “achei” fazia sentido na hora para ele, logo olhando em volta e então parando seu olhar para a menina que tomava seu chá. -Ah, sim! Pensou que eu tivesse sumido? Dizia o homem com um semblante sorridente, claramente tentando desconversar, mesmo já tendo percebido a presença do alvo.

Ele então se abaixava para próximo da pequena como se fosse a abraçar e então dizia bem baixo só para ela ouvir. -Devemos esperar o momento certo, existem várias das caras importantes da revolução aqui, se tentarmos algo agora, pode significar o fim e o fracasso da missão. Comentou ele com a menina, sorrindo e a abraçando de leve e logo subindo seu tronco mais uma vez, mantendo seu sorriso.


Agatha

A mulher mantinha sua conversa com Limosa e logo percebia a entrada de Antony, o mesmo demonstrava ser alguém de fato importante naquele âmbito, um homem que inicialmente causava uma certa tensão com sua presença, logo demonstrava ser alguém até que legal, enquanto conversava com o pequeno Zhi, e logo, cumprimentando a todos. -Bom dia meus amigos! Que bom vê-los aqui hoje, espero que todos estejam bem. Dizia o homem em tom amigável a todos ali presentes, e então, pegava uma taça de champagne que um dos garçons levou até ele, erguendo a mesma com um brinde a todos ali presentes.

A conversa continuava e Agatha demonstrava o interesse dela em ter um acordo com a revolução, e seu questionamento sobre a arma abria espaço para que Limosa pudesse explicar. -Bom, é uma arma biológica, capaz de matar todos aqueles que não tomaram a nossa vacina, por isso espero que todos tenham tomado a vacina antes de acontecer, se não, infelizmente será o fim para quem não a tomou… Vamos dar uma melhor explicação na reunião, já que os cientistas por trás dela estarão presentes, vamos começar em breve, faltam vinte minutos. Dizia a mulher em resposta à raposa, que agora poderia entender um pouco mais do que era, mas sem ter tanta informação importante assim.

Agora só restava que ela finalmente iniciasse tudo, e que o tempo dado a Samira fosse o suficiente para ela cuidar do que precisava, as coisas estavam chegando em seu ápice, e não demoraria muito.


Samira

A ruiva ficava de fato estupefata com o que via em sua frente, era algo novo, e um laboratório de fato incrível, mas não só isso, o fato da mulher lhe oferecer uma arma daquelas, era o que mais a deixava animada e incrédula. -Hahaha! Como não achamos ninguém que pudesse de fato utilizar ela, não tinha porque ficarmos com ela. Dizia a mulher em um tom perverso, o que poderia deixar Samira um tanto cabreira com a situação.

Porém, tudo ali parecia dar certo, o projeto se encaixava perfeitamente em seu corpo, se acoplando ao mesmo da forma mais suave e perfeita possível, como se de fato tivesse sido feito para ela. Nesse momento, a menina se aproximava da cientista, colocando um de seus dedos em seus lábios.

O homem observava a situação enquanto Samira questionava se havia mais alguma coisa que eles ainda não tinham mostrado, a mulher não tinha tempo de responder e logo recebia um beijo em sua boca vindo da ruiva, o que a pegava de surpresa, mas não só ela, seu marido também. -Ei! O que está fazendo? Exclamava o homem de forma assustada com o que estava vendo, e logo a mulher se afastava da ruiva, dando um leve sorriso.

-Olha só! Parece que realmente ficou animada… Essa armadura realmente aceitou você, já para os demais que a utilizaram… Eu não posso dizer a mesma coisa. Dizia a mulher com um olhar sinistro, ao que parecia, eles tinham usado Samira como mais uma cobaia para sua criação.

O homem olhava de longe sorridente, também de forma perversa, enquanto a ruiva ouvia o que havia acabado de ser dito, aquilo de fato poderia ter mexido com a garota, ou talvez não, mas ao que parecia, a situação havia ficado um tanto tensa, talvez aquela armadura fosse uma armadilha? Será que ela a faria mal? Bom, até o momento Samira estava muito bem, e podia sentir isso em seu corpo, era como se o mesmo estivesse quinhentos por cento melhor e mais forte, restava agora saber se realmente era uma arma para uso próprio, ou se era apenas um brinquedo quebrado que eles usaram como experimento mais uma vez.

Histórico:

_________________

Capitulo III — Solstício - Página 3 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Capitulo III — Solstício - Página 3 NuoND3c