All Blue RPG

Um RPG narrativo baseado no universo de One Piece, obra criada por Eiichiro Oda.
 
InícioCalendárioFAQProcurarMembrosGruposRegistarEntrar
Últimos assuntos
» Zulkras
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Takamoto Lisandro Ter Abr 16, 2024 1:40 pm

» [Narrada/Fechada] Sigam as Borboletas
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Oni Ter Abr 16, 2024 9:27 am

» [TUTORIAL] - MAURICE
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Maurice Seg Abr 15, 2024 12:06 am

» [Narrada/Aberta] Lia, a Guerreira do Mar
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor mestrej Sáb Abr 13, 2024 6:07 pm

» [Narrada/Fechada] Força x Magnética
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Oni Qua Abr 10, 2024 9:04 am

» Cap 1 ~ Piratas Indomáveis em Sabaody
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Blind1 Ter Abr 09, 2024 7:00 pm

» [TUTORIAL] - Erj Euclid
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Erj Euclid Ter Abr 09, 2024 3:28 pm

» [Narrada/Fechada] 1 - Vozes
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Handa Dom Abr 07, 2024 2:09 pm

» [Autonarrada/Fechada] - A Duke's Return and a Queen's Will.
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Kenshin Sex Abr 05, 2024 11:58 pm

» RP Player - Ficha Yang (Douglas)
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Takamoto Lisandro Sex Abr 05, 2024 8:44 pm

» Crie sua Forma Zoan
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Jonas Hatake 007 Sex Abr 05, 2024 7:38 am

» [FICHA] - Kuro Dragunov
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor OverLord Qua Abr 03, 2024 9:08 pm

» Mr.Joy
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor gmasterX Qua Abr 03, 2024 2:46 pm

» [Ficha NPC Companheiro] Meghan Strongbody
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Tanaka Qua Abr 03, 2024 12:10 pm

» Registro de Photoplayer
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:50 am

» [FICHA] Meera
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:45 am

» Meera
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:45 am

» [FP] - Ajaw "Jack" K'iin
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:12 am

» [Narrada/Aberta] Mei Homi, Mei Fera. Revo Total
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor Sagashi Ter Abr 02, 2024 9:51 pm

» Claire Allim Rac
Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Emptypor King Ter Abr 02, 2024 6:21 pm


------------
- NOSSO BANNER-

------------


 

 Ato II — Tiro, Porrada e Água

Ir para baixo 
+2
Formiga
Achiles
6 participantes
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
AutorMensagem
Achiles
Pirata
Achiles


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 U5pAFvq
Créditos : 12
Localização : Farol - Grand Line

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySex Jun 24, 2022 4:00 pm

Relembrando a primeira mensagem :



Ato II — Tiro, Porrada e Água


Nymeria Nymph [Caçador de Recompensa]

não possui narrador definido.
Aberta

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 ZzfjDai
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2432-i-a-gata-solitaria-e-o-robo-rabudo#27937

AutorMensagem
Sadakiyo
Revolucionário
Sadakiyo


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos : 14

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySex Out 14, 2022 10:40 pm







Sada Kiyoshi
x Turno 23 x



Ah... Bem melhor assim! — Disse após aquele delicioso banho. Sentia minha pele viva, exalando energias positivas. Era como ser a cereja em um bolo de chocolate cheio de glacê, recheio de doce de leite e aquele delicioso “vulcão” de chocolate derretendo até as bordas macias de creme e chantilly. Ou melhor, me sentia como uma linda raposa, um feneco, que transitava por entre os vales desérticos e quentes, quando avista sua refeição, fresquinha e saborosa. Segundos após isso ela a abocanha, com unhas e dentes agarrando-a, antes de voltar ao frescor de sua toca. — Estou viva novamente.

Após o banho fui me trocar, claro, minhas belas e maravilhosas curvas foram cobertas pelo vestido negro que agora estava limpíssimo e com o cheiro floral e agradável. Meu cabelo, sedoso e macio, voltava ao penteado natural, minha linda trança frente ao rosto. Era até gostoso sentir o cheiro dos cremes que passei, dos perfumes que utilizei e das colônias que borrifei. — É tão perfeito isso. Queria viver assim para sempre! — Gargalhava em alegria em me sentir perfeitamente maravilhosa de linda, limpa, cheirosa e bonita.

Fui ao refeitório após tudo aquilo. Precisava expor minha deslumbrante tentação e seduzente encanto. — Olá, Kako! — Sorri para o macaco rosa. Agora sim ele via minha aparência devidamente natural. Cheirosa e limpinha. Lisinha também, hah. — O que temos então? — Falaria enquanto selecionaria no prato as mais seletas folhas, vegetais e legumes, além dos importantes carboidratos, além de carnes magras e outras coisas saudáveis. Meu corpo é de uma deusa grega, deveria mantê-lo assim. — Vejo que estamos mais tranquilos agora. — Olhei para o símio. — O que tem em mente? — Sorri novamente para ele.

Eu me sentia bem perto do Kako, ele tinha sim uma aura de liderança que me cativava. Era raro, por isso, percebi, e dei valor à importância daquele grupo.

Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Formiga
Desenvolvedor
Formiga


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Teste
Créditos : 73

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySáb Out 15, 2022 9:16 am






Kako, O Macaco
x Turno 31 x



Sada caiu correndo para o banheiro desesperada, não julgo, ela havia ficado bem abalada com toda situação. Do meu lado restou apenas ir ao refeitório, era possível sentir o estômago revirando e fazendo barulhos estranhos — Calma amigo, já irei matar quem está te matando! — Brincava no caminho até o refeitório — DELÍCIA! — Não conseguia contar a animação no momento que senti aquele cheirinho gostoso, vendo com velocidade o que tinha a disposição — “Eles realmente abrigam todos que resgatam, fiquei curioso para saber o que acontece depois disso.” — De fato, será que eles mandavam para outros lugares? Será que existia uma área segura para essa galera? — “Quando eu for Rei, darei um lugarzinho para eles.” — Não sabia ao certo quando isso iria acontecer, contudo, sabia que iria.

Sem delongas peguei o prato e me servir com velocidade, enchendo-o de macarrão, almôndegas e colocando um copão – o maior que tivesse por ali – de suco. Onde me sentei? Em um dos locais vagos, sem me importar muito — Com licença. — Bradava antes de sentar e já começar a comer, dando uma boa olhada enquanto para quem estava por perto, enquanto comia o macarrão — Me chamo Kako, e vocês? — Bradava após engolir a primeira garfada, não queria ser sem educação de falar com a boca cheia.

Continuava comendo com certa tranquilidade, aproveitando o sabor do alimento e matando aquela fome que havia crescido com o passar do tempo. Falando em tempo, de minutos em minutos dava uma boa olhada ao redor procurando por Sada, sinalizando para a mulher caso a avistasse por ali — Agora sim, está limpa! — Comentava com um sorriso no rosto — Em mente? — Aquela era uma boa pergunta, já que não estava ambientado com a revolução em si e tampouco sabia como estava a situação na cidade — Sinceramente, a única coisa que tenho em mente agora é descansar. — De fato, aquilo era necessário — Hoje o dia foi longo, aconteceu muita coisa e preciso digerir tudo ainda. Não minto, estou um pouco ansioso para saber como tudo repercutiu, pois, isso irá influenciar nos próximos passos. — Bradava em um tom tranquilo, dando tempo para uma mastigada ou outra — Deixa eu ser mais sucinto. — Mandava metade do suco para dentro.

Se nossos rostos não estiverem como procurados por aí, podemos agir com mais tranquilidade. Minha ideia é mandar um recado para a Marinha e o Governo, porém, precisamos da aval dos superiores para isso. — Era complicado ser um zé ninguém na organização — Afinal, a gente não sabe se eles já tem algo planejado ou até em andamento, um movimento errado poderia atrapalhar esse “algo”. — Não podíamos ser uma força contrária a revolução, precisávamos agir com inteligência — Amanhã pretendo conversar com... qual era o nome dele mesmo? — Porra, esqueci o nome do chefe — O chefe, é, esse é o nome dele. — Dava uma gargalhada logo em seguida — Precisamos ter uma real noção do que está acontecendo e do que eles precisam, acho que eu e você podemos optar por missões mais arriscadas, o problema é o pequeno Palo. — Seria ruim para ele se colocar em risco, talvez fosse melhor ele permanecer na base por enquanto? — Precisamos ver esses detalhes e começar a agir. — Finalizava a comida afastando um pouco a cadeira da mesa, abrindo o botão da calça e deixando a barriga mais livre — E você, tem algo em mente? — Questionava a bruxa.


Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Shiori

Shiori


Créditos : 93

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySáb Out 15, 2022 2:59 pm





Palomero, Sada & Kako

Estava tudo uma delícia, e agora que Sada tinha tomado banho estava revigorada. Ela vinha animada para a cozinha e separava as coisas mais saudáveis que encontrava pra manter seu corpo no melhor estado possível, ela ia comendo para ficar forte e bem capacitada.

E Kako que já estava comendo terminava primeiro iniciando um bom papo, eles dois começavam a conversar sobre o futuro, o que queriam fazer, e sua preocupação os irmão caprinos, eles seriam algo que faria eles terem que tomar bastante cuidado.

Mas por fora disso eles concordavam com a necessidade de buscar uma missão, e que precisavam ver os interesses, terminando com uma pergunta de Kako na qual ele questionou o que pensava a moça.

O ambiente seguia tranquilo naquela noite, eles podiam já sentir aquele friozinho gostoso, e se olhassem pro relogio na parede veriam que eram 21:30 estava chegando perto da hora de descansar um pouco, tudo estava indo bem.

Exceto a surra pras abelhas, mas esse era um caso à parte…

Spoiler:

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 TdL7Dnm

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Cu3VnKr
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Sadakiyo
Revolucionário
Sadakiyo


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos : 14

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySáb Out 15, 2022 10:14 pm







Sada Kiyoshi
x Turno 24 x



A ideias lançadas pelo Kako de fato eram bem fundadas. Ele era inteligente, afinal. — Você tem razão. — Falei enquanto ele sugeria várias coisas. E realmente fazia bastante sentido o que ele dizia. Eu me lembro de ter tentado iniciar uma nova missão pedindo ao Vitrus por uma, porém não consegui. Era hora de partir para outra, agora como um grupo. — Eu acho que concordo com muito do que você diz. Tenho uma certa ansiedade em agir, além de claro deixar as coisas claras para todos. Esta mensagem para a marinha e para o Governo Mundial será um excelente início. — Respondi. — Porém tenho quase certeza de que o Vitrus está cuidando de várias coisas por de baixo dos panos. Resta a nós saber onde nossas forças serão necessárias para não atrapalharmos. — Na parte final da frase eu dei uma boa olhada para o caprino.

Mas realmente, devemos descansar e iniciarmos nossas atividades amanhã. Já está ficando tarde e na hora de eu tirar meu sono de beleza. — Sorri para o macaco rosado e fiz uma pose de perfil, dando ênfase em meus traços joviais e belos. — Vou me deitar junto com a ferr..., digo, vou procurar um lugar para dormir. — Quase deixei escapar! — Inclusive onde está a Eririka? — Perguntei. Após o jantar iria cuidar de meus preparativos para dormir, como cremes e hidratantes, caso houvessem, e levar Palomero para dormir comigo. Queria cuidar dele durante a noite para que não aprontasse das suas.

De fato, buscaria por Eririka. — Onde você está? — Perguntaria ao vento. Como nossa noite seria apenas de descanso, eu tentaria fazer alguns preparativos para a manhã seguinte. Principalmente com respeito a o que fazer, pensaria eu, logo imaginava o que faríamos a seguir. Me fazia viajar ao imaginar nas inúmeras possibilidades de agir, e eu gostava disso. Queria, como bem levantado pelo Kako, deixar uma mensagem. Levantar a bandeira da revolução contra a tirania absolutista do governo e derrubar aquelas correntes de mentiras e falsidades.

Porém, como uma boa formiguinha operária, eu deveria começar de baixo. Devemos começar por onde somos mais necessários.

Caso encontrasse Eririka convidaria para conversar. — O que está fazendo? — Perguntaria com sincera curiosidade. Olharia para como ela era bonita e bela. — Vou me deixar, acho que vou deixar a porta do meu quarto aberta... — Sugeriria, com um tom sapeca, ao fim da conversa.

Após encontrar os dormitórios e meu quarto, teria a enfim noite de descanso. Daria boa noite ao Palomero com um beijo e um abraço quentinho. — Durma bem, tenha bons sonhos. — Em seguida, após confortá-lo em sua cama, iria para a minha e ficaria deitada, pensando na vida, até dormir.

Ao amanhecer buscaria Kako e Vitrus para novas instruções.  Faria, primariamente, minha higienização matinal, para enfim começar os trabalhos. — O que temos então, rapazes?

Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Formiga
Desenvolvedor
Formiga


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Teste
Créditos : 73

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySeg Out 17, 2022 12:15 pm






Kako, O Macaco
x Turno 32 x



Sada levantou alguns pontos importantes, era bem provável que Vitrus já estivesse cuidando de vários assuntos, restava apenas saber se seriamos úteis ou não — “Que sensação estranha, mas, é por uma boa causa... eu acho.” — Não tinha como confiar plenamente, mas as cosias estavam andando bem. De qualquer forma, após a breve conversa com a bruxa, me despedi e parti em busca dos dormitórios — “Cuidado com a lua cheia, Kako.” — Pensava puxando o chapéu um pouco mais para frente, protegendo-me da luz da lua com maior tranquilidade.

Como me situava em meio ao ambiente? Simples! Tentando achar alguma placa ou indicação da direção do dormitório, caso não existisse nada do tipo, simplesmente pararia qualquer ao meu alcance para perguntar sobre meu destino, repetindo o processo com calma e tranquilidade, enquanto buscava conhecer mais o quartel. Assim que encontrasse meu alvo, não hesitaria em ir mantendo os passos tranquilos, verificando a existência de uma cama disponível longe de qualquer janela, afinal, não queria de jeito nenhuma ter contato com a lua. Sinceramente? Nem banho tomaria, apenas me jogaria na cama disponível ou no próprio chão, deixando o sono dominar meu corpo e então dormindo.

Não sabia que horas acordaria, mas assim que despertasse daria uma boa olhada ao redor — Bom dia. — Diria caso houvesse alguém por perto. Tentaria me guiar seguindo os outros ou buscando nos cômodos/entradas existentes por ali, indo até o banheiro e fazendo a higiene pessoal da melhor maneira possível, tomaria até mesmo um banho. Ao final de tudo voltaria a caminhar pelo local mantendo a tranquilidade do dia anterior, segurava o chapéu em mãos e procurava por Sada, Palomero ou Pacha.

Bom dia! Como estão? — Diria assim que encontrasse-os, colocando um sorrisão no rosto — Prontos para mais um dia de aventura? — Bradava com certa animação — Estou pensando em procurar por Vitrus, ver o que tem disponível para ser feito. Bom, o que acham de irmos todos juntos? — Questionava e dava um tempo para que digerissem, além de claro, que me dessem uma resposta. Sendo positiva, puxaria o bonde sem pensar duas vezes em busca da figura de liderança daqueles revolucionários, vasculhando pelo ambiente ou simplesmente perguntando a outras pessoas por ali. Caso o encontrasse, me aproximaria junto com quem estivesse comigo — Bom dia Vitrus, tudo certo? Bom, acordamos animados! Precisa de algo? Um grupo de resgate? Espionagem? Talvez um grupo para um ataque direto? — Indagava fazendo algumas ações ferentes as falas, como se esconder atrás do chapéu na espionagem, dar socos no ar quando falei do combate.


Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Shiori

Shiori


Créditos : 93

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySeg Out 17, 2022 5:59 pm





Palomero, Sada & Kako

Kako ia dormir tranquilo enquanto Sada saia em busca da sua futura amada, mas naquele ponto ela descobria que ela estava dormindo, enquanto ela ia perguntando pelo nome da mulher um dos rapazes falava.-Ela foi dormir tem quase uma hora, ela tava muito cansada, pediu um dormitório, fechou as portas e lá ficou, sem barulhos.- E assim, por aquela noite ela não conseguia o contato que procurava com Eirika ainda, a mulher era complicada, mas uma hora a conquista aconteceria, mas não naquela noite.

O outro dia chegou, e ambos o mamaco e a moça se apresentaram para pegar uma missão, e essa missão ia ser algo complicado ainda assim, algo que eles certamente conseguiriam.-Tenho uma missão importante, nós vamos tirar todos os capturados da ilha, já que não temos como manter eles no reino.-Explicou ele de forma bastante rápida, mas já ia entrar nos detalhes de qual era o papel deles dois.

Ele seguia falando agora para estruturar a missão deles dois.-Quero que escoltem um dos grupos com auxílio de mais alguns dos nossos camaradas Vamos dividir as pessoas em 4 grupos, vocês vão levar um deles, junto de Katrina, que vai liderar vocês. Encontrem ela na entrada do labirinto. Ela vai passar o resto dos detalhes e tirar todas as suas dúvidas, tudo certo? Se preparem, peguem o que precisam e vão.-Ele repassou agora as informações mais importantes, parecia confiar que as coisas iam sair corretamente.

E claro agora cabia a eles fazer seus preparativos para uma melhor missão, já que havia muito a ser feito por ali. Era um tanto triste de certo modo saber que aquelas pessoas teriam de deixar sua terra natal, para não ter problemas com a nobreza, mas também era reconfortante pensar que poderiam ter um recomeço.

Spoiler:

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 TdL7Dnm

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Cu3VnKr
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Formiga
Desenvolvedor
Formiga


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Teste
Créditos : 73

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySeg Out 17, 2022 9:54 pm






Kako, O Macaco
x Turno 33 x



A noite tranquila trouxe o conforto que meu corpo precisava, realmente, não tive noção do tamanho cansaço até deitar. De qualquer forma, a noite passou rápido e o dia chegou com todo seu resplendor, tudo aconteceu de maneira simples e direta, me levando até Sada e o homem por trás da revolução naquele ambiente — ÓTIMO! — Falei tão animado que não pude nem sequer conter a histeria e ter uma pose mais séria, mas, aquilo não era um problema — Entendemos. — Bradava ao saber do que se tratava a missão, algo aparentemente simples e que por sinal batia com meus pensamentos do dia anterior, realmente, não tinha como mantê-los ali por muito mais tempo.

Vamos, Sada? — Palomero não parecia estar por ali, será que o garoto dormia — Você viu o Palo e o Pacha hoje? — Questionava a bruxa — Mas, talvez não seja ideal chamarmos para essa missão agora. — Completava com velocidade — Pode ser arriscado, provavelmente estejam procurando o pessoal que salvamos... então, é bom evita-lo por hora. — Eu tinha prometido que o levaria comigo, com nosso grupo na verdade... porém, precisava manter a segurança do pequeno — Me encontra daqui a quinze minutos, bem aqui na frente mesmo? Preciso me organizar. — Falava em direção a minha companheira de missão, acreditando que aquele fosse um tempo considerável para acertar qualquer detalhe.

Rapidamente me movi em direção ao refeitório, não podia sair dali sem comer algo e ter algum contratempo lá na frente, imagina se meu corpo fica fraco pela fome em meio ao combate? Seria complicado. No lugar faria uma refeição simples, buscando pães, frutas ou o que estivesse por ali, mandando tudo pra dentro com velocidade — “Espere, é bom levar algumas coisas.” — Ponderava enquanto mastigava os alimentos, voltando minha atenção para frutas como maçãs ou bananas, colocando algumas nos bolsos para um lanchinho durante o dia — “Deixa eu levar algumas para ela também.” — Precisava tratar minha companheira como uma companheira, esse cuidado iria criar um vínculo inquebrável... ou quase isso. Por fim, coloquei mais algumas frutas – se existissem por lá – nos bolsos, talvez até mesmo alguns pães ou outro alimento carregável.

Voltaria correndo até o local marcado, mantendo-me por ali até que a bruxa chegasse — Tudo certo? Pegou tudo? — Questionava dando falta do meu arco por alguns instantes — Espera! Preciso do meu arco! — Saía pulando em direção ao dormitório novamente, torcendo para que ele ainda estivesse por lá, devo ter tirado das costas para dormir. Procuraria pelo lugar com atenção, levantando algumas camas, olhando em todos os lugares possíveis na esperança de acha-lo, porém, caso tivesse sumido não me importaria muito, afinal, foi de graça — Pronto, vamos lá! — Eram as palavras ditas independente se achasse ou não o bendito arco, partindo em direção ao labirinto — Espere, você sabe onde fica o labirinto? — Perguntava com uma expressão confusa, já que não me recordava de nenhum labirinto.


Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Sadakiyo
Revolucionário
Sadakiyo


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos : 14

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySeg Out 17, 2022 10:57 pm







Sada Kiyoshi
x Turno 25 x



Vitrus nos dava a missão prontamente, o que é excelente. Eu precisava disso. Queria agir, mas deveria ter cautela e cuidado para as ações não serem precipitadas. — Ok, entendi. Escoltar os grupos de prisioneiros. — Era uma tarefa que, se parar para pensar, seria um pouco difícil. Envolvia vidas e as mesmas seriam colocadas, ainda que indiretamente, em perigo. Por isso todo cuidado e cautela deveriam ser dobrados.

Kako estava animado, o que é muito bom também. — Então vamos. — Retruquei. Sua observação sobre Palomero e Pacha também eram bem sábias. — Boa ideia. Talvez seja melhor que ele fique mesmo. — Fui bem assertiva com sua sugestão. — Volto já, só preciso do meu machado. — Falei isso, mas também queria me preparar em outros aspectos.

Voltei ao dormitório e banheiro. Passaria meu batom, primariamente, e em seguida voltaria para pegar minha companheira: meu machado mói tripa. Eu era uma combatente que precisava de armas grandes e poderosas, inquietantes e perigosas. O balançar do machado me dava poder e força. A fúria que sentia era aliviada com o rasgar da lâmina do cutelo. — Excelente! — Sorri e fui para o local designado. Iríamos nos encontrar na entrada do labirinto.

Durante a ida, até o local, me encontrei com Kako. — O labirinto é o próprio esconderijo. — Respondi. — A entrada deve ser por onde chegamos, ou pelo menos por onde eu cheguei quando fui trazida até aqui. — Expliquei. A mulher era a Katrina, nossa líder de missão, e nós deveríamos escoltar um grupo de quatro ex-prisioneiros.

Chegando ao local e encontrando a mulher, me apresentaria cordialmente. Com os manejos e posturas adequadas a minha patente e a dela. — Estou aqui para a missão. — A olharia nos olhos, meio que lendo quem ela poderia ser. Achei que seria importante ver seu porte físico, ela era boni..., digo, era forte e parecia boa de briga? Era rápida e bem ágil? Bem, era importante perceber e me atentar a suas qualidades e proficiências de combate, seria importante afinal.

Katrina, quais são os que iremos escoltar e para onde os levaremos? — Perguntaria em curiosidade pela missão. Queria saber de fato quem protegeríamos e até onde iríamos com eles. Isso indicaria um pouco de como seria a periculosidade daquela missão, porém, dado o fato de estarmos na Grand Line, não era de se esperar pouca coisa. Olhei para Kako, como que demonstrando confiança e o desejando bom trabalho. Daria uma rápida piscadela, inclusive.

Após as explicações e orientações seguiria piamente cada detalhe por ela dado. Daria o meu melhor para proteger aquelas pessoas e, principalmente, fazer meu papel bem feito.

Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Shiori

Shiori


Créditos : 93

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptyQui Out 20, 2022 7:36 pm




Sada & Kako

As prioridades dos dois Revos era bem diferente, Sada aproveitou o momento para passar seu batom, além do machado que buscou. Enquanto Kako foi direto para a comida, pegou algumas frutas, e colocou nos bolsos depois de comer, pra que eles tivessem alguma comida no caminho. Uma atitude esperta do mamaco.

Então eles finalmente chegavam até o local indicado encontrando a mulher em questão que eles deveriam, ela estava parada à porta do lugar, era ali que ficava o labirinto, e na entrada estava um grupo de pessoas o que dispensava qualquer pergunta, eles iam escoltar essas pessoas específicas ali. E uma mulher, ela se vestia elegantemente.

A sombra nos olhos dava uma sensação meio gótica para ela, o que pelos lisos cabelos pretos, franja, e aquele colar que pareciam vinhas cheias de espinhos certamente complementam esse visual, seu vestido tinha um belo decote, com detalhes similares ao colar nas bordas.

Suas coxas estavam a mostra pela posição que ela estava, sentada, recostada em uma das paredes daquele local, suas luvas eram certamente para combate, e tinham garras negras nas pontas, sua arma era estranha era como uma mistura entre uma lança e um machado uma ponta cortante em um formato que lembrava um raio, mas a disposição para frente era que se usava em machados, provavelmente uma arma única.

Ela também usava botas de combate, que combinavam com todo aquele estilo que ela exibia. Uma mulher que certamente marcaria suas mentes em aparência, aquela era a líder da missão?

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 2edf4ead711c28d1c65283844abe3f99

Ali haviam outros revolucionários junto a ela, um lanceiro, um atirador, e outra moça com chicote. Ela então levantou de onde estava dizendo.-Vamos levar eles para um barco a noroeste, por segurança eles partirão todos em 4 barcos diferentes, eles não podem mais ficar aqui na ilha.- Disse ela agora começando a guiar todos para a saída enquanto ia falando.

Ela aparentemente ia conferindo pessoa por pessoa, passando em um por um, tinha ao todo dez adultos e quinze crianças, era um número considerável por assim dizer. -Vocês dois eu quero que cuidem da reta guarda tomem muito cuidado.- Disse ela delegando a função que faltava, provavelmente por terem chegado por último ficaram com a posição mais difícil.

Então ela se colocou novamente a frente do grupo todo dizendo.-Todos prontos? Algum de vocês tem mais alguma duvida?- Os outros estavam em silencio apenas confirmaram prontidão e Kako e Sada tinham espaço para fazer mais perguntas se quisessem sobre o assunto.

Spoiler:

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 TdL7Dnm

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Cu3VnKr
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Sadakiyo
Revolucionário
Sadakiyo


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos : 14

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptySex Out 21, 2022 8:51 pm







Sada Kiyoshi
x Turno 26 x



Terminei meus afazeres e me dirigi até o local de saída, onde nos encontraríamos com os outros revolucionários, e os civis, ao qual estávamos encarregados daquela missão. Estava de fato ansiosa, era algo que eu queria fazer e, agora, como um time, ou pelo menos com parte dele, iniciaríamos aquela aventura de fato. — Finalmente...

Primeiramente olhei para Kako, buscava uma posição do macaco e queria ver como ele estava. Eu estaria bem confiante de que nós nos sairíamos bem naquela missão. Proteger alguns civis. — Kako, o que acha disso? — Perguntei. Estava ansiosa por um parecer do símio rosado, nosso líder, e pensava em outras coisas enquanto isso.

Chegando no local fiquei pasma. Que mulher linda! Olhei ela da cabeça aos pés, fitei seus olhos enegrecidos e seus lábios perfeitos. Que curvas e que pernas. Era maravilhosa nos mínimos detalhes e eu estava bem atraída por sua aparência, sou fascinada por coisas belas afinal. — Uau... — Sussurrei.

Toda sua vestimenta destacava habilidades de combate. Eu tinha as minhas, meu vestido me dava liberdade e agora eu também tinha a vantagem que aprendi do Kako, conseguiria me locomover com bravura e destreza, hábil aos saltos, porém ela parecia ter milhares outras. A primor um machado de haste estendida, incrível de fato, ela também trajava botas de combate, impressionante, porém não conseguia parar de olhar para seus olhos. Eles eram profundos, congelantes, meu coração acelerava. Os outros rapazes não me interessavam, apenas ela. — Sim, estaremos na sua retaguarda. — Falei enquanto isso. — Que oportunidade única!

Eu não tinha perguntas. A missão fora muito bem explicada e detalhada pela musa gótica, agora era hora de colocar em prática todas as nossas habilidades e capacidades para, enfim, realizar o que viemos a fazer: revolução! Salvar aquelas pessoas, como fizemos, e leva-las a um lugar seguro com certeza era considerado lutar contra as amarras e algemas do sistema. Abaixo a este governo terrível e avassalador.

Continuaria tentando entender bem as pessoas as quais estávamos a cargo de proteger. Da retaguarda eu tinha uma visão um tanto quanto privilegiada deles e queria aproveitar isso a meu favor. Os olhos atentos ao grupo, suas conversas e gestos, queria captar detalhes para ver como eles estavam. Eu tinha uma preocupação naquele momento: medo e pavor generalizado. Eu imagino que eles já foram avisados de certos perigos, mas com certeza, como um líder pensaria, eu acho, ele deve ter oculto certas possibilidades para não traumatizar o grupo, principalmente com crianças entre eles. Nosso papel seria proteger de todos os perigos e assim eu faria, daria o meu melhor de modo perfeito.

Kako, eu posso olhar deste lado e você do seu lado. Acho que vamos ter mais vantagem no campo de visão e, talvez, podemos até prever emboscadas... — Sugeri, mas estava totalmente aberta a ideias e ordens de Kako e da Katrina. Meu machado estaria em mãos, como sempre, com minha mão direita mais acima da haste, próxima da lâmina curva, e a mão esquerda mais abaixo, ou distante da lâmina. Queria buscar estabilidade enquanto caminhávamos, mas queria também ter a destreza suficiente para conseguir desferir golpes rápidos quando oportuno.

Em determinados momentos daria outras breves olhadas ao grupo, como que observando suas atitudes e ações, e também conversas. Tentaria alertá-los da importância do silêncio. — Shh... — Mas faria de modo discreto e simpático.

No fim das contas estaríamos, com o início da missão, em território inimigo. Tentaria buscar o total foco e atenção. Me recordaria da importância da segurança de nossos protegidos acima de qualquer outra coisa. Inclusive me sacrificando, protegendo, comprando tempo, sempre que possível e impossível também. Queria me sair bem nesta segunda missão, um bom começo para iniciar minha carreira de revolução.

Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Formiga
Desenvolvedor
Formiga


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Teste
Créditos : 73

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptyDom Out 23, 2022 10:57 pm






Kako, O Macaco
x Turno 34 x



YEEEEEAH! A primeira missão estava prestes a começar e conseguia sentir o sangue percorrendo minhas veias com velocidade! Sim, eu estava animado para começar e sinceramente, a aparência chamativa daquela mulher captou minha atenção, principalmente as suas curvas — Sada, Sadinha, Sadonaaa! — Falava de um jeito meio bobo em direção a bruxa — Acho tudo bem legal! — Não tinha como esconder aquela animação, ainda mais com os “problemas” que carrego.

Sinceramente, aquela explicação foi tão boa que também não tinha perguntas para fazer, dava um “joinha” em direção a líder daquela missão e travei no momento seguinte. Sério, nesse ponto da jornada eu tive muito alto controle para conter o que veio em minha mente, guardando aquilo para quando estivesse em posição juntamente com Sada, lá na retaguarda — Você vai ficar na retaguarda dela, é? — Bradava com uma expressão sugestiva e uma risadinha maldosa — Estaremos na sua retaguarda! — Repetia a falava de Sada de uma forma mais “militarizada”, porém, mantendo o tom de piada — Ei, ei! É brincadeira! — Proferia logo em seguida erguendo as mãos abertas, em um sinal de paz.

De qualquer forma, levar o grupo em navios separados era inteligente, afinal, corriam risco de serem pegos no meio do caminho e bem, se todos fossem em um, já imaginam o que aconteceria, né? — Por mim tudo bem, qualquer coisa você me fala. — Respondia a minha companheira enquanto voltava minha total atenção para minha área, andando em passos lentos, porém, que seguiam o ritmo de todo pessoal — Não acho que seremos descobertos, a não ser que tenham mandado pessoas para procurar aqueles que resgatamos da mansão ontem. — Comentava em um tom ligeiramente alto, alto o bastante para que Sada pudesse me escutar — Na verdade, nem sei, viu? A gente pode tá indo pra uma armadilha nesse exato momento. — Eu era uma pessoa pessimista? Não, mas aquilo havia passado pela minha mente.

Caso notasse algo estranho o primeiro sinal seria um “cutuque” em Sada, seja com as mãos ou com o próprio arco — Cuidado! — Falava baixinho, quase que minha voz não saía. Apontava na direção que havia notado algo suspeito, sinalizando também para os outros membros da caravana, afinal, a situação podia piorar em uma fração de segundos. Se por acaso fossemos descobertos, não hesitaria em reunir uma quantidade considerável de energia elétrica e disparar na direção dos inimigos, de maneira curta e grossa, rajadas potentes — Sada, vamos pará-los! Vocês, continuem andando! Depressa! — A ideia era simples, não era avançar na direção dos inimigos, mas firmar um ponto fixo de defesa ali — Você vai na frente, eu dou cobertura. — Bradava enquanto puxava o arco e fazia alguns disparos, era menos efetivo que a eletricidade? Provavelmente, porém, me proporcionava uma mira ligeiramente mais apurada.

Os disparos seriam feitos em cadência, observando os movimentos dos inimigos e os da minha aliada, ou dos aliados, já que era possível que outros revolucionários surgissem por ali. Meu principal objetivo era proporcionar um combate mais seguro para Sada, mirando em alvos que pudessem surgir em seu flanco ou tentar ataca-la enquanto ela estava enfrentando outro oponente.


Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Shiori

Shiori


Créditos : 93

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptyTer Out 25, 2022 6:30 pm




Sada & Kako

Agora que Sada havia notado que a revolução era hot realmente seu lugar. Enquanto que Kako chegava por ali bem tranquilo, brincando com a situação de sua parceira, em relação a ideia de ficar na retaguarda, algo que era certamente uma piada pronta para o momento em questão. Mas mesmo com isso eles tinham se organizado, e todos se preparavam para realizar uma escolta, seguindo pelo labirinto.

Eles podiam ver que o caminho era muito confuso, passavam uma parede atrás da outra, como esperado de algo desse tipo tudo parecia igual, e rapidamente as memórias deles se confundem, já não guardavam todos os dados consigo, provavelmente esse Labirinto ia ser algo que em algum momento eles teriam que aprender.

De toda forma, eles finalmente depois de quase uma hora, saiam do labirinto, agora seguindo por um tunel, e saindo agora, no meio de um beco isolado na cidade, eles iam passando as pessoas uma por uma logo depois da general, e dos outros. Em seguida todos estavam do lado de fora, e a nova jornada começava, eles estavam ainda longe do mar.

A mulher então ia saindo da rua, com cuidado, enquanto ia falando.-Todos tentem ser naturais, quando alguém passar por vocês tentem não chamar muita atenção, também se movam de forma a não parecerem exatamente uma formação organizada, se espalhem mas fiquem em pontos estratégicos.-Explicou ela como a primeira instrução antes que todos começassem a caminhar pelo local.

Algo que acontecia logo, entretanto o primeiro desafio que surgia para Kako e sada, não era bem o esperado não era um membro do governo, mas uma senhora que parecia muito cansada, ela se aproximava da reta guarda quase ficando pra trás.-Vocês poderiam me ajudar?-Disse ela com um tom de voz claramente exausto.

Spoiler:

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 TdL7Dnm

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Cu3VnKr
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Sadakiyo
Revolucionário
Sadakiyo


Imagem : Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos : 14

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptyTer Out 25, 2022 9:31 pm







Sada Kiyoshi
x Turno 27 x



Seguindo então a beldade da Katrina fomos parar no labirinto novamente. — A não... — Deixei escapar vide as experiências anteriores passando por aqueles túneis confusos e de fácil deslocalização. Era terrível e isso me incomodava muito, um saco! — Aquela mulher do teleporte faz muita falta... — Disse como quem não queria nada.

Kako me acompanhava nos gracejos para a nossa líder de missão. E de fato era difícil não falar nada quando observávamos sua retaguarda. Ela era um espetáculo! Que mulher linda e... Sim! A missão! — Tenho que me concentrar na missão!

Nós fomos parar em um beco na cidade. Katrina explicou e agora devíamos seguir instruções de furtividade. Não poderíamos chamar atenção. E neste momento não pude deixar de olhar para o Kako. — Vai ser difícil... — Olhei para o grupo e me posicionei da maneira mais natural possível. Caminharia despretensiosamente, alisaria o cabelo e observaria o que as ruas tinham de atrativos, isso, claro, olhando para o grupo como um todo quando possível. Queria me certificar de minha posição e da posição de meus companheiros de missão. Deveríamos chegar no destino o quanto antes para não comprometer a segurança daqueles civis, porém, não poderíamos fazer isso às pressas e de qualquer maneira. — Uff... — Suspirei com tamanha pressão e preocupação.

A aparição daquela senhora fora a pior coisa que poderia acontecer. Logo agora??? — Sim, claro. — Falei no automático. Olhei para Kako enquanto isso, sinalizando para ele observar nosso redor, e daria auxílio a ela. — Falta pouco para chegarmos. Aguente firme. — Tentei motivá-la a perseverar.

Quando possível daria rápidas olhadas ao nosso redor e, junto dela, tentaria mantar o passo junto com os outros integrantes do grupo. Não poderia se distanciar dos mesmos, geraria um problema na quebra da formação de modo indireto, já que não estávamos em formação de modo direto. Restava-me então a sorte de que aquela senhora pudesse aguentar o cansaço e continuar a caminhada.

Em caso de olhares estranhos, curiosos e afins, daria uma retrucada à altura. Ué? Perdeu alguma coisa aqui? — Oi? — Perguntaria em caso de insistência. — Estou apenas ajudando minha vozinha. — Diria rispidamente. Emularia alguns gracejos como um sorriso simples, se necessário. Estaria segurando sua mão e com a postura levemente ajustada a sua altura, tentaria me manter próxima a ela em caso de alguma interferência em sua caminhada. Pior seria caso ela fosse descoberta, algum caçador da floresta se recordando de que ela era um dos cativos, isso sim seria um problemão. Neste caso me interporia entre ela e o caçador, com o machado em mãos, sempre, para defende-la.

De qualquer forma apenas seguiria a caminhada até o destino da libertação, tanto a minha como a dela. Ajudaria no possível, dando o auxílio e apoio em suas fraquezas de vigor, e tentaria motivá-la a persistir. — Continue assim. — Diria de modo simpático. — Eu sei que a senhora está cansada, mas falta muito pouco.

Histórico:

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Shiori

Shiori


Créditos : 93

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato II — Tiro, Porrada e Água   Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 EmptyQui Nov 10, 2022 11:34 pm


INFORMAÇÕES BÁSICAS

Aventura: Ato II - Tiro, Porrada e Água
Participantes: Kako Labatut | Sada Kiyoshi  | Jungle D. Palomero
Localização da Aventura: Clamoris - Rota 05 - Grande Line

Formiga

GANHOS

● Arco Curto - Turno 07 OK
Arco Curto:



ALTERAÇÕES

● Caçador de Recompensa >>> Revolucionário OK
● Recompensa: 35.000.000 ADICIONADO

NOTA FISCAL

●  -50.000 B$ - Preço pelo Ingresso para Caçada OK
● Valor na Ficha: 68.995.000 ฿S - 50.000 = 68.945.000 B$ OK

RELAÇÕES

Sada Kiyoshi (Jogador): Sada é uma figura interessante, revelou rapidamente seus desejos que por sinal, são compatíveis com o de Kako. O símio tem um apresso incomum pela mulher, por mais que não a conheça profundamente, ele confia sua retaguarda a mesma.
Jungle D. Palomero (Jogador): Palomero é um pequeno mink encontrado por Kako em uma situação atípica, no qual o símio teve um apresso ligeiramente paternal. Ele não se sente responsável pelo garoto, porém, carrega um desejo de ajudá-lo sempre que for possível, servindo como um guia.

STATUS

PDV: 37.280/37.280
STA: 1400/1400
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

EXPERIÊNCIA

Experiência: 34 Turnos = 964 XP
Experiência Rokushiki: 34 Turnos = 810 XP
Experiência Mugetsu: 34 Turnos = 810 XP

Sada

GANHOS

● Machado - Turno 04 OK
Machado:

● perícia Forja - Turno 15 OK
● Perícia Acrobacia - Turno 19 OK


ALTERAÇÕES

● N/A
● 00 Missões Bem Sucedidas >>> 01 Missão Bem Sucedida OK
● Recompensa: 7.500.000 ADICIONADO

NOTA FISCAL

●  N/A

RELAÇÕES

● Mulher do Chicote: Revolucionária. Me levou até a base revolucionária de Clamoris.
• Vitrus: Líder Revolucionário da base de Clamoris. Futuro ex-marido.
• Aegon: Revolucionário. Resgatado de uma prisão secreta.
• Kako: Mink símio com excepcionais habilidades.
• Palomero: Bode fofinho, me chamou de bruxa, mas é uma gracinha.
• Eririka: Linda mulher de belos traços. Futura mulher.

STATUS

PDV: 4000/4000
STA: 200/200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

EXPERIÊNCIA

Experiência: 27 Turnos = 810 XP

Palomero

GANHOS

● N/A

ALTERAÇÕES

● Civil > Revolucionário
● Recompensa: 7.500.000 ADICIONADO


NOTA FISCAL

●  N/A

RELAÇÕES

● Kako - Um mink macaco muito incrível que aceitou Palomero e Pacha como iguais. Desde então Palomero se afeiçoou ao macaco e o vê como um irmão mais velho.

● Sada- Uma moça muito bonita que lembra as bruxas das histórias que a mãe de Palomero contava. Ela é muito gentil e tem um cheiro gostoso. Palomero fica muito feliz em ter ela como companheira.

STATUS

PDV: 4000/4000
STA: 200/200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS: N/A
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A

EXPERIÊNCIA

Experiência: 23 Turnos = 690 XP

Quantidade de turnos do(s) Narrador(es): Sasha - 07 Turnos / Shiori - 27 Turnos

Opinião sobre a Narração:Primeiro ponto: Eca! Revolucionários. Segundo ponto, primeiro ponto.

_________________

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 TdL7Dnm

Ato II — Tiro, Porrada e Água - Página 8 Cu3VnKr
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
 
Ato II — Tiro, Porrada e Água
Ir para o topo 
Página 8 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Permissões neste sub-fórumNão podes responder a tópicos
All Blue RPG :: Oceanos :: Grand Line Paradise :: Rota 5 :: Clamoris-
Ir para: