Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
O Bando da Rainha CaolhaHoje à(s) 20:18por  ShiroIII - Death or ParadiseHoje à(s) 20:16por  Lyosha[P.D.N] Liu Feng - Marciano aceitou narrarHoje à(s) 19:33por  Jean FragaCabra da Peste, vol 4 - InterlúdioHoje à(s) 19:27por  SubaéCriação de AventurasHoje à(s) 19:23por  SashaI - Anjo CaídoHoje à(s) 19:20por  SashaOperação FireflyHoje à(s) 18:55por  GregarLiu FengHoje à(s) 18:22por  Jean FragaCap. 2 - Ascendendo às profundezasHoje à(s) 17:47por  Van四 - Morte e SangueHoje à(s) 17:37por  Koji
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Las Camp
Página 2 de 3 Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 Aecfe07ef5c7ca842816fd453e897a56
Créditos : 13
Localização : Lvneel - North Blue
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
Relembrando a primeira mensagem :

II - Today, We continue our lives together under the same roof

Aqui ocorrerá a aventura das Marinheiras Rael Kronin & Luciferanna Von Brilliant. A qual não possui narrador definido.

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 CSDlXWh
Créditos : 05


Dueto - Marinheiros



Rael & Luci

As garotas tinham começado sua entrada no local para os banhos, onde Luci questionava se a sua capitã não poderia pagar tudo, a ruiva dava um sorriso perante a situação, mas logo respondia.-Bem, eu até gostaria de pagar pra vocês, mas eu tive gastos extensivos, estou zerada.- bem, aquele run todo que ela bebia tinha de ter um preço né? E talvez os jantares com a moça da goteira, certamente iam drenando o salário. A moça loira, parecia já saber o que queria por ali, e todas elas entraram no lugar.

Onde ela queria ajuda da tenente, a tenente entrava no local, se despindo sem qualquer preocupação, aos poucos a remoção de sua camiseta revelava sua pele, as montanhas agora sem qualquer cobertura, apareciam na frente das soldados, sua barriga era bem definida, exibindo uma musculatura bem desenvolvida. Haviam algumas pequenas cicatrizes que davam ainda mais um ar de durona para ela.

E aos poucos ela despia a parte de baixo de suas roupas, revelando suas pernas bem torneadas, ela era toda lisa, e parecia que apesar de forte ter uma certa maciez, tudo era bem em cima. Então ela se aproximava das costas de Lucy, enquanto rael ainda estava ali se preparando para começar os trabalho.-Mas é claro, por que não?- disse se aproximando por trás dela.

Ela então pegava o sabonete, e aos poucos começava a passar ficando levemente debruçada sobre a loira, que podia sentir o volume das montanhas passando pelas suas costas enquanto ela aos poucos lavava os ombros, então suas mãos percorriam toda as costas dela ensaboando, e quando parecia bem limpo, ela ia jogando água.-Acho que agora elas estão bem limpas- disse ela jogando agua sobre os melões que acabaram por ficar ensaboados depois de acabarem fazendo toda uma trilha pelas costas da loira.

Mas antes que Lucy saísse do banquinho, Rael sentou-se fazendo sua cobrança naquele momento, ela queria que suas costas fossem cuidadas pela loira, algo que a superiora logo deixou que elas se resolvessem, então ela se aproximou, dando uma bela olhada no corpo das duas, apesar de fitar cada detalhe ela estava avaliando a saúde das duas. Realmente elas pareciam verdadeiramente saudáveis mesmo depois dos treinos, era sinal que a hipertrofia estava acontecendo como planejado.

Histórico:


Legenda:


_________________

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 YHVeK1M

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 VYrwji0
Scylla
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 NFaEX9G
Créditos : 05
Localização : Las Camp
ScyllaSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1207-luciferanna-von-brilliant#11238 https://www.allbluerpg.com/t1004-a-sailor-who-enlisted-because-she-didn-t-want-to-get-married

Twin Souls




— Tudo bem, nem queria mesm! — Eu tinha plena certeza de que a Chefa iria recusar meu pedido, então já fui retrucando com uma resposta automática e somente no meio da frase a ficha caiu. — Espera, a Chefa disse sim? Kukuku. Eu sempre soube que por trás dessa aparência de durona existia uma Chefa legal. — Acenava em afirmação com a cabeça enfatizando o meu ponto.


Depois eu me sentava no banquinho de costas para a ruiva, comigo cantarolando uma melodia alegre devido a empolgação. — Essa casa de banho sempre teve esponjas tão grandes e macias assim?— Surpresa com a agradável sensação eu abria os ombros que ficavam rígidos conforme as montanhas fofinhas pressionavam minhas costas. — Ôhhh… Não são esponjas… — Suspirava boquiaberta tendo demorando alguns segundos para deduzir o que de fato eram as superfícies almofadadas.


Depois disso somente relaxei a postura deixando os ombros caírem enquanto a ruiva lavava as minhas costas, me inclinando um pouquinho para trás pois estava sendo uma experiência tão relaxante e eu desejava ficar bem confortável. — Kuu Kuu Kuu. — Começava a rir bem calminha com os olhos fechados, quase babando pelo canto, então a ruiva parou. — Hã! Mas já? Bom, obrigada. — Por que as coisas boas acabam rápido? Ficava agradecida pela gentileza da Chefa, mas não fui capaz de conter os resmungos, comigo desejando ter mais alguns minutinhos dessa gentileza.


Eu que já estava querendo ir correndo para as piscinas me via sendo vítima de um ardiloso pedido, Rael alongando a pronúncia de meu nome daquela forma carinhosa me fazia arquear uma sobrancelha em sua direção. "O que você quer?" Era isso que meu olhar afiado questionava, pois ninguém é manhoso assim sem querer algo em troca. — Iiiiihhh! Nem vem! Pode ir tirando o cavalinho da chuva! Meu corpo está implorando pela piscina aquecida. — Depois de ver a escova e o sabonete nas mãos da marinheira de início eu usava toda a minha convicção para negar o pedido. — E nem adianta ficar me encarando desse jeito todo fofinho com esses olhos grandes e brilhantes, porque não vai funcionar! Hunpf. — Cruzava os braços e fechava os olhos com as pálpebras bem apertadas evitando o ataque de meiguice. — Eu não vou ceder, não vou… Nhhhhmmmmggrr! Mas que raiva, porque vocês sempre fazem isso!? — Eu tentava manter um semblante ríspido e fechado, porém o olhar de filhotinho adorável feito por Rael era reproduzido repetidamente na minha imaginação me arrancando alguns sorrisos, e essa mesma tática era frequentemente usada por minhas caçulas em Illusia quando vinham me pedir favores, comigo sempre cedendo as vontades delas. — Tá bom! Eu lavo suas costas. — Bufava enraivecida após outra derrota contra esses malditos olhos adoráveis, então simplesmente arrancava a esponja e o sabonete das mãos de Rael.


Antes de mimar a marinheira do espadão. — Ei Chefa! Pode ir sentando no banquinho também. Depois que eu acabar com a Raelzinha você será a próxima vítima da lista. — Me virava na direção da ruiva dizendo as palavras em tom de ameaça, como se o fato de lavar as costas de alguém para que fiquem bem perfumadas e limpinhas fosse algo hediondo, ao mesmo tempo eu empunhava o sabonete simulando ser uma faca apontada para a Chefa tentando passar uma mensagem do tipo: Eu tenho um sabonete e não tenho medo de usá-lo. Após a tenebrosa ameaça eu fitaria Rael. — Solicitando reforços na linha de frente, as defesas do nosso alvo são muito resistentes. — A Chefa poderia negar por não querer ou não achar necessário, então sem pensar duas vezes recorria a artilharia pesada, que no caso seria a personalidade doce e inocente da Raelzinha.


Com a ruiva tendo ou não aceitado o nosso amável gesto de afeto eu tinha de concluir outra missão, primeiro começava deslizando o sabonete em círculos dos ombros até os furinhos do quadril nas costas de Rael. — Você e a Chefa devem ter recebido alguma bênção do Deus Criador de Todas as Coisas… — Refletia meio chocada com as marinheiras, a ruiva tinha um par de montanhas almofadadas abaixo do pescoço, e Rael possuía duas luas redondinhas atrás do quadril, o pior é que ambas não pareciam ter esforço algum para manter essas qualidades, eu não ficava olhando muito, porém é o tipo coisa impossível de não reparar. Em seguida começava a esfregar as costas de Rael com a escova, porém eventualmente meu rosto ficava coradinho. — Você quer mais… Forte? — Estava tomando bastante cuidado para não exagerar na fricção e acabar arranhando a pele da marinheira, porém alguns dias atrás ela havia sido chifrada por um touro, e o touro quem caiu desacordado, então se eu fosse colocasse maior intensidade poderia ser mais agradável para Rael. — Tudo bem, me avise quando estiver bom. — Falava meio gaguejando e estando um tanto insegura começava a gradativamente aplicar mais força nos movimentos com a escova, até a marinheira de cabelos azulados dizer que está bom, então manteria essa mesma força terminando toda a extensão de suas costas. — Estou acabando, vê se não dorme. — Dizia num tom ríspido só para manter a pode tsundere, e aos pouquinhos enxaguava as costas da marinheira enquanto deslizava as palmas das mãos pela superfície de sua pele no intuito de ir removendo a espuma. — Pronto, agora só mês que vem eu faço isso de novo. Hunpf! — Ao terminar logo já ia cortando as asinhas de minha comparsa marinheira, pois é capaz dela me pedir para ter as costas lavadas todos os dias depois de hoje. Apesar de não ter sido totalmente ruim, então fazer isso uma ou duas vezes no mês pode ser… Agradável… Malditos olhinhos brilhantes.


Agora restava a Chefa sofrer com a mesma tortura inescrupulosa de Rael, mas se a ruiva houvesse recusado eu simplesmente adentraria na piscina, jurando internamente que dá próxima vez a superiora não iria escapar mesmo se fosse necessário amarrá-la.


Garota Cavalo
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 18207c75bc057d17d1e1360e089cd8c4
Créditos : 29
Localização : Las Camp - West Blue

Ken no Yuusha



Não me deixava ser derrotada por sua negação inicial, agora que estávamos perto uma da outra, eu podia sentir a oscilação em sua força de vontade ao dizer não, e insistia determinada em ter as costas lavadas — Eeeh… não seja assim, copo de água e lavar as costas não se nega a ninguém — Continuava a olhando com o rosto pidão até que eventualmente vencia a luta — Gishishishi.


Finalmente me virava de costas, enquanto Luci tentava convencer a Tenente a entrar na fila. Me atentava no pedido de reforços, como a cavalaria me colocava de prontidão para acertar o alvo! Puxando um banquinho para o meu lado e dando três tapinhas nele — A Tenente pode esperar aqui do meu lado, compartilhar esses momentos fazem parte da casa de banho, ficar sozinha num lugar assim é muito chato!


Luci começava a lavar minhas costas enquanto eu me mexia um pouquinho com o toque, me aninhando numa posição confortável enquanto aproveitava o estímulo sensorial, era como um cafuné ou massagem, impossível de não aproveitar.


Mais… forte? — Pensava um pouquinho antes de responder — Pode ser, é uma boa ideia — ia sentindo a pressão nas costas enquanto ia aliviando a tensão do treinamento, agora sim era como uma massagem — Um pouco mais forte… mais… mais forte… hmmmm…ããnn! — Não consegui segurar o som, percebendo logo depois e tapando a boca com ambas as mãos, enquanto minhas bochechas ruborizaram — a assim tá bom…


Terminado o banho eu agradecia sorridente, enquanto escutava a loira em seus últimos resmungos — Mês que vem? — Perguntava com ânimo — Agora é uma promessa, não pode mais voltar atrás gishishishishi… Obrigada Luci.


Levantava do banquinho e procurava me enrolar num roupão, ao invés de ir direto pra piscina eu saía da área de banho até a recepção, procurando pela senhora de antes — Ola! Hmmm… Vocês vendem alguma bebida para acompanhar o banho aqui? Ou é proibido consumir algo lá dentro? — Queria agradar as duas de alguma forma, mas demorava a perceber que talvez não me permitissem fazer isso, agora já era meio tarde pra voltar então perguntava mesmo assim.


Última edição por Garota Cavalo em Sab 07 Maio 2022, 15:22, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : Trocar a capa do Template)
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 CSDlXWh
Créditos : 05


Dueto - Marinheiros



As duas moças tinham um momento de curtição, o que para qualquer pessoa que estivesse apenas ouvindo certamente entenderia muitas coisas erradas saindo disso. Afinal aqueles sons que a garota fazia eram, minimamente bem diferentes, algo que até a tenente acabava por ficar com um riso de leve no rosto, já que era um pouco engraçado imaginar o que as pessoas de fora estavam pensando daquele banho ali.

A dona até mesmo parou por um instante passando ali na porta pra ver o que estava acontecendo, era mera curiosidade talvez, ou segurança, mas ela acabou por ver que não era nada demais e saiu rápido, antes que as duas garotas a vissem pelo foco no serviço que estava acontecendo, então, quando tudo terminou, ela ofereceu seus serviços pra Tenente.

A Mulher não achou ruim, é óbvio, então virou-se de costas e relaxou dizendo.-Mas é claro, vamos lá, pode esfregar com vontade!!- quando a garota começasse ia sentir que aquela era uma sensação bem interessante, as costas dela eram bem rígidas, e pareciam um pouco tensas, dava pra sentir os pequenos músculos.-Pode ir mais forte, acho que tá meio devagar.- disse ela com um olhar provocante para Lucy, ela parecia querer ver quanto de força ela exercia.

E quanto mais forte ficasse, ela diria.-Mais um pouco, a sugeira precisa deixar os recantos sabe, tem algumas pequenas dobras, isso mais pra direita, vai mais pra esquerda, aí aí, agora com força.- Ela parecia adorar tudo aquilo, como se fosse um passeio no parque, estaria feliz com todo o processo, até que sentisse que estava bem melhor, e as costas mais relaxadas.

Então depois disso ela diria.-Muito obrigada, tava precisando dar uma relaxada nas costas.- diria agora se esticando toda e finalmente caminhando para o banho quente. Enquanto isso, Rael foi para fora, pedir bebidas. Algo que foi fácil.-Vendemos Sakê. Você quer?- era tudo de alcoólico vendido por ali, poderia ter suco, mas o termo bebida naquelas circunstâncias ela imaginou que se tratasse de álcool. Se questionasse por algo sem teor alcoólico, ela ofereceria suco de melancia em seguida.

No fim ela deixaria a bebida ser levada pra dentro após tudo, se ela quisesse, poderia levar uns copos e a garrafa, seria cobrado a elas no final do banho junto com a entrada, sendo adicionado a conta.

Enquanto isso, lá dentro a tenente relaxava se sentando numa das partes levemente rasas enquanto parecia adorar a água quente, aquilo fazia muito bem para o corpo, ajudando a deixar tudo mais tranquilo.

Histórico:


Legenda:


_________________

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 YHVeK1M

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 VYrwji0
Garota Cavalo
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 18207c75bc057d17d1e1360e089cd8c4
Créditos : 29
Localização : Las Camp - West Blue

Ken no Yuusha



Por sorte nos era permitido beber lá dentro, agora eu só precisava solucionar o que diabos seria Sakê — Claro! Uma garrafa e três copos, por favor — Mas se estão oferecendo no mínimo tem gente que compra, então deve ser bom o bastante — Obrigada — pegava a bebida junto dos copos e voltava para a área de banho, retirando o roupão e colocando a garrafa junto dos copos num baldinho de madeira, para flutuar na água.


Voltei, trouxe algo pra acompanhar — Chegava já me aproximando da piscina, sentando na beirada e enchendo os três copos — a dona lá na frente disse que só tinha isso aqui, um tal de Suki… — Erguia meu copo e dava um golinho para experimentar, estalando  língua depois enquanto apurava o gosto, fazendo uma careta e botando a língua pra fora depois de estranhar o sabor forte de alguma coisa — Tem um gosto meio engraçado… — Virava o copo inteiro de uma vez só e então colocava de volta no baldinho, não tinha gostado muito mas parecia aquecer bastante o corpo, então até que combinava com a ocasião.


Deixando a bebida de lado por enquanto, finalmente entrava completamente na água quente, me aconchegando na parte mais funda de forma que ficava quase toda submersa — Aaah isso é que é vida boa… Lá em Illusia não tem muitos lugares assim — aos poucos a preguiça ia batendo, enquanto eu sentia o cansaço do treino se dissipando um pouco, dava até um soninho considerando o horário.


A Tenente vem bastante a esse tipo de lugar? Eu não me importaria de vir mais vezes, pelo menos no próximo mês precisamos vir! — Olhava para Luci com um olhar meio travesso — Alguém me prometeu isso gishishishi.


Última edição por Garota Cavalo em Sab 07 Maio 2022, 15:21, editado 2 vez(es) (Motivo da edição : Trocar a capa do Template)
Scylla
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 NFaEX9G
Créditos : 05
Localização : Las Camp
ScyllaSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1207-luciferanna-von-brilliant#11238 https://www.allbluerpg.com/t1004-a-sailor-who-enlisted-because-she-didn-t-want-to-get-married

Twin Souls




Errrrr… Foi bem alto né? O meu livro favorito conta a história de um super-herói vigilante tendo o codinome Homem "O Caveleiro das Trevas" Morcego, sua principal habilidade é estar sempre preparado para toda e qualquer situação, porém diferente dele eu estava completamente despreparada. — ...Certo… — Dizia praticamente sussurrando sentindo uma queimação em toda a face, a vermelhidão ia se espalhando das bochechas até a testa ao mesmo descia pelo queixo alcançando meu pescoço. — …Sua voz… É bastante bonita… — Certamente era uma das piores coisas a serem ditas após o evento, mas foi a única ideia que tive para tentar não tocar diretamente no assunto. E com a mão ainda meio trêmula devido ao nervosismo terminava de esfregar as costas de Rael. "A inocência pode ser algo terrivelmente perigoso."


Ajoelhada atrás da ruiva eu percebia o quão grandes eram suas costas, eu precisava mover verticalmente a cabeça para conseguir observar toda a extensão. E como cliente tem sempre razão eu não poupava esforços ao esfregá-la com bastante vontade. — Ainda bem que a Chefa aguenta. — Possuía um sorriso perverso nos lábios pela primeira vez na vida eu estava podendo ir com tudo e lógico que não desperdiçaria essa chance. — Você sabe mesmo como deixar uma garota excitada. Kukukukun. — A provocação da superiora me roubava uma risada arteira e com certeza eu ficava muito mais motivada em executar a tarefa. Num aperto de ferro eu agarraria um dos ombros de Kat puxando-a ligeiramente em minha direção afim de ficar numa posição com maior conforto me permitindo exercer mais força em suas costas. — Bem aqui!? — Depois de remover toda a sujeira entre as dobras, e ficar caçando o ponto G nas costas da Chefa quando eu encontrasse não teria deixado a ruiva fugir tão fácil, dedicando o esforço de uma vida inteira para estimular o ponto mais prazeroso nas costas de Kat.


Ao terminar meus braços ficavam meio dormentes, comigo ofegante numa combinação de cansaço e satisfação vendo que as costas tensas agora estavam mais relaxadas. — Ué, e eu não ganho nem um beijinho de agradecimento? — Retribuía o olhar provocante pressionando o dedo indicador contra a bochecha indicando o local onde eu gostaria de receber o agradecimento, mas tudo bem se Kat recusasse, afinal o objetivo ali era nutrir a troca saudável e divertida de implicâncias.


Finalmente o merecido banho na piscina, lavar costas nunca foi tão cansativo quanto hoje, optaria por me sentar ao lado da ruiva mantendo alguns centímetros de distância. — Obrigada, você tem cuidado bem daquelas duas na minha ausência. — A Chefa podia ter um certo prazer nos treinamentos infernais? Provavelmente sim. Mas tinha era possível sentir que a ruiva só desejava o melhor. — Rael é muito ingênua e a outra Luciferanna é gentil demais, detesto pensar em alguém tirando proveito delas, mas não tenho como evitar… — Suspirava mentalmente por tocar nesse assunto, mas sentia necessidade de agradecer e então ia me esparramando na piscina ficando com as costas da cabeça apoiadas na borda.


Quando Rael retornasse. — Eu estava contando com você para lavar os as costas da Chefa, porque demorou? — Se há uma oportunidade de reclamar, eu vou reclamar, primeiro porque eu provavelmente não precisaria ter me esforçado tanto, e segundo é porque quatro mãos são melhores do que duas.


Quando vi a garrafa de "Suki" meu corpo imediatamente entrou em estado de alerta comigo subitamente ficando sentada na piscina prestes a proibir Rael de beber aquilo pois lhe faltava idade, porém eu pensava um pouco, lembrava do quão sofrido foram os três últimos dias, e nosso trio estava ali para comemorar. — Espera! — Estendia a palma da mão aberta em frente ao rosto da marinheira de cabelos azulados. — Vamos brindar antes. — Não era pela questão de etiqueta, e sim para celebrar a nossa… amizade… — E você não precisa ficar me lembrando toda vez. — Protestava com o rosto ruborizado pois Rael não me deixaria esquecer da tal promessa, mesmo sendo impossível eu esquecer de algo.


Definitivamente estava a longe de ser a minha bebida favorita, descia queimando e arrepiava todos os poros do corpo, meu objetivo era não fazer uma careta muito exagerada. — Eu gosto quando a bebida é mais docinha e suave. — Compartilhava minha opinião com Rael visto que ela tinha seu momento de sommelier. — Oh vida… Porque você foi gostar logo de Sakê…  — Uma Rael sóbria é igual a uma caixinha de surpresa, agora imaginar uma Rael bêbada me fazia engolir a seco de preocupação.


Por sorte Raelzinha só ficava sonolenta, ao menos na primeira dose. — Não vou oferecer duas vezes. — Estendia o braço lateralmente convidando a marinheira do espadão para se aninhar comigo, em seguida lhe faria cafuné nos cabelos e também na nuca. — Eu tenho outro braço livre, se a Chefa também quiser. — Dessa vez dizia num tom de diversão enquanto encarava a ruiva. Ok! Meu humor estava consideravelmente bom, o problema de ceder assim é que uma certa marinheira de cabelos azuis pode querer se aproveitar de minha inocente pessoa.

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 CSDlXWh
Créditos : 05


Dueto - Marinheiros



A loira exercia um fenomenal esforço na lavagem das costas da ruiva, ela realmente buscou até achar o local certo, algo que a ruiva simplesmente adorava, a boa sensação dominava ela que sorria tranquilamente, bastante feliz com o resultado. A sensação era de que ela poderia ficar ali por horas tranquila recebendo aquele bom tratamento, mas o objetivo era o banho, então quando as duas pararam naquele momento, a Loira acabava cobrando um beijinho.

Algo que a tenente não via maldade, então deu um beijinho e afagou sua cabeça. Como se dissesse “Boa garota” com aquele afago, mas logo quando aquele pequeno momento emocional vinha, ela ficava surpresa, não esperava receber algum elogio pelo trabalho dela.-Vocês todas tem se desenvolvido bem, acredito que estão bem acima das expectativas para um soldado comum. Se não fossem por questões burocráticas, vocês certamente estariam em posição mais alta agora.-Disse ela explicando como ela enxergava bem a força delas, e entendia como estavam progredindo, era algo bom que elas estivessem se dedicando e treinando.

Ela também logo em seguida completava o que estava falando antes que Rael cruzasse a porta de volta, onde ela falava sobre como as coisas começaram a se tornar mais sérias.-Mas isso vai mudar, vocês serão postas à prova logo logo, então isso tudo deve mudar.- ela falou isso com um tom de voz calmo, não parecia carregar peso, por que ela acreditava no sucesso delas, mesmo assim, era uma frase séria, e quando Rael voltava pela porta a loira logo falava suas aspirações.

Então todas entravam no banho, onde Rael enchia os três copos, para que elas brindaram, a Tenente ficava impressionada com a bebida, um Suki? Ela nunca tinha bebido um desses.-Suki em? Deve ser uma bebida exótica isso aí.-Pensou em voz alta quando bateu o copo contra os delas e virou de uma vez, e pensou, que aquela até que era gostosinha, parecia muito com Sakê, tinha gosto de sakê, tinha cheiro de Sakê, tinha cor de sakê, é talvez fosse Sakê. Pensou em seguida quando tomou um gole, o que era levemente triste, achou que ia ter uma fonte diferente de álcool agora.

Depois de tudo isso, era algo simples que acontecia, Rael com sono, e Lucy aninhando ela, ela ofereceu pra a ruiva, que passou a oferta, ela ficava perto delas mas na beirada com o copo, enchendo ele de vez em quando da garrafa e tomando uns goles, ela era bem resistente ao álcool, então aproveitava disso pra mandar pra dentro.

Histórico:


Legenda:


_________________

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 YHVeK1M

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 VYrwji0
Garota Cavalo
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 18207c75bc057d17d1e1360e089cd8c4
Créditos : 29
Localização : Las Camp - West Blue

Ken no Yuusha



Depois daquele som constrangedor, ficava um pouco mais calada, sem saber muito como reagir ao elogio naquele momento específico do dia, embora eu também tivesse notado que nos últimos dias minha voz parecia um tanto diferente — Ghmmm… obrigada eu acho…

[...]


Como eu poderia me esquecer do brinde? É tipo a parte mais importante de uma comemoração! Que bom que a Luci estava lá para lembrar — Tá bem tá bem, mas você será cobrada um dia Gishishishi — Brincava com a reclamação da loira, embora eu muito provavelmente já me esqueça desse assunto no dia seguinte.


Me chamava a atenção de Luci reclamar por eu ter aceitado relativamente bem aquele líquido — Por que? Você não gosta? Ou faz mal pra saúde ou algo assim? — Como eu não conhecia nada daquilo aproveitava pra tirar minhas dúvidas com Luci que parecia reconhecer a bebida.


Sério?! — Me surpreendia com a oferta de Luci ao entrar na piscina, mas ao mesmo tempo meus olhos sonolentos se abriam com um pouco de brilho dando a resposta sem que eu precisasse dizer algo — Hihihi a Luci é tão boazinha… — me abraçava na loira, pressionando meu corpo contra o dela e me aninhando de forma confortável — e tão quentinha…


O carinho na cabeça junto ao cansaço e sonolência me mandavam pra um mundo da Lua onde só a Rael habita, se alguém quisesse me chamar naquele estado de transe precisaria repetir meu nome pelo menos umas sete vezes antes de eu responder beeeem arrastada. Se Luci quisesse se soltar e se afastar, com o corpo mole eu afrouxaria os braços e ficaria ali paradinha derretendo naquela poça quente.


Ficava ali naquele estado semi-consciente até me chamarem para ir embora ou sentisse a ponta dos dedos enrugados pelo tempo prolongado na água. Me levantava devagar, me espreguiçando e bocejando antes de sair completamente — Ghmmm…waaaan


Mais desperta, saía do banho, me enxugando com uma toalha e indo até o vestiário. Vestia o conjuntinho de roupas íntimas que havia trazido e por cima o vestido soltinho e confortável comprado no outro dia, permanecia com as mechas soltas secando — Suas roupas estão na mochila — diria à Luci quando ela viesse se vestir, era uma pena que eu não tinha nada para a Tenente, mas ela parecia já ter se limpado e trocado antes mesmo de virmos pra cá.


Caso tivesse sido a primeira a me arrumar, ficaria sentadinha próxima a recepção, aguardando para podermos pagar e partir.
Scylla
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 NFaEX9G
Créditos : 05
Localização : Las Camp
ScyllaSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1207-luciferanna-von-brilliant#11238 https://www.allbluerpg.com/t1004-a-sailor-who-enlisted-because-she-didn-t-want-to-get-married

Twin Souls




Antes de responder Rael eu coçava a cabeça pensando por onde e como eu deveria explicar o que seriam bebidas alcoólicas. — Não tem exatamente um motivo racional, só é mais agradável ao meu paladar apreciar uma bebida docinha, alguns vinhos e coquetéis são bons exemplos. — Era apenas o meu gosto pessoal. — Mas se você nunca provou nada assim antes só vai descobrir se gosta mesmo de algo depois de experimentar. — Acho que assim eu conseguiria esclarecer as primeiras dúvidas de Rael, mesmo sem ter uma resposta correta, afinal os gostos variam de um indivíduo para o outro.


A segunda parte da pergunta era mais fácil de responder pois mesmo eu não sendo uma grande conhecedora de bebidas se tratava de uma questão lógica. — Bebidas alcoólicas no geral ajudam a relaxar ou podem causar euforia, depende muito da bebida ou como ela age no corpo de uma pessoa, o estado mental também pode influenciar nesses efeitos. — Era uma explicação bem vaga, eu mesma não entendia todos os mecanismos por trás das bebidas alcoólicas então apenas dizia tendo como base o senso comum e minha experiência. — Apesar disso se você exagerar na bebida o álcool pode ser muito ruim para o corpo, e até mesmo te tornar uma viciada. — Minha intenção não era assustar Rael ou algo assim, porém como ela perguntou eu respondia.  — Mas seu corpo é muito resistente, então você vai ficar bem. — Dizia no intuito de tranquilizá-la se fosse preciso. — ...Só não exagera… — Dizia baixinho tentando esconder o fato de eu me importar com a marinheira.


Certas situações na vida causam um intrigante fenômeno conhecido por arrependimento instantâneo, e ter me oferecido para Rael se aconchegar comigo foi exatamente um desses casos. —Eu não boazinha coisa nenhuma. — Protestava contra o elogio constrangedor. — Errhh.. Hmm.. A água... — O segundo comentário me deixava completamente desarmada, era uma batalha perdida contra tanta doçura. — ...Até que não é tão ruim… — A personalidade doce e direta quebrava as minhas barreiras, assim só me restou a rendição, como Rael apoiava todo o peso em mim eu a puxava para que ficasse com a cabeça entre minha clavícula e o pescoço pois assim ela não iria cair enquanto continuava a lhe afagar. — Arrrfff… Você também é quentinha… — Soltava um longo suspiro relaxante antes de sussurrar com meu rosto próximo ao ouvido de Rael, enquanto um pequeno sorriso ganhava espaço em meu semblante.


Entretanto eu lembrava que havia abaixado e guarda bem ao lado da Chefa, então iria encarar a ruiva com as bochechas bem vermelhinhas de vergonha torcendo para ela não estar prestando atenção, entretanto se meu olhar cruzar com o dela eu rapidamente moveria o rosto na direção oposta, querendo esconder o rubor facial após ter participado dessa cena.


Não era surpresa alguma que a Chefa iria continuar bebendo, então iria servi-la com a mão livre, enchendo o corpinho sempre que ela quisesse, eu quem havia convidado então tentava ser uma anfitriã legal. — Da próxima vez eu não vou perder. — Aproveitava o clima de relaxamento para trocar mais algumas brincadeiras com a ruiva. — Eu vou esfregar tanto as suas costas que a Chefa vai sentir elas super relaxadas por mais de uma semana. — Era meio frustrante pensar que eu estava usando toda a minha força e só foi capaz de fazer cócegas nas costas da superiora, ela dizia que eu e Rael estávamos progredindo rápido entretanto ainda parecia haver um abismo entre nós e a Chefa. — E na hora a Chefa vai dizer algo tipo: Nyaaan… Luciferanna vai devagar por favor, eu não vou aguentar se você continuar fazendo tão forte. — Afirmava com a cabeça tendo convicção que iria alcançar tal objetivo após ter desferido outra ameaça contra a Chefa, em seguida virava outra dose e logo começava a rir por não conseguir manter a cara de malvada após a piada.


Estaria mentindo se ei falasse que não preferia ficar mais tempo na água quentinha da piscina, mas em algum momento teríamos de sair né, seja pelo horário de fechamento ou a Chefa nos diga para retornamos ao QG, afinal foi só metade do treinamento infernal. — ...Não quero sair… — Fazia um leve drama me afundando um pouquinho na piscina. — Rael, é hora de irmos. — Como não havia jeito de aproveitar mais a casa de banho por hoje eu dava início ao longo processo para libertar a marinheira de cabelos azulados de seu transe, primeiro tentava chamá-la suavemente. — Raelzinha acorda. — Cutuca a bochecha. — Raelzinha é sério, precisamos voltar. — Cutuca de novo. — Rael de Illusia. — Chama pelo "nome completo". — Rael se você não acordar vai ficar sem sobremesa amanhã. — Tentando ameaçar. — Rael! Se você continuar assim eu vou te arrastar até o QG. — Ficava seriamente preocupada apertando a bochecha marinheira enquanto sacudia levemente o rosto dela. — OK… É hora de apelar… Raelzinha acorda agora ou fico um ano inteirinho sem lavar as suas costas. — Eu não queria ter de recorrer a métodos tão sórdidos, porém a situação constrói a necessidade.


Foi uma exaustiva batalha, mas com foco, força de vontade e fé fui capaz de vencer o soninho da marinheira. — Eu acho que preciso de outro banho aquecido… — Suspirava refletindo sobre o período relaxante mais cansativo que já tive. — Ahhh… Obrigada por ter trazido minhas roupas… — Eu não queria parecer uma ingrata, entretanto tinha um péssimo pressentimento nas vestes dentro da mochila.


Depois de estar devidamente enxuta e vestida iria ao encontro de Rael, provavelmente eu seria a última do trio pois os longos cabelos não secariam sozinhos. Se minhas suspeitas estivessem corretas Rael teria trazido as roupas que Luci comprou. — Va-va-vamos! — Caminharia toda rígida gaguejando de vergonha, pois aquelas roupas eram meigas e adoráveis, nada haver comigo. — Parem de olhar! — Caso a Chefa e Rael fiquem me encarando muito eu iria me encolher por dentro dos ombros colocando o antebraço na frente dos seios e a outra mão na virilha. Nem se eu estivesse nua seria tão embaraçoso.

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 CSDlXWh
Créditos : 05


Dueto - Marinheiros



As duas moças aproveitavam tranquilamente seu momento apesar da rosto um pouco ruborizado de Lucy quando notava que a tenente estava olhando pra onde elas estavam enquanto bebiam talvez como uma maneira de lidar com a situação ela acaba falando algumas coisas, que ela acreditava que poderia fazer num próximo banho.

Ela parecia fazer uma promessa, de que iria conseguir arrancar sons bem diferentes da ruiva numa próxima vez, que respondia isso com apenas um sorriso e uma frase simples.-Parece um objetivo bastante apropriado, se fortaleça e me mostre esse lado do mundo.- Ela não disse isso como zombaria, era uma fala séria, provavelmente era uma de suas formas de incentivar isso. Aquilo era… Um DESAFIO!!

Até porque seu objetivo era tornar elas duas máquinas de guerra poderosas. E se era esse tipo de coisa que motivava a loira, ela só podia incentivar, mas não deixava de ter um sorriso confiante na cara, como se soubesse que ela teria de ralar muito pra isso, era algo que parecia atiçar sua curiosidade mas ao mesmo tempo, a fazia ter esse tom de desafio.

E enquanto Lucy ia explicando a Rael sobre as bebidas, a mulher falava dos pontos positivos.-É verdade que grandes quantidades e exposição prolongada, pode gerar vício no entanto, o consumo de álcool em quantidades moderadas pode ajudar a prevenir ou restringir o endurecimento das artérias que levam o fluxo sanguíneo ao cérebro não é errado se beber moderadamente. Só tente não exagerar.- Não é bem como se ela fosse um exemplo, mas certamente era a voz da experiência ali.

Ela também adicionou outra ideia na conversa depois dessa.-O vinho tinto, é uma bebida interessante também, por conta da presença de uma grande quantidade de oxidantes na composição, ele pode substituir os efeitos positivos trazidos por até uma hora de exercícios físicos em uma academia. Mas claro usado moderadamente também.- e realmente essa era outra informação que ela tinha sobre o assunto, que poderia ser usada de maneira interessante por elas no futuro, não que elas fossem ser muito ligadas a isso, mas era bom de saber.

Mas em pouco tempo a conversa delas acabava onde a mulher de certo modo aparecia, avisando que o horário tinha acabado, e realmente voou bastante, no fim quando saíram de lá, não houve cobranças, a ruiva acabou pagando por fora, e se perguntassem, ela diria.-Na verdade eu paguei sim, eu disse que não por que, se eu dissesse sim, vocês poderiam esbanjar bastante no lugar, e eu ficar com uma conta de 20 milhões KEKEKEKE vocês vem de família nobre né, vai saber.-disse dando de ombros depois de gargalhar sobre o assunto, e realmente ela era uma raposa experiente, sabia bem onde estava se metendo.

Todas voltaram ao quartel, mesmo com alguns olhares, que deixavam a moça levemente desconfortável, já que aquele não era bem seu tipo de roupa, tudo deu certo, chegando lá a tenente dizia.-Lembrem que amanhã voltaremos aos treinos então não se esqueçam de descansar bastante.- disse dando um sinal de cabeça positivo par as duas, então ia se retirando do local para dormir.

Histórico:


Legenda:


_________________

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 YHVeK1M

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 VYrwji0
Garota Cavalo
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 18207c75bc057d17d1e1360e089cd8c4
Créditos : 29
Localização : Las Camp - West Blue

Ken no Yuusha



Cocei a bochecha meio constrangida com o desenrolar da situação, por mais que eu não tivesse reconhecido o álcool naquela bebida, o conceito de bebida alcoólica era algo que eu logicamente já conhecia, afinal o que nunca pode faltar nos bailes nobres são garrafas de vinho, e meu amigo Baldur adorava encher a cara com cerveja no bar. Mas tanto a Luci quanto a Tenente pareciam tão empenhadas em me explicar sobre o assunto que até senti vergonha de dizer algo.


Entendo… — Apenas concordava como se fosse a primeira vez que ouvia tudo aquilo, apesar disso as adições da Tenente eram completamente novas, e eu provavelmente me esqueceria daquilo, mas ainda assim era interessante — Mas eu acho que tudo bem porque eu sou forte shishishi — Complementava sobre a questão de estado mental ou vícios.

[...]


Era difícil processar o que as duas estavam conversando enquanto eu aproveitava o cafuné da loira, eu apenas pegava palavras separadas e acabava que, sem pensar muito, repetia a última coisa que escutava — Nyaaan… Luci, aí não… shishishi — Talvez as palavras também estivessem misturadas com algum delírio de sono ou algo do tipo, é difícil discernir ou lembrar.


Por um instante eu acho que cochilei, me lembre de sonhar estar nadando num lago, e ao horizonte, numa formação rochosa, parecia ter uma sereia chamando por mim - “Rael… Raelzinha…” - eu tentei nadar mas sempre parecia mais distante, e a sereia parecia ir ficando mais brava, em seu último grito de fúria ele dizia: “Raelzinha acorda agora ou fico um ano inteirinho sem lavar as suas costas”.


Hmmm? Acordei acordei — respondia com uma voz meio manhosa e esfregando os olhos — só não me arraste pro fundo do mar… — Talvez ainda pensando estar no sonho…

[...]


Por fim, estávamos prontas para partir e eu tinha um sorriso bobo no rosto com relação à reação de Luci, até mesmo ela age envergonhada assim de vez em quando — Não precisa ficar assim, fica muito bem você. Gishishishishi… A outra Lucy tem bom gosto.


Para nossa surpresa, diferente do que havia dito antes, a Tenente acabava pagando a conta, e ao mesmo tempo em que eu achava admirável essa forma de tratar os subordinados, pessoalmente não sabia como me sentir em ter gerado esse tipo de incômodo — Você não deve Tenente! Assim vamos nos acostumar errado [...] Obrigada…


No caminho de volta para o QG, já sentia meu corpo mais levinho e descansado se fosse comparar ao final do treino, andava pelas ruas cantarolando uma melodia qualquer e balançando o corpo movimentando o vestido.


Sim senhora! — Respondia ao lembrete da tenente com uma continência breve, logo quebrando a posição e abraçando a superior seguida de Luci — Obrigada por hoje. Boa noite — Seguia até o banheiro para escovar os dentes, e por fim encerrava o dia desabando na cama, sem me trocar para o pijama nem nada, os próximos três dias também seriam puxados.
Scylla
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 NFaEX9G
Créditos : 05
Localização : Las Camp
ScyllaSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1207-luciferanna-von-brilliant#11238 https://www.allbluerpg.com/t1004-a-sailor-who-enlisted-because-she-didn-t-want-to-get-married

Twin Souls




A ruiva ter pago todas as despesas na casa de banho tornava o momento relaxante muito mais prazeroso, eu ficava toda risonha tendo economizado alguns preciosos bellys. — A Chefa é mesmo bem astuta, eu provavelmente teria esbanjado com os serviços da casa de banho se soubesse que seria graça. Kukukukun! — Estufava o busto enquanto coçava a ponta do nariz com a lateral do dedo indicador sem ter vergonha alguma em admitir que as suspeitas da superiora eram corretas, na verdade eu estava quase me orgulhando disso.


De volta quartel eu escovaria os dentinhos e ia me despindo para mimir. — Boa noite. Arrh… Humm.. Erhh…Até que não foi tão ruim. — Com bastante dificuldade eu me via obrigada a admitir ter me divertido na companhia das outras duas marinheiras, e se eu tivesse ido sozinha provavelmente teria sido mais chato. Dito isso eu me deitava na cama puxando a coberta por cima do corpo me virando na direção oposta à Rael querendo fugir de seus comentários implicantes.

>><<



Quando viesse o amanhecer eu ficaria me enrolando na cama puxando as cobertas retorcidas por cima da cabeça querendo diminuir a claridade. Resmungava, soltava uns gemidinhos me lamentando, girava de um lado para outro no colchão tentando encontrar uma posição confortável. Entretanto o senso de responsabilidade falava mais alto do que a preguiça matinal.


Ainda relutante eu abria só um pedacinho do olho apenas o suficiente para reconhecer o ambiente onde eu estava dormindo. — Whuaarrrrrrrr… Rael… Nós precisamos… Ir treinar. — Depois do bocejo eu fazia um tremendo esforço para conseguir dizer a simples frase, entretanto eu somente juntava as mãozinhas em sinal de prece próximo do rosto e acomodava a bochecha no travesseiro como se quisesse continuar mimindo.


 Passando uns minutinhos eu finalmente criaria coragem para levantar, com o rosto amassado bem típico das pessoas que dormem mais do que a cama, alguns fios de cabelo estaria fora do lugar comigo novamente bocejando ao mesmo tempo que coço um dos olhos. — Booom diiia… — Alongando as pelavras devido ao soninho excessivo eu me espreguiçava na falha tentativa de afugentar o sono.


Se minha colega de quarto ainda estivesse dormindo eu iria praticamente me arrastando até sua cama. — Rael… Vamos treinar. — Tentava uma abordagem mais bruta puxando as cobertas, porém eu apenas apertava o lençol nos dedos e envergava as costas para trás fazendo muito esforço para nada.


Meu corpo estava tão molinho e relaxado, esses fatores somados a preguiça matinal me deixava praticamente sem força nenhuma, e como a abordagem rudimentar falhava eu optava por também me deitar na cama de Rael ficando encolhidinha na borda. — Rael acorda… Acorda Rael… Rael Acorda… Acorda Rael… — A cada palavra dita eu cutucava a ponta de seu nariz com dedo.


Quando ambas estivéssemos despertas seria o momento de realizarmos os afazeres matinais, banhar, comer, para depois irmos ao encontro da Tenente.

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 CSDlXWh
Créditos : 05


Dueto - Marinheiros



As duas eram realmente figuras bem diferenciadas,  cada uma com sua personalidade marcante, era como a Tenente enxergava ao menos, elas eram tão diferentes quanto pareciam se encaixar bem. Mas toda a noite tinha funcionado perfeitamente, onde elas agora deitavam pra dormir.

A noite era boa pra as duas, já a manhã seguinte era trabalhosa, onde a loira tentava acordar Rael, as duas tinham seu momento de manhã, até que finalmente estavam ambas de pé. O dia dessa vez voltava aquele clima abafado, como se fosse chover, a famosa chuva tropical.

Mesmo assim, era esse o momento de escovar de novo os dentes, e se banhar, depois comer, o café da manhã que era bolo com queijo de manteiga, um ótimo café da manhã por sinal. Tava tudo muito bem feito e preparado, para não botar defeito.

Então depois do descanso, quando fossem à procura da tenente, ela já estaria no pátio esperando por elas. Quando a vissem ela então iria esperar que as duas se aproximassem.-Espero que tenham aproveitado bem o dia de ontem, por que agora será um segundo intensivo, mais três dias pesados. estão preparadas?- disse ela esperando a resposta das duas.

Então antes de tudo, ela pediria que as duas fizessem um momento rapido para despertarem, uma corrida, pelo patio.-Vamos fazer uma pequena corrida ao redor do pátio pra vocês duas acordarem melhor. Doze voltas.- Então ela se prepararia e começaria a correr, fazendo a largada, para que ambas pudessem aproveitar o momento inicial do dia o melhor que desse. Como elas iam atrás podiam ver a determinação da Tenente, seus músculos da perna bem rígidos, e claro o bumbum durinho que se movia a cada passo dela. Era uma visão motivadora certamente.

Então ela parava na frente delas depois que terminassem as doze voltas ao redor do quartel, e diria.-Nada como uma boa corrida para iniciar os dias. Mas me digam, qual o segundo Rokushiki que vão querer aprender?- falou com seriedade ao final, esperando realmente uma resposta introdutória, para que ela falasse um pouco mais do assunto antes de iniciarem.

Histórico:


Legenda:


_________________

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 YHVeK1M

II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 VYrwji0
Garota Cavalo
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 18207c75bc057d17d1e1360e089cd8c4
Créditos : 29
Localização : Las Camp - West Blue

Ken no Yuusha



Mais uma vez acordava com Lucy em cima de mim, já estava virando um hábito, mas devo admitir que é até bom assim, pelo menos eu não perco a hora — Grhmmmrrm… — resmungava algo sem sentido enquanto ainda estava despertando, rolando por cima da loira e caindo da beirada da cama direto pro chão, o tombo me despertava completamente.


Gah! Essa doeu um pouquinho... — eu tinha oficialmente mais acidentes tentando levantar do que no nosso trabalho “super perigoso”, mas era bom porque já me adiantava a dor do que estava por vir hoje — Treinar treinar! Vamos Lucy levanta vamos treinar, hoje a gente aprende um golpe novo! — Agora era eu que puxava o pé da loira, sem nem me dar conta na hora de que era ela que estava me acordando esse tempo todo.

[...]


Durante o banho, tive um momento de contemplação — Ei Lucy… se nós nos banhamos antes de dormir, e depois do café vamos suar o nos sujar o dia todo... — comentava enquanto trocamos de roupa no vestiário — por que é tem o banho de manhã?.. — Era só um devaneio momentâneo, logo dava de ombros deixando o assunto pra sempre esquecido.


Pelo menos a água geladinha ajuda a acordar. Ah é, por falar em banho, você provavelmente não lembra mas nós fomos a casa de banho ontem à noite, gishishishi — Aquele ainda é um fenômeno que eu acho que nunca vou entender, saber… a troca de Luci’s, mas apenas aceitava aquilo como era e contava um pouco sobre nosso passeio enquanto comíamos.


No começo eu achei que você não ia aceitar sabe, mas aí surgiu essa ideia de levar a Tenente, e não sei como mas ela aceitou, daí você levou a gente pra essa casa de banho, e lá tinha uns creminhos mas não tinha nenhum hidrante que me prometeram da última vez. Mas a água era bem quentinha e aconchegante, e no final a Tenente pagou pra gente gishishishishi… foi bem divertido. Ah mas não é pra se acostumar não! Eu não quero gastar todo o salário da Tenente com a gente, da próxima vez deixa que eu pago — Só parava o monólogo para mastigar de vez em quando — Hmm… hmm… isso aqui tá bom né?

[...]


Após banho tomado, café digerido e dentes escovados, nos encontrávamos com a Tenente no que vem sendo nosso ponto de encontro mais usual, nosso pátio de treino. Hoje ao invés do uniforme eu já vesti minhas roupas de exercício, pra ficar mais confortável.


Bom dia Tenente Kat, sim! Pode mandar qualquer coisa! — Respondia sua pergunta inicial enquanto dava soquinhos e chutes no ar, encenando sei lá o que, só estava animada pra mais um dia — Estou pronta!


Uma corridinha leve pra aquecer? Estranhamente comum! Fiquei esperando uma armadilha ou alguma rasteira surpresa durante as doze voltas, mas no final era só um aquecimento normal, talvez a Tenente estivesse preocupada que ficamos molengas com as termas de ontem, mas meu espírito continuava intacto.


Minha resposta continua a mesma! — Disse sobre a técnica que gostaria de aprender, enquanto tentava me equilibrar com uma perna só, levantando a outra o máximo que conseguisse, e encenando um chute alto em câmera lenta — Quero aprender aquele chute cortante de vento… — Me lembrava dos lábios de Lucy pronunciando vagarosamente o nome — Rankyaku!


Voltava a uma posição mais séria e disciplinada, embora não conseguisse apagar o sorriso habitual no rosto. Assim como no treino anterior, começava a prestar atenção nas explicações da Tenente para não perder nada.
Scylla
Ver perfil do usuário
Imagem : II - Today, We continue our lives together under the same roof - Página 2 NFaEX9G
Créditos : 05
Localização : Las Camp
ScyllaSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1207-luciferanna-von-brilliant#11238 https://www.allbluerpg.com/t1004-a-sailor-who-enlisted-because-she-didn-t-want-to-get-married

Twin Souls




Nem tive tempo de entender o que havia acontecido, num momento eu estava tentando acordar Rael e um segundo depois me via deitada no chão entrelaçada com a marinheira. — Até acordando você é cheia de energia. — Comentava num tom divertido observando o quão acelerado era o ritmo de minha amiga.


Durante a conversa no chuveiro. — Nhm…. Talvez porque durante o sono a gente acaba suando um pouco, então tomar banho de manhã é bom para começar o dia bem limpinha e perfumada. — Respondia após ficar alguns segundos refletindo a respeito da pergunta, na verdade nunca havia pensado sobre o assunto pois se trata de algo tão natural feito de forma automática.


Escutava tudinho que Rael contava sobre a noite, até mesmo porque sempre estou curiosa para descobrir as façanhas da minha outra metade. — Eu queria ter ido também… — Me lamentava emburrada com uma das bochechas cheias de ar, foi a chance perfeita para conhecer melhor a Tenente e pela empolgação de Rael a noite deve ter sido bastante proveitosa.


Indo até o pátio eu me encontraria num estado bem humorado, principalmente após o delicioso café da manhã. — Bom dia Tenente. — Fazia uma continência durante o cumprimento, falando de maneira bem calminha com um sorriso de satisfação no rosto ainda sentindo o gosto do bolo de queijo.


Com as informações da noite anterior ficava claro o motivo da preguiça excessiva naquela manhã e com os olhos entreabertos graças ao alto nível de relaxamento corporal. — Estaamos Tenentee! — Dizia animada tal como uma criança indo brincar.


Entretanto ao escutar sobre o aquecimento todo o soninho preguiçoso imediatamente desapareceu. — Doze voltas inteiras!? — Exclamei incrédula, sem ter nenhum costume em fazer exercícios tão "pesados" assim logo de manhã.


Nas primeiras voltas eu precisava de um certo nível de esforço para conseguir acompanhar as passadas Tenente, aos poucos sentia moleza se esvaindo, na metade do aquecimento já não seria tão difícil manter o ritmo pois finalmente eu teria de fato despertado, e nas últimas voltas seria bem tranquilinho continuar correndo, até mesmo acabava por me distrair com a ruiva, naquela posição privilegiada eu tinha uma ótima visão do quão belo era o corpo da Tenente, os músculos perfeitamente esculpidos, coxas torneadas, além do enorme bumbum que mais parecia um pêndulo hipnótico, nesse momento eu até me esquecia da quantidade de voltas, e somente quando a superiora parasse que eu iria frear arrastando os pés no chão tentando evitar um encontrão com as costas da ruiva. — Urrrfff… O ritmo da Tenente é ótimo, essa corrida me deixou super motivada a treinar. — Respirava fundo a fim de recuperar o fôlego antes de tecer os comentários elogiosos com minhas bochechas bem vermelhinhas devido ao exercício matinal (e também por causa do estímulo visual).


Assim como Rael eu mantinha a ideia inicial. — Tambem gostaria de aprender o Rankyaku. — Comentava primeiro encarando a ruiva e depois fitava a marinheira de cabelos azulados sentindo-me animada com a idéia de aprendermos a mesma técnica juntas.