Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

IV - You'll never see me cry

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3
Shiori
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 EEEWL0c
Créditos :
46
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
IV - You'll never see me cry Seg Ago 08, 2022 4:38 pm
Relembrando a primeira mensagem :



IV - You'll never see me cry


Lyosha Bulgakov [Pirata], Caitlyn G. [Pirata] e Jyundee Kujoh [Pirata]

Não possui narrador definido.
Aberta

_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 YHVeK1M

IV - You'll never see me cry - Página 3 VYrwji0

Johnny Bear
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 Ekko-middle-finger
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1115-jyundee-kujoh#10441 https://www.allbluerpg.com/t1725p60-iii-death-or-paradise
Re: IV - You'll never see me cry Seg Set 12, 2022 12:54 am

令 和 Reiwa




Seu estado era uma coerente organização, podia sentir o desconforto de seu capitão pungir a latente, seu emocional trovando em ritmo com a lâmina para descontar o âmago desconforto, porém ao que se fez das atitudes inventivas dos outros, não vi prudência ao embainhar a lâmina ainda, dada a coerente dificuldade dos golpes cortante, já para mim interessava desferir golpes em lugares cruciais, já que tampouco aquele fio cego podia cortar uma folha de papel - Priorizou a ordem com qual entramos, para ele pode não ser lógico, mas sabe quantos de nós estão aqui. Se a pele dele é bem resistente, acho que já sabem que golpes sem coordenação e nexo não surtirão efeito, talvez focar nas regiões já danificadas? Eu consigo acompanhar a velocidade dele, enxergar melhor os obstáculos, tenho uma ideia, mas estou aberta para sugestões -

A pausa não necessitava de uma dramatização, ao fato, seus olhos arraigados na besta que estava adiante, pronta para algum novo movimento, pois se fez sucinta na hora de dar as próximas instruções - Ele inevitavelmente vai seguir o que estiver em movimento, então podemos usar isso para levar ele até os outros, lembram do que eu falei sobre ataques nas regiões mais sensíveis, não vamos conseguir atacar a mesma região várias vezes de forma descoordenada, se eu conseguir atrair ele até perto de vocês na orientação correta pode ser que a abertura seja criada com mais precisão, isto posto, meus golpes não fariam tanta diferença quanto os cortes, sem falar de que posso me mover mais livre por esse lugar, também podemos ir alternando essa função durante o tempo, mas não asseguro de quanto tempo vai funcionar -

Já ao seu movimento de ataque, iniciava um movimento de investida, nem mesmo aguardando pelo fim das bátegas, menos ainda me dando ao luxo de ver o efeitos daquela substância no que tocara, priorizando a esquiva por baixo de estruturas maiores e saltos curtos que facilmente pudessem ser redirecionados, seu movimento repentino tinha o intuito de aproveitar enquanto a fera ainda atacava para poder preparar terreno, como dava o primeiro passo rumo a besta, me convém o pensamento de que talvez o seu foco agora estava em mim, se já não mais ocupada disparando a gosma, daria início ao planejamento, do contrário, caso ainda estivesse ocupada desferindo-o, curvar-me-ia n’um movimento para banhar a lâmina naquela substância anormal. Continuava em uma diagonal para realizar um salto de algum lugar alto, buscando alcançar o golpe antes deferido por Lyosha ou Mica, ao qual estivesse mais próximo nas circunstâncias, realizando um golpe sem muita pretensão naquela região, aproveitando do corte já aberto para testar as propriedades de seus próprio ataque viscoso.

A este ponto, talvez sua atenção estivesse genuinamente focada em mim, uma vez feito isso, iria colocar em prática todo o plano sugerido caso o restante estivesse de acordo, a este tempo, atendendo o fato de que já estavam todos a postos depois de desviar dos golpes do verme, orientei-o para que viesse, corri para perto a princípio do capitão, testar a teoria com o homem símbolo de liderança do grupo, convencê-lo era convencer o restante, bem como ser uma condição significativa para ele soltar tamanha frustração acomodada - O corte está bem adiante - Iria sinalizar quando fosse o momento prudente para golpear, entendendo que a visão dos demais não pudesse ser tão boa a ponto de captar esse detalhe a tempo, mas a todo restante do momento, focava em me manter em movimento, acima de tudo, viva e com uma distância segura das presas daquela criatura, ter algum espaço para um plano de contingência após um deslize era essencial.

“Pode ser que…” Estava por testar uma tese, era conivente achar que de alguma forma após o golpe, ele pudesse querer se voltar para a direção de onde vinha, assim, as duas regiões teriam um sentido mais significativo, afinal, se em um dos lados Mica e Lyosha se encarregaram de desferir os golpes e aumentar ainda mais a dimensão daqueles, continuei a pensar em testar a agência daquele líquido em seu emissor, se em algum momento o verme fizesse qualquer menção de mudar de trajetória após receber um golpe, iria aproveitar destes pequenos instantes de brecha para entrar uma estocada noutra abertura, rogando para que a lâmina ainda tivesse os resquícios de seu banhar, ou ao menos que um movimento como aquele, carregando todo peso de meu corpo e acuidade com a destreza focada n’um ponto crucial pudesse feri-lo profundamente, tomando sua atenção de volta para mim.

- Toquem de posições enquanto eu levo ele para longe, a sala é grande darei uma volta completa antes de trazê-lo aqui outra vez, deve ser o suficiente para omitir um pouco a intensidade dos passos de vocês -

____________________________________________________________________


Dados:

Objetivos:






Lyosha
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 AO7UjML
Créditos :
62
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1056-lyosha-bulgakov#10148 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18228
Lyosha
Administrador
Re: IV - You'll never see me cry Ter Set 13, 2022 1:09 pm
Hack 'n slash



Para um homem vaidoso que gostava de estar sempre bem vestido e impecável, Lyosha tinha um histórico recente um tanto quanto trágico quando se tratava de cuspes. A montanha de carne que tinha enfrentado no navio mercante ainda assombrava seus sonhos às vezes e o cuspe da criatura horrenda que enfrentava agora parecia ser muito pior, jamais deixaria aquele líquido profanar sua pele, faria o possível e impossível para evitar isso.

Assim que visse o líquido sendo expelido pela criatura, correria com a maior velocidade possível na direção da mesma, visando cortar a distância existente entre eles. Pensava que, se aproximando o suficiente, seria capaz de evitar a chuva de cuspes, que passaria por cima dele. Olharia para cima enquanto avançava e, se notasse que esse movimento não evitaria o contato com líquido, mudaria de direção para evitá-lo.

Claro, sabia que sua aproximação seria notada pela criatura, de tal forma, estaria sempre pronto para recuar seu avanço ou desviar saltando para os lados se fosse capaz de notar uma investida daquele verme, além disso, assim que evitasse os cuspes, recuaria, tomando distância da criatura. Nesse momento, finalmente computaria tudo o que havia acontecido até ali para decidir como agir.

A sugestão de Jyundee parecia uma solução sagaz e, apesar do plano requerer certa coordenação, acreditava que eram capazes de executar aquela estratégia. O trabalho de ter que calcular as ações em conjunto valeria a pena se acabassem com isso mais rápido. - Vamos fazer do seu jeito então. Vou esperar por uma abertura. - Gritaria para que Mihaela e a espadachim pudessem ouvir, um pouco empolgado pelo calor da batalha.


Se percebesse que estava fora de perigo, Lyosha permaneceria parado visando não ser detectado, movendo-se apenas para evitar qualquer perigo que pudesse surgir. Se a criatura estivesse o perseguindo, continuaria fugindo com movimentos mais leves, até ela ter sua atenção atraída por Jyundee.

Quando visse uma janela de oportunidade para atacar a besta, procuraria atingir a sua lateral. Sabia que não conseguia atravessar o corpo desse adversário, mas já havia visto que podia fazê-lo sangrar. Quando visse uma janela de oportunidade, avançaria de supetão contra o verme, visando ficar em paralelo em relação a ele e utilizar a mesma técnica que já havia usado anteriormente, para rasgar o lado do corpo do animal na maior extensão possível, com o intuito de fazê-lo sangrar já que não podia derrotá-lo na base de força bruta..

Sussurro Espectral:


Histórico:
objetivos:


_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 H4KRIvB
Shiori
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 EEEWL0c
Créditos :
46
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: IV - You'll never see me cry Qua Set 14, 2022 8:51 pm



Gigipeto

A pergunta da felina tinha uma resposta obvia pra a mulher, que simplesmente disse.-Não existe caminho certo. Existem dois caminhos, e isso é tudo, pelo que sabemos a espada que ele quer pode nem ser o item principal aqui dentro.- explicou ela sobre a situação que pra ela não tinha muito o que perguntar, era seguir em frente e pronto, se no final não tivesse nada voltar, tendo explorado o conteúdo da caverna.

Inclusive ela complementava novamente com uma segunda informação que achava pertinente.-Inclusive podem ter mais bifurcações à frente. Nem sabemos se essas bifurcações não dão todas ni mesmo lugar também, por isso a gente tem de explorar tudo, se não pegarmos a espada estamos presos nesse pedaço de terra de qualquer forma.-Deu de ombros com a situação, e se preparou para seguir.

E finalmente, ela levantava a questão de que não se sentia segura de prosseguir, mas as duas acabavam por concordar em irem em frente afinal, se não fossem não haveria um futuro lá do lado de fora. Mas agora quanto ao atletismo, isso era uma pergunta ambigua.-Eu estou bem mas ela já não tenho certeza.- e Komi engolia no seco naquele momento, ela não era lá o maior exemplo possível.

Então aquele momento era importante que todas as instruções funcionassem, ela se preparava e disparava para fazer as armadilhas ativarem, e todas avançavam para a casa, aos pouco passando, era rapido, todas tinham de ir com tudo. Em dado momento do corredor, aquilo ia ficando cada vez mais dificil, o tempo entre as armadilhas ia diminuindo.

Mas todos ao fim chegaram, Komi parecia cansada, ou no minimo assustada, suada e ofegante, Alesya estava bem, levemente suada, e um tanto nervosa mas bem.-Esse lugar é tipo aqueles jogos de desafio, mas as flechas são reais ehe - disse tentando descontrair de leve a situação.

Lyosha & Jyu

Na outra rota, o capitão havia puxado a criatura, mas agora seu foco era outro e quem começava seu movimento era Jyu, que tinha um plano bem pensado e expunha ele para todos, Mihaela, até então observava a ideia parando então de golpear por algum tempo, e deixando que o plano acontecesse.

Nesse momento a espadachim avançou passando sua espada na gosma, onde ela já sentiu suas propriedades, ela era realmente algo grudento, provavelmente pisar naquilo deixaria a pessoa lenta, ou presa no ambiente, algo que sentiu quando puxou sua espada.

Lyosha apesar de toda a sensação horrível que aquele lugar lhe trazia tinha sua racionalidade em dias. E então ele ficou imovel deixando que Jyu açoitasse a criatura na ferida já aberta por ele anteriormente, era um corte forte que deixava resquícios da substância ali dentro.

O efeito era muito mais o de golpear a mesma região do que realmente pela substância já que essa era só grudenta mas isso fez a criatura se debater e atacar com tudo, vindo com a boca em direção a Jyu, e entrou com tudo batendo contra o chão o que fazia todo o teto tremer derrubando poeira, rochas e e terra de uma forma geral. Enquanto a criatura enfiou todo seu enorme corpo lá para baixo.

Mas logo Jyu viu a vibração que surgia debaixo dos seus pés saltando para o lado e vendo a gigantesca criatura ressurgir, e acima informando Lyosha de onde era o local do corte. E assim o capitão, ia com tudo usando mais uma vez sua técnica girando em torno do próprio eixo e acertando com tudo a ferida já aberta, o que era o suficiente, para arrancar bastante sangue do bicho.

A carapaça tinha ido embora com aquele golpe, e ele ia fundo mantendo o giro e fazendo a criatura urrar de dor, enquanto o sangue de uma coloração violeta espirrava pros lados, e a criatura, que agora se sentia ameaçada e enfraquecida, e bastante danificada, se enfiava dentro do solo e começava a fugir.

Aparentemente eles tinham feito ela desistir de sua caçada, e deixado ela ferida o suficiente para não voltar. Os tremores no solo paravam, Mihaela então dizia.-Cacete, a Grand Line é muito foda. Vocês viram aquele bixo?-Disse ela impressionada ainda com a criatura que ela achava maneira.

Spoiler:

_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 YHVeK1M

IV - You'll never see me cry - Página 3 VYrwji0
Johnny Bear
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 Ekko-middle-finger
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1115-jyundee-kujoh#10441 https://www.allbluerpg.com/t1725p60-iii-death-or-paradise
Re: IV - You'll never see me cry Qui Set 15, 2022 4:03 pm

令 和 Reiwa




Ascendia o oblíquo corte almejando uma reação diferente, mesmo que no instante que buscou-o no relento, haviam dúvidas sobre sua real funcionalidade no geral, resumia aquele a dificultar a movimentação, tão somente, não servindo como um ácido ou coisa parecida, suspirei aliviada, por mais que o plano contasse com passos precisos, não diminuía o fato de que ainda poderia dar bastante errado, falhas são sempre existentes e eu estava pronta para querer lidar com elas - A gosma não parece ter efeito corrosivo, mas ainda precisamos prestar atenção no caminho para não pisar nelas, tem um aspecto aderente, possivelmente para dificultar a movimentação das presas -

A decidir sobre qual direção seguir, era de suma importância buscar pela espada, mas me vinha o temeroso pensamento daquela criatura acabar trombando com o outro grupo - Talvez seja perigoso deixar ela fugir, não sabemos se vai encontrar ou não Alesya e as outras meninas, mas também temos de pegar a espada e sair o mais rápido possível, por motivos meio óbvios - Comentei arqueando a sobrancelha, dirigindo o olhar para Mica já que ela possivelmente sabia bem desses tais, mas já não se tratando de uma ironia, fez-se compadecida do desconforto de Lyosha, mesmo que breve, a ideia de ser caçada por criaturas subterrâneas não era tão boa, tampouco senti que o esforço fosse resultar em algum retorno monetário que valesse a pena, não representavam bem uma ameaça para a população, apenas um velho que sabia se virar muito bem sozinho - Então… vamos, a porta é logo acolá -

Em marcha até o diante caminho, cabia a mim e a pequena besta quadrúpede liderar a expedição - Fique atento Furu, não temos muita noção do que pode haver atrás dessas portas - Resoluta, alçava um empurrão contra tal, querendo arrombar ou forçar seu trinco, possivelmente a erosão natural fosse capaz de dar uma ajudinha nesse aspecto, senão n’uma única tentativa, repetiria os avanços, até mesmo solicitando pela ajuda dos demais para conseguir passar, ao adentrar o próximo ambiente, faria uma minuciosa análise sobre o que havia ali antes de avançar de forma imprudente.

____________________________________________________________________


Dados:

Objetivos:






Achiles
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 Bf3w3iH
Créditos :
25
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Re: IV - You'll never see me cry Sex Set 16, 2022 12:36 pm

Além da Montanha!


Eu olhava para as minhas companheiras e dava um grande sorriso ao ver que o perigo que tínhamos enfrentado tinha passado e o lugar nos dava um tempo para respirar. Os rostos das meninas estavam acabados, Alesya parecia ser mais aventureira, entretanto, a muda era um pouco mais na dela e claramente não tinha atributos atléticos. – Hehehe! Foi divertido! Ninguém foi ferida, né?!

As armadilhas eram um grave problema que poderia vir a acontecer de diferentes formas novamente, então os meus sentidos tinham que ficar ainda mais concentrados do que anteriormente. Dava um tempo para respirar antes de podermos continuar até mesmo devido a ter a possibilidade de outras armadilhas iguais a essa anterior.

- Vou continuar iluminando o lugar, continuem com os olhos atentos, não estamos seguras aqui. Temos que achar a droga da espada. – Desta vez, mantinha a minha adaga em uma das minhas mãos mantendo minha eletricidade como um arco a frente procurando manter a iluminação no nível máximo que minha habilidade era possível alcançar sem ficar ofuscante demais em relação a nossa visão.

Focaria em acertar os projeteis que viessem em nossa direção similar ao que estava pensando ou realizando com as flechas anteriormente procurando evitar que qualquer armadilha viesse a ferir a mim ou as colegas de aventura. – Cuidado! – Avisaria em relação a qualquer coisa diferente que fosse observado.

Ao chegar em um ambiente novo, procuraria observar a região como um todo mantendo minhas esquivas prontas para separar qualquer ameaça iminente. – O que será que está reservado para nós desta vez? – Dizia em voz alta como um pensamento e mantendo minha atenção.


Status:

Ganhos/Perdas:

Objetivos:


Última edição por Achiles em Sab Set 17, 2022 10:27 am, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : Arrumando Template/Status)

_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 BhECXT7
Lyosha
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 AO7UjML
Créditos :
62
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1056-lyosha-bulgakov#10148 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18228
Lyosha
Administrador
Re: IV - You'll never see me cry Sab Set 17, 2022 9:02 am
Raider



A estratégia de Jyundee se mostrava certeira e, apesar de não terem sido capazes de eliminar aquela besta, o estrago que fizeram era o suficiente para tirá-la de cena. Apesar de não estar nem um pouco satisfeito com toda aquela situação, sentia um lampejo de felicidade por ter sido capaz de se livrar de uma máquina de cuspir gosma. - Obrigado, Jyundee. Foi um ótimo plano, esse ambiente asqueroso não me permite pensar muito bem, então sou realmente grato. - Dirigiria seu agradecimento a espadachim, com um sorriso largo e genuíno no rosto.

O sentimento de euforia por conta da vitória se dissipava rapidamente por conta da preocupação expressada por Jyundee. Entendia bem a preocupação de sua companheira, mas, depois de pensar no assunto por breves instantes, chegava a conclusão de que não havia motivos para deixar isso pesar em sua mente. - Se a criatura encontrar o outro grupo não existe nenhum problema, elas são nossas companheiras, não alguém que temos de salvar. Na verdade, eu ficaria muito mais preocupado com a segurança da criatura, ainda mais após ter se machucado. - Responderia, com uma boa dose de ironia em sua colocação.

- Vamos, com toda a certeza, por favor. - Responderia quando a ex-caçadora os convocava para ir até a porta, afinal, não via a hora de voltar à superfície. Dirigiria-se até a porta e, se tentativas de abri-la com força bruta falhassem, pegaria as gazuas entre suas ferramentas de arrombamento e começaria a trabalhar para destrancá-la. - Me dêem apenas alguns minutos, ai pegamos o que temos que pegar e saímos daqui. - Conseguindo abrir a porta, abriria a mesma com cautela, já que não sabia o que o esperava do outro lado.


Histórico:
objetivos:


_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 H4KRIvB
Shiori
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 EEEWL0c
Créditos :
46
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: IV - You'll never see me cry Ter Set 20, 2022 6:46 pm



Gigipeto

Aparentemente tudo tinha dado certo e a preocupação de Gigi não tinha acontecido.-Tá tudo certo com a gente.- Disse Alesya depois de checar se Komi havia se ferido, dando uma olhada no seu corpo, mas ela estava bem, lhe restavam apenas alguns arranhões. E por fim todas concordam em seguir viagem de uma maneira tranquila.

As garotas caminhavam por quase duas horas até chegarem a um grande portão de novo, dessa vez elas podiam ver atraz delas o encontro de dois caminhos bifurcados. Haviam mais símbolos antigos naquele portão os quais Komi aproveitava da luz de sua companheira para anotar, pra um futuro trabalho de descriptografar eles.

No centro havia uma roda, que sustentava um pilar de madeira, e no redor da roda grandes pedaços de madeira ao todo dez deles, era de certeza assim que o portão era aberto, várias pessoas em volta giravam essa roda, que abriria a grande porta. Por conta do portão ser pesado isso justificava as muitas vigas, que seriam giradas no mesmo sentido. Mas antes que eles pudessem abrir, a felina escutou passos.

Lyosha & Jyu

Eles haviam concordado em uma coisa, ficar ali muito tempo era complicado, afinal podiam vir mais bichos, mas certamente essa não era a única preocupação de Jyu que até colocava suas ideias de ela achar os outros, o que Lyosha ironizava naquele espaço de tempo. Mihaela tinha uma ideia parecida.-Yep, concordo com vocês vamo rápido pra vazar daqui, vai que tem mais dessa gosma, essa pode não ser ácida, mas a outra pode ser.- E ela apressava o passo andando quase como se tivesse umas 6 pernas em direção a porta.

E como já esperado ela estava fechada, e Lyosha, forçou ela, o que fez ela ser arrombada na base da força com chutes e empurrões, ela estava velha, e não levou mais que uns dois chutes para cair. Eles finalmente estavam num corredor novamente, esse era longo, e eles podiam transitar tranquilamente, Furu respondia a proposta de sua dona com dois latidos confirmatórios, que demonstravam que ele estava em prontidão, só faltou bater continência naquela situação.

Eles andaram por quase uma hora até chegarem num novo ponto, e nessa hora Furu começava a latir mais uma vez, mas era um latido amistoso, mas ainda assim avisava da aproximação de algo, e era ali que eles podiam ver algo.

Gigipeto, Lyosha & Jyu

E nesse momento, eles podiam ver o mesmo que a felina, e claro, as suas companheiras estavam ali todas juntas denovo. Ali elas viam o mesmo dispositivo que poderia abrir o grande e massivo portão. E poderiam abrir ele se quisessem, Mihaela logo pontuava.-Alá, os caminhos deram no mesmo canto, será que elas enfrentaram algo gigante também?- Disse ela questionando a situação do outro time de exploração que no fim tinha chegado primeiro ali.

Então Alesya pontuou sua resposta.-Não, mas estava cheio de armadilhas, devem ter criado o nosso túnel por causa do bicho gigante então.-Disse pensativa e coçando o queixo perante a situação. Era realmente singular, mas tudo tinha dado certo até ali onde eles tinham chegado.

Entretanto, caso abrissem o portão, bem ele veriam um cenário específico, se tratava de um gigantesco e largo corredor. Com 7 estatuetas de cada lado dele. Ao centro uma fonte com água limpa e assim que a porta fosse aberta, várias tochas acenderiam nas laterais, deixando a sala inteira clara.

Cada estátua parecia ser um tipo de cavaleiro, algumas portavam, escudo e espada, armaduras pesadas e completas, outras portavam lanças, alguns manguais de guerra, martelos, e uma delas tinha um arco e uma aljava de flechas nas costas.

Mas bem no fundo da sala havia um trono com uma estátua sorridente, com um sorriso bastante macabro, dois grandes baús do seu lado, e uma pedra com a dita espada procurada pelo homem que fez o trato com eles. Todo o cenário passava uma sensação estranha como se eles pudessem sentir algo observando eles de todas as direções.

Spoiler:

_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 YHVeK1M

IV - You'll never see me cry - Página 3 VYrwji0
Achiles
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 Bf3w3iH
Créditos :
25
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Re: IV - You'll never see me cry Qua Set 21, 2022 3:58 pm

Além da Montanha!


- Vai se foder, o filho da puta disse que era para buscar uma espada! Não para ir até os confins do inferno dentro da montanha, caralho! – A caminhada era realmente uma merda, sinceramente, não havia nada mais do que entediante do que seguir duas horas túnel adentro e era, no mínimo, cansativo. – Vai se foder, porra! Que cansaço! Na moral, bora rodar essa manivela fodida aí e pegar a espada. – Xingava aos altos e prantos ignorando qualquer perigo ou não, sinceramente... Porra...

- Vamos logo com isso que essa jornada até aqui já me encheu as paciências e não posso aguentar a curiosidade do que tem do outro lado. – Respondia, sendo uma das primeiras a estar posicionada para abrirmos o portão. Ao acender das luzes, de forma instintiva, meus olhos fechavam para se acostumar a um ambiente com um maior brilho do que os túneis anteriores. Era até mesmo estranho haver tanta iluminação.

- Caaaaaaaaralho! – Estava atônita com o tamanho de coisas que havia tão para dentro da montanha já que era impossível haver um túnel tão longo dentro de uma ilha pequena como a que estávamos. – Caralho, mas o que significa cada estátua dessa? – Aos poucos ia me aproximando procurando por alguma placa ou escrita que mostrasse quem era o ou o que era.

Manteria a atenção como sempre para tentar me esquivar de qualquer tipo ataque tentando usar das minhas habilidades acrobáticas e minha flexibilidade como felina para me manter são e parando de me mover se entendesse qualquer perigo proveniente de um movimento ou de placas acionadas no solo.

Se nada acontecesse, permaneceria investigando as coisas tentando saciar a minha curiosidade enquanto prestava a atenção nas coisas que elas iam falando e prestando atenção, principalmente em relação a grande estátua que tinha um sorrisão e que para mim, gerava toda aquela sensação de estranheza.


Status:

Ganhos/Perdas:

Objetivos:


_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 BhECXT7
Johnny Bear
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 Ekko-middle-finger
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1115-jyundee-kujoh#10441 https://www.allbluerpg.com/t1725p60-iii-death-or-paradise
Re: IV - You'll never see me cry Qui Set 22, 2022 9:44 am

令 和 Reiwa




Não podendo responder por suas próprias razões, de se fazer nula em argumentos contrário, ainda sim me postava em um constante estado de alerta pelas outras, por mais que pudesse aceitar de que não precisavam de ajuda, carregava no cenho aquele franzino olhar, tal como por este fez durante toda a caminhada - Já pensou se existe mesmo algum propósito dessa busca toda capitão? Parece que o velho só está tentando gozar da sua cara - Daquela silenciosa caminhada, ao qual preenchia o espaço com tão somente o barulho de vossas solas batendo no chão - Não que eu queira instaurar algum instabilidade na expedição, já estamos tão fundo nesse lugar que já nem mais parece uma boa ideia voltar sem a espada, apenas um breve questionamento -

Calava a curiosidade com o alerta do cachorro, este n’um tom amigável cumprimentava as demais, se fez aquele suspiro aliviado - Estávamos na colônia de férias desse bicho - Retruquei ao comentário de Alesya, nem ao menos querendo saber muito sobre como ela sabia da existência da tal criatura, tampouco se eram as mesmas, no que diz respeito aos meu esforços, postados apenas em verificar as condições físicas de Komi, já muito silenciosa desde o início por motivos óbvios, mas não fazia uma análise tão minuciosa assim, apenas uma pequena espiada por cima dos ombros.

- Geez - Consternava o cenho, empunhando outra vez a espada, já ciente do que esperar - Capitão acho que se você for lá invisível talvez não ative nenhuma armadilha, quem sabe nem ao menos essa estátua perceba que a espada sumiu, junto dos baús - Era um escárnio com o sucinto alívio cômico que precisava antes de começar outra batalha, sua inevitabilidade era gritante, como um elefante no meio da sala, com todas aquelas outras estátuas pareciam bradar um aviso para darem meia volta.


____________________________________________________________________


Dados:

Objetivos:






Lyosha
Imagem :
IV - You'll never see me cry - Página 3 AO7UjML
Créditos :
62
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1056-lyosha-bulgakov#10148 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18228
Lyosha
Administrador
Re: IV - You'll never see me cry Sex Set 23, 2022 6:56 pm
Riddle



Não havia se preocupado com a segurança do outro grupo, afinal, como havia comentado anteriormente, elas eram companheiras em quem confiar e não pessoas indefesas que precisam de ajuda. Mesmo assim, sentia-se contente em reencontrar o grupo e constatar que todas estavam bem, recebendo-as com um largo sorriso caloroso. - Estou feliz por ver que vocês estão sãs e salvas, mas é uma piada de mau gosto termos nos separado por uma hora para nos reencontrarmos no final. - Declararia, exibindo uma decepção fingida. Ao saber dos desafios enfrentados pelo outro grupo, ficaria incrédulo e encararia Caitlyn. - Nós deveríamos ter trocado de lugar, me parece que você se diverte mais lutando e eu com toda certeza preferiria qualquer outra coisa que um verme gigante cuspindo em mim. - O destino com certeza havia sido cruel com ele, deveria ter escolhido o outro lado.

O novo cômodo revelado era estranho e bizarro, com tochas se acendendo sozinhas, certeza existia algo sobrenatural ali, de forma que rapidamente virava-se para sua navegadora. - Tem certeza de que não vai querer exorcizar isso aí? - Não era como se ele tivesse medo da situação, mas era melhor estar prevenido e as estátuas definitivamente não ajudavam no clima. Após as observações de Jyundee, chegava a conclusão de que tudo aquilo ser apenas uma piada de mau gosto não era um cenário plausível. - Acho que a razão de nossa incursão não passa de puro humor. Isso é um teste, um teste idiota e doentio, mas ainda assim um teste. Claramente ele poderia ter pego esse objeto a muito tempo atrás se quisesse. - A conclusão era óbvia devido aos poderes que foram demonstrados pelo homem. - Assim que pisarmos nesse corredor, as estátuas vão tentar nos matar, flechas vão ser disparadas do além ou algo desse tipo, estejam prontos. - Avisaria para todo o grupo, então tomaria a dianteira.

Antes de entrar no corredor, agacharia-se e tocaria o chão com ambas as mãos, fazendo o piso ficar invisível. Usaria isso para visualizar algum mecanismo de armadilha se existisse, para que assim todos pudessem evitá-lo, após isso, faria o mesmo com as paredes laterais. Concluindo essa pequena varredura, começaria a avançar pelo corredor, com cuidado e extremamente atento para desviar de qualquer projétil disparado contra ele ou golpe executado por uma estátua. Na hipótese de sofrer alguma hostilidade, começaria a recuar para a entrada do corredor enquanto desviava dos eventuais perigos.



Histórico:
objetivos:


_________________

IV - You'll never see me cry - Página 3 H4KRIvB