Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3]

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
76
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] Dom Maio 22, 2022 12:45 am
Relembrando a primeira mensagem :

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3]

Aqui ocorrerá a aventura aberta do(a) Piratas Joe Sins e Boris Skalovski A qual não possui narrador definido.

_________________



Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 HGWnxh1

Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



Aquela conversa não parecia durar por muito tempo, pois sem muitos floreios o homem que Boris via como uma versão mais velha de si mesmo era direto em suas intenções, oferecendo um acordo simples, do qual o espadachim não considerava algo tão difícil... pelo menos por enquanto.

- Meu nome? Ele não é importante, garoto. Apenas faça o seu trabalho, isso é o que importa... - Dizia o velho enquanto subia as escadas deixando o trio sozinho naquele lugar. - Não tente me dar ordens! Só vou fazer isso porque o velhote pediu. Quando encontrarmos o Takeshi, eu mesmo vou cuidar dele! - Comentou o Kid enquanto conferia suas pistolas e munição para enfim sair do recinto para caminhar em direção a forja do Quasimodo. - Se ficarem enrolando, eu deixo vocês para trás! - Falou mais uma vez já do lado de fora. Enquanto isso, um aparente carpinteiro se achegava ao “Coiote Caolho” para fazer os reparos deixados pela briga.

Sem terem noção alguma de onde o Quasimodo ficava, mesmo que ainda tivessem o endereço, Boris e Jojo seguiram fielmente os passos de Kid que parecia mais irritado do que o normal. O tímido Sol em meio a tantas nuvens acinzentadas já se alocava bem ao topo do céu, indicando que metade do dia já havia se passado enquanto pelas ruas da Cidade dos Destroços, seus cidadãos seguiam com suas vidas costumeiras, lojas decadentes, restaurantes nada atraentes, e barracas que mal conseguiam se manter em pé, essa era a realidade do Farol. Em meio aquela caminhada, o trio passou ao lado de uma enorme arena da qual era possível ouvir os gritos animados do público que assistia a algo que Boris e Jojo que se quer tinham ideia do que era, já que era impossível saber estando lado de fora, mas essa passagem durou pouco tempo, logo Kid os levou por vielas nada convidativas que ficavam bem mais afastadas do centro da cidade.

Ao tomarem um pequeno lance de escadas que os levou mais abaixo, o trio se viu parado em frente a uma velha porta de madeira com uma letra “Q” muito mal escrita no topo dela. Kid então bateu naquela porta em um ritmo um tanto quanto musical que poderia estranhar a dupla pirata, e após poucos segundos, uma pequena lasca de madeira parecia ser retirada bem do centro, e um olho surgia correndo toda sua visão pelo trio que estava a sua frente. E enfim, a porta se abriu enquanto a criatura responsável pela abertura ficava de costas para o trio caminhando pelo local, dando espaço para o que o grupo adentrasse.

Do lado de dentro, a forja parecia estar mais decadente do que a própria cidade, seu teto era completo de telhas furadas, e as gotas da última chuva ainda se faziam presente caindo de forma compassada no solo arenoso e irregular do local. O cheiro úmido, e ao mesmo tempo podre daquele lugar eram o que mais incomodava, pois, aquela forja parecia bem bagunçada, com pratos cheios de restos de comida por todo lado. Havia alguns móveis e uma dura cama bem ao canto, o que indicava que aquela também era uma moradia.

- Eeeeeei... Kiiid. O que você queeeer, heeeein... - Dizia a criatura que estava de costas para o grupo enquanto parecia trabalhar em alguma coisa. Sua voz era bem fraca, e a sua pronuncia das palavras continham certa lentidão, mas ainda era difícil de se vê-lo com clareza, já que o lugar era um completo breu. Kid então se virou para Boris e sinalizou que o rapaz entregasse o cartão. No mesmo momento em que o alvo apresento o cartão, a criatura se virou para o rapaz revelando seus quase três metros de altura, além de uma aparência medonha.  

Seu rosto era completamente desfigurado, tendo um pescoço inchado, semelhante a um sapo. Seu olho direito era caído, sem qualquer alinhamento com o esquerdo que, apesar de ficar a uma altura normal para o rosto de um humano, o mesmo também era inchado. Em suas costas, a criatura carregava uma corcunda da qual deixava sua postura completamente caída, o que deixava sua cabeça quase na altura de Boris. - Huuuuuummm... - Quasimodo analisava o espadachim de cima a baixo, e em seguida, tomava o cartão para si, e a cimitarra também, ouvindo atentamente o pedido que o alvo lhe fazia.

Quasimodo analisava a Cimitarra, e em um movimento de raiva, junto a um urro assustador, a criatura bateu a espada com uma força estrondosa em sua bigorna, fazendo com que a lâmina se quebrasse na mesma hora. Incomodado com aquilo, o grandalhão apenas jogou os restos de lado e começou a trabalhar. Um bom tempo se passou, a Katana ainda não estava pronta, pois o trabalho era árduo e exigia concentração, e apesar de seu jeito troglodita, Quasimodo parecia manusear o trabalho de forma glamorosa, se divertindo com cada batida de seu martelo.

Kid no canto da sala, parecia impaciente com sua cabeça apoiada em sua mão direita, parecendo pensar em como encontrar o Takeshi, já que ele aparentava não ter ideia qualquer, ou nem mesmo uma pista. Jojo por sua vez, chamava agora a tenção de Boris para algo intrigante. O tritão mostrava bem ao fundo da forja, pendurado no alto parede, uma arma bem peculiar, parecia ser um par de espadas com lâminas bem largas, mas o que de fato chamava a atenção do tritão, era a corrente que estava enrolada ao lado, e em suas pontas, parecia haver uma espécie de gancho do qual se encaixava perfeitamente com o cabo do par de espadas.

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Aparências

A ausência de respostas sobre a identidade do dono do bar mexeu um pouco com Boris que se sentiu incomodado. Era costumeiro ser recíproco e cortês em situações como esta e a atitude do proprietário não condizia com o esperado. Para ser honesto, a verdade é que mexeu com a vaidade do espadachim e feriu seu orgulho. As palavras de Kid desdenhando de Skalovski não ajudaram e agora o espadachim estava muito puto, precisando respirar fundo para não falar ou fazer alguma besteira.

Com Kid guiando o caminho e Jojo lhe fazendo companhia, aos poucos o homem de cabelos brancos foi relaxando e deixando a raiva sair do seu sistema. Durante o trajeto, pôde avaliar o Farol como um todo e suas características. A desigualdade era presente, mas ele entendia que fazia parte da localização. Muitos piratas eram criminosos sem escrúpulos e o local era uma rota obrigatória para todos eles, logo, as chances de deixarem suas marcas nefastas por todo o lugar eram enormes e o impacto ficaria eternamente marcado.

Ouviu também algum tipo de evento acontecer numa arena próxima, porém, esta curiosidade não será saciada. Havia algo mais importante a fazer e assim agiu com bastante foco, embora perdesse a atenção diante de tantas informações.

Por fim, chegaram ao local indicado e uma batida diferenciada deixou claro a segurança do estabelecimento. Em seu interior, após entregar o cartão, um ferreiro de aparência exótica mostrou sua empolgação com o próprio trabalho e iniciou o projeto com paixão, tal qual Jones trabalhando com madeira.

Está vendo isso, Jojo?!  

Um sorriso malicioso surgiu em sua face ao apontar a semelhança entre os profissionais. Não havia algo mais encantador do que uma pessoa satisfeita e empolgada com o próprio trabalho.

Quebrando o momento, Jonah mostrou para o navegador algo interessante na parede. Duas katanas ligadas por correntes idênticas às usadas por Takeshi. Ciente do estado em que o ferreiro se encontrava, o espadachim guardou a informação até que ele terminasse o trabalho para não atrapalhar o seu serviço.

Uma vez terminado, era hora de questionar. Perguntaria sobre a arma, se havia um dono ou foi feita para alguém especial. Tentaria saber o máximo de informações possíveis sobre as lâminas.

Na hipótese de Takeshi se revelar ou um terceiro o atacar - independente do motivo - usaria sua Prontidão para reagir com esquivas ágeis e precisas, aproveitando o máximo de espaço possível para aplicar Dashs, sejam as paredes, chão ou até mesmo o teto.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



Boris se animava ao ver Quasimodo executando seu trabalho, fazendo-o ver a imagem de seu companheiro Jojo no prazer que o ferreiro tinha em criar aquela Katana para o espadachim. - Tsc. Acho que eu gostei dele. - Comentou o tritão deixando um sorriso de canto de boca escapar.

Mas em meio aquela curta conversa, os dois notaram a presença de uma muito peculiar para Boris, pois não fazia muito tempo desde que o alvo havia colidido com tais lâminas. Mas sem querer atrapalhar, o rapaz deixou que Quasimodo encerrasse o preparo de sua espada.

- Fiiicooou, prooontaa... - Disse o desajeitado ferreiro que empunhava aquela Katana que mais parecia um facão em sua mão. E com a intenção de testá-la, o grandalhão bateu a mesma com força em uma barra de ferro, mostrando a grande resistência que tal tinha. Logo após esse teste de resistência, Quasimodo experimentou o corte em um pedaço de tecido pendurado no canto de sua fornalha que fora partido ao meio na mesma hora como se fosse uma manteiga, um corte limpo e reto. A katana estava aprovada e pronta para ser usada.

Com a arma entregue ao cliente atendido, Quasimodo se virava em busca de um dos pratos espalhados pelo local para aproveitar um resto de refeição ocupada por insetos tão interessados quanto ele. Ao ser questionado por Boris sobre o par de lâminas, Quasimodo que se sentava sobre sua cama, parecia apenas querer ignorar os questionamentos do alvo, como se não tivesse ninguém ali. - Quasimodo! - Exclamou Kid, que anteriormente não havia notado aquela arma pendurada, mas agora entendendo que havia algo importante ali. - Porque você tá com essas espadas na sua casa? - Questionando mais uma vez o ferreiro, Kid apanhou o par de lâminas e as jogou aos pés do grandalhão que olhou lentamente para as mesmas, dando mais uma mordida na comida que estava em suas mãos.

- Nãoooo, teee interessa... - Quasimodo se levanto pegando as lâminas para si e as colocando de volta no lugar. - Já fiiiz, miinha paaartee... Podem iiiir, embooora, por favooor... - O ferreiro abria a porta do local indicando que o trio saísse dali. - Eu não vou sair daqui enquanto você não me disser o porquê, porras essas espadas estão fazendo aqui! - Nesse momento, Kid apontava uma de suas pistolas com a mão direita, puxando a trava da mesma pronto para atirar em Quasimodo caso ele não dissesse o que ele queria. - Vou te perguntar, mais uma vez. E você pode me responder com calma... O que aquelas espadas estão fazendo aqui? - O grandalhão virou seu inchado olho esquerdo na direção de Kid, respirou fundo, baixou sua cabeça, e com ímpeto, virou seu enorme braço no rosto do atirador jogando-o contra a parede, deixando metade do corpo de Kid para o lado de fora da casa por conta da madeira podre que se quebrava.

Boris por sua vez parecia estar mais atento que seu novo companheiro atirador, pois naquela hora, a intenção de Quasimodo atingir o espadachim junto de Kid, mas o alvo conseguira pressentir o golpe, e por ser mais rápido, conseguiu se esquivar. - Vãooo embooora... eu já fiiiz, o queeee me pediiiraam... - Quasimodo começava a espumar pela boca, estava completamente irritado com a teimosia do trio, principalmente com Boris depois dele mesmo ter feito todo aquele trabalho.  

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Profissional

A conclusão do trabalho produzido por Quasimodo fez Boris admirá-lo tanto quanto Jojo. A paixão era um dos sentimentos mais magníficos e interessantes de se observar. Como um estudioso do comportamento humano, o psicólogo era capaz de perceber os diferentes traços na personalidade do ferreiro, entendendo sua dificuldade no relacionamento interpessoal e foco total no trabalho, algo típico de pessoas com grau de autismo ou outros distúrbios dissociativos cuja principal desvantagem era o trato com outros seres racionais. Logo, a válvula de escape era a cena onde se encontrava o pico de normalidade nessas pessoas.

Ao fim da "zona" (ponto alto de concentração) de Quasimodo, ele voltou aos seus hábitos pouco sociais e atacando ainda mais sua inabilidade interpessoal, o profissional foi confrontado com perguntas cujas respostas ele não desejava revelar. Diferente de Boris, Kid era imaturo e sem conhecimentos básicos de relacionamento e forçou respostas de alguém incapaz de calcular riscos, forçando um ataque involuntário do rapaz de aparência exótica. O espadachim conseguiu desviar e embora tivesse motivos aparentes para atacá-lo, não o faria, pois, era possuía conhecimento o bastante para entender quem estava errado ali.

Peço desculpas, Quasimodo-kun… Perdoe o meu amigo. É que um homem muito mal usou lâminas idênticas a estas para fazer mal aos nossos amigos. Nós só queremos saber onde ele está para fazê-lo parar.

Fazendo uma grande reverência em sinal de desculpas e ficando completamente exposto, Boris agradeceria pela katana recebida e pediria perdão pelo ataque imprudente de Kid ao mesmo tempo, esperando que Quasimodo tivesse algum nível ativo de empatia para entender o espadachim e assim ajudá-lo em sua busca.

Caso a resposta não venha como esperado, apenas sairia do local feliz com a nova aquisição, guardando-a do lado esquerdo da cintura para facilitar a pegada, embora não importasse realmente qual mão usaria. Se a resposta fosse positiva, ouviria e agradeceria, partindo em direção a Takeshi com as informações obtidas. Se nada fosse obtido, carregaria Kid para longe dali e daria um sermão, típico de um pai preocupado.

Você nunca vai ter o respeito das pessoas agindo igual uma criança mimada. Já está na hora de crescer e pensar um pouco mais antes de agir. Seu moleque imaturo… Acorda pra vida!  

Com a nova lâmina em mãos, o navegador estava pronto para embarcar na missão principal e enfrentar novamente aquele homem chamativo. Uma briga de egos e vaidade estava para acontecer.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



Boris como sempre muito observador, notou a diferença de tratamento que deveria ter com Quasimodo, algo que Kid não notava, ou talvez pouco se importava com aquilo, apenas era direto e ríspido com o ferreiro. Mas isso acabara antes mesmo que o pistoleiro chegasse próximo de conseguir qualquer tipo de informação.

O espadachim por sua vez, após se livrar do golpe esmagador - assim como Jojo também -, procurou ter uma abordagem completamente diferente, e se não fosse por ele ter começado a dialogar com Quasimodo, Jojo provavelmente já estaria em cima do rapaz, pois o tritão já estava prestes a partir em disparada contra o grandalhão. Quasimodo ouviu Boris enquanto parecia estar ofegante, tentando recuperar sua respiração lentamente.

Aos poucos o ferreiro foi se recuperando, voltando a ficar um pouco desligado enquanto perdia o seu olhar em qualquer outra coisa. - Pooodem iiir... - Insistia mais uma vez na saída do trio. Apesar de não conseguir aquilo queria, Boris agradeceu ao ferreiro pela nova aquisição enquanto Jojo carregava Kid para fola dali deixando o espadachim para trás. Mas, antes mesmo que o alvo se retirasse daquele lugar, Quasimodo colocou a sua mão na frente impedindo Boris de sair temporariamente, em seguida, o grandalhão apontou com seu dedo indicador para o chão, como se quisesse indicar a sua própria casa. - Meiaaa, noooiite... - Disse o ferreiro, dando liberdade para que então Boris pudesse sair do local, para então fechar a porta.

Já próximos do centro da cidade, e bem longe do subúrbio mais afastado daquele lugar, Kid parecia finalmente recobrar a sua consciência se assustando com o fato de ser carregado pelo tritão, e empurrando-o para se afastar e estar no chão novamente. - Mas que porra é essa!? Espera! Cadê o Quasimodo? Aquele desgraçado me acertou em cheio! Eu vou acabar com ele agora mesmo! - Mas antes que o jovem pistoleiro pudesse partir em direção a forja novamente, Boris começou a direcionar um belo sermão contra Kid que na mesma hora ficou irritado com aquelas palavras. - Você me chamou... de moleque? Que merda é você!? Acabou de chegar aqui e tá querendo me dar sermão? E nunca mais me chame de criança, seu bosta! - Kid parecia se alterar drasticamente, seu pavio era muito curto, não lidando muto bem com as provocações ou sermões, e chamá-lo de criança parecia ser um tabu para o garoto que, na mesma hora, ameaçava retirar uma das pistolas de seu coldre. Cabia a Boris acalmá-lo e lidar com o rapaz.   

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Translação

A confusão no interior do estabelecimento finalmente chegou ao fim. Mostrando uma força colossal, Quasimodo nocauteou Kid com um golpe só. Jojo mostrou sua iniciativa ao se preparar para o combate, porém, Boris mostrou sua elegância e contornou a situação colocando-se em uma posição inferior para diminuir o nível da tensão, conseguindo assim gerar confiança e empatia para com o ferreiro. Embora parecesse infrutífera a tentativa, antes de ir embora, o psicólogo obteve uma dica e agradeceu com outra referência, saindo do ambiente em seguida.

No lado de fora, recebeu respostas mal criadas de Kid após o sermão. Claramente, o atirador tinha problemas mal resolvidos e ser tratado como criança era um gatinho poderoso em sua mente subdesenvolvida.

Eu digo que você é uma criança imatura que colocou toda a missão em risco e a primeira coisa que você faz é puxar a sua arma pra mim?  

Usando toda sua intimidação, Skalovski tentaria emitir sua aura assassina e violenta enquanto seu semblante demonstraria a determinação de alguém cujo objetivo é ser o maior espadachim do mundo.

Atira, seu moleque de merda… Se você é incapaz de reconhecer um erro e quer agir igual um animal, então faça…  

Sem colocar a mão na bainha, mas confiante em sua Prontidão, o espadachim caminharia pausadamente na direção de Kid com uma frieza digna de alguém que já abraçou a morte. As últimas experiências de quase-morte do navegador destruíram qualquer hesitação em sua mente. Ele seria o maior e por isso iria encarar qualquer inimigo com toda sua convicção. Kid agora estava enfrentando uma batalha mental e se a perdesse, estaria colocando sua vida em jogo.

Na hipótese do garoto insistir na violência e sacar a arma, Boris faria o mesmo usando sua técnica Grito Interno, cujas condições estavam praticamente cumpridas faltando apenas a respiração profunda, mas a faria durante os passos atingindo assim o estado de concentração necessário para atacar. Na execução, usaria a parte sem fio da katana para causar danos contundentes ao invés de cortes e assim nocautear ao invés de retalhar o pistoleiro. O objetivo era vencê-lo em todos os aspectos e conquistar o seu respeito, algo que para pessoas imaturas só é obtido com admiração ou medo.

Caso Kid seja derrotado pelas palavras e atitudes do homem de cabelos brancos, encerraria a situação tensa explicando sobre o ocorrido na forja. Contaria o que Quasimodo tinha lhe falado e questionaria os próximos passos, afinal, precisavam esperar até a noite chegar. Ouviria possíveis planos e seguiria o que parecesse mais fácil e seguro.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



As coisas ficavam tensas entre e Boris e Kid, o alvo tinha muita experiência para lidar com tudo aquilo, Kid por sua vez ainda precisava amadurecer, e seu temperamento não ajudava em nada. O espadachim sabia que tinha que conquistar o respeito do garoto de alguma forma, pois isso faria muito bem para o andamento daquela missão.

Kid ao ser confrontado, retirou a sua arma do coldre e apontou para Boris, o tritão Jojo por sua vez ameaçou reagir aquilo, porém, viu que seu amigo parecia saber o que estava fazendo. - Não se aproxime! - Disse o pistoleiro enquanto Boris caminhava expelindo uma aura de intimidação para o rapaz. - Eu estou avisando. Eu vou atirar! - Kid puxou a trava de sua arma, mas Boris poderia notar que, apesar do garoto querer impor respeito, sua mão tremia.  

Boris novamente tornou a chamar a atenção de Kid provocando-o. O garoto dessa vez parecia perder o controle, e no momento em que Boris se preparava para retirar a espada de sua bainha e derrubá-lo ali mesmo, Kid urrou, descarregando todo aquele estresse. - AAAAAAAAAAAAAAH! - Uma sequência de quatro tiros pode ser ouvida.  

O garoto não havia apontado a arma para cima, disparando contra o céu. Estava ofegante, mal conseguia respirar, então guardo a arma de volta em seu coldre, deu as costas para Boris e assentou no canto de uma parede quebrada que pertencia a um terreno baldio. De cabeça baixa, Kid escutou as palavras de Boris, informando o que Quasimodo havia dito. - Aquele desgraçado... - Kid agora olhava para cima, aparentemente bem cansado emocionalmente, era visível.

Uma fina chuva começava a cair sobre as cabeças do trio, e próximo dali havia um velho e abandonado bar. - Vamos sair dessa chuva. Lá dentro conversamos. - Kid caminhava até o local esperando que a dupla o seguisse. - Aliás, não vou mais interferir. Ele te incumbiu de realizar essa missão, não é!? Vou apenas fazer a merda que você quiser... - Sua longa franja agora molhada parecia esconder o olhar de decepção que o garoto carregava consigo enquanto adentrava o bar.    

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Lavando a alma

O conflito entre o grupo finalmente chegou ao fim, mas não sem uma cena dramática. Pagando a jogada de Boris, o jovem imaturo insistiu em sua tentativa ameaçadora de atirar contra o espadachim, porém, com uma frieza espantosa, o psicólogo dobrou a aposta e provocou ainda mais o atirador. Cada passo era um centímetro mais perto de um desfecho perigoso e o pistoleiro de cabelo alvinegro insistiu até o último segundo quando finalmente efetuou os disparos.

O silêncio após os tiros foi quebrado por um urro violento seguido de uma chuva cujo objetivo parecia ser limpar o sangue proveniente dos ferimentos causados pelos projéteis disparados. Entretanto, no último segundo o alvo foi mudado e ninguém ficou ferido para alívio de Jojo que se segurou ao máximo para não interferir.

Molhados, o trio agora entrou em um bar próximo para se abrigar da chuva e discutir os próximos passos. Ao saber que Kid não agiria mais impulsivamente, o navegador sentiu um certo alívio, pois, tal atitude era um pequeno degrau rumo ao amadurecimento do rapaz.

Vamos comer algo… Precisamos estar preparados!  

Então, Boris pediria uma refeição completa para o trio junto com garrafas de boas bebidas - cada um escolhendo o que achasse melhor. Enquanto esperava o pedido, acenderia um cigarro para lhe ajudar a esquentar o corpo e diminuir a adrenalina que ainda deveria estar alta após a confusão de antes. Daria um bom trago e deixaria a fumaça sair do seu corpo lentamente. Também ajeitaria suas roupas, batendo se ainda tivesse água e ajustando o que tivesse fora do lugar.

Quando anoitecer, vamos nos esconder próximo a entrada e esperar pelo dono dessas lâminas. Pode ser Takeshi, mas também pode não ser, então… sem precipitações!  

Diria com firmeza, olhando para Kid sem disfarçar que era uma crítica direta ao comportamento impulsivo do garoto. Como ainda tinham algum tempo, podiam se alimentar e relaxar jogando conversa fora, rindo, ouvindo música, etc. Qualquer tipo de interação seria útil para formar laços e gerar confiança entre eles.

Por fim, quando a hora chegasse, voltaria até o beco e procuraria por locais para se esconder. Subiria no teto, usaria caixas de lixo ou atrás de paredes no beco, não importava. Onde tivesse uma posição favorável para observar sem ser notado, lá ficaria.

Na hipótese de chegar, esperaria até o último segundo e se conseguisse confirmar com 100% de certeza de que se tratava de Takeshi, então o atacaria com um dash seguido de um chute rodado mirando seu tronco. O objetivo era retribuir o golpe surpresa recebido quando estava no bar. Contudo, não usaria sua lâmina, pois, isso iria ferir sua vaidade. Se fosse para lutar, faria em pé de igualdade e provaria seu valor.

Caso chegue alguém que não seja Takeshi, apenas aguardaria e só avançaria se tal pessoa estivesse de posse das lâminas, repetindo o movimento supracitado.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



A parte ais problemática e tensa até ali havia se passado, a chuva que caía agora mais forte do lado de fora parecia lavar o clima pesado, pelo menos por enquanto. Boris procurando relaxar, tragava seu cigarro em busca de acalmar os nervos, Jojo por sua vez parecia estar um pouco tímido e retraído, já que estava sentado ao centro do espadachim e do pistoleiro. A discussão de minutos atrás ainda parecia martelar na cabeça do tritão

Mas buscando tranquilizar as coisas, três belos pratos de comida se faziam presente após o pedido feito por Boris, e eles então podiam se deliciar de uma bela refeição, parte do planejamento do espadachim. Apesar de Kid aceitar a comida, o jovem pistoleiro não apesar de dar atenção ao plano de Boris, o rapaz ainda pouco se importava com a indireta do espadachim. E isso pareceu se repetir para o resto do período em que passaram naquele lugar, enquanto Jojo e Boris conversavam e se distraíam de alguma forma, Kid apenas permanecia em silêncio enquanto observava o desritmado som de um violão desafinado que era tocado por algum bardo que mal tinha o que vestir, e muito provavelmente estava ali por algum prato de comida como recompensa.

A noite que já era bem próxima quando eles haviam se achegado aquele bar já tomava conta, e a hora parecia se aproximar. Boris então puxou a fila para que o trio seguisse o plano que o alvo havia ditado anteriormente. O grupo se dirigiu até o beco onde dava acesso a casa de Quasimodo afim de finalmente sanar a sua dúvida de que de fato era Takeshi.  

O acesso até o teto não parecia ser algo simples já que o caminho era estreito, e as paredes eram bem frágeis e apodrecidas, uma pisada em falso e um arrombo seria feito no local. Porém, havia certa abertura nessa parede que era coberta por um pano, e assim que Boris observasse o local, notaria que aquele era uma antiga empresa abandona, mas era difícil deduzir de qual ramo seria, mas o que importava é que pelas falhas daquela parede de madeira seria fácil para que Boris pudesse observar o corredor do lado de fora.

...

Certo tempo se passou, a meia noite já havia se achegado, e nenhum sinal de qualquer corpo vivo vagando por aquele lugar. - Pelo jeito o Quasimodo só queria se livrar da gente! Trouxa você de acreditar naquela coisa. - Comentou Kid, aparentemente impaciente com o fato de já ter se passado aproximadamente 10 minutos desde o horário citado pelo ferreiro, e nada. Ainda assim, o pistoleiro se manteve quieto, sem agir por impulso e descontroladamente, parecia de fato deixar as coisas nas mãos de Boris.

Contudo, quando qualquer esperança pudesse ir embora, foi possível ouvir o som de passos leves e rápidos, e quando o trio olhasse para o lado de fora, ainda veria o corredor vazio, mas uma rápida sombra passava no alto, e daquela distância a única coisa que o grupo conseguiu presenciar fora a silhueta de um homem sobre o teto daquela casa que, rapidamente adentrou ao local por ali. Mas, ainda era difícil confirmar se de fato seria Takeshi, ainda assim, de fato Quasimodo não mentia, então restava agora saber qual seria o próximo passo do espadachim.    

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata


Em uma guerra, mais importante do que lutar contra o inimigo é saber quem está lutando ao seu lado. Descrença, dúvida, hesitação eram os piores sentimentos que um ser possuía em uma situação de grande risco. Não importava o quanto Boris tentava mostrar para Kid o quão imaturo ele era, o atirador desprezava todas as tentativas. Briga, carinho, comida… Tentativas falhas na busca por alguma empatia. Por outro lado, a relação entre Jojo e Boris só se fortalecia. A amizade improvável entre um humano e um homem peixe estava acima de qualquer briga racial. O respeito era o laço forte que unia a dupla.

Satisfeitos e entretidos com boa música, partiram em direção ao ponto de observação. O beco não era de fácil acesso e a posição desejada era pior ainda. Talvez pela dificuldade, seria improvável alguém focar sua atenção naquele ponto, portanto, aquele tipo de construção abandonada era um excelente posto. Confiante em sua intuição, Skalovski mantinha a confiança mesmo ouvindo as palavras negativas de Kid e se esforçava para não meter a porrada no garoto.

Eventualmente a espera deu resultados e uma pessoa apareceu no local. A sombra entrou no estabelecimento de Quasimodo dando tempo para o trio se preparar. Sem perder tempo, o espadachim iniciou a segunda fase do seu plano, montando uma estratégia específica para a atuação.

Kid, você é atirador, vamos usar sua habilidade de longo alcance como suporte. Você ficará aqui de cima e será responsável pelo terreno. Jones tem mais força bruta, então ele ficará ao lado da porta e fará o primeiro ataque, encurtando a distância e sufocando o alvo. Eu irei até a saída e ficarei de prontidão caso ele tente fugir.    

Imitando o grande Nara Shikamaru, Boris tentou mostrar suas habilidades intelectuais ao formular a estratégia de captura. Tentou otimizar os pontos positivos do trio e tirar o melhor proveito possível, potencializando as chances de captura do alvo.

Na hipótese de tudo dar certo, auxiliaria Jojo a amarrar o alvo e o levaria até a versão mais experiente do navegador no bar de nome exótico.

Caso Jonah não consiga dar conta do adversário, o espadachim participaria do ataque usando dashs para encurtar a distância e cortes diagonais ascendentes e descendentes com velocidade e força. Não pararia um segundo de avançar, tentando assim impedir o inimigo de pensar e planejar alguma ação. Se ele usasse alguma bomba de fumaça, pularia no meio dela efetuando cortes e tentaria acompanhar a movimentação do ninja.

Havia a possibilidade do alvo não sair pelo mesmo lugar que entrou ou simplesmente ser mais ágil que Jojo e empreender fuga, nesse caso, Boris tentaria seguir usando o máximo de sua agilidade e efetuaria uma perseguição usando as construções ao redor para lhe ajudar como apoio para saltos e dashs.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Toji
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350x120
Créditos :
21
Localização :
Felinolandia
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2357-ajaw-jack-kiin https://www.allbluerpg.com/t2234p30-os-seis-caminhos#26207
Toji
Narrador



Criar laços com Kid não parecia ser das coisas mais fáceis, Boris usava de todo o tipo de método psicológico possível, mas o garoto insistia em dificultar as coisas. Apesar do espadachim querer dar uma boa porrada no garoto pistoleiro, o alvo se mantinha calmo, e reforçando o laço que tinha com Jojo, algo que em diferentes circunstâncias serie bem improvável.

No entanto, durante a tentativa do trio se tornar um só, mesmo com certo atraso o tão esperado chegava, porém, encoberto pela noite e em uma posição nada favorável. Boris agora voltava à estaca zero, pois não tinha certeza de quem seria tal criatura, por isso logo bolou um plano de captura que obviamente foi aceitado de prontidão por Jojo, ao contrário de Kid que não gostava da ideia de receber ordens, mas ainda assim acabou por seguir o pedido de Boris.

Kid se dirigia até uma parte mais alta, próxima a janela no segundo andar daquele local abandonado, Jojo por sua vez caminhava até entrada com seu martelo em mãos pronto para invadir. O tritão confirmou a presença de Boris logo atrás, já que o alvo ficaria na cobertura para o caso de uma fuga. Mas, leves passos foram ouvidos ao alto, e os cuidadosos passos de Kid se faziam presente, o jovem pistoleiro aparentava ter alguma confirmação, e por isso se apressava da forma que podia sem fazer alarde. - Psiu! Ei! O que você tá fazendo, seu moleque!? - Sussurrou Jojo tentando não chamar a atenção de quem estava lá dentro.

Contudo, na mesma hora Kid parou e observou pela entrada – que na verdade era um enorme buraco -, o que tinha lá dentro, e na mesma hora foi visível que o rapaz parecia ter confirmado a presença de Takeshi, pois na mesma hora o garoto retirou o par de pistolas, puxou as travas e começou a disparar. Jojo assustado com tal ação, se atirou para dentro do lugar, mas assim que adentrou a forja, uma densa fumaça se espalhava tomando todo o local, impossibilitando de Boris ver o que acontecia naquele lugar.

O clash de correntes, espadas e martelo era claramente audível, já Kid parou de atirar por um momento, pois não tinha visão do que estava acontecendo. Boris na mesma hora se atirou pela fumaça brandindo sua lâmina, mas quando chegou ao centro do local, a densidade era bem menor, e naquele momento pode ver seu adversário com a lâmina atravessada em Quasimodo enquanto Jonah parecia perplexo com o que estava acontecendo. - Agora eu te peguei! - Gritou Kid iniciando uma sequência de disparos logo em seguida, mas Takeshi era ágil e conseguiu desviar enquanto escalava a casa pelos seus móveis abrindo um enorme buraco no teto iniciando sua fuga.

Kid correu atrás de Takeshi na mesma hora, deixando a dupla para trás. - Tá fazendo o que aqui!? Vai de uma vez atrás deles! Eu cuido do Quasimodo! - Boris sem hesitar começou sua caçada para o grande confronto que parecia estar próximo de se iniciar contra o caçador de recompensas.

Sob as velhas e mal acabadas casas daquele subúrbio, Boris não perdia a dupla de vista e observava a sua frente Kid atirando constantemente em Takeshi que com sua velocidade e agilidade foras do comum, faziam com que o pistoleiro apenas gastasse suas balas à toa. Mas dessa vez, talvez por pura sorte, Takeshi saltava para dentro de um terreno onde no momento em que caiu ali, notou que não tinha uma saída.

Kid e Boris chegavam logo em seguida e notavam que o trio se encontrava em um enorme lixão, repleto de velharias, móveis quebrados, ferrugem e muito lixo, o que entregava um odor bem incômodo para o grupo. - Keh! Parece que dessa vez vocês me pegaram! - Disse Takeshi sorrindo para dupla enquanto apoiava as lâminas em seus ombros. - Eu não queria me envolver com vocês assim tão cedo. Principalmente com você e aquele velhote, carinha das arminhas. Mas vi hoje durante o dia que esse cabeludo metido a espadachim tem uma recompensa de B$ 9.000.000, e isso é muito dinheiro, sabiam? Da pra ser bem extravagante com essa grana toda aqui na Grand Line. Esse lugar é uma mina de dinheiro fácil, Keh! - O caçador retirava de seu traje uma pequena cabaça em que o rapaz bebia de algo que estava ali dentro, e quando terminou, jogou o recipiente no chão de forma que quebrasse na mesma hora com o choque. - Eu gosto de coletar a grana que eu preciso aos poucos, indo atrás apenas de peixes pequenos, mas você... - Apontou uma das lâminas para Boris. - ... vai acelerar as coisas pra mim, Keh! - Encerrava sua fala já ficando com seu rosto todo corado na mesma hora, suas pernas se flexionavam levemente, e seu corpo começava a cambalear.    

Legenda:
Narrador:
Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 94sfShl
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Frustração

O plano de Boris não funcionou como o esperado. Kid, como sempre, agiu de forma imatura e impulsiva, quebrando a formação proposta acabou por alertar o alvo. Jojo até tentou salvar a missão ao invadir, mas em um piscar de olhos, tudo foi por água abaixo.

Tsc, modafoca….  

Murmurou atravessando a nuvem de fumaça e iniciando a caçada após o homem-peixe se voluntariar para ajudar Quasimodo. Mesmo possuindo conhecimento em primeiros socorros, o espadachim ignorou o corpo ferido do ferreiro e seguiu atrás de Takeshi, pois, se o exótico continuasse solto, poderia ferir mais pessoas.

Para o homem de cabelos brancos, a matemática era bem simples: se sacrificando uma vida, você pode salvar várias, então que assim seja - desde que não seja uma pessoa querida sua, nesse caso as coisas mudam de figura e viva a nossa hipocrisia de cada dia.

A fuga não foi tão longe e finalmente Takeshi acabou cercado em um ambiente sujo, abandonado e perigoso. Cada lixo era uma armadilha em potencial. O navegador precisaria usar suas habilidades para mover-se pelo local sem se ferir enquanto enfrentava um oponente cujo menor sinal de desatenção seria um passo mais perto da morte.

Com a mão no punho de sua nova lâmina, era hora de começar o combate. Skalovski começaria usando dashs diagonais para encurtar a distância e usaria a posição de Kid para deixar sempre o adversário em uma posição desfavorável, ou seja, atacaria na base da triangulação, deixando Takeshi exposto aos tiros de Kid enquanto o espadachim também ficava fora da rota dos projéteis. Deste jeito, o caçador de recompensas teria muitas coisas para pensar e agir ao mesmo tempo.

Aproveitaria a vantagem temporária e daria o seu melhor nos ataques com cortes diagonais ascendentes e descendentes, além de estar sempre indo e voltando, nunca ficando parado, pois, desta forma, deixaria sempre Takeshi confuso e preocupado quanto aos tiros do pistoleiro.

Caso fosse atingido, tentaria se recompor e voltar ao combate o mais depressa possível, sempre atento aos arredores para não se machucar acidentalmente.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Blindao
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 ZDZLMTU
Créditos :
07
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente

Narração
Aventura

Sem escapatória, Takeshi se via em um beco com uma parede que isolava ele de qualquer fuga. A parede era alta, mas possível de se pular. Exceto é claro, havendo tempo para tal. Cujo o pirata Boris não daria ao caçador logo sua frente. – Chega dessa palhaçada! Vou caçar sua cabeça e pegar a grana por ela, agora morre seu merda! O caçador diria irritado do nada e avançava um tanto quanto desordenado para fatiar o oponente a sua frente.

A lâmina do caçador era interceptada pela nova arma de Boris, cujas faíscas de metal eclodiam sutilmente durante o momento que seus olhos colidiam. O navegador tentava tomar vantagem, usando diversos cortes por ângulos variados. No entanto, o caçador era experiente e versado na arte da espada, conseguido evadir e repelir os ataques de Boris. Contudo, foi a oportunidade perfeita para Kid sentar o dedo no gatilho. – Toma essa seu cuzao! Os tiros acertavam algumas partes da perna e ombro do espadachim, que rolou para o lado tentando evitar maiores danos.

A saraivada de tiros descarregava as armas de Kid, exigindo que o mesmo recarregasse. Tal momento seria oportuno para então Boris tomar o front outra vez. A lâmina do espadachim viria sem piedade e atingia o corpo de Takeshi que ainda estava tentando se colocar de pé, mas era bloqueado pelo ataque do pirata. – MALDITOS! Ele vociferava e apesar de conseguir evitar de ser partido ao meio, por um instante, Boris usufruía de seu corpo e força física para impor peso e assim cortar o caçador em sua jugular, imediatamente jorrando da artéria um jato de sangue e cobrindo boa parte do rosto do pirata e suas vestes.

O caçador se debatia, tentando estancar com as mãos o ferimento em seu pescoço. Para Boris seriam poucos segundos passando, mas para o caçador era uma quantidade gigantesca de tempo e aflição, até por fim perder a consciência e então seus braços caírem no chão, mostrando que sua vida havia extinguido. – Que pedaço de lixo! Hahahaha! Kid diria girando suas pistolas e então guardando-as. Ele estava faceiro, apesar de ter apenas servido como coadjuvante no assassinato.


Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Kd8ijKy_d
Van
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Pirataria

A caçada finalmente chegou ao fim. Takeshi mostrou sua extravagância até o final, sendo um oponente digno até o seu último suspiro. Ter atacado no bar de surpresa e derrotando vários sem dar-lhes chances de se preparar, acabou por despertar um desejo maligno em Boris. Tal sentimento o fez lutar sem se preocupar com honra e assim, pela primeira vez, o espadachim derrotou um oponente usando de maioridade numérica. Este sentimento era desagradável e o futuro maior espadachim do mundo não se sentia feliz com isso.

Tsc, é a última vez que faço isso…  

Fitou diretamente os olhos de Takeshi até que a luz de seus olhos se apaguem como uma maneira de valorizar e honrar o adversário. Por fim, balançou sua katana com tamanha força e violência que qualquer resquícios de sangue e sujeira suimiriam e a repousaria em sua bainha no lado esquerdo de sua cintura.

Boris pegaria as lâminas de Takeshi e as usaria para decepar a cabeça do caçador. Rasgaria um tecido da roupa do falecido e enrolaria o membro decepado para levá-lo até o dono do bar.

Voltaria ate Jojo e o ajudaria a tratar Quasímodo se ele ainda estivesse vivo. Logo após, voltaria ao bar para entregar a cabeça ao dono do estabelecimento e versão mais velha de Boris.

Boris Skalovisk:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Aaaaaa11
Blindao
Imagem :
Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 ZDZLMTU
Créditos :
07
Localização :
Segunda Rota ~ Lotda
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Tenente

Narração
Aventura

A espada de Skalovski era movimentada com força e lançava uma listra de sangue ao qual pertencerá do caçador morto a sua frente. Após mutilar o homem, mais precisamente arrancar sua cabeça, roubando as espadas que já estava um tanto gasta, Boris decidirá voltar até o bar. – Ei cara... que nojo. Kid diria ao ver a cena do navegador decepando a cabeça do caçador. Contudo, optou por não falar mais nada. Talvez tivesse sentindo um pouco de arrepio pela frieza do pirata, ainda que morresse e negasse isso com palavras.

Após ir e averiguar o estado de Jojo e Quasimodo, que pareciam estar bem, o navegador decidiu seguir até o Bar para falar com o dono do local, cuja aparência era semelhante com o pirata. – Oh! Você voltou rapaz. O velho diria e notava que o espadachim trazia consigo uma cabeça enrolada em panos. – Esse fedelho mereceu isso! O velho cuspia na cabeça revoltado e em seguida caminhava até o passa-pratos, pegava um copo e servia uma bebida para Boris. – Deve estar com sede, vamos... beba comigo para celebramos. Ele diria ao servir outro corpo enquanto expressava uma face séria e fria.

O bar estava vazio, o que era bom. Afinal, qualquer um ficaria horrorizado ao ver alguém trazendo uma cabeça decepada como se fosse nada. Bom... não qualquer um, já que, o dono do bar estava ainda mais calmo e tranquilo que até Boris. Não demoraria muito para Kid e Jojo adentrarem no bar e sentarem em uma mesa próxima a Skalovski. Eles pareciam um pouco cansados, talvez até com fome.

Histórico:

_________________

Porradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3] - Página 4 Kd8ijKy_d