Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Aventura dois: trabalhando até desmaiar.Hoje à(s) 1:18 ampormestrejCriação de TécnicasHoje à(s) 12:50 amporDiego KaminariBad KarmaHoje à(s) 12:10 amporNoskireOs Seis CaminhosHoje à(s) 12:01 amporToji3º - A Liberdade Que Atravessa a Ponte LupinaOntem à(s) 11:52 pmporSubaé[TDN] Yuuma D. YukinagaOntem à(s) 11:49 pmporDreamstainÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 11:25 pmporNoskireCréditosOntem à(s) 11:13 pmporKenshinIII - RagnarökOntem à(s) 11:01 pmporNoskire[PEDIDO DE INSTRUTOR] UhtredOntem à(s) 9:28 pmporUhtred

A Tempestade

Página 4 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
76
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
A Tempestade Qua Fev 02, 2022 2:29 am
Relembrando a primeira mensagem :

A Tempestade

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Pirata Klaus Sunwizer. A qual não possui narrador definido.

_________________



A Tempestade - Página 4 HGWnxh1

Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Seg Fev 21, 2022 2:45 am





A Tempestade

Finalmente o primeiro havia caído, seus ossos pareciam ter sido destruídos, mas o mesmo ainda não estava morto, claro, eu não estava atacando para matá-lo ainda, mas parece que ele sairia com vida, já que outro homem aparecia em meio a fumaça gerada pela onda de choque. O que aparecia da fumaça, era uma espécie de dinossauro, um monstro problemático, e que tinha ossos saindo de suas costas, como espinhos.-Parece que ele é o capitão de um zoológico… Diria em tom baixo, olhando diretamente para a fera que surgia no campo de batalha.

Agora voltando um pouco atrás, ao utilizar minha onda de choque como uma parede, a mesma funcionava parcialmente, e aquilo claro fazia o meu sorriso surgir em minha face.Então isso é totalmente possível… Preciso apenas de mais controle com esse poder… Hmm, vou ter que treinar mais com essa akuma, vejo coisas grandes no futuro com esse poder em mãos. Pensava enquanto a ação era feita, porém, logo depois a barreira era superada e os cortes me acertavam, mas por sorte, meu corpo estava bem protegido com o tekkai e minha pele dura.

Aquilo abriu um norte em minha mente, algo que poderia ser bem interessante para um uso futuro para aquela onda de choque e para a minha própria akuma no mi, com isso, eu pensava em algo ainda mais ousado, pensando na utilização da onda de choque, eu pensava em algo que usaria a mesma percepção do poder, empurrar o aliado, ou causar pressão devido ao choque direto com a onda, e nisso, eu pensava.Talvez se agora eu apenas reduzir a solidez gerada pela onda anterior, deixando a densidade da mesma mais fina, mais aumentar a pressão gerada, eu conseguiga controlar o fluxo de energia, fazendo com que algo pudesse entrar na cúpula de energia, mas quanto mais perto do ponto inicial de ativação esse corpo estiver, mais lento ele se tornaria, pois o fluxo de pressão seria maior encobrindo todo o corpo. E assim, eu voltava agora para o ponto atual do combate.

O homem dinossauro parecia ter pequenos filhotes em suas costas, liberando os mesmos os fazendo vir em minha direção, eu não entendia caralho nenhum do que ele tinha feito, mas aquelas pequenas coisas estavam vindo em minha direção, e eu tinha que tentar alguma coisa, e porque não a idéia que tive agora a pouco? Talvez fosse interessante colocar isso em prática e ver como funcionaria.

Assim, eu me preparava e quando os monstrinhos estivessem dentro da minha área de ação, eu utilizaria a onda de choque, da forma que havia pensado, diminuindo a densidade, mas aumentando o fluxo de energia, e buscava ver como aquilo se aplicava.-Vamos lá, espero que de certo. Assim, eu começava a pressionar a onda de choque, liberando uma quantidade maior de energia, mas deixando a mesma penetrável pelos adversários, e enquanto estivessem dentro da mesma, eu observaria se sua velocidade iria diminuindo aos poucos, isso certamente seria um passo gigantesco para mim.

Com isso, eu estava preparado para que aquilo assim como a tentativa de barreira anterior fosse falhar em algum momento, já que meu controle ainda era mínimo com a fruta, e caso eu perdesse o controle por completo e eu percebesse o aumento de suas velocidades, e então mudaria a versão da onda, ao invés de causar lentidão neles, eu faria a onda normal, que causasse dano e esmagasse com toda a pressão possível, buscando esmagar os bichos com toda a força que eu tivesse, e assim, me colocaria a olhar para o bicho mãe e analisaria seus movimentos e suas ações, ele era diferente, e poderia ser um problema naquele momento.

Nesse momento eu não o atacaria, e apenas estaria o observando, mas caso ele tentasse me atacar, eu buscaria usar o kami-e para em esquivar de todos os golpes possíveis, e assim iria os analisando, e caso eu fosse ser acertado por algum golpe do adversário, eu usaria o Tekkai para auxiliar minha pele na redução do dano que fosse receber.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Seg Fev 21, 2022 2:46 pm


Klaus - Bom de Guerra



Klaus já tinha percebido que realmente ele estava enfrentando um exército de feras, claro que ele não falava isso da maneira mais simples, era quase um deboche do assunto. E aliás que porra eram os mini dinossauros, que bem apesar de mini, eles ainda eram maiores que a media de um homem adulto, tinham quase 3 metros, de altrua, e o grandão atrás tinha em volta de seus 5~7m mais ou menos.

Então quando ele via os bichos avançando ele fazia uma zona estranha com sua onda de choque, algo que de alguma forma as criaturas entravam, mas é como se a onda exercesse uma pressão sobre eles, o que reduzia um pouco seu avanço, não fazia isso em uma grande escala mas por alguns segundos deu pra ver que seus movimentos foram atrasados.

Os dinossauros atacavam saindo da lentidão em alguns segundos, o que mostrava que o refinamento dessa técnica ainda precisava ser feito, mas a ideia era interessante. Então enquanto eles iam atacando Klaus ia esquivando chegando a quase tomar uma mordida, mas no primeiro momento, ele não recebeu danos deles, conseguindo ver que os bichos tinham mandíbulas fortes capazes de mastigar aço.

Realmente eles em alguns dos erros quebraram espadas que tavam ali pelo chão quando abocanhavam, em uma mordida só, E o grandão vendo que ainda não era suficiente, começava a soltar mais deles, uma quantidade enorme ia saindo de suas costas, enquanto ele ficava parado, alguns saiam de sua própria carne, pareciam até clones talvez, mas não dava pra saber se eles eram ou não controlados.

Ele tinha produzido uns 100 desses e eles começavam a ir se espalhando saltavam sobre casas e começavam a invadir a ilha. Enquanto isso, apenas alguns deles iam realmente focar em Klaus. Enquanto isso finalmente o exército da ilha começava a aparecer, muitos homens marchando ordenadamente começavam a se posicionar contra os inimigos.

Realmente o exército da ilha estava começando a lidar com os inimigos, muitos começavam a lidar com os dinossauros que estavam invadindo por rotas diferentes a de Klaus, e os outros iam passando pelos dinossauros e indo para segurar os outros inimigos auxiliando a loira que lutava mais a frente. Todos eles eram bem organizados, e pareciam lutar de modo ordenado, os ataques com as lanças pegando fogo eram eficientes e até os tiros de arco se mostravam muito bons, seu general ainda não tinha dado as caras ali, mas era nesse momento que o capitão voltava a ativa.

O líder daquela tripulação aparecia mais uma vez e com poucas palavras começava a novamente mudar o rumo das coisas… O que ele dizia era algo simples.-Ergam-se.- e de repente vários espectros verdes, saiam do corpo de alguns dos que morreram nas ondas de choque. E outros pareciam vir do nada, provavelmente invocados de alguma coisa que o capitão controlava, talvez um item, ou um local criado pela sua fruta para guardar a alma dos mortos, não se sabia, mas algo que era perceptível era que aqueles espíritos não eram tocáveis, as lanças não podiam ferir.

Por sorte parecia que eles ao menos eram possíveis de serem defendidos, onde a arma bloqueia os ataques deles, mas nenhum deles tomava dano. Os soldados enegreciam suas lâminas com Haki, e o máximo que conseguiam, mesmo com esse recurso, era empurrá-los, ou seja aquele exército de espíritos era assustador. Guerreiros imortais, e incansáveis.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Ter Fev 22, 2022 12:46 am





A Tempestade

A onda causava o efeito esperado, porém, não demorava muito, e logo os monstros começavam a se mover em sua velocidade normal, e assim, eu me reposicionava, e analisava a situação, e aquilo parecia algo completamente louco.-Mas que porra de bizarrice é essa? Comentava enquanto atacava com mais uma onda de choque, buscando diminuir o número de bichos.

Aquelas coisas tinha a minha altura transformado praticamente, e isso era bem estranho, ainda mais sabendo de onde elas saíram.-Será que é uma espécie nova de canguru? Tava carregando essas porras nas costas? Exclamava comigo mesmo, e assim, me preparava para continuar o combate.

Em meio aquilo, eu percebi o quão fortes eram as bestas, já que seus dentes destroem com facilidade as espadas dos guerreiros que se aproximavam, tá aí outra coisa que acontecia em simultâneo a tudo aquilo. Quando eu dava por mim, o exército da ilha estava todo ali, e logo começavam a enfrentar as bestas que começavam a se espalhar pelas ruas da ilha, avançando e causando o caos no lugar.

Logo, eu também percebia que o capitão do zoológico finalmente chegava, e ao contrário do que eu achava, ele não era um animal também, pelo contrário, ele tinha um poder diferente. O mesmo começava a fazer com que os espíritos dos mortos no campo de batalha começassem a aparecer de seus corpos, e aquilo parecia ser assustador, mas não mais do que tentar atacá-los e não conseguir tocar os mesmos, isso sim era um problema e tanto.

Mas, quando eu percebia, os soldados do exército da ilha usavam a mesma coloração negra que o lobo utilizava, eles revestiam suas armas e punhos, o que quer que fossem usar para lutar. Aquilo abria mais um questionamento em minha cabeça.Todo mundo sabe fazer essa merda, menos eu? Pensava irritado, e logo começava a ver que eles conseguiam ao menos tocá-los, mas não conseguiam fazer muita coisa a não ser empurrá-los.

Então eu tentava acertar com minha onda de choque buscando saber se era efetiva contra aquilo, mas caso não fosse, eu logo me aproximaria de um dos soldados e então perguntava.-Ei você! O que é isso que vocês estão fazendo? Como conseguem enegrecer assim suas armas, não é a primeira vez que vejo isso hoje, e já me causou problemas mais cedo. Comentava com qualquer soldado que estivesse próximo, e então esperaria uma resposta do mesmo, enquanto continuava atacando os inimigos, para tentar pelo menos mantê-los longe.

Caso eu conseguisse causar algum dano, por ser uma onda de energia, eu permaneceria atacando, mas também questionaria a um dos soldados sobre a cor negra em suas armas e corpo, mas caso não fosse respondido, eu apenas continuaria atacando, e observando o que eles faziam, assim como observaria os adversários e então comentava.-Finalmente apareceu! Já tava achando que iria ter que derrotar mais um de seus homens… Bom, e vejo que trouxe amigos, não é? Comentaria de forma a observar o que o homem faria ou diria.

E assim, permaneceria, buscando entender o que poderia causar dano naquelas coisas, e se eu precisaria lidar com elas, ou se seria melhor ir diretamente atrás do capitão e de seu subordinado, para acabar de vez com aquela batalha.

Mas em caso dos homens me atacarem diretamente, fossem com espíritos ou com os monstros, ou até mesmo os próprios virem em minha direção, buscaria usar o kami-e para me livrar dos golpes com mais facilidade, esquivando dos mesmos. E caso fosse ser acertado por algum golpe, usaria o tekkai para reduzir o dano recebido junto da minha pele dura, e assim, caso surgisse uma brecha, contra atacaria com uma onda de choque diretamente no corpo de qualquer um deles, ou até mesmo dos dois, buscando causar o maior dano possível.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Ter Fev 22, 2022 8:17 am


Klaus - Bom de Guerra



A coisa começava a ficar mais complicada, aquele monte de espírito, e claro o capitão voltando a aparecer, ainda mais agora que a coisa tinha ficado feia. Ele viu que não eram capazes de enfrentar aqueles inimigos espirituais. Ele viu os caras usando Haki mais uma vez, e foi no meio da batalha questionar isso.

Algo que o soldado naquele momento não entendeu.-Ein?- Ele estava meio ocupado lidando com 10 inimigos ao mesmo tempo, dinossauros, espíritos, ele não tinha muito tempo pra pensar nisso naquele momento. Era algo que certamente não fazia sentido para ele alguém parar ali pra questionar aquilo.

Outro a distância apenas gritou.-É Haki, foco na batalha senhor, ou por favor, evacue junto dos outros civis. Obrigado pela ajuda, não quero ser grosso, mas no momento não conseguimos ferir os espíritos, precisamos de todo fôlego que temos.- Ele então usou sua onda de choque e notou que aqueles espíritos eram atravessados por ela.

Ou seja, nem ele lidaria com facilidade com aquelas criaturas sinistras. Afinal suas ondas não os feriram, era provável que ele tivesse de lidar diretamente com o capitão para que aquelas aberrações fantasmagóricas sumissem. Então ele falava sobre finalmente bater no capitão, mas o Dinossauro tomava a frente, dizendo.-Não encana garoto, seu inimigo aqui ainda sou eu!!- Ele então carregava um raio pela boca, não de eletricidade…

Aquilo era como um lazer que era lançado em alta velocidade em direção a Klaus. Ele tinha uma coloração azul e começava a devastar tudo no caminho, destruindo ferro, o chão, as árvores e até mesmo desintegrava um corpo por inteiro, ele era extremamente largo, e cobria a rua quase toda. Algo bem poderoso e potente.

Klaus por muito pouco usando o Kami e quase se jogando ao chão, conseguiu não levar aquilo, mas era um aviso pra ficar esperto ele tinha um inimigo que não ia deixar ele passar tão fácil por ele. E além do mais ele era o único na rua do meio, os soldados estavam cuidando das ruas adjacentes, já que os bichos saltavam pelas casas. Mas não dava pra saber se ele era capaz de produzir mais dinos.

O inimigo trocou no entanto pra uma forma mais humanoide mas ainda grande, era um dinossauro, com grandes braços, ossos espalhados como uma couraça, essa provavelmente era uma forma de ataque, ele parecia emanar uma aura, e já demonstrou ser capaz de lançar lasers, fora que tinham esses ossos… Será que eles serviam de algo.

A Tempestade - Página 4 4773ee9e0c94574d8ed343575b50bd73

O negócio era que ele conseguia ser realmente assustador. E ainda mais ele enegreceu os braços, e conseguiu se preparar pra luta, mas será que ele era capaz de cobrir apenas os braços, pois parecia que ele tinha uma área de cobertura maior, que cobria ali as costelas também… Então esse era um inimigo claramente problemático.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Ter Fev 22, 2022 5:47 pm





A Tempestade

Minha onda de choque não funcionava naqueles seres, e isso me deixava um tanto pensativo sobre os poderes daquela akuma inimiga, nem mesmo o primeiro guarda respondia sobre a ocasião, mas um mais distante explicava o que era aquilo, Haki! Bom, isso pra mim não soava como nada, mas agora eu tinha um nome do que era aquela coisa enegrecida, e tava ali, a minha próxima tentativa de aprendizado.-Será que Aron conhece isso? Bom, não custa perguntar. Obrigado ai rapaz! Questionaria a mim mesmo e logo agradecia ao homem que me respondeu.

Após meu agradecimento, o homem pedia para que eu deixasse o local, e para eu tomar cuidado, e logo eu mudava o semblante e o respondia de forma séria.-Vocês acabaram de chegar aqui, até o momento eu tava segurando um dos homens dele sozinho, inclusive mandei ele pro hospital, saiu daqui completamente destruído, e agora vou fazer o mesmo com esse dinossauro ai… Se alguém aqui tem que tomar cuidado, são eles e vocês. Comentava rapidamente e logo me colocando diante do exército, encarando os inimigos.

O dinossauro se colocava entre mim e o seu capitão, e então eu dizia.-Bom, se for continuar lutando com com a ajuda dos seus amiguinhos, não vai ter nem graça… Mas se finalmente decidir lutar como homem… Ou dinossauro, tanto faz, ai sim vai ser interessante. Diria em resposta ao homem dinossauro, que parecia revestir seu corpo com mais ossos e também com a coloração negra, o que me fazia perceber que aquilo era algo até que bem comum na grande linha, e eu ainda precisava ir atrás daquilo.

Assim, eu praticamente tomava a frente no campo de batalha, quase que comandando os homens ali, claro, se eles quisessem seguir.-Esqueçam os espíritos, eles não sentem nada e de nada adianta golpear eles, vão continuar aparecendo mais e mais deles, foquem o problema principal, aquele que está criando essas coisas. Diria aos homens enquanto em um súbito movimento de velocidade, eu avançava contra o dinossauro, ainda em minha forma híbrida, eu utilizava o soru para me aproximar o mais rápido possível de surpresa e então utilizava minha técnica a queima roupa no dinossauro.

Meu punho carregava uma força tremenda, algo capaz de mover uma grande massa de ar, e uma pressão esmagadora, e então a colisão.-Meteor Impact! O golpe seria dado de forma direta, mesmo sabendo que o meu inimigo era um problema e provavelmente teria uma defesa formidável, eu ainda sim conseguiria causar efeitos como a queimadura em seu corpo, e também a paralisia, e isso me auxiliaria bastante no combate.

Porém, ainda não satisfeito, antes de desconectar meu punho do corpo do homem fera, eu agora criava uma onda de choque diretamente em seu corpo, um golpe que vinha para causar o máximo de estrago possível, e talvez acabasse acertando seu capitão, mesmo que de leve, pelo tamanho da onda, um golpe que era feito pra esmagar tudo o que tivesse no meu caminho.-Sabe, esse meu ataque caiu certinho contra você… Impacto meteoro… Foi isso que levou os dinossauros à extinção, não é?? Yehehahahaha!

Assim, eu logo me afastava novamente, analisando a situação e verificando o que eu poderia ter feito no corpo do homem. Essa junção de habilidades poderiam me dar uma vantagem absurda no combate, deixando o corpo do dinossauro debilitado o suficiente, para tudo o que eu fizesse daqui para frente, tivesse alguma facilidade maior.

Porém, eu também estaria atento ao raio lazer que ele disparava, e estaria atento para caso o mesmo tentasse utilizar tanto comigo em movimento, quanto quando eu estivesse em contato com seu corpo após a colisão, eu estaria atento para mover meu corpo e sair do caminho. Se eu ainda estivesse em movimento, eu buscaria me mover com velocidade, saltando e saindo da sua linha de visão e disparo, parando em um posicionamento acima da cabeça do dinossauro, e então desceria com a onda de choque diretamente contra seu corpo, de cima para baixo, com toda a força possível para esmagá-lo.

Mas, caso seu uso fosse após o momento da colisão das minhas habilidades, eu giraria meu corpo, indo para as costas do dinossauro, evitando o lazer, mas eu também estaria atento a seu rabo, e buscaria evitar um ataque contusivo do mesmo, como um chicote, fortalecendo meu corpo com o tekkai, mas caso fosse uma rasteira, buscaria saltar para não ser pego, girando meu corpo em um chute giratório aéreo que acertasse a parte do pescoço do bicho, e lateral de sua cabeça e mandíbula, utilizando a onda de choque na perna para ter uma pressão de golpe ainda maior.

Assim, buscaria me afastar do mesmo, analisando a situação como um todo, buscando estar atento a qualquer tipo de problema que pudesse surgir. Eu não poderia lidar com os espíritos então apenas evitaria entrar em um combate ou em contato com os mesmos, mas, caso fossem os filhotes do dinossauro mãe, eu teria de fazer alguma coisa, então usaria minha onda de choque para acertá-los e fazê-los cair enquanto limpava o caminho e diminuía a quantidade de inimigos.

Claro, também estaria atento enquanto estaria avançando, tanto aos filhotes do dinossauro, quanto aos espíritos, assim, atacando eles com a onda de choque para destruir os pequenos dinossauros, e me esquivando dos espíritos, utilizando minha velocidade avantajada e a ajuda do kami-e, mas se mesmo assim eu fosse receber algum golpe. deixaria meu corpo mais rígido com o tekkai, para mitigar o dano enquanto avançaria ou após ter feito tudo o que pretendia.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Qua Fev 23, 2022 7:36 am


Klaus - Bom de Guerra



Ele naquele momento, mantinha sua arrogância, tentando bater papo com o soldado. E com o dinossauro também. A verborragia do homem estava em dias. Ele explicava que não iriam derrotar os soldados fantasmas, a essa época o homem que lhe explicava essas coisas já sabia disso, mesmo assim isso se tratava de evitar mortes de civis.

Ele então apenas deixava que o rapaz agisse como queria, afinal se ele queria lutar e ajudar a ajuda era bem vinda, não questionava o homem ser forte, afinal ele já havia demonstrado isso com as ondas de choque, era muito mais uma questão de aquele problema não ser dele.

Mesmo assim, se ele arriscava a vida pelas pessoas da ilha, não era ele que ia reclamar. De qualquer forma, ele não tinha que se preocupar com os motivos de Klaus apenas dizendo.-Por hora estamos evitando eles de avançar apenas, empurrar é o importante, lá na frente alguns vão tentar enfrentar ele, mas o capitão deve chegar logo mais.- explicou ele mostrando a situação do que estava acontecendo.

Então era hora do Meteoro, ele começou a se preparar onde ele disparou em direção ao dinossauro com toda a força e velocidade. Mas seu inimigo rapidamente criou uma parede de ossos!! Sim, isso mesmo ele fez sair de sua mão algo que parecia um grande portão ou parede que ele recobria de Haki, deixando ele completamente escuro.

Sim, aquilo era resistente, onde ao se chocar com aquilo Klaus sentia o poder do portão, ele continuava forçando com a técnica até que finalmente ele começava a empurrar o inimigo, e algumas lascas do escudo saiam. Em seguida a onda de choque era o segundo golpe, que rachava ainda mais o escudo de ossos. A fumaça saia do escudo e o choque ainda estava sobre os ossos que aos poucos desmanchavam.

Então uma risada alta ecoava por trás daquela parede de ossos caindo enquanto os dentes do dinossauro apareciam.-ZEHAHAHAHA Sinto muito garoto, esse dinossauro aqui está blindado contra a extinção!! Venha com tudo!! Que eu não vou me segurar.- então ele começava usando um raio rápido, disparando mais uma vez o grande laser da boca.

O rapaz rapidamente usou o seu Soru, indo pras costas do inimigo, que rapidamente fez um giro de cauda, fazendo ele ser obrigado a se defender. Mas ele não parava ali, o inimigo logo usou uma de suas habilidades especiais.-Rex Raptor: Cauda Furadeira.- E naquele momento ele viu um homem dino de 5 metros simplesmente desaparecer.

Mas ele entendia em alguns segundos, ele fez um buraco no chão!! E aparecia por trás de Klaus, naquele momento ele usava sua cauda para atacar em um golpe direto com a ponta, onde os ossos nela giravam em alta velocidade como uma broca, fazendo um perigosos barulho que indicava que aquilo ali furava até o demônio se precisasse.

Klaus ainda conseguia se preparar pra receber o golpe ativando o Tekkai, mas aquelas lâminas começavam a empurrar ele para trás e faziam leves cortes no seu abdômen, e a ponta o perfurava. Aquilo certamente machucou, o Haki certamente era uma habilidade terrivelmente assustadora. Mas antes que a perfuração continuasse o destruindo ou se tornasse profunda, ele se afastou esquivando parcialmente do dano.

O Dinossauro então pisava no chão e uma grande floresta de ossos começava a sair do chão surgindo enquanto ele dizia.-Meu sangue está fervendo!! Rex Raptor: Floresta de Ossos!!- enquanto ele fazia os ossos brotarem um atrás do outro e eles iam destruindo tudo no caminho.

A Tempestade - Página 4 Sw7TA1

Aqueles ossos chegavam em segundos por baixo de Klaus o que ele iria fazer nesse momento? Realmente aquele dino não tava pra brincadeira, era realmente um bicho estranho, com toda certeza aquela zoan não era normal, com essas ações isso ficou ainda mais claro.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Qua Fev 23, 2022 11:17 pm





A Tempestade

Meus golpes tinham a colisão direta com uma espécie de escudo de ossos, e o mesmo parecia revestido pelo tal haki, de fato aquilo era uma arma bem chata de se lidar, e cada vez mais eu começava a entender que eu tenho que obter tal poder, eu não sei como vou fazer, mas preciso ter isso em mãos, vendo suas utilizações, certamente vai me deixar mais forte.

O escudo começava a rachar, e uma fumaça saía do mesmo, e como eu imaginava, ele tentava utilizar seu raio lazer mais uma vez, eu conseguia assim girar meu corpo e mudar de posição, me colocando nas costas do lagarto gigante que logo me golpeava com o rabo e enquanto eu me protegia, o mesmo desapareceu completamente da minha frente, aparecendo em minhas costas novamente.

O mesmo havia feito um buraco no chão e logo surgia novamente atrás de mim, era como se sua cauda tivesse virado uma furadeira, e mais uma vez ele tentava me acertar com isso, mas agora eu conseguia me defender com o tekkai, e auxiliando a minha resistência e me fazendo segurar o golpe com mais facilidade, porém, aquilo ainda parecia que iria me atravessar se eu não fizesse algo.

Em meio a aquilo, eu conseguia me mover para fora do impacto daquilo, e logo me afastava, conseguindo impedir o dano parcialmente, mas logo, o lagartão mostrava que tinha mais truques na manga, o desgraçado agora atacava com ossos que saíam do chão, aquelas coisas começavam a vir em minha direção, como uma floresta de estacas de ossos, e as mesmas se encobriram de haki e se eu ficasse ali, seria bem problemático pra mim, se fosse acertado por isso, os ferimentos poderiam ser bem severos, e eu não podia me dar ao luxo de perder ali, ainda tinha que derrubar o capitão desse dinossauro.

Então, uma ideia surgia em minha cabeça e talvez fosse a única coisa que eu pudesse fazer naquele momento, e assim, eu usava minha força nas pernas e avançava com velocidade até estar próximo as estacas de ossos e quando estivesse a alguns metros da mesma, saltaria com velocidade e usando toda minha força, subindo e indo na direção do lagarto.

Procuraria estar a uma altura boa, e assim, desceria sobre a cabeça do mesmo utilizando a onda de choque para causar algum dano a seu corpo, enquanto ele ainda estava criando as estacas pelo chão. Eu apontaria a onda de choque na direção dele com toda a vontade de acertar o seu corpo e fazê-lo de purê, então o foco era diretamente em acertá-lo com tudo, usando a força da queda, junto da força das minhas pernas e da onda de choque pra causar o maior dano possível.

Porém, era fato que ele poderia tentar contra atacar ou se defender do golpe, então caso ele tentasse atacar em direção a onda de choque, fosse com o lazer ou com seu rabo furadeira, eu deixaria a onda de choque maciça como uma parede, igual havia feito anteriormente, mas, é claro que eu não tinha controle sobre aquilo, e assim me manter defendendo por muito tempo, mas eu só precisava do tempo necessário para mover meu corpo no ar, e usar da abertura para um golpe diferente, mudando de direção.

Ao fazer a onda colidir tanto com a broca quanto com o lazer, eu usaria a força de ambos os ataques, e manteria a barreira mais densa como uma barreira por alguns segundos, o tempo necessário para eu usar a força oposta do ataque inimigo para parar a minha queda e assim eu conseguir mover meu corpo com mais facilidade, girando o corpo para baixo e me colocando em uma posição favorável para um ataque direto.

Enquanto moveria meu corpo em queda, deixando ele atacando a onda de choque como escudo, eu giraria meu corpo para baixo, me colocando próximo a seu corpo, caso fosse o lazer, rapidamente ele iria atravessar aquele escudo, mas eu tinha algum tempo antes de ele conseguir virar o lazer na minha direção, se é que ele conseguia controlar aquilo daquele jeito, mas levando em consideração que sim, eu rapidamente após jogar meu corpo em queda, golpearia com a mão, usando outra onda de choque, e enquanto ele estivesse usando o lazer, seu corpo estaria vulnerável, e a onda estaria acertando o mesmo em cheio.

Ao acertar, utilizaria da pressão gerada pela onda para me impulsionar para trás, me afastando  do mesmo e me dando tempo para agir novamente em seguida. Sim, eu utilizei a onda para um ataque e uma defesa de forma única, tanto golpeando o corpo do adversário, quando me colocando longe para ter uma ação diferente em seguida.

Porém, caso fosse com sua cauda de broca o choque da barreira de onda, eu faria o movimento me movendo para a lateral do mesmo, aproveitando para acertar seu corpo com tudo, assim, como ele estaria utilizando sua cauda para um ataque, seu corpo estaria mais vulnerável a ser golpeado, com suas defesas todas abertas, utilizaria a onda com força contra o mesmo e então faria a mesma coisa, usaria a mesma para me impulsionar para mais distante.

Mas não só isso, eu tinha total ideia de que ele mesmo atacando com o rabo ou o lazer, poderia utilizar esses ataques juntamente, e tentar me golpear com algum deles dependendo do que ele estivesse usando, enquanto eu estivesse em queda e buscando acertá-lo com a onda de choque. Assim, se eu percebesse que o mesmo fosse lançar o lazer ou fosse atacar com a cauda, eu buscaria me mover para o lado oposto do ataque, se fosse a cauda, isso significaria que ele tava dando o primeiro ataque contra a onda de choque densa com o lazer, assim, eu me moveria para a sua frente, e acertaria mais uma onda de choque em seu peito.

Mas se fosse com o lazer, isso significaria que ele tava usando a cauda broca contra a onda de choque, e assim, eu me moveria para a lateral, acertando outra onda em suas costelas, dessa forma, nos dois casos, buscando jogá-lo para trás, com toda a força que brutalidade que aquela onda poderia ter.

Com isso, usaria de sua pressão para me afastar, me colocando distante do mesmo e de sua floresta de ossos, e analisando a situação para saber como agir novamente. Porém, ele poderia simplesmente receber a onda de choque vinda do céu diretamente, sem conseguir impedir ou se defender, e se isso acontecesse, utilizaria dessa vantagem para afundar o mesmo com tudo no solo, e então o golpearia novamente com mais uma onda, buscando deixá-lo o mais fraco e ferido possível.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Qui Fev 24, 2022 2:27 pm


Klaus - Bom de Guerra



Klaus tinha reconhecido o problema da floresta de ossos, ele sabia que aquilo não era brincadeira e por isso, ele já deu um salto sobre ela disparando uma onda enorme sobre a cabeça do dinossauro, que rapidamente lançou o Lazer para o alto usando ele novamente como um raio pela boca. E o rapaz era esperto, ele sabia que aquilo era possível desde antes de ele fazer seu movimento nessa direção.

Ele então usava sua onda para tentar gerar um escudo quando via o raio, mas aquilo não durava praticamente nada, onde ele foi obrigado a se mover no ar, onde ele aproveitou pra aplicar outro golpe na lateral, dessa vez o inimigo foi obrigado a usar um tipo diferente de poder além de seus ossos, ele ativou uma habilidade familiar ao garoto.-Tekkai!!- e ele recebia o impacto, sendo jogado para trás, mas tanto o Haki que ele mantinha cobrindo seu corpo, como o Tekkai e os próprios ossos que lhe concediam uma armadura estavam ali. A onda era extremamente forte, e mesmo com toda essa defesa, ele ainda sentiu o impacto, tendo recebido danos mitigados, mas que o feriram certamente.

A pancada era gigante, e vários ossos que estavam sobre a superfície do dino rachavam, e quebraram algumas lascas. Era possível ver eles se consertando rapidamente, cobrindo as falhas, o que mostrava que esses ossos ali também eram regeneráveis.-ZEHAHAHAHAHA parece que estamos esquentando em garoto!!- e com isso ele vendo Klaus que estava bastante distante pois além de golpear, ele usou o impacto pra se afastar dali.

Então o grandalhão começou a fazer uma ação diferente, ele ergueu uma das mãos para o alto e naquele momento ele ossos começavam a sair de todo o seu corpo sendo disparados para o céu em alta velocidade, todos eles iam com tudo enquanto ele ria e gritava.-ZEHAHAHAHA SINTA O PODER GAROTO!! REX RAPTOR: TEMPESTADE DE OSSOS!!- Era um ataque em area colossal, uma gigantesca quantidade de ossos começava a cair do céu cobrindo tanto a localização de Klaus, como um grande espaço nos arredores.

A Tempestade - Página 4 28fac9fc65243606add086a3e5a77b02b544b069r1-320-181_hq

Eles perfuravam o chão a cada impacto de queda, e uma grande onda deles estavam vindo em direção a Klaus naquele momento, que tinha agora uma segunda preocupação, agora ao invés de vinda do chão essa vinha dos céus. O dia não tava fácil não, aquele era o segundo inimigo que tinha um nível próximo ao de um capitão. O que estava acontecendo com aquela tripulação? Os caras eram monstros.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Qui Fev 24, 2022 5:07 pm





A Tempestade

A tentativa tinha êxito, e eu conseguia causar algum dano no corpo do dinossauro, claro que nada como eu pensava que faria, já que eu percebia que assim como eu, ele tinha uma pele e armadura resistente, até mesmo conseguia usar o tekkai assim como eu, o que mostrava isso algo bem complicado de se lidar.

Porém, dava para ver e ouvir, seus ossos quebravam, e seu corpo sofria um pouco com a pancada, logo, eu conseguia ganhar distância mas logo percebia que os ossos pareciam se regenerar, o que era ainda mais problemático.-Tsc! Parece tão forte quanto o próprio capitão… Essa pele dele e esses ossos, executam o trabalho muito bem, assim como minha pele. Diria para mim mesmo, enquanto colocava a cabeça para funcionar.

Mas, assim que eu começava a raciocinar no que poderia ser feito, o homem agora lançava ossos para o céu, o mesmo parecia um lança mísseis, aquilo era um problema ainda maior e logo a alvorada de ossos estava nos céus, sem deixar tempo o suficiente para pensar em algo melhor, e então eu só tinha uma coisa a fazer.-Bom, tá na hora de improvisar! Logo, eu me focava no combate mais uma vez, abstraia tudo à minha volta, deixando apenas o homem dinossauro a minha frente e as estacas que estavam no céu prestes a caírem.

Era como se eu estivesse em um estado de zona, meu foco era gigantesco e logo, algo se passava pela minha mente.Usar o Requiem junto da onda de choque… Talvez funcione. Como diria um sábio antigo chamado “Drake” -A melhor defesa, é o melhor ataque! O pensamento se passava como um vulto em minha mente, e logo eu começava a agir.

Quando eu menos esperava, era como se meu corpo soubesse o que precisava ser feito e como eu agiria, e então minha boca dizia.-Requiem! Meu corpo começava a se encher de eletricidade e logo, eu começava a agir mais uma vez, agora eu começava a me mover, era como se eu visse as estacas vindo com tudo, mas eu não tinha muito o que fazer a não ser avançar, não dava para proteger ninguém, e caso eu tentasse fazer isso, poderia perder uma oportunidade enorme para finalmente acabar com esse homem, afinal, um ataque desses, deve deixar uma abertura significativa para ser explorada.

Assim, eu disparava contra o homem em alta velocidade, usando do meu soru para auxiliar a movimentação me dando ainda mais velocidade, juntamente ao impulso poderoso da minha técnica e a velocidade provinda do requiem.-Meteor Impact! Porém, ao avançar contra o homem e ter o choque direto contra seu corpo, eu não dispararia a carga do projeto sobre ele, mas sim dispararia duas ondas de choque, contra seu corpo, ao contato direto, uma em cada mão, em um movimento que utilizaria toda a força de propulsão que eu tinha, para maximizar a força do impacto da onda de choque.

Logo, em meio a isso, utilizava força da onda para me afastas alguns metros de forma rápida, o jogando para frente também, e então jogava os dois braços para trás, disparando mais duas ondas de choque, o intuito dessas era propulsionar meu corpo com toda a força que eu tinha, e quando estivesse ao contato com o homem, dispararia a carga de chamas e eletricidade do projeto toda em seu corpo, aproveitando da brecha anterior, dada pela onda de choque.

O movimento teria muito pouco tempo entre uma ação e outra, coisa de poucos segundos, tendo em vista minha velocidade de reação aumentada e a reação do meu corpo estar melhor por conta da técnica requiem. Outra coisa que eu pensava também era que, ele talvez não tivesse disparado as estacas de ossos sobre seu próprio corpo também, até por que isso poderia não só afetar a ele mesmo, como também a seu capitão, e por isso resolvi por atacar diretamente seu corpo nesse curto espaço de tempo.

Mas, caso o homem fosse louco a ponto de fazer isso, eu estaria preparado, buscaria evitar após o ataque, qualquer uma das estacas vindo em minha direção, usando do kami-e para me esquivar da maioria delas, essa técnica era problemática, mas também era simples de se lidar, já que ela estava fora do corpo de seu adversário, ele não tinha mais controle sobre a força de queda das mesmas, então.

Tendo isso em mente, caso meu kami-e falhasse e eu fosse acabar recebendo algum golpe, das estacas, eu utilizaria as ondas de choque em meu punho, golpeando o ar acima de mim, impedindo que as estacas me acertasse, repelindo todas elas e as fazendo cair no chão. Porém, caso ainda assim eu fosse ser acertado, utilizaria o tekkai para ajudar a mitigar o dano recebido, e evitar maiores ferimentos, já que em conjunto com a pele dourada, eu tinha uma defesa poderosa.

Também estaria atento a caso precisasse me defender com o kami-e ou o tekkai contra o homem, caso tentasse me atacar de alguma forma física ou com outro ataque de ossos, e caso tivesse a oportunidade, golpearia seu corpo com a onda de choque, buscando ferí-lo e afastá-lo de mim enquanto pensava na próxima ação a tomar.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Sex Fev 25, 2022 11:26 am


Klaus - Bom de Guerra



Klaus disparou contra seu oponente usando sua técnicas, ele foi para frente mesmo com a chuva de espinhos caindo no chão para sua sorte, a maioria desses espinhos acertavam ele mas se batiam na sua armadura, batendo nos braços nas costas, e por sorte, nenhum atingiu zonas desprotegidas.

Mesmo assim estando exposto aos impactos dos ossos caindo do céu, que caiam em velocidades assustadoras e quase parecia que ele estava sendo atingido por meteoros. Ele teve sua velocidade de movimento reduzida, mas ainda assim conseguiu atingir o inimigo, quer dizer parcialmente.

O Dinossauro vendo o grande avanço fez sair de sua barriga uma enorme couraça de ossos, pontiagudos que pareciam ser costelas ou algo assim. No momento do impacto, alguns dos ossos eram quebrados, e o dano era aplicado, mesmo assim, os ossos saídos dali acabaram crescendo como espetos e fazendo cortes no buda.

E ele estava pronto para atacar mas o Dinossauro o agarrou na mesma hora, ele havia sentido o impacto, mas era muito resistente, e sim, ele havia se queimado um pouco nos ombros, e próximo ao peito, estando sentido dor, o que fazia ele dar um sorriso enorme. E então aplicando um Suplex extremamente veloz em Klaus, onde ele logo se afastou denovo do rapaz. Batendo com o corpo dele contra o chão.

O buda conseguiu ativar o Tekkai antes do impacto, mas imaginar que o dinossauro teria força e velocidade para agarrar ele com velocidade após tomar um golpe era verdadeiramente impressionante.-ZEEHAHAHAHAHAHA Você é bom em garoto.- E então ele disparava rajadas de ossos em direção ao rapaz que ia esquivando com Kami-e e se levantando.

Klaus disparava uma grande onda de choque, seguida de uma segunda onda, com toda a força que ele tinha, aquilo era algo que certamente seria perigoso. E nesse momento aquele homem dinossauro usou o raio da boca, para atrasar a onda apenas alguns segundos, enquanto ele ativava sua habilidade mais problemática, e claramente o pico do Overpower. CAVAR!!! Sim ele simplesmente girava em alta velocidade entrando pra dentro do chão, onde ele começava a se mover, criando túneis.

Ele girava os ossos como furadeiras, cavando de modo extremamente veloz, e se aproveitando do túnel que ele tinha feito anteriormente, aquele que ele usou para atacar klaus com Rabo furadeira.-ZEHAHAHAHA você é cheio de truques douradinho!! Mas agora você é problema do capitão desses caras, tenho outras coisas pra resolver, mas posso dizer que você é bom, eu já te atrasei o suficiente e te trouxe problemas também!! Eu sou o mais forte inimigo que você viu aqui!! Não se esqueça disso, sou o capitão Zergurs!!- Disse ele saindo por debaixo da terra.

Agora aquilo tinha ficado claro. Se tratava de uma aliança pirata!! Ambos eram capitães, tanto o dinossauro, quanto o maluco dos espíritos. Isso não explicava o que estava acontecendo. -Refine seus poderes, e quando estiver pronto quero enfrentar você de novo.- e assim o rastro dele dentro da terra era perdido pela visão, sendo complicado acompanhar já que seu poder de escavação era extremo.

Então finalmente o capitão que controlava os espíritos começou a se aproximar. As nuvens tomavam os céus e o lugar escurecia, seus olhos emanavam uma energia verde e ele fazia uma espada feita daquela energia espectral. Ele olhava para o seu futuro inimigo.-Então o Bom de Guerra, é mesmo bom de guerra!! Parece que você lida com ordas e com meus subordinados. Mas veja bem, eu não sou como o capitão dinossauro. Não luto por diversão boba me contendo pra aproveitar.- dizia ele enquanto flutuava no ar, enquanto fazia surgir um enorme cavalo fantasma que era como sua montaria.

Ele apontava a mão para Klaus e falava.-Toque Divino: ONDAS ESPECTRAIS!!- E Com isso uma gigantesca onda, não um tsunami!! feito daquela energia verde começava a avançar na direção de Klaus, algo que era em torno de 40 metros de altura, e 50 de cumprimento. Realmente parecia uma onda que iria engolir o jovem buda.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Sex Fev 25, 2022 9:57 pm





A Tempestade

Finalmente parecia que o combate estava tomando um rumo, o dinossauro recebia bastante golpes, mas conseguiu se defender de praticamente todos, evitando um estrago maior, já eu, tinha alguns ferimentos, mas nada que me fizesse de fato sentir meu corpo se debilitando, e finalmente, parecia que o dino ia embora, dizendo ser o capitão de uma outra tripulação, e que aquele que eu queria enfrentar, estava prestes a chegar.

O mesmo retornava finalmente, e eu o observava enquanto o dinossauro cavava por debaixo do solo até ir para longe, aquele combate parecia ter terminado, e o homem dizia querer me enfrentar futuramente, mas não sei se isso seria bom para ele, afinal, havia coisas que eu ainda não tinha aprendido, e aprender essas coisas, me deixariam muito mais poderoso do que meu estado atual, além de ter muito mais controle com minha akuma no mi.

Porém, agora havia outro inimigo no horizonte, e aquele me fazia sentir raiva, uma raiva que não senti antes. O desgraçado estava usando as almas daqueles que já haviam deixado esse mundo, para mais uma vez lutar, imagino o tormento que aquelas almas sentem, mas, eu não sabia se realmente eram almas de outras pessoas, ou apenas o poder de sua akuma no mi, que simulava algo parecido.-Finalmente resolveu aparecer, donzela! Achei que teria de ir até o topo da torre para buscá-la! Yehehahaha! Não se preocupe com isso, dessa vez eu também não vou me segurar, acho que agora posso lutar para matar.

Seus olhos se tornavam verdes, e logo o homem embainhou sua espada em sua aura verde, e não só isso, o mesmo parecia invocar uma espécie de cavalo espectral. Mas ele não parava por aí, logo ele aponta sua espada para a minha direção e então gritava o nome de uma técnica, onda espectral ou algo assim, e do horizonte, uma tsunami feita da energia verde vinha na minha direção, nesse momento eu não tinha muito ideia do que poderia fazer.

Será que minha onda de choque acerta aquilo? Será que eu consigo impedir essa coisa? Se for como os espíritos, eu não vou conseguir tocar… Mas o que eu vou fazer, ficar parado? Minha mente se via em uma guerra interna, indecisões que podiam custar minha vida e a de muita gente.-Mais que porra eu tô fazendo? Eu sou Klaus Sunwizer! Que se foda essa merda, eu vou com tudo. Nesse momento, eu colocava as duas mãos no solo e então com toda a força usava a onda de choque como um propulsor, me repelindo do solo para cima.

A idéia era ficar mais em uma altura acima da tsunami enviada por ele, desse forma, eu poderia agir em sua direção, saindo da reta daquela coisa, claro que era uma onda gigantesca, mas meu olhar não demonstrava fraqueza ou desistência, eu tinha que tentar, e eu ia tentar. Se não fosse suficiente apenas as duas ondas iniciais para me fazer subir, eu utilizaria mais uma vez as ondas, mas agora no ar, porém, agora eu tinha uma ideia diferente.

Eu utilizaria a onda de forma física, como se estivesse fazendo uma barreira abaixo de mim, e assim, colocaria os dois pés sobre as mesmas em uma pequena fração de segundos, utilizando minha força e o soru para me lançar mais alto ainda, dessa forma, passando a altura da onda de choque e tendo uma visão melhor do que eu poderia fazer.

Nesse momento, eu utilizaria agora a onda com as duas mãos para me propulsionar para frente agora, meu alvo? O homem dos olhos verdes, usaria a energia para me arremessar com toda a força em direção ao homem em cima do cavalo espectral. E ao chegar próximo do homem, apontaria as mãos em sua direção com um ataque à queima roupa, buscando causar danos diretos a seu corpo.

A Tempestade - Página 4 Bakugou-katsuki-bakugou

Após golpear, me moveria para a lateral utilizando a onda mais uma vez para me redirecionar, e então pousando em alguma parte sólida que me desse suporte para avançar novamente, usando toda a minha força e aproveitando ainda do meu requiem ativo, eu avançaria em sua direção para acertá-lo com um golpe direto no corpo, soco, chute, cabeçada, o que fosse mais fácil naquele momento, e o que eu tivesse abertura para tal também.

Isso faria com que ele tivesse problemas, afinal, entrar em contato comigo poderia gerar problemas sérios a seu corpo por conta da eletricidade. Assim, eu não cessaria o ataque, e então continuaria atacando com tudo, após o golpe físico, usaria uma onda de choque, e então mais um golpe físico. Meu foco era o corpo do homem, e não seu cavalo ou qualquer coisa verde por ali, afinal, eu não sabia se conseguiria tocar essas coisas.

Iria intercalando os ataques até que sentisse fosse finalmente havia causado algum dano significativo em seu corpo, com os golpes físicos buscaria acertar suas partes mais sensíveis e problemáticas de seu corpo, como costelas, mandíbula, nariz, pescoço ou espinha vertebral. Já com as ondas, apenas acertar seu corpo por completo pra mim já era o suficiente.

Também estaria ligado caso ele tentasse me acertar com a sua lâmina imbuída com a energia verde, buscando usar do kami-e para evitar seus cortes e estocadas, assim como também ataques diretos de espíritos ou qualquer coisa verde que ele mandasse mais. Porém, caso eu não conseguisse me esquivar de algum golpe, utilizaria o tekkai para fortalecer minha defesa, e caso fosse possível, utilizaria meus braços em forma de X para impedir o contato direto com o ataque, e assim tentar diminuir ainda mais o golpe recebido.

Mas caso não tivesse tempo de bloquear também, apenas deixaria que o tekkai junto da pele dourada fizessem seu trabalho, dessa vez eu sabia que alguma coisa podia ser mais difícil, seus ataques poderiam ser poderosos, mas eu precisava entender o jeito de lutar desse homem.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Sab Fev 26, 2022 1:02 pm


Klaus - Bom de Guerra



Klaus iniciou aquela luta tendo um pequeno choque, ao ver aquela Tsunami. Por alguns instantes ele pensava o que fazer, mas logo ele se impulsionou para o alto disparando sua onda para alcançar maiores altitudes e sendo auxiliado pelo geppou onde ele alcançava um ponto melhor para poder usar seus ataques, sob efeito do requiem seus reflexos mais afiados ajudavam que ele conseguisse entender bem o cenário.

Ele gerou um grande impulso pra cima do inimigo, que logo esquivou, o cavalo disparava das patas aquela energia verde e fazia ele praticamente desaparecer, onde logo em seguida, vendo Klaus ir para a lateral e disparar sua onda de choque, o cavalo começou a correr pelo ar. Sim, isso mesmo o cavalo corria nos céus livremente.

Mas não apenas isso, ele conseguia usar algo similar ao Soru mesmo no ar, onde ele disparava a energia espectral e era impulsionado em grande velocidade, praticamente sumindo das vistas. Às vezes propositalmente deixando um rastro verde para enganar ainda mais seu posicionamento, já que não se sabia se esse rastro realmente er aonde el estava.

Aquele certamente era um cavalo bem eficiente, e do alto o homem ergueu a espada em direção ao bom de guerra e disparou várias adagas feitas dessa energia verde, que eram criadas e disparadas quase que de instantâneo, no entanto com uso do Kami-e as facas iam passando direto por ele, e batendo no chão sumindo em seguida, elas se desfazem em um tipo de pó verde.

Esse pó verde começava a se espalhar pelo ar e ficava por ali como se fosse uma fumaça espectral. Era perigoso, que talvez o oponente tivesse algum uso para este pó verde. Ele então descia com tudo dos céus em uma investida mirada no peito do rapaz, mas ele rapidamente saia da frente mais uma vez, usando de sua velocidade extra e o Rokushiki.

O rapaz, ainda não sabia bem do que se tratava aquela espada verde, mas ela certamente não era uma espada física, o sibilar da lâmina não parecia o tom de metal, era algo mais estranho, como se fosse um som fantasma.-Você parece que está até se saindo melhor do que eu pensava na batalha.- Disse ele vendo que eles tinham até então entrado num impasse, onde ninguém tinha sido acertado.

Então correndo com sua montaria fantasma ele dominava os céus circulando Klaus, e disparando lâminas dessa energia verde, varios cortes, quase uma centena de laminas iam sendo disparadas enquanto ele movia sua espada desferindo um corte atrás do outro de diversas direções, já que ele corria em círculos ao redor do garoto. Que tinha de tomar alguma atitude pra se defender nesse momento.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Seg Fev 28, 2022 3:03 am





A Tempestade

Os ataques eram dados pelos dois lados, mas ninguém tinha êxito em seus golpes, fazendo nós dois empatarmos, logo parecia que tudo recomeçava, e agora tínhamos mais uma chance de acertar um ao outro, e agora, eu pretendia acertar o máximo possível, e daria o meu máximo.

Naquele momento eu me reposicionava, e logo repensava meus movimentos tendo em vista o que ele tinha feito até agora. Porém, logo o homem voltava a sua montaria, o mesmo começava a circular pelo céu, em torno de mim, eu o observava e então sorria respondendo ao que ele tinha dito.-Ah, obrigado!… Espero que continue me divertindo como está fazendo agora. Diria percebendo que o homem começava uma série de ataques diretos.

O mesmo embainhou sua espada na energia verde e então começou a disparar cortes com a coloração em minha direção, ele me rodeava enquanto disparava diversas vezes, as lâminas vinham com tudo e eu tinha que agir logo, e assim, eu logo começava a minha movimentação. Apontava uma onda de choque para o chão, causando destruição e fazendo poeira levantar, minha ideia, era usar a cortina de fumaça para driblar sua visão e ganhar o elemento surpresa contra ele.

Em meio a meu movimento, estaria ligado para usar meu kami-e para me livrar de algum corte que viesse a quase me acertar, assim, buscaria esquivar de todos os que pudesse, me movendo também em zig zag para auxiliar ainda mais na movimentação, mas caso algum dos cortes fosse me acertar de fato, eu usaria o tekkai para reduzir o que eu sentiria.

Assim, que fizesse, me moveria para dentro da fumaça e a dava mais um golpe, fazendo subir ainda mais fumaça e que ela cobrisse tudo, assim, logo que eu entrasse na fumaça, eu olharia para cima imediatamente, buscando analisar o tempo de rotação e movimentação do cavalo pelo céu, e onde seria o ponto em que ele passaria, tendo o auxílio da minha precisão temporal, isso seria fácil, e assim, cronometrava em minha cabeça qual seria o movimento e em que momento seria.

Assim, quando eu finalmente tivesse a informação concluída em minha mente, eu começava a agir, focaria exatamente onde ele iria passar novamente, e assim, eu disparava uma onda de choque no chão me impulsionando para cima, indo em direção ao homem com o cavalo espectral, e quando estivesse em uma área de até cinco metros dele, usaria mais uma onda de choque para acertado com cheio, ou tentar acertá-lo.

Porém, se ele conseguisse se esquivar ou bloquear meu golpe, eu usaria outra onda para outra direção e então dispararia mais uma vez contra ele, buscando dessa vez não só acertá-lo, mas retirá-lo do ar, o fazendo cair do cavalo ou empurrar tanto ele quanto sua montaria para o chão com toda a força que eu tivesse. Claro que essas eram tentativas válidas, mas ele ainda assim poderia não ser acertado.

E caso isso acontecesse, buscaria usar mais uma onda para me mover novamente, mas dessa vez para o chão, já que eu não tinha asas para ficar voando, eu precisava de algo sólido em meus pés, usaria uma para me arremessar ao chão, e outra para amortecer a queda, assim, entrando mais uma vez na fumaça e analisando a situação, seus movimentos e tentando achar uma brecha boa o suficiente para tentar acertá-lo.

Porém, caso eu tivesse êxito em derrubá-lo no chão, usaria uma das ondas de choque para também me propulsionar para o solo um pouco mais distante dele, buscando ser mais rápido, e assim chegar no chão quase ao mesmo tempo, eu amorterecia a queda com outra onda de choque e logo prepararia minha técnica mais uma vez.-Meteor Impact! Usaria da onda de choque que amorteceria minha queda, a fazendo se tornar sólida por um breve momento e então usaria a mesma para flexionar meus joelhos e então a estouraria com velocidade, usando a onda nos pés, fazendo a força da mesma me jogar contra o homem, fazendo com que eu tivesse o que precisava para o uso da minha técnica, sem perder tempo de ação em que ele estivesse no chão.

Claro, além da força da onda ser aplicada adicionalmente a minha força física em propulsão das pernas, para assim ganhar mais velocidade na direção do homem, buscando acertá-lo diretamente com um soco potente da minha técnica, e assim, causar algum dano significativo em seu corpo. Porém, caso ele conseguisse se esquivar do meu soco em que carregaria minha técnica, eu estaria atento para isso e então explodiria mais uma onda de choque, já que ela ocupava uma espaço de cinco metros de área, eu conseguiria acertar ele usando a área da mesma e suprindo a falha do soco.

Mas caso ele bloqueasse o golpe, o que não seria nada inteligente, eu puxaria a outra mão, trazendo com ela outra onda de choque, essa sendo chocada diretamente contra seu corpo, em um ponto diferente do qual ele bloqueou o soco inicial, em um ponto vulnerável e que pudesse causar mais dano, além claro, da onda pegar todo seu corpo com sua cúpula, mas ainda assim, eu queria mostrar a ele que eu conseguiria achar um ponto aberto em sua defesa.

Porém, em caso do homem ter alguma arma em sua manga e tentasse me atacar enquanto se levantava ou enquanto ainda estivesse no chão, eu iria em sua direção tendo isso em mente, e meu avanço seria mais cauteloso, porém, tentaria rebater seus ataques com minhas ondas de choque, buscando causar a colisão de poderes enquanto eu avançava. Caso ele começasse com ataques mais problemáticos ou até mesmo os cortes usando a lâmina de novo, eu usaria o kami-e para evitar ser atingido e caso não tivesse escapatória, utilizaria o tekkai para endurecer meu corpo junto da minha pele dourada.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9
Shiori
Imagem :
A Tempestade - Página 4 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: A Tempestade Seg Fev 28, 2022 8:43 am


Klaus - Bom de Guerra



As lâminas esverdeadas vinham cada vez mais rápidas em direção a Klaus, que jogou uma onda de choque no chão para gerar poeira, no entanto. As lâminas não paravam, e algumas delas acabaram por acertar Klaus, que percebia uma triste realidade, essas lâminas não o cortaram, mas ele sentiu a lâmina atravessando seu corpo, sim ela atravessou seu peito, e saiu do outro lado, atravessando a armadura e batendo contra o chão.

Aquilo era o pior cenário, pois nesse mesmo momento sua técnica Requiem desativou. E ele ainda por cima começou a sentir junto do efeito da exaustão, uma paralisia, essa paralizia afetava seu corpo, e fazia ele começar a sentir dificuldade de se mover, assim como a exaustão diminuía sua força.

A lâmina quando o atravessou ainda causava a sensação de dor, como se sua vida tivesse sido drenada, era como se sim aquilo diminuísse seu vigor, ele sentia a sensação de ter sido cortado, mas sem nenhum golpe aparente. E pra piorar seu corpo começava a ter dificuldade de se mover.

Mesmo assim ele ia esquivando das demais lâminas, enquanto usava a poeira que ele levantou pra disparar alguns golpes, que eram esquivados pelo inimigo que continuava em seu cavalo. Ele então fazia sua próxima jogada, saltando pra o alto usando sua onda pra se impulsionar. Onde ele rapidamente disparava outra dessas.

Ele era veloz e dessa vez iria provavelmente atingir o inimigo, mas seu inimigo apesar de não ter um tempo hábil naquele momento para esquivar, ele apontava a lâmina da espada que crescia como se fosse uma lança, e ela atravessava a onda de choque, já que a espada era feita completamente da energia verde, ela era moldável, ela nunca foi uma espada de verdade afinal.

E com isso a forte onda de impacto lançada pelo buda, atingiu o inimigo, causando sérios danos e o empurrando para fora do cavalo, que não era atingido, e não sofreu qualquer dano, mas o buda era também perfurado no peito, sendo completamente atravessado pela lança espectral do oponente. Que mais uma vez, não causava nenhum dano aparente, mas doía igual uma perfuração real e sim sugava a vida de Klaus.

No meio disso, o cavalo desaparecia e aparecia no meio das pernas do inimigo, que agora apresentava alguns danos, dava pra ver que sangue saia de sua boca e nariz, mas Klaus apesar de parecer fisicamente bem, ele também sentia bastante dor, e certamente tinha danos relevantes agora.-Dessa vez você me pegou seu desgraçado. Mas não vai ficar barato não.- ele via então Klaus disparando sua segunda onda, e ele escolhia bater de volta.

Era uma enorme mão gigante que atravessava a onda, mas ao mesmo tempo, batia contra o rapaz, que esmagava, Klaus sentia como se todos os seus ossos estivessem rachando com o impacto, mas ele não recebia realmente um dano assim, essa era a dor apenas, e seu inimigo, novamente era atingido, sendo arrastado para trás. Mas dessa vez ele fez correntes que o amarravam no cavalo, recebendo os danos, mais sangue começava a brotar dos braços dele, mas ele permaneceu no céu correndo.

Ele estava claramente atordoado, e deixava o cavalo correndo sozinho por ali, as pancadas tinham sido fortes dos dois lados, e klaus podia sentir seu corpo mais travado que o comum. Algo que era certamente bastante chato e incomodo, mesmo assim, aquilo era lidavel. Ambas as partes tinham feito suas primeiras trocas de danos, e podiam entender o poder do outro. Mas não devia se esperar que ambos continuassem dessa forma. O rapaz que ia caindo, se jogou em direção ao chão enquanto o cavalo continuava correndo nos céus.

Histórico:


Legenda:


_________________

A Tempestade - Página 4 YHVeK1M

A Tempestade - Página 4 VYrwji0
Kira
Imagem :
A Tempestade - Página 4 Barba-branca-shirohige
Créditos :
27
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t361-klaus-sunwizer#1096 https://www.allbluerpg.com/t2234-os-seis-caminhos#24855
Kira
Pirata
Re: A Tempestade Seg Fev 28, 2022 5:15 pm





A Tempestade

A porradaria havia iniciado de fato, onde tanto eu quanto meu adversário começamos a nos atacar freneticamente, meus golpes conectavam contra o homem, porém ,seus movimentos também me acertavam em cheio. Mas, em meio a aquilo, meu corpo não era ferido, tudo em mim estava aparentemente intacto, mas eu sentia a dor dos golpes, como se eles tivessem acertando a minha alma diretamente.

Primeiro ele conseguia me perfurar com sua espada de energia espectral, a mesma havia se tornado uma lança, e isso me surpreendia, e por isso acabava por ser acertado com força no peito, mas não tinha uma perfuração ou algo do tipo, era apenas a dor daquilo e eu sentia meu corpo cansado e dolorido a cada golpe.

Logo após, ele acertava agora um ataque com sua mão gigante de energia, que mais uma vez atravessava meu corpo e me deixava sentir toda a dor daquilo, mas mais uma vez meu corpo não tinha ferimentos e a conclusão para mim estava mais que certa, aquilo estava acertando minha alma.-Mas que merda é essa… Meu corpo está sentindo tudo, mas não tem ferimento nenhum… Parece que tá acertando minha alma diretamente, não estranharia se realmente fosse, já que que eu to sentindo tudo, sem ter nenhum ferimento, e ele controla espíritos… Tsc! Diria para mim mesmo enquanto recebia o golpe e sentia meu corpo pesar cada vez mais.

Eu percebia que ele não caia no solo, e isso frustrava um pouco dos meus planos, mas não me fazia desistir, e logo continuamos até que finalmente o acertei mais uma vez, e dessa vez, o corpo do homem estava sentindo os impactos sucessivos das ondas de choque, um poder tão esmagador que até eu mesmo não acreditava às vezes. Logo os dois estavam agora no chão, enquanto seu cavalo estava voando pelos céus.

-Se você tivesse caído só com isso, seria uma decepção imensa… Vamos lá, continue dançando! Isso tá me deixando cada vez mais animado! YEHEHAHAHA! E assim, colocava minhas mãos sobre os dois joelhos, demonstrando um cansaço imenso, e o quão castigado tinha ficado meu corpo.

Mas eu não podia ficar assim para sempre né, eu tinha que agir logo e aproveitar a oportunidade de ele estar no chão junto comigo, e essa era a hora que eu levantava meu corpo, puxando o ar com força, inspirando e então um sorriso aparecia largo em meu rosto.-Vamos para mais uma! YEHAHAHA! Assim eu disparava em sua direção, flexionando meus joelhos um pouco e então propulsionando com força para frente em direção a ele.

Claro que eu tava cansado, e meus movimentos estavam mais lentos e eu tinha uma cadência menor no avanço, talvez algo que cronometravel, passada após passada, porém, eu tinha uma ideia, e assim que dei alguns passos correndo, eu lançava duas ondas de choque para trás, com as duas mãos, e uma em cada pé, e usava a força delas para me propulsionar abruptamente, aumentando minha velocidade de forma súbita, buscando pegar o homem desprevenido, e assim buscaria conectar minha técnica em seu corpo.-METEOR IMPACT! O punho iria com força total em direção ao homem, buscando causar o maior dano possível em seu corpo.

Era claro que ele poderia simplesmente me acertar com mais uma rajada de sua energia, mas aquilo passaria meu corpo mais uma vez, eu sentiria a dor, mas não seria ferido e provavelmente nem parado, e sendo assim, eu ignoraria qualquer tentativa dele de me acertar, e avançaria como uma besta prestes a abater sua presa, e só pararia quando finalmente acertasse o golpe em seu corpo.

Mas, caso ele tentasse esquivar meu golpe e saísse da direção do soco que descarregaria a energia e as chamas do exoesqueleto em seu corpo, eu usaria a onda de choque para suprir a falta de espaço de um soco comum, cobrindo uma grande área com a mesma, e usando disso como elemento surpresa para ganhar uma grande área para acertar o homem.

Porém, caso eu acertasse seu corpo com o soco, não pararia por aí, após conectar e disparar toda a eletricidade e chamas, usaria a outra mão para puxar outro golpe seguido, e então acertaria mais uma onda de choque em seu corpo, dessa vez, buscando acertá-lo e esmagá-lo no chão.

Eu sabia que poderia receber alguns golpes no meio dessa investida, mas eu estava preparado para recebê-los, e assim, continuaria avançando, buscando ignorar a dor de qualquer golpe que ele desse, afinal, seria uma luta não só de força e poder, mas também de resistência física e resiliência para manter a cabeça no lugar após receber tantos golpes.




Histórico:

_________________

A Tempestade - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
A Tempestade - Página 4 AFpksu9