Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
II - Sombras em SteveltyHoje à(s) 5:45 ampor  KerigusVoice of the SoulHoje à(s) 1:38 ampor  YamiOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 12:17 ampor  VincentMary Van TasselOntem à(s) 11:57 pmpor  KerigusSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:25 pmpor  ÀsManae LiebeOntem à(s) 8:42 pmpor  RyomaCatherine Petit Barozzi Nero BellarosaOntem à(s) 8:36 pmpor  RyomaHizumy Mizushiro MayanOntem à(s) 8:35 pmpor  RyomaPedidos de CargosOntem à(s) 7:56 pmpor  Arthur LancasterAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 7:45 pmpor  Arthur Lancaster
 :: Oceanos :: Blues :: South Blue :: Petra Yuni
Página 5 de 8 Página 5 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 XqxMi0y
Créditos : 20
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Relembrando a primeira mensagem :

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Piratas Subaé, Deep Scaleback, Blade Sharptree e do Civil Tensei Pugnale. A qual não possui narrador definido.

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 J09J2lK

Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 02 - Tacando merda no Ventilador


Dia 02 || Arosa - Petra Yuni || Clima: Quente ||
N° de Postagens do Narrador: 10


Blade

 A batalha ferrenha entre a vida e a morte ainda continuava, de um lado Blade enforcava com toda sua força e do outro as garras do lobo perfuravam ainda mais a carne do Pirata.  O movimento foi simples, ao soltar o pescoço do Mink a primeira ação que o inimigo teve era buscar por oxigênio, libertando o abdômen do canino das suas garras, mostrando que se ele simplesmente tivesse continuado a apertar, o mesmo traria a morte do seu oponente de maneira ainda mais simples.

O segundo passo da sua estratégia foi um pouco mais elaborado e carregado por uma dificuldade que por um momento, ele acabou esquecendo. Colocou a mão direita na boca do lobo que instintivamente mordeu, o ângulo não era muito bom e os danos não passavam de simples arranhões no braço do pirata. A mordida era realizada, mas sua eficácia era algo totalmente oposto às expectativas do pirata. Seu inimigo estava mordendo, mantendo seu maxilar tensionado, por mais que o braço estivesse em sua boca, ele se mostrava forte o bastante para não relaxar e dar brechas ao pirata. Contudo, os danos causados na frágil região foram efetivos ao ponto do seu inimigo levar ambas as mãos naquela região, folgando sua mandíbula e dando brecha para retirada do braço.

Blade levantou e jogou a arma contra o lobo, um movimento desnecessário e que não causou danos ao canino. O pirata então levou seu corpo em meio a passos em falso e as dores que sentia, ao chegar na loja encontrou sua arma, aquela que deixou separada antes de ir para o duelo contra seu inimigo. Ele atirou no lobo ainda deitado no chão, aparentemente estava sufocando com seu próprio sangue ou talvez as garras de Blade tivessem também, ferido o interior da sua boca, vai saber.

Subaé

A situação do capitão pirata era complicada, além do outro, ele agora estava sendo perseguido por um grupo de homens. Ele havia - por sorte - conseguido finalizar o seu objetivo sem muitos problemas, afinal, o grupo estava em atrito com o Boi. A corrida acontecia e como forma de aumentar sua velocidade, ele abdicou de carregar a carga "preciosa", que não tinha tanto valor assim para lhe ser sincero. O corpo morto do jovem quase caiu no chão, se não fosse por causa de um dos seguranças que lançou-se para frente com toda velocidade que tinha em seus músculos, segurando o corpo desfalecido do menino - NÃO! - Ele gritou em meio a lágrimas, o sentimento de culpa e incapacidade acometeu a grande parte dos responsáveis pela proteção, mas, esse sentimento logo foi substituído pela mais genuína fúria, para com o caprino causador de todo aquele mal.

A situação já estava ruim e ainda conseguiu piorar, a doença carregada pelo Cabra da Peste dava sinais ainda mais intensos da sua presença, o sangue escorria de sua boca enquanto ele tentava com todo seu espírito, fugir dali. Tiros eram disparados, mas pelos atiradores estarem correndo, eles perdiam a mira a todo instante. Um dos homens conseguiu alcançar e tentou aplicar um chute com o calcanhar, antecedido por um giro que veio de cima para baixo, entretanto, o pirata conseguiu desviar por pouco - MORTO! VOCÊ ESTÁ MORTO! - Gritou o homem ao errar o golpe e ver seu alvo se distanciando. Pular o muro e alcançar os telhados não era um problema, a questão era: a cada passo que dava, ele era seguido por uma dupla de seguranças que continuaria até matá-lo. No chão era possível ver que o Mink estava-o seguindo, sendo guiado por um dos dois que estavam na sua cola, que gritava para ele a cada mudança de direção.

Em meio aquela corrida ele pode ver Blade caminhando com dificuldades, no meio da rua um corpo de um lobo estava estirado no chão, se movendo com uma dificuldade ainda maior que o primeiro. Ele viu seu companheiro adentrar na porta e em seguida disparar contra o corpo do seu inimigo, o Bode foi em seguida na direção do seu aliado.

Subaé e Blade

Blade via seu capitão se aproximando e atrás dela um trio, dois homens corriam furiosos em sua direção e alguns metros atrás, um mink Boi com as proporções semelhantes às de Deep. Pelo jeito o presente do Bode era mais uma rodada de embates, para o canino que na estava debilitado. Por último, uma trombeta era ouvida pela dupla e eles viram o resquício de civis adentrarem em suas casas e fecharem seus respectivos estabelecimentos.

Deep

A vida mostrava mais uma vez ao tritão a necessidade de finalizar seus embates, ainda mais na situação atual que ele e a tripulação do mesmo se encontrava. Enfrentaram Zayn e seus homens, alguém influente em Petra Yuni, seus perseguidores viriam aos montes e ele ainda nem sequer sabia o que seu capitão fez. A explosão dava a ele tempo o bastante para lembrar do seu passado, uma infância difícil que o proporcionou ser forte em seu futuro, afinal, ele ainda continuava de pé.

Inflou e criou espaço o bastante entre ele e os escombros do que um dia foi a Taberna de Tulin, eu julgo que os Cabras da Peste carregam uma maldição, destruindo tudo aquilo que tocam. Diferente de antes Scaleback agora não daria segundas chances, enfurecido sim, consciente das suas ações? Sempre. Ele correu rolando como uma bola de boliche, seu objetivo era unicamente acabar de vez com a vida daquele rato, que desde o combate se mostrou inteligente o suficiente para utilizar de artimanhas problemáticas, mas que agora, estava sozinho. A primeira investida ele conseguiu desviar com dificuldade, por mais que o movimento tivesse sido no limite, ele pensou por um punhado de segundos que conseguiria se manter como de costume, distante do tritão.

Diferente de antes, o homem-peixe agora estava unicamente focado nele. Em uma rápida mudança voltou ao seu tamanho normal, pulando em seguida na direção do pobre roedor que tentava - com suas pernas curtas - escapar do território onde estava. O decorrer não precisa ser repetido, Deep com requintes de crueldades fez com que o mink sofresse a pior das cores antes de encontrar sua morte. Como de costume, o alarde nas redondezas chamou a atenção de terceiros, que presenciaram toda a cena realizada pelo pirata, mostrando a todos que ninguém brinca com um Cabra da Peste e sai vivo.

Voltou ao que sobrou da Taberna e encontrou Tulin, sua respiração era tão fraca ao ponto da sua caixa torácica quase não expandir, ele estava em uma situação deplorável. Colocou o ruivo no ombro e partiu em busca de um hospital, Arosa não era uma das melhores cidades e não contava com muitos hospitais, na verdade, a grande maioria eram edifícios simples e com poucos recursos, quando é claro, não eram os "fundo de quintal". Não demorou, algumas esquinas a frente ele encontrou uma estrutura que indicava realizar cuidados médicos, rompeu o silêncio do lugar com sua voz, pedindo ajuda.

O interior do lugar tinha lá seu requinte. A parede azul marinho mesclava com outra parte totalmente branca, eram cerca de dois cômodos, sendo o principal aquele onde ficava a própria recepção. Duas camas que ao seu redor contavam com alguns itens médicos simples e outros mais sofisticados, porém, nada era de última geração. O lugar contava com apenas duas pessoas: A primeira era uma garota de cabelos pretos com as pontas de cor vermelha, seu corpo não era lá um dos mais chamativos, mas ainda sim, tinha o seu toque de sensualidade. Ela estava sentada em um banco, atrás de uma pequena mesa simples de metal com alguns papéis em cima. A segunda pessoa no recinto era um homem velho com óculos, as marcas do tempo em seu rosto mostravam que sua vida não tinha sido fácil, trajando um jaleco branco e carregando um estetoscópio em seus ombros, olhava fixamente para o robusto homem do mar, que carregava outro tão grande quanto ele - Coloque-o na mesa. - Falou o velho sem titubear, analisou o ruivo como um todo, auscultando sua respiração e batimentos irregulares. Conectou alguns equipamentos no corpo do homem e teve a certeza daquilo que era necessário ser feito - Rachel, traga a efedrina. - Bradou calmamente enquanto continuava a analisar, agora os ferimentos ocasionados pelo desmoronamento e também o que ocorreu com o homem antes da chegada do tritão - Duas costelas… não, três costelas quebradas. O que aconteceu com esse homem? - Disse olhando para o homem-peixe.

A garota trouxe o medicamento que foi aplicado no momento em que chegou às mãos do homem - Doutor Brandon, esta é a última. - Disse a garota com um olhar preocupado, pelo visto, o estoque de medicamentos também não era um dos melhores. Uma série de manobras médicas foi realizada pelo velho, costurou,injetou outros medicamentos e realizou por fim, uma traqueostomia no ruivo - Agora só depende dele. - Disso ofegante, a idade trazia um peso que não podia ser jogado fora, o cansaço era iminente,  mas ele não recuou ou se prostrou - Você também não me parece bem, precisa de atendimento correto? - Falou enquanto analisava a olho nu os ferimentos espalhados pelo corpo do tritão, que por sinal, havia manchado todo o chão com seu próprio sangue - E não precisa de ameaças, já estou acostumado com essas futilidades que apenas homens sem educação usam como "barganha". Aqui tratamos todos que chegam à nossa porta. - Sua voz e expressões sérias passaram a veracidade que suas palavras carregavam.

Ele começou então o tratamento do homem peixe. Inicialmente fez uso de um medicamento antifibrinolítico, para amenizar o sangue que escorria pelo tritão. Estancar foi a parte fácil, com auxílio de gazes ele conseguiu parar de vez o sangue que extravasava, o problema real foi dar os pontos. O tamanho avantajado e as escamas espessas, trouxeram dificuldades ao velho homem que após muito insistência, conseguiu remendar o tritão como um todo - Cuidado com os movimentos, foi um trabalho conseguir te costurar. - Falou afastando-se alguns passos do homem-peixe - Se preferência não infle, isso vai romper toda a costura e provavelmente você volte a sangrar. - Se mostrando um conhecer das espécies marítimas, mostrava entender da fisiologia e características da espécie do homem-peixe - Vocês não precisam pagar nada, apenas peço que não tragam o motivo desses danos para o meu hospital. Qualquer assunto pendente, resolva-o lá fora. - Bradou enquanto ouviu uma trombeta que o fez arregalar os olhos - Não me diga que o motivo desse som é você? Saia! Saia daqui por favor. Rachel, feche a porta, rápido! - Disse o médico em meio ao nervosismo.



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. Nadica

  2. Perdas
  3. Dignidade



Deep:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. -

  2. Perdas
  3. Ostras - POST 01
  4. Garrafa de Cachaça - POST 01
  5. Todas as Compras - POST 09


Subaé:
Número de POST: 10

    Ganhos
  1. Livro de Condução - Navegação - Astronomia - História dos Mares - POST 02
  2. Aprendizado da Proficiência: Navegação - POST 02
  3. Aprendizado da Proficiência: Condução - POST 03
  4. Aprendizado da Proficiência: Astronomia - POST 04

  5. Perdas Nada


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 00 /15
Doença Degenerativa: 00/10


Legendas:
NPC's Específicos
Tulin  ~ Aparência
Peri Erê ~ Aparência
Mink Leão
Mink Lobo
Mink Roedor
Mink Boi
Rachel
Brandon

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral

Grupo Mink

Log de combate:

Blade:


    HP Atual: 2.612Stamina: 200 Ferimentos:
  1. Três costelas fraturadas - 05/05 [Em repouso ou movimentação tranquila]
  2. Fissura na região do "Focinho" - 03/03 [CURADO]
  3. Mordida no ombro esquerdo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rasgos Feitos pela Garra do Lobo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  5. Perfurações das Garras no Abdômen 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]

    Situação narrativa:
    FERIDO (60%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos relevantes.

    Danos
  6. A PARTIR DO PRÓXIMO POST, O SANGRAMENTO COMEÇA.


Subaé:


    Stamina: 120Ferimentos:
  1. Canela Esquerda Trincada – 05/05 [CURADA]


Deep:


    HP Atual: 9.439Stamina: 90Ferimentos:
  1. Corte Superficial na Testa - 03/03 [CURADO]
  2. Corte Superficial na Coxa Esquerda - 04/04  [CURADO]
  3. Corte Profundo nas Costas - 01 /06 [TRATADO]
  4. Hematomas pelo corpo - 03/03 [CURADO]
  5. Queimaduras de Primeiro Grau pelo corpo - 01/04
  6. Cortes Profundos pela região do Tronco - 01/06 [TRATADO]

    Situação narrativa
    FERIDO (60%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos relevantes.

    Danos:
  7. -


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 03
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Após aproveitar meu tempo despedaçando o mink rato, achei Tulin num estado complicado e o levei até um local hospitalar, ao entrar como de costume, usei de ameaças para o tratamento, mas incomumente as pessoas pareciam dispostas a ajudar. Fiquei ao lado de Tulin conforme faziam seu tratamento.

-Explodiram um prédio em cima dele, foi isso que fizeram com ele.

Disse ao médico quando o mesmo perguntou sobre o que causou o caso de Tulin, não era necessário entrar em detalhes, não estávamos numa conversa de amigos. A situação se prolongou até o médico dar inicio a meu tratamento e dizer que trata todos que vêm ali.

-Hmmm… Um humano que trata todos sem ser ameaçado… Olha meu velho, tenho mais de três décadas de vida, se alguma vez vi algum médico humano com esse pensamento ai… Não nos apresentaram… Geralmente preciso fazer eles cagarem nas calças antes de me tratarem… Mas assim até que é legal, pelo menos você não fica fedendo do meu lado.

O homem demorava um tempo, mas ele estava nas minhas costas então eu não via o tipo de tratamento que ele fez, quando o homem me avisou sobre os pontos, fiquei em um misto de confusão e surpresa. Primeiramente era um humano que conseguiu me costurar de verdade, um fato inédito, a mistura de tremedeira com pouca força sempre os impedia e segundamente, não inflar seria um problema, eu iria precisar me recuperar e me preparar para o resto do dia.

Adicionalmente a tudo isso uma trombeta bem estranha era tocada e o médico ter medo do que for que ela significava, um alerta de perigo da cidade, talvez? Teria ele sido tocado por algo que eu fiz ou que os rapazes fizeram? Bem, eles não estavam no restaurante do Tulin, então devem ter saído antes. Seja o que for essa trombeta não há muito o que fazer depois de ouvir ela sem saber o que é.

Os detalhes da luta anterior começariam a vir em minha mente, o fogo ao meu redor foi assustador no começo, uma reação comum a situação, mas ele não me machucou tanto e se pensar bem, um cozinheiro que não domina o fogo, pode mesmo se chamar de cozinheiro?

Com minha mente pensando, andaria até a casa mais próxima e arrombaria a porta com um socos.

-Só quero comida, não procurem briga e não machucarei ninguém…


Anunciaria ao entrar. Se ninguém me atacasse procuraria a cozinha e faria a refeição mais rápida e nutritiva que tivesse ingredientes a disposição, um sanduíche com verduras e ovo frito se possível, com algum suco ou leite.

Se alguém me atacasse, daria um soco de karatê mirando o crânio da pessoa tentando o rápido nocaute, para evitar o esforço como o médico disse e evitar que a luta dure o suficiente para eu tomar danos.

Se desviassem do meu soco, ergueria a perna e daria um chute tentando aproveitar o momento da esquiva da pessoa para a pegar no meio do movimento e gerar algum dano, para então encaixar um segundo soco como o primeiro.



Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts: 11
Ganhos:-/-
Perdas:Todas as ostras e a bebida ganha do Subaé
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:




_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 ADN2FDA
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Blade não acreditava no que os seus olhos viam, seu capitão estava trazendo para ele mais problemas. Meio incrédulo rindo de nervoso, Blade se agilizava até aonde sua pistola havia sido largada, largava sua sniper e pegava a pistola.

Sem nem ao menos ouvir o que seu capitão tinha para falar, se é que que ele tinha algo para falar, Blade gritou para aqueles que vinham, -PARECE QUE VOCÊS NÃO CANSAM DE ENCHER A PORRA DO MEU SACO!. Empunharia sua pistola e começaria a atirar no maior deles enquanto se afastava lentamente pegando distância, Blade não sabia explicar direito mas estava muito puto naquele momento.

Blade então se seguraria pra não gritar, não era só a dor que estava sentindo que consumia o lobo, enquanto atiraria no touro e recarregava rapidamente sua pistola, ele sentia ódio, tudo que havia acontecido desde que Blade entrou no Palácio de Sal estava se multiplicando para esse momento, e enquanto atirava Blade tentava esconder que rosnava, seu olhar era insano mas ao mesmo tempo seu semblante era calmo, apesar de tudo Blade conseguia se controlar.

Blade procuraria atirar não só no tronco de seu oponente como também mirava nos olhos, Blade queria cegar seu oponente e brigar com ele no escuro. Caso conseguisse cega-lo, Blade tentaria pegar punhadinhos de areia ou pequenas pedras, e utilizaria de seu ilusionismo para joga-los em pontos estratégicos, tudo isso para simular que estava andando até o seu oponente atraindo ele para os aliados dele, voltando o grandalhão contra quem estava apoiando ele.

Caso algum oponente viesse atacar Blade, o lobo se posicionaria próximo de uma parede, quando sentisse que estava prestes a ser atacado, Blade jogaria seu corpo para direita, utilizando de seu ilusionismo para fingir que se jogou completamente, então no último segundo se jogaria para a esquerda afim de evitar o ataque.

Caso algum oponente caísse durante o combate Blade atiraria no corpo no chão e gritaria, -É ISSO QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ MEXE COM A PORRA DOS CABRAS DA PESTE SEU FILHO DA PUTA! VOCÊ AFUNDA E SE AFOGA NO PRÓPRIO SANGUE.






objetivos:

-Vingança
-Libertar Peri

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:6080
Sta:200

Força: Esquece
Destreza:780
Acerto:461
Reflexo:79
Constituição:40

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 11
Ganhos: Sniper antiga
Perdas: Cachecol, Thompson quebrada
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Trono1
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

11: Badalar

Pulando de um telhado ao outro, continuei minha fuga acima das residências de Arosa.
A minha mão suja de sangue, tanto o meu quanto o do garoto, sujava também a minha roupa sempre que eu precisava erguer a calça para que ela não caísse ali no meio da correria.

Foi quando avistei uma certa balbúrdia acontecendo perto de mim, era Blade lutando e se agarrando no chão contra… "Peraí... tem dois Blades?!”.

-Ei Sharptree, quem é esse lobo? é seu irmão?? - Perguntaria ainda longe, só que o cachorro me ignorou. Reconheci o Sharptree correto quanto ele pegou e atirou “esse ai é o blade!”. Depois iria até meu companheiro.

-Cadê o baiacu-parede? - Outra pergunta seria feita, e provavelmente seria ignorada também.
Ao invés de, sequer, olhar na minha cara e me dizer um “bom dia, capitão”  ele gritaria e avançaria atirando contra o touro.

Parece que ele também teve uma manhã de merda.

Meus pés se incendiariam junto da excitação pela situação, colocaria a garrafa em pé no chão, no cantinho para que não quebrasse - Tá bom então - Sorri maldosamente ao respirar fundo testando meus pulmões que já começaram a mostrar evidentes sinais de melhora depois de tomar o remédio - ZeBeBeBeBeBeBe! Bora lutar!

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 LoneWellinformedChimpanzee-max-1mb

A vida me ensinou a não entrar na frente de disparos, eu já quase bati as botas e hoje tenho pelo menos 27 cicatrizes por conta daquela burrice (se ficou curioso leia minha ficha, história 27 balas) sendo assim eu evitaria ficar entre Blade e o touro.

Soundtrak essencial:

Correria de forma desajeitada em direção aos seguranças que acompanhavam o mink e desviaria dos possíveis golpes que o mink desferisse contra mim usando meu cambalear característico.  Me afastaria do mesmo e iria até os seguranças, minhas pernas com seu potencial máximo me levariam em alta velocidade até o segurança mais próximo e saltaria em sua direção, se houver alguma caixa por perto eu usaria ela como degrau para pular ainda mais alto.

inclinando minha cabeça para frente, em pleno ar, eu começaria a girar cada vez mais rápido avante meu oponente, desferindo-lhe por fim uma forte cabeçada com (pelo menos) a força de dez cabras, graças a inercia.

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Badala10

Minha voz ecoaria pelo local acompanhando o baque do golpe e o sopro da trombeta que fazia os pobres civis se refugiarem em suas casas - Badalar de Anunciação!!!!

Pousaria no chão já me preparando para o próximo ataque.
Com uma perna no chão e a outra em movimento, curvaria meu corpo fazendo a perna do chute girar 360 graus antes de acertar os ovos do outro segurança. - Acho que você deu azar - Diria ao segurar sua cabeça (se o mesmo tiver cabelos, seguraria os cabelos bem forte), depois daria três joelhadas no nariz do segurança.

Olharia suas vestes em busca de alguma faca ou espada, e se por acaso ele portasse alguma arma cortante eu pegaria a arma de seu corpo, puxaria a cabeça dele para trás e cortaria sua garganta - Vamos fazer o seguinte, se você sobreviver a isso eu te dou a chance de poder se vingar algum dia…-

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 2ee587242e8edab613f0d238c43c4122631a7445r1-320-158_00

Depois de limpar o sangue da lâmina em minha roupa, guardaria a arma presa em meu cinto.
Caso o segurança não tivesse nenhuma arma cortante, eu só daria uma ultima joelhada em sua traqueia para que perca a voz para sempre.

Se o guarda me atacasse, eu me afastaria de seu ataque pulando para trás (ou para o lado se for um tiro ou estocada de bastão), depois atacaria conforme foi descrito acima.

Depois de nocautear os dois humanos eu voltaria até onde “guardei” minha garrafa, pegaria minha querida bebida e voltaria minha atenção para meu amigo canino.
-Já acabou aí? Bora atrás do peixão.


Histórico:
Página: 3
Posts: 11

Itens:
- Frasco com 01 comprimido de medicamento canábico (FICHA)
- Garrafa de cachaça com 05/10 usos (FICHA)

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação (POST 02)
- Proficiência: Condução (POST 03)
- Proficiência: Astronomia (POST 04)



Perdas:
01 comprimido de medicamento canábico.(POST 10)

NPc’s:


Combate::

-- Canela Trincada: 05/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400120/20010/1015/15


Última edição por Subaé em Qua Set 01, 2021 2:29 am, editado 1 vez(es)
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 02 - Tacando merda no Ventilador


Dia 02 || Arosa - Petra Yuni || Clima: Quente ||
N° de Postagens do Narrador: 11


Blade e Subaé

 Subaé trouxe com ele mais uma rodada de combate para Blade, que recém saiu de uma, carregando em seu corpo danos consideráveis. Como um bom atirador e dotado com uma mira acima da média, ele disparou com sua pistola contra o alvo mais fácil dentre os três, o touro. Este último em sua defesa levou seu antebraço na altura dos olhos, protegendo sua visão dos tiros, mas, sendo perfurado em diferentes locais – Coxa – Braço – Ombro – Abdômen (próximo a cintura) -, entretanto, aquilo não parou ou o fez diminuir sua investida contra o bode. Na verdade, assim como Blade ele agora se encontrava puto da vida, primeiro por seu alvo ter causado um alvoroço desde que se encontraram e também, por presenciar a morte de um jovem inocente, algo que ainda martelava em sua mente. Não parando por aí, ver o corpo do seu aliado canino desfalecido no chão foi algo que o irritou, sabia que não podia ter tempo para lamentar a perna do seu aliado, ele precisava vingá-lo.

Sua velocidade aumentou significamente, em seus olhos a mais pura fúria exalava. Rugiu abrindo seus braços em uma tentativa de intimidar seus inimigos, como se quisesse mostrar que nada do que fizessem seria capaz de quebrar o seu ímpeto. Porém, o lobo estava ali para mostrar que suas expectativas de nada serviriam. Subaé avançou de maneira típica com seu estilo de luta relaxado e imprevisível, o curto espaço de tempo que o Boi usou para desferir um forte soco – que foi desviado – no bode, foi a brecha necessária para que Sharptree disparasse uma leva de tiros: BANG! BANG!. O som dos disparos trouxeram com eles a cegueira ao colossal homem boi, dois tiros limpos e certeiros trouxeram a sua ruína. O touro caiu de joelhos, os tiros seguintes perfuraram o seu tronco e causaram-no ainda mais dano, mas, sua vida já estava se esvaindo pelo seu corpo.

Nesse meio tempo o Bode investiu contra os dois seguranças que estavam atrás dele, utilizando de toda sua velocidade e sua desenvoltura para aplicar uma cabeçada em um dos homens, o deixando atordoado. Não parando por aí ele continuou com sua movimentação, aplicando um golpe e em seguida segurando seus cabelos, acertando-o com uma sequência de três joelhadas. O sangue espirrou do seu nariz danificado, manchando as roupas já não tão limpas assim, do capitão pirata. Sua procura não deu frutos, na verdade, parecia que os homens partiram em perseguição em meio ao desespero pela morte do jovem mestre, algo realmente inesperado. Por fim, Subaé finalizou seus oponentes e retornou até sua garrafa e consequentemente ao seu nakama.

Enfim, os dois continuavam ali parados já que não fizeram nenhuma tentativa de ir para outro lugar. A trombeta tocou por mais algumas vezes e o silêncio reinou, mas, algo parecia estranho em Petra desde o som do fim dos tempos.

Leão "Scar" Dias


Se vocês estão lendo isso, quer dizer que o protagonista dessa Spin-off encontrou uma fofoca. Seu nome é Leão Dias, também conhecido como Scar.

Ele é um mentiroso, pilantra e um ser vivo que só pensa em si mesmo. É guiado por apenas um único objetivo, adquirir fama o bastante para ser considerado o maior jornalista de todos os mares. Pirataria? Marinha? Esses meios de conseguir fama não o interessa, ele idea a ideia de ser vinculado com qualquer um desses poderes tradicionais. Seu faro para fofoca é tão intenso que ele foi o responsável por vazar a gravidez de Gabrielle Ahi, uma das filhas do magnata dos minérios, Surwi Ahi. Adivinha? Ele está vivo mesmo após esse fato contra a maior potência de Petra, isso já mostra um pouco das suas habilidades.

Dias sempre buscou unicamente por uma oportunidade para mostrar todo seu potencial e ontem ele conseguiu. Em meio a bebedeira que ocorreu no Palácio de Sal, ele se esgueirou e se infiltrou no estabelecimento, presenciando com seus próprios olhos o embate que aconteceu. Um grupo estranho chamou sua atenção, sendo capitaneado por um fétido Bode, algo que em sua visão ia totalmente contra o estereótipo comum de Pirata, algo que certamente venderia e muito! Sem medo do perigo ele vazou esses acontecimentos, colocando em queda livre a reputação de uma das potenciais de Petra, Zayn Youssef.

- Que? Finalmente encontrei você! - Disse o felino levando aos seus olhos um pequeno binóculos, vendo toda a cena que se decorreu nas dependências das ações do caprino e seu aliado, o lobo - Preciso chegar mais perto… - Sussurrou se aproximando pelos telhados enquanto seu corpo tremia, ele era corajoso, mas, a trombeta foi algo que ouviu apenas em sua infância e não tinha boas recordações disso - Preciso de mais informações desses homens, é o meu furo! - Falou se mantendo escondido de qualquer um, ele era bom no que tange a furtividade e discrição - Cabras da Peste...Sharptree...Baiacu-Parede. - O Leão anotava todos os nomes ouvidos por ele, sua audição era uma das melhores naquele lugar.


Deep

O homem-peixe comentava algumas observações próprias sobre a raça humana, era verdade, a grande maioria não estava nem aí para as outras espécies. Os tritões por muito tempo foram os principais alvos das ações maldosas da espécie dominante deste planeta, escravos, iguarias culinárias e todo tipo de uso desumano recaiu sobre os Homens-Peixes e derivados, algo que marcou todas as gerações de tal espécie. Entretanto, ainda sim existem exceções que não seguem esses princípios cruéis, Tulin foi o primeiro exemplo disso, um homem que mesmo após um combate ferrenho contra o baiacu, se mostrou propenso a criar uma amizade e assim fez com toda a tripulação dos Cabras da Peste. Agora ele encontrou Brandon, um médico experiente e que não fazia distinção, para eles todos mereciam o mesmo tratamento.

Scaleback sentia o peso das suas limitações, inflar era a base para o seu estilo de luta e com certeza traria um certo incômodo caso entrasse em um embate. Enfim, após cogitar algumas ideias enquanto lembrava-se da luta anterior, ele optou pela ação mais sensata até então, se alimentar e recuperar suas energias para um possível combate. Ao sair do pequeno hospital ele ouviu a grade de metal sendo fechada atrás de ti, Rachel foi a responsável e fez isso sem pensar duas vezes, seu corpo tremia ao som da trombeta que ainda ecoava pela região.

Caminhou e não demorou para achar uma casa, com sua força e proporções não foi difícil para ele entrar na mesma sem qualquer dificuldade. O interior da casa era bem simples, janelas fechadas que proporcionaram um acúmulo maior de poeira, principalmente na região da sala, lugar que aparentava ser pouco usado. Antes de chegar a cozinha ele viu um quarto, a janela dava para um corredor lateral entre duas casas e nesse recinto ele pode ver três figuras - Não! Não senhor monstro, por favor, não nos mate. - Disse uma criança aos prantos, o menino que roubou a parte da cesta do homem-peixe - Nós não prometemos mais roubar, mas, prometemos não roubar mais do senhor. Por favor, foi tudo pela minha mãe. - Em meio a solução e choro, uma menina alguns anos mais nova clamava por misericórdia. A mãe estava acamada, doente e mal conseguia mover seu próprio corpo, com dificuldade ela falou em baixo tom - Perdão meu...se...senhor. - Tossiu.

Na cozinha o tritão não encontrou muita coisa, na verdade, o único sanduíche existente ali foi ingerido pelo mesmo. Em cima de uma pequena mesa velha ele pode encontrar alguns dos seus itens roubados, mas, já usados pelas crianças e também dado a sua mãe. Ele encontrou: 100ml de Leite, 02 rodelas de Abacaxi, 01 pote médio de manteiga (pouco usado), meio gengibre, 01 pacote de canela, 01 pacote de açúcar (70%). A casa em si era carente, não tinha muitos itens além desses citados acima e um pacote com cinco pães tão duros quanto uma pedra - O senhor irá nos matar? - Perguntou a menina com lágrimas nos olhos.



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 11

    Ganhos
  1. Nadica

  2. Perdas
  3. Dignidade



Deep:
Número de POST: 11

    Ganhos
  1. -

  2. Perdas
  3. Ostras - POST 01
  4. Garrafa de Cachaça - POST 01
  5. Todas as Compras - POST 09


Subaé:
Número de POST: 11

    Ganhos
  1. Livro de Condução - Navegação - Astronomia - História dos Mares - POST 02
  2. Aprendizado da Proficiência: Navegação - POST 02
  3. Aprendizado da Proficiência: Condução - POST 03
  4. Aprendizado da Proficiência: Astronomia - POST 04

  5. Perdas Nada


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 01/15
Doença Degenerativa: 01/10


Legendas:
NPC's Específicos
Tulin  ~ Aparência
Peri Erê ~ Aparência
Mink Leão
Mink Lobo
Mink Roedor
Mink Boi
Rachel
Brandon

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral

Grupo Mink

Log de combate:

Blade:


    HP Atual: 2.369Stamina: 200 Ferimentos:
  1. Três costelas fraturadas - 05/05 [Em repouso ou movimentação tranquila]
  2. Fissura na região do "Focinho" - 03/03 [CURADO]
  3. Mordida no ombro esquerdo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rasgos Feitos pela Garra do Lobo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  5. Perfurações das Garras no Abdômen 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]

    Situação narrativa:
    MUITO FERIDO (40%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos impactantes em seu estado de saúde.

    Danos
  6. Sangramento II: Perda de 4% dos PdV por POST com limite de perda de 2.000 PV - 243HP


Subaé:


    Stamina: 120Ferimentos:
  1. Canela Esquerda Trincada – 05/05 [CURADA]


Deep:


    HP Atual: 18.400Stamina: 200Ferimentos:
  1. Corte Superficial na Testa - 03/03 [CURADO]
  2. Corte Superficial na Coxa Esquerda - 04/04  [CURADO]
  3. Corte Profundo nas Costas - 02/06 [TRATADO]
  4. Hematomas pelo corpo - 03/03 [CURADO]
  5. Queimaduras de Primeiro Grau pelo corpo - 02/04
  6. Cortes Profundos pela região do Tronco - 02/06 [TRATADO]

    Situação narrativa
    FERIDO (60%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos relevantes.

    Danos:
  7. -


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
A adrenalina no corpo de Blade abaixava, e com isso a dor de seus ferimentos aumentava. Blade se abaixou um pouco e aguentou a dor, quando conseguiu se levantou, e assobiou para Lua vir até ele, o canino iria atrás de sua sniper no chão logo em seguida.

Blade chamou por Subaé, -Eu preciso do Deep capitão, preciso de linha e uma agulha também pra me costurar, devo te dizer que a dor que sinto está foda. Blade então se viraria e caminharia com Lua do seu lado até o bar de Tulin.

Chegando lá Blade começaria a farejar pelo rastro de Deep, a possível destruição do lugar assustaria Blade, quem poderia ter feito isso? Deep? Será que ele estava bem? 10 anos atrás Deep não tinha essa força toda para fazer isso, e 10 anos atrás a pança dele era 8 vezes menor. Se Blade conseguisse achar o rastro de Deep iria o mais rápido possível até ele.

Caso Blade entrasse na casa, quando visse a situação das crianças sentiria um aperto em seu coração, sua infância não era das mais luxuosas então conseguia entender a situação delas, mesmo que não pudesse fazer nada para ajudar, Blade esperaria Subaé entrar caso ele acompanhasse o lobo e fecharia a porta. Procuraria então por algum
material de costura na casa, geralmente casas pobres tem esses materiais para poder remendar roupas, Blade precisava costurar seu corpo.

Caso achasse Blade pegaria e iria até Deep, se sentaria, e começaria a costurar seus ferimentos, já fazia isso com animais, não deveria ser muito diferente em humanoides. Blade ficaria ali então em silêncio, no mesmo ambiente de Deep.






objetivos:

-Vingança
-Libertar Peri

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:6080
Sta:200

Força: Esquece
Destreza:780
Acerto:461
Reflexo:79
Constituição:40

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 12
Ganhos: Sniper antiga
Perdas: Cachecol, Thompson quebrada
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Trono1
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

12: Onde está o peixe?

A trombeta voltou a tocar quebrando o silêncio que havia se instaurado nas ruas de Arosa.
Em minhas mãos havia uma garrafa meio cheia; na minha frente, três inimigos derrotados; e atrás de mim estavam Blade e sua fiel companheira, Lua.
Além disso tudo, ao meu lado havia uma loja de armas ainda aberta, com a vidraça quebrada e com um corpo estirado na entrada.

Blade me avisaria sobre estar ferido e que iria atrás do Deep -Tá certo, vai indo na frente - Diria ao me dirigir até a loja de armas.

Sem perder muito tempo, andaria rapidamente na ponta dos cascos até a caixa registradora no balcão e guardaria todo o dinheiro que houvesse ali em minha cueca. Depois pegaria a primeira faca que encontrasse e prenderia a mesma entre meu cinto e a minha calça, pegaria uma bomba simples (se houvesse alguma por ali), depois sairia da loja correndo atrás de meu companheiro - EI SHARPTREE, ESPERAAAA...

Se ao sair da loja eu não conseguisse mais avistar blade, iria correndo direto até o bar de Tulin onde passamos a noite.

Durante o caminho até o Bar de Tulin eu ficaria atento às barracas abandonadas em busca de coisas de valor. Se eu encontrasse caixas registradoras ou bolsas de dinheiro esvaziaria as mesmas guardando todo o espólio na cueca, se encontrasse jóias e bijuterias brilhantes eu pegaria as mesmas e vestiria todas (anéis nos dedos, colares no pescoço, pulseiras nos braços… mas os brincos eu guardaria nos bolsos pq os furos já estão ocupados).
Entretanto minha maior vontade era encontrar em alguma barraca um pote com remédios canábicos.

- Que merda aconteceu aqui? - Exclamaria ao ver a destruição do bar de meu amigo humano - não sobrou nem uma prateleira.... nem uma garrafinha…- Fiquei indignado, acabei de fazer minha parte no trato e agora ele não vai nem poder me dar um goró!

Blade iniciaria a busca olfativa pelo baiacu-parede, enquanto isso eu, em luto, só consegui ficar olhando para o chão cheio de garrafas espatifadas - Tadinhas... Algumas nem sequer chegaram a ser abertas… Quanto desperdício, que tragédia!

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 56321f19-2ad1-4a9d-a3ea-960f65194a52

Não vou mentir, diante de tal cena foi difícil segurar as lágrimas que escorriam pelo meu rosto. Tirei meu chapéu em respeito àquele lugar, lar de tantos bêbados.
-Eis o fim de mais um boteco...

Assim que Blade encontrasse o rastro de Deep eu o seguiria até encontrarmos o cozinheiro.

-Que caralhos aconteceu com vocês?- Perguntaria ao chegar na casa onde Deep as crianças estavam. Se o baiacu tivesse preparado alguma comida eu pegaria a metade que ele deixasse a toa - Valeuzão Deep! Eu tava cagado de fome! - Depois de dividir a comida que seria das crianças, eu daria uma parte para Blade e comeria a outra sentado no chão.


------------------------------------------------------------------------------------------


Se algum perseguidor aparecer durante a busca por Deep , eu pararia de correr e enfrentaria o guarda - Blade, você precisa ir atrás do Deep pra ver se ele tá bem!! Vai e eu cuido desse(s) verme(s)!

Caso os guardas me atacassem eu apenas me esquivaria de seus ataques inclinando o tórax ou o rosto na direção oposta dos ataques - Eitalelê, quase! - Zombaria ao esquivar.

Se houverem dois perseguidores, eu daria um mortal para trás para ganhar espaço. Ao pousar no chão, colocaria a garrafa (e a bomba) no chão, e com as mãos livres partiria em disparada na direção da dupla de perseguidores. Ao chegar perto deles eu daria uma estrelinha e esticaria ambas as pernas no momento certo, erguendo-as fortemente contra os queixos dos dois seguranças .

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 AnnualLeafyEarwig-size_restricted

Voltaria até a garrafa e a bomba e pegaria meus pertences de novo.

Se alguém tentasse passar correndo por mim para alcançar Blade eu teria que me abaixar para dar uma rasteira, golpearia a lateral do calcanhar do perseguidor fazendo que ele perdesse o equilíbrio e caísse. Depois pisaria em sua cabeça.

Depois seguiria pela rua atrás de Blade

- EI SHARPTREE, ESPERAAAA...


Histórico:
Página: 3
Posts: 12

Itens:
- Frasco com 01 comprimido de medicamento canábico (FICHA)
- Garrafa de cachaça com 05/10 usos (FICHA)

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação (POST 02)
- Proficiência: Condução (POST 03)
- Proficiência: Astronomia (POST 04)



Perdas:
01 comprimido de medicamento canábico.(POST 10)

NPc’s:


Combate::

-- Canela Trincada: 05/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400120/20009/1014/15


Última edição por Subaé em Qua Set 01, 2021 2:29 am, editado 1 vez(es)
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 03
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Adentrava a força uma casa e me deparava com os moleques larápios que me roubaram antes.

-Ora ora se não são os pestes… Fiquem calmos, só vou usar a cozinha e sair… Mas vocês deviam aprender a roubar só de quem não consegue matar vocês… Fiquem mais fortes que aí não precisarão sentir medo… KUKUKU...

No entanto por mais que eu quisesse comer e estivesse faminto, comida era escassa ali, achei um o suficiente para um rápido sanduíche o qual eu comia e um resto das coisas que haviam roubado de mim, não era muito, mas graças a culinária ter muito isso de reaproveitar tudo, eu sabia bem o que fazer com aqueles ingredientes.

Primeiramente eu guardaria o gengibre na minha pochete, em seguida acenderia o fogão deles, mesmo que fosse a lenha e colocaria o leite, as rodelas de abacaxi picadas em pedaços bem pequenos, parte do açúcar coloco para quebrar o ácido do abacaxi e adocicar a mistura e outra parte coloco num prato com metade do pacote de canela e misturo os dois pós. Após alguns minutos mexendo o líquido no fogo ele já estaria bem uniforme, eu retiraria então a panela do mesmo do fogo e fatiaria os pães cada um em quatro grossas fatias. Colocaria uma frigideira no fogo e uma a uma iria submergir cada fatia de pão no leite aquecido, para que o mesmo amolecesse com a temperatura e umidade do leite, fora pegar sabor, em seguida passaria o pão úmido na mistura de açúcar e canela para só então jogar na frigideira quente para caramelizar o pão numa deliciosa e suculenta rabanada.

Colocaria metade das rabanadas, as feitas com as laterais dos pães num prato separado, as outras dez fatias restantes eu colocaria oito dentro de algum guardanapo dobrado que colocaria em minha pochete para depois. Levaria as rabanadas no prato para as crianças e sairia com minhas duas fatias na mão.

-Parem de chorar e fiquem fortes para ganhar grana pra ajudar sua mãe… Valeu gurizada, mais sorte na próxima…

Sairia então da casa mastigando uma das duas rabanadas que eu separei para comer, voltar para o restaurante de Tulin seria um problema, com toda essa algazarra que ouve lá, deve estar cheio de gente ou autoridades, não que hajam muitas na ilha, no entanto eu precisava encontrar com os rapazes e por isso voltaria lá mesmo assim.

Se encontrasse com um dos rapazes do bando, diria:

-Opa… Partiu leilão?

Daria mais uma mordida em minha fatia de rabanada e lamberia o açucar e canela caramelizado de meus lábios.

Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts: 12
Ganhos:½ gengibre e 8 fatias de rabanada
Perdas:Todas as ostras e a bebida ganha do Subaé
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:




_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 ADN2FDA
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 02 - Tacando merda no Ventilador


Dia 02 || Arosa - Petra Yuni || Clima: Quente ||
N° de Postagens do Narrador: 12


Blade e Subaé

A dupla estava finalmente junta e faltava apenas um membro para que todo o grupo de piratas estivessem unidos novamente. Em meio ao reencontro eles perceberam que a trombeta parou de soar, o silêncio tomou conta do ambiente.  O capitão como um bom aproveitador, buscou no interior da loja de arma por dinheiro e alguns objetivos específicos, entretanto assim como Blade ele não conseguiu entrar nada do que buscava, aquela loja sinceramente estava caindo aos pedaços.

O trio - contando com Lua - partiu em direção a Taberna de Tulin, eles mal sabiam o que os aguardava naquele lugar. No caminho o bode agiu de maneira esperta, tentando usufruir o máximo que conseguia, tendo a ideia de que encontraria barracas abandonadas, mas, talvez ele tenha se esquecido que estava em Arosa, o lugar onde todas as pessoas são espertas! Em sua viagem ele não encontrou nada além da poeira que era carregada pelos ventos, sim, as ruas estavam vazias, assim como as barras. Não sabia se os vendedores que rapidamente recolheram seus produtos ou se alguém foi mais rápido que o bode no roubo.

O comércio de Tulin não era longe do ponto inicial e eles puderem presenciar a real definição de destruição, o Bode saiu de lá deixando apenas um buraco na parede e agora apenas escombros. Uma cena cômica foi realizada pelo capitão, que chorou feito um bebê vendo o desperdício que tinha acontecido, as bebidas, todas se perderam com a explosão.

Sem se preocupar com Tulin, eles continuaram a seguir, agora em busca do tritão.blade utilizou seu nariz aguçado, mas nem precisou de muito para encontrar o seu aliado, afinal, o mesmo deixou um rastro de sangue e também um corpo por onde passou, coitado de Stuart, morreu de uma forma cruel. Em questão de tempo, eles estavam na frente da residência das crianças e viram que a porta estava arrombada, quem mais poderia ser capaz disso?


Blade - Deep - Subaé

No interior da casa ele teve a real noção do quão precária era a situação financeira e sanitária daquela residência, enquanto observava os ingredientes que poderiam ser utilizados, o homem-peixe sentiu um odor nada agradável. Nos fundos da casa, por baixo da fina e estreita porte, um líquido fétido de cor marrom acinzentada passava por debaixo da estrutura. O odor era capaz de arder as narinas dos presentes - Droga! De novo? - O menino falou enquanto corria em direção ao problema, seus passos eram pesados, mostrando sua insatisfação com aquele defeito aparentemente corriqueiro. Já a garota agradecia ao tritão pela sua benevolência, por um momento pensou que iria sofrer represálias, como quando roubava das barraquinhas "protegidas" por Josuk.

O Baiacu aproveitava o que tinha a sua disposição para fazer uma refeição saborosa, em meio a mistura e afins, conseguia cozinhar o que chamava de rabanada. Enquanto cozinhava notou a presença dos seus companheiros, Blade por sua vez buscava por itens de costura na casa, mas, nada foi encontrado por ele. Por fim, o trio estava reunido e agora faltava apenas conversar para ver quais os próximos passos. O silêncio que dominou o lugar por algum tempo, foi cortado por um som potente e explosivo, como se fosse um canhão sendo disparado… Parecia que o início do fim, já tinha começado.




Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 12

    Ganhos
  1. 7.62 Tkiv 85 - Arma Clássica - POST 11

  2. Perdas
  3. Dignidade



Deep:
Número de POST: 12

    Ganhos
  1. 08 Rabanadas - POST 12
  2. Gengibre em Pó - 02/02 - POST 12

  3. Perdas
  4. Ostras - POST 01
  5. Garrafa de Cachaça - POST 01
  6. Todas as Compras - POST 09


Subaé:
Número de POST: 12

    Ganhos
  1. Livro de Condução - Navegação - Astronomia - História dos Mares - POST 02
  2. Aprendizado da Proficiência: Navegação - POST 02
  3. Aprendizado da Proficiência: Condução - POST 03
  4. Aprendizado da Proficiência: Astronomia - POST 04

  5. Perdas Nada


Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 02/15
Doença Degenerativa: 02/10


Legendas:
NPC's Específicos
Tulin  ~ Aparência
Peri Erê ~ Aparência
Mink Leão
Mink Lobo
Mink Roedor
Mink Boi
Rachel
Brandon

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra | Civis em Geral

Grupo Mink

Log de combate:

Blade:


    HP Atual: 2.126Stamina: 200 Ferimentos:
  1. Três costelas fraturadas - 05/05 [Em repouso ou movimentação tranquila]
  2. Fissura na região do "Focinho" - 03/03 [CURADO]
  3. Mordida no ombro esquerdo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  4. Rasgos Feitos pela Garra do Lobo - 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]
  5. Perfurações das Garras no Abdômen 00/05 [NECESSÁRIO TRATAMENTO]

    Situação narrativa:
    MUITO FERIDO (40%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que foram capazes de causar danos impactantes em seu estado de saúde.

    Danos
  6. Sangramento II: Perda de 4% dos PdV por POST com limite de perda de 2.000 PV - 243HP


Subaé:


    Stamina: 120Ferimentos:
  1. Canela Esquerda Trincada – 05/05 [CURADA]


Deep:


    HP Atual: 18.400Stamina: 200Ferimentos:
  1. Corte Superficial na Testa - 03/03 [CURADO]
  2. Corte Superficial na Coxa Esquerda - 04/04  [CURADO]
  3. Corte Profundo nas Costas - 03/06 [TRATADO]
  4. Hematomas pelo corpo - 03/03 [CURADO]
  5. Queimaduras de Primeiro Grau pelo corpo - 03/04
  6. Cortes Profundos pela região do Tronco - 03/06 [TRATADO]

    Situação narrativa
    Suaves

    Danos:
  7. -


_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

13: Reunião

Percorremos debaixo do sol quente pelas ruas vazias, infelizmente não havia nenhuma mercadoria esquecida por aí. “Eita povinho ruim de se roubar”

Finalmente chegamos em uma espelunca sem porta, quando adentramos o local encontramos Deep com uma mulher a beira da morte e dois pirralhos. Todos, exceto a mulher, tinham uma deliciosa rabanada em mãos.

Minha boca salivaria ao ver a comida, por isso olharia em volta buscando onde estava a minha porção.

-Ei Deep, eu quero comida também! - Para meu desgosto, parece que não tinha nenhuma rabanada para mim - Por que as crianças melequentas ganharam rabanada e eu não???? - Perguntei indignado.

Deep me daria uma resposta seca, depois comentaria sobre um tal médico da casa ao lado - Bora lá então - Diria sem dar muita atenção ao que estava sendo discutido no momento.

A questão é que algo naquela casa me trouxe lembranças de muito tempo atrás. Quarenta anos atrás eu também era um moleque fodido e fraco igual aquelas crianças. Me aproximaria do menino encarando maldosamente sua refeição - Você estaria disposto a morrer por essa refeição?? - Perguntaria antes de Blade me desse um pescotapa.

1- Se ele me desse a rabanada, eu comeria.

2- Se ele me enfrentasse eu sorriria e viraria-lhe as costas sem dizer mais nada.

3- Se ele oferecesse a comida para a mãe eu não faria a ameaça dita acima, apenas sorriria ao me lembrar do povo humilde, mas unido, de Mandacari Vis.

Em seguida, Blade iria propor uma fuga de Petra Yuni. Proposta que eu e Deep recusariamos sem ao menos pensar - Eu quero surrar o Zayn!!

Blade continuaria a dar motivos para nos convencer de seu plano, e em certo ponto da conversa Deep diria que dois prédios caíram em cima dele. Ouvir aquilo me fez ficar incrédulo com tudo aquilo que eu conheço como real, Com toda certeza o Deep fracote que eu conhecia a dez anos atrás não é o mesmo cara fodão que esta aqui na minha frente.

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Enel-mind-blown

- D..Dois prédios! - Perguntei pelo choque da informação, mas ao perceber que aquilo não era nada para Deep eu blefei para parecer mais fodão - Eu aguentaria três…

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 5 Monkey-d-luffy-whistle
Evidentemente o meu corpo não aguentaria tal dano.

Conversa vai, conversa vem, e aí o Blade me perguntaria o porquê de eu estar sendo perseguido pelos seguranças. De pronto, responderia - Ah, eu só matei o filho do Joseph Vrunc. Tulin que me pediu.

Perguntariam, incrédulos, mais uma vez sobre o meu feito - É isso mesmo que eu falei, eu matei o filho do escravocrata de merda.

Blade questionaria meu feito dizendo algo que me tocou muito “ Você matou o filho de um dos caras mais poderosos de Petra a mando de um cara que você conheceu ontem?” Ele disse.

- Claro que sim, Joseph merece sofrer um pouco nessa vida. Além disso, Tulin me deu cachaça de graça, ele é gente boa - Respondi.

Deep comentaria sobre alguém ter explodido o Tulin, logo me lembrei do boteco e das garrafas destruídas e a fúria tomou conta de meu ser - Deep, quem explodiu aquele bar já está morto? - Felizmente a resposta do homem baiacu me acalmaria - ufa, que bom.

-Tá certo então, bora atrás desse médico - Ao fim do diálogo, decidimos que o melhor seria conseguir tratamento para as feridas de Blade antes de decidir o que faríamos.

Foi quando um som estonteante ressoou no ar. Um baque ensurdecedor que anunciava o combate, aquilo eram tiros de canhões?

-Eu vou olhar que barulho é esse!! - Falei ao saltar de susto por conta do estrondo - Ei menino - Diria caso ele tenha me feito sorrir - Se você quer ter condições de um dia proteger sua família, vem aqui comigo agora!

Sairia da casa pelo buraco na parede que Deep fez ao entrar, mas ao invés de ir para a casa do médico eu ficaria ali parado buscando encontrar quem foi que fez aquela barulheira. Se não tivesse ninguém alí iria com Blade até a casa do médico.

Se houvesse alguém do lado de fora eu avançaria correndo contra o mesmo - Chupa o meu…- Saltaria na sua direção e abraçaria sua cabeça usando minhas pernas, cruzando-as na sua nuca. Depois giraria meu corpo para o lado, apertando as pernas forte para que sua cabeça girasse com o movimento de meu corpo, diagonalmente, fraturando seu pescoço.

Caso um combate tenha se iniciado no local eu Inspiraria o máximo de ar que meus pulmões pudessem para gritar o mais alto que eu conseguisse - ZAYN, SEU DESGRAÇADO!!! APAREÇA PRA ME ENFRENTAR SE VOCÊ TIVER CULHÕES PARA ISSO !!!! - O grito ecoaria pela silenciosa cidade de Arosa.




Histórico:
Página: 3
Posts: 13

Itens:
- Frasco com 01 comprimido de medicamento canábico (FICHA)
- Garrafa de cachaça com 05/10 usos (FICHA)

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação (POST 02)
- Proficiência: Condução (POST 03)
- Proficiência: Astronomia (POST 04)



Perdas:
01 comprimido de medicamento canábico.(POST 10)

NPc’s:


Combate:

-- Canela Trincada: 05/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400120/20008/1013/15


Última edição por Subaé em Qua Set 01, 2021 2:30 am, editado 4 vez(es)