Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
II - Sombras em SteveltyHoje à(s) 5:45 ampor  KerigusVoice of the SoulHoje à(s) 1:38 ampor  YamiOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 12:17 ampor  VincentMary Van TasselOntem à(s) 11:57 pmpor  KerigusSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:25 pmpor  ÀsManae LiebeOntem à(s) 8:42 pmpor  RyomaCatherine Petit Barozzi Nero BellarosaOntem à(s) 8:36 pmpor  RyomaHizumy Mizushiro MayanOntem à(s) 8:35 pmpor  RyomaPedidos de CargosOntem à(s) 7:56 pmpor  Arthur LancasterAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 7:45 pmpor  Arthur Lancaster
 :: Oceanos :: Blues :: South Blue :: Petra Yuni
Página 2 de 8 Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 XqxMi0y
Créditos : 20
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Relembrando a primeira mensagem :

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Piratas Subaé, Deep Scaleback, Blade Sharptree e do Civil Tensei Pugnale. A qual não possui narrador definido.

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 J09J2lK

Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 03
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Assim como uma mosca chata, Blade não era um oponente difícil de matar, mas era chato e uma perda de tempo e energia lutar com ele. O pior de tudo era o quanto ele confiava em sua agilidade… Mesmo sendo extremamente ruim nisso… Seria risório se esse infeliz não fosse alguém do meu bando. Não é como se algum de nós dois estivesse lutando a sério, mas isso era o que mais me enervava. Era uma luta inútil, sem motivo e sem objetivo… Isso me deixava ainda mais puto, ter meu tempo e energia roubados à toa por aquele falastrão idiota.

Aproveitaria para limpar meus olhos e se ouvisse o lobo vindo para um ataque, apenas me preparia forçando uma boa base para não ser movido e continuaria a limpar meus olhos.

Em seguida usaria minha força para pular na direção de Blade e inflar, iniciando assim a rolar causando destruição a minha frente, mirando assim o mink.

Caso ele tivesse a capacidade de esquivar da investida, aproveitaria a situação para bater meus pés no chão, arremessando minha enorme massa corporal ainda girando e inflada na nova direção de Blade para obliterar suas chances de querer lutar e o que estivesse ao redor com minha habilidade, o holy diver meatball, o lobo podia ser rápido, mas eu duvidava que ele pudesse desviar do meu corpo duas vezes enquanto os destroços voam ao seu redor.

Se eu acertasse Blade com um rolamento comum ou com o primeiro Holy diver, bateria os pés no chão para aproveitar e encaixar um outro Holy diver meatball em Blade.

Se errasse completamente o holy diver, desinflaria e começaria a arremessar os destroços erguidos pelo Holy diver em direção à Blade, após jogar alguns ou se eu acertasse Blade com meus golpes, diria em alta voz:

-HEY BLADE… Para com essa merda, por enquanto ainda considero você alguém que eu não quero matar… Mas se você continuar a atrapalhar, me enrolar e ser um inútil enchedor de saco… Juro que vou passar a te considerar um fardo e a partir dai eu vou bater para matar… Não tenho tempo para você…

Minhas veias da testa teriam veias na testa durante essa fala, eu estava seriamente puto com aquele filha da puta, não bastava os erros comuns, ele ainda deliberadamente estava me atrapalhando.

Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts: 3
Ganhos:-/-
Perdas:-/-
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:




_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 ADN2FDA
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

3: Lembranças

- O que eu vou fazer agora? - Perguntaria - Que tipo de pergunta é essa homi? Foi você mesmo que me mandou continuar aqui em repouso! Minha perna ainda tá toda bagaçada por causa de ontem, e eu ainda tenho algumas coisas a mais para fazer antes de sair por aí atrás da minha revanche.

Assim que respondi o homem, fechei o livro de Navegação e arremessaria o mesmo de qualquer forma sob a mesa.

-Já que perguntou... Eu gostaria de comer um cuscuz amarelinho com bastante manteiga, tá afim de fazer um pra a gente comer? - Iria propor que Tulin preparasse um desjejum de verdade, afinal, não sou um macaco para me saciar com três míseras bananas - Sua comida é uma delícia, seria uma honra comer algo feito por você mais uma vez! - Talvez os elogios exagerados sobre sua comida deixem o taverneiro motivado pra ir cozinhar.

A calmaria exacerbada do estabelecimento me fez ter certeza que Blade e Deep não estavam lá - Ei Túlin, cadê os caras? - Perguntei.

Ficar incapacitado é um saco. Não basta ter apanhado e continuar sentindo dor a todo momento, ainda sou obrigado a perder o rolê.

Senti uma pontada de raiva por estar ali sentado enquanto meus companheiros provavelmente estejam se divertindo por aí. Não fiquei irritado ao ponto de perder a cabeça, mas aquele sentimento recaiu sob meu corpo frágil me dando uma puta dor de barriga.

Pegaria outro livro (condução)e guardaria o mesmo debaixo do braço - Licença - Falaria em quanto me levantasse (sempre me apoiando nas coisas, para não cair igual uma jaca madura) - Onde é que fica o banheiro? Preciso soltar um barro! - após ouvir as informações, seguiria até o banheiro com o livro de condução em mãos.

"Pro inferno aqueles dois" Pensei ao sentar na privada "Aposto que eles já estão no palácio de sal  metendo o loco enquanto eu estou aqui estudando".



APRENDIZADO: CONDUÇÃO


Abri o livro e comecei a folheá-lo em busca de informações úteis. Ao contrário do conteúdo do livro anterior (o qual eu não sabia nada sobre o assunto), a condução era bem diferente, pois eu sempre fui um bom timoneiro... Só estou enferrujado.

Comecei a ler sobre os diferentes tipos de embarcações e suas singulares formas de serem conduzidas. Li sobre veleiros, caravelas, catamarãs e brigues... Lembrei-me então de um dos maiores amores de minha mísera vida.

O Lamento de Caronte. Um navio maravilhoso, meu navio, pintado em cor esverdeada e com uma magnífica carranca na proa, eu realmente amava aquele brigue... Mas não o vejo desde que fui preso e enforcado em Baterilla a dez anos atrás.

Chega de ler sobre barcos!

Pulei para o capítulo de correntes marítimas. Um assunto tão chato quanto “políticas públicas”, mas de fato necessário, depois, continuei a leitura com o seguinte capítulo: "timão, Leme e velas". Preciso comentar sobre? Pensa numa coisa chata de se ler!!!

Enfim, eu li.

Quando dei por mim, já havia lido quase todo aquele livro e ainda estava sentado na privada, mesmo depois de ter acabado o "serviço" a muito tempo atrás.
Arranquei duas folhas do livro, me limpei e depois voltei para a mesa.



FIM DO APRENDIZADO


De volta ao salão principal chamaria por Tulin mais uma vez.
- EI MEU CHAPA, E AQUELE CUSCUZ TOPZERA JÁ TÁ PRONTO?? TO COM UMA FOME DOS INFERNOS AQUI!!


Histórico:
Página: 1
Posts: 3

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação(POST 02)

Perdas:

NPc’s:


Combate:

-- Canela Trincada: 03/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400200/2008/1015/15
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 02 - Tacando merda no Ventilador


Dia 02 || Arosa - Petra Yuni || Clima: Quente ||
N° de Postagens do Narrador: 03


Subas


Tulin franziu a testa com a resposta do Mink, aquele lado babaca era novidades - Ah… - Falou com um certo deboche, dando com os ombros em seguida. Por mais que estivesse chateado, ele sabia que aquilo era momentâneo, no fim, queria usar aquela tripulação em sua vingança contra a família Vrunc - Cuscuz? Ok. - O sorriso amarelo ficou estampado em seu rosto, levantou da mesa e em passos rápidos, caminhou até os fundos do estabelecimento.

Subaé estava motivado em aprender o máximo possível, enquanto se lamentava por estar de molho, imaginava que seus tripulantes estavam se divertindo e mal sabia ele, que estavam prestes a entrar em uma luta até a morte - Eles saíram um pouco antes de você acordar, não falaram para onde iam. - Falou Tulin ao ouvir as palavras do capitão, ele carregava alguns pacotes de flocos de milho em sua mão - Ali atrás, segue na direção da escada aqui, primeira esquerda. - Respondeu e em seguida foi para a cozinha.

Como um gênio camuflado naquela temática Jack Sparrow, o bode adquiriu uma nova habilidade para sua lista: Condução. Nesse aprendizado, puxou em sua mente memórias do seu antigo barco, ou seja, ele tinha uma certa experiência com os assuntos que estava estudando naquela bela manhã. Soltou o barro e com algumas páginas do próprio livro, realizou sua higiene não tão higiênica assim, voltando para o salão em seguida.

No momento em que gritou, recebeu um olhar furioso de Tulin - Apressar um cozinheiro nunca é uma boa idéia, por sorte, já está pronto. - Disse o homem trazendo o cuscuz, bonito, fumaçando e acompanhado por uma porção de calabresa frita e carne do sol, e é claro, uma cervejinha para finalizar - Você sabe que estou te ajudando por um único motivo, certo? - Falou o ruivo servindo a comida ao pirata - Eu gosto de você, na verdade, de vocês. Mas, preciso que me traga a cabeça de Joseph Vrunc. Se não conseguir, apenas o mate e deixe que todos vejam! - Sua voz carregava rancor e raiva, finalmente o seu alvo foi revelado.


Blade e Deep


O que tinha começado no puro meme, agora estava nas vias de fato. De um lado temos o sonhador Bladez em sua mente formulou todo um plano de ação para ir rumo a Deep, entretanto, se tratando de uma luta real, algumas de suas particularidades o bloquearam completamente de realizar suas ações. Pobre lobo, aí vem o amasso…

Ao ficar parado, apenas imaginando como seria duas ações se não tivesse as desvantagens em sua ficha, o que lhe trouxe de volta a realidade foi o impacto da colossal bola de carne caindo em cima de ti. Além da rolada, veio a técnica do jovem Baiacu, causando ainda mais dano no canino sem noção.

Deep gritou em uma última tentativa de enfiar a realidade na cabeça de Blade, ele estava ferido, fudido e acabado. Minto, ainda sobrava-lhe um resquício de HP para uma última tentativa, se desse certo, ele sairia dali com vida e seu oponente morto. Se não, já descreve a despedida do Blade no próximo POST. Por fim, o mink está no chão, ainda consciente e sentido todas as dores que você pode encontrar no log de combate.

Nos arredores, um punhado de pessoas se entreolharam perante aquela batalha, afinal, ontem eles haviam lutado juntos contra Josuk. O clima estava estranho, as pessoas exalavam medo e não parecia que o motivo era apenas a dupla. No horizonte, a poeira se mostrava presente, indicando que algo vinha daquela direção.



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 02
GanhosNadica

Perdas

Deep:
Número de POST: 02
Ganhos01 Pote médio de Manteiga 00/02 - POST 01
01 Pacote de Farinha de Trigo 00/02 - POST 01
01 Pacote com Gengibre 00/02 - POST 01
01 Pacote com Canela 00/02 - POST 01
01 Abacaxi 00/02 - POST 01
01 Pacote de açúcar 00/02 - POST 01
01 Litro de Leite 00/02 - POST 01

Perdas Ostras - POST 01
Garrafa de Cachaça - POST 01

Subaé:
Número de POST: 02
Ganhos Livro de Condução - Navegação - Astronomia - História dos Mares - POST 02
Aprendizado da Proficiência: Navegação - POST 02
Aprendizado da Proficiência: Condução - POST 03

Perdas Nada

Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 01/15
Doença Degenerativa: 03/10


Legendas:
NPC's Específicos
Tulin  ~ Aparência
Peri Erê ~ Aparência

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra.

Log de combate:

Blade:

Stamina: 200
Ferimentos:
-1864 de HP.
Três costelas fraturadas - 00/05 [Em repouso ou movimentação tranquila]
Fissura na região do "Focinho" - 00/03 [Dificuldade para abrir a boca, podendo ou não causar algum problema na fala]


Situação narrativa:
LEVEMENTE FERIDO (80%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que não foram capazes de causar danos significativos.

Subaé:

Stamina: 200
Ferimentos:

• Canela Esquerda Trincada – 03/05

Deep:

Stamina: 200
Ferimentos: Safe

_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Blade seguraria sua costela sentindo uma dor imensa, sabia que havia quebrado ela ou trincado, segurava e dava uma arfada de ar já que agora sentia dificuldade para respirar, e mantinha sua boca fechada pressionando para tentar segurar a dor!

O lobo soltava um silencioso gemido de dor, e analisava que sua atual situação já não era muito boa, e em sua mente surgia um repentino estalo. Agora era a hora de voltar a ser o velho e malandro membro dos Cabras da Peste, aquele malandro que estava em repouso dentro de sua própria personalidade, como se estivesse escondido esperando por sua hora de brilhar.

Já não sabia ou ao menos se importava com o fato do baiacu ter jogado uma quitanda nele, nem ao menos fazia sentido para Blade, o canino agora se levantava com dificuldade e chamava Deep, -EI BALOFO! EU NÃO SEI O QUE DEU NA PRINCESA PRA ELA ACORDAR DE MAU HUMOR HOJE, MAS TE DESEJO SORTE AO LIDAR COM ESSES CARAS AÍ.

Blade aproveitaria que uma "neblina" se formava ao redor deles devido a poeira dos ataques de Deep, puxava seu cachecol e jogava na sua frente para criar uma distração, e usaria de suas habilidades ilusórias para desaparecer em meio ao mercado, por dentro da poeira, com o manto que Tulin havia lhe dado Blade se esconderia em meio as ruas de Petra.

E para a sua jogada de mestre Blade usaria de seus truques ilusórios, para ecoar um assobio por todos os lados do mercado, devido ao truque sujo apenas um individuo com o ouvido treinado como o de um cão poderia encontrar a origem do som, o exato assobio que foi ensinado para Lua um dia atrás.

Blade então de fora do circulo da briga, esperaria calmamente por sua companheira, e quando ela chegasse, receberia um carinho e então, Blade caminharia calmamente com ela pelos becos de Petra, sumindo em questão de segundos, em meio a cidade de mercenários.

Para a felicidade de absolutamente ninguém, o descanso do pacífico lobo acabou, Blade voltava a ser quem era 10 anos atrás antes da suposta morte de seu capitão, as vezes tudo que você precisa é de uma briga com um companheiro ou de uma bela pancada na cabeça.





objetivos:

-Vingança
-Libertar Peri

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:6080
Sta:200

Força: Esquece
Destreza:780
Acerto:461
Reflexo:79
Constituição:40

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 4
Ganhos:
Perdas:
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Trono1
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 03
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Eu era fácil de aborrecer e fácil de puxar briga, mas a última coisa que eu queria era perder um aliado, Blade parecia entender que eu não estava num momento para conversas e recuava perante uma luta, ele também parecia ferido, o que me estalava uma sensação de repensar o que fazíamos ali na briga, não que isso fosse facilmente parar um ataque meu, mas uma fala do lobo e a reação das pessoas me faziam olhar em outra direção, uma poeira parecia se erguer ao longe, vindo em nossa direção.

Mais fácil do que cessar minha raiva, era mudar ela de direção, o showzinho que demos ali deve ter alertado alguém, seja quem for, existe tanto os caras que o capetão jogou merda, quando os colegas de hot dog para virem atrás de nós ou pagarem alguém para vir atrás de nós. Provavelmente aquela poeira era alguém vindo atrás de nós, o lobo podia até sair de fininho, mas eu tinha sangue quente em minhas veias para gastar e se fossem inimigos reais vindo, seria a oportunidade perfeita para uma luta. Eu preferia ter voltado para o restaurante e cozinhado umas receitas que me ajudariam em batalhas, mas ainda assim, era melhor lutar com meia força, do que não lutar.

Haviam pessoas demais ali que poderiam atrapalhar uma boa luta, me jogaria a rolar inflado sobre as mais próximas, me desinflaria e gritaria:

-SE NÃO VÃO BRIGAR… CORRAM… EU ESTOU PUTO E VOU MATAR CADA INFELIZ QUE ENTRAR NA MINHA FRENTE… E PELA CARA DE VOCÊS NÃO DEVEM SER NEM CAPAZES DE ARRANHAR MINHAS ESCAMAS… FUJAM COMO OS MERDAS COVARDES QUE SÃO…

Iria então cruzar meus braços e esperar impaciente por quem vinha.

Se eu conhecesse os que aparecessem, diria:

-Ora ora quem vem lá… Veio pra brincar um pouco com o tritão aqui?

Se eu não conhecesse quem aparecer, diria:

-Não sei quem vocês são, o que querem? São fortes?
Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts: 4
Ganhos:-/-
Perdas:-/-
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:




_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 ADN2FDA
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

4: Trato Feito

O ruivo me respondeu de maneira furiosa ao ter seu serviço apressado por mim.
Lembrei de Deep e seu mau humor e quase pude confundir o ruivo com o tritão.
A semelhança entre ambos vai além da barriga protuberante, percebi então que o mau humor é característico da profissão.

-Foi mal, Mestre-cuca - Diria solenemente - Num vou mais te apressar não, relaxe - Isso já estava claro, afinal, a comida estava pronta.

Sentado de volta à mesa, apoiaria o livro de condução sobre a mesma gentilmente. Em seguida apreciaria visualmente meu desjejum tão esperado. Inspiraria aquele doce aroma que saciava todo o meu ser. Cuscuz sempre foi minha comida favorita, mas aquele em especial reluzia igual ouro e cheirava igual uma deusa!

-WHOOOAHHH!!! QUE RANGO MARAVILHOSO!!! - Meus olhos brilhariam, admirados por conta de tal refeição - É HORA DE ENCHER MEU BUCHO!!!

Separei a porção de carne e calabresa, afastando o pratinho com as mesmas para longe do resto da comida - Isho aqui *nhac* tá uma *nhac* Delixia *nhac* - Elogiaria a refeição ainda com a boca cheia. Aquele sabor caseiro me trouxe lembranças de Mandacari Vis, minha terra natal.

Tomando a cerveja em mãos, dei alguns goles para ajudar os últimos pedaços de cuscuz descerem, foi quando Tulin começou com um papo estranho sobre Joseph Vrunc - Hã?...”José Cabrunco”? - Perguntei involuntariamente. Escutaria atentamente toda a proposta feita pelo ruivo.

-ZeBeBeBeBeBeBe!!! Quer dizer então que você aceita outras formas de pagamento, né?
POR MIM TUDO BEM! ZeBeBeBeBeBeBe! -
Com um largo sorriso no rosto, e com a cerveja gelada em mãos, ergueria a garrafa promovendo um brinde.

-Mas veja bem, matar um figurão como ele deve pagar cinquenta mil cervejas com cuscuz. Nesse caso, você vai estar em dívida comigo. Proponho o seguinte. Você vai me conseguir umas roupas e além disso não vai cobrar nada nunca mais de mim ou de meus companheiros.... e vai me fazer mais um cuscuzinho desse, SÓ QUE SEM CARNE!! e mais uma cervejinha, por favor. - Terminaria então de beber a cerveja.

Não me importa se ele aceitaria ou não os meus termos, estes foram os meus termos e, ao menos em minha mente, ele já havia acatado todos.

Olharia então para o homem, e em seguida para a cozinha, apressando silenciosamente o terceiro round de minha refeição matinal.

Você deve estar espantado com o quanto eu como. Papai sempre dizia que sou magro de ruim, mas a verdade é que eu só acabei de liberar mais espaço.

-Vai - Apressaria Tulin mais uma vez, depois pegaria mais um livro. O escolhido dessa vez tem o título “Astronomia; Navegando com as estrelas”



APRENDIZADO: ASTRONOMIA


Inicialmente, comecei a ler a introdução à Astronomia, seguido das histórias dos grandes observadores que começaram a encontrar algum sentido nas milhões de estrelas que repousam sob nossas cabeças.

Em seguida, comecei um capítulo sobre os planetas e foi quando me deparei com uma imagem de vários círculos espalhados em linhas, que por sua vez, rodeavam um círculo grandão que ficava no meio.

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Planet10

Aquilo chamou tanto a minha atenção que devorei o capítulo na curiosidade pois eu queria muito entender aquele maldito desenho. Ao final da leitura eu fiquei incrédulo com tudo que tinha lido.

Não consegui me conter ali parado, por isso me levantei e fui “correndo” (mancando e me apoiando) com o livro em mãos para mostrar aquilo para Tulin - EEEEI TULIN OLHA ISSO AQUI!!! - Gritei apontando para a ilustração - VOCÊ SABIA QUE ESSAS BOLINHAS AQUI SÃO MUNDOS INTEIROS!?!?! MANO, A TERRA NÃO É PLANA! ESTAMOS EM UM MUNDO REDONDO!! - Eu sempre soube que o mundo era grande mas pelo que esse livro aqui diz ele é muito maior do que parece… - E pelo visto existem mais oito ou sete além desse aqui.

Voltei para a mesa e comecei a ler sobre as constelações. Até gravei algumas e aprendi como me situar geograficamente usando as mesmas. Agora que eu sei que o mundo é redondo ficou muito mais simples de entender a rotação do sol e da lua, como a lua influencia nas marés  e, por fim, como as estrelas podem guiar o meu caminho.



FINAL DO APRENDIZADO


Histórico::
Página: 1
Posts: 4

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação (POST 02)
- Proficiência: Condução (POST 03)


Perdas:

NPc’s:


Combate:::

-- Canela Trincada: 04/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400200/2007/1014/15
Formiga
Ver perfil do usuário
Créditos : 2
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune




Cabras da Peste

Vol 02 - Tacando merda no Ventilador


Dia 02 || Arosa - Petra Yuni || Clima: Quente ||
N° de Postagens do Narrador: 04


Subas


O ruivo ficava pensativo com a proposta do cabra a sua frente, não era como se ele poupasse esforços para satisfazer sua ambição, contudo, ele ainda não sabia se o mink teria as capacidades necessárias para cumprir com sua parte do acordo - Veja bem… - Cruzou ambos os braços encarando o bode - Que garantias eu tenho que você vai conseguir? E se você fugir depois que pegar tudo o que tenho? - Eram palavras duras de um homem sofrido, amargurado e sem muitas perspectivas para um futuro feliz - O que me garante que você não vai voltar até meu estabelecimento, pedindo por ajuda novamente? - Tulin instigou de maneira cruel o companheiro à sua frente, ele precisava ter certeza que o capitão tinha as qualidades necessárias para enfrentar um dos homens mais poderosos de Petra.

Tulin ignorou as tentativas do bode de apressar, ficou por alguns momentos ali o observando em suas fúteis tentativas. Deu as costas indo até o balcão, iniciando a organização das bebidas que ainda tinha em estoque.

Por outro lado o Mink voltava sua atenção aos livros, como um menino estudioso que era. Astronomia era o assunto da vez e em sua leitura, aprendeu sobre tudo aquilo que era necessário, inclusive, algo extremamente básico que algumas pessoas relutavam em acreditar: a terra não é plana. Isso era pivô inclusive do mesmo clamar por Tulin novamente, esbravejando sobre sua nova descoberta - Ah...que legal. - Falou o homem de longe, parecia que o bode não tinha o necessário, era triste, já que as expectativas do ruivo eram altas.

Blade e Deep


O embate que iniciou como uma brincadeira, ficou pessoal e repentinamente acabou. Blade por sua vez optou em pedir arrego, já que uma luta entre dois companheiros na situação atual, era algo totalmente desnecessário. Em meio a alguns rugidos e rolamentos por cima dos outros seres vivos, Deep conseguia afugentar a maioria das pessoas, algumas delas continuavam a observar, contudo, de longe.

A poeira se tornava mais intensa com a aproximação dos novos personagens, isso dava brecha para que Blade como um ilusionista que é, simplesmente se esgueirasse em meio a poeira e sumisse dali. Chamando Lua com seu assovio específico, contudo, sem ecoar como havia tentado, já que se encontrava em um lugar aberto. Enfim, o canino partia para sabe-se lá onde, de Petra era óbvio que ele não saiu

A poeira baixou e gradativamente uma silhueta grande era vista próximo ao tritão, cerca de seis metros a sua frente. Um grande cavalo negro, envolto de uma espécie de armadura tão escura quanto sua pelagem. Uma carroça estava acoplada na sua traseira, ou seja, ele não tinha as patas de trás - Você! - Uma voz vinha do interior de carroça? Não, ela vinha de trás do cavalo - Você aí gordo maldito, meu cliente quer sua cabeça e dos seus amigos, onde eles estão? - Das costas do cavalo um rato pequeno apareceu, um mink roedor com dentes podres e um fétido odor que exalava com a ajuda do vento - Ei ei ei! Stuart, você sabe que nosso cliente quer apenas o bode vivo, os outros dois ele não liga se a gente se divertir. - Um Mink Leão de mais ou menos três metros e meio, forte, com músicos torneados e arredondados, portava um machado de lâmina dupla apoiado em seu ombro, fora isso, algumas espadas eram vistas embainhadas presas em ambos os lados da sua cintura e outra em suas costas.

Uma outra criatura era vista em cima de carroça, um Mink canino que farejava o ar - O outro esteve aqui, ele saiu. O cheiro é o mesmo do quarto, aliás… - Farejou novamente - O bode está aqui perto, argh, nunca pensei que sentiria um odor pior que o seu, Stuart. - Falou enquanto pulava e seguia para longe dali, não dava para ver ao certo se ele ia atrás de Blade ou na direção do restaurante de Tulin. Por fim, um mink boi, semelhante a um minotauro dos contos, seguia na mesma direção do lobo.

O leão puxava uma espécie de machadinha, lançando em seguida na direção dos olhos do tritão. O roedor ria e preparava algo que não era visto por Deep, pois, o mink estava escondido pelo robusto cavalo.



Histórico Geral:


Blade:
Número de POST: 04
GanhosNadica

Perdas

Deep:
Número de POST: 04
Ganhos01 Pote médio de Manteiga 00/02 - POST 01
01 Pacote de Farinha de Trigo 00/02 - POST 01
01 Pacote com Gengibre 00/02 - POST 01
01 Pacote com Canela 00/02 - POST 01
01 Abacaxi 00/02 - POST 01
01 Pacote de açúcar 00/02 - POST 01
01 Litro de Leite 00/02 - POST 01

Perdas Ostras - POST 01
Garrafa de Cachaça - POST 01

Subaé:
Número de POST: 04
Ganhos Livro de Condução - Navegação - Astronomia - História dos Mares - POST 02
Aprendizado da Proficiência: Navegação - POST 02
Aprendizado da Proficiência: Condução - POST 03
Aprendizado da Proeficiência: Astronomia - POST 04

Perdas Nada

Dinheiro Atual: 3.645.000 B$
Dependência: 00/15
Doença Degenerativa: 04/10


Legendas:
NPC's Específicos
Tulin  ~ Aparência
Peri Erê ~ Aparência
Mink Leão
Mink Lobo
Mink Roedor
Mink Boi

NPC's Aleatórios
Personagens Simples: Atendentes | Garçons | Pessoas encontradas nas Ruas | Vendedores | Moradores de Petra.

Grupo Mink

Log de combate:

Blade:

Stamina: 200
Ferimentos:
-1864 de HP.
Três costelas fraturadas - 01/05 [Em repouso ou movimentação tranquila]
Fissura na região do "Focinho" - 01/03 [Dificuldade para abrir a boca, podendo ou não causar algum problema na fala]


Situação narrativa:
LEVEMENTE FERIDO (80%): Seu personagem sofreu golpes contundentes ou perfuro cortantes que não foram capazes de causar danos significativos.

Subaé:

Stamina: 200
Ferimentos:

• Canela Esquerda Trincada – 04/05

Deep:

Stamina: 200
Ferimentos: Safe

_________________

Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 EBEAdF4X4AYyK13[/center]
Jupges
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Dz4yuJf
Créditos : 00
Blade
Lobão
Blade andaria pelos becos e ruas de Petra o mais rápido que conseguisse, devido a situação de sua costela não seria muito rápido, enquanto andava Blade procuraria por uma loja de armas, e caso conseguisse encontrar uma, entraria nela.

O canino estava despreocupado pois em sua cabeça ninguém poderia segui-lo, já que ninguém sabia para onde ele teria ido. Caso Blade não achasse uma loja procuraria por um vira-lata e perguntaria, -Você sabe aonde tem uma loja de armas na região? Poderia me guiar até lá?

Caso ele conseguisse entrar na loja de armas, Blade iria até o vendedor e perguntaria, -Senhor com licença, como um armeiro que o senhor é, o senhor poderia me ensinar a manipular e criar projéteis caso saiba? E caso o senhor não saiba poderia me encaminhar para alguém que sabe? Infelizmente não tenho dinheiro, então entendo se não puder me ensinar.

~Aprendizado: Projéteis~
CASO o vendedor tenha um bom coração e aceite ensinar Blade sem cobrar nada, e caso ele saiba como produzir e modificar projéteis, Blade agradeceria e ouviria com atenção.

Blade permaneceria ali pelo tempo que fosse necessário, ouvindo atentamente, caso o vendedor deixasse Blade tentaria aprender na prática, modificando uma munição com diversos cortes para ter aerodinâmica, Blade tentaria fabricar diversos tipos de munições.

Blade só pararia quando criasse uma boa quantidade de munições em perfeito estado, para garantir que ele havia aprendido.
~Fim do Aprendizado~





objetivos:

-Vingança
-Libertar Peri

Atributos, qualidades e perícias:
Hp:6080
Sta:200

Força: Esquece
Destreza:780
Acerto:461
Reflexo:79
Constituição:40

perícias:
• Adestramento: Você é capaz de ensinar um animal domado a executar diversas tarefas, como, por exemplo, servir de montaria, servir de animal de carga, atacar, caçar e executar diversas outras funções.
• Doma: Você é capaz de domesticar ou tornar mansa uma criatura selvagem, fazendo com que ela deixe de ser hostil contra você ou seu grupo momentaneamente.
• Ilusionismo: Você é capaz de realizar truques e enganar uma plateia. Podem ser coisas simples, como fazer uma moeda surgir ‘‘do nada’’ em sua mão até truques complexos com fumaça e espelhos.
• Discurso: Você domina a arte das palavras, sendo capaz de expressar suas ideias, vontades, sentimentos e objetivos com precisão. Com sua dicção e articulação é capaz de se comunicar com exatidão com pessoas e grupos, podendo cativá-los dependendo da mensagem que deseja passar.
• Veterinária: Você consegue tratar de ferimentos animais, desde que tenha em mãos os materiais necessários, independentemente da complexidade dos ferimentos.

Os artistas dominam a arte do canto, dança, artesanato ou outras áreas. Artistas são mestres do entretenimento, sendo capazes de se expressar nas mais diversas formas e cativar aqueles que o cercam
Vantagens e coisas ruins:

Qualidades :

Carismático (2 Pontos):
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente.
Visão na Penumbra (1 Ponto):
Você é capaz de enxergar com clareza em ambientes com pouca iluminação. Desde que não seja uma escuridão completa, você consegue distinguir coisas e pessoas com relativa precisão. Mecanicamente, esta qualidade reduz a condição Cego em uma categoria quando a causa do efeito em questão for relacionado a falta ou obstrução de luz.
Visão Aguçada (1 Ponto):
Você tem capacidades visuais sobre-humanas, sendo capaz de enxergar com clareza e precisão mesmo em grandes distâncias, além disso, costuma ver detalhes não notados pelos outros. (Metade do custo para Minks)
Olfato Aguçado (1 Ponto):
Você tem capacidades olfativas que são capazes de rivalizar com um cão farejador, sendo capaz de distinguir aromas e cheiros com clareza e precisão mesmo em médias distâncias. (Metade do custo para Minks e cegos)
Renome(1 Ponto):
Você é conhecido localmente de forma positiva, seja por um feito ou sua origem, não importa se você é filho de um herói lendário ou ajudou a capturar uma gangue de criminosos locais. As pessoas tendem a confiar facilmente em você, além de lhe tratarem bem e respeitarem enquanto seu comportamento for coerente.
Blade é bem conhecido pelos lugares aonde passa, pelos seus truques e pela sua fama de gente boa.
Impassível (1 Ponto):
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.
Qualidades de Raça:
Garras e presas: Minks caninos possuem presas e garras afiadas que podem ser utilizadas como armas naturais.

Alpha (Machos): Você naturalmente se destaca como um líder dentro do seu círculo de amigos. Não quer dizer que você seja um líder nato, mas aqueles que confiam em você sentem quase que uma aura de liderança vinda de você. Infelizmente, devido a sua natureza, quando outro Mink Canino (especialmente de outra “raça”) entra no seu círculo de amigos vocês têm a tendência a ter uma pequena rivalidade saudável nos primeiros momentos.

Electro: Minks tem a capacidade de produzir choques elétricos a partir de seu corpo, de forma não contínua e por meio de liberação única. Os Minks não são capazes de manipular essa eletricidade, apenas gerá-la e transferi-la para outro corpo através de contato direto. O Electro pode ser utilizado uma vez por página e não gera nenhum bônus de atributo, apenas narrativo.

Idioma Silvestre: Você é capaz de se comunicar com criaturas mamíferas similares a sua subespécie através de certo esforço. É importante frisar que essa qualidade garante apenas a capacidade de comunicar-se com as criaturas, não controlá-las.

Defeitos:

Extravagante (1 Ponto):
Você chama atenção por onde quer que passe, seja pela sua aparência ou seus hábitos, você causa uma impressão difícil de esquecer.
Apegado (2 Pontos):
Você ama algo ou alguém, não medindo esforços para proteger e recuperar o alvo de seu apego emocional. Perder algo que ama é uma experiência traumática que pode deixar sequelas.
Blade ama seus companheiros e amigos de verdade, sejam eles membros da sua tripulação ou um pet
Intolerância Racial (2 Pontos):

Blade tem ódio e repulsa contra minks felinos, também desgosta dos animais que lembram ele dos mesmos, um preconceito antigo de Blade
Leal(2 Pontos):
Existe algo ou alguém, uma pessoa ou organização, que você coloca acima de si mesmo, não se importando com o fato de ignorar seus valores ou se sacrificar para proteger essa relação.

Blade é leal ao seu bando e ao seu capitão
Defeitos de Raça:
Preconceito: Você tem uma aparência incomum quando comparado aos humanos e alguns podem lhe achar repugnante, assustador ou até mesmo uma aberração. Alguns humanos podem lhe destratar e serem hostis simplesmente pelo fato de você ser diferente deles, entretanto, é importante notar que nem todos pensam e agem desse jeito.

Atípico: Devido ao fato dos Minks não serem tão comuns e não se tratar de uma raça tão populosa, eles têm um alto preço no mercado de escravos, o que sempre pode vir a ser um problema.

Sensíveis ao calor: Devido a sua pelagem, os Minks são mais suscetíveis a sofrer efeitos adversos relacionados ao calor e altas temperaturas.

Forma Sulong: Como parte da tribo Mink seu corpo tem uma interação muito única com a lua que nenhuma outra raça tem, uma vez que você tenha contato visual com a lua, desperta-se em eu interior os instintos mais primitivos, selvagens e violentos fazendo com que você perca a sua razão agindo como uma besta furiosa que ataca tudo e todos ao seu redor com uma fúria sanguinária, suas características físicas selvagens mostram-se mais aparentes e justifica-se o medo e o preconceito que existem contra os minks, pois aqueles incapazes de dominar a besta anterior, dificilmente serão vistos como algo além disso.

Durante a transformação passada ao se ter o contato visual direto com a lua, você sentirá uma espécie de sede de sangue imensa, atacando a todos ao seu redor que não sejam Minks, sendo assim todas as noites você terá de ser cauteloso pois a sua razão pela noite estará sempre em cheque. Mecanicamente a fúria dura três turnos e após o término, do quarto turno até o momento em que você possa tratar da condição, você estará sobre o efeito de Exausto I.


Histórico:
Nome: Blade
Posts: 5
Ganhos:
Perdas:
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:

_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Trono1
Deep
Ver perfil do usuário
Imagem : Deep Scaleback
Créditos : 03
DeepNovato
https://www.allbluerpg.com/t341-deep-scaleback#1007 https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033


Uma estranha carroça chegava, quatro minks nela falando sobre serem comandados por alguém que queria o capetão vivo, mais importante estavam se dividindo, dois para lutar comigo e dois para perseguir os outros.

O leão me jogava uma machadinha e o rato se preparava, provavelmente para algum ataque sorrateiro, coisas que os fracos sempre aprontam em luta.

Não desviaria da machadinha, apenas moveria levemente minha cabeça para que não acertasse diretamente os olhos, perante o impacto contra minha cabeça, me curvaria um pouco para trás como se tivesse realmente sentido um duro golpe, porém minhas escamas reduziriam o dano, confiava em minha resiliência o suficiente para não ter medo daquele grupo, daquele ataque, pelo contrário:

-Hey vocês dois ai saindo de fininho…

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 HarmlessIdolizedImago-max-1mb

Diria me referindo ao lobo e a boi com um olhar sanguinário, sacudiria então a cabeça para derrubar a machadinha se está ainda estivesse presa, cerraria meus punhos fortemente fazendo uma energia negra da cor de piche rodar por meus pinhos como um piche que subia por meu braço.

-Não sei aonde pensam que vão… Mas eu não sou um inimigo para esses dois aqui enfrentarem sozinhos.


Iria então me jogar num jogo de corpo contra o “cavalo” deles, usando minha força para tentar virar ele e sua carroça sobre o leão e o rato. Em seguida me jogaria na direção do rato, fazendo chover meus punhos tentando o acertar, sem me importar de acertar o chão se errasse, a dor não me incomodava, meus socos seriam com força total, buscando destruição total.

Meu estilo de luta sem recuos podia ser difícil de prever, pois normalmente os combatentes se movem para sair de ataques e perigos, algo que eu nunca fazia, eu continuava em frente e atacando, o que podia gerar aberturas. Me manteria indo pra cima deles sem dar chance deles respirarem, sempre indo pra cima do que estivesse mais perto com meus socos e sem recuar perante dor alguma. Queria os fazer temer a dificuldade de me parar e a possibilidade de tomarem meus golpes, posso ser forte, mas minha principal arma é a coragem e a capacidade de tirar ela do inimigo.

Acertado por um golpe, continuaria a me forçar contra o alvo, tentando acertar golpes nos membros que fizeram o ataque e arremessar armas derrubadas para longe com minha força.

Se acertasse golpes, daria tudo de mim neles, tentando fazer os inimigos serem arremessados contra o que tiver atrás ou abaixo deles ou até mesmo prensados contra estes se já estiverem perto, buscando assim destruir o cenário usando meus oponentes, forçando ainda mais ferimentos neles e tentando os lerdear ao terem que sair de escombros, para assim eu poder acertar mais golpes.

Se o boi tentasse me atacar com um ataque de cabeça, usaria um soco para combater seu golpe, eu punho com soqueira dentada contra o crânio do touro, vejamos o mais sagaz.

Histórico:
Nome: Deep Scaleback
Posts: 5
Ganhos:-/-
Perdas:-/-
Players conhecidos:
NPC's:
Extras:


_________________

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 WBoszKt
Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 ADN2FDA
Subaé
Ver perfil do usuário
Imagem : Cabra da Peste
Créditos : 02
SubaéCriador de Conteúdo
https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033

5: Fim do Molho

-Eu, fugir depois de te roubar? Escute bem, humano. Se eu quisesse ferrar com a sua vida você já estaria chorando sua desgraça - Minhas palavras também seriam duras, mas ele precisava ouvir a verdade, gostando ou não - Mas realmente, não tenho como te garantir que eu não vou apanhar mais uma vez, eu não quero, mas vai que rola… Sua ÚNICA opção é apostar em mim com tudo… Ou vai continuar tramando uma vingança que nunca acontecerá.

Caso Tulin tivesse preparado outro cuscuz, devoraria a refeição o mais rápido que pudesse, pois estou ansioso para ir pro palácio de Sal me juntar com Deep e Blade.

Depois, voltaria minha atenção para a perna. Aquelas ataduras já estavam começando a me incomodar e, para o meu alívio, a dor já não estava tão intensa como estava mais cedo.
Começaria a desenrolar a gaze que apertava a minha perna.
Alívio.

Ao me levantar, perceberia que já me aguentava em pé novamente.
Daria alguns chutes no ar, apenas para aquecer o corpo que até então estava repousando.

-Isso aí! Parece que o pai tá pra jogo de novo!! - Correria até onde Tulin estivesse - Olhá só, eu já to bem!! - Eu estava tão feliz por poder andar livremente de novo que eu não parava de pular e bater palmas - Ei bigodudo, me consegue uma roupa na moral, você sabe que sair com esses trapos surrados não passa credibilidade nem imponência… Nós vamos fazer algo grande hoje, preciso estar vestido à caráter!

Aguardaria pelas novas vestes e, CASO Tulin me entregue roupas novas eu me trocaria alí no salão sem me importar em ficar nu na frente do taverneiro para isso. O meu chapéu e os chifres ficariam escondidos embaixo do chapéu regional de Petra. peguei os pertences que estavam nos bolsos do terno e guardaria os mesmos nos bolsos da roupa nova.

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Roupa_10

-UAU!!! EU ESTOU PARECENDO UM SULTÃO!!!!!! - Diria cheio de horgulho e pompa. Aquelas roupas realmente ficariam bem em mim - Parece que minha hora chegou. VALEU POR TUDO IRMÃO!!

-Até mais Tulin - Devidamente vestido e com minha garrafa de bebida em mãos, me despedi do taverneiro e sai correndo em direção ao palácio de Sal - Próxima vez que nos vermos você vai ter um bom motivo para festejar!!!

Se por acaso algum inimigo me surpreendesse com um ataque surpresa (seja no bar do Tulin ou na rua) , tentaria me esquivar, arremessando o corpo para o lado, girando-o em um movimento de estrelinha (usando apenas uma mão, pois a outra estaria segurando a garrafa de cachaça) - Mas que caralhos…- Diria por conta do susto.

Uma vez afastado do inimigo, ou se eu encontrasse algum companheiro em combate, saltaria até o inimigo dando uma pirueta em sua direção, girando a perna ao redor de meu próprio eixo (igual os planetas fazem com o sol) -TOMA ISSO SEU FILHO DA PUTA...- Finalizaria o movimento com destreza e velocidade.
Sem nenhum motivo aparente, minhas pernas começaram a queimar, enfeitando um chute bem dado que, descendo o pé com firmeza  seria aplicado com toda maestria diretamente no cocuruto da cabeça de meu oponente.

Cabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventilador - Página 2 Giphy


-CABRANETA SHOTT!!!



Histórico:
Página: 1
Posts: 5

Itens:
- Frasco com 01 comprimido de medicamento canábico (FICHA)
- Garrafa de cachaça com 06/10 usos (FICHA)

Ganhos:
- Livro de Condução, Navegação, Astronomia, História dos Mares (POST 02)
- Proficiência: Navegação (POST 02)
- Proficiência: Condução (POST 03)


Perdas:

NPc’s:


Combate:

-- Canela Trincada: 05/05



Proficiências:
- Acrobacia
-Ameaça
-Atletismo
-Briga
-Lábia

Qualidades:
-Carismático
-Prodígio
-Talentoso
-Destemido
-Electro
-Idioma silvestre
-Chifres curvos
-Cabeça dura

Defeitos:
-Doença degenerativa
-Sadista
-Cabeça quente
-Dependente (15 posts)
-Extravagante
-Apegado (ao chapéu)
-Feio
-Preconceito
-Atípico
-Sensível ao calor
-Forma sulong.

-Acertar as contas com Zayn
-saciar vício
-Aprender as proficiências Condução, Navegação, e Astronomia
-Encontrar o anão perneta chamado Peri.
-continuar a desenvolver liderança
10400/10400200/2006/1015/15