Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
I - A Selvagem e o SonhadorHoje à(s) 10:25 pmpor  DioColorsHoje à(s) 8:42 pmpor  Shiori1º Chapter - Wild HuntHoje à(s) 8:24 pmpor  ÀsCabras da Peste, vol 1- Amanhecer do SulHoje à(s) 6:02 pmpor  DeepDesventura na Terra dos Sonhos - Grupo 8Hoje à(s) 5:29 pmpor  Narrador De EventosP.D.N. Homem Ciclista vai atropelar Hoje à(s) 5:28 pmpor  Admin1v9 Kirinha Adventures - 1° EpisódioHoje à(s) 5:18 pmpor  Kira[Pedido de Instrutor] AnakinHoje à(s) 4:15 pmpor  Anakin[TUTORIAL] - IonukyHoje à(s) 4:11 pmpor  Joker[TUTORIAL] - DennisHoje à(s) 4:09 pmpor  Joker
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 3 de 3 Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 13
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t316-art-1-forget
Prologo: Frenesi da Raposa Qui Maio 13, 2021 1:24 am
Relembrando a primeira mensagem :

Prologo: Frenesi da Raposa

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Agente Agatha Harkness. A qual não possui narrador definido.

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 F90786410B6145DE3E5C3E8E1705820EC5576836

Mephisto
Ver perfil do usuário
Imagem : Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 XXLblef
Créditos : 13
MephistoAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t353-anne-redgrave https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1323
Re: Prologo: Frenesi da Raposa Qua Jun 09, 2021 1:40 pm
Missão 1


A mulher como sempre era debochada, criticando o local, e falando sobre os agentes que falharam em cobrar o dinheiro ali, no entanto Alex tinha uma reação que mostrava o quanto ele ligava pra a zombaria, que era simplesmente dar uma risadinha respondendo.-Eu não tenho nada haver com isso, meu trabalho aqui é outro. Eu me comprometo a cumprir o que me mandam, e isso é o que deve fazer, garanta ter sucesso, se não lhe deixarei pra trás como também faria com qualquer um que falhar. A missão é prioridade e o mínimo que espero é comprometimento.- ele respondeu ela saindo dali logo em seguida, e indo tomar seu cafezinho.

Enquanto ela seguiu pelo corredor pro banho, ela deixou a foice perto dela depois de se despir, tomando uma boa ducha, era um vestiário simples com vários chuveiros divididos por paredes e uma cortininha que abria e fechava, lembrava bastante vestiários de clubes de natação. Ela então depois do banho se vestiu, pegando um terno comum, que estava nos armarios, voltando para falar com o chefe da missão que era o Alex, falando sobre o que seria, já que deveriam partir logo.

O homem então lhe apresentou a parceria que iria andar com ela. Era uma ruiva que estava sentada no canto da sala, vestia-se com roupas características de Kano, o que devia indicar sua procedência, carregando consigo uma katana embainhada na lateral. Deixava sua roupa caída para baixo o que exibia faixas enroladas onde ficavam seus seios e uma tatuagem de dragão no braço direito que cobria parte de seu bíceps e ombro..

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 1edff8d7dd2e6b402e99d9c76bdfb22e

Sua aparência era desleixada, seu jeito parecia tranquilo e calmo, como se não ligasse pra absolutamente nada. Ela viu a mink entrar na sala, mas não esboçou emoção. Alex levantou e começou as apresentações e a explicar o objetivo da missão.-Essa será sua parceira para a missão, ela se chama Akagi, veio de Kano. Espero que sejam cooperativas. Pois é de importância que não se deixem ser pegas. Se forem, não será resgatadas, em visão de comprometer a missão.- comentou deixando claro a periculosidade do que estava acontecendo.

A partir daqui, eram os detalhes que começaram a ser passados, afinal precisavam saber o que fazer.-Eu vou precisar de vocês infiltradas numa festa, irei lhes entregar algum dinheiro para que arrumem roupas para a ocasião. Eu consegui dois convites, vocês estão na lista. A razão que ambas vem de fora da ilha, e assim não são conhecidas pelo local, é perigoso por que apesar de isso ser uma vantagem, também trás problemas já que ambas vão chamar atenção.-Ele então pegou alguns papéis, dois formulários que tinham informações com endereço, tipo de festa, nomes de alguns figurões que poderiam estar lá seguido de suas fotos.

Com o formulário entregue ele passou novamente a repassar informações importantes.-A festa é um baile de máscaras, e nesse baile vai ter um homem chamado Veroni, sim, Camaleon Veroni, não sabemos se esse é o nome real dele ou seu codinome, mas esse cara aparentemente está tentando instalar uma célula revolucionária na ilha.-completou ele agora trazendo uma fotografia do tal Veroni, era um cara loiro, com um rosto meio envelhecido, devia ter em torno de uns 35 anos, usava um cavanhaque e brincos, parecia ter um certo ar de nobreza.

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 47ae06d3549de8208211db330b18867a

Além da foto mais algumas informações era imprescindiveis.-Ele tem um metro e noventa e oito centímetros, seu corpo é bem definido, não se enganem pelo ar de nobreza, ele é um combatente eficaz. Além disso, tem sempre capangas, 4 ou 5 com ele por aí. A missão de vocês vai ser coletar informações na festa, não só com ele, mas com quem conseguirem, do modo mais natural possível, fiquem sempre de olho nele.- então ele pegou dois den den mushi bebê, entregou um para a raposa e outro pra ruiva, já que eles seriam importantes para a comunicação.

E nesse ponto continuou a explicar.-Quando ele sair da festa, tentem levar ele para um lugar isolado, ou sigam ele até acharem seguro agir sem muitas testemunhas, quero que o capturem vivo!! Para que possamos interrogar ele, esses Den Den, são pra manter contato comigo, irei estar resolvendo outra questão logística da missão. Entendido? Tem mais duvidas?- No fim ele pegaria 500.000 para que elas comprassem roupas para a missão. Deixando o dinheiro com elas para esperar que elas retornassem para pegar as máscaras e mais informações.




Ferimentos:
Arranhão no pescoço já quase desaparecendo por completo.


_________________

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 2sfsWNF
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 XqxMi0y
Créditos : 10
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Re: Prologo: Frenesi da Raposa Qua Jun 09, 2021 5:27 pm





Prologo: Frenesi da Raposa

As falas do homem em resposta ao que falava sobre os agentes me fazia dar um breve sorriso de canto de rosto, não esperava menos, o governo em primeiro lugar sempre, seja qual for a missão, se a pessoa não for boa o suficiente ficará para trás sem pensar duas vezes. “Talvez o tenha julgado errado!” Ter a primeira impressão sobre uma pessoa de fato gerava vários questionamentos, principalmente da forma que elas poderiam vir a agir em nome do governo.

A grande questão era que não éramos marinheiros, cãezinhos adestrados pensando no que seria melhor a se fazer para nossos companheiros, éramos as verdadeiras engrenagens que mantêm a grande máquina que é o governo mundial rodando e se uma dessas peças vim a falhar obviamente deverá ser largada para trás e substituída para manter o bom funcionamento.

Com esses pensamentos seguia para meu banho, e me aprontar para a próxima missão, oque não demorava muito, vestindo um terno solitário que estava ali no vestiário, logo então estando pronta para a próxima missão. - Quem vamos fatiar agora!? Falava pegando em minha foice e girando ela em sentido horário.

Caminhando de volta para onde podia encontrar Alex, balançava minha calda tranquilamente, estava animada para começar a próxima missão. - Vamos começar com isso! Falava em um tom bem descontraído olhando as unhas da minha mão esquerda, Alex então apresentava a pessoa que iria nos acompanhar na próxima missão.

Olhando para minhas unhas, levantava a visão lentamente, vendo uma garota com vestes um tanto atípicas da região, me lembrando até alguns visitantes daquela vez na mansão da senhorita Valentina. “Vestida assim é uma agente do governo!?” Arqueava minha sobrancelha esquerda, meu ar de descontentamento era evidente para qualquer um que pudesse ver, mas se eram ordens de um superior oque tinha era de trabalhar com ela e esperar que a mesma não atrapalhe o andamento da missão.

- Espero termos um bom aproveitamento! Soltava seco e direto voltando a me virar para Alex.

Logo mais a missão começava a ser explicada, uma missão simples e direta de infiltração, algo que a Condessa de Fontaine tinha me treinado muito bem. O alvo, um possível inimigo do governo querendo instalar uma célula bem de baixo do nosso nariz. - Então a missão é para eliminar esse sujeito? Soltava em meio a explicação analisando a foto que era mostrado para nós, se era uma festa certamente não iriamos poder levar armas para o mesmo, porque seria uma situação no qual eu dependeria apenas da minha astucia, minha foice ou espada não entrariam certamente.

A pergunta então era respondida, uma missão de reconhecimento, levava minha mão esquerda para perto do rosto dando alguns toques com o dedo indicador, pensando nas possibilidades que poderia ser feitas em tal missão. - Apesar de uma missão que não envolve combate direto temos de presumir os vários riscos que isso pode acarretar seguindo para um locais desarmadas, principalmente pelos meus estilos de luta lidarem com lâminas um tanto avantajadas se assim posso dizer! Soltava olhando na direção de Alex.

- Creio que o uso de toxinas nesse caso seriam viáveis, eu não tenho conhecimento sobre isso poderia aprender com alguém, assim quando formos as compras eu compraria algumas que poderiam nos auxiliar em missão oque acha? Ter outros artifícios além das armas e o próprio corpo seria útil para poder lidar com essa missão, aprendendo sobre as toxinas poderíamos encontrar uma que pudesse desacordar o homem sem ferir assim deixando ele saudável para o interrogatório.

Como não conhecia a cidade pegaria o dinheiro e esperaria que o mesmo indicasse os lugares que poderíamos estar comprando ou aprendendo sobre toxicologia para assim podermos dar inicio aos preparativos da festa, assim seguiria todas s instruções.



Histórico:
Nome: Agatha Harkness
Número de Posts: 11
Ganhos:
- Foice.
-  1.700.000 ฿S (missão)
- 1 Missão
Perdas:
N/A
NPC's:
Alex: Opinião sendo formada

Ferimentos:
- Corte superficial no pescoço.



_________________

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 J09J2lK
Mephisto
Ver perfil do usuário
Imagem : Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 XXLblef
Créditos : 13
MephistoAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t353-anne-redgrave https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1323
Re: Prologo: Frenesi da Raposa Qui Jun 10, 2021 7:33 pm
Missão 1


Aos poucos suas perguntas foram respondidas, enquanto a ruiva apenas prestou atenção em tudo, enquanto Agatha tinha suas dúvidas sobre quanto a sua parceira ou estorvo… As roupas de fato eram estranhas para a posição que ela ocupava, e por fim, queria saber sobre como portar suas armas na festa ou se todo o trabalho envolvia mais infiltração.

Alex então confirmou primeiro com a cabeça fazendo um sinal de positivo, e então começando a falar.-Sim, você ta certa. Eles não vão deixar vocês entrar com armas, e a abordagem com venenos é uma boa pegada. Você pode falar com o Shinso, vou te apresentar a ele. Ele pode ensinar você sobre bons venenos e criação deles. Ele é um Cientista excelente apesar de ser meio maluco.- Comentou coçando a parte de trás da cabeça.

Parecia que o homem que ele falava realmente tinha um grau de excentricidade um tanto elevado e então ele prosseguiu falando sobre mais alguns dados, explicando onde o tal homem que ele falou ficava no processo.-Vou te levar primeiro pro labioratotio, venham comigo. Há e quando forem comprar as roupas lembrem que a festa tem um certo ar de nobreza, escolham boas roupas pra combinar, e não acabarem destoando dos demais.- e assim ele foi levando ela até a tal sala onde ele abriu a porta já vendo uma explosão de fumaça, aquele grande BOOOM!!! Enquan to podiam ver a fumaça subindo de um frasco de erlenmeyer.

Lá dentro podia já ver um cara jovem, por volta de uns 18 ou 19 anos, tinha um cabelo branco todo arrepiada que descia até os ombros, usava um óculos de proteção e parecia bem sorridente e entusiasmado, naquele momento tinha o jaleco com uma mancha da solução que tava explodindo no vidro.-Não se preocupem, não se preocupem, eu to trabalhando em produzir bombas de fumaça mais eficazes cof cof cof então é só fumaça, o barulho é um extra, mas vão ficar boas depois…- Alex já dava uma gargalhada naquele momento por já conhecer ele.

Alex logo começou a falar também, explicando quem era a moça ali com ele.-Essa é Agatha, agente nova aqui na cidade.- E disso deixava que ela mesma se virasse sobre o que tinha vontade de aprender, ou conversar com o cara, sua presença ali era meramente para demonstrar que ela tinha aval pra ser tutorada pelo cara, além disso ele tinha ido ver o velho amigo.




Ferimentos:
Arranhão no pescoço já quase desaparecendo por completo.




_________________

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 2sfsWNF
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 XqxMi0y
Créditos : 10
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Re: Prologo: Frenesi da Raposa Sab Jun 12, 2021 9:40 pm





Prologo: Frenesi da Raposa

Com as instruções da próxima missão dadas, tínhamos que fazer os preparativos, minha linha de raciocínio sobre oque deveria ser feito entrava em concordância com a linha de Alex, agora bastava aprender sobre venenos e compostos tóxicos o suficiente para poder derrubar o nosso alvo. “Excêntrico?” Pensava enquanto o agente dava a descrição do homem que nos ajudaria nessa questão.

- Não me importo muito com a personalidade deles, desde que o mesmo seja um bom no assunto, não ligo se ele chama urubu de meu louro! Um sorriso de canto de rosto podia ser visto em meu rosto.

Alex então terminava de dar as últimas instruções sobre que tipo de roupa deveríamos comprar, em seguida pedia para que a gente seguisse o mesmo, então assim eu o fazia, caminhado a passos tranquilos, balançava meus rabos tranquilamente, estava pronta para aprender mais. “Lembro de algumas substâncias que a senhorita Valentina usava em suas armas, com alguns cortes a pessoa ficava paralisada!” Pensava lembrando de algumas missões que acompanhei a mesma como uma observadora, a mulher era extremamente habilidosa.

Logo mais chegávamos até o local onde iriamos encontrar o cientista em questão, mas assim que chegávamos lá conseguia escutar com minha boa audição um conjunto de barulhos estranhos, e antes que pudesse falar algo presenciava uma grande explosão. - Mas que desgraça! Soltava levando as mãos aos ouvidos, a grande quantidade de fumaça que saia de um dos recipientes do laboratório.

- Se esse é o tal cara que vai nos ensinar, começo a ficar em dúvida sobre a qualidade! Falava arqueando uma das sobrancelhas, posso não ser a maior entendedora de química, ou seja lá oque ele estava fazendo, mas explosões assim em sala fechada não era algo muito usual.

Era um garoto jovem, deveria ter minha idade ou algo bem próximo, o mesmo vinha com o jaleco sujo e dando as devidas explicações. - Percebi o quanto é barulhento! Respondia retirando as mãos das orelhas, em seguida levando os dois dedos indicadores até as laterais da minha cabeça massageando as mesmas por causa do zumbido da explosão.

Alex então nos apresentava, com um aceno positivo com a cabeça me aproximava do cientista, e sem saber ao certo que estava em seu corpo limitava o cumprimento apenas com a cabeça. - Bom preciso aprender tudo que você sabe sobre toxicologia, creio que essa seja a área que precisamos, temos um alvo e ele precisa ser desacordado! Soltava me aproximando das bancadas que estivessem pelo local observando cada vidraria que estivesse por ali.

Aprendizado Proficiência: Toxicologia.

Assim com as devidas instruções dadas ao cientista, ficaria ali o tempo necessário para poder aprender Toxicologia, prestaria a atenção em toda a teoria passada pelo rapaz, e em seguida faria todas as praticas que o mesmo mandasse, assim tentando dar o meu máximo para poder saber quais compostos encontrar para conseguir ter um resultado proveitoso em minha missão.

Assim que terminasse de aprender com o homem daria um grande suspiro falando. - Bom, onde que posso comprar os compostos para minha missão? Daria uma pausa para escutar oque o rapaz tinha a dizer. - Também preciso de instruções para poder ir as melhores lojas comprar algumas roupas! Assim que o mesmo desse as instruções juntaria minhas nove caldas. - Obrigado por tudo! Falava assim saindo do laboratório e seguindo para os lugares indicados.



Histórico:
Nome: Agatha Harkness
Número de Posts: 12
Ganhos:
- Foice.
-  1.700.000 ฿S (missão)
- 1 Missão
Perdas:
N/A
NPC's:
Alex: Opinião sendo formada

Ferimentos:
- Corte superficial no pescoço.



_________________

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 J09J2lK
Mephisto
Ver perfil do usuário
Imagem : Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 XXLblef
Créditos : 13
MephistoAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t353-anne-redgrave https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1323
Re: Prologo: Frenesi da Raposa Dom Jun 13, 2021 1:32 am
Missão 1


A raposa não se preocupava muito com o seu professor, na verdade pouco valia de algo saber seu nome, desde que ele lhe pudesse ensinar, e assim foi, ele olhou para ela um tanto quanto curioso sobre quem ela era, mas naquele momento apenas existia uma hora para aprendizado.

Ele então respirou profundamente começando a explicar para a raposa.-[color:ba43=spring green]Certo, certo, vamos pra a aula, é uma moça bem direta ela né Alex? Sem arrodeios.- falou coçando a nuca meio que preocupado, com uma gota de suor descendo do rosto.

Então naquele ponto começou a explicar recebendo apenas uma risadinha de Alex como resposta.-Bem, venenos em geral são substâncias nocivas ao corpo, a razão disso é que elas afetam alguma parte de nosso sistema, algumas vão direto no sistema nervoso, outras trabalham com destruição e proteínas e corroem a região, mas claro diferente do ácido viajam pelo sangue também.- Ele pegou uma prancheta onde mostrou pra a garota uma tabela, exemplificando tipos de veneno.

Explicou a diferença entre venenos neurotóxicos para proteolíticos, e o funcionamento de substâncias no corpo, e como melhor inocular cada tipo de veneno, repassando em principal seu uso para desacordar, ou deixar tonto, e similares, já que era o que procurava, a ruiva que estava lá aproveitou participando da aula, e levaram 3 horas ali dentro estudando, até que finalmente completaram o que era necessário.

Com o aprendizado concluído ela ia até Alex saber onde comprar suas roupas, afinal precisava realmente de todo um bom trabalho.-Os venenos, nós temos aqui, você pode entrar lá no laboratório e dar uma procurada, escolher qual parecer mais adequado, sem gastos extras pra missão. Mas se não achar o que procura lá, tem uma loja de compostos logo no centro da rua, a dois quarteirões daqui.- ele então pegou um mapa simples da ilha, com poucos detalhes e mostrou pra ela, circulando três pontos com um ciclo vermelho.

Eram lojas de roupas.-Essas são as lojas que tem ligação com o Governo, todas elas vão te dar uma ajudinha de leve, se você disser que está comprando pra missão. Digamos que tenho alguém dentro de cada uma. Então você pode ir nelas e aproveitar, todas são de alta qualidade.- desse ponto ela sabia o que queria, no laboratório do QG caso ela fosse procurar, iria encontrar algumas opções de venenos bons para desmaiar alguém ou coisa do gênero.

Lá ela encontraria as seguintes substancias que poderia usar para seu confronto com o desconhecido, escolher alguma que parecesse melhor para a ocasião, ou ir atrás de outras se preferisse, eram elas: Escopolamina, Cetamina, Flunitrazepam, Clorofórmio, Benzodiazepina.

Já quando fosse as lojas de roupas, encontraria lojas realmente robustas, uma delas, que era a mais próxima do QG parecia até um castelo, se chamava: “Sonho de princesa” e tinha um slogan bem interessante: “Seja você mesmo a protagonista do seu conto de fadas”. Ela tinha duas pequenas torres com uma entrada com adornos dourados, toda pintada de branco, um tapete vermelho que ia da entrada até o balcão. Lá dentro, tinham centenas de provadores, roupas de todos os tipos.

Vestidos, ternos, sapatos, luvas, lenços, calças, camisetas, tudo a disposição, alguns em manequins, outros pendurados em cabides que enchiam toda a loja, além de claro as grandes prateleiras de calçados que ficavam mais próximas da porta, uma a direita e outra esquerda, nas paredes laterais ou seja indo da porta até a ponta.

O balcão tinha diversas atendentes, que estavam todas em prontidão para receber as moças que saíssem dos provadores, e algumas outras andando pela loja e atendendo outras clientes, que inclusive eram várias, haviam muitas pessoas na loja, todas mulheres parecia realmente ser o tipo de lugar atrativo para garotas.




Ferimentos:
Arranhão no pescoço já quase desaparecendo por completo.




_________________

Prologo: Frenesi da Raposa - Página 3 2sfsWNF