Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria

Página 2 de 2 Anterior  1, 2
Shiori
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Ter Nov 08, 2022 9:56 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Aqui ocorrerá a Batalha dos Participantes: Kimberly Deshayes, Matteo Martini, Myriam Leuchten

Fichas do grupo:

_________________

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 YHVeK1M

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 VYrwji0

Ceji
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 VKIeqW4
Créditos :
35
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t283-kimberly-deshayes https://www.allbluerpg.com/t1912-capitulo-2-ticket-to-ride
Ceji
Caçador de Recompensas
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qua Nov 16, 2022 7:52 pm
 

EVENTO
 HALLOWEEN
         
Desafio 3~5
Post IV



Uma sinfonia de terror e desesperança inundava meu ouvidos, como um chamado de socorro perdido nas profundezas mais sombrias do esquecimento. Do vazio aberto em meu peito, uma miríade de memórias terriveis vinham à tona, traumas esquecidos e aflorados, que faziam minhas pernas tremerem e despencarem em direção ao chão "...NÃO!" Travava minha queda movendo a perna direita agrente em apoio, respirando pesado "Eu já vi o inferno... Ele... Ele era pior do que isso...!" Ainda tremendo um pouco, ajeitava a minha postura, rangendo os dentes para manter a face mais íntegra que conseguia - Você acha que esse é o vazio da morte?! Então não faz ideia do que te espera - Erguendo minha mão, canalizaria minha Energia Divina em Matteo, para lhe tirar daquele topor de medo - Se recomponha, Matteo. Ainda temos um Fantasma para enviar ao pós-vida!

Mesmo mantendo a pose, aquele medo ainda afetava meu corpo e mente, fazendo minhas mãos tremerem um pouco toda vez que focava meu olhar na criatura, mas eu sabia que não podia desistir depois de tudo que fizemos. Respirando fundo, me locomoveria um pouco mais para perto da assombração, mantendo meu foco na Névoa Mortal para que continuasse a envolver e debilitar a criatura. Como aquela aparição já havia demonstrado estar se acostumando com nosso padrão de ação, decidida então mudar minha tática, retrocedendo e enrolando novamente meu chicote. Assim que percebesse Myriam novamente engajando no combate, começaria a correr para a lateral esquerda da minha companheira, e, assim que viesse a oportunidade, saltaria em direção à fantasma tentando lhe acertar um chute em cheio com meu tamanco. Independente se acertasse ou não, a investida não serviria apenas para atacar a criatura, mas para dispersar sua atenção, num truque clássico de ilusionismo. Durante a corrida, teria começado a concentrar a energia da morte de Enfraquecimento em minha mão que mantinha escondida da perspectiva da criatura para, após o chute bem ou mal sucedido, fazer rapidamente um Ataque Adicional [-40 Stamina] com o raio sombrio, visando debilitar sua velocidade de reação [Reflexo -10%]. É claro, se ela escapasse do meu ataque ficando intangível novamente, dispararia meu raio apenas quando ela se rematerializasse novamente - Matteo, agora! - Bradaria, saltando para os lados para não atrapalhar na linha de tiro.

Tendo um pouco mais de noção das capacidades da aparição, matéria minha atenção de acordo não só para seus ataques, mas para aquele grito também. Caso ela tentasse me focar ou me atacar após minha investida, usaria meus conhecimentos acrobáticos para impulsionar-me ao chão rapidamente, deixando meu corpo cair quase por completo, freando o movimento a poucos sentimentos com um dos braços retraídos, quando então me impulsionaria para o lado com o braço e as pernas, girando para longe da criatura e me levantando novamente. Se o ataque viesse pelo chão como antes, me manteria saltando de um lado ao outro para dificultar que ela conseguisse me pegar desprevenida, esperando que reaparecesse para poder desviar com outro salto lateral. Caso ela se preparasse para usar outro daqueles gritos terriveis, tentaria tapar meus ouvido para ao menos tentar diminuir o efeito aterrorizante do ataque, e não me tornar um estorvo aos meus companheiros pelas memórias ruins emergindo.

Aviso:

Fantasia:

Ficha Ceji:

Clériga (seguidora da morte):

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXy
KIMBERLY DESHAYES


     
cactus


Ravenborn
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SYjPY9U
Créditos :
29
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t275-matteo-martini https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Ravenborn
Rank D
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qui Nov 17, 2022 6:37 pm


this is halloween

Come with us and you will see. This, our town of Halloween.


Quando a Banshee subiu aos céus e seu rosto se contorceu num grito sobrenatural, eu senti um mal-estar no meu âmago. Não era um medo racional, do tipo que alguém comum teria ao se deparar com uma criatura daquelas, e nem mesmo do tipo que crianças têm do escuro - medos assim geralmente têm um motivo por trás, como a ansiedade de não saber se alguma coisa pode saltar de dentro das trevas a qualquer momento. O que eu estava sentindo era um medo inexplicável, uma sensação sombria que tinha tomado conta de mim e de minha mente. Minhas mãos tremiam, minha respiração ficou pesada, e eu errei disparos que nunca erraria normalmente.

- Mas que diabos... - eu balancei a cabeça, tentando afastar as imagens que surgiam em minha mente, mas sem sucesso. Foi aí que ouvi a voz de Kim, e com sua energia divina me cercando, aquele medo foi embora tão rápido quanto chegou. Eu respirei fundo mais uma vez, e segurei firme o cabo da arma. - Valeu, Kim. Pode deixar que eu vou retribuir enchendo aquela coisa de bala até ela querer se arrastar de volta pro cemitério. - eu disse, já me preparando para atirar, mas ao perceber que ela parecia ter alguma coisa em mente - como sempre - resolvi esperar um pouco pra ver.

Dessa forma, eu começaria esperando por um sinal de Kim, mas sempre mantendo a criatura na minha mira, e ficando de olho na sua movimentação estranha - já que agora tínhamos visto que ela podia até mesmo entrar no chão para nos atacar de baixo. Se ela viesse na minha direção nesse meio tempo, me manteria dentro da Névoa Negra para que isso dificultasse sua visão, e esperaria ela se aproximar um pouco pra ver de onde o ataque viria, antes de saltar para trás ou para os lados, me distanciando das suas garras.

No geral, não faria questão de me manter tão distante dela como antes, já que não sabia o que mais ela tinha na manga, e seria bem ruim se fosse pego sozinho. Caso ela entrasse no chão mais uma vez, procuraria rapidamente um local mais alto no qual pudesse saltar para subir, chamando a atenção das outras duas também: - Se a gente ficar no piso da arena não vai ter como ver o ataque chegando, subam em alguma coisa! - avisaria, e ficaria de olho para pular para longe quando a criatura finalmente emergesse.

E aí, quando finalmente ouvisse o sinal de Kim, abriria fogo contra a criatura, me permitindo atirar de mais de perto para não dar a ela muito tempo de reagir, mas me mantendo sempre pronto para me afastar caso fosse atacado. Começaria mais uma vez com um tiro de força bruta, e continuaria com disparos ao longo de todo o corpo do monstro - cabeça, peito, mãos, torso - agora que estava recuperado, teria certeza de me vingar um pouquinho pelo pesadelo acordado que ela tinha me feito passar. Se a visse indo atrás de alguma das minhas companheiras, me aproximaria correndo por trás, dando um salto e fazendo um ataque adicional (+1 OPA) com um chute na lateral de seu corpo, quase que imitando os movimentos de Kim.



Ficha:

Guerreiro (Caminho do Campeão):

OFF:


Post 04

Halloween

Level 4




Malka
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SBuSayN
Créditos :
45
Localização :
Stevelty, North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t295-myriam-leuchten#858 https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Malka
Criador de Conteúdo
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qui Nov 17, 2022 8:27 pm

Myriam Leuchten
Evento 6

Masmorra
POST 04





A tenebre, mesmo urrando de dor, não parecia cessar — minhas chamas, no entanto, cada vez mais devagar se inflamam, menos fortes, menos brilhantes... Era como se o brilho de sua flama sagrada se tornasse mundano, frágil. E sendo assim era só questão de tempo: me vendo desprevenida, a besta me toma nos próprios braços e estraçalha minha carne e armadura, e pelo visto até o que havia dentro. Bastou um descuido, uma leve fraqueza de minha postura como bastião, que o santuário vai ao chão e se dispersa. Minha energia havia acabado mais cedo do que esperava, e não havia mais como alcança-la.

A música, meu porto seguro, se torna minha maldição assim que os lábios daquele ser horripilante proferem sua serenata berrante. Segurando-me o máximo que posso para não cair perante àquela presença, sorriria um sorriso melancólico — Essa é a sua arma, demônio? Me mostrar o inferno, o mal que causei? — forçaria meu brilho o mais forte que posso, inflamando meu corpo em asas douradas por um pequeno segundo. Sabia que Kim tinha capacidade de cuidar de Matteo, diminuir os seus pesares, mas eu não deixaria ela sofrer o mesmo destino que eu — Eu sei quem eu sou! Vai precisar de mais que isso pra me fazer titubear! — as asas translúcidas cobrem meus aliados uma última vez com sua chama pálida, talvez a última benção que poderia oferece-los (Aura Devota).

Assim que o faço, meu fogo cessaria. A armadura, antes de um prata brilhante, se cobrindo em um tom escurecido e deslizando até estar envolta da espada. Um musgo negro, tenebroso como a própria existência daquela criatura vil, ao que me levanto apoiada na minha espada decadente — Espero que esteja pronta pra conhecer a dor, já que faz tanta questão de me fazer relembrar a minha.

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 BLkovlQ

Com o poder da insígnia da decomposição consumindo minhas mãos, o amuleto amaldiçoado que portava comigo finalmente tomando forma, recubro a espada de um véu obscuro. Se minha chama abençoada havia morrido naquele embate, não dependeria mais dela, muito menos pouparia recursos para defender o bem daqueles que amo. — Prove do seu veneno, pois aqui você não pertence! HUUAAAAAAAAGH! — correndo em sua direção enquanto grito em plenos pulmões, saltaria buscando acerta-la com minha espada na barriga e rasga-la de volta ao alcance fácil de meus companheiros. Se decidisse se tornar translúcida, não desistiria da atitude, me remanejando para agarrar em sua perna espectral durante a queda, apertando com força os dedos cobertos de chamas escuras para fazê-la sentir a mesma dor de antes. Sem minha benção talvez não fosse tão efetivo num ser cadavérico como ela, mas ainda assim, confiava na minha própria força, tomando seu toque espectral em meu corpo se necessário para que meus aliados a consigam ter em melhor posição para a estratégia esperada.

Enquanto os meus aliados lutam sincronizados, me focaria em ser a alavanca de ambos, me posicionando na frente de quem quer que estivesse mais perto da Banshee com a guarda sempre alta. Se em algum momento ela mostrasse se aproximar de forma direta, correria em sua direção e miraria um golpe frontal em seu peito (+1 OPA) como forma de afastamento, segurando a espada com ambas as mãos para o golpe ter mais impacto e atrasa-la mais eficientemente. Se fosse mais indireto, como um golpe de cima ou por baixo como foi comigo, empurraria meu aliado com a mão livre e bloquearia com a outra na direção do monstro, usando toda minha força para segura-la na posição que estava, e rolando para o lado assim que notasse que a espada se tornou leve, sinal de que sua forma não estava mais tangível.

AND IT WILL COME, LIKE A FLOOD OF PAIN, POURING DOWN ON ME


•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:
Ficha:

Paladino — Voto da Devoção :
•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:

FALA | PENSAMENTO

_________________

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 LGMRHWx
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qui Nov 17, 2022 10:15 pm
Números dos Participantes: Ceji (3,6), Ravenborn (1,2), Malka (4,5)

Alvo 1:
Quantidade aleatória (1,6) : 5

Alvo 2:
Quantidade aleatória (1,6) : 2
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qui Nov 17, 2022 11:25 pm




~As Ruínas do Lamento~

Era impressionante a convicção e confiança que aquele trio tinha. Era algo louvável e elogiável. A banshee, em seus terrores mais anormais e sombrios, não lhes tirava a centelha de esperança que cada um daqueles humanos medíocres, no sentido mais cru da palavra, tinha em seus olhos. Eles eram, agora, protagonistas de uma batalha impressionante e caótica. O lamento do fantasma, seu pranto horripilante, suas garras que rasgavam o ar “Zas, trás!” não eram capazes de fazê-los dobrar os joelhos em desistência, se não, morte.

Ela planava, como padrão, e olhava para cada um daqueles ínfimos seres a sua frente com rancor. Era como um ódio que borbulhava do seu âmago. Seus dentes pontiagudos se abriam lamentavelmente como um pavor aberrante.

Suas habilidades e preocupações se concentravam em uma pessoa: Martini. A banshee poderia não perceber isso sentimentalmente, mas parecia que aquele garoto era o mais perigoso, ou indefeso. Miryam era poderosa e resistente, corajosa e nãos e deixava abalar, talvez tivesse que lidar por conta de seu passado miserável. Kimberly, ágil e veloz, mas..., só?

A batalha estava impressionante com tantas habilidades, movimentos, disparos e chicotadas. O lamento da banshee caía como neve sobre uma floresta negra. O céu brilhava com aquele clamor de desespero e dor. Pela primeira vez aquele ser fantasmagórico, incorporado em um espectro de energia falou: — Ṣ̵̨̹̥̭̻͝o̷̡̢͍͚̤̪̝̳̻̎͗̿̍̈́̎͜c̵̡̤͇̹̯̗̗̣̳̈́̈́̈́͋͐̅̚͠ͅo̷͙̝̜̼̝̽̒͊̽̍̓̕͘͝͝r̵̛̥̲ͅr̶̛̘̚ơ̷̰̩̹̳̍̇̓̂̋̓

Era um desespero mental e nenhum deles estava preparado para aquilo. Durou instantes, mas era como ouvir o clamor de ajuda, algo único e arrepiante. Era como ouvir uma criança ser ameaçada, um ser tão indefeso maltratado ou pior... A dor era palpável. No fim das contas, o que era aquela banshee?

A névoa voltava a se espalhar, assim como Myriam e Martini que aumentavam a ofensiva sem pena. Eram cortes de espadas e tiros a torto e a direito. A banshee mais uma vez alcançava os céus, e por puros instantes, uma forma feminina e delicada aparecia, quando ela estava frente a luz do luar. Era linda, bela, seus loiros cabelos e olhos azuis pareciam ser de uma nobreza ancestral, além de uma beleza indescritível. Foi quando ela desceu em velocidade, mergulhando, e subindo aos pés de Martini. Eles tentavam subir pelas escadarias e paredes inclinadas do coliseu, mas sua mão cadavérica perseguia como um caçador persegue sua presa. Ela alcançava a perna do garoto que sentia o frio toque da morte.

Aquela oportunidade fora exclusiva e um tanto única, já que o fantasma estava frente ao rapaz. Logo, mais ofensivas diretas foram aplicadas a aquele que se erguia do chão. Tiros, cortes e ataques esquivos e impiedosos.

Myriam, voltava a ter o monstro a sua frente, um combate, em teoria, direto. Martini já se livrara de suas garras e Kimberly também estava a uma distância segura. A banshee continuava em seu lamento gótico


Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 K0CSlhi

Banshee:

Classes do Grupo:
Ceji
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 VKIeqW4
Créditos :
35
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t283-kimberly-deshayes https://www.allbluerpg.com/t1912-capitulo-2-ticket-to-ride
Ceji
Caçador de Recompensas
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Sab Nov 19, 2022 5:56 pm
 

EVENTO
 HALLOWEEN
         
Desafio 3~5
Post V



Toda vez que aquela aparição abria a boca aquelas malditas vocalizações invadiam minha mente, retorcendo meus pensamentos com sentimentos intrusivos que beiravam ao insuportável. Era como se ela pudesse submeter nossos pensamentos, e nós não passávamos de reféns da criatura... É claro, se fosse tão fácil nos já teríamos sido destroçados a muito tempo pelos gritos e intangibilidade dela, e o que me dava esperanças era justamente o motivo dela não simplesmente se focar em destruir nossas mentes, seja ele uma real inabilidade ou limitações cognitivas daquele eco em forma humana - Myriam, pressione a aparição! Matteo, se prepare pra debilitar seus movimentos! - Diria, tomando as rédeas do trabalho em equipe, começando a correr lateralmente para dar a volta em Myriam e na aparição mantendo a concentração na Névoa Mortal enquanto me deslocava para trás delas, do lado oposto ao que Matteo se encontrava.

Iniciando minha parte da estratégia montada na minha cabeça, tentaria completar o movimento em uma posição de triangulação com Myram e Matteo ao redor do fantasma, esperando que ela não fosse capaz de manter todos nós em seu campo de visão ao mesmo tempo. Já posicionada, brandiria meu chicote para estalá-lo duas vezes golpeando o chão ao redor da aparição numa tentativa de chamar sua atenção e a fazer desviar o olhar dos meus companheiros. Se o movimento chamariz não funcionasse, usaria a oportunidade para lhe desferir uma poderosa chicotada para ensina-la a não me ignorar, tentando novamente chamar sua atenção. Caso tivesse sucesso em chamar sua atencão, brandiria novamente o chicote em um amplo movimento de iminência de ataque, antes de interromper o flagelo segurando-o com os dedos mindinho e anelar - Matteo, vai! - Daria ao meu aliado a oportunidade de alvejar a aparição, antes de eu mesma saltar em sua direção com um chute preciso, seguido de uma rotação corporal para projetar meu chicote ao meu redor, tentando golpea-lá com uma sequência dos dois ataques aproveitando a janela de oportunidade aberta por mim e Matteo. Após a rotação e de um salto para me afastar, caso a aparição ainda estivesse debilitada, tentaria fazer um esforço adicional (-40 Stamina, ataque extra) para completar com uma última chicotada no monstro, antes de começar novamente a me deslocar pela névoa para fugir uma vez mais do seu campo de visão.

Caso em meio à sequência de ataques a aparição ficasse intangível, interromperia meus ataques por saber que não surgiriam afeitos, mas prepararia meu chicote para, assim que percebesse que ela havia se rematerializado, já desferir uma sequência de várias chicotadas nela para a pressionar e impedir de se virar contra meus aliados. Caso ela tentasse não apenas evitar os ataques, mas também me contra atacar, aproveitaria meus movimentos aéreos para inclinar meu centro de gravidade e tombar meu corpo em direção ao chão para os ataques passarem por cima de mim, travando a queda com meus braços para jogar-me para trás e os usar como base para um salto de ponta cabeça para longe da fantasma, novamente esperando uma oportunidade para pressiona-la com a chicotadas. Caso ela tentasse se virar contra outros dos meus aliados e eu ainda tivesse fôlego [OPA], tentaria projetar meu chicote para agarrar seu pulso ou pescoço com o intuito de trava-la por um instante, para que meu aliado tivesse tempo de se afastar ou defender, e logo saltaria e retrairia o flagelo para não dar tempo da aparição o agarrar. Caso ela tentasse emitir aqueles gritos horrendos novamente, tamparia meus ouvidos com as mãos para tentar mitigar seus efeitos. E, é claro, se submergisse no chão como antes, faria como Matteo sugeriu e sumiria em algum dos entulhos maiores usando meu equilibro acrobatico, para saltar para longe caso visse ela surgindo no chão abaixo de mim.

Dúvida:

Fantasia:

Ficha Ceji:

Clériga (seguidora da morte):

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXy
KIMBERLY DESHAYES


     
cactus


Ravenborn
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SYjPY9U
Créditos :
29
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t275-matteo-martini https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Ravenborn
Rank D
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Sab Nov 19, 2022 9:13 pm


this is halloween

Come with us and you will see. This, our town of Halloween.


A batalha continuava acirrada, mas aos poucos, dava pra sentir que estávamos ganhando a dianteira, com mais e mais ataques acertando a criatura, apesar de a essa altura eu já ter certeza que ela era muito mais durona que qualquer inimigo que já tínhamos enfrentado antes, até mesmo Toth. Tanto seus gritos quanto seus lamentos eram aterrorizantes, reverberando em nossas mentes como se as tivesse atacando diretamente. Pra piorar, a desgraçada também era rápida, e mesmo tentar fugir para lugares mais altos não adiantou quando ela mergulhou no chão.

Suas garras eram como um frio cortante, que eu podia sentir até na minha alma. - Argh...! - eu me afastei, balançando a perna pra ver se ainda conseguia mexê-la direito - por sorte, não parecia ter sido grave. Mas a batalha ainda continuava, e Kim não demorou pra dar as ordens. - Beleza, deixa comigo! - eu não tinha motivo pra duvidar dos planos dela, e por isso, começaria a me posicionar, preparado pra atirar assim que ela desse o sinal. Nesse momento, como que reagindo ao amuleto que Myr carregava - já que os dois pareciam fazer parte de um par - o meu também começou a emanar uma energia negra, que logo se apossou também da minha arma. Usar as trevas para combater as trevas, é? Eu não poderia pensar em algo mais maneiro.


Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 UjXbfZc


Ao ouvir o sinal de Kim, eu executaria mais um disparo com força bruta, que dessa vez iria coberto numa massa de escuridão emitida pela insígnia da decomposição, mirando mais uma vez na cabeça da banshee. Se o tiro acertasse, eu aproveitaria que o impacto provavelmente atrapalharia um pouco os movimentos da criatura, e atiraria mais uma vez logo em seguida, antes de correr para mudar de posição sob a proteção da Névoa Negra.

A partir daí, manteria a estratégia que vinha utilizando até agora: sempre que aparecesse uma boa chance de acertar um tiro, eu atacaria e depois me moveria pra outro lugar, tentando sempre ficar longe das garras de nossa inimiga - ainda mais depois de sentir na pele o que podiam fazer.

Se ela ficasse intangível ou entrasse no solo, no entanto, não adiantaria continuar disparando, e eu focaria puramente em tentar evitar seus possíveis ataques. Fosse saltando para longe, correndo o mais rápido que pudesse ou rolando para evitar seus golpes, eu faria de tudo pra não ser atingido se ela viesse atrás de mim, me mantendo perto de Myr ou Kim pra que elas pudessem ajudar também, em especial a nossa paladina.

Também faria um esforço pra ajudar as duas durante os meus ataques, guardando inclusive uma bala para fazer um ataque adicional (+1 OPA) na cabeça da banshee logo antes dela tentar atingir Myr ou Kim com algum de seus golpes, na esperança de que levar um tiro ali a atrapalhasse o suficiente para que as meninas tivessem mais tempo pra reagir. - Deixa ela em paz, ô bicho feio! - gritaria, ainda que na torcida para que a frase não irritasse demais a criatura, já que eu não queria ela correndo atrás de mim de novo.



Ficha:

Guerreiro (Caminho do Campeão):

Dúvida:


Post 05

Halloween

Level 4




Malka
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SBuSayN
Créditos :
45
Localização :
Stevelty, North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t295-myriam-leuchten#858 https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Malka
Criador de Conteúdo
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Sab Nov 19, 2022 11:21 pm

Myriam Leuchten
Evento 6

Masmorra
POST 05





Meu coração tremula com o lamento da maldita. Já não sabia se aquilo era sua própria dor ou mais um truque, mas independente disso, parecia real, assim como a dor. Retomando o aperto em minha arma, bradaria de olhos marejados contra ela — SEM TRUQUES E SEM DESCULPAS, VAMOS ACABAR LOGO COM ISSO!

Por um segundo, vendo a figura bela se transfigurar e arder meu peito, baixei a guarda além do que era razoável, e Martini pagou o preço — MATT?! Que golpe baixo! Você não passa de uma manifestação maligna, seu monstro em pele de cordeiro! VOU ARRANCAR A PORRA DA SUA CABEÇA! — seguia a ordem de Kimberly, não que ela precisasse reforçar isso de qualquer forma. Me manteria agora no cangote da criatura, não dando para ela um metro de distância assim que desse sinal de se mover muito. Na nossa formação de triângulo, vou avançando bem mais que os outros dois e recuando pouco, tentando botar mais pressão sem quebrar a movimentação conjunta. Se voasse, ficaria consistentemente logo abaixo de seu corpo, esperando a descida para a afastar com um corte circular com o peso de todo o giro de meu corpo, como uma batedora pronta para arremessar uma bola. Se sumir em algum momento, fecharia os olhos para focar em minha audição aguçada e encontrar qualquer um dos ruídos decrépitos que indicam sua presença, os seguindo e fazendo o mesmo. Nesse processo de proximidade, a traria para mim o melhor que posso com fintas, cortes superficiais e risadas interpostas a giros de corpo, tentando tomar todo seu campo de vista. Se sua aproximação vier a ser mais direta em resposta, voando para mim em minhas provocações, aproveitaria o momento para aceitar o golpe e devolver um acerto direto em seu pescoço assim que estivesse próxima de encostar em mim, aproveitando da minha resistência a dor para manter ambas as mãos firmes em meu corte, recuando levemente logo em seguida, para tentar evitar que a mesma decida fugir se desmanchando na névoa da noite novamente.

Largo minha postura de pressão em um único momento: a ação de chamariz de Kim. Ficaria recuada em distância próxima ao que os outros dois estão para não levantar suspeitas, ao que espero o som do tiro de Matt como ponto de partida. Mirando o lado oposto do chute da de cabelos verdes, afundaria um chute semelhante, tentando esmagar a inimiga entre nossas pernas com o mínimo de zona de impacto que podia, como se quisesse a perfurar. Se ela se desmaterializar no meio do processo, ao invés do chute, giraria meu corpo levantando a outra perna, buscando um curto tempo no ar até que ela fique aparentemente tangível e eu possa a alvejar com uma fincada da espada por cima da cabeça (OPA Extra). Caso não perca forma, manteria a pressão da minha perna sobre seu corpo macabro, reforçando aquela situação de vulnerabilidade com uma cotovelada na parte sensível entre seu pescoço e o cotovelo. Não sabia se sua anatomia era humana, mas até o momento, parecia responder como um, e no mínimo ainda seria um golpe pesado em seu corpo padecente.

Caso a ameaça chegue em direção a um de meus amigos novamente, em condições semelhantes ao que fez anteriormente com o Matteo, largaria a formação de triângulo usando o melhor da minha velocidade para me interpor ao golpe, aumentando a brecha de desvio dos meus aliados com o máximo de golpes rápidos sem muita mira ou peso na direção da Banshee utilizando a espada, vindo de todas as direções, para que pareça forçada a recuar e remanejar sua posição. Se fizer isso enquanto se move para longe ou mesmo ainda na direção de um dos meus companheiros, a perseguiria correndo enquanto faço os mesmos movimentos, tentando afasta-la e abrir brechas em sua postura para que os outros consigam manter-se a salvo.

WHAT I FIND IN THE ASHES, YOU LOSE IN THE FIRE


•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:
Ficha:

Paladino — Voto da Devoção :
•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:

FALA | PENSAMENTO

_________________

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 LGMRHWx
Narrador De Eventos
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Seg Nov 21, 2022 8:21 pm




~As Ruínas do Lamento~

O combate tinha um ar de recomeço. A fantasma estava frente a Myriam e prestes a iniciar mais uma sequência de movimentos ofensivos. A névoa se espalhava e envolvia toso ali presentes, os olhos verdejantes da criatura pareciam brilhar em um cintilar de morte. Era algo sem vida, de fato, porém compactuava perfeitamente com a indicação de “post-mortem”.

A tática de triangulação e atenção de Kim era muito boa. Ela pensava bem deste modo e o grupo se prontificou em agir. As chicotadas ao além e isso funcionava bem. Os estalos conseguiam distrair e atrair a fantasma certeiramente, ainda que a combate corpo a corpo, ao seu alcance, ela tinha apenas a paladina, todos os combatentes estavam preparados para alvejá-la com suas técnicas ofensivas.

Kimberly chicoteava a criatura sem parar. Os estalos conseguiam confundir o banshee, que não estava em suas melhores condições, a fim de atrasar seus movimentos ainda mais. Matteo, como sempre, disparava apenas tiros precisos, como que enclausurando os disparos a fim de manter a fantasma sem nenhuma alternativa, oras, ela recebia as balas como um alvo recebe flechas. Estava praticamente imóvel, o que era agravado ainda mais pela presença poderosa de Myriam, que não dava espaço nem abertura para o fantasma da morte sair.

Ela tentava atingir a intangibilidade, porém a triangulação, perfeitamente coordenada, dava um excelente ponto de dificuldade para qualquer movimento da banshee. Ela de fato estava possessa, isso sem ser cômico nem nada, mas ela queria e muito saciar sua vontade de morte com qualquer um daqueles três adversários. Myr, como seus amigos a chamavam, foi o único alvo ao seu alcance, após mais um daqueles mergulhos intangíveis e submersões geladamente mortais.

Por fim, com mais disparos, chicotadas e intervenções, a banshee se aproximava mais e mais de um fim trágico. Era um clamor gótico que escapava de seus pulmões, além de todo aquele ar pesado e densas trevas de um dia nublado e sombrio. Trovões e relâmpagos ribombavam no céu junto a um escarcéu de brilhos fulminantes. Era algo esplendido! Misturado ao clima tenebroso e sinistro do coliseu, toda aquela cena, daquele lendário confronto.


OFF:
Ceji: Sim, está correto. Considerei o queimado apenas durante 3 turnos, 4 com este atual. Eu estava contando em todas as "rodadas" — se você perceber que está errado só me avisar, eu realmente não percebi. =/

Raven: Muito bem lembrado. Fiz as correções; contudo não alterei os atributos já que o dano final do tiro seria irrelevante, ele não alteraria. Você continuou dando dano total após neutralizar a condição.

No geral parabéns!

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 K0CSlhi

Banshee:

Classes do Grupo:
Ceji
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 VKIeqW4
Créditos :
35
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t283-kimberly-deshayes https://www.allbluerpg.com/t1912-capitulo-2-ticket-to-ride
Ceji
Caçador de Recompensas
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qua Nov 23, 2022 12:05 am
 

EVENTO
 HALLOWEEN
         
Desafio 3~5
Post VI



Quanto mais o combate avançava, mais a aparição demonstrava sinais de sofrimento, sinais de que nossas taticas estavam funcionando mais do que as dela - Continuem assim, é só questão de tempo! - No início eu temia os poderes fantasmagoricos daquele monstro, mas depois de ouvir a antiga voz estrondosa, agora esganiçada e quebrada pela provável dor, o medo logo era substituído por um simples receio, que eu não sabia se ainda era um efeito colateral dos pensamentos intrusivos implantados por ela ou não. Ainda assim, eu sabia que não podia deixar qualquer grau de confiança nublar minhas ações, porque a voz que saia da boca da criatura, afetada ou não pela dor, era abastecida pela morte e sofrimento, pela escuridão sombria do pós-vida, e eu acima de todos ali não podia ser leviana com isso. Assim, manteria minha Névoa Mortal para não dar margem de oportunidade para a aparição poder virar a luta em sua reta final.

Com a névoa erguida, começaria novamente a rodear a aparição, contando com a capacidade de Myriam de mante-la pressionada. Esperaria a oportunidade de projetar meu chicote em sua direção, tentando não golpea-la, mas enrolar a ponta do chicote em seu braço ou pescoço para, com um puxão, desestabiliza-la por um instante com o movimento afim de dar a Matteo a oportunidade de disparar uma rajada de tiros nela. Antes que ela pudesse tentar se tornar intangível para escapar do flagelo, eu mesma retrairia ele e a soltaria, numa tentativa de evitar outro dos seus desaparecimentos. Após isso, continuaria a rodeando para tentar acertar mais chicotadas quando menos esperasse pela atenção voltada a Myriam e talvez Matteo. Caso Myriam não conseguisse segura-la o bastante e a aparição mergulhasse no chão ou avançasse contra outro de nós, eu tentaria me afastar para um local seguro - Como o Matteo falou antes, vão pra um local alto! - Diria em cima de um grupo de escombros caso a aparição estivesse fazendo um mergulho espectral pelo chão chão. Se eu fosse o alvo, tentaria apenas saltar para os lados pouco antes do ataque para deixa-la passar por mim, projetando meu chicote contra seu corpo assim que conseguisse fixar meus pés no chão. Caso ela tentasse atacar Matteo, esperaria ela aparecer caso estivesse oculta dentro de algum objeto, e projetaria meu chicote contra seu corpo antes do ataque se completar numa tentatuva de o interromper, esperando que ela tivesse que estar materializada em algum nível para atacar.

Aproveitando minha distância média da monstruosidade que enfrentavamos, me manteria atenta nos golpes que ela usava, especialmente na possibilidade de desferir algum ataque novo. Se em qualquer momento a aparição fizesse menção de usar outro daqueles gritos, ergueria minhas aos às laterais da cabeça, tapando meus ouvidos numa tentativa de ao menos minimizar o efeito aterrorizante daqueles gritos desumanos. Caso percebesse preparação pra algum ataque chamativo que eu não conhecesse, me protegeria da forma mais garantida, buscando algum pedaço de ruina caída onde pudesse me esconder atrás, pegando cobertura. Independente de algum ataque perigoso vir ou não na minha direção, aproveitaria a cobertura para tentar retaliar com uma chicotada, preparada para saltar para longe da proteção caso ela se virasse contra mim, especialmente dado sua capacidade de fisicamente atravessar obstaculos. E, é claro, se ela tentasse me atacar diretamente antes que eu pudesse pensar em por em prática qualquer tática, tentaria me esquivar do ataque curvando meu tronco para trás esperando que o golpe passasse por cima de mim, antes de apoiar as mãos no chão e as usar para rotacionar meu corpo em um salto para tras, recuando para a segurança.

Fantasia:

Ficha Ceji:

Clériga (seguidora da morte):

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXyGrupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 OkEuUXy
KIMBERLY DESHAYES


     
cactus


Ravenborn
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SYjPY9U
Créditos :
29
Localização :
Stevelty
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t275-matteo-martini https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Ravenborn
Rank D
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qua Nov 23, 2022 5:42 pm


this is halloween

Come with us and you will see. This, our town of Halloween.


Disparo após disparo, golpe após golpe, e aos poucos todos nós pudemos sentir que aquela batalha estava se aproximando do seu fim. A Banshee tinha sido uma oponente complicada de várias maneiras, em especial com o seu talento pra entrar em nossas mentes e nos aterrorizar com pensamentos negativos e memórias ruins - mas com o noso esforço coletivo e um plano bem bolado, dava pra ver claramente os resultados: não faltava muito para que ela caísse agora. - Vamo lá, hora de derrubar ela de vez!

Me aproveitando mais uma vez da cobertura criada pela Névoa Negra, eu seguiria mantendo a formação em triângulo que tinha funcionado tão bem desde que começamos a utilizá-la, voltando a disparar contra a criatura com força bruta. Cada bala sairia coberta pela massa de escuridão que vazava do amuleto, e apesar da minha fantasia de oni, eu me sentia quase um caçador de demônios com aquele tipo de visual em meus ataques. Continuaria atirando e me movendo, sempre visando manter a formação, e sempre o mais afastado possível da banshee, na esperança de ficar fora do alcance de seus gritos - mas sem sair da Névoa Negra, é claro.

Caso o espírito mergulhasse mais uma vez no chão, eu novamente tentaria saltar para lugares mais altos, dessa vez ainda mais atento aos meus pés caso ela nos perseguisse enquanto subia: se a visse vindo atrás de mim, pegaria impulso na plataforma em que estivesse e me lançaria para longe dela, mesmo que isso me fizesse cair, desde que fosse para me afastar da banshee. Num ataque mais direto, recuaria saltando e rolando para evitar seus ataques, tentando sempre chegar mais perto de Myr para que ela pudesse voltar a ser nossa linha de frente - e se a chance aparecesse, não hesitaria em desferir mais disparos contra a criatura.



Ficha:

Guerreiro (Caminho do Campeão):


Post 06

Halloween

Level 4




Malka
Imagem :
Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 SBuSayN
Créditos :
45
Localização :
Stevelty, North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t295-myriam-leuchten#858 https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Malka
Criador de Conteúdo
Re: Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria Qua Nov 23, 2022 8:20 pm

Myriam Leuchten
Evento 6

Masmorra
POST 06





Meu comportamento em combate, assim como minha vida por inteira, sempre foi uma dicotomia, ao mesmo tempo que estudar ataques e preparar meu corpo sempre foi um dos meus talentos e prazeres, é só quando estou coberta de sangue, respondendo fogo com fogo, corte com corte, que realmente me sinto viva. Assim, aos poucos, começaria a desligar cada vez minha mente. Ao invés de focar nas estratégias, como se não ouvisse nada ao meu redor me focaria no som da tormenta. Meus movimentos seriam instinto, a primeira coisa que pensasse, para que não houvesse um segundo de hesitação em suas execuções. O único comando sólido na minha cabeça seria o mesmo — Atacar. Arrancar a cabeça. Derrubar o corpo no chão. Enquanto eu estiver perto, vai dar tudo certo.

Usar a espada em uma só mão agora não era mais uma questão de flexibilidade, mas sim de capacidade ofensiva. Meu movimentos se tornariam giros muito mais focados em sua velocidade e proximidade, com cada parada seguida de um chute ou soco de distração. Assim que, com essa manobra ofensiva rápida, visse alguma posição de vantagem a exaurindo ou sendo auxiliada pelos aliados, usaria a espada e minha asa de apoio para praticamente me deitar no chão com metade do corpo como apoio, me jogando contra a Banshee e dando um chute com as duas pernas retas. Não seria um ataque tão difícil de prever devido a posição de meu corpo, mas se ela tentasse bloquear usaria de toda minha força para empurrar seu corpo no ataque, como forma de expor ela melhor ao que quer que viesse em sua direção.

Em seguida, me posicionaria mais abaixada, com as duas mãos em minha arma, uma no cabo e a outra quase na ponta da lâmina. Assim, guiaria uma série de estocadas, uma sequência tão sólida quanto posso, a perseguindo até que algum deles acerte ou me veja forçada a recuar ou reposicionar.

Para eu mesma não me exaurir mais que o devido, recuaria de volta à formação de triângulo, ainda sendo a mais próxima mas com uma distância maior do que nos segundos anteriores. Seguiria a trilha do chicote de Kimberly assim que o visse novamente, tentando buscar o estralo dele como antes para guiar-me a corte em um ponto cego. Enquanto isso, tentaria me manter mais oposta à Matt, tentando novamente estocadas mas agora nos pontos que já visse algum buraco de tiro (+1 OPA), que provavelmente não seria tão difícil visto a quantidade de balas que o pistoleiro já atravessara na espectro até o presente momento.

WHEN THE SUN SETS, WE WILL NOT FORGET THE RED SUN OVER PARADISE


•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:
Ficha:

Paladino — Voto da Devoção :
•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••:

FALA | PENSAMENTO

_________________

Grupo 1 - Kimberly, Matteo, Myria - Página 2 LGMRHWx