Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasOntem à(s) 11:33 pmporShioriII - Procura-se um BobôOntem à(s) 11:32 pmporShioriBad KarmaOntem à(s) 6:56 pmporMendoncaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 6:00 pmporMendoncaLolo BanditoOntem à(s) 4:41 pmporVrowkÉmile SixthornnOntem à(s) 12:13 pmporGrenyAlvorecerOntem à(s) 10:21 amporAuroraCaitlyn G.Ontem à(s) 7:49 amporAchilesCap. 6 - TerritorialOntem à(s) 12:30 amporDeepCausamortis I - Damnatio.Sab Fev 04, 2023 9:52 pmporShiori

Os Infernais - Aniquilação

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte
Shiori
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação EEEWL0c
Créditos :
24
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Os Infernais - Aniquilação Seg Nov 07, 2022 5:15 pm


Os Infernais - Aniquilação


Deep Cutt e Deucalion D Doss [Piratas]

não possui narrador definido.
Aberta

_________________

Os Infernais - Aniquilação YHVeK1M

Os Infernais - Aniquilação VYrwji0
Deep
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Tfig50k
Créditos :
4
Localização :
Sirarossa - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1116-deep-cutt#10446 https://www.allbluerpg.com/t1386-cap-2-ascendendo-as-profundezas#14266
Deep
Novato
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 1:52 pm


Os Infernais - Aniquilação BBuGb05


As lembranças das últimas batalhas me vinham à mente, desde que cheguei em Hasagt tenho encontrado oponentes que possuem ajudas animais e animais muito interessantes na ilha. Faz muito sentido que quem vive aqui tenha aprendido a lutar ao lado desses animais poderosos. Talvez eu devesse buscar o mesmo pra mim… Já estou aqui mesmo.

Me levantaria da minha cama me esticando e estalando as juntas. Em seguida iria ao banheiro lavar o rosto e o corpo. Em minha mente eu sabia que precisaria de um laboratório para por meus conhecimentos em prática, mas não sabia se Draham teria algum para eu tomar… Talvez algum barco da marinha venha premiado?

Me vestiria e sairia no convés para olhar meus arredores enquanto respirava fundo. Voltaria para dentro do navio e pegaria frutas e água para o café da manhã, assim como o mapa do segundo tesouro. Com o café e mapa em mãos, iria ao convés, onde comeria observando o mesmo e o estudando buscando comparar o que via com o que eu conhecia da ilha, tentando entender onde deveríamos ir.

Se Colt estivesse por perto, me levantaria, apontaria o mapa com uma inclinada de cabeça e diria:

Dá uma olhada… O que você acha? Mesma ilha?

Eu morderia uma fruta e mastigaria com a cabeça da mão esquerda, enquanto a cabeça normal bebia água e direita das costas falava com Colt.

Acho que é nessa mesma ilha, pena que ainda não poderemos ir atrás desse tesouro… TSC… Tinha tanta coisa que eu queria ir ver…

Se Colt perguntasse o por que, responderia:

Fuçamos no vespeiro Colt… O que fizemos em Draham vai os trazer até a gente sedentos por vingança… Na realidade me surpreendeu ninguém ter vindo ainda… Isso apenas significa que estão juntando mais forças… Talvez tenham pedido reforços da marinha… Talvez tenham pego o Deucalion e o estejam torturando em busca de informações, mas não é como se fossem descobrir algo que ajude realmente… De qualquer forma, não é a primeira vez que mato muita gente… As pessoas vão vir… Não vai adiantar de porra nenhuma, mas vão vir…

Enquanto falava, assim que terminasse a comida, iria puxar a âncora e começar a navegar o barco rumo a praia, queria dar uma volta ao redor da ilha, observar os detalhes de cenário e movimentação na ilha, talvez até enxergar algo que me desse alguma dica de onde ficava a outra cidade da ilha.










_________________

Legenda:

-Fala do Deep

-Voz da entidade

Os Infernais - Aniquilação TbTEfdK
Nidhogg
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Sem_titulo
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1976-rex-d-rock#21021
Nidhogg
Pirata
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 2:28 pm

Os Infernais - Aniquilação BBuGb05



“Não posso continuar assim..” — O pensamento que cortou minha mente abatida naquele momento era verdade, quanto tempo faz desde que tudo aconteceu? Sinceramente, tudo está tão tortuoso que não faço a mínima ideia. As lembranças da batalha rebobinavam em minha mente como um verdadeiro filme de terror, junto com a dor que reverberava por todo corpo — “Como pude deixar chegar até aqui?” — Talvez fosse orgulho? Uma falsa sensação de união com os Infernais? Tinha baixado minha guarda em prol dos meus aliados? Não, nada disso faz sentido — “Não faz, não faz sentido.” — A sensação fantasma do membro perdido me fazia tentar apoiar minha cabeça nele, porém, sua falsa física me relembrava que as coisas tinham dado errado.

A dor era tamanha que por alguns momentos pensei em deixar a morte me levar, contudo, a criatura em meu interior deixava claro que não iria permitir — “Nem eu...” — Também não queria morrer, tudo não pode acabar dessa forma. Grande parte da minha vida foi imerso em puro sofrimento, sendo sincero, minha vida como um todo é um grande mar de solidão e desespero. Estive preso durante longos anos naquele hospício em Sirarossa, porém, finalmente vi a cor do mundo mais uma vez, junto com pessoas que bem, mesmo disfuncionais se ajudaram.

Dava uma boa olhada ao redor me situando da minha localização, talvez pudesse até mesmo ver uma face conhecida por ali — Vou ficar bem. — Falava de maneira curta e grossa, sendo perguntado ou não. Me colocava de pé com certa dificuldade, qualquer misero movimento fazia meu corpo chorar e aquilo iria continuar por um tempo considerável, afinal, os danos recebidos não eram tão simples de se curar assim —Onde está o capitão? — Questionava ao primeiro que entrasse em meu campo de visão — Certo... todos voltaram bem? Tivemos muitas baixas? — Uma questão simples, mas importante —Alguém está contando os mantimentos? O navio sofreu algum dano? — Era tão importante quanto as primeiras perguntas, afinal, sem ele a movimentação por Hasagt seria bem complicada.

Traga-me algo para comer. — Bradaria com certa amargura e rispidez em minhas palavras, não estava nem um pouco feliz com toda situação — E algo para cobrir... isso. — Sinalizava com os olhos para o braço decepado, precisava de um sobretudo ou um pano simples para cobrir os curativos. Claro, existia a opção de ninguém estar ali ou nem mesmo ter sido resgatado após todo o caos, com isso, me manteria inerte por um tempo, voltando minha atenção apenas para observar o ambiente como um todo.


Histórico:

Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
11
Localização :
Caffeine - 2ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2440-vitoria#27835
Terry
Capodecina
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 5:22 pm



Todos

Naquela manhã, o bando dos infernais ainda se recuperava da batalha recente que haviam participado em Draham. O clima estava ameno, e o sol brilhava no céu. A imensidão das planícies e campos daquela ilha se estendia ao longe enquanto a escuna do bando pirata se encontrava ancorada, solitária, no meio de um dos grandes rios que cortavam a ilha. Animais exóticos andavam pelas margens como avestruzes de duas cabeças, leões com cinco patas e águias com quatro asas. Na embarcação, os piratas seguiam suas rotinas de sempre.

Enquanto tomava café da manhã em seus aposentos, Deep analisava o mapa tentando descobrir se o tesouro se encontrava naquela ilha ou não. Colt, que estava por perto, observava sem falar nada, pelo menos até quando seu capitão perguntou o que ele achava do tesouro estar em Hasagt. - Está nesta ilha, tenho quase certeza. Mas eu precisaria de mais tempo pra determinar uma localização mais aproximada. - O velho cowboy esclareceu, em seu tom estóico de sempre. - Mas por que o senhor diz que não podemos ir atrás do tesouro agora, capitão? - Ele questionou em seguida. Deep deu sua resposta, e o tripulante apenas assentiu com a cabeça, concordando com a vontade de seu superior.

Deucalion, extremamente ferido e sem braço, ainda era levado pelo rio, até que por sorte acabou nas margens do rio, próximo de onde estava a escuna do bando pirata, permitindo assim que tais bucaneiros logo enxergassem o companheiro perdido. O jovem celestial logo foi resgatado pelos seguidores infernais, que o carregaram de volta até o navio. Doss então foi tratado por Doc e alimentado para recuperar as forças, conseguindo ficar em um estágio satisfatório de consciência pelo menos. O celestial estava deitado em uma cama no navio depois de receber seus curativos, e as dores em sua maioria já haviam passado, exceto pela dor fantasma em seu braço perdido.

Com o bando reunido novamente, Deep e seus asseclas levantaram âncora e navegaram rio abaixo até a praia, começando então a dar uma volta na ilha, não encontrando nada de especial além de barcos da marinha patrulhando ao longe. A paisagem de Hasagt era a mesma com a qual o coala e seus subordinados já estavam acostumados: planícies e campos intermináveis, com montanhas de picos gelados no horizonte ao norte da ilha selvagem.



Histórico Deep:

Histórico Deucalion:

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Os Infernais - Aniquilação Q3RHv0h
Deep
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Tfig50k
Créditos :
4
Localização :
Sirarossa - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1116-deep-cutt#10446 https://www.allbluerpg.com/t1386-cap-2-ascendendo-as-profundezas#14266
Deep
Novato
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 10:01 pm


Os Infernais - Aniquilação BBuGb05


Enquanto me preparava para sair com o barco, acabava notando os rapazes vendo algo, aparentemente Deucalion desceu pelo rio… Ou pelo menos a maior parte dele.

Menos mal, pelo menos não o capturaram… Mas fiquem de olho… pode ser algum impostor… Não sabemos o que os animais dessa ilha podem fazer e nem quais akumas a galera daqui tem… Doc, trate ele e fique de olho… Colt… Acompanhe-os… Se ele ficar suspeito, me chame… Se ele atacar alguém, mate…

A volta pela ilha, não era muito frutífera, tudo parecia ainda o mesmo e não víamos a cidade escondida, mas eu notava uma certa patrulha da marinha… Será que o barco deles tem um laboratório ou pelo menos material de pesquisa? Por que será que estão aqui? Por minha causa ou já estavam aqui?

Um sorriso se abria em meus rostos.

PREPAREM O CANHÃO…

Se Deucalion subisse para o convés e comentasse sobre a situação, diria com um sorriso maroto:

Você tá bem humorado pra quem quase morreu... Senta aí... E segura firme…

Se ele respondesse comentando das feridas, diria erguendo uma sobrancelha:

Isso é apenas sua própria ansiedade... Eu não pulei no meio de um exército no primeiro dia que peguei meus poderes... Mas admiro sua vontade…

Navegaria o barco rumo aos barcos da marinha e se entrassem no alcance do meu fogo, começaria a cuspir bola de fogo no convés deles.

Se os marinheiros nos vissem e começassem a se mobilizar para uma briga, viraria o nosso barco para o mar aberto, observando mar e céu em busca de sinais de alguma das intempéries que costumam ocorrer na grand line, como redemoinhos, tempestades, nevoeiros. Se percebesse algum sinal de algo do tipo, navegaria em sua direção, tentando atrair os marinheiros para o mesmo local.

Manteria uma cabeça observando o caminho do barco, duas observando os marinheiros e duas vasculhando mar, se visse algum canhão sendo disparado, firmaria os pés no meu barco, viraria o timão para o lado que fosse mais próximo de onde eu queria ir e então sopraria uma rajada de vento nas velas do meu barco para o acelerar e tentar desviar do tiro.

Se os marinheiros tivessem barcos mais velozes e começassem a nos alcançar, gritaria:

Segurem seus chapéus, senhores…

Então me firmaria no convés e ainda manobrando o barco, firmaria os pés no chão, sopraria uma rajada de vento nas velas com a cabeça normal e fogo pelas duas cabeças das costas para trás rumo aos navios, tentando assim acelerar o barco com o vento extra e a propulsão do fogo.

Se atirassem ou jogassem algo contra o barco e seus tripulantes, cuspiria raio contra os projéteis e ataques para tentar os desviar.











_________________

Legenda:

-Fala do Deep

-Voz da entidade

Os Infernais - Aniquilação TbTEfdK
Nidhogg
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Sem_titulo
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1976-rex-d-rock#21021
Nidhogg
Pirata
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 10:29 pm

Os Infernais - Aniquilação BBuGb05



As coisas tinham melhorado um pouco agora que fui resgado e cuidado pelos membros do grupo, na verdade, saber que não levei nenhum choque no processo me aliava um pouco, não precisaria novamente correr atrás de aumentar meu respeito perante os tripulantes. Permanecer deitado na cama sofrendo com as dores que reverberam pelo corpo não me parecia uma ideia ruim, no entanto, ninguém havia me respondido e não consegui as informações que queria, pelo jeito, teria que forçar meu corpo até o convés para ver com meus próprios olhos a situação.

Desgraça! — Resmungava ao me colocar de pé com dificuldade, parecia que a qualquer momento meu corpo ia se despedaçar, na verdade, já havia começado com o braço. A dor da perda era algo que me corria por dentro, a sensação era de que ele estava ali, porém, não era essa a verdade. As pernas doíam a cada passo, que por sinal, era dado com a maior lentidão possível, tentando usar as paredes do navio como um apoio firme, talvez alguém pudesse me dar um pedaço de pau para usar como muleta? Era algo para se pensar. Meus passos como dito eram lentos, um após o outro enquanto cortava o caminho até o convés — Que merda, esses porras vão me pagar! — Sim, por mais fodida que minha mente pudesse estar, uma coisa era certa, eu iria ter minha vingança uma hora ou outra — “Vou arrancar todos os braços de quem aparecer pela minha frente.” — Espere, eu ouvi a Besta rindo? Não, eu só posso estar completamente louco!

Independente do trajeto ser demorado, me esforçava para caminhar sem aumentar minhas lesões, pisando fofo, usando apoios e indo com calma. Sentir o brilho do sol no meu corpo era algo bom, já que quase perdi a vida naquela intensa batalha, sentir que estava vivo me alegrava. Dava uma boa olhada em todas as faces presentes naquele navio, vendo se alguém havia perecido no combate e também buscando pela figura de liderança ali, que até onde me lembro, tinha destruído parte de Draham ou o mais próximo disso. Novamente voltava a caminhar usando dos apoios e também dando uma boa olhada no mar, vendo que o barco se movia com tranquilidade e existia ali a presença da marinha — “Devem estar nos procurando, com certeza... não podemos lutar por enquanto.” — Bem, eu não posso lutar por enquanto, com certeza o resto do grupo anseia por um combate.

Ao me aproximar do Coala não perderia tempo em interagir com ele — Chamamos bastante atenção, capitão. Parece que finalmente seremos caçados até a morte ou quase isso. — Uma gargalhada era expelida, seguida por gemidos de dor — Precisamos de um navio maior e mais gente, depois daquela batalha aumentar os nossos números me parece interessante. — De fato, precisávamos de mais tripulantes para intensificar nossas ações — Espere, segura? Não, sem movimentos bruscos nesse navio, senão é menos um no time! — Continuava brincando em um misto de risada e dor — Foi uma batalha complicada, muita gente ao mesmo tempo me custou o braço... estou até pensando em mudar meu nome para “Direitinha”. — Levar na esportiva me parecia o caminho ideal, me deixaria menos depressivo.

O capitão era duro em suas palavras, mostrando-me a realidade da vida — Pode ser, pode ser. — Falava um tanto quanto pensativo — Não minto que a euforia tomou conta, mas tudo tem um preço e peguei o meu, pelo menos os outros estão bem. — Sim, nos Infernais não havia aquele sentimento de empatia ou preocupação um com o outro, mas aquilo era algo que desenvolvi ao decorrer do tempo com eles — Agora é arrancar um braço e pedir pro Doc encaixar, como se fosse um quebra-cabeça. — Será que isso dava certo, seria interessante.

Deep jogava um balde de água fria em minha cabeça, realizando ações um tanto quanto estranhas — Espere... — Porra! Ele vai começar um combate contra a marinha, esqueci que esse merda é um louco de carteirinha? — Você aí! — Falava em direção ao tripulante mais perto — Me ajude a voltar para o dormitório ou algum dos locais lá embaixo, se ficar por aqui vou acabar morrendo! — Terminava de falar caminhando me apoiando no “murinho” do navio, tentando acelerar os passos e perdendo as forças nas pernas em alguns momentos — Puta que me pariu. — Maldito seja o capitão! Apenas focava em retornar para o andar inferior, torcendo para não ser acertado por uma bala de canhão no processo do combate.


Histórico:

Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
11
Localização :
Caffeine - 2ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2440-vitoria#27835
Terry
Capodecina
Re: Os Infernais - Aniquilação Ter Nov 08, 2022 10:56 pm



Todos

Cambaleando, Deucalion conseguiu andar até o convés no navio, onde viu seus colegas exercendo suas funções de sempre no navio e o seu capitão, Deep Cutt, comandando tudo como de praxe. Ao aproximar-se de seu superior, a dupla conversou um pouco, até que o coala assassino teve a ideia de atacar os três navios da marinha que tinha avistado ao longe, para a irritação de Doss.

Os Infernais - Aniquilação G5U6TCb

Com a ajuda de um tripulante, o celestial ferido foi levado de volta até seu quarto, de onde estaria mais protegido de possíveis perigos causados pela luta. Afinal, ele ainda estava em recuperação e sem qualquer condição de entrar em alguma outra luta. Na intenção de confirmar se existiam laboratórios naqueles navios da marinha, o coala navegou sua escuna até próximo deles.

Deep podia ver que eles estavam em alerta, mas não disparavam contra os infernais ainda. Eram três navios com vários canhões e dezenas de tripulantes, quando a distância entre as embarcações diminuiu o suficiente para que eles pudessem se falar de uma para a outra, um marinheiro de terno que aparentava ser de patente maior falou: - Identifiquem-se! Seu navio não tem bandeira e isso é contra as leis do governo! - Seu tom era autoritário, o que faria Deep? A situação era tensa, e era claro que cabeças poderiam começar a rolar a qualquer momento.



Histórico Deep:

Histórico Deucalion:

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Os Infernais - Aniquilação Q3RHv0h
Deep
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Tfig50k
Créditos :
4
Localização :
Sirarossa - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1116-deep-cutt#10446 https://www.allbluerpg.com/t1386-cap-2-ascendendo-as-profundezas#14266
Deep
Novato
Re: Os Infernais - Aniquilação Qua Nov 09, 2022 5:27 pm


Os Infernais - Aniquilação BBuGb05


Para minha surpresa, não só os marinheiros permitiam nossa aproximação como não sabiam quem éramos… Aparentemente não estavam ali por nossa causa, deviam já estar na ilha antes da gente provavelmente.

Um dos marinheiros falava de maneira autoritária para nos apresentarmos e isso me parecia algo hilário… Um humano me dando ordens, que mané.

Poxa é verdade, é que infelizmente não temos uma bandeira, o barco é novo… Mas deve ter nossas credenciais com vocês ai… Procurem pelo nome de Azazel… Na realidade… Vocês devem estar usando o nome de Deep Cutt nas documentações… Dê uma olhadinha pra mim…

Diria com um sorriso e dizendo com a cabeça da mão esquerda para meus tripulantes num tom mais baixo de voz:

Chamem o Colt, mandem ele pilotar o barco para ficar longe deles mas ainda observando… Não interfiram… Aproveitem o show um pouco…

Então pularia rumo ao barco da marinha mais próximo, onde tentaria aterrissar sem movimentos de ataque, bem calmo, quase uma abordagem amistosa. Esperaria eles me apontarem suas armas, mas não reagiria sem ser realmente atacado ou tentarem me capturar, esperaria eles descobrirem quem eu sou.

Se alguém falasse quem eu sou e quanto de recompensa eu tenho pela minha cabeça, diria:

Só isso? Vocês realmente pagariam só isso para um caçador me matar? Cacete caçador ta ganhando bem mal, hein…

Se em algum momento me dessem voz de prisão ou falassem que eu seria preso ou morto, diria:

Eu sabia que diriam isso, por isso trouxe isso aqui…

Sacaria minha faca e me movimentaria rapidamente para cima do marinheiro mais próximo em um movimento serpenteante de zigue zague como uma víbora faminta rumo a presa mirando uma facada no peito.

Acertando, matando ou não, continuaria meu movimentando para o marinheiro seguinte tentando os esfaquear num frenesi de movimentos rápidos e brutais.

Enquanto me movimentaria, soltaria rajadas de vento das minhas bocas, mirando os marinheiros que puxassem armas de fogo ao meu redor, tentando os soprar para fora do barco.


Se tentassem me acertar com algo, me curvaria buscando desviar para longe do ataque me dobrando para trás de forma estranha até minha nuca principal quase tocar o chão logo antes de apontar a boca da mão esquerda pro atacante e soltar uma rajada de vento tentando o soprar para longe.

Se outro barco tentasse perseguir o meu, usaria minha habilidade inferno usando o elemento vento, em busca de abrir espaço logo antes de usar minha habilidade de ascensão com o elemento vento, buscando voar rumo ao timão do barco para reiniciar nesse barco minha sequência de facadas.

Se os barcos insistisse em pelo menos um sair dali atrás do meu barco, gritaria:

Muita arrogância se importar com eles, quando eu estou bem aqui, vermes…

E então usaria minha técnica do vento infernal, tentando englobar os três barcos na área, para jogar marinheiros para cima e o vento da técnica forçar os barcos a girarem e se aproximarem do centro







_________________

Legenda:

-Fala do Deep

-Voz da entidade

Os Infernais - Aniquilação TbTEfdK
Nidhogg
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Sem_titulo
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1976-rex-d-rock#21021
Nidhogg
Pirata
Re: Os Infernais - Aniquilação Qui Nov 10, 2022 9:37 pm

Os Infernais - Aniquilação BBuGb05



Finalmente no bunker... — Brincava ao retornar ao ambiente que na minha visão, era o mais seguro de todos — Bem, talvez nem tanto. — Respondia minhas próprias dúvidas de maneira verbal. Me acomodaria com o máximo de cautela possível, afinal, a viagem poderia se tornar truculenta em um piscar de olhos — “O que posso fazer por aqui?” — Já que não seria útil em uma batalha, me restava apenas recuperar minhas forças da melhor maneira possível, talvez tentasse dormir? Não, minha mente não vai ficar tão calma em meio a um combate, já que o capitão não é conhecido como um homem sensato, ele busca o caos a todo instante.

“Ei, esta aí?” — Perguntava a Criatura que habitava em meu interior, sendo recepcionado pelo típico silêncio — “Não sei nem porque tento interagir com você.” — Reclamava fazendo uma cara “emburrada” — Que merda de dor! — Em alguns momentos respirar me fazia sentir uma pontada tão forte que era impossível de entender o motivo, mas sabia que o corpo como um todo estava sofrendo. Me deitar era a melhor opção naquele momento e assim fiz, repousando meu corpo sobre a cama confortável e voltando minha atenção para escutar algumas coisas vindas lá de cima, porém, não era algo fácil.

Provavelmente não teria muito sucesso naquilo, então, tomaria aquele tempo para mim, não apenas visando a recuperação, mas também buscar um método de ficar mais forte — “Agora que tenho esse poder as coisas podem ficar mais simples, porém, preciso ver quais caminhos posso seguir para intensificar esses pontos.” — Diferente de Colt, Doc e do próprio Cutt, eu não tinha uma profissão que me gerasse alguns recursos, talvez esse fosse o caminho — “Ferreiro, talvez?” — Não, a última vez que tentei mexer com forja não deu muito certo, lembro de ter feito uma espada ruim, muito ruim — “Cozinheiro? Sim, isso ajudaria a tripulação como um todo e também geraria a capacidade de criar algumas coisas... será possível que alimentos ou misturas específicas interajam com o poder da fruta do diabo? Consigo enxergar um caminho aqui...” — Aquela era uma boa ideia, algo que encaixava em todos os pontos de necessidade.

Por enquanto, permaneci daquela forma, imerso em minha própria mente tentando buscar por meios distintos de fortalecimento, afinal, não podia depender unicamente das habilidades que me foram dadas.


Histórico:

Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
11
Localização :
Caffeine - 2ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2440-vitoria#27835
Terry
Capodecina
Re: Os Infernais - Aniquilação Qui Nov 10, 2022 11:06 pm



Todos

A tensão entre a escuna de Deep e as escunas dos marinheiros era palpável, um ar pesado se estabelecia naquela área como se todos soubessem que, mais cedo ou mais tarde, um grande combate se iniciaria. O capitão pirata provocou os homens da lei, dando ordens para seus próprios subordinados antes de pular na escuna da marinha mais próxima dele, onde o marinheiro de terno se encontrava. - Novo ou não, é ilegal sair navegando sem bandeira por aí! Eu, o sargento Thomas Greyson, não posso deixar isso passar!

Depois da fala do capitão dos infernais, o assistente do marinheiro de terno falou rapidamente algo em seu ouvido, e de repente, sua expressão facial mudou para uma de fúria imensa. - São os piratas assassinos que atacaram Draham e mataram a líder da ilha! - Ele gritou, puxando a pistola que guardava na cintura. - É o bando do Deep Cutt, um pirata de 55 milhões! - Ao ouvirem isso, os outros marinheiros logo puxaram suas armas, embora estivessem um pouco assustados graças a reputação do seu inimigo.

Na embarcação dos infernais, Deucalion repousava deitado em seu quarto, imerso em pensamentos e cheio de vontade de ficar mais forte. O balançar do barco dava a ele a impressão de que o navio estava se mexendo, mas ele não sabia dizer pra onde. Estranhamente, o celestial não conseguia sentir que tinha uma batalha acontecendo na escuna dos piratas. Caso subisse até o convés, veria as ações de seu capitão que agora estava em um dos barcos da marinha.

O coala do inferno continuou provocando-os, até que o sargento Thomas finalmente perdeu a paciência. - Não temos tempo para suas piadinhas! Homens, ataquem! - Ele gritou, fazendo com que um grande grupo de marinheiros fosse pra cima de Deep fazendo gritos de guerra para incendiar os seus espíritos. Enquanto o foco da marinha estava no capitão, Colt navegava o barco para uma distância mais segura, seguindo o comando de não interferir.

Na escuna da marinha, Deep imediatamente pulou na direção do sargento Thomas, fincando sua arma no peito do homem em um movimento comparável ao de uma serpente. O líder estava morto, mas ainda restavam muitos poderosos inimigos ali. Em seguida, o coala passou a sair esfaqueando os adversários ao seu redor, soltando rajadas de vento nos que estivessem mais distantes, e em pouco tempo reduzindo bastante o número de inimigos presente naquelas embarcações.

O pirata se esquivava dos golpes inimigos com maestria, conseguindo evitar ser acertado pelos tiros e espadadas da marinha sem muitas dificuldades.Quando a quantidade de inimigos no barco começava a diminuir, marinheiros das outras duas escunas passaram a pular na embarcação onde o coala se encontrava para ajudarem seus amigos, mas até então com muito pouco sucesso em fazê-lo. Enfim, Deep usou sua habilidade vento infernal, seu incrível alcance englobando todos os barcos, e seu efeito devastador conseguindo acertar em cheio todos os marinheiros sobreviventes que lá estavam, imediatamente jogando-os para o ar, e fazendo com que os três barcos da marinha mudassem de curso e se aproximassem, gerando um enorme balançar onde o coala se encontrava. Por fim, vários dos soldados caíram no mar ou se quebraram caindo em cheio na madeira dos três navios. A luta enfim havia terminado, e agora restava saber o que faria o coala infernal e seus tripulantes.



Histórico Deep:

Histórico Deucalion:

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Os Infernais - Aniquilação Q3RHv0h
Nidhogg
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Sem_titulo
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1976-rex-d-rock#21021
Nidhogg
Pirata
Re: Os Infernais - Aniquilação Sex Nov 11, 2022 9:54 pm

Os Infernais - Aniquilação BBuGb05



Continuava imerso em meus pensamentos, ponderando as opções viáveis para me colocar em um nível diferente — “Existe algo...” — Espere, a Besta está falando comigo? — “O que? Um novo poder?” — Questionei sem pensar duas vezes, não era sempre que interagíamos daquela forma, porém, ultimamente as coisas pareciam que estavam mudando — “Você ainda não está pronto... espere... e não morra.” — Tsc, idiota.

Independe das palavras da criatura, sabia que não podia confiar cegamente em suas palavras, claro, talvez existe algo conectado à ele que pudesse nos deixar mais forte? Porém, a que preço? Talvez me tornasse ainda mais bestial quando ele assumisse o controle? Bom, não dava para especular por completo de maneira tão livre assim, mas ainda assim, era uma luz... um caminho para ser seguido. A dor reverberava pelo corpo com menor intensidade, realmente manter o corpo inerte era útil, mas a dor que não diminuía era o lamento pelo braço, um ponto crucial em meu corpo e estilo de combate — “Tenho que pensar como isso irá ficar, mudar os métodos de combate.” — Era complicado mudar algo que carrego desde o início da minha vida, mas teria que ser feito.

Um burburinho parecia surgir no convés, não dava para saber e tampouco iria lá novamente, afinal, o capitão pode está aprontando uma das suas. Existia uma janela naquele cômodo? Caso sim, talvez pudesse-me ser útil para sanar minha curiosidade. Tentaria olhar ainda deitado, senão fosse possível, levantaria devagar, caminhando em passos lentos até a janela existente por ali, dando uma olhada com toda cautela do mundo. Se por acaso percebesse que algum combate tinha iniciado, analisaria minhas possibilidades daquele ângulo, tentando também identificar quem eram meus inimigos.

Por fim, caso fosse possível não hesitaria em aplicar uma rajada ofensiva, mediante a um grito sucinto na direção do inimigo a vista. Mantendo a calma para não piorar minha situação, veria como o primeiro ataque iria afetar meu corpo, caso fosse tranquilo, repetiria algumas vezes soltando rajadas de energia na embarcação e também nos inimigos possíveis, tentando de alguma forma ajudar. Me manteria na beirada da possível janela, evitando dar totalmente a cara para não me tornar um alvo fácil, mas ajudando da medida do possível.


Histórico:

Deep
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Tfig50k
Créditos :
4
Localização :
Sirarossa - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1116-deep-cutt#10446 https://www.allbluerpg.com/t1386-cap-2-ascendendo-as-profundezas#14266
Deep
Novato
Re: Os Infernais - Aniquilação Sab Nov 12, 2022 2:40 pm


Os Infernais - Aniquilação BBuGb05


Tensão? Não podia dizer que eu conseguia sentir isso daquela situação, talvez se tirarmos o N da palavra eu até pudesse concordar. A iminência da morte de todos aqueles marinheiros… Era quase como se eu pudesse sentir o gosto de sangue em minha boca. Um instante depois e o caos estava instalado, marinheiros esfaqueados no chão, outros sendo arremessados ao ar como vermes e caindo no chão e se espatifando.

Sinceramente… Cinquenta e cinco milhões? Vocês me insultam…

Diria isso em um tom sério, mirando a boca da mão esquerda contra o os marinheiros na água e cuspindo raio para os cozinhar no mar logo antes de acenar para meu barco ao longe.

Assim que meu bando chegasse diria para Colt e os outros:

Vamos dividir o bando em dois e pegar o maior desses barcos, vasculhem os três barcos da marinha, peguem todos os livros, armas e tesouros que acharem e levem para o maior deles… Aproveitem para reabastecer o nosso barco… Eu levarei o barco da marinha e o Colt o barco antigo… Vasculhem bem os barcos, se acharem algo que pareça um laboratório ou material de laboratório me avisem…

Me colocaria então a vasculhar o maior barco, em busca de descobrir tudo que tinha por ali para ser pilhado e usado, faria essa revista nos três barcos em busca de laboratórios ou materiais para trabalho químico, assim como livros para leitura futura.


Iria até o timão e começaria a gritar ordens para meus homens soltassem as velas e apertassem as cordas para as mesmas poderem pegar vento.

Vamos seus ratos de porão… Soltar velas, recolher âncora, firmem as cordas…

Caso houvessem pessoas presas nos barcos, sorriria para elas maliciosamente e diria:

Olá… Olá… Ora ora o que temos aqui, se não é seu dia de sorte senhores… Vocês temem a morte… Vocês temem o inferno? Todas suas ações julgadas… Todos seus pecados punidos? Eu posso oferecer uma fuga… Cem anos de sua alma trabalhando para mim como marujo e se tornarão demônios que castigam no inferno e não condenados que são castigados… Vão servir?

Falaria tudo num tom sério e sombrio e caso alguém se negasse a me servir, cuspiria um raio em sua perna, bem no sobre a artéria, visando arrancar um pedaço da coxa em uma ferida letal na qual o mesmo agonizaria em enorme dor até morrer de perda de sangue, um empurrãozinho pros outros me servirem.

Caso algum deles me chamasse de cruel por matar os que se negam, diria:

A vida é cruel… Porque um demônio não seria… Você pode ser cruel conosco, ou ser vítima da crueldade dos outros… Irá servir?

Levaria os novos tripulantes para nossos barcos e os usaria para completar as tripulações dos barcos.

Se tivessemos muitos tripulantes novos, diria em voz alta:

mais alguém aqui além de mim e do Colt sabe pilotar um navio?

Caso alguém soubesse, diria:

Parabéns, foi promovido a capitão, irá navegar aquele navio ali, dividam a comida e munições...

Dividiria o bando nos barcos de forma praticamente igual e aleatória, exceto por Colt, Docc e Deucalion, os quais ficariam no barco antigo, Colt para navegar, Deucalion para liderar e Docc para cuidar do meu imediato ferido. E então diria para quem pilotasse os outros barcos.

Me siga, tome conta da retaguarda… Grite caso veja algo.

Uma vez com os barcos prontos, os levaria pelo rio mais próximo até encontrar uma uma grande sombra onde pudéssemos parar.

SENHORES… Comei e bebei… Nós os infernais somos reis desse mundo e devemos comemorar como tais… Aproveitem…

Se em algum caso na hora de separar os barcos, tivéssemos pilotos para todos os barcos, levaria todos, senão levaria quantos desse e queimaria o resto.










_________________

Legenda:

-Fala do Deep

-Voz da entidade

Os Infernais - Aniquilação TbTEfdK
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
11
Localização :
Caffeine - 2ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2440-vitoria#27835
Terry
Capodecina
Re: Os Infernais - Aniquilação Sab Nov 12, 2022 4:48 pm



Todos

Os infernais haviam saído vitoriosos da batalha contra os marinheiros, e agora, efetivamente podiam fazer o que quisessem com aquelas embarcações. Ao ver que a luta tinha chegado ao fim, Colt navegou a escuna dos piratas novamente para mais perto dos 3 barcos da marinha, deixando-a lado a lado com o navio onde se encontrava o capitão coala assassino. Os barcos da marinha eram um brigue, uma escuna e uma chalupa.

Sem demora, o temível capitão passou ordens para seus subordinados, que logo colocaram as mãos na massa. Os seguidores infernais saíram pelos três barcos, vasculhando-os de ponta a ponta, reabastecendo a velha escuna do bando com suprimentos. Não encontraram muitas riquezas por se tratarem de navios da marinha e não barcos mercantes ou piratas, mas por outro lado, conseguiram mais armas e a partir de agora estariam melhor equipados. Além disso, Deep achou um pequeno laboratório no interior do navio do meio.

No barco da esquerda, o coala encontrou vários criminosos atrás das barras, provavelmente piratas pegos pela patrulha do sargento Thomas Greyson. O assassino logo fez um discurso, buscando recrutá-los para o bando. A fala teve um belo efeito, e os criminosos presos vibraram ao serem libertados pelo seu novo capitão pirata. Com isso, os infernais tinham pessoas o suficiente para completar a tripulação de quatro barcos.

Quando Deep questionou se mais alguém ali sabia pilotar, dois dos criminosos recém libertados deram um passo à frente e ergueram as mãos. - Eu, capitão! - Eles falaram quase em uníssono, em um tom confiante. Com isso, o demônio de Sirarossa os deixou responsável por pilotarem os dois barcos restantes, comandando para que eles o seguissem. Já a maior parte da tripulação antigas dos infernais como Colt, Deucalion e Doc ficavam todos no barco antigo.

E assim, a tripulação dos infernais partia dali com quatro navios. Deucalion seguia repousando em seu quarto, até que viu o mink símio, o Dr. Doc, adentrar seu cômodo mais uma vez. - Hehehe, vencemos a batalha. - O médico explicou. - Agora, temos mais três navios… - Enquanto falava, ele se preparava para dar continuidade ao doloroso tratamento do Celestial, e assim o fez pelas próximas horas de viagem.

Em seguida, os quatro barcos que agora estavam sob o comando dos infernais zarparam dali, navegando pelas calmas águas ao redor da ilha na direção de um dos rios que cortavam Hasagt. Já estava perto do meio-dia quando a frota entrou por um deles, novamente dando de cara com as intermináveis planícies e savanas da ilha. Ao encontrarem um lugar propício sob a sombra de uma árvore bem grande, Deep reuniu toda a sua tripulação e ordenou que dessem uma pausa para comer e beber, e assim foi feito. Os infernais abriram alguns barris de rum e de peixe, e começaram a se aproveitar daquele momento de descanso para recarregarem as energias.



Histórico Deep:

Histórico Deucalion:

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Os Infernais - Aniquilação Q3RHv0h
Nidhogg
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Sem_titulo
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1976-rex-d-rock#21021
Nidhogg
Pirata
Re: Os Infernais - Aniquilação Dom Nov 13, 2022 12:15 am

Os Infernais - Aniquilação BBuGb05



O símio surgiu antes mesmo que minhas ações pudessem trazer alguma utilidade, ele não demorou para contar as boas novas — Perfeito, era disso que a gente precisava. — De fato, a última batalha deixou claro a importância dos números para um bando pirata, ainda mais com ações tão extravagantes que o capitão desejava fazer. Ter espaço para recrutar novos membros ou até mesmo conseguir alguns escravos era de suma importância, mesmo que fosse necessário gerir o recurso com maior cuidado, isso também não parecia ser algo complicado.

Terei que ficar muito mais tempo de molho? — Questionava em meio ao tratamento, mantendo a postura e controlando minhas emoções, evitando que a dor transparecesse, mesmo que em alguns momentos isso fosse completamente impossível. Perder um braço não era algo fácil, não digo apenas pelo ferimento, mas também pelos anos tendo ambos os membros, a falta de um era algo que afeta o físico e principalmente o psicológico — Obrigado pelos cuidados, não irei esquecer. — Bradava em um tom sereno — Vamos lá para cima, quero dar uma boa olhada nas novas conquistas. — Era a frase que seria dita logo após o término do tratamento por parte do símio, onde me colocaria de pé partindo em passos lentos até o convés.

Muito bom... — Diria fitando os novos navios e tentando mensurar a quantidade de pessoas que poderíamos abrigar em todos eles — Talvez eu deva aprender a pilotar, ou quem sabe conseguir um navegador para mim. — Era uma ideia que surgia naquele momento, ter uma frota ia muito além de navegar juntos, como Imediato meu papel era permanecer no navio principal, porém, não parecia tão estranho assim ter uma embarcação minha. Não demorei a notar que uma festa estava prestes a começar, então, rapidamente me coloquei em direção ao ambiente festivo, em passos lentos — “Essa buceta ainda dói pra caralho!” — Comentava dando uma boa olhada para meus ferimentos.

Me aproximava do demônio — Quais os próximos planos? — Questionava de maneira sucinta, afinal, precisava saber o que pensava na mente daquela estranha figura — Draham tem uma dívida comigo que precisa ser paga. — Falava com um olhar sério — Acredito que não demore muito mais tempo para que esteja pronto para o combate novamente. — Finalizava mantendo a serenidade em meu olhar, buscando por um pedaço de comida ou bebida que estivesse próximo, fazendo menção de pegá-lo com o braço esquerdo — “Merda.” — Resmungava mentalmente enquanto esticava o outro braço — Aquela girafa de antes, será que ela vai aparecer para tentar proteger os nativos? — Era um questionamento válido dada as informações passadas pelo homem, já que as bestas eram tidas como guardiãs.

Esperava ouvir as respostas do capitão, porém, algo surgia em minha mente — “O que você está falando?” — A voz da Besta parecia estar proferindo algo, mas não conseguia entender — “Nidhogg...” — Espere, isso é um nome? Um lugar? Um poder? — Capitão, você já ouviu falar algo sobre Nidhoog? — Questionava ao líder.



Histórico:

Deep
Imagem :
Os Infernais - Aniquilação Tfig50k
Créditos :
4
Localização :
Sirarossa - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1116-deep-cutt#10446 https://www.allbluerpg.com/t1386-cap-2-ascendendo-as-profundezas#14266
Deep
Novato
Re: Os Infernais - Aniquilação Dom Nov 13, 2022 1:01 pm


Os Infernais - Aniquilação BBuGb05


Com novos subordinados e uma verdadeira frota a se montar perante meus olhos, levei todos a um canto tranquilo e deixei eles descansarem, no entanto não era de meu interesse participar de festas agora, havia encontrado um laboratório no navio e isso me interessava muito.

Iria até o laboratório e começaria a investigar o mesmo, buscando documentos e lendo as etiquetas de tudo que visse em busca de descobrir o que existia ali e o que estavam pesquisando.

Se tivesse alguma seringa e algo pra ver coisas minúsculas, tiraria um pouco do meu sangue e colocaria pra ver o mesmo, em busca de analisar diferenças com o sangue humano comum.

Se tivessem papéis e caneta no local, começaria a anotar o que eu notasse.

Ficaria um tempo pensativo no laboratório e depois voltaria ao convés para comer e beber, visivelmente distante e pensativo.


Se em algum momento, Deucalion perguntasse sobre os próximos planos, responderia:

O mesmo plano de antes… Queimar a ilha… Isso inclui a cidade e entendo sua fúria… Mas seu braço é mais sua culpa que o deles… Ir tão sedento e cheio de raiva para a briga para responder um ferimento é um pensamento bem comum em presas, contra atacar ainda ferido apenas por raiva… Bois fazem isso, cervos, búfalos… Se você atira num leão, ele não vem ferido tentar te atropelar e te ferir… Ele se cura, te embosca e te mata… Matança é um jogo de paciência… Se você não se divertir e não tiver paciência… Você é apenas uma vítima… Não temos vítimas nesse bando, Deucalion…

sobre Nidhogg, diria:

Suponho que se refira a Nidhogg, um conto antigo de terras mais ao norte sobre uma gigantesca serpente que vive num mundo abaixo do nosso segundo a religião deles… Se for isso, então sim eu sei…Por quê?

Se eu visse algum vagalume brilhando perto do barco, correria no laboratório pegar um vidro com tampa e iria atrás dos vagalumes tentando passar o vidro aberto ao redor dos vagalumes e fechar a tampa, prendendo alguns no vidro antes de usar minha adaga para fazer buracos na tampa menores que os vagalumes, os quais eu guardaria no laboratório.










_________________

Legenda:

-Fala do Deep

-Voz da entidade

Os Infernais - Aniquilação TbTEfdK