Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Las Camp
Página 2 de 3 Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 Giphy
Créditos : 17
Localização : Rota 6 - Piutôv
SashaRank B
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Um Bom Argumento Ter Mar 15, 2022 6:35 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Um Bom Argumento

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Marinheiro Michelle Johnson. A qual não possui narrador definido.

_________________



Um Bom Argumento - Página 2 WN4Utd7


Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Dom Abr 10, 2022 10:21 pm

Um bom argumento

Quem quer fosse o responsável por aquela bagunça sabia o que estava fazendo, apesar de ainda deixar rastros para trás, o corpo permanecia no local - mesmo que não entendesse os motivos de deixá-lo ali por tanto tempo -, mas graças a essa estupidez pude ver os ferimentos por com meus próprios olhos, o instrumento encontrado - um abridor de cartas - muito provavelmente não era a arma utilizada para realizar o crime, o ferimento de contusão e o objeto cortante não se alinhavam.

Juntando o cenário do crime junto às respostas dadas pelos investigadores àquele quebra-cabeça ainda tinham inúmeras peças a serem encaixadas, muitas perguntas sem respostas. Juntando as informações que tínhamos até o momento, a vítima era um contador, o que inclinava minhas suspeitas do envolvimento junto a empresa de meu pai, afinal de contas, esse tipo de serviço era requisitado dentro da transportadora e sem família, o que facilitava as coisas para o assassino. Balancei a destra em frente a minha face dispensando os serviços daqueles homens — Não, tudo bem por enquanto — me voltei para Euphemia dando de ombros e com um sorriso sem graça, duvido que teria muito a acrescentar à investigação — Bem, a cena do crime já foi completamente revisada ou então o autor da obra é muito bom em não deixar rastros, a única coisa que encontrei foi esse abridor de cartas, mas não tem chances de ser a arma do crime, os ferimentos foram causados por contusão e não cortes, além disso, acredito que se há um abridor de cartas também deve existir uma carta, vocês não encontraram nada do tipo — indaguei imaginando que o conteúdo dentro da carta poderia abrir nossos olhos para caminhos dos quais ainda não conseguíamos enxergar.

— Parece que temos um caso bem complicado aqui — disse com diversão em minha voz —, e acredito que seja melhor tirar aquele corpo de lá, ele está fedendo tanto que meu nariz mal conseguiu sentir qualquer outro cheiro ali dentro — apontei para o interior com o polegar — além de tudo tem o segundo andar, não verifiquei o local porque eu mal conseguia respirar ali dentro, mas gostaria de saber se tem alguma informação a mais que você tenha e passou despercebido por mim...

OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: Um Bom Argumento Ter Abr 12, 2022 4:56 pm

Um Bom Argumento



Narração - 08

A inspeção

Aos poucos, Michelle ia juntando as partes do quebra cabeça, ainda que sem respostas concretas, as coisas pareciam se encaixar bem levemente nos pensamentos da garota, com a possibilidade de um envolvimento da empresa de seu pai só aumentando.

O perito logo partindo, deixando Euphemia e MJ sozinhas, a marinheira, logo, começaria seu relatório, durante a fala, Euphemia, preferia por se manter calada, olhando profundamente nos olhos da garota conforme fumava um charuto.

— Hmmm... parece que você captou bem as informações... certo? O corpo está sendo retirado agora mesmo, ele vai passar por uma inspeção mais complexa...

— Eu gosto da ideia da carta, afinal, esse homicídio ta com uma cara de queima de arquivos... mas, por que não queimar a casa por completo?

— Ótima inspeção soldado, ainda que simples, parece que você se atentou a todos fatores e não se preocupe, o segundo andar está vazio.

Ela começava a andar de volta para o quartel, mas parando no meio de uma passada, virava-se para Michelle, — Por sinal, sim eu tenho uma informação... – Sacava uma carta – Encontrei a algumas quadras daqui, quem quer que tenha roubado, acabou perdendo ao menos uma, já que não temos ideias de quantas cartas foram...

— Chegando no Quartel irei abri-la – Voltando sua caminhada ela seguiria para o Quartel, guardando a carta do bolso interno de seu sobretudo – Vamos... o dia está apenas começando... Além do mais, tenho que fazer o pagamento das suas missões...

— Precisa de algo no caminho? Porque imagino que depois estaremos bem ocupadas para vir até a cidade, então compre o que for necessário no caminho ok?
Historico Michelle Johnson:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 OAKySZI
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Sab Abr 16, 2022 8:42 pm

Um bom argumento

Sorri orgulhosa de meu desempenho, mesmo que no fundo sentisse que apenas tinha feito o óbvio. A ideia da carta fazia todo sentido, e na minha cabeça tudo fazia sentido ao ponto de aquele ataque ser feito para tomar posse da escritura, — Um incêndio traria muita atenção para o local e também não garantiria a morte da vítima, o assassinato do modo que ocorreu foi muito mais efetivo, não é átoa que o corpo está sob a mesa a três dias inteiros e tivemos que nos contentar com pouquíssimas evidências — contei como se fosse a coisa mais simples de se enxergar naquela situação, poderia estar completamente enganada, mas era isso que minha intuição me dizia.

A volta para o QG era iminente, não havia mais o que ser feito ali, mesmo que o ditado popular dissesse que o autor sempre retornava ao local do crime, era impossível discernir o culpado dos curiosos. Suspirei com as mãos entrelaçadas atrás de minha cabeça e virei o pescoço para encarar minha superior que chamara minha atenção com um envelope entre seus dedos — Uma carta?  — questionei arqueando uma das sobrancelhas — ah, isso é vai ser muito útil para o prosseguimento da investigação kukuku — utilizei de um sorriso para disfarçar uma preocupação imediata, o crime já havia sido realizado a tanto tempo, era praticamente impossível apenas achar uma evidência por aí, ainda mais intacta após tantos dias e principalmente, poderia aquela ser a carta que encarreguei aquela criança a enviar para meu pai?!

Balancei a cabeça negativamente, aquilo seria o desastre anunciado e naquela situação só me restava torcer para que não fosse o caso — estou ansiosa para saber o que está escrito nessa carta, não temos tempo para comprinhas, vamos logo para o QG! Kukuku — tomei a dianteira andando a passos largos em direção a embarcação sede da marinha, — espero que a marinha me dê um salário digno, todos esse trabalho meu deu fome, será que podíamos pedir um lámen quando chegarmos? Kukuku — a confiança na melhor situação já extrapolava minha noção e juízo, ter minha carta aberta no meio de oficiais da marinha era a certeza de ser retida imediatamente e ainda assumir a culpa dos negócios da família no envolvimento junto ao mercado negro — Vamos Euphemia, você não está ansiosa? Kukuku!!!

OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: Um Bom Argumento Qui Abr 21, 2022 1:54 am

Um Bom Argumento



Narração - 09

O salario

— Uhum... a carta vai ser ótima para entendermos o que estavam tentando esconder... Certo? – Dizia a tenente, fumando um charuto conforme elas caminhavam.

— Para uma novata você é bem animada hein, bom... você se desempenhou bem nesse começo, continue assim e quem sabe, poderemos sentar para tomar uma... Certo?

Animada, MJ, agilizava o passo na volta, fazendo um breve questionamento, — Por que toda essa pressa? Ansiosa pra ver a carta? Porque? Você tem algo a ver com isso?... creio que não, certo Michelle?

Elas não paravam para fazer compras, seguindo para o quartel, em alguns minutos, com a nova velocidade, elas chegavam.

— Certo, eu tenho que brevemente fazer um relatório para meus superiores sobre a carta, mas não se preocupe, vou esperar você para abrir..., mas antes, venha comigo.

Elas caminhavam até a sala de Euphemia, pegando dois envelopes, ela os entregava na mão de MJ, — Aqui está, os pagamentos referentes a patrulha e a investigação... – Dentro de cada um dos envelopes, conteria 1.500.000 berries, o salário recebido por cada missão.

— Pois bem, parabéns e se me dá licença, preciso fazer o relatório, por que não vai atrás do seu lámen? Quando acabar de comer volte para cá e quero que nesse tempo, você vá pensando no possível conteúdo da carta.

— Por sinal, você já interrogou alguém? Se conseguirmos algum suspeito, seria interessante que você soubesse o básico... pegue, leia isso aqui também... - Entregava um livro feito especificamente de marinheiros para marinheiros, 'A Arte do Interrogatório: Como decifrar as pessoas?'
Historico Michelle Johnson:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 OAKySZI
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Qui Abr 21, 2022 10:06 pm

Um bom argumento

Minha vontade era de arrancar os olhos e cabelos, de Euphemia claro, não os meus, afinal de contas a mulher insistia em adiar a abertura daquela carta, evento após evento, sempre havia algo que ela deveria fazer ou alguém que deveria contatar quando simplesmente poderíamos abrir a carta e acabar com tudo de uma única vez. Revirei meus olhos em puro descontentamento, eu não queria comer um lamen, tampouco gastar meus preciosos berries, entretanto não discordei ou protestei contra aquela decisão já que estava sendo paga pelos meus tão bem prestados serviços — Agora estamos falando a mesma língua kukuku — meus dedo indicador abriu o envelope e espiei com o olho direito seu interior — Um milhão e meio? Hm, não dava pra esperar que pagassem o mesmo que meu pai me dava como mesada, enfim, mais três milhões pra minha conta kukuku!

Ao mesmo tempo em que me entregava o dinheiro também deixou comigo um livro, prontamente torci o nariz, ler era algo tão…antigo e passado que ainda me perguntava como as pessoas tinham coragem de pegar uma velharia como aquelas na mão — A Arte do Interrogatório? — com muito cuidado movi sua capa com a ponta de meu indicador vasculhando as infinitas linhas de seu interior com meus olhos que se moviam acompanhando as palavras gravadas no papel amarelado — Capítulo 1, como fazer as pessoas dizerem a verdade; “mostre que está do lado da pessoa e evite fazer acusações”. RÁ! Até parece, eu sou a marinheira má kukuku — ajeitei minha postura tomando o livro com ambas as mãos e aproximando meus olhos das páginas — passo dois, discuta a situação, "repita a mesma pergunta várias vezes, mas de jeitos diferentes”…até que é interessante.

Permiti-me aprofundar meus conhecimentos acerca daquela velharia arcaica, isso com certeza poderia me render alguma base para discussões futuras onde eu com certeza defenderia o fim dos livros! Discorri meu olhar sobre aquelas frases até onde pude, mas nada conseguia me tirar a inquietude de descobrir o conteúdo da carta que ainda estava com Euphemia, que por sua vez parecia muito sossegada para quem tinha uma prova, uma evidência em mãos — EUPHEMIA, VAMOS ABRIR A CARTA DE UMA VEZ, ESTOU FICANDO MALUCA — gritei repentinamente balançando os braços e pernas e me desfazendo do livro no ato.


OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: Um Bom Argumento Sex Abr 22, 2022 8:29 pm

Um Bom Argumento



Narração - 10

A carta

Michelle pelo menos enquanto lia o livro, conseguia se concentrar, esquecendo momentaneamente da carta, ela lia aquele livro que por mais obvio fosse algumas informações, conhecimento nunca era demais.

Ela tomava um tempo para ler, mas ao fim, voltava para a sala de Euphemia, que calmamente acabava de escrever.

A fala extravagante de MJ, fazia sua superior, a olha-la com uma cara assustadora, para falar a verdade, sequer parecia que Euphemia era marinheira naquele momento, mas logo abaixava a cabeça acabando de escrever.

Demorava mais cerca de dez minutos até que finalmente, tocando um sino, um marinheiro entrava, pegando as escrituras, ele partia.

— Nossa até cansei de escrever... bom, porque você não lê? Eu já li... – Dizia dando baixas risadinhas, levando a carta para o outro lado da mesa, Michelle poderia finalmente ler seu conteúdo.

Consistia em um gráfico de cargas que foram transportadas de Las Camp para Sirarossa nos ultimo trinta dias, além das coisas comuns, o gráfico tinha informações sobre quantidade de armas e drogas escondidas nas mercadorias neste mesmo tempo e a carta era destinada para a marinha, como se num futuro próximo, o contador fosse entregar as informações para a marinha.

— Parece que estamos mexendo com contrabandistas e com certeza, são dos grandes...

— Porém quão burro seria o assassino para deixar isso sobrar? Talvez foi de propósito? Hmmmm.

— Bom, eu tenho uma nova missão para nós Michelle, você tem a opção de aceitar ou tirar sua folga... – Acendia um charuto, levantando e vestindo a capa.

— Eu vou para o porto, eu tenho alguns contatos por lá e bem... eu preciso descobrir mais sobre esse ocorrido, o que me diz? Vai ou não?
Historico Michelle Johnson:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 OAKySZI
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Sab Abr 23, 2022 1:39 pm

Um bom argumento

Oye, achei que íamos ler juntas a carta — mordisquei a bochecha por dentro de minha boca, estendi meus dedos até alcançar o papel, tomei-o próximo de meu rosto onde me deparei com um gráfico e não com uma carta comum, como estava esperando naturalmente, o conteúdo era acerca de contrabando, produtos ilegais sendo transportados juntos de itens comuns ao dia a dia, tuchê! Não era preciso muito mais para cravar a certeza de que tudo aquilo era parte de uma investigação acerca das empresa da família, o contador morto há alguns dias com certeza desejava entregar o documento nas mãos da marinha e foi morto por isso, contudo o assassino ainda sim mostrou-se incapaz de fazer seu serviço corretamente, como podia deixar um documento tão expositivo para trás?

É…isso foi muito menos empolgante do que eu imaginei… — me desfiz do papel deixando-o cair novamente sobre a mesa da tenente, — bom, nesse caso podemos estudar quais eram as empresas clientes do contador assassinado e julgando esse documento podemos apontar que se trata de uma empresa de transporte — tudo que eu dizia naquele momento não eram informações advindas das minhas habilidades como uma detetive, mas sim por meu envolvimento em tudo aquilo, porém, ainda que eu estivesse apontando em direção a Maritimes Johnson eu ainda poderia mexer alguns pauzinhos e forjar provas contra alguma empresa concorrente, sorri ao pensar na possibilidade de nos desfazermos de uma fatia daquele mercado e rumar em direção ao monopólio de transportes no West Blue, — Mais uma missão? — fingi ponderar a possibilidade, como se estivesse pensativa sobre o caso antes de concordar — claro, mais alguns berries no meu bolso não farão mal algum kukuku! É claro que vou, inclusive Euphemia, acho que podia confiar mais em mim, adiantar os processos, sabe, estamos perdendo muito tempo entre uma ação e outra e dessa forma os culpados apenas se distanciam de nós, sabe? Kukuku!

OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: Um Bom Argumento Seg Abr 25, 2022 8:20 pm

Um Bom Argumento



Narração - 11

A Prefeitura

A peça que faltava no quebra cabeça, finalmente aparecia, a carta fechava as investigações de Michelle acerca do que a marinha procurava, com certeza aquilo só podia ser feito das empresas de sua família, mas porque teriam contratado um assassino não ruim? Talvez de propósito?!

— Fico triste com isso, para mim já era o esperado, então nem criei expectativas muito altas, dificilmente um assassino deixaria algo assim passar se não fosse a mandado do contratante...

— Gosto da sua ideia, tenho uma ideia, vá na prefeitura e descubra essas informações, enquanto isso irei nas docas... o nome do contador era James Jansen, ao fim, me encontre no porto.

Euphemia chegava a ouvir as considerações finais de Michelle, porém ela era mais ríspida, — Te vejo mais tarde, dispensada. – Dizendo com rispidez, ela esperava que Michelle se movimentasse para a prefeitura.

Naquele horário de almoço a cidade era menos movimentada, sendo mais fácil a locomoção por Las, rapidamente chegaria na prefeitura, que naquele momento, parecia estar passando por uma passeata de civis que pareciam querer saber o que realmente tinha acontecido com o contador, pelo visto ele eram bem famoso na cidade.
Historico Michelle Johnson:
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Ter Abr 26, 2022 10:24 pm

Um bom argumento

Dei de ombros, não adiantava, aquela mulher tinha algo contra aproveitar o tempo e ir logo às vias diretas, sempre com rodeios e conversinhas, ela já estava me atrasando com todos aqueles malabarismos desnecessários, e ainda pior, o que eu deveria fazer exatamente na prefeitura?! Com tamanha bagunça interna me perguntava se realmente deveria me preocupar com esse bando de imbecis nos investigando, era bem capaz de não enxergarem o óbvio, um palmo à frente de seus narizes, suspirei já exalando um certo cansaço de tudo aquilo.

Sem Euphemia no meu encalço eu estava livre, mesmo que ainda não soubesse exatamente o que fazer. Afundei minhas pequenas mãos em meus bolsos e me movi pela cidade, bocejei de sono ou tédio, eu já não sabia mais diferenciar uma coisa da outra, porém, repentinamente uma ideia malévola me brotou a mente fazendo com que um sorriso igualmente perspicaz se desenhasse em meus lábios — Kukuku, essa vai ser minha maior vigarice… — posterguei animada enquanto meus pés me levavam em direção ao centro da cidade, procurei por uma papelaria ou algo semelhante [...] — Ei senhor, eu preciso de papel e caneta, é urgente! E-eu, preciso enviar uma carta para um oficial que está um tanto quanto distante, o assunto é urgente — era tudo mentira, claro, eu não iria me desfazer dos meus preciosos berries para comprar coisas tão supérfluas como aquelas, ao menos esperava que meu parecer de oficial da marinha me desse credibilidade suficiente para isso, caso contrário, ofereceria o mínimo, vinte mil berries por ambos os itens, mas subiria para cinquenta mil caso necessário — é tudo que tenho para compensá-lo! — diria com certa urgência carregada em minha voz.

Com os itens em mãos me dirigiria para um local com pouco movimento - e longe de olhares curiosos -, em minhas mão tomaria o papel e a caneta iniciando a escrita de um “documento”;

_________________

“James Jansen,

entendemos que não estamos na melhor das relações ultimamente e sabemos que seus serviços para conosco lhe entregaram muitas informações valiosas, gostaríamos que as mantivesse consigo, caso contrário…bem, contamos com sua descrição


Assinado:              

_________________

A assinatura havia de ficar em branco, pelo menos por enquanto, na prefeitura poderia solicitar acesso aos clientes que o contador possuía e eventualmente encontrar outras transportadoras, outros empresários para que eu pudesse colocar a culpa sobre. Era um trabalho realmente excitante. [...] — Alô, alô! — gritei junto à entrada da prefeitura — agente MJ se apresentando para um serviço, não senhor, MJ não dá autógrafos, desculpa, aliás, estou aqui para uma investigação muito importante, é sobre a morte recente do contador, preciso analisar os documentos dele e saber quem eram seus antigos clientes, estou aqui a manda da tenente Euphemia, é, tenente ou algo similar, com certeza.


OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Jean Fraga
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 0tSpN1S
Créditos : 05
Jean FragaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t1620-liu-feng#17327 https://www.allbluerpg.com/t1586-morte-e-sangue
Re: Um Bom Argumento Qui Abr 28, 2022 2:14 pm

Um Bom Argumento



Narração - 12

O Quebra Cabeça Infinito

Entediada com a tamanha demora na resolução da investigação, Michelle caminhava pelas ruas de Las, ela questionava a sua importância na corporação e até cogitava sair da marinha, mas por hora, ali seria sua casa.

Porém a mente de MJ era criativa, encontra uma diversão naquele mar de tedio, encontrando uma papelaria de canto de esquina, o homem com a pressa da garota, entregava um pedaço de papel e uma caneta.

Ele chegava a se sentir feliz em estar ajudando uma marinheira e pouco se importava com os motivos.

Adentrando em um beco iluminado, porém vazio, Michelle escrevia uma brevemente, ainda que ficasse meio mal feito, já que ela não tinha tentado apoiar o papel em alguma superfície solida, as letras ficavam mal feitas e saindo das linhas.

Seguindo dali, finalmente chegava na prefeitura, os civis que ali protestando fazia uma multidão a sua volta, fazendo diversas perguntas sobre o acontecimento, nenhuma sendo respondida.

Michelle conseguia entrar na prefeitura assim que o porteiro visse sua farda, se encontrando com uma senhora de idade, que parecia ser a recepcionista.

— Quanta empolgação hein... – Dizia olhando-a por cima dos óculos que ficava sobre seu nariz.

— Qual seria mesmo o nome do contador? Eu não sou boa com nomes... – Recebendo a informação, ela pedia um instante e entrava no inventario da prefeitura.

Voltando poucos segundos depois, com apenas um documento em mão.

— Olha... entre os seus clientes, só um tem o nome visível, um tal de Jexter... tem uma loja no centro de itens de valor, como joias... Por algum motivo os outros nomes estão todos borrados...

— Morava com a esposa e filha, já trabalhava neste ramo a mais de 60 anos e estava para se aposentar daqui uns dias... uma pena...
Historico Michelle Johnson:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 OAKySZI
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Qui Abr 28, 2022 9:04 pm

Um bom argumento

James Jansen… — disse à velha para que pudesse me adiantar o pedido, este que não poderia ser pior — apenas isso, você tem certeza que não existe mais nada relacionado a esse homem fora esse único documento?! — contestei incrédula naquela ideia, tomei-o entre meus dedos olhando com calma o único nome legível entre aqueles papéis — Jexter? Okay, irei me encontrar com esse sujeito, pode me passar o endereço? — dobrei o papel e o ajeitei entre minhas vestes — vou ficar com isso, se não se importa — levantei a destra já me despedindo da mulher, porém ainda de costas para a mesma virei meu rosto fazendo uma pergunta que passou batida no ínicio — aquelas pessoas lá fora, o que estão fazendo?! — não que eu realmente me importasse com os problemas de civis ou quisesse ajudá-los, mas não era o tipo de pessoas que se desinteressava por assuntos que não me diziam respeito.

Atravessei a porta de saída e também pela multidão, meu plano, por melhor que fosse em minha mente acabava por tomar um caminho alternativo que necessitava ser corrigido para retornar a sua rota original, apanhei minha carta falsa de outrora e a li por um instante, o conteúdo estava ok, entretanto, todo o resto estava péssimo. Franzi o nariz em desgosto ao meu próprio trabalho, amassei o papel e me desfiz do mesmo naquele mesmo local, vaguei pela cidade até que me encontrasse frente ao comércio do “único” cliente do contador — Alô, alô — disse ao empurrar a porta e me permitir adentrar — agente MJ, investigadora da marinha, estou procurando Jexter, alô! — não perdi tempo com rodeios e fui direto ao ponto, se Jexter estivesse presente exigiria sua presença para questioná-lo, — estou aqui pela morte do contador James Jansen, soube que você era um cliente dele? Tem algo a me contar? Algo que você saiba que ainda não sabemos? — apoiei meu cotovelo sobre alguma superfície enquanto meus olhos fitavam o ambiente com certa indiferença — sabia que é o único dentre todos os clientes que não tem o nome ocultado? Isso é algo bom, senhor Jexter? — pressionei-o um pouco a fim de fazê-lo abrir o bico.

OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Diego Kaminari
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 Dante-gif-11
Créditos : 00
Localização : Rio de Janeiro
Diego KaminariEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t332-diego-kaminari https://www.allbluerpg.com/t399-1-caminhos-entrelacados-o-alvorecer-da-aventura#1216
Re: Um Bom Argumento Sex Maio 06, 2022 9:16 am

Um Bom Argumento




Narração - 13




- Elas souberam do assassinato. – Dizia a mulher com certo pesar, talvez não pelos sentimentos que tinha pela vítima, mas sim pelo trabalho que tudo aquilo iria gerar para ela. – Todos tem um jornalista escondido dentro de si, e logo querem respostas que nem mesmos deuses podem dar... “Quem é o assassino? Eu to seguro?”. Como que eu vou saber disso, se soubesse ele estava preso! Enfim... – Terminou a mulher ao desabafar rapidamente com a linda marinheira.


Michelle, no entanto, não perdeu seu tempo e logo tentou atravessar a multidão determinada em detê-la para questionar as mesmas coisas. Porque as pessoas pensam que com elas vai ser diferente? Por acaso se acham mais especiais? Se a marinha não revelou aos jornais ou fez um comunicado oficial era porque não podiam saber, e não diferiria para um grande comerciante, pudera então para um dono de barraca qualquer. O tempo de caminhada fora suficiente para as preocupações da menina irem e virem de sua mente num balanço emocional que poderia despertar a mais perigosa ansiedade, todavia, a mesma chegou frente a uma loja de penhores. Bugigangas e joias de todos os tipos estavam expostas em prateleiras de maneira aleatória que era como um convite a ser dado para aqueles que queriam entender o porquê de tudo está disposto daquela forma ou mesmo a história por de trás dos itens. O interior do estabelecimento não se mostrava com sequer um movimento, poderia dizer que estava fechado se não fosse uma grande placa de aberto pendurado pelo lado de dentro da vitrine. À tarde começara a se findar e o clima da noite já mostrava suas garras com uma brisa gélida que misturada a umas tonalidades de bege que o céu tomava, transformava tudo aquilo em algo perturbador como se tivesse saído de algum livro de terror e mistério.



Um Bom Argumento - Página 2 Dark_sunset_anime_sky-219906



MJ entrou e um sino na porta indicou sua presença, mas ninguém a respondeu, exceto pelos macacos e bonecas estranhas e antigas que a fitavam de suas prateleiras como se estivessem curiosos para o final daquele show. Ao fundo um balcão vazio e empoeirado a recebia, apesar de que a poeira parecia ser parte da decoração do local, entre tudo algo foi notado assim que ela passou a porta, algo que seu sentido mais apurado não deixaria escapar. Um cheiro forte e pútrido que se entranhava em cada centímetro daquele lugar, um cheiro que vinha por de trás do balcão de carvalho que ainda apresentavam joias em exposição. Havia algo de errado ali, mas o que faria a marinheira? Chamar reforços ou sua superior? Iria ela fazer o serviço, sozinha? Independente do caminho que se seguia aquilo era algo que estaria marcando uma informação essencial... As coisas não eram tão simples como todos esperavam.



Historico:





_________________


Um Bom Argumento - Página 2 4nO1oWY
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Sex Maio 06, 2022 11:59 pm

Um bom argumento

As coisas pareciam tomar rumo - mesmo que de forma muito torta -, ignorei toda aquela multidão estacionado em frente a prefeitura, movimentações como aquela eram tão inúteis quanto a marinha atrás daquele assassino, e isso não me incluía no meio, que fique claro. Já estava anoitecendo quando cheguei em frente a loja da testemunha, não pensei duas vezes em adentrar o estabelecimento que se encontrava vazio, apesar de na porta pendurar-se uma placa indicando que estavam recebendo clientes. O local em si parecia velho, sujo se me permite ser sincera, mas o fator inevitável naquele cenário todo era o cheiro forte que impregnava todo ar, uma exalação pútrida e tudo tinha origem por detrás daquele balcão, no fundo eu sabia o que significava, tinha cem por cento de certeza que o dono daquele lugar estava morto, assim como o contador o fim daquela vida provavelmente havia sido findada.

Aproximei-me do balcão buscando bisbilhotar por detrás do balcão, meu dedo indicador e polegar pressionavam minha narinas a fim de impedir com que aquele cheiro me impedisse de me aproximar, ou que me causasse algum tipo de náuseas. Deixar a marinha obter mais informações a respeito daquela investigação era um erro visto que meu objetivo era o completo oposto, talvez ali nascesse uma oportunidade de alterar e manejar o rumo daquela história a meu gosto. Primeiro de tudo, assim como no primeiro assassinato, investiguei o cenário procurando por rastros do autor, a arma do crime, possíveis pegadas, pedaços das vestes que pudessem ter se agarrado ao cenário, também averiguaria o corpo do homem procurando pelo tipo de ferimento que havia ceifado sua vida.

Dentre os pertences do homem procuraria por documentos, todo e qualquer documento que fizesse menção, ainda que mínima, de conexão junto a toda a situação da marinha, submundo e os civis que um a um perdiam a vida. Se algum civil adentrasse o ambiente utilizaria da autoridade como marine para mandá-los embora — Sinto muito, temos uma cena de crime aqui e é imprescindível manter tudo do jeito que foi encontrado —, suspirei, notando que a complexidade daquela situação se tornava uma pegajosa teia de aranha que aos poucos restringiam meus movimentos, contudo não tinha a opção de desistir e largar tudo pela metade, os negócios da família dependiam do sucesso de meus atos — Ok, vamos ver o que temos aqui kukuku!

OBJETIVOS:
MJ:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v
Diego Kaminari
Ver perfil do usuário
Imagem : Um Bom Argumento - Página 2 Dante-gif-11
Créditos : 00
Localização : Rio de Janeiro
Diego KaminariEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t332-diego-kaminari https://www.allbluerpg.com/t399-1-caminhos-entrelacados-o-alvorecer-da-aventura#1216
Re: Um Bom Argumento Dom Maio 08, 2022 8:13 am

Um Bom Argumento




Narração - 14



MJ podia estar no cargo de marinheira apenas por interesses pessoais, no entanto, ninguém poderia negar que ela tinha o extinto necessário para ser uma agente da lei. Seus pensamentos e suspeitas se confirmaram ao olhar por detrás do balcão, pois lá jazia o que seria o corpo do senhor Jexter. O homem estava inchado, seu corpo apresentava cortes profundos, entretanto o que mais marcava aquela cena além do odor, era a presença de fezes humanas em suas feridas, isso somado ao estado inchado do corpo mostrava que o homem morreu pela infecção que contraiu dos dejetos depositados em suas feridas expostas, apesar de tudo mais exames seriam necessários para ser comprovada a causa da morte de fato.


A loja não mantinha muita coisa de importante e os documentos estavam revirados ou destruídos, todos, com exceção de um... Uma pasta que estava sobre o corpo morto do homem. Na pasta varias cartas de agradecimentos com assinaturas de grandes empresários carimbados no submundo, o que claro, incluía o pai de MJ. Além disso, o homem possuía uma lista de assinaturas diferentes que o colocavam como responsável de transações e negociações que se poderia dizer no mínimo serem suspeitas. Os devaneios da marinheira logo poderiam ser interrompidos quando um indivíduo cruza a porta e toca o sino que informa de sua presença. Era um sujeito esguio de cabelos relativamente longos preso a um rabo de cavalo, suas vestes era formais e sua expressão carregada de dúvida. Entre tudo ele não parecia ser muita coisa além de um represente, pois, atrás do mesmo do lado de fora uma multidão se juntava para entender o que estava acontecendo e o porque do cheiro que a loja emanava era tão forte.





Um Bom Argumento - Página 2 99823857381c85ca5aeea859fce7ee158ff2af5cr1-210-240v2_00





- Senhorita Marinheira... O que aconteceu? Onde está o senhor Jexter? – Perguntou o homem ainda espantado, poderia ser pela beleza da marinheira ou quem sabe pela situação que se usar a lógica básica, daria para deduzir o que de fato estava ocorrendo ali.


O sujeito logo foi enxotado para fora da loja retornando a multidão que estava cada vez mais inquieta com a suspeita do segundo assassinato descoberto, a paz de Michelle não iria durar para sempre e logo teria que sucumbir aos reforços ou de fato encarar uma multidão tomada pelo pânico. Aquela aglomeração acabou por chamar a atenção de alguns marinheiros que passavam em ronda por ali e os mesmos logo tentaram se informar, mas permaneceram em dúvidas, visto que pessoas em pânico não podem contar com a organização e ordem como seus pontos fortes. Ainda daria tempo de a menina fazer algo sem que alguém percebesse ou notasse. Mas o que seria aquilo tudo? Uma coincidência? Ou quem sabe... Os assassinatos foram feitos pelo mesmo individuo e o que seria uma investigação simples, acabou por se tornar uma caçada a um Serial Killer.



Historico:





_________________


Um Bom Argumento - Página 2 4nO1oWY
Shroud
Ver perfil do usuário
Imagem : Morra Takamoto, morra!
Créditos : 43
ShroudSoldado
https://www.allbluerpg.com/t1358-michelle-johnson#13920 https://www.allbluerpg.com/t1363-um-bom-argumento#14023
Re: Um Bom Argumento Dom Maio 08, 2022 5:59 pm

Um bom argumento

Papai, você é um idiota — comentei ao ver que na pasta sobre o corpo do defunto haviam cartas assinadas pelo próprio, aquilo era como construir provas concretas de seu envolvimento em negócios com o submundo, o que ele faria sem mim? Tsc. Tomei todas as cartas assinadas por meu pai comigo, tinha que me livrar daquelas evidências enquanto as outras, bem, serviriam para desviar o foco da empresa da família e incriminar outros envolvidos em toda aquela bagunça. Torci o nariz pela porquice que construíram naquela cena por detrás do balcão, eu realmente não tinha vontade alguma de mexer no corpo ou descobrir qualquer coisa mais a respeito do assassinato, só gostaria de findar com aquele teatrinho o quanto antes, contudo, parecia que quanto mais eu tentava desfazer os nós, mais deles apareciam.

Minha atenção teve de se desviar dos eventos entre aquelas quatro paredes quando um sujeito adentrou a loja, e antes que percebe-se, assim como frente a prefeitura uma multidão também se aglomerava em frente à loja. O momento não poderia ser pior, precisava de tempo, mas ainda mais que isso, sossego para arrumar as coisas, porém estava claro que as coisas não ocorreriam como eu deseja — Morto, — revelei a contragosto o estado de Jexter — vou ter que pedir para que essa informação não se espalhe lá fora, poderia dizer àquelas pessoas que esse cheiro está sendo causado por uma peça de carne estragada que o proprietário esqueceu e acabou estragando?! — solicitei com o rosto sério e claramente incomodada com todos os acontecimentos que vinham se amontoando.

Sendo questão de tempo até que outros oficiais da marinha surgissem tive de adiantar meus movimentos, apanhei a pasta que continha as cartas e coloquei-as de volta em seu interior - com exceção das assinadas por meu pai -, deixei o interior da loja ignorando as pessoas que estavam ali, meus olhos fitavam o lado de fora procurando por um outro marinheiro qualquer — O dono daquela loja está morto e o estado do corpo, bem, está bem nojento — contaria com nojo na face — creio que estamos lidando com um assassino em série, além disso encontrei essa pasta sobre o corpo, contém alguns nomes bem interessantes — deixei com que o sujeito desse uma olhada, mas tomaria novamente os documentos para mim — vou voltar ao QG e entregar para um oficial. Peço que cuidem da cena do crime e da multidão.

Acelerei meu passo em direção ao QG marítimo, tinha uma boca chance em não conseguia conter meu sorriso com a ideia intrusa que me vinha à mente, não havia mentido para o marinheiro, de fato gostaria de encontrar um oficial de alta patente, mas antes disso deve fazer uma parada, a sala de Euphemia. Tomaria cuidado para não ser vista entrando no local, e lá dentro vasculharia os papéis sobre a mesa e gavetas a fim de encontrar qualquer sinal de uma assinatura da mulher. Na possibilidade de alguém adentrar a sala enquanto estivesse lá me restaria abordar o objetivo principal e fingir estar à espera da tenente — Preciso falar com Euphemia, tenho novas evidências dos casos que estamos cuidando — todavia, se tivesse a paz necessária para forjar uma carta falsa, me sentaria à mesa para redigir a prova contra a marinheira junto a qualquer referência que pudesse fazer a sua letra, estilo de escrita e assinatura.

_________________


A marinha começou a investigar o envolvimento de várias empresas com o submundo, inclusive a sua transportadora, felizmente estou do seu lado, estarei enviando em outro documento o nome de todos que possuem envolvimento com o caso, inclusive o seu contador, deveria tomar mais cuidado com quem faz negócios. Em todo caso, estou à frente das investigações e posso oferecer informações de como anda o caso, tome isso como um presente e use-as para tirar as testemunhas do nosso caminho, sim? Para adiantar as coisas, sugiro que dê um jeito de calar James Jensen e Jexter o quanto antes, eles parecem interessados em delatá-lo

Ass. Euphemia

_________________

Com aquele pequeno comunicado senti meu braço se arrepiar e meus dentes eram expostos num sorriso de excitação, coloquei-a entre as demais cartas dentro da pasta e voltei aos corredores do QG buscando um oficial que pudesse averiguar todas aquelas provas, inclusive a de nossa traidora.

OBJETIVOS:
MJ:

Para o Avaliador:

_________________

Um Bom Argumento - Página 2 RZdtC5v