Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
[Ficha] Dimitri RomanovOntem à(s) 11:31 pmporRedPandaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 11:06 pmporMendoncaBad KarmaOntem à(s) 11:06 pmporMendoncaIII - RagnarökOntem à(s) 10:45 pmporJean FragaNoturno ArtificialOntem à(s) 10:38 pmporShioriAkane NanamiOntem à(s) 10:28 pmporNoskire3 - Don't Stop Me NowOntem à(s) 10:28 pmporNoskireGrupo 6 - Akane, Agni e Aika Ontem à(s) 10:05 pmporNarrador De EventosCabras da Peste, Vol 5 - A face da desordemOntem à(s) 9:57 pmporSubaéZayn & suas gostosas!Ontem à(s) 8:37 pmporAki

Operation One - Cut or Shoot

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
76
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
Operation One - Cut or Shoot Ter Mar 01, 2022 9:18 am
Relembrando a primeira mensagem :

Operation One - Cut or Shoot

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Agentes Uzz. A qual não possui narrador definido.

_________________



Operation One - Cut or Shoot - Página 3 HGWnxh1

Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Seg Abr 04, 2022 8:45 am
Narração - Mendonca


A respiração pesada dos dois mostrava o quão exaustivo estava sendo aquela invasão do Agente. Dogs segurava sua escopeta apontando diretamente para Uzz e o mesmo não se intimidava, era um eximio atirador, naquela distância, sua pistola seria fatal, bastava atirar primeiro e atirar no alvo. A maioria dos homens se renderiam ou tentariam negociar, porque não tentar entender o elo fraco da corrente, mas os Agentes não respondem a nenhuma lei, exceto o Governo Mundial.

O tiro saiu da pistola de Uzz, cravou perfeitamente no braço do seu inimigo, destarte, o reflexo do seu dedo apertou o gatilho e então tudo ficou escuro, o Agente sentiu uma forte ardência em seu peito, o sangue escorria pelo canto da sua boca e ele sentia o gosto amargo da dor, o barulho da cápsula explodindo tinha ferido seus ouvidos, um zumbido alto e irritante ecoava em sua cabeça, um fio de sangue também escorria pelo ouvido esquerdo.

A camisa social tinha sido perfurada por uma enxurrada de estilhaços de chumbo, a primeira cápsula tinha ferido, mas em sua maioria superficial, esse segundo tiro foi de perto e o cano quente da arma apenas potencializou a queima de estilhaços, 80% do tiro acertou em Uzz, principalmente em seu tronco, agora mais fundo, muitos ainda estavam colados em seu peito, a simples respiração era uma castigo e a dor abraçava o atirador no chão.

Johnny Dogs também estava ferido, a sua escopeta caída no colo indicava que o seu braço direito estava ferido, um buraco do tamanho de uma azeitona era visto próximo ao cotovelo, o sangue também era presente e seus gritos e gemidos indicavam o desespero. Usando a parede como apoio, ficou em pé, suava frio e estava coberto de poeira, mas vivo - Seu cão desgraçado … acha mesmo que iria me matar …. EU SOU A PORRA DO JOHNNY DOGS - apontava para sua tatuagem de cão, rindo entre as dores, como se tivesse sido o vitorioso.

Uzz ainda estava no chão, tamanha a dor que sentia, era uma tarefa dificil respirar, por isso, nada pode fazer quando Dogs pegou a pistola de um dos seus homens no chão - Ninguém mexe com a porra do meu clã - destravando a arma, Uzz via a morte em sua frente, o dedo do homem ficou próximo ao gatilho, seu rosto mostrava um sorriso diabólico, era o fim.

O tiro ecoou alto e o corpo caiu. A bala atravessou a janela, quebrando o vidro em vários pedaços, Dogs caiu para trás, ficando preso no buraco da parede que Uzz tinha feito anteriormente. O homem que atirou saltou de cima da sucata que tinha se posicionado, estava satisfeito pelo tiro perfeito, deu outro trago no cigarro e jogou a ponta no chão, era algo que sempre fazia, sua marca, todo lugar em que matava um alvo, deixa ali sua ponta de cigarro. Obviamente, Uzz não sabia quem era e não tinha visto o homem, o que ele via era apenas o resultado. A queda de Johnny Dogs.



Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Seg Abr 04, 2022 6:43 pm
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 16

O sangue escorre cada vez mais de minhas entranhas, eu nunca havia chegado a tal ponto de ferimento e por incrível que pareça, eu achei que esse era o meu fim. “Maldito!” Penso enquanto ainda vejo o mesmo se levantar depois de todo aquele embate, porém algo nos surpreendia, mais a mim, pois o mesmo já caia fedendo no buraco gerado por mim, algo vindo na direção da janela abatia aquele homem acendendo uma chama que estava quase apagada dentro de mim.

“Quem será?” Penso. Meus olhos se voltam diretamente para onde veio a direção do tiro, minhas condições não eram lá as mais favoráveis, porém eu recusava me render, esse sempre foi meu lema, essa sempre foi minha garra, era por isso que meu codinome era “O Assombroso” e não “O Sortudo”, a sorte nunca foi minha aliada, porém a persistência e a força de vontade sempre estavam lado a lado comigo.

Apoiando novamente o cano da pistola contra o chão, eu tentava me levantar aos poucos, utilizo sempre as forças do meu lado direito do corpo, onde estavam menos danificados que o outro lado, o sangue iria bombear bem mais, porém era uma ação que eu tinha que fazer a qualquer custo, um novo personagem aparecia naquela cena, e eu não podia ficar com minha guarda baixa, eu não morreria ali.

De pé, ou até mesmo ainda no chão, caso não me levantasse, tentaria assim com a mão direita pressionar o retém do carregador, fazendo assim o carregador daquela Luger P08 cair devido a gravidade o levar ao chão, essa era uma das grandes facilidades da tecnologia daquela pistola. Em meu coldre eu recarregava a pistola com um simples encaixe da pistola com o carregador, era possível fazer isso apenas com uma mão devido a engenharia por trás do carregador, como também da da pistola, assim ao ouvir o click do retém do carregador prender o mesmo, eu pressionava o ferrolho da arma contra mim mesmo, assim empurrando para baixo e a carregando, ou melhor explicando, dando o famoso golpe na pistola.

Naquele momento eu apenas pensaria em uma coisa, quem estava naquela janela. “Coloque o rosto!” Penso enquanto posiciono a alça e a massa da pistola na direção da janela, estando em pé ou não, tentaria me abrigar em algum lugar naquele cômodo, claro utilizando os diversos móveis que estavam como barricada antes, tentando não ficar no campo de visão daquele atirador. ~ Quem está ai? Se não quer ter uma morte rápida, saia rápido! O que está acontecendo aqui é assunto do Governo Mundial! ~ Gritava com as poucas forças que ainda me restava, podendo cuspir sangue, com um voz bem mais rouca que o normal, porém ainda firme e eficaz.

Caso ninguém aparecesse, apenas iria tentar me movimentar calmamente até a saída daquele lugar, sempre observando as janelas com minha mão direita estendida mirando nos pontos chaves, como também observando as portas daquele lugar, enquanto jogava todo meu peso para a perna direita e meu braço esquerdo era usado para tapar os ferimentos me faziam perder bastante sangue. Poderia também acontecer de alguém simplesmente aparecer sem dar nenhum alarde ou responder minha pergunta, não hesitaria e dispararia com a famosa técnica do two taps, dois disparos simultâneos e rápidos na direção do inimigo, assim o ferindo ou apenas fazendo recuar, e eu novamente gritaria as mesmas palavras de antes. Em último caso o mesmo poderia ser algum aliado, e se de maneira correta o mesmo se identificasse, com palavras chaves sobre minha missão, ou com algo que mostrasse a veracidade de suas palavras, eu ainda continuaria com minha pistola em punho, porém exclamava para o mesmo se aproximar e assim relaxava um pouco me apoiando em algum lugar.

AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.
PerdasNenhuma.
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.

Concluir 2 Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Ter Abr 05, 2022 9:18 am
Narração - Mendonca


O único som que se escutou depois do tiro fatal em Dogs, foi o choro alto de um cachorro, Uzz tentava se levantar, caiu e tropeçou diversas vezes, o sangue escorria pelo seu peito e diversos pequenos buracos, o pior contudo, era o tiro próximo ao umbigo, ali saia uma quantidade maior do que o normal. Conseguia se erguer, a dor era maior que os tiros, estava frio e sedento por algo que matasse sua sede, mas ainda vivo pelo menos ou quase isso.

Arrastando a perna pela casa, entre os destroços e vários corpos, sentia aos poucos sua força saindo do corpo, um rastro de sangue ficava para trás, era quase como um quadro de terror e o Agente era o pintor. Lá fora, o vento parecia extremamente frio, era quase como um soco gélido em seu rosto, batia queixo sem desejar, tremia e a simples tarefa de andar parecia impossível, seus joelhos iriam ceder.

Havia algo que poderia ser feito para amenizar, cobrir o tiro com a mão, algum tipo de torniquete, mas caminhar sem fazer qualquer tipo de atendimento prévio iria custar muito. O cachorro que chorava estava preso na corrente, ele tentava a todo custo se desprender, era um enorme cão negro com olhos vermelhos, suas presas eram grandes e estava raivoso, preso mente a grade, que iria ceder a qualquer momento.

Aconteceu o inevitável, Uzz caia no chão, as forças tinham acabado, respirar era a única coisa que ele conseguia fazer, nesse momento, sua visão embaçada via uma figura se aproximando, segurava um rifle prateado e ao seu lado, uma mulher gorda com um sorriso perfeito de dentes brancos, ambos vestia um terno, mas não conseguia distinguir as faces, o homem se agachava e colocava a mão próximo ao nariz do Agente, a partir daqui, os olhos de Uzz se fecharam e não sabia o que tinha ocorrido.

Dias Depois …


Uzz acordou na cama do seu quarto no QG, havia várias faixas cobrindo seu peito, alguns curativos no rosto e uma imensa dor ao tentar se movimentar, vestia apenas uma calça de moletom cinza, sua arma estava na cômoda perto da sua cama, como ele havia chegado ali era um mistério, pelo menos estava vivo.



Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Ter Abr 05, 2022 4:22 pm
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 17

Era engraçado, estava eu novamente com toda aquela minha antiga equipe,  sortudo, chorão, gaiato e até mesmo o safado do pastor, todos equipados e bastante armados, sim, estávamos em uma missão, porém eu não entendia nada do que acontecia. A progressão continuava, em uma rua com bastantes casas e puxadas ao redor, o avanço do grupo era improvisado e totalmente descuidado, sendo coberto por mim mais ao longe em cima de um prédio com uma sniper, e também sortudo cobrindo minha retaguarda. ~ Assombroso mate o cachorro! ~ Dizia chorão enquanto esperava o disparo silencioso acabar com um cão que estava mais à frente do grupo. O disparo aconteceu, porém ao ver o cão cair ao chão, algo foi alarmado, de todos os lugares possíveis apareciam inimigos, todos também bastante armados e sem nenhum medo em seus rostos, disparos e mais disparos aconteceram, e mesmo que eu conseguisse eliminar um ou dois inimigos, meus aliados iam caindo um a um, até não existir mais a força terrestre apenas eu e o sortudo. Estávamos expostos, assim a evasão era nossa prioridade, logo tentamos correr para as escadas daquele prédio e assim fugir, mas antes de abrir uma porta que dava para as escadarias, sortuda era abatido, enquanto eu apenas levava um tiro nos ombros. Deitado com a vista quase que se fechando eu percebia a presença de duas pessoas se aproximando, um homem com um rifle prateado e uma mulher gorda com um sorriso incandescente, e logo após recebia um último tiro fatal, fechando de vez meus olhos.

Eu acordei.

agente

Como que em um tiro, eu me levanto da cama, meus olhos arregalados se abrem na mesma velocidade que minha mão direita vai até meu coldre para empunhar a pistola, porém era surpreendido, não tinha nada em meus ombros, ou melhor, não tinha nada em mim da cintura para cima. Relaxando melhor começo a observar o local onde eu estava, minha memória não me deixa esquecer daquele lugar, e claro, era o alojamento do QG ao qual antes eu havia me acordado. ~ Merda! ~ Falo enquanto começo a perceber os curativos por todo meu corpo, e ao tocar o rosto com uma das minhas mãos, percebi que também o mesmo está com curativos. “O que aconteceu?... Preciso voltar aquele lugar, minha missão ainda não foi concluída, e em seguida irei acabar com aquele prostíbulo que chamam de casa de banho!” Penso enquanto demonstro minha eterna raiva com todo aquele acontecimento recente.

A pergunta que ficava era como eu havia chegado ali, visto que minha pistola ainda continua comigo, eu apenas retorno o coldre aos meus ombros e assim empunho a pistola. Os devidos procedimentos de segurança eram feitos, retirar o carregador, dar dois golpes, testar disparo com a arma travada, destravar, dar um disparo em seco e por último realimentar o armamento com o carregador, tais ações não eram tão exaustiva, porém para um homem coberto de ferimentos e curativos, isso renderia algumas gotas de sangue a mais que o normal. Com apenas uma calça, muitos curativos e uma pistola, eu tento sair daquele alojamento ao qual eu já conhecia de vento a proa [Memória Fotográfica], porém antes tentaria procurar por alguem roupa naquele quarto, uma parte de cima ideal para cobrir meu braços e peitos amostra, mas caso não conseguisse apenas seguiria novamente para o almoxarifado para conseguir novos uniformes, até seria sarcástico ir novamente, porém eu estaria disposto a pagar por tais peças, e se não me fosse paga, apenas saíria do jeito que e estava para o portal do QG, pouco me importava meus ferimentos, o que mais me interessava era concluir a missão, e também uma outra, mesmo que mínima, que seria de está fora do padrão dos uniformes me uma organização militar.

Utilizando minha boa memória, já saberia onde seria a porta de saída daquele local, meus passos estavam mais curtos que o normal, minha respiração ofegante, e nos locais onde havia sido ferido estava formigando. ~ Preciso concluir a missão! ~ Digo para mim mesmo enquanto tento começar a ir diretamente para fora do QG sem sequer passar pela sala do meu superior, só de ter acordado em um lugar diferente com alguns curativos, e melhor, sem nem lembrar quem fez tal feito, seria uma puta ideia errada que passaria para o meu superior que não conseguia dar conta de uma simples missão, logo o quanto antes eu conseguisse concluí, melhor.

Sempre apoiando em algo para me locomover, e caso eu estivesse bastante ferido mesmo, e nem todo o esforço do mundo mudaria isso, eu seguiria para a biblioteca local, para assim repousar enquanto lia alguns livros.

AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.
PerdasNenhuma.
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.

Concluir 2 Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Qui Abr 07, 2022 8:24 pm
Narração - Mendonca


O Sol começava a subir pelo céu dando início a um novo dia, enquanto isso, no quarto do QG do Governo, o Agente Uzz caia de lado assim que tentou ficar em pé, foram alguns dias deitado, suas pernas estavam fracas, sua cabeça começava a doer e o ferimento de bala na cintura começava a sangrar. O barulho da sua queda parece ter acordado alguém, passos rápidos subiram a escada e uma figura conhecida apareceu na porta - O que está fazendo, meu bem? - perguntava a moça, a mesma que Uzz tinha uma divida.

A moça era a Madame Tamissia, a Agente que cuidava do QG, da cozinha, ala hospitalar e arsenal - Não faça esforço ainda - ela passava o braço em volta do rapaz e o levantava, ajeitando os curativos. Uzz sentava-se, parecia girar tudo no quarto, a moça saia e trazia uma jarra com água gelada e servia um copo para o garoto - A missão foi cumprida, não precisa sair por aí se arrastando - completava, quase forçando o agente a beber a água.

Nesse momento, o líder do QG apareceu na porta, bem vestido, tragando o cigarro - Faça algo para ele comer - ordenava, vendo a mulher sair do quarto, o homem fechava a porta, olhando fixamente para Uzz, parecia julgando-o e começava sua palestra - Um Agente do Governo jamais entra em um lugar para morrer, entra para matar, analisa a situação e vendo a cena, ele recua e pede reforços se for preciso ... sabe porque temos poucos Agentes em Sirarossa? - começava, enquanto colocava as mãos no bolso, ficando próximo a janela - Porque todos eles tentaram ser heróis em vez de serem Agentes.

Estava calmo, parecia mais um pai ensinando seu filho sobre algo - Quando a Madame me contou sobre o rifle, imaginei que tentaria cumprir a missão sozinho - o sol batia em seu rosto, mostrando seus olhos azuis - Um erro juvenil, era um espaço pequeno, eles tinham cobertura e maiores em número, nessa situação, leve uma bomba, faça uma distração para eles saírem da casa e jamais entre daquela forma - eram dicas valiosas em forma de lição - Apesar disso, todos foram mortos … eu matei Johnny Dogs como um presente, o dinheiro estava escondido na casa, então no fim, você cumpriu com êxito sua missão - retirava um envelope do terno e entregava para Uzz.

Ali continha seu salário - Amanhã tenho uma missão para você, tire o dia de descanso, gaste seu dinheiro e coma algo - assim, saia do quarto e deixava o novato com suas palavras, talvez elas sirvam para algo no futuro. Uzz tinha o dia livre, sua memória conhecia alguns pontos da cidade, logicamente, tinha que pagar a Madame pelo combinado, depois disso, tinha o dia livre para se recuperar.



Ferimentos:

Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Sex Abr 08, 2022 1:08 am
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 18

O envelope estava em minhas mãos, muitas informações haviam sido empurradas em minha cabeça, porém minha memória expandida não me deixava tão confuso quanto a maioria das pessoas [Memória fotográfica]. ~ Sim senhor! ~ Digo em alto e bom som, mesmo debilitado do jeito que eu estava, eu ainda estava em um quartel, a hierarquia e a disciplina sempre foram os alicerces de uma organização militar, e não era eu que mudaria algo.

agente

As palavras do superior entravam como uma cavalaria perfura um exército, sabia que havia feito escolhas erradas naquela missão, mesmo sendo a primeira missão como um agente legítimo do governo, eu havia falhado, não falhado com a missão, porém perdido para meu próprio ego, sendo cada letra e palavra preferida por aquele agente, um espinho na carne que eu mais odiava. “Merda, primeira missão e já essa cagada.” Penso enquanto vejo pendurado em meu pescoço meu dog tag. As placas batem entre si, isso apenas me fazia recobrar a consciência de como eu havia chegado onde estava, e quem havia me ajudado a chegar onde cheguei. ~ Tesk… Malditos… ~ Aquele pensamento um pouco alto, solto um leve sorriso ao ter em mente algumas lembranças do passado que passavam como um flashback.

agente

Me levanto da cama, a tentativa de saltar da mesma era logo repudiada pelos meus próprios ferimentos, estava debilitado, não conseguia realizar meus movimentos normais em cem por cento, porém ainda o básico eu conseguia, e era isso no momento que eu mais fazia. Aos poucos eu me movimentava, com a pistola próximo, eu procurava meu coldre, não era possível que os dois estivessem longe um do outro, assim apenas ajustava o coldre em minhas costas, e em seguida coldreava a pistola. ~ Preciso de roupas! ~ Digo em um tom normal, que me visse ou ouvisse pensaria ser eu um louco falando só, porém era mais um hábito fajuto que eu havia adquirido a alguns anos, mas não era tão rotineiro. Assim me dirijo a porta seguindo em busca da Madame Tamissia.

~ Preciso de roupas novas. ~ Digo em nem hesitar ao avistar a mulher, não queria ser passado por desleixo ou apenas indisciplinar por andar pelos corredores apenas de calça, e uma farda nova, ou apenas uma roupa simples já me ajudaria muito, vestindo-a assim que me fosse dado.

agente

Meu dia era de folga, ainda não havia perguntado quanto tempo eu havia passado de cama, porém pouco relevava, eu havia concluído uma missão, e mesmo que com um fim um tanto diferente de como eu pensei que seria, deu tudo certo ao final. ~  Você não merecia isso. ~  Digo para Madame após entregar a parte do seu acordo para o ganho do rifle, esperaria ela estender a mão para receber o dinheiro e assim eu puxaria a minha mão. ~ O acordo era do superior não ficar sabendo! ~  Dava mais uma alfinetada contra aquela mulher, mesmo que foi eles que me salvaram, porém ainda assim eu entregava todo o acordado com a mesma e seguia para fora do QG.

Eu estava com dinheiro, porém não tanto assim, sempre fui um bom economista e tinha uma certa quantia boa no banco daquela ilha, mas para sacar algo assim eu teria que entender o que compraria neste exato momento, logo as falhas da missão passada eram boas válvulas de escapes para treinamentos e táticas que passaram desapercebidas por mim.

agente

As mãos nos bolsos, o rosto um pouco inclinado para baixo, porém os olhos sempre firmes e altivos a frente, eu seguia mesmo que devagar pelas ruas daquela ilha, tinha por boa memória o mapa local e logo assim eu seguia para a mesma, digo, para o banco sacar pelo menos três milhões de berries, colocaria minha conta e senha, assim eu não mais precisaria esperar tanto por alguns acessórios, como também armas para voltar às minhas atividades normais, dito isto, meu primeiro objetivo ao sair daquele QG era ir ao banco, trataria de forma cordial todos os membros do mesmo, eu estava ali de passagem e não queria receber alguma certa ignorância para o meu lado.

Com o dinheiro em mãos eu não tinha mais desculpas para não voltar a aquele ferreiro interesseiro. Meus passos continuavam o mesmo, e assim eu seguia para aquele ferreiro maldito.~  Ow! Eu ainda quero meu silenciador!  ~  Gritaria da porta do local, da bancada ou de algo que dividisse o vendedor dos clientes.

~  Que tipo de armas e acessórios vocês tem aí? Estou precisando de alguns, para um atirador é claro. ~ Cruzava os braços enquanto esperava alguma resposta do ferreiro.
AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.
PerdasNenhuma.
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.

Concluir 2 Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Sab Abr 09, 2022 5:02 pm
Narração - Mendonca


Depois de descer para a cozinha, Uzz via a Madame colocando uma jarra de suco e alguns pães frescos, ainda quentes por terem saído do forno recentemente. Ela já tinha separado algumas roupas para o novato, uma camisa social branca e uma calça social preta, sapato social preto e um cinto, não era roupas de qualidade, mas já era melhor que o terno surrado que recebeu da primeira vez, agora Uzz entendi porque do terno surrado, novatos sempre fazem merda na primeira missão, não tinha porque dar algo melhor, se iria ser destruído.

Ambos se sentavam na mesa, Madame praticamente obrigava o novato a comer, ela era uma mulher que cuidava do QG, poucas pessoas tinham visto ela no seu auge e quase ninguém sabia do seu trauma, tirando o Líder do QG, pessoal ao qual ela nutria grande respeito, ninguém a conhecia de verdade - Ora querido, se acha que pode esconder algo dele, está muito enganado - completava, dando um aperto carinhoso em sua bochecha - Muito bom fazer negócio com você - dizia, enquanto guardava as notas dentro do decote.

O dia estava fresco, havia chovido de manhã, então tinha poças de água nas ruas e pássaros paravam ali para beber água, os rios estavam cheios de barcos, tudo seguia o seu devido curso. Não houve nenhum imprevisto no banco, havia pouca fila e sacou seu dinheiro sem nenhum problema. Ainda sentia dor de vez em quando, se pegava respirando com certa dificuldade quando caminhava com pressa, tirando isso, tudo estava perfeitamente bem.

Conhecendo o caminho, seguiu até o ferreiro de dias atrás, o homem estava sentado bebendo uma cerveja barata, sem camisa e completamente suado - Ora, se não o garoto - respondia, ficando em pé - Pensei que tinha morrido ou algo parecido, faz 4 dias que veio aqui e sumiu - caminhando para dentro da loja, trouxe uma sacola simples com o silenciado lá dentro - Primeiro o pagamento né? - esticava a mão para receber o que fora combinado.

Depois de pagar pelo silenciador, caso fosse ficar de fato, Uzz queria conhecer algumas armas e acessórios, por isso, o dono do local mostrou - Dentro daquele barril verde são as mais baratas, naquele baú tem acessórios e as armas melhores ficam naquela parede - o barril estava cheio de armas, pistolas, espingardas etc, alguns quebradas, outras sujas, quem sabe havia algo especial, no baú, lotado de tranqueiras que serviam em armas e na parede ao fundo, diversas armas penduradas, essas realmente pareciam em melhor estado.



Ferimentos:

Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Ter Abr 12, 2022 4:59 pm
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 19

“Quatro dias? Caralho, eu apaguei mesmo!” Penso ao ouvir as palavras daquele ferreiro mão de vaca, porém entendia seus motivos por não vender algo sem pagamento, o famoso “Fiado”. ~ Calma, vou precisar de dois desses, ok? Lembro que você disse que era acostumado a fazer itens desse tipo. ~ Falava enquanto tentava arranjar mais um silenciador com aquele ferreiro, devido a última missão, a furtividade seria meu maior objetivo a partir do momento. ~ Ok, vou dar uma olhada! ~ Respondo aquele homem que logo mais ficaria bêbado, pois um dos estágios da embriaguez já havia concluído, ele estava suado e sem camisa.

agente

Minha procura era simples, tentaria assim ser objetivo e eficaz, a pistola ao qual portava era uma das melhores já fabricadas, digo, mecanicamente era uma ótima companheira, porém era difícil conseguir alguns acessórios para ela e isso dificultava um pouco no teatro de operações, fora que também eu não tinha um fuzil ao qual fosse minha posse, uma arma como essa não poderia ser genérica, tinha que ser constantemente regulada e também manutenida, diferente daquelas que tinham no estoque do QG, e pior, elas também tinham o mesmo problema da pistola, a difícil modificação para melhorias com acessórios.

Eu tinha uma arma em mente, lembro de treinar com uma parecida na época dos Comandos, era a AR15, Colt AR15 para ser mais exato. A pistola seria um pouco diferente das usuais, algo que me desse mais mobilidade ao utilizar como também na sua capacidade de cartuchos, sendo minha busca por uma Ruger Mark IV, ou similar é claro. Essas seriam as minhas duas fieis companheiras, fáceis de utilizar como também uma fácil modificação com acessórios. ~ Você tem uma Ruger Mark IV e uma AR15? ~ Diria para o ferreiro assim esperando uma resposta concreta. ~ Nem similar? ~ Responderia se caso minha primeira pergunta fosse respondida negativamente.

agente

Minha busca não terminaria, precisava de uma lâmina tática, depois do perrengue que passei utilizando aquela que perica uma faca de cozinha no cachorro, nunca mais confiaria em uma lâmina qualquer para utilizar em combate, assim procurando a mais versátil e leve possível, claro prezaria pela furtividade da mesma e também da letalidade. Por fim, porém não menos importante, deixaria de utilizar o que por anos foi um dos meus fiéis companheiros, o meu coldre axcilar, procuraria um cinto tático de utilidade, agora eu portaria bem mais armas e itens e apenas um coldre escondido por baixo de meus braços não daria conta, procurando pois um que além de um coldre para pistola, tivesse um coldre para armas brancas e outras coisas.

~ Ok, é isso, quero essa lâmina, esse coldre e essas duas armas de fogo. ~ Afirmaria com um pouco de brilho nos olhos, armas novas eram umas das poucas coisas que me deixavam animado, porém tal animação era rápida e momentânea. ~ Para pistola, eu queria acoplar o supressor de ruído que falei antes, e uma pequena mira de precisão, ok? ~ Diria os acessórios que queria na arma de pequeno porte. ~ Já no fuzil, também quero um supressor de ruídos, porém já aqui quero uma mira um pouco mais avançada, ok? ~ Digo com um tom mais sério, entrelaçando até os dedos das mãos.

Mexia um pouco o bolso, estava procurando o dinheiro que havia tirado no banco e o pouco que me restou do cumprimento da missão, maldita madame. ~ Diga, quanto deu ao total? ~ Com um sorriso sarcastico no rosto, eu pergunto ao ferreiro o preço de tudo que havia pedido, queria demonstrar pra ele que eu tinha o dinheiro que havia falado antes, e assim calaria aquele maldito mão de vaca.

Apoiaria o coldre perfeitamente em minha cintura, assim também não deixaria o coldre axilar por la, levaria também comigo para guardá-lo e usá-lo quando fosse preciso, em seguida guardaria todos itens comprados, ocupando o coldre da pistola com a respectiva pistola nova, o coldre de arma branca com a respectiva lâmina tática, e os carregadores nos devidos lugares, assim após isso travava o cinto e com as duas mãos regulava o mesmo para um melhor conforto. O fuzil eu apenas regularia sua bandoleira para que o mesmo ficasse próximo ao meu peito e assim não impossibilitando que eu caminhasse normalmente, ou se preciso, não demorasse para uma pronta resposta contra algum inimigo. ~ Vlw ai seu veaco! ~ Diria de costa para o mesmo enquanto acenaria com a mão.

agente

Eu ainda tinha o dia de folga, poderia fazer mil coisas, porém eu estava parecendo um soldado pronto para guerra, e pior, as dores moderadas em meu abdômen só pioravam após me equipar com todo aquele arsenal, eu ainda tinha que repousar, nem que fosse por um breve período. Meu destino era o simples, voltaria para o QG novamente, o caminho nunca saia da minha cabeça, ficando assim fácil de chegar no local, e logo adentraria a sala do meu superior. ~ Qual a próxima missão senhor?! ~ Com as pernas juntas, o fuzil segurado com minha mão direita no cabo, a esquerda entre o guarda mão e o carregador, e com o mesmo proximo ao corpo, eu por um momento de loucura tentava negar as dores que sentia naquele momento, podendo cair a qualquer segundo enquanto ficava em posição de sentido dentro daquela sala.

Code e preço das Armas/Itens:

AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.
PerdasNenhuma.
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.

Concluir 2 Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Qua Abr 13, 2022 9:24 am
Narração - Mendonca


Saindo da loja do ferreiro com um arsenal em suas costas, o Agente tinha feito um senhor muito feliz, o velho contava as notas com o carinho de um pai protetor, tinha vendido algumas armas roubadas e achadas no rio, tinha um lucro quase mensal, aquele valor daria para comprar alguns dias em bordéis e bares, tudo que um homem anseia.

O peso das armas e dos demais objetos incomodavam os passos lentos de Uzz, sentia a febre voltar e o suor escorrer pelo seu corpo, naquele momento, o dia caminhava para o fim da tarde e o início de uma noite calma, com ventos mornos vindo do Sul. Demorou bastante para chegar ao QG, sua condição ainda era ruim, estava parecendo um corredor de maratona, ensopado, arrastando as pernas e com muita sede.

Como um bom soldado, seguiu até o líder e bateu na porta algumas vezes, contudo, foi sumariamente ignorado, o homem estava na sala, podia ouvir sua voz e ver luzes por debaixo da porta, mas o local estava trancado e naquele dia, era o descanso de Uzz, ele não teria nenhuma missão, como foi ordenado. A noite teria sopa de batata e pão seco, conhecia o local e poderia descansar o restante das horas, o dia seguinte começaria cedo.

No dia seguinte, com o corpo melhor e sem febre, o Agente Uzz poderia começar sua segunda missão, antes disso, poderia escolher as ordens dos eventos entre: Tomar café, se banhar e perguntar da missão. Assim sendo, quando chegasse na porta do seu superior, iria escutar sua voz ordenando que entrasse - Espero que esteja melhor - comentava, enquanto escrevia algo - Sua condição ainda é péssima, por isso, irei lhe enviar para uma missão mais calma - puxando da gaveta um pequeno mapa - Esse é o Rancho Fidelix Felicius - apontava para o sinal de uma casa no mapa - Ele é um amigo no Governo, fornece alimentos, animais e mão de obra … em troca disso, cuidamos de alguns problemas dele e claro, ele também é um cidadão que paga impostos pelas suas mercadorias - o local ficava longe, caminhando seria praticamente meio dia de esforço.

O superior acendia um cigarro e continuava, sua expressão exausta indicava poucas horas de sono - Não espere nada demais, Fidelix sempre pagou tudo em ordem, então é apenas coletar e vir embora, sugiro levar poucas armas - dizia, sabendo das compras feitas pelo novato - Um barco estará lhe esperando nesse ponto - seu dedo mostrava o local - Entregue essa moeda e ele levará até o Rancho … alguma dúvida, Agente? - Arrastando uma pequena moeda de ferro, com o símbolo do Governo nela, deixava que Uzz gravasse bem as localizações e os nomes, caso não houvesse nada mais a ser discutido, era hora de começar o dia.



Ferimentos:

Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Sex Abr 15, 2022 12:26 pm
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 20

O cansaço havia me perseguido o dia todo, não sei se foi o simples fato de ter armas novas, ou por que a vibração estava em alta, mas consegui chegar intacto ao QG, intacto é uma palavra um pouco forte, quase que me arrastando com sede e bastante suado, esse era meu estado ao cruzar as portas da mansão improvisada como quartel general, poderia ser por isso que meu superior não me atendia ao bater a porta, é, era meu dia de folga, mas estava mais para folga para ele. Ignorado eu apenas segui para o alojamento e capotei na cama, dormi o resto do dia.

No dia seguinte apenas me levantei, deixando meu armamento no meu alojamento, seguia para o banheiro e fazia minha higiene pessoal, assepsia e um bom banho, até que minha barriga roncando alertava que eu estava com fome. Um café bastante reforçado, essa era minha primeira refeição no refeitório local, frutas, pão e algo doce para ativar a glicose, assim seguindo para sala do superior em seguida.

Batia meu uniforme, mesmo sem o paletó, eu tentava estar o mais limpo e arrumado possível. ~ Estou bem melhor! ~ Repondo o agente, não estava mais suando como se estivesse em uma sauna como ontem, porém ainda tinha algumas travas para se curar. "Queria acertar minhas contas naquela casa de massagem!” Penso ligeiramente ao ouvir que teria uma missão mais calma, as palavras do agente sobre minha condição não eram nenhum pouco fajutas, porém eu não queria demonstrar que estava fraco, eu não estava! Mas também não iria contrariar as palavras dele, apenas me mantinha em silêncio, poderia estar concordando ou discordando dele, caberia o mesmo decidir.

Um pequeno sopro, eu tento fazer a fumaça do cigarro aceso pelo agente não se aproximar muito de mim. Em posição mais ereta, com a distância de um pé a outro na mesma dos ombros, as duas mãos à frente, porém o punho direito coberto pelo punho esquerdo junto ao corpo na altura da cintura, demonstrava estar atento às palavras ditas a mim, guardando todas as informações em minha memória, que por sinal era impecável. ~ Entendi, mas é sempre bom levar o necessário, não? O ditado “Mochila pesada é o conforto do combatente.” Nunca falha senhor. ~ Tentava apenas mostrar que sempre era bom estar preparado para tudo, mas no fim acatava sua ordens. ~ Nenhuma dúvida senhor, sobre as armas, vou deixar meu fuzil. ~ Pego a moeda enquanto dou uma segunda olhada para o mapa reforçando as informações a mim concedidas, assim me despedindo. ~ Estou indo. ~ Falo enquanto junto meus pés, com um gesto de cabeça cumprimento o mesmo e assim saio pela porta que entrei.

Sigo em direção ao almoxarifado, ou melhor, a madame Temissia, meu intuito era conseguir um blazer e assim ficar com o uniforme completo de um agente. Conseguindo ou não, eu apenas voltaria para meu alojamento, daria uma última olhada no armamento novo enquanto ajustava o cinto em minha cintura. “É, não será hoje a sua estreia belezinha.” Me refiro a bela AR15 negra que estava sobre minha cama, a enrolando em um lençol e guardando-a embaixo do travesseiro, não queria deixar aquela arma exposta assim, acidentes poderiam acontecer.

Devidamente trajado, seguia para o ponto que haviam me informado, com as mãos nos bolsos da calça, passos curtos e um olhar profundo com algumas olheiras, eu entendia que essa missão não seria tão turbulenta quanto a passada, mas ainda sim prezaria por não cometer erros. Com meu cinto coberto pelo blazer, eu procuraria o bendito barco que me levaria ao rancho, avistando o capitão ou responsável do mesmo não diria nada, puxando a moeda do bolso, apenas mostrava para o mesmo e o entregava. ~ Sabe o que fazer correto? ~ Diria para a pessoa sem muita enrolação, meus olhos estariam fixados nos dele, e caso o mesmo não soubesse, apenas passaria o que foi me informado quanto a carona.  No barco, eu ficaria mais calmo, próximo a proa do mesmo, eu utilizava esse tempo para puxar minha pistola nova e apenas fazer alguns testes básicos, como regular a mira, procedimentos de segurança da pistola, testar gatilho, testar o cão e outras coisas, assim colocando a mesma de volta ao coldre, porém aberta.

Até que chegássemos ao local confirmado eu continuaria retirando e recolocando os projétil do carregador, como uma espécie de ação para tirar o tédio.
AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.

Fuzil Colt AR15.
Pistola Ruger Mark IV.
Faca de Combate.
Cinto tático de utilidades.
Perdas4.000.000 B$ [Post 19].
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.
Concluir 2
Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Sex Abr 15, 2022 7:19 pm
Narração - Mendonca


O barco percorria lento pelos rios de Sirarossa, o dia estava quente mesmo com o sol coberto pelas nuvens. A embarcação que o Agente pegou carona era simples, para não dizer precária, havia sinais de metal enferrujado, pouca limpeza a bordo, com restos de peixes, carvão e caixotes quebrados, o Capitão, se assim pode dizer, era um homem de barba curta, rosto quadrado e bem humorado, fumava um cigarro de palha e cantarolava a todo momento, não importando com nada citado acima.


Com todas as instruções dadas pelo seu superior, Uzz tinha tudo certo e listado, era pegar e sair, não havia mistérios dessa vez. Passando por curvas estreitas e pontes baixas, o barco às vezes diminuía muito sua velocidade, quase parando, era um longo caminho até o tal rancho. O tempo como sempre era relativo, para o Capitão, que não parou de cantar em nenhum momento, foi uma viagem rápida e tranquila, para o Agente? Pouco sabe dizer, o que importava era que na beira do rio, havia um píer de madeira pintado de branco, com os escritos “Rancho Fidelix Felicius.

Com destreza, o barco parou ao lado do píer e o Capitão avisou - Pronto garoto, estarei esperando aqui - nesse momento, ele sentou, abriu um cooler e dali retirou uma garrafa de cerveja. O pier levava até a casa do seu dono, Uzz não iria ter dificuldade, era um caminho reto até o local. Em volta do caminho, havia plantações de milho, trigo e uvas, conseguia ver pessoas trabalhando, até mesmo algumas crianças, com sacos em suas costas, pegando a colheita.

O Agente seria abordado antes mesmo de chegar na casa por dois homens, um deles usava um chapéu de couro e segurava um rifle em uma das mãos - Opa … quem é tu pivete? - Questionou com autoridade, o segundo homem tinha duas pistolas na cintura, fumava um cigarro branco e tinha uma barba ruiva que encostava no peito. Uzz tinha chegado no local certo.



Ferimentos:

Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Sab Abr 16, 2022 4:25 pm
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 21

Na proa do navio eu não via mais o tempo passar, aos poucos os assobios ou o que seria uma tentativa de musica daquele capitão já não era mais audível, eu havia entrado no meu mundo, e uma vez nele tudo ao meu redor não importava mais. “Então é isso ser um agente, cobrar impostos do governo… É Sortudo, acho que essa não seria a vida que você iria escolher!” Penso enquanto retiro por um momento meu dog tag preso ao pescoço por baixo da camisa. Olho atentamente ao mesmo enquanto entrelaço entre os dedos, e por um breve momento me pego pensando em momentos do passado enquanto travo minha visão naquela caveira cravada na placa.

O píer próximo a mim mostrava que aquele capitão havia conseguido chegar no local com êxito, e para minha vitória eu não escutaria mais aquele controlar, por um momento é claro. ~ Ok. ~ Apenas respondi o necessário.

O rancho Fideliz Felicius era normal mediante aos padrões, mas uma coisa me intrigava, crianças trabalhando com sacos em suas costas, a colheita parecia ser feita por elas, enquanto também tinham pessoas às ajudando, poderia ser uma família onde do mais pequeno ao mais velho trabalhava? Talvez, porém eu tinha minha conclusão logo mais a frente.

Desço do barco normalmente, com meus olhos um pouco mais profundos que o normal, eu sigo em postura firme, um passo de cada vez, com as mãos nos bolsos da calça transparecendo minha maior virtude mediante a tudo na vida, a impassividade, e em uma direção reta eu sigo até a casa, mas era parado.

Dois homens, um que parecia mais para um cowboy e outro um pistoleiro, suas armas eram formidáveis, mas nada assustadoras. ~ Antes de apontarem essas armas, por que vocês não vão ajudar aquelas crianças? Hein? ~ Caminhava calmamente a alguma plantação de uva se estivesse perto, assim retiraria minha mão esquerda do bolso e colheria um pequeno cacho para apreciar aquela horta. ~ Sou do governo mundial, quem é o chefe de vocês? ~ Diria enquanto comeria as uvas calmamente com o maior cuidado para não sujar meu uniforme. A mão direita se mantinha no bolso, e com um enrijecer de sobrancelhas eu encarava aqueles dois esperando uma resposta ou atitude dos mesmos.

Caso um deles fosse o chefe/lider ou eles fossem chamar tal, continuaria na mesma posição que estava, porém me aproximaria mais dos tais, com armas de fogo manter a distância não seria lá uma boa ideia, e caso algo desse errado, eu ainda tinha uma faca para acabar com qualquer agressão contra mim. ~ Vim recolher os impostos do Governo mundial. ~ Diria diretamente, sem arrodeios, porém deixava um leve bocejo escapar de minha boca.

AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.

Fuzil Colt AR15.
Pistola Ruger Mark IV.
Faca de Combate.
Cinto tático de utilidades.
Perdas4.000.000 B$ [Post 19].
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.
Concluir 2
Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Sab Abr 16, 2022 8:40 pm
Narração - Mendonca


Caminhando com tranquilidade, Uzz mostrava pouco caso com a postura mais agressiva da dupla que o parava - Crianças? - falaram ao mesmo tempo, olharam confusos um para o outro, até perceberem - Ah .. aqueles escravos? Quem liga hahaha - Nesse momento, o que tinha um rifle apontou para onde uma das crianças estava catando uvas e disparou. O tiro acertou o chão, a criança levantou num salto, olhou para o rumo deles e continuou seu serviço - Nosso chefe é o Senhor Fidelix, vou levar você até lá - fez um sinal para o Agente segui-lo.

Operation One - Cut or Shoot - Página 3 R

O trio chegava até o casarão principal, era impecável, branco com janelas enormes, dois grandes pilares sustentavam a parte de cima (segundo andar), havia um porão claramente, pelo barulho oco nas madeiras em que pisavam. Bateram na porta e uma garota jovem, cerca de 14 ou 15 anos abriu, usava um vestido azul claro, seus cabelos eram loiros e caiam sobre os ombros, seus olhos eram claros e profundos - Quem é esse? - perguntou com certo escárnio - Um dos Agentes, o Chefe ta ai? - ela olhou de cima abaixo, com total desprezo por Uzz - Ele está adestrando um cavalo novo - completou, dando as costas por fim.

Dali da varanda, Uzz podia ver o rio lá embaixo, as plantações eram grandes e havia dezenas de gente trabalhando, vez ou outra escutava o barulho de chicote e um grito de dor rapidamente abafado - Quer esperar aqui ou ir até o Chefe? - perguntou o que tinha duas pistolas. Se escolhesse esperar, poderia sentar em uma das cadeiras que tinha na varanda, uma de balanço e aguardar calmamente, seria servido um chá verde e alguns biscoitos.

Contudo, se seguisse até o local, iria passar por dentro de um caminho entre as plantações, ali, veria mais de perto as pessoas trabalhando, algumas com feridas cicatrizadas pelo torso e rosto, crianças carregando quase o dobro do seu peso em sacos enormes, tudo isso, supervisionado por homens que seguravam um chicote. Ninguém ousava olhar para a dupla e o Agente, sabiam que um simples olhar poderia custar uma noite no poço, lugar que ninguém queria ir.

Operation One - Cut or Shoot - Página 3 141988

Atravessando a plantação, veria um grande cercado em círculo, havia alguns homens lá dentro, outros sentados na cerca de madeira, todos observando um homem sobre o cavalo - Aquele é o Chefe - apontou o sujeito de rifle. Fidelix estava segurando a crina do animal, enquanto, sofria para cair, o cavalo pulava alto e relinchava com força. O trio parava na cerca, todos podiam ver o chefe tentando adestrar o animal.



Ferimentos:

Histórico:
Mizzu
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 3QdrUHN
Créditos :
32
Localização :
Shellstown - East Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2133-aegon-e-agaznog#23197 https://www.allbluerpg.com/t2216-ii-lados-opostos-verdades-veladas#24603
Mizzu
Soldado
Re: Operation One - Cut or Shoot Dom Abr 17, 2022 12:05 am
Operation One
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 W4NWjrl
Cut or Shoot
Post 22

Tudo estava no seu normal, eu entendi até o simples momento que aquele rancho poderia ser algo de família, onde todos trabalhavam do menor ao mais velho para se sustentarem, porém eu estava errado, e bastante errado. “Como assim? Escravos?!” Por um momento eu paro de mastigar as uvas. O homem de rifle, que eu percebi claramente sofrer de baixa autoestima, aponta sua arma para a direção de uma das crianças e atira, no mesmo momento me fez engolir as uvas, algumas com caroços e outras não, e instintivamente eu virava meus olhar profundo e rígido para o homem. “Maldito!” Penso enquanto enrijeço as sobrancelhas e os dentes de boca fechada,  respiro fundo.

agente

Jogo ao chão o que sobrasse de uvas em minha mão, por pouco mais de dois segundos encarando o homem eu não esboçava nenhuma emoção, mantinha minha calma acima de tudo, eu estava representando uma das maiores instituições do mundo, não que a morte daquela criança me afetasse de alguma forma, apenas era pego de surpresa ao ver aquela ação cruel sem nenhum motivo ou mínimo de hesitação ou vergonha. “Fodido de merda!” Levo minha mão novamente ao bolso da minha calça e continuo a acompanhar o homem, respirava mais calmamente, claro, relaxo meu corpo fechando um pouco meus olhos dando a sensação de cansaço.

agente

~ Pra você é assombroso. ~ Respondia para a garota que abria as portas do lugar, tentaria falar antes do atirador me apresentar como agente do governo, e sim, eu soltava um leve sorriso sarcástico para ela. Com as duas mãos ao bolso, eu enclinava um pouco o tronco para frente, na linha da porta da casa eu apenas colocava minha cabeça para dentro e olhada de direita a esquerda. ~ Diga a ele que eu estou aqui o esperando. ~ Dava um passo para dentro da casa, seguindo para o local indicado que seria a varanda, assim sentando na que fosse de balanço.

Aquela casa me intrigava por um momento, branca e enorme, era as palavras que resumiam ela para mim, ao adentrar ela eu havia percebido que a mesma também tinha um porão, aquela zoada feita a cada passo que eu dava apenas me fazia pensar nisso, fora a garota que abriu as portas, já ela era diferente das demais crianças, com um jeito rude e roupas bonitas me fazem crer que ela poderia sim ser uma das descendentes do dono daquele rancho, ou apenas parente, escrava que ela não era. “Então é disso que o governo se sustenta, abafa os casos de escravidão e trabalho infantil para os pseudo nobres, e assim são recompensados de outra forma… Malditos, um dia ainda voltarei aqui e matarei todos esses lacaíos malditos, mais hoje não posso pisar na bola, a ultima missão foi uma merda, não posso falhar novamente.” Sentado reflito sobre as cenas que eu via mais cedo, então esperaria alguém vim me trazer alguma bebida enquanto aguardava o chefe daquele lugar.

Caso recebesse o chá de alguém com as atitudes e aparência de escravo, não demoraria para perguntar. ~ Tem muito de vocês escravos aqui? ~ Baixo e de maneira que apenas a pessoa ouvisse, claro esperaria o mesmo se aproximar o máximo possível para fazer tal pergunta, e assim agradeceria como se nada tivesse acontecido, mas não tomava nenhuma gota da bebida, também não comeria nenhum pedaço de comida, cosa também trouxessem.

agente

Esperando graciosamente o chefe deles aparecer, eu apenas observava todo o lugar em si daquele banco, o rio mais ao fundo, mais possíveis escravos trabalhando e sendo chicoteados, gritos e mais gritos, porém não mudavam em nenhum momento minha expressão, que era a mesma calma e tranquila, aguardando o chefe. Apreciando a bebida sem a beber, eu cruzava minhas pernas no banco, ao ponto da minha perna esquerda ficar sobre meu joelhos direito, enquanto eu segurava a bebida com a mão esquerda. ~ ótimo chá, você deve ser o chefe daqui, correto? ~ Com a mão na bebida aponto o dedo para o homem, se assim ele fosse ao meu encontro, coloco a bebida em algum lugar que servisse de apoio. ~ Sou do governo mundial, vim aqui como de rotina cobrar os impostos. ~ Desdobro minhas pernas. Uma leve batida em minhas calças como um sinal de retirar algumas sujeitas sobre elas e assim me levanto. Por um leve descuido, mas nada que fosse um vacilo, eu soltava um grande bocejo levando a mão à boca por um breve período de tempo, assim após isso encararia o chefe com um olhar profundo e sério.

agente
AtributosForça: 95 Regular
Destreza: 50 (+80) (+60) (+40) Regular
Acerto: 261 (+80) (+60) Hábil
Reflexo: 69 Regular
Constituição: 20 Regular
Agilidade: 235
InformaçõesEstilo de Luta: Atirador e Ladino
Profissão: -x-
Proficiências: Acrobacia, Atletismo, Briga, Furtividade e Projéteis.
Qualidades: Impassível, Memória Fotográfica, Prodígio e Visão Aguçada.
Defeitos: Apegado e Inapto.
GanhosFaca de Combate Gasta.
Uniforme de Agente (Terno completo).
Óculos de sol.
Lenço com simbolo do Governo Mundial.
Fuzil Whinchester.

Fuzil Colt AR15.
Pistola Ruger Mark IV.
Faca de Combate.
Cinto tático de utilidades.
Perdas4.000.000 B$ [Post 19].
RelaçõesNenhuma.
Objetivos na AventuraConseguir Um Terno (Uniforme).
Conseguir Uma Adaga/Faca.
Concluir 2
Missões.
Conseguir Um Silenciador (Projeto Extra).
Aprender as Proeficiências Adestramento e Doma.

perfil
HP: 2.800
SP: 100
Uzz
Agent jr
sangue
Mizzu Ackerman Blouse
Ação
~Fala~
"Pensamento"
caveiraadagagovernopistola

agente
Mendonca
Imagem :
Operation One - Cut or Shoot - Página 3 FREZm1L
Créditos :
04
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t2371-ultimo-baile-antes-da-guerra#26519
Mendonca
Pirata
Re: Operation One - Cut or Shoot Dom Abr 17, 2022 10:20 am
Narração - Mendonca


Enquanto estava sentado na varando, o Agente via uma mulher trazer uma bandeja com a xícara de chá e biscoitos - Eu não sou escrava - respondia a mulher, que era maior que todas as outras que o Agente tinha conhecido - Os que trabalham nas plantações são - servia o chá e olhava para o horizonte, tentando pensar em números - Acho que tem uns trinta, pode ser mais - completava calmamente, como se aquilo fosse normal.

Demorou horas, até que alguém aparecesse de novo, um homem surgia em um cavalo de pelo amarelo e crina preta, era forte e esbelto, único em sua espécie, aquele era um cavalo entre mil, no seu lombo, o homem que parecia ser o dono do local - Boa Tarde, meus homens me avisaram, estava terminando de ensinar para esse cavalo quem é o chefe - dando dois tapas no pescoço do animal, o mesmo abaixava a cabeça - Vamos até meu escritório, estou com uma sede terrível - estendendo a mão, esperava que o Agente o cumprimentasse.

O homem era relativamente novo, tinha um rosto magro e olhos profundos, idêntico a da menina na porta, tinha um cabelo castanho que lhe caia sobre os ombros, usava uma camisa azul com adornos em amarelo, em sua cabeça, um chapéu de couro e botas longas até o joelho. Tirando as botas na entrada, fazia sinal para o Agente lhe seguir. A casa era ainda mais bonita do lado de dentro, havia quadros de pessoas que Uzz não conhecia, vasos com imagens de belas mulheres, um enorme candelabro estava pendurado no teto, a escada levava até o segundo andar, era lá onde ficava o escritório.

Fidelix abriu a porta do escritório e se sentou na cadeira atrás da mesa, onde tinha diversos papéis, números que não faziam sentido para o Agente. Havia uma enorme prateleira com muitos livros, de diversos assuntos, agronomia, leis, geografia, doma e adestramento, além de livros biográficos sobre homens ao redor do mundo. Enquanto pegava um pequeno sino e balançava, ecoando pelo ambiente, ele perguntava - Como está seu superior? - como Uzz sabia, ambos tinham uma amizade - Deve estar trabalhando muito, pelo que ouvi - a mesma mulher de antes entrou no escritório -Dois pedaços de bolo de coco e uma garrafa de vinho, pode trazer duas taças - a mulher acenava positivamente e os deixava.

O homem se levantou e abriu uma enorme janela que ficava atrás de si, dali, podia ver quase toda a sua plantação - Qual seu nome mesmo? - perguntava enquanto acendia um cigarro de palha em seus lábios - É novo na ilha? Nunca vi você por ai - completava, enquanto oferecia um cigarro para Uzz. Fidelix tinha um carisma estranho, ao mesmo tempo que parecia ser um sujeito ameaçador, era calmo e educado, não parecia em nada um senhor de escravos.



Ferimentos:

Histórico: