Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Operação FireflyHoje à(s) 6:31 pmpor  WeskerO Bando da Rainha CaolhaHoje à(s) 5:18 pmpor  ShiroIII - Death or ParadiseHoje à(s) 5:16 pmpor  Lyosha[P.D.N] Liu Feng - Marciano aceitou narrarHoje à(s) 4:33 pmpor  Jean FragaCabra da Peste, vol 4 - InterlúdioHoje à(s) 4:27 pmpor  SubaéCriação de AventurasHoje à(s) 4:23 pmpor  SashaI - Anjo CaídoHoje à(s) 4:20 pmpor  SashaLiu FengHoje à(s) 3:22 pmpor  Jean FragaCap. 2 - Ascendendo às profundezasHoje à(s) 2:47 pmpor  Van四 - Morte e SangueHoje à(s) 2:37 pmpor  Koji
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 3 de 5 Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 Aecfe07ef5c7ca842816fd453e897a56
Créditos : 13
Localização : Lvneel - North Blue
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
Segunda Estrela à Direita Qui Fev 03, 2022 10:46 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Segunda Estrela à Direita

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Agente Garfield "Gar" Wampus. A qual não possui narrador definido.

Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Sex Fev 18, 2022 6:17 am


Gar - O Jovem Místico



A simples aparição da moça gerava em Gar pensamentos conflitantes, sobre como ela estava presa dentro do sistema… Mesmo que ele estivesse na maior prisão sistematizada de todas, o grupo de Agentes do Governo é certamente um dos que mais trás o encarceramento, tornando eles cada vez mais imersos no sistema.

Entretanto, esse era um breve momento antes que a conversa voltasse a se desenvolver, falando sobre a Grand Line e como ele acreditava que suas origens vinham de lá. Era uma possibilidade bem grande pela sua raça.-É uma possibilidade, boa parte dos minks vem de lá, mas claro, nem todos, como eles se espalharam por todo o mundo, é possível nascer por aqui, mas certamente alguma descendência de lá você deve ter.- disse ele dando um sorriso quando complementava essa frase.

Ele lembrava da Grand Line e do tempo que esteve por lá, era um lugar perigoso mas certamente sua carreira estava lá e era verdade que ele tinha pressa de crescer e seguir carreira em uma das grandes CPs.-Logo vou estar de volta lá. É certamente um lugar perigoso, mas também é certamente onde posso crescer na minha carreira- comentou mostrando um pouco do que ele imaginava sobre esse lugar.

Então para o papo mais sério Gar demonstrava sua estranheza com a situação, era complicado imaginar que o governo e o tal submundo vivessem no mesmo teto sem acabarem colidindo.-É apenas que qualquer um pode ser do submundo, digo sabe a moça que acabou de nos atender. Poderia ser que ela nos atendesse agora, mas às onze e meia ela saísse daqui pra uma boate noturna pra fazer trabalhos para algum chefão do submundo.- explicou ele quando a moça finalmente voltou e trouxe o morango, e ele deu duas garfadas, enquanto o felino apreciava seu amado chocolate.

Era notável que ele amava o morango, seu rosto mostrava uma sensação de prazer a cada colherada naquele sundae, era realmente tudo que fazia sua vida valer a pena aparentemente.-Sabe, o submundo se veste bem, e anda entre nós, é como se por trás do nosso mundo existisse um mundo de sombras. E ele está inserido no nosso cotidiano, mas apenas vemos a superfície. Tipo um Iceberg- sim ele tentou explicar de como era difícil encontrar e lidar com o submundo dentro de um dia a dia.

Mas logo o papo transitou para outra coisa, onde começou a puxar para um caminho diferente.-Eu acho que separei algo, mas tenho de olhar nos meus papéis keke quando acordar amanhã vai na minha sala que vejo um trabalho um pouco melhor que o anterior. Talvez eu saia em missão amanhã, e te leve pra me ajudar. Hmmm… São muitas opções.- disse ele terminando seu sundae e ficando bastante mais alegre dava pra ver pela expressão dele que aquilo mudava completamente seu humor.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Sex Fev 18, 2022 9:03 am
O sorvete batido descia maravilhosamente bem por sua garganta, acariciando seu paladar com o sabor proeminente do chocolate preto. O mais puro regozijo se destacava em seu semblante, escancarando o quão gratificante estava sendo aquele momento. Ele encarou Maxuell com seus olhos de turmalina, e sorriu abertamente, enxergando no superior o mesmo prazer que ele sentia.

A conversa se desenrolava naturalmente, inferindo numa conclusão que determinaria os próximos passos do felino. Sua missão seguinte não parecia ter sido traçada, o que o levou a deduzir que, possivelmente, ela não teria elementos muito alarmantes ou perigosos; seu chefe decerto se lembraria de uma tarefa com riscos de morte, ele ponderou. Por isso, Gar resolveu que terminaria o seu milkshake em silêncio, permitindo que diálogo anterior lhe inundasse a mente através de reflexões.

Ele pensou na Grand Line e nos perigos mencionados por Maxuell, bem como na possibilidade de despontar na carreira governamental se exposto ao mar perigoso. Gar pensou nas vantagens de ser promovido; entre elas, destacava-se as oportunidades de encontrar Mika e a de ganhar cada vez mais dinheiro. Não obstante, para o rapaz, o que mais lhe chamava a atenção, na Grand Line, era a promessa de uma aventura sem fim.

Tombou a cabeça para o lado, observando a funcionária que os atendeu, levando em consideração o seu eventual pertencimento ao submundo. Gar percebeu que ele talvez fosse mais ingênuo do que pensava, uma vez que sequer cogitara aquela opção inicialmente. Detinha uma ideia estereotipada do que seria o subterrâneo da sociedade, imaginando homens mal encarados e mulheres muito belas trajando vestidos justíssimos. A funcionária não respondia às suas caricaturas, o que o fez imediatamente voltar à vigília.

Gar havia se descuidado desde que saíra com Maxuell, sentindo-se mais seguro do que de fato estava. Tratou de afinar os seus sentidos para além do milkshake e da conversa, mantendo-se alerta às profundezas do icebarg mencionado pelo seu chefe. As aparências enganam, forçar-se-ia a se lembrar, agora um pouco mais ciente de que, como agente, não poderia relaxar totalmente mesmo em momentos de lazer como aquele.

Bem, vai ser massa demais trabalhar com o senhor, se realmente rolar. – Comentaria casualmente retomando a conversa, o tom de voz sutilmente mais monótono como inferência do cansaço acumulado após um dia demasiado exaustivo. – E muito obrigado pelo lanche. ‘Tava muito bom mesmo.

Seu corpo parecia dar sinais de que um repouso urgente se fazia necessário, mas ele tentaria não deixar tal fato transparecer tanto, já que não sabia quais seriam os próximos planos do intendente. Ainda assim, ele sentia o sono chegar, por mais que viesse a disfarçar. Em verdade, tudo que ele queria, naquele momento, era uma boa cama para desmaiar.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 16.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  5. arma » chicote prateado;
  6. aprendizagem » costura;
  7. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Sex Fev 18, 2022 9:10 pm


Gar - O Jovem Místico



O contraste entre aquelas duas figuras era realmente engraçado para se olhar de fora, compreendendo é claro, todo o contexto. Gar que acabava de receber uma informação que previamente não tinha, passava a ter um excesso de desconfiança e cautela, enquanto o homem que a passou estava completamente relaxado se escorando completamente nas almofadas daquele sofá.

Como se não se importasse com nada a sua volta, ele tinha toda a tranquilidade depois do seu Sundae. Onde as palavras de Gar eram reconfortantes pra ele que estava feliz naquele dia, não dava pra dizer exatamente a razão mas ele apenas respondeu.-Nada, amanhã o dia vai ser cheio, então vamos nessa.- ele então levantou dali e começou a caminhar para porta para que o rapaz o seguisse.

Ele ia tranquilo pela rua até eles chegarem no quartel. Ele pegava uma chave para entregar a Gar, ele deixava na mão dele dizendo.-Essa aqui é a chave do seu quarto. Boa noite rapaz, durma bem. Quando acordar de manhã tome seu café e venha na minha sala- ele dizia indo pro quarto dele enquanto deixava que o felino tivesse seu caminho.

Se o garoto fosse para o quarto, ele encontraria ali uma cama de solteiro, em um quartinho pequeno, com um filtro de água, um pacote de copos descartáveis, uma escrivaninha com luz de leitura. O cheiro era de lavanda, provavelmente era lavado todos os dias, e os lençóis tinham cheirinho de rosas. Era um lugar certamente agradável para poder dormir.

O local, no entanto, não tinha um banheiro próprio, o que forçaria o rapaz a ter de sair dali quando a natureza chamasse. O lugar também tinha uma cômoda com várias gavetas, não dava pra saber se estavam cheias ou não, provavelmente estavam vazias mas era uma coisa a se imaginar. O tapete era azulado, e tinha uns pelinhos que ajudavam a tirar a sujeira.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Sex Fev 18, 2022 10:00 pm
Contrariando o repentino trejeito taciturno adotado pelo rapaz mais novo, Max parecia demasiadamente descontraído após se empanturrar com o sorvete de morango. Garfield suspeitou, no entanto, que tudo aquilo era pose; um agente da Cipher Pol bem treinado capaz de mascarar até mesmo suas microexpressões quando se fazia necessário. Era isso, ou o seu chefe era um completo bobão. Preferiu, portanto, acreditar na primeira opção.

Eles se despediram do estabelecimento e caminharam de volta ao centro de comando da organização, repetindo o trajeto com a mesma tranquilidade que experimentaram mais cedo. Gar lutava contra o sono enquanto andava, os passos arrastados pelas ruas labirínticas de Sirarossa, ao mesmo tempo em que forçava os próprios sentidos a se manterem afiados. Ao seu lado, Maxuell não esboçava qualquer sinal de preocupação. “Talvez eu esteja sendo paranoico demais”, cogitou em pensamento.

Por sorte, eles chegaram ao quartel sem imprevistos, e ali o felino foi dispensado para o seu merecido descanso. Com as chaves em mãos, ele agradeceu pelo sorvete mais uma vez e se despediu, fazendo uma mesura respeitosa para demonstrar que, apesar do tempo na sorveteria, ele ainda entendia o seu lugar de subordinado. Retirou-se por fim, indo diretamente para o quarto.

Girou a chave. Caiu na cama. Desmaiou.

Cansado como estava, Garfield sequer conseguiu sonhar. Acordaria no dia seguinte após uma longa noite completamente apagado, caso não fosse surpreendido por acontecimentos extraordinários que viessem a lhe tirar o sossego, e então poderia, de manhã, finalmente dar a devida atenção ao seu aposento, onde investigaria os detalhes minimalistas e as gavetas dispostas ali por mera curiosidade.

Tomaria uma ducha rápida a fim de despertar o corpo dormente, e procuraria fazer o desjejum de forma igualmente breve, sem se importar com os demais agentes que por ventura viesse a encontrar no ambiente; indisposto para conversinhas triviais, seguiria imediatamente até o escritório de Maxuell, onde se apresentaria formalmente para a sua próxima missão.

Bom dia! – Falaria caso fosse atendido, adentrando o recinto logo em seguida. O chicote prateado dava voltas em sua cintura simulando um cinto; o dinheiro da primeira missão cuidadosamente escondido dentro da cueca.

O que o senhor tem para mim hoje?  

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 17.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  5. arma » chicote prateado;
  6. aprendizagem » costura;
  7. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Sab Fev 19, 2022 2:11 am


Gar - O Jovem Místico



No fim, ele era gentil em achar que talvez seu superior fosse um tipo de super soldado treinado na arte de esconder e disfarçar suas emoções, e talvez ele realmente fosse, ou não, ele poderia ser apenas relaxado… Mas não era algo que ele podia ter certeza, ele chegava a pensar em sua própria paranoia, talvez por ele ter tido medo de a orelha em pé com a garotinha no começo do dia…

As coisas no fim se desenrolaram bem, ele chegou. Trancou sua porta e dormiu como um gato. Acordou de manhã e finalmente explorou suas gavetas, estavam vazias como esperado, e ele deu aquela checada pela garantia. Mas no fim das contas as coisas seguiram adiante.

Ele foi para a cantina onde estava tudo vazio, ele pegava o café do dia, pão com ovo e vitamina de banana com chocolate. Estava bem cheiroso e saboroso, algo que nutria bastante naquele ponto do dia. Depois de sua alimentação básica, ele foi para a sala do seu superior.

Onde ele dessa vez não estava fazendo nada de bizarro, ele terminava de arrumar alguns papéis e entregar pra uma moça que estava saindo da Sala no momento que o rapaz entrou, ela recebia os papéis na mão se virava e saía dali, então como a porta estava aberta era só entrar.

O homem logo respondia ao bom dia do rapaz com igual comprimento terminando de ouvir ele e respondendo sua pergunta em conjunto.-Bom dia garoto, vamos viajar para Kano, você vai me auxiliar na viagem. Nosso trabalho é proteger um magnata, dono de uma empresa de culinária famosa.- Disse ele complementando sobre a missão onde ele pegou uma foto que colocou sobre o balcão.

Era um homem que parecia estar ali pela meia idade, uns 40 anos provavelmente, vestia roupas boas, mas não eram do melhor grife, o que se ele estava para ser escoltado poderia passar um certo ar de sovina, já que ele era provavelmente bastante rico no fim das contas… Ele realmente parecia o tipo de dono de empresa, mas passava um ar desleixado por alguma razão.

Segunda Estrela à Direita - Página 3 1d686cc3f098fcc6f8ddb2c5ebc74c85

Então Max prosseguia sua explicação.-O nome dele é Vigrus Belford Arimantele. E a filha dele vai estar conosco Patricia Belford Arimantele. Ela deve ter mais ou menos a sua idade aliás.-comentou ele terminando de explicar as partes mais importantes da missão. De modo que eles poderiam agora simplesmente seguir em frente quando quisessem.

Mas ainda assim ele questionava, afinal o rapaz poderia estar cheio de dúvidas ainda.-Alguma dúvida? Precisa de algo antes de partirmos?- Disse ele já preparado, com todas as coisas que ele usaria naquela missão o que não eram muitas apenas o mais básico.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Sab Fev 19, 2022 10:48 am
O humor matinal de Garfield não tendia a sofrer grandes oscilações, e era comum, para ele, manter-se apático pelo menos até o meio da manhã, como inferência da falta de estímulos importantes para a sua mente ansiosa. Igualmente, não encontrar nada de interessante nas gavetas do seu quarto ou no trajeto até o escritório do intendente não ajudou a deixá-lo animado. Não obstante a situação mudou tão logo se deparara com Maxuell, que lhe entregou uma notícia capaz de iluminar completamente o seu semblante jovial.

Uaaau! Kano? – Proferiu a pergunta retórica, animado, sorrindo para Max. Gar havia chegado há pouquíssimo tempo em Sirarossa, mas, mesmo assim, ele já não via a hora de partir daquela ilha. Ele gostava de centros urbanos e populosos, mas aquele ali, especificamente, lhe soava sem graça e fedido, demasiado industrializado e com pouco ar fresco. Não havia se habituado à região, e não fazia questão alguma de tentar.  

Aproximou-se da escrivaninha para ouvir as instruções da missão, pegando a foto disposta sobre a superfície com seus dedos finos. Analisou o homem que deveria defender, os olhos afiados gravando minuciosamente os detalhes de seu aspecto geral: certamente um magnata, como mencionado por Maxuell, mas também um sujeito discreto; parecia não fazer questão de ostentar a riqueza que provavelmente detinha.

Gar identificou quais elementos da imagem lhe passavam essa impressão: o paletó apertado, preso desajeitadamente por um único botão, poderia ser, pelo menos, dois números menor que o tamanho real do tal Vigrus, o que parecia dar a ele um aspecto mais cheio do que de fato era; o colar, de escolha duvidosa, poderia ser uma joia valiosa ou uma peça de latão – por foto, não conseguiu distinguir.

Sabe se alguém tem alguma birra com esse Vigrus? Alguém que deveríamos ficar de olho? – Indagaria, levantando a questão – considerada por ele – a mais crucial em missões de escolta: os inimigos em potencial. Grandes e influentes empresários dificilmente cresciam em suas carreiras sem nutrir desafetos ao longo do caminho, e Garfield sabia que viagens longas poderiam conceder aberturas valiosas para um eventual acerto de contas.

Também sabia que precisaria ficar de olho na filha do magnata, já que herdeiros eram tradicionalmente os reféns perfeitos para qualquer tipo de crime. Para piorar, ela ainda era jovem, o que, Gar bem sabia por experiência própria, poderia se traduzir em impulsividade e falta de juízo. Ponderou que ela seria, provavelmente, o ponto mais desafiador da missão.

Eu estou pronto para partir imediatamente, senhor. – Diria por fim, observando os pertences de seu chefe atentamente, curioso para descobrir o que ele levaria para esse tipo de encargo. Gar não detinha muitos bens com os quais precisava se preocupar, e queria descobrir se ele e Max seriam similares nesse aspecto.

Outrossim, quando assim fosse solicitado, ele seguiria diligentemente rumo ao ponto de encontro, onde se apresentaria, de forma profissional e respeitosa, aos clientes que o haviam contratado.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 18.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  5. arma » chicote prateado;
  6. aprendizagem » costura;
  7. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Sab Fev 19, 2022 2:47 pm


Gar - O Jovem Místico



Gar se animou com a possibilidade da viagem, mas claro ele não deixou de fazer alguns questionamentos, que eram bem pertinentes e Max ia respondendo ele aos poucos de cada uma dessas coisas.-Bem, ele tem diversos inimigos políticos. Porém conhecermos esses inimigos não nos ajuda tanto, eles jamais agiriam diretamente, eles podem contratar mercenários pra isso.- comentou ele, com uma informação que provavelmente era um pouco assustadora, o inimigo poderia vir de qualquer lugar.

E claro ele falava isso com uma calma absurda, um sorriso no rosto erguendo as duas mãos abertas pra cima quase na altura dos ombros e dando de ombros sobre a situação, como se não ligasse tanto pra a problemática, ou ela fosse algo simples mesmo assim ele seguiu falando.-Mas isso é um aprendizado importante. Líderes de grandes corporações, nobres, figuras importantes em geral, costumam ter gente pra caramba atrás deles.- ele então tomava um gole de um cantil que estava no seu bolso, era provavelmente água gelada.

Mas ele tomava como se fosse um gole de Sakê, mas Gar com sua visão privilegiada conseguia ver que a coloração era muito cristalina, e seu olfato identificava que não havia nenhum cheiro de álcool vindo dali.-E por isso é importante, isso quer dizer que nunca sabemos quem pode ser nosso inimigo nessas missões, qualquer mercenário pode aceitar algo assim. Porém, sempre são os melhores, já que todos sabem que o governo costuma reforçar a segurança desses caras.- e com isso ele deixava que Gar absorvesse o resto da informação que ele passou.

Então finalmente ele depois disso explicaria o que ele quis dizer com tudo isso, de certo modo com poucas palavras que resumiam bem toda essa historia.-A soma de tudo isso que falei, é que torna esse tipo de trabalho, sempre perigoso e sempre dificil, as vezes nada acontece, mas sempre que alguma coisa acontece, pode ter certeza que vai ser complicado.- e com isso tudo parecia estar acertado, quando o felino dizia finalmente estar pronto.

Ele observava os pertences que o capitão carregava, isso se resumia ao cantil de bebida que ele mostrou anteriormente, o terno, um relógio, nem mesmo uma arma ele carregava, seu bolso esquerdo da camisa tinha algo ali também, pelo volume prováveis barras de cereais.

Com isso ambos saíram da sala já seguindo para o barco. O caminho levava alguns minutos, e ele finalmente via o navio, era um barco bem grande e os clientes não estavam os esperando, dava pra ver que era bem preparado, sendo feito de um metal rígido. Alí dava pra ver a cabine principal, e toda a série de quartos, já que o barco tinha dois andares aparentemente. Em cima ficavam as salas de jantar, e salas de repouso para todos os membros, era realmente um lugar chique.

Max então pontuava sobre a situação.-Chegamos garoto. Agora é só esperar os clientes chegarem, acho que vou comer algo na cozinha do barco, cê vem?-Disse ela já caminhando para o interior do navio, como sempre bastante despreocupado.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Dom Fev 20, 2022 11:28 am
Pacientemente ele ouviu o que Maxuell tinha a dizer acerca das possíveis figuras que poderiam vir a tentar atentados contra o homem que os contratou, mas ficou claro, para Garfield, que o intendente não detinha nenhum nome específico em mente. Era compreensível, o rapaz ponderou, já que lhe fora explicado que o magnata colecionava uma lista de desafetos demasiada robusta.

Ainda assim, Garfield estava ciente de que, embora pudesse esperar pelo melhor, ele deveria impreterivelmente se preparar para o pior. Sabia, agora, quais eram as expectativas para a viagem, e por isso decidiu conhecer profundamente a estrutura da embarcação que os levaria para a Kano, a fim de mitigar qualquer resultado danoso em sua missão.

Por isso, quando ele finalmente chegou ao navio, o mink dispensou o convite do seu chefe, alegando imensa curiosidade de conhecer o interior de tamanha construção. Gar havia, afinal, acabado de fazer o desjejum, e a sua mente bisbilhoteira decerto o incitava a explorar o convés e as demais regiões da embarcação.

Espero que não seja um problema, senhor. Volto a tempo de receber os contratantes. – Diria tranquilamente, quase não contendo a necessidade de se esgueirar pelo navio. Aguardaria, no entanto, Maxuell se afastar, seus olhos felinos observando os detalhes em seu chefe que procurou identificar mais cedo: um cantil, um relógio e uma curiosa falta de armamento. Certamente a arma preferida de Max haveria de ser seus punhos, Gar ponderou.

Finalmente afastar-se-ia do ponto de encontro, impulsionando-se para o desconhecido em busca de aventura. Pensava em explorar a cabine principal, bem como os quartos e os salões sociais; enfim, tudo que estivesse contido nos dois andares do luxuoso navio. Atento a qualquer estimulo captado por um de seus sentidos refinados, ele buscaria sinais suspeitos que pudessem denunciar delitos e transgressões.

Ao mesmo tempo, não sendo sujeito convencional, ele repetiria o treinamento feito no dia anterior a fim de aperfeiçoar a sua ambidestria; plantando bananeira, andando de cabeça para baixo, forçando o seu lado esquerdo ao manejar qualquer objeto com o qual viesse interagir. Garfield gostava de ser multitarefa, portanto lhe pareceria viável praticar seus pontos fracos enquanto cumpria sua tarefa como agente da Cipher Pol.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
tentativa de treinar ambidestria.  

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 19.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  5. arma » chicote prateado;
  6. aprendizagem » costura;
  7. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Dom Fev 20, 2022 11:55 pm


Gar - O Jovem Místico



Gar não queria, ir com o homem, por razões que que ele estava pensando em talvez explorar mais daquele barco, o rapaz então deu de ombros e seguiu para o lugar com comida, com ímpeto o pequeno rapaz vendo que ele não tinha ninguém as vistas para impedir ele, começou a tentar entrar na parte de dentro.

Mas ele encontrava ali uma porta trancada, ele até chegava a girar sua maçaneta, algo que era simples, mas estava trancado, sim, a chave havia sido passada ali, era provavelmente algo que só seria aberto com o embarque dos nobres. Mesmo assim ele conseguia explorar os arredores vendo as portas dos quartos.

Assim como a escada que dava na parte interna do andar mais fundo, ele descia por ela, mas novamente havia uma porta fechada ali, mesmo assim durante sua caminhada ele chegou a ver mais e mais quartos, e nessa escada uma porta ao menos estava aberta, essa dava na dispensa do barco.

Ele entrava lá já vendo que tinha, eram sacos de grãos, farinha, frutas e comidas variadas, e apesar de ainda não terem visto o felino ali haviam pessoas lá dentro apesar de tudo… Mas como o ambiente era grande e haviam verdadeiros pilares de sacos, era complicado ter visão de tudo.

Então ele seguia explorando buscando novas entradas e saídas, onde ele plantava bananeira por algum tempo, e com isso treinava sua outra mão. Por fim ele achou uma terceira escada, que essa levava direto a uma zona vazia, não tinha nada lá, nem mesmo era separado por uma porta, provavelmente era uma zona usada para colocar carga. Mas por hora não tinha sido preenchida.

Então tudo que estava ali era uma vazia e longa sala de madeira. Isso era tudo que no momento atual ele conseguia bisbilhotar, de resto o navio ainda não estava aberto pra ser analisado. O tempo passava e os Nobres finalmente chegavam, o mais velho era realmente como na imagem, mudando apenas que ao invés de azul ele estava de preto.

Sua filha no entanto se mostrava completamente única, seu estilo peculiar chamava atenção de cara, ela tinha cabelos pretos curtos com uma franja que cobria completamente os olhos. Usava um colar prateado com uma pedra roxa no centro. Seus braços carregavam braceletes, que eram feitos de material resistente, claramente eram de combate, fora isso na mão direita usava dois anéis prateados ligados a uma pedra roxa no centro das mãos que combinava entre si.

Ela vestia uma espécie de armadura leve, feita de couro, mas que era bem curta, deixando seu umbigo à mostra e praticamente toda a barriga, o que dava a entender que era mais estilo nesse caso., usava ali também uma saia longa aberta na perna direita, e com certeza era mais um foco de atenção. Além disso, usava uma capa com capuz..

Segunda Estrela à Direita - Página 3 Efc826a3d87f5b5d7ed3694da58f17cd

Vigrus assim que chegava já começava a falar diretamente com Max, que ia interagindo com ele no primeiro momento.-Oh então você é o Maxuell, que bom ver que mandaram alguém com histórico bom dessa vez, essa é minha filha Patrícia, ela tá numa fase rebelde então pode dar certo trabalho. Ela viciou em arrumar brigas e andar com garotos estranhos por aí.- e a menina apenas acenou pra Gar, dando um sorrisinho de leve, apenas com os lábios, que a propósito eram bastante carnudos e chamativos.

O agente sem muita demora, começava a fazer alguns sinais com a mão, que alertou a tripulação que foi articulando a carga toda dentro daquela sala vazia que ele visitou. As palavras dele, no entanto não dizem muito sobre o que ele estava falando, mostrando que ele era capaz de falar e coordenar ações ao mesmo tempo para outras pessoas. -Sejam bem vindos, doutor Vigrus e senhorita Patricia. Irei lhes proporcionar a melhor segurança que consigo.- era o que ele dizia, factualmente boas vindas bem especificadas.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Ter Fev 22, 2022 8:52 am
Os planos de Garfield se esbarraram na frustração tão logo ele começara a explorar a embarcação titânica, levando-o a uma crise de irritabilidade imediata. Andando de um lado para o outro, utilizando a canhota para girar as maçanetas, ele soltava pequenos palavrões sempre que defrontava uma porta bloqueada. Seu corpo parecia formigar nas extremidades dos membros, como se a ansiedade se transformasse num sintoma físico frente à sua curiosidade não atendida.  

Por sorte, Gar finalmente obteve êxito em uma das tentativas, deparando-se com o imenso depósito onde guardavam os mantimentos. Seus olhos atentos vasculhavam o ambiente, buscando ao mesmo tempo coisas interessantes e gente suspeita, mas apenas um saco de frutas lhe chamou a atenção. Decidiu que surrupiaria uma para si; não porque estava com fome, mas porque precisava de algum prêmio de consolação pela investigação fracassada.

Passaria a mão sobre o montante discretamente, aproveitando que, aparentemente, ninguém ainda o havia percebido, e sairia tranquilo do ambiente, ignorando qualquer pressa para disfarçar o pequeno delito. Lá fora, comeria o fruto caso tivesse conseguido apanhá-lo, e seguiria, independentemente do resultado, para os locais ainda inexplorados do navio.

Não demorou para que o jovem encontrasse, tão logo desceu a terceira escadaria, o imenso vazio disposto sem objetivo aparente. Suspirou, notando o desapontamento em sua teia de sentimentos, e resolveu que treinaria naquele ambiente por um momento, para que assim a sua pequena incursão não se traduzisse em um evento totalmente perdido.

De ponta cabeça, ele dobrou o seu braço de encontro às costas, o rádio pressionando levemente a sua coluna, e deixou o peso do seu corpo inteiramente sobre a mão esquerda. Com as pernas eretas e coladas uma à outra, ele fez uso de todo o seu talento acrobático e habilidades atléticas para se manter naquela posição por um bom tempo, antes de cair pelo chão, fatigado pelo exercício.

Repetiu a ação, desta vez flexionando o braço esquerdo algumas vezes, obrigando seu corpo a trabalhar com o lado que não lhe era dominante, disposto a conquistar a ambidestria de qualquer jeito, refazendo o movimento sempre que perdia o equilíbrio e rolava pelo chão. Foi só quando sentiu suas roupas começarem a molhar com o próprio suor que ele resolveu voltar para onde encontraria os seus contratantes.

Não fez isso de forma convencional, no entanto; Gar percorreu o percurso literalmente aos pulos, depositando todo o esforço na perna esquerda enquanto mantinha a direita presa, por suas mãos, atrás do quadril. Poderia parecer um idiota por quem o visse naquela situação, mas Garfield igualmente não se importava. Tudo que lhe interessava era praticar.

Não obstante, chegando ao local combinado, voltar-se-ia imediatamente ao seu comportamento formal, aprumando a postura, a fim de causar uma boa impressão em seus clientes. Manteve um semblante sereno enquanto Maxuell os recebia, sua atenção voltada para a jovem à sua frente.

Patrícia era bonita, certamente; traços angelicais que contrastavam fortemente com suas vestes de guerreira insubmissa. Garfield ponderou que ela, provavelmente, passava o ar de ser uma boa lutadora, diferentemente de seu genitor, que mais parecia fugir desesperadamente de qualquer tipo de atividade física; ele que, por sua vez, trocara o azul pelo preto, e Gar decidiu que aquela havia sido uma escolha inteligente.  

Ele sorriu discretamente de volta para Patrícia, cumprimentando-a em sigilo. Seus ouvidos espertos captaram às palavras do magnata, e Gar não pôde deixar de supor que ele mesmo poderia ser um dos garotos estranhos mencionados por Vigrus. Faria sentido, considerando sua vida pregressa à Cipher Pol; mas agora Garfield detinha um bom comportamento...

Ao menos na maior parte do tempo.

Posso servi-los de alguma forma, meu senhor? – Diria ao magnata, incorporando à fala um vocabulário rebuscado até então escondido mesmo de Maxuell. Garfield era adepto à comunicação temperada por gírias e coloquialismos, mas até mesmo ele sabia se portar adequadamente quando necessário.

Resolveu que ignoraria Patrícia por enquanto, ciente de que, primeiramente, precisaria conquistar a confiança de quem o pagaria. Era o homem quem detinha a grana, e não havia melhor amante que ela para um jovem ambicioso como Garfield Wampus.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 20.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. treino de ambidestria » 04;
  5. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  6. arma » chicote prateado;
  7. aprendizagem » costura;
  8. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Ter Fev 22, 2022 6:39 pm


Gar - O Jovem Místico



Andar pelo barco era frustrante inicialmente, nada parecia favorecer o gato. Que logo se deparou com portas fechadas, ele havia se sentido bastante incomodado, por não ser capaz de suprir sua curiosidade, até achar a dispensa, onde ele roubou uma maçãzinha ali pelo inconveniente.

Então o tempo se passou, ele aproveitou grande parte do seu momento livre para treinar o uso da sua mão opositora. Ele conseguiu ficar algum tempo ali fazendo esses testes enquanto aos poucos ia melhorando, mas ainda assim seus movimentos com ela eram menos precisos.

Ele tinha melhorado no entanto desde quando ele começou no dia anterior. Lá fora, finalmente ele teve a primeira impressão da garota nobre, e do pai dela notando que eles eram completamente diferentes, claramente ela tinha uma personalidade muito diferente, e ações que pareciam rebeldia aos olhos do pai.

A troca de interações entre os dois era breve, onde o felino logo tentou agradar o velho dela, e se ofereceu para fazer algo para ele.-Por hora irei apenas me servir no banquete, pelas roupas imagino que foi o homem que Maxuell escolheu para ajudar no barco certo? Qual o seu nome?- ele estendeu a mão para o garoto perguntando sobre ele. De certo modo ele admirava alguém que estava em uma organização como aquela desde cedo.

Verdadeiramente ele via um futuro no felino, acreditando que jovens devem escolher um bom caminho pra seguir.-Você me parece um bom rapaz. Sabe eu não nasci em família rica, cresci na miséria na minha infância inteira. Era órfão nas ruas de Dawn Island, e admirava a zona nobre da cidade, enquanto rastejava pelo Gray Terminal…- ele parecia entender que Gar provavelmente vinha de uma origem mundana, não necessariamente da pobreza como ele, mas como alguém que veio das ruas, poderia ser puramente um chute, ou ele notava o jeito do garoto, ou simplesmente supunha isso baseado no fato de que ele era um mink e a vida de minks é difícil.


A razão para isso era desconhecida, mas ele estava sendo bastante honesto no que dizia sobre si mesmo e sobre sua vida. Então complementando seu papo dizendo.-Quando estava na pior, meu melhor amigo era um Mink como você, um leão grande, forte, me defendeu por muito tempo, lutamos juntos, e hoje ele está na minha corporação, é o segundo em comando. Claro imagino que olhando pra mim não consegue me imaginar lutando bravamente por aí kukuku a idade chega pra todos não é mesmo?- ele dizia isso começando a entrar no barco mas sem deixar de prestar atenção no pequeno, enquanto a filha dele se mantinha em silêncio ouvindo tudo atentamente.

Enquanto ia caminhando ele aos poucos ia falando e perguntando sobre o pequenino mink felino que ele acabara de conhecer, talvez fosse uma empatia por ele lembrar seu velho amigo leonino.-Mas me diga meu rapaz, o que te trouxe até o governo? Tentar conquistar um pouco de prestígio? Dinheiro? ou satisfação pessoal?-A pergunta não soava como uma armadilha e sim como pura curiosidade, e o empresário era muito mais agradável do que ele parecia de aparência.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Qua Fev 23, 2022 9:11 am
Exatamente, meu senhor. Abaixo do implacável Destino, quem determinou a minha presença nesta missão fora o senhor Maxuell. – Concordou, inclinando-se numa reverência profunda e afetada, indicando dissimulada subserviência. Ele estava determinado a conquistar a simpatia do homem. – Chamo-me Gar Wampus.

Ele estendeu a sua pata direita para formalizar o cumprimento, permitindo um sorriso tímido em seus lábios como gesto de boa-fé. Vigrus demonstrava cortesia ao dirigir-se ao pequeno mink, surpreendendo a alma acostumada a maus-tratos. Em um mundo onde a discriminação e a xenofobia são a lei, Garfield certamente não esperava encontrar simpatia em alguém de casta social tão distinta.

Com as mãos cruzadas atrás de suas costas, ele ouvia pacientemente o monólogo do magnata, mantendo os olhos aquilinos deitados sobre o locutor como demonstração de interesse. Apesar disso, seus outros sentidos mantinham-se alertas ao cenário como um todo, procurando captar sinais de problemas entre conversas triviais e aromas atípicos. Era uma vantagem curiosa a que ele tinha: manter-se diligente frente a diferentes estímulos graças à sua impassividade.

Fico lisonjeado, meu senhor. Tento ser o melhor que posso, sempre. – Agradeceu o elogio, agora um pouco mais satisfeito por já colher bons frutos de seu teatro social. Seguiu ouvindo atentamente os detalhes da história de um homem humilde que ascendera à riqueza e a sua a relação com o mink leonino desconhecido, buscando, mentalmente, formas possíveis de arrancar dela algum proveito.  

Não obstante, Gar estendeu seu silêncio até a palavra lhe ser passada, temendo uma intromissão inoportuna capaz de quebrar o bom humor de seu contratante. Havia sacado que, embora sua constituição testemunhasse o contrário, Vigrus haveria de ser um lutador habilidoso, e o tino do rapaz lhe dizia que o empresário poderia ser mais esperto do aparentava. Deveria tomar cuidado para não pisar no calo do homem, concluiu.

Vigrus então lhe inquiriu um questionamento genuíno, mas Garfield não respondeu imediatamente. Ele ponderou sobre o que lhe fora indagado, a sua expressão corporal demonstrando reflexão, e tentou encontrar uma resposta oportuna para o magnata. Seu pensamento imediato seria expressar a busca pela justiça, mas algo lhe dizia que Vigrus não era exatamente alinhado a ela. Gar sabia que homens não se tornavam ricos seguindo as linhas constitucionais, mas eram igualmente hipócritas a ponto de fingirem que sim.

Acredito que um pouco de cada, sendo a satisfação pessoal um desejo egoísta que não tenho vergonha em revelar. – Responderia calmamente, ciente da presença de Maxuell e do seu possível julgamento. Garfield o havia segredado o real motivo para o seu alistamento na Cipher Pol, mas duvidava – ou esperava – que ele não o contradissesse naquele momento. – Mas o que mais me motiva é ajudar pessoas que, de alguma forma, contribuem para fazer do mundo um lugar melhor.

Gar notou, de repente, que não havia falsidade em sua fala, ao menos não totalmente. De alguma forma, soterrado sob as várias camadas de uma montanha de ganância e interesses próprios, havia uma parte do gato que, de fato, parecia preocupada com o bem estar da sociedade. Surpreso com a própria resposta, ele sorriu educadamente.

Talvez devêssemos embarcar? – Sugeriria, dividindo a sua atenção proporcionalmente entre Vigrus e Max, fingindo não saber a quem pertencia aquela decisão. Ignorou propositalmente Patrícia, já que ainda não queria que ela o visse como um álibi para suas aventuras. – A viagem há de ser longa e demasiado cansativa. – Completou, ainda mantendo o dicionário polido sob a língua.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 21.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. treino de ambidestria » 04;
  5. treino de ambidestria » 05;
  6. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  7. arma » chicote prateado;
  8. aprendizagem » costura;
  9. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Qui Fev 24, 2022 8:55 am


Gar - O Jovem Místico



A conversa do rapaz e do felino era tranquila, ele ouvia bastante coisas sobre aquele senhor à sua frente, mas quando teve oportunidade que parecia realmente um momento certo o respondeu. De modo que ele curiosamente explicou a situação em que ele havia entrado ali.-Fascinante, realmente fascinante. Acho que você tem alguns pensamentos bem precisos. Digo que não deixe de seguir sua própria moral, siga as regras, mas quando elas lhe apertarem o cinto, sua vontade e seus princípios valem mais que seguir códigos de conduta.- dizia ele com bastante convicção, era provável que tivesse algumas vezes passado por cima de leis para alguma coisa, fosse isso pelos motivos que o felino imaginava, ou para proteger seu velho amigo.

Algo que ele achou por deveras interessante. Eles entraram no barco, que terminava de ser preenchido de comida e abastecido. Algo que Gar questionava naquele ponto. E o empresário respondia.-Oh sim. Você tem razão. O barco deve começar a sair agora que tudo foi colocado aí dentro.- disse ele já dentro do barco, afinal, ele havia se movimentado para lá rapidamente.

E de fato o barco zarpou, poucos segundos depois que eles entraram, a margem aos poucos ia sendo deixada de lado, e dava para ver o porto começando a ficar mais longe, cada vez mais distante enquanto o homem puxava assunto. -Mas me diga, você é Natural aqui de Sirarrossa? Ou veio de lugares mais distantes?- a curiosidade em seu olhar era genuína, e seu tom de voz de fato expressava certa empolgação em entender como funcionou a vida do felino até ali.

Ele até mesmo estava curioso com sua família, mas evitou o tema, já que poderia ser algo sensível, se limitando a tentar entender a origem dele e talvez conhecer mais. O garoto se mantinha 100% do tempo atento, focando seus aguçados sentidos, mas uma coisa lhe surpreendeu, a filha dele sumiram… Sim, nem mesmo sua visão, olfato aguçado, e audição privilegiada, foram capazes de ver quando ela desapareceu. E antes da pergunta do homem ela estava bem na frente dele.


Em que segundo ela saiu? E como? Ela teria de não ter feito barulho, ela sumiu em um piscar de olhos? Pois essa era a única explicação, na velocidade de uma piscada ela teria dado um sumiço. Não dava tempo de outra pessoa ter chegado ali, então era certeza que ela sumiu dali por conta própria, com grande sagacidade. Afinal Max parecia ter notado isso também, e mesmo ele um agente mais experiente, pareceu não ter captado o sumiço da moça.

Bem, era incerto os resultados que eles teriam na missão dali por diante, mas certamente eles dependiam de ter muito cuidado, e essa garota era com toda certeza fogo!! Dava pra imaginar o tanto de fugas e problemas que ela dava para o velho ali adiante. -Patrícia fez isso de novo, ela às vezes faz isso… some. Ela engana até os guardas da mansão. Não sei onde ela aprendeu isso, mas sei que é algo bem chato as vezes.- Disse ele passando as vistas em volta, mas nada parecia estar por perto.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0
Liebe
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 UqAcZBh
Créditos : 19
LiebeAgente
https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1602-a-voz-dos-silenciados#17206
Re: Segunda Estrela à Direita Qui Fev 24, 2022 10:54 am
Garfield se surpreendeu com a resposta do magnata. Suas sobrancelhas arquearam levemente tamanha a sua impressão, quebrando discretamente a máscara de neutralidade que lhe era comum. Ele sorriu para disfarçar, mas deixou que o conselho de Vigrus penetrasse profundamente em sua consciência.  

Assentiu com a cabeça, explicitando que havia captado a mensagem, mas sem demonstrar tê-la apreciado. Não sabia como Max enxergava a insubordinação, e não lhe pareceu inteligente demonstrar simpatia pela ideia de colocar ideologias pessoais acima da corporação. Agentes da Cipher Pol eram especialmente bem treinados para suprimir qualquer traço de moralidade e desejos individuais em nome do Governo; sequer cogitar ignorar suas ordens seria impensável.

No momento seguinte, embarcavam. Gar se colocou ao lado dos seus clientes, servindo-lhes de guarda-costas, e ainda ouvia atentamente tudo que Vigrus tinha a dizer e perguntar. Não demorou para que fosse indagado sobre sua história, ainda que o homem tivesse feito questionamentos sutis para chegar ao fundo de sua verdadeira curiosidade. Mais uma vez, Garfield usou um dos seus sorrisos serenos como resposta imediata, escondendo suas reais emoções como apenas ele era capaz de fazer.

Não posso responder com exatidão, meu senhor. – Começou a falar, procurando tecer a sua devolutiva de jeito que fosse satisfatória para o interlocutor, mas que não entregasse totalmente o seu passado. – Eu fui adotado quando ainda era um bebê. Minha mãe, a mulher que cuidou de mim desde que me entendo por gente, vive em uma ilha pobre há algumas boas milhas daqui. Saí de casa ainda muito jovem, na esperança de viver aventuras homéricas... E ganhar um bom dinheiro, é claro.

Não obstante, não demorou para que o felino se desse conta da ausência de Patrícia, o que o fez soar frio. Não esperava que a malandra fosse escapar de seus sentidos afiados com tamanha facilidade, o que, para ele, era inadmissível. Garfield se orgulhava de sua percepção, gostava de gabar-se da incapacidade de o pegarem desprevenido. Ainda assim, ali estava ele – feito de idiota por uma patricinha qualquer.

Procurou os olhos de Maxuell em busca de instruções, percebendo que ele também havia sido enganado pela moça, e logo mais ouviu o que Vigrus falou sobre as habilidades furtivas de sua filha, capaz de enganar com tranquilidade um grande número de seguranças particulares. Garfield se admirou, embora tenha ocultado o sentimento. Ele se sentia especialmente atraído por gente com bom histórico de escapismo.

Devo procurá-la, senhor Max? – Perguntaria, ciente de sua subordinação perante o agente mais experiente. Mantinha a expressão indiferente na face, como se aquela situação não lhe surpreendesse nem um pouco, mesmo que seu orgulhoso estivesse sido particularmente ferido com aquela fuga precipitada.

Esperaria a resposta de Maxuell para poder agir, sabendo que ele pensaria na melhor solução para aquele imprevisto. Os sentidos de Garfield eram sobretudo úteis para esse tipo de conjuntura, mas não eram perfeitos, como acabaram de constatar. Talvez Max acreditasse que a sua inexperiência pudesse comprometer uma possível busca, optando por deixá-lo de escolta para o empresário.

Desta forma ele se manteria impassível ao lado de Vigrus, se assim decidissem. Não obstante, caso o ordenassem que fosse atrás de Patrícia, ele o faria imediatamente e com velocidade, afiando todas as suas habilidades, a fim de encontrá-la o mais rápido possível. Tentou pensar em como ela havia lhe escapado tão rápido e repentinamente, mas sempre concluía que ela haveria de ter recorrido ao sobrenatural. Havia pessoas com poderes neste mundo, isso Garfield ouvira dizer, e talvez a moça fosse uma delas.

「 C O N S I D E R A Ç Õ E S 」
nada a declarar.

「 H I S T Ó R I C O 」
nome: gar[field] wampus.
aparência atual aqui.
post: 22.
capital: ฿ 1.950.000.

ganhos:
  1. treino de ambidestria » 01;
  2. treino de ambidestria » 02;
  3. treino de ambidestria » 03;
  4. treino de ambidestria » 04;
  5. treino de ambidestria » 05;
  6. ฿ 1.700.000 » missão 01;  
  7. arma » chicote prateado;
  8. aprendizagem » costura;
  9. aprendizagem » forja;

perdas:
  1. n/a.

ferimentos:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar até 3 missões;
treinar qualidade ambidestria;
adquirir proficiência “costura”; ✗
adquirir proficiência “forja”; ✗
obter informações sobre mika.
A SEGUNDA ESTRELA À DIREITA E ENTÃO DIRETO, ATÉ O AMANHECER
cactus
Shiori
Ver perfil do usuário
Imagem : Segunda Estrela à Direita - Página 3 CSDlXWh
Créditos : 05
Re: Segunda Estrela à Direita Sex Fev 25, 2022 9:14 am


Gar - O Jovem Místico



O papo deles começou a se desenrolar ainda mais, de modo que parecia que ambos apresentavam conceitos interessantes um para o outro, nesse momento, o barco ia navegando o porto já nem era mais visto, e claro a conversa tinha sido praticamente cortada naquele momento.

A menina tinha saído na hora que ele contou sua história de forma resumida, cortando aquela interação. Então o felino olhava para Max, que também pela primeira vez mostrou preocupação, dava pra ver que a vontade dele era de levar a mão ao rosto, batendo a palma contra a face e a escondendo.

Mas ele mantinha a compostura, respirando profundamente e se pacificando, ele voltava ao seu normal, algo que pela audição aguçada, e visão ele percebia esses pequenos gestos que mostravam que pela primeira vez seu superior tinha saído de sua paz constante. Ele possivelmente não acreditava ter sido enganado por uma garotinha.

Mas tudo isso durou apenas segundos ao ponto de a resposta dele para o felino ser praticamente instantânea, provavelmente pelo seu treinamento, mesmo sendo pego de surpresa, ele conseguia tomar decisões rápidas.-Sim, procure por ela. Deixar ela sozinha no barco é perigoso, pois se houver uma invasão, ela estaria em risco. Ou se tiver qualquer infiltrado. Então seja cuidadoso e preciso Gar.-Ele demonstrava uma grande confiança no garoto, parecia não ter dúvidas de que ele seria capaz de resolver o problema.

O empresário dava um sorrisão acabando por gargalhar alto naquele momento, para ele tudo aquilo parecia algo impressionante, mas ao mesmo tempo lhe remetia a velhos tempos.-KUKUKUKU Nem eu esperava por essa. Mas me desculpem, eu não lembrei de dizer isso. Ela geralmente dá trabalho.- Ele era sincero em seu pedido de desculpas parando de rir, e então falando de modo bem sério. Apesar de isso não reduzir sua animação.

E Max era assertivo em suas palavras o respondendo.-Fomos contratados pra ajudar nesse tipo de coisa, então é apenas parte do trabalho, não se preocupe, lidaremos com tudo que for preciso.- Sua voz mantinha grande calma e firmeza, e todo seu estado mental parecia estar fixo. Ele não tinha dúvidas de que eles conseguiriam resolver qualquer coisa que aparecesse no caminho.

Histórico:


Legenda:


_________________

Segunda Estrela à Direita - Página 3 YHVeK1M

Segunda Estrela à Direita - Página 3 VYrwji0