Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Loja de CréditosHoje à(s) 6:16 pmpor  FormigaCréditosHoje à(s) 5:33 pmpor  Formiga I — Te vejo por aí, caubói. Hoje à(s) 4:18 pmpor  MendoncaCabra da Peste, vol 4 - InterlúdioHoje à(s) 3:40 pmpor  SubaéIII - Death or ParadiseHoje à(s) 3:21 pmpor  Johnny BearCapitulo II: Sonho de Uma Noite de Verão.Hoje à(s) 1:02 pmpor  FormigaCriação de Profissão PersonalizadaHoje à(s) 10:16 ampor  Samiraficha Aika KinHoje à(s) 8:42 ampor  Yami[Ficha] Formiga-Ant BoyHoje à(s) 8:42 ampor  Yami四 - Morte e SangueHoje à(s) 1:21 ampor  Koji
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 6 de 6 Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 OFj4cNo
Créditos : 61
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Capitulo I: Cuidado com a meia noite! Sab Dez 11, 2021 9:47 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Capitulo I: Cuidado com a meia noite!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Agente Agatha Harkness. A qual não possui narrador definido.

Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 Bcd0c81e7f7f9f4619725e28c935288e

Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 OFj4cNo
Créditos : 61
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune


Trio do Caos



Kenshin e Ryoma


A despedida aconteceu com tranquilidade, assim como a noite de descanso para as duas protagonistas dessa aventura. Hany estava pronta para ir, enquanto Agatha já estava lá, pronta para zarpar rumo a Kano. Seus aliados estavam presentes naquele grande Inquisitor, que mostrava toda excelência do Governo e também o seu poder. O porto começava a encher, trabalhadores pareciam prontos ara mais uma jornada exaustiva de trabalho, assim como os pequenos comércios existentes por ali. Não demorou muito para que Agatha sentisse o odor de peixe tomando conta do seu nariz, era possível para jovem ver um homem relativamente alto, barrigudo e com trajes bem simples abrindo sua pequena barraca, colocando alguns peixes no mostruário simples, feito de madeira e repleto com gelo. O burburinho da população também chamava a atenção da dupla, não era tão comum assim ver uma embarcação como aquela em Sirarossa, normalmente o porto ficava repleto de barcos simples.

Enfim, com tudo pronto para zarpar o grupo já se encontrava no interior da monstruosa construção naval, que era bem construída e higienizada. O barco contava com um número considerável de câmaras e pelo jeito Agatha e Hany dividiriam o quarto com Akagi, já que era possível ver um número considerável de agentes e marinheiros no navio, pelo jeito, os próximos dias seriam bem divertidos. O refeitório foi a primeira parada da dupla, sendo este um lugar espaçoso, com cerca de cinco grandes mesas de formato retangular, com oito cadeiras em cada lado. O piso era feito de madeira, mas parecia tingido com algum tipo de material antiderrapante, o que deixava mais tranquilo aqueles estabanados. Uma cantina simples existia por ali e em seu interior contava com cerca de cinco pessoas, sendo duas mulheres que visivelmente davam as ordens e três homens, que aparentavam pouca experiência em suas respectivas funções.

O pedido de Hany foi feito com rapidez, deixando que o fluxo das duas continuasse até uma das mesas vazias. Hany estava com um grande sanduíche bem recheado, havia bastante frango e também salada, além de alguns molhos que tornavam o lanche muito, muito, mais muito saboroso mesmo. Agatha por outro lado tinha realizado um pedido mais simples, mas que era bom para dar uma acordada naquela manhã. Não demorou muito para que o refeitório fosse enchendo e no primeiro momento tudo tinha sido tranquilo, porém, com o passar do tempo tanto Hany quanto Agatha podiam notar alguns olhares sendo direcionados a elas, bem, estava claro que não era por causa de Agatha. Ninguém falou nada, mas o clima ficou estranho no refeitório, pequenas conversas aconteciam bem baixinho, enquanto os olhares continuavam na direção da pequena garota-tubarão.

Por fim, a viagem começou e elas puderam sentir aquela estrutura se movendo pelo mar. Era possível sentir o choque das ondas ao atingirem o casco da embarcação, a chuva continuava forte e o som dos trovões começavam a cortar o céu intensamente.



Histórico:


Legenda:


Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 XqxMi0y
Créditos : 26
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao





Capitulo I: Cuidado com a meia noite!

O ambiente naquele porte começava a ficar desagradável, o mix de aromas que estava começando a tomar minhas marinas, fazia com que uma cara de nojo se tornar presente, enquanto caminhava com a pequena tubarão na direção da grande embarcação. A quantidade de agentes e marinheiros naquele local era considerável, provavelmente para que possa fazer a manutenção da embarcação enquanto seguíssemos viagem.

Ver que Hany estava focada em resolver os trabalhos antes da diversão, era oque mais me agradava, certamente poderia confiar na garota, sua última fala me fazia esboçar um sorriso confiante para a mesma. Antes de continuarmos para onde ficaria nossos quartos, seguia para o refeitório, para que pudéssemos comer algo e conversar um pouco.

Sentadas em uma das mesas mais livres, o lugar era simples, mas bem arrumado, provavelmente seguindo os devidos protocolos do governo, a cantina que estava um pouco mais afastada, havia alguns empregados, e alguns deles pareciam estar levando esporro do que poderia ser a chefe deles. Logo mais fomos atendidas, com nossos pedidos chegando o sanduíche recheado da pequena tubaroa, e minha pequena xícara de café preto.

- O trabalho formal dos civis é bem monótono! Falava levando a xícara em direção da minha boca dando alguns goles no mesmo. - Mas eles servem bem para aqueles que vivem a margem da lei usarem de faixada haha! Sabia bem pouco de como funcionava o submundo, mas sabia que assim como as CP existiam muitas vertentes dentro da organização criminosa, talvez Loki tenha convênio com aqueles que manipulam as informações.

“Oque pode vir a ser muito útil, ter esse acordo abre uma margem de possibilidades gigantescas!” Pensava jogando meu corpo para trás, colocando minhas costas no encosto do acento enquanto cruzava minhas pernas.

Sentia a embarcação se movimentando, a viagem finalmente se iniciava, mas com ela percebia olhares vindo em minha direção, calmamente levava minha mão em direção a xícara e levava a minha boca dando mais alguns goles no café. - Fico feliz que esteja animada com a missão, vamos precisar nos misturar com as pessoas da ilha, mas isso não deve ser dificil, podemos ver com a Akagi algumas roupas que possa nos ajudar nisso! Os olhares, começavam a me incomodar, e percebia que não era para mim, e sim para a pequena Hany.

Com minha mão esquerda em cima da mesa fincava minha garra na madeira do local. - Parece que temos alguns fãs por aqui! Sabia muito bem o porque as pessoas estavam olhando para a garota, a pesar de ser uma hibrida, o preconceito que os humanos tinham para com os tritões era muito grande. Uma leve camada de energia começava a se formar em volta do meu corpo, me levantava retirando as garras da mesa.

- Porque não tiram uma foto? Vai durar mais! Falava em um tom no qual todos pudessem escutar, colocava minha mão direita em minha cintura, me posicionando em forma que todos no local pudessem me ver. - Falarei uma única vez, Hany é MINHA convidada, espero que tratem ela com a mesma educação que me tratam, se ela me relatar qualquer tipo de incomodo ou exclusão, haverá consequências! Minhas caudas balançavam freneticamente, e fazia com que a energia que estava em volta de mim também se agitavam. - Espero que tenham entendido! Estava sendo ríspida e direta, se tinha uma coisa que detestava era ficar sendo observada, e ainda mais se isso for deixar uma pessoa que eu gosto desconfortável.

- Me desculpe tubarãozinha, as vezes tenho de ser mais ríspida com algumas pessoas! Pegava a xícara de café e dava os últimos goles na mesma. - E falo sério, se alguém nesse barco encher seu saco, mande vir falar comigo que eu resolvo! Botava a xícara em cima da mesa novamente. - Fique a vontade para conhecer a embarcação, tenho alguns assuntos com um outro agente! Dava uma pausa antes de me virar e procurar pelo tal agente Cortez. - Procure pela Akagi ela é uma ruiva gente boa talvez ela possa te ajudar em relação as vestes, além do mais, depois que resolver as coisas com o tal cortez te encontro para podermos conversar mais! Assim me virava olhando para os demais agentes que estavam no local, fuzilava eles com meu olhar deixando soltar algumas faíscas de meus olhos.

Contudo, saia a procura pelo tal agente que a diretora havia me indicado, talvez o mesmo tivesse algumas diretrizes sobre a missão que faria, observava cara parte daquela embarcação, observando que estava nela, e assim que encontrasse o dito agente, me apresentaria para o mesmo, e assim escutando oque ele tinha a dizer.



Histórico:

_________________

Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 15
Localização : Kano
RyomaAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao
When all hope bleeds out

A embarcação era muito mais do que incrível, Hany não conseguia parar de se impressionar com tudo, mesmo não sendo exatamente bem vista dentre os humanos que encontrava, sua felicidade não se apagou e o sorriso permaneceu no rosto. O sanduíche veio tão bem recheado, não parecia em nada com os feitos em casa, era outro mundo. O sabor e a quantidade não impedia em nada que a pequena destruísse sua refeição aos poucos, mordendo grandes pedaços enquanto escutava e balançava a cabeça para cima e para baixo. – Sim! O importante é fazer eles serem divertidos também. – entre uma mordida e outra ela ia bebendo um pouco de leite, terminando em pouco tempo seu café da manhã. Se segurar durante uma refeição não era o estilo da garota-peixe, todo seu esforço ficou em saborear o máximo que dava e terminar o mais breve possível.  – Vou encontrar uma, no momento certo, ainda tô de boa, pouca gente me conhece. – estava longe de ser algo urgente, com poucas aparições, Hany ainda precisaria de um tempo até alguém realmente notar sua presença no meio do submundo.

Misturar... É, deve ser divertido, não tenho muitas coisas. – com a vestimenta padrão dela sendo as roupas de tubarão, ficava complicado ter mais do que isso, pois este era seu gosto pessoal e a forma que adorava andar por aí. De certa forma a pequena parecia até chateada de ter terminado sua refeição tão rápido, recorrendo ao resto leite, bebendo sem muita pressa dessa vez. "Tava gostosim, vou querer outro mais tarde." Todos os problemas que as outras pessoas pareciam encontrar na garota-tubarão passava batido aos olhos dela, que basicamente ignorou a presença dos outros, tendo olhos somente para Agatha e a mesa em que estavam. Não é o ideal, viver se escondendo sem ter feito nada de errado, mas ela provocar e confrontar não resultaria em nada melhor. – Fãs? Quem? – comentou levemente empolgada, sorrindo sem mostrar qualquer preocupação. Ver a forma como lhe olhavam não mudou em nada a feição da pequena, que simplesmente achava aquilo engraçado, humanos sempre a divertiam, principalmente quando mostravam claramente o nojo, medo e até raiva que sentiam de outras raças.

Para o bem da pequena garota-tubarão sua companheira de viagem resolvia tomar a frente, anunciando de forma clara tudo que ela era. Uma convidada, não importava se eles a odiassem, ter sido aceita e convidada significava que qualquer problema deles com Hany resultaria em mais problemas para eles do que com ela. "Agatha é tão legal." Os grandiosos olhos azuis da garota brilhavam ao observar a raposa, encantada com sua voz, movimentos e toda sua intensidade ao lidar com uma situação tão complicada e chata. Para quem ignorava coisas do tipo, aquele jeito até parecia útil em certos momentos, mesmo não sendo algo ensinado a ela por sua mãe, Hany ainda entendia bem o lado de sua parceira. – Relaxa, não ligo pra essas coisas, gente assim nem merece meu tempo; – terminava com um largo sorriso, fechando os olhos por alguns instantes. – Mesmo assim, é bom ter alguém do meu lado. – com Agatha ali essas coisas não a afetariam mesmo, então resolver outros problemas não atrapalhavam em nada, era mais uma forma da pequena explorar e entender melhor onde estava. – Shaark... Vou dar uma volta então, se eu encontrar essa ruiva posso ver sobre as roupas. – como existiam assuntos a serem tratados, não existia muito a reclamar.

Quando estivesse sozinha a pequena iria correr rapidamente até a pessoa que lhe atendeu antes, puxando sua roupa de leve na busca por atenção. – Posso pegar uma garrafa de água? – não forçaria muito, pegando se possível e se não ela apenas sairia de lá em passos alegres e saltitantes, balançando a cauda junto disso. Com a água em mãos ela a beberia, aproveitando-a enquanto se movimentava rapidamente pela embarcação, investigando e explorando todo o local. Sem a água, faria o mesmo, mas teria que se contentar com a boca seca em sua exploração. "Akagi, ruiva e gente boa. Complicado saber quem é, não vou me importar muito. Roupas vão ajudar, mas não é urgente, eu acho." Toda a exploração ocorreria enquanto Hany estivesse disposta, parando se em algum pouco o cansaço surgisse, partindo assim na direção do em que ficaria.

Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 1V38tVP

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 OFj4cNo
Créditos : 61
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune



Trio do Caos



Ryoma e Kenshin

Por maior e mais imponente que a embarcação do governo fosse, ela parecia não ser capaz de resistir à força do mar revolto que estava ao redor. As garotas e todos os tripulantes podiam sentir os choques pesados das ondas no casco, assim como o balançar do navio que era capaz de fazer até mesmo os pratos, canecas e todos os itens que estavam na mesa balançar. Os olhares direcionados a Hany despertaram a fúria da raposa, que não demorou muito para tentar impor algum tipo de respeito, contudo, ela parecia não entender que sua hierarquia no navio não lhe dava aquelas regalias, afinal, ela era mais uma agente entre muitos. Alguns riram das suas palavras e outros mantiveram uma expressão séria em suas faces, parecia que a raposa não entendia o seu papel, talvez estivesse em meio ao devaneio de superioridade? Vai saber.

A interação entre as duas aconteceu de forma simples, o papo foi bem tranquilo, diferente de como estava sendo a viagem até Kano. Hany não parecia ligar para aqueles olhares, afinal, já estava acostumada ao ponto de achar engraçado, como uma boa predadora, não se deixava intimidar com facilidade. Não demorou muito para que elas se separassem, Agatha partiu em direção a agente citada anteriormente pela diretora, enquanto Hany permaneceu pelo refeitório por mais algum tempo. Com o passar do tempo o local foi ficando um tanto quanto vazio, porém, ainda contava com algumas pessoas que nitidamente não gostavam e muito menos aceitavam a presença de Hany por ali. Como citado, a pequena não se importou e com isso partiu na direção daquela que lhe atendeu alguns minutos atrás, pedindo uma garrafa de água – Oh! Claro, um minuto. – Falou a figura caminhando para dentro da cantina – O que um peixinho faz fora d’água? – A pequena escutou uma voz masculina e rouca vindo de alguns metros atrás.

Ao virar – caso virasse – Hany conseguiria ver um grupo formado por quatro pessoas, de aparência bem simples e que não vale a descrição. Em suma, pareciam irmãos, já que seus rostos eram bem semelhantes, assim como a estrutura dos seus corpos – Não sei o que aquela lá fez para te colocar aqui, será que te comprou como uma escrava? – Continuou o detentor da voz rouca, caminhando em passos largos na direção da menina – Odeio essa raça fedida! Que nojo. – Comentou enquanto continuava a se aproximar da pequena – Sabe o que você merece? Você merece a... – Antes mesmo que pudesse terminar sua frase, a garota-tubarão pode ver aquela figura sendo lançada com brutalidade contra a parede do navio, sem ao menos alguém sequer tocá-lo - Se vocês gostam ou não, isso não é um problema meu... no entanto, o mínimo que devem é tratar todos dentro do navio com respeito, afinal, vocês não sabem porque estão aqui. - Uma figura quase que totalmente careca - uma pequena "mecha" loira era a única porção de cabelo que lhe sobrou, com um grande bigode loiro e músculos bem definidos e arredondados falava da entrada do refeitório, ele estava com a mão apontada para o agente, como se estivesse dado um simples peteleco.

A figura se aproximou da pequena e então dobrou seus joelhos - Está tudo bem contigo, não é? - Perguntou com preocupação - Aqui está sua garrafa de água. - Falou logo após esticar o braço e pegar a garrafinha - Qualquer coisa que acontecer pode me procurar também, certo? Me chamo Demetrius D. Diogirno. Diferente da maioria, não me importo com qual seja sua raça, afinal, todos nós somos iguais... claro, existem os dignos de carregarem os corpos dos deuses em plena terra. - Ele saltou alguns metros para trás, fazendo algumas poses de fisiculturismo ao ponto do seu traje rasgar com o aumento que seus músculos ganhavam ao realizar algumas poses - Droga, preciso de algo bem mais resistente que isso. - Comentou vendo que a parte superior do seu uniforme estava completamente rasgada, mostrando a Hany as incontáveis cicatrizes que ele tinha espalhadas pelo seu corpo.

- Você está indo andar por aí? Posso te acompanhar um pouco? Preciso ir até o almoxarifado. - Comentou o homem enquanto esperava uma resposta de Hany. Sendo positiva, o rapaz acompanhava a garota pelo navio, enquanto a protagonista estava atrás da figura citada por Harkness. No caminho – caso estivesse com DDD, ela notaria que a maioria dos agentes que passavam por ele, batiam continência em sinal de respeito, enquanto ele caminhava com tranquilidade, fazendo sinais indicando que eles não precisavam de toda aquela formalidade - Você veio com Agatha, certo? Fiquei sabendo de vocês. - Comentou o homem com um olhar sereno em sua face. De qualquer forma, a procura por Akagi demoraria um pouco, o que fazia Hany parar em alguns momentos e o homem também – novamente, caso estivesse aceito sua companhia – até que seus caminhos se dividiram, já que no fim de tudo, o almoxarife ficava a esquerda e a pequena veria uma mulher ruiva seguindo o caminho da direita.


Kenshin

Agatha partiu em busca do Agente Cortez, citado anteriormente como alguém que devia procurar na embarcação. Sua caminhada não demorou muito, já que o lugar era bem sinalizado e em determinada porta encontrou o nome do agente em uma placa metálica - Pode entrar. - Falou uma voz ligeiramente fina vindo do interior da sala, antes mesmo que Agatha pudesse tocar na maçaneta ou bater na porta. O sala fedia a cigarro e aquilo claramente poderia incomodar o nariz da raposa, o lugar era bem arrumado e não contava com muitos itens, apenas uma mesa redonda com alguns cinzeiros que estavam sendo usados como peso de papel, porém, todos repletos de bitucas - Fui aviso da sua presença, vamos ser simples e direto pois estou sem saco e tempo para enrolação. - O homem era corpulento, mesmo por debaixo da camisa fina que estava usando – o resto da parte superior do uniforme estava jogado no encosto da cadeira que ele estava sentado – era possível perceber que se tratava de verdadeiros blocos metálicos, mostrando o esforço e dedicação para alcançar aquele nível muscular.

- Aqui está o valor pelas duas missões que realizou como Agente Pleno e agora você passou para Agente Sênior, meus parabéns. - O homem empurrava com a ponta dos dedos dois bolos de dinheiro, com o valor exato das duas missões realizadas pela selvagem - Em Kano você e mais quem quiser chamar ficarão responsáveis por procurar pela base inimiga, pouco me importa os métodos que irá usar. Você já deve saber o nome da figura de poder da revolução existente em Kano, então se encontrá-lo por lá, dê um jeito de capturá-lo ou matá-lo, tanto faz. Você receberá mais informações após chegarmos em Kano, pode ir. - Finalizou o homem de maneira curta e grossa.


Histórico:


Legenda:


Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 15
Localização : Kano
RyomaAdministrador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao
When all hope bleeds out

Blá-blá-blá, o papo daqueles inúteis era tão chato que Hany se animou quando os viu se aproximando, parecia só mais uma chance de socar pessoas ignorantes e racistas. A comparar com uma escrava? Ninguém devia ter esse direito, nem mesmo o governo, mas esse não era um assunto que a pequena tinha interesse de comentar com meros vermes. – Shaa... – seus lábios formavam um sorriso, quase que antecipando a felicidade que sentiria de acabar com aqueles homens. Infelizmente um sujeito surgiu antes de a pequena realmente fazer algo, resolvendo a situação de forma simples e eficaz. Quem voa daquele jeito não volta, aquela era uma luta perdida, qualquer idiota saberia. – É claro! Isso acontece em todo lugar, tô tranquila. – de forma bem calma ela alcançou a garrafa entregue pelo sujeito que a ajudou, sorrindo para ele enquanto abria sua água, bebendo um pouco. – Shahahaaark! Não precisa se preocupar, vou tentar evitar essas situações. Agradeço pela ajuda, senhor Demetrius. – proferiu num to mais amigável, curvando o tronco levemente para a frente, grata por receber ajuda de um estranho, ainda mais um que conhecia Agatha.

Demetrius tinha um jeito estranho, não que Hany pudesse julgar, mas parecia diferente aos olhos dela, tão diferente quanto ela. "Imagino se um corpo desses ficaria bem em mim." Só de pensar nisso a imagem de uma grande Hany com o tal corpo dos deuses surgia em sua mente, algo tão estranho que a deixou até satisfeita com seu eu atual. "Sim, sim... Sou perfeita." Tudo isso foi deixado para trás quando a garota observou todas as cicatrizes, um problema natural de quem vive num ambiente desses. – Complicado isso aí... Melhor usar algo mais largo, tipo eu. Nunca tive problema de rasgar minhas roupas sem querer. – claro, ela ainda tinha o corpo de uma criança. – Ah! Bem... Sim, queria dar uma explorada antes de ir pro quarto. Nunca estive num lugar assim, é tudo novidade pra mim. – com ele ao lado da garota-peixe as coisas provavelmente terminariam muito melhores, assim como ocorria quando Agatha olhava feio pros outros. – Uhum, ter alguém pra conversar é legal. – aceitando então a proposta de DDD, seguindo então um caminho que nem ela sabia onde daria.

Isso mesmo! Ela meio que me convidou, não sei como posso ser útil pra vocês, mas não ligo de ajudar um pouco, viajar por aí e explorar lugares novos. Sinto que vai ser divertido. – respondia de forma animada, aquela tinha se tornado sua primeira viagem longa, a primeira experiência de garota-tubarão bem longe da ilha em que viveu por muitos anos. – Geral te respeita aqui, tu é algum figurão? – completamente relaxada Hany indagava o homem, perguntando-se como as coisas funcionavam por ali. "Sou só uma convidada, essas paradas ninguém vai falar." Com uma resposta ou não as coisas terminariam do mesmo jeito, com a pequena indo para um lado e seu novo conhecido em outro. A ruiva que procurava finalmente surgiu durante a caminhada, mesmo tendo noção do que falaria para ela, o caminho ainda assim seguiu na direção da possível Akagi. "Roupas né? Lembro que era isso, ela deve saber mais sobre Kano que eu." De qualquer modo a garota se aproximaria da agente com calma, puxando suas vestes se necessário para atrair a atenção para baixo. – Ehrm... A raposinha me falou pra te procurar, sou Hany, caso esteja se perguntando. – faria uma breve pausa, sorrindo gentilmente à amiga de sua parceira. – É sobre a ilha que estamos indo, vamos precisar de umas roupas pra nos encaixarmos lá. Não conheço nada de lá, Agatha disse que a Akagi poderia me ajudar. – a tarefa soava trabalhosa, talvez só duas pessoas não conseguiriam fazer sem antes terem informações concretas da ilha. Isso era bem o trabalho do governo mesmo. A conversa seria melhor feita num lugar mais reservado, talvez o quarto onde ficariam, mas tudo dependia da ruiva tomar essas decisões, não importando qual fosse a pequena estaria ao lado dela. Andar com um agente era melhor para manter as aparências.


Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 1V38tVP

Histórico:
Objetivos, talvez, não sei:
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 XqxMi0y
Créditos : 26
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao





Capitulo I: Cuidado com a meia noite!

A situação me deixava mais nervosa, a questão ali não era impor autoridade em termos de patente, provavelmente muitos daqueles merdas que estavam rindo de mim poderiam ser agentes sênior, o acumulo de energia em volta de meu corpo que antes era esbranquiçado poderia ser visto mudando de tonalidade ficando da cor rosada com carmesim. “Eu poderia explodir com todos, tenho plena certeza que não fariam falta alguma ao governo mundial!” Aquelas pessoas não passavam de bucha de canhão para mim.

- Vocês não valem nem o meu estresse! Atitudes de julgar as pessoas pela aparência me deixavam ligeiramente estressada, por muito tempo fui tachada de demônio, ou mal presságio pela ilha de Zou, sem ao menos me darem o luxo de mostrar quem eu realmente era.

“Nem todos do governo são assim!” Pensava lembrando dos membros do coven, a maioria deles eram de agentes do governo, e existiam dos mais diversos tipos de pessoas.

“Quando eu me sentar em uma daquelas cinco cadeiras o mundo mudará por completo!” Estralava o meu dedo médio direito usando meu polegar direito, de forma para poder me acalmar e não começar um incidente desagradável na embarcação, ou quem sabe útil, a final a missão que iriamos executar necessitava apenas dos melhores, e talvez uma batalha para seleção natural poderia separa o joio do trigo.

- Certo pequena, qualquer coisa, me procure! Falava soltando um breve suspiro, fazendo com que a energia voltasse a ficar branca azulada e até mesmo se dispersar.

Não tinha o porque continuar ali, certamente se escutasse alguma piadinha, jogaria alguém voando pelo barco na primeira oportunidade que pudesse, logo então junto com Hany saia do refeitório, seguindo por uma direção oposta da garota, precisava encontrar o agente que queria falar comigo, provavelmente algo referente a missão.

Não demorava muito para encontrar a cabine do tal agente, assim que batia na porta, uma voz pedia para que adentrasse no local. A voz era um tanto fina, mas não o suficiente para poder ser algo estranho, assim que abria a porta, o forte cheiro de cigarro saia do local acertando em cheio minhas narinas. “Nossa senhora, abrir a escotilha as vezes faz bem!” Pensava levando a mão direita até a frente do nariz tentando acostumar mais com o cheiro do local.

O homem a minha frente, tinha uma aparência até que comum, para alguém que provavelmente vivia treinando ou coisa do tipo, parecia resolver algumas coisas, já que sua mesa estava repleta de papel. - Certo, gosto quando as pessoas não ficam de enrolação! Soltava me aproximando ao escutar que o agente queria resolver a situação o quanto antes.

O assunto parecia ser nada mais nada menos alguns acertos de contas, o homem me entregava a quantia pelos meus serviços prestados nos últimos dias, contabilizando mais duas missões bem-sucedidas para mim enquanto agente. “Maravilhoso, uma taxa de 100% de aproveitamento!” O treinamento que tive no novo mundo mostrava resultado, de fato era uma máquina implacável para o governo, e aquele pagamento era o reconhecimento para tal.

Junto com o dinheiro, vinha mais uma noticia boa, estava sendo promovida para agente sênior da CP, aquilo significava que naquele mar, a cima de mim apenas a diretora. “Parece que os resultados que venho dando agradou bastante os superiores!” Analisava ao escutar oque mais o homem tinha a falar, algo que já era de meu conhecimento, a missão principal era encontrar a base inimiga, e com isso eliminar os vermes que se encontravam nela.

- Tranquilo, estou bolando alguns planos, basicamente irei levar apenas algumas pessoas, não confio muito nos demais! Dava uma pausa enquanto batia com o dedo indicador esquerdo em minha bochecha. - Além do mais, esperarei chegar em Kano para conhecer os agentes que tem em campo, lá montarei uma equipo um pouco mais preparada! Começaria a me afastar do homem seguindo para a porta. - Não me leve a mal, mas os homens que estão nesse barco, não estão a altura dessa missão, se eu fosse você dispensaria boa parte, antes que possam sujar alguma missão sua! Dava uma sorriso ao finalizar minha fala. - Muito obrigada pelo papo e até mais! Com um sorriso em meu rosto, despediria do rapaz com uma aceno de mão e logo saia de sua cabine, seguindo em direção a cabine onde ficaria, a viagem seria longa e o clima parecia não ajudar muito.



Histórico:

_________________

Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Capitulo I: Cuidado com a meia noite! - Página 6 OFj4cNo
Créditos : 61
FormigaDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t1194-aizawa-mikagi#11079 https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Kenshin

GANHOS

● Manto com Capuz  - Roupa de Gala - Turno 01 OK
Manto:
● Proficiência Anatomia - Turno 06 OK
● Proficiência Farmácia - Turno 07 OK


PERDAS

● N/A OK

ALTERAÇÕES

● Missões bem Sucedidas: 3 > 5 OK
● Agente Pleno > Agente Sênior OK
● 5.350.000 B$ > 15.950.000 B$ OK
● Localização: Sirarossa > Kano OK
● Alex (NPC): Homem charmoso e interessante, uma das poucas pessoas que confio em Sirarrosa, seu trabalho como agente é impecável como sua aparência, suas habilidades em combate também não ficam para trás, o que faz o mesmo ser um ótimo aliado, e um bom braço direito, não sou muito fã de trabalhos em equipe, mas se necessário certamente ele é uma das minhas primeiras escolhas. OK

● Akagi (NPC): A vivência de Akagi em Kano pode ser uma chave importante para nossa vitória, a cooperação que ela teve comigo em todas as missões e com todas as informações passadas sobre a ilha até o momento, me fez ter um respeito maior pela garota, provavelmente podendo vir a ser uma boa amizade quem sabe. OK

RELAÇÕES

● Annie Bright (Diretora da CP3 - NPC Importante): Se tem uma palavra que pode resumir a relação com essa mulher é respeito, em um mundo como vivemos hoje, ter ela como chefe me deixou bastante satisfeita, diferente de muitos por ai, assim como eu ela quer ver o melhor para o governo, seja lá quais forem os meios. OK

● Leo: Um jovem loiro que fez parte da missão de extermínio dos nobres, sua principal habilidade é a de se infiltrar, oque ele fez com êxito, até agora acatou minhas ordens sem questionar, oque mostra um grande potencial no mesmo, curiosa para saber oque mais ele poderá agregar nas próximas missões. OK

● Laila: Garota com uma personalidade um tanto explosiva, algo bastante incomum dentre os agentes que tinha encontrado até o momento, mas incomum não significa ruim, a garota tem um grande manejo com explosivos, sendo bastante útil na missão de extermínio dos nobres. Suas habilidades com explosivos pode vir a ser bem útil com as próximas missões. OK

● Luna: A garota é uma agente nata, diferente de sua irmã Laila, a mesma se mantêm cem por cento centrada na missão, executando as ordens sem questionar em nenhum momento, além de ser uma ótima atiradora, dentro do trio que foi apresentado para a missão de extermínio é uma das que mais confio para executar qualquer comando que eu possa dar. OK

Hany G. Drezat (Jogador): Hany curiosamente foi uma garota que me conquistou muito fácil, talvez pela sua simplicidade e ingenuidade, que me fez ver muito de mim quando era pequena, e claro ver muito de Sasha na pequena tubarão. Ter a garota por perto nos momentos descontraídos me traz uma sensação de calma e divertida, como se a garota fosse uma irmã mais nova para mim, a sensação de querer protegê-la é enorme, assim como tenho para com qualquer pessoa que me importe (No qual essa lista é bem pequena). Outra coisa que me chamou bastante atenção na garota foi sua força surpreendente e a sua dedicação para com o trabalho, e isso é algo que valorizo bastante, ter Hany por perto vai ser salgo extremamente divertido, ela certamente é uma pessoa que posso ter total OK

STATUS

PDV: 7.840 OK
STA: 300 OK
CONDIÇÕES: N/A OK
FERIMENTOS: N/A OK
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A OK

DIÁRIO DE BORDO

Não possui embarcação.

Autossuficiência: N/A OK
Celeridade: N/A OK
Estrutura: N/A OK
Durabilidade: N/A OK
Poder de fogo: N/A OK

EXPERIÊNCIA

Experiência: 732 exp OK


Experiência Mugetsu: 678 OK

Ryoma

GANHOS

● Aprendizado de Proficiência - Geografia - Turno 15 OK
● Aprendizado de Proficiência - Lógica - Turno 16 OK
● Aprendizado de Proficiência - Sociologia - Turno 17 OK
● Garrafa de Água - Turno 24 OK
Garrafa de Água:

PERDAS

● Chave no Inventário - Turno 09 OK

ALTERAÇÕES

● 2.725.000 B$ > 8.121.000 B$ OK
● Missão Bem Sucedida: 1 > 3 OK
● Localização: Sirarossa > Kano OK
Loki (NPC Criado) - É... Loki foi o homem que me deu uma chance de provar minha utilidade, foi quando conheci ele que minha vida meio que mudou, minha entrada no submundo, sua voz... São tantas coisas. Ele é meu chefe, um tipo de amigo, talvez até algo perto de um pai, que se preocupa e cuida para que eu não perca meu caminho. Ele ta longe de ser melhor que a minha mãe, mas quem sabe um dia. O maior problema dele é e sempre vai ser trabalhar muito, ainda vou escutar a notícia que ele morreu de tanto trabalhar, tenho certeza. Vai ver é por isso que nós dois conseguimos algo tão grande quanto a relação com o governo. Loki vai continuar em Sirarossa, já eu partirei, levando o seu número para comunicação e muitos ensinamentos. Uma voz gostosa de ouvir te faz chegar longe, ainda mais se combinar com um rosto daqueles... Preciso voltar um dia, ou talvez eu consiga trazer ele até onde estou, isso se nenhum de nós morrer antes. OK

RELAÇÕES

Agatha (Player): Uma raposa que fala! E ainda tem nove, exatamente nove caudas lindas. Gosto de como ela fala, anda e trata pessoas que não merecem o seu tempo. Ainda me pergunto se lembrar a irmã dela é algo bom... Eh, tanto faz. Curti conversar com a Agatha, ela é perfeita pra ser minha parceira, ainda mais agora! Nunca imaginei que iria me juntar com alguém do governo, felizmente não sou odiada ao lado dela, parece um bom futuro. Quem sabe, talvez a única pessoa que consegue me acompanhar vai ficar mesmo ao meu lado, nem que seja só por algum tempo. OK


STATUS

PDV: 4.920 OK
STA: 200 OK
CONDIÇÕES: N/A OK
FERIMENTOS: N/A OK
CONTAGEM DE DEFEITOS: N/A OK

DIÁRIO DE BORDO

Não possui embarcação

Autossuficiência: N/A OK
Celeridade: N/A OK
Estrutura: N/A OK
Durabilidade: N/A OK
Poder de fogo: N/A OK

EXPERIÊNCIA

Experiência: 708OK

Crédito(s) do(s) Narrador(es): 5 (25 turnos) + 1 (bônus) = 6 OK

Jogadores:

Narrador: