Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Lvneel
Página 4 de 8 Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 XqxMi0y
Créditos : 25
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Ascensão Pirata - O início. Sex Set 17, 2021 9:54 am
Relembrando a primeira mensagem :

Ascensão Pirata - O início.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Pirata Klaus Sunwizer. A qual não possui narrador definido.

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 J09J2lK

Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CsHkSDy
Créditos : 19
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Ascensão Pirata - O início. Seg Set 27, 2021 10:01 pm


Relâmpago Kirinha


O combate continuava em um nível acirrado. De um lado temos Klaus, um novato na pirataria em rápida ascensão, do outro, um experiente Agente do governo metido em suas tramoias, seria isso algo explícito ao alto escalão? Ou uma atitude que partiu do próprio? De qualquer forma, aquelas duas figuras estavam agora lutando até a morte, já que não existia um pingo de misericórdia em seus olhares.

Sunwizer ficava surpreso com as ações do seu oponente, afinal, como caralhos ele fez aquilo? Um mágico talvez? Não, por mais que sua mente quisesse pensar naquilo, ele não tinha tempo, já que uma rocha de grandes proporções estava prestes a varrê-lo da face da terra. Alguns esquivariam, mas, os verdadeiros homens com capacidade para alcançar o topo, enfrentam aquilo de peito aberto, como foi a escolha de Klaus. Ele foi para cima, com a selvageria natural em suas batalhas nos olhos, desferindo um soco com toda sua força, explodindo aquele pedaço de rocha por inteiro. Pedaços de tamanhos variados voavam para todos os lados, a poeira se expandia de maneira rápida pela região – HAHAHHAHAHA! – Gargalhou o homem, pensando que seu oponente estava morto.

Diferente do esperado por ele, Sun não havia morrido, mas sim avançado sendo coberto pela cortina de poeira. O primeiro soco foi conectado na face do homem do governo, entretanto, ele desferiu um milésimo após ser atacado, mostrando um tempo de reação assustadoramente grande. Klaus esquivou do poderoso ataque, vendo o golpe passar de raspão pelo seu torso, era um chute com a ponta do pé. Uma sequência de golpes eram realizados pelo pirata, o homem tomava um, dois, no terceiro ele revidava com um golpe terceiro na região do abdômen, um soco. Por mais que Sunwizer esperasse o golpe, ele vinha com velocidade, acertando precisamente mais uma vez o tronco do rapaz. A trocação franca retornava, socos e mais socos eram disparados pelos homens, entretanto, diferente de antes o Agente parecia ser subjugado pela força do criminoso, ele estava mais forte? Era a excitação da batalha? Ou simplesmente a vontade de reaver Astrid?

O sangue escorria, não dava para saber se a fonte era de Klaus, do Agente ou de ambos. Bom, parecia ser bem mais essa última opção, já que ambos carregavam incontáveis rasgos pelo rosto – supercílio, queixo e testa – fora os hematomas pelo corpo. Em um rompante o agente acabou interrompeu a trocação franca de socos, baixando seu eixo e aplicando uma espécie de chute de baixo para cima, com o calcanhar, lançando Klaus para o alto. Antes mesmo que pudesse reagir, o pirata via uma cena que poderia até mesmo assustá-lo – Morra seu verme! – Gritou o homem tocando com sua mão esquerda em seu braço direito, este último cresceu de maneira assustadora, parecia ser centenas de vezes maior. A mão gigante veio de baixo para cima, Klaus sentiu todo seu corpo recebendo uma dor que o fez por breves segundos perder a consciência, aquele golpe era tão pesado e tão forte ao ponto de romper a estrutura no “teto”, jogando Klaus para o terreno superior, ou seja, a ilha.



Ascensão Pirata - O início. - Página 4 One-piece-gear-third


Caiu no solo repleto por grama e algumas rochas, a área era relativamente vazia, entretanto, era visível que uma cidade estava algumas dezenas (ou mais) de metros atrás. O Agente subiu, dessa vez ele descia como uma marreta, agora tendo um pé gigante indo na direção do pirata.

Histórico:

Posts: 15
Ganhos: -
Perdas: -750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01

Ferimentos:
~ Rasgo na Testa 00/04
~ Supercílio rompido 00/04
~ Ferida no Queixo 00/03
~ Hematomas pelo corpo 00/06

Legenda:
Marinheiros
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Tripulação de Klaus
??
Agentes
Lobo Alfa

Aparência
Marinheiro que chegou no Búfalo.
Astrid - NPC ACOMPANHANTE



_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Ascensão Pirata - O início. - Página 4 EBEAdF4X4AYyK13
Kira
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CTfWi4D
Créditos : 05
Re: Ascensão Pirata - O início. Ter Set 28, 2021 7:33 pm





Ascensão Pirata - O início.

O combate entrava em seu clímax, onde após as demonstrações de poder do homem, me fazia subir a um novo patamar de força, talvez um desbloqueio interno? Ou apenas a vontade de salvar Astrid e vingar meus homens, mas ficava claro que estávamos parelhos em poder bruto e força, mesmo o homem utilizando de poderes especiais, que eu ainda não tinha conhecimento.

Após atravessar seu meteóro, eu o acertava em cheio, e em seguida começamos mais uma vez um combate franco, socos, chutes, e tudo o que tinha direito, porém, o homem conseguiu me surpreender, acertando um belo chute que me arremessou para longe. Mas, ele não parava por aí, fazendo seu braço ficar maior, apenas com o toque de uma das mãos, o homem mais uma vez me surpreendia, mas me dava ideia de que tipo de poder ele utilizava.

O braço do homem tomava proporções gigantescas, e me acertava em cheio, sem me dar chance para conseguir revidar, seu punho me carregava com força contra a parede, atravessando a mesma e me jogando para cima, diretamente na ilha, uma queda que poderia ser um problema, devido a quantidade de destroços. Eu começava a voar, juntamente aos destroços do prédio, e nesses segundos iniciais após receber o golpe, eu me mantinha pensativo.

Eu sentia o golpe, e a dor percorria por todo meu corpo, por cada músculo, fibra e ossos, e enquanto eu voava, minha mente trabalhava ainda pensando no que estava acontecendo.Mas que caralho! Então o poder desse cara é fazer as coisas que toca crescerem? Bom, é bem interessante de certa forma, parece ser algo que não se consegue facilmente. Meus olhos piscavam lentamente enquanto eu olhava para o céu ainda sendo projetado para fora do subsolo, junto aos destroços.

Eu começava a analisar tudo aquilo, e percebia que aquele poder não era humano, tinha algo por trás dele, mas como obter tal poder? Onde conseguir? Eram perguntas que ainda permaneciam sem respostas para mim, mas que eu buscaria por elas futuramente. Meu rosto começava a mudar, minha feição começava a se tornar algo mais “alegre” e em meio ao ar, minha risada era liberada, em tom de alegria, mostrando o quanto aquela batalha me deixava animado.-YEHEHAHAHAHAHAHAHAHAHA! HAHAHAHAHA! Uma gargalhada em alto e bom som, e um sorriso de convicção, demonstrando que ainda não tinha acabado.

Eu começava a tentar me mover, e sentia meu corpo doer em todos os pontos possíveis, partes dele que eu nem sabia que existiam.-Mas que merda! Isso doeu de verdade, mas não posso cair aqui, eu prometi que a salvaria e a manteria segura. E em um súbito movimento, eu movia meu corpo levemente no ar, e logo estendia uma das mãos agarrando uma das pedras gigantescas que estavam voando próximas a mim.

Ao segurar a pedra, e a jogava para os lados, buscando tirar o maior número de destroços próximos a mim, para quando enfim tocasse o solo, não pudesse ser atingido por algum deles. Enquanto fazia isso, tentava manter meu corpo ereto, buscando estar preparado para o pouso que estava para acontecer, ficando em uma posição minimamente boa para uma aterrissagem.

Buscava fazer uma mini acrobacia, dando um mortal no ar, para dessa forma cair com os pés no chão enquanto ainda era arrastado pela força de impulsão do homem, me fazendo arrastar alguns metros para trás após aterrisar.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 AnnualScornfulAardvark-size_restricted

Após isso, eu o olhava de onde eu estava, e começava a limpar a poeira da minha roupa, demonstrando uma preocupação maior com a sujeira do que com os ferimentos, o que pro homem poderia parecer que eu não estava ligando para os machucados feitos por ele, ou que seu golpe não era tão poderoso assim para me abalar, mas na verdade, eu estava sentindo dor sim, e muita.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 3721623_orig

eu o olharia com ar de superioridade e desprezo, minha arrogância seria visível naquela situação, demonstrando que eu ainda não tinha caído.-Tenho que admitir, esse golpe me pegou de surpresa… Esse poder que você tem, se eu superá-lo, eu vou estar dando um passo a mais, rumo ao meu reinado! Diria com o tom mais debochado o possível, a arrogância não tinha limites para mim, ainda mais quando usavam tudo o que tinham e não conseguiam me derrubar.

Nesse momento, eu estaria preparado para ir para cima do homem mais uma vez. Aquele poder talvez tivesse um ponto fraco, afinal, fazer uma parte de seu corpo crescer tão bruscamente, talvez gerasse alguns problemas, e caso tivesse, eu aproveitaria disso para avançar contra o homem, tentando aguentar o máximo a dor que ainda sentia no corpo, mantendo meu foco direto em acabar com aquele homem.

Mas caso ele não tivesse sofrido nada do tipo, eu apenas continuaria focado em atacá-lo, e então avançaria mesmo assim em sua direção, buscando finalmente acabar com aquela luta, que já se estendia a algum tempo.

Meu avanço seria veloz, na medida do possível, buscando usar tudo o que eu ainda tinha diretamente contra o homem, tentaria aplicar um soco direto na boca de seu estômago, visando uma das partes mais sensíveis do corpo, e fazendo efeito ou não, eu começaria a me mover em torno do mesmo, golpeando as partes de seu corpo já feridas anteriormente, como cabeça, mandíbula, queixo, costelas, costas, pescoço e aplicaria cada golpe com mais vontade de matar que o anterior, soltando toda a fúria que tinha dentro de mim conta aquela massa de concreto humana.

Ficaria atento a seus movimentos, esperando que qualquer parte de seu corpo pudesse se expandir drasticamente do nada, e buscaria evitar seus golpes que viessem desses membros, afinal, eles poderiam ser mais lentos que seus golpes normais, já que estaria lidando com muito mais massa física do que tinha normalmente.

Dessa vez eu buscaria sempre me esquivar, essa seria minha prioridade, jingando de um lado para o outro e saindo da direção de seus golpes, fossem chutes ou socos, independente da direção, sempre buscando uma rota de fuga segura para cada movimento de esquiva. Já quanto ao bloqueio, usaria o mesmo apenas para diminuir o dano que eu poderia receber, caso minhas esquivas não funcionassem bem contra seus golpes.

Assim, me movimentando em velocidade enquanto o golpeava diversas vezes, buscando sempre uma brecha ainda maior e melhor para finalmente aplicar o golpe final, e ali terminar com a vida do homem.

Porém, se eu não conseguisse chegar até lá, eu simplesmente tentaria amenizar a queda, buscando tirar o máximo de destroços próximos a mim, e tentaria me mover para uma distância de onde eles cairiam, buscando cair em algum lugar fogo, como arbustos, areia fofa, água do mar,  o que pudesse amenizar o impacto, eu tentaria seguir.

Dessa maneira, me colocaria por um tempo fora do combate, enquanto eu pensava em como agir contra o mesmo, e aproveitaria para descansar rapidamente, para assim poder voltar lá para cima mais uma vez, entrando pela entrada principal de antes, ou escalando como um animal pela torre.




Histórico:
Nome: Klaus Sunwizer
Número de Posts: 16
Ganhos:
N/A
Perdas:
750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01
NPC's:
N/A
Ferimentos:
Rasgo na Testa 00/04
Supercílio rompido 00/04
Ferida no Queixo 00/03
Hematomas pelo corpo 00/06
Objetivos:
N/A

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CsHkSDy
Créditos : 19
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Ascensão Pirata - O início. Qua Set 29, 2021 11:15 am


Relâmpago Kirinha


Klaus continuava pensativo com relação às habilidades do seu oponente, afinal, ele nunca tinha visto algo daquela magnitude. Diferente do esperado, ele não se assustou, na verdade, ficou ainda mais animado com as proporções que aquele combate estava alcançando.

Ainda no ar, realizou um movimento para que pudesse ter estabilidade na aterrissagem, um movimento inteligente, já que poderia receber uma quantidade ainda maior de dano. Suas ações mostravam sua arrogância e o desdém da sua parte para com seu inimigo - Me superar? HAHAHHAHAHAHAHAHAHAHA - O agente gargalhou enquanto descia do céu - EU SOU UM DEUS! PONHA-SE NO SEU LUGAR, CRIATURA RIDÍCULA. - Gritou alto o bastante para que Sunwizer pudesse escutar, enquanto descia do céu tendo aumentado o tamanho do seu pé - MORRA ESMAGADO COMO UM INSETO! - Gritou ainda mais alto, acertando o solo de maneira avassaladora.

Klaus era um combatente experiente e usava de todo seu reflexo para esquivar daquele ataque, sua velocidade foi alta o bastante para que saísse do alcance daquele golpe, sendo afetado apenas pela onda de choque criada pelo golpe. Sua inteligência não se resumia apenas em sua habilidade de combate, mas também em seu olhar clínico para buscar fraquezas nos poderes dos seus inimigos. Ao voltar seu pé para o tamanho original, o pirata pode notar a respiração ofegante do seu oponente, seu corpo parecia uma cachoeira, pela quantidade de líquido que estava sendo expelido pelos seus poros. O cansaço estava estampado na faceta do homem, que olhava na direção que golpeou, procurando os restos mortais do capitão pirata.

Klaus avançou abusando novamente da sua velocidade, pegando a figura desprevenida, aplicando um soco diretamente na sua boca. O olhar inimigo era de surpresa: como ele ainda estava vivo? Era uma das várias perguntas que passavam pela sua mente. O agente não teve tempo de pensar, recebeu mais um golpe em seu abdômen, sendo mais específico ainda, na boca do seu estômago. A potência do soco foi forte o bastante para que ele cuspisse o suco gástrico existente em seu estômago, mas não, ele ainda não tinha se dado por vencido. Com um rugido animalesco externou seu ímpeto, iniciando uma troca potente de golpes com o pirata, a cada golpe que recebia, ele dava um em troca. Por mais que Klaus desviasse ou desviasse, ele não se importava com aquilo, estava em uma clara desvantagem, mas ele não desistiria de maneira alguma, como um Deus poderia perder para um mero mortal?

Sunwizer estava atento ao seu poder, se mantendo atento a um possível aumento abrupto de tamanho de um dos seus punhos. Entretanto, aquilo não acontecia. O sangue se espalhava pelo local, cobria as vestes de ambos os lutadores. O som dos ossos se partindo tinha se tornado algo comum naquele combate, era notável que a resistência do homem do governo não estava igual a antes, provavelmente fruto do uso das suas habilidades estranhas - AAAAAAAAAAAAAAAAAH! - Gritou antes de desferir mais um soco, todavia, foi apenas uma maneira de travar a atenção do seu oponente naquele movimento. Pouco antes de conectar o golpe, ele abaixou, ficando de joelhos e tocando com ambas as mãos no solo. Por mais atento que estivesse, Klaus não conseguia lutar com o poder absoluto daquela criatura.

A terra tremeu e o chão em seus pés cresceu, o solo aumentava de tamanho de uma maneira assustadora, ao ponto de um morro de médias proporções ser criado em segundos. Aquilo era uma espécie de arena? Era algo semelhante, com atrás irregulares - algumas mais altas e outras mais baixas - Bem vindo ao inferno - Bradou o oponente. Em suas mão era possível notar um número grande de pequenas pedras, que ele rapidamente lançou, algumas delas tinham seu tamanho aumentado exponencialmente, já outras continuavam em seu tamanho original. Cansado, o agente avançou como uma fera, seu olhar sanguinário mostrava que ele queria acabar com aquele combate ali mesmo, o sangue escorria pelos ferimentos em seu corpo e sua roupa estava parcialmente rasgada. Finalmente o clímax havia chegado.


Histórico:

Posts: 16
Ganhos: -
Perdas: -750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01

Ferimentos:
~ Rasgo na Testa 01/04
~ Supercílio rompido 01/04
~ Ferida no Queixo 01/03
~ Hematomas pelo corpo 01/06

Legenda:
Marinheiros
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Tripulação de Klaus
??
Agentes
Lobo Alfa

Aparência
Marinheiro que chegou no Búfalo.
Astrid - NPC ACOMPANHANTE



_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Ascensão Pirata - O início. - Página 4 EBEAdF4X4AYyK13
Kira
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CTfWi4D
Créditos : 05
Re: Ascensão Pirata - O início. Qui Set 30, 2021 1:54 pm





Ascensão Pirata - O início.

A luta continuava, e os movimentos se tornavam cada vez mais intensos. Eu observava o cansaço que o homem estava tendo, bastante desgaste físico e mental por usar seus poderes, mas ele não desistia do combate, porém, parecia estar chegando ao final.

O homem tocava o solo o fazendo subir, criando uma espécie de arena nas alturas, aquele parecia ser o cenário final da batalha que estávamos travando. O homem se intitulava deus, e ao criar a arena, me dizia boas vindas ao inferno, e aquilo não podia deixar de ser comentado.-Se você se auto intitula Deus, eu provavelmente devo ser o próprio demônio! Fico lisonjeado em ter criado o meu inferno para a sua morte. Terminava minha fala com um avanço brutal contra ele, o quanto ele teria gasto de energia ao criar aquilo? Ele ainda aguentaria por mais muito tempo? Eu não sabia, mas iria fazê-lo chegar ao limite.

Meu avanço carregava toda a minha convicção nos punhos, meu foco permanecia sendo golpear seu corpo em diversos pontos diferentes, infelizmente eu ainda não tinha uma técnica assinatura para simplesmente acabar com ele, e só podia contar com minha força e punhos para isso, e era o que eu fazia.

Ao perceber que o homem começava a lançar mais pedras em minha direção, dessa vez eu buscava apenas me esquivar enquanto avançava, dessa vez eu tinha plena noção de que não estava com toda a minha força e energia, e talvez outra tentativa de avançar contra as pedras não seria uma boa idéia, e assim, me moveria de forma veloz, abusando ao máximo da minha velocidade, visando sempre me mover através das pedras em algum ponto cego do agente, o motivo? Pegá-lo de surpresa.

Um avanço de movimentos rápidos, de um lado para outro, em zig zag, avanço direto, até que eu pudesse chegar no homem para acertar meu ataque, chegaria de forma abrupta, golpeando o primeiro ponto de seu corpo que eu visse pela frente, claro, um ponto que eu já havia castigado bastante anteriormente, e após a primeira conexão, começaria com uma enxurrada de golpes, socos, chutes, movimentos rápidos, giros, tudo em prol de fazê-lo cair finalmente.

Eu sabia que não tinha mais muita energia, e eu também estava bastante castigado daquele combate, então essa seria a investida para acabar com o desgraçado. Ficaria ligado para não ser surpreendido com algum golpe direto vindo dele, e caso o mesmo tentasse um soco direto, eu o deixaria chegar próximo o suficiente para me acertar, e sabendo das proporções que seus membros pudessem ter, eu esperaria até o último segundo e então moveria meu corpo no sentido do golpe, para que ele só me acertasse parcialmente, usando isso para gerar uma brecha boa e rápida o suficiente para eu agir.

Nesse momento eu usaria a força parcial do seu golpe contra mim, e mais a minha própria força, para revidar o golpe contra ele, da forma mais brutal e violenta possível, golpeando sua face em um contra ataque poderoso, mostrando que nem sempre o maior vence.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Garou-one-punch-man

A idéia era receber o golpe, de forma parcial, e assim o golpear me preparando para continuar meus ataques, demonstrando que ele não era a única pessoa por ali, eu estava preparado para um avanço brutal, meus braços se movimentação como as águas de um rio, como se dessem forma ao mesmo, aquilo era a mais pura arte marcial que eu poderia exercer. Esse movimento era arriscado, mas era um movimento que eu sentia ser necessário para conseguir acertar efetivamente meu oponente, já que ele teria em sua mente que finalmente poderia ter me vencido, talvez ele não esperaria o golpe vindo de volta com tanta brutalidade e fúria assim, além de ser uma brecha excelente para continuar o golpeando.

E assim que o tivesse acertado, prepararia minha pose de combate, preparando para avançar de imediato, como se apenas milésimo de segundos tivessem se passado, sem dar espaço para ele sequer pensar ou reagir, e assim avançaria para o que poderia ser os golpes finais contra aquele homem, uma enxurrada de socos, e chutes em uma velocidade absurda, eu certamente estava dando o meu máximo nesses movimentos.-Eu vou matá-lo! Continuando com os golpes da forma mais pesada e brutal possível, afinal, eu não queria que ele tivesse como se manter vivo ainda.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Hero-hunter-garou

E então, quando percebesse que seu corpo estivesse completamente destruído, e ele não tivesse mais condições de revidar, eu manteria por mais alguns segundos na enxurrada, e então daria um golpe de finalização, não para sua vida, mas para o combate, afinal, para matá-lo, eu tinha algo em mente preparado para aquela ocasião. Quando seu corpo não tivesse mais resquícios de que ele tentaria mais alguma coisa ou que estava bem para tentar revidar, eu avançaria com um golpe direto, minha face era a do próprio demônio avançando contra o autoproclamado Deus, buscando dar um fim a sua vida e divindade naquele lugar. Um golpe direto em sua face, o levando direto contra as paredes da arena, afundando sua cabeça contra aquelas rochas com a maior brutalidade possível.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 7212567-garou%20gif

E após isso, me afastaria, o observando para ver se aquilo finalmente teria acabado, ou se ainda teria que enfrentá-lo. Eu sabia que ele tinha uma resistência absurda, mas nem mesmo a besta mais resistente conseguiria ficar de pé após tudo aquilo, ainda mais quando seu próprio poder pode cobrar tanto de seu corpo.

Me manteria atento, eu sabia que poderia não ter acabado, e assim, buscaria o ar, inalando os mesmos com o nariz direto para meus pulmões, os enxendo ao máximo e logo soltando levemente, essa era uma tentativa de ganhar um pouco mais de energia e fôlego, para caso ele ainda tentasse se levantar. Com isso, estaria atento a seus movimentos, lançamento de pedras, gigantes ou não, crescimento súbito de algum membro que poderia me acertar caso eu estivesse distraído, e claro, algum avanço do mesmo, para assim poder revidar da melhor forma possível.

Porém, caso o homem não tentasse nada disso de se mover usando algum membro gigante contra mim, assim como citado no início de tudo, e apenas fossem as pedras voando e ele observando, eu só faria o que pudesse para evitar suas pedras enquanto avançava em direção a ele, e quando conseguisse, estaria pronto para acabar com a sua raça, e mais uma vez, começaria uma enxurrada de golpes, me mantendo em movimento, girando em volta dele enquanto o golpeava com socos e chutes, buscando minar o resto de sua resistência e deixá-lo o mais destruído possível, sempre mantendo meu foco em seus movimentos, para evitá-los o máximo possível caso ele tentasse algo.




Histórico:
Nome: Klaus Sunwizer
Número de Posts: 17
Ganhos:
N/A
Perdas:
750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01
NPC's:
N/A
Ferimentos:
Rasgo na Testa 1/4
Supercílio rompido 1/4
Ferida no Queixo 1/3
Hematomas pelo corpo 1/6
Objetivos:
N/A

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CsHkSDy
Créditos : 19
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Ascensão Pirata - O início. Qui Set 30, 2021 2:50 pm


Relâmpago Kirinha


O final da batalha tinha seu início, Klaus e seu oponente estavam naquela espécie de Arena desregular, fruto das estranhas habilidades do Agente. Este último lançou uma série de pedras de diferentes proporções, algumas ganhavam um aumento considerável no tamanho, já outras, continuavam do mesmo jeito – Merda! – Reclamou ofegante, sua respiração estava irregular, o suor escorria como se seu corpo fosse uma nascente, era claro que ele estava em seu limite.

Sunwizer avançou esquivando-se das pedras com maestria, seu estilo de combate era simplório, como um bom lutador, resolvia seus problemas com os punhos e pés. Diferente do seu inimigo, ele contava com um acervo de energia que podia usar, abusando novamente da sua velocidade, ele avançou. Esquivas carregadas pelo aspecto furtivo que o pirata tentava realizar, aproveitando do tamanho das pedras para esconder sua real localização. O Agente se preparou para o combate físico novamente, porém, seus braços não eram mais os mesmos. Como citado anteriormente um aspecto “gelatinoso” era visto, ainda sim, Klaus sentia seus golpes acertando os membros do seu oponente, era estranho, por mais que fosse diferente a textura do membro, era visível que os golpes estavam causando danos significativos.

A enxurrada de golpes não demorou a romper o bloqueio feito pelo homem, daí para frente, uma sequência inigualáveis de golpes foram conectadas em seu corpo. Em meio ao desespero que o acometia, ele tentou desferir alguns golpes na direção do pirata, que não foi afetado. Na verdade, Sunwizer usou até mesmo um deles, recebendo-o de forma parcial e desferindo em seguida um forte e brutal soco na face do homem. Enquanto golpeava, Klaus percebia o medo estampado na faceta do homem, diferente de antes, parecia que a figura orgulhosa da sua própria força, já não existia.

O último golpe foi conectado, a fúria, a vontade de acabar com a vida do seu oponente foram descarregados no próprio. No momento do impacto contra a parede, já não existia vida naquele corpo, o vencedor fora declarado. Contudo, não parava por aí, ao invés de tudo acabar bem como esperado pelo Pirata, ele percebia que a rachadura causada pelo corpo do agente enfiado na parede aumentava e se espalhava em diferentes direções. Aquela estrutura em questão de segundos se partia, levando aquele amontoado de terra e rocha para o chão, e Klaus estava no meio. Ele tentaria fugir dali? Ele arrumaria um par de asas? Ou acabaria soterrado? De qualquer maneira sua última visão era da Cidade de Lvneel, era possível ver um grupo com vestimentas brancas indo na direção que ele estava.


Histórico:

Posts: 17
Ganhos: -
Perdas: -750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01

Ferimentos:
~ Rasgo na Testa 02/04
~ Supercílio rompido 02/04
~ Ferida no Queixo 02/03
~ Hematomas pelo corpo 02/06

Legenda:
Marinheiros
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Tripulação de Klaus
??
Agentes
Lobo Alfa

Aparência
Marinheiro que chegou no Búfalo.
Astrid - NPC ACOMPANHANTE



_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Ascensão Pirata - O início. - Página 4 EBEAdF4X4AYyK13
Kira
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CTfWi4D
Créditos : 05
Re: Ascensão Pirata - O início. Sex Out 01, 2021 3:00 am





Ascensão Pirata - O início.

O combate finalmente chegava ao fim, e a cabeça do agente fincada na parede era o símbolo disso, logo que o mesmo perecia, sua construção começava a ruir, o tremor começava, a rachadura começava a se expandir e tudo começava a cair.

Eu mantinha minha mão segurando a cabeça do homem, e não o largava, eu ainda tinha um destino para aquele resto, e assim que percebia o desmoronamento da arena, eu buscava saltar, para um ponto distante de onde tudo aquilo caíria, pularia segurando o corpo do homem com a mão, apertando sua cabeça, como se fosse um animal mostrando sua presa abatida para aqueles que olhassem.

Ao cair, tentaria um pouso com os dois pés, usando das minhas habilidades acrobáticas para amenizar o impacto, enquanto tocava o solo, ao tocar, flexionaria os joelhos, no momento certo, buscando amenizar ainda mais o choque e assim me manter bem, segurando que terminaria de cair logo após eu tocar o chão, meu olhar era imponente e eu não demonstrava fraqueza, apesar de estar bem ferido e machucado, não podia deixar que nem meus homens, nem meus inimigos me vissem em um momento de fraqueza.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 AyVaTH2

Me colocaria de pé logo em seguida, mostrando que nada nem ninguém me impediriam de salvar Astrid, e agora, era isso o que eu faria. Observaria todos a minha volta, ao perceber os homens de branco vindo em minha direção, os olharia como uma fera, pronto para finalizar com suas vidas, e quando todos se aproximasse, estenderia o troféu, o agente que até então parecia ser o homem mais poderoso daquele lugar.

Ergueria seu cadáver à mostra, deixando claro que se algum deles tentasse algo, teriam o mesmo destino, ou pior.-Eu só quero que me tragam minha companheira! Claro, se não quiserem ter o mesmo destino desse verme aqui. O levantaria e então esmagaria seu crânio com a mão, igual ele havia feito com um dos meus homens.-Isso não é nada, ainda to só aquecendo! E então, vão trazer Astrid de volta, ou vão morrer um por um como gado? YEHEHAHAHAHAHA! Diria em tom animado, a insanidade tomava conta e a vontade de matar era explícita.

Meu olhar demonstrava tudo, um olhar intimidador tão penetrante quanto o da própria morte, observaria cada um deles ali dentro, esperando uma resposta, fosse deles, dos lobos ou dos meus próprios homens, caso tivessem achado a menina. Eu estava ainda sentia o combate anterior, e estava bem machucado, mas nesse momento, eu não podia mostrar isso a ninguém, e não fraquejarei, até Astrid estar segura no navio indo em direção a GL.




Histórico:
Nome: Klaus Sunwizer
Número de Posts: 18
Ganhos:
N/A
Perdas:
750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01
NPC's:
N/A
Ferimentos:
Rasgo na Testa 2/4
Supercílio rompido 2/4
Ferida no Queixo 2/3
Hematomas pelo corpo 2/6
Objetivos:
N/A

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CsHkSDy
Créditos : 19
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Ascensão Pirata - O início. Sex Out 01, 2021 1:15 pm


Relâmpago Kirinha


A ruína do Agente aconteceu de maneira clara, dos céus a estrutura criada pelo mesmo despencou em alta velocidade. Blocos imensos caíram, causando estrondos audíveis por toda Lvneel, era algo atípico para a região até então tranquila. O subsolo sofria o pior, já que um amontoado de terra atravessava o buraco criado pelo homem do governo, soterrando a área onde anteriormente Klaus estava lutando. Segundos após a queda do Pirata – em pé –, ele escutou um uivo, parecia que o Alpha estava o avisando que tudo estava bem ou quase isso, talvez fosse um pedido de ajuda? Uma forma de localizar os seus semelhantes? Não dava para ter certeza.

O agente caiu um pouco depois de Suwnizer, seu corpo já sem vida bateu com tudo no solo. O som pesado do corpo se chocando contra o chão, mostrava a real derrota do homem, que estava com seus olhos abertos, esbranquiçados. Sunwizer, por outro lado, notou rapidamente a presença daquele estranho grupo de branco, com o objetivo de mostrar seu ímpeto, ergueu o corpo do seu oponente segurando-o pela cabeça, como um caçador mostrando aos outros o fruto das suas ações. O troféu mostrava ao batalhão de quem Klaus se tratava, suas palavras perfuraram seus ouvidos como lanças, uma clara declaração de batalha. Contudo, ele não estava realmente bem. A luta foi intensa, as trocas de socos? Nem se fala.

Eu conheço ele! – Bradou um dos marinheiros, seus cabelos pretos espalharam com o passar dos fortes ventos, levando a poeira para longe. O homem folheou uma série de cartazes, Sunwizer não era capaz de ver as facetas estampadas naqueles papéis – Não é o tritão, nem o bode, nem o rinoceronte, ... será que é esse? – Falou o mesmo marinheiro olhando novamente para Sunwizer – Não, esse também não. Esse lobo também não, nem esse gigante, hum...ACHEI! – Gritou subitamente puxando o cartaz correto – Klaus Sunwizer, responsável por incontáveis mortes em Flevance, incluindo marinheiros, civis e mercenários. – Iniciou a leitura de alguns dos crimes de Klaus – Entendo, obrigado soldado Coby. – Uma voz diferente foi ouvida, um homem de aparência jovial e imponente, carregando uma espada alojada em sua cintura – Se você se render, levarei você para que pague pelos seus atos. Se tentar lutar, irei fazê-lo pagar aqui mesmo. – Suas palavras pareciam inflar os marinheiros ao seu redor, o pequeno batalhão composto por 15 soldados gritaram – CAPITÃO BLAZE! CAPITÃO BLAZE! – Aquela figura icônica se mantinha séria, olhando fixamente para o pirata.

Antes que pudessem reagir, um estrondo surgiu no subsolo. Blaze arqueou ambas as sobrancelhas, como se não entendesse o que era aquilo – Soldado James, tem algo aqui embaixo? – Indagou o mesmo com um olhar de dúvida – KLAUS! ESTOU AQUI. – Da pequena brecha a voz de Astrid viajou até os ouvidos do homem, ela aparentemente estava bem, contudo, no andar inferior daquela área. O que Klaus faria? Enfrentaria os marinheiros? Iria abrir espaço em meio à terra e rochas até Astrid?


Histórico:

Posts: 18
Ganhos: -
Perdas: -750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01

Ferimentos:
~ Rasgo na Testa 03/04
~ Supercílio rompido 03/04
~ Ferida no Queixo 03/03
~ Hematomas pelo corpo 03/06

Legenda:
Marinheiros
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Tripulação de Klaus
??
Agentes
Lobo Alfa
Capitão Edward Blazer

Aparência
Marinheiro que chegou no Búfalo.
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Capitão Edward Blazer



_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Ascensão Pirata - O início. - Página 4 EBEAdF4X4AYyK13
Kira
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CTfWi4D
Créditos : 05
Re: Ascensão Pirata - O início. Sex Out 01, 2021 3:21 pm





Ascensão Pirata - O início.

Os homens de branco se colocavam à minha frente, um deles folheava diversos papéis de procurados, e algum tempo depois, finalmente chegava ao meu e o homem comentava com alguém que parecia seu superior. Já este, sendo o comandante, pelo menos era o que deixava a entender, começava a babosear sobre algo como eu me entregar e bla bla bla.

Mas era óbvio que eu não me entregaria, e quando eu estava prestes a mostrar o motivo de um agente do governo, tão poderoso quanto esse marinheiro à minha frente, estar morto, Astrid gritava em alto e bom som, me dizendo onde estava. Eu a ouvia, e rapidamente um ar de alívio era sentido por todo meu corpo, como se um peso de toneladas tivesse sido tirado das costas, finalmente Astrid estava por ali, e parecia bem.

Eu olhava para aquele que me intimou e então dizia.-Olha só, eu não quero ficar nessa ilha, na verdade eu só estava de passagem, quando esse verme aqui capturou uma de minhas companheiras para fazer experimentos científicos, e olha só, não só ela, como esses meus amigos aqui também! Fiiiiuuuuiii! Terminava minha fala assobiando para que o Alpha e seus lobos se aproximassem.

Eu o olhava diretamente, minha convicção era inabalável, mas eu não queria brigar ali, e assim continuava.-Tá vendo esse merda aqui? Era o líder de tudo isso, não sei se vocês eram coniventes com tudo isso aqui, experimentos humanos, em minks e em qualquer outra raça, lá embaixo há várias delas… Esse é o governo mundial que deveria proteger a todos? Essa é a tal justiça que vocês perseguem? Meu olhar se tornava cada vez mais sombrio e cerrado, tão afiado quanto uma lâmina.

Nesse momento, eu jogava o corpo do agente no chão, aos pés daquele que era o comandante dos marinheiros ali naquele local.-Devem conhecer essa figura, ou pelo menos sabem quem é e qual era seu poder. Bom, isso não me importa, tá ai o resultado do que ele fez, eu só quero sair dessa ilha, só vim até aqui buscar provisões, não pretendo lutar, então acho que vocês poderiam ir embora. Assim cada um segue o seu caminho e ninguém mais morre, o que acham? Diria olhando diretamente em seus olhos, mostrando que eu não estava brincando.

Eu só queria tentar salvar Astrid e tirá-la daquele lugar, então, demonstraria isso indo até onde a queda das pedras tinha sido ocorrida, e começava a tirá-las do lugar, para assim poder descer até lá e soltá-la.

Porém, caso os homens ainda quisessem arrumar uma briga, eu obviamente não fugiria, e só gritaria para Astrid me esperar mais um pouco.-Loirinha, aguarda só mais um pouquinho, parece que os vermes aqui em cima não param de aparecer! Eu estaria preparado para enfrentar quem fosse, e como fosse, não me importava, eu sabia que estava bem machucado, mas certamente não fugiria de uma briga, ainda mais colocando a vida de companheiros em risco.

-Parece que o governo mundial ainda não entendeu, eu não sou alguém com quem eles podem lidar, eu vou destruí-los mais cedo ou mais tarde, poderiam apenas aproveitar a vida deles enquanto ainda tem… Hummf Diria olhando para os homens da marinha, enquanto me mantinha observando a todos eles, meu olhar era de desprezo deixando minha arrogância fluir como sempre, e os observaria para saber como iriam proceder finalmente.




Histórico:
Nome: Klaus Sunwizer
Número de Posts: 19
Ganhos:
N/A
Perdas:
750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01
NPC's:
N/A
Ferimentos:
Rasgo na Testa 3/4
Supercílio rompido 3/4
Ferida no Queixo 3/3
Hematomas pelo corpo 3/6
Objetivos:
N/A

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras
Formiga
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CsHkSDy
Créditos : 19
FormigaEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t766-takeshi-isamune https://www.allbluerpg.com/t768-capitulo-i-o-espetacular-takeshi-isamune
Re: Ascensão Pirata - O início. Dom Out 03, 2021 6:40 pm


Relâmpago Kirinha


Os marinheiros se entreolharam ao escutar as palavras do Pirata, enquanto Edward manteve seus olhos direcionados com atenção ao mesmo. Do solo - alguns metros atrás de Klaus - os sons dos lobos cavando para cima era audível aos presentes, o que fazia a maioria deles manter uma faceta confusa. Quando o primeiro lobo emergiu do mar de terra, os marinheiros deram um passo para trás, exceto Blazer, que manteve a inércia perante as novas figuras - Animais? - Perguntou um dos marinheiros ao ver os Lobos.

Enquanto falava, Sunwizer pôde perceber um cochicho por parte dos marinheiros, até que a balbúrdia foi interrompida pelo capitão - Silêncio! Como podem falar de maneira preconceituosa? São seres vivos, assim como vocês! - O Capitão da Marinha falou de maneira séria, mantendo sua atenção aos seus "inimigos" - eles são Minks, uma raça de um mar distante. - Concluiu e continuou escutando as palavras do pirata, mantendo ambas as mãos em seus bolsos - Governo Mundial? Não fui informado de nenhuma operação, na verdade, Lvneel conta apenas com a base da Marinha. - Disse o homem com um olhar sério, ele não passava dúvidas em suas palavras - Acredito que esteja enganado. - Finalizou, sendo seguido pelas falas daqueles em seu comando, apoiando suas ações e incriminando Sunwizer.

Edward arqueou uma das suas sobrancelhas ao ver os trajes que o corpo desfalecido do homem utilizava, provavelmente passou pela sua cabeça que aquilo tudo poderia ser verdade, entretanto, parecia que ele e seus homens tinham ido pelo caminho mais óbvio - É falsa! Essa não é a roupa dos funcionários do Governo.- Gritou um dos marinheiros. A cada grito que era dado, as feras ficavam mais agitadas, foi necessário que o Alpha tomasse a frente, ficando alguns centímetros à esquerda de Klaus, para que sua alcatéia se acalmasse.

A - Infelizmente não será possível sua ida, como um marinheiro, é meu dever o levar a justiça. - Disse Edward dando um passo para frente - Se o que você diz for verdade, poderá usar isso ao seu favor em sua audiência, talvez pegue uma pena mais branda. - Ao término da sua frase investiu com velocidade. Assim como ele, cerca de três lobos partiram na direção do mesmo - A muito tempo GRRRR eles não saem daquele lugar, estão cegos pelo sangue GRRRRR em suas bocas. - O Alpha bradou, observando seus semelhantes. A cena seguinte não era das melhores, Blazer colocou sua mão na espada que estava presa a sua cintura, fazendo todos ali - exceto os marinheiros - pensarem que ele era um Espadachim, entretanto, ele lançou para longe a arma branca e colocou ambas as mãos no chão, girando suas pernas, acertando golpes contundente nos lobos que vieram em sua direção.


Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Sanji-one-piece


O grito dos marinheiros sinalizavam que eles estavam com a moral alta, após ver o seu superior parando e contra atacando com facilidade a investida inimiga - Parece que você ainda não teve a dimensão de quem está na sua frente. - Vociferou o Capitão da Marinha. Antes mesmo que pudessem ordenar, seus homens partiram na direção de Klaus, do Alpha e dos lobos restantes. Eles usavam espadas, lanças e adagas, inclusive, uma lança voava na direção de Klaus e certamente o atravessaria se fosse acertado. Uma coisa interessante, era que dos quinze homens, um deles não participava da luta, na verdade, saiu em disparada na direção da cidade.

Histórico:

Posts: 19
Ganhos: -
Perdas: -750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01

Ferimentos:
~ Rasgo na Testa 04/04
~ Supercílio rompido 04/04
~ Ferida no Queixo 03/03
~ Hematomas pelo corpo 04/06

Legenda:
Marinheiros
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Personagens aleatórios: Civis, comerciantes e etc
Tripulação de Klaus
??
Agentes
Lobo Alfa
Capitão Edward Blazer

Aparência
Marinheiro que chegou no Búfalo.
Astrid - NPC ACOMPANHANTE
Capitão Edward Blazer



_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Fi6WMX7


Certificurso:
Curso Narrador AB, 2021
Ascensão Pirata - O início. - Página 4 EBEAdF4X4AYyK13
Kira
Ver perfil do usuário
Imagem : Ascensão Pirata - O início. - Página 4 CTfWi4D
Créditos : 05
Re: Ascensão Pirata - O início. Seg Out 04, 2021 12:17 am





Ascensão Pirata - O início.

Os homens a minha frente pareciam não saber de muita coisa do que acontecia ali, mas um deles me chamava atenção, o mesmo não demonstrava nenhum sentimento, sua face era tão neutra quanto uma estátua sem vida, eu o observava indiretamente, mas prestava atenção em todos ali presentes.

Os lobos finalmente conseguiam sair do chão, após terem cavado com todas as suas forças, eles pareciam completamente ensandecidos, estavam tão perdidos por terem passado tanto tempo longe da superfície, que pareciam querer matar tudo em seu caminho, até que o Alpha intervia, colocando sua liderança a prova e os fazendo pararem por algum tempo.

A conversa se estendia, ao ver os lobos os marinheiros começaram a cochichar, porém, um deles se mantinha firme e respeitoso com o que estava vendo, esse era o capitão daquele esquadrão, e ao ouvir suas palavras, eu então o respondia.-Você está certo, eles são minks! Minks que foram capturados e feitos de cobaia, agora você entende o que eu estava dizendo não é? Reconhece eles como minks normais? Ou vai dar o braço a torcer e perceber que tem algo errado? Diria de forma séria, ele demonstrava conhecer os minks assim como eu, e certamente não são uma raça agressiva como estavam demonstrando.

Meu semblante era sério, minha face deixava claro que eu não estava brincando de forma alguma, minha arrogância tinha sido posta de lado finalmente, e meu foco ali não era uma luta, a menos que fosse necessário, e mesmo assim, eu não lutaria para matar, afinal, eles não haviam feito nada de errado e só estavam cumprindo com seus deveres, não eram como os vermes que morreram antes.

Um de seus homens então ao ver o corpo do agente jogado no chão, dizia em voz alta que aquele uniforme não era o convencional dos agentes do governo, eu o olhava rapidamente e então respondia.-Você me parece ser apenas um soldado qualquer, não me leve a mau! Mas você por algum acaso, já cruzou com alguma equipe de cientistas do governo? Me desculpe, mas eu passei um bom tempo próximo de vocês marinheiros, e a única coisa que eu vi, foi o quão patéticos vocês são! Não se ofenda capitão, sei bem a força de alguém com sua patente, e por isso sei, que você sabe que eu não estou mentindo. Daria uma leve pausa e então continuaria.-Se é mentira, me diz então, quem são esses homens, se só existe um quartel general nessa ilha, vocês devem o conhecer, quem são os homens que trabalham pra ele? Tenho certeza de que se o capitão de vocês não sabe, vocês é que não vão saber.Diria o encarando olho no olho, sem demonstrar medo, mentiras ou qualquer sentimento, a não ser convicção e seriedade.

Em meio a troca de palavras, a alcatéia decidia atacar, e o Alpha mais uma vez se colocava a pará-los, se colocando ao meu lado enquanto os controlava, mais uma vez o capitão se colocava a falar, e logo eu o respondia.-Não me leve a mau capitão! Mas você e eu sabemos muito bem que isso não vai acontecer… Meu destino já foi selado, e eu sei o que me espera se eu for preso, e eu não tenho a mínima intenção de sair daqui algemado. O olharia de forma séria e logo mudava para um sorriso de canto de boca e continuava.-Eu gostaria muito que tudo isso fosse obra minha, acredite! Mas infelizmente, eu não fiz tudo isso, claro, eu matei esse merda ai, e talvez uns outros lá embaixo, mas eles mereceram, e suas vítimas, elas estão aqui, a nossa volta, basta os perguntar sobre, tenho certeza que vão se sentir muito felizes em dizer tudo, timtim por timtim. Dizia enquanto gesticulava, abrindo os braços e então os fechando, segurando uma mão com a outra à frente da cintura enquanto o olhava.

Porém, nada do que eu estava dizendo parecia fazer efeito, e quando eu menos esperei, a merda já tava fedendo, os lobos atacaram, completamente putos, parecia que eles estavam entendendo o que os marinheiros diziam, e como uma tentativa de defesa não só para eles, mas para mim, eles atacaram como bestas sem controle. Ao observar a situação, eu só conseguia ver eles avançando e o homem sacando sua espada e a jogando longe.

Sim, ele jogou a própria espada longe, porque um espadachim faria isso? Sei lá! Mas o homem demonstrava uma tremenda habilidade, e rapidamente colocava suas mãos no chão e começava a girar aplicando golpe após golpe nos lobos, os fazendo sentir contra quem estavam lutando.

Ao ver aquilo, era como um instinto, eu os olhava e então bradava de forma jamais feita antes.-PARÉM AGORA MESMO! SE NÃO OUVEM O ALPHA, OUÇAM A MIM, OU VÃO SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS! Logo abaixava o tom de voz e então concluía.-Acho que já deu pra notar que não sou tão bonzinho quanto o seu líder, não é? Se quiserem continuar com isso, eu vou cobrar um por um depois. Claro, se algum de vocês sobreviver contra esse homem. Terminava então quase que sendo interrompido pelos marinheiros avançando em minha direção.

Quando eu os percebia, meu punho se fechava imediatamente, mas eu não demonstrava nenhum sentimento, meu semblante era frio, minha expressão era calma, e eu apenas começava a me mover, como se realmente não quisesse os matar, mas precisava me defender.

Eu avançava contra os homens de forma séria e veloz, meus movimentos eram rápidos, girando para lá e para cá, esquivas rápidas, golpes precisos, mas usados apenas para apagá-los, sem morte, era como uma dança, buscava impedir movimentos de espada segurando seus braços e os retorcendo, enquanto aplicava chutes e socos em outros que tentassem se aproximar.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 800f22746d947b2bed520e074f8cdac0

Logo, eu percebia que uma lança vinha em minha direção voando como um projétil, e assim que eu a vi, busquei girar meu corpo em seu próprio eixo, seguindo o movimento da lança enquanto girava, a segurando pelo cabo e logo a arremessando de volta ao completar o giro, meu alvo? O homem que corria para a cidade atrás do grupo que avançava. Meu objetivo não era matá-lo, era apenas atingi-lo em algum ponto como perna, bem na coxa ou panturrilha, ou em seu ombro, dessa forma a fazendo atravessar e o impedir de correr, afinal, era estranho que um marinheiro fugisse enquanto todo o pelotão e seu capitão lutavam.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 Madara-naruto

Os homens continuariam e eu buscaria me movimentar da forma mais veloz e precisa possível, e enquanto me livrava de seus ataques com esquivas e bloqueios, buscava sempre acertar alguns golpes, os fazendo cair, e ainda assim, manteria minha visão tão rápida quanto meus movimentos, buscando sempre me proteger de mais algum golpe, e atacar quando tivesse a chance.

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 MediocreSandyAchillestang-max-1mb

Assim, enquanto lutava, prestaria atenção não só nos lobos, se haviam parado, mas também no capitão da marinha. Meu intuito não era uma guerra e nem a morte daqueles homens que eram inocentes, eu era um monstro, mas eu sabia separar quem era e quem não era culpado, e quando se tratavam de culpados, eu não me importava em ser chamado de demônio, monstro ou o que fosse. Deixaria nítido ao capitão, com cada homem caído, que eu não era o vilão ali, não daquela vez, apesar de ter matado um agente do governo, e que certamente, era alguém importante.




Histórico:
Nome: Klaus Sunwizer
Número de Posts: 20
Ganhos:
N/A
Perdas:
750.000 B$ - Provisões para Viagem - POST 01
NPC's:
N/A
Ferimentos:
Rasgo na Testa 3/4
Supercílio rompido 3/4
Ferida no Queixo 3/3
Hematomas pelo corpo 3/6
Objetivos:
N/A

_________________

Ascensão Pirata - O início. - Página 4 V5YJKwL

Pensamento
Fala
Extras