Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Kris, a Incrível Ninja

Página 5 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Shiori
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 EEEWL0c
Créditos :
46
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Kris, a Incrível Ninja Qua Ago 31, 2022 11:38 am
Relembrando a primeira mensagem :



Kris, a Incrível Ninja


Ren [Civil]

Não possui narrador definido.
Aberta

_________________

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 YHVeK1M

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 VYrwji0

Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 15, 2022 9:34 pm



Algumas coisas acontecem de maneiras estranhas, Ren é conhecida por flertar e ter desejos carnais acentuados, no entanto, ao ver Richard aquilo parecia ligeiramente diferente, ao ponto dela pensar até mesmo em não entrar em combate com ele ou pelo menos, ter uma chance de aproveitar da beleza encantadora do homem antes de enfrenta-lo. Infelizmente, a felina estava revestida por uma roupa que não conseguia revelar sua face, já que o líder Galante também é uma pessoa com fortes desejos carnais, talvez as coisas pudessem ser diferentes. De qualquer forma, ela permaneceu por um tempo considerável pensando no homem, enquanto tinha a confirmação que ele era o líder por sua irmã.

O combate continuava intensamente por ali, os homens e mulheres presentes se enfrentavam com fervor, indo de encontro uns contra os outros sem descanso. Richard por sua vez se mostrava sucinto em seus movimentos, atacando com maestria e obliterando um à um que surgia em sua frente, exibindo um pouco da sua força - Uma fã? Bem, se pudesse ver seu rosto seria melhor, talvez, até pudesse te deixar viva. – Falou o homem sem pensar duas vezes, mantendo o sorriso largo em sua face - Minha querida, se estivéssemos em outro momento eu faria questão de ficar de joelhos na sua frente, ainda mais se suas coxas estivessem próximos das minhas bochechas. – Continuou o homem de maneira clara e direta, se aproximando cada vez mais de Ren - Sua voz é linda, se por acaso sair viva daqui, me encontre em outro momento. – Ele piscou em direção a garota antes de acertar um chute tão forte em um dos homens de Kuroda, que foi possível ouvir o som dos seus ossos se partindo.

Bom, depois daquela breve interação os dois se afastaram, por conta do combate que acontecia por ali. A felina optou em ir atrás de um dos homens de Herzog, um daquele pequeno grupo que tinha vindo juntamente com o homem. De qualquer forma, a garota tinha algumas coisas preparadas para aquele movimento, porém, ainda não era hora de queimar suas cartas, afinal, ela tinha muitos inimigos para enfrentar. Ela atacou as figuras que estavam dando trabalho para suas companheiras, mantendo a distância e mandando algumas rajadas de eletricidade contra os homens, um deles prontamente saltou para trás, enquanto outro liberou rajas intensadas de fogo que se chocaram com o elemento lançado pela selvagem.

Diferente do esperado pela garota, o principal oponente focou-se em outros membros aleatórios, inclusive, Anzu também apareceu por ali, indo em direção do homem e tendo um confronto ligeiramente equilibrado, pelo menos, naqueles primeiros segundos. Por outro lado, Ren percebeu que dois dos homens de Richard vinham em sua direção, o que havia lançado aquelas chamas e o outro que tinha pulado para trás, eles simplesmente ignoraram Mari e Izzy, talvez sentiram que a verdadeira força daquele grupo invasor tinha da própria felina. Bom, eles eram rápidos, o primeiro revestiu seus punhos com chamas intensas e parecia vir para um confronto direto, no entanto, no último momento ele parou, lançando duas rajadas de chamas para ambos os lados, acertando os aliados e também inimigos. O realmente problema veio do outro homem, ele por um momento parecia sumir nas sombras, reaparecendo dentro da sombra de uma figura que estava ao lado de Ren, desferindo um corte de baixo para cima que atingiu a face da garota, que por pouco não teve seu lindo rosto ferido – agradeça ao seu reflexo. O problema maior foi que o movimento do homem parecia ser o golpe deu uma lâmina, seus dedos rígidos tinham um poder de corte invejável, que cortaram por completo a “máscara” usada por Ren. Aliás, no último segundo a garota usou o Geppou para se locomover com velocidade pelo ar, como se fosse uma espécie de “trampolim” - Eu preciso de você. – Richard surgiu em uma velocidade assustadora, sussurrando aquelas palavras no ouvido da mulher - Espero que aguente. – Concluiu o homem desferindo um chute na lateral do seu corpo, jogando-a contra o solo com selvageria.

Ele avançou em sua direção pisando no ar, indo com velocidade e um sorriso devasso em sua face. Seu objetivo? Parecia querer desferir um chute de cima para baixo na cabeça da Felina.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 15, 2022 10:35 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 31



Como eu já esperava, os golpes de Richard eram pesados e bem rápidos, com ele conseguindo me acertar em cheio sem muitas dificuldades. Se eu não fosse pra cima dele com tudo, muito provavelmente eu estaria sem sérios apuros, mas pra ser beem sincera, não era na força dele, e nem na dos coleguinhas, que eu tava prestando muita atenção. Não só ele tinha sido receptivo quanto aos meus flertes de antes, o que me deixou ainda mais excitada com aquele confronto, mas ao ver meu rosto, o sorriso safado na cara dele significava que ele aparentemente gostou bastante do que viu.

A cada momento que se passava eu ficaria mais contrariada. “Será que eu preciso mesmo continuar essa luta? O cara que atirou na Izzy já tá no fundo do mar…” Refletia. “Mas eu tenho um acordo com a Kuroda, o que ela vai pensar se eu tentar uma trégua com esse cara nessa altura do campeonato?” Dizer que tinha conflito em mim era pouco, e naquele momento a parte racional do meu subconsciente travava uma batalha feroz com o meu lado devassa. Afinal, um cara como esse loirinho era um em um milhão, e seria um grande desperdício só matar ele, ainda mais com minha irmã tendo se recuperado totalmente e eu não sendo uma moça particularmente vingativa.

Infelizmente, no momento minha única opção era continuar lutando, mas isso não significava que eu não podia me divertir um pouco com aquilo tudo. Agora já com meu rosto revelado, não fazia mais sentido manter o disfarce de “Kris”. Eu então usaria minhas garras para arrancar as roupas de ninja, revelando meus trajes usuais. Também aproveitaria para abaixar um pouco o decote, enquanto fitava meu oponente nos olhos com um olhar cheio de desejo. - Precisa de mim, é? - Responderia, sorrindo sugestivamente. - Cuidado com o que você fala, porque se cê continuar dizendo essas coisas eu vou acabar me apaixonando… - Mais uma vez misturaria chiste e brincadeira com verdade, uma vibe de “deus me livre, mas quem me dera” emanando de todas aquelas minhas falas e ações.

Logo em seguida, iniciaria minha transformação com a habilidade da Dádiva Lunar. Sem demora, meus cabelos cresciam e minhas pupilas mudavam para uma tonalidade vermelho-sangue, com meu corpo emanando alguns raios passivos de eletricidade como resultado da transformação. Agora que a super forte Anzu havia descido, eu não me preocupava muito mais com os outros aliados dos Galantes, meu foco seria todo no Richard.

Com a minha nova forma ativada e já sabendo mais ou menos como ele luta, eu usaria meu electro e minhas capacidades aumentadas pela nova forma para saltar na direção do líder, usando tais coisas como propulsão para aumentar a velocidade do salto, buscando me equiparar a dele. Ao chegar em uma distância corpo a corpo do bonitão, revestiria minha nekote com haki e tentaria acertar um arranhão em seu peito, já previndo que o golpe seria bloqueado ou esquivado. - O que você acha? Eu fico melhor de cabelo longo ou curtinho? - Perguntaria em um tom de deboche durante a troca de golpes, seguindo então com uma explosão de eletricidade ao meu redor, buscando evitar que ele tivesse tempo de me acertar mais um chute daqueles e fosse obrigado a aumentar novamente a distância ou bloquear. Depois disso, finalizaria com mais um disparo de raios vindos da minha boca, todo mirando em Richard. Eu não queria matá-lo, e mesmo que soubesse que precisaria fazer isso em algum momento, algo me dizia que eu ao menos devia brincar um pouco de lutinha antes de ir pra fase derradeira.

Como minha estratégia defensiva tinha funcionado até bem, e agora minhas capacidades físicas estariam aumentadas graças a Dádiva Lunar, eu manteria tudo beem parecido. Ficaria super atenta a seus movimentos, principalmente de suas pernas. Assim que o enxergasse vindo em minha direção com um chute ou coisa do tipo, usaria meu Busoushoku para endurecer a parte do meu corpo que ele mirava e tentaria bloquear o golpe dessa forma. Caso fosse possível bloqueá-lo colocando minha nekote na frente do movimento, o faria, afinal, era mais seguro do que tomar um ataque direto e depender apenas do Haki.

Como a minha resistência não era das maiores, esquivas também eram uma ótima opção, embora eu estivesse levemente cética se seria possível esquivar com sucesso dos ataques de um inimigo tão poderoso, comigo tendo tido problemas com isso até com os fracotes dos andares anteriores. Parecia mais correto focar no bloqueio reforçado com Haki, mas caso visse que existia uma abertura, ao invés de fazer esquivas convencionais, eu usaria meu Geppou para me impulsionar rapidamente no ar e saltar pra longe do golpe inimigo como se fosse um trampolim, seguido de uma pirueta pra me aproveitar do maior espaço que o saguão me proporcionava, tendo o golpe vindo de Herzog ou de qualquer um de seus colegas. Contra ataques também eram táticas vitais, e caso visse a oportunidade depois de uma esquiva ou bloqueio meu, eu responderia com um arranhão com a nekote bem no peito do adversário, e caso ele estivesse longe de mim, seria um mais um raio elétrico da minha boca bem no peito dele.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 15, 2022 11:39 pm



No exato momento em que o homem falou aquilo em direção a Ren, foi possível sentir a tensão sexual se instaurando por ali, principalmente nas caras e boas que ambos faziam - O que já era incrível conseguiu ficar ainda mais. – Disse o homem que parou o seu movimento, caindo alguns metros na frente da felina - Quantas voltas será que consigo dar nesse cabelo? – Falou com a expressão que indicava que o seu “tesão” estava nas alturas e bem, não era só aquilo que indicava o desejo que percorria suas veias. Ele ajeitava sua “peça” enquanto observava com maior cuidado as curvas de Ren, dando um sorriso ainda mais largo quando a garota ajeitava um pouco mais o seu decote.

A mulher partiu com velocidade que se equiparava ao homem, atacando com um movimento na direção do peito do homem, que se moveu para trás no último seguindo, recebendo um arranhão que não causava muito prejuízo em seu peito - Delícia. – Falou enquanto um pouco do seu sangue escorria pelo peito, era possível para felina ver que seu físico era bem treinado - Os dois, para ser bem sincero. – Continuou o flerte enquanto trocava golpes com a mulher, que usava sua eletricidade para atrapalhar as ações do homem, que por sua vez, tomava distância e voltava com sua invertida, usando unicamente suas pernas como forma de ataque.

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 Jin-mori-fight

O combate continuava com a garota disparando raios pela sua boca, o que pegou o homem de surpresa, mas, ainda sim não era capaz de chegar a de fato atingi-lo. Afinal, de alguma maneira estranha ele pareceu energizar suas pernas, criando uma espécie de barreira defensiva e também potencializadora, já que ao pisar no chão ele rachou por completo o mesmo. Em um movimento rápido, ele literalmente foi capaz de chutar a energia lançada pela mulher, enviando aquela carga elétrica em direção ao teto - Fico imagino várias maneiras de você usar essa eletricidade em mim. – Falava o homem com um sorriso largo em sua face, era possível ver que ele realmente estava gostando daquilo.

O homem se moveu com velocidade em direção a Ren, voltando a enfrenta-la em um combate corpo a corpo, mas, por algum motivo estranho ele parecia ter “guardado” aquela energia, já que suas pernas não contavam mais com aquele poder. Enquanto trocava golpes, era possível para felina ver o desejo nos olhos de Richard, que enfrentava seus golpes de frente, atacando ao mesmo tempo, esquivando, era como se fosse uma dança, talvez... uma dança do acasalamento? Bem, precisávamos ver para crer. De qualquer forma, era possível para a selvagem sentir o toque do homem, que usava suas mãos para deslizar pelo seu corpo, se movendo para o flanco da mulher e ficando bem “colado” em suas costas, talvez, fosse possível para ela sentir até mesmo o seu membro – Se fosse em outro momento... – Ele falou enquanto segurava em ambos os ombros de Ren, inclinando seu tronco para frente e ficando naquela posição de dominância, observando ainda mais de perto as curvas da felina.

Claro, ela não deixou parado, a energia elétrica o empurrou para trás com certa ferocidade, o que o deixou mais animado ainda – Você consegue ficar assim por muito tempo? – Aquela pareceu uma pergunta sincera e bem, aparentemente não tinha ligação com a duração em si do combate. Ele avançou novamente energizando suas pernas, desferindo um chute de cima para baixo que foi bloqueado pela mulher, no entanto, ela sentia que o impacto do golpe reverberou por todo seu corpo, mas, não foi capaz de sentir a dor graças a hipoalgia existente durante aquela forma, talvez, isso foi algo ruim dependendo dos seus gostos. O rapaz continuou, ele parecia agora desferir uma sequência de incontáveis chutes velozes, uma verdadeira torrente de chutes energizados na direção da mulher, exceto em sua face, isso ele parecia querer preservar. Ren sentia que seria difícil lidar com aquilo, claramente não era possível bloquear completamente os golpes, talvez esquivar fosse a melhor opção? Sim, mas, ele estava sorrindo, pelo jeito, tinha alguma carta na manga para caso a garota se afastasse dele.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 16, 2022 7:26 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 32



A nossa luta continuava, não dando sinais de que ia acabar tão cedo. E pra ser sincera, eu mesma tava torcendo secretamente pra que ainda pudesse continuar trocando golpes com aquele homem por muuito mais tempo. Durante a trocação ele às vezes se aproximava muito e me tocava de forma sugestiva, e embora eu não achasse aquilo nada ruim, já que eu perdia todo o fôlego quando algo do tipo acontecia, talvez já estivesse na hora de devolver na mesma moeda e ver se teria o mesmo efeito.

Tentaria me esquivar do golpe iminente usando meu geppou para pegar impulso no ar e saltar pra fora da trajetória dele. Caso não fosse o suficiente, faria rodopios no are um rolamento assim que tocasse no chão. Se por acaso visse que seria impossível esquivar, me concentraria por uns instantes e então usaria o Busoushoku para endurecer a parte do meu corpo que tava pra receber o próximo chute, tentando bloqueá-lo antes que me acerte.

Quando visse que teria a oportunidade para tal, me aproximaria dele o máximo possível, usaria o impulso proporcionado pela propulsão dos raios da minha pseudo forma sulong e tentaria entrar em curta distância dele, ao fazer isso, colaria meu corpo ao dele, pressionando meus torso em seu peitoral. Ao fazer isso, colocaria a mão esquerda na lateral de seu abdômen e a deslizaria lenta e sugestivamente até que ela ficasse sobre sua sua perna. Faria isso para que ele abaixasse sua guarda, afinal era claro como água que ele sentia uma atração beem forte por mim.

- …É normal se divertir tanto assim numa luta? - Sussurraria em seus ouvidos enquanto ainda naquela posição. - Pelo que deu pra sentir antes, talvez cê esteja se divertindo até mais do que eu. - Faria um sorriso sensual ao relembrar da troca de golpes anteriores. Apesar da forte tentação que eu sentia em continuar daquele jeito, aquilo ainda era um combate e um ataque precisava acontecer mais cedo ou mais tarde, e claro, era sempre melhor que o ataque fosse meu. Ainda agarrada nele, começaria a emitir uma onda de eletricidade em volta do meu corpo, liberando de forma a acertar qualquer coisa que estivesse em contato físico comigo, o que provavelmente jogaria Richard pra longe novamente.

Sim, eu tava pegando leve, afinal eu queria aproveitar cada momento da minha pequena interação com aquele cara quase perfeito. Nessa altura eu já não tava me importando tanto com a vingança, afinal, como eu já tinha concluído, Izzy passa bem e Fabian já havia pagado o preço de uma morte lenta e horrível pelo crime, além da multidão de Galantes que já matei hoje, claro. Além disso, provavelmente Richard também não tava lutando com tudo, afinal, deu pra perceber que ele fazia coisas como evitar me acertar no rosto.

Como minha estratégia defensiva tinha funcionado bem até então, e agora minhas capacidades físicas estariam aumentadas graças a Dádiva Lunar, eu manteria tudo beem parecido. Ficaria super atenta a seus movimentos, principalmente de suas pernas. Assim que o enxergasse vindo em minha direção com um chute ou coisa do tipo, usaria meu Busoushoku para endurecer a parte do meu corpo que ele mirava e tentaria bloquear o golpe dessa forma. Caso fosse possível bloqueá-lo colocando minha nekote na frente do movimento, o faria, afinal, era mais seguro do que tomar um ataque direto e depender apenas do Haki.

Como a minha resistência não era das maiores, esquivas também eram uma ótima opção, embora eu estivesse levemente cética se seria possível esquivar com sucesso dos ataques de um inimigo tão poderoso, comigo tendo tido problemas com isso até com os fracotes dos andares anteriores. Parecia mais correto focar no bloqueio reforçado com Haki, mas caso visse que existia uma abertura, ao invés de fazer esquivas convencionais, eu usaria meu Geppou para me impulsionar rapidamente no ar e saltar pra longe do golpe inimigo como se fosse um trampolim, seguido de uma pirueta pra me aproveitar do maior espaço que o saguão me proporcionava, tendo o golpe vindo de Herzog ou de qualquer um de seus colegas. Contra ataques também eram táticas vitais, e caso visse a oportunidade depois de uma esquiva ou bloqueio meu, eu responderia com um arranhão com a nekote bem no peito do adversário, e caso ele estivesse longe de mim, seria um mais um raio elétrico da minha boca bem no peito dele.





histórico:

arma:

objetivos:



Última edição por Terry em Seg Set 19, 2022 9:45 am, editado 1 vez(es)

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 16, 2022 10:21 pm



Ren estava em um combate ligeiramente diferente dos que já viveu, afinal, não era apenas um combate, mas sim, uma troca de carícias onde ambos estavam se conhecendo em meio ao caos existente por ali - E como não me divertir? – O homem respondia com um sorriso no rosto, um olhar penetrante que deixava claro os desejos que passavam pela sua mente naquele momento, ele queria a felina de todos os jeitos possíveis. Porém, mesmo com todo aquele flerte, as ações ainda sim carregavam um peso preocupante, já que se tratavam de duas figuras de força acima da média, qualquer pequeno erro poderia colocar um dos dois em um estado bem ruim.

Esquivas, bloqueios e troca de golpes ocorreram em um curto espaço de tempo, enquanto ambos continuavam com os movimentos sugestivos, os toques, olhares e os impacto que seus movimentos causavam. O Haki do armamento era mostrado por Ren e como forma de manter o nível, Richard também demonstrou ser um usuário de tal habilidade, chorando seus golpes de maneira sucinta. Aquilo continuou por mais algum tempo, até que o rapaz deu um salvo para trás, caindo em cima do balcão que outrora Kuroda foi lançada pelo mesmo - Chega! – Ele gritou com uma convicção invejável - Isso não irá nos levar a nada. – Continuou usando de todas suas qualidades físicas e também sociais para alcançar a mente dos que estavam imersos no combate - Desta vez, prefiro resolver isso em uma conversa. Você, pode me acompanhar? – Indagou o homem apontando para Ren, se mantendo atento aos movimentos alheios, inclusive, seus homens o cercavam como uma barreira impenetrável de proteção.

Ren sabia o que a aguardava, ele não queria conversar, na verdade, estava doido para liberar toda a vontade que tinha acumulado, seu desejo de se deliciar com o corpo da felina. Independente da resposta, a batalha parando ou não, todos ali escutariam a voz de um dos membros do grupo Galante, que entrava um tanto quanto esbaforido – A MARINHA! MIRU ESTÁ VINDO! – Quem era aquele homem? Talvez Ren não soubesse, mas, as expressões de Yelenna e Kuroda indicavam que ele era um problema - Acredito que para ambos os lados a presença dele é incomoda, diferente de outros, ele não irá “passar pano” para isso aqui. – Richard falava de maneira sucinta, ainda sentado – sendo protegido de possíveis ataques que pudessem ir em sua direção - Me encontre no Hotel Belucci amanhã pela manhã, precisamos resolver essa pendência. – Falava o homem em direção a felina, mantendo o sorriso devasso em sua face.

Claro, existia a opção de continuar o combate e pouco se lixar para o marinheiro, nesse caso, os galantes voltariam a atacar com fervor, inclusive o próprio Richard, que avançaria com velocidade contra Kuroda dando-lhe um golpe certeiro no face, sem chance de bloqueios ou esquiva. Ele parecia querer finalizar com aquilo, mudando ligeiramente sua postura, mas, até então não indo de encontro à Ren. Quem foi em direção a menina? O mesmo homem de antes que parou sua eletricidade com seu elemento próprio, ele avançava para um combate corpo a corpo, tendo seus pés e mãos revestidos pelas chamas, ele visava uma sequência de socos em chutes na altura do torso da mulher.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Seg Set 19, 2022 8:42 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 33



Quando eu menos esperava, algo bastante inesperado aconteceu. Pelo visto, Richard queria parar a luta e resolver as coisas na base da conversa, perguntando se eu não o acompanharia para algum lugar. Claro, eu sabia que a minha missão aqui era matar todos eles, e aquele convite podia muito bem ser uma armadilha, mas depois de tanto “estímulo” no nosso pequeno combate dá pra se dizer que o meu lado devassa estava vencendo a batalha contra meu lado racional por uma margem beem grande. E além disso, por mais forte que Richard fosse, eu não achava que ele seria louco o suficiente pra me atacar sozinho.

Antes que eu pudesse responder, porém, algum Galante aleatório apareceu falando que tinha um marinheiro problemático vindo pra cá. “Droga, não achei que a resposta da marinha fosse ser tão rápida!” Pensaria, enquanto olhava para os lados buscando possíveis rotas de fuga. Meu rosto estava exposto, e eu não estava nem um pouco a fim de receber uma recompensa pela minha cabeça, então eu tinha que vazar dali o mais rápido possível.

Richard então sorriu e me convidou para encontrá-lo no Hotel Belucci no dia seguinte, convite esse que eu nem pensei duas vezes antes de aceitar. - Vou estar lá! - Responderia fazendo um pequeno aceno com a cabeça, para então voltar meus olhares para minhas companheiras e aliadas, no intuito de fazer com que as palavras que eu tava prestes a proferir alcançassem todas elas.

- Gente, vocês ouviram ele, a marinha tá vindo! - Usaria minhas habilidades com discurso pra que meu tom fosse o mais claro possível. - A gente precisa voltar pro clube antes que eles cheguem, então vambora! - Concluiria, em seguida observando se alguma delas necessitava de minha ajuda pra andar, afinal, eu não iria deixar nenhuma delas pra trás.

Sairia então pela porta dos fundos, usando toda a minha experiência e habilidades furtivas pra tentar voltar logo ao meu Clube Safira sem que a marinha me visse. Tentaria correr sempre pelas sombras, me camuflando e escuridão e me escondendo em coisas como esquinas e latas de lixo caso acabe sendo necessário. Ao chegar no meu Clube, tentaria novamente ir pela porta de trás, evitando sempre chamar a atenção de qualquer bisbilhoteiro do lado de fora.

Em seguida, sentaria em uma das cadeiras e esperaria a volta de todo mundo, afinal, não fazia sentido dar os próximos passos sem que todo mundo estivesse presente. Eu imaginava que Agatha fosse encrencar com o fato do Richard e alguns Galantes terem sobrevivido ao ataque, afinal o nosso acordo era o extermínio de todos, mas eu tava confiante de que poderia usar minhas habilidades sociais para convencê-la de que esse resultado foi até melhor do que o planejado.

- Bom, não conseguimos exterminar todos e tocar fogo na base, mas o estrago foi grande e a mensagem foi dada. Quem mais mexer com a gente vai sofrer o mesmo destino. - Explicaria para minhas aliadas em um tom confiante e conciliador, só depois que todas tivessem chegado. - Além de tudo, amanhã vou encontrar com o líder dos Galantes no Belucci pra negociar, e vocês todas sabem o quão boa eu sou nisso. - Faria uma piscadela, voltando então minhas atenções para Kuroda.

- Kuroda, eu sei que o nosso combinado foi o extermínio dos Galantes e tal, mas cê não acha que um tipo de aliança nossa com eles pode acabar sendo um resultado ainda mais vantajoso? - Perguntaria, no intuito de persuadi-la. Nós éramos do submundo, e a Agatha entrou nessa só pelos negócios, e uma aliança entre um grupo dominante como o de Richard e a gente com certeza seria super lucrativo. E como o encontro seria no Belucci, todas ali sabiam que não poderia ser uma armadilha.

- Só preciso de dois dias Kuroda, se eu não conseguir a aliança até lá, o Clube é seu. - Faria minha generosa oferta, afinal, não custava nada pra ela esperar esse tempinho. Depois disso, pediria pra Bell cuidar das minhas poucas feridas, comeria alguma coisa e então procuraria um lugar pra dormir, no intuito de estar bem descansada para o meu encontro do dia seguinte.






histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Seg Set 19, 2022 4:25 pm



A presença da marinha atrapalhou os planos de Ren, mas foi responsável principalmente por jogar um balde de água fria no que Richard estava planejando. O combate acabou de maneira repentina, claro, isso podia ser algo extremamente ruim para Ren, afinal, agora os galantes sabiam o poder do seu grupo, quiçá pudessem fazer um ataque direto em outro momento, mesmo que aparentemente as intenções do líder daquele grupo não fosse ele. Anzu ficou com uma expressão confusa, que foi compartilhada por todas as outras figuras de destaque naquela ação, principalmente Kuroda, que parecia ligeiramente incomodada com tudo aquilo.

Não demorou para que o grupo partisse dali, de maneira um tanto relutante por parte de Agatha e principalmente Yelenna, que pareceu ponderar por algum tempo o que fazer, mas, partiu em seguida com sua face externando todo seu descontentamento. Eles partiram pela parte do fundo, passando pelo corpo dos galantes e também dos homens de Kuroda, que haviam perdido sua vida naquela ação que não teve uma finalidade, pelo menos, não a esperada. Ao sair dali cada um foi para seu lado, Kuroda tomou uma rota diferente, assim como Yelenna que partiu irritada destruindo a estrutura existente por ali, atravessando a parede literalmente na base do soco.

. . . Algum tempo depois no Clube Safira . . .

Ren foi uma das primeira a chegar no ambiente, junto com sua trupe - Isso é estranho, qual motivação dele em querer conversar? - Anzu falou aquilo repleta de confusão e dúvida, afinal, tudo tinha sido muito estranho. A felina não demorou de falar um pouco sobre o ocorrido, ressaltando também que a mensagem havia sido dado e realmente, aquela era uma das mensagem já dadas - Você não acha isso perigoso? - Indagou Izzy - Não vá sozinha, deixe que a gente te acompanhe. - Completou Mari. Kuroda não demorou de chegar, ela estava acompanhada por cerca de três homens e sua expressão não indicava boa coisa - Não acho. Eles são fortes, agora sabem que eu e você estamos juntas, não acha que isso trará um problema futuro? – Falou a mulher de maneira direta e reta - Tsc, mas não é como se eu tivesse uma excelente relação com eles... – Continuou a mulher ouvindo as palavras da selvagem - Dois dias. – Ressaltou o prazo - Mais que isso, terá um novo inimigo além dos Galantes. – Falou de maneira ríspida, como a própria Ren sabia, ela só tinha entrado ali pela vantagem que teria, mas ela claramente poderia conseguir um acordo melhor com Richard e sua trupe.

De qualquer forma, não demorou para aquela simples reunião acabar, Yelenna não havia dado suas caras, provavelmente estava estressada por aí, será que Ren tinha feito uma nova inimiga? Bem, não dava para saber. Por fim, Mari cuidou de todos os feridos com o que tinha por ali, para sorte do grupo, nenhuma das quatro estavam com danos sérios. E bem, Ren conseguiu dormir por ali, Anzu havia ficado acordada de guarda, a mulher estava apreensiva e esperando o pior.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Ter Set 20, 2022 10:26 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 34



Como esperado, eu tinha conseguido firmar um novo acordo com a Kuroda. Agora, eu tinha dois dias pra firmar uma aliança entre a gente e os Galantes, o que com certeza seria positivo pra todos os envolvidos já que uma coalizão dessas de certo seria forte o suficiente pra intimidar qualquer outro grupo dentro ou fora da ilha que queira tomar nossas fatias dessa enorme pizza que era o mundo do crime da República de Hoxter. Foi Richard que teve a iniciativa de propor uma trégua, então imaginei que um acordo desses fosse apenas o próximo passo natural, com o meu ataque da noite anterior provavelmente tendo servido como prova da minha força.

Bell e Izzy expressaram preocupação em eu ir sozinha, mas eu estava confiante em minhas habilidades, eu sabia me virar sem ajuda de ninguém caso isso fosse realmente necessário. De qualquer forma, como eu já havia concluído antes, era o Hotel Belucci, e eu duvidava que os Galantes fossem loucos o suficientes pra tentarem alguma coisa contra alguém poderosa como eu naquele antro de criminosos. Yelenna havia desaparecido, mas sinceramente ela era a última das minhas prioridades naquele momento.

Logo que acordasse no dia seguinte, cumprimentaria minhas companheiras e verificaria se tudo estava bem no Clube. Depois disso, faria um café da manhã rápido em algum estabelecimento próximo. Com tudo pronto, e vestida com meus trajes usuais, já estava na hora de ir até o Belucci ver o Richard, já que o combinado havia sido um encontro pela manhã. - Estou indo, como sempre, o comando fica com a Anzu enquanto eu estiver fora. - Faria uma piscadela depois de passar as ordens para minhas companheiras, bastante entusiasmada.

Sem perder mais tempo, saltaria no ar e começaria a dar várias pisadas pra baixo nele mesmo, me impulsionando com o Geppou para chegar mais rápido no meu destino. Mesmo com tudo isso, ficaria bem atenta aos meus arredores, afinal, nunca se sabe quando alguém poderia pular das sombras pra me atacar. Enfim, caso chegasse no Hotel sem mais problemas, iria para o saguão de entrada e olharia para os lados, observando bem o recinto para ver se conseguia enxergar Richard me esperando. Caso o recepcionista falasse comigo, o ignoraria completamente.




histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Ter Set 20, 2022 3:30 pm



A noite passou na República de Hoxter com certa calmaria, mesmo depois da pequena tempestade existente no interior da “base” dos Galantes. De qualquer forma, Ren acordava sem muitos problemas, vendo que tudo estava “ok” por ali, ainda sem a presença de Yelenna no local, mas, a mulher não era uma prioridade para felina. Após uma rápida alimentação, troca de trajes e afins, a mulher partiu deixando Anzu como de costume na liderança, saindo pelas ruas ligeiramente movimentadas.

A Rua do Divórcio era um lugar que em suma tinha um alto movimento no período noturno, mas ainda sim ela contava com um número considerável de pessoas no período do dia. Ren por sua vez desaprendeu a andar após aprender aquela nova habilidade com Yelenna, optando por ir saltando e novamente chamando a atenção daqueles que estavam lá embaixo, já que não era normal ver alguém voando por ali, ou pelo menos, por enquanto não era algo normal. De qualquer forma, não demorou para que ela cortasse a distância entre o Clube Safira e o Hotel Belucci, entrando no local sem qualquer problema.

O interior do Hotel já era conhecido por ela, não só por ter frequentado hotéis do mesmo ramo em outras ilhas, e sim porque foi ali que ela conheceu Kuroda anteriormente. Ainda no saguão principal não foi difícil para garota ver a figura da madrugada anterior, que utiliza roupas chiques, joias extravagantes e um visual que misturava um “bad boy” com um cantor de pop famoso - Ei! – Acenou o rapaz com um sorriso largo no rosto, ele estava não muito longe da posição atual da selvagem - Aqui tá muito cheio! – Continuou fazendo sinal com as mãos de que o lugar estava lotado e bem, não estava tão cheio assim, tinha cerca de nove pessoas no saguão principal do Belucci - Vamos no meu quarto? Assim teremos mais espaço para conversar. – Continuou o homem mantendo o sorriso e falando ao se aproximar da mulher.

A garota aceitando, eles subiriam – de elevador – alguns bons andares, ficando em um ponto alto do prédio. O corredor era chique, contava com um ambiente confortável, iluminado e bem ventilado - Como foi sua noite? Dormiu bem? – Continuou falando enquanto caminhava pelo lugar, até parar em uma porta um número “8”, abrindo sem mais delongas. O quarto era grande, bem diferente dos quartos nos andares inferiores, estava nítido que ali era um lugar onde apenas os mais influentes ficavam. Uma grande janela se mostrava existente em grande parte do ambiente, era possível ver quase que toda Hoxter dali, uma paisagem realmente invejável - Uma selva de pedra. – Bradou entrando no lugar.

O quarto contava com uma cama extremamente grande, armários, guarda-roupa e até mesmo uma cozinha com todos os itens necessários para preparar uma boa comida - Estava louco para lhe ver. – Disse enquanto pegava uma garrafa de vinho - Quer? Ou prefere algo mais quente? – Indagou mostrando o acervo, era possível ver a existência de diferentes tipos de bebidas por ali - Se me permite, não quero falar sobre nada por agora. – Continuou direcionando um olhar “selvagem” para Ren, ele estava comendo a garota com os olhos - E você? – Direto e reto, Richard estava pronto.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qua Set 21, 2022 3:08 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 35



Richard havia ido direto ao ponto, me levando a um quarto de luxo e até me oferecendo vinho. Não era difícil entender o que ele queria de verdade com aquilo tudo, era a única coisa que conseguia fazer homens baixarem a guarda na frente de alguém altamente perigosa como eu. Não seria difícil aproveitar a oportunidade para me livrar dele e fazer tudo parecer um acidente, mas aquele tava longe de ser o meu objetivo quando aceitei esse encontro. Desde a noite anterior, eu não tinha conseguido tirar a nossa “luta” da cabeça, e eu estava muuito afim de terminar o que a gente começou.

- O vinho pode ficar pra depois, quando a gente for falar de negócios. - Responderia, com um sorrisinho malicioso no rosto. - Eu sei o motivo principal de cê ter me chamado aqui, e você com certeza sabe o motivo de eu ter aceitado. - Falaria andando até a janela, fechando as cortinas, ou a própria janela caso fosse o único jeito de bloquear a visão de fora. - Vamos? - O encararia nos olhos depois de terminar, colocando lentamente meu indicador sobre meus lábios, indicando que agora era hora de falar com nossos corpos e não com palavras.

Andaria lentamente na direção do humano, ainda encarando-o enquanto me aproximo. Iria bem devagar, balançando os quadris no intuito de provocá-lo. Uma vez que chegasse em uma curta distância, pressionaria mais uma vez meu corpo contra o dele, colocando-o contra a parede, e então colocaria ambas as minhas mãos em seus ombros. Ficaria alguns segundos naquela posição sem falar muita coisa, apenas deixando que ele sinta minha respiração. Em seguida, lhe daria um pequeno beijo na bochecha, pra depois sussurrar em seu ouvido esquerdo. - Vamos nos divertir. Leve o tempo que quiser, Richard... - Feito isso, me divertiria junto com o loiro até que ambos estivéssemos satisfeitos, não importando o quanto tempo aquilo fosse levar.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qua Set 21, 2022 8:33 pm



Ren simplesmente deu o bote, não demorando para entrelaçar suas pernas no corpo do homem, indo pros finalmentes. Sim, aquilo durou, eles se beijaram, lamberam e fizeram tudo que tinham desejo. Repetiram o processo uma, duas, três vezes, aquela dupla era de fato insaciável, a cada “finalização” eles pareciam ter ainda mais fome um do outro.

Toma Toma

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 Cat-kitten

Vapo Vapo

O tempo necessário para que aquela dupla ficasse satisfeita durou toda manhã e meados da tarde -  Deveria ter treinado um pouco mais minha resistência. – Brincou Richard assim que tudo acabou, respirando fundo ainda na cama - Nem bem acabamos a primeira vez, já quero repetir. – Continuou o homem com um sorriso largo em sua face - Sabia que lutar assim era melhor do que acabou tudo no modo “normal” de se lutar. – Completou o rapaz mantendo a alegria estampada em sua face - Isso falou o problema que deu... – Comentando cortando sua fala no meio, talvez ele não quisesse compartilhar aquilo com Ren.

De qualquer forma, ambos estavam satisfeitos, era possível ver toda Hoxter dali e dava pra ter noção que já era de tarde - Vou pedir comida, quer algo? – Questionou o homem - Pensei fazer, mas infelizmente não estou com forças. – Finalizou o rapaz.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 22, 2022 2:31 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 36



- Também tô com fome, mas antes disso a gente precisa ter uma conversinha. - Falaria de forma beem casual, afinal, eu ainda estava animada depois de finalmente ter tido a catarse que eu buscava desde o dia anterior. A resistência dele era impressionante, eu nem conseguia lembrar a última vez que alguém conseguiu ir tanto tempo comigo. - Minha irmã falou que você é bom com as pernas, pelo visto ela tava certa em todos os sentidos. - Brincaria. O loiro também parecia estar de bom humor, o que apenas tornava aquele o momento perfeito para puxar um assunto importante como o que eu estava prestes a mencionar. - Eu quero muito saber mais sobre você, Richard... - Faria uma risadinha. - Afinal, não é todo dia que se encontra um homem tão perfeito. - Concluiria a bajulação com uma piscadela, embora também tivesse muita carga verdade naquelas palavras.

- Eu tô adorando o nosso pequeno encontro, e com certeza já quero ter muitos outros. - Comentaria, sorrindo. - Mas pra que isso seja possível, tem alguns assuntos que a gente realmente tem que resolver antes. - Meu tom ficaria um pouco mais sério ao falar aquilo. - Você atacou meu clube e quase matou minha irmã, em resposta, eu e a Agatha Kuroda atacamos sua base e fizemos um belo estrago. Com isso, acho que já podemos deixar nossas desavenças no passado. Estamos quites. - Colocaria minha mão esquerda em seu ombro, usando minhas habilidades sociais para deixar clara minha convicção.

Deslizaria minha mão esquerda pelo seu bíceps, tentando usar a atração que ele sentia por mim como arma naquela negociação. - Mas uma trégua não é tudo que eu quero propor. - O olharia nos olhos, sorrindo sugestivamente. - Eu adoraria ter você como aliado, ou talvez mais que isso... e depois da luta de ontem, imagino que nós três juntos teríamos força o suficiente pra fazer frente a qualquer outra facção de Hoxter. - Colocaria minha outra mão em seu rosto antes de continuar.

- Eu e Kuroda seríamos aliadas dos Galantes, ajudando vocês em qualquer conflito. Em troca, vocês parariam de atrapalhar os nossos negócios, mas ainda ficariam livres pra atormentar os outros criminosos da ilha. Tudo o que pedimos é que cês façam vista grossa quanto às nossas atividades. - Finalizaria minha proposta com uma carícia em seu rosto, tentando usar em conjunto todos os meus conhecimentos para fazê-lo aceitar o acordo, levando a mão esquerda até os seus “países baixos”, erguendo em sua frente a metafórica tentação da maçã proibida. Depois disso, esperaria pra ver qual seria sua resposta antes de fazer qualquer outra coisa. - E então Richard, o que me diz?





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 22, 2022 3:26 pm



- Entendi, aos negócios então... – Falou o homem um pouco descontente, talvez ele quisesse continuar naquele clima agradável antes de entrar no assunto pertinente. Richard ouvia as palavras de Ren e a bajulação da gata dava certo, afinal, ela era dotada por habilidades que destacavam suas ações nesse sentido, além de claro, toda beleza e o silicone - Saber sobre mim? Bem, acho que não tem muito a lhe contar... – Ele continuou um pouco sem jeito, ainda um tanto quanto receoso em entrar naquele assunto, porém, o restante das palavras e ações da felina aos poucos passou a deixa-lo um tanto quanto receptivo - Não fui eu quem mandei atacar vocês. – Aquela era uma informação importante que poderia deixar uma pulga atrás da orelha da mulher, isso é, se ela não soubesse que a verdadeira líder dos Galantes é a mulher do prefeito.

- Sinceramente eu gosto de entrar em atrito com os outros chefes do submundo, porém, prefiro entrar em atrito de outro modo com as mulheres. Infelizmente, não tenho voz o bastante para me opor, na verdade... eu nem posso. – Disse em um tom triste, mas logo tentou mudar de assunto - Eu ainda não falei com a chefe sobre ontem, apenas comentei por cima. – Disse com um certo receio – Estou pensando em como fazer isso sem estragar tudo, sinceramente, estou de saco cheio disso tudo... mas estou preso. – Aos poucos ele parecia revelar todos seus segredos - Kuroda é uma amiga e inimiga de longa data, não é como não nos conhecêssemos. Tínhamos um acordo e ela acabou quebrando, infelizmente, não acredito que ela permita que isso passe em branco. – Richard continuava em um tom tranquilo, mas carregado de tristeza quando falava especificamente sobre a relação dos dois - O problema é que a Kuroda é uma ferramenta de confiança de Shinsuke, então fica um pouco complicado lidar diretamente com ela. – Ren sabia disso? Ela conhecia aquele nome? Era algo a se atentar se quisesse continuar respirando livremente.

Ele respirou fundo e parou por alguns segundos - Ainda tem o governo, é uma situação completamente bagunça aqui em Hoxter. Aliás, por que você veio para cá? Entre tantos lugares mais tranquilos, porque abrir um Clube logo aqui? – Ele se mostrava interessado em conhecer um pouco mais da história de Ren - Posso tentar, como falei... não é interessante brincar com a Kuroda de maneira tão incisiva, mesmo que exista algumas formas para isso. Mas você minha pequena gata... – Falou voltando sua atenção para mulher que o tocava, dando-lhe um beijo - Tem que tomar cuidado. – Disse em um tom mais sério, porém, não como uma ameaça - Existem muitos peixes grandes aqui em Hoxter, não sei se consigo lhe proteger de todos. – Aquilo era bom para Ren? Não dava para saber ao certo, ao que parecia, Richard estava cada vez mais tomando ela para si - Vou tentar fazer que o que aconteceu na noite passada não caia em seus ombros, mesmo que para isso tenha que dar cabo de alguns homens a serviço dela nos Galantes... esses merdas que não me respeitam. – Disse com um certo rancor - Bom que já relaxo um pouco. – Completou enquanto olhava em direção ao teto.

De qualquer forma, parecia ter mais ali para Ren descobrir, mas ela precisava acessar aquilo usando todas suas habilidades e malícia, não seria um trabalho tão fácil assim. O homem voltou a beijar o corpo da felina, enquanto deslizava sua mão pelo mesmo.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 22, 2022 4:38 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 37



Richard se mostrava hesitante em aceitar minha proposta, mas eu não planejava desistir aqui. Se eu não conseguisse firmar essa aliança, Agatha tomaria meu clube e eu perderia minha única propriedade na ilha até agora, e se eu tentasse enfrentá-la, perderia a boa relação que havia tentado construir entre nós duas. E por mais que eu realmente não quisesse fazer isso, caso Richard continuasse sendo tão cabeça dura, eu seria obrigada a cortar sua garganta ali mesmo, pois eu não estava disposta a arriscar tudo por um cara bonito, ainda mais agora que eu já estava “satisfeita” por ele. Por mais que nós dois tivéssemos segurado nossas forças na noite anterior, eu já tinha conseguido avaliar que era mais forte do que ele, e com nós dois sozinhos, a vitória com certeza absoluta seria minha. O líder disse que não havia sido ele quem mandou atacar meu clube, o problema era que ele não tinha como provar isso, o que fazia com que no fim das contas minha percepção dele não mudasse nem um pouco. Ele podia muito bem estar contando uma lorota pra me fazer simpatizar mais.

Enfim, no momento tava na hora de continuar a negociação, e dessa vez eu ia usar tudo o que tinha à minha disposição. Minha sedução não tinha funcionado, então tava na hora de apelar pra outros meios. Pelo visto eu ainda não havia conseguido convencê-lo de que uma aliança conosco seria benéfica, e ele também parecia me tratar como alguém que precisava ser protegida, o que sinceramente havia me irritado um pouco, mas eu usaria minhas habilidades de dramaturgia pra não deixar isso transparecer. Ele havia dito que estava preso à sua chefe, a mulher do prefeito, Alexandra Von Moltke. Isso era algo que com certeza seria útil fuçar um pouco pra descobrir do que se tratava de fato. - Você está preso à mulher do prefeito de Hoxter, Alexandra Von Moltke, é isso? - Perguntaria, mostrando que já sabia da identidade da tal chefe, e também fingindo estar super preocupada com ele. - O que isso significa? - Questionaria, tentando parecer genuinamente interessada no bem estar do meu novo amigo.

- Seu passado com a Kuroda não me pareceu muito relevante pra ela. - Faria uma risadinha ao ouvir ele fazer todo aquele dramalhão. - Ela já concordou com essa aliança, eu estou aqui negociando em nome de nós duas por sinal. - Responderia com a verdade, sem precisar fingir nada, afinal era o que de fato tinha acontecido. - Não sei quem é Shinsuke, mas você não precisaria lidar diretamente com ela, o intuito dessa aliança é justamente que vocês lidem menos um com o outro, e não mais. - Tentaria usar um tom compreensivo e claro, para que ele entenda bem sem se ofender. - Tudo o que pedimos é que os Galantes parem de interferir com nossos negócios. - Repetiria, enunciando bastante as palavras pra não deixar dúvida qualquer no ar. - É um acordo super simples. Você não mexe nos assuntos nossos, nós não mexemos nos assuntos de vocês. Cada um fica no seu quadrado. - Concluiria, cruzando os braços. - Se você não quer mesmo estar no mesmo espaço físico da Kuroda por algum motivo, meu pessoal pode fazer a ponte entre vocês. - Sugeriria.

- Primeiramente, eu não abri clube algum, apenas comprei um que já existia e dei um nome novo. - Clarificaria isso, novamente fazendo uso total de minha proficiência em discurso. - Quanto ao local de escolha, o motivo é simples, é onde tem mais clientela. - Faria o possível para usar minha dramaturgia e não deixar meu sarcasmo e acidez transparecem no diálogo seguinte. - Sinceramente não tenho medo de qualquer poderoso aqui dessa ilha. O seu grupo disparou um só tiro de pistola no meu clube e você viu qual foi o nível da minha resposta. Pode confiar, qualquer outra agressão, de quem quer que seja, será respondida com ataques muito piores. Essa foi a mensagem que eu quis passar. - Novamente usaria minhas habilidades sociais para deixar tudo aquilo bem claro, para que pudesse melhor persuadi-lo.

- Aliás, Richard, você não precisa me proteger. - Faria um sorriso caloroso, e então uma carícia em seu rosto. - Por mais que você não tivesse lutado com todas as forças ontem, já ficou claro pra mim que eu sou a mais forte entre nós dois. - Misturaria um pouco de blefe no meio daquela verdade. - O que você viu foi menos de 10% da minha força total, por isso, você teria muito mais a ganhar em uma aliança comigo do que eu mesma. - Faria uma risadinha. - Eu gostei muito de você Richard, por isso aceitei o convite pra vir aqui. Mas que algo fique bem claro, eu sou uma capodecina do distrito do prazer, e nossa oferta de aliança não é um pedido de ajuda meu, e sim uma oportunidade pra que você e seus amigos venham para o lado vencedor. - Colocaria um pequenino tom de ameaça ali, apenas para mostrá-lo que eu não estava brincando em serviço. - Meu objetivo é chegar no topo do submundo do crime, se pra isso eu tiver que esmagar a Alexandrinha, a Kuroda, esse Shinsuke, ou qualquer outro, tenha certeza que eles não viverão por muito tempo. - Cerraria os olhos como uma gata encarando um camundongo. E então faria um aperto carinhoso no nariz no loiro. - Não tenho medo de virem bater na minha porta, afinal, sou eu quem bate nas portas. - Finalizaria, para então novamente esperar a resposta do rapaz.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 5 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 5 26613303cf
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 23, 2022 2:47 pm



-Ah... então você já sabe. – Falou o homem sem apresentar surpresa - Em um momento que estava na merda ela me ajudou, não só a mim como minha irmã. – Pontuou com um certo desprezar - O problema todo é que agora ela me tem nas suas mãos, inclusive, tem minha irmã e meu pequeno sobrinho sobre sua tutela, unicamente como forma de me manter “na linha”. – Tudo ficava claro com certa velocidade, Richard não era alguém que servia Alexandra por bel prazer, na verdade, ele estava sendo obrigado a isso - Infelizmente as coisas são como são, não é uma vida ruim, mas não é a vida que eu desejei... pelo menos, não para eles. – Comentava com bastante dor em suas palavras, era possível para Ren sentir – mesmo que não ligasse – que o homem de fato, não era alguém ruim.

O homem continuou ouvindo as palavras da felina, que deixava claro todo seu ímpeto, mesmo que disfarçasse alguns pontos - [color=#748269]Eu vejo o benefício que é, mesmo que você não saiba quem é Shinsuke, aliás, deixo um alerta. Kuroda é dita como uma peça confiável desse homem, que por sinal, é o líder do Distrito do Contrabando, o próprio imperador. Ele ria da fala da mulher, não com desdém, mas porque realmente achou “engraçado” o modo com que ela falou da sua força - Entendo, realmente uma luta entre a gente eu estaria na desvantagem. – Ele esperava que aquilo não a ofendesse, até mesmo pedia desculpa logo após a gargalhada -Como falei, eu acredito no benefício dessa parceria, não só no âmbito do Submundo, mas entre a gente também. – Pontuava seu interesse.

De qualquer forma, o silêncio reinava por um curto espaço de tempo - Irei tentar fazer o necessário para que isso ocorra, tenho algumas ideias que posso usar, preciso sujar um pouco as mãos, mas isso não é problema, afinal, vale apena. – Disse com o sorriso em sua face – E... se eu precisar de sua ajuda, está disposta a isso? – Ren sabia onde ele queria chegar, já tinha deixado claro toda sua situação existente em sua vida. Ele ficou apreensivo naquele momento, esperando uma resposta positiva, era possível que a selvagem sentisse isso vindo dele. Independente da resposta, ele pediria a comida que não demoraria a chegar em seu quarto, comida farta, chique e saborosa - Aproveite a comida. – Bradou o homem permanecendo por ali - Quero derrubar Alexandra. – Falaria Richard enquanto comia - Isso é difícil, mas eu quero fazer isso. Assumir o comando, proteger minha irmã e minha sobrinha. – Continuava falando como se fosse um sonho distante.


Histórico: