Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
IV - You'll never see me cryOntem à(s) 11:40 pmporJohnny BearCréditosOntem à(s) 11:29 pmporSkÿllerOs Infernais - Um Tesouro Banhado em SangueOntem à(s) 11:15 pmporDeepKris, a Incrível NinjaOntem à(s) 10:46 pmporFormigaNa busca por sinaisOntem à(s) 9:38 pmporOverLord~Voracity~Ontem à(s) 8:20 pmporShioriI know what I want and where I'm goingOntem à(s) 5:34 pmporAnthony DiorQuanto Vale o ShowOntem à(s) 4:40 pmporMendoncaRecomeçosOntem à(s) 3:08 amporFaktorIndicaçõesSab Out 01, 2022 10:06 pmporKenshin

Kris, a Incrível Ninja

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
Shiori
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 EEEWL0c
Créditos :
46
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Kris, a Incrível Ninja Qua Ago 31, 2022 11:38 am
Relembrando a primeira mensagem :



Kris, a Incrível Ninja


Ren [Civil]

Não possui narrador definido.
Aberta

_________________

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 YHVeK1M

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 VYrwji0

Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qua Set 07, 2022 8:56 pm



Ren se alegrava ao ver sua irmã recuperava, realmente, aquilo era bom Não iria morrer tão fácil assim! - Brincou a irmã dando uma pequena gargalhada. De qualquer forma, a proprietária do Clube estava pronta para revelar sua jogada, dando algumas ordens, isto é, em um lugar reservado, um dos cômodos que o lugar contava. Bom, ela logo começou a explicar suas vontades e também o que havia pensado - Certo! Pode deixar comigo. - Falou a irmã de maneira animada - Como não irei lutar, então, já me sinto útil de alguma forma. - Completou a jovem - Eles vão cair na minha lábia fácil, fácil. Daremos o troco! Eles não perdem por esperar! - Continuava no tom animado, com um sorriso largo em sua face.

A felídea continuou a falar, dessa vez com a tenção voltada para as outras duas componentes do trio parada dura Certo. - Bradou Anzu de maneira curta e grossa - Não é uma das melhores funções, mas, certo. Sim, eu consigo fazer isso, vou falar com as meninas também. - Completou a jovem Mari. Bom, ao fim de todo o falatório, o grupo parecia ter entendido suas respectivas funções e Izzy já saía do lugar em passos largos, provavelmente, daria seu próprio jeito para enganar o grupo rival. Aquilo era arriscado? Sim, ainda mais depois de terem a confundido com Ren, teria sido essa uma boa estratégia? Agora a felina precisava esperar para ter certeza.

O interior do clube estava tranquilo, Faktor continuava repleto de mulheres e bebidas, a proprietária conseguia ver que o tratamento havia mudado, certamente ele estava ainda mais confortável. Ninguém entrava no bar, além de claro, Yelenna que saiu algumas vezes ao decorrer daquela manhã, voltando com alguns lanches – Quer? Estava pensando em fazer uma visita aos Galantes, o que acha? Causar um pouco de caos, chamar a atenção para mim... estava pensando nisso hoje, talvez, seja uma boa. – A mulher falava enquanto mandava alguns sanduiches para dentro – Não sei se eles sabem da nossa conexão, talvez alguém tenha visto, mas todo mundo sabe que me pagando bem, eu faço qualquer coisa. – Finalizou a mulher esperando uma sugestão da gata.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qua Set 07, 2022 10:14 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 16



A sugestão de Yelenna era algo bastante tentador. Um encontro assim poderia permitir que nós possamos verificar com uma maior certeza qual é de fato a diferença de forças entre a gente e os Galantes. Eu confiava bastante na minha própria força, ainda mais agora que eu possuía coisas como o Busoushoku Haki e o Geppou, então imaginei que com a ajuda da instrutora e agindo com inteligência nós não correríamos sérios riscos de vida ou captura não. Meu lado sádico também gritava por isso, afinal, com certeza seria bem divertido já começar a espalhar um pouquinho de dor e sofrimento naqueles escrotos.

O único problema era que ir mostrando meu rosto em situações dessas talvez fosse acabar sendo um pouco complicado para alguém em minha posição, afinal, eu estaria me expondo muito e fazendo isso muito cedo, algo que não era desejável para alguém com um cargo tão alto no submundo como eu. Além disso, todo mundo sabe que revelar toda a sua mão no início do jogo nunca é uma boa ideia. Foi aí que uma ideia me veio em mente, um curso de ação que protegeria tanto minha identidade quanto causaria mais dúvidas em meus inimigos.

Ren não podia atacar os Galantes naquele momento, já Kris, a Ninja Escarlate, podia fazer isso sem problema algum. Um sorriso malicioso surgiu em meu rosto ao decidir isso, e eu em seguida já revelaria meu plano para Yelenna. - Acho uma boa ideia, mas eu vou ter que usar um disfarce. - Explicaria, em um tom resoluto. - Antes de irmos, preciso saber de cada detalhe de como vai ser essa nossa “visita”. - Requisitaria, cruzando os braços. - Quero fazer algo muito bem planejado, contra inimigos como eles fazer algo nas coxas só acabaria ferrando a gente no longo prazo.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 9:31 am



A ideia era interessante aos olhos de Ren, no entanto, ela ainda precisava de mais algumas informações para cair de cabeça naquela jogada – Um disfarce é uma boa, tem muita gente que não gosta deles por aqui, talvez dê um nó na cabeça deles. – Falava Yelenna levando a mão até o queixo, entrando em uma pose totalmente reflexiva – Vejamos... se eles acharem que podem ser atacados por outras pessoas, talvez isso seja bom pra gente. É bom irmos separadas, você primeiro, pode chegar metendo o pé na porta e falando que é uma mercenária que foi contratada para destruí-los. Na verdade, e se a gente observasse? Eles sempre saem em pequenos grupos, talvez, se a gente intervir em algum esquema deles e deixar alguém vivo para mandar o “recado”, seja uma boa também. – Completava a mulher dando algumas opções.

A brutamontes continuava pensativa em como lidar com tudo aquilo, existiam muitas opções para fazer alguns joguinhos e brincar com os Galantes, mesmo que fosse arriscado – Sinceramente, todas as opções parecem válidas para mim, o que acha? Ou podemos agir de maneira distinta, uma atacada a base e a outra pega algum grupo pelo meio do caminho, se eles estiverem indo cobrar alguma dívida, isso com certeza vai abalar eles. Atrapalhar os planos é sempre uma boa pedida! – Bradava de maneira animada. Bom, restava apenas Ren opinar sobre como prosseguir com aquele plano, ela iria atacar de frente? Iria “comer pelas beiradas”? Haviam muitas opções válidas e interessantes.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 10:33 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 17



Todas aquelas opções dadas por Helena eram razoavelmente boas, mas pelo menos pra mim, atacar os Galantes de frente com toda a força era o que fazia mais sentido, afinal, nós tínhamos menos recursos e uma guerra prolongada e de atrito não me parecia ideal justamente por nós termos menos estrutura. Além de tudo, por enquanto eu não achava que possuíamos aliados o suficiente pra causar o impacto que eu desejava. Eu, Yelenna e minhas subordinadas éramos beem fortes, mas esse embate seria contra a própria esposa do prefeito da cidade, não existia muito espaço pra erros.

Uma poderosa aliada que eu tinha em mente era Agatha Kuroda, uma outra capodecina do submundo que controlava todo o contrabando da cidade. Eu fiz negócios com ela ao chegar em Hoxter, e acabou que nós desenvolvemos boas relações. Como os Galantes atacam todos os outros criminosos, com certeza eles também eram uma pedra no sapato da Kuroda, então pra mim restava apenas convencê-la a se juntar a nossa pequena coalizão anti-Galanteadores. Além disso, Izzy ainda estava infiltrada na base dos inimigos, então o mais sábio seria apenas atacar depois que tivermos as informações extras que ela traria.

- Acho que devemos acabar essa disputa com um ataque direto, forte e decisivo. - Falaria para Yelenna, em um tom sério, cruzando meus braços. - Como você mesma tinha dito antes, eles são muito bem conectados e um conflito prolongado colocaria a gente em desvantagem. A gente correria até o risco de meterem a marinha no meio. - Explicaria, fazendo um sorrisinho malicioso. - A gente só deve atacar quando tivermos meios pra cortar imediatamente a cabeça da cobra. Será um nocaute, um ataque relâmpago. Vamos até a base deles, matamos todos lá dentro e depois colocamos fogo no lugar pra não sobrar nada.

Faria uma pausa de alguns instantes. - Com o fim de sua milícia, a Alexandrinha vai estar desarmada, e então poderemos partir pra parte final do plano e assassiná-la. - Suspiraria, ainda com aquela mesma expressão no rosto. - Só precisamos de mais duas coisas pra conseguirmos colocar isso em prática: as informações que a Izzy vai nos trazer, e pelo menos mais uma aliada poderosa. E quanto a essa aliada, você vai ficar feliz de saber que já tenho alguém em mente.

Eu então me encostaria na parede, ficando um pouco mais confortável. - Agatha Kuroda. É uma capodecina como eu, mas de um outro distrito. Ela tá aqui na ilha há bem mais tempo do que eu, e por isso tem muito mais influência, controla todo o contrabando que entra e sai de Hoxter. - Falaria, me lembrando das lições que havia aprendido dela. - Enquanto Izzy não volta, vou até o Hotel Belucci conversar com a Kuroda e ver se consigo convencer ela a se aliar com a gente. Você pode ficar aqui e vigiar o clube no meu lugar. - Sugeriria a Yelenna, e caso ela aceitasse, já começaria a trabalhar. - Ótimo, com isso resolvido e a volta da Izzy, a gente já vai poder começar a planejar melhor o ataque de fato. - Finalizaria, dando um tapinha no ombro de Yelenna e fazendo uma piscadela.

Antes de sair do clube, daria uma olhadinha pra ver se estava indo tudo certo com Fabian, e depois disso já deixaria o meu pequeno estabelecimento. Iria sem disfarce mesmo pois meu intuito era que minha colega capodecina me reconhecesse, e pra não perder tempo, usaria logo meu Geppou para atravessar os céus até chegar no Hotel Belucci que eu sabia que a Agatha gostava de frequentar. Chegando lá, iria até a balada e perguntaria até o barman que provavelmente me conhecia graças ao meu renome. - Oii, a Sra. Kuroda tá por aí?





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 10:58 am



A opinião de Ren foi dada com simplicidade, mas, que trouxe uma carga ainda maior de opções. Ela ainda necessitava do retorno de Izzy, isto é, se a garota retornasse de fato – Kuroda? Interessante, não sabia que tinha contatos tão bons assim. – Falou a Brutamontes com um sorriso largo estampado em sua face – Isso nivelam as coisas um pouco, se conseguirmos puxá-la para nosso lado. – Completava enquanto ouvia o resto das palavras que vinham da felina – Enquanto você vai lá, irei dar uma volta. Tentar bagunçar um pouco, mas sem fazer muito alarde. – Continuou enquanto caminhava em passos lentos – Não me entenda errado, não sou uma das suas funcionárias ou me importo de fato com o “bem” do seu estabelecimento, a segurança daqui é por sua conta. – Finalizava de maneira um tanto quanto ríspida, porém, suas palavras não carregavam nada além da verdade.

Ren teria que deixar a guarda do lugar para suas aliadas e ao passar pelo Clube, veria que Faktor estava por ali ainda, bem tranquilo até. De qualquer forma, seu caminho era ligeiramente longo, já que ela precisava cortar todo aquele distrito até o Hotel Belucci, onde buscava por Kuroda – A senhora Kuroda não está aqui, saiu a alguns minutos. – Falou um homem careca, de óculos e com uma barba rala, ele estava na recepção com uma expressão impassível no rosto. Para onde ela foi? Ren não sabia, precisaria dar seu jeito para encontra-la, afinal, não parecia que a figura na recepção iria passar alguma informação sobre uma das suas clientes. Por fim, caso retornasse às ruas, a mulher veria uma quantidade considerável de pessoas transitando por ali, vivendo de maneira pacata na bela Hoxter.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 11:47 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 18



Uma vez fora do Hotel Belucci, eu suspiraria fundo, levemente frustrada pela minha ida até lá ter sido uma completa perda de tempo. Agora restava apenas pensar sobre possíveis lugares onde Agatha poderia ter ido. Hoxter era uma ilha imensa, uma selva de pedra com uma alta densidade populacional, e se a minha colega não estivesse nos portos onde controla o contrabando, eu muito provavelmente estaria frita e teria que esperar sentada até que ela eventualmente voltasse até o Hotel. Como não tinha ninguém do submundo com um cargo maior que o meu em Hoxter, comigo e Agatha sendo as maiores representantes da organização na ilha, seria a coisa mais fácil do mundo inventar alguma coisa pra destruir a carreira daquele cretino da recepção que me forneceu esse problema, mas no momento meu foco tava no enfrentamento aos Galantes, então decidi deixar isso de lado.

Sem demora, usaria meu Geppou para ir até os portos o mais rápido possível, pois sabia que lá era onde as operações da minha colega aconteciam, embora eu também não tivesse a mais puta ideia do por quê ela estaria lá em pessoa tendo tantos funcionários tocando seus esquemas. De qualquer jeito, como eu não tinha mais nenhuma pista, era isso ou esperar no Hotel. Enfim, faria meu caminho até lá e ficaria com meus olhos bem abertos pra ver se eu conseguia enxergá-la nos portos, mesmo sabendo que a densidade populacional da ilha era alta e que encontrar uma pessoa só de cima, sem ter olhos de águia, era como procurar uma agulha no palheiro.

Caso encontrasse minha velha conhecida, iria até ela descendo dos céus com o Geppou e aterrissando de forma teatral e acrobática, fazendo alguns giros no ar e piruetas, antes de encostar no chão a alguns metros de distância dela, fazendo tudo de forma bem chamativa pra que perceba de longe minha aproximação. - Oii, sentiu minha falta? - Faria um sorrisinho amistoso ao encontrá-la, acenando com a mão da nekote. Eu estaria dispensando totalmente formalidades, pois Agatha não era minha superiora, nós duas tínhamos o exato mesmo cargo na organização, com a única diferença entre nós sendo exclusivamente a experiência e o distrito onde trabalhamos. - Kuroda, tenho negócios beem importantes pra resolver com você. - Explicaria, colocando a mão na cintura. - Cê tem algum lugar por aqui onde a gente possa conversar em particular? - Perguntaria, emanando pura confiança e certeza em meu tom de voz. Caso ela diga que sim, iria com ela até lá.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 12:09 pm



Ren se incomodava com o tom do funcionário e não estava errada em achar isso, mas, ele estava apenas cumprindo ordens. De qualquer forma, não restava muitas opções para felina, afinal, Hoxter era imensa e seria complicado encontrar uma agulha naquele palheiro. Sua única opção era ir até o Distrito comandado por Kuroda, já que ela lidava com todos os assuntos referente ao contrabando na área sul da ilha.

Sem mais delongas, a mulher partiu usando o Geppou como método de transporte, o que chamou a atenção dos transeuntes e algumas figuras que estavam por ali, já que não era normal ver alguém “voando” daquela forma. O caminho cortado era longo, mas a liberdade do céu proporcionava uma velocidade e conforto bem considerável, não permitindo que a selvagem perdesse muito tempo naquele processo. No Distrito Sul ela conseguiu ver rapidamente o Mercado do Porto, que por sua era, era uma estrutura interessante e coberta, o que não permitira ver o seu interior. Entretanto, ao redor dele era possível ver um mercado mais simples a céu aberto, com um número considerável de barracas espalhadas por ali, assim como pessoas realizando o livre comércio.

Agatha não era alguém de aparência exótica, mas Ren não demorou de avistar uma mulher de costas, com longos cabelos pretos e dois seguranças ao seu lado... aquela só podia ser a líder do contrabando. De maneira teatral e chamativa, a felina voltou para “terra firme”, o que chamou atenção não só da própria Agatha, mas também dos comerciantes e clientes espalhados pelo lugar – Não muito. – Brincava a mulher - Até pensei que viria me encontrar antes, soube que alguns dias aconteceu um probleminha no seu Clube. – Continuava mostrando saber dos passos de Ren por ali, o que não era difícil para alguém que já estava a muito tempo fixa aqui na Ilha - Venha comigo. – Continuou a mulher começando a caminhar, sendo seguida pelos dois homens e a própria Ren.

O caminho entre o comércio era tranquilo, mesmo que o número de pessoas ali fosse alto, tinha espaço suficiente para não ficarem esbarrando os ombros uns nos outros. Não demorou para chegarem até a grande estrutura que era o Mercado do Porto, o interior do ambiente era grande, com várias salas onde ficavam os estabelecimentos locais, tendo até mesmo locais que vendiam bebidas e outros itens “atípicos”, mas, que ali eram encontrados com certa facilidade. Em um desses estabelecimentos – um pequeno estabelecimento de vinhos – Ren pode ver onde ficava a verdadeira “base” da sua amiga, afinal, uma dispensa falsa servia de passagem para o subsolo daquele mercado, onde funcionava uma verdadeira fábrica! Sim, o lugar era grande e contava com um número ainda mais denso de trabalhadores, uma grande esteira se mostrava existente no lugar, onde ficavam dispostas algumas mercadorias que eram colocadas em diferentes caixas.

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Unknown

Não demorou para que chegassem até uma sala com metade da parede de vidro, dando visão de todo o ambiente de maneira geral - Agora me diga, o que lhe trás até o meu lar? – Bradava de maneira simples e direta. A sala não era muito grande, mas era dotada por um ar agradável e poltronas confortáveis.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 8:32 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 19



Agatha havia me levado até uma grande fábrica secreta no subsolo da ilha. Uma vez lá dentro, fomos até uma sala em particular onde poderíamos ter nossa conversa em segredo. A hora havia finalmente chegado, e eu teria que usar minha língua de prata para convencer Agatha a se aliar comigo e Yelenna contra o nosso inimigo em comum.

Depois de sentar na poltrona, também não perderia mais tempo e já começaria a tentar vender meu peixe. - Como você já trabalha aqui na ilha há um tempo, imagino que você com certeza saiba bem o quanto os Galantes prejudicam as operações do submundo. - Falaria sempre com bastante convicção, assim, poderia convencê-la mais facilmente. - Hoxter é uma "mina de ouro" pra nossas organizações, e a interferência deles tá nos impedindo de extrair todo o potencial da ilha. Por isso, tô formando uma coalizão pra acabar com esse câncer de uma vez por todas, e eu gostaria muito que você se juntasse a mim.

Cruzaria as pernas. Eu em seguida tentaria apelar para a ganância e ambição de Agatha, como alguém de alto cargo no submundo, para que ela mais facilmente comprasse meu plano. - Quem sabe até você receba uma promoção dos nossos superiores por ter finalmente conseguido se livrar desse estorvo. Não faço questão de receber o crédito pela operação, pra mim o que importa é se livrar dos Galantes de vez. - Faria uma piscadela.

- Nós duas sabemos que quem os controla pelas sombras é a mulher do prefeito, mas oficialmente eles são apenas mais uma gangue de arruaceiros. - Faria um sorriso malicioso. - Isso significa que se lançarmos um ataque rápido e decisivo, destruindo a base deles e matando todos antes que a marinha possa se meter, a Sra. Von Moltke ficará desarmada, o que possibilitaria um assassinato. Com ela fora da jogada, os distritos estariam livres pra dominar completamente o crime aqui na ilha.

Tentaria apresentar todos os argumentos lógicos possíveis. - É óbvio, se opor aos Galantes pode ser arriscado, mas como uma grande mulher de negócios, você deve saber que quanto maior o risco, maior a recompensa. - Soltaria uma pequena risadinha depois disso, tentando tentá-la. - Além de tudo, na minha coalizão tem uma ex agente de governo chamada Yelenna que tem uma rixa pessoal com eles, não sei se já ouviu falar dela. - Olharia nos olhos de Agatha. - Ela é muito forte, e com nós três unidas, eu diria que a possibilidade do nosso ataque dar errado é muito pequena.

Dessa vez cruzaria os braços, e então eu concluiria: - Prepare suas forças, e quando for a hora de lançar o ataque contra a base deles, ligarei pra você de um den den mushi. - Terminaria então de explicar meus planos, e depois ficaria esperando pra ver qual seria sua resposta. - O que me diz, Kuroda?





histórico:

arma:

objetivos:



Última edição por Terry em Sex Set 09, 2022 12:56 pm, editado 1 vez(es)

_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Qui Set 08, 2022 10:10 pm



Ren não estava para brincadeira, não demorando de deixar tudo às claras sobre seus objetivos e o que a levou até ali - Sim, os galantes são é um no saco, mas vivemos em uma “guerra fria” no submundo, eles tem suas vantagens também. – Disse a mulher de maneira bem simples - Mas, você quer que eu troque isso apenas por um cargo maior? Isso eu já irei conseguir, já tenho tudo pronto. – Tentou interromper a felina, mas não conseguiu, a protagonista desta aventura continuou a discorrer todos os pontos positivos que encontrava, utilizando os mais distintos argumentos possíveis.

Por um momento a selvagem pode pensar que aquilo não daria certo, pela cara de Agatha ela não estava muito animada com tudo aquilo, porém, a expressão de “peixe morto” logo foi dando lugar a um sorriso malicioso - Talvez... talvez seja interessante. Mas, não posso lhe dar uma resposta clara nesse momento, pois, pelo que me lembro você não números significativos ao seu lado e pretende ataca-los de frente? Com aquele cara como líder? – Continuou a mulher - Supondo que eu aceite esse trato, o que você iria precisar de mim? Não me leve a mal, preciso saber pois estamos falando de atacar diretamente o grupo do homem mais poderoso dessa Ilha, com conexões que não consigo nem mensurar. – Falou Kuroda com um olhar desconfiado - Aliás, espertinha você... dizer que posso ficar com os créditos, mas, veio me pedir ajuda para sequer ter uma chance. Se der errado, tudo irá cair nas minhas costas... isso não me parece bom. – Ela pegava uma pequena caneta e deslizava entre os dedos - Seu Clube será meu, se tudo isso der errado. Sei que pode parecer estranho, mas uma propriedade na rua do Divórcio é algo interessante, consigo pensar em alguns usos interessantes. E sim, se perdemos eu já sei como sair ilesa disso tudo, pelo menos, eu espero que funcione. – Ela falava encostando um pouco mais na poltrona, colocando ambos os pés em cima da mesa.

- Sem ligações, supondo que tudo isso não seja descoberto por eles antes de acontecer, envie alguém até o meu distrito. Irei mandar os números necessários para essa batalha. – Disse de maneira tranquila - Isso é, se você aceitar o meu pedido. – Kuroda parecia bem interessada na propriedade de Ren, talvez ela tivesse vendo algo que passou despercebido pela felina? Ou tudo fazia parte de um grande plano da mulher? Era algo estranho, mas, Ren estava contra a parede e precisava do apoio de Kuroda.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 09, 2022 12:08 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 20



Como esperado, Agatha Kuroda era uma mestra na arte da negociação, e havia conseguido enxergar muito bem toda a estratégia que eu tinha usado durante minha fala. Apesar disso, ela pareceu disposta a entrar na minha coalizão, mas claro, apenas na condição de que eu lhe desse o controle do meu Clube caso tudo acabasse dando errado. Bom, eu sabia que tudo daria certo no final, então, com certeza não fazia sentido me preocupar com isso por enquanto. Eu estava bem confiante em minhas habilidades, ainda mais agora que tinha aprendido o Haki.

- Ótimo! Aceito seus termos. - Responderia, me levantando da poltrona e estendendo a mão para Agatha, esperando que a apertasse simbolizando o fechamento do acordo entre nós duas. - Mandarei alguém sim quando chegar a hora certa. Não vai sobrar pedra sobre pedra daquele antro onde os Galantes se escondem. - Deixaria meu sadismo bem claro no tom de voz, andando em direção a saída para poder retornar ao meu clube.

Uma vez de volta ao porto, usaria meu Geppou para novamente cruzar com velocidade os céus até chegar no meu Clube. Entraria normalmente, verificando se tudo estava nos conformes. Esperaria que Yelenna e Izzy já estivessem lá para podermos começar a planejar mais detalhes do ataque, mas caso não estivessem, esperaria por no máximo mais um dia.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 09, 2022 12:53 pm



A gata aceitava com rapidez o pedido de Kuroda, pelo jeito, estava de fato confiante em sua vitória. De qualquer forma, aquele trato foi oficializado com um aperto de mãos, acompanhado de um sorriso largo por parte de Agatha e um sadismo considerável sendo exalado pela selvagem. Bom, não demorou para que Ren saísse dali, sendo acompanhada por um dos homens da chefe daquele pedaço, voltando até seu clube com velocidade, usando o Geppou.

Ao chegar no Clube ela notava que as figuras que deixou por lá continuavam ali, inclusive Yelenna dava suas caras minutos depois da chegada da felina, com alguns pingos de sangue em sua face – Encontrei um saco de grana andando por aí. – Brincava a mulher enquanto limpava o líquido rubro existente em seu rosto, colocando um pequeno saco marrom em cima de uma das mesas, puxando uma cadeira e sentando de maneira bem relaxada – Não é muito, porém, deve suprir o papel de irritá-los, mesmo que seja pouco. – Continuou o falatório de maneira tranquila – Não acho que vão nos atacar, mas precisamos tomar cuidado de qualquer forma. Eles devem saber que estamos juntas, pelo menos, eu acho que sim. De qualquer forma, foda-se! Deixe-os vir. – Concluiu a mulher.

Passaram-se alguns minutos, que logo se tornaram horas e a noite dava suas caras na República de Hoxter. Uma certa preocupação parecia pairar por ali - Izzy não mandou nenhum sinal, isso seria um problema? - Bradou Mari com um olhar preocupado - Não, talvez ela só estava imersa em seu objetivo e não conseguiu voltar ainda. - Falou Anzu – Ou ela foi pega pelos Galantes. – Finalizou Yelenna, deixando o clima ainda mais pesado. O tempo passou novamente e a noite barulhenta – no lado de fora – deu lugar a uma certa calmaria, mostrando que haviam entrado na madrugada.

toc... toc...

O som na porta chamava a atenção de todos no interior do clube, revelando ser a figura feminina que outrora quase havia passado dessa pra melhor. Izzy estava bem? Sim, mas a expressão cansativa - Me fizeram trabalhar feito uma condenada! - A mulher entrava se jogando em uma das cadeiras - Nunca fiz tanta coisa como fiz hoje, não tem como os funcionários passarem por isso todos os dias. - Continuava de maneira simples, bebendo a água que Núbia não tardava em trazer - Não consegui muitas informações, foi tudo muito estranho... tudo muito fácil. Acredito que eles não se convenceram, talvez se eu tivesse mais alguns dias, desse mais certo. - Logo começou a falar sobre o que aconteceu - O líder deles é um antigo cantor ou músico, muito bom com as pernas pelo que soube, então, cuidado na hora da luta. Parece que amanhã ou depois de amanhã eles vão fechar toda a rua, agora não sei o motivo, ouvi por cima algo relacionado a uma comemoração, mas não tenho certeza. Uma coisa que tenho a sensação, é que eles vão se reunir amanhã, provavelmente, todo o grupo ou grande parte dele. - Bradava Iris - E a última coisa! Não consegui trabalhar direto no estabelecimento deles, na verdade, fiquei em um anexo ao lado. O lugar é grande, tem três andares e muito espaço dentro, então, provavelmente tenha muita gente por lá. Não pude ver muito do interior, apenas o andar principal que não difere muito do nosso, apenas, maior e mais chique. - Finalizou a mulher – Espera aí! Isso está estranho, com os caras mais cedo falaram algo sobre o distrito leste, como se fossem fazer algo por lá. Não dei muita bola, mas agora que você falou de comemoração, eles podem estar armando algo nesse distrito, que é controlado pelo Erich, que é o homem mais perigoso dessa ilha. – Falou Yelenna e já completou – Se for uma aliança estaríamos fodidos! Acho que, precisamos atacar eles antes, amanhã. – Finalizou a mulher olhando em direção a Ren.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 09, 2022 3:46 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 21



As coisas que Izzy e Yelenna haviam falado despertaram muito o meu interesse. Pelo visto, Os Galantes estavam preparando algo bem grande pros próximos dias, o que significava que não seria nem um pouco inteligente da nossa parte esperar pra ver o que vai acontecer. Eu concordava com a ex agente do governo, a nossa melhor chance de ter sucesso seria atacando eles logo na noite de amanhã. Algo em particular que atiçou minha curiosidade foi o fato do líder dos Galantes usar as pernas pra lutar, pois essa informação seria realmente valiosa caso eu acabe precisando enfrentar ele numa luta de fato.

- Bom, mais cedo eu fechei o acordo com a Kuroda, então já podemos colocar o plano em prática o quanto antes se for mesmo necessário. - Explicaria, sentando em uma das cadeiras perto de Izzy. Seria possível notar pelo meu tom de voz que eu estava bem tranquila por enquanto, confiante de que meu plano daria certo. - Eu concordo com a Yelenna, devemos atacar logo umas duas da manhã de amanhã, quando eles vão estar muito provavelmente bêbados ou dormindo. Nós, junto com os reforços do distrito do contrabando, vamo invadir o lugar de surpresa e matar todo mundo lá dentro. Depois de tudo, a gente mete fogo no prédio e foge antes da marinha chegar. - Pediria um copo d’água pra uma das funcionárias antes de continuar a falar.   - Não tem muito segredo não. - Faria um sorrisinho sádico ao terminar de falar, ansiosa pra colocar minhas garras nos pescoços daqueles nojentos que tinham atacado minha irmã e meu negócio.

- Mas pra proteger nossas identidades, precisamos de alguns trajes diferentes. - Acrescentaria, para então tomar um gole. - Bell, posso contar com você pra conseguir umas roupas de ninja pra gente? - Perguntaria, fazendo uma piscadela para a médica. - Pode usar o meu dinheiro mesmo. - Viraria então minha atenção para a amazona. - Já você Anzu, preciso que vá rapidinho até o porto avisar pra Kuroda qual vai ser o dia e horário do ataque, e também dar os outros detalhes que a gente decidiu aqui. - Explicaria então para a Kuja como fazer pra entrar em contato com minha colega capodecina.

Meu plano lentamente tomava forma, e eu mal podia esperar para colocar minhas mãos naqueles Galantes e mostrar que acontece quando uma mera ganguezinha de arruaceiros de rua, não importa o quão rica ou bem conectada, mexe com os distritos do submundo. - Por enquanto é isso. Quero ver todo mundo pronto aqui uma hora antes do ataque, sem atrasos. - Me levantaria da cadeira, colocando o copo vazio nas mãos de outra das minhas funcionárias. Graças ao tempo que vivi ao lado do meu ex-noivo, o escroto do Carmine Barzini, eu já sabia muito bem como agir em reuniões pra planejar ataques contra criminosos inimigos como essa. Se teve uma coisa que acabou sendo positiva daquele tempo, foi que aprendi bem a como me portar como uma chefe do crime.

Eu sabia que precisava descansar um pouco antes do ataque, mas ainda restava uma ponta solta no meio daquilo tudo. Eu planejava usar Fabian como isca e fonte de informações sobre os galantes, mas agora isso não era mais necessário, o que significava que eu não tinha mais motivo pra manter essa enorme farsa. Não importa qual foi sua motivação, ele quase matou minha irmã e eu jamais perdoaria algo assim. Depois desse tempo todo eu já não ardia tanto de ódio por ele como antes, querendo arrancar cada unha de seus dedos antes de matá-lo e tals, mas eu ainda estava decidida a dar-lhe uma morte beem dolorosa e demorada.

Sem dar muitas explicações, iria até o homem e amarraria um pedaço de pano do bar na sua boca pra que não pudesse gritar. Depois disso, o carregaria furtivamente até uma área mais deserta do porto da ilha, onde eu apenas faria alguns cortes pequenos em seu corpo e ficaria assistindo ele morrer lentamente no chão por derramamento de sangue. Quando o show acabasse, furtaria alguma possível corda solta que encontrasse, amarria o cadáver em alguma pedra bem pesada, âncora, ou coisa do tipo e jogaria ele no mar, pra que ele afundasse e seu corpo não voltasse boiando pra superfície. Claro, só faria tudo isso depois de me certificar que não tinha ninguém vendo. - Fabian agora dorme com os peixes. - Daria uma risadinha, me divertindo depois de ter imitado aquela fala que os chefões da máfia lá de Sira gostavam tanto de usar. Com meus desejos sádicos e cruéis tendo sido satisfeitos por enquanto, voltaria para o Clube pra esperar a hora do ataque, lembrando também de realizar todos os preparativos como comer bem, dormir e colocar o meu disfarce de ninja.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 09, 2022 6:55 pm



As informação adquiridas davam a Ren a oportunidade de entender o que estava acontecendo e também bolar uma estratégia que fosse minimamente interessante para o grupo, inclusive, a felina não demorou para externar quais seriam os próximos passos, incluindo o acordo feito com Agatha Kuroda – Combinado então! – Falou a brutamontes batendo as mãos, com um sorriso largo e de certa forma sádico estampado em sua face - Finalmente daremos o troco! - Bradava Anzu nitidamente animada para sentar a mão nos Galantes e aliados - Sim, deixa comigo! Vou fazer isso exatamente agora, então, assim que tiver com tudo pronto volto aqui! - Falou Maria já saindo em disparada dali, deixando o restante das pessoas no interior do Clube.

Anzu também não demorou de ir, caminhando em passos rápidos enquanto cortava o interior do clube, saindo o mais rápido que conseguiu. De qualquer forma, o restante das ações foram realizadas de maneira orgânica: Izzy dormiu por ali mesmo, Faktor estava ligeiramente bêbado então, ele nem sequer deu importância pro que estava rolando ali. Núbia por sua vez estava visivelmente preocupada, ela não iria lutar, mas parecia gostar bastante do Clube e ter um desejo de protege-lo, quiçá, ela podia aprender alguns truques se todos saíssem vivas daquele embate. As funcionárias que estavam por ali não demoraram a ir embora, restando apenas Faktor, Izzy e a própria Ren no estabelecimento.

Restava uma ponta solta antes da verdadeira festa e a selvagem iria resolver aquilo agora mesmo. Fabian estava dormindo e acordou ao ser silenciado com um pano enfiado em sua boca, seus olhos se arregalaram rapidamente e ele estava nitidamente assustado, sem entender o que tudo aquilo se tratava. Ren partiu dali carregando o rapaz, utilizando de toda sua furtividade e o benefício das sombras para se manter fora dos olhos das poucas pessoas existentes na rua. De qualquer forma, o porto não contava com muita gente e a iluminação estava focada na área de embarque e desembarque, que contava com alguns trabalhadores descarregando um grande navio cargueiro. O fim de Faktor foi simples, sem muitos rodeios ou um grande show, ele morreu sem ao menos de fato entender o que tudo aquilo significou.

Ren encontrou um pedaço velho de corda e usou alguns “pesos” metálicos e enferrujados que ela conseguiu encontrar sem muita dificuldade, vendo o corpo já sem vida afundar naquele mar escuro. Ela gostou? Sim, aquela morte havia dado uma certa satisfação a mulher. Por fim, não demorou para ela retornar e então comer alguns sanduiches que as meninas haviam deixado pronto, além de descansar, enquanto esperava o dia seguinte para que o ataque pudesse de fato acontecer. Aliás, Ren acordaria meados da manhã, veria algumas peças em cima de uma das mesas - Isso ficou muito bom! - Falou Izzy em direção a Maria, ambas estavam testando a roupa ninja – algo bem simples, confortável e que deixava os olhos visíveis.


Histórico:
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Kris, a Incrível Ninja Sex Set 09, 2022 11:59 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 22



As garotas haviam trazido as roupas, e pelo visto, elas eram exatamente o que a gente precisava, e ocultariam muito bem nossas identidades pra evitar que sejamos identificadas caso algo acabasse dando errado. - Bom trabalho, garotas! - Falaria sorrindo em um tom satisfeito, enquanto ia testar eu mesma uma das roupas. Se tivesse tudo certo com o disfarce, eu sairia furtivamente do Clube pela porta dos fundos, já como Kris, e usando minhas capacidades de furtividade, eu tentaria andar sem ser vista até próximo da base dos Galantes, claro, mantendo uma distância segura.

Meu objetivo era ver como era a fachada do local para poder melhor planejar o ataque da noite, afinal, eu nunca tinha ido até lá em pessoa. Tentaria me manter sempre nas sombras, andando nas pontas dos pés e me esforçando para não fazer barulho. Caso veja que preciso me esconder, tentaria rapidamente me esconder atrás de alguma esquina ou me misturar com algum grupo de pessoas que estivessem passando pelo local. Enfim, seria uma pequena missão rápida e secreta já que ainda tinha muito tempo até o momento do nosso triunfo.

Uma vez que tivesse concluído meu pequeno reconhecimento, ainda mantendo toda aquela cautela, eu voltaria até meu Clube e entraria no lugar novamente pela porta dos fundos, já pensando em mil maneiras sobre como poderíamos causar o máximo possível de estrago no mínimo possível de tempo. Uma vez de volta a minha base, eu aguardaria até mais ou menos uma hora antes do tempo combinado para o ataque no intuito de me encontrar com o grupo de reforços da Kuroda e alinhar os últimos pontos antes da batalha. Enfim, ficaria esperando sentada em uma das mesas até que todas as pessoas do nosso grupo se apresentassem, já vestida em meu traje de ninja. Kris havia renascido por uma noite, e eu estava beem ansiosa pra derramar um pouco de sangue.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 UNCo9W5
Formiga
Imagem :
Kris, a Incrível Ninja - Página 3 Teste
Créditos :
10
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1843-nymeria-nymph
Formiga
Desenvolvedor
Re: Kris, a Incrível Ninja Sab Set 10, 2022 12:46 am



Ren não demorava em vestir o manto ninja, incorporando a figura nomeada pela própria como Kris. Sem mais delongas, a felina partiu aproveitando dos seus conhecimentos e habilidades furtivas para se manter longe dos holofotes, aproveitando-se da selva de pedra que por muitas vezes era benéfica ao seu tipo de gente. Não demorou para que ela visse a estrutura chamativa que sua irmã citou anteriormente, vendo que ela não estava mentindo quando falou do tamanho do lugar, afinal, aquilo era um estabelecimento que estava claramente em outro nível.

Kris, a Incrível Ninja - Página 3 1*c7fXtqTaxE6nSOjD3dhhwA

O lugar tinha algumas características que o assemelhavam a um castelo antigo, mas, com um toque atual da arquitetura moderna. Tinha cerca de três andares e contava com incontáveis janelas, provavelmente quartos os locais adequados para hóspedes com teor sexual, bem, não dava para saber ao certo. Até mesmo nas partes do fundo possuíam janelas, porém, essas estavam em sua grande maioria fechada, exceto as janelas do último andar, duas delas estavam abertas. Era possível também ver uma porta dos fundos, que ficava viajada por dois seguranças robustos, nas laterais – um pequeno e estreito beco – ficavam dispostos três homens em cada lado, que cobriam toda a área do território; por fim, a parte frontal contava com quatro seguranças, dois ficavam no último degrau – logo de frente pra rua – enquanto outros dois ficavam mais em cima, realizando a proteção da porta.

Uma coisa notável para Ren era que todos eles carregavam o que pareciam ser pequenos caracóis, porém, um tanto quanto estranhos, eles ficavam quase que presos em seus ouvidos. Sim, ela via com facilidade que eles se comunicavam por ali, checando um ao outro em um curto espaço de tempo, de dez em dez minutos ou um pouco menos que isso. Por fim, a felina também notava que o telhado contava com um número considerável de seguranças, sendo esse grupo formado por quatro homens que carregavam armas de fogo em suas mãos, cada um ficava em um extremo do lugar, cobrindo todo o ambiente em um ângulo de trezentos e sessenta graus.

A selvagem voltou com certa facilidade para o grupo, deixando que o tempo passasse organicamente com a manhã virando tarde, a tarde virando noite e a noite alçando a madrugada, quando ela ouviu alguns “tocs” na porta, ao abrir, veria que Kuroda estava entrando em seu estabelecimento – Meus homens estão em posição e vocês, estão prontas? – Falou a mulher de maneira simples e direta, evitando todos os rodeios desnecessários.


Histórico: