Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
II - O cão e o dragãoHoje à(s) 5:27 pmporTerryCriação de AventurasHoje à(s) 5:11 pmporDADOVROWK II - Deuses Entre NósHoje à(s) 5:08 pmporJean FragaIV - You'll never see me cryHoje à(s) 4:38 pmporShiori[FP] Nino QueijadinhaHoje à(s) 4:19 pmporYamiNino Queijadinha *Hoje à(s) 4:19 pmporYami[FP] Gauss LedgermaineHoje à(s) 4:13 pmporYamiGauss Ledgermaine *Hoje à(s) 4:12 pmporYamiNoites em HoxterHoje à(s) 4:03 pmporTerry[FP] MilarepaHoje à(s) 3:58 pmporYami

Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
45
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
Relembrando a primeira mensagem :

Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota.

Aqui ocorrerá a aventura   Fechada da Marinheira Aika Kin. A qual não possui narrador definido.

_________________



Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 9g2joTh


mestrej
Imagem :
Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 350x120
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1839-aika-kin#19539 https://www.allbluerpg.com/t1864-aventura-um-entrei-para-a-marinha-para-fugir-do-agiota
mestrej
Marinheiro
Um morto não se arrepende, um morto não ama, um morto não contribui para com a sociedade, um morto não pode criar e nem construir, um morto não pode compensar pelos seus erros, porém mais importante: um morto antes de ser um objeto era uma pessoa com esperanças, sonhos, desejos, que ria, sorria, tinha amigos, família. Aika não podia deixar de pensar em quantas mães internaram seus filhos hoje por conta do crime e o combate brutal do mesmo, quantos filhos perderam os pais, matar, seja uma pessoa boa ou ruim não era bom. Os criminosos mataram e pilharam, os marines mataram os criminosos, o sangue derramado não reverteu a morte e nem compensou.

Tirar uma vida enjoava Aika e ela com toda certeza não iria comer hoje. Todos dizem que aqueles que vivem bem são aqueles que defendem a redenção e aqueles que vivem com medo são aqueles que defendem a morte dos criminosos, mas isso não é verdade, Aika não viveu tão bem, ela vive com medo, ela tinha constantemente que se preocupar com a segurança de sua loja e de fato perdeu tudo para essa insegurança e de fato ela perdeu, a verdade é que ninguém está seguro, mesmo nas melhores comunidades. Não se defende que os criminosos tenham direitos por eles serem bons seres, mas sim por que no fundo todos somos pessoas ruins e portanto mais cedo ou mais tarde, de propósito ou por acidente podemos ser nós os acusados de um crime e sendo culpados ou não desejaremos clemência de nossos erros, aqueles que defendem a morte de criminosos não podem pedir clemência quando diante da forca.

Claro, ela supunha que ela mesmo pudesse puxar o gatilho se fosse sua vida em risco e se ela defendia a vida de seus colegas, ela não seria hipócrita em pensar que os marinheiros deveriam entregar suas vidas, porém pensar que seus colegas não fizeram siquer um esforço para render os criminosos, que eles iriam desprezar as vidas tão casualmente a fez questionar se aqueles homens deveriam ser aqueles que empunham as armas, pois afinal hoje foram um bando de criminosos violentos, mas e amanhã? Será que eles são capazes de desmontar clemência a alguém menos cruel?

Aika não pode deixar de pensar em cada pequeno erro de sua vida, nem um crime até onde ela sabia das leis de maneira leiga, mas realmente cada pequeno tropeço que ela comeu e cada questão que poderia ser questionável moralmente e imaginou a espada de Cyan em seu pescoço resultando nela esfregar o lugar enquanto caminhava.

Esperando seu agiota ela imaginou como seria estar no escritório executando o trabalho repetivo de preencher papelada e como isso seria muito mais fácil do que o medo que ela estava sentindo agora, afinal todo o trabalho é meio repetitivo no fundo, o tédio era muito melhor do que o medo, porém isso a fez imaginar prender o mesmo cara várias vezes e tudo que passou pela mente dela foi:
-Se eu quizesse que alguém ficasse preso eu seria promotora, eu sou marinheira, eu prendo e investigo, o resto é trabalho de outra pessoa.

Logo o agiota chegou e Kin ficou quentinha esperando ele terminar de falar, o medo guia a vida de Aika, sempre guiou e sempre foi sua frustração.
Aika retirou do bolso um envelope com todo o seu dinheiro (ficha e salário) e curvando a cabeça até ficar na altura da cintura ela estendeu o mesmo para o agiota.
- Não esperava fugir da dívida, precisava ganhar tempo e claro, um salário para poder lhe pagar! Não vai quitar minha dívida, mas aqui está todo o dinheiro que eu tinha no banco e todo o meu salário, trabalhando na marinha eu tenho onde dormir e o que comer então se eu fizer bem o meu trabalho e nada surgir eu posso lhe entregar na íntegra todo o dinheiro que eu recebo. - falou com sua voz de vendedora com falsa felicidade e toral humildade.
-Todo o dinheiro que sobrou na minha conta bancária + o salário de duas missões bem sucedidas menos a minha dívida de 25.000.000 da 21.750.000 + 10% = 23.925.000. Mesmo dando tudo que eu tenho vai ser difícil conseguir pagar, mas minhas pernas não vão ser quebradas, mesmo assim isso é tão frustrante!

Aika capacho Kin iria sobreviver, mas ela não tinha poder para viver, sua vida dependia da clemência dos mais fortes e numerosos e portanto ela aguardou para ver se o agiota iria partir satisfeito ou se iria tentar fazêr outras exigências.

_________________

Ficha
Van
Imagem :
Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 350120fla
Créditos :
36
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t623-porradaria-confusao-e-fuga-1#4138
Van
Pirata

A jovem soldado aproveitou o tempo de espera para ponderar sobre tudo que viveu até ali. Seus próprios conceitos e a realidade confrontavam-se diretamente de modo a lhe fazer questionar se estava, de fato, no local certo para seguir sua vida. A boa criação de seus pais a fez sonhadora, ao melhoe estilo daquele ditado "Tempos fáceis criam pessoas fracas". Eventualmente, utopias mostram sua verdadeira faceta, mesmo que "tempos difíceis" façam-se necessários.

- Não esperava fugir da dívida, precisava ganhar tempo e claro, um salário para poder lhe pagar! Não vai quitar minha dívida, mas aqui está todo o dinheiro que eu tinha no banco e todo o meu salário, trabalhando na marinha eu tenho onde dormir e o que comer então se eu fizer bem o meu trabalho e nada surgir eu posso lhe entregar na íntegra todo o dinheiro que eu recebo.

-Oh… Gostei de…

O empresário pegou o envelope bastante animado, contudo, sua expressão mudou consideravelmente ao ver o valor. Claramente estava longe do esperado.

-Você deve estar brincando, né? Olha só, cadela do governo… Eu ficarei com isso aqui, mas esse valor paga apenas os juros. Você ainda me deve e acho bom se esforçar para me pagar. Entendeu?

O olhar maléfico do empreendedor tomava conta de seu semblante. Como um investidor, ele esperava lucrar com suas ações e fazer caridade não o ajudaria a lucrar. Kin agira voltava a estaca zero, pelo menos ela tinha uma carreira para seguir e poderia respirar para viver mais um dia.

J:

_________________

Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 SV0Tlmo
mestrej
Imagem :
Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 350x120
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1839-aika-kin#19539 https://www.allbluerpg.com/t1864-aventura-um-entrei-para-a-marinha-para-fugir-do-agiota
mestrej
Marinheiro
A verdadeira diferença entre os homens fortes e os homens fracos é que um homem fraco abandona seus ideais quando confortando com uma realidade diferente da sua, um homem forte é aquele que se mantém fiel aos seus princípios mesmo diante de adversidades, embora isso não necessariamente queira dizer que você precisa expressar seus ideais antes de ter alguma forma de realmente lutar por eles, ter princípios e ter poder para persegui-los não é a mesma coisa.
Aika ficou completamente boquiaberta com a resposta do agiota, mesmo com juros de 10% aquele dinheiro arranhava a superfície do seus débitos, mas com os juros tão altos era provavelmente impossível pagar.
Ela se ajoelhou no chão e apenas chorou até ficar sozinha e depois foi a algum lugar lavar o rosto para esconder que estava chorando para seus colegas no QG não perceberem.
Aika voltou para o quartel e foi se deitar cedo, deprimida com o seu destino fatídico e pensando que precisaria trabalhar até a morte para pagar a dívida.

_________________

Ficha
Van
Imagem :
Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 350120fla
Créditos :
36
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t623-porradaria-confusao-e-fuga-1#4138
Van
Pirata
Avaliador escreveu:

INFORMAÇÕES BÁSICAS

Aventura: https://www.allbluerpg.com/t1864p45-aventura-um-entrei-para-a-marinha-para-fugir-do-agiota#21829
Participantes: https://www.allbluerpg.com/t1839-aika-kin#19539 Aika Kin
Localização da Aventura: Sirarossa - West Blue

MestreJ

GANHOS

● Proficiência Forja - turno 12  - OK
● Proficiência Mineração - turno 13 - OK
● Missão concluída - Escolta turno 17 - OK
● Missão concluída - Captura de criminosos turno 20 - OK

PERDAS

● 250.000 berri - turno 23



ALTERAÇÕES

● Missões 0 -> Missões 2 - OK
● Berries 250.000 -> Berries 0 - OK


NOTA FISCAL

● 250.000 berri - turno 23 - OK

●  

RELAÇÕES



●  

STATUS

PDV: 2800/2800 - OK
STA: 100/100 - OK
CONDIÇÕES:
FERIMENTOS:
CONTAGEM DE DEFEITOS:

DIÁRIO DE BORDO

NOME DO BARCO

Autossuficiência:
Celeridade:
Estrutura:
Durabilidade:
Poder de fogo:
Espaço de ocupação: 0/8

EXPERIÊNCIA

Experiência: 552

Quantidade de turnos do(s) Narrador(es): Van - 4 Créditos + 3 turnos para reserva

Opinião sobre a Narração:
Narrador:
Narrado:


_________________

Aventura um: entrei para a Marinha para fugir do agiota - Página 4 SV0Tlmo