Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 2 de 2 Página 2 de 2 Anterior  1, 2
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : A Dupla Face no Escuro - Página 2 XqxMi0y
Créditos : 26
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao
A Dupla Face no Escuro Dom Out 24, 2021 1:59 pm
Relembrando a primeira mensagem :

A Dupla Face no Escuro

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Tsao Tsao. A qual não possui narrador definido.

_________________

A Dupla Face no Escuro - Página 2 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Maka
Ver perfil do usuário
Imagem : A Dupla Face no Escuro - Página 2 LtBcCyp
Créditos : 43
Localização : Felinolandia
MakaNarrador
https://www.allbluerpg.com/t298-maka-jabami https://www.allbluerpg.com/t625-as-cronicas-dos-scavenger-a-leoa-o-louco-e-o-mudo
Re: A Dupla Face no Escuro Qua Dez 01, 2021 9:23 am
Sirarossa


A Dupla Face no Escuro
21h45 I Frio

Lily Twiggy

Lily poderia sentir claramente que coisas boas poderiam vir, após iniciar aquele dia com o melhor dos objetivos, e finalmente dar um passo em busca daquilo que ela sempre quis. Ainda era cedo para comemorar, mas tinha ciência de que aquela era a sua chance para enfim conseguir a influência e fama de que tanto procurava, algo que navegasse além das vielas de Sirarossa, e chegasse até os perigosos mares da Grand Line.

E apesar da falta de aplausos, e alguns comentários penosos de Martina, a pequena apresentação feita por Lily lhe rendia uma chance, da qual ela não tinha ideia do que seria ainda, apenas sentiria que algo grande e importante pudesse acontecer.  

A sala de costura lhe enchia os olhos com a variedade de tecidos e roupas que continham no lugar, e apesar de ver a sua frente um espécime tão exótico, a pequena Twiggy não se assustava e nem se impressionava tanto – tirando o fato de a sirena ter longos tentáculos -, devido ao fato de já ter visto muita coisa por aí enquanto estava no circo.

- A Sra. Martina me enviou suas medidas e me pediu pra cuidar bem de você. Mas pelo visto, é você quem vai cuidar de tudo. - Mika sorria bobamente enquanto seus olhos ainda brilhavam. - Uma marca de design? Me chama pra participar, por favor! Sinto que juntas podemos ter ideias magníficas! Hehehe – A sirena olhava pensativa para a garota. - Bom, como eu posso te dizer isso... - Parecia um pouco confusa, mas logo tornava a falar. - Digamos que de tempos em tempos, temos uma apresentação... exclusiva aqui no Belucci. - Se virava para os tecidos passando suas mãos por cada um deles jogando alguns sobre a mesa. - Mas essa apresentação é privada... Coisa do Sr. Nista! - Se virava novamente para Lily a olhando nos olhos com empolgação. - Resumindo... Hoje você vai se apresentar! Mas deverá ser um show completo! Hehehe. Apenas faça ser inesquecível! - Concluía enquanto empilhava alguns rolos e se voltava para as roupas que estavam penduradas.

Mika escutava atentamente as sugestões de Lily enquanto observava se havia algo próximo de suas ideias ou que pudesse complementar. - HEHEHEHE. Vestido de casamento? Achei essa ideia maravilhosa. E tenho até o sapato certo pra ele. - Mika abria um dos armários ali onde se poderia ver uma quantidade imensa de sapatos. - Esse aqui! - Retirava um salto alto branco com detalhes em renda e uma pulseira que abraçava o tornozelo. - Com esse toque sensual ficaria incrível! Hehehe – Apesar de amar a sugestão, seu semblante não passava a mesma ideia. - Mas o Sr. Nista não é do tipo que se casaria. - Seus ombros caiam em desapontamento.  

A conversa se desenrolava com as trocas de ideias entre as duas. - Hum... Talvez o oversized não seja o melhor pra hoje. - Apoiava os seus dedos no queixo pensativa. - Pra esse show você precisa prender a atenção de todos! Mas o que poderia fazer isso? - Lily então anunciava o que talvez fosse a sua ideia mais modesta, trazendo uma expressão de choque no rosto de Mika. - É isso! Um Kimono! Seja uma gueixa nessa noite, Lily! - A empolgação da sirena voltava instantaneamente.

- O que você acha? Vamos te transformar em uma gueixa! Tenho certeza de que ficarão presos em sua atuação! - Se Lily concordasse e resolve seguir com sua última ideia, Mika se viraria para a parte inferior esticando seus tentáculos até as moças que estavam quase dormindo sobre suas mesas. - Vamos, garotas! Temos muito trabalho a fazer! Vamos deixar ela perfeita! - Mika se virava para Lily animada com o trabalho. - O que precisamos decidir agora é qual estampa ficara melhor em você! - A sirena pegava inúmeros tecidos floridos, lisos e estampados colocando um por um sobre o corpo da garota, e em alguns momentos próximos de seu rosto verificando qual tom combinaria com sua pele.

- Não podemos esquecer de seu coque e maquiagem! - Mika retirava de uma das gavetas um palito de madeira enquanto usava alguns de seus tentáculos para prender o cabelo da garota passando o palito logo em seguida, formando assim um coque. - É só pra ter uma ideia de como vai ficar. Hehehe -  

A sirena puxava a cima de um dos armários uma pequena caixa de metal, e dentro da mesma haviam algumas presilhas de cabelo. - Tenho aqui algumas presilhas que você pode usar no cabelo. O que acha? -


Legendas/Npc's:
Narrador:
Ponto-Situação do Personagem:


_________________

A Dupla Face no Escuro - Página 2 94sfShl
avatar
ConvidadoConvidado
Re: A Dupla Face no Escuro Seg Dez 13, 2021 5:59 pm


Hóspede


O quarto era devidamente confortável pelo preço pelo qual se pagava por ele. Dispunha de uma cama macia, com travesseiros e lençóis limpos, uma boa sacada com todas as suas devidas especificações de localização, e assim se seguia. Havia um telhado de um restaurante logo de frente para o meu quarto, que não ficava em um espaço muito alto, e uma distância de 4 metros de um andar para outro, com 3 metros de um quarto para o outro. Então aqui tem privacidade o suficiente, não é? O banheiro também era limpo e estava tudo em ordem, o que era quase que uma raridade em minha vida, afinal, sempre vivi nas ruas... mas parecia que pegar algumas cabeças por dinheiro pode sempre valer muito a pena.

O banho havia sido desgostoso. As lembranças sujas de meu passado eram grotescas e tortuosas. Velhos asquerosos se aproveitando do corpo de um jovem sempre é um tema muito delicado para se conversar com pessoas... e talvez esse seja o motivo de não me aproximar delas. De toda forma, coloquei o roupão para que meu saco murcho não ficasse balançando para os lados, embora não fizesse muita diferença, uma vez que era só um roupão, e não uma roupa de baixo. Mas talvez o peso da veste poderia ajudar a perceber meus movimentos. Depois de algumas tentativas, era realmente difícil usar a mão direita para controlar um facão daquele porte. Sentia uma sensação de fraqueza com aquela mão, mas mais do que isso, ela não tinha uma boa coordenação, e todas as linhas que desenhava no ar eram trêmulas e desconexas. Imperfeitas. A solução vai ser passar um tempo aqui... não vou sair deste quarto enquanto não dominar a ambidestria perfeitamente bem.

Sendo assim, já que não havia uma perspectiva de melhora imediata, continuaria com os movimentos. Mas como otimizar o tempo para melhorar a qualidade de minhas habilidades? Talvez, em primeiro lugar, seria interessante treinar especificamente a força com a qual consigo segurar um facão desse porte. Sendo assim, nada mais interessante do que obrigar o lado direito a se acostumar com o peso do facão. Seguraria ele com pulso firme, e então simplesmente começaria a subir e descer o braço com a lâmina em mão, simplesmente para ver a trajetória do armamento, e como era de cima pra baixo, talvez o peso ajudasse o punho a se acostumar. Sobe, desce, desce, sobe, desce, sobe, desce, sobe, desce, sobe... quantas vezes fossem necessárias. Quase como se estivesse com um haltere para fortificar os músculos. Mas músculos não interessam, quando você pode cortá-los com facilidade... Faria várias tentativas de acostumar o braço ao movimento de sobe e desce, e ao peso naquele momento, antes de partir para movimentos mais rebuscados, ou até outras simplicidades. Se o facão caísse, pegaria e continuaria novamente. A ideia era fazer uma sequência de 500 sobes e desces sem deixar o facão cair. Sobe, desce, sobe, desce, sobe, desce, sobe, desce, sobe, desce...

Talvez 500 for um número muito grande, mas nada que alguns minutos para fazer isso não fossem um problema. Sobe e desce, desce e sobe, sobe e desce, desce e sobe... Ainda estava no início, mas considerando que havia acabado de começar, não seriam necessário pausas, afinal, qual a ideia de conseguir habilidades ambidéstricas se não for por esse esforço estúpido? Sobe e desce, desce e sobe...

Histórico:
War
Ver perfil do usuário
Imagem : Deal With It!!
Créditos : 20
Localização : Rubeck ~ North Blue
Re: A Dupla Face no Escuro Seg Dez 13, 2021 7:43 pm

— Oh! Já pode se considerar convidada, Rehahaha!! — anunciaria antecipadamente o convite para participar de sua marca inexistente — Desde que Corvo fique impressionado, é claro! Rehahahaha!! — completaria com um aceno na direção do primata, que rondava as prateleiras com materiais, analisando minuciosamente os materiais sem transbordar alguma reação em particular.

A programação da noite era exposta por Mika, finalmente lançando um pouco de clareza no papel de Twiggy — Hmm… um show completo… — murmuraria ponderando qual seria a melhor abordagem — Não tenho muito tempo… o que deixa ainda mais emocionante, Rehahahah!! — exclamaria exalando determinação, disposta a criar uma apresentação perfeita no menor tempo possível.

Com isso em mente, Lily rapidamente divulgava as suas ideias de trajes para a noite, afinal, a noite não seria perfeita se não estivesse vestida adequadamente. Embora o entusiasmo da cantora não diminuísse com as rejeições de Mika, era inevitável que uma pontada de frustração lhe atingisse, pois todas as suas ideias eram perfeitas. De qualquer forma, sabia que todo traje tinha o seu momento ideal, e como Mika compreendia melhor o evento, confiar na escolha da costureira provavelmente traria o melhor resultado.

Por fim decidiu-se que o uniforme de batalha de Twiggy seria um kimono — Ha! A atuação vai ser breathtaking! Estou mais pronta do que nunca! Rehahahaha!! — comentaria agradecida pela sessão de dança com a velha Martina, imaginando formas de incorporar seus novos talentos no ato da apresentação, inevitavelmente começando a cantarolar e se balançar como se estivesse encenando.

Em relação às estampas, Twiggy não precisaria ponderar por muito tempo para montar o conjunto perfeito. O look já estava todo mundo em sua mente, agora só precisava encontrar os materiais necessários para trazê-lo à vida — ♫ Essa ♪ Aquela ♫… — apontaria seguidamente para as estampas que acreditasse se encaixar melhor no desenho que havia traçado mentalmente, ainda se balançando e cantarolando.

Por conta da habilidade de Mika, e seus numerosos tentáculos, o progresso na arrumação de Lily ocorria de forma frenética, não demorando muito para que a cantora pudesse presumir como o resultado final seria — Ah! Perfeito! — anunciaria ao apanhar uma presilha de cabelo da caixa que Mika apresentava, escolhendo uma que se encaixasse na sua visão de como deveria aparentar.

— Fora o Sr. Nista, mais alguém em particular que vai estar na plateia?,  — indagaria durante os preparativos — Conhecer o meu público não seria nada mal, Rehahahaha!! — comentaria esperando receber alguma dica. Saber quem estaria lhe observando poderia ser essencial na preparação de uma apresentação, especialmente se tratando de um show particular.

Assim que Twiggy não fosse mais necessária para a preparação das roupas e Mika se prendesse na arte da costura, Lily seguiria os passos da costureira, porém em seu próprio ofício. Sem se preocupar em perguntar antes, apanharia o primeiro lápis e papel que encontrasse, iniciando uma sequência serelepe de rabiscos, anotando todas as ideias que passavam por sua mente, da mais absurda à mais monótona, que diga-se ainda seria extravagante para o cidadão comum.

Caso Mika lhe chamasse a atenção para provar ou ajustar algo, aproveitaria a oportunidade para analisar com maior cautela os esboços no papel — Quanto tempo ainda temos até a apresentação? — indagaria de forma avoada, desviando o mínimo possível de sua atenção do papel, a menos que fosse para vislumbrar o resultado final da criação de Mika.

Histórico:

Personagem:


_________________

A Dupla Face no Escuro - Página 2 33N5BPk
Maka
Ver perfil do usuário
Imagem : A Dupla Face no Escuro - Página 2 LtBcCyp
Créditos : 43
Localização : Felinolandia
MakaNarrador
https://www.allbluerpg.com/t298-maka-jabami https://www.allbluerpg.com/t625-as-cronicas-dos-scavenger-a-leoa-o-louco-e-o-mudo
Re: A Dupla Face no Escuro Ter Dez 14, 2021 12:00 am
Sirarossa


A Dupla Face no Escuro
22h20 I Frio

Lily Twiggy

Em uma noite da qual Lily nunca se esqueceria, a estrela em ascensão que tomara naquele dia a decisão que de alguma forma aceleraria a sua subida até o topo independente dos meios. E o seu primeiro e principal alvo era o contato com o submundo do qual ela tinha ciência de estar fortemente presente não só naquela ilha, mas principalmente no Hotel Belucci.

E de forma inesperada o dia se mostrava produtivo para a garota que agora tinha a chance de fazer parte de um dos grupos mais influentes de Sirarossa. Ciente de que essa tal oportunidade seria uma grande apresentação privada para um seleto grupo liderado por Angêlo Nista, e que aquilo seria sua porta de entrada para um estrelato ainda maior do que ela jamais imaginou, a situação não lhe trazia medo, mas sim empolgação.

Os preparativos eram acelerados pela sirena com a destreza de seus tentáculos que compartilhados do trabalho individual das costureiras que ali estavam, trazia em alguns minutos uma boa definição de seu traje quase pronto.

A estampa escolhida por Lily ganhava brilho ao ser aproximada de sua pele enquanto a mesma fazia algumas anotações para aquela noite. Sem interromper o processo criativo da pequena, Mika seguia com os detalhes do Kimono enquanto suas assistentes produziam alguns acessórios que realçariam não só a qualidade da roupa, mas também a beleza da jovem estrela.

- Bom, digamos que o público do Sr. Nista não é como um público... comum. - Dizia sem dar muita atenção visual para Lilly enquanto seguia com a confecção do Kimono. - Não queria te assustar, mas... a taxa de aprovação das apresentações não costuma ser alta... - Continuava a ignorar o contato visual, já que tinha medo de ver uma expressão assustada da garota. - Mas tenho certeza de que você vai arrasar hoje!!! Hehehe... - Sem muita graça, Mika tentava animar a pequena Twiggy.

Após um possível silêncio, Mika quebraria o clima de tensão que poderia cair sobre aquele lugar e enfim, traria a conclusão de seu trabalho. - YES!!!! - Um grito de empolgação ecoava pelo pequeno quarto. - Se aproxime e vista, Lily! - Era visível o semblante de satisfação estampado no rosto de Mika, que usava de seus tentáculos para puxar a garota pra perto de si, enquanto lhe entregava o Kimono já finalizado. - Por favor, me dê um vislumbre desse show, porque não temos muito! -

Além do traje, Mika pegava uma sombrinha oriental em tecido vermelho, com estampas floridas das quais se alinhavam com o look escolhido pela Twiggy, e que fora produzida por uma das assistentes da sirena. Mika aplaudia animada ao ver a soberba combinação na garota, esperando para vê-la em ação, mesmo que por um breve momento.

Tsao Tsao
19h30 I Frio


Mais uma vez vivendo por si mesmo, Tsao chegara a Sirarossa com o aviso do quanto aquela ilha seria podre e nada confiável.  Com um pé atrás, o jovem caçador apenas procurava um lugar minimamente mais confortável do que jamais pudera desfrutar em toda a sua vida, e agora estava ele no quarto do hotel mais luxuoso não só daquela ilha, mas provavelmente de todo o West Blue.

Já liberto de seu mau cheiro e desgaste após um banho nada convidativo, do qual trouxera as lembranças de seu amargo passado, Tsao buscava esquecer tudo aquilo que passara até aquele exato momento e focava apenas em seu novo treinamento.

Focado ali por alguns minutos, o começo talvez fora um pouco exagerado, já que lhe faltava firmeza em sua mão não predominante e isso fizera com que a lâmina caísse com certa facilidade de sua mão. Mas agora com mais calma voltava a aplicar movimentos ainda mais básicos, seguindo uma sequência simples na vertical com a grande meta de 500 movimentos ininterruptos.

Os minutos se passavam dentro daquele luxuoso quarto, do qual um leve progresso era notável para o assassino que agora poderia sentir que aquela sequência de movimentos lhe trazia aos poucos certa estabilidade e firmeza nos “golpes”, com a possibilidade de um passo a mais naquele treinamento.


Legendas/Npc's:
Narrador:
Ponto-Situação do Personagem:


_________________

A Dupla Face no Escuro - Página 2 94sfShl
War
Ver perfil do usuário
Imagem : Deal With It!!
Créditos : 20
Localização : Rubeck ~ North Blue
Re: A Dupla Face no Escuro Sab Dez 18, 2021 11:47 am

"Hmm… público incomum." a cantora absorvia a fala de Mika, rapidamente rabiscando algo que havia anotado no papel — Se fosse alta, não valeria a pena… — murmuraria em piloto automático, sem deixar que a notícia do nível de reprovação quebrasse o seu foco, mantendo o ritmo de sua escrita sem hesitações.

Traçando uma estratégia para a sua apresentação, o raro silêncio de Lily era interrompido pela empolgação de Mika ao ver o seu trabalho concluído — Oh! Vamos ver! — comentaria entusiasmada retirando o casaco e entregando-o junto às anotações para Corvo.

Sem qualquer pudor, Lily se despia rapidamente, permanecendo somente com as roupas de baixo, para que pudesse se uniformizar como gueixa — Ohhh! Perfeito!! — daria o ultimato ao se ver montada no traje — Até me deu vontade de lutar contra os hunos… Rehahahaha!! — gracejaria segurando a sombrinha como se fosse uma espada — Mas fica pra outro dia… — concluiria diante do pedido de Mika por uma “palinha” de como seria a sua apresentação.

— Já pensei em tudo! — anunciaria confiante — O meu primeiro instinto foi de montar um show mirabolante, com dança, efeitos e tudo mais… — explicaria retomando as suas anotações de Corvo — Mas mudei de ideia. Vou deixar a música falar diretamente com o Sr. Nista, Rehahahaha!! — encerraria correndo os olhos pelos próprios rabiscos, certificando-se de que não havia nenhum retoque a ser feito.

— Acredito que haja uma banda de apoio, dê isso para eles… — entregaria o papel de anotações, onde constavam as músicas e instruções de como deveriam ser executadas — Se não tiver, ache uma… — comandaria sem dar atenção ao fato de que não tinha qualquer poder decisório naquela situação.

— Como disse, o ideal é uma banda de apoio, mas por enquanto isso vai servir... — comentaria começando a estalar os dedos e a assobiar uma melodia alegre, até chegar o começo da letra:


You've got a friend in me
You've got a friend in me
You got troubles, I've got 'em too
There isn't anything I wouldn't do for you
We stick together and see it through
'Cause you've got a friend in me
You've got a friend in me

Some other folks might be
A little bit smarter than I am
Bigger and stronger too
Maybe
But none of them will ever love you
The way I do
It's me and you, boy

Concluiria a breve demonstração com um sorriso arteiro no rosto, esperando pela reação de Mika — E isso é só o começo, Rehahahaha!! — comentaria como se houvesse feito alguma pegadinha e estivesse esperando alguém descobrir.

Independentemente da reação de Mika, a mente de Lily estava formada e não havia mais como mudar os seus planos para a apresentação, que agora era o objeto de seu foco — Se o tempo está curto, é melhor eu ir para os bastidores e preparar a minha entrada. — anunciaria por fim, na expectativa de que alguém lhe indicasse o caminho, afinal o que menos precisava naquele momento era se perder antes do espetáculo.

Assim que estivesse no local, tentaria aproveitar para dar uma breve espiada através das cortinas - ou o que quer que houvesse - na plateia presente. Caso a banda de apoio estivesse nos bastidores, daria umas últimas instruções sobre o set, para ter certeza que tudo sairia conforme o planejado, e então esperaria por sua vez.


Música

Histórico:

Personagem: