Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Flevance
Página 4 de 16 Página 4 de 16 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10 ... 16  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 XqxMi0y
Créditos : 25
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Maio 13, 2021 1:08 am
Relembrando a primeira mensagem :

Operação T.N.C.T.O.N.I.

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Agentes Aiko Saito, Chocho Kimiko e Sophia Mallwitz Steinberg. A qual não possui narrador definido.

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 J09J2lK

Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sex Jun 11, 2021 12:15 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Sophia SteinbergRelatório:
Localização:Flevance8
Missão:Imposto NÃO é roubo!


Independente do que pense sobre ela, era preciso admitir que Aiko era um fenômeno. No céu ou na terra, nobre ou plebeu, ninguém mais era tão idiota à ponto de dizer aquelas coisas a um chefe da máfia dentro de seu território. Aquela garota era sem dúvidas digna de estudos.

Toda a fascinação, entretanto, não me impedia de ficar irritada. A condição especial de minha companheira idiota parecia nos deixar cada vez mais perto de não receber o dinheiro dos impostos e, quem sabe, ter que sair dali lutando.

Felizmente aquele sujeito parecia se sentir atraído por Kimiko muito mais do que se sentia repelido por Aiko, fazendo com que todas as negociações acabassem dando certo, com os dois tendo um breve tempo a sós.

No terraço, mais um pouco do luxo e da hospitalidade de nosso anfitrião eram exibidos, fazendo com que eu logo me aproveitasse destes ao sentar em uma das cadeiras sob um guarda-sol e pegar um dos sucos. Não tinha medo de veneno ou coisa do tipo, achava difícil eles serem burros o bastante para fazer isso a uma agente do Governo Mundial.

Aiko, com toda a sua ingenuidade, chamava a atenção de uma mulher… Interessante. Agonia parecia fazer jus ao seu apelido. Eu queria testá-la em uma batalha, descobrir se de fato poderia me divertir. Ao mesmo tempo, eu queria assistir sua luta e ver o que ela poderia fazer com Aiko.

Enquanto o sujeito estranho com quem Kimiko lutaria se preparava, Doce, o terceiro lutador, se aproximava de mim. Olhando-lhe de cima a baixo, percebia que ele parecia bem… Agitado. “Isso são simples doces?” Questionava enquanto pegava aquele que me era oferecido e guardava em um dos bolsos após uma boa olhada. Em retribuição, oferecia ao homem um dos sucos naquela mesa. Não queria começar uma conversação muito grande pois sabia que logo estaria derramando o sangue daquele homem.

- Deixarei a balinha para depois do expediente, mas será muito bem vinda - Respondia com cortesia mas desinteressada no sujeito. Terminada a conversa, ia até Aiko enquanto assistia a luta de Kimiko contra aquele sujeito estranho e que parecia ter uma estratégia interessante “Não vai perder, não é princesa?” Um sorriso surgia em meu rosto, mostrando a ansiedade para saber o resultado do embate.

- Aiko - Chamava a atenção da garota - Evite falar com o senhor Flay daqui pra frente, tudo bem? Digamos que as pessoas não gostam de outros pontos de vista, por mais que peçam para ouví-los. No nosso trabalho, esse “não gostar” pode significar a falha na missão ou até a morte - Tentava instruir a garota para os próximos passos, afim de ver como reagiria.



Nome: Sophia Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Atirador
Profissão: Médica
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).
Agente Senior – Nicolai - Pescotapa
Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 140
STA: 100

Força: 0[Inábil]
Destreza: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Acerto: 5 +2 EdC +4 Racial = 11 [Regular]
Reflexo: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Constituição: 1 [Regular]

Agilidade: 11
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Anatomia
Diagnose
Farmácia
Toxicologia
Primeiros socorros
Que absurdo você insinuar que uma nobre como eu não tem nada no inventário!

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Pepe
Ver perfil do usuário
Imagem : Teje preso!
Créditos : 03
Localização : Flevance - North Blue
PepeEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t321-aiko-saito#935 https://www.allbluerpg.com/t384-operacao-t-n-c-t-o-n-i
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sab Jun 12, 2021 6:21 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Aiko SaitoRelatório:
Localização:Flevance – North Blue8
Missão:Coletar Impostos
Como imaginava, Tom não aguentava a verdade. Uma pena, nem todos a aguentam por mais que imaginem que aguentem. Até falaria algo para tentar consolá-lo, mas Flay parecia ocupar a mente com outra coisa indo para outro cômodo com a princesa.

Após isso, podíamos subir tranquilas e após uma pequena fala percebia que aquele grupo de criminosos era realmente estranho. Não só o chefe não aguentava a verdade, como a tal Agonia era burra. Ela entendia tudo que falara errado. E o que isso implicava me irritava. — Você entendeu completamente errado — discordava dela. — Eu odeio sádicos —dizia para a moça com um pouco de raiva só de pensar que era possível alguém sentir prazer machucando outras pessoas sem motivo.

A nossa luta ficaria para depois, sentia minha mão direita se fechando, não poderia começarmos? Por sorte minha colega me chamava e acabava recuando e me aproximando de Sophia. — Eu sei que a maioria do povo não aguenta a verdade, mas ele foi até bem — comentava tentando voltar a ficar calma. — E não importa se ele gosta ou não, isso não vai impedir que a gente cumpra a missão, muito menos morreremos porque alguém não suporta a verdade — falava firme para Sophia. — E pode ficar calma que preciso cumprir todas as missões possíveis para subir de cargo, mesmo que a princesa não dê conta, vamos ter que vencer de alguma forma — comentava firme querendo trazer força para mim mesmo, mas não estava realmente confiante.

Observava a luta e, enquanto ela ocorria, percebia que uma das coisas que incomodava em minha cabeça acabava por finalmente sumir finalmente passou os cinco posts que o panda falou. Os chifres deixavam minha cabeça em paz e por isso precisava verificar se a faixa ainda estava firme ou se havia afrouxado um pouco com a diminuição do volume na minha cabeça. Se estivesse tudo ok, não precisava me preocupar muito.

Já a luta em si, ela parecia até bem equilibrada para mim. O tal Santo não parecia melhor que a princesa na luta em si, mas acabava na vantagem por causa de seus truques. Não podíamos esperar algo diferente de um grupo de criminosos. Tanto que a princesa não reclamava ou qualquer coisa do tipo.

Quem reclamaria era eu, pois chegava a um ponto onde Chocho comentava com a gente sobre ficar com o dinheiro extra. — Nunca! — falaria firme para a princesa. — Tom falou que devia mais ao governo, esse dinheiro vai para os cofres — respondia a princesa que não percebia que isso já era um ato de corrupção por si só. — A gente compra para você um quimono depois, é para isso que temos nosso salário — falaria tentando fazer a princesa perceber quão errado era o que estava falando.

No mais não havia muito o que fazer além de aguentar a tensão aumentando enquanto a luta não acabasse. Sabia que o próprio Tom não deixaria a princesa sair muito machucada disso já que ele gostara dela. Na realidade, pelos nomes e pela situação, a pessoa em maior perigo ali era eu.

Por isso, quando a luta da princesa acabasse, me levantaria tentando manter a calma e respiraria fundo. Me aproximaria do local onde lutaria com agonia e prepararia minha mão direita para sacar a espada. Esperando algum sinal de que poderíamos começar a lutar.


Nome: Aiko Saito
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim
Profissão: Cozinheira
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: 2x Katana
Perdas: N/A
Relações com NPCs: N/A
Informações que julguei importante: Agente Senior – Nicolai – Pescotapa
Tom Flay – Criminoso – Apaixonado na princesa
HP: 2400
SP: 100

Força: 160 + 80 = 240 [Regular]
Destreza: 0 [Incompetente]
Acerto: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 0 [Regular]

Agilidade: 220
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Peso que aguenta carregar: 340 kg
CulináriaVocê é capaz de preparar pratos e refeições simples ou complexos, seguindo receitas ou a sua própria criatividade.

DegustaçãoVocê consegue identificar alguns ingredientes e preparos dos pratos que experimentar por meio de paladar, olfato ou observação visual.

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

MixologiaVocê é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.

NutriçãoVocê sabe encontrar o meio-termo entre alimentação e saúde, sabendo criar pratos e cardápios bem equilibrados quando se trata de nutrientes, escolhendo os melhores ingredientes.
2 katanas
Alexander III
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 8435c86a7b1241a5c499a96b90046594
Créditos : 07
Alexander IIIEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t294-alexander-lancaster-caven https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#910
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Jun 15, 2021 2:44 am

OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I.


Around the world : Première partie - Kanto [ft. Lise & Shinzo] 506h






Flevance – North Blue
10:00 AM
Dia fresco com céu azul, 22 °C


Agonia sorria para Aiko quando ela dizia que odiava sádicos e antes que fosse embora ela a retrucava.

— Ótimo, afinal se gostasse não teria graça alguma HAHAHAHAHAHAHA.

Ao mesmo tempo senhor doce entregava uma linda balinha de canela para Sophia, ela perguntava meio desconfiada pelo o que poderia conter naquilo.

— CLARO QUE SIM, EU JAMAIS ESTRAGARIA UM DOCE!!

Ele percebe que levanta sua voz e coça sua nuca meio envergonhado, porem ele parecia ser honesto com aquilo, de toda forma ela guardava para depois e oferecia ao homem um suco de sua mesa.

— Suco? Tem açúcar nisso? Se não tiver não quero, odeio coisas sem doce blarg

Fazia uma faceta de nojo quando pensava no gosto das comidas que supostamente deveriam ser doces, mas eram fracas demais para seu paladar “refinado”

Com o desenrolar da luta Kimiko percebia que subestimar seu oponente de fato não seria uma boa estratégia, afinal apesar de ser santo o mesmo não parecia ser um.

— Eu jamais atacaria uma pessoa que não tem intenção de lutar, leve o tempo que precisar, AMEM!

Enquanto Kimiko se despia para continuar a lutar as duas agentes conversavam sobre o ocorrido de antes, Aiko explicava sobre como reagir a “verdade” poderia ser doloroso para algumas pessoas.

O inchaço da testa da garota finalmente sumia e ela podia passar seus dedos de forma reta por sua testa sem sentir duas montanhas deixadas por seu superior, ela concertava a faixa que estava meio frouxa.

Quando a princesa comentava sobre gastar o dinheiro para uso pessoal, a certinha do grupo jamais deixaria aquilo ocorrer e logo dizia o destino real do dinheiro extra dado por Flay.

Porem Kimiko queria ganhar a luta, ela usava seu kimono de forma muito astuta, já que seu tecido era fino e translucido ela usaria ele para tampar parte de sua visão e transformar a luz que antes era muito brilhante em apenas incomoda aos seus olhos.

O homem se preparava mais uma vez agora que a princesa estava pronta para o combate, mesmo que não pudesse ter visto nada antes, ela sabia que o homem não tinha tanta técnica na espada assim, sua principal arma era de fato a luz.

— Hmhmhmhmhmhmhmhm, o caminho da luz pode ter lugares escuros as vezes sabe? AMEM!

Antes de atacar mais uma vez Chocho se superava pensando de forma astuta, ela usaria apenas sua visão periférica e usaria a sombra do homem como referência para seus movimentos, apesar de ela estar bem fraca pela luz solar e depois sendo apagada pela luz que era omitida pelo homem ela ainda estava ali.

O santo corria em sua direção e lhe dava um golpe de cima para baixo com sua grande espada, porem ela já previa isso, usando a sombra e sua visão limitada ela esquivava e enquanto isso usava o tecido de seu quimono para cegar momentaneamente seu adversário.


Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 BlissfulUntidyAngelwingmussel-max-1mb


A espada batia no solo e um grande pedaço era arrancado, e enquanto isso Kimiko preparava um contra-ataque, analisando a armadura do homem da forma que podia ela podia ver que na área da axila, uma perfuração era feita diretamente ali.

Um grunhido de dor saia da boca do santo, dava para ver que ela havia cortado um tendão e provavelmente ele não iria conseguir mais levantar sua espada, porem ele começava a girar sua espada para tentar acerta-la de todo jeito.

— JÁ CHEGA, KIMIKO VENCEU SANTO!

Flay gritava de longe, afinal a luta não era para haver um morto, e apenas entretenimento de quem ali assistia.

— Hmhmhmhmhmhmhmhm, arg, tenho que admitir que a luta foi de fato boa, agradeço que podemos terminar sem mais machucados, AMEM!

Agora que a princesa finalizava Flay olhava para as duas enquanto os médicos já tratavam do santo e perguntava.

— E então qual das duas vai lutar agora? Podem escolher entre si, seu oponente selecionado já estará ali esperando.

Independente de qual das duas decidisse lutar agora, seu devido combatente estaria apenas esperando no ringue, e elas teriam de fazer o primeiro movimento já que era decidido o início da partida quando elas atacassem.


OFF:
Qualquer coisa me chama no Discord ou me manda MP XD
Discord: Ex-panda#8692

Histórico:
Post: 9
Perdas:

Ganhos:

Considerações:


_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 KMdYuOB

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 CHaNlHs
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Jun 15, 2021 6:35 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance9
Missão:Cobrar imposto
Se Santo não me desse tempo para por em prática meu plano, a luta possivelmente teria outro desfecho. Mas a gentileza dele me permitia usar um trunfo e acabava superando-o em habilidade e estratégia. Sentia o tendão do homem se rasgando ante o corte de minha espada e sorria, satisfeita, sabendo que ele não mais conseguiria erguer a espada. E, então, quase uma tragédia. Mesmo com o tendão cortado, o homem manobrava seu corpo para me acertar um corte giratório. Havia me descuidado e, não fosse a intervenção de Flay, poderia ter sido atingida em cheio.  — Foi um belo combate, Santo-san. Espero que possamos ter uma nova chance no futuro. 


Dizia, mantendo-me altiva e não demonstrando meu desespero. Agora, com o combate encerrado, recolhia o resto de meu quimono enquanto me encaminhava para junto de Sophia e Aiko. — Aiko-san, não adianta nada ele falar que vai dar mais dinheiro e que deve mais ao governo. Nossa missão foi cobrar 50 mil de impostos. A menos que tenhamos comprovações de que há mais dinheiro para ser pago, os outros 50 mil foram uma bonificação por nosso trabalho, apenas isso. Mas falemos disso depois, sim?  Após isso, sentaria-me, buscando limpar o sangue da lâmina com o tecido destruído. Focaria nessa tarefa, mas manteria-me conversando com Sophia: — Acho que não tive nenhum ferimento expressivo, Sophia-san, mas será que poderia conferir, por favor?


Após o tratamento devido, começaria a observar a luta que se desenrolasse. Essa era uma ótima oportunidade para ver como minhas colegas de trabalho agiam. Com isso poderia, também, saber como escolher o melhor estilo de arma para cada uma. — Ganbatte, Aiko-san! E cuidado com estratégias diferentes!


Não sabia se Agonia seguiria o mesmo estilo de Santo, mas era bem possível que houvesse algum subterfúgio envolvido. E nossa querida colega idiota não parecia ser o tipo que saberia passar por essas adversidades. Esperava estar errada mas, do contrário, contava novamente com a intervenção de Flay, para evitar que tivéssemos de explicar o porquê de nossa amiga se ferir tanto.


N.T.: Ganbatte = dê o seu melhor

Ganhos: Florete (clássico?)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Jun 17, 2021 1:51 am
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Sophia SteinbergRelatório:
Localização:Flevance9
Missão:Imposto NÃO é roubo!


O tal “Doce” provava ter gostos que realmente faziam jus ao seu nome, recusando o suco oferecido por mim de maneira um tanto quanto caricata. De fato, depois de conhecer Aiko, não tinha muita paciência restando para estabelecer uma conversa com esse tipo de pessoa sem os estudos apropriados.

Desse jeito, a glicose provavelmente não vai deixar que esse sujeito passe dos 30 anos. Claro, se eu não acabar com ele primeiro” Ria com meu próprio pensamento. Deixando aquilo de lado, eu ia até Aiko para tentar botar alguma razão em sua mente vazia, desnecessário dizer que aquilo não funcionava e deixava assistir a luta de Kimiko como a única opção viável.

O tal santo não parecia ser tão santo assim em seu estilo de luta. Por sorte, nossa princesa não só sabia manusear uma espada de uma maneira bem peculiar como também era capaz de se adaptar rapidamente aquele tipo de combate. Kimiko era realmente uma mulher perigosa.

Após algum tempo, Tom finalmente interrompia o combate e dava a vitória para a agente, que parecia satisfeita. Quando vinha até nós, a mulher pedia para que eu checasse possíveis ferimentos - Foi uma bela luta, princesa. Deixe-me ver se realmente não se machucou - Dizia oferecendo uma cadeira próxima para que Kimiko se sentasse, enquanto olhava para Aiko - Vai mesmo querer lutar contra Agonia? Ela parece bem confiante, tente se aproveitar disso - Dizia a garota sem saber se ela realmente levaria isso em conta durante a batalha.

Checaria os ferimentos de Kimiko e faria os primeiros socorros caso fosse necessário. Ao fim, focaria a maior parte de minha atenção em assistir à luta de Aiko. Ainda assim, tiraria um tempo para falar com a princesa - Caso eu me empolgue demais durante a minha luta, pode me parar - Dizia sem dar maiores explicações, imaginando o que poderia acontecer durante o meu combate.


Nome: Sophia Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Atirador
Profissão: Médica
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).
Agente Senior – Nicolai - Pescotapa
Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 140
STA: 100

Força: 0[Inábil]
Destreza: 7 +2 EdC +2 Racial  = 11 [Regular]
Acerto: 5 +2 EdC +4 Racial  = 11 [Regular]
Reflexo: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Constituição: 1 [Regular]

Agilidade: 11
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Anatomia
Diagnose
Farmácia
Toxicologia
Primeiros socorros
Que absurdo você insinuar que uma nobre como eu não tem nada no inventário!

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Pepe
Ver perfil do usuário
Imagem : Teje preso!
Créditos : 03
Localização : Flevance - North Blue
PepeEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t321-aiko-saito#935 https://www.allbluerpg.com/t384-operacao-t-n-c-t-o-n-i
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qui Jun 17, 2021 10:44 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Aiko SaitoRelatório:
Localização:Flevance – North Blue9
Missão:Coletar Impostos
Apesar de já ter me preparado para a batalha, Tom perguntava quem iria lutar agora. — Sou eu contra a bonita ali — falava apontando para Agonia. Já preparada para o combate ouvia minhas colegas comentando sobre a luta e só poderia falar. — Quero acabar com ela — provavelmente minha raiva começava a ficar exposta para as duas.

Me guiaria para o local e retirava uma das katanas me preparando para o combate. Colocava-a na minha frente enquanto a segurava com ambas as mãos. Respirava fundo enquanto esperava o sinal da luta.

Não podia deixar de me sentir nervosa com a situação, não só porque ia enfrentar uma pessoa nojenta, como era a primeira luta mais oficial que travaria. Assim que o sinal fosse dado avançaria com velocidade na direção de Agonia. Não queria dar chance a adversária de começar seus possíveis truques.

Ao avançar manteria a espada firme logo a minha frente apesar de relaxar os ombros para possíveis movimentos rápidos. Preparando-me para um possível avanço e ataque mais rápido de minha adversária.

Para este primeiro caso, sendo Agonia mais rápida, tentaria bloqueá-lo se o ataque viesse pela área externa do meu corpo, seja lateralmente ou diagonalmente. Para isso moveria minha katana o mais rapidamente que conseguisse na direção da lâmina inimiga e o faria com um movimento que envolvesse toda a minha força, para que as duas katanas, ao se chocarem, fizessem minha adversária abrir sua guarda. O movimento de bloqueio realizado dependeria do golpe dela, sendo meramente levando a espada para o lado caso a fim de interceptá-lo caso fosse um ataque completamente lateral, ou um movimento diagonal ascendente se ela tentasse realizar um corte na diagonal.

Se conseguisse, logo após o choque, no movimento de retorno de minha espada aproveitaria para atacar Agonia aproveitando que a guarda dela teria ficado exposta. Esta volta seria em um movimento descendente diagonal tentando cortá-la do ombro até a costela no caso de o golpe de Agonia ter sido diagonal. Ou um corte lateral que atingiria a costela dela e então já retiraria a lâmina, não queria machucá-la muito num duelo para entretenimento de Tom.


Se o golpe de minha adversária fosse na região interna, algo próximo de uma estocada, o que acharia estranho pelo formato da espada, tentaria me esquivar rotacionando meu corpo. Tentaria rotacionar de forma que fosse para o lado exterior do corpo de Agonia.

Caso conseguisse esquivar, aproveitaria que estaria em uma posição mais complicada para que Agonia fizesse algo, e tentaria executar um golpe lateral na altura do umbigo dela que iria na direção da costela para sair sem maiores problemas, já me virando após passar por ela para voltar a encará-la.


Se no meu avanço, fosse mais rápida que minha adversária, tentaria simplesmente mandar um golpe frontal mesmo descendente com toda a força, teoricamente acertaria sua testa e nariz se Agonia não fizesse nada. Caso ela se esquivasse, daria um salto para trás já recuando a espada para mais próxima do corpo para tentar bloquear golpes que pudessem vir em minha direção.

Caso Agonia aparasse o golpe e ficássemos forçando as espadas uma contra a outra por alguns instantes, comentaria. — Você não usaria de truques sujos, não é? — acreditava em uma verdade. Criminosos usariam truques sujos, mas talvez ela fosse mais ampla, lembrando da fala de Sophia acabava perguntando aquilo para Agonia, pois pessoas confiantes não precisam manchar a batalha para vencer.

Independente dessa primeira onda de ataque, seja meu ou dela, pularia para trás para vê-la melhor e então partiria em sua direção de novo, não podia deixá-la tomar ar. Nesse mísero segundo que a observasse, tentaria ver a posição dos pés dela, assim, ao avançar, tentaria começar a pressioná-la executando golpes frontais fortes com a minha katana. Seria sempre uma pancada após a outra. Queria empurrar a parte superior do corpo dela para trás a cada golpe, para desequilibrar a minha adversária se fosse possível.

Nesse avanço desenfreado executaria os mesmos movimentos defensivos que pensara anteriormente, manter um padrão sempre me ajudara a não falhar completamente no treino.


Nome: Aiko Saito
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim
Profissão: Cozinheira
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: 2x Katana
Perdas: N/A
Relações com NPCs: N/A
Informações que julguei importante: Agente Senior – Nicolai – Pescotapa
Tom Flay – Criminoso – Apaixonado na princesa
HP: 2400
SP: 100

Força: 160 + 80 = 240 [Regular]
Destreza: 0 [Incompetente]
Acerto: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 0 [Regular]

Agilidade: 220
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Peso que aguenta carregar: 340 kg
CulináriaVocê é capaz de preparar pratos e refeições simples ou complexos, seguindo receitas ou a sua própria criatividade.

DegustaçãoVocê consegue identificar alguns ingredientes e preparos dos pratos que experimentar por meio de paladar, olfato ou observação visual.

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

MixologiaVocê é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.

NutriçãoVocê sabe encontrar o meio-termo entre alimentação e saúde, sabendo criar pratos e cardápios bem equilibrados quando se trata de nutrientes, escolhendo os melhores ingredientes.
2 katanas


_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 OOvf4T4
Alexander III
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 8435c86a7b1241a5c499a96b90046594
Créditos : 07
Alexander IIIEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t294-alexander-lancaster-caven https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#910
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sex Jun 18, 2021 2:02 am

OPERAÇÃO T.N.C.T.O.N.I.


Around the world : Première partie - Kanto [ft. Lise & Shinzo] 506h






Flevance – North Blue
10:30 AM
Dia fresco com céu azul, 22 °C


A luta dos dois finalmente se vinha ao fim, Santo não parecia feliz com o resultado final, porém aliviado que ele não teria de lutar mais com certeza era algo que se esboçava em sua face, Kimiko logo ia falar com Aiko e Sophia que estavam sentadas descansando esperando suas lutas.

Enquanto a princesa falava com Aiko a medica puxava uma cadeira para sua amiga para ver possíveis ferimentos após a luta, Sophia confirmava a escolha de sua colega, afinal agonia não parecia brincadeira.

Porem confiante ela mostrava sua raiva para todos ali no local, ela se levantava e logo ia para a posição de combate, ela sacava sua espada e segurava a mesma com ambas as mãos, respirava fundo e esperava o sinal do combate.

Do outro lado Agonia finalmente entrava em postura de combate, mas ainda nem sacava sua espada, apenas levantava seus punhos com duas manoplas de ferro simples, elas se olhavam e um pouco antes do sinal a sua oponente se mostrava pronta com um olhar.


Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 9bbc18eb8a9fcbea8d991f6665660df3


Quando começava a luta, já esperando que Agonia fosse mais rápida, Aiko se defendia de seu soco usando um ataque como defesa, a lamina se chocava contra a parte de ferro da manopla e faíscas eram jogadas ao ar.


Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 7739f8b8637d3996efeb05ecfde24f78


Aiko tentava encaixar um golpe porem ela socava mais uma vez, e mais uma vez, e não parava e seu ritmo só aumentava.

— CUIDADO BONEQUINHA, UM SOCO MEU DOI MUITO HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

A espada da agente se encontrava com os “punhos” de sua oponente sem tempo para descanso e cada vez mais ela perdia espaço, mas usando sua empunhadura dupla contra apenas um punho por vez, depois de certo tempo ela finalmente conseguia abrir a guarda para encaixar um golpe.

Um corte lindo descendente que acertava o ombro de agonia até quase seu umbigo era acertado, mas antes que ele pudesse completar toda a sua trajetória, ela usava sua manopla para travar a espada, porem perdia uma de suas “luvas” que ficava presa na lamina.

— HAHAHAHAHAHAHAHAHA, SIM GAROTINHA, AGORA AS COISAS FICAM INTERESSANTES, sabe Tom me pediu para não usar minha espada, porem agora que eu estou “desarmada” terei de usar certo hmhmhmhmhmhmhmhmhmhm.

Ela lentamente sacava sua espada, porem tinha algo de diferente ali, ela parecia.... Mole? Sim era exatamente isso, uma katana amolecida quase como um chicote.


Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Kimetsu-n-o-yaiba-mitsuri-kanroji-amor-espada-cosplay-r-plica-prop


Quanto totalmente sacada, Aiko percebia a verdadeira dificuldade da luta e porque seu nome era agonia, se lutar contra um chicote para um espadachim já é desconfortável, imagine um que tem fio.

Quase como um acrobata de circo ela começava a girar sua lamina quase como uma fita, e jogava para lá e para cá como se estivesse em uma dança sem música, sem nem perceber Aiko ganhava um grande corte em seu braço, a lamina era tão rápida que era difícil de se ver.

Ela instintivamente corria saltava para trás e analisava levemente a forma de luta de sua oponente porem era difícil já que parecia mais uma dança sem sentido do que de fato um estilo de espadachim.

Aiko começava a se aproximar porem Agonia começava a girar sua lamina acima de sua cabeça, criando quase como um “vestido” mortal em volta de seu corpo, o espaço no terraço não era tão grande para a agente conseguir fugir da longa chicote espada, o que faria ela?


OFF:
Qualquer coisa me chama no Discord ou me manda MP XD
Discord: Ex-panda#8692

Histórico:
Post: 10
Perdas:

Ganhos:

Considerações:


_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 KMdYuOB

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 CHaNlHs
Akuma Nikaido
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 120x120
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Sex Jun 18, 2021 6:44 pm

Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Chocho KimikoRelatório:
Localização:Flevance10
Missão:Cobrar imposto
Ouvia Sophia elogiando-me ao final de minha luta e corava levemente.  — Obrigada, Sophia-san. Por um momento achei que fosse perder, quando fiquei desorientada, sem minha visão. Confessava a minha colega, aliviada por ter dado tudo certo. Não parecia ter tido nenhum ferimento que não aquelas escoliações, o que era um resultado reconfortante. A partir de agora, começava a observar a luta de Aiko, analisando como a garota lutava e vendo sua oponente também.


A fala de Sophia sobre empolgar-se demais deixava-me um tanto quanto curiosa. Olhava-a nos olhos, buscando ver se era alguma piada ou se era sério o que dizia e, por fim, concluía que era um pedido verdadeiro. — Pode deixar, Sophia-san. Não precisamos fazer inimigos desnecessariamente. Qualquer coisa, eu dou um jeito. Respondia-a rapidamente, tentando não perder o foco da luta. O início do combate me dizia muito mais sobre Aiko do que outra coisa. O estilo de luta da garota era baseado em golpes violentos e diretos, totalmente inadequados pra uma katana como aquela. — Pobre espada... Uma katana não dura muito tempo se manuseada assim. Talvez uma montante seja melhor para ela, ou ao menos uma espada com folha larga e lâmina dupla... Pensava em voz alta, perdida nos meus devaneios. Incomodava-me o fato de que Agonia ainda não utilizara sua espada, sendo que aquilo era pra ser um duelo entre espadachins. Mas assim como minhas colegas não reclamaram durante minha justa, assim não faria com Aiko. Se a agente se incomodasse, bastava expressar. Ainda mais considerando que ela era extremamente sincera.


Apesar de Agonia comandar o ritmo do duelo, Aiko mantinha-se usando a força bruta e, eventualmente, conseguia abrir a guarda da oponente, cortando-a do ombro ao umbigo. — Quanta stamina a da Aiko... Eu não conseguiria manter-me lutando assim e bloqueando ataques sucessivos por tanto tempo... Seu estilo de luta então baseia-se em vencer os oponentes pelo cansaço... Minha análise de minha colega já estava bastante completa com isso, embora pudesse ainda encontrar nuances antes não percebidas. Agonia, no entanto, mostrava-me algo muito mais interessante em seguida. Quase que no mesmo momento em que ela mostrava sua lâmina, sentia meu corpo inclinando-se para a frente, meus olhos brilhando e minha empolgação aflorando. Começava a comentar com Sophia, sem ligar para falar baixo ou pausadamente: — Que lâmina incrível! Tanta maleabilidade...! Não é algo fácil de se produzir, o aço geralmente fica bem quebradiço. E o jeito como ela manuseia, parecendo um chicote! A ilusão de movimento extra torna ainda mais difícil acompanhar. É como uma cobra prestes a dar o bote!


A situação de Aiko era bastante difícil e eu sabia disso. Ela agora estava em desvantagem de alcance e poderia ser facilmente enganada pela movimentação rápida de Agonia. Ainda comentando com Sophia, dizia: — Se quiser ver melhor os movimentos da espada dela, olhe para o cabo. A lâmina vai serpentear, mas o cabo mantém-se mais ou menos fixo e permite uma visualização melhor. Se souber onde a lâmina vai seguir, fica mais fácil bloquear e, em força, Aiko-san já mostrou que ganha de Agonia. Se a lâmina delas se entrelaçarem, ou a espada-chicote se quebra, ou nossa amiga consegue puxar Agonia para perto e quebrar a distância. Fora que ela ainda tem uma segunda katana... Comentava para Sophia, analisando a situação do embate. Estava empolgada como o duelo se encaminhava e ansiosa para ver o que nossa companheira faria. Quase que involuntariamente, percebia-me prendendo a respiração. Momentos assim transcendiam minha capacidade de manter-me inabalável e inalterada. Adorava espadas e em uma luta era onde elas podiam demonstrar suas verdadeiras capacidades. — Ikeee, Aiko-san!


N.T.: Ike = Forma imperativa do verbo Iku, significando Vá!

Ganhos: Florete (clássico?)
Perdas:
Relações: -
HP: 200
SP: 100
Força: Regular
Peso máximo suportado: 118 kg
Destreza: Regular
Acerto: Regular
Reflexo: Regular  Constituição: Regular
Acrobacia
Anatomia
Engenharia mecânica
Estratégia
Forja
N/A


Última edição por Akuma Nikaido em Sab Jun 26, 2021 3:20 pm, editado 1 vez(es)
Wesker
Ver perfil do usuário
Imagem : Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Imagem_Icone
Créditos : 00
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Ter Jun 22, 2021 3:11 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Sophia SteinbergRelatório:
Localização:Flevance10
Missão:Imposto NÃO é roubo!


Kimiko parecia ter realmente se sobressaído na luta. Apesar das dificuldades, a princesa não tinha nenhum ferimento preocupante e acabava facilitando muito meu trabalho, fazendo com que agora eu pudesse focar em assistir o embate de Aiko.

A garota era forte, precisava admitir isso. A fala de Kimiko confirmava meu pensamento de que no embate que ela tinha contra Agonia, quem levava a pior era a espada. Ainda assim, era de fato impressionante que a garota conseguisse se manter lutando por tanto tempo - Vencer pelo cansaço, não é? Acho que Agonia não é a única em quem ela vem tentando usar essa estratégia - Brincava com o comentário da princesa.

Após algum tempo do embate, parecendo que Aiko acabaria levando a melhor, a ruiva finalmente decidia mostrar sua verdadeira forma de lutar. A espada que ela puxava era sem dúvidas diferente de qualquer outra arma que eu já havia visto. As explicações da nerd das espadas deixavam claras as especificidades daquela arma, que parecia ser tão letal quanto era única. Era de fato uma forma interessante de se lutar.

De forma inesperada, meu interesse por aquela luta aumentava. Sabia que Aiko seria uma boa cobaia do estrago que uma arma como aquela poderia fazer. Sem que eu conseguisse esconder, um sorriso maldoso surgia em meu rosto, ao imaginar as possibilidades que uma arma como aquela trazia consigo.

- Acho que teremos problemas, princesa - Falava com Kimiko sem realmente tirar os olhos do combate - Uma arma como aquela pode causar muito mais estragos em Aiko do que eu posso tratar sem os equipamentos propícios… - Aquela seria a primeira vez em que Kimiko me veria sem parte de minha compostura impecável. Ver o estilo de luta de Agonia simplesmente me animava mais do que eu conseguia esconder.

- Senhor Flay, faria a bondade de me emprestar um kit de primeiros socorros quando isso acabar? - Perguntava ao nosso anfitrião, ainda mais empolgada com a luta do que com a resposta que viria.




Nome: Sophia Steinberg
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim/Atirador
Profissão: Médica
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações com NPCs: (Depois faço, por hora só vou listando quando lembrar).
Agente Senior – Nicolai - Pescotapa
Nível: 1
Experiência: 20

PdV: 140
STA: 100

Força: 0[Inábil]
Destreza: 7 +2 EdC +2 Racial  = 11 [Regular]
Acerto: 5 +2 EdC +4 Racial  = 11 [Regular]
Reflexo: 7 +2 EdC +2 Racial = 11 [Regular]
Constituição: 1 [Regular]

Agilidade: 11
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Anatomia
Diagnose
Farmácia
Toxicologia
Primeiros socorros
Que absurdo você insinuar que uma nobre como eu não tem nada no inventário!

_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 Sign_Bismarck_V1_-_Tamanho_certo_borda_branca
Pepe
Ver perfil do usuário
Imagem : Teje preso!
Créditos : 03
Localização : Flevance - North Blue
PepeEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t321-aiko-saito#935 https://www.allbluerpg.com/t384-operacao-t-n-c-t-o-n-i
Re: Operação T.N.C.T.O.N.I. Qua Jun 23, 2021 10:11 pm
Operação T.N.C.T.O.N.I.
Agente:Aiko SaitoRelatório:
Localização:Flevance – North Blue10
Missão:Coletar Impostos
Agonia por algum motivo não usava uma espada mesmo essa sendo a proposta inicial de Chocho, será que ela não tinha entendido isso? Independente disso, no começo a luta até estava andando como queria. Claro, a katana provavelmente já estaria cheia de dentes após as consecutivas pancadas que dei nas manoplas, talvez até se quebrasse daqui a pouco, mas era por isso que havia duas comigo, já conhecia esse risco.

Com isso, a batalha seguia e inclusive recebia algumas informações interessantes. Como por exemplo Tom ter pedido para Agonia usar os punhos para a batalha e não a espada, seria alguma parte do trato que havia firmado com a princesa enquanto estavam a sós? Não importava muito, pois a minha adversária acabava de sacar a espada e assim percebia como a luta se tornara mais complexa. Uma espada chicote?

Antes mesmo de entender a nova arma inimiga direito acabava sentindo um corte em meu braço direito informação do meu narrador. Recuava e quando pensava em avançar via Agonia rodando a espada chicote dela a sua volta como um vestido... o que podia fazer quanto a isso?

Bem, Chocho me dava sua opinião, mas me falta literalmente experiência em combate para deduzir o que Agonia faria com um chicote vendo sua mão. Acabava sem entender o que a princesa queria dizer com aquilo tudo. Só entendia que tinha chances da minha adversária perder a arma se fizer a coisa certa... o que não me ajudava muito.

Olhando para o “vestido” de minha adversária, olharia a rotação da lâmina, apertaria um pouco mais o cabo da katana pensando no que faria, mas relaxaria em seguida, sabia que não necessariamente segurar com a maior força resultaria na maior segurança, só deixaria minha mão com maior chance de cansar.

Após respirar fundo pela primeira vez percebia que havia alguns pontos positivos em lutar contra aquela arma. Lógico, havia mais pontos negativos, principalmente por não ser acostumada, nunca havia lutado com um chicoteador então tudo seria meramente parte do que havia visto (em um circo do tratador de animais) ou imaginado nos últimos instantes. Com uma arma dessas, aproximar a luta se torna uma vantagem, já que o movimento de um chicote depende da ondulação dele como a própria princesa citou, precisava pensar em como usar isso ao meu favor no calor da luta.

Assim, partiria em direção ao vestido. Caso chegasse tranquilamente faria um movimento ascendente na diagonal, de forma que a minha espada fosse contra o movimento do vestido e entrasse entre o vão da lâmina dela. Queria forçar a lâmina num ponto intermediário, mais ou menos na minha altura, em um movimento que faria que a rotação mudasse contra o gosto de minha adversária e mais importante, para que Agonia prestasse atenção em como o meu movimento era para cima, como meus braços estavam se esforçando para subir.

Se isso acontecesse, com o tempo todo o “chicote” estaria mais para cima do que nas curvas do vestido. Aproveitaria esse instante enquanto meus braços faziam força para cima e o chicote dela parava de estar entre nós duas, para simplesmente tentar me aproximar bem mais de minha adversária. Sem me importar até mesmo com que nossos corpos colidissem no primeiro instante.

Neste momento tentaria virar a minha mão direita que segurava a katana e desceria a espada na direção de minha adversária pelo lado que não cortante mesmo, como a lâmina já estaria pior, não havia motivo para me preocupar com isso.


Caso enquanto avançasse Agonia modificasse o que estava fazendo, tentando provavelmente serpentear sua arma em minha direção com algum golpe. Não teria como bloquear o golpe já que não sabia nem mesmo como funcionaria aquela arma. Será que se não conseguisse acertar a ponta, faria a lâmina curvar e me bater pelas costas? Conseguia facilmente visualizar isso acontecendo. Por isso, tentaria meramente me esquivar girando o corpo e transformando a minha corrida em algo mais lateral, além de levar a espada para o lado onde a espada-chicote dela estava para impedir que ela simplesmente movesse sua espada em minha direção com algum tipo de onda qualquer.

Em qualquer investida, se conseguisse me aproximar dela o suficiente, algo próximo de um metro de distância mesmo. O ponto agora era não deixar ela tornar a aumentar a distância. Os golpes com a katana não poderiam ser mais pesados, pois não queria afastá-la, tentaria priorizar golpes leves e rápidos com a minha espada. Tentaria seguir um padrão para que não me perdesse e a própria Agonia conseguisse lê-los com maior facilidade. Tentaria cortá-la sempre lateralmente de um lado para o outro.

Caso estivesse próxima e minha adversária tentasse me acertar, tentaria acertar a espada dela o mais rápido que desse próxima do cabo, só para quebrar o ritmo da ondulação dela. Não fosse tão puro quanto ela desejava. Estando tão perto assim, mesmo que a arma realmente me acerte por trás como pensara antes, imagino que desta vez perderia a força que já teria se só acabasse acertando próximo do meio da lâmina chicote.

Com a forma que lutava, não duvidaria que em algum momento a minha lâmina quebraria. Como meu objetivo primário era me aproximar, mesmo quando isso ocorresse não poderia recuar. Sendo assim, quando sentisse que isso ocorreria, simplesmente soltaria a arma sem pensar duas vezes. Agacharia enquanto inclinava meu corpo para frente. Avançaria na meia altura sacando a espada e tentaria cortar Agonia entre os peitos enquanto subia a espada.

Se em algum momento indicassem que a luta acabara, daria vários saltos para trás a fim de sair do alcance do chicote espada e embainharia a minha katana, se houvesse soltado a primeira, ao perceber que Agonia já estava tranquila, me aproximaria e pegaria está mesmo quebrada. — Obrigada pelo combate — falaria para Agonia me curvando um pouco se não houvesse me machucado muito, pois apesar de se chamar de sádica, ela estaria longe de me machucar como uma sádica como a minha mãe. — Nunca havia enfrentado alguém com uma arma dessas — comentaria em seguida.

Nome: Aiko Saito
Cargo: Agente Junior – CP2
EDC: Espadachim
Profissão: Cozinheira
Operação de Treinamento Naval de Combate a Trapaceiros, Ordinários, Narcotraficantes e Infames

Ganhos: 2x Katana
Perdas: N/A
Relações com NPCs: N/A
Informações que julguei importante: Agente Senior – Nicolai – Pescotapa
Tom Flay – Criminoso – Apaixonado na princesa
HP: 2400
SP: 100

Força: 160 + 80 = 240 [Regular]
Destreza: 0 [Incompetente]
Acerto: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Reflexo: 120 + 40 + 60 = 220 [Regular]
Constituição: 0 [Regular]

Agilidade: 220
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: 0
Peso que aguenta carregar: 340 kg
CulináriaVocê é capaz de preparar pratos e refeições simples ou complexos, seguindo receitas ou a sua própria criatividade.

DegustaçãoVocê consegue identificar alguns ingredientes e preparos dos pratos que experimentar por meio de paladar, olfato ou observação visual.

HerbalismoVocê conhece plantas, ervas e suas propriedades. Sabe onde encontrar a planta ou erva que deseja, como cultivá-la, se elas têm propriedades venenosas, características curativas ou alucinógenas. Você pode utilizar as propriedades in natura das plantas e ervas que encontrar, mas essa proficiência não permite a manipulação das mesmas.

MixologiaVocê é um especialista em bebidas, sendo elas alcoólicas ou não, inovadoras ou extremamente tradicionais. Você é capaz de criar e reproduzir bebidas.

NutriçãoVocê sabe encontrar o meio-termo entre alimentação e saúde, sabendo criar pratos e cardápios bem equilibrados quando se trata de nutrientes, escolhendo os melhores ingredientes.
2 katanas


_________________

Operação T.N.C.T.O.N.I. - Página 4 OOvf4T4