All Blue RPG

Um RPG narrativo baseado no universo de One Piece, obra criada por Eiichiro Oda.
 
InícioCalendárioFAQProcurarMembrosGruposRegistarEntrar
Últimos assuntos
» [Narrada/Fechada] Sigam as Borboletas
Quem liga pra reinos? Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 4:20 pm

» [Narrada/Fechada] Força x Magnética
Quem liga pra reinos? Emptypor Oni Qua Abr 10, 2024 9:04 am

» [Narrada/Aberta] Lia, a Guerreira do Mar
Quem liga pra reinos? Emptypor ~ºLiaº~ Qua Abr 10, 2024 4:04 am

» Cap 1 ~ Piratas Indomáveis em Sabaody
Quem liga pra reinos? Emptypor Blind1 Ter Abr 09, 2024 7:00 pm

» [TUTORIAL] - Erj Euclid
Quem liga pra reinos? Emptypor Erj Euclid Ter Abr 09, 2024 3:28 pm

» [Narrada/Fechada] 1 - Vozes
Quem liga pra reinos? Emptypor Handa Dom Abr 07, 2024 2:09 pm

» [Autonarrada/Fechada] - A Duke's Return and a Queen's Will.
Quem liga pra reinos? Emptypor Kenshin Sex Abr 05, 2024 11:58 pm

» RP Player - Ficha Yang (Douglas)
Quem liga pra reinos? Emptypor Takamoto Lisandro Sex Abr 05, 2024 8:44 pm

» Crie sua Forma Zoan
Quem liga pra reinos? Emptypor Jonas Hatake 007 Sex Abr 05, 2024 7:38 am

» [FICHA] - Kuro Dragunov
Quem liga pra reinos? Emptypor OverLord Qua Abr 03, 2024 9:08 pm

» Mr.Joy
Quem liga pra reinos? Emptypor gmasterX Qua Abr 03, 2024 2:46 pm

» Zulkras
Quem liga pra reinos? Emptypor Wheeler Sheyde Qua Abr 03, 2024 1:48 pm

» [Ficha NPC Companheiro] Meghan Strongbody
Quem liga pra reinos? Emptypor Tanaka Qua Abr 03, 2024 12:10 pm

» Registro de Photoplayer
Quem liga pra reinos? Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:50 am

» [FICHA] Meera
Quem liga pra reinos? Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:45 am

» Meera
Quem liga pra reinos? Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:45 am

» [FP] - Ajaw "Jack" K'iin
Quem liga pra reinos? Emptypor Mizzu Qua Abr 03, 2024 11:12 am

» [Narrada/Aberta] Mei Homi, Mei Fera. Revo Total
Quem liga pra reinos? Emptypor Sagashi Ter Abr 02, 2024 9:51 pm

» Claire Allim Rac
Quem liga pra reinos? Emptypor King Ter Abr 02, 2024 6:21 pm

» Blum Murphy
Quem liga pra reinos? Emptypor Blum Ter Abr 02, 2024 12:48 pm


------------
- NOSSO BANNER-

------------


 

 Quem liga pra reinos?

Ir para baixo 
4 participantes
AutorMensagem
Jean Fraga
Avaliador
Jean Fraga


Imagem : Quem liga pra reinos? 9e00397cc1372dfeecc04755fc52e0d3
Créditos : 17

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptyTer maio 23, 2023 2:22 pm



Quem liga pra reinos?


Leopold Eleganza [Civil] e ''Sir'' Douglas Whitefang [Pirata]

Não possui narrador definido.
Fechada

_________________

Quem liga pra reinos? F5FUsDf
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2922-ficha-kazuki#30385 https://www.allbluerpg.com/t2960-autonarrada-aberta-livro-01-agua-sete#30723
Oni
Pirata
Oni


Imagem : Quem liga pra reinos? 0g5XGJQ
Créditos : 90

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptyTer maio 23, 2023 5:51 pm

''SIR'' DOUGLAS WHITEFANG - 01




Como eu odeio os cretinos que começam as histórias pelo final, vou explicar como vim parar aqui.

Bem, tudo começou com a tripulação dos Depenados.

Os malditos conseguiram afundar a Zarolha, tudo porque Onimaru foi estúpido o suficiente para roubar dois canhões, nenhuma bala de canhão e ainda por cima ser capturado pelos inimigos. Com um refém, já seria bom o suficiente. Mas com um refém e com a capacidade de unilateralmente massacrar o Reino de Spadia em alto-mar, simplesmente não teríamos como enfrentá-los.

Bem, tanto faz. Voltamos para uma ilha próxima a Sorbet e Nina, que havia sido resgatado junto comigo graças aos esforços de Brina, Agni e Onimaru, usou nosso dinheiro para construir um navio novo e muito melhor.

Mas não para mim.

Vejam bem: Zarolha foi o primeiro lugar onde já me senti em casa antes. E, ver que ela havia afundado e que boa parte do nosso dinheiro seria usado para um novo navio, bem como investido num Reino, me fez me sentir frustrado como nunca antes. Além de que o Agni não calava a boca.

Por isso, resolvi sumir por alguns dias, enquanto o navio se aprontava, para colocar a cabeça no lugar.

Então, roubei um bote e fui até Baterilla. Afinal, eu merecia tirar algumas férias.

Disfarçado de um velhinho cego, me sentei no litoral e cruzei os braços atrás da nuca, finalmente relaxando. Naquele momento, lembro de ter pensado se valia a pena retornar para o Reino de Spadia. Todos os roubos da minha vida seriam usados para o bem comum de uma nação? E, se eu discordasse, correria o risco de tomar uma surra da Rainha Nina? É, talvez não fosse para mim. Principalmente considerando a fama que eu terminaria ganhando ao seguir alguém tão espalhafatosa. Não era nada do meu feitio ser procurado e não ter mais paz.

- Afinal, quem liga pra reinos? - Pensava em voz alta, sorrindo sozinho, refletindo sobre ser melhor agir como um homem digno e me despedir do bando ou apenas escapar e deixar tudo para trás, como o calhorda que eu sempre fui.

Naquele momento, contudo, um tritão tubarão-martelo surgia em minha frente. Meu primeiro reflexo seria me apavorar, todavia, eu estava interpretando um homem cego, pelo que continuei parado, esperando que ele sumisse, para não estragar o disfarce.

A grande questão é que o desgraçado carregava um enorme martelo consigo. E o usava para acertar minha perna com tudo. - AH! Maldição! Isso não é tipo.. Canibalismo? Ou ao menos pleonasmo? - E, logo após minha reclamação, ele usava sua cabeça de martelo para me acertar no rosto, ao invés da arma.

Um tritão enguia se agarrava em mim por trás, me eletrocutando. - Hã? O quê? Caçadores de Recompensa? - Eles não respondiam. - Felicia Whitefang? - Perguntava, por fim, e os dois assentiam.

Um balde de água do mar era lançado no meu rosto, o que me enfraquecia instantaneamente. Quando recobrava minha consciência, estava sendo levado dentro do próprio mar, em um lembrete de que nada que estivesse ruim não poderia piorar.

Um mês já se passou desde que estou andando em círculos em alto mar, sendo obrigado a fazer trabalhos forçados, constantemente preso por uma corrente de kairouseki.

Ouvi dizer que o resto do bando seguiu em frente e está em algum lugar da Grand Line montando o reino. Conhecendo Nina, ela deve ter dito algo como ''Maldito Douglas! O desgraçado sumiu de novo! Mas aquele filho de uma pindaíba sabe muito bem como se virar! Se a gente fizer barulho o suficiente, ele vai acabar nos encontrando em alto mar WAHAHAHAH! E é bom que ele trate de aparecer ou vai se ver comigo!''

E imaginar isso, por si só, já era um ótimo motivo para não voltar.

Além do mais, ser escravizado durante um mês já era uma desculpa boa o suficiente.

Mas algumas dúvidas me cercavam: por que será que Felicia não havia vindo me pegar ainda? Seria por medo de me revelar de alguma forma ou por capricho, visando me torturar?

Afinal de contas, trabalhar já é ruim o suficiente. Mas, trabalhar forçado após ter conseguido dinheiro o suficiente para poder descansar para sempre era uma ofensa pessoal. Uma tremenda ofensa pessoal.

Haviam muitas formas de sujar um navio. Por probabilidade, acredito que a maior parte delas seria fácil de limpar, porque, do contrário, o mundo seria um lugar muito mais imundo. E, por isso também, era revoltante saber que nenhuma das sujeiras fáceis de limpar apareciam naquele navio.

Encarava o céu noturno, após mais uma tarde dolorosa usando a escova no convés. Onde será que estaria Jamona? E o Bando da Rainha Caolha?


Histórico:

_________________

Quem liga pra reinos? N7yl9g2

Quem liga pra reinos? T7y7CNR


Última edição por Oni em Sex Jun 02, 2023 7:51 pm, editado 1 vez(es)
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2958-sai-kyoumaru#30711
Shiro
Civil
Shiro


Imagem : Quem liga pra reinos? 78yUEI6
Créditos : 55

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptyTer maio 23, 2023 9:35 pm

Leopold Eleganza - 01
#ff66ff




- Senhor, acho que vejo um navio ali na frente… - Disse o marujo Hyonosuke, colocando as mãos acima de sua franja grisalha para tapar o sol e poder enxergar com mais facilidade.

Leopold acabava de virar o resto do vinho que tinha em sua taça. - Acredito que chegamos… Aproxime-se, mas sem chamar muita atenção. - Ficou de pé, olhando para aquela pequena mancha cor de madeira no horizonte, enquanto a lancha sob seus pés avançava com a força do vapor, deixando um rastro de espumas por onde passava.

Em sua mente, veio a figura de Martha Whitefang: gorda, baixinha, olhos juntos e malcriados. - Eu quero que você traga o meu irmão para mim! - Leo lembrou-se de ter ouvido ela repetir essa frase inúmeras vezes enquanto rasgava suas bonecas, bufando como um touro. “Como que será esse tal de Douglas?” Colocou a mão no queixo e imaginou-o gordinho, atarracado e bem mimado. Igualzinho a irmã. Esse tipo era muito comum nos meios da nobreza, o que tornava essa conjectura um tanto que conservadora.

A lancha já estava bem próxima do que parecia ser uma caravela. O navio era grande, porém muito velho. Era possível ver rachaduras espalhadas pelo casco e nos buracos reservados para a artilharia não se via um canhão sequer. - Tsc. - O nobre estalou a língua, desdenhando da embarcação.

A pequena lancha de Hyonosuke atravessou alguns metros na água e parou ao lado da caravela, perpendicular à proa. - Aqui está ótimo. - Leopold ficou de pé, enfiando a mão no bolso e se aproximando do marujo. - Quinhentos mil berries, como combinado. E mais cem mil pelo bom trabalho. - Entregou o dinheiro ao homem, que mesmo acanhado pela presença vultuosa de Leo, agarrou aquelas notas com um grande sorriso no rosto.

- Muito obrigado, senhor! Muito obrigado! - Ele abanou a cabeça diversas vezes, em reverência.

Leopold olhou aquilo de cima, pois ele era mais alto que o marujo, e deu um sorriso quase imperceptível. Ele adorava ser bem tratado daquela forma. - Ah, espere um pouco. - Ergueu a palma direita no ar, o que fez Hyonosuke se encolher e encará-lo com uma feição confusa. Com calma, Leo aproximou-se do volante da lancha e pegou uma caneta e um bloco de notas que ali estavam.

Arrancou uma página, prostrou-se sobre o papel e escreveu algo rapidamente. Caminhou, silêncioso, até a popa da lancha. - Tome, isso daqui deve valer mais alguns milhões. - Ergueu a página arrancada ao homem, entregando-lhe um autógrafo.

Terminado o pagamento. Leopold afastou as pernas e agachou. Agachou tanto que sua bunda tocou o assoalho de madeira. Sorrindo, ele olho para o homem que havia lhe dado uma carona. - Até mais! - E em um impulso ele pulou bem alto, um pulo completamente fora dos limites do normal, que o fez subir em um arco na direção da caravela.

No ar, como um ginasta, ele rodopiou ao redor do próprio eixo dezenas de vezes, antes de pousar suavemente em cima da carranca do navio. Ou melhor, do que antes era a carranca. Agora não passava de um chumaço de madeira que demonstrava que o que é que estava ali havia sido arrancado.

Quando fez isso, quinze pessoas que trabalhavam no convés pararam o que estavam fazendo e olharam para ele. A maioria estava de olhos arregalados. Eram todos sujos e esfarrapados. Leopold franziu o nariz e levou o dedo ao buço por conta do cheiro de suor que inundava o local.

Pode também dar uma bela olhada no convés, que era bastante extenso, com algumas caixas aqui e acolá, um quarto perto da popa onde provavelmente ficava o capitão e um alçapão que dava acesso ao deque inferior. Além disso, havia aquela nefasta bandeira negra no mastro principal, demonstrando que eles eram piratas.

- Ainda bem que esse é meu último trabalho… - Suspirou, esticando a mão direita aberta para frente para checar se suas unhas estavam limpas. Os tripulantes pareciam agitados, resmungando e lançando olhares desconfiados.

- Ei! - Um dos homens deu dois passos na direção do nobre, colocando a mão sobre o coldre para sacar um revólver. Leopold percebeu e, em um piscar de olhos, retirou de dentro do seu casaco o chicote e com um movimento acertou o rosto do coitado, que foi arremessado tão longe que se chocou contra o quarto que estava no final do convés.

- Se eu fosse vocês, eu não tentaria nenhuma gracinha. Me desculpem, mas vocês não são páreos para mim. - Gesticulou no ar, com um sorriso safado no rosto. Ademais, deu um pequeno pulo para frente e caiu sobre o assoalho de madeira. - É do meu conhecimento que Douglas Whitefang foi sequestrado e está nesse navio, só preciso que vocês passem ele para mim. - Começou a caminhar na direção dos tripulantes, que continuavam a resmungar e dar passos para trás. Ainda estaria sorrindo. - Então abaixem as armas e vão atrás dele, tudo bem?

Como agora podiam ter uma visão mais clara do rosto de Leo, um grito pode ser ouvido. Era Tricia, a cozinheira do navio, que havia acabado de se jogar ao chão. - É ele! - Ela gritou, angustiada, enquanto seus companheiros tentavam entender o que estava acontecendo. - É ele, Leopold Eleganza!

Assim que disse o nome completo do mercenário, outras três senhoritas e uma velha bem enrugada soltaram um longo suspiro e caíram no chão. Todas desmaiadas de paixão. Os homens, chocados, pareciam entender com quem eles estavam lidando.

Gecko, o novato magrelo e esquisito, ergueu seu indicador cadavérico e comentou: - Oh, dizem que ele é o homem mais bonito do mundo!

E os murmúrios cresceram ainda mais, fazendo o navio ser tomado por um falatório.

Leopold ouviu tudo aquilo com serenidade, erguendo ambas as mãos abertas no ar, abanando-as. - Entendo, não é fácil ver um ídolo tão de perto. Mas é melhor não baixarem a guarda, por que eu não sou amigo de vocês. - Desceu as mãos, fechando ambos os punhos. - Não me façam repetir de novo. - Sua feição fecharia, carregada de intimidação. - Me tragam Douglas Whitefang agora! - Apontou o indicador para eles, arregalando os olhos e franzindo de leve as sobrancelhas.

Assim que terminou de fazer a pergunta, Leopold ouviu um estalo de madeira sendo arrebentada e teve que desviar de uma porta que voou em sua direção, agachando e deixando-a passar por cima de sua cabeça.

Era a porta do quartinho da caravela que havia acabado de ser arrancada. Os tripulantes, que já estavam agitados, pareciam mais agitados ainda. - É o chefe! - Gritou um, roendo os dentes. - Ele acordou o chefe de sua sonequinha da tarde! - Exclamou o outro, balançando um amigo que estava do lado.

Do buraco que havia ficado no umbral arruinado, não dava para ver nada. Era uma só escuridão. Leopold encarou aquele abismo por três segundos, até ver uma enorme mão se escorar na borda, na altura de onde ficava a fechadura.

Alguma coisa estava saindo de lá.

Histórico:

_________________

Quem liga pra reinos? QTOhpbQ
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2642-leopold-eleganza#29253 https://www.allbluerpg.com/
Wolfgang
Designer
Wolfgang


Imagem : Quem liga pra reinos? UEe5lUV
Créditos : 12
Localização : South Blue

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptyTer maio 30, 2023 11:47 am


Violet Shadowhisker - 1

Enquanto os vapores quentes da cozinha envolviam o rosto de Violet, o cheiro sufocante de corpos suados e medo pairava no ar. Era final da tarde, a janta já estava quase completamente feita e em breve seria servida, e aos escravos restam somente o trivial para sobreviver subtraindo o mínimo dos recursos da embarcação. Ao menos seria, se a cozinheira não dedicasse seu pouco tempo livre para cozinhar algo decente e a altura para seus companheiros de destino.

Não é como se a mink demonstrasse muita compaixão, inclusive, seria de se esperar que os demais escravos a vissem como uma figura compassiva, mas a irritadiça Mink os tratavam com frieza, desinteresse e melancolia, somente achava que todos eram merecedores de uma refeição decente e que morte por inanição era uma das mais cruéis para a alma.

- O-brigado... - com as mãos trêmulas, o último escravo na cozinha recebia seu prato, estas mãos com as correntes que serviam de lembrete da condição de todos ali. Um destino incerto.

- Hunf, que seja. - respondia. Violet não retribuía com palavras de consolo, mas o brilho momentâneo em seus olhos revelava um entendimento silencioso. "O mar é muito chato." - até mesmo as procissões funébres do Reino de Sombra Insulia, os votos de silêncio e sepultamentos pareciam mais cativantes do que aquele oceano estagnado. A monotonia da vida no mar a entediava profundamente. "Se é que posso chamar isso de vida."

- Me tragam Douglas Whitefang agora! - Uma agitação tomava conta do lado de fora, os sons de gritos e confusão eram captados pelos seus sentidos afiados, mas sua visão era rapidamente bloqueada pelos escravos que se aglomeravam na porta. Violet se esforçava para se espremer entre as pernas dos curiosos e finalmente emergia à frente da multidão. "Douglas Whitefang? Esse nome me soa familiar... Talvez eu já tenha ouvido um deles antes, talvez apenas Douglas ou apenas Whitefang... Não tenho certeza se já ouvi os dois juntos... Quem será essa pessoa afinal?"

De qualquer forma, era algo diferente acontecendo naquele convés. O invasor então finalmente conquistava a fúria do capitão após um discurso heróico e entediante. - É o chefe! - anunciavam, e o terrível capitão do navio se revelava.

- QUEM INTERROMPEU MINHA SONEQUINHA? - bradava Lorde Monetouro, mais conhecido como "Jubalarga", enquanto saía de seu aposento soltando fumaça pelas narinas. O mink de aparência bovina era famoso por sua avareza e ganância insaciáveis, vendo no comércio de escravos a sua principal fonte de lucro. Sua crueldade era tão extremada que suas ações eram consideradas profanas até mesmo pelo Governo Mundial, que geralmente fechava os olhos para o tráfico de escravos. Contudo, as atrocidades cometidas por Jubalarga eram tão difíceis de ignorar que uma recompensa de 80 milhões de berries fora estabelecida pela sua cabeça.

E era por isso que em poucos minutos aquela embarcação iria subir a Reverse Mountain, ao invés de atravessar o Calm Belt com o aval da Marinha.

Violet assistia aquilo com o pouco entusiasmo que lhe era permitido. Fazia muito tempo que ninguém enfrentava o Lorde Monetouro e seria no mínimo interessante de se assistir o confronto. "Hm... será que aquele coxinha conseguiria derrotar o capitão? Se sim, ele vai levar o tal de Douglas com ele e é minha oportunidade de sair daqui, e se eu encontrasse ele antes?"

No meio da confusão, a jovem mink avistou dois sujeitos correndo em direção ao interior do navio. "Eles devem estar atrás do Douglas, querendo impedi-lo de ser encontrado... será isso?", questionou-se, decidindo segui-los sorrateiramente. Com toda a agitação e sua habilidade natural de se mover silenciosamente, não foi difícil alcançá-los. Logo, chegaram ao quarto mais afastado, batendo na porta e clamando pelo nome de Douglas.

Shadowhisker reconheceu imediatamente os dois indivíduos: Marhammer e Cáustico. O que a cozinheira não sabia era que ambos haviam sido a dupla de tritões responsável por capturar e trazer Douglas até aquele navio. O que tornava ainda mais enigmático o motivo de estarem ali naquele momento. Havia algumas possibilidades, desde a contraditória ideia de tritões trabalharem em um navio escravagista até a hipótese de ambos terem sido capturados e vendidos, por serem valiosos neste mercado. Somente Douglas Whitefang poderia fornecer respostas mais precisas sobre o que de fato havia acontecido. E pacientemente, Violet observava escondida o que iria acontecer ali.


Histórico:
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2655-violet-shadowhisker#29364 https://www.allbluerpg.com/t2644-quem-liga-pra-reinos#29365
Oni
Pirata
Oni


Imagem : Quem liga pra reinos? 0g5XGJQ
Créditos : 90

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptySex Jun 02, 2023 7:50 pm

''SIR'' DOUGLAS WHITEFANG - 02




- Ora, ora. Quanta educação! - Eu respondia ao ouvir que os tritões haviam batido na porta. - Se vocês ao menos tivessem sido tão polidos assim na hora em que me espancaram e me trouxeram como escravo, talvez pudessemos ser amigos! Ei, por favor, não entrem ainda. Eu estou pelado e acorretando. Mas não é nada disso que vocês estão pensando! - Ironizava ainda mais.

Os dois entravam, ignorando meu pleito de privacidade.

- Ha, ha. Muito engraçadinho. - Dizia o tritão enguia. - Se você ao menos fosse rápido assim pra lutar, talvez não estivesse escravizado.

- Ai! Escravidão é coisa séria! Não deveria ser motivo pra piadas! Então deve ser por isso que te chamam de cáustico. - Forçava uma expressão divertida apenas para irritar os dois. - Quanto ao senhor, Marhammer, me pergunto porque seu nome não é Indecentemente Horrível. - Logo após, fechava os olhos e esperava uma porrada.

Que nunca vinha.

- Vocês estão mais educados do que o normal hoje. Algo aconteceu?

- Ha, ha. Você sabe muito bem que Marhammer não entende ironia. - Dizia Cáustico, se aproximando de mim. - Mas eu entendo. - Me eletrocutava, o que exigia de mim uma tremenda força para não gritar, mas apenas gemer, como se estivesse entrando em um banho gelado. - Você nunca se perguntou porque estamos há um mês sem te levar pra Felícia, apenas andando em círculos em alto-mar? Os nobres são tão estúpidos assim?

- Para a segunda pergunta, sim. Para a primeira, não, uma vez que estou fazendo tanto trabalho forçado, que estava mais concentrado em não cair morto de exaustão como um jumento de carga! - Mentia parcialmente, uma vez que, na verdade, desde a primeira semana me perguntava constantemente porque ainda não haviam me levado para minha irmã. A única verdade na minha resposta era o fato de realmente me sentir um jumento de carga.

- Bem, não é como se a gente fosse te revelar agora. Mas, algumas coisas mudaram. A concorrência chegou. E temos que defender nossa mercadoria. No caso, você. - Aquela frase não podia ser mais confusa. E, parando para pensar, o desgraçado provavelmente estava realmente buscado atiçar a minha curiosidade. Perspicaz. Afiado. Realmente, se ele não estivesse me escravizando, poderíamos ser amigos.

- Me perdoe, Sr. Cáustico. Eu não quero soar preconceituoso nem nada do gênero, muito menos dizer o que tritões podem ou não fazer. Mas, algo que me deixa bastante curioso é o fato de que... Hm... Como dizer sem ofender? Estar me escravizando, quando geralmente nossas posições estariam invertidas. Não existem conflitos éticos da sua parte? - Apesar do polimento da frase, também buscava ofender o tritão enguia.

- As pessoas costumam entender tudo isso ao contrário! Justamente por ter sido escravizado resolvi entrar nesse negócio! Quando vi o valor que cobraram por mim, eu pensei: se não posso vencer esses desgraçados, vou me juntar a eles! E ainda ganhar uma bolada! Além do mais, vender alguém da nobreza como escravo dá uma sensação especial! Deve ser como você se sentiu ao roubar o Reino de Sorbet.

A lógica do desgraçado era impecável, ao ponto de me deixar boquiaberto. Geralmente, as histórias dos bardos contavam sobre pessoas com passados trágicos motivadas a salvar o mundo, para impedir que seus iguais passassem pelas mesmas coisas. Mas ali estava o mundo real.

- Eu odeio o quanto eu gosto de você, Cáustico. Prometo que serei polido ao espancá-lo assim que eu descobrir tudo o que está acontecendo e sair daqui. - Suspirava fundo.

- Vamos, Marhammer, faça uma vistoria pelo corredor. Amasse qualquer um que parecer suspeito. - Falava o tritão-enguia para o Tritão-Martelo.

Seja lá o que fosse estar agindo como suspeito em um navio de escravos.



Histórico:

_________________

Quem liga pra reinos? N7yl9g2

Quem liga pra reinos? T7y7CNR
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2958-sai-kyoumaru#30711
Shiro
Civil
Shiro


Imagem : Quem liga pra reinos? 78yUEI6
Créditos : 55

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptySáb Jun 03, 2023 1:42 am

Leopold Eleganza - 02
#ff66ff




QUEM INTERROMPEU MINHA SONEQUINHA? - Bradou o monstro que havia acabado de ser acordado a contra gosto.


Oh! É a primeira vez que vejo um mink…” Leopold deu um sorriso interessado assim que viu a besta caminhar para fora de seu quarto. O rosto do pirata era robusto e peludo. Além disso, em sua cabeça havia três coisas: um chifre inteiro (porém desgastado), um chifre quebrado e uma touca com estrelas e luas. Para completar, ele trajava um macacão com o mesmo padrão da touca. Era um conjuntinho fofo que contrastava com a aparência bárbara daquele que o vestia.

- Foi ele, senhor! Foi ele quem te acordou! - Gritou Cato, um velho gordo, corcunda e que vestia farrapos. Com seu dedo que mais parecia uma linguiça toscana, Cato apontava para o belíssimo senhor Eleganza. Entretanto, covarde por natureza, ele não ousava encarar Leopold em seus olhos azúis. Ao invés disso, ele olhava timidamente para as botas do mercenário. - Ele é Leopold Eleganza, o senhor lembra dele, não é?

Menotouro coçou o queixo, pensando. - Leopold, Leopold, Leopold… - Cerrou os olhos, como se tentasse espremer o próprio cérebro para arrancar uma memória. Então ele estalou os dedos, relaxando o rosto. - Ah, sim, claro que eu lembro. Ele é aquele cara dos jornais que a Tricia fica carregando com ela para cima e para baixo, né? Olha só a carinha dele, daria um ótimo escravo, não acha, Cato?  JUBABABABABA! - A risada dele era pesada e fazia o navio inteiro balançar.

- Sim, chefe. Acredito que ele chegaria a valer uns 100 milhões se conseguirmos vender ele em Sabaody. - O velhote, repugnante de aparência e alma, sorriu, mostrando ter dois dentes e meio na boca.

- Ah, isso é maravilhoso! - O mink se empolgou, já esquecendo que Leopold havia o acordado. - Mas o que esse fresco veio caçar com a gente, hein?

- Por que você não me pergunta diretamente? Tem medo de mim? - Com ambas as mãos na cintura, Leopold comentou em um tom alto, erguendo as sobrancelhas e fazendo um bico com a boca, uma feição gritante de desprezo. Os marujos, que até então estavam agitados, travaram em seus lugares. Eles nunca tinham visto alguém falar com o seu chefe daquela forma.

- Olha só, o bonitinho não sabe com que ele está falando… - O Jubalarga franziu os lábios, deu um sorriso amarelo e balançou a cabeça. O sorriso em seu rosto foi morrendo conforme a raiva crescia dentro dele. Alguns segundos se passaram e o monstrengo só encarava o loiro com o sobrolho franzido. - Diga logo, desgraçado. O que você veio fazer aqui?

- Já que insiste… - Leopold fechou os olhos e deu de ombros. - Eu estou atrás de Douglas Whitefang, um dos seus escravos. - Leopold mantinha a mão esquerda na cintura de Leopold, mas a direita agora estava solta, gesticulando no ar. - Se me entregar ele, eu poupo você e esse bando de miseráveis que te seguem.  É uma troca justa, não? O que acha? - E lançou sobre o pirata um olhar faiscante enquanto sustentava um sorriso tênue e malvado, doido para ver o touro morder a isca da provocação.

E o touro mordeu. - QUEM… - De supetão, Jubalarga agarrou o pescoço de Cato que estava do seu lado, erguendo-o do chão. - …VOCÊ… - O velho se debateu no ar, lutando em vão contra o estrangulamento. - …PENSA QUE É? - E então com um balançar rápido do braço, Jubalarga arremessou o velho na direção de Leopold.

Esperando pelo ataque, Leopold flexionou os joelhos e pulou alto. Três metros se abriram entre ele e o convés, e Cato, desmaiado, passou direto e despencou no mar. - Fufufufu… - Leopold ria. Porém riu por pouco tempo. Assim que piscou e seu olho abriu novamente, ele que ainda estava no ar viu Mentouro na sua frente, também planando.

O mercenário e pirata estavam no ar, com Jubalarga voando um pouco acima de Leopold. O mink fechou a mão direita e alguns raios percorreram a superfície de seu punho. A corrente elétrica que em um primeiro momento pareceu incipiente, logo se intensificou, envolvendo a mão de Menotouro em uma bola relampejante. Em um instante, o punho desceu, acertando em cheio o peito de Leopold.

TAURUS SHOCK!

Tudo isso aconteceu em exatos três segundos. Os olhos pouco treinados dos marujos sequer conseguiram registrar o que havia ocorrido. Quando se deram conta, o intruso havia sido mandado para baixo, caindo para o deque inferior e deixando um buraco no assoalho.

Para se defender da queda, Leopold encolheu seu corpo, quase que se fechando como um tatu-bola. Por sorte, ele caiu em cima de algo macio. -  Arf… Arf… - Entretanto, o peso do soco tornou respirar uma tarefa difícil. - Arf… O desgraçado é muito forte… Arf… - Sorriu e cerrou os dentes ao mesmo tempo, misturando a excitação de ter encontrado um oponente forte com o desconforto da falta de ar.

Quando recuperou o fôlego por completo, Leopold ergue-se da posição que estava, ficando de quatro com ambas as mãos e os joelhos no chão. Ele olhou para frente e viu que estava em um corredor extenso, mal iluminado e com uma porta aberta no final.

Sentiu o chão abaixo dos seus joelhos se mexer e olhou para baixo, para a coisa macia sobre a qual ele havia pousado.

- Hm? - O que viu o deixou surpreso.

A superfície macia revelou-se como sendo um tritão narigudo que o encarava com seus pequenos olhos vermelhos. - Êeeeei, caaaara... - Marhammer falava pelo nariz e de uma forma estranhamente arrastada. Ele tateou o chão em sua volta, até encontrar o martelo que havia deixado cair. - ...Saaaai de cima de miiiim! - E então tentou golpear Leopold na lateral do rosto. Mas em comparação ao Jubalarga, ele era bem lento, o que permitiu Leopold se esquivar simplesmente empurrando seu corpo para trás com os braços. O impulso teve energia o bastante para que ele conseguisse recuar e ficar de pé.

- Que barulheira é essa, Marhammer? - Gritou Cáustico, abrindo a porta da cela para checar a situação do seu companheiro.

Assim que Leopold viu a porta se abrir, ele não pensou duas vezes. Ele tomou uma para trás de distância e começou a correr, dando um curto pulo sobre Marhammer. - Opa! - E continuou a correr na direção da porta que abria próxima ao final do corredor.

Na metade do caminho, o mercenário aproveitou o momentum da corrida e ergueu as duas pernas no ar, completando uma voadora que buscava acertar quem é que estivesse saindo por aquela porta.

- Cuiiidaaaadooooooo! - Marhammer gritou pelo nariz, tentando salvar seu companheiro das solas daquele belo homem que havia caído dos céus.

Histórico:

_________________

Quem liga pra reinos? QTOhpbQ
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2642-leopold-eleganza#29253 https://www.allbluerpg.com/
Wolfgang
Designer
Wolfgang


Imagem : Quem liga pra reinos? UEe5lUV
Créditos : 12
Localização : South Blue

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptySeg Jun 05, 2023 10:08 pm



Violet Shadowhisker- 2

No meio do corredor, Violet fixou o olhar na porta. Já não se preocupava em se esconder, sua audição aguçada permitia que ela ouvisse toda a conversa que se desenrolava dentro daquela sala. A cada resposta obtida, surgiam mais três dúvidas em sua mente. No entanto, algumas coisas eram evidentes: os dois tolos estavam sendo facilmente manipulados por Douglas, e a mink revirava os olhos a cada frase proferida pelo prisioneiro. Não era pelo sarcasmo ou ousadia, na verdade, ela admirava essas características. O motivo de seu desgosto era a facilidade com que Douglas conseguia enganar a dupla de tritões que o mantinha cativo. ”Puff… então o único obstáculo entre mim e o prisioneiro são esses dois? Se for o caso, vai ser fácil demais…”

- Vamos, Marhammer, faça uma vistoria pelo corredor. Amasse qualquer um que parecer suspeito.

Esconder-se não seria nenhum problema para a pequena, e no curto intervalo de tempo para o narigudo sair do quarto ela questionou se aqueles dois sequer valiam uma luta. “Com certeza não.” - concluía, mas não a tempo suficiente, pois Marhammer já dava de cara com a felina, que por sua vez o encarava com desinteresse.

- Espere aí! É aquela esquisitinha da cozinha! O que você está fazendo aqui, o que você ouviu?!?

- O que está acontecendo aí fora?

- Nada! Vou cuidar disso agora mesmo e…

Marhammer ergueu seu martelo e, de repente, um estrondo ensurdecedor ecoou pelo ambiente. Algo caiu violentamente sobre ele, espalhando estilhaços e destroços de madeira para todos os lados. - O que?!? Ah… é aquele loiro que desafiou o Monetouro… Leopoldo, acho. O que ele tá fazendo aqui, e como chegou tão rápido? - pensava alto, enquanto via a vítima do invasor tentar um golpe de martelo que era facilmente desviado. Eleganza então saltava na direção de Cáustico, que acabava de abrir a porta.

- Cuiiidaa-

- Sério que ele vai tentar derrotar o Cáustico assim? - interrompia Violet, apenas observando. - Enguias tem duas características principais, o mais óbvio é dar choque, porém ele não sabe da…

- Pele escorregadia! - lembrava-se o parceiro.

O tritão abaixou-se ligeiramente, o suficiente para que os pés de Leopold deslizassem pelo corpo do homem-peixe, mantendo o ímpeto de seu chute. O problema era que, na trajetória de Leopold, encontrava-se Douglas Whitefang, que via as solas dos valiosos calçados do invasor se aproximando cada vez mais.

“Então ele veio pra matar Douglas, e não resgatar.” - Violet pensou, sentindo uma pontada de tristeza. Mas ela sabia que, de qualquer forma, o invasor eventualmente teria que escapar do navio, e isso poderia ser sua chance de fugir também. ""Espera aí... e se eu o ajudar a acabar com Douglas, será que ele me recompensaria levando junto?" - ponderou com um sorriso travesso nos lábios, olhando ao redor para recalcular quem seriam seus inimigos e aliados naquele cenário.

Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2655-violet-shadowhisker#29364 https://www.allbluerpg.com/t2644-quem-liga-pra-reinos#29365
Oni
Pirata
Oni


Imagem : Quem liga pra reinos? 0g5XGJQ
Créditos : 90

Quem liga pra reinos? Empty
MensagemAssunto: Re: Quem liga pra reinos?   Quem liga pra reinos? EmptyTer Jun 06, 2023 9:51 pm

''SIR'' DOUGLAS WHITEFANG - 03




A minha resposta para o que seria agir de maneira suspeita dentro de um navio escravagista logo apareceu junto com o barulho do teto quebrando.

Minha primeira reaço era me conter para não demonstrar o sorriso que se formava no meu rosto. Ou melhor, me conter o suficiente apenas para deixar bem claro que eu estava fingindo não estar feliz, para que eles pudessem perceber que, na verdade, eu estava. - Ei, no seu lugar eu iria averiguar isso.

Mas, como costuma acontecer com as coisas que não averiguamos, o invasor veio nos averiguar antes disso. Naquele momento, só conseguia me perguntar: seria essa a concorrência a quem ele havia se referido?

Não dava para enxergar o homem direito ainda, daquele ângulo do lugar em que eu estava preso. Entretanto, quando pude observá-lo já era tarde demais.

Os dois pés de Leopold voavam em minha direção logo após Cáustico tê-lo feito escorregar em sua pele escamosa.

A minha perspectiva me fazia observar um emaranhado de cabelos emoldurando dois pés voadores, em um enquadramento ridiculamente estranho, e que, pior, estava prestes a me atingir. Ao lado dessa cena, o brilho do sorriso de Cáustico, vendo como se aproveitou da situação.

Por reflexo, tentava me movimentar para longe.

Todavia, a corrente que nós usávamos na hora de dormir nada tinham a ver com a que usávamos para trabalhar. Como era de se esperar, a amplitude de movimento para o trabalho era muito mais extensa, tendo outras necessidades. Já as correntes que usávamos para dormir era apenas grande o suficiente para termos uma noite de sono confortável ao ponto de nos sentirmos cansados o tempo inteiro, mas ainda termos aplitude de movimento para o trabalho. - Cáustico! - Eu reclamava, sendo recebido pelos dois chutes na cabeça, batendo-me na parede atrás de mim.

Passava os dias dormindo no chão duro do navio, sem direito a cobertores, colchões ou travesseiros. Todas as minhas refeições eram assistidas, com talheres contados para que eu não obtivesse nenhuma possibilidade de arrombar as algemas.

Eu ainda não havia identificado aquele homem, mas tinha poucos segundos para me aproveitar dele. Faziam meses desde a última vez em que o status quo dos procedimentos de segurança contra mim havia ficado tão caótico. Mas o que eu poderia roubar para fugir dele?

Eu precisava pensar rápido e virar a situação ao meu favor ao mesmo tempo em que eu chamava sua atenção.

- O QUÊ? UM NOBRE COMERCIANTE DE ESCRAVOS ESPECIALIZADO EM TRITÕES? HAHAHAHA ESSA VAI SER BOA DE VER! - E, logo após roubar a atenção do homem, levaria suas luvas.

Vestindo uma delas, puxaria o pano até que ela cobrisse todo o meu pulso. Assim que o kairouseki estivesse separado de mim por aquela camada grossa de pano, eu iria transformar minhas mãos em espinhos finos o suficiente para que eu escapasse das algemas.

Entretanto, por enquanto, ainda estava tendo dificuldades para pôr a primeira luva, enquanto os dois tritões voltavam a se reagrupar.



Histórico:
[/quote]

_________________

Quem liga pra reinos? N7yl9g2

Quem liga pra reinos? T7y7CNR
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t2958-sai-kyoumaru#30711
 
Quem liga pra reinos?
Ir para o topo 
Página 1 de 1

Permissões neste sub-fórumNão podes responder a tópicos
All Blue RPG :: Oceanos :: Blues :: South Blue :: Reino Sorbet-
Ir para: