Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
IV - You'll never see me cryHoje à(s) 11:40 pmporJohnny BearCréditosHoje à(s) 11:29 pmporSkÿllerOs Infernais - Um Tesouro Banhado em SangueHoje à(s) 11:15 pmporDeepKris, a Incrível NinjaHoje à(s) 10:46 pmporFormigaNa busca por sinaisHoje à(s) 9:38 pmporOverLord~Voracity~Hoje à(s) 8:20 pmporShioriI know what I want and where I'm goingHoje à(s) 5:34 pmporAnthony DiorQuanto Vale o ShowHoje à(s) 4:40 pmporMendoncaRecomeçosHoje à(s) 3:08 amporFaktorIndicaçõesOntem à(s) 10:06 pmporKenshin

Capo de Tutti Capi

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
Achiles
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 Bf3w3iH
Créditos :
25
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Capo de Tutti Capi Seg Maio 16, 2022 11:39 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Capo de Tutti Capi

Aqui ocorrerá a aventura fechada do(a) Civil Ren. A qual não possui narrador definido.

Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Qui Jun 30, 2022 11:44 pm

Diferentes reações ocorrem de diferentes seres diante de situações adversas. Ratos atacam, cães se retraem e gatos… Bem, gatos são imprevisíveis. Diante de tamanha pressão, Ren se esforçou ao máximo para não transparecer qualquer tipo de medo para com sua oponente. Sua habilidade cênica foi tão eficaz que mesmo Agatha ficou impressionada com sua resiliência, pensando até se estaria subestimando a mink.

- Eu sabia que você seria uma pessoa razoável, Agatha Kuroda.   -

Disse a Artista quebrando todo o clima pesado no ar, clima este tão forte que afetava até os seguranças da capodecina, posto que estavam completamente molhados de suor e visivelmente tremendo. Assim que a aura assassina da espadachim se foi, todos os presentes pareciam voltar a respirar normalmente, alguns até soltando o ar como forma de alívio.

- Vou aceitar fazer o serviço, já que meu intuito principal é libertar aquelas duas e não comprar briga com o distrito do contrabando. Foi mal aí pelo tumulto que acabei causando.   -

- Ótimo. -

Mostrando uma calma suspeita, a jovem de franja foi até o sofá e pegou uma maleta, jogando-a para a ladra. Voltou a se sentar e fez sinal para o homem voltar a massagear seus pés.

- A missão é bem simples: Assassinato! O alvo está aí dentro. Sugiro que não conte para ninguém e que seja furtiva. Se você tentar usar isso contra mim, eu me certificarei de fazer com que elas acabem nas mãos de pessoas… criativas, digamos assim. -

Ela então fez sinal para que Ren saísse e novamente os seguranças se colocaram entre as duas, inclusive o anteriormente nocauteado, mostrando que ele possuía alguma resistência.

- Ah… Só mais uma coisa… Você tem até o sol nascer!  -

Se Ren abrisse a maleta e visse o conteúdo:

maleta:
Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Sex Jul 01, 2022 2:12 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 16



Um assassinato furtivo. Eu nunca tinha feito um serviço assim antes, então dava pra dizer que eu estava até meio animada para testar minhas habilidades em uma missão desse tipo. Agatha não havia contratado algum membro do distrito do coveiro para lidar com isso, o que fazia imaginar que provavelmente qualquer problema que ela tivesse com minha futura vítima era algo que não poderia ser revelado pra outro distrito. Enfim, isso não importava pra mim no momento. Fato é que eu só tinha até o amanhecer pra completar meu objetivo, então eu realmente não podia perder tempo. Com a maleta em mãos, me dirigiria novamente a Agatha falando com um sorrisinho arrogante. - Pode deixar, não vou te decepcionar. - E após falar isso, viraria as costas e iria até a saída da boate, na intenção de estudar os conteúdos da maleta em algum lugar com menos distrações. Uma vez na rua, procuraria algum canto com poucas pessoas para que pudesse então abrir a maleta e analisar muito bem tudinho que estava escrito lá. Meu prazo era de poucas horas, então eu realmente não podia me preparar tanto quanto gostaria, o que significava que improviso e criatividade provavelmente seriam meus maiores aliados. “Joaquin Nostros… nunca ouvi falar.” Pensaria, ao ler as informações presentes naquele documento. Meu alvo era um capodecina de outro distrito, e pelo visto ele estava acompanhado de dois seguranças na casa de uma de suas amantes, que fica na Zona Leste da cidade.

Após ler tudo, imediatamente iria até a casa da amante do tal Nostros. Caso a localização estivesse indicada com detalhes nos documentos, iria imediatamente para lá, caso não, teria que fuçar mais um pouco e procurar por alguma casa na Zona Leste que estivesse sendo guardada por dois seguranças. Se por acaso eu não souber nem como chegar na Zona Leste, perguntaria essa informação para um dos funcionários do hotel Belucci. Ao andar na direção da casa, ficaria sempre nas sombras, usando minha furtividade para além de evitar ser vista por qualquer pessoa, também não gerar nenhum som que pudesse denunciar minha posição. Tentaria ser como um fantasma na noite, uma sombra que ninguém conseguiria enxergar. Apesar disso, ainda prestaria muita atenção nos meus arredores apenas para garantir que Agatha não tinha mandado ninguém para me seguir, se esse fosse o caso, tentaria despistar o perseguidor entrando em becos e me escondendo atrás de paredes ou postes. Só continuaria minha busca pela casa da amante de Nostros ao despistar o perseguidor.

Ao identificar a casa da amante, procuraria por alguma janela aberta que estivesse ao meu alcance e que eu pudesse usar pra entrar na residência sem ser vista e sem fazer barulho. Antes de me aproximar da casa, ao ver os seguranças de guarda do lado de fora, eu saberia que precisava pensar em uma forma de tirá-los dali. Caso eles ainda não tenham me visto, e nos arredores da rua tiver alguma lata de lixo longe de onde eu estava mas ainda no campo de visão dos seguranças, eu logo usaria uma pequena descarga de eletricidade de longa distância para derrubar a lata sem denunciar minha presença, o que provavelmente geraria um barulho muito suspeito. Se por acaso os seguranças fossem investigar, eu imediatamente avançaria até a possível janela e entraria na casa sem fazer barulho. Caso não tivesse encontrado nenhuma janela ao meu alcance, seria obrigada a tentar nocautear os dois seguranças, agora distraídos, com mais duas rajadas de eletricidade, dessa vez claramente bem mais fortes do que a que teria derrubado a lata de lixo. Se tivesse sucesso nisso, reviraria suas roupas em busca da chave da casa, e caso a encontre, rapidamente a tomaria na intenção de usá-la para entrar na casa pela porta da frente. Para evitar que eles acordassem e me causassem mais trabalho, os mataria com cortes bem na garganta usando minhas garras, no intuito de fazer o ato silenciosamente. Não me importaria muito com esconder os corpos, afinal provavelmente já era beem tarde da noite e em um lugar dominado pelo submundo como esse eu não achava que tivessem muitos civis nas ruas.

Uma vez dentro da casa, tentaria ao máximo ser ainda mais silenciosa e me esgueiraria pelas sombras com ainda mais afinco do que nas ruas. Prestaria muita atenção aos meus arredores, evitando ao máximo encostar ou pisar em qualquer coisa que pudesse fazer barulho e assustar os residentes. Também tentaria prestar bastante atenção nos sons e nas luzes do local, para assim poder possivelmente discernir se as pessoas da casa estavam dormindo ou acordadas. Caso percebesse que estavam acordadas, esperaria uns 15 minutos para poder decidir como agir, se estivessem aparentemente dormindo, eu começaria a checar todos os cômodos do local em busca do tal Nostros. Ao encontrá-lo, se de fato estivesse dormindo, eu não perderia tempo e, sem a menor emoção, cortaria sua garganta com as garras da minha nekote. Se a amante também estivesse presente dormindo no mesmo quarto, eu faria o mesmo com ela pra evitar a possibilidade dela acordar comigo ainda na casa e acabar gritando. Uma vez que tivesse concluído o assassinato daquela forma, provavelmente eu estaria toda suja de sangue. Então, sem perder muito mais tempo, eu limparia as partes sujas do meu corpo com algum lençol limpo e furtaria alguma roupa decente do guarda roupa da amante, não me importava se a roupa me servia, eu apenas não queria voltar pra boate com a roupa toda banhada de vermelho. Mas de preferência, escolheria alguma roupa que combinasse com meu estilo, caso tivesse alguma assim disponível. Após isso, se eu tiver tido sucesso em todo esse plano de ação, eu sairia da casa da mesma forma que havia entrado e imediatamente voltaria para onde Agatha estava na boate do hotel Belucci, e ao ficar novamente face a face com ela, faria uma piscadela e proclamaria em um tom de pura confiança: - Está feito.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Seg Jul 04, 2022 4:56 pm

- Pode deixar, não vou te decepcionar.   -

Confiante, a Mink aceitou a missão e aceitou a maleta com as informações. Saiu do local e procurou por informações. A riqueza de detalhes a ajudou a prosseguir com o trabalho facilmente. Inicialmente, a ladra buscou saber se estava sendo seguida por algum dos capangas de Agatha, mas logo descartou a possibilidade.

Em seguida, avançou com o plano e fez um reconhecimento do local onde estaria o alvo. A Zona Leste da ilha era um lugar bem característico e de fácil acesso, algo que facilitou a chegada da artista. O horário também ajudou, pois, poucas pessoas estavam nas ruas naquele momento.

Próxima a casa apontada, ela pôde ver três seguranças ao redor da casa, um a mais que o previsto. A propriedade era linear e as janelas possuem grades que impedem a entrada de um ser humano normal - talvez anões consigam. A única entrada visível era a principal, uma grande porta de madeira. Na porta principal, dois seguranças a protegiam e um terceiro ficava um pouco mais afastado verificando a lateral, mas ainda dentro do campo de visão dos outros dois.

Ciente dos perigos, Ren calculou e atacou os vigilantes com seu trovão e devido ao efeito atordoante do choque, os 3 caíram nocauteados em silêncio, fazendo apenas o barulho de corpos pesados caindo ao chão. Continuou prosseguindo de forma furtiva pelo interior da residência e pôde ouvir os sons de gemidos de prazer. Entretanto, a porta do quarto estava fechada. O que ela fará agora?

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Seg Jul 04, 2022 8:43 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 17



Os sons peculiares que eu havia escutado vindo de dentro daquele quarto trancado me fizeram ter que me esforçar pra não começar a rir. Tirando o fato de que isso significava que eles estariam com a guarda baixa e totalmente abertos a um ataque surpresa, meu lado sádico achava beem interessante a ideia de matar eles no meio de uma situação tão “feliz”. Era irônico e trágico, seriam mortes bem mais legais que as das outras pessoas que haviam morrido graças a meus valentes esforços. Mas de qualquer forma né, eu tinha mais era que me preocupar em não fazer nenhuma besteira e completar a missão sem mais problemas. Meu primeiro instinto foi tentar derrubar a porta, mas isso com toda certeza geraria um barulhão dos infernos e Agatha foi bem específica quando me pediu pra ser furtiva. Eu precisava pensar em uma forma de me enfiar naquele quarto e matar aqueles dois com o mínimo de alarde possível.

Depois de alguns instantes pensando, finalmente consegui bolar um bom plano de ação. Eu ia bater na porta normalmente, fazendo ele pensar que eu era um dos seguranças indo lhe passar alguma informação. Assim que ele abrisse a porta, eu tava planejando cortar a garganta dele e avançar sobre a amante pra fazer o mesmo com ela. Com certeza não era um plano à prova de falhas, mas era o melhor que eu tinha pensado pra essa noite. Sem esperar muito tempo, iria até a frente da porta do quarto e faria três batidinhas nela com minha nekote, apenas fortes o suficiente pra gerar um barulho em uma altura que ele possivelmente conseguisse escutar mesmo com todos aqueles gemidos. “Começa agora a parte mais crítica desse serviço todo…” Pensaria.

Eu prepararia meu ataque com a nekote antes mesmo dele abrir a porta, e assim que ele o fizesse, eu imediatamente, em um movimento fluído como um passo de dança, tentaria atacá-lo bem no pescoço, na intenção de rasgá-lo com um arranhão de garras e matar o capodecina o mais rápido possível. Assim que tivesse finalizado o homem, avançaria em toda a velocidade pra cima da amante e faria exatamente a mesma coisa com ela, uma expressão de pura satisfação sádica no meu rosto ao presenciar o sofrimento daqueles dois pombinhos apaixonados. Caso tudo tivesse dado certo, com certeza eu estaria me deleitando no fato de que consegui matá-los de um jeito legal com aquele.

Também estaria totalmente preparada para uma batalha ou perseguição se por acaso a minha tentativa de assassinato falhasse por qualquer motivo. Ficaria atenta a qualquer ataque vindo em minha direção, rapidamente tentando bloqueá-los colocando minha arma na frente de suas trajetórias ou, se percebesse que não tinha jeito, esquivando com rolamentos e pulos para os lados. Em caso dele tentar fugir correndo, eu correria atrás dele tentando igualar nossas velocidades, mas dando total prioridade a não perdê-lo de vista.

Caso realmente conseguisse realizar o assassinato daquela forma, muito provavelmente eu estaria toda suja de sangue. Então, sem perder muito mais tempo, eu limparia as partes sujas do meu corpo com algum lençol limpo e furtaria alguma roupa decente do guarda roupa da amante, não me importava se a roupa me servia ou não, eu apenas não queria voltar pra boate com a roupa toda banhada de vermelho. Mas de preferência, escolheria alguma roupa que combinasse com meu estilo, caso tivesse alguma assim disponível. Após isso, se eu tiver tido sucesso em todo esse plano de ação, eu sairia da casa da mesma forma que havia entrado e imediatamente voltaria para onde Agatha estava na boate do hotel Belucci, e ao ficar novamente face a face com ela, faria uma piscadela e proclamaria em um tom de pura confiança: - Está feito.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Qui Jul 07, 2022 5:19 pm

O preparo era o maior aliado de um protagonista. De acordo com o Peter Jordan, um batman com preparo poderia vencer até mesmo o Goku e essa teoria faz bastante sentido ao analisarmos movimentos individuais dentro de um contexto em um roleplay descritivo baseado em ações.

Ren imaginou diversos cenários possíveis para a execução de sua missão e a ciência por trás da antecipação a colocou em um patamar superior no momento de receber o resultado por seus atos. A escolha da batida na porta funcionou, porém, quem abriu foi a amante do mafioso. Um fato curioso foi ver o sangue escorrer de seu pescoço e cair num strapon que poderia ser muito bem comercializado com a assinatura do kid bengala.

- SOCO…

Antes que pudesse terminar, a assassina o degolou violentamente sem lhe dar a menor chance de sobrevivência. Ao concluir o ataque, a ladra ainda furtou algumas peças de roupas para cobrir as manchas de sangue e - inconscientemente - fez parecer que o ataque foi na verdade uma tentativa de roubo mal executada.

Ela voltou imediatamente para a boate. Algum tempo havia passado quando ela adentrou o primeiro andar do hotel e o sol já nascia lá na fazendinha. Em seu interior, Agatha conversava com um homem. Ela parecia outra pessoa, desta vez tímida e talvez até reclusa. Ao ver a gata, a capodecina fez uma breve reverência como se estivesse pedindo desculpas e foi receber a artista.

- Está feito.   -

- Sim. Aproveite o dia com as suas companheiras. Elas estão na suíte de luxo 616. Em alguns dias, você terá o que espera. -

Se Ren fosse até a suíte, veria suas companheiras dormindo ilesas, cheirosas e bem confortáveis. O quarto tinha uma cama extra para a gata se ela desejasse dormir, além de um frigobar e banheiro luxuoso com água quente. Até um denden mushi capaz de transmitir conteúdo audiovisual estava disponível na parede para uso.

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Sex Jul 08, 2022 12:24 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 18



O serviço acabou sendo bem tranquilo. Meu alvo estava morto, eu não tinha criado confusão alguma e nem deixado qualquer pista que pudesse denunciar minha identidade, pelo menos que eu me lembrasse. Enfim né, correu tudo muito bem e os meus negócios com Agatha já estavam quase totalmente resolvidos, ela mandou eu esperar alguns dias em uma suíte chique para "ter o que eu queria". Bom, levando em conta que ela com certeza estava sendo deliberadamente vaga, e que meu único outro objetivo além da libertação das minhas amigas ao fazer o serviço era a promoção para Capodecina, eu só conseguia concluir de que era disso que Kuroda estava falando.

Falando na Kuroda, antes de me cumprimentar quando voltei do serviço, ela tava conversando com um cara que eu nunca tinha visto na vida. Toda a presença formidável e autoritária que ela havia demonstrado mais cedo estava ausente enquanto ela conversava com ele, parecendo até meio tímida. Esse fenômeno tão singular era algo que com certeza havia atiçado minha curiosidade de bisbilhoteira, e não me restava outra escolha além de especular sobre o que diabos havia sido aquela interação. Seria aquele homem um superior dela? Um mestre? Um amante? Eram muitas possibilidades, uma mais intrigante do que a outra.

Enfim, ela logo me mandou ir esperar alguns dias na suíte de luxo 616 junto das minhas amigas. O alívio que senti quando fiquei sabendo que elas estavam em um quarto de luxo ao invés de uma prisão suja foi descomunal. Foi quase como se um grande peso tivesse sido retirado das minhas costas. Mas de qualquer forma, estávamos todas sãs e salvas, e eu realmente precisava bater um papo com elas sobre esse rapto, pra evitar que isso não acontecesse novamente no futuro. Ah, e claro, para avisá-las da promoção que eu estava prestes a receber. Iria sem perder tempo até o quarto indicado por Agatha, onde encontraria minhas companheiras dormindo e aparentemente ilesas.

Faria um longo suspiro de alívio, cruzando os braços ao observar aquelas duas. Francamente… Às vezes eu ficava me perguntando sobre o motivo de ser tão apegada a elas, provavelmente era por elas serem praticamente as únicas pessoas no mundo em quem eu podia confiar plenamente. É em círculos como o submundo do crime, onde todo mundo sempre tá pronto pra trair os outros em prol dos outros interesses, que amigos de verdade se mostram ser ainda mais valiosos. Eu não sabia o que faria da minha vida sem elas, nessa altura. Enfim, agora eu já havia confirmado que elas estavam bem, e eu não queria interromper o sono das duas, decidi ir cuidar da minha vida enquanto aguardo. Afinal, segundo Agatha, ainda tínhamos alguns dias pra ficar aqui.

Notaria também que no quarto tem uma cama extra, um banheiro, um frigobar e um den den mushi projetor. Sem nem pensar duas vezes, eu iria direto tomar um looongo banho relaxante de água quente, não só pra limpar qualquer mancha de sangue que pudesse ter sobra no meu corpo, mas principalmente pra tentar aliviar um pouco o cansaço da viagem e o estresse de toda a situação que eu havia passado. Tá, acabou que deu tudo certo, mas isso não significa que não foi algo bem exaustivo de se resolver. Depois do banho, caso minhas companheiras ainda não estivessem acordadas, eu pularia na cama extra e imediatamente tentaria pegar do sono. Pelo visto tínhamos alguns dias de estadia nesse quarto chique, e eu estava disposta a aproveitar o máximo possível dela.

Na primeira oportunidade que tivesse, abordaria minhas amigas para ter um papinho bem sério com elas. - Fala sério! Cês tem noção do susto que eu levei quando fiquei sabendo que tinham sido capturadas? - Falaria, em um tom de bronca. - Eu tô feliz por ter conseguido resgatar vocês antes de sofrerem qualquer maltrato, mas isso realmente não pode acontecer de novo. E aliás, como foi esse rapto mesmo? - Começaria a coçar o queixo com a mão esquerda, curiosa pra saber como de fato aconteceu a captura. Eu queria o máximo de detalhes possíveis. - De qualquer forma, já resolvi tudo com a capodecina do distrito do contrabando que atacou vocês. Vou ganhar até uma promoção! - Sorriria, orgulhosa de mim mesma e meus feitos. - Só temos que passar mais alguns dias aqui na suíte relaxando, não me parece uma má ideia né? - Sugeriria. Enfim, eu esperaria na suíte quantos dias fossem necessários segundo Agatha, mas como sempre, ficaria bem atenta para qualquer movimentação hostil próxima ao quarto, afinal, por mais que no momento minhas relações com Kuroda fossem aparentemente boas, no mundo do crime essas coisas mudavam com uma impressionante velocidade.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Sab Jul 09, 2022 7:43 pm

Os problemas de Ren pareciam ter chegado ao fim. Estava novamente junta de suas companheiras e uma promoção esperada chegaria em breve. Satisfeita, aproveitou as vantagens do hotel e relaxou como pôde até finalmente poder conversar com suas nakamas.

- Capturadas? Do que você está falando?

- A gente veio curtir porque um agente disse que você estava em uma missão urgente e não deu tempo de nos encontrar.

- E como assim você vai receber uma promoção?

A confusão tomava conta do recinto, mas o mais importante era a saúde do trio. Todas estavam bem e nada mais importava. Assim, um dia se passou e esse tempo curtindo um hotel de luxo serviu para aliviar o peso de uma vida sofrida, além de fortalecer os laços entre as agentes do submundo.

No final do terceiro dia, um homem bateu na porta e deixou um bilhete por debaixo. Se Ren o abrisse, veria o símbolo do distrito da luz vermelha e um memorando comunicando a mudança de posição da mink. De agora em diante, ela seria Capodecina do distrito da luz vermelha e esta informação seria repassada à todos os integrantes do distrito o mais depressa possível - por uma questão de hierarquia e respeito. Ainda dentro do envelope, havia um segundo documento, este um relatório oferecendo uma missão de batismo para a capodecina. Ela deveria estar no dia seguinte ao pôr-do-sol em uma construção cujo endereço e a localização estavam devidamente escritos no papel. Ela tinha um dia ainda para curtir com suas companheiras. O que ela fará?

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Dom Jul 10, 2022 8:11 am




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 19



Demorou um pouco pra eu compreender o que tinha acontecido ali. Se for pra colocar da forma mais fácil possível de se entender, eu muito provavelmente tinha sido tapeada por Agatha Kuroda para fazer o seu trabalho sujo. Izzy e Bell nunca estiveram em perigo e tudo isso não passou de uma grande farsa. Normalmente eu não ficaria muito feliz com isso, mas como tinha sido devidamente recompensada pelo meu trabalho na forma daquela grande promoção para capodecina, acabei apenas bastante admirada com o quão efetiva havia sido aquela manipulação toda, deixando que um sorriso tomasse conta do meu rosto. Com certeza faria bem para minha carreira eu enxergar aquilo tudo como uma grande lição, pra eu poder aprender a fazer coisas parecidas no meu futuro.

Falando na minha promoção, eu tinha também recebido um pequeno bilhete com o selo do meu distrito que, além de reconhecer meu novo cargo, me convidou para uma "missão de batismo" no dia seguinte. Eu não fazia a menor ideia do que era uma "missão de batismo", o que eu sabia que muito provavelmente o tal batismo em questão não envolveria jogar água na cabeça de alguém como forma de iniciação religiosa, mas se era algo que eu precisava fazer para de fato assumir o cargo de capodecina, eu já tinha certeza desde já que cumpriria qualquer que fosse o serviço. O bilhete também não especificou se eu tinha que ir sozinha, então com certeza levaria Izzy e Bell junto comigo. A promoção marcava um ponto importante na minha carreira e um grande passo em direção ao meu objetivo de me livrar do Barzini, afinal, agora, minha influência na organização e no submundo do crime em geral com certeza aumentaria ainda mais, e com influência, dinheiro e poder certamente viriam atrás.

Enfim, durante aquele dia de curtição que ainda tínhamos restando no Hotel Belucci, assim que tivesse a oportunidade, abordaria minhas amigas, primeiramente pra contar a história completa do que tinha acontecido no dia anterior e também explicar qual seriam nossos próximos passos. - Finalmente entendi o que aconteceu... - Começaria a falar com um tom levemente envergonhado. - Agatha Kuroda me enganou, ela me fez acreditar que vocês tinham sido capturadas e iam virar "mercadoria". Tive um baita susto. - Desviaria um pouco o olhar ao admitir isso novamente. - Aí ela usou isso pra me forçar a fazer o trabalho sujo dela. Mas no fim das contas graças a isso consegui essa promoção, então acho que o saldo foi positivo pelo menos. - Daria de ombros ao concluir a história. - Mas isso meio que não importa mais, a gente precisa é discutir o futuro. - Cruzaria os braços antes de continuar. - Bom, recebi um bilhete me comunicando sobre a promoção pra Capodecina do distrito da luz vermelha. - Explicaria, em um tom levemente orgulhoso. - Mas antes de qualquer coisa, amanhã vamo ter que fazer uma "missão de batismo". Não tenho mais detalhes sobre. - Faria uma pequena pausa antes de continuar, mostrando pra elas o envelope. - Vai ser durante o pôr do sol no endereço especificado aí.

Depois disso, passaria o restante do tempo livre relaxando no hotel de luxo. Aproveitaria ao máximo, afinal, devido a natureza da minha área de trabalho, cada dia poderia ser o último e nunca existia qualquer garantia de que eu ia poder desfrutar de todo esse conforto no futuro próximo, embora eu com certeza desejasse isso. Também faria questão de me alimentar muito bem pra não acabar indo fazer a missão com fome e ter um desempenho porco por causa disso. Enfim, ficaria lá curtindo até a tarde do dia seguinte, que era quando eu deveria partir até o endereço indicado no bilhete. Ao ir, claro, levaria Izzy e Bell comigo e eu, como sempre, prestaria bastante atenção nas ruas de Hoxter para evitar qualquer emboscada e perceber se estava sendo seguida por alguém. Essa ilha ainda era um lugar novo para mim, e eu ainda não me sentia totalmente segura aqui.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Ter Jul 12, 2022 1:36 pm

O trio de belas mulheres passou o tempo restante aproveitando as coisas boas do hotel, conversando e melhorando o laço entre elas. Ren passava a entender o funcionamento do submundo e suas variáveis. Nem tudo era o que parecia ser e ela pretendia usar essas artimanhas futuramente.

O tempo passou e elas estavam devidamente prontas para a execução da missão. Alimentadas e equipadas, partiram sem dificuldades até chegar ao local. Lá, foram recepcionadas por vários agentes do distrito da luz vermelha atualmente na república Hoxter. A maioria deles era associado, alguns poucos mercenários e o principal de todos, um sub-chefe. Todos faziam reverência para o superior ao vê-lo se levantar para recepcionar o trio recém-chegado. Por uma questão de instinto, as companheiras de Ren prestaram reverência, restando apenas a mink fazê-lo.

Capo de Tutti Capi - Página 3 Png-transparent-kenka-bancho-badass-rumble-kenka-bancho-otome-girl-beats-boys-spike-anime-banch%C5%8D-anime-manga-video-game-cartoon

- Parabéns pela promoção, Ren… A sua missão será bem simples… Todas essas pessoas que estão aqui desejam sua promoção e bem… Eu gosto de pensar que um capo é capaz de derrotar todos abaixo dele, então… Divirta-se!

Capo de Tutti Capi - Página 3 Anas-khalil-final
Se Ren olhasse ao redor, veria um dojo com bastante espaço e nas paredes, pequenos olhos brilhantes como se fossem espectadores. A quantidade exata de oponentes era 12. A proporção sendo 3 mercenários e 9 associados. Após o aviso do sub-chefe, todos foram até o dojo, espalhando-se por ele enquanto o superior sentava em uma cadeira como se fosse um trono.

Izzy: Você terá que conquistar a sua promoção…

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Ter Jul 12, 2022 5:19 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 20



O que me esperava naquele lugar acabou sendo uma surpresa, uma surpresa que no fim eu acabei achando bem agradável. Já fazia um tempo que eu estava querendo surrar alguns inimigos e infligir um pouco de dor em terceiros, e embora nessa luta eu provavelmente não poderia passar muito do ponto por se tratarem de aliados, ainda assim eu estava certa de que seria uma experiência beem satisfatória. Eles eram todos associados e mercenários, então com certeza não seriam tão assustadores quanto Agatha. Eu não achava que tinha muito com o que me preocupar aqui, esses caras não pareciam muita coisa. - Interessante, isso vai ser divertido! - Falaria, sorrindo amistosamente tento para o homem que parecia ser o chefe de todos ali quanto para meus oponentes. - Eu tava esperando uma oportunidade pra testar uns truquezinhos novos que eu desenvolvi, essa aqui é a chance perfeita. - Bastante animada para o combate que estava prestes a se iniciar, faria uma última declaração. - Só tomem cuidado para não ficarem *chocados* com o meu poder! - Após meter essa piada horrível, estaria na hora de partir pra cima.

Olharia rapidamente ao meu redor, buscando encontrar qual era o adversário mais próximo de mim. Ao identificar qual era, eu imediatamente partiria pra cima dele correndo a toda velocidade, minha nekote preparada para o ataque. Ao chegar em uma distância corpo-a-corpo dele, desferiria um poderoso arranhão com minha nekote mirando seus dois joelhos, na intenção deixá-lo incapacitado de mexer as pernas. Caso isso não seja suficiente para derrubá-lo ou o golpe erre/seja bloquado, tal como um passo de dança, usando o momentum do ataque anterior, eu giraria o meu corpo em 360° graus dando a entender de que estava prestes a fazer um ataque igual, para só então emitir um raio elétrico elétrico em seu peito ao invés do um arranhão nos joelhos. Faria isso no intuito de surpreendê-los. Se ainda assim isso não fosse suficiente ou o ataque não funcionasse, eu criaria uma pequena lâmina de eletricidade na minha mão livre e tentaria enfiá-la bem na coxa direita dele. Se o inimigo caísse vítima de um desses ataques, eu usaria os outros dois restantes em outros adversários.

Caso percebesse que seria mais vantajoso bater em vários ao mesmo tempo devido a quantidade de inimigos presentes e a possibilidade deles me atacarem todos ao mesmo tempo, ao invés de ir atrás de bater em um por vez, eu logo começaria a agressivamente liberar eletricidade de todo o meu corpo, formando uma redoma de raios elétricos em volta de mim que eletrocutaria qualquer um que tentasse se aproximar. Em seguida, eu ergueria minhas duas mãos bem a frente do meu corpo e passaria a liberar descargas de eletricidade expansivas no intuito de atingir vários inimigos ao mesmo tempo, novamente como se fosse um passo de dança, eu começaria a mudar de posição e disparar essas mesmas descargas em outros inimigos que estivessem em volta da minh posição.

Ao perceber que seria atacada, tentaria primeiramente esquivar e evitar a trajetória dos golpes inimigos por meio de rolamentos para os lados e saltos. Também, caso possível, tentaria rapidamente retirar a parte do meu corpo que seria alvo do oponente da trajetória de impacto, faria isso me agachando, pulando ou dando passos muito rápidos para o lado dependendo da circunstância. Se por acaso eu percebesse que não seria possível esquivar, eu colocaria minha nekote na frente do ataque inimigo na intenção de bloqueá-lo, seja segurando-o com minha arma ou meramente o defletindo. Mesmo que fosse atingida por algum ataque inimigo, eu imediatamente contra atacaria, caso possível, disparando uma rajada de eletricidade na direção do atacante.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Qua Jul 13, 2022 10:28 pm

Como esperado de uma capodecina, Ren abraçou a ideia e mostrou-se bastante entusiasmada com a missão. A reação dos participantes mudou um pouco ao verem a confiança da capo. Pelo visto, tal batismo era algo comum e muitos pareciam desistir. Mas a mink era diferente e até o sub-chefe parecia impressionado com a disposição dela.

A dança da batalha começou e a protagonista deixava evidente o motivo de ser uma capodecina. Os movimentos fluídos eram executados com sutileza e eficiência. Neutralizava os oponentes um a um, até mesmo quando conseguiam lhe atingir, o choque recebido os abalava. Embora conseguisse atacar e derrubar, também recebia contragolpes leves, nada preocupante, porém, lutar contra muitos oponentes não era uma tarefa fácil, principalmente os mercenários.

Os associados foram os primeiros a serem nocauteados, todos com praticamente uma nekotada só. Contudo, os de nível superior davam mais trabalho. Um deles principalmente, ou melhor dizendo, uma!

POW!

Um soco poderoso defendido com sua arma fez a mink ser arrastada pelo impacto por alguns metros e mesmo contra-atacando com raios, viu sua adversária desviar com um salto giratório para trás. Atualmente, ela tinha 3 inimigos pela frente, porém, 2 deles estavam bem debilitados.

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Qui Jul 14, 2022 12:12 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 21



A cada inimigo que eu derrubei, mais satisfeito ficava o meu lado sádico. Por mais que eu não estivesse tirando a vida de ninguém, a dor que eu estava gerando naquelas pobres almaz era mais do que suficiente para suprir minhas cruéis necessidades. Ainda restavam mais três oponentes, dois deles já estavam bastante feridos e um, ou melhor, uma, estava tendo um desempenho bem melhor que os demais. Ela tinha conseguido até mesmo me arrastar alguns metros para trás com o impacto de um soco, algo que me deixou bastante impressionada. - Você é forte, mas não o suficiente. - Declararia, ainda sorrindo.

Eu infundiria minha nekote com eletricidade e, na minha outra mão, aumentaria o alcance das minhas garras criando pequenas lâminas de eletricidade saindo de cada dedo que serviriam como extensões das minhas garras. Mas antes de avançar contra a minha inimiga principal, eu precisava finalizar os dois fracotes que ainda estavam de pé. - Shunko! - Falaria, ativando minha técnica, e em seguida imediatamente dispararia mais duas rajadas de eletricidade, cada uma saindo de uma de minhas mãos e mirando bem no peito dos dois adversários mais debilitados. Caso isso tivesse sido o suficiente para vencê-los, seria hora de focar totalmente minha atenção na outra garota. Sem demora, eu partiria pra cima dela pronta para atacar.

Ao chegar em uma distância corpo-a-corpo dela, eu imediatamente desferiria um poderoso arranhão, usando minha nekote, bem no ombro da minha oponente, sabendo que aquele era um ponto que dificilmente mataria. Tendo tido sucesso ou não naquele ataque, eu continuaria minha ofensiva. Usando a outra mão, eu tentaria arranhá-la na lateral da coxa esquerda, e então faria o mesmo em sua canela esquerda com a mesma mão. Por fim, usaria ambas as mãos para fazer um rodopio, em 360 graus, como se fosse uma dança, e então, com minhas garras tentaria novamente rasgar os joelhos da minha adversária com arranhões. Por fim, saltaria para trás buscando me afastar vários metros de onde ela se encontrava para evitar levar mais socões se isso não tivesse sido o suficiente para derrotá-la.

Caso note que estava para ser vítima de quaisquer ataques inimigos, meu primeiro instinto seria tentar esquivar-me da ofensiva, usando minha habilidades para retirar meu corpo da trajetória dos golpes inimigos, seja com passadas rápidas para os lados, abaixando minha cabeça, saltando para longe ou fazendo rápidos rolamentos para o lado oposto de onde vem o ataque inimigo. Novamente, ao ver que não seria possível esquivar por qualquer motivo, eu tentaria bloquear colocando minha nekote em frente aos ataques, e se não fosse possível, tentaria defletir acertando no golpe um arranhão com a minha arma. Caso o meu inimigo consiga chegar muito próximo de mim em um ataque, emitiria uma descarga elétrica poderosíssima de todo o meu corpo em um raio de dois metros de mim para eletrocutar qualquer inimigo que se aproxime. E se ele conseguir me agarrar, eu responderia com uma fortíssima mordida na parte do corpo inimigo que estivesse mais acessível para mim porém não fosse um ponto vital.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Sab Jul 16, 2022 7:20 pm

O combate seguia e Ren parecia gostar cada vez mais. Como um animal selvagem brincando com suas presas, ela sentia prazer ao causar dano em seus alvos enquanto curtia uma boa batalha. Entretanto, assim como um leão que não mede suas forças contra um coelho, a capodecina fez questão de mostrar quem era o alfa, ou melhor, A Alfa!

- Shunko! -

Usando uma técnica onde seu corpo fica envolto em raios, ela rapidamente derrotou os mercenários, restando somente uma do gênero feminino. Em seu avanço, mirou um ataque em seu ombro, porém, a mercenária respondeu contra-atacando com um soco poderoso. A mink seguiu a sequência, dessa vez com arranhões. Embora não a atingisse diretamente, os choques causados pelos raios minavam a resistência da adversária.

Em uma tentativa desesperada, a Mercenária aplicou um dash e encurtou a distância para aplicar um gancho e quando seu punho atingiu o queixo de Ren, um sorriso vitorioso surgiu no rosto da loira, mas para ela a disputa tinha acabado. A capodecina aplicou uma grande descarga de choque que travou o sistema nervoso da pugilista e eliminou todo o potencial ofensivo de seu gancho que ainda assim atingiu a boca artista fazendo sangrar devido a língua mexer e acabar cortada pelos próprios dentes afiados.

Deitada, a Mercenária socou o chão enraivecida, mas logo levou as mãos ao rosto e limpou as lágrimas e suor, ficando sentada em seguida.

- Quando eu soube que uma mulher seria a nova capodecina, eu achei que era uma vendida qualquer. Mas uma mulher tão poderosa assim? Tsc… Se é para receber ordens de alguém… Então, que seja de você. Meu nome é Anzu Shinoda. Por favor, tome conta de mim!

Capo de Tutti Capi - Página 3 EnRv1A2

- Parabéns, Ren. Você concluiu sua primeira missão como Capodecina do distrito da luz vermelha.

E todos os participantes aplaudiram a mink, inclusive suas companheiras habituais.

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11
Terry
Imagem :
https://i.imgur.com/x2frSwS.png
Créditos :
15
Localização :
República de Hoxter - 1ª Rota
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t313-ren https://www.allbluerpg.com/t2120-kris-a-incrivel-ninja#22935
Terry
Capodecina
Re: Capo de Tutti Capi Sab Jul 16, 2022 11:55 pm




legenda


narração.
"pensamentos".
-falas.


post - 22



E o batismo havia chegado ao fim. Como esperado, eu havia saído vitoriosa, recebendo uma salva de palmas que sem dúvidas deu uma boa inflada no meu ego. A jovem que mais me deu trabalho, uma moça chamada Anzu Shinoda, pareceu um pouco frustrada por ter sido derrotada, mas também ao final aparentou ter me aceitado como superiora, manifestando o desejo de trabalhar pra mim. Eu achei aquele espírito competitivo e personalidade forte atributos bem admiráveis, então fiz uma nota mental pra ter uma conversinha com ela assim que eu tivesse tempo. Izzy é determinada e leal, mas não tem um forte desejo de se aprimorar e crescer na organização. Já Mariabell tem uma personalidade bem complicada e já se acha muito melhor que todo mundo. Ter alguém como Anzu na minha equipe provavelmente seria bem positivo. - Fiquei bem impressionada com seu desempenho, Anzu. - Falaria amistosamente. - Como já deve saber, meu nome é Ren. - Me apresentaria, estendendo-lhe a mão. Ela apertando ou não, eu logo finalizaria: - Bom, eu queria ter uma conversa com você assim que possível. Tenho certeza que juntas podemos alcançar grandes coisas. - E depois de uma rápida piscadela, logo mudaria o foco das minhas atenções para o meu novo chefe.

- Brigada, chefe! - Juntaria as palmas das mãos ao falar, claramente radiante pela oficialização do meu novo cargo. Também faria um sorriso e assentiria com a cabeça para os outros que tinham batido palmas, afinal, eu aprendi em meus estudos de administração que era bastante útil para superiores cultivar boas relações com subordinados. Ainda mais depois de uma luta. Depois disso, viraria novamente para o chefe. - Quais as minhas primeiras ordens? - Perguntaria, falando de forma casual mas tentando evitar soar desrespeitosa. - Imagino que os "caras de lá de cima" já devem ter algo em mente pra mim, já que decidiram promover uma nova capodecina assim desse jeito. - Me referia à cúpula superior do distrito ao falar. E então, ficaria esperando a resposta do chefinho.

Caso não haja nenhuma ordem em particular para mim, ou a ordem fosse algo que me deixasse com o resto do dia livre, eu imediatamente abordaria Anzu de novo, mas dessa vez faria um sinal de "vem cá" com os dedos pra Izzy e Bell e esperaria elas virem antes de começar a falar com a mercenária. - Anzu, que tal vir com a gente pra boate do hotel Belucci? - A convidaria, novamente de forma bem tranquila e sem formalismo. - Já tá ficando de noite, então o lugar já deve tar abrindo. Podemos ter nossa conversinha sobre negócios lá mesmo. - Sugeriria colocando as mãos ma cintura, imaginando que ela já soubesse que o hotel se tratava de um local bem propício para discussões sobre coisas que dizem respeito ao nosso ramo de trabalho. Caso ela aceitasse, iria até o lugar junto com as meninas e pegaria uma mesa. Caso não, daria um "até logo" para ela e iria só com Bell e Izzy mesmo. Eu não teria nada urgente pra fazer de qualquer forma.





histórico:

arma:

objetivos:


_________________

"The soon-to-be Empress of the Underworld"

Capo de Tutti Capi - Página 3 UNCo9W5
Van
Imagem :
Capo de Tutti Capi - Página 3 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata
Re: Capo de Tutti Capi Ter Jul 19, 2022 5:04 pm

Ao fim do teste, Ren reconheceu a mercenária e sua força. Anzu agradeceu pelas palavras e acenou positivamente para uma possível conversa futura entre ambas. Após agradecer a oportunidade, a mink esperou pelo próximo passo e novamente recebeu uma maleta. Desta vez uma um pouco menor e aparentemente mais cara. Se ela a abrisse, veria relatórios e notas. O trabalho de uma capodecina era fazer parte da administração do distrito e portanto havia uma parte burocrática a ser realizada.

Despedidas feitas, a artista convidou a mais nova subordinada para uma visita ao seu quarto, convite este rapidamente aceito. Então, o mais novo quarteto de meninas poderosas seguiu até o Belucci onde podiam aproveitar uma suíte daquelas. Ambiente vip, confortável, estilo tchutchuco.

Já no quarto, após um transporte sem alterações, elas poderiam conversar tranquilamente. Anzu era uma mulher bem girl power e talvez até um pouco feminista demais devido ao seu ódio por homens. Provavelmente havia um passado ali por trás.

Caso Ren resolvesse avaliar os relatórios, veria que aquilo era uma missão, cujo objetivo era organizar administrativamente e financeiramente o distrito da luz vermelha presente na república hoxter, o qual passava por sérios problemas burocráticos - a maioria deles por má gestão. O trabalho seria longo.

Terry:

_________________

Capo de Tutti Capi - Página 3 Aaaaaa11