Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos

Cidade do Pecado, 罪市

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3
Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
24
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
Cidade do Pecado, 罪市 Qua Abr 06, 2022 3:13 pm
Relembrando a primeira mensagem :

Cidade do Pecado, 罪市

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Agente MARAMUNE NEKKYOTO & ROBIN SON. A qual não possui narrador definido.

_________________



Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 9g2joTh


Koji
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 LwWfclL
Créditos :
16
Localização :
Sirarossa
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Koji
Avaliador
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qui Jun 23, 2022 2:37 am



O tempo de descanso havia acabado, e com ele, a mordomia adquirida durante o tempo em que havia ficado incapacitado pelos ferimentos da missão anterior. Kenzy, apesar de ter deixado marcas no corpo de Robin e Kyo, fora um oponente um tanto quanto estratégico e psicológico, em contraponto com o usual físico. Dessa forma, estando recuperado de suas lacerações diversas e animado pelo encanto em Clara, poderia finalmente rumar para a próxima missão.

Antes de prosseguir com seu dever para com a Organização, mostraria educação e cordialidade agradecendo o bom cozinheiro ou cozinheira que havia salvado seu primeiro encontro - bem-sucedido -. A sorte, no entanto, não estava em seu lado, ao não encontrar a pessoa pela qual procurava. Não se deixando abalar pela negatividade do ocorrido, rumava diretamente para a sala de Clyde, onde já estivera antes em ocasiões não tão diferentes.

Imerso naquela seriedade e distante de qualquer bela dama que instigasse seus desejos profundos, Nekkyoto retornava à luz, não mudando sua aparência ou mentalidade; sem pestanejar, andava pelos corredores frios em temperatura e sentimento até que chegasse ao escritório de seu chefe. Os passarinhos, do lado de fora, cantarolavam canções de amor, enquanto o raio solar da manhã tratava de aquecer todos ali. Exceto, porém, aquela porta, que levava para a sala de Clyde; o próprio ambiente ali parecia mais denso.

Ao tocar na entrada para chamar a atenção, esta atitude era logo respondida com uma simples palavra: — Entre. — ao fazê-lo, via uma figura mais apresentável, mas com as mesmas características marcantes; o cansaço e as olheiras pareciam envelhecer o homem física e mentalmente. Havia ali, no entanto, outro fator notável. A mão que segurava a xícara de chá fumegante apresentava diversas marcas de briga e luta, bem como lacerações nos ossos do punho. Clyde não fazia questão de esconder.

Sem delongas, Nekkyoto mostrava seu respeito, que era recebido com certa estranheza, mas aceito. — Descansar. — falava, na mais monótona e desinteressada voz que havia. Não demorava que essa mesma manifestação retornasse com mais diálogo. — Tenho coisas a fazer então serei breve. — anunciava. — Preciso que entregue um envelope para o homem que estava ao meu lado ontem, se lembra? — indagava, procurando respostas nas expressões físicas do Agente. — Seu nome é Carmine Zhara, dono do restaurante Chifres Gêmeos. — dizia, pegando o dito pacote de sua mesa e entregando nas mãos de Nekkyoto.

Histórico:

Legenda:

Considerações:

_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 HOpKYkQ


Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Nekkyoto
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 200
Créditos :
04
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qui Jun 23, 2022 10:55 am
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 Ehpl

CIDADE DO PECADO
West Blue - Governo Mundial - 016

E eu tenho cara de carteiro?

Clyde estava com as mãos feridas, mas, pela minha pouca experiência, não acreditava ser realmente uma briga. "Kenzy foi espancado" Afinal, numa luta, existiriam mais ferimentos além das mãos feridas. Aquilo havia sido um confronto unilateral, e o meu principal antagonista da minha primeira missão como agente não havia sido páreo.

— Eu não lembro muito bem senhor. Mas farei meu melhor. Missão dada, é missão cumprida. Comentaria, indo em direção a mesa do meu superior e pedindo a dita carta. E assim que fosse entrega sairia do local, não sem antes cumprimentar novamente Clyde com as devidas formalidades. Com a sua licença. Iria em velocidade e agilidade máxima para sair daquela base rapidamente.

Agora, já nas ruas, deveria tomar cuidado. Havia sumido com Kenzy, e provavelmente, minha cara já estava estampada em diversos lugares. A criminalidade me conhecia, e pouco a pouco, isso iria aumentar. Então, pensando nisso, andaria pelas sombras, o mais discreto que conseguisse. Analisaria os prédios do local, e se fosse possível subiria nos telhados, correndo por cima desses, pulando de um em um, telhado, muro, e laje. Usando da minha agilidade e acrobacias para evitar fazer barulho enquanto corria, além de me manter ágil em todos os momentos para não chamar atenção.

No centro comercial, procuraria pelo dito restaurante, chifre gêmeos. A situação era estranha, qual garantia eu tinha de que Clyde não havia feito o mesmo com Kenzy outrora? Quais eram os seus planos?

Não era coisa que deveria me preocupar, afinal, nesse caso, os fins justificam os meios.

O primeiro passo era encontrar o restaurante, ou coisas que parecessem com a descrição do local. Tomaria o devido cuidado para reconhecer algum dos homens do bar de Kenzy, se isso acontecesse, me manteria escondido, afinal, deveria tomar cuidado para que não precisasse lutar naquele momento. Já estava no meu potencial máximo, mas provavelmente, não era boa ideia.

Inclusive, bom trabalho, amigo. Trabalhou bem Robin.

Status - Nekkyoto (Personalidade à Luz)

PDV: 4400/4400
STA: 100/100
CONDIÇÕES:
FERIMENTOS:
● Hematomas no Peito e na Mandíbula [Curado]
● Nariz Quebrado [Curado]
● Tendão do joelho deslocado. [Curado]




_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 DxdTgnc
Koji
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 LwWfclL
Créditos :
16
Localização :
Sirarossa
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Koji
Avaliador
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Sex Jun 24, 2022 2:54 am



Sendo um ótimo Agente, obstinado e centrado em suas ações e deveres, Nekkyoto não falhava em, assim que se sentia bom e renovado para mais um dia de serviço, ir até Clyde pedir sua nova missão. Esta, rebaixando-se para um nível inferior à outra que havia feito, tratava-se de uma simples entrega de um pacote misterioso; não mais estranho que o estado físico das mãos de seu chefe, que indicavam o uso de violência para com Kenzy. Nesse momento, uma semente era germinada na cabeça do funcionário do Governo.

Deixando aquela história de lado por um momento, partia então para as ruas de Las Camp em busca do restaurante indicado por Clyde. Inicialmente, a aparência e feições físicas do senhor que ele havia descrito não o levavam à recordação alguma, não deixando com que Kyo, no entanto, se frustrasse com tal fato; na realidade, mantinha a cordialidade a todo momento e buscava, através de raciocínio lógico e pensamentos, a localização do estabelecimento.

Estando imerso nesses pensamentos, chegava à conclusão não equivocada que poderia estar sendo alvo de algum tipo de caçada. Dessa forma, utilizava de suas maestrias em acrobacias e sua agilidade para, com certa dificuldade, pular de prédio em prédio e se mover pelas sombras. Assim como havia sido advertido inicialmente, aquela farda em seu peito trazia consigo consequências das quais muitos não podiam lidar, e como prova dessas duras palavras, o rapaz experimentava da dura verdade.

A busca se prolongava por mais alguns minutos - algo próximo de uma hora -, muitos desses momentos gastos no esforço de se manter invisível. Se houvesse alguém ou uma organização o perseguindo, de fato estava fazendo um bom trabalho. De forma ou de outra, o processo cansativo tomava um fim com o achado, estando próximo do porto em uma esquina com a Avenida que beirava o mar e uma rua que rumava para dentro da cidade. Sua fachada, em ambas as partes, possuía uma espécie de vidro pintado com a logotipo do local: duas cornucópias que se entrelaçavam, e acimada delas, duas canecas de cerveja que se tocavam em um cumprimento. Abaixo disso tudo, escrito: "Chifres Gêmeos". Ali era o lugar.

Histórico:

Legenda:

Considerações:

_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 HOpKYkQ


Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Nekkyoto
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 200
Créditos :
04
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Seg Jun 27, 2022 2:23 pm
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 Ehpl

CIDADE DO PECADO
West Blue - Governo Mundial - 017

Andando pela sombra

Atravessei todo aquele percurso esforçando-me para passar desapercebido, sabia que estavam atrás de mim depois do que fiz com Kenzy, e provavelmente, deveria tomar cuidado caso não quisesse arrumar problemas nas ruas. E como o trabalho de agente havia me proporcionado, deveria ser cada vez mais invisível, ou não estava trabalhando direito.

Depois de horas andando por entre os telhados respirei aliviado quando encontrei finalmente o dito restaurante. Tomei a liberdade para descer de forma discreta até o chão, procurando pelo caminho mais seguro e discreto possível, talvez entre frestas de paredes, blocos furados, janelas com batente, qualquer coisa que pudesse ser apoio para que pudesse ir ao chão sem cair.

E quando ali estivesse, abusaria da velocidade, pondo a prova meus músculos da perna, não tinha certeza de que estavam bem, mas tinha aquele momento para os testar finalmente. Quando chegasse de frente com o restaurante, adentrá-lo-ia. Procuraria por figuras que haviam sido visualizadas em outro momento, talvez, ao ver o destinatário, conseguisse lembrar da sua feição.

Caso não lembrasse ou não encontrasse, iria até o balcão, falando: Preciso falar com Carmine Zhara.

Status - Nekkyoto (Personalidade à Luz)

PDV: 4400/4400
STA: 100/100
CONDIÇÕES:
FERIMENTOS:
● Hematomas no Peito e na Mandíbula [Curado]
● Nariz Quebrado [Curado]
● Tendão do joelho deslocado. [Curado]




_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 DxdTgnc
Koji
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 LwWfclL
Créditos :
16
Localização :
Sirarossa
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Koji
Avaliador
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qua Jun 29, 2022 2:58 am



Renovado de uma incursão anterior e já ávido por mais adrenalina, o Agente Nekkyoto não media seus esforços para partir em direção a uma tarefa simples, porém, carregada por uma responsabilidade e peso muito grandes. Não se sabia o que havia dentro daquela embalagem, mas certamente era de suma importância; somado a isso, a perseguição que sofria - ou pensava sofrer - o atrasava de maneiras excêntricas, levando o rapaz a recorrer até mesmo para os telhados das construções, como um verdadeiro vigilante.

Atrasos ou não, seu mapa mental da cidade era de extrema categoria, assim como sua habilidade de encontrar os lugares nos quais deveria estar ou chegar. O "Chifres Gêmeos" era o local da vez, sua tarefa sendo a simples entrega para o destinatário: Carmine Zhara. Já tendo visto o homem anteriormente - mesmo que não lembrasse suas feições - seria mais tranquilo ainda para finalizar aquilo que lhe era atribuído, podendo, ou não, remeter à tranquilidade passada antes das mais poderosas tempestades.

Descendo com certa dificuldade pelas paredes nada bem feitas da região onde estava, poderia ter certeza que havia quase escorregado algumas vezes; prova disso era sua mão com algumas lacerações nas palmas e nos dedos que mostravam a força empregada na própria ação de se atar à superfície. De qualquer forma, já no chão, prosseguia com a mesma cautela, mas ainda focava seus esforços em sua velocidade, afinal, queria ter o menor tempo possível de exposição. Talvez, naquele momento, aqueles sermões iniciais de Clyde finalmente faziam um certo sentido.

Chegando em frente ao restaurante, finalmente o adentrava, revelando o interior decorado com certo talento, mesmo que não parecesse ser pomposo. As cadeiras de mogno acompanhavam a mesma tonalidade das mesas, dispostas - à primeiro momento - de forma aleatória pelo cômodo; um olhar um pouco mais esforçado veria que havia um padrão para aquele caos. O chão, feito da mesma madeira ou tonalidade que estava impressa nos assentos, estava lustrado e com poucas partículas de poeira cobrindo sua extensão.

Nas duas extremidades (esquerda e direita), portas levavam para cômodos aparentemente diferentes, invisíveis daquele ponto para o agente. Já, por fim, no meio do salão, um grande balcão que cobria toda a extensão da sala, conectando ambas as portas extremas com seu tamanho, estava presente, acompanhado de um senhor com uma barriga protuberante e uma outra pessoa que parecia ser seu assistente, mais magrelo e franzino. Ambos pareciam realizar tarefas corriqueiras naquele bar que estava longe de seu horário de pico.

Não vendo então a pessoa que procurava, seguia para o dito balcão procurar por informações. — Dom Carmine está em seu escritório. — falava o mais velho, sem tirar os olhos da caneca que limpava meticulosamente. — Antes que eu diga onde está localizado, quem é você e o que quer com o Chefe? — nesse momento, a cabeça do rapaz seguia seus olhos, que apontavam diretamente para a visão de Nekkyoto. O mais novo observava de longe o que acontecia ali, seja para aprender com o seu colega de serviço ou seja pela curiosidade que parecia matá-lo. De uma forma ou de outra, o encontro estava perto de um começo.

Histórico:

Legenda:

Considerações:

_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 HOpKYkQ


Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Nekkyoto
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 200
Créditos :
04
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qua Jun 29, 2022 1:33 pm

Cidade do Pecado


Esfolei minhas mãos descendo do lugar qual me encontrava, no entanto, um esforço físico que exigia força. Tremi por vezes, e quase cai por outras. Mas, aos trancos e barrancos cheguei ao chão sem cair. Coloquei cinética nas minhas pernas, provocando sua movimentação em uma velocidade alta, a mais alta que consegui alcançar para sorrateiramente, adentrar ao lugar. Não para os que estavam dentro, mas para não me localizassem dali pra fora.

Não encontrando aquele que procurava, fui até o balcão do local perguntando sobre, e fui abordado de forma educada. Olhei e cordialmente me coloquei um passo atrás, olhando diretamente nos olhos do senhor barrigudo. Peço desculpas, não posso falar o teor da nossa conversa. Mas ele deveria ter avisado que iria receber uma visita de seu ... digo ... companheiro. Por falar nisso, é uma carta que tenho que entregar pessoalmente para ele. E se ainda assim tiver desconfianças, pode me acompanhar até lá.

Caso ele permitisse a entrada, seguiria pelo caminho que ele havia dito, tomaria cuidado com eventuais emboscadas ou coisas do tipo. Havia aprendido da pior maneira que não deveria confiar em ninguém. Seguiria até o escritório do senhor. Chegando a porta bateria, e com cordialidade pediria licença pra entrar. Senhor? Com licença. E assim que me fosse assentido entraria na sala indo em direção a onde ele estaria, pegando a carta dum bolso interno no terno.

Entregar-lhe-ia a carta, tentando buscar semelhanças com alguma outra aparência que outrora havia visto. E diria: C me mandou, e essa carta é pra você. Se tudo desse certo, iria sair do lugar do mesmo jeito que havia entrado e dessa vez, tentaria sair das ruas principais e ir por alamedas e vielas até o barco da marinha, agindo o mais sorrateiro que conseguisse.

Status - Nekkyoto (Personalidade à Luz)

PDV: 4400/4400
STA: 100/100
CONDIÇÕES:
FERIMENTOS:
● Hematomas no Peito e na Mandíbula [Curado]
● Nariz Quebrado [Curado]
● Tendão do joelho deslocado. [Curado]



_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 DxdTgnc
Koji
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 LwWfclL
Créditos :
16
Localização :
Sirarossa
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Koji
Avaliador
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qua Jun 29, 2022 11:25 pm



A nova missão que entretinha o jovem Nekkyoto tomava novos rumos quando, ao invés de se esgueirar pelas ruas como um verdadeiro criminoso, ele adentrava o bar para se compôr, novamente, como o Agente do Governo Mundial que era. Irônico era a situação do rapaz que, vendo os valores invertidos daquela ilha, se escondia e escondia a própria farda para não virar caça dos abutres que perseguiam os homens da lei. De uma forma ou de outra, aquilo fazia parte de sua profissão e continuaria a fazer até que o homem deixasse de se prostrar para tais criminosos.

Essa reflexão passava batido do rapaz que, obstinado como era, ia direto para a completude de sua missão, ao indagar a posição de Carmine para um dos atendentes que estavam naquele pub vazio. — Vá. Você não vai oferecer perigo para ele de qualquer forma. — dizia o rapaz confiante após ouvir as palavras de Nekkyoto, retornando para sua tarefa monótona logo após as rude frase que livrava Maramune de qualquer formalidade que o atrasava.

Seguindo seu caminho, então, se mantinha atento para eventuais emboscadas ou situações que não lhe agradassem. Pouco havia trabalhado na instituição até agora, no entanto, já carregava consigo uma bagagem de experiência que lhe permitia pensar daquela maneira mais meticulosa. Seus esforços, no entanto, se mostravam em vão - para sua alegria -, fato este que o libertava para adentrar a sala de Carmine, seu objetivo final, ou o meio para ele.

Seguindo seus maneirismos e etiqueta um tanto quanto elevada, batia na porta e pedia licença para sua entrada, não demorando muito para que a mesma fosse permitida. Lá dentro, encontrava um novo mundo. O escritório possuía uma dimensão de 5 metros por 5 metros, apresentando um teto relativamente alto de onde se pendurava um lustre extravagante e luxuoso. A entrada por onde passava estava localizada na extrema-esquerda do local, e logo na direita do Agente, via uma espécie de armário com portas e muitas fechaduras.

Seguindo por essa direção, uma outra porta, esta fechada, levava para algo que poderia ser outro cômodo, ou mais comumente, o banheiro daquela suíte. Logo na frente de Maramune, estava a mesa repleta de papéis e troféus - simbólicos ou não - de Carmine, e como tradição, o homem de baixa estatura e de cintura larga se apresentava muito absorto em seus pensamentos e problemas, enquanto olhava para um daqueles montes de documentos.

A figura mais penetrante daquela sala, no entanto, ofuscava os diversos quadros nas paredes ou até mesmo a grande estante repleta de livros na parede da extrema-direita. Logo ao lado de seu dono, um enorme tigre albino encontrava seu descanso, enquanto fitava Maramune como se este fosse mais um pedaço de carne; em poucos momentos, a fala do funcionário pouco tempo atrás fazia sentido. — O que você deseja, Agente? — indagava impaciente o dono daquela faustosidade; seus poucos cabelos iluminados pela grande janela em suas costas que também dava luz à sala.

— Clyde me mandou, então? Huff... obrigado, rapaz. — dizia, um pouco nauseado e ansioso. Suas mãos agora claramente tremiam enquanto recebia aquele pacote. De uma maneira ou de outra, o serviço de Maramune estava feito ali, e da mesma maneira que ele entrara ali anteriormente, saía. Seus passos céleres eram subitamente pausados, no entanto, por uma ocorrência que jamais lhe passaria pela cabeça.

De forma abrupta, um som estridente - proveniente de um rifle de precisão - era ouvido. Este era seguido pelo quebrar das janelas caríssimas e então a cabeça do falecido Carmine indo de encontro com sua mesa de madeira luxuosa; tudo durava alguns milésimos de segundo. Dessa forma, o caos estava instaurado. A carta que não havia sido aberta ainda se encontrava agora encharcada de sangue, bem como todos os papeis e documentos de Zhara. Seus troféus iam ao chão com o impacto, e seu tigre de estimação rosnava ferozmente ao se levantar contra a única alma viva naquela sala. Da mesma maneira, dois pares de passos eram ouvidos, correndo apressadamente até aquela sala. Por um instante, tudo culminava em um péssimo agouro e uma situação quase impossível para o noviço.

Histórico:

Legenda:

Considerações:

_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 HOpKYkQ


Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021:
Nekkyoto
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 200
Créditos :
04
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Qui Jun 30, 2022 12:51 am

Cidade do Pecado


Aquele mundo, com certeza não era justo, diversas vezes se provou assim, mas por diversas vezes joguei o jogo a sua própria regra. Pensamento medíocre, seguir as regras impostas por outras pessoas, e quem as escrevia, era forte o suficiente para não as precisar seguir.

Adentrei a sala, olhando diretamente para o tigre albino que estava logo a minha frente. E logo após entregar a carta as mãos do destinatário, um som tomou a sala. Demorei um pouco para processar o que estava acontecendo ali, principalmente quando notei um buraco na cabeça do homem bem a minha frente. Além de ter o problema com um atirador de elite, também tinha um tigre que iria voltar-se contra a única pessoa na sala que ainda estava viva. E seus subordinados que agora corriam em direção a sala, e provavelmente iriam me linchar como único suspeito.

Deveria agir rápido, nas minhas condições, simplesmente não podia titubear. Prontamente afastei do tigre numa distância de cinco metros, e passei a olhar diretamente nos seus olhos. Entendendo minimamente o comportamento animal, saberia que ele deveria estar confuso o suficiente para se manter agressivo naquele primeiro momento. Assim, preparar-me-ia para esquivar numa acrobacia para os lados, enquanto pegava o envelope ensanguentado.

Assim que ambos estivéssemos no chão, olharia fixamente nos olhos do animal, mantendo contato visual em todo o movimento. Curvaria brevemente minha postura, entrando numa similar ao animal de médio porte. Sua pelagem era bonita, e seus olhos traziam um teor de poder. Não recuaria, a partir daquele momento, deveria demonstrar superioridade, força, destreza, e velocidade. Deveria subjuga-lo e deixa-lo contra a parede.

Sacaria minha arma, mantendo aquela postura em todo o movimento, e evitando movimentos bruscos no processo;

Tinha pouco tempo, e deveria trabalhar cautelosamente, ou provavelmente seria atacado. Vamos achar quem fez isso com ele, certo? Comentaria, esperando com que o animal me atacasse no processo. Se acontecesse, iria cuidadosamente tentar escapulir pela sua lateral, enquanto brandia cuidadosamente a lâmina embainhada sobre o seu pelo, acariciando sua barriga no processo.

Só por um momento, confie em mim, certo? Eu estou numa posição desconfortável agora. E preciso sair daqui rapidamente, antes que eles entendam tudo errado. A partir daquele momento me aproximaria calmamente, passo após passo, até chegar e tentar apoiar minha destra sobre o seu folcinho, e se acontecesse da forma que esperava, mesmo que por um momento, o tigre iria me ajudar.

Caso ele me atacasse quando me aproximasse novamente, tentaria esquivar-me lateralmente com um rolamento. Seguiria chutando a porta aonde estava e correndo pelo mesmo lugar qual havia outrora passado, tentaria passar por cima dos campangas que haviam vindo ao socorro, numa velocidade extremamente alta, para que não tivesse problemas para desatar a correr. Indo em direção a saída. Se acompanhado por um enorme tigre branco, tornariam as coisas um pouco mais rápidas e fáceis.

Deveria seguir o atirador? Deveria ir até Clyde? Não sabia o que deveria ser feito, mas primeiro, deveria aliviar a barra para poder ter o tempo e calmaria em investigar o que havia acontecido ali.

*tentativa de doma do tigre, e abandono do pet morcego para liberar o slot*

Histórico:


_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 DxdTgnc
Koji
Imagem :
Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 LwWfclL
Créditos :
16
Localização :
Sirarossa
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t764-harvey-abgnalle#6176 https://www.allbluerpg.com/t1500-perpetuos-i-malfeito-feito#17594
Koji
Avaliador
Re: Cidade do Pecado, 罪市 Hoje à(s) 2:03 am



A calmaria antes da tempestade, muito citada em diversas situações cotidianas e literárias, mostrava-se um tanto quanto presente na vida de Maramune. A sua missão anterior, embora com certos desvios, havia sido concluída com êxito; melhor ainda fora sua próxima missão, que se via um tanto quanto simples e direta. Essa certeza, no entanto, caía por terra no exato momento em que um simples tiro era disparado. De súbito, o ambiente se tornava hostil, e o Agente corria contra o relógio.

Sabendo de sua situação, não titubeava em tomar as próximas ações. Olhando nos olhos do tigre e se saboreando no poder que aquele animal exalava, utilizava de uma acrobacia para habilmente pegar a carta que havia deixado ali, antes de se colocar no chão em uma postura que imitava aquela do animal. O rosnado contido nas poderosas cordas vocais, enfim era liberado, abafando o rosto do homem que entrava em uma espécie de duelo contra a fera, agora, indomada.

Na tentativa de comunicação, era surpreendido - ou nem tanto - pelas garras que avançavam em seu rosto. Já esperando o ataque, esquivava-se pela lateral do animal, brandindo sua lâmina contra o pelo do mesmo enquanto acariciava sua barriga. Aquilo denotava o que ele gostaria de passar: ele tinha total controle da situação e do próprio bicho. Ainda não tão evidente assim para o albino, este se desvencilhava do abraço de seu domador para tomar uma nova distância antes de um novo ataque.

Ele mostrava seus poderosos dentes, que se assemelhavam a adagas famintas por sangue. Seu focinho se contraía, mostrando ainda mais da mandíbula enquanto um som gutural se espalhava pela sala com o intuito de gerar medo. Nekkyoto, no entanto, mantinha seus esforços na doma, tentando se aproximar do animal de maneira tranquila; dessa forma, já havia sentido que, embora relutante, seu adversário já estava quase cedendo.

Antes que pudesse fazer mais progresso naquela tática, a porta da frente explodia em violência física, o que precedia a aparição dos dois funcionários do bar. O mais velho, liderando a frente, havia chutado a porta, e demonstrando uma rapidez desigual para sua idade, escaneava a sala para entender a situação; o jovem atrás dele seguia os mesmos passos sem hesitar, em um misto de confiança e admiração. O olhar dos dois se encontravam com o de Nekkyoto, enquanto o tigre não pestanejava em fugir pela janela já quebrada para as ruas da Cidade do Pecado. — O que você fez?! — a voz barítona daquele senhor indagava, fazendo par à fúria mostrada em seus olhos incandescentes.

Histórico:

Legenda:

Considerações:

_________________

Cidade do Pecado, 罪市 - Página 3 HOpKYkQ


Curso narrador All Blue, turma de Janeiro 2021: