Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
II - O cão e o dragãoHoje à(s) 5:27 pmporTerryCriação de AventurasHoje à(s) 5:11 pmporDADOVROWK II - Deuses Entre NósHoje à(s) 5:08 pmporJean FragaIV - You'll never see me cryHoje à(s) 4:38 pmporShiori[FP] Nino QueijadinhaHoje à(s) 4:19 pmporYamiNino Queijadinha *Hoje à(s) 4:19 pmporYami[FP] Gauss LedgermaineHoje à(s) 4:13 pmporYamiGauss Ledgermaine *Hoje à(s) 4:12 pmporYamiNoites em HoxterHoje à(s) 4:03 pmporTerry[FP] MilarepaHoje à(s) 3:58 pmporYami

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4
Achiles
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 Bf3w3iH
Créditos :
20
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
Achiles
Pirata
Relembrando a primeira mensagem :

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Ineel Bitencourt. A qual não possui narrador definido.

Ineel
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 LS8W0HZ
Créditos :
13
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1424-ineel-bitencourt https://www.allbluerpg.com/t1427-curiosidades-em-serie-a-alvorada-das-cacas-ao-tesouro-act-i#14827

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II




Não tinha certeza se Richard estava sendo sarcástico ou se seria sua forma natural de se comunicar, porém em alguns momentos não pude deixar de escapar alguma risada discreta quando notava suas variadas gírias. O tritão polvo de outrora havia demonstrado interesse no ramo de navegação e fora atendido pelo velho, logo, não poderia ficar para trás já que era concluído que apenas poderíamos sair daqui através da mar então de certa forma nossos conhecimentos poderiam se complementar. - Éeee tô ligado! - Tentaria me gesticular, reproduzindo a gíria. - Certo, vamos lá! - finalizaria.

~ Início aprendizado de condução~

Richard me convidara para me assentar próximo a um de seus baús, onde inesperadamente era aberto e dentro de si se mostrava repleto de cartas náuticas, livros de navegações e instruções de pilotagem em alto mar. - Chegaê moleque azul, se liga no quê vou falar morô? - Indagava o velho com um dos livros em mãos, que de imediato tinha minha atenção. Então tinha inicio uma breve explicação. - Para orientar a direção de um barco à vela tu usa o leme tá ligado?. É uma peça submersa e normalmente ligada ao casco no painel de popa ou próximo deste e na sua posição natural está alinhado ao comprimento da embarcação, você usa o timão para controlar o leme! - Explicava Richard, abrindo um dos livros e atenuando suas explicações  em gravuras auto didáticas, que por sua vez também haviam explicações detalhadas sobre vários termos náuticos e nomes técnicos sobre partes do barco, como a proa, popa, bombordo, estibordo, as alhetas e a meia nau.


Observando atentamente todas as instruções, começaria a criar alguns mapas mentais em minha mente e com o auxílio de uma boa memória fotográfica era então iniciado o processo de memorização de todo o conhecimento, não tendo pausas o velho logo continuava. - Um barco não avança em linha reta para o meio do vento cê tá entendendo? ele realiza a manobra conhecida como “cambar”, ziguezagueando em uma série de movimentos curtos e angulares, ou seja o barco é um BEBUM igual tu e eu. Se o vento soprar do lado esquerdo do veleiro, diz-se que ele camba para bombordo; do lado direito, camba para boroeste e isso é tu que vai fazer no timão tá ligado?! - Concluía, porém logo indagaria ao mesmo. - E se não tivermos vento favorável? É possível navegar? - Questionava, tomando a resposta na sequência. - Para você navegar contra o vento, a vela é colocada de modo a que o seu plano divida aproximadamente em partes iguais o ângulo formado pela direção do barco e a direção do vento. O vento empurra a vela sempre segundo um ângulo perpendicular ao plano que ela define, não vai ser veloz mas você vai andar morô? - Respondia naturalmente com suas gírias. - Tu tem que ficar ligado que o barco vai andar pro lado que o vento mais tiver inflando a vela, então tu também pode navegar pra trás, normalmente você vai desatracar um navio assim. E depois é que nem conduzir um jegue HAHAHAHA! toma esse livro ai moleque azul. - Finalizava me arremessando um livro ao meu peito, e quando notei o velho estava cochilando novamente.

Me tomava na liberdade de começar a folhear o livro, e então absorver o máximo possível de novas explicações e conhecimentos técnicos de manobragem e condução antes de que o velhote se despertasse novamente, passava algumas horas analisando e imaginando todo o conteúdo em prática, criando caminhos para memorizações através de mapas mentais e então já começara a me sentir confiante para conduzir um navio ainda em vida porém a prática real e efetiva teria de esperar por mais um tempo infelizmente. A medida em que Richard se despertava lentamente, lhe devolvia o livro e então agradeceria pela oportunidade de aprendizado. 

~ fim do aprendizado de condução~

Ao perceber que não seria adequado permanecer naquele mesmo lugar por mais tempo, tomava a decisão de indagar a Richard se o mesmo não poderia me fornecer alguma quantia de seu imenso tesouro para a compra de um navio, um simples que fosse o suficiente para que pudéssemos iniciar nossa viagem até a Grand line, pois de fato não haveria outro meio legal a não ser através da compra e no momento não estava em boas condições financeiras. De maneira respeitosa, ainda com o rifle amaldiçoado em mãos e sentindo toda aquela pressão e amarração sobre meus ombros, me curvaria em reverência ao velho. - Por favor, não tenho dinheiro suficiente para me lançar em uma jornada de grande escala pelo mundo a fora, provavelmente ficaremos sem dinheiro e nem se quer conseguiremos comprar um bom navio para o nosso início.. O senhor poderia me fornecer mais uma quantia de sua fortuna para comprarmos um navio? - Indagaria, aguardando a resposta na mesma posição.










Objetivos:
Spoiler:



Histórico de posts: 17



Legenda:
~Fala NPC~
~Pensamento~
~Fala Ineel~


_________________

Nekkyoto
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 200
Créditos :
05
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1493-maramune-nekkyoto-robin-son https://www.allbluerpg.com/t1496p45-cidade-do-pecado#21227

Tomar no cu você não quer né muleque? Arranje outra forma de fazer dinheiro! O Velho ranzinza olhou com cara feia pra Ineel, e se levantou do seu lugar. Apesar que eu tô precisando de um favor mesmo. Se liga só, eu vou dormir agora, dar aquele cochilo antes de voltar pro meu Dojo. Mas, eu tô com um medo desgraçado de dormir e não acordar mais, igual fiz da ultima vez. Tu sabe como resolver esse problema?

O velho realmente pediu e provavelmente iria pagar pelo serviço. Ineel precisava correr contra o tempo, afinal, já estava amanhecendo. Se conseguisse dar um axé para o velho, com certeza sairia com uma parte em ouro. Se não conseguisse, sairia com as mãos abanando. Mas o fato era, que a caminhada até o porto foi calma e tranquila, assim que saíssem do covil de Richard Grim. Chegariam no porto em torno de seis horas da manhã, com diversas embarcações atracando naquele lugar, e o comércio voltando a ter sua luz e força.


Considerações:
Históricos:

_________________

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 DxdTgnc
Jupges
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 Https%3A%2F%2Fpictures.betaseries.com%2Fbanners%2Fepisodes%2F81841%2F1069791
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1419-nero-vil-gax https://www.allbluerpg.com/t1652p30-curiosidades-em-serie-novos-horizontes-act-ii#20786
Jupges
Pirata



É o Vilgaxxx


Nero imediatamente começaria a procurar por um navio, agora conhecendo os conceitos sobre navegação saberia diferenciar os tipos que antes pareciam ser todos iguais. O polvo correria pelo porto como uma barata tonta carregando aqueles dois sacos de ouro, quando achasse um barco que parecesse ser adequado para subir a Reverse Mountain ele diria:

-Ei! Você! Eu tenho duas sacolas de ouro, sim, ouro! Você não está com água nos ouvidos!

Gax então correria para o barco e atiraria ambas as sacolas de ouro nas mãos do homem que parecesse ser aquele que comandava a embarcação. Após subir ele diria:

-Muito obrigado pelo barco! Foi um prazer fazer negócios com você amigo.

Caso Ineel estivesse com problemas para encontrar a resposta para o problema do velho, Nero se intrometeria e começaria a falar, enquanto cuspia tinta no teto do local:
-É simples! Deite-se embaixo de uma goteira e relaxe seu corpo, a ideia é que as gotas caiam na sua testa. Assim no começo você não vai sentir muito as gotas, e então poderá dormir. Mas com o tempo as gotas vão começar a machucar, e o seu corpo mesmo desacordado vai ficar esperando pela próxima gota que cairá sem tempo definido.... uma hora tu vai acordar, afinal isso é um método de tortura!

objetivos:
Atributos, vantagens e perícias:

Histórico:





_________________

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 JOLLY_PNG
Ineel
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 LS8W0HZ
Créditos :
13
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1424-ineel-bitencourt https://www.allbluerpg.com/t1427-curiosidades-em-serie-a-alvorada-das-cacas-ao-tesouro-act-i#14827

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II



Mal humorado e ranzinza o velho Richard se demonstrava não estar disposto a ceder mais de seu tesouro, talvez por conta do tritão polvo já ter pego uma parte, ou simplesmente por não se confraternizar com minha causa que julgara nobre até então. Em nenhum momento no entanto, me passara na cabeça usar da desonestidade para com os fins me restando então ganha-lo no argumento. - Bom, eu tenho uma ide.. - E então era interrompido pelo polvo, cuspia uma tinta até então desconhecida por mim até o teto das instalações. - É, acho que é uma boa ideia.. O que o senhor acha? - Indagaria a Richard, tendo uma resposta positiva e me sendo permitido agarrar mais dois sacos de ouro, ergueria um dos sacos com meu único braço livre já que com o outro carregaria meu novo rifle, e então me viraria para Gax. - Ei! Você tem mais braços do que eu, pode me ajudar a levar outro saco por favor? - Pediria, com certo decoro, e caso não fosse atendido apenas retiraria o meu rifle velho da bandoleira em minhas costas, substituindo-o pelo meu novo rifle amaldiçoado e me desfazendo do outro ficando assim livre para carregar dois sacos de ouro.


Apesar de tudo, caso não me fosse atendido uma nova quantia do tesouro buscaria apelar mais uma vez. - Vamos fazer o seguinte, você me da dois sacos de ouro e eu pago alguém para acordar o senhor pode ser?! Apenas me diga quando deseja ser acordado. - Faria minha oferta final. Tendo sucesso ou não na negociação começaria a me direcionar para o porto juntamente do homem polvo, não havíamos tido muito contato mas até o momento tínhamos consciência da promessa que havíamos feito a cabra falante da festa de outro dia. Ajudando a vistoriar o barco que possivelmente iremos adquirir, buscaria um consenso mutuo com Gax e auxiliando o mesmo com a barganha na negociação se preciso e até mesmo inteirando o montante pra a aquisição.




Objetivos:
Spoiler:



Histórico de posts: 18



Legenda:
~Fala NPC~
~Pensamento~
~Fala Ineel~


_________________

Nekkyoto
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 200
Créditos :
05
Localização :
Las Camp - West Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1493-maramune-nekkyoto-robin-son https://www.allbluerpg.com/t1496p45-cidade-do-pecado#21227

A ideia não foi tua, pra mim seria mais jogo dar mais dinheiro pro polvo. Mas, fodace, toma um trocado muleque, tu tentou o velho, que não parecia ser forte, pegou um saco de estopa e encheu de berries entregando a quantia para Ineel. A dupla viu quando Richard começou a fazer alguns movimentos estranhos e fez que, uma pequena goteira começasse a cair do topo daquele lugar, aonde provavelmente, se tratava de algum capilar que passava e irrigava a montanha. Se deitou ali, com a água gotejando na sua testa.

No que se dizia respeito a dupla, eles saíram com sucesso pelo esconderijo, rumando o porto para tentar comprar um barco, o polvo entendia algo no que se dizia respeito a embarcações, e com sucesso entrou em contato com um dos inúmeros vendedores do mercado naval da ilha. Atracado estava o Cisne Branco.

Não teve muita conversa por assim dizer, Gax jogou três sacolas de ouro contra o homem que caiu no chão, seus olhos indicavam atordoamento. Mal pode contar as moedas, e os dois estavam dentro do dito barco.


Considerações:
Embarcação:
Históricos:

_________________

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 DxdTgnc
Jupges
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 Https%3A%2F%2Fpictures.betaseries.com%2Fbanners%2Fepisodes%2F81841%2F1069791
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1419-nero-vil-gax https://www.allbluerpg.com/t1652p30-curiosidades-em-serie-novos-horizontes-act-ii#20786
Jupges
Pirata



É o Vilgaxxx


Nero começaria a investigar o barco ficando muito feliz por sua nova aquisição, a escuna era simples porém muito bonita, e sendo agora um navegador ele já tinha uma noção do que poderia fazer para manter o controle de um barco tão grande como esse.

Antes de tudo o polvo começava a vasculhar o barco para ver o que estava lá, se haviam mantimentos ou quaisquer itens de valor. Se houvesse alguma tripulação, Nero subiria no mastro dando um mortal para frente e se apoiando nele para chamar atenção, e então começaria a discursar:

-EI! Marujos que quiserem me seguir por esta jornada fiquem á vontade, eu acabo de adquirir este belo barco e prometo que pagarei pelos seus serviços, paguei trilhões de berries ao seu antigo capitão, afinal sou bem rico e posso fazer essas loucuras.

Em toda a sua vida vocês nunca viram ser tão magnânimo como eu! Se eu fosse vocês estaria honrado, por favor sintam-se livres para se apresentarem também após meu monólogo.


O polvo ficava lá, tagarelando sobre como ele era demais, sobre como ele era poderoso e sobre como ele era o maioral, e os motivos para que aqueles tripulantes seguissem ele.

Nero então olharia para Ineel e diria:
-Vá preparando o barco camarada! Estamos indo para a Reverse Mountain em um futuro próximo, apenas não ice as velas e não subas a âncora! Preciso adquirir um mapa, talvez o rei deste belo país tenha um guardado para mim.

objetivos:
Atributos, vantagens e perícias:

Histórico:





_________________

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 JOLLY_PNG
Ineel
Imagem :
Curiosidades em série, novos horizontes! Act II - Página 4 LS8W0HZ
Créditos :
13
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1424-ineel-bitencourt https://www.allbluerpg.com/t1427-curiosidades-em-serie-a-alvorada-das-cacas-ao-tesouro-act-i#14827

Curiosidades em série, novos horizontes! Act II



Apesar da quantia em ouro ofertada provavelmente ser superior ao valor do navio, não me importava o bastante para contestar o negócio feito por Gax, era um belo navio e com grande euforia me direcionava para seu convés, com pequenos saltos e leves gargalhadas demonstrando certa alegria por finalmente ter um objetivo completo. Porém, não demorava muito para que avistasse o polvo aprontando uma de suas arte manhas chamando atenção para si. - Sujeito engraçado hueheuheuehue! - Indagaria, intensificando a gargalhada.

Nosso novo trajeto sem dúvidas seria até a reverse mountain e por isso pairava sobre o ar as preocupações básicas com a viagem, sabendo disto Gax me instruíra a aguardar no barco mencionando algo sobre um mapa. - Um mapa? Parece ser interessante, mas alguém tem que cuidar do navio e do recrutamento e acho que isso deveria ficar a cargo do navegador do navio e não do timoneiro né?! Mas enfim, eu posso fazer isso... - Responderia o polvo, logo me direcionando para a cabine do capitão sobre o convés e então iniciando uma breve investigação de todos os cômodos, armários, o timão e conseguinte os aposentos e cozinha no deck inferior para me habituar a embarcação. Retornando a cabine do capitão, buscaria abrir algum dos armários ou qualquer recipiente de armazenamento para que pudesse guardar meu primeiro rifle no local já que não havia outra bandoleira para leva-lo comigo junto ao rifle amaldiçoado que havia ganhado de Richard, que por ventura não cessava as más inspirações na medida em que caminhava dentre a embarcação. - Calma, eu escolhi você! - cochichava de relance ao rifle, acariciando seu guarda mão em quanto observava todos aqueles entalhes com os olhos e ouvidos levemente aguçados ao lamento incessante da donzela misteriosa que se refletia na arma.

Finalmente então, retomando o rifle amaldiçoado até a bandoleira e o colocando de volta em minhas costas, partiria para as escadarias do convés onde me assentaria sobre as mesmas a espera de algum marujo que se interessasse em seguir viagem conosco, caso o show de Gax de outrora tivesse algum êxito, começaria a atender os marujos questionando seus nomes, aspirações, profissões e objetivos, assim como se possuem experiências com a pirataria selecionando assim os que demonstrassem maior humildade e sinceridade em suas falas até um número máximo de quatro recrutas, fechando o recrutamento após alcançar o número.






Objetivos:
Spoiler:



Histórico de posts: 19



Legenda:
~Fala NPC~
~Pensamento~
~Fala Ineel~


_________________