Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
四 - Morte e SangueHoje à(s) 1:21 ampor  Koji6º Capítulo: Gigantes versus Dragões!Ontem à(s) 11:23 pmpor  Sashaficha Aika KinOntem à(s) 10:50 pmpor  mestrej2° - De Dawn a Shells - Uma viagem para conhecimento.Ontem à(s) 10:39 pmpor  SaruNo Maidens?Ontem à(s) 9:38 pmpor  IzumiCap. 2 - Ascendendo às profundezasOntem à(s) 9:23 pmpor  VanKaoru KageyamaOntem à(s) 9:09 pmpor  Kaoru[Pedido de instrutor] - TaliyahOntem à(s) 9:00 pmpor  nothawaiian[TUTORIAL] - TaliyahOntem à(s) 8:56 pmpor  nothawaiianPorradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3]Ontem à(s) 8:46 pmpor  Van
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 1 de 3 Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls Aecfe07ef5c7ca842816fd453e897a56
Créditos : 13
Localização : Lvneel - North Blue
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
2 - Fat Bottomed Girls Sex Abr 15, 2022 9:28 am
2 - Fat Bottomed Girls

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Ivana Tsana. A qual não possui narrador definido.
Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Sex Abr 15, 2022 11:34 pm
Ivana despertava lentamente sobre a larga cama de hotel que a comportava, depois de uns poucos segundos para perceber que estava acordada, a jovem levantaria seu tronco e esfregaria os olhos com os punhos cerrados, enquanto se espreguiçava, ela pensava no motivo para acordar tão cedo em um horário que não havia se acostumado ainda: precisava trabalhar; não só para custear as noites naquele quarto, mas também necessitava do dinheiro para sair de Sirarossa e continuar os sonhos aventureiros de viajar pelo mundo e sentir o gosto da liberdade ao cruzar os mares a troco de nada.

A meia-gigante saiu de seu leito buscando adentrar o banheiro da suíte para a rotineira higiene matinal, no momento em que escovava os dentes, a filha dos Tsana admirava o próprio corpo, ainda nu, reparando bem nas curvas e no tamanho dos dotes que dispunha, após lavar o rosto, ela pôde falar para si mesma: — Olá, bonitona! Vamos para mais um dia arrasando corações! — Risinhos escapavam dos lábios depois de dizer aquilo, ao término da passagem pelo lavatório e de ajeitar sua longa cabeleira, a mulher finalmente se aprontaria para o trabalho.

A grandona demonstrava um pouco de pudor e se vestiria antes de sair do quarto, mesmo com o tamanho aumentado das peças de roupa dela, ainda assim ficavam justas no corpão violão da moça, que não se importava tanto se pudesse se exibir sem parecer muito vulgar. O mais importante agora era chegar na loja perto do porto em que trabalhava, por à prova todas as suas habilidades de anos como carpinteira e terminar o dia com o bolso cheio de berries, um plano simples e eficiente, do jeito que Ivana gostava, o que poderia dar de errado?


Histórico:
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Seg Abr 18, 2022 12:07 am

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Despertando uma vez mais no espaçoso quarto de hotel em que ela e Jules estavam hospedadas, não podia deixar de se espantar novamente com a sorte que teve em encontrar aquele lugar, com tamanho o suficiente para a receber. Talvez nem tanta sorte assim, uma vez que Sirarossa era uma cidade muito turística, então era de se esperar que houvesse pelo menos um hotel capaz de hospedar meio-gigantes. Entretanto, montar quartos grandes como aqueles não era tarefa fácil, o que acaba fazendo com que fossem simples para economizar material, com paredes de 10 metros de altura com papel de parede marrom claro, uma grande cama onde podia se deitar, uma janela de tamanho considerável por onde agora entrava a luz do sol e uma escrivaninha pelo menos 2 vezes maior que o tamanho comum daquele móvel. Quem parecia deslocada naquele quarto era sua companheira Jules, que deitada no canto da cama, parecia uma tontatta devido à proporção. Ela ainda dormia profundamente, mas Ivana precisava se levantar cedo para comparecer ao trabalho que havia conseguido na Fred Armas. Levantando-se, seguiu até o amplo banheiro, que possuia apenas uma pia e privada simples de um lado, com um espelho alto que certamente não serviria para uma pessoa de tamanho humano. Era até estranho pensar como Jules faria suas necessidades se a privada tinha a sua altura e era grande o suficiente pra ela cair dentro, mas no final haviam conseguido pagar um quarto simples para ambas, então não havia do que reclamar.

Ainda no banheiro, não perdeu a chance de admirar seu belo corpo, que com seu tamanho apenas realçava suas incríveis curvas, mas logo terminou sua higiene matinal e saiu, deixando Jules ainda dormindo. Saindo do grande hotel, que pelo lado de fora era pelo menos 3 vezes mais largo que os outros, para ter espaço o suficiente para acomodar os meio-gigantes, pode ver um belo dia, sem nuvens no céu e com um calor confortável aquecendo o corpo. Por todo lado podia ver pessoas andando pelas calçadas ao lados dos rios, por onde gôndolas passavam, levando pessoas pela cidade. Sirarossa era uma bela ilha, aconchegante e viva. Seguindo também seu caminho, não pode evitar perceber os olharia que recebia, afinal com 7 metros de altura era difícil passar desapercebida, e a maioria eram de homens que pareciam admirar sua beleza embasbacados, ainda mais com aquela roupa colada. Após uma caminhada, finalmente chegou na Fred Armas, uma loja de armas e barcos no porto que conseguia a receber por ser aberta, sem um teto, coberto apenas por uma lona removível para dias de chuva, mas que naquele belo dia estava presa, deixando os raios de sol entrarem no estabelecimento espaçoso onde se via vários equipamentos de forja.

Na lateral da Fred Armas, conectada diretamente com o porto, havia uma estrutura de madeira onde os navios eram construídos, com algo coberto por uma lona. Ao ver a chegada da moça, Fred logo levantou seus olhos e esboçou um sorriso. - Você veio, grandona! Achei que pudesse ter desistido. Vamos, entre, temos muito trabalho a fazer. - Fred correu de forma meio desajeitada de um lado para o outro, pegando um papel grande e levando até a meia-gigante. - Lembra do projeto que falei com você ontem? Ou será que só comentei? O que oferece a repartição 80/20? Então, foi um pedido urgente de última hora, preciso de ajuda pra terminar o mais rápido possível. - Estendendo o braço para cima, ficando quase na ponta dos pés, Fred ofereceu o papel à Ivana, uma planta baixa de uma embarcação, mas que nas mãos da mulher tinha o tamanho de um guardanapo para um humano. - Parece que um grupo de marinheiros vindo para cá teve problemas com piratas, e me contrataram para fazer um navio novo. Eu já tinha feito o esqueleto dele, mas certamente não ia terminar a tempo trabalhando sozinho, o que acha? - Fred deu uma gargalhada animada olhando para Ivana, apenas esperando sua resposta.

OFF:

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Seg Abr 18, 2022 11:11 am
Ivana gostava quando passava pelas ruas chamando atenção por seu tamanho e também por suas "qualidades físicas", por assim dizer, infelizmente para ela, ninguém lhe parecia muito atraente ao ponto de fazer uma investida, então apenas restara se comportar e focar em chegar no trabalho, já que paquerar gente feia e perder tempo com nada não dá dinheiro algum, e a garota precisava muito.

Chegando na Fred Armas e encontrando seu chefe, a carpinteira estranhou bastante a agitação dele, mas assim que a situação lhe fora explicada, tudo se esclareceu e até deixou a jovem mais obstinada com o desafio de construir um navio com pouco tempo, olhando os esquemas, esse sentimento aflorou ainda mais, talvez por fazerem algumas semanas sem  trabalhar em um barco daqueles ou pelo projeto ser realmente excepcional para a garota, mas de qualquer jeito, a Tsana estava bastante inspirada para tal contrução.

 — Bom, é um barquinho bem complicado, mesmo. — Analisava a meia-gigante passando o olho para as partes que mais a interessavam. — É, de fato, não dá para terminar sozinho, mas comigo, dá para terminar ainda hoje. — Falou Ivana com um sorriso entregando a planta de volta a Fred. — Olha como a quilha já deve estar pronta, você pode continuar e terminar o resto do casco, enquanto isso, eu faço o leme, a superestrutura e os conveses, pode ser?


Histórico:
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Seg Abr 18, 2022 11:14 pm

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Após uma breve caminhada pela cidade, onde foi amplamente admirada por vários homens de passagem, finalmente chegou ao seu local de trabalho, a Fred Armas, sendo muito bem recebida por Fred, o dono do estabelecimento. Ele parecia agitado, e o motivo logo ficou claro: o projeto novo urgente que foi encomendado era surpreendente. Era a primeira vez que Ivana trabalhava em um navio da marinha, o que tornava a empreitada ainda mais emocionante. - Não sei quanto a terminas hoje, é bastante trabalho. Se bem que alguém do seu tamanho deve ter mais facilidade em talhar peças maiores, então deve poupas bastante trabalho. - Fred ficou pensativo por alguns instante. - Pode ser, grandona. O casco é a parte mais importante de um navio, me sinto mais seguro em finaliza-lo eu mesmo. Quem terminar sua parte primeiro ajuda o outro, combinado? - Fred deu uma gargalhada estridente.

- Sabe, faz bastante tempo que não tenho ajudantes por aqui, as vezes fica até chato ficar trabalhando sozinho, por mais emocionante que seja fazer barcos e armas. Estou feliz de ter ajuda pra variar, ainda mais de uma beldade como você. - Isso poderia explicar a animação do homem, que finalmente tinha alguém para conversar enquanto trabalhava. Indo até um dos cantos do estabelecimento, pegou uma caixa grande cheia de equipamentos, parando repentinamente para pensar. - Agora que eu percebi, não acho que minhas ferramentas vão servir pra você, vão ficar pequenas demais. Até poderia forjar elas, mas isso ia demorar, o serviço ia atrasar. - Ele ficou pensativo por alguns instantes, cogitando suas possibilidades. - Tem uma loja de construção do outro lado da cidade que talvez tenha o que você precisa, pode dar uma passadinha lá? Se chama Bob Construção, bem perto da Universidade Nista, não da pra errar. Avisa pra botar na conta do Fred, da Fred Armas, e depois eu pago. To esperando também uma encomenda de madeira pra não ficar faltando, se puder depois dar uma passadinha no porto aqui do lado ver se já chegou seria ótimo, enquanto isso vou adiantando o serviço, ok? - Aquilo não era uma surpresa, afinal pessoas do seu tamanho precisavam de ferramentas adaptadas ao seu tamanho único naquele mundo tão pequeno, restando apenas a Ivana ir arruma-los para enfim iniciar a construção da embarcação.

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Ter Abr 19, 2022 11:31 am
Após acordar com Fred sobre a distribuição do trabalho, Ivana ficou muito ansiosa para pegar no batente, figurativa e literalmente, mas quebrou a cara quando percebeu que mais uma vez sua estatura traria complicações no que queria fazer, mas já estava acostumada, era questão apenas de fazer o que o chefe lhe orientara e, quem sabe, aproveitar a situação e pedir as ferramentas em definitivo no dia em que resolvesse sair de Sirarossa.

— Tudo bem, Sr. Fred Armas, eu vou correndo lá, até mais! — Dizia Tsana saindo do local, mesmo que "do outro lado da cidade" parecesse bastante vago para ela, ainda assim, a vontade de construir aquele navio a deixava determinada para ir atrás das ferramentas, durante o trajeto, a carpinteira pensaria na tal loja e no quão comum era o nome Bob, além de aparentar ser bem genérico nomear o estabelecimento com o apelido do dono mais a especialidade dele, mas quem liga para essas coisas?

Em seu caminho, a meia-gigante novamente passaria chamando atenção com seus dotes físicos, buscando não só paquerar alguma mulher ou jovem que a deixassem atraída, mas também obter as direções de onde ficavam a tal Universidade Nista, pois, como dissera Fred, para achar a Bob Construções após isso seria bem simples.


Histórico:
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Qua Abr 20, 2022 11:52 pm

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Finalmente no serviço que havia conseguido, Ivana se mostrava animada em poder colocar a mão na massa junto de Fred, da Fred Armas, afinal o perdido que ele recebeu foi tudo, menos habitual, e não era sempre que alguém podia confeccionar um navio para a marinha. O nível de qualidade exigido certamente seria alto, minuciosamente avaliado, e se conseguisse fazer um bom trabalho podia acabar ficando conhecida. Era sem duvidas uma oportunidade única, mas logo foi confrontada mais uma vez com as dificuldades que seu tamanho elevado acarretavam: Fred, da Fred Armas, não possuía ferramentas adequadas ao seu tamanho, de forma que não conseguiria trabalhar. Era um grande empecilho, mas seu chefe logo a avisava do que precisava fazer: ir até a Bob Construção para conseguir os equipamentos necessários e então começar o serviço. - Não é Fred Armas. é Fred, da Fred Armas. - Com essa resposta, logo saiu pelas ruas de Sirarossa mais uma vez.

Mesmo com seu tamanho, conseguindo ver mais longe que pessoas comuns, a cidade ainda era muito grande para ela conseguir se localizar devidamente, e para piorar não recebeu instruções adequadas. Provavelmente Fred, da Fred Armas, achou que o ponto de referencia da universidade era o suficiente, mas para alguém que tinha acabado de pisar os pés em Sirarossa e não conseguia a ilha, não era uma informação que ajudava muito. Mais uma vez, da mesma forma que anteriormente, a passagem da meio-gigante não era desapercebida, e seria até estranho se fosse, afinal não era todo dia que se via uma beldade daquele tamanho, mas a maioria das pessoas se limitava a olhar rapidamente e seguir caminho, enquanto alguns poucos homens até mesmo se viravam enquanto andavam para admirar seus enormes glúteos. O que precisava, entretanto, era de direções, não de olhares assanhados. O que não esperava era que uma mulher, encostada na parede da esquina, de uma padaria bem no canto de um cruzamento de duas ruas em forma de +, chamasse sua atenção. - Você não é daqui, né, grandona? Consigo identificar um olhar perdido quando vejo um. De onde é, e o que está procurando? - A loira por algum motivo parecia interessada em Ivana, mas parecia uma forma rápida e fácil de se conseguir informações.

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Qui Abr 21, 2022 10:26 am
Ivana novamente fora percebida pelos olhares dos que passavam, o que, novamente salientando, a deixava orgulhosa por ser cobiçada, mas não julgava que aquele bando de velhos babões merecia receber uma "atençãozinha especial" da jovem, mesmo que isso significasse não ter as orientações que precisava chegar até à Universidade e, principalmente, até a Bob Construções.

Mas a situação mudou completamente ao ser percebida pela tal mulher da padaria, quando a notou, a meia-gigante colocou o indicador direito na frente dos lábios e começou a encará-la de cabo a rabo, principalmente rabo, para depois disso se aproximar da senhora, antes de soltar uma única palavra, Tsana se ajoelhou para ficar mais perto da altura da loira, então tentaria pegar a mão dela para cumprimentá-la e a partir daí dar início ao seu xaveco:

— Bom dia, senhorita. — Dizia a jovem se curvando e não ligando se o estado civil a permitia ser chamada de senhorita. — Vejo que sua visão faz jus completamente a estes seus olhos lindos, sim, de fato, eu sou nova aqui e estou atrás da Universidade Nista, poderia me ajudar e me dar alguma orientação? Ou até me acompanhar pelo caminho? Afinal, não é todo dia que se encontra uma bela e atenciosa mulher como você por aí.

Mesmo que ela não aceitasse sair com a carpinteira, a mulher não tinha motivos para negar dar as direções, ao menos, era o que Ivana pensava, de qualquer jeito, assim que pudesse chegar até a loja de construções do Bob, seria necessário apenas o esforço de entrar lá e fazer conforme Fred tinha dito, pedir as ferramentas adaptadas e comprá-las na conta do chefe.


Histórico:
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Sab Abr 23, 2022 12:26 am

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Andando pelas ruas de Sirarossa sem saber ao certo onde deveria ir, Ivana era devorada por olhos famintos por todas as partes, mas continuava sem nenhum indício de onde a Universidade Nista ou o Bob Construção estaria localizado. Precisava de só mais isso para finalmente botar a mão na massa e começar a construção do navio em seu novo emprego, mas se localizar em uma ilha nova e estranha não era tão fácil quanto poderia parecer. As passarelas laterais cortadas por rios pareciam todos iguais para o pedestre sem costume, o que fez a meio-gigante andar sem rumo por um tempo até finalmente ter sua atenção chamada por uma mulher com as costas encostadas na parede de uma esquina. Seu olhar refinado e afiado cruzou com os de Ivana, sendo precedido por duas perguntas por parte dela.

Ivana, por outro lado, parecia finalmente ter encontrado não apenas alguém que pudesse lhe dar as direções, como uma candidata aos seus chamegos, logo se abaixando para ficar, o melhor possível, em uma altura mais próxima a da loira, mesmo assim ficando pelo menos 2 vezes maior que ela. Estendendo sua enorme mãos, apertou a mão da mulher, que parecia minúscula em comparação, prosseguindo então com seu pedido, e terminando ao elogia-la chamando-a de "bela e atenciosa". - Huhuhu. Eu poderia dizer o mesmo de você. - A mulher respondeu, em meio a uma risadinha de agrado. - Não sei o que você poderia estar querendo na universidade, mas posso a acompanhar até lá, se quiser. A propósito, me chamo Rosalyne, e você? - Parando de se apoiar na parede, Rosalyne olhou uma última vez para Ivana e começou a seguir pelas ruas de Sirarossa, atravessando calçadas e pontes. - E ainda não me disse de onde veio, ou o que está buscando. Ou o segredo faz parte do charme? - Após pouco tempo, a meio-gigante pode ver uma instalação grande de ensino. Apesar de seu tamanho, não se destacava muito dos arredores, tendo uma arquitetura bem simples e modesta. - Chegamos. Universidade e Biblioteca Nista.

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Sab Abr 23, 2022 3:55 pm
Ivana retribuiu o sorriso da mulher, há mais de uma semana que não via alguém que achasse tão atraente para poder se relacionar, com exceção de Jules, mas era um pouco diferente a relação com a farmacêutica, por compartilharem os mesmos sonhos, a carpinteira a via como uma irmã, não que isso impedisse alguma investida da grandona, só que, por hora, não convinha tentar azarar com a companheira de quarto, mas voltando ao assunto da loira, a meia-gigante ficou bastante contente ao poder ter a companhia Rosalyne durante o trajeto até a Universidade.

— Rosalyne é um nome bem bonito, combina com a dona, o meu é Ivana, Ivana Tsana. — Respondia a alta moça sem perder tempo de emendar com uma cantada. — Não, não, segredos não necessários para fazer charme, a senhorita, por exemplo, só precisou que eu te olhasse para isso. — Tsana tentava não dava brechas sem elogiar a loira de alguma forma. — Eu vim de Las Camps, lá era bem sem graça, então resolvi me aventurar pelo resto do mundo para viver a vida e me encontrar com pessoas lindas, assim como você. — Se apresentava Ivana. — E você? O que uma beldade dessas faz da vida?

— Bem, parece que infelizmente nossos caminhos se separam aqui. — Dizia a carpinteira ao chegarem no destino. — Eu gostei muito desse tempo junta de você, o que a senhorita acharia de, sei lá, algum dia desses a gente sair para um jantar? Só nós duas, que tal? Juro que não sou uma mulher insuportável de ficar. — Independente da resposta, a carpinteira teria de se separar de Rosalyne, mas antes... — Ei, Rosalyne, só mais uma coisinha... — Falaria a meia-gigante que passaria a se exibir apertando as laterais dos seios para fazê-los parecerem maiores. — Poderia me dar um último elogio? Eu fico muito carente quando me despeço de mulheres bonitas.

Ao fim das conversas com Rosalyne, Ivana se apressaria e correria para encontrar a Bob Construções nos arredores da Universidade Nista, assim que o fizesse, tentaria encontrar alguém na dita loja para requisitar as ferramentas adaptadas que Fred lhe tinha pedido, começaria perguntando se havia algo no estoque para seu tamanho, em seguida, compraria pondo o valor na conta do chefe e, sem perder tempo, voltaria correndo de volta ao porto, para poder enfim começar a construção do navio, a ansiedade na carpinteira ia a mil pensando naquela empreitada em que trabalharia e mal esperava por isso.
Histórico:
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Ter Abr 26, 2022 12:16 am

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Acompanhada de Rosalyne, Ivana seguiu trocando conversa com a loira, que parecia interessada na meia-gigante, o que poderia ser um sinal claro de que ela retribuía os avanços da grande mulher. - Encontrar pessoas lindas como eu? Então acho que sua jornada começou bem, não é? - Rosalyne deu uma risadinha com o comentário da meia-gigante, sendo logo em seguida questionada sobre si própria. - Quem sabe você não me pergunta isso da próxima vez que nos vermos, hein? Assim tenho um motivo para ver seu belo rostinho mais uma vez. - Rosalyne mandou um beijinho com o comentário. - Viu? Segredo faz parte do charme. - Feliz ou infelizmente, haviam chegado na Universidade Nista, e Ivana sabia que tinha trabalho a fazer, se despedindo com uma proposta sedutora à sua acompanhante. - Ah, tenho certeza que não é insuportável, muito pelo contrário. - Rosalyne pensou um pouco antes de responder. - Que tal hoje a noite? Não tenho dinheiro o suficiente para uma reserva no Mozzafiato, mas conheço um ótimo restaurante chamado Cuore Mio que tenho certeza que você vai amar. - O encontro havia sido marcado, mas antes que se separassem em definitivo, Ivana fez um último pedido, que fez Rosalyne esboçar um sorrisinho provocador, olhando para cima nos olhos da mulher enorme. - E se eu quiser que você fique carente? Assim fica pensando em mim o dia inteiro. Apareça no Cuore Mio hoje a noite e eu te elogio o quanto quiser. - Com essa última provocação, Rosalyne mandou um beijinho e foi embora.

Enfim pode olhar ao seu redor, usando a universidade como ponto de referencia, e facilmente achou uma grande loja de construção chamada Bob Construção, aproximando-se, mas logo percebeu que não era grande o suficiente para que pudesse entrar com seus colossais 7 metros de altura. Entretanto, para a sua sorte, o vendedor, um homem barrigudinho e baixinho, veio correndo até o lado de fora ao perceber a presença da mulher. - Bom dia, senhorita. Sou Bob, da Bob Construção, do que precisa? - Com o pedido feito Bob correu com seu jeito meio desengonçado de novo para dentro, saindo em seguida empurrando uma grande caixa de papelão lacrada pro lado de fora. Ela não era alta, mas era larga, e provavelmente continha as ferramentas que ia precisar. - Tá aqui, ferramentas de gigante. Ufa, deu sorte, era meu último conjunto. Tá na conta do Fred, da Fred Armas, já. - Passando a mão pela testa para limpar o suor do esforço que fez, ele entrou novamente pra dentro.

Ivana agora possuía um kit de marcenaria, e apesar de não ser dela, ser de seu chefe, que havia pago, quem sabe pudesse negociar por ele no futuro? O importante agora é que havia tido sucesso em sua empreitada: não só adquiriu as ferramentas, como também descolou um encontro, tudo ia às mil maravilhas, e agora faltava só ir para o porto checar as madeiras que Fred havia encomendado. O caminho de volta não foi tão difícil como a ida, pois apenas precisou fazer o caminho oposto, uma vez que a loja de Fred era bem perto do porto. Cortou as calçadas de Sirarossa uma vez mais com seu enorme tamanho, dessa fez carregando a caixa com as ferramentas para o seu serviço. Ao longe pode ver o Porto Crepúsculo se aproximando ao longe, até finalmente poder ver com clareza os grandes navios atracados e os galpões enfileirados, com vários marujos indo e vindo com mercadorias, e pessoas desembarcando de navios de viagem. Não sabia ao certo onde encontraria a encomenda de madeira, até ouvir mais ao lado um grito surpreso. - Não acredito! Você me seguiu até aqui, encosto? - Ao olhar para o lado, pode ver a última pessoa que desejava ver naquele lugar: Jaxy. Ela estreitava os olhos, encarando a meia-gigante com muita suspeita no olhar, e estava de pé ao lado de 6 grandes caixotes enfileirados, com outros dois soldados de guarda, mas ficavam apenas quietos, sem acreditar na confusão que a garota estava arrumando. - Você veio me passar germes de gigante, é? Espero uma boa explicação pra isso tudo, senão vou te prender!

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Ter Abr 26, 2022 3:42 pm
Ivana não podia negar que o jeito misterioso de Rosalyne não a deixava mais charmosa, ela queria saber mais sobre a mulher que estava a sua frente lhe guiando, esta que também retornava as cantadas da jovem de um jeito que não dava mais para saber quem das duas que estava tentando seduzir a outra, aquilo criava uma euforia no peito da garota de Las Camp, principalmente após a loira concordar em sair com ela. — Sim, sim, hoje a noite é perfeito, esperarei ansiosamente para voltar a ver a beldade que faz meu coração palpitar.

Mesmo não recebendo o elogio que havia pedido, a Tsana se encontrava completamente entusiasmada com a possibilidade de reencontrar sua paixão da vez, a carpinteira dançava pelo resto do caminho como forma de expressar o júbilo que sentia na hora, mas rapidamente isso mudou de figura assim que a meia-gigante se deparou com a Bob Construções e percebeu que mais uma vez a sua apreciada estatura trouxera empecilhos, entretanto, por sorte, o tal dono da loja a percebeu e assim a jovem não precisou se esforçar para chamar as atenções para ela.

Bob parecia bastante simpático à Ivana, não só por notá-la com dificuldades para adentrar o estabelecimento, mas também por ter todo o esforço de trazer as ferramentas encaixotadas que com certeza deviam pesar muito para ele. — Muito obrigada, senhor Bob Construtor! Me desculpe por te fazer carregar essa caixa pesadas! — Dizia a meia-gigante levantando a dita caixa com uma das mãos. Com um de seus objetivos completo, a Tsana deu meia-volta a caminho do porto, nesse meio tempo ela pensava, seria a demanda de um kit de marcenaria tão alta ao ponto de só ter sobrado um no estoque da Bob Construções? Independente disso, a prioridade atual consistia em pegar a madeira que Fred tinha requisitado.

Ao chegar no Porto Crepúsculo, a carpinteira teve o desprazer e azar de se reencontrar com Jaxy, por dentro a jovem queria matar a marinheira, mas por fora transpirava calma e a mesma pose de mulherenga para não transparecer. — Jaxy, que coincidência você por aqui! Certeza que você ficou com meu corpão violão na cabeça e veio atrás de mim em outra ilha, não é, safada? — Piscou Ivana com uma cara maliciosa tentando envergonhá-la na frente dos soldados ao lado dela. — Não, germes, não, eu tomo dois, três banhos por dia, inclusive já que você quer tanto meu corpo nu, seria uma honra se a gente tomasse banho juntas, que tal? — Respondia a meia-gigante se virando para ir atrás do pedido de Fred. — Ah, e antes que pergunte de novo, eu estou trabalhando, acho que não é crime uma gostosa trabalhar, ou é?
Histórico:

_________________

"Fat Bottomed Girls, you make the rocking world go round"


2 - Fat Bottomed Girls UCGtrMw
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Qua Abr 27, 2022 9:38 pm

2- FAT BOTTOMED GIRLS



Despedindo-se de Rosalyne e seguindo seu serviço, Ivana se encaminhou até a Bob Construção, onde conseguiu as ferramentas que precisava para colocar a mão na massa, seguindo então até o porto para buscar o carregamento de madeira para a embarcação que não havia sido entregue na loja ainda, mas antes que pudesse o encontrar, seu de cara com uma velha e desagradável conhecida. - Você só pode ter ficado doida, isso se já não era pra começo de conversa. Nunca em um milhão de anos eu correria atrás de uma giganta baranga igual você! - Mesmo assim, Ivana não parava de a provocar, a deixando com o rosto vermelho de raiva. - Cala a sua boca, sua pervertida sem vergonha! Eu não aguento nem te ver na minha frente, quanto mais nua! - Em um reflexo de vomito, como se tivesse momentaneamente imaginado a cena, Jaxy por pouco não botou o café da manhã para fora, mas se segurou para não fazer desfeita. Seu desprezo e nojo por gigantes e meio-gigantes parecia absoluto e genuíno, e as provocações que recebia não ajudavam muito.

- Espera. - Como em uma clareza pós quase-vomito, Jaxy levantou sua cabeça novamente, com o que parecia súbita clareza. - Foi você, não foi, sua maldita? - O rosto de Jaxy, antes esverdeado, voltou a ficar rubro, mas não por vergonha, mas por raiva, com uma veia saltando em sua têmpora. - Nosso navio deveria estar a caminho de Kano agora, mas encontramos piratas perdidos no mar, decidimos capturar eles, mas um único disparo no nosso navio deixou ele irreparavelmente danificado, isso não pode ser natural. Você sabotou ele pra forçar a gente a parar aqui, não é, sua maldita? - Com a espada apontada para Tsana, Jaxy avançou contra a meia-gigante, mas os soldados a seguraram. - O que estão fazendo, seus palermas? Não entenderam o que aconteceu? - Virou seu olhar novamente para a mulher. - Você está preza por pirataria, sabotagem e indecência pública! - Apesar da situação absurda, as peças aos poucos foram se encaixando. Aparentemente os marinheiros que tiveram um problema no navio haviam sido esses dos quais Jaxy fazia parte, e se isso fosse verdade, então aquelas caixas que guardavam talvez fossem as encomendas de madeira que estava buscando.

Jaxy parecia estar falando sério com suas acusações, causando uma comoção que chamava a atenção de todos ao redor, até que outro marinheiro deu as caras, de aparente patente superior e sendo atraído por toda a confusão. - O que está acontecendo? Por que estão segurando a srta. Albrecht? - Os soldados imediatamente a largaram e bateram continência. - E-ela começou a brigar com essa meia-gigante que apareceu aqui, senhor! - Jaxy apontou a espada para eles, e depois voltou a apontar para Ivana. - Foi ela, senhor! Ela que estragou nosso navio!

Histórico:


Ryanletony
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls WQIDBU0
Créditos : 00
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Qui Abr 28, 2022 3:40 pm
Era incrível como cada nova ofensa de Jaxy deixava Ivana mais revoltada e atingia a jovem ainda mais profundamente, descriminá-la por ser mais alta já não tinha sentido algum e ainda demonstrava a maldade daquela egocêntrica com um parafuso a menos, a meia-gigante se sentia taxada do mesmo jeito que um rato de esgoto transmitindo uma praga, mas o pior de tudo era ser chamada de "baranga", tudo bem não gostar dela, mas ser cega ao ponto de desmerecer toda sua beleza a irritava mais que tudo, a própria Ivana, com todo o rancor que guardava da marinheira, não negava que a achava muito atraente, mas não, um ser humano não pode ser considerado bonito só por ter uma estatura mais de três vezes maior, que saco!

Mas ainda assim, a garota de Las Camp não transparecia sua raiva, muito graças a fúria que Jaxy não tinha medo de mostrar, ver aquela vagabunda espumando de raiva e ouvir os gritos dela soava como música, mas o que mais deu prazer nesta situação para a Tsana foi ver Jaxy com ânsia após a fala de tomar banho com ela, realmente, a grandona estava completamente fixada na mente da outra, e agora nua, ainda por cima, aquilo excitava bastante a jovem. — Indecência pública? A verdadeira Indecência aqui é uma mulher crescida como você me perseguir até outra ilha só por estar fissurada na minha bunda. — Dizia a meia-gigante continuando a provocar a marinheira enquanto os soldados a seguravam. — Mas se você quer ela tanto assim, eu deixo você dar um beijinho na minha bunda, só seja gentil. — Falava a mulherzona virando as costas e dando um tapa nas nádegas em outra provocação.

A situação estava bem engraçado do ponto de vista da Tsana, mas teve de recompor a postura ao perceber o marinheiro com cara de oficial aparecendo, mas procurou ainda não se submeter a autoridade de ninguém ali e manter o sarcasmo na voz. — Eu? Estragar um navio? É a mesma coisa que um médico matar o próprio paciente. — Debochou Ivana. — Muito pelo contrário, eu sou uma carpinteira, estou aqui justamente atrás de uma encomenda de madeira que o meu chefe me pediu para ajudar na construção de navio que, por grande coincidência, foi um pedido de um grupo de marinheiros. — Defendia-se a carpinteira um tom totalmente irreverente para com Jaxy e o outro. — Então, se não for continuar com acusações levianas simplesmente por uma invejinha do corpão, eu tenho trabalho a fazer.

Terminando aquela discussão de queixo erguido, Ivana pediria informações para os soldadinhos que pudesse confirmar se as caixas faziam parte da encomenda de madeira do Fred e então completar outro de seus objetivos, após isso, a carpinteira sairia do local fazendo questão de andar de costas para Jaxy de maneira que a marinheira tivesse que ver os imensos glúteos da meia-gigante.


Histórico:

_________________

"Fat Bottomed Girls, you make the rocking world go round"


2 - Fat Bottomed Girls UCGtrMw
Hoyu
Ver perfil do usuário
Imagem : 2 - Fat Bottomed Girls GX67lHH
Créditos : 04
HoyuNarrador
https://www.allbluerpg.com/t378-leonheart-valentine https://www.allbluerpg.com/t419-here-comes-the-sun
Re: 2 - Fat Bottomed Girls Sex Abr 29, 2022 11:38 pm

2- FAT BOTTOMED GIRLS



A provocação de Ivana contra as ofensas de Jaxy parecia estar fazendo muito efeito, deixando a marinheira completamente em fúria, principalmente quando ofereceu a ela para dar um beijinho em sua bunda. Os soldados que a seguravam desviaram o olhar, com o rosto muito vermelho de vergonha ao verem a mulher estapeando seus próprios glúteos enormes, e Jaxy também estava vermelha, mas por um motivo completamente diferente: puro ódio. Entretanto, logo um marinheiro de patente aparentemente superior deu as caras, com postura muito mais calma e branda que a garota racista, e mesmo quando ela acusou Ivana de causar tudo, ele no máximo a olhou de forma descrente. - Não acha que está exagerando, Jaxy? - Perguntou o homem, após ouvir a explicação da meia-gigante, mas a mulher parecia firme em sua desilusão. - Eu tenho certeza! Por que ninguém acredita em mim? - Apesar de estar virada para seu superior, sua fala parecia mais voltada aos soldados que a acompanhavam do que a ele.

O homem suspirou e virou-se para Ivana. - Peço desculpas por isso. Pelo que você disse, suponho que esteja trabalhando para o Fred Armas. Ou seja lá como chamem ele, ainda estou meio confuso. Decidi deixar alguns homens para proteger a carga e garantir que não seria roubada, mas acho que os entregadores confundiram as coisas e acharam que iriamos levar, pois foram embora sem falar nada, e como não sabemos onde a loja fica, acabamos ficando aqui só protegendo o material. - Ele parecia meio inconformado com toda a situação que acabaram passando, e logo prosseguiu. - Mas se você está com ele, isso facilita as coisas. Permita-nos acompanha-la para garantir que chegará ao destino adequadamente. - O superior olhou de canto de olho para Jaxy. - E sem gracinhas, srta. Albrecht. - Jaxy fez uma careta e bateu forte o pé no chão, como em uma birra, mas ficou quieta.

Assim, Ivana pode enfim pegar os caixotes, usando de sua grande força para os empilhar embaixo dos dois braços, seguindo de volta para a Fred Armas, acompanhado do oficial, Jaxy e de cerca de 6 outros soldados, que a acompanhavam quieto mais atrás. Finalmente retornou até a loja, onde Fred parecia estar mexendo no esboço do navio que havia feito, com a planta aberta em cima de uma grande mesa. - Grandona! Está de volta! - Fred largou o que estava fazendo e olhou para ela, mas logo teve uma surpresa ao olhar mais para baixo e ver quem havia vindo também. - Ora essa, então são vocês os clientes? É um prazer conhece-los. - Jaxy parecia prestes a falar algo, mas foi interrompida por seu superior. - O prazer é meu. Sou o sargento Álvaro Castillo, líder desse destacamento, e agradeço pela disponibilidade de fazer o serviço de última hora. - Fred acenou positivamente com um sorriso, sem interromper o homem. - Mas creio ter um assunto importante e desconfortável a tratar. Minha discípula e protegida, a cabo Jaxy Albrecht não se sente confortável com a sua ajudante auxiliando na confecção da nossa embarcação. Apesar de ter certeza que ela deve ser uma ótima carpinteira, tenho que botar os interesses dos meus homens em primeiro lugar. Espero que isso não seja um problema. - Fred estava boquiaberto olhando para Álvaro, enquanto Jaxy discretamente, sem ninguém ver, dava a linguia para Ivana. - Eu... eu não sei o que dizer... - Fred olhou para a meia-gigante, mas de uma forma melancólica, como se pedisse desculpas ou se quisesse a confirmação dela.

Legenda:

Histórico: