Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Operação FireflyHoje à(s) 21:31por  WeskerO Bando da Rainha CaolhaHoje à(s) 20:18por  ShiroIII - Death or ParadiseHoje à(s) 20:16por  Lyosha[P.D.N] Liu Feng - Marciano aceitou narrarHoje à(s) 19:33por  Jean FragaCabra da Peste, vol 4 - InterlúdioHoje à(s) 19:27por  SubaéCriação de AventurasHoje à(s) 19:23por  SashaI - Anjo CaídoHoje à(s) 19:20por  SashaLiu FengHoje à(s) 18:22por  Jean FragaCap. 2 - Ascendendo às profundezasHoje à(s) 17:47por  Van四 - Morte e SangueHoje à(s) 17:37por  Koji
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Stevelty
Página 3 de 4 Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 XqxMi0y
Créditos : 26
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1510-capitulo-ii-sonho-de-uma-noite-de-verao
O Que Sobra Disso Tudo Seg 28 Mar 2022, 00:06
Relembrando a primeira mensagem :

O Que Sobra Disso Tudo

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Gale D. Kay. A qual não possui narrador definido.

_________________

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qui 28 Abr 2022, 02:10
Post 15
Narrador
Mendonca
14:33
27ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!
Não era muito de se esperar que Kay aceitaria as palavras de August sobre enfrentar os dois inimigos de uma vez, porém as palavras do mesmo o fizeram entender o que estava por trás da técnica usada pelo agente Pedro para conseguir não sofrer dano, não muito, assim elevando mais ainda a confiança do jovem. ~ August, suas chances acabaram, não queríamos parti para tal, porém você não nos deu outra escolha. ~ Disse Pedro enquanto parecia ignorar Gale, o menosprezando novamente desde o começo da luta. ~ Cuide do seu, que eu cuido do meu! ~ Von limpava a boca de sangue enquanto e assim encostava a mão no peito de Pedro, ele não aprovava a intromissão do mesmo em sua luta, como também não se intromete na dele. Pedro via a insatisfação com o desfecho da luta de seu aliado e apenas aceitava sua escolha, voltando as atenções para Gale, porém já estava próximo tomando a iniciativa de ataque.

Do alto o jovem historiador utilizava tanto a gravidade quanto a sua força ao seu favor, como uma bigorna, o agente não esperava aquele ataque rápido do garoto, que como um martelo desferiu um soco de cima para baixo na direção do rosto do agente, mas um simples passo para trás fazia o mesmo esquivar da investida. ~ Você não se cans… ~ Falou Pedro enquanto apenas olhava para o alto como movimento para esquivar do soco, porém ao voltar seus olhos para o garoto, o mesmo já estava com o punho próximo ao seu queixo e isso seria difícil de esquivar.

Todas as forças retraídas dos outros golpes de Kay tinha se concentrado nesse soco, o golpe pegou em cheio no queixo do inimigo, que não via outra forma de se defender, apenas seguindo a mesma ideia de antes, seguindo o fluxo do golpe, porém nesse caso ele não conseguia abafar ou redirecionar o dano, recebendo-o por completo e sendo jogado para trás cerca de quatro metros, girando o corpo ao ar e caindo de peito para o chão. Von quando via seu aliado ser atacado, não pensava duas vezes em atacar o garoto que estava próximo, porém no primeiro passo que ele dava duas pequenas bolas eram roladas para baixo de seus pés. ~ Mas que porra é essa? ~ Disse Von enquanto parava seu movimento para olhar o que estava entre suas pernas.

Duas pequenas bolas entraram em campo, como esferas que tinham mais ou menos quatro centímetros de diâmetro, as mesmas eram negras e pouco menos de um segundo após lançadas elas explodiram, porém não era uma explosão danosa, e sim como um simples gatilho para uma enorme fumaça cinzenta que rapidamente se alastrava no círculo de batalha. A fumaça ofuscava tanto os dois agentes, quanto a Gale e August, seus sentidos eram confundidos, além do enorme fedor de enxofre que a fumaça soltava, ao manter os olhos por pelo menos dois segundos abertos dentro daquela fumaça, os mesmos começaram uma forte ardência para todos ali presentes.

Sem visão ou olfato, Gale apenas sentiu alguém segurar sua mão direita, não forte, mas também não fraca, apenas como alguém tentando o conduzi-lo, poderia ser algum inimigo que também estava cego como ele? Talvez, porém ele logo tenha a certeza que não ao ouvir a doce voz de uma mulher em seu ouvido. ~ Vamos sair daqui, o chefe precisa de vocês! ~ A voz não era tão estranha, o jovem já havia ouvido-a tanto quando tentou subir ao bondinho, quanto foi a sala de Richard Carsen, então caberia dele se iria seguir as ordens da “desconhecida” e apenas se guiar pelos movimentos que a mesma fizesse ao puxar seu braço, ou ficaria naquela cortina de fumaça para terminar a luta, sabendo que tinha um inimigo do mesmo lado que a mão pegava seu braço e falava em seu ouvido, e outro inimigo mais a frente ao chão.

Ao optar por sair da cortina de fumaça, veria as costas de um cabelo liso e loiro, era realmente uma mulher, porém seu rosto ainda era ofuscado por uma máscara branca simples, ao seu lado um pouco mais para baixo veria August Vern correndo na mesma direção da loira, porém ambos não olhavam para trás, apenas corriam como se tivessem deixado as amarras do destino para trás. Pouco longo de dez minutos correndo entre os becos e ruas daquele mercado sombrio, a dupla pararia em um estabelecimento, algo como um simples casebre de madeira, sem janelas e apenas uma porta que se mantinha fechada sempre. A dupla abria a fechadura e adentraria no local o fechando logo em seguida, dentro do mesmo era possível ver alguns pergaminhos com anotações, mapas e enigmas, também tinham algumas armas mais simples como uma espada pouco afiada, uma pistola bem gasta, e um par de soqueiras de ferro. A loira mascarada e Vern estavam bastante cansados, haviam corrido como um guepardo, assim apenas inclinaram seus corpos e apoiando as mãos nos joelhos para diminuir a pulsação dos seus corações. O que faria Gale, mediante a tudo isso?


Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qui 28 Abr 2022, 12:59
GALE D. KAY
Q
uando as coisas começaram a dar certo, algo inesperado aconteceu. Entre socos e cotoveladas, uma fumaça negra tomou conta do ambiente, rapidamente cobri meu nariz com meu braço e tentei ver alguma coisa, mas logo percebi que seria inútil. Coberto pela fumaça, tentei sair dali o mais rápido possível, poderia muito bem ser um truque dos Agentes, contudo, assim que dei alguns passos, senti uma mão me segurando e uma voz feminina dizendo algo sobre o Chefe dela, confesso, que por alguns segundos, pensei em atacar, mas um inimigo não iria agir daquele modo. [Impulsivo]

Deixei ser puxado ainda contrariado, mas quando vi a figura de Vern ao meu lado, deixei que me tirassem dali e segui o fluxo. Antes de sumir, dei uma rápida olhada para trás, sabendo que voltaria a trocar golpes com Pedro, iria terminar o que comecei eventualmente. Corremos bastante, nada que me fizesse ficar sem fôlego, por sorte, ainda estava inteiro do combate e tinha um corpo fisicamente em dia, parei apenas quando a dupla entrou em um pequeno casebre de madeira. [Atletismo]

Uma vez lá dentro, observa com cautela quem era a mulher, apesar do seu rosto estar encoberto, sua voz e seus cabelos loiros não me eram estranhos, havia visto essa mulher com o Prefeito mais de uma vez, mas nunca havia puxado conversa ou prestado demasiada atenção. Ambos pareciam exauridos, eu por outro lado, apenas me sentei para tentar entender o que diabos tinha acontecido, tirei meu chapéu e o coloquei sobre o colo, enquanto, meu olhos vasculharam todo o local, aquilo parecia um depósito ou esconderijo, não sabia dizer. [Investigação]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 A9419a4ad489c15e1030cb4c9ea59732
Então, eu vi você com o Prefeito mais cedo … porque não esperou a luta acabar?


Não consegui esconder o desapontamento com o fato de não conseguir concluir a luta, realmente queria ver até onde ia a força daqueles Agentes, não conseguia explicar, mas sentia que enfrentaria mais deles, e seria logo. Enquanto eles explicavam a situação e os motivos, iria ficar caminhando pelo local, pegando um mapa, olhando, iria pegar a soqueira de metal e ver se cabia na minha mão, se sim, iria ficar segurando como uma criança segurava um brinquedo.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 A9c2b0ecee2fb4c5061b68063d60edf8
Vern, me pediram para encontrar você, sei que não me conhece, mas acho que temos o mesmo objetivo … então, seria bom começar a me explicarem tudo


Queria ver o que aquele sujeito iria falar, a trama que parecia me envolver aos poucos começava a ficar complicada, envolvendo Agentes, Caçadores e Marinha, tudo que procurava era as ruínas que minha Mãe me contou várias vezes, tinha vindo para Stevelty para isso, não iria ficar pelo caminho, seguiria até o fim, nem que tivesse que enfrentar todo o batalhão da Marinha ou do Governo. [Ambição]


HistóricoPost: 16
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qui 28 Abr 2022, 23:22
Post 16
Narrador
Mendonca
14:43
27ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

~ Vamos lá, como posso começar garoto. ~ Disse vern enquanto recuperava o fôlego após a corrida, assim a loira por si só retirava sua máscara mostrando ser Lena, aquela motoneira loira que era assistente de Richard Carsen. ~ Não podia. ~ A loira respirou fundo. ~ Demorar muito. ~ Continuou ofegante. ~ O governo mundial levou o Richard contra sua vontade para as ruínas, não sei o que está acontecendo… ~ Ela respirou fundo novamente. ~ Mas lembro que você tinha falado algo sobre a caverna oculta mais cedo… Então não tive outra alternativa a não ser lhe procurar, o prefeito está sob constante vigilância da marinha. ~ Lena terminava de explicar o por que tinha retirado Gale em meio a luta, talvez isso poderia amenizar o jovem, pois o mesmo não estava nada contente sobre a intromissão no combate. Enquanto a loira falava o pequeno grande homem levava a mão ao rosto, não muito contente com as palavras da mesma ele sabia que mais uma pessoa tinha se envolvido nessa trama maldita, e que isso apenas acarretaria um colapso em suas carreiras. ~ Merda, agora até você está envolvida! ~ August se virou e começou a procurar entre os pergaminhos algo.

Enquanto procurava entre os papéis o Vern mais cauteloso começava o que seria uam boa história para alguém que as caçava, digo, para Gale. ~ A garota deve saber, porém você por ser um novato não deve conhecer muito bem sobre o que acontece nessa ilha. ~ Suspirou forte, sabia que uma longa história iria ser dita, e era irritante só de lembrá-la. ~ Richard é conhecido nessa ilha por ser um grande historiador, o famoso “O que mais se aproximou a desvendar o mistério através das escrituras”, porém pouco se sabe o mesmo nunca agiu sozinho, nós os irmãos Vern, somos os que mais entende de antiguidades e escrituras antigas nessa ilha, mas por trabalharmos no mercado sombrio, a gloria e a fama apenas se voltou para Richard. ~ O pequenino havia achado o que procurava, tomando a mão um pergaminho enrolado, então se virava para as outras duas pessoas ali presentes. ~ Não sinto nenhum remorso, ou raiva disso, infelizmente tomamos caminhos diferentes, porém devido a isso, nossas economias foram caindo de mau a pior, enquanto Richard só aumentava as suas. Meu irmão resolveu então fazer alguns tour clandestinos não registrados com a prefeitura para conseguir uma boa grana, porém em uma dessas viagens que ele mesmo era o guia, acabou por criar um novo negócio na ilha, onde atraia visitantes e historiadores, como também ladrões que costumavam usar a incursões para seus saques, claro o prefeito não gostou nada disso, agora as ruínas que eram o marco da ilha estavam sendo depredadas e profanadas. ~ August se aproximava de uma mesa simples que possuía alguns pergaminhos nela, logo os jogava ao chão com apenas um passar de mãos e abria o pergaminho que estava em sua mão na mesma. ~ Era normal ver nativos se tornarem guias para arrecadar uma boa grana com alguns turistas burros, e aos poucos a nossa amizade, digo, a minha e a do meu irmão, com Richard foi se distanciando, o prefeito também não era lá nosso entusiasta, então apenas ajudou que essa distância aumentasse. A algumas semanas atrás, um guia de merda qualquer em uma incursão com um grupo de historiadores turistas, acabou por achar uma passagem secreta em uma das ruínas antigas, porém foi uma fatalidade. ~ O mesmo coçou sua nuca. ~ Nunca se soube como ele conseguiu isso, mas que ele pagou caro, pagou. Tanto ele como mais três historiadores acabaram caindo na passagem que eles haviam desvendado, mas para suas infelicidades existiam estacas de madeira antiga e bastante afiadas logo abaixo, assim os matando na hora, e fazendo os outros que sobreviveram correr para parte urbana da ilha e espalhar a notícia. Meu irmão foi o primeiro a saber e no outro dia já partiu para o lugar para tentar conseguir desbravar mais aquela ruína, porém a passagem secreta dava para o que seria uma grande parede com uma obra redonda e algumas escritas bastante antigas e difíceis de serem decifradas. Aqui, é isso que tem naquela ruina. ~ Disse August enquanto mostrava o que estava no pergaminho a mesa.

pergaminho

No pergaminho nada mais tinha que um grande círculo com o que parecia ser um sol ao centro, e ao redor do mesmo algumas palavras difíceis de se entender. Era um desenho, porém quase que realista como se estivesse vendo com seus próprios olhos. ~ Sim, meu irmão desenha muito bem, voltando… Ao voltar e me falar sobre o que tinha visto, ele fez esse desenho e no mesmo momento partimos para o local para tentarmos decifrar o que seria aquilo, porém como eu não, mas o governo mundial já estava no lugar, eles haviam montado uma espécie de acampamento ao redor do lugar, e com sentinelas dia e noite na abertura os mesmo estão guardando-a como se fosse um tesouro mundial. ~ Novamente August respirava fundo, olhava nos olhos tanto de Lena quanto de Gale, assim vendo a loira apenas ficar calada por ter sido pega de surpresa com toda aquela informação, e pior, que tudo estava acontecendo por baixo do seu nariz sem ao menos ela saber.

August se afastava da mesa, seguia para o que era um pequeno moringa de barro onde ele guardava água, e assim o virava a boca sem ao menos ter uma higienização básica. ~ Ahrrgg! Querem? ~ Disse o ruivo enquanto oferecia água para os demais. ~ Voltando, foi após o governo mundial se instalar na ilha como um flash, que eu e meu irmão voltamos a falar com Richard, explicamos tudo a ele, porém o boquinha nervosa falou para o prefeito, assim formando um certo pacto entre nós quatro sobre a caça do que tinha nessas ruinas! Tanto o prefeito e Richard, como eu e meu irmão não aceitamos em hipótese alguma que algo encontrado ali seja catalogado e levado pelo governo, se está em Stevelty, é de Stevelty e vai ficar aqui, porém eles dois não poderiam intervir diretamente por terem cargos de renome para ilha, qualquer atitude deles poderia causar uma afronta ao governo mundial e assim retirar o acordo de proteção e paz que a mesma tinha sobre, foi aí que criamos um código entre a gente para eu e meu irmão começamos a nos movimentar junto com eles dois em segredo para atrasar o andamento dos agentes quanto a descoberta, e pensarmos em algo para ficarmos sempre um passo à frente, porém meu irmão está desaparecido faz dois dias. ~ A expressão de preocupação era tamanha no nanico que fazia sua testa tremer e enrijecer. ~ Quando fui questionar sobre o desaparecimento dele para a marinha que estava na ilha, soube que o mesmo estava sendo procurado, mas não entendi o porque até ouvir pelas ruas de uma mulher que ela havia atraído um homem para as ruínas e o usado para conseguir ver o que a marinha tinha escondido, porém o cara havia sido descoberto e caçado e ela apenas fugiu. Esse cara era meu maldito mulherengo irmão, por isso eu estava com uma mulher para tentar ver se conseguia a inocência dela, mas como já sabe, agora todos nós somos procurados. ~ August se sentava em uma cadeira e esperava que Gale falasse algo, ele tinha soltado muitas informações, já estava cansado de falar e agora era o momento que ele queria ver qual seria a reação tanto do garoto quanto da loira.

Lena apenas pegava o moringa de barro que tinha água e descia goela abaixo, sem dizer absolutamente nada ela estava surpresa com toda aquela informação. Já Gale que não estava nada cansado, apenas observava uma soqueira de ferro próximo a ele, assim o encaixando perfeitamente em seus punhos e o colocando enquanto august estava falando.


Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Sab 30 Abr 2022, 00:18
GALE D. KAY
É
ramos três pessoas no pequeno casebre, cada um tinha seus motivos para estar ali, o destino tinha nos unido por uma razão, e Vern começava a explicar tudo o que ocorreu. Ainda segurando as manoplas, me sentei para ouvir, enquanto isso, observava a garota, notando que de fato era uma aliada, quando retirou a máscara, confirmei que já havia visto a mesma com Richard no laboratório mais cedo e com o Prefeito no café no dia anterior.

A trama era complexa, quanto mais escutava, mais percebia que havia diversas camadas, coisas que estavam longe do meu alcance, entre a amizade entre os irmãos Vern e Richard, acarretando em tudo que viria a acontecer. Estava vidrado no relato, principalmente na passagem nova e na tentativa de arqueólogos em chegar até lá, quando pensei que não podia melhorar, August tinha um desenho em posse.

Era de fato um excelente desenho, assim que peguei, fiquei em pé, aproximando do meu rosto, tentando entender qualquer sinal, letra ou imagem, enquanto, vasculhava em minha memória algo que pudesse se associar com aquilo. Minha Mãe era uma Arqueóloga que havia estudo em Stevelty, ainda jovem, passei muitas horas sobre a luz de vela estudando sobre civilizações antigas e tudo mais, tudo isso, para entender mais sobre o Século Perdido, esse era o sonho da minha Mãe, que também carregava comigo.[Historiador/Criptografia/Investigação]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 4ba6e219a651d937c963e96cca1b741f

August continuava, enquanto isso, ainda tentava ver algo familiar que conseguisse decifrar. Assim, descobri porque tinha esses Agentes pela ilha, o Governo Mundial estava mais do que interessado, protegia as ruínas como um acampamento, além disso, conectava com os Marinheiros no Centro Científico, não demorou para que percebesse as peças se encaixando. Quando me ofereceu água, apenas recusei com a cabeça. Quando August concluiu seu monólogo, já estava com as manoplas em mãos, sem pedir ou dizer nada, elas iriam servir muito bem para o que viria. [Liderança/Destemido/Heroico]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Nós vamos até as ruínas … iremos recuperar seu irmão e tirar Richard e o Prefeito das mãos do Governo.?


Nesse momento, ficava em pé, no meio da sala, onde todos podiam me ver, tudo que tinha dito fora dito com firmeza e convicção, não queria dizer palavras vazias, enquanto isso, ainda segurava a imagem das ruínas em mãos, agora, não havia sorriso no meu rosto, estava com a feição visivelmente irritada, esse tipo de situação era algo que realmente me irritava, as pessoas deviam ser livres para descobrir sobre o passado, as informações não deveriam ser da posse de ninguém. [Ambição/Extravagante]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 76963796bd4b5d3e6f7b97dbc093e40f
Sei que não me conhecem, mas sou forte o bastante para derrubar todo esse acampamento, eu com toda certeza, irei decifrar o que está escrito nessa pedra, então, posso contar com vocês?


Disse tudo que queria, iria até esse lugar com August e a garota ou não, tinha vindo até Stevelty por isso, não seria meros Agentes que iriam me parar. A dupla concordando comigo, iria então ver o que eles pensavam sobre nossos próximos passos. [Liderança]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 8068e988b4c0cf6ecdfd0708dbcdaa24
Eles estarem todos juntos é algo bom, podemos queimar o acampamento ou usar essa fumaça de antes, o que acham? Eu não conheço muito de estratégia kakaka


Não iria mentir, conhecia meus pontos fortes e fracos, se eles tivessem algum plano, iria ouvir e seguir se fosse plausível, eles estavam mais por dentro de tudo do que eu, tudo que queria era descobrir o que pudesse sobre essa ruínas, mas agora tinha um inimigo em meu caminho, por isso, iria mostrar que nada pode parar Gale D. Kay.


HistóricoPost: 17
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Seg 02 Maio 2022, 20:15
Post 17
Narrador
Mendonca
17:37
18ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

Uma pequena risada em tom de deboche surgia de August, as palavras do jovem Gale tinham manifestado um tom humorístico para todo aquele cenário de caos, e como a certeza que a noite tem seu fim ao raiar do sol, aquele sorriso passageiro com uma expressão mais séria era ofuscado pelos olhos cravados do Vern. ~ Decifrá-los? Você nem conseguiu entender a porra do enigma de entrada do Mercado Sombrio, como é que você me vem falar que vai decifrar essa imagem, sendo que eu já passei dias tentando, até mesmo meu irmão não conseguiu! ~ Por um lado era perceptível que aquela fala de Gale havia ferido de alguma forma o pequeno homem, com o ego um pouco machucado o mesmo logo entendia que estava sendo grosso além da conta, achando um jeito de se retratar ou apenas apagar o que havia falado. ~ Mas você será um braço a mais para acabar com aquele acampamento. Sobre os enigmas, pode deixar comigo. ~ O ruivo deita-se sobre aquele chão de concreto como se estivesse caindo sobre uma cama fofa e macia. ~ O mercado está muito perigoso nesse momento, vamos descansar e esperar a noite chegar, assim começamos nosso ataque contra esses malditos estrangeiros. ~ Mais calmo e tranquilo, o mesmo demonstrava que aquele local em que estavam era seguro ao ponto de terem um bom descanso sem nenhuma intromissão. ~  Você loira, saia daqui enquanto é tempo e enquanto ainda não está tão envolvida como nós, volte para prefeitura e aja como se nada tivesse acontecendo. ~ Apontou August ainda deitado para Lana. ~ Mas. ~ Ela tentava retrucar, mas logo era impedida. ~ Sem mas, você só será um estorvo a mais para a gente, ou você quer ver o Richard em apuros por ter que além de se proteger, lhe proteger? ~ Firme e sem risadas, o nanico ao chão mostrava sua imponência para a mulher que apenas abaixava a cabeça e no mesmo saía pela mesma porta que entrou.


~ Garoto descanse, a noite será uma belezura para nós. ~ Disse August enquanto pegava alguns pergaminhos que estavam no chão e os enrolava, formando algo como uma bola os colocava abaixo da nuca e os apoiava com as mãos. ~ Eu vi essa menina ainda criança, não aceitaria vê-la lutando por algo que é do meu ego! Entende garoto? Essa é uma missão quase suicida, você ainda sim deseja seguir ? ~ O pequeno homem estava velho, mesmo com todo aquele pique, e também em ótima forma física, a idade já mostrava que ele não poderia ir para aquelas ruínas sem um bom descanso, e o dia ainda estava se encaminhando para metade da tarde, mesmo que não fosse possível ver o sol muito bem dentro daquele casebre, ou pior, dentro do mercado sombrio, devido ao tempo que Gale havia almoçado para agora, não era difícil deduzir que horas eram.

Dentro do casebre, além dos pergaminhos e antiguidades já citadas, tinham alguns livros de criptografia e línguas antigas, ambos com partes marcadas com clipe como se alguém estivesse tentando achar algo nelas. Ao abrir as partes marcadas, veria algumas línguas antigas que só seriam entendidas depois de horas lendo e relendo os trechos, para um bom criptógrafo, mas as mesmas eram iguais as que estavam escritas na círculo que estava desenhado ao concreto, porém apenas conseguia se decifra o começo da frase que estava cravado, algo como “O que é bem e mal, mas…”, o resto estava impossível de se entender pois a pintura em si estava borrada justo no mesmo local, algo estranho para alguém que havia conseguido desenhar com perfeição aquele cenário.

Poucas horas haviam se passado, a noite já tomava para si aquela ilha, assim sendo o que seria o início da noite mais longa da vida de Gale. Se houvesse dormido ou não, Kay ouviria o som de batidas a porta do lugar em que estava, eram incansáveis e mesmo que fossem bastantes ensurdecedoras e contínuas, August não saía do estado de hibernação, seu sono era pesado ao ponto que zuadas ou estrondos não o acordariam. ~ Vern! ~ Um grito vinha da porta enquanto as batidas a mesma não cessavam. ~ Vern seu maldito! ~ Um outro grito se ouvia, porém de uma voz diferente da primeira, dando a certeza que havia mais de uma pessoa fora daquele casebre. Gale se encontrava num impasse de ações, o que faria o jovem, abriria as portas para os desconhecidos ou tentaria acordar Vern de algum jeito.

Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Ter 03 Maio 2022, 19:07
GALE D. KAY
V
ern estava tenso, a batalha, seu irmão, Richard etc, tudo isso parecia ser um fardo maior do que poderia imaginar, para mim, era apenas a vontade de descobrir o novo, me aventurar, mas quando ouvi as palavras e entendi o problema, levei aquilo para o pessoal, iria ajudar Richard e o Prefeito como havia prometido, iria também ajudar Vern, nem que isso signifique derrotar todos os Agentes do Governo que esteja na ilha.

A garota foi expulsa da missão, não pude fazer nada, por mim, se ela quisesse ir, seria legal ter mais gente para ajudar, mas August conhecia a menina há muito tempo e a protegeu dos perigos que nos esperava, ele reforçava que se tratava de uma missão quase suicida, quando ouvi isso, fiquei em pé, olhando fixamente para Vern, um sorriso largo estampava meu rosto juvenil.[Ambição]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 A66781254ac1de2410147929552cd63a
Eu não vou morrer aqui … Serei eu o Homem que irá achar o One Piece


Dei passos lentos até o sujeito, me agachando para ficar no seu tamanho, então, ainda olhando para ele, ergui minha mão com o punho cerrado, para que ele tocasse com seu punho. [Heroico]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 649feeff5138b4005a866c4558545e37
Prometi que iria ajudar Richard e o Prefeito, agora eu vou ajudar seu irmão e você …. nós vamos queimar aquele acampamento até o solo kakaka


Rindo ao fim, mostrava um olhar determinado, queria que ele soubesse que eu entendia a situação e que nada nela me assustava, pelo contrário, apenas fazia meus punhos formigar de ansiedade. De resto, não havia muito o que fazer, era esperar até a hora certa e partir para as Ruínas, ali dentro, não tinha como saber direito a passagem do tempo, então, resolvi gastar minhas horas de forma produtiva. [Historiador]

Procurei me sentar em algum lugar confortável, sabia que se pegasse no sono, dificilmente iria acordar na hora que precisasse e iria atrasar a missão, então, peguei uma pilha de livros e passei a lê-los, assim como fiz por muitos anos em minha casa, sobre uma luz fraca da lamparina, aprendendo sobre arqueologia, lendo aventuras e conhecendo mais do mundo, agora não era muito diferente, havia diversos livros sobre criptografia e línguas antigas, seria um bom passatempo. [Criptografia/Logica/Investigação]

Com as manoplas ao meu lado e uma pilha de livros na outra, comecei a ler os livros e pergaminhos, tentando entender um padrão nas escritas ou símbolos, era algo complicado, um novato demoraria dias ou semanas, mas minha experiência com esse tipo de trabalho, me fez juntar algumas peças e formar uma frase “O que é bem e mal, mas …” o resto era impossível de entender, havia um borrão que impedia de continuar.

Não sabia dizer quanto tempo passei ali sentado, não me senti entediado ou cansado, estava em êxtase com as informações novas, até que batidas na porta me tiraram do foco. Empurrei os livros e pergaminhos para os lados e vesti as manoplas, não quis acordar Vern, apenas caminhei até a porta, pelas vozes, eram apenas duas pessoas, assim, sem temer ou pensar que podia ser inimigos, abri a porta como se fosse a minha casa.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Quem diabos são vocês?


Iria observar as pessoas que ali estivessem, se estavam armados ou não, se os conhecia de algum lugar, logo completaria.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 B2a71755ec0c78c3686bea18aeb0a10d
Eu sou Gale D. Kay … O que querem com o Vern?



HistóricoPost: 18
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qua 04 Maio 2022, 20:34
Post 18
Narrador
Mendonca
18:40
17ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

Era próximo das seis da noite, a temperatura daquele mercado sombrio começava a cair, porém a sua movimentação não, os barulhos de batidas continuavam à porta e Gale tinha que de alguma forma resolver este problema. “Quem diabo são vocês” eram as palavras do jovem historiador que logo se deparava com dois comerciantes franzinos com mesma estatura que ele, um tinha a cor de seus pelos dourados enquanto o outro era um simples moreno, ambos vestiam vestes quaisquer com melaços de graxa e barro, mas nada tão sujo. ~ Gay de Kay? ~ O loiro se mostrava confuso com as palavras de Gale, coçando sua cabeça que mal tinha cabelos, estava com cabelos raspados na zero. ~ Saia daí garoto! Precisamos achar o Vern rápido, tem um grupo de agentes à caça dele aqui no mercado. ~ Sem muitas perguntas o moreno logo afirmava que estava apressado, abrindo os braços mostrando uma expressão em seu rosto de frustração.

Atrás de Gale estava Vern deitado ao chão em seu grande sono da beleza, em uma pequena brecha entre o jovem e a porta os dois visitantes notariam o pequeno grande homem, foi assim que o loiro não pensou duas vezes em abrir uma garrafa d’água que tinha a mão, e jogar na direção do ruivo, consequência: molhou não só o rosto de Vern, como também uma parte da cintura de Kay, mas tal ação surtia efeito, August acordava desesperado.

~ Que porra é essa! ~ Gritou o ruivo enquanto se levantava do chão desesperado como se estivesse se afogando. ~ Ei seu maldito, como sempre dormindo! Você tem que fugir daqui logo, alguns agentes do governo estão a sua procura, e tão pagando uma boa quantia por informações sobre você, a qualquer momento alguém vai te dedura! ~ Disse o loiro. ~ Só vinhemos te ajudar pois devemos uma a você, mas depois dessa está tudo pago hein! ~ O mercador moreno logo falava para o pequeno enquanto dava as costas para a porta seguindo em direção a uma pequena carroça com um cavalo a frente, cerca de dois metros de distância do casebre de August. ~ Venha logo antes que seja tarde! Deite-se ali e o cobrimos com palha e uma lona, assim acho que dá pra sair desse mercado sem ser pego. ~ Novamente falou o mercador moreno enquanto começava a folgar algumas cordas que prendiam a carroça com um burro a frente, que por sinal estava bastante mau cuidada, tanto da parte animal, quando da cargueira.

O mercador loiro encarava Gale por um momento, não sabia a procedência daquele jovem ou quem era ele, então apenas o encarava. ~ Ou August, quem é esse aqui?! ~ Disse o loiro enquanto não saía da frente de Gale. ~ Deixe-o Trunth, é um amigo e preciso que o coloque também nessa carroça. ~ Bradou August enquanto já de pé às pressas ele pegava uma mochila e colocava alguns livros e pergaminhos dentro dela. ~ Ahhhhh não cara, já vamos nos arriscar tirando você daqui, esse merdinha também?! ~ Via a frustração e discórdia estampada no rosto do então nomeado Trunth. Já em cima da carroça com o do burro em mãos o moreno esperava a movimentação de August, enquanto o loiro já começava a abrir espaços na parte trazeira da carroça para consegui por aquela dupla, o mesmo apenas falava de boca para fora sua negação, mas suas atitudes mostravam que ele estava de acordo com o pedido do nanico.

O Vern não demorava muito para arrumar suas coisas, passando por Gale o mesmo logo dava um tapa em seu ombro, como se estivesse o chamando para aquela viagem. ~ Vamos garoto, não temos tempo! Por que você não me acordou antes!? ~ Disse puto assim deitando na carroça. ~ Lionai, se der, só pare quando estiver perto dos bosques ok? ~ Mais uma exigência de August, o que será que aqueles dois fizeram para deverem tanto ao nanico, pois a cada coisa que o mesmo pedia, eles apenas acatavam, assim cobrindo tanto o ruivo, quanto Gale com algumas palhas e uma lona velha por cima, claro, caso o garoto quisesse ir junto com aquele grupo.

A viagem era insuportável, mesmo com a temperatura baixando aos poucos aquele abafado fazia a dupla suar, o movimentar da carroça era extremamente desconfortável, como se uma roda fosse maior que a outra, a mesma balançava bastante ao ponto de quem não fosse forte para locomotivas vomitar na hora. ~ Iaew garoto, vamos ter um bom e longo caminho até sairmos ilesos, eu estou com bastante tédio aqui, então conte-me mais sobre você, agora baixo, não queremos ser pegos nos quarenta e cinco do segundo tempo! ~ Baixo e bem mais calmo, August tentava puxar uma conversa com Gale, algo mais para passar o tempo e também esquecer as horríveis situações que estavam passando, pois ambos estavam deitados com os braços e pernas imóveis, sendo constantemente balançados.

A carroça parava, a lona e as palhas eram retiradas. ~ Pronto, no bosque como você pediu! Agora suma daqui. ~ Lionai aparecia em frente a dupla enquanto em um pulo o ruivo saia da carroça. ~ Obrigado meu velho amigo! ~ Em um tom mais zombativo August agradecia ao mercador moreno, que é claro, não estava nada contente com a situação, bastava ver em seu rosto a expressão de zangado que se notaria sua raiva. ~ Venha garoto, me siga! ~ Disse o Vern enquanto entrava mata adentro e assim a carroça com a dupla de mercadores se distanciava.

acampamento

Alguns minutos de caminhada entre árvores e matas o nanico parava, com um gesto de silêncio ele pedia para o garoto não fazer nenhum barulho naquele momento, mesmo com estatura baixa August se inclinava um pouco para se esconder mediante a mata que cobria aquele lugar, passos curtos e silenciosos o faziam chegar a uma brecha luminosa entre alguns arbustos e ao abrir um pouco a brecha se notaria o que a dupla estava procurando, o acampamento dos agentes. ~ Pronto chegamos, acho que a noite vai nos esconder, porém precisamos fazer alguma coisa para entrar naquela bifurcação ali. ~ Disse o ruivo enquanto apontava para o que seria um pouco mais atrás do acampamento dos agentes.

O cenário era complicado, entre as ruínas e o acampamento dos agentes estava o buraco que havia sido descoberto a semanas atrás, um homem portando uma espada ficava logo ao lado do lugar, enquanto no acampamento podia se ver três homens próximos a uma fogueira que ficava no centro do acampamento, dois homens um em cada saída do acampamento, um quase que olhando diretamente para onde a dupla de historiadores estava, e por fim a sombra do que seria um outro dentro de uma das barracas. As barracas por si só eram apenas feitas de panos, quatro num total, enquanto rodeavam o acampamento apenas deixando três espaços entre elas, duas saídas onde tinham dois homens a cobrir e outra saída para a passagem. O único jeito de se chegar a passagem ou era indo diretamente pelo acampamento ou espreitando as barracas e achando alguma brecha para assim chegar ao lugar, pois pelo lado das ruínas não haviam rotas para aquela passagem.

Ilustração:


Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qui 05 Maio 2022, 01:46
GALE D. KAY
A
conteceu tudo de forma rápida, a dupla era homens que conheciam Vern, e incrivelmente deviam um favor para ele. A pressa se dava pela caça dos Agentes pelo Mercado Sombrio, teríamos que sair dali rapidamente ou eventualmente iriam nos achar. Acordaram Vern, que levantou assustado, mas avisou que iríamos partir assim que entendeu a situação, dito isto, peguei as manoplas e vesti uma em cada mão, de resto, não uma espera inútil, aprendi um pouco sobre linguagens, quem sabe aquilo fosse útil no futuro. Em segundos, já estava de baixo de feno, sorridente e ansioso para chegar nas ruínas.

A viagem não seria rápida e nem fácil, August estava entediado e queria matar o tempo querendo saber mais sobre mim, não era de se espantar, estávamos literalmente juntos numa missão que ele classificava como suicida, para mim, seria algo extraordinário. [Carismatico]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 Baaff6bad65efdec768e7f58cb32301f
Eu vim de uma ilha pequena, queria aprender sobre Sociologia antes de voltar para a Grand Line, eu pretendo ser um Pirata e ter uma tripulação forte o suficiente para chegarmos na última ilha e lá, sem sombras de dúvidas, eu acharei o One Piece!


As pessoas costumavam rir quando dizia isso, mas nunca me importei, era algo que eu havia prometido para o meu melhor amigo, iria cumprir essa promessa, nem que tivesse que enfrentar todo o Governo Mundial, ele estava me observando de cima, se eu vacilasse ou recuasse em algum momento, seria um grande insulto em sua memória. [Ambição]

A carroça balançava, não havia onde segurar, mas era um bom disfarce, pois, conseguimos sair do Mercado. A carroça parou e sem titubear saltei para fora, tirando a palha das minhas roupas, agachando algumas vezes para estalar os ossos e fazer o sangue circular. Tentando ser o mais silencioso possível, caminhei na ponta dos pés até um local onde poderíamos ver o acampamento. Segurei a respiração, cocei a cabeça e quase deixei sair um "fudeu" audível. O lugar era realmente bem protegido, tinha mais do que dois Agentes para cada, invadir seria loucura.

Conduto, não tinha como voltar atrás, esse desafio teria que ser enfrentado de frente, puxei Vern para próximo de mim e sussurrei o que pensava.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 1c44850625b3425f0830ec37e7e4c460
Temos que usar a mata a nosso favor, separá-los para conquistar, é esse o ditado né? kakaka


No local onde estávamos, podia ver um Agente mais próximo, alguns na fogueira e umas sombras espalhadas, com a passagem bem protegida, por isso, iria sugerir o seguinte. [Geografia/Liderança]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 311960e609022f80615d86d9026f2cfb
Usando essa mata e a noite, vamos assobiar para atrair esse Agente mais próximo e tirar ele de combate, depois podemos ir por trás da cabana e torcer para pegar o de lá dentro desprevenido também, pode ser?


August concordando, era hora de pôr o plano em ação. Usando a mata como camuflagem, iria esconder de modo que quando o Agente se aproximasse, não me visse, iria puxá-lo para dentro e desmaia-lo. Juntando os lábios, deixando apenas uma fresta, iria assoviar baixo, de modo que somente o inimigo próximo iria ouvir, torcendo para que sua curiosidade fosse maior que o seu senso de perigo, quando ele estivesse próximo a mata, iria esticar os braços e puxa-lo para próximo de mim, passando o braço em volta do pescoço e colocando a outra mão sobre sua boca, para que ele não gritasse. Iria apertar até sentir seu corpo mole, onde então iria soltá-lo no chão, desmaiado. Assim, iria procurar por armas e coisas em seus bolsos, para então, seguir para a próxima parte do plano. [Briga/Atletismo]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 O8Oi

Destarte, se o assobio não fosse suficiente, tentaria imitar uma coruja, que era o animal que faria sentido estar ali, bem, pelo menos tentaria imitar. De toda forma, conseguindo atraí-lo, não iria matá-lo, apenas fazer ele perder a consciência e desmaiar. Ele resistindo de alguma forma, faria de tudo para pelo menos tapar sua boca e deixar que August o imobilize e o leve ao desmaio também.


HistóricoPost: 19
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Sex 06 Maio 2022, 18:30
Post 19
Narrador
Mendonca
19:00
17ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

A noite estava começando a ficar gélida, algo natural para os habitantes da ilha e assim via-se o vapor da respiração quente saindo dos corpos alheios, recebendo o choque térmico ao encontrar com o clima frio noturno. August analisava bem a situação ao qual estava com o jovem historiador, realmente aquele acampamento era bem reforçado e guardado, poucas eram as brechas que se via no mesmo, e as que tinha era coberta por algo ou alguém, mostrando que aquele acampamento era inviolável, ou assim achava o nanico. ~ Calma garoto, temos que agir com calma, vamos seguir esse seu plano, porém precisamos de uma distração para o próximo passo. ~ Disse o pequeno homem enquanto via Gale começar a pôr em prática seu plano.

Os assobios eram bons, o som que Gale tentava retratar que era mau, fazendo o que seria seu plano infalível dar um pouco errado. ~ Quem está aí? ~ Disse o agente que estava na primeira saída do acampamento logo a frente da dupla. ~ Cala a boca Mazor, deixa de esquizofrenia.~ Se ouvia de fundo um outro agente bradando, porém não dava para distinguir quem era, pois o som vinha da direção da fogueira, onde tinham três agentes. Mazor, como haviam chamado, não duvidava do que havia ouvido, cismado o mesmo que antes estava em uma posição mais relaxada agora ficava mais rígido e fechado. A situação piorava, antes os assobios ruins agora se transformavam em péssimos gorjeios de uma coruja, apenas dando ênfase ao que o agente pensava “eu não estou louco”.

O agente não hesitava mais e seguia na direção da dupla, enquanto Gale chamava a sua atenção com aquelas imitações desprezíveis de animais, August ia se movimentando para ser o que seria o plano B do jovem. ~ Ei, eu estou lhe… ~ O agente se aproximava ao ponto de ver que tinha uma sombra na mata logo a sua frente, que era nada mais que Kay, porém antes de concluir sua abordagem, August o nocauteou com um simples ataque em sua nuca, fazendo assim o homem cair no arbusto e ser segurado pelo jovem para não fazer zoada. ~ Temos que nos apressar antes que percebam a sua ausência, temos duas escolhas, ou invadimos de uma vez, porém vai ser difícil para decifrar o código com todos eles na nossa cola, ou vamos continuar de fininho e achar alguma forma para chegarmos até a entrada, você escolhe! ~ Disse o ruivo que agora corria para direção as cabanas, ficando de costas para a entrada do acampamento como forma de se esconder.

O trio que estava na fogueira ficavam de costas para onde a dupla estava, porém após alguns minutos eles notariam a ausência do agente que cobria a sua retaguarda, o mesmo era muito falastrão e medroso, assim fazendo um dos três vim averiguar o que havia acontecido. Gale ao pilhar o agente nocauteado, acharia um simples isqueiro de ferro, um canivete suiço e um lenço.


Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Sab 07 Maio 2022, 22:08
GALE D. KAY
C
om o Agente desmaiado na mata, verifiquei se havia algo em seus bolsos, mas eram apenas coisas inúteis, mas fiquei com o isqueiro, canivete e lenço, poderia ser útil. August realmente era um sujeito duro e de grande ajuda, se não fosse por ele, provavelmente teríamos sido descobertos, destarte, não iríamos avançar muito se ficássemos nas sombras, era hora de buscar uma ofensiva mais contundente.

Ouvia com atenção as palavras de Vern, ele tinha razão e eu tinha plano.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 34aedaeed3f651c201a2f9f0e0074e95
Nós vamos fazer um pouco de cada kaka


Mostrei o isqueiro em minha mão. [Liderança]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 C56487663d3b8ea5f50302b6a8da1795
Vamos de fininho até a cabana mais próxima e vamos colocar fogo nela, assim, poderemos usar como distração e causar uma bagunça, o que acha?


Se Vern aceitasse essa loucura, iria acenar positivamente por sua confiança, era hora de aquecer as coisas. Caminhando com agilidade e rapidez pela mata, tentando não fazer barulhos altos ou sequer fazê-los, iria aproximar da cabana que ficava ao lado da entrada, sabendo que havia um Agente dentro de uma delas.

Conseguindo se aproximar como desejava, iria acender o isqueiro cobrindo sua chama com a mão livre, para mantê-lo aceso, assim, agachado próximo a tenda, colocaria a chama na parte inferior da cabana, tocaria para sentir do que era feito, notava que era de pano, o que era excelente, pois, era inflamável. Assim que o fogo começasse a pegar na cabana, iria correr para próximo às ruínas, entre a mata e a última parte da cabana. [Destemido/Lógica]

Usando o canivete, enfiava o mesmo e faria um rasgo nele para que Vern e eu pulasse lá dentro sem pestanejar, sabendo que era hora de agir rápido. Dentro da cabana, observaria rapidamente as coisas à minha volta, se o Agente que estivesse ali dentro nos visse, iria correr para a passagem de forma apressada, não poderíamos ser cercados pelos que sobraram.

Quando víssemos a passagem, usando a força das minhas pernas, tentaria correr diretamente contra o Agente que cuidava da entrada, para tentar acertar um soco em seu rosto, pegando-o desprevenido e jogá-lo no chão, abrindo uma brecha para entrar nas ruínas. Dito isto, se não conseguisse acertá-lo, iria tentar pelo menos afastá-lo da passagem, para que pudéssemos ficar de costas para ela, impedindo de sermos cercados. [Briga/Tradicionalista/Atletismo]

Doravante, se ao entrar na cabana, o Agente que estivesse ali dentro nos visse e tentasse nos atacar, colocaria meu corpo a frente e bloquearia o golpe com meus braços, ordenando que Vern pegasse o da porta da passagem. [Heroico]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 F4dada517e7579999a78cc871d26645c
Eu cuido desse, vá logo!


Conseguindo ou não bloquear, iria tentar três socos em sequência na face do sujeito, se não conseguisse acertar, pelo menos o afastaria de mim, onde usaria essa oportunidade para correr para a passagem e ajudar Vern a derrubar o Agente dali, ele tinha que ser derrubado de qualquer forma, uma vez dentro das ruínas, poderíamos usar o ambiente para pensar em algo melhor ou simplesmente começar uma pequena batalha.


HistóricoPost: 20
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qua 11 Maio 2022, 19:19
Post 20
Narrador
Mendonca
19:15
17ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

O clima esquentava, literalmente por sinal, mesmo com uma temperatura baixa e o sol já não dando mais seu calor, o jovem historiador tinha pensado em um plano, ótimo para ele, porém não tão bom aos olhos de August. Com um isqueiro que havia pilhado do agente inconsciente em mãos, ele calmamente e silenciosamente seguia pelo embrenhado das matas para não ser visto pelos outros agentes no acampamento, era possível ouvir umas e outras zoadas de galhos quebrando porém nada que chamasse tanto a atenção daqueles inimigos. Passo a passo ele seguia até o que seria a última cabana antes das ruínas, e olhando por fora o mesmo perceberia uma sombra quieta e sentada dentro da cabana, poucos assobios melodiosos eram escutados, apenas confirmando que o detentor daquela sombra não estava dormindo, ou estava, existiam casos de sonambulismo que pessoas fazem coisas parecidas, mas não era esse o caso.

O plano começava, Gale puxava o isqueiro recém roubado para começar o que seria um princípio de incêndio, ele queria fazer mudar o foco e a atenção dos inimigos para poder entrar naquele lugar com menos desvantagem, mas a sorte não estava do seu lado. Uma vez, duas vezes e até uma terceira, e nada da faísca do isqueiro criar uma pequena chama que o mesmo produzia, não sabia se era por falta de combustível ou apenas era falha mecânica, mas a zoada que o atrito da peça fazia chamava mesmo que pouco a atenção daquela sombra dentro da cabana. ~ O que foi isso? ~ Disse uma voz doce e suave, assim se levantando e seguindo na direção de onde vinha o som estranho, porém nesse momento o isqueiro funcionava, e mesmo que ofuscando a luz que a chama produzida, por um breve segundo não só Gale conseguia ver a movimentação das sombras dentro da cabana, como também quem estava dentro conseguia ver a sombra de Gale rapidamente, contudo a chama logo se alastrava pelo tecido da cabana, fazendo assim a pessoa que estava dentro da mesma sair imediatamente. ~ Fogo! Vão buscar água seu canalhas! ~ A voz doce e suave agora tinha um contraste para uma voz mais rouca e rígida.

Kay não pensava duas vezes, com o canivete logo abria a cabana ao lado para conseguir entrar junto a Vern, que é claro, não discordava de nenhuma ação do garoto, o mesmo não era muito de planos, sua vida sempre foi mais num improviso, por isso apenas deixava a tentativa de genialidade do jovem fluir, caso tudo desse errado ele seguiria sua ideia que era improvisar. Dentro da cabana eles dois avistaram o que seria a entrada para a nova passagem descoberta, e novamente identificaram um agente logo a frente sendo o segundo obstáculo que eles teriam que ultrapassar. ~ Vamos com tudo! ~ Disse August enquanto não esperava nenhuma ação do jovem, e abrindo o que seria as portas da cabana, uma simples cortina, ele passava diretamente para dentro da passagem.

Era incrível, Gale já havia presenciado a velocidade do nanico, porém ele estava descomunal naquele momento, por sua estatura pequena, e também pelo foco dos agentes estarem nas chamas da cabana ele passava como uma moto a cem quilômetros por hora, porém não poderia se dizer o mesmo do jovem historiador. Ao ir após o nanico Gale teve a sorte de não ser avistado logo de primeira pois o foco das chamas haviam se virado para o que seria o pequeno homem correndo, mas ao adentrar a passagem, todos começavam a se olhar querendo entender o que havia acontecido e era nesse momento que eles avistaram Kay. Tarde demais? Talvez para os agentes, o garoto já estava bem próximo da passagem quando começou a ser notado pelo grupo, mas logo tinha como parede o agente que cobria aquela passagem, não lhe restando alternativa a não ser atacar, coisa essa que ele apreciava.

Sua investida era uma só, seu soco poderoso seguiu na direção do rosto do inimigo, porém como com os outros agentes o mesmo apenas recebia o ataque e o defendia com o movimento do corpo, refletindo quase todo o dano do mesmo, porém o corpo do historiador ia junto assim fazendo o agente cair de costas, mas ele não se dava por vencido, segurando o braço de Gale ambos caiam dentro da passagem, rolando em uma rampa de barro não tão íngreme por três segundos até pararem, Gale aos pés de August e o agente apenas não se machucava muito se levantando ainda enquanto rolava e saltando para mais a fundo da passagem. ~ August?! ~ Dizia um outro homem nanico que agora estava a frente de uma escultura de pedra com enigmas e palavras antigas idênticas àquelas vistas no pergaminho a pouco tempo.

~ Garoto se levanta, acho que não estamos em bom número. ~ Disse August enquanto via dois agentes ao lado do seu irmão Fillipo Vern, um com uma tocha acesa e outro apenas com um fuzil apontado para o nanico que estava com as mãos algemadas, mais ao lado também estava Richard Carsen encostado a parede com as mãos também algemadas e claro, dois agentes ao seu lado, porém já esses estavam desarmados, August estava de frente a um agente extremamente denso e musculoso, que ao seu lado estava o agente que havia levado Gale por aquele deslizamento de terra, lembrando também do grupo de agentes que estavam fora da passagem que em questão de segundos desceriam para piorar mais a vida do grupo de historiadores. ~ Caralho August você nunca pensa direito! ~ Gritou Richard mostrando sua frustração com aquela aparição louca do nanico. ~ Calados! vocês continuem decifrando isso, torturem mais esse anão de jardim, podem deixar que esses dois aqui estão comigo. ~ Rouca e forte, a voz que parecia ser a em comando naquele lugar vinha do homem musculoso, com terno incompleto e apenas uma camisa social e calças sociais, ele começava a estalar os dedos enquanto seus músculos começavam a crescer ao ponto de sua camisa começar a se rasgar deixando o mesmo de busto nú, ele não tinha nenhuma arma em mãos, mas apenas pelo seu olhar e pela forma que ele se posicionava para lutar, entendia-se que ele era um lutador corpo a corpo, mas nesse momento ele não fazia nenhum movimento, apenas ficava em posição de luta esperando o que seria a oportunidade certa para um contra-ataque.

Ilustração:

Agora Gale entrava em uma saia justa, August ficava parado, não sabia o que fazer ao ver que seu irmão era refém dos agentes, sua cabeça começava a raciocinar demais, e ao pensar demais ele se perdia em meio aquele início de luta enquanto seu irmão e Richard estavam presos à sua frente. Em poucos segundos o grupo de agentes que estavam no acampamento acima apareceriam para também encurralar o a dupla, então o que faria o jovem historiador que almejava o one piece.



Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qua 11 Maio 2022, 23:42
GALE D. KAY
T
udo havia saído como planejado, ou quase isso, o que importava era que estávamos dentro do local onde a pedra do sol estava, mas não estávamos sós. Depois de rolar pelo buraco, me levantei rapidamente, esperando enfrentar o Agente que tinha caído conosco, mas quando virei o rosto, notei que tinha mais gente do que esperava. Richard estava no canto, junto de si, dois Agentes e ao fundo próximo a pedra, o que imaginei ser o irmão de August e outros dois Agentes, um deles armado.

A situação não era favorável, mas nada me desanimou, estava onde queria e com amigos ao meu lado, se fosse preciso enfrentar todos ali dentro, faria sem pestanejar. Em pé, com o peito estufado e a cabeça erguida, ajeitei meu quepe e abri um largo sorriso de orelha a orelha. [Heroico/Extravagante/Liderança]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 1c44850625b3425f0830ec37e7e4c460
August, você é rápido … eu vou segurar esses dois, vá salvar seu irmão!


Não daria tempo para o sujeito resmungar, colocava meu corpo a frente do seu com alguns passos, enquanto empurrava seu corpo para o lado. Nesse momento, estaria olhando fixamente nos olhos do Agente musculoso a frente, ele podia ser forte, mas não me intimidava, não seria ele que iria me derrotar, não aqui, sem conseguir completar a missão. [Ambição/Destemido]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 3084e14c61af206a24ea06f3706b02b7
Sou uma pedra grande demais no caminho de vocês … eu sou Gale D. Kay!


Com a palma da mão aberta e a da outra mão fechada, faria as duas se encontrar próximo do meu peito, era apenas uma demonstração de espírito para que August fosse sem pesar, pois, sem sombra de dúvidas, eu iria derrotar esses dois inimigos.

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 Dce584841e10768c0b6d8d73d75af867

Iria tentar acertar os dois de uma vez, não seria ingênuo de pensar que iria nocauteá-los nesse golpe, mas iria abrir a brecha para August avançar. Flexionando os joelhos, usaria a força do meu corpo para saltar em parábola, caindo entre os dois sujeitos, com os ombros bem abertos e os cotovelos flexionados, tentava acertar os dois com meus punhos ao mesmo tempo, com os punhos bem fechados para se conseguir acertar, jogá-los ao chão com um forte impacto no topo da cabeça. [Atletismo/Pugilista]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 D77cd2c604991de8c917057d2ab14381

Destarte, se eles se esquivarem, teria que focar em apenas um deles e assim faria, agarrando o mais leve deles, o que havia caído comigo, iria fingir um soco em seu rosto, para quando o punho estivesse próximo ao seu rosto, abri-lo e agarrar a gola da sua camisa, para então, girar meus quadris com a força do dedão do pé e arremessar o homem sobre seu parceiro, quebrando assim a linha de defesa deles, onde me possibilitava me afastar da entrada, onde provavelmente apareceria mais Agentes. [Briga]

Por infortúnio do destino, se o Agente se esquivasse do soco fake e do agarrão, iria tentar acerta-lo com uppercut com a mão esquerda, onde provavelmente seria no rosto, afinal, se ele esquivou do braço direita, seria com um passo para trás ou para a esquerda, então confiava que iria acertar seu queixo.

Em algum momento fosse atacado pelo musculoso, não recuaria, fincando o pé no chão, colocaria os braços à frente do local do impacto, para que ele não me acertasse diretamente e jogasse para o chão, precisava me manter entre eles, mantê-los ocupados comigo, eu seria a isca e com isso, ainda levaria suas cabeças comigo. O golpe vindo do mais magro, não iria cessar meus avanços para bloquear, seria uma troca de golpes justa e nada equivalente, pois seu soco poderia me ferir, mas o meu iria derrubá-lo, bem, pelo menos era o que eu acreditava com todas as minhas forças.


HistóricoPost: 21
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. ( )
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Qui 12 Maio 2022, 01:38
Post 21
Narrador
Mendonca
19:20
17ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

Em total desvantagem o grupo de historiadores começava a se mover, August recobrava a consciência ao ver o jovem garoto que antes ele chamou de esterco, tomar sobre si a responsabilidade de segurar os dois agentes logo a frente, claro, não seria uma tarefa fácil para o protagonista, mas sua personalidade impulsiva e heróica não deixavam ele pensar sobre isso. ~ Não garoto, temos que fazer isso juntos! ~ August finalmente entrava de vez no campo de batalha, porém eles tinham uma enorme fraqueza, a desvantagem numérica.

Gale não hesitava, mesmo com as palavras de August sobre não querer heroísmo por parte do jovem, ele avançava para a dupla de agentes, sua investida era um grande soco aéreo que visava acertar os dois inimigo de uma vez só, do alto para o chão, porém ele não tinha êxito, os dois agentes apenas se distanciaram um do outro seguindo um para direita e outro para esquerda e esquivando do golpe do garoto, porém essa era a intenção do mesmo, ou assim passou a ser, quando no mesmo momento que o seu punho chegava ao chão, ele seguia com um novo ataque como um gancho de esquerda na direção do agente músculos. Em movimentos rápidos e um combate corpo a corpo entre tanques de guerra, o gancho tinha acertado o rosto do agente com firmeza, porém ao contrário dos outros esse já não redirecionava o dano do ataque diminuindo o dano recebido, ele apenas recebia em cheio do soco virando o rosto após levar o dano e voltando novamente seus olhos para Gale, um sorriso animado provinha do homem, parecia que o mesmo havia encontrado o que procurava por um bom tempo. ~ Finalmente alguém a altura! ~ Disse ele após receber o soco de Gale e se manter em pé, algo que era incrível para qualquer um dos agentes naquela ilha, assim dando alguns passos para trás para enfim entrar de vez no combate.

August começava a sua luta individual com o outro agente, porém era interrompido ao ver que outros agentes adentraram a passagem, em torno de quatro agentes desciam a rampa do deslizamento de barro, uma mulher e outros três homens, e isso apenas piorava a situação naquele lugar. ~ Irmão, se lembra o que estava escrito? “O que é bem e mal, mas…” eu consegui entender o final! ~ Fillipo começava a gritar para seu irmão, a conversa entre eles só era possível ser entendida pelo grupo de historiadores que sabiam que aquela frase era a frase decifrada na parte do enigma da caverna, assim fazendo não só August olhar diretamente para Fillipo, mas Richard também voltar a suas atenção ao homem. ~ Estava errado a última palavra, irmão, a frase era “O que é bem e mal? Cabe o destino decidir” Então seguindo o alfabeto do tempo perdido, e ajustando as letras… ~ O nanico começava a mexer naquele grande circulo de que parecia ser a porta para algum lugar, algo como uma chave que levava para o que seria dentro das ruínas, girando para um lado e para outro, como se fosse um cofre. ~ Destino! ~ Ele gritou e no mesmo momento um estrondo se ouvia e sentia dentro daquela passagem, um grande tremor que rapidamente era seguido por uma abertura em todo aquele chão coberto por plantas e vegetais, sim o chão do lugar cedia, e todos que estavam dentro da passagem, até mesmo os que estavam na rampa do deslizamento eram pegos de surpresa e também caiam.

Agora Gale era separado de um todo, cada quadrado daquele lugar após ceder era dividido em partes, como se cada pessoa tivesse entrado em uma grande tubulação dividindo o grupo, Kay não sabia mais onde estavam os outros, porém uma certeza ele tinha, na mesma tubulação de concreto que ele estava, o agentes musculoso também estava. A descida não era longa, porém ela fazia algumas curvas e não tão íngreme, porém impossível de quem caísse na mesma conseguir parar seu corpo a aquela velocidade, assim apenas sofrendo o dano cada vez que realizava uma curva ou uma descida.

Os dois caiam em um corredor, tinham ficado por pelo menos dez segundos dentro da tubulação com a sensação de cair cinco metros a baixo, e ao caírem viam a tubulação fechar sobre suas cabeças, ficando em um corredor não tão estreito com três metros de largura e quase que quinze metros de comprimento, ficando a dois metros de uma parede a suas costas. ~ Mas que porra aconteceu! ~ Gritou o agente que logo se levantava, no mesmo momento na parede que estava a dois metros de suas costas, lanças eram espetadas e outras laminas e a mesma começava a se movimentar encurralando os dois para que prosseguisse para o fim do corredor.

No corredor era possível ver vários buracos nas paredes e no teto, como também no chão era caracterizado por pequenos quadrados que cabiam apenas o tamanho de um pé tamanho 45. O fim do corredor era escuro, porém era possível ver uma saída com espaço de apenas um metro para se passar. O agente ao ver a parede se mover não pensava duas vezes em começar a correr para o fim do corredor, porém no primeiro passo que dava nos quadrados que tinha ao chão, uma grande lâmina passava à sua frente cortando qualquer coisa que passasse, dando a entender aos dois que estavam ali que, aquele corredor era coberto de armadilhas, porém a dúvida seria, o agente iria cooperar com Gale para saírem dali vivos, ou ainda continuaram o embate agora com o agravante das armadilhas.




Mendonca
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 9115b43788047938545d2ba18017928a
Créditos : 32
Localização : Stevelty - North Blue
MendoncaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1237-gale-d-kay#11767 https://www.allbluerpg.com/t1239-o-proximo-nascer-do-sol
Re: O Que Sobra Disso Tudo Sex 13 Maio 2022, 22:52
GALE D. KAY
E
stava com a garganta cheia de poeira, tossia seco e mal tinha entendido o que tinha rolado. Os olhos mal acostumados com a escuridão inebriaram minha visão, ao que parece, tínhamos sido sugados por um canal que levava para uma sala secreta da caverna e para piorar, um dos Agentes tinha vindo comigo. Coçando minhas vistas, logo me pegava parado em um corredor escuro, com diversos buracos nas paredes e pequenos quadrados no chão. O agente, apressado, deu um passo e quase foi perfurado por uma lâmina. O local tinha armadilhas.

Para piorar, uma parede com lanças ao pouco deslizava em nossa direção. Era muito azar para um dia. Primeiro, pensei em correr, mas sabia que não era rápido o suficiente, seria acertado por uma lança ou algo pior. Como um estalo, tive uma ideia que poderia dar certo … ou não. [Lógica/Historiador]

O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 1fd809f07cd3185249a14aebd6c587d0
Ei, babaca … faz o que eu fizer ou tu vai dessa pra melhor


Não tinha porque enfrentar as armadilhas, era melhor acompanhar a parede. Quando a parede de lanças chegasse perto, iria pular nela e segurar com as duas mãos em dois cabos e pisar com os pés em outras duas pontas, sabia que as armadilhas que fossem ou se fossem acionados, não me aceitariam, não precisava correr pisando em coisas que não devia, era um plano perfeito. [Atletismo]

Esperava que o Agente fizesse o mesmo, até ajudaria se fosse preciso, não tinha porque morrer naquele lugar. Dando certo me pendurar e seguir conforme planejado, quando estivesse perto da porta de saída, que tivesse espaço o suficiente para pular e passar pela porta, assim faria. [Heroico]

Se em algum momento o Agente tentasse me atacar, iria empurrá-lo para longe, querendo que ele pise em alguma armadilha, sempre me segurando nas lanças, ficaria atento para não cair. Por infortúnio, não conseguisse me segurar, não iria entrar em pânico, acenderia o isqueiro e iluminaria o local onde fosse pisar, tentando notar algum padrão entre eles, para saber onde pisar e onde não pisar. Assim iria caminhando com certa pressa. Se alguma lança ou qualquer outra coisa pontiaguda tentasse me acertar, tentaria sair do caminho me movendo para trás, com cuidado para não cair nas lâminas.

Quando chegasse na porta, não abaixaria a guarda, se fosse preciso usar a força para empurrar o Agente para trás, faria, não iria deixar ele me empurrar, usaria braços e pontapés. Destarte, se conseguisse ambos passarem sem precisar de empurrões, agiria normalmente. Quando ou se atravessarmos a porta, respiraria fundo e iria observar onde estávamos e ficaria atento a novas armadilhas.


HistóricoPost: 22
Nome: Gale D. Kay
Profissão: Arqueólogo
Proficiências: Criptografia | Geografia | História | Investigação | Lógica | Sociologia
Qualidades: Carismático | Destemido | Talentoso | Hipoalgia | Liderança
Defeitos: Ambição | Heroico | Impulsivo | Sono Pesado | Tradicionalista (Pugilista)
Ganhos: Pericia Atletismo;
Perdas: -x-
Localização: North Blue - Stevelty
Objetivos:
- Encontrar um Poneglyp. ( )
- Começar uma Caça ao Tesouro. ( )
- Me tornar um Pirata. (?)
- Aprender Atletismo. (x)
Pontos de Vida: (atual) 10400/10400 (Inicial)

Mizzu
Ver perfil do usuário
Imagem : O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 JN4ZG4i
Créditos : 34
Localização : West Blue - Reino de Illusia
MizzuCivil
https://www.allbluerpg.com/t1740-hayashi-y-mizzu https://www.allbluerpg.com/t1746-o-peso-de-uma-derrota#18582
Re: O Que Sobra Disso Tudo Seg 16 Maio 2022, 17:37
Post 22
Narrador
Mendonca
19:25
17ºC
O Que Sobra Disso Tudo
Historias e antiguidades, será que a
marinha consegue parar isso?!

A armadilha estava pronta, agora era só questão de tempo para aqueles dois ou serem aniquilados por elas, ou terem êxito na passagem daquele corredor, porém existia um grande impasse entre os dois, por nenhum momento aquele agente musculoso se sentia propício a entrar no acordo de cessar fogo que Gale havia proposto, e isso era ruim, bem ruim para o jovem historiador. ~ Babaca? Quem você pensa que é para mandar em mim, seu verme! ~ Novamente estalava os dedos das mãos, colocando um punho sobre o outro. ~ Apenas o governo mundial terá acesso ao que está escondido nessa caverna, se for preciso que eu morra, mas lhe leve junto comigo, assim farei! ~ Gritou o agente enquanto via Gale começar o que seria seu plano de fuga das armadilhas.

Toda aquele corredor era bem organizado e arquitetado, era difícil achar brechas nele até mesmo poderia se notar que as armadilhas eram um tanto que arcaicas e velhas, porém seu funcionamento e seu estado estavam normais, algo incrível para se ver em um lugar como aquele, ficando a pergunta, por que toda aquela engenhosidade e tamanha destreza dentro das ruínas daquela ilha? Algo estava guardado nas entranhas daquela caverna e que pelo visto não era lá bem vindo para forasteiros. Gale tinha a genialidade de se pendurar entre as lanças e lâminas que tinham sobre a parede, que aos poucos ia se movendo encurralando a dupla, porém o que ele não esperava era que aquele corredor também tinha uma outra armadilha para parar qualquer tipo de espertão que tentasse realizar tal ato. Quando as lanças sentiram o peso do jovem sobre elas, a parede se movimentava bem mais que o normal, como uma infantaria de espartanos que empurravam seus inimigos com seus escudos enquanto seguravam suas lanças também contra eles, a parede começava a pulsar, realizando movimentos de retrair e avançar, fazendo com que quem estivesse sobre as lanças e lâminas não aguentasse o chacoalhar e fosse jogado para trás, e era isso que acontecia com Kay, além de acelerar a velocidade que a parede seguia para o fim do corredor, ele estava quase que sendo lançado para o chão devido ao movimento.

O agente vendo a situação não pensava duas vezes em piorar a vida do historiador, seguindo a ideia do mesmo, o musculoso apenas tentava pegar Gale pelos braços para assim empurrá-lo nas lâminas da parede, mas o mesmo ainda sim era impedido pelo jovem, com um empurrão com uma das mãos, Gale desequilibrava o agente, porém na mesma forma que ele desequilibrava o inimigo, o mesmo com apenas uma mão segurando as hastes das lanças se desequilibrava, juntamente com o pulsar da parede mais também que o agente segurava a mão do jovem para não cair só, ambos eram jogado para longe da parede de lança, ficando cerca de três metros de distância da mesma e caindo ao chão um ao lado do outro.

No chão ambos sentiram que o quadrado que estavam cedia um pouco, era como um gatilho para algo fazendo assim o agente na mesma hora se levantar, porém ficava de joelhos ao sofrer ataque de flechas e lâminas que acertarem seu tendão direito, as flechas e lâminas também iam na direção de Gale que no chão teria que ver alguma forma de se esquivar, pois abaixar não seria uma boa opção, e pior ainda seria pular pois uma grande tora de madeira vinha em sua direção como uma balança com enorme pressão, a mesma seria para caso o intruso pulasse das lâminas ao chão, ele receberia esse ataque que mesmo que não fosse fatal, o empurraria para a parede de lâminas que estava às suas costas. Gale estava a frente do agente, após o agente tinham três metros de distância para a parede de lâminas, porém a frente do historiador vinha a tora de madeira que saía das paredes daquele corredor e após o impacto voltavam para dentro da parede. O que faria o jovem, qual seria a tática do historiador, sabendo que aquele agente seria mais um, além das armadilhas, que dificultariam a vida do jovem.


O Que Sobra Disso Tudo - Página 3 Unknown