Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Sharp Teeth and Hard Fists.Hoje à(s) 10:56 pmpor  KiraArt. 2 - I truly hate itHoje à(s) 10:22 pmpor  RyomaCabras da Peste, vol 2- Tacando merda no ventiladorHoje à(s) 9:53 pmpor  SubaéCapítulo I – O Espetacular Takeshi IsamuneHoje à(s) 9:38 pmpor  FormigaVirando a casacaHoje à(s) 9:35 pmpor  HoyuHany G. DrezatHoje à(s) 9:12 pmpor  RyomaOs Monarcas - I Efeito BorboletaHoje à(s) 8:46 pmpor  Shinto1° - Caminhos entrelaçados, o alvorecer da aventura!Hoje à(s) 8:26 pmpor  SaruTake 1 – Soneto a Quatro MãosHoje à(s) 6:49 pmpor  BlossomShiori MiyamotoHoje à(s) 4:58 pmpor  Ryoma
 :: Oceanos :: Blues :: North Blue :: Swallow
Página 1 de 4 Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador XqxMi0y
Créditos : 15
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
I - A Selvagem e o Sonhador Qua Maio 19, 2021 7:27 am
I - A Selvagem e o Sonhador

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Agentes Adam James e Freya Lognach. A qual não possui narrador definido.

_________________

I - A Selvagem e o Sonhador J09J2lK
Dio
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador C13e7f371b14f93e91808200631b8a81
Créditos : 07
DioInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t462-adam-james https://www.allbluerpg.com/t466-i-a-selvagem-e-o-sonhador
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Qua Maio 19, 2021 3:07 pm


Quanto tempo já havia se passado desde que eu comecei ?... Aaah… Essa dor de cabeça está me matando ! Preciso resolver e seguir em frente logo, não posso ficar preso nessa ilha para sempre, sabe ? De toda forma, vamos levantar primeiro e logo eu resolvo isso, afinal… Tenho muitas coisas para fazer hoje.

Acordando possivelmente em um dos alojamentos dos Agentes me aprontava com as minhas necessidades básicas e um bom banho antes de me vestir conforme o dia fosse propício, já que Swallow é uma ilha um tanto quanto complicada de se lidar ao ter dias sutilmente quentes e outros muito frios, o resultado sempre acabava com uma dor de cabeça e o meu nariz escorrendo coriza pelas mudanças de temperatura, mas isso pouco importava no momento - Preciso pegar logo uma missão… Não é possível que aqueles caras querem me manter preso por aqui para sempre ! - Conclui comigo mesmo ao olhar para o céu do lado de fora, recebendo um breve vislumbre de como seria o dia de hoje.

Com um leve suspiro, mantendo a cabeça erguida e sem ligar muito para os outros, andava tranquilamente enquanto observava o meu redor ao seguir para um dos meus lugares favoritos até então que seria a Cantina, pelo menos era uma boa forma de descontrair a cabeça e pensar um pouco melhor com o bucho cheio em como prosseguir com o que era necessário, além que a minha experiência de vida me ensinou que a melhor forma de conseguir alguma informação por aqui era por lá.

Pegando uma das Travessas e me colocando na fila, apenas esperava que uma das minhas Tiazinhas preferidas me atendesse, já que se não houve nenhuma mudança ultimamente na Cantina, eles provavelmente ainda funcionam iguais aos Quartéis e seria um saco de lidar com alguém problemático - Eai, algum papo bom hoje por aqui ? - Perguntei dando a entender que estava interessado nas novidades do dia - Entendo, parece que as coisas não são mais as mesmas. Aah… Um pouco mais de Carne. Por sinal, finalmente apareceu alguma Missão ? - Responderia, trazendo a pergunta sobre alguma possível Missão se fosse uma das Tias ou garotas de minha preferência - Bom…  E alguma novidade do Ferreiro ? Tô precisando visitar ele de certa forma - Finalizando com uma sutil piscadela como agradecimento me sentaria em uma mesa próxima para comer.

Finalmente de bucho cheio, se não houvesse mais nenhum problema ou assunto interessante, iria em direção da Ferraria para colocar as coisas em dia e finalmente alavancar nos Ranks - ALO, ALOOO ! Por acaso tem gente em casa ?! - Anunciava em voz alta com um tom descontraído no momento que adentrava para observar o local dos Ferreiros, esperando ser atendido de preferência por uma garota bonita.


Histórico:
Nome: Adam James
Posts: 01
Ganhos:
- N/A

Perdas:
- N/A

Dinheiro – Bolso: 250.000 B$

Inventário:
-

Qualidades::
-

Defeitos:
-

Perícias:
-

Saúde:
-  Ainda Vivo !

Cor da fala: - Fala

Objetivos:
• Espancar vagabundo na Rua e Receber por isso
• Dar um cheiro na Freya
• Aprender Perícias de Ferreiro
• Chorar por um par de Equipamentos de Graça
• Pontos de Interesse sobre Cientista que envolva a Flor chama Olhos de Rapina




Última edição por Dio em Qua Maio 19, 2021 7:48 pm, editado 1 vez(es)

_________________

I - A Selvagem e o Sonhador CcCiupc
Freya
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador FbSLrsR
Créditos : 20
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Qua Maio 19, 2021 6:11 pm
Hunter
My mind is rage and glory. My heart is fire and pride. My body is grace and power.





O dia já estava inteiro na minha mente. Precisava dos meus pirulitos, eles tinham acabado a algum tempo e ficar sem eles era estressante, ao menos, ainda tinha aqueles papéis de suporte que o velho deixou comigo pra resolver essas coisas. Por isso começaria meu dia indo até alguma loja de comida, para comprar meus pirulitos e tomar meu café da manhã.

Já iria direto nas lojas mais próximas conhecidas, já que tô a algum tempo na ilha. A busca deveria ser tranquila. Quando chegasse no lugar entraria já pedindo.-Quero Pirulitos, dois sacos de 10 por favor.-Eu acho que estou indo bem nestes anos desenvolvendo minha linguagem. Talvez eu tivesse acertado dessa vez, já que venho tentando há um tempo ajustar o modo de falar.

Talvez o sotaque estranho e a fala arrastada aos poucos sumissem… Esperava que sim depois de todo esse trabalho pra não dar na cara uma origem diferente, apesar de ter muito orgulho de de onde venho. Não há uma razão pra gerar estranhamento nas pessoas, mais do que a cauda e os pelos já pareçam gerar. Ainda não entendi exatamente as razões dessa estranheza.

Tudo bem. As pessoas fora da selva são estranhas. Depois que ele me desse os doces, daria o dinheiro que ele pedisse, contaria as notas devagar pra ter certeza que não tava passando errado pra ele. Então iria para o QG lá poderia comer comida tradicional, já com um dos pirulitos na boca, iria degustando ele até o lugar antes do meu café da manhã.

No QG, quando chegasse iria primeiro ao refeitório onde me serviria do que estivesse disponível no momento. -Obrigada.- agradeceria a pessoa que cuidasse da cantina pela refeição. Comida é importante pra caçada, nunca achei que fosse poder comer tanto sem precisar de um investimento grande de tempo, as vezes sinto um pouco de medo de isso me deixar mole.

Comeria tudo tranquilamente na bancada até terminar, passaria a língua no prato para não deixar nenhuma sobra e aproveitar o máximo que desse. Por fim, hora de ir ver o que a organização quer de mim. Espero eu que algo que seja produtivo, quero caçar, quero realmente poder derrubar uma presa hoje, e começar a colecionar meus troféus.

Então indo até o superior apenas diria.-Quero uma missão, de preferência uma caçada.- e olharia em volta observando quem estava por ali, era provavel que fosse designada a trabalhar com o cara barulhento. Ele parece estar mais barulhento hoje, o que não me espanta. Eu vi ele de relance certas vezes, mas em principal ouvi algumas falas assim.

Histórico:
Nome do Player: Freya Lognach
Nº de Posts: 01
Contagem do Vício: 1/10
Ganhos: N/A

Perdas: N/A

Proficiências:
• Acrobacia
• Briga
• Atletismo
• Sobrevivência
• Caça

NPCs: Nome do NPC/ Relacionamento
Extras:
Localização:

Objetivos:
- Conseguir comprar pirulitos.
- Fazer duas missões.





My heart is fire and pride!





_________________

I - A Selvagem e o Sonhador 7292kUa
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador Da52343c7d1c5d679a3a8c0c40abf213
Créditos : 13
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t342-lucy-von-kral#1009 https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1160
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Qui Maio 20, 2021 11:38 am
Sonho Selvagem

A grande estrela de tons amarelos brilhava forte no céu do North Blue e iluminava com grande clareza a ilha de Swallow, uma ilha que poderia ser considerada pacífica dentro os seus termos com uma criminalidade dentro da média. Freya já estava acordada quando Adam levantou de sua cama sentindo a natural coriza em seu nariz pelo dia estar mais quente que ontem e a mudança de temperatura lhe causar alguns pequenos problemas nasais.

O agente, cansado de estar parado durante muito tempo e até mesmo desesperado por uma missão começava a se mover pelo quartel da marinha estando já arrumado e entrando no refeitório em que estavam servindo os cafés da manhã. O refeitório se comportava como pequenos grupos em trios e quartetos e ao avistar a sua favorita merendeira, aproximava-se com um bandeja em uma pequena fila e ao chegar em sua vez. – Ih, meu querido, as coisas estão fervendo, hehe. – Ela servia um pouco mais de carne no pão com carne louca. – Uns malucos aprontaram no porto, incediaram uma construção ali perto, mas a marinha tá encima deles já. Também tem um nobre meio perdido pelo quartel, parece que aconteceram algumas coisas com ele. Acho que vão mandar alguns agentes averiguar. – Comentava a tiazinha de cabelos presos em uma touca branca com um corpo largo e avental de mesma cor com um uniforme azul de pano por baixo. – O ferreiro e os seus ajudantes estão lá, parecem desocupados no momento. – E ela comentava, deixando que James não prendesse mais a fila após a leve conversa da qual eles tinham, colocando um pedaço de melancia a mais para que o garoto pudesse aproveitar.

Com o bucho cheio, um homem lhe chamava para as salas do agente superior e parecia que o ferreiro teria que ficar para outra hora já que alguma coisa mais importante aparecia. Durante esse momento de Adam levantar, Freya já teria realizado as suas compras com alguns olhares estranhos, porém um vendedor gentil que rapidamente pegava os dois sacos de pirulito contendo dez em cada. – Agradeço, senhorita, volte sempre! – E o valor de cem mil berries (100.000 B$) pelos pirulitos.

A refeição do café da manhã estava recheada de opções com pães, frutas e frios dos quais a garota poderia escolher conforme a sua vontade e após a sua refeição ela poderia ver o garoto de cabelos brancos conversando com a merendeira e posteriormente sendo chamado por um agente de terno. Este mesmo homem, rapidamente se aproximava de Freya com um semblante casual. – Senhorita, o superior está lhe chamando para a sua sala. – E após o aviso o homem saia.

Lognach era a primeira a chegar na sala do superior e rapidamente lhe dava a sua fala, querendo uma caçada e depois chegava um homem barulhento, vulgo Adam, fazendo barulho com um Alo! – Quieto. – O superior era um homem de cabelos brancos com rugas em seu rosto, sua barba era bem feita e vestia um terno de qualidade. Seus óculos passavam uma expressão mais firme e ele retirava uma pequena pasta de documentos de uma de suas gavetas e colocando sobre a mesa de madeira. – Enviarei vocês em um quarteto em uma missão de busca e apreensão de um animal de um nobre que foi sequestrado por criminosos. A operação é sigilosa e temos uma região em que sabemos que eles estão. – O homem começava a passar as informações da missão. – Essa missão será liderada por Lúcio Tavares, um agente pleno. Porém, não é tão simples como parece e necessitará que vocês tenham o máximo de cuidado, pois o nobre acompanhará vocês durante essa missão e vocês deverão protege-lo sobre qualquer circunstância.

O homem dava uma pausa. – A informação que temos é que essa pequena organização contém seis integrantes que estão armados com armas de qualidade baixa. Para agentes treinados, não deverão ser uma dificuldade. – Dava uma leve pausa. – Você se encontrarão com Lúcio daqui duas horas na porta da frente do quartel, sairão todos juntos. Outras informações estarão com ele. Alguma dúvidas? Caso não tenham, dispensados. – Terminava.


Histórico:
Dio:

Freya

Ganhos: 2 Sacos Contendo 10 Pirulitos Cada (Post Nº2)
Perdas: 100.000 B$ (Post Nº2)



_________________

I - A Selvagem e o Sonhador B7iCY2j
Freya
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador FbSLrsR
Créditos : 20
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Qui Maio 20, 2021 10:02 pm
Hunter
My mind is rage and glory. My heart is fire and pride. My body is grace and power.





Os pirulitos tinham dado certo, o café da manhã era bom pra forrar estômago. Estou tranquila agora, certamente tudo nos conformes. Então mais uma vez eu estava certa, vou trabalhar com o cara barulhento, mas ao menos a missão era de fato boa. Ela estava dentro do tipo de ação que me agrada trabalhar com.

Ouvi o que ele disse e fui gravando as informações. -Sem dúvidas.-Disse isso e fui saindo do lugar, onde iria agora aproveitar para me preparar. Faria alguns alongamentos para deixar meu corpo no melhor estado possível, e apenas um minuto de corrida no pátio, para esquentar meu sangue.

No fim, me esticaria, relaxando os músculos e em seguida indo em busca de uma arma para levar a missão. Iria querer um martelo. Por isso caminharia com tranquilidade até o local, onde perguntaria para quem estivesse por lá.-Gostaria de um Martelo de Guerra de haste longa para a missão que vou fazer.- Comentei de modo leve, e simples.

Onde iria esperar para receber minha arma, e se isso fosse possível, já pegaria ela me movendo para o local da espera, onde aguardaria pela chegada do tal do homem com mais informações da missão. Eu poderia fazer outras coisas nesse tempo, mas sinceramente meu foco por hora estava em ir numa caçada, estava me sentindo ociosa e não gostava disso.

A necessidade por emoção era o que me movia por enquanto, e não havia muito mais que pudesse fazer senão aguardar o fim das duas horas de espera, ficaria no ambiente testando o movimento do martelo, o peso, balanço, força, e tudo.

Histórico:
Nome do Player: Freya Lognach
Nº de Posts: 02
Contagem do Vício: 1/10
Ganhos:
• 2 Sacos com 10 Pirulitos cada.

Perdas:
• 100.000 B$

Proficiências:
• Acrobacia
• Briga
• Atletismo
• Sobrevivência
• Caça

NPCs: Nome do NPC/ Relacionamento
Extras:
Localização:

Objetivos:
- Conseguir comprar pirulitos.
- Fazer duas missões.





I'm a star that's just a black hole now!





_________________

I - A Selvagem e o Sonhador 7292kUa
Dio
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador C13e7f371b14f93e91808200631b8a81
Créditos : 07
DioInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t462-adam-james https://www.allbluerpg.com/t466-i-a-selvagem-e-o-sonhador
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Sex Maio 21, 2021 12:42 am


Como sempre, nada melhor do que a Tiazinha do Refeitório para contar as novidades do dia e ainda ganhar um pouco a mais de comida para agradar o estômago… Mas não posso mentir que foi um tanto quanto surpreso em ver alguém vir atrás de mim para oferecer uma missão, já estava começando a me perguntar com qual tipo de voadora eu deveria invadir a Sala do Chefe, infelizmente não era hoje que faria isso, mas que a vontade de dar um tapa na testa gigante desse velho mesquinho é real ! OOOH SE É ! - Oshe… Precisa dessa ranzinza toda para dar uma missão agora ? - Respondi automaticamente ao revirar os olhos sem dar interesse para continuar qualquer conversa enquanto apenas olhava o local sem me importar muito, mas ainda prestando atenção nas informações que por sinal… Olhe… Eu não sou de me entregar, mas nessa Loirinha eu me jogo inteiro viu… Apesar de ser um pouco mais robusta, não vou dizer que a vista não é boa, é como as pessoas dizem, Charme né?

Continuando a admirar o melhor conceito de Selvageria em pessoa, apenas observava ela sair da sala com uma das mãos segurando o queixo de não cair me perguntando se devia dar uma investida no meio da missão se aparecesse a oportunidade - Olhe… Se tem uma coisa que não dá pra reclamar é que o Governo não tem mulher bonita, viu? Bom, vou me indo… Falou Tiozão, a gente se esbarra por aí. - Respondi já me colocando em movimento pra não ouvir os sermões da 3° Idade ecoar pelos meus ouvidos, ninguém merece !

Aproveitando do meu tempo e sem um pingo de pressa, me colocaria em direção da Ferraria para pedir os meus equipamentos e quem sabe alguém que me ajudasse em uma dúvida pertinente que eu sempre tive - Eai minha trupinha do mal ! Tou precisando de um help aqui de vocês. - Anunciava em voz alto a minha chegada com um leve aceno de mão descola - Então… Eu preciso de um Par de Sapatos, um Par de Luvas de Combate e alguém que me responda e explique uma dúvida que eu sempre quis saber… Por que meu avô sempre falou que Física é tão importante pra Forja ? - Eu tinha uma margem de algumas horas… Não custava nada tentar tirar proveito disso para aprender algo, certo ?




Histórico:
Nome: Adam James
Posts: 02
Ganhos:
- N/A

Perdas:
- N/A

Dinheiro – Bolso: 250.000 B$

Inventário:
-

Qualidades::
-

Defeitos:
-

Perícias:
-

Saúde:
-  Ainda Vivo !

Cor da fala: - Fala

Objetivos:
• Espancar vagabundo na Rua e Receber por isso
• Dar um cheiro na Freya
• Aprender Perícias de Ferreiro
• Chorar por um par de Equipamentos de Graça
• Pontos de Interesse sobre Cientista que envolva a Flor chama Olhos de Rapina



_________________

I - A Selvagem e o Sonhador CcCiupc
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador Da52343c7d1c5d679a3a8c0c40abf213
Créditos : 13
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t342-lucy-von-kral#1009 https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1160
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Sab Maio 22, 2021 10:36 pm
Sonho Selvagem

As falas eram claras e curtas para a selvagem garota que ao confirmar o seu comprometimento com a missão saia para começar seus aquecimentos antes da missão e encontrava um local perfeito para tal, não havia muitos marinheiros no pátio e os que estavam estavam tão preocupados com os seus próprios treinos que não ficavam com olhares maldosos em Freya.

A garota realizava diversos aquecimentos deixando o sangue fluir mais rapidamente em suas veias conforme a adrenalina subia e aquilo confortava os eu sentimento de não ficar ociosa. Esses primeiros movimentos a colocavam mais firme para encarar a missão e após terminá-los, sentia um leve calor no corpo devido ao clima que mostrava-se mais acalorado naquela manhã.

Nesse meio tempo de aquecimentos e exercícios físicos, Adam deixava soar um comentário quando Lognach saia da sala que escutava, porém, primeiramente, parecia ignorá-lo ou apenas sequer ter ouvido direito qualquer palavra. O seu superior lhe olhava com um ódio, porém no momento que começaria as broncas, rapidamente James se livrava daquilo, o que já era comum dentro da organização e nada apreciado por desafiar as entidades superiores.

Lognach aproveitava ao fim de seu treinamento passar no arsenal e em seu caminho via o despreocupado e barulhento homem de cabelos brancos do qual compartilharia a missão passando na forja que era em corredores parecidos. No arsenal, um jovem marinheiro a atendia com um sorriso no rosto. – Ah, um martelo? Ok. Me dê um momento. – Ele entrava dentro dos corredores com os armamentos e retirava um martelo de ferro. – A qualidade deste já foi melhor, é uma arma bem mediana, porém, é o único que tenho no momento. – Freya avaliaria a arma como sendo uma clássica, a qualidade era baixa e não duraria muito, porém tinha mais força que uma arma gasta.

Nesse tempo, Freya se adiantava, já ansiosa pela caçada e não querendo ficar parada. Ela chegava antes que qualquer um na frente do quartel e começava a praticar um pouco com a sua arma, ela sentia que o martelo tinha mais peso que o correto e o seu balanço pendia para um dos lados, a haste era boa, porém estava gasta e teria ficado lisa, ou seja, nada era bom o bastante naquela arma.

Enquanto isso, na forja, Adam anunciava a sua chegada e era recebido por um “Ooopa”. E um jovem garoto por volta dos dezesseis anos era quem se aproximava, seus olhos eram nítidos de uma empolgação e enquietação. – Ok, OK. Luva de Combate. Ok. Sapatos. Ok. – O homem rapidamente começava a correr pela forja indo em uma parte. Quanto a resposta de sua pergunta, era totalmente ignorada pelo garoto. – Em geral, físicas são usadas primodialmente em armas de fogo ou de longa distâncias. Há todo um princípio envolvido em relação aos seus usos. – Comentava um homem mais velho que começava a bater em um metal quente utilizando um martelo.

Em menos de um minuto, o garoto agitado voltava com os dois itens pretos em mãos. – Não é o meu melhor trabalho, mas garanto que servirá. Tem pequenos pedaços de metal nos pontos críticos que funcionará para causar mais dor ao filha da puta que você enfrentar. Hehe. É isso. Mais alguma coisa? – E ele continuava daquele jeito agitado como se tivesse tomado uma xícara de café.


Histórico:
Dio:
Ganhos: Par de Sapatos (Arma Clássica) (Post Nº2)
Luvas de Combate (Arma Clássica) (Post Nº3)

Perdas:

Freya
Ganhos: 2 Sacos Contendo 10 Pirulitos Cada (Post Nº1)
Martelo de Haste Longa (Arma Clássica) (Post Nº2)

Perdas: 100.000 B$ (Post Nº2)


_________________

I - A Selvagem e o Sonhador B7iCY2j
Freya
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador FbSLrsR
Créditos : 20
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Dom Maio 23, 2021 12:24 am
Hunter
My mind is rage and glory. My heart is fire and pride. My body is grace and power.





Ele me deu um martelo, isso era suficiente. Pude ficar o testando, o que foi interessante, quando eu usava aqueles ossos pra esmagar coisas era diferente. Esse tinha todo um modo de ser trabalhado. Claro que usar fêmur de alguma criatura às vezes não é o ideal… Entretanto ele tinha um charme, por que ele pesava mais pra um lado.

Eu escorei ele no ombro após todos os testes, estava começando a ficar impaciente, mas até ali tudo bem, havia chegado cedo, então nada demais ainda não ter ninguém ali por enquanto. Mas era importante pensar nisso agora? Não, era importante estruturar minha ideia de caçada.

A princípio tínhamos que recuperar um animal e derrubar alguns caras, vamos ter 4 membros no bando de caçada. Então me sentaria recostando num canto de parede colocaria minha unha do indicador para fora começando a usar ela pra riscar o chão.

A estrutura era um bando de 4, uma pessoa devia focar em conseguir o animal, os outros três se livrar de inimigos que estivessem por ali, esse era meu pensamento. Aliás, eu poderia focar em derrubar o máximo deles que conseguisse, era uma boa forma de começar com tudo.

Bem, havia um superior a quem a gente estava submetido então talvez ele fosse comandar a operação, apesar de que eu realmente gostaria de assumir esse papel. Seja como for, é melhor observar como ele faz as coisas, tenho pouca experiência nesse mundo deles.

Quando as pessoas fossem chegando eu iria fazer um check visual, observar como eles eram e como se portavam. Ficaria em silêncio, ouvindo, assimilando e compreendendo melhor eles. Se falassem comigo, me cumprimentando ou algo assim acenaria com a mão levantando ela levemente.

Porem apenas isso, se eles insistissem em me cumprimentar verbalmente de alguma forma, responderia.-Olá- deixaria a palavra escapar de modo simples, apenas para responder ao que o momento exigia. Afinal, não havia muito o que dizer até que a missão iniciasse.

Histórico:
Nome do Player: Freya Lognach
Nº de Posts: 03
Contagem do Vício: 2/10
Ganhos:
• 2 Sacos com 10 Pirulitos cada.
• Martelo de Haste Longa (Arma Clássica) (Post Nº2)

Perdas:
• 100.000 B$

Proficiências:
• Acrobacia
• Briga
• Atletismo
• Sobrevivência
• Caça

NPCs: Nome do NPC/ Relacionamento
Extras:
Localização:

Objetivos:
- Conseguir comprar pirulitos.
- Fazer duas missões.





I'm a star that's just a black hole now!





_________________

I - A Selvagem e o Sonhador 7292kUa
Dio
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador C13e7f371b14f93e91808200631b8a81
Créditos : 07
DioInstrutor
https://www.allbluerpg.com/t462-adam-james https://www.allbluerpg.com/t466-i-a-selvagem-e-o-sonhador
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Dom Maio 23, 2021 12:46 am


[Inicio do Aprendizado]
Adolescência realmente é algo raro em nossas vidas e que ninguém deveria sequer pensar em perder, é só olhar pros olhos desse porrinha que já me dá saudades de pregar umas artes no banheiro das gurias… Apesar que eu ainda posso fazer de toda forma… - É ótimo ter toda essa energia, pode ter certeza que eu vou quebrar a cara desses cuzões ! - Responderia alegremente ao mostrar o muque com um sorriso descontraído no rosto e vestindo os novos equipamentos - Parece que arranjou um bom garoto pra seguir os seus ensinamentos velhote, gostei dele ! - Finalizaria ao acariciar a cabeça do pirralho de forma brincalhona se fosse possível ao puxar assunto com o outro Ferreiro do local - O que você falou realmente não está errado,  mas ainda continua Limitado. Existe muito mais a ser colocado dentro da Física se a gente for ver dessa forma… Apesar de eu não entender muito bem, o meu velho falou que a melhor maneira de usar ela era em Armas de Corpo a Corpo - O comentário era claro em trazer a atenção do Senhor e quem sabe a sua curiosidade e do garoto que também estava por ali, afinal era assim que eu poderia quem sabe fazer um pedido um tanto quanto inusitado para ele - Digamos que se você tem uma espada… Como a gente pode considerar ela realmente boa além de sua qualidade ? Simples, o meu véio dizia que a velocidade, ângulo, força e tudo que compõe um Corte propício é o que torna ela verdadeiramente boa e que existe uma Matemática para isso, no caso… A Física - Abriria um sorriso se visse o velho responder de forma positiva, possível que o mesmo já sabia sobre isso, ou quem sabe não tinha tentado pensar até esse ponto… Então iria direto ao assunto - Eu quero aprender essa Matemática. Você pode me ensinar ? - Com um olhar sério, mostraria a determinação que tinha ao Ferreiro buscando um relógio que ajudasse a ditar um pouco do horário - Só existe um problema… Eu tenho cerca de Uma hora e Meia pra isso, acha que consegue ? - Propondo como um desafio quem sabe isso instigasse o seu lado competitivo em me ensinar, mas como sempre… Tudo dependia da minha genialidade para resolver o problema, por isso aprenderia o máximo possível e o mais rápido possível.
[Fim do Aprendizado]

Com o fim do aprendizado, não tinha muito tempo a perder, o horário já não agradava e a situação poderia não ser muito boa… - Tenho que ir, a gente se esbarra por aí ! Se cuida moleque ! - Me despedindo brevemente me colocaria em direção do ponto marcado o mais rápido que poderia - OOOOOHHH CARAI ! Foi mal, foi mal… Acho que quase me atrasei… - Anunciaria ao gritar e agitar os braços para os possíveis companheiros já a distância, parando apenas quando me aproximasse para respirar ofegantemente e olhar em um relógio em busca de um alívio mental - É… Acho que nessa eu me lasquei… - Responderia com um sorriso sem jeito ao colocar a mão atrás da cabeça, como se eu fosse a vítima na possibilidade do horário do relógio não ser nem um pouco agradável.




Histórico:
Nome: Adam James
Posts: 03
Ganhos:
- N/A

Perdas:
- N/A

Dinheiro – Bolso: 250.000 B$

Inventário:
-

Qualidades::
-

Defeitos:
-

Perícias:
-

Saúde:
-  Ainda Vivo !

Cor da fala: - Fala

Objetivos:
• Espancar vagabundo na Rua e Receber por isso
• Dar um cheiro na Freya
• Aprender Perícias de Ferreiro
• Chorar por um par de Equipamentos de Graça
• Pontos de Interesse sobre Cientista que envolva a Flor chama Olhos de Rapina




Última edição por Dio em Qua Maio 26, 2021 1:57 pm, editado 2 vez(es)

_________________

I - A Selvagem e o Sonhador CcCiupc
Achiles
Ver perfil do usuário
Imagem : I - A Selvagem e o Sonhador Da52343c7d1c5d679a3a8c0c40abf213
Créditos : 13
AchilesAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t342-lucy-von-kral#1009 https://www.allbluerpg.com/t383-i-nao-existe-sombra-sem-luz#1160
Re: I - A Selvagem e o Sonhador Seg Maio 24, 2021 9:23 pm
Sonho Selvagem

Era comum ver que em uma espera pelas outras pessoas você acabasse ficando um pouco ansiosa ou algo similar a isto e era exatamente neste estado em que Freya estava. A palavra ansiosa talvez fosse forte para o que ela sentia ou talvez sentia um ligeiro sentimento de nervosismo relacionado a como a missão começaria e como ela se encaixava dentro da missão, querendo assumir o papel de líder para trabalhar da forma que ela estava acostumada a fazer ou observar melhor como seria o líder desta missão.

Nesses momentos de espera, ela conseguia ver uma movimentação de marinheiros entrando e saindo do quartel e os guardas tendo seus turnos de vigia sendo trocados e eles assumindo seus postos. Ao pouco, ela também conseguia ver o segundo integrante da equipe chegar no ambiente, ele vestia um terno padrão e sapatos sociais, seus cabelos castanhos mostravam um olhar inocente do homem que aparentava ser bastante jovial e seu físico mais magro contribuía para essa primeira impressão que se poderia ter sobre o homem.

Enquanto o tempo passava e Lognach esperava pelos outros integrantes aparecerem, Adam conversava em seu estilo como sempre. – O Alex é um garoto esperto, porém é muito ansioso e descuidado. Talvez devido a idade. – Comentava em relação ao garoto estar sempre em atividade. – Aaaaah... – O homem parecia visivelmente incomodado ao ser questionado de forma indireta em relação a aquele assunto como que se o garoto de cabelo branco já sabia sobre o que estava falando. – Você não está errado, porém não citei esses pontos em relação a ser mais fácil de visualizar em um objeto que é projetado já que achei que fosse mais leigo sobre o assunto. – Comentava o senhor que mostrava-se bem mais paciente em relação a aquela matéria do que parecia. – Não sei se será possível mostrar todos os conceitos em relação a física, mas poderemos tentar encurtar o máximo de tempo possível. – Parecia uma afirmação e soava como uma, e na verdade, era uma e era desta forma que eles começavam o aprendizado.

O Ferreiro se chamava Michael e ele era um professor e tutor bem inteligente, os primeiros passos para que começassem o aprendizado era relacionado a teoria em relação a física dos princípios básicos da matéria até os mais complexos, porém, conhecimento nunca deve ser apressado e eles passavam um bom tempo estudando aquela teoria e posteriormente a prática em que era ensinado através da forja, conhecimento já adquirido por Adam, o que facilitava as coisas e permitia que o aprendizado fosse menor.

O tempo passava voando conforme ele ia aprendendo os princípios básicos e o relógio teria se perdido durante esses momentos e que fazia com que ele passasse três horas praticando sobre o assunto e era quando percebia, James estava uma hora atrasado para a missão. – Até mais! – Dizia Michael ao ver o agente começando uma corrida incessante até a entrada do quartel.

Freya teria conhecido os outros integrantes daquela missão, um deles sendo Lúcio e que se apresentava como o líder da missão. Seu terno era comum assim como os demais e ele tinha uma barba rala bem feita com um cavanhaque, seu cabelo preto era cortado de forma a deixar espetado em seu topo e raspado levemente nas laterais e utilizava um óculos quadrado que deixava a sua expressão mais intelectual. – Sou Lúcio Tavares, seguirei como o líder da missão. Você é Freya Lognach, correto? – Ele teria esperado uma confirmação visual da garota antes de prosseguir para o terceiro integrante da missão, o jovem agente ao lado. – E você deve ser Julian d’ Angelo. Ok. Falta apenas o Adam James, alguém viu ele? – Este acontecimento era por volta de trinta minutos antes do prazo estabelecido pelo Agente Sênior.

Desde então, não foram trocadas muitas palavras a respeito do nobre que os acompanharia, porém era visível que ele estaria esperando em outro lugar ou não teria chego ainda e Lúcio já sabia o seu paradeiro por não ter perguntado em relação a ele. Este homem, chegava especificamente no prazo estabelecido pelo agente superior dos presente. Seu físico representava bastante um nobre folgado, era baixinho com grande concentração de gorduras por todo o seu corpo e em específico em sua barriga, seu terno era caro e claramente visível. – Podemos ir? – Perguntava o nobre para Lúcio que parecia inquieto. – Um dos nossos agentes está atrasado, peço que espere, senhor. – E o nobre parecia quase enraivecer em vermelho. – Minha pequena preciosidade está capturada e você ainda me pede que eu espere?! Já não basta essa demora inteira para se movimentarem?! – O homem parecia um tomatezinho recém-colhido. – Seja breve.

E claramente a demora de Adam não foi breve, os agentes começavam a se locomover com Lúcio tendo uma orelha vermelha por tanto ouvir o nobre reclamar em relação a demora e espera que tinham, eles se encontravam em movimento em direção as ruas de Swallow quando Adam apresentou-se para o serviço. – Era claro... tinha que ser você. – Lúcio parecia claramente irritado com aquela situação e o nobre ao observar James já estava irritado o suficiente para proferir alguma palavra em relação ao homem. – A base já foi passada para vocês, então tenham cuidado com qualquer armadilha enquanto adentremos o covil do inimigo. Freya, quero que você lidere a linha de frente e tome cuidado em relação aos inimigos, Julian, você ficará em cargo de proteger o nobre. Adam, você cuidará da retaguarda, não deixe nada aproximar de nós por trás. – Comandava Tavares com um olhar sério em seu rosto.

Lúcio tomava a frente conforme avançavam pela cidade até a saída norte dela e adentrando uma pequena floresta perto de uma montanha. – Os inimigos estão acampados em uma caverna da região. Ela não é funda e também não há saída além da entrada. Primeiro, teremos que derrotar os vigias para adentrar a caverna. Devemos estar a cinco minutos de lá, então peço que tenham atenção. – Comandava mais uma Lúcio, dando a ordem para que pudessem continuar avançando.


Histórico:
Dio:
Ganhos: Par de Sapatos (Arma Clássica) (Post Nº2)
Luvas de Combate (Arma Clássica) (Post Nº2)

Perdas:

Freya
Ganhos: 2 Sacos Contendo 10 Pirulitos Cada (Post Nº1)
Martelo de Haste Longa (Arma Clássica) (Post Nº2)
Proficiência: Física

Perdas: 100.000 B$ (Post Nº2)


_________________

I - A Selvagem e o Sonhador B7iCY2j