Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Aventura dois: trabalhando até desmaiar.Hoje à(s) 1:18 ampormestrejCriação de TécnicasHoje à(s) 12:50 amporDiego KaminariBad KarmaHoje à(s) 12:10 amporNoskireOs Seis CaminhosHoje à(s) 12:01 amporToji3º - A Liberdade Que Atravessa a Ponte LupinaOntem à(s) 11:52 pmporSubaé[TDN] Yuuma D. YukinagaOntem à(s) 11:49 pmporDreamstainÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 11:25 pmporNoskireCréditosOntem à(s) 11:13 pmporKenshinIII - RagnarökOntem à(s) 11:01 pmporNoskire[PEDIDO DE INSTRUTOR] UhtredOntem à(s) 9:28 pmporUhtred

I know what I want and where I'm going

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte
Kenshin
Imagem :
I know what I want and where I'm going Ahri
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t2343-capitulo-i-poesia-com-uma-espada
Kenshin
Desenvolvedor
I know what I want and where I'm going Sex Maio 14, 2021 4:58 pm
I know what I want and where I'm going

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Anthony D. Dior Rose. A qual não possui narrador definido.

_________________

I know what I want and where I'm going J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353

This is who I am

Dar a volta a este mundo tão grande parecia um sonho quase impossível para muitos, eu não sei se eu tinha um problema ou se eu era o problema mas pensar que isso era um sonho e não um objetivo, sendo algo que possa realmente ser alcançado parecia rídiculo, mas também o que poderia se esperar de mim, alguém que nasceu para ser superior a todos os outros. Eu sou Anthony D. Dior Rose, filho de Alaster D. Rose e Lillith Dior, como o meu pai sou um meio-gigante e vou me tornar o Rei dos Reis, esse é o meu destino e eu vou alcança-lo com toda a certeza mas tendo isso como uma certeza o mais importante é desfrutar das aventuras que vão me levar até ao meu desejo/destino. Mas sinto que estou  a esquecer de dizer ou pelo menos pensar em alguma coisa muito importante... Amor...Dinheiro... Nada disso, o que realmente eu quero é guloseimas nesse momento, era o que eu mais deveria estar a pensar o que seria da vida sem guloseimas? Sheesh, nem quero pensar nessa porcaria para ser sincero. Mas emfim, eu estava em Shells Town procurando andar de forma mais calma e paciente possível sabendo que nada podia e deveria me apressar embora estivesse um pouco ansioso para comprar doces, com este objetivo em mente começo a tentar andar em direção a uma loja de doces, caso eu não conseguisse ver uma ou ao menos ver direções que me levariam a uma loja durante um tempo, eu começaria a ficar um pouco impaciente ''Puxa onde está essa maldita loja de doces? Não deveria ser assim tão difícil ver uma loja para alguém tão grande como eu!'' Pensamentos como esses ecoariam na minha mente, especialmente a última frase em caso de eu não encontrar direitamente a loja quando estivesse a tentar procurar por ela por mim mesmo. Enquanto procurava pela loja, caso eu visse um bando ou apenas humanos ou qualquer tipo de ser vivo andando pelo local, como era do meu feitio simplesmente iria olhar eles todos com uma cara de quem estava desinteressado e especialmente de quem não aprovava ver aqueles inúteis a minha frente, a arrogância nos meus olhos deveria ser vísivel aqueles que me olhassem (caso assim o fizessem). Quanto ao meu andar calmo e paciente era executado enquanto mantinha uma excelente postura para que todos podessem ver o quão alto era 6,75 metros de altura que eu tinha ao mesmo tempo, procurava demonstrar uma forte aura a todos que ali estariam para que pudessem meio que espalhar terror só pela visão das outras pessoas.

Em caso de perceber que não poderia encontrar a loja de doces sozinho ou ainda que ficasse impaciente demais para procurar por mim mesmo a maldita loja, tentaria parar no local que estaria independentemente do tempo que estaria, iria dar um pequeno suspiro tentar perceber como o tempo estava, que tipo de pessoas estava a andar no local e o quão movimentado ali estaria, até os pequenos detalhes eu buscaria ver e analisar para perceber o que se passava ao redor, espeiclamente procurava olhar na cara de todos para assim lembrar deles caso algum dia tivesse que os enfrentar ou ainda lhe desse algum benefício, ter uma memória tão boa era útil para essas situações, enquanto alguém grande tinha de estar sempre em prontidão e isso é exatamente o que eu queria fazer no momento, estar em prontidão em caso de qualquer coisa acontecer ou aparecer, até mesmo se eu ouvisse alguma coisa de algum lugar. Depois de um uns minutos caso eu conseguisse executar a mesma ação, independentemente do tipo de pessoa ou quem ela fosse, sendo o malandro que eu sou intentaria ficar na frente da primeira pessoa que visse após o meu momento de reflexão e assim esboçando um sorriso de quem estava a se divertir mas ao mesmo momento tentaria demonstrar uma intenção assassina (O que era um sorriso normal para mim) mostrando os meus dentes super afiados não importando se fosse homem, mulher ou criança a única coisa que me passava pela cabeça no momento seria assim as guloseimas, dito isso tendo tentado parar a frente do ser vivo que estaria assim ali caso estivesse alguém lentamente eu abro a minha boca falando lentamente e com uma voz preguiçosam pra caraças até parecia que estava a soletrar ─ Hey... Onde é que es-tá a lo-ja de do-ces? ─ Terminando a frase um bajo meio quente saía da minha boca como se tivesse acabado de bocejar, mas aquilo era só uma forma de lidar com a impaciência que eu tinha, com os olhos bem abertos e o sorriso que estava no meu rosto não tirava os olhos do meu alvo até que me dissesse onde seria, bem ao menos eu me empenharia para isso acontecer obviamente. De qualquer forma, caso conseguisse a informação que assim desejava simplesmente começaria a andar em direção ao local dito como se nada tivesse acontecido, mesma postura, mesmo olhar e os mesmos pensamentos. No caso disso não acontecer simplesmente iria se dirigir a pessoa seguinte e perguntar a mesma coisa mais com ainda mais arrogância sendo que a cada pessoa seguinte que encontrasse caso assim o fizesse eu estaria mais impaciente e arrogante. Bem, caso conseguisse de qualquer das formas chegar ao local desejado continuaria com a mesma expressão excepto que agora um sorriso bem mais alegre aparecia, como uma criança em uma loja de doces, lietralmente. Procuraria encontrar os melhores doces da loja, obviamente o melhor para o maior e especialmente algo que não fosse tão pequeno e que pudesse durar um bom tempo comigo, caso assim encontrasse o que desejava iria pegar três dos mesmos e de seguida se dirigir para o balcão ou qualquer coisa que fosse o local de pagamento caso assim o tivessem, sim, quando o assunto é guloseimas significa que muito importante para mim, parecia até uma criançazinha, também não posso me queixar roubaram mesmo a minha infância ─ Quanto é que custa essa porcaria mané? ─ Arrogante como sempre mas dessa vez não sendo preguiçoso ao falar embora ainda mostrasse uma atitude bem despreocupada, procuraria mostrar os doces que eu tinha pegado no caso de eu ter tido sucesso e assim esperava a resposta, depois da resposta dele eu pagaria assim o montante que ele pedia para os minhas gosturas, se eu não tivesse dinheiro suficiente eu iria apenas pagar o dinheiro que tinha e sair da loja, se a pessoa que estivesse ali tivesse problema comigo que vinha reclamar, porque até eu sei que pelo que eu peguei aquilo seria um roubo e obviamente ao pagar não entreguei o dinheiro na mão do sujeito/a ali, procurei atirar o dinheiro para a pessoa assim pegar não dando ao luxo de ter um mínimo contato com esses indignos/as.

Caso tivesse assim sucesso em sair da loja ileso e sem ser atacado, que dizendo já que no caso de ser atacado ele estaria pronto para lugar, tendo o punho da mão direita fechado enquanto a mão esquerda carregava as guloseimas, tento como primeira reação caso alguma coisa acontecesse tentar bloquear um futuro e qualquer ataque usando os grandes braços que tinha. Mas esperando que tudo acontecesse como desajava, o seguinte seria intentar encontrar e se dirigir a uma loja de revistas/jornais, estava na hora de ir comprar umas revistas das mais interessantes que eu poderia encontrar, enquanto o futuro Rei dos Reis tinha de me manter entretido enquanto comia a minha refeição mais saborosa. Me moveria em direção assim da loja a procurando de um lado para o outro sem ainda tocar nos meus doces, no momento que encontrasse a loja no caso de assim a encontrar ou pelo menos um local que pudesse encontrar um jornal e também a Edição Semanal das Modelos mais sexy do East Blue desta semana e da semana passada porque não a tinha visto na semana anterior, pegaria tudo tentando analisar o preço dos mesmos artigos a medida que pegava e ao chegar no local de pagamento se assim o tivessem pagaria o montante necessário para a compra ser efetuada  ''Do jeito que eu estou a gastar dinheiro é melhor depois eu pegar mais, bem vou me mimar um pouco mas depois é hora de treinar e de pegar dinherio nada mais é melhor aproveitar bem esse tempo que estou a descontrair'' Fiquei pensando um pouco tendo em conta que era alguém realista e a minha ambição de ser o melhor nunca seria ou poderia ser ultrapssada pela minha preguiça, NUNCA, caso tudo corresse bem e não tivesse nenhum problema, ou mesmo que tivesse tanto faz, a primeira coisa que faria seria procurar um local discreto, não importa se fosse um beco escuro ou ainda ir na praia, desde que pudesse estar sozinho ali e com mais ningém ao seu redor eu estaria a procurar esse lugar não importa o tempo que demorasse, agora os meus passos estavam mais rápidos pois tinha meio que pressa e não queria desperdiçar tanto tempo, se conseguisse encontrar o tal lugar desejo a primeira coisa que faria seria procurar um lugar ou coisa para se sentar lá, se não encontrasse também tudo estaria bem não é como se fosse mudar a minha vida totalmente, o motivo de ter de estar ali nesse tipo de ambiente solitário não era simplesmente por eu ser um lobo solitário, era principalmente pelo facto de eu não gostar que as pessoas me vejam a comer, não importa como eu odeio isso, apenas em casos extremos que deixo as pessoas me verem. O motivo é bem simples, assim que começaria a comer dos doces que estariam na mão esquerda e que eram direitamente atirados na boca enquanto na mão direita começo a ler a Edição Semanal das Modelos mais sexy do East Blue, procuraria terminar o primeiro pacote de doces assim que terminasse de ler todas as revistas e jornal que eu tinha, me manter atualizado acerca do mundo e das belas mulheres aqui neste mar. Uma característica bem vísivel ao comer e ao apreciar a sua revista é que eu tinha no rosto um sorriso tão alegre e inocente, como se estivesse a aproveitar disso o máximo pois eu realmente estava nem posso mentir, as minhas bochechas estavam um pouco coradas e eu não pensava em mais nada além de apreciar aquilo que estava na minha frente, caso assim conseguisse mais uma vez terminar tudo o que tinha planejado sem problemas nenhum, a primeira coisa que faria seria guardar os restantes dos doces. De seguida o rosto mudaria para um mais sério e o andamento calmo voltaria enquanto procurava agora um bar aonde ir ''Bem está na hora de ir treinar... Ou ganhar dinheiro... De qualquer forma se eu quiser informações para qualquer coisa eu vou ir no bar, a ver se encontro informações sobre apostas rolando na cidade obviamente na minha especialização brigas de rua e também a ver se encontro informações acerca de alguém que possa a me ajudar como investigar... A minha mãe não teve nem tempo nem  disponibilidade para me ensinar essas cenas, com a marinha na cola dela também não tinha como, mas não te preocupes que eu vou chegar lá já me ensinaste muito e o suficiente mãe...'' Estava um pouco perdido em pensamentos, aquilo era tanto bom e mau para mim, mau porque não queria pensar tanto na minha mãe morta, ou pelo menos de acordo com o jornal, mas eu sabia que os meus pais viviam por meio de mim e eu tinha os ensinamentos deles, agora simplesmente com o objetivo de ir no bar, continuava a procurar tentando chegar lá se o conseguisse encontrar o tal querido lugar, tentaria procurar sentar na mesa do bar onde podia falar assim com o ou a atendente do estabelecimento, não disse nada enquanto estava ali, esperava que assim a pessoa viesse ter ao meu encontro, o meu olhar para com está pessoa ainda era um olhar desinteressante mas depois de dar uma bela olhada ao local ou ao menos tentar dar uma olhada ao estabelecimento, assim que fixei os meus olhos na pessoa que possivelmente poderia estar ali esperava uma interação vinda primeiramente dela, afinal era o trabalho dela e eu não tinha sinceramente pachorra para começar uma conversa com seres vivos, não só pela atitude mas também pela preguiça.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:
PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil


Última edição por Anthony Dior em Sex Ago 26, 2022 9:03 pm, editado 1 vez(es)
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

"exótico", adjetivo utilizado para descrever pessoas esquisitas, feias, mas simpáticas. No caso de Dior, isso quase se encaixaria senão fosse a personalidade arrogante. O "tropeço" mascarado deambulava pelas ruas chamando atenção por onde passava. Sua aparência incomum era como uma luminária para insetos e por mais que sentissem medo, continuavam a encarar.

Tão esquisito quanto sua imagem era os seus gostos. Imagina um gigante parar em um estabelecimento e pedir por guloseimas? Sim. João e o pé de feijão atingiam um novo nível de One Piece com este ceifador. Despendeu 20 mil berries para comprar uma enorme sacola de doces e saiu da loja buscando por um beco deserto. Não demorou muito para encontrar e lá deliciou-se com os quitutes.

Aquela refeição foi sua única fonte de animação, posto que não havia encontrado a leitura desejada, afinal, eram temas bem específicos e difíceis de localizar. Eventualmente, deixou o beco e procurou por um bar. Também não foi difícil, afinal, era uma ilha pequena e com poucas opções de comércio, gerando monopólios não muito lucrativos.

No bar, ele repousou e esperou ser atendido. Demorou, mas uma jovem finalmente acumulou coragem para falar diretamente com o bruto. _ Bem-vindo, deseja algo para beber? _ Indagou e ficou a esperar a resposta do recém-chegado. Ao redor do ruivo, diversos clientes estavam espalhados. Havia uma dupla de homens vestidos de preto com aparência séria, um homem solitário numa mesa ao fundo do estabelecimento, um casal discutindo e gritando por motivos bobos, além de um grupo de pessoas próximos do balcão que pareciam comemorar.

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353

This is who I am

Não ter encontrado as revistas e jornais que queria tinha me deixado incomodado não vou mentir, mas é algo que podia tratar depois o mais importante que era os meus doces já tinham sido tratados. Tendo a certeza que estava no bar sentando a espera de ser atendido eu estava focado em duas coisas: Primeiramente como eu podia melhorar e me tornar mais forte, sendo um meio-gigante muitas das dificuldades que outras raças tinham eu não tinha, pensar como elas podiam se virar nessas situações talvez me ajudaria ''Bem, primeiro para saber mais acerca do mundo preciso investigar esse mundo coisa que eu não sei vou precisar de ajuda, quanto ao combate eu acho que sou muito bom no combate corpo a corpo e também meio que domino a média distância... Não propriamente dominar mas ei de chegar ali ao menos já traçei esse caminho, eu sou forte... rápido... inteligente... sei usar o meu cor... Espera um pouco, eu sei utilizar o meu corpo?Eu sou muito bom usando a minha mão direita, na verdade não só isso mas toda a parte direita do meu corpo eu sei utilizar com maestria mas isso vai me limitar muito, eu mal consigo usar uma foice na mão esquerda comparada a direita ou ainda os meus chutes, sim, o meu próximo passo será treinar a outra parte do meu corpo, a ver se consigo me tornar ambidestro... Vai ser uma merda bem difícil, até já tenho preguiça, isso significa que a partir de agora vou ter de começar... '' Algumas vezes eu pensava demasiado em como podia melhorar para ser sincero, eu levava essa merda seriamente e não conseguia resistir a isso, eu nem terminava os meus pensamentos e a atendente já vinha falar comigo, bem eu sabia o que eu ia fazer de qualquer jeito não precisava de pensar muito mais a respeito, a decisão de começar a usar somente a parte esquerda como meu corpo a partir de agora já estava tomada não era preciso dizer mais nada, talvez treinar um pouco mais a minha resistência e quanta pancada podia aguentar?

Bem no momento não podia pensar muito nisso, assim que a jovem se aproximou de mim procurei olhar atentamente para ela por uns segundos olhando para característica dela e ver desde como ela me olhava, aparentava e vestia. Depois de assim tentar analisar essas características nela, virei os meus olhos para as pessoas que estavam ao meu redor, intentei olhar para elas cada uma por dois segundos para manter em vista se já tinha visto algumas delas ou ao menos se podia colocar elas na minha memória, o meu rosto não estava sério um sorriso de quem estava excitado era bem vísivel no meu rosto com os olhos arregalados enquanto olhava para eles, se alguém iria fazer alguma coisa quanto a isso eu estava pronto para lutar, no caso de nada acontecer voltar os meus olhos para a garota ali mantendo uma cara mais séria mas um tanto relaxada e despreocupada ─ Me passa aí uma cerveja, como você se chama? E porquê demorou tanto tempo? ─ A minha voz era calma e arrogante disso qualquer pessoa eu acredito podia notar, eu queria... não eu devia demonstrar a superioridade em todo momento, mas não tinha isso no meu pensamento era simplesmente quem eu era, é assim que eu nasci. A partir daquele momento pude decidir que o meu olhar para com ela era um olhar de desaprovação não queria ter nada a ver com ela senão a usar como escada para ter algumas respostas.

Esperei tanto pela resposta como pela bebida, bem na verdade até a bebida era mais importante do que ela em questão de valor, mas no momento eu preicsava de saber algumas cenas se queria continuar, no caso de ela finalmente responder, trazer a bebida ou mesmo os dois eu iria olhar nos olhos dela tentando perceber alguma coisa nela bem como conversar com ela ─ Bem eu estou a procurar algumas informações, posso não parecer mas eu sou um arqueólogo mas tem não tenho muita pratica para isso apenas conhecimentos, procuro alguém que seja ou já foi um investigador ou alguém que tenha conhecimentos nisso, onde posso encontrar alguém assim para me ensinar a investigar? ─ Desta vez eu nem sabia se ela iria notar mas aquilo era eu a ser educado, arrogância era a mesma... Mas espera, alguém arrogante a pedir ajuda de uma maneira arrogante? Sim quando se trata de atingir os meus objetivos seja a minha preguiça ou a arrogância ambos podem ficar de lado por algum tempo, não é como se estivesse a me humilhar apenas estava a ser educado uma coisa que ainda assim era grande para mim.

Esperei por uma resposta enquanto dou mais uma olhada no bar, para analisar agora não só quem estava ali mas até mesmo os objetos ali, desde tentar encontrar fotografias até objetos, quando ou se ela respondesse eu iria dessa vez apontar o meu dedo para ela e fazer um jeito para que ela se aproximasse, talvez fosse assustador e eu queria tornar aquilo ainda mais sorrindo do jeito que eu amava, os meus dentes afiados estavam ali bem presentes com os meus olhos abertos, não é que eu fosse fazer mal a ela ou mostrasse uma intenção assassina mas mais uma vez aquele era apenas eu, mas dessa vez falei bem baixo para ela, tendo isso como motivo de a ter chamado para mais perto de mim ─ Mais duas coisas: Me diz quando será as próximas apostas de lutas de rua e onde, ou pelo menos sabes aonde está o organizador? Ouvi dizer que vai ter um evento em grande com pessoas muito fortes e muito dinheiro ali. E outra coisa só por curiosidade quem são as pessoas mais fortes dessa ilha ou desta rua ou que ao menos tu conheces? ─ Eu estava obviamente a mentir acerca do evento mas se tivesse um blefar teria sido assim a melhor coisa que tinha feito não vou mentir, sei que eram muitas perguntas e esperava que ela pudesse responder a todas elas, no caso de assim ser bem sucedido a encontrar a resposta e tivesse a bebida do meu lado com a mão esquerda pegaria na bebida e daria um gole nela visando terminar toda a bebida de uma só vez, se em algum caso tivesse que falar com mais alguém acerca da luta simplesmente iria perguntar e dizer ─ Local e hora? Estarei lá ─ Não tinha muito tempo a perder ali e indenpendetemente das condições o Rei não perderia.

No caso de ter tido as respostas que queria, iria assim pagar pela bebida tirando o dinheiro do meu bolso usando sempre a canhota e se retiraria do bar, a primeira coisa que queria fazer seria me aguadar para uma futura luta a ver se podia ganhar dinheiro, por agora eu queria aprender a como ser um perito em investigação. No caso de ter tido uma resposta iria até ao local onde a pessoa estaria ou aonde poderia encontrar informações sobre ela, se estivesse no car eu voltaria no bar só para ir falar com essa pessoa, mas em todo o caso de sucesso ao encontrar quem poderia me ajudar eu iria chegar na pessoa e ser bem direito com ela ─ Quero aprender a Investigar ouvi dizer que fosse pode me ensinar ─ As palavras saíram depressa da minha boca e eu disse aquilo como se estivesse apressado, não que eu realmente estivesse mas eu era meio impaciente algumas vezes e estava excitado, tanto que esqueci das maneiras, como era algo que não fazia parte de mim tinha de estar constamente a me concentrar para se lembrar disso, na infância não tinha socializado muito então não tinha desenvolvido essa característica, não que eu sentia que era importante mas as outras pessoas sempre levaram isso em conta, independetemente do local que estaria como sempre estaria em prontidão buscando olhar em todos os cantos e todas as pessoas que ali estariam.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:
PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Satisfeito com as guloseimas, era hora de saciar sua mente. Tinha perguntas a fazer e sabia que bares costumavam possuir informações. Todavia, relacionamento interpessoal não era uma de suas qualidades e agir com arrogância só serviu para afastar qualquer chance de êxito, senão pela bebida, a qual era a função da atendente. Ela trouxe rapidamente uma grande caneca e foi embora imediatamente, ignorando as perguntas do gigante, ficando tempo suficiente para ouvir e balançar a cabeça negativamente.

Como supracitado, bares eram boas fontes de informação e um dos frequentadores ao ouvir aa palavras do meio-gigante se apresentou. Ele usava uma boina preta e tinha um relógio de bolso pendurado no bolso do casaco marrom. Era um homem baixo, gordo e com os olhos pequenos, um sósia do Danny DeVito.

_ Ei, grande… Tome cuidado com o que pede. Às vezes o seu desejo pode se tornar realidade.

Deu um toque na boina com a mão direita e com a esquerda bateu no balcão, deixando um papel virado enquanto se retirava do local. Durante a saída, ele acenou para a atendente que deu um tchauzinho, demonstrando algum tipo de intimidade ou talvez frequência assídua do cliente. Se Dior olhasse o conteúdo do papel, veria um endereço, data e horário. Nada além.

Se desejasse obter mais informações, precisaria se esforçar mais. O como diria o ditado nas comunidades carente do Rio de Janeiro: "Quem moleza? Senta num pudim!"

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353

This is who I am

For real man! Comprei uma bebida para nada... Bem quase para nada, senão fosse por aquele badocha que me deu esse papel com o endereço, procurei pegar no papel antes de sair do local e assim que não me encontrava mais no bar olhei para ambos os cantos procurando notar se alguém mais estaria ali, depois disso olharia no papel tentando notar os detalhes que o mesmo contém, o papel se encontrava na canhota e ainda por meio de pequenas coisas já tentava me acostumar a usar mais a minha mão esquerda, e usava a destra para me proteger e ficar em prontidão só no caso de alguma coisa poder acontecer ''Hmm... Só preciso de ir até aqui? Espero que aquela gordinho realmente torne o meu desejo realidade e não esteja a brincar, brincar é no parque... Mas agora uma melhor pergunta onde é que posso encontrar alguém que me ensine a investigar? Ou ainda onde é que vou encontrar as informações acerca das pessoas fortes nessa ilha? Dessa vez tenho de pensar na minha abordagem melhor, pessoas nessa ilha não tem coragem de sequer me encarar'' Estava meio pensativo naquele momento com uma cara meio séria mas não tanto era mesmo mais pensativa (parecida com o do gif acima), era meio complicado sequer pensar onde alguém como eu podia arranjar informações sobre essas cenas, talvez um outro bar? Cometer o mesmo erro duas vezes e ter de comprar outra bebida seria um erro a se cometer se escolhesse isso, de qualquer jeito tinha de dar um jeito nisso.

Dei um grande suspiro e logo comecei a andar, já estava na ilha a algum tempo e caso soubesse onde era a biblioteca eu começaria a me mover em direção a mesma, era o único local que eu conseguia pensar no momento que seria o mais sábio, além disso, eram pagos para estar ali e ajudar em caso de informações as pessoas que possivelmente trabalhariam ali, caso não soubesse onde era a biblioteca iria simplesmente parar qualquer pessoa que estivesse na rua e assim perguntar ─ Onde fica a biblioteca? ─ Eu tinha um rosto um tanto neutro tentando não assustar as pessoas apenas manter o meu humor e atitude calma, aquele também era eu e se fosse a melhor maneira de encarar as pessoas eu o faria, mais do que isso não podia, eu mesmo não conseguia não seria digno, seria o mesmo que um humano tentar agir como um porco para o tentar entender, a minha função não é entender quem eu devo por nascença governar, com isso em mente caso conseguisse de algum jeito localizar a biblioteca eu iria direitamente para ali andando com passos calmos e lentos, não tinha pressa de nada, até porque nada deveria me apressar.

A caminho da biblioteca procurava pensar em como poderia ter sucesso no caso de pegar as informações ou ainda ajuda ''Quando chegar na biblioteca é melhor usar palavras como mais destacavéis em vez de fortes para achar as pessoas mais fortes da ilha e quanto a investigação talvez pudesse pegar um livro ali e pedir a ajuda de um ou uma bibliotecária para me ajudar a entender completamente o livro, assim vou evitar mais do que a interação com outros... Por outro lado isso vai ser muito aborrecido, por mais que goste de ler eu prefiro sozinho desta vez precisaria de ajuda para compreender completamente o que ali diz e ter certeza que estou no caminho certo... Mas bem isso é um plano B, esperamos que realmente tenham as informações de alguém que possa me ajudar'' Esperava que ao terminar o meu raciocínio já estivesse perto ou até mesmo na bilbioteca, não importa o tempo que demorasse a chegar no local eu estaria disposta a andar, no caso de ter sucesso em chegar no local desejado, procuraria olhar para todo o local e as pessoas que estariam ali''Vamos a isso, a ver se encontro a recepção'' Procurei assim pela recepção a ver se encontro alguém ali que poderia me dizer acerca das informações que desejava, caso não tivesse ali ninguém iria falar com outras pessoas ao redor que talvez assim trbalhassem no local, eu estava relaxado e procurava não ficar impaciente apenas estava focado no meu objetivo de pegar o que eu queria e bazar dali, afinal tinha uma luta depois disso tudo e não vou mentir que estou excitado para lutar, faço isso desde criança estava no meu sangue, de qualquer forma no caso de encontrar alguém que podia me ajudar especialmente se fosse alguém que trabalhasse ali moveria o meu corpo gigantesco até a mesma pessoa ─ Será que fosses têm livros ou jornais atualizados das pessoas que mais se destacam nessa ilha? Especialmente de pessoas que são muito fortes, ou tu mesmo(a) podes me dizer acerca disso? ─ Nem maneiras eu tinha, esse homem não tem cura sério yha, mas de qualquer forma procurei não totalmente arrogante e apenas ir direito ao assunto e não desprezar a pessoa, as minhas palavras também saíam da minha boca fluentemente e com calma procurando mostrar que estava apenas interessado no que perguntei e nada mais, não estava ali para magoar ou intimidar, além disso, seria muito estranho e sem sentido fazer isso em uma biblioteca onde ninguém podia me desafiar.

Embora a pergunta que fiz não fosse a mais importante esperava realmente que fosse atendida, dei uma pequena pausa para esperar a ressposta da pessoa que estaria ali, e desta vez não cometeria o mesmo erro que no bar, apenas perguntar em uma pessoa, desta vez caso a minha resposta não fosse satisfatória eu iria procurar encontrar outra pessoa ali no estabelecimento que pudesse me responder a pergunta, se eu tivesse sucesso em receber as resposta em alguma dessas pessoas eu continuaria com as minhas perguntas na mesma, obviamente a minha primeira pergunta não era a última ─ Okat valeu man, agora saber onde posso encontrar alguém que sabe como investigar e que me pode me ensinar a fazer o mesmo? Eu sou um arqueólogo mas não tenho muita prática nisso, me passa aí a localização dessa pessoa ─ Bem esperava que revelar um facto acerca de mim realmente pudesse ajudar a fazer a pessoa me dar as respostas, acredito que esssa seria a pergunta mais importante que eu realmente teria para a pessoa em questão ali, no caso mas apenas no caso de uma resposta em que eu não soubesse onde poderia encontrar uma pessoa para me ensinar ou ainda se não ouvisse nada acerca de alguém assim eu diria logo de seguida ─ Será que vocês aqui têm livros de investigação? E tu ou alguém mais qualificado pode me ajudar a compreender totalmente tal livro? Pode trazer o livro que eu estou ali a sua espera ─ A palavra ajudar me pesava, mas me pesava mesmo muito, mas ainda assim tentei não pensar muito nisso depois de tais palavras no caso de ouvir resposta positivas um sorriso no meu rosto começaria aparecer, como se finalmente tivesse resolvido um puzzle e estivesse mais relaxado, estaria mais descontraído e a minha mão iria até ao meu pescoço que se moveria lijeiramente para a direita ao ponto de estralar uma única vez e faria o mesmo do outro lado.

No caso de ter ao encontro de alguém que pudesse me ajudar e não estivesse ali na biblioteca iria sair do local o mais depressa possível para assim ir me encontrar com essa pessoa, se eu já tivesse as direções para ior ali seria ainda melhor e rápido eu acredito, chengando ao local no caso de assim conseguir procuraria a pessoa que assim poderia me ensinar, mencionando o nome dele ou dela se assim o tivesse no caso de não ter simplesmente iria direito ao ponto ─ Procuro alguém que possa me ensinar a como ser um investigador, do melhor jeito possível ─ As palavras saíram depressa da minha boca e eu disse aquilo como se estivesse apressado, não que eu realmente estivesse mas eu era meio impaciente algumas vezes e estava excitado, depois de minhas palavras esperava realmente que alguém me pudesse me ensinar, afinal eu precisava para estar mais próximo do meu objetivo, agora no pior dos casos e eu ter que aprender na biblioteca tendo essa como minha resposta anterior apenas esperava que alguém trouxesse o livro e também viesse me ajudar a compreender o mesmo da melhor maneira possível, procuraria uma mesa e com duas cadeiras no mínimo ali, depois disso intentaria sentar uma delas enquanto estaria a espera que a pessoa viesse me ajudar, de seguida eu iria sentar de maneira contrária, sim, eu não estava nas cadeiras de uma maneira tradicional especialmente porque a maioria delas nem sequer era do meu tamanho.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:
PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

A vida é feita de trocas. Mesmo nas pequenas coisas há algum tipo de troca, seja ao inspirar oxigênio e liberar gás carbônico ou trocar moedas de cobre por comidas. Um corpo em repouso, permanecerá em repouso até que alguma força o atinja. Percebendo a dura realidade, Anthony decidiu ceder e ser um pouco menos babaca ao lidar com os seres que ele almeja governar. Pela personalidade, é fácil perceber o tipo de governante que o tal seria. Talvez a cor vermelha de seus cabelos combine com o jeito ditador e autoritário.

Buscando por locais e pessoas que o levem ao aprendizado da arte investigatória, ele conseguiu uma informação aqui e outra ali, chegando enfim, até uma biblioteca pública. Uma bibliotecária da melhor idade o instruiu a procurar um profissional de nome “Eliezer Cross” cuja profissão era a de investigador profissional, realizando buscas por berris através de contratos. Na biblioteca, livros sobre investigação estavam a disposição, inclusive ficcionais para amantes de literatura. Todavia, sem um instrutor, talvez as informações não sejam devidamente absorvidas. Dior ainda tinha algumas horas até o horário marcado no papel. O que ele fará?

ANTHONY D. DIOR ROSE:





_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353

This is who I am

Bem não foi assim tão mau para ser sincero, então é assim que devo interagir com as pessoas? Ou talvez simplesmente fosse aquela senhora que fosse razoável comigo, de qualquer jeito tinha percebido que interagir com pessoas era complicado, parecia que algumas eram mais sensivas, outras nem tanto e outras precisavam até de uma outra língua como o dinheiro de acordo com a bibliotecário, de onde tirei essa ideia? Bem, a misteriosa (para mim) “Eliezer Cross” parecia que era desse tipo, de qualquer maneira eu aprendi algo novo e devia jogar com as cartas que esse destino cruel tinha traçado para mim, mas como todos sabemos eu faço o que eu quiser desde matar até mesmo ajudar as pessoas especialmente se tem algum benefício para mim, eu me considerava uma pessoa “Livre” ou ao menos procurava me tornar, alguém que pode cometer maldades e bondades da minha própria vontade, o importante é que tinha realisado que ainda podia ser eu interagindo as pessoas desde que elas não ultrapassassem os limites perante o seu futuro Rei, algo que nem mesmo o destino podia mexer afinal eu sou o Anthony Rose sou especial desde que nasci, lembrar disso me fez dar até um pequeno sorrisozinho enquanto estava com a cabeça baixada procurando ouvir as informações da bibliotecária ─ Obrigado minha senhora, vou ver se a encontro, já agora eu sou o Dior qual é o seu nome? ─ Eu sei, obrigado parecia meio estranho vindo da minha boca mas é de se lembrar que fui criado por uma senhora e sempre soube como agradecer, meio que eu acho que deviam estar na mesma idade ou está senhora aqui da biblioteca seria mais eu velha, não tenho certeza mas espero que ela se sinta lisonjeada pelo meu agradecimento especialmente lembrando que ela estaria muito em breve sobre o meu domínio, eu tinha uma memória impecável o que significa que não a iria esquecer por esse gesto, de qualquer forma esperaria que ela me desse o seu nome e de seguida iria sorrir olhando para ela de maneira a que ela pudesse se lembrar de mim ou ao menos seria a minha intenção.

Antes de sair da biblioteca pensei um pouco para ter certeza que estava a tomar a melhor decisão possível, afinal da última vez tinha saído bar sendo que ainda podia ter tido muitas mais informações naquele lugar ''Deixa me ver... Não consegui as informações que eu queria acerca das pessoas mais destacavéis ou fortes, além da informação acerca da investigadora não há muito o que eu tinha ganhado quanto ao meu conhecimento, nem tenho certeza que ela vai me ajudar se eu a encontrar, talvez eu devesse ficar aqui e aprender usando um livro, encontrar um instrutor pode ser bem mais fácil do que convencer ou ainda encontrar aquela investigadora, ainda mais sabendo que tenho... Espera não seria muito inteligente eu ficar aprendendo investigação por meio de um livro sendo que pode demorar uma eternidade, bem não uma eternidade mas ao menos um dia especialmente com um instrutor, eu tenho uma luta hoje para realizar não tenho mesmo outra opção senão ir procurar pela investigadora e aprender com ela também acredito que vai ser mais efetivo... Quanto as informações de pessoas fortes talvez eu esteja a procurar nos lugares errados, eu deveria estar a pensar em encontrar isso em locais que tinha pessoas fortes também, talvez encontre as resposta antes ou depois da minha luta hoje'' Enquanto pensaria colocaria a minha mão no queixo e mesmo que talvez pessoas parassem para me olhar dentro do local eu apenas continuaria focado em pensar no que eu iria fazer, terminando os meus pensamentos simplesmente caso eu pudesse iria sair da biblioteca calmamente enquanto ajustava a minha máscara no jeito afim de ficar mais confortável na minha boca, afinal hoje tinha falado muito então talvez ela poderia se desajustar.  

No caso de sucesso em sair da biblioteca, se eu tivesse as informações necessárias para encontrar a investigadora Eliezer Cross eu iria direitamente para o lugar afim de a procurar, os meus passos estavam um pouco mais acelerados por conta que estava empolgado, afinal hoje não tinha tido muito sucesso em ter encontrado as respostas que eu queria e este seria um passo gigantesco para chegar no objetivo da minha ambição, se eu não tivesse as informações sobre isso iria apenas continuar a perguntar nas pessoas ao redor até que chegasse a alguém que iria me dizer onde a investigadora estaria ─ Onde encontro Eliezer Cross? ─ Essa era simples maneira que eu perguntaria, eu estava calmo mas não paciente estava com sede de encontrar essa pessoa, no caso de eu conseguir encontrar informações ou como disse de eu saber como chegar na pessoa, eu iria logo ao encontro dessa pessoa assim que possível. Se eu conseguisse encontrar o lugar onde essa pessoa estaria e/ou tivesse informações de como ela se parecia eu iria direitamente ao encontro dela, se apenas tivesse o local onde ela estaria sendo público ou não eu iria suspirar e de seguida dizer em voz bem alta para todos ouvirei ─ Quem é a investigadora Eliezer Cross? Preciso falar com isso ─ Coloquei o meu pé esquerdo em frente do meu corpo apenas lijeiramente e colocaria a mão esquerda para cima com 200.000฿S para que pudesse a chamar a atenção visto que era a “Língua” dela, agora no caso de eu saber especificamente como ela se pareceria ou iria simplesmente ter com ela com a mesma quantidade de dinheiro já mencionada e na mesma mão também mostrando para ela, eu não queria perder tempo e fui direito ao assunto ─ Eliezer Cross? Aqui tem duzentos mil berries apenas para si, quero me ensine como se investiga apenas quero aprender a proficiência Investigação nada mais e especificamente agora ─ Disse aquilo olhando bem no fundo dos olhos dela no caso de eu conseguir, ao menos seria a minha intenção, a minha confiança estava no topo como sempre e eu não queriam perder mais tempo sem saber como se podia investigar, estava sedento para isso acontecer, no caso de ela ainda assim negar a quantidade de dinheiro que eu teria a oferecer, iria bater o pé esquerdo contra o chão procurando me aproximar ainda mais dela esboçando um sorriso como se tivesse meio irritado mas não estava na realidade ─ Bem se quiser mais dinheiro eu irei pagar depois, eu vou pagar duzentos mil agora e pago a outra parte depois de você me ensinar acerca do que eu quero e também da minha luta, só me diga quanto quer que eu resolvo sem problemas ─ Após isso ficaria a encarando esperando por uma resposta positiva, pronto para começar o meu treinamento o meu sorriso conitnuou no meu rosto de tanta empolgação mas não era como se tivesse super feliz mas era mais como se tivesse uma barreira a minha frente pronta a ser quebrada com as minhas próprias mãos e também porque nada estava a dar tão certo para mim nessa ilha.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:
PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Demonstrando uma simpatia até então desconhecida, Anthony fez questão de agradecer as informações para a funcionária que não soube muito bem como retribuir. Apenas disse seu nome e fez um sinal de tchau com a mão, mostrando seu claro desconforto, afinal, não era todo dia que um gigantesco mascarado aparecia em sua biblioteca.

Saindo do recinto, procurou por Cross, mas não teve dificuldades, pois, a loja da investigadora tinha um cartaz com um "X" enorme como logotipo. Adentrando o recinto, o ceifador deixou claro suas intenções, porém, a cena vivenciada era completamente diferente do imaginado por qualquer ser humano são.

No escritório, gatos pulavam pelos móveis, livros espalhados pelo chão, paredes com centenas de papéis colados (alguns preenchidos com nomes e frases, outros com símbolos) e por trás de uma escrivaninha, estava uma mulher com cabelo cacheado volumoso ao melhor estilo Hagrid de Harry Potter. Vestia uma roupa social que um dia foi preta e agora era cinza junto de óculos que faziam fundos de garrafas parecerem bonitos.

_Mas hein? Vo-você acha que investigar algo é fácil? Espera que eu faça o que? Te jogue um livro e você aprenda? Quanta falta de senso… Investigar é uma arte, é como solucionar um quebra-cabeças, unir pequenas informações e formar uma rede de conhecimentos interligados conjecturando possíveis resultados para alcançar opções viáveis dentro do contexto requisitado… Kishishishishi… Sai daqui, Betina…

Jogou um gato preto para longe, o qual comia uma das folhas de um livro aparentemente antigo. Ela parecia ignorar o rapaz, mas deixou claro seu entusiasmo com o assunto. Pelo seu estado, a investigadora não parecia se importar tanto com dinheiro quanto Dior o fazia. Suas prioridades definitivamente não eram as mesmas. Como o ruivo irá lidar com a situação?

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353
I know who I am

Chegando no local pude claramente notar que faltaria um parafuso naquela senhora, como é que alguém poderia deixar aquela toda confusão tomar conta do seu local de trabalho? Os melhores investigadores eram os mais doidos disso até eu já ouvia falar, mas seriamente até gatos? Se fossem somente os pápeis eu entenderia mas animais que pulavam por todo o local era algo que eu definitivamente não esperava, ao olhar aquilo coloquei uma cara meio chocado com aquilo por alguns segundos, mas logo depois me voltei a realidade ficando focado no que seria o meu objetivo. Antes de dizer mais alguma coisa procurei olhar para os pápeis colocados na parede e nos simbolos também procurei memorizar eles, bem, querendo ou não eu iria mesmo um talento que eu tinha nascido com ele, de qualquer forma após dar uma bela olhada no local voltaria a minha atenção para a mulher ali.

Embora desarrumado o local ela tinha boas vestimentas ou ao menos combinavam com ela eu pensava afinal aqueles óculos eram bem o estilo dela, após apresentar a minha oferta para ela ouviria o que ela tinha a dizer para mim, a resposta foi um tanto invulgar para ser sincero era algo que também não tinha esperado, gostei do entusiasmo que ela mostrava sobre o assunto mas ela ignorou totalmente o que eu tinha proposto a ela, com isso colocaria o dinheiro no meu bolso e começaria lentamente a me aproximar da escrivaninha que a mulher estaria ao chegar ali um sorriso empolgante estava no meu rosto enquanto um dos meus olhos estaria um pouco mais aberto que o outro, sendo esse o olho esquerdo, como disse eu tinha gostado do entusiasmo que ela tinha acerca da habilidade de investigação, mas também tinha algo que tinha me irritado bastante, a minha ambição seria algo que poderia muito bem ser considerada o mais díficil de se obter neste mundo em que vivemos, eu sabia que não seria uma fácil jornada para chegar até ao meu objetivo e aprender como se investiga fazia parte dessa jornada díficil jamais disse ou pensei que seria fácil por isso do jeito destemido que eu era os desafios apenas me alegravam e davam o prazer de viver, sem aquilo sejamos sinceros que a vida seria aborrecido, não era suposto mesmo ser fácil, olhando ela de cima e procurando exprimir o que eu queria, a minha voz naturalmente arrogante seria predominante em cada uma das minhas palavras.

Ei Bachan... Não me subestime! Eu sou Anthony Dior Rose, sou um arqueólogo não estou aqui para brincar de investigador eu vou ser muito melhor do que você a investigar um dia eu vou descobrir o segredo que esse mundo esconde e acima de tudo vou me tornar o Rei dos Reis vou me tornar o mais forte em poder e conhecimento sobre o século perdido, se você tem as suas dúvidas acerca de mim me ponha a prova, mas eu daqui não saio sem você me ensinar como se investiga, pelo o que ouvi a pouco eu sei que você é a melhor aqui nisso mas eu vou a superar, tenho conhecimento sobre Criptografia o que envolve quebra-cabeças mas também sei que investigar envolve muito mais do que isso então me mostre como o fazer isso, aprenda com o melhor para se tornar o melhor é isso que dizem certo? No seu caso a melhor...

Eu era mesmo assim quando confrontado com alguma coisa que eu desejava especialmente se for para me colocar mais perto da minha ambição tinha sempre a tendencia de me tornar mais destemido não se amedrontando com nada e avançar com tudo dando o máximo de mi, nessas ocasiões costumo a ser mais sincero e mais falador também, principalmente porque eu sentia como se aquela senhora estivesse a decidir por mim o que eu tinha capacidade ou não de alcançar, "não posso fazer tudo mas a tudo posso alcançar" tudo porque eu nasci especial e porque eu sou um Rei ainda não descoberto, o maior de todos os Reis, com isso procurei um cadeira ou mesa ali que pudesse sentar, se por ventura encontrasse uma mesa iria sentar nela como se fosse algo normal afinal era do meu feitio, se encontrasse uma cadeira em vez de uma mesa eu iria sentar nela mas não como se era suposto sentar, iria sentar de maneira contrária sendo que colocaria em uma posição que pudesse olhar para a investigadora, se tivesse no local ambos os objetos que eu queria iria obviamente escolher a mesa pois era a mais bizarra de se sentar, mas agora no caso de não ter nenhum dos dois eu iria sentar no chão, afinal eu tinha um corpo grande e isso me faz acreditar que ainda poderia olhar na mulher ali mesmo sentado no chão, de qualquer forma eu queria simplesmente demonstrar que eu não iria sair daquele local mesmo que ela quissesse que eu fosse, eu estava ali para aprender a investigar e ficaria ali até aprender a investigar, um sorriso maroto estava no meu rosto com que dizia que eu iria dar dor de cabeça para ela se não aceitasse me ensinar o que eu queria.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:


PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil

◦◦◦
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Ser um rei era governar uma nação, ter todo o poder centralizado, assim como as responsabilidades inerentes ao cargo. Não era fácil, embora seja um cargo cobiçado. Um Rei incapaz pode destruir uma nação, assim como um Rei ambicioso pode fazê-la crescer ou virar cinzas com seus movimentos. Todavia, uma coisa em comum possuída pelos Reis mais famosos do mundo era a sua determinação e esse requisito Dior tinha com sobras. Impassível, ele expressou sua devoção e intimidou a investigadora que caiu de bunda no chão ao sentir sua presença ameaçadora.

Entretanto, ela não sentiu medo do gigante. Não, foi um sentimento distinto. Era um misto de admiração com curiosidade. Ser Rei não foi o que chamou sua atenção, tampouco sua insistência e sim o conhecimento possuído pelo rapaz. Era um arqueólogo, bom com criptografia e ainda tinha interesse por assuntos tabu - desconhecido por muitos, inclusive.

_ cof cof… _ Ela se levantou e tentou ajeitar as roupas e óculos antes de limpar a garganta e responder de forma centrada e polida. _ Eu admito que posso ter subestimado sua pessoa. Por isso peço desculpas. Eu aceito lhe ensinar. Mas você precisa escolher uma das duas condições: ou você paga 150 mil berries pelo aprendizado ou você me ajuda a capturar um procurado cuja recompensa é 5 milhões e dividimos a recompensa em 60/40.

Tentando mostrar alguma confiança, embora a garganta não parasse de trabalhar engolindo saliva, Cross deixou opções para o ceifador. Ele agora tinha como conseguir o conhecimento que tanto desejava, mas precisava pensar bem sobre a maneira como faria.

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353
I know who I am

O belo sorriso no meu rosto, bem, na realidade não era um tanto lindo sorriso era mais de empolgação e ansioso porque me sentia muito perto de um dos meus objetivos, mas como dito era um lindo sorriso mas apenas do meu ponto de vista, eu não sabia o que aquela senhora ali estaria a pensar sobre mim sentada no chão assim como eu estaria olhando para ela com os meus olhos estando bem abertos enquanto a encarava, não importa o que eu tinha dito ou o que eu tinha feito mas eu tinha acertado em alguma coisa, ela parecia chocada em saber alguns dos factos sobre a minha pessoa, afinal não era todos os dias que se via alguém especial como eu, no momento ela se levantou foi no momento que a minha expressão facial mudou para uma mais calma bem como o meu temperamento, me levantei também assim para continuar a conversa pois esperava que ela dissesse realmente alguma coisa depois daquela cena. Eu olhava para baixo e direitamente para ela visando notar cada uma das suas reações e movimentos enquanto prestava devida atenção ao que ela falava, a conclusão de tudo seria uma proposta que eu não esperava de todo, eu tinha até duas opções, devia pensar um pouco antes de responder alguma daquelas condições imposta em busca de obter o que eu queria.

''Pagar 150.000 berries or ajudar na caçada de um procurado? Eu tenho dinheiro para pagar ela e sair dali facilmente com o que eu quero mas pagando isso não vou durar muito tempo até não poder comprar os meus doces, e eu também quero comprar armas, mas poderia usar o dinheiro da luta de rua para comprar doces só não sei se será suficiente para as armas, por outro lado, eu posso ganhar dinheiro e obter o que eu quero, mas será uma luta difícil alguém com recompensa de 5 milhões é bem forte, isso é bem possível... Espera! Porque raios estou a pensar? Eu quero lutar e treinar, eu quero aprender a investigar e eu quero dinheiro, tudo está bem na minha frente por que ficar a pensar tanto, sei que caçar alguém vai definitivamente me deixar bem machucado ao menos conto isso no pior dos casos, então vou usar esse gajo ou gaja para lutar, ganhar dinheiro, aprender a investigar e uso a luta de rua como o meu treino, independemente da forma que eu estar eu preciso de ultrapassar os meus limites, esse vai ser o meu objetivo nesse momento... Realmente espero lutar contra caras fortes, isso vai ser divertido hehe''

Comecei a olhar para cima enquanto pensaria em qual seria a minha resposta, no momento que percebi o que tinha de fazer eu dei um pequeno tapa na minha cabeça como se tivesse lembrado de alguma coisa, posteriormente ao terminar de pensar acerca do assunto comecei a dar uma pequena risada que foi se transformando ao pouco em uma grande risada, a minha cabeça estava agora apontada para baixo mas logo se virou para a investigadora enquanto eu ria por estar super feliz com aquela situação, não me entendam mal, no fundo eu sabia que estava fudido afinal se até a investigadora pediu ajuda nesse caso deveria ser difícil, mas era exatamente isso que me empolgava, não saber o que iria acontecer ou ainda melhor como eu iria superar aquilo era algo que eu apostava que nem o destino soubesse sobre mim, apenas parei de sorrir porque tinha de responder a proposta dela afinal já estava na hora mas o meu sentimento de empolgação e a determinação no alto estava bem presente em mim ─ Aprender a Investigação, dinheiro, ficar mais forte e fama, não há nada que eu mais quero conquistar nesse momento, eu vou aceitar a sua segunda opção vou te ajudar a pegar esse procurado no meu ponto de vista eu só tenho a ganhar não importa o que acontecer, eu vou aceitar as suas desculpas exatamente por causa dessa linda proposta Investigadora Eliezer Cross, então vamos começar? ─ Após a minha resposta, ela seria a primeira pessoa da qual eu teria o mínimo respeito, ela seria digna do meu olhar de aprovação a partir daquele momento, embora ainda fosse uma vaca para dizer a verdade.

''Essa senhora é bem gananciosa hein, 60/40 para ela é bem mais do que a metade... Bem talvez esse seja o meu pagamento, e é muito mais do que 150 mil berries, ela é inteligente e embora demorou um pouco ela soube reconhecer alguém superior como eu, nada mal.''



Aprendizado de Proficiência: Investigação


Eliezer Cross, a melhor investigadora que eu tinha conhecido até agora e quem sabe seria para sempre, senão um dia ultrapassada por mim Anthony Rose, mas primeiro tinha ver se realmente ela era boa no que ela tinha tanta boca para se achar. A senhora se moveu na minha direção enquanto eu estava levantado olhando para baixo e ela para cima, definitivamente mais calma estaria e deu um grande suspiro quando começou assim a falar ─ Não vou pegar leve gigante esteja preparado eu não perco tempo ─ Disse com uma voz autoritária enquanto eu apenas sorria respondendo ─ Não esperava outra coisa vindo de si ─ Após isso ela me se virou foi a sua mesa pegando em um papel, eu fazia nem ideia qual era o objetivo, eu não sabia mas ela tinha escrevido o meu nome ali o embrulhou e colocou no bolso, também tinha feito alguns rabiscos no papel com uma caneta de cor preta, após isso ela começou a explicar o básico da sua paixão de uma maneira muito rápida e empolgante ─ Como eu já dizia, investigar é uma arte, é como solucionar um quebra-cabeças, unir pequenas informações e formar uma rede de conhecimentos interligados conjecturando possíveis resultados para alcançar opções viáveis dentro do contexto requisitado, isso tudo é dividido em cinco partes. A primeiro passo é ter paciência você nem sempre terá os resultados esperados logo na primeira tentativa, às vezes serão necessários horas, dias, semanas ou até meses de investigação para chegar à solução do caso ou encontrar algo mais concreto, afinal de conta em busca de encontrar pistas é necessário outras pistas e interligar tudo, algumas pistas são andantes o que chamamos a essas também "pessoas" nunca se sabe quando vão vais as achar, às vezes temos sorte outras vezes nem tanto... Segundo passo e muito importante é desenvolver uma capacidade analítica, sei que como tens conhecimentos em Cripgrafia vai ser mais fácil para ti pois já estás acostumado, mas lembrar que nem sempre vais usar a tua perspectiva de vida vai te ajudar muito, saber olhar para uma situação e analisar os diversos cenários possíveis é um aspecto importante, tenha em mente que muitas vezes será difícil chegar a um resultado se não houver um estudado aprofundado do caso em questão os melhores investigadores conseguem entender as variáveis e calcular as possibilidades a partir de um olhar que saia do senso comum tendo mais chances de obter êxito. Por meio de uma análise minuciosa, podes ser capaz de traçar diversos cenários, encontrando qual é o mais pertinente, nesse momento, os mínimos detalhes fazem toda a diferença juntamente a isso, é importante ser... Opa, acabei falando muito e depressa, até aonde você entendeu? ─ Ela disse isso um quanto embaraçada para mim, mas eu fiquei confuso quando ela parou porque eu tinha captado tudo tão facilmente e lembrava claramente o que ela falava na verdade enquanto ouvia eu ficava empolgado imaginando diversos cenários na minha mente, por isso respondi como se nada tivesse acontecido ─ Hãm... Eu nunca esqueço nada que eu vejo ou oiço então não precisa se preocupar comigo que eu entendi tudinho o que disse ─ Apenas olhei para ela com um sorriso de canto e esperava que ela continuasse. Sem receio ela deu de ombros e agora continuaria a sua explicação sem parar, apenas aproveitou esse momento para recuperar o fôlego e de seguida continuar.

Como eu já dizia, juntamente a isso, é importante ser curioso e, claro, observador, além de tentar se colocar no lugar do outro, sendo capaz até mesmo de antecipar alguns passos do investigado ou do que é investigado em determinados casos, mas de forma geral, o investigador precisa enxergar a situação de vários ângulos, diante desse cenário, ter paciência se faz não só necessário, mas obrigatório como eu disse no primeiro passo, cada passo está interligado então é importante que se lembre de todos. Terceiro passo, saber quando ou não pensar simples, às vezes, buscar uma resposta simples é o caminho mais fácil e correto, que não exige tempo e nem tanta dedicação do investigador, porém, esse comportamento pode levá-lo a cometer erros no processo, é primordial dar a devida atenção para cada caso, verificando separadamente as situações, não tenha medo de pensar em teorias mais complexas, o importante, aqui, é encontrar a "resposta" por mais absurda que ela apareça. Nesse contexto, é importante se desapegar de pensamentos coletivos, ou seja: não deixe que certas teorias se sobressaiam às demais ou tenham mais destaque simplesmente porque já existe um grande número de casos com o mesmo desfecho, siga seus instintos sem abrir mão da razão e tente encontrar o cenário mais plausível. Sei se você tem bons instintos e potencial para isto. Bem, quarto passo discrição, é o mais simple de todos e muito importante, simplesmente saber não chamar a atenção de terceiros que podem acabar atrapalhando na resolução do caso, saber como se comunicar e ganhar informações sem parecer suspeito é crucial neste caso, isso vai ser um  grande problema com essa tua atitude e grande corpo, estou ansioso para saber como vais lidar com isso nas tuas futuras aventuras.

Ela tinha termninado de falar e apenas ficava a me olhar, eu também ficava apenas a lhe olhar ainda empolgado para ouvir o resto, ficamos ali por alguns minutos apenas olhando um para o outro, eu queria falar mas senti que alguma coisa estava errada, depois de mais alguns minutos encarando um ao outro ela acabou finalmente falando ─ Vejo que já dominou a paciência de um investigador, eu quis apenas testar até aonde iria me esperar, emfim... ─ Sério? Aquilo seria um teste dela para mim e eu simplesmente idiota pensava ''Para dizer a verdade eu apenas sou tão preguiçoso que aquilo não foi incomodo tão grande para mim'', após isso ela me disse para fechar os olhos coisa que fiz de seguida, e ela tirou do bolso o papel que tinha o meu nome e atirou o papel simplesmente para qualquer lugar, acabou caindo em frente da porta junto com os outros montes de pápeis que tinha ali, seria um trabalho duro para mim, como eu iria resolver aquilo? Depois de segundos dito para abrir os olhos ela me explicava a situação ─ Encontre um papel com o seu nome, boa sorte, apenas use tudo o que lhe ensinei até agora ─ Eu estava surpreso, eu iria perguntar pelo quinto passo pois ela não tinha me ensinado tudo ainda mas ao usar as palavras "apenas use tudo o que lhe ensinei" ela já tinha previsto isso, comecei por pensar no primeiro passo ter paciência mas nesse caso eu tinha uma luta de rua para fazer e não podia perder horas ou ainda dias ali, aquilo meio que mexeu com a minha cabeça, era um erro de pricipiante. Mas bem soube colocar as minhas prioridades a frente, colocando as minhas emoções em ordem tive paciência e tentei procurar logo na escrivinha dela primeiro, usando o segundo passo procurei analisar o que eu sabia acerca da investigadora, ela estava ali quando cheguei no local o que significava que ela gostava daquele local, por uma boa meia hora procuraria o papel e ali não estava, ela apenas ficava a me olhar sem demonstrar qualquer emoção podia notar que ela estava a me observar não apenas a olhar. Quando ela fez isso eu percebi algo, ela ainda aplicava o segundo passo o mais longo, que envolvia observar simplesmente sorri e fiz o mesmo, comecei a olhar para ela e lembrar da primeira impressão que tive quando cheguei ali, então procurei estar na minha pele novamente indo pelo ínicio, comecei  a me mover até a porta e a abri, saí por ela e voltei novamente, lembrei que ela tinha atirado um gato e procurei lembrar para a direção que ela tinha atirado, era exatamente onde eu estava coloquei um joelho no chão, o esquerdo, começando a procurar o papel ali, sim, procurava um por um e aquilo foi aborrecido mas eventualmente acabei encontrado o que foi muito satifatório, olhei para ela sorrindo realmente de alegria e fui entregar para ela, depois disso ela olhou para mim e disse ─ Quinto passo, buscar pelo aprendizado constante, com as suas ideias, qualidades e até mesmo defeitos você vai poder abrir novas portas para se tornar um melhor investigador, vão existir diversos tipos de casos que vão exigir diferentes tipos de métodos coisa que se aprende apenas com a experiência, mas bom, agora posso chamar você de investigador junior você foi muito bem, o resto é contigo, continue a evoluir e não esqueça de sempre seguir os seus bons instintos. ─ Ela terminou sorrindo para mim, ela um sorriso realmente lindo e não só do meu ponto de visto.


Fim do Aprendizado de Proficiência: Investigação


Terminaria assim o meu aprendizado de Investigação, estava bem satisfeito com aquilo, não foi um desperdício de tempo ter feito aquilo, ela teria cumprido a sua parte do acordo e eu tinha de cumprir a minha, como futuro Rei dos Reis não podia voltar atrás com a minha poderosa palvra, valia muito aquilo perderia o seu valor se eu fizesse algum dia isso, me sentia meio confortável com ela ali, ela seria digna de ver algo que a maioria da humanidade jamais veria na sua vida, como era alguém que agradava os meus olhos puxaria a minha sacola de doces e procurei comer alguns deles para saciar a minha vontade, afinal eu iria para uma jornada que possivelmente não me daria jeito de comer doces, também já fazia tempo que não comia algum deles, depois de tentar comer assim os doces saciando e aproveitando cada um dos alguns que peguei disse bem saciado ─ Bem, temos um procurado para caçar, vamos? Ou vai me deixar nessa sozinho? ─ Falei calmo com as mãos nos bolsos esperando uma resposta dela, ao esperar procurei ver o quão bagunçada ela mesma seria mas não disse nada, apenas não tinha mais nada a fazer senão esperar pela resposta.


Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:


PDV: 6600/6600 | STA: 200/200 | Grupo: Civil

◦◦◦
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

A proposta foi bem recebida pelo gigante. As possibilidades se adequaram aos planos do futuro investigador que ponderou conscientemente antes de decidir, tomando a decisão mais difícil, embora mais interessante. Respondeu Cross com sua opção e as personalidades rapidamente se encaixaram. Ambos eram “doidinhos” do seu jeito e se deram bem por isso.

O aprendizado começou e a sintonia entre ambos era excelente. Cross mostrou seu lado docente enquanto Rose baixou a guarda e agiu como um aluno obediente. Algum tempo depois, Anthony já conseguia identificar pistas e avaliar cenas. Mas somente a prática lhe daria o treinamento completo, afinal, a experiência fazia o profissional.

Ao fim da lição, o aprendiz pegou seus doces e se satisfez enquanto esperava pela professora. Mas antes de saírem, ela tinha seus próprios afazeres, além de formular o plano. Então, durante uma hora mais ou menos, ela fez um monte de coisas, entre elas: cuidar dos animais, limpar uma mesa para colocar os documentos, traçar caminhos em mapas e montar uma maleta com alguns pertences, além de preparar um lanche rápido para ambos e tomar um banho.


Algum tempo depois, ela saiu de um cômodo completamente diferente. Limpa, arrumada e alimentada, ela parecia outra pessoa. Inclusive sua postura e tom de voz haviam mudados, se Anthony não a conhecesse, com certeza acharia que havia encontrado outra pessoa.

I know what I want and where I'm going Deteti10

_ Já montei os preparativos. Eu tenho licença como caçadora de recompensas, mas quase nunca faço porque não sou forte. Você é, então usarei sua força. O nome do nosso alvo é Jason Kruegger. Ele é um bandido que já matou durante roubos. De acordo com as minhas análises, ele estará nessa taverna hoje à noite. Já anoiteceu, então é a hora. Só temos hoje, senão só na próxima semana.

Com o mapa em uma mão e o cartaz de procurado na outra, ela mostrou as informações para o companheiro e agora eles sabiam para onde ir.

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353


I know who I am
Winners live being feared losers live with fear
 
Eu estava aborrecido! Era assim que me sentia esperando a investigadora finalizar as suas actividades, mas eu tinha os meus doces para fazerem a situação ser menos aborrecida sem eles provavelmente já estaria fora dali, enquanto comia os meus doces as minhas manias também não paravam, esperando por ela ficaria a andar por todo o local calmamente olhando tudo o que ali estava, procurei notar tudo o que ali visto desde o meu ponto de vista até ao ponto de vista da Eliezer, estava a tentar melhorar ainda mais as minhas capacidades de investigação récem adquiridas, quando ela voltaria eu estaria de costas viradas para ela focado apenas em melhorar as minhas habilidades e não vou mentir os doces me faziam nem querer pensar em nada mais além do que eu mais queria no momento e isso seria melhorar, procurei fazer isso para não se focar muito no inimigo que se aproximaria, eu queria saber qual seria o meu nível no mundo dos piratas o quão díficil ou fácil seria derrotar ele, isso ditaria muito sobre o quão perto ou distante eu estava, afinal 5 milhões berries não era muito neste mundo por isso fazer algo produtivo seria o melhor a se fazer.

Quando viraria o meu corpo para o outro lado eu via algo que... Bem digamos eu não esperava de todo, eu via uma senhora madura a minha frente totalmente bem preparada, notando bem eu poderia ver que era a investigadora agora sim parecia uma verdadeira mulher e investigadora, mas foi uma tanta surpresa procurei não mostrar isso em vez disso simplesmente olharia por ela por alguns segundos a observando, depois desse tempo eu faria algo que eu acho que a mulher não esperaria de todo, os meus lábios começariam aos poucos a se mover para cima e com a canhota começo a bater no meu próprio peito e lanço uma enorme gargalhada enquanto de olhos fechados não conseguia me contar ─ O que raios aconteceu com a sua cara? Porque está preparada desse jeito... Oh, oh não me diga que você é a vigilante da noite, bardeada e suja de dia mas quando chega a noite é a Investigadora Cross... Você parece tão rídicula va lá, tudo em si mudou não é nada bom viver sendo quem você não é sabia? ─ Continuei rindo muito pois eu era mesmo assim, se há algo que as pessoas sabiam sobre mim era como eu sou despresível desde que cresci não havia necessidade de tanto mas era mesmo engraçado não surpreendente como para as outras pessoas, limparia uma lágrima do meu olho com a canhota pois fazia mesmo tempo que eu não ria assim tanto ela realmente era engraçada, na minha mente passavam tantas piadas para a insultar, mas assim que ela começava a falar percebia que não tinha tempo para isso, por isso aos poucos fui me calado procurando prestar atenção ao que ela diria.

"Jason Kruegger", assim que ela disse esse nome eu sabia o que tinha de fazer, eu estava nem aí para saber acerca da licença de caçadora dela, mas saber que ela não era forte significava que tinha que lidar com isso sozinho coisa que euestava mais do que preparado para fazer, a recompensa alta do procurado devia ser devido as incontáveis ou contáveis mortes que ele tinha provocado, eu nem sabia se pela próxima semana ainda estaria nessa ilha então tinha apenas uma chance de o apanhar, ela já tinha preparado tudo e não tinha mais nada a fazer senão dar a minha deixa ─ Apenas me diga uma coisa, deseja ele vivo ou morto? ─ Sorri empolgado para ela enquanto olhava para o cartaz do procurado, ao olhar para aquilo não vou mentir me deu uma vontade grande de possuir um também, não necessariamente em mortes de pessoas que nada fizeram contra mim mas sei quem são os meus inimigos e que são eles quem colocam essas recompensas, eles mal sabem o que está a chegar só de pensar nisso eu queria um daqueles também, mas no momento procurei me distrair olhando para o mapa e começaria assim a andar em direção ao local, se tivesse alguma informação ali acerca do algo expecto a sua localização eu não iria querer saber, eu queria uma luta onde eu não conheceria a força do meu oponente caso contrário eu teria a vantagem óbvia e não seria diverto, afinal no mundo a maior parte das vezes não temos a informação sobre alguém quando lutamos.

Eliezer assim que chegamos lá eu vou lutar contra ele, sem planos, sem nada, apenas mano-a-mano, se ele tiver associados você cuida deles, o meu pagamento para a tua imensa ajuda é isso se você se meter na batalha eu não estaria a te pagar totalmente e como sabe você tem  a minha palavra que eu vou pagar o que prometi, assim que eu o derrotar você pode vir pegar o corpo dele e o entregar aonde se quer que se pega a recompensa, você mesma disse que não é forte para isso só me deixa fazer o que eu sei fazer de melhor

Enquanto falava eu parecia muito mais sério do que o normal, eu queria o patife totalmente para mim mas talvez fosse algo mais, bem, nunca saberíamos o que seria na verdade. Continuaria a andar com ela assim até ao local, e no caso de assim conseguimos nos mover até ali sem nenhum problema, eu procuraria dar mais uma vista de olhos para o cartaz olhando bem para o rosto que ali estaria depois de assim o ver pararia e diria ─ Vou entrar na taverna, se tem algo para dizer que seja agora, porque quando eu entrar e ver o sacana ali eu vou ir com tudo ─ Caso ela tivesse alguma coisa a dizer eu iria ouvir e depois tentaria entrar na taverna, caso contrário eu iria apenas entrar na taverna. Ao entrar nela começaria logo a procurar por Jason, no caso de ele não estar ali simplesmente eu iria me sentar em uma das possíveis mesas vazias dali, no caso dele estar com companheiros piratas ali eu ficaria a observar de pé por um momento até que a investigadora viesse dar um jeito ou ao menos aparecesse para dar uma dica, se ele estivesse sozinho ali no local eu daria um sorriso de canto e daria um grande suspiro antes de começar a falar alto enquanto olharia para esta pessoa ─ Jason Kruegger! Vamos lutar, você tem um segundo para se decidir, ouvi dizer que você é forte... Ups o tempo acabou ─ Começaria assim a correr na direção do mesmo procurando olhar o corpo e a pessoa dele, especialmente por armas para tentar notar qual seria o estilo de luta que ele usaria ''Eu esperei por isso durante o dia todo, eu quero brincar!'' pensaria isso enquanto correrria o mais depressa na direção dele, procuraria dar um chute com a perna direita o mais forte e depressa possível para o mandar fora da taverna, o chute seria horizontal e visava simplesmente atingir o corpo do adversário, no caso de uma esquiva iria usar a perna esqueda para atacar rapidamente na direção que ele se desviaria, com um chute frontal procurando atingir o estomâgo do oponente afim de o mandar longe da taverna que no momento seria a minha primeira prioridade, se ele bloqueasse o meu golpe com o seu corpo eu iria simplesmente usar mais força e procurar o empurrar com a minha perna seguida da sequência com o seguinte chute frontal já descrito, num outro caso de ele tiver uma arma branca e tentar bloquear usando ela eu iria procurar estar atento e assim usar o chute horizontal para ameaçar e seguida usaria uma rasteira para o desiquilibrar e agarria no corpo dele o lançando para longe visando também o lançar fora da taverna por fim no caso de ele tirar uma arma de fogo, eu iria procurar pegar qualquer objeto que estivesse no meu caminho e atirar contra ele assim que ele apontasse a arma procurando assim me dar mais tempo para chegar perto dele e usar a minha sequência de chutes para o lançar para longe, no caso assim de ele contra atacar com algum ataque físico eu iria usar a minha perna esquerda para bloquear o golpe puxando ela para perto do meu corpo e chutar contra o golpe e contra atacar com um soco potente da direita contra o rosto do oponente, caso contrário eu iria me defender procurando agarrar o mão ou mãos do meu adversário dependendo de onde estivesse a arma ou armas e assim usaria a minha força para as esmagar o mais forte que eu poderia afim de o fazer largar as armas ou arma, depois daria uma cabeça bem forte nele e de seguida um chute para o fazer fora da taverna, a luta mal estaria a começar então queria ainda analisar como ele iria reagir aos meus ataques, no caso de eu não ser bem sucedido em o lançar fora da taverna daria um passos rapidos para trás e colocaria as mãos na altura do meu rosto procurando assim a proteger enquanto dou pequenos pulos para me manter em movimento, no caso de assim o conseguir iria para fora da taverna e tentaria ficar a uma distância de dez metros dele com a mesma posição já descrita olhando para o meu oponente assim.

Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:



PDV: 6600/6600 |STA: 200/200 | Grupo: Civil | POST: 07

@Lilah
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going 350120fla
Créditos :
50
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

A reação de Anthony após ver a investigadora se arrumar gerou nela uma raiva incontrolável, onde por um segundo ela pareceu um tomate soltando fumaça e deu um soco na cabeça do gigante fazendo um galo aparecer enquanto gritava “BAKAAAAA”.

Após se recompor, o casal voltou a conversar e Anthony deixou claro qual seria sua postura na missão e o acordo foi formado. Partiram até o local indicado e ao chegar lá, exatamente como investigado por Cross, estava o alvo. Jason Kruegger https://i.pinimg.com/564x/9f/2a/bb/9f2abb92d92dbfdbfdb1b4214b1c1633.jpg com seu característico chapéu cobrindo o rosto e algumas cicatrizes que lhe davam uma aparência nefasta.

Assim que o notou, Dior foi até ele e após uma breve introdução, já meteu-lhe um pesadão que o arremessou para longe do bar quebrando uma das portas de entrada. O golpe surpresa pegou em cheio no procurado que teve alguma dificuldade para se levantar, mas absorveu bem em poucos segundos, mostrando sua arma personalidade. Ele usava garras (igual o Barba Negra) e algumas delas tinham marcas de sangue seco.

O primeiro avanço de Jason foi com um golpe vertical descendente mirando o tronco de Rose que habilmente bloqueou com a mão esquerda e chutou frontalmente novamente. Mas devido ao tamanho do gigante, ser atingido era bastante comum e as garras ainda conseguiram arranhá-lo. Embora o dano fosse o equivalente a uma faca no antebraço para um humano comum, o adversário deixou escapar um sorriso malicioso e pouco tempo depois Anthony começou a sentir sinais de tontura. O combate agora tomava outro rumo. O que ele fará agora?

ANTHONY D. DIOR ROSE:


_________________

I know what I want and where I'm going Aaaaaa11