Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

I know what I want and where I'm going

Página 2 de 2 Anterior  1, 2
Kenshin
Imagem :
I know what I want and where I'm going - Página 2 Ahri
Créditos :
51
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
I know what I want and where I'm going Sex Maio 14, 2021 4:58 pm
Relembrando a primeira mensagem :

I know what I want and where I'm going

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Anthony D. Dior Rose. A qual não possui narrador definido.

_________________

I know what I want and where I'm going - Página 2 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going - Página 2 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353


I know who I am
Winners live being feared losers live with fear
 
Eu bem que mereci o soco na cabeça, não vou dizer que gostei mas eu queria usar aquilo para me lembrar que eu lutava por um bem maior, dar a minha palavra em alguém era a maior benção que um humano podia receber vindo do seu futuro Rei, um pouco antes da batallha começar procurava pegar na minha cabeça sorrindo de cabeça para baixa e somente depois entrar no local.

A batalha começaria! Apesar de eu ser extremamente alto eu não era propriamente lento talvez muita gente tivesse essa ideia de que se alguém é alto deve ser muito lento, mas eu tinha uma boa velocidade para assim atacar o meu inimigo e conseguir lhe tirar fora do bar, era o meu objetivo principal termos um local apropriado para a luta pois estar no bar seria uma desvantagem por conta do meu corpo gigantesco então estar no ambiente mais favorável foi o que eu tinha decidido e tinha sido bem sucedido, notaria as lâminas que o meu inimigo tinha e procuraria ter o maior cuidado contra elas, o sangue que ali estava seria uma prova de que ele atacava os seus inimigos com a sua arma ao menos uma vez. Procurei olhar para o rosto dele enquanto estavamos fora do bar e assim dizer enquanto estava sério e observando o meu oponente ─ Já pensaste em uma cirugia para o teu rosto? Porque você é feio pra caralho deixa eu te dizer, o mundo sem ti fica mais "lindo" ─ Após a minha piada bem pensada dei um sorriso de canto, a partir dali eu iria começar a memorizar todos os movimentos que ele faria, desde o seu estilo de luta, até as suas reações e até mesmo como ele se moveria, tudo isso em prol de entender como eu iria lutar com ele, após a troca de golpes eu pensaria que estava no controle desta luta pois era eu quem mais o atingia no momento mas ele conseguia me arranhar com as suas lâminas, tentei aguentar a dor e não dar sinais que tinha sentido alguma coisa quando estava preparado para avançar contra o meu oponente foi quando comecei a me sentir meio tonto, olharia para ele e tentar notar o sorriso que estava no rosto dele tentava não mostrar que aquilo tinha me afetado de qualquer jeito, eu queria parecer que estava a 100% para não dar nenhum sinal que o plano dele tinha funcionado ''Após ele me arranhar e sorrir eu comecei a sentir essas tonturas, o que ele tem naquelas lâminas? Doku (Veneno)? Preciso de ter cuidado e dar um jeito de o desarmar se eu não conseguir fazer isso vai ser muito complicado para mim, não tenho experiência a lutar com pessoas desse tipo totalmente inesperado e diferentes... Então esse é o mundo que eu tenho de me aventurar? Hmm, vamos a isso... Mas preciso de dar um jeito primeiro nessa ferida... Sinto que só vai ficar pior...'' Meus olhos não saíriam nem por um momento de vista do meu oponente, queria estar preparado para qualquer ação que ele tomasse para que não me pegasse desprevenido, sendo assim procurei arrancar a manga da minha camisa e amarrar um pouco mais a acima de onde estava o ferimento para que se no caso daquilo for veneno eu poderia parar ele ali antes que se alastrasse. No caso de enquanto eu estiver a fazer isso ele me atacasse eu iria procurar olhar bem nos olhos dele, e enquanto a mão oposta do ferimento trataria do mesmo eu iria usar as minhas pernas como as minhas maiores armas, no caso dele ele assim avançar contra mim eu iria baixar o meu corpo e executar uma rasteira seguido de um chute da boca enquanto ele estivesse no chão, se ele ainda assim estivesse uma arma para me atacar a longa distância eu iria procurar um casa, ou objeto suficientemente grande para me mover depressa até ali até que conseguisse tratar da ferida, depois de assim conseguir cuidar dela ou ao menos no caso de conseguir ou ainda no caso de não conseguir eu voltaria o meu na minha posição de combate, colocando ambos os punhos serrados com o pé direito um pouco mais para frente e a mão esquerda um pouco mais para trás ''Preciso de aumentar a minha adrenalina... Eu sou Anthony Dior Rose, ninguém vai conseguir me parar nem mesmo uma mínima condição!'' Disse isso me imaginando a ficar mais forte e tentando assim ignorar a dor ou qualquer sintoma que eu tinha, tentei imaginar que qualquer condição má que eu tinha não estava ali era apenas algo mental não verdadeiro.

AHHHHHHHHHHHHH! Vamos a isso Kruegger!

Após isso eu sorri ficando ainda mais empolgado para essa batalha começar, já poderia ver que aquele homem seria um oponente digno se lutar comigo, com movimentos manhosos ou com um estilo forte como o meu não importava eu respeitava todo o tipo de força mesmo o que mais parecia estranho desde que realmente fosse forte, e ele me parecia seer alguém que embora não fosse tão forte como eu fisicamente ele tinha truques na manga se essa era o tipo de pessoa que ele era eu só tinha que o esmagar de qualquer jeito e nada mais. Como já planeado eu queria o desarmar primeiro, comecei a correr o mais depressa em direção dele ─ Parece que o seu pequeno truque não funcionou contra mim porque não tenta novamente? ─ Procurei entrar na mente dele enquanto resistia aquilo que me daria as tonturas, e não queria demonstrar aquilo a todo o custo pois seria fatal aquilo seria uma batalha mental, com isso tentei reagir de acordo com o que já sabia e me lembrava sobre o meu oponente e seus movimentos,  quando chegria perto daria começaria a dar pequenos pulos em zingue-zague para tentar o confundir para qual direição eu iria atacar, quando assim de repente eu iria de frente cuspindo os olhos dele para o cegar ou me dar um tempo melhor de ataque e assim tentar dar um soco bem potente na barriga dele para tentar o deixar com uma imensa dor dali para o deixar sem tempo de reação no meu próximo movimento que seria agarrar os pulsos do meu oponente e os esticar para que pudesse seperar os braços do meu oponente do seu corpo, eu não sabia se tinha a força necessária para isso mas procurei acreditar, pois assim que esticasse o máxima que conseguisse eu iria torcer as mãos para baixo assim visando quebrar os pulsos dele com toda a força que eu tinha, no caso dele tentar se afastar em qualquer movimento que eu faria tentaria usar a minha longa perna direita para atacar a sua costela contra o chão e assim ele ficar colocado ao chão, ter um grande corpo também tinha as suas vantagens não apenas desvantagens. No caso dele tentar me contra atacar com as suas lâminas eu tentaria voltar para trás mas somente o meu tronco para me dar um pouco mais de tempo e assim agarrar ambos os pulsos das mãos do meu oponente e assim os virar na direção contrária procurando esmagar os mesmos completamente, tinha a intenção de os virar pelo menos quatro vezes para ver se os conseguia arrancar junto das armas ou ao menos causar uma dor intensa para que ele não usasse mais as suas mãos, eu tinha mãos muito fortes então esperava conseguir as esmagar.

Ainda não acabou!

Falava assim o atirando para cima enquanto os meus olhos seguiam o corpo dele, quando ele estivesse assim caindo eu iria colocar o meu punho serrado da mão direita na direção do meu braço esquerdo e voltaria para frente procurando atingir as costelas do meu oponente com o máximo de força que pudesse para deixar a minha "marca" no corpo dele de tanta força que eu tentaria atingir o meu maldito inimigo ( https://thumbs.gfycat.com/AssuredRingedFlickertailsquirrel-size_restricted.gif ), no caso do meu oponente conseguir se mover no ar para esquivar ou bloquar o meu golpe eu iria usar aquilo como uma simulação e assim com a mão oposta atingir o queixo dele visando esmagar a sua mandíbula, depois dos meus golpes ficaria atento em como ele iria reagir a minha sequência de golpes. No caso dele tentar agora me atacar ficaria na minha posição de combate sempre pensando apenas em derrotar o meu inimigo, procurava nem sequer me lembrar das más condições que tinha, no caso dele ele atacar continuamente em algum momento dos meus ataque ou ainda depois dos meus golpes eu iria dar um passo para trás e executar uma rasteira a ver se interrompia a sequência de golpes, se fossem ataques bem pensado e um de cada vez eu iria contra atacar sempre, se ele usasse as mãos para atacar eu usaria os meus pés para contra atacar primeiro e assim o afastar de mim usando força bruta, se ele usasse as pernas para atacar eu iria usar os meus punhos para atacar o rosto dele com um potente gancho da direita para o afastar, como tinha membros mais longo esperava ganhar em uma batalha de alcance mesmo que ele ainda tivesse as suas lâminas, mas se visse que isso não seria suficiente eu iria saltar contra o corpo dele agarrando ambos os braços e amarrando as minhas pernas nas pernas dele enquanto estavamos no chão "pregando" assim o corpo dele e começando a apertar o corpo dele até que ele ficasse sem forças.

Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:



PDV: 6600/6600 |STA: 200/200 | Grupo: Civil | POST: 07

@Lilah
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going - Página 2 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

O combate parecia ter se nivelado com a condição estranha na mente do gigante. Visando diminuir os danos, tentou estancar as feridas, mas seu oponente não lhe deu tempo para isso. Em uma troca de golpes digna de olhares maravilhados com o que viam, a dupla chamou a atenção de todos no bar que saiam e assistiam em silêncio o confronto.

Estranhamente, Anthony era ágil para alguém de seu tamanho e senão fosse pela especialidade do assassino ser justamente sua rapidez, a luta já teria chegado ao fim. Rasteiras, socos, cortes e a luta encontrava um pé de igualdade onde Dior era incapaz de encontrar um golpe bem aplicado e saía com apenas alguns cortes. Contudo, o dano começava a juntar e ficar perigoso.

Quanto mais gritava, mais adrenalina aumentava ao mesmo tempo que acelerava o sangue pelo seu corpo e com ele o efeito do veneno. O vencedor parecia fácil de adivinhar, mas um erro aconteceu e o futuro rei conseguiu segurar o pulso do adversário e usando toda sua força restante o quebrou, aplicando um chute em suas costelas.

Entretanto, aquele foi o final de suas energias, pois, o veneno atingiu o seu sistema nervoso central e o fez cair duro, porém, consciente. A violência dos golpes de Dior foi tão forte que também derrotou seu oponente. Ele até tentou levantar, mas Cross chegou e bateu com um o cabo de sua lupa bem no centro de sua cabeça fazendo -o desmaiar imediatamente.

_ conseguimos!

Essa foi a última palavra que Dior ouviu antes de desmaiar e viajar em seus próprios sonhos.

Acordou no dia seguinte com os raios de sol em seus olhos. Se olhasse ao redor veria um quarto simples sem muita decoração, apenas uma estante repleta de livros e alguns gatos no chão deitados.

ANTHONY D. DIOR ROSE:





_________________

I know what I want and where I'm going - Página 2 Aaaaaa11
Anthony Dior
Imagem :
I know what I want and where I'm going - Página 2 202008109d433e399225d002f_th_1024x0
Créditos :
05
Localização :
East Blue - Shells Town
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t373-anthony-d-dior-rose https://www.allbluerpg.com/t421-i-know-what-i-want-and-where-i-m-going#1353


I know who I am
Winners live being feared losers live with fear
 
Merda! Normalmente as pessoas não conseguem me acompanhar porque pensam logo que um grandão como eu seria lento, os meus pensamentos também estavam meio confusos pelo veneno ou qualquer coisa maldita que estava no meu corpo, nunca pensei que alguém usaria nesse tipo de coisa contra mim sempre pensei que seriam espadas e pistolas o meu maior desafio ao começar está aventura, existem mesmo pessoas impressionantes do seu jeito a voltar do mundo. Ele conseguia acompanhar a minha velocidade e não só eu é quem sentia que estava a perder está luta, a cada golpe trocado eu me sentia mais fraco e fraco mesmo tentando aumentar a minha adrenalina, talvez esse até fosse o problema eu mesmo nem entendia muito o corpo humano, eu tinha de terminar aquela luta de algum jeito eu podia notar que o relógio estava definitivamente contra mim.

Ao conseguir encontrar uma brecha e finalmente quebrar os seus punhos, eu teria a intenção de esmagar as pernas dele para ter a certeza de que ele não fugiria de mim por nenhum motivo quando parei de sentir o meu próprio corpo, eu estava consciente mas não conseguia me mover, tinha esgotado a minha força toda e mais poderia estar envolvido nisso, finalmente ao cair e ter derrotado o inimigo, eu começo a cair com um sorriso no rosto mas momentos depois ao vê-lo tentar levantar eu começo a me esforçar para ver se conseguia levantar também, mas o meu corpo estava completamente parado, eu estava nervoso com o meu próprio corpo que já tinha aguentado tanto só precisava um pouco mais, ao ver que não teria sucesso eu estava preparado para aguentar um futuro golpe vindo o meu olhar mostrava pura intenção de viver e querer acabar com o meu oponente, eu tinha o derrotado se não fosse pelo veneno eu estaria de pé, estar deitado ali era um motivo de ódio para mim mas não podia me queixar... Pela minha surpresa a investigadora aparece para salvar o meu couro no último momento, estava aliviado e deixei de tentar me levantar ficando mais relaxado e aos poucos perdendo a consciência enquanto pensava nas palavras dela "Conseguimos", não era isso que eu queria ou esperava, mesmo que o meu oponente fosse um cara de 5 milhões de berries em recompensa.

''Merda! Se não fosse por ela eu podia estar morto, eu estava a lutar e tinha me esquecido completamente o porquê eu só conseguia pensar na luta, mas eu não quis a ajuda dela nisso, só fico feliz que ela não atrapalhou a luta eu sabia que eu o iria derrotar pena foi que eu não consegui me curar depois da luta, estou aqui incapacitado, eu pretendo viajar sozinho, se não conseguir mais forte não vou conseguir sobreviver desta vez tive ajuda para me levantar, pela próxima vez e para sempre eu vou precisar me manter erguido depois de qualquer luta, nunca mais terminarei uma luta no chão estarei sempre de pé... Não importa...como... eu vou...''

Finalmente acordava depois de uma luta bastante intensa, o quarto em que acordava estava completamente coberto de sangue e eu estava meio confuso com aquilo, procurei olhar ao redor para ver tinha algo mais ali mas nada estava na minha visão senão o sangue ali escorrendo pelas paredes, mas depois de alguns segundos comecei a cheirar algo muito familiar, vinha das paredes mais especificamente do snague, eu estava meio confuso ou ainda mais confuso então me aproximei e toque no sangue quando assim percebi algo, não era sangue era geleia! Automaticamente uma mão gigantesca agarrou no máximo de geleia que conseguia e assim colocava na minha boca, aquilo criou uma grande brecha na parede que sem esquecer deliciava o meu paladar, com isso se abriu um caminho... Para a cidade dos doces! Corria direitamente para um lago de chocolate seguido de um caminho de donuts e sem esquecer que comia ao menos cinco vezes cada doce que via, tinha todos os tipos de chocolate, donuts, gomas e muito mais, eu acabava de barriga cheia, ao menos era o que eu pensava até ver um doce na minha frente, era algo indescritível só de ver água vinha na minha boca, eu estava preparado para comer aquilo eu estava faminto para ter aquilo na minha boca e saborear quando assim um martelo vindo do nada cai na minha cabeça.

''Será que eu só consigo mesmo pensar em doces? Epa mesmo que esse for o caso, não estragou nada... Caraças agora tenho fome''

Agora sim tinha finalmente tinha acordado, eu mal conseguia lembrar de qualquer coisa que tinha acontecido depois da minha luta, seria muito normal isso acontecer de ínicio mas eu ainda confundia a realidade e o sonho que tinha, talvez procurar alguém e ter uma conversa pudesse me ajudar, ao abrir os olhos poderia sentir os raios de sol o que me fizeram fechar um pouco mas não totalmente os meus olhos, de seguida ao olhar ao redor e notar que não teria ninguém ali apenas o comum de uma certa senhora que eu conhecia, procurei olhar no meu corpo para notar se alguma coisa estaria marcada ali ou se eu estava enfaixado ou ainda para tentar notar alguma coisa de novo ali, se ainda tivesse dor tentaria lidar com elas enquanto sorria um tanto estranho pois estava bem confuso da minha vida, procuraria uma porta pela qual pudesse passar e no caso de eu a encontrar tentaria assim me levantar se estivesse deitado ou sentado e passar pela porta, procuraria por alguém ali e na minha mente a pessoa que mais passava seria a idiota da Eliezer, no caso de encontrar ela eu logo diria coçando a minha cabeça com um rosto super preguiçoso tentando disfarçar qualquer tipo de dor que teria e assim agir normalmente.

O que raios aconteceu comigo? Será que acabamos fazendo algo inapropriado ontem? Eu vou acabar me arrependendo você não é nem o meu tipo. De qualquer forma, o que aconteceu mesmo?

Falei relaxado enquanto olhei ao redor do local para tentar perceber o que teria ao redor ou se tivesse mais alguém ali, eu tinha uma boa memória provavelmente eu lembraria de tudo o que tinha se passado mas para ser sincero queria mesmo apenas ouvir da boca dela, mas ainda no caso de ela não estar li e eu encontrar alguém que da qual não fosse ela eu apenas ficaria a coçar a minha cabeça enquanto olharia para essa pessoa ou pessoas, eu não iria dizer nada apenas iria ficar olhando para o que já dito enquanto esperaria por uma resposta por mais que demoraria, aquilo seria um tanto embaraçoso mas seria um mini choque para mim e do jeito que eu gostava de brincar com os pensamentos das pessoas sendo estúpido estava na minha essência.

Histórico:
Informações Relevantes:
Objetivos:
Técnicas Utilizadas:
Considerações a serem levadas:
Observações:



PDV: 6600/6600 |STA: 200/200 | Grupo: Civil | POST: 09

@Lilah
Van
Imagem :
I know what I want and where I'm going - Página 2 350120fla
Créditos :
45
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t641-boris-skalovski#4055 https://www.allbluerpg.com/t1799p15-porradaria-e-fuga-grand-line-drift-3#22686
Van
Pirata

Uma coisa era certa, Anthony era consistente. Mesmo após acordar em um lugar desconhecido e ainda dolorido pós-batalha, ele manteve os comentários ácidos para cima da investigadora Cross que usou todas as suas forças para se controlar e não agredir novamente o gigante, mas era visível veias colossais em sua testa parecendo um asterisco.

Após respirar fundo, a jovem explicou o que havia acontecido na noite anterior. Depois de sair vencedor, Dior ficou inconsciente. Então, Cross contatou a Marinha que levou o procurado e a ajudou a carregar o gigante até sua casa. Mas para lhe salvar, acabou pagando um médico particular que o atendeu e cobrou bem caro. No final, não havia sobrado dinheiro para o ceifador.

Dior poderia ficar chateado ou agradecido pelo aprendizado e pela oportunidade de enfrentar alguém forte. Entretanto, não havia o que pudesse ser feito. Ele agora estava novamente livre para agir e pela intensidade dos raios de sol e pela mesa posta de café-da-manhã, era possível notar que ele ainda tinha algumas horas para se preparar até o combate clandestino se ainda tivesse interesse. Por hora, poderia se alimentar embora os pelos de gato não passassem uma boa impressão.

ANTHONY D. DIOR ROSE:




_________________

I know what I want and where I'm going - Página 2 Aaaaaa11