All Blue RPG

Um RPG narrativo baseado no universo de One Piece, obra criada por Eiichiro Oda.
 
InícioCalendárioFAQProcurarMembrosGruposRegistarEntrar
Últimos assuntos
» [Ficha] Crisbella Rhode (Em construção)
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Tomita Hoje à(s) 1:19 am

» Crie seu Estilo de Combate Único
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kira Hoje à(s) 1:03 am

» Nero Warcry
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kira Ontem à(s) 11:50 pm

» Apollonia D. Lupertazzi
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Terry Ontem à(s) 11:35 pm

» Criação de Habilidades Passivas
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kenshin Ontem à(s) 11:01 pm

» [RP Player] - Tidus Belmont (Em Construção)
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Tidus Ontem à(s) 8:10 pm

» Criação de Técnicas
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Blindao Ontem à(s) 2:18 pm

» Crie sua Forma Zoan
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Blindao Ontem à(s) 1:07 pm

» Crie seus mecanismos
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Às Ontem à(s) 1:11 am

» [RP Player] Elsa Volkerbäll
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Gal-Sal Sex Fev 23, 2024 11:45 pm

» Elsa Volkerbäll
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Gal-Sal Sex Fev 23, 2024 11:44 pm

» Shang Zayang & Xia Ziyin
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Gal-Sal Sex Fev 23, 2024 9:55 pm

» Yuno
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Jean Fraga Sex Fev 23, 2024 7:35 pm

» Criação de Profissão Personalizada
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kenshin Sex Fev 23, 2024 5:31 pm

» RP Player - Doodles
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kenshin Sex Fev 23, 2024 3:40 pm

» [Ficha] Koko
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Blind1 Sex Fev 23, 2024 12:17 pm

» Ficha de Chocho Kimiko
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Akuma Nikaido Sex Fev 23, 2024 11:19 am

» Drak Skarhall
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Blindao Qui Fev 22, 2024 6:58 pm

» RP Player - [Ficha] Apollonia D. Lupertazzi
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kenshin Qui Fev 22, 2024 1:30 pm

» RP Player [Ficha] Kira
9º Capítulo: Novos Horizontes. Emptypor Kenshin Qui Fev 22, 2024 1:28 pm


------------
- NOSSO BANNER-

------------


 

 9º Capítulo: Novos Horizontes.

Ir para baixo 
2 participantes
AutorMensagem
Sasha
Rank B
Sasha


Imagem : Berserker
Créditos : 9
Localização : Rota 6 - 4ª Ilha Vedde

9º Capítulo: Novos Horizontes. Empty
MensagemAssunto: 9º Capítulo: Novos Horizontes.   9º Capítulo: Novos Horizontes. EmptySex Mar 17, 2023 11:31 pm



9º Capítulo: Novos Horizontes.


Thorkell Dragnar [Marinheiro]

Aventura de Roleplay.
Aberta

_________________


9º Capítulo: Novos Horizontes. HGWnxh1
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/ Conectado
Blindao
Comodoro
Blindao


Imagem : 9º Capítulo: Novos Horizontes. NiCMjdS
Créditos : 15
Localização : Segunda Rota ~ Lotda

9º Capítulo: Novos Horizontes. Empty
MensagemAssunto: Re: 9º Capítulo: Novos Horizontes.   9º Capítulo: Novos Horizontes. EmptyDom Mar 19, 2023 2:55 pm

9º Capítulo: Novos Horizontes. SJcE3gs

Tenente

A Fortaleza Bélica


O tempo havia se passado tão rápido, tão rápido quanto um garanhão no cio atrás de sua parceira. As lembranças ainda estavam frescas na mente, tentando não ser um martilho, mas que volte e meia cobriam meus pensamentos. Afinal... não havia conseguido parar por completo a guerra; ainda que tivesse grande mérito por ter evito incontáveis mortes. De qualquer forma, percebia que ainda me faltava muito treinamento para merecer repousar em meu reino, quando enfim cria-lo.

O ódio antes que acorrentava as terras de lodta, era rompido com as mudanças frequente. Mudanças drásticas mostram uma nova Era emergindo em Glaciatus e Rollig. Os conflitos, ódio, rancor, vingança, corrupção, agora era meramente uma história a ser passada para as próximas gerações. “Eu dei o meu máximo.” Era um pensamento convicto em mim, não por arrogância ou narcisismo, mas sim por acreditar que havia depositado todas minhas energias em prol de ajudar os povos em conflito.

~ Saudações camaradas. Enquanto caminhava pelo quartel, cumprimentava os bravos soldados logo notando os olhos cintilantes dos marines ao me avistarem. Boatos, cantigas e entre outros meios era ouvido por toda ilha, falando sobre minha bravura, força e resiliência. Mas sinceramente achava que poderia ter feito mais, poderia ter dado mais. Odiava pensar sobre o que poderia ou não ter feito, já era um homem vivido e entendia que o alcance de minhas mãos, ainda que extenso, havia um limite de alcance. Contudo, naquele momento e naquela hora... foi tudo que podia ter feito.

No fim, tudo se resume a sua própria força e a de seus companheiros. Havia me fortalecido durante estes meses, centrado em recuperar minhas forças e doutrinado a me isolar em um treinamento pessoal. Por isso, havia treinado durante semanas nas montanhas de gelo para doutrinar ainda mais este corpo. Por mais que tivesse sido abençoado pelos Gigantes Primordiais, ainda me faltava força. Ainda me faltava resistência. Me faltava poder para alcançar meus objetivos.

O treinamento foi árduo, mas recompensador. Durante este tempo pessoal que havia me dado, graças a capitã Jesse que já havia melhorado e estava liderando o quartel, havia conseguido fortalecer minhas habilidades básicas e de Haki. Havia conseguido dominar melhor as formas de minha Akuma além de ter aprimorado meu estilo de luta. Tal fato é, minha lança estava em um estado deplorável. A lança que era minha parceira, afiada e precisa, agora estava cega e estilhaçada. Estava determinado em visitar Krarr eventualmente e pedir para reforja lá.

Meu retorno ao quartel havia sido bem animado, com soldados trabalhando por toda parte e logo me recebendo com salva de palmas, continência e gritos eufóricos. Um momento digno e bastante gratificante. Havia ajudado a reconstrução do quartel, na muralhada de Glaciatus e reforçado a lealdade do povo para com a Marinha; uma vez que poderiam confiar nestes homens a proteger suas vidas.

A morte de Erikk não incitava nenhum abalo ou prazer, nada para dizer a verdade. Um homem que não preza pelas vidas de seu povo, é apenas um jovem rebelde com as guampas postas na cabeça. Esta era a definição daquele moleque tolo. De qualquer forma, com a subida de Stephan certamente o reino iria florescer como nunca visto antes, acreditava nisto pelo fato de confiar em meus instintos acima de tudo; e eles havia me alertado de que o cavaleiro era um nobre guerreiro virtuoso.

Por outro lado, a morte de Glarr havia me entristecido. Ela era valente e cobiçava o pico da força. Mas talvez sua determinação fosse rasa ou estivesse trincada. No fim, sua hora havia chegado e no campo de batalha seu nome havia brilhado, uma morte honrosa acima de tudo. Já o pivete do Will... seu estado era lamentável e sua convicção havia se corrompido pelas artimanhas de Ghonn, sucumbido o espirito do garoto e transformado ele naquela abominação. Valvatore havia perdido, para minha surpresa. Talvez ainda estivesse ferida da última batalha ou mais provavelmente não quisesse matar o pivete, mas no fim... os soldados haviam feito seu papel: matado a criança antes que ela destruísse e matasse ainda mais.

Noticiais ruins vem e vão, assim como as boas também. Com a ascensão de Lettuce, um parlamento havia sido construído com objetivo de haver o dialogo entre os povos, algo antes impensável para os fracos de convicção, mas agora era visto pessoalmente por todos. Stephan e Krarr apertavam as mãos com a finalidade de haver paz entre eles e uma nova Era ressurgisse dos escombros daqueles velhos pensamentos inúteis.

~ A roupa te caiu bem hein, Rei Lettuce. Conversava um pouco com o cavaleiro, que agora havia se tornado uma figura ainda mais importante naquele reino. O novo rei havia falado comigo, me chamando de louco; não que fosse novidade. ~ Heh! Thorororororo! Não se preocupe, um pouco de loucura não mata ninguém. Falava de forma extrovertida como se fosse algo normal a se dizer, talvez para mim fosse mesmo.

Mais dias se passaram, ouvia de tudo um pouco até mesmo sobre um estatua em minha homenagem. “Huh? Isso é sério!? Isso não me faria um primordial agora?” Era verdade que em seus tempos de glorias os primeiros gigantes conquistaram os mares e até mesmo estatuas foram erguidas em honra a seus feitos. Contudo, pensar que eu também havia chegado a esse nível... quase me faria chorar. Afinal de contas, Status e Méritos era algo que buscava incessantemente com objetivo de criar meu tão sonhado reino.

Mais dias se passaram até que eu me encontrava em frente ao campo de batalha. Pensativo, nostálgico e até mesmo faminto, ponderava sobre tudo que havia feito desde que havia posto meus pés nesta ilha. ~ Uffs. Se não fosse meu abençoado vigor, quase diria que foi cansativo. Thorororororo. Proferia vagando para mim mesmo, havia dado um pausa em meus treinos e afazeres para aproveitar a alegria em que o reino se encontrava com os novos horizontes.

Foi então que Valvatore me convocou. ~ Hah. Já estava faminto mesmo. Thororororo! Respondia para a capitã logo seguindo atrás dela de volta ao quartel. “Será que vai ter um daqueles banquetes grandes??” Divagava comigo enquanto começava a salivar só de pensar o quanto de comida e bebida poderia desfrutar de forma tranquila, já que, fazia tempo que não apreciava algo tão básico.



9º Capítulo: Novos Horizontes. Hp210 PDV: 181.020 9º Capítulo: Novos Horizontes. 1f36c STA: 2.200》

Histórico:

_________________

9º Capítulo: Novos Horizontes. 9TgJxPb
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
Blindao
Comodoro
Blindao


Imagem : 9º Capítulo: Novos Horizontes. NiCMjdS
Créditos : 15
Localização : Segunda Rota ~ Lotda

9º Capítulo: Novos Horizontes. Empty
MensagemAssunto: Re: 9º Capítulo: Novos Horizontes.   9º Capítulo: Novos Horizontes. EmptySáb Abr 22, 2023 1:56 pm

9º Capítulo: Novos Horizontes. SJcE3gs

Tenente

A Fortaleza Bélica


Durante o tempo que havia permanecido no reino, após concretizar tantas mudanças, havia sido premiado com méritos e insígnias de forma gloriosa. “Estou cada vez mais perto de conseguir alcançar o topo da marinha e criar meu próprio reino.” Este pensamento era sempre guardado em minha mente, quase como um mantra para um buda.

A verdade era que eu havia me tornado mais forte, tão mais forte com os últimos acontecimentos que chegava a ser incrível. Minhas habilidades naturais forjadas no calor da batalha mostravam que nada mais próximo da morte para fortalecer suas crenças e sua força. ~ Thororororororo! Um brinde para os que partiram antes de nós. Eu havia dito, expressando um sorriso amigável no rosto, ao tempo que erguera meu jarro ao alto.

Havia sido convocado para uma festança em homenagem as mudanças ao redor dos povos e de minhas conquistas, sendo promovido ao cargo de comodoro como consequência. Muitos cidadães vinham me agradecer e até mesmo pedir benção aos seus filhos, mesmo eu não entendendo bem o motivo eu não negava. Simplesmente tocava em suas pequeninas cabeças e falava algo sábio, como um ancião transmitindo suas profundas palavras. Soldados pediam para treinar comigo e por minha orientação, algumas dicas não faria mal para aqueles pirralhos melhorem suas posturas. Basicamente assim foram meus dias convivendo com os povos do reino.

Fama e Status eram objetivos para mim, mas meu sonho se encontrava muito mais distante. Eu era velho, sagaz, determinado e cheio de energia para alcançar minhas metas. Era só questão de tempo; tempo cujo para nós gigantes era algo vantajoso. Mas eu não possuí pressa. Por mais que a jornada fosse dura, cruel e desafiadora, meu espirito era mais persistente que qualquer outro! Me permitindo desfrutar das aventuras, como principalmente das batalhas. Afinal de contas, o poder de um homem serve ao seu propósito. No entanto, um propósito sem poder de nada serve. Do que adianta força, se não pode testá-la. Isso era algo que havia aprendido em minhas décadas de vida.

A festa era cheia de risadas, bebidas, comidas e muitas histórias. Eu teria contado diversas, mencionando meu passado até certo ponto e meus mais valiosos aliados que batalharam ao meu lado, cujo tivemos caminhos separados, mas compartilhávamos obstinação em nossos corações. O desejo em um reencontro havia florescido, mas sabia que minha jornada era árdua e poucos poderiam seguir ao meu lado. “Ser um gigante abençoado pelos Primórdios possuía seu preço, afinal.” Nostalgia aparecia, uma hora ou outro, principalmente quando litros e mais litros de breja facilitariam a eclosão das memorias.

A festança no quartel acabaria levando por cerca de uma semana, até mesmo parte do reino compartilhava das mudanças desta nova Era. Jamais iria esquecer dos rostos daqueles que me apoiaram e decidiram mudar a história de Lódtâ. Mas sem duvidas já estava na hora de seguir meu caminho. Afinal de contas, um gigante precisa de espaço, não é verdade?

O meu legado havia ficado marcando os povos da ilha, mas sabia que não por muito tempo. Brotos novos nasceriam e, eventualmente, fariam seus nomes por cima daqueles registrados na gloria. Como um belo e caloroso sol após uma violenta tempestade. Mas para mim não importava ser esquecido, ou idolatrado. Para mim cumprir minha palavra e sair de lá com a consciência tranquila era meu troféu. Afinal, para conquistar meu reino primeiro eu precisava alcançar o topo da força e honra tanto quanto os Primeiros Gigantes detiveram.



9º Capítulo: Novos Horizontes. Hp210 PDV: 181.020 9º Capítulo: Novos Horizontes. 1f36c STA: 2.200》

Histórico:

_________________

9º Capítulo: Novos Horizontes. 9TgJxPb
Ir para o topo Ir para baixo
https://www.allbluerpg.com/t296-thorkell-dragnar-godheim https://www.allbluerpg.com/t1057-4-capitulo-gigantorines-em-altai
 
9º Capítulo: Novos Horizontes.
Ir para o topo 
Página 1 de 1

Permissões neste sub-fórumNão podes responder a tópicos
All Blue RPG :: Oceanos :: Grand Line Paradise :: Rota 2 :: Reino de Lódtä-
Ir para: