Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasOntem à(s) 11:33 pmporShioriII - Procura-se um BobôOntem à(s) 11:32 pmporShioriBad KarmaOntem à(s) 6:56 pmporMendoncaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 6:00 pmporMendoncaLolo BanditoOntem à(s) 4:41 pmporVrowkÉmile SixthornnOntem à(s) 12:13 pmporGrenyAlvorecerOntem à(s) 10:21 amporAuroraCaitlyn G.Ontem à(s) 7:49 amporAchilesCap. 6 - TerritorialOntem à(s) 12:30 amporDeepCausamortis I - Damnatio.Sab Fev 04, 2023 9:52 pmporShiori

00. Marinheiras de Primeira Viagem

Sasha
Imagem :
Berserker
Créditos :
9
Localização :
Rota 6 - 4ª Ilha Vedde
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Sasha
Rank B
00. Marinheiras de Primeira Viagem Qui Dez 22, 2022 6:10 pm


00. Marinheiras de Primeira Viagem


Diana Kudiess, Momoi Heinstein [Marinha]

não possui narrador definido.
Fechada

_________________


00. Marinheiras de Primeira Viagem HGWnxh1
Greny
Imagem :
00. Marinheiras de Primeira Viagem QHJmYob
Créditos :
4
Localização :
Tô na sua
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2428-emile-sixthornn#27290 https://www.allbluerpg.com/t2431-i-party-with-the-animals#27313
Greny
Criador de Conteúdo
Re: 00. Marinheiras de Primeira Viagem Dom Jan 08, 2023 5:22 pm

Mais um dia ensolarado se apresentava para Rubeck. Era verão, assim como quase todo dia, e o sol brilhava no céu azul limpo de nuvens. Seria um dia de calor. As ruas estavam cheias, tal qual de costume, com diversas pessoas indo para seus afazeres diários. A vida é assim, cada dia é uma nova chance, uma nova história a ser escrita. E, as protagonistas da que se inicia aqui, estavam em lados opostos do Quartel General.

- E vamos lá para mais um dia de serviço - disse uma loira, enquanto se arrumava no reflexo de um espelho portátil, no quarto 32 do alojamento feminino. Era a colega de quarto de Diana que, caso a kuja houvesse prestado atenção, se chamava Aline, e teria passado a semana inteira reclamando de ter pego carrapatos na sua ronda na Fazenda Brandt. Se ela falara sozinha ou se desabafara com Kudiess? Não se sabe ao certo.

O acordar de Momoi, no quarto número 4 do mesmo alojamento, fora mais silencioso. Sua colega, Sadie, estava em escala e só voltaria ao meio-dia, ou seja, no horário em que começasse o plantão da atiradora. A verdade é que haviam se visto poucas vezes desde que ingressou na Marinha.

O horário de café da manhã era das seis às nove da manhã, e contava com ovos, frios, pães, aveia, frutas, sucos, café, chá e leite. O horário de almoço era das onze à uma tarde e o prato do dia era bife de panela, com a opção vegana sendo moqueca de grão de bico. Além dos acompanhamentos, arroz, feijão, batata cozida, alface e beterraba.

O Quartel-General estava no seu dia de maior movimentação, em situações normais, que era a troca semanal de escala. No quadro, ao centro do Quartel-General, estariam todas as duplas para as rondas semanais. Claro, quem não achasse, poderia perguntar na recepção. Como sempre, havia uma certa inveja das duplas que conseguissem ficar com as rondas do Distrito Norte, afinal, eram as com menor deslocamento. Dentre as agraciadas, podemos destacar a dupla “Diana Kudiess e Momoi Heinstein", que haviam sido designados para a Rua Stella Arquatre e adjacências, que ficava à um quarteirão de distância dali, a um quilômetro do Pale Ale’s Pub.

Não se sabe ao certo quando ou onde as marinheiras iriam se encontrar. Se seria em alguma refeição, antes ou no início do plantão, mas uma coisa era certa: em algum momento se encontrariam e ao meio-dia ambas deveriam estar na área designada.

Off:
Histórico:
Legenda:

_________________

00. Marinheiras de Primeira Viagem YovAUKD
Kaginimaru
Imagem :
00. Marinheiras de Primeira Viagem 46b14ac23c822ff3b7a13739f9fbdb7302e4835c
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2419-momoi-heinstein#27217 https://www.allbluerpg.com/t2423-00-marinheiras-de-primeira-viagem#27752
Re: 00. Marinheiras de Primeira Viagem Ter Jan 10, 2023 4:30 pm
O despertar para mais uma manhã ocorria. Momoi diariamente demorava alguns bons minutos até que conseguisse se levantar nos dias em que estava sozinha no quarto, era quase como uma rotina; acordava, concentrava-se em verificar se Sadie estava presente e, caso não, permanecia na cama o restante do tempo que tinha livre. As raras exceções se davam quando notava a presença de sua colega de quarto, pois não desejava transpassar a visão de ser uma preguiçosa, levantando-se de imediato.

Tudo isto se dava por conta da depressão, havia dedicado boa parte da vida para chegar onde estava e, agora, nada mais parecia fazer sentido. Desde então, vivia simplesmente para cumprir ordens na pura intenção de não chamar a atenção de seus superiores por conta de trabalhos mal feitos, afinal, detestaria levar broncas ou punições que a deixaria negativamente nos holofotes do quartel general.

Sua precisão temporal, em conjunto com a intuição quase que sobrenatural a fazia ter certeza de que ainda tinha dez minutos de abertura até o melhor momento para tomar o café da manhã feito na marinha. Gostava do horário médio pois acreditava que seria um momento em que a fila para se servir não estaria nem muito cheia e nem muito vazia, de forma que passaria despercebida como qualquer outra marinheira e poderia comer em paz — com interações mínimas.

Passaria mais cinco minutos deitada, e então, dedicaria os outros cincos para a higienização matinal. Dois minutos exatos escovando os dentes, uma lavada no rosto para despertar por completo e então partia para maquiar-se da forma que tanto adorava. Como o tempo estava curto, apenas faria as sombras azuis ao redor de ambos os olhos e então estava pronta para sair. Abria e certificava-se de também fechar a porta do alojamento, começando então a caminhar com passos uniformes até o local do café da manhã.

Não pretendia demorar muito, optava por um lanche leve e simples combinando duas fatias de pães com ovo e, como acompanhamento, um café puro para ficar energizada e atenta ao trabalho que teria a fazer em breve. Comia relativamente rápido, deixando o café por último devido ao fato de estar muito quente. Consumiria todo o líquido preto com apenas um gole, sem se importar com o sabor amargo, suas intenções reais estavam apenas nos benefícios que lhe traria. Terminado o conjunto, a jovem ainda pegaria uma maçã e então partia em direção ao quadro no centro do QG para verificar quem seria sua dupla e onde patrulharia esta semana.

Relativamente não se importava muito sobre o local designado ou mesmo quem fosse sua dupla. Torcia apenas para que fosse Sadie, a única que possuía um grau mínimo de intimidade e não se sentia tão tímida assim devido ao fato de dividirem o mesmo quarto. Estava mordendo a maçã quando captava que sua dupla seria Diana. Odiava os serviços em equipes pequenas, pois sempre acabava sendo forçada a agir e sair de sua zona de conforto se quisesse obter êxito em tudo.

A garota então retornava para o quarto na intenção de já se preparar para o que estaria por vir. Mesmo que ainda faltassem aproximadamente três horas para a patrulha, a ansiedade de ter que se envolver em constantes interações sociais não permitia que Momoi focasse em mais nada além disso. Passaria boa parte das horas seguintes deitada na cama, treinando como iria interagir com sua parceira. — Oi, eu sou a Momoi, Prazer, Diana. — Falava sozinha. — Não... isso tá horrível... — Concluía, refletindo como poderia melhorar sem que soasse estranha. Continuaria neste segmento até que notasse que sentisse que o horário estava próximo das onze e meia da manhã.

Precisava se preparar para a patrulha, e como já estava maquiada, colocava o revolver no coldre e estava mais do que pronta. Partia em direção à rua Stella Arquatre e logo no início dela aguardaria por Diana, encostada na parede de uma casa ou estabelecimento qualquer. Lembrava vagamente da face da Kudiess, portanto não devia ser problema de vê-la mesmo em meio a população. Quando a Kuja chegasse, a humana iria contra todos os planos e travava completamente, demonstrando clara dificuldade em começar a interação, ficando intensamente corada devido a tentativa. — Erh... Sou a M-momoi Heinstein. — Diria apenas após a apresentação da parceira de equipe, extremamente constrangida e torcendo por dentro para que ela resolvesse tomar a liderança da patrulha.
Diana
Imagem :
00. Marinheiras de Primeira Viagem Banner10
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/
Re: 00. Marinheiras de Primeira Viagem Qua Jan 11, 2023 12:27 pm
A amazona abria os olhos, ainda bastante cedo, observando o teto de seu quarto dividido com a marinheira Aline. A voz dela costumava ser incessante enquanto as duas estavam no aposento alojado. Não era algo que incomodava Diana, mas também não podia dizer que a agradava, depois de tudo que aconteceu com ela em sua história trágica. Aline, entretanto, tinha passado a semana reclamando a respeito de ter pego carrapatos em sua missão de ronda na Fazenda Brandt. Diana até se compadecia, embora achasse que ela estava chorando por problemas extremamente pequenos.

A morena iria se levantar, em silêncio e se mantendo completamente enrolada na roupa de cama, caminhando até o móvel em que as vestes estavam guardadas. Pegaria suas roupas e seguiria até o banheiro para higiene matinal e se vestir, observando pelo espelho, as marcas de sua herança genética. "Espero que todas vocês estejam bem e protegidas, irmãs..." Seus pensamentos a transportavam até sua ilha natal e um pequeno sorriso poderia ser visto por alguém que estivesse de olho nela. Ela o via pelo próprio reflexo do espelho de fronte.

Não tinha muito tempo a perder, pois, embora não passasse das 07:00 horas da manhã, tinha horários extremamente rígidos seja por conta do funcionamento do refeitório, seja pela perfeição com a qual Diana gostava de agir. Ali, dava prioridade a comer frutas acompanhadas de um ovo e leite. Mais tarde, logo na abertura do horário de almoço, comeria melhor colocando em seu prato: carne de panela, arroz, feijão, batata cozida, alface e beterraba.

Finalmente, aproximar-se-ia do horário de iniciar os trabalhos, algo que deixava a morena bastante animada em seus dias. O tempo dali, aberto e ensolarado, remetia às lembranças de criança da ilha tropical que vivia. A movimentação, entretanto, era um pouco mais complexa para ela lidar. Muitas pessoas próximas acabavam por deixar a amazona incomodada, constantemente se afastando do toque de qualquer pessoa se aproximava. Lendo as informações do painel em que estavam descritas as duplas, Diana estranharia sua dupla, por não conhecê-la. "Quem diabos é Momoi Heinstein?! Mas que droga, logo no dia que sou sortuda de ficar na ronda pelo Distrito Norte, caio de dupla como uma desconhecida..." O mix de emoções era bastante intenso na mente da marinheira que balançaria a cabeça negativamente. — Rua Stella Arquatre e adjacências... É logo aqui do lado... Deve dar nem uma quadra... — Sorria, pronunciando para si mesma.

Pelo fato de o horário estar bem apertado, correria na direção da Rua Stella Arquatre para se encontrar com sua parceira de trabalho naquela missão de ronda. Ao chegar, foi logo abordada pela nanica de cabelos negros e maquiagem carregada. — Vamos lá, sua tampinha. Você na frente... — O fato de ser bastante paranoica, pelos tramas passados, fariam com que a Kudiess ficasse dois passos atrás para poder observar a humana claramente. — A gente segue até o Bar, dá um 360 por lá e damos a volta... — Esperaria a mais baixa começar a andar para segui-la, sempre de olho nos movimentos a sua volta, inclusive da própria marinheira.

_________________

Greny
Imagem :
00. Marinheiras de Primeira Viagem QHJmYob
Créditos :
4
Localização :
Tô na sua
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2428-emile-sixthornn#27290 https://www.allbluerpg.com/t2431-i-party-with-the-animals#27313
Greny
Criador de Conteúdo
Re: 00. Marinheiras de Primeira Viagem Sab Jan 21, 2023 10:29 am

Frustradas e até contrariadas por terem sido escaladas com uma completa desconhecida. Era assim que a dupla se encontrava, na rua Stella Arquatre. Unidas não só pelo sentimento de desconforto com a escolha de sua parceira, mas com a missão de realizar a ronda naquele quarteirão. Após um primeiro contato, que talvez não tenha sido dos mais amistosos, a dupla se pôs a andar para realizar seu trabalho.

Diana deixava Momoi ir na frente, até por uma questão de satisfação de suas próprias paranóias, devido a muitos traumas, principalmente recentes. Dessa forma, estaria preparada para todos os tipos de surpresas, inclusive os provenientes de sua dupla. Para a felicidade da atiradora, que não julgava ter pulso para liderar naquele momento, a kuja tomou as rédeas da situação e estabeleceu a rota que elas fariam.

O trajeto foi relativamente tranquilo, e nada de extraordinário ou que chamasse muito a atenção. Mas, na esquina do Pale Ale’s Pub, Momoi, que ia na frente, acabou por esbarrar com um homem, de estatura média, corpo esguio e cabelos castanhos, na casa dos seus trinta e poucos anos, quase quarenta, e ambos caíram sentados no chão. Talvez o músculo do glúteo da marinheira acabasse por doer por alguns minutos. Do rapaz, algumas fotos caíram. Caso alguma das marinheiras prestasse atenção, poderia observar quatro rostos em destaque.

- Ora, ora… que desastrado eu sou… - diria, o homem, levantando-se e logo estendendo a mão para ajudar a Momoi a levantar. Sua voz era um pouco fanha, mas não de uma forma irritante - Perdão, senhora marinheira. Aceitar ou não a ajuda ficaria a cargo da atiradora, após isso o homem recolheria suas fotos, as guardaria novamente em seu sobretudo e então iria embora, dizendo - Tenham uma ótima tarde, e sinto muito, mais uma vez - limpando a área de seu bumbum.

Poderiam continuar andando para sua ronda, seguindo o itinerário proposto pela kuja, ou tomar algum outro rumo. O fato é que, passado apenas um minuto de toda essa situação, começaria a haver uma barulheira de coisas quebrando e pessoas gritando, com direito a ofensas e tudo. Após alguns segundos do início da algazarra, só ouviriam o barulho de uma janela quebrando e - AHHHHHHHHHHHHHHH! - era um homem sendo arremessado do terceiro andar, e que iria bem em cima de Diana que, podia pegá-lo no colo para evitar sua queda ou apenas desviar e deixá-lo ir de encontro ao chão. De todo modo, aquela patrulha parecia já ter tido sua primeira emoção.

Off:
Histórico:
Legenda:

_________________

00. Marinheiras de Primeira Viagem YovAUKD