Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasOntem à(s) 11:33 pmporShioriII - Procura-se um BobôOntem à(s) 11:32 pmporShioriBad KarmaOntem à(s) 6:56 pmporMendoncaÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 6:00 pmporMendoncaLolo BanditoOntem à(s) 4:41 pmporVrowkÉmile SixthornnOntem à(s) 12:13 pmporGrenyAlvorecerOntem à(s) 10:21 amporAuroraCaitlyn G.Ontem à(s) 7:49 amporAchilesCap. 6 - TerritorialOntem à(s) 12:30 amporDeepCausamortis I - Damnatio.Sab Fev 04, 2023 9:52 pmporShiori

Animais Fantasticos e onde Habitam

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte
Shiori
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam EEEWL0c
Créditos :
24
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Animais Fantasticos e onde Habitam Qua Nov 02, 2022 7:03 pm


Animais Fantásticos e onde Habitam


Yang Kai [Civil]

Não possui narrador definido.
Fecha

_________________

Animais Fantasticos e onde Habitam YHVeK1M

Animais Fantasticos e onde Habitam VYrwji0
Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Qua Nov 02, 2022 10:57 pm
Reino

Mais um dia... Yang Kai acorda em algum canto do mercadão do Reino de Illusia, raramente tinha algum sonho e esse dia foi mais um deles, logo apos acordar não lembrava ou realmente não sonhou com nada, não tinha um lar ou algum lugar para repousar sua cabeça com tranquilidade, suas roupas meio enfarrapadas e até sua pele meio suja, só tendo alguns trocados em seu bolso, que conseguiu fazendo alguns trabalhos para os comerciantes do Reino de llusia.

*Preciso me lavar e arrumar algumas roupas novas, não está dando para viver mais assim. Pensava em quanto respirava o ar do Reino.

Yang Kai sai andando pelo mercado observando entre as lojas e barracas se encontrava algumas vestes e arma que chamasse sua atenção, às vezes parando em alguma barraca observando as mercadorias e falando -bom dia!- para o comerciante, em específico Yang procurava algumas roupas leves, mas que tenha alguma resistência e sejam da cor preta ou branca, e, em simultâneo procurava lança que tenha às duas pontas com ferro afiado para usar.

Achando algo que gostasse logo iria perguntar ao comerciante.
- Licença, quanto está custando esse item?
Ainda puxando assunto, falaria.
- faço trabalho freelance, você estaria precisando de algo, tem algum trabalho para mim?


*Ta na hora de começar a se preparar, para ir para o norte dessa ilha, vou conseguir algum dinheiro, roupas, armas e suprimentos para começar a me aventurar para aqueles lados.

Agora com 27 anos, Yang Kai decidiu tomar rumo em sua vida e começar a ter influência nesse mundo, seu objetivo é se tornar o maior conhecedor de animais nesse mundo, em viajar por todo canto e conhecer todo animal fantástico que habita nele, mas para isso ele sabia que teria que estar preparado, que precisaria ser forte para sobreviver.



Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Sex Nov 04, 2022 9:28 pm


Como de praxe o dia era o mesmo cinzento de quase sempre em Illusia. A manhã, mesmo movimentada, não parecia tão aconchegante como esperavam. Era um frio junto de uma brisa, vinda do mar, que esfriava ainda mais. As pessoas, em sua maioria agasalhadas, davam início a mais uma rotina de dia de trabalho. Eles se ajuntavam para tomar suas conduções e direções a fim de chegarem em seu destino. Dentre estes vários estava Kai, nativo deste mar, em busca de seus próprios desejos e ambições.

Ele aproveitava, aquela movimentação mercantil do início da manhã, para procurar alguns itens. Diante das suas buscas, em maioria difícil de serem bem sucedidas, ele encontrava itens parecidos com o que almejava. Uma roupa que, pela aparência, conferia uma resistência ao que mais aterrorizava a ilha: o frio. Eram vestes de frio similares aos vagantes das montanhas, os que faziam trilhas e trabalhadores das florestas nevadas do norte. Ela era de uma camada grossa de pele com adereços que permitiam apertar ou afrouxar a gola e mangas, além de um capuz que protegia contra o vento e neve. — A roupa de frio está duzentos mil berries. — Ele apontava para ela com simplicidade. O olhar, velho e ainda sonolento, indicava que era o primeiro cliente. — Ela é muito boa. Protege do vento e também da neve. Vai te aquecer durante o dia e principalmente durante a noite. — A propaganda do senhor era boa, conhecia o produto e como ele funcionava.

Em outra oportunidade, similar a questão da procura da roupa resistente, ele encontrara uma lança, porém, contudo, sem a ponta dupla. Esta parecia ser mais complicada de encontrar por tal particularidade um tanto quanto singular. — Infelizmente as lanças que tenho são apenas simples. — O rapaz lhe dizia com um olhar pesaroso. — Porém esta é uma boa arma. É útil para combate e pode ser ainda mais forte quando portada por quem entende do assunto. — Destacou. — Está apenas por cento e cinquenta mil berries. — Findou.

Além destes a avenida, a qual caminhava, contava com diversas outras banquinhas e barraquinhas. Eram estas as de comida, trajes de viagem, outra vendia alguns artigos locais como brinquedos e quinquilharias, mais uma que também vendia armas, porém estas simples como as agora vistas, e uma a mais vendia trajes de escalada e apetrechos de caça. Eram lojas, em sua maioria, simplórias, porém que contavam com aquele charme de “primeira aventura”.

Mas era um ponto importante frisar que em sua afirmação de condição de disposição ao trabalho, ele recebia um olhar positivo. — Procura um serviço? Tenho uma tarefa simples. — O mesmo jovem, das armas, lhe dizia. — Tenho uma encomenda para trazer para a loja, porém ela está mais ao norte, próximo às florestas. — Ele olhava para o rapaz e para a lança também. — Se você conseguir terminar este serviço até o final do dia posso te dar a lança como pagamento. — Ele estendia a mão como forma de firmar um acordo. — Que tal?

Era uma boa oferta, um trabalho simples e que, a primeira vista, poderia ser o suficiente para dar ao Kai o que queria.

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Sab Nov 05, 2022 4:31 pm
Trabalho

*uhuu, consegui um trabalho e ainda vou receber uma lança como pagamento, sera que realmente vai ser um trabalho simples* enquanto rolava a dúvida em sua mente, Yang estendia a mão em direção a mão do comerciante e apertando ela, logo em seguida falava.

- Meu senhor, eu aceito o trabalho, me chamo Yang Kai, qual o seu nome? Falava enquanto apertava um pouco mais firme a mão do comerciante.

Soltando o aperto de mão e reparando na fisionomia do comerciante, continuava a falar.

- Como chego na mercadoria para la escolta até aqui, e quem eu vou encontrar la? Teria o nome dele e tem algo que tenho que falar-lhe para ele identificar que foi o senhor que me envio?

Apos ouvir iria em direção ou seguiria quem ele me indicasse, me despediria do mesmo -daqui a pouco estou de volta. Mas antes de ir adiante, Yang pararia na barraca onde viu uma roupa de frio.

*penso que é melhor levar essa roupa de frio, acredito que mais ao norte o frio vai estar um pouco pior*

- Meu senhor tem um desconta nessa roupa? Faz 150 mil?

Se o dono da (comércio), der algum valor de desconto ou não, Yang não teria muita paciência para ficar discutindo valores, entregaria o dinheiro e pegaria a roupa, usando de sua visão aguaçada olharia bem para ela para ver se não tinha nenhum defeito, se não tivesse logo em seguida colocaria, se sentindo confortável logo seguiria rumo a sua missão.


Yang conhecia bem a direção do Norte, era la onde ele queria se aventurar e conhecer os animais, então em seu coração sentia que começou a acelerar um pouco, imaginando o que ele poderia encontrar por la, mas logo pensava que teria que voltar até o final do dia para entregar a mercadoria, acalmando seu coração, Yang logo focou para ir em direção que o comerciante indicou para ele.

Usando de sua visão e audição aguçando enquanto andava focaria nos dois tentando ver e ouvir tudo o que tinha a sua volta, pronto para tentar perceber qual quer emboscada, porque falam que ao norte e onde ficam os bandidos, e Yang estava ciente disso.

Caso avistasse o que procurava, e antes de chegar perto, Yang observaria bem quantos pessoas teria ali e se teria algo estranha no ar, seguiria sua intuição para progredir nesse trabalho, em seguida iria na direção deles e seguiria o que lhe foi informado para o trabalho se apresentando e falando que foi enviado para escoltar a mercadoria. Nesse momento Yang usaria uma cara mais séria e sendo de poucas palavras mostrando estar ali apenas para fazer o trabalho informado.

Yang continuaria atento a tudo a sua volta, mesmo enquanto se apresentasse, caso percebesse algum ataque ou sua intuição apontasse algum perigo, Yang se tentaria se mover para trás, pulando ou apenas dando alguns passo, dependendo da situação e analisaria o que estava acontecendo, caso não desse tempo de desviar do ataque, com seu braço tentaria se defender colocando um braço de frente ao outro.

Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Seg Nov 07, 2022 7:32 pm


O vendedor de armas ficou contente com a resposta. — A, que bom que aceita. — Ele apertou a mão de Kai com força. — Me chamo Derhim. — Disse seu nome. Soltou a mão do garoto e começou a explicar. — Mais ao norte existe uma floresta, isso é conhecido e qualquer um pode te informar, porém lá também existe uma casa de transferência. Por lá eles direcionam as mercadorias que a ilha recebe para os comércios destinatários. É como um serviço de entregas. — Ele explicou, apontando as direções e dando breves pausas. — Porém a um tempo atrás houveram alguns problemas administrativos por lá e os serviços de entregas foram paralisados. — Disse, em um tom um pouco decepcionado. — Mas é bem simples chegar até lá. Você a encontra próximo a estrada que leva até uma das ruas para a floresta. Existe uma trilha bem próxima que muitos usam para visitar as florestas e as montanhas. Mas o seu destino fica antes disso. Vai passar por um bairro de comércios simples e chegará neste local. — Ele finalizou a explicação dada pormenorizada.  — É só falar meu nome e entregar esta carta que eles liberarão minha encomenda.

Ele olhou para o garoto, deu um sorriso e arremeteu em despedida. — Espero vê-lo em breve sim! — Acenou.

O vendedor da roupa de frio continuava na mesma. Ele havia atendido alguns clientes, já que algumas roupas estavam em posições diferentes, mas a roupa de frio permanecia em evidência. — Sim, posso fazer por cento e oitenta mil berries. — Disse após a proposta do garoto. Era um velho que conhecia as artimanhas da barganha.

Com a roupa comprada o jovem poderia partir então. O frio não incomodava tanto, mas o céu cinzento, como de costume, permanecia intacto. Logo, dada a direção, ele sabia que deveria ir ao norte e sabia por onde deveria passar também. Estava ciente de que deveria entregar a carta na casa de transferências e receber a encomenda. Era uma tarefa simples. A explicação, que dava até mesmo um quadro geral do que havia ocorrido, parecia ser bem interessante. Problemas administrativos, falta de entrega, etc...

A princípio a caminhada era sem nenhum problema. Ele estava agasalhado, então não sentia tanto o frio da ilha. Kai também estava atento aos arredores, não estava sendo seguido até então, restando apenas a longínqua caminhada até o destino. Era ida e volta, então deveria estar preparado para o desgaste físico e a passagem de tempo coerente a distância.

As ruas estavam movimentadas a sua maneira. Não era nada muito aglomerado e muito menos desordenado. Marinheiros caminhavam em algumas ruas, estavam armados e bem organizados em suas vigílias. Havia, principalmente, um grande prédio, aglomerado de salas e muitas pessoas vestidas socialmente, que estavam às pressas em assuntos burocráticos. Era o parlamento, bem no centro da cidade. Muitos guardas e marinheiros estavam ali, já que dali saíam assuntos e resoluções que afetavam toda a ilha.

Kai continuava em sua caminhada, atravessando tudo isso e chegando ao primeiro destino: a trilha que levava às vilas ao norte.

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Seg Nov 07, 2022 10:46 pm
Trilha às vilas ao norte.

Yang Kai, guardava a carta por dentro de seu novo casaco para não perder ela, parado em frente a trilha que levava as vilas ao norte, Yang usando de sua visão e audição naturalmente melhores do que humanos comuns, repararia bem nessa trilha que estava a sua frente, seguindo a sua intuição de que essa missão não seria tão fácil quanto imaginava, Yang continuaria andando pela trilha observando e tentando achar o local designado para ir.

*Bom Derhim, me informou que o local era perto dessa trilha, acredito que não estou tao longe.

Em sua concepção parecia que o clima naquele local parecia estar meio estranho, obviamente em sua mente pensava estar acontecendo algo de estranho por aqui. *devia ter pedido a lança adiantada para fazer esse trabalho.* pensava enquanto olhava em volta, para tentar achar algum pedaço de madeira que pudesse usar como arma caso algo acontecesse. *Nessa floresta deve ter alguma madeira que eu possa usar como arma.* Caso achasse algo desse tipo para usar como arma, tentaria pegar e continuaria o seu trajeto.

Reconhecendo o local que o Derhim, havia falado, Yang naturalmente iria até ele entregar a carta e se identificar como escolta da mercadoria de Derhim.
- Com licença, vim até aqui a pedido de Derhim, me chamo Yang Kai, vim entregar essa carta. Tentaria falar a alguém que desse para reconhecer trabalhar naquele local e logo esperaria pelas intrusões.

Yang estava meio tenso, ele já fez outros trabalhos antes com os comerciantes em sua juventude, mas esse era o seu primeiro trabalho ao norte do Reino de Ilussia, talvez seja por isso que estava meio apreensivo, estava dedicado e, em simultâneo, curioso em fazer essa missão.

Atento a tudo a sua volta, Yang reagiria a qual quer sinal de ataque, tentando se esquivar para a direita ou esquerda dependendo da direção do ataque e logo em seguida se afastando do oponente para analisar a situação.

Em situações mais tranquilas, Yang seguiria com sua escolta de volta ao comércio do Reino, sempre atento a sua volta e preparado para agir.

Histórico:
Objetivos:


Última edição por Yang Kai em Qua Nov 09, 2022 9:47 pm, editado 1 vez(es)
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Ter Nov 08, 2022 11:13 pm


A caminhada até a casa de transferências continuava na mesma. Pelo menos ele já atingia metade do trajeto indicado por alcançar as estradas e trilhas que, passando pelas vilas que circuncidavam o centro da cidade, levavam até a floresta ao norte. Eram bairros mais humildes, onde crianças e garotos brincavam em um chão de terra batida. Eles corriam pela grama e se penduravam em árvores. Em resumo se tratava da área mais “rural” da ilha, porém que ainda contava com o que a modernidade urbana poderia oferecer. Era simples, mas ainda assim não tão isolado e arcaico como em zonas rurais.

A estrada ziguezagueava por entre pastos e gramados, as vilas se aglomeravam em pequenos conjuntos de poucas casas, eram povoados, em termos mais genéricos, que concentravam aquelas pessoas que viviam do campo. Sendo o ponto final, uma construção bem diferente e destoante das outras, a que chamava atenção.

O prédio era de três andares. Era espaçoso e contava com um muro de pedras e grades pontiagudas que apontavam para o céu como lanças de soldados. As paredes se dividiam em um grande portão, aberto, com grades que protegiam uma passagem de escadas e pedrinhas redondas coloridas. Havia jardim, verde e florido, de ambos os lados, e havia também alguns rapazes uniformizados que conversavam em uma mesa metálica com espaço para várias cadeiras. Eles aproveitavam uma bebida e boas conversas.

Após o lance de escadas e um receptivo: — Bom dia! — Kai adentrava pela porta de madeira para dentro do estabelecimento indicado. Era uma sala ampla com vários armários e caixas de correspondências. Haviam alguns homens e mulheres trabalhando por de trás de um balcão esverdeado repleto de papeis de ofício e documentos. Eles estavam bem ocupados e, pelo que se via, os ali presentes não se distraíam com conversas e nem outras atividades a não ser as que lhe eram prioridade. Uma mulher, jovem e ruiva, recebia Kai. — Olá! Veio atrás de sua encomenda, certo? — Ela dizia em um tom incerto, acompanhado por uma expressão de pesar. — Ok, já pego para o senhor. Um instante. — Disse antes de caminhar e entrar em uma sala reservada.

Ela demorou poucos minutos antes de voltar com um retangular estojo de madeira e papelão. Pesava cerca de uns vinte quilos e tinha mais ou menos um metro e meio de comprimento, trinta centímetros de largura e uma espessura de sete centímetros. Era grande, porém compensava o baixo peso. O som metálico tilintava de dentro daquela encomenda. — Aqui está. — Falou a moça ruiva. Ela entregava a encomenda junto com uma carta, para o destinatário oficial. — Muito obrigada. — Se despediu com um aceno de cabeça e um sorriso simpático. Por instantes seu olhar dava a impressão de que ela queria esconder alguma coisa. Era complicado, Kai não conseguia decifrar isso, mas dava para perceber isso como um tipo de alerta sensitivo.

Saindo pela porta ele notava que algumas coisas já eram diferentes. O dia, por si só, permanecia o mesmo, porém o número de rapazes em suas conversas diminuiu, antes eram cinco agora apenas três. Além disso haviam menos crianças brincando nos pastos daquelas estradas.

Atrás da construção estava a trilha que levava à floresta, era uma trilha estreita e bem tímida. Ela ia diretamente a um emaranhado de árvores enormes e de uma ascensão que inclinava para o céu e além. Parecia bem inóspito e, talvez, assustador. O frio parecia soprar bem mais gélido ali também.

OFF: O uniforme pode ser esse na imagem de referência da atendente mesmo.

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Qua Nov 09, 2022 9:47 pm
Encomenda


Yang Kai, gostava daquele ambiente mais rural que via a caminho da missão, passava um ar de tranquilidade e de uma vida boa, a vista era bonita e por alguns momentos admirava os pastos e gramas que estava em volta, já no prédio, Yang conseguia observar o rapaz e continuo o seu caminho, na primeira impressão ao falar com a atendente que lhe entrou a encomenda, Yang sentiu no ar que tinha algo estranha e até parecia que ela queria me avisar algo, mas não se importando com isso segui adiante

*algo não esta me cheirando bem, parece que vou ter algum problema, o que sera que tem nessa encomenda? Melhor eu não abrir ela aqui*

Deis da fala de Derhim quando deu o trabalho para Yang, já percebeu que algo de estranho estava acontecendo com essa mercadoria, provavelmente alguém de dentro dessa agência deve estar interceptando essas mercadorias.
*poderia só largar essa mercadoria aqui e seguir com minha vida sem problemas, no que eu estou me metendo.* -hahaha. Yang pensava enquanto ainda observava aqueles caras que estava ali sentado na mesa, dando uma risada sozinho.
*Eu preciso terminar bem esse trabalho, acredito que não posso viver mais tranquilo do jeito que estava, se eu quero conquistar meus objetivos, preciso começar por esse trabalho.
Logo apos dar a risada um pouco alta, em seguida Yang fecha a cara e segui o caminho até a trilha, enquanto caminha a curiosidade de Yang não o deixou quieto, logo tentava arrumar uma melhor maneira de carregar o estojo, mas antes disso tentava bisbilhotar o que tinha dentro daquela caixa, por alguma fresta ou algo assim, logo colocaria o estojo entre seu braço esquerdo, segurando a parte de baixo da caixa com a mão e apoiando o corpo da caixa e a parte de cima entre o braço e o sovaco.
A intuição de Yang, dizia ter alguma coisa estranho, e enquanto caminhava, usava de seus sentidos para ouvir o que estava acontecendo a sua volta, caso ouvisse alguma coisa peculiar como passos o seguindo, ou algum barulho que parecesse suspeito. Yang colocaria a encomenda em sua frente e daria um grito dizendo.
- Porque esta me perseguindo, o que você quer comigo? Fala num tom de voz confiante e interrogativo.
Caso percebesse algum ataque vindo, tentaria se esquivar para a direita ou esquerda dependendo da direção do ataque e logo em seguida se afastando do oponente para analisar a situação.
Calma, podemos conversar primeiro?

Se ao falar ninguém aparecesse, Yang não iria atrás investigar, apenas seguiria viagem para levar a encomenda para o destino.

Yang tem um sentimento de justiça dentro de si, nunca atacaria de surpresa, sempre lutaria numa luta justa com o oponente, por esse motivo ele nunca pensou em armar alguma armadilha ou se esconder para fazer ataques furtivos, por mais que isso fosse eficiente, não era a forma de Yang Kai lutar.

Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Sex Nov 11, 2022 12:06 am


Realmente, como bem observado por Kai, a situação estava um tanto quanto suspeita. De fato, era de se notar que muitas coisas, desde que Derhim o havia contratado para missão, não pareciam das mais conectivas no sentido de coerência e confiabilidade. Porém, restava saber qual era o "X" da questão e como isso afetava a missão em si, já que dado os fatos, a casa de transferência apresentava variáveis um tanto quanto questionáveis.

O jovem caminhava de volta para a cidade. Ele observava seus arredores com atenção e precaução, porém também aproveitava para tentar bisbilhotar o que havia dentro daquela caixa.

A forma como ela era comprimida de modo extenso poderia apresentar algumas hipóteses, como alguma arma longa ser guardada naquele recipiente, ou materiais de ferreiro e talvez, quem sabe, algum tipo de minério raro. O fato era que ali havia algo tilintando como metal, porém as frestas, finas e escuras, não permitiam com que um observador externo pudesse se inteirar, com exatidão, do que havia ali.

Por fim, o pior aconteceu.

O dia passava tranquilamente. A volta do caminho, em retorno à cidade, era tomada por paisagens de campos e vilas. Pastos verdes e poucas pessoas nas estradas, muitos eram apenas mercadores que transitavam por aquelas trilhas de volta ao lar ou indo vender seus bens de trabalho.

Porém, com os ouvidos atentos, sua audição captava passos. Estavam a uma distância mediana e era possível perceber por como o pisar era sonorizado em contato com a grama. Era uma grama seca, por conta do sol e constante passagem, e por isso o som era um pouco maior.

Por de trás de uma árvore, frondosa e bonita, uma figura esguia e feminina saía. Ela estava munida com uma adaga. — Nem tente correr... — Sua voz era doce, como o veneno de uma serpente. Do outro lado da trilha, também próximo a uma árvore, um pequeno e esguio garoto segurava um porrete quase do seu tamanho. — Faça como um bom rapaz e nos entregue a encomenda. — Claramente eram ladrões de estrada.

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Sab Nov 12, 2022 8:15 pm
Ladroes

-Infelizmente e para o azar de vocês, não posso entregar essa encomenda! Respondia e dando um sorriso para os dois ladroes.

*Agora que percebi, vim para essa missão sem arma nenhuma e aqueles dois caras estão bem equipados* pensava enquanto olhava para a encomenda. *acredito que da para usar isso* segurando a encomenda em sua mão direita e o corpo da mesma com a esquerda, Yang tentava dar passos para trás enquanto estava de frente olhando para os bandidos, tentando deixar os dois ladroes em sua frente, para ao menos conseguir lutar de frente com eles, e para proteger suas costas.

Yang conhecia bem de sua força para ele carregar 20 quilos era fácil e dava para segurar pela espessura de 7 centímetros que aquele encomenda tinha, usar aquele estojo de madeira como uma bastão para atacar e se defender poderia ser uma boa jogada em sua mente, o único problema e que ele sabia que poderia danificar ela e não saberia como Derhim reagiria, mas fazer o que, era tudo o que ele poderia fazer nesse momento.

Yang não começaria a atacar a estratégia que ele iria usar era de se defender e contra-atacar, segurando o estojo com sua mão direita pela espessura do mesmo e com a esquerda apoiaria por baixo da caixa, Yang mediria aproximadamente o comprimento da caixa com a área de ação que ele poderia bater no inimigo, e no caso de alguém vir para cima, tentaria jogar a encomenda em forma de girar ela em sua frente tentando afastar ou acertar o inimigo, ele tentaria empurrar com a mão esquerda para frente e com a direita segurando pela ponta puxaria com força para a direita e logo em seguida puxaria de volta segurando novamente o corpo com a mão esquerda, enquanto segura a ponte com a direita.

Yang tentaria se defender de possível ataque usando o corpo da encomenda como escudo e dando passo para trás para se proteger do próximo oponente, e tentaria girar em sua frente novamente o estojo para afastar ou acertar o oponente.

Se em um desses ataques ou defesa o caixote quebrasse, ou estraçalhasse, Yang pegaria pelo menos uma das coisas que caísse no chão para usar como arma e se proteger do oponente, Yang tentaria sempre se manter em uma distância segurando se defendendo e atacando conforme o oponente reagia, esperando por uma oportunidade de ataque mais certeiro.

Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Dom Nov 13, 2022 11:21 am


O ponto principal daquela emboscada era roubar a caixa com os itens de Derhim. Os bandidos deixaram isso claro, mas Kai não entregá-los-ia tão fácil assim. O garoto era esperto e teve uma ideia um tanto quanto interessante a fim de preservar tanto sua segurança como também a integridade de sua missão. Contudo seria difícil manter aquela encomenda intacta visto que ele usaria dela, era a única coisa que ele tinha em mãos, afinal, para se defender e contra-atacar.

A mulher ficava de longe, observando o garoto com atenção, e quem partia para a briga era o jovem com o porrete. Era engraça-lo ver se mover, já que a arma que o mesmo segurava era quase do seu tamanho, porém não foi nada engraçado quando ele tentou desferir o primeiro golpe contra Kai, que bloqueava com a caixa. O som de metal se batendo e de madeira quebrando foi alto. Um buraco, ou um parcial buraco, havia sido feito no involucre da encomenda. — Entrega isso logo! — Bradou a mulher.

O garoto tomava espaço para dar mais uma investida. Colocando a arma para trás e a jogando frente ao corpo, sem soltá-la, ela descia com peso contra a caixa, a qual Kai a utilizava para bloquear mais uma vez. O dano fora maior, dando agora para ver em partes o que havia ali dentro: uma espada embainhada, duas barras de ferro envolvidas em um tipo de papel plastificado e uma placa metálica completamente amassada.

Ele girava a caixa, o que dava distância do garoto, e tinha uma oportunidade de acertá-lo, já que ele fora derrubado com o porrete caindo ao seu lado.

Com o garoto no chão a mulher começava a dar passos contra o jovem, ela segurava a adaga e o olhava seriamente. - Já que prefere assim...

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Qua Nov 16, 2022 10:12 pm
FIGHT

Yamg Kai em meio a tensão, tentaria pegar às duas barras de ferro enroladas no plástico para tentar se proteger, caso conseguisse pegar a tempo às duas barras de ferro, tentaria jogar o estojo na direção da menina para distrair ela a se defender ou tentar esquivar e logo seguida daria uma investida em direção a ela segurando a barra com sua mão direita, tentaria fazer um movimento que era jogar a mão para trás com a barra na investida contra a bandida e chegando perto tentaria desferir um golpe girando de trás para frente da direita para a esquerda em direção as pernas dela, se ela percebesse o movimento e tentasse pular, voltaria com o movimento de baixo para cima tentando acertar em suas pernas que estavam no ar, logo em seguida pularia para trás pegando distância da menina e do menino e indo em direção a caixa da encomenda para proteger ela de ser roubada, segurando com a mão esquerda, e na direita com as barras de ferro ficaria segurando em frente ao seu corpo para se proteger e contra-atacar.

Yang tentaria usar do mesmo estilo de defessa usando o corpo da encomenda como escudo e dando passo para trás para se proteger do próximo oponente, e tentaria girar a barra de ferro em sua frente novamente e o estojo para se defender do ataque do porrete.

Kai queria acabar logo com essa luta, não era bom para ele ficar atrasando a encomenda, tirando que ela ja estava danificada, então esperaria pela próxima oportunidade, para tentar finalizar os dois, usaria de seus sentindo para tentar perceber se teria mais alguém vindo ou era somente aqueles dois, se fosse só os dois, e caso conseguisse se defender ou desequilibrar um dos dois novamente usaria a barra de ferro para tentar dar estocada em direção ao estômago de um dos dois e logo em seguida voltaria ao movimento de defesa novamente, e conforme conseguisse se defender e afastar o oponente tentaria atacar em direção ao estômago dos mesmo, até percebe alguma oportunidade de finalizar um deles.

Yang estava achando estranhos aqueles ladroes, tentando roubar a encomenda e pelo que parecia, que não era só com ele que aquilo estava acontecendo, até pela aparência de jovens deles, kai ficaria intrigado do porque eles estavam fazendo esse trabalho tao jovens, provavelmente Kai pensava ter algo mais fundo acontecendo nisso, mas por hora Yang, queria somente terminar sua missão.

- Garotos, porque estão fazendo isso? * a dúvida em sua mente foi mais forte, e pela curiosidade de ‘yang’ ele quis se aprofundar mais com essas pessoas para tentar descobrir o motivo por trás disso. Enquanto se mantinha em guarda contra eles.

Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Qua Nov 16, 2022 11:41 pm


A cena era digna de filme. Kai se aprontava de tal modo que deixava ambos os ladrões de estrada impressionados com a velocidade, agilidade e expertise em que aplicava tais movimentos precisos e completamente certeiros. Era tudo um espetáculo digno de um filme de comédia, já que a barra de ferro não só acertava em cheio o chão de terra como escapava de sua mão. O porrete acertava a caixa em cheio, abrindo ainda mais aquele buraco que nela já estava.

O que o garoto estava tentando fazer era louvável, porém terrível. Suas habilidades precisavam ser friamente lapidadas para chegar naquele nível de desenvoltura, contudo, fora importante ele destacar pelo menos alguns movimentos dentre todos ali executados.

A barra de ferro, antes de sair de sua mão, conseguia atingir a canela da garota, antes de seu salto para trás, a qual fazia um ferimento do qual saía sangue. —  Ai! — Gemeu a garota.

O jovenzinho franzino e pequeno olhava aquele ferimento com uma feição assustada. Ele corria os olhos para Kai que, na sua percepção, mais se parecia com um monstro de olhos rubros prestes a devorá-lo. A mão tremia e, agora, ele parecia incerto sobre suas investidas. Por outro lado, a garota permanecia na mesma agressividade de antes. — Seu idiota, agora você vai pagar por ter marcado minha linda pele! — Ela parecia, agora, mais preocupada com sua aparência do que de fato o roubo da encomenda, essa que, pelo menos a caixa, já se encontrava aos pedaços.

Histórico:

Yang Kai
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 350x1510
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2283-yang-kai#25434 https://www.allbluerpg.com/t2284-animais-fantasticos-e-onde-habitam#25632
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Sab Nov 19, 2022 7:29 pm
Amigos
- Calma podemos conversar? Porque estão querendo me roubar? Tem algum motivo nisso?

Yang falava enquanto se mantinha em posição de defesa, segurando as barras de ferro com sua mão direita, Kai tentava entender mais daqueles ladroes, a sua intenção não era matar eles, nesse momento ele estava tentando fazer algum acordo ou algo do tipo, percebia que aquele menino era um pouco mais maleável que a menina para conversar Yang, tentava puxar assunto com ele.

- Ei! Garoto, porque não paramos de lutar por aqui e conversamos? Podemos chegar a algum acordo.

Yang se mantinha em guarda e tentaria se defender e contra-atacar, a arma da menina era curta, então Yang usaria isso a seu favor e toda vez que chegasse no alcance da barra de ferro, Kai atacaria ela, tentando afastar a menina que tentasse chegar perto.

*Esses dois não parecem ter muita experiencia nisso, o que sera que levou eles a fazer esse trabalho, se possível gostaria de ter eles trabalhando-me futuramente.* Yang tinha um desejo em seu coração de abrir uma empresa futuramente e para isso ele sabia que precisaria de ajuda para isso, Kai era um homem justo por isso daria uma chance para eles de me seguir.

Porque vocês dois, não trabalham para mim, podemos crescer junto como família e vocês não precisaram fazer mais esse tipo de trabalho.

Yang não era bom em persuasão, por isso falava os desejos de seu coração para os dois, mas continuaria atento a eles e qual quer ataque, Yang tentaria se proteger e tentaria afastar eles com a barra de ferro.

Histórico:
Objetivos:
Sadakiyo
Imagem :
Animais Fantasticos e onde Habitam 718b5b9e3d1ead677348c3525e5c30dd
Créditos :
14
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t2100-sada-kiyoshi#22655 https://www.allbluerpg.com/t2347-revolucao-selvagem#25929
Sadakiyo
Revolucionário
Re: Animais Fantasticos e onde Habitam Seg Nov 21, 2022 10:03 pm


O confronto era um tanto estranho. Aqueles jovens não pareciam tão preparados quanto pareciam, eles eram como serviçais enviados para aquela tarefa. Isso era indicado pelo modo como eles combatiam, como seguravam suas armas e principalmente a falta de foco quanto ao combate, já que a garota perdeu o foco após se machucar. Era algo bem simples e patético, se bem observado e referenciado à situação.

Somos nós que fazemos as perguntas! — Disse a garota sem nenhuma imponência. — Nos dê a encomenda..., ou pelo menos o que sobrou dela. — Concluiu após olhar para a caixa completamente aos pedaços.

Kai poderia tomar conta daquela situação, mas ele tinha sua missão de entrega e, visto como estava o estado da encomenda, aquilo ali poderia não resultar em coisa boa. Inclusive ao oferecer o serviço eles, por um momento, pareceram pensar positivamente na ideia. Houve, de fato, um olhar como “quem sabe?”, mas logo voltaram a atenção ao que estavam fazendo.

Não! Devemos levar essa encomenda ao Papa Tusk! — O garoto deixou escapar. — Digo... — Levou as mãos a boca. — Seu burro! Você tem a língua maior que a boca! — A garota respondia rispidamente.

E agora? Era uma nova informação. Como Kai lidaria com aquilo? Poderia resolvê-la ou também poderia fugir, já que, agora, eles mais trocavam insultos do que prestavam atenção no entregador.

Histórico: