Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Aventura dois: trabalhando até desmaiar.Hoje à(s) 1:18 ampormestrejCriação de TécnicasHoje à(s) 12:50 amporDiego KaminariBad KarmaHoje à(s) 12:10 amporNoskireOs Seis CaminhosHoje à(s) 12:01 amporToji3º - A Liberdade Que Atravessa a Ponte LupinaOntem à(s) 11:52 pmporSubaé[TDN] Yuuma D. YukinagaOntem à(s) 11:49 pmporDreamstainÚltimo Baile Antes da GuerraOntem à(s) 11:25 pmporNoskireCréditosOntem à(s) 11:13 pmporKenshinIII - RagnarökOntem à(s) 11:01 pmporNoskire[PEDIDO DE INSTRUTOR] UhtredOntem à(s) 9:28 pmporUhtred

Noturno Artificial

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte
Achiles
Imagem :
Noturno Artificial Bf3w3iH
Créditos :
38
Localização :
Farol - Grand Line
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t2060-iv-you-ll-never-see-me-cry#22235
Achiles
Pirata
Noturno Artificial Sex Jun 03, 2022 9:58 am
Noturno Artificial

Aqui ocorrerá a aventura Fechada do(a) Agente Morgan Morozova. A qual não possui narrador definido.

_________________

Noturno Artificial BhECXT7
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Sex Jun 03, 2022 11:02 am
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
Poucas horas haviam se passado desde a sua chegada em Lvneel, mas Morgan havia finalmente concluído a missão delegada a ele ainda no South Blue. Agora, pensando em tirar algum tempo para si, ele tratou de aconchegar-se em algum canto reservado, distanciando-se de olhares curiosos, e sentou-se de forma confortável, as costas escoradas em algum apoio que viesse encontrar.

Enquanto descansava, aproveitou para revisitar as suas memórias mais recentes, e na caderneta que detinha em sua posse ele as imprimiu em busca de reflexão. Utilizando sua canhota, prática que já vinha adquirindo há algum tempo, ele tentou escrever, com a melhor caligrafia que lhe era possível, as últimas experiências que culminaram em seu regresso ao North Blue.

Em Petra Yuni ele conheceu Calil, o agente que havia lhe incumbido de transportar uma encomenda, aparentemente singela, entre os mares opostos. Tratava-se, principalmente, de uma caixa pequena e sem graça, que não haveria de despertar interesse em qualquer transeunte. De tão simples que era ela, Morgan tentou desenhar uma representação parecida no bloco de notas que tinha em mãos, mas torceu o nariz para as linhas irregulares que surgiram no papel.

Continuou, então, a escrever suas impressões sobre a missão findada, resgatando detalhes do percurso traçado até o quartel da marinha de Lveenel. Nele, Morgan encontrara um homem que se apresentara como Baron Wykes, um tenente de meia-idade para quem a caixa havia sido destinada. Junto a ela, o agente também deixou a documentação confidencial fornecida por Calil, e de lá Morgan partiu para... Lugar nenhum.

Ele respirou profundamente, descansando o bloquinho sobre o colo. Deveria se preparar para a sua próxima missão, mas sequer sabia aonde deveria ir para requisitá-la. Em verdade, Morozova, provavelmente, precisava agora regularizar a sua transferência para a Cipher Pol responsável pelas águas do norte, o que não poderia demorar para ser feito. Ponderou que igualmente seria preciso atualizar as suas armas, detalhe que ele procuraria fazer tão logo encontrasse uma oportunidade para tal.

Com isso, Morgan decidiu se colocar novamente em ação. Procuraria pela sede do Governo Mundial na região, caso já não estivesse em suas dimensões, e interceptaria, se preciso fosse, desconhecidos em busca de informação; tentaria, analogamente a isso, encontrar alguma forja onde pudesse revisar as suas armas, alheio a qualquer tipo de prioridade que pudesse ditar a ordem dos acontecimentos.

treino de ambidestria.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 01.

ganhos:
  1. ambidestria › 01 » t. 01.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 01 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Seg Jun 13, 2022 7:55 pm
Agente Morozova



Morgan naquele momento tinha finalizado sua missão e fazia sua recapitulação através de seu bloco de notas. Um momento simples que por a maioria das vezes não chamaria atenção, exceto que ele era um homem enorme, com um bloco de notas, escrevendo anotações num, banquinho, algo que algumas pessoas paravam pra olhar.

Entretanto isso não durava muito para os fofoqueiros, pois uma fofoca maior surgiu, essa fofoca era algo inesperado, um barulho extremamente alto, surgiu de uma direção, e fumaça começava a voar pelos céus, fazendo muitos correrem olharem pra lá, outros que pareciam estar indo para a mesma direção davam meia volta.

De qualquer modo ele era Alheio aquilo, exceto pelo fato de que aquilo ficava na direção exata do quartel da marinha. Bem, de qualquer forma, ele ia em busca da sede do governo, algo que ele acabava descobrindo por ver, um rosto familiar, ele via um agente que ele anteriormente visualizou de relance, nas águas do sul, talvez tivesse sido transferido junto com ele.

A realidade era que a sede do governo ficava no quartel, de forma anexa, era a zona principal da marinha e do governo mundial na ilha, já que a regência local, era feita por um reinado. Aquilo era suficiente para ele saber que tinha de voltar aquela região, o que era intrigante pois se tratava da mesma região na qual a bomba havia explodido.

Mas antes de qualquer coisa, era o que ele precisava. O dia tinha um clima propício para a chuva, era cheio de nuvens escuras no céu, e um vento gelado que batia sobre a pele enquanto ele caminhava, as pessoas quando mais ele se aproximava do quartel, mais ele via gente correndo, ou gente desesperada, alguns marinheiros pareciam tentar realizar alguma coisa, salvar alguem, passavam correndo com uma maca por ali.

A confusão parecia grande enquanto um homem de tapa olho, cabelos brancos, vestindo um sobretudo elegante, com um terno por baixo, o sobretudo na cor branca e o terno cinza, ele parecia ser do governo, e logo ele começou a se aproximar de Morozova sem fazer muito alarde, ele logo chegou a poucos metros dele.

Noturno Artificial 572472998831a353ef529320f542b69d

Sua voz então ecoou, e ele podia escutar o que esse homem tinha a dizer nesse caso.-Agente Morgan Morozova, peço que me acompanhe, você estava envolvido com Calil certo? Pois bem, preciso que venha comigo para responder algumas perguntas, está de acordo?- disse ele observando a situação, que havia se desenrolado, aparentemente se ele não tivesse vindo até ali, ele seria encontrado pelos agentes da ilha.

De qualquer forma ele vir até lá, também era algo que gerava duvidas, afinal por que diabos ele teria andado na direção da explosão se fosse algo intencional de sua parte? Ou será que esse era seu plano? Bem, esses eram os raciocínios que os agentes poderiam chegar, afinal, eram duas linhas de raciocínio válido.



HistóricoPosts: 1
Nome: Morgan Morozova
Nota Fiscal:
+2.650.000 B$ (Ficha)
Ganhos:
- Treino de Ambidestria (Turno 1)


Perdas:
-

Status:

PDV: 100%
STA: 200/200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS:
CONTAGEM DE DEFEITOS: 0/10

Dano Explicado: N/A




_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Ter Jun 14, 2022 9:44 am
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
O som estrondoso ecoou por todos os lados, e Morgan imediatamente moveu a cabeça na direção da qual julgou que o barulho se propagava. Os olhos gélidos de aquamarine fitavam inexpressivos o horizonte, admirando os resquícios de fumaça espiralarem pelo céu, e não demorou para que o agente entendesse que a novidade surgia do Quartel da Marinha.

Levantou-se com tranquilidade do pequeno banquinho onde antes descansava, e colocou-se imediatamente no percurso que havia traçado até ali. Repetindo seus passos de outrora, ele puxou a gola do sobretudo sobre o rosto, e buscou afastar a frieza do ar que lhe açoitava, e olhou para o céu em busca de esclarecimentos; nele, encontrou nuvens leitosas e tristes, e o prelúdio de uma tormenta parecia sugestionar mau agouro.

Mesmo assim, ele manteve-se firme enquanto deslizava pelas vielas de Lvneel, interrompendo a caminhada somente quando avistou uma alma conhecida pelas redondezas. Não muito distante de onde estava, ele se deparou com um dos agentes com quem dividira o navio desde o South Blue, e foi a partir dele que Morgan encontrou a base da Cipher Pol, discretamente anexada ao prédio principal da Marinha.

Parado no mesmo lugar, ele se permitiu estudar o cenário que o circundava; por todos os lados, pessoas corriam e gritavam desesperadamente, indicando a fonte de suas aflições na região em que alguma coisa parecia ter explodido. Morgan franziu o cenho, intrigado, e ameaçou se aproximar um pouco mais do desastre, mas não demorou para que uma figura austera que lhe interceptasse a atenção.

Com as mãos nos bolsos, ele ouviu pacientemente a colocação do estranho, e a surpresa frente ao teor das palavras poderia ficar explícita em suas sobrancelhas levemente arqueadas. Procurou se concentrar para não demonstrar qualquer emoção para além disso, e limitou-se a assentir afirmativamente com a cabeça, mantendo seu silêncio característico como álibi e amigo.

Morgan seguiria o sujeito pelo caminho que lhe fosse indicado, mantendo uma serenidade aparente enquanto caminhava por entre passantes alarmados. Por dentro, no entanto, sua mente borbulhava com ponderações e ansiedade iminente. O que havia acontecido com Calil, afinal? Teria o seu antigo chefe alguma ligação com o evento desastroso que acabara de acometer a ilha do norte? Respirou fundo, ajeitando o boné sobre a cabeça, e prosseguiu.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 02.

ganhos:
  1. ambidestria › 01 » t. 01.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 01 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Qui Jun 16, 2022 10:19 pm
Agente Morozova



Toda aquela situação fez o rapaz manter o seu silêncio frente ao agente que encontrou, ele o seguiu mesmo assim, mas usava sua característica maneira de se portar como seu direito fundamental de ficar em silêncio, para as coisas que ele dissesse fossem usadas contra ele no futuro é claro. Ele então via a sala onde mais dois agentes o recebiam, e logo ele podia ver uma parede com grande janela de vidro, uma mesa de metal ao centro, alguns Den Den Mushis dentro, sim isso mesmo eram caracóis, provavelmente para gravar o negócio, mas talvez fosse novidade para o agente, que poderia nunca ter tido contato com essas criaturas.

Então o mesmo homem que o encontrou logo ali naquele ambiente se colocou a falar, de modo simples mas coeso.-Entre e sente-se iremos conversar sobre a situação aqui.- então nesse instante, os outros dois agentes no local abriram a porta, esperando que eles pudessem entrar e começar o processo de perguntas e respostas. Então ele deixaria que Morozov se sentasse e ficasse à vontade. Quando ele pisasse dentro da sala já notaria sua composição, ela era uma sala para interrogar, haviam poucas coisas que poderiam ser usadas ali, apenas a mesa no centro, todas as paredes e porta eram de metal e claro o vidro, que não permitia quem estava dentro ver fora, mas quem estava fora conseguia ver ali dentro.

Os Mushis agora ficavam mais evidentes nas paredes, talvez fossem algum tipo de transmissor ou coisa desse gênero. Em qualquer caso o cara esperava ele ali dentro, sentando e pegando um caderninho, uma caneta, e observando o rapaz, ele olhava pra ele como se tentasse ler o homem turrão que estava logo a sua frente.

Assim que Morgan sentasse ele começaria seu trabalho fazendo uma pequena introdução sobre o que estava acontecendo para que tais atos tivessem sido colocados em prática até então.-Muito bem, começarei do início, aquela explosão veio do pacote que segundo algumas testemunhas foi entregue por você. Vendo os dados de sua missão, isso foi algo passado a você pelo seu superior. Então, qual a sua relação com o agente chamado Calil?- disse ele de forma calma, apesar de o tom de sua voz soar rígido, ele não colocava qualquer agressividade.

A face daquele homem era também limpa, ele não esboçava nenhuma emoção preocupante para o momento, apenas parecia observar e entender o que estava acontecendo, de modo que ele fitava o rapaz, como se detalhadamente ele observasse sua face.-Você possuía noção do conteúdo do pacote?- era esse o segundo questionamento, as coisas tinham começado a andar, quando finalmente traziam um cafézinho para o interrogador, que começava a beber enquanto escutava o que o grandalhão tinha a dizer.



HistóricoPosts: 2
Nome: Morgan Morozova
Nota Fiscal:
+2.650.000 B$ (Ficha)
Ganhos:
- Treino de Ambidestria (Turno 1)


Perdas:
-

Status:

PDV: 100%
STA: 200/200
CONDIÇÕES: N/A
FERIMENTOS:
CONTAGEM DE DEFEITOS: 0/10

Dano Explicado: N/A




_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Sex Jun 17, 2022 2:46 pm
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
A cada novo passo que davam em direção ao seu destino, Morgan sentia o desconforto e a opressão pesarem o ar à sua volta, como se o próprio tempo conspirasse vertiginosamente contra ele. Adentraram num dos prédios de humor cinzento que o agente julgou ser pertencente ao Governo, e lá foi encaminhado para uma sala reservada; ali, deparou-se com uma complexa rede de vigilância disposta em pontos estratégicos, bem como um conjunto metálico de mesa e cadeiras tipicamente utilizadas em interrogatório. De um dos lados, um imenso espelho se estendia de fora a fora por uma das paredes, refletindo o semblante impessoal de Morozova.  

Morgan desviou o olhar de sua própria imagem e se voltou uma vez mais para quem o abordara, sustentando a firmeza de sua postura como apenas alguém devidamente correto seria capaz de fazer. Não esperou convite para sentar, no entanto, e o fez tão logo notou o que se desenrolaria naquela pequena eventualidade. De pernas cruzadas elegantemente, ele mantinha os braços sobre o colo numa posição de descanso, transpirando tranquilidade apesar dos pesares. Não havia se dado ao trabalho de notar a maior parte das pessoas que cruzaram seu caminho até ali, ignorando-as deliberadamente numa clara mensagem de desinteresse.

Calil foi meu superior durante minha breve estadia em Petra Yuni. Fiquei sob seu comando por dois dias, talvez menos se procurarmos ser tão exatos quanto o ponteiro de um relógio. – Respondeu prontamente, procurando não titubear ao ser confrontado com o fato de ter sido, indiretamente, responsável por um atentado. O tom de voz, no entanto, era suave e indiferente, quase entediado perante os acontecimentos. À sua frente, o seu inquiridor ostentava uma máscara de mármore inflexível ao invés de um semblante expressivo, e Morgan quase pensou estar diante de um outro reflexo seu.

Sigo as ordens que me são delegadas sem questioná-las, e entre elas estava o sigilo do pacote e da documentação que o acompanhava. A mim, só foi autorizado ler a minha própria carta de apresentação, a mesma que entreguei no quartel general da Marinha pouco antes de me encontrar com o oficial Wykes. – Prosseguiu, piscando os olhos demoradamente como demonstração de confiança. Observou quando o homem a sua frente se servia com uma xícara de café, e recebeu como descortesia a ausência de uma para ele. Deselegante, julgou em pensamento, os olhos frios estudando intensamente o sujeito estranho.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 03.

ganhos:
  1. ambidestria › 01 » t. 01.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 01 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Sex Jun 17, 2022 10:48 pm



Os homens se olhavam naquele lugar como se observassem espelhos de si mesmos, ambos completamente sérios, e atentos, observando e falando, como se o mundo em seu redor não fosse grande coisa. Mas por fim ele acabou contando o que realmente tinha feito, o rapaz tinha complementado o que faltava de lacunas.

Não que o homem que lhe interrogava tivesse alguma dúvida do caso, mas, ele precisava seguir o procedimento, então ele pedia de forma tranquila, que o agente relatasse com mais detalhes o que aconteceu.-Bem, quero que você então me conte a historia toda do que aconteceu mas com detalhes, o que você fez, como fez. Poderia fazer isso?- e começaria a prestar atenção em tudo que ele falasse, e só então iria fazer mais alguma pergunta.

Ele parecia continuar tranquilo, tomando seu cafezinho e prestando toda a atenção possível, depois disso voltou a fazer perguntas.-Compreendi, você lembra de algo que possa ajudar na investigação? Alguém com quem Calil se envolveu, alguma pessoa que passe pela sua memória, talvez uma descrição de alguém que você achou suspeito.- comentou com um olhar agora levemente desconfiado, não dava pra saber a quem exatamente ele direcionava sua desconfiança, mas o fato era que ele tinha estranhado alguma coisa.

Mas logo voltava a face habitual para mais outra pergunta que se mostrava importante também, já que essa de certo modo era a que podia facilitar ou piorar o processo envolvendo Morozova.-Você possui alguém que possa confirmar sua historia?- e esse era um cenario complicado, vejamos a situação, ele estava num blue diferente do que ele anteriormente trabalhava certo?

Agora… Ele acabava de ver uma bomba explodir e ele era um dos possíveis envolvidos, Calil o homem que poderia livrar ele… aparentemente era o principal suspeito do ocorrido… Ele estava de fato em maus lençóis, mas pelo menos ele tinha encontrado o futuro superior que ele queria achar… Veja bem, nem tudo era tão ruim assim… para a situação do garoto, ele tinha uma conquista.

Histórico:

_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Sab Jun 18, 2022 10:01 am
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
Um suspiro longo cortou a respiração regular de Morozova, que deixou-se abater discretamente pela suspeita que o assombrava. Tombou a cabeça para trás, reflexivo, enquanto ponderava sobre os questionamentos que lhe eram feitos, ciente da complexidade de sua atual situação. Morgan entendia que dificilmente voltaria a dormir com travesseiros de penas de ganso, caso não conseguisse entregar respostas plausíveis naquele interrogatório.

No dia anterior à minha partida de Petra Yuni, Calil me informou, sem maiores explicações, que eu seria transferido novamente ao North Blue. A novidade não pegou apenas a mim de surpresa, eu acho, porque Calil não parecia muito satisfeito com ela. Ele estava amargurado pela escassez de agentes dentro de seu território e a consequente alta taxa de criminalidade na região. – Explicou, emedando uma breve pausa a fim de organizar melhor os pensamentos. – Na manhã em que deixei a ilha, voltei novamente ao seu escritório e nele encontrei um Calil um tanto... frustrado. O lugar estava todo revirado, e julgo que dentro da cabeça de Calil haveria de estar da mesma forma.

Como um mero agente júnior, não cabia a mim lidar com a situação, portanto apenas recolhi o pacote e parti em direção ao porto. Não encontrei dificuldades durante a viagem; andei pouco entre as paradas nas ilhas e menos ainda socializei, e alguns dias depois o navio atracou nas águas de Lvneel. Aqui, fiz um pequeno desvio em uma ferraria, onde só revisei meus equipamentos, e então me dirigi diretamente ao quartel. O resto da história já é de seu conhecimento.

Morgan então descruzou as pernas tempo suficiente para que trocasse a que ficaria por cima, e apoiou a cabeça sobre a mão, o cotovelo firme sobre o braço que ainda descansava sobre seu colo. Filtrou as palavras que o interrogador lhe dirigia, procurando na memória alguma imagem, situação ou figura particular que pudesse ser útil para a investigação, mas nada lhe ocorreu; ele já havia relatado tudo que sucedera seu breve contato com Calil. Não obstante, a última pergunta feita pelo agente oposto o incomodou, e Morgan percebeu que não havia qualquer álibi de carne que pudesse atuar a seu favor.

Talvez a recepcionista que me recebeu nas acomodações do Governo em Petra Yuni. Pode ser que ela tenha alguma informação ou possa atestar a instabilidade de Calil naquela manhã. Ao menos vai poder confirmar que eu sequer tive tempo de me filiar profundamente ao meu antigo chefe. – Respondeu, enfatizando a última palavra dita para evidenciar a relação hierárquica a qual estava submetido. De repente, ocorreu-lhe algo que talvez pudesse lhe livrar a cabeça:

Eu sou um agente recém saído da academia. Sou de Swallow, aqui mesmo do North Blue, e só fui transferido ao South quando me graduei como Júnior. Petra Yuni foi meu primeiro contato prático com o meu trabalho, e, para a minha infelicidade, acabei caindo nessa teia de problemas em que me encontro. Venho de uma família importante e o meu histórico limpo reverbera a minha presunção de inocência. Não lhe parece mais lógico que eu esteja servindo de bode expiatório? – Indagou por fim, suavizando seu discurso com uma pronúncia mais pausadamente aveludada.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 04.

ganhos:
  1. ambidestria › 01 » t. 01.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 01 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Dom Jun 19, 2022 7:18 am



Ele então contava toda sua história, explicando o que havia acontecido, de forma agora muito detalhada, o homem então ia anotando as coisas que estava ouvindo, não tudo é claro, mas todos os dados que considerava interessantes naquela conversa especificamente. O relato como um todo parecia honesto e baseado em fatos, mesmo assim ele não podia simplesmente deixar as coisas continuarem seguindo.

Então ele começou a falar depois de tudo que tinha acontecido até então, ele teria de tomar um procedimento para resolver a situação.-Irei entrar em contato com a recepcionista que citou, você lembra seu nome ou caracteristicas?- afinal essas coisas era importantes para conseguir informações da pessoa que queriam falar, e desse modo ter resultados melhores.

Depois da pergunta ele então iria explicar como as coisas iam acontecer, e era um cenário levemente tranquilo por enquanto.-Vou precisar que você fique aqui como uma prevenção, enquanto investigo o resto das coisas, quando tivermos mais informações que realmente vou poder dizer qual seu caso.-Disse ele guardando o caderninho no bolso, ele sentia que não ia precisar de fato fazer perguntas por hora é claro.

Então ele seguia falando sobre a situação.-Mas não se preocupe, se for inocente, iremos descobrir. No entanto, precisarei de mais dados antes de poder liberar você, enquanto isso pode ir pra sala com os dois agentes ali, comer e dormir, que hoje o dia vai ser longo.- Sugerie ele depois de todo aquele alarde, com o que aconteceu era de se imaginar que o governo devia estar querendo a cabeça de alguém, e certamente não deixaria a testemunha e suspeito ir embora do nada.

Na sala, caso ele aceitasse seguir, era uma sala com grande portão de ferro sem janelas, uma cama pequena, mas que cabia tranquilamente uma pessoa com espaço sobrando, e por fim mas não menos importante. Uma mesinha com café, biscoitos, chá, e alguns petiscos desse tipo, devia ser uma cela apenas preventiva realmente, já que não pareciam se importar com alguns mimos.

Provavelmente ela havia sido confeccionada pra manter prisioneiros ainda sem um caso concreto, em principal, aqueles que trabalham de alguma forma pro governo, ou talvez duques, nobres e políticos, civis de importância elevada por assim dizer.

Histórico:

_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Dom Jun 19, 2022 1:55 pm
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
Estatura mediana, morena, olhos violetas. Ela é facilmente identificável pelas manchas no rosto; duas pintas, uma delas abaixo dos lábios e a outra sob um dos olhos. Não sei o seu nome. – Respondeu casualmente, imprimindo no timbre uma serenidade desarmônica frente à tensão geral da situação. Manteve-se sentado enquanto o interrogador discorria suas falas finais, meneando a cabeça em um gesto de compreensão.

Morgan conhecia os procedimentos tão bem quanto qualquer outro agente, portanto não se permitiu abalar com o que sucedeu a sala espalhada. Dessa forma, seguiu as instruções que lhe foram dadas e dirigiu-se para as acomodações provisórias do estabelecimento; lá, seus olhos correram de um lado para o outro, avaliando os pormenores com a atenção aquilina que lhe era inerente, e só relaxou quando se sentiu minimante familiarizado com o cômodo.

Sentou-se na cama, procurando um apoio para escorar suas costas, fosse a cabeceira ou a própria parede, e voltou novamente seu foco para a sua caderneta particular. Com ela em mãos, resolveu deslizar a caneta pelo papel suavemente, preenchendo o espaço em branco com desenhos mal feitos a partir de sua mão esquerda. Morgan sabia que a investigação demandaria um bom tempo para que alcançasse resultados que inferissem em sua soltura, e por isso não lhe parecia razoável ficar ocioso por todo o período.  

Forçaria, portanto, o treinamento de sua ambidestria, procurando afugentar os pensamentos conflituosos germinados pelo contexto alarmante no qual estava inserido. Sua cabeça voltava à Petra Yuni regularmente, revisitando suas conversas com Calil em busca de indícios de uma possível rebelião, mas nem em seus piores devaneios Morozova cogitou que a decepção do ex chefe se traduziria numa tentativa de assassinato. Mais que isso, Morgan não conseguia compreender a escolha do alvo. O que haveria de tão especial no tenente?

Seria possível que me trouxessem alguns livros? Algo que me ajudasse a passar o tempo? – Pediria em um determinado momento, caso lhe surgisse a oportunidade, e seguiria desenhando em sua caderneta, forçando os rabiscos desajeitados até que a dor em seu punho esquerdo o obrigasse a ceder.

treino de ambidestria.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 05.

ganhos:
  1. ambidestria › 02 » t. 01, 05.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 02 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Dom Jun 19, 2022 6:53 pm



Apesar de toda a situação em que foi colocado o agente não se deixava abalar, ele entrava na sala e pedia por uns livretos e um caderno, algo que lhe era entregue sem muito problema. Ele começou a fazer os rabiscos no seu caderno e pouco a pouco completar um treinamento ele ia rabiscando com sua mão opositora, e traço a traço melhorando. Ele passou muitas horas com isso e a noite finalmente caiu.

Ele tinha realmente passado o dia escrevendo quando começou a realmente sentir o cansaço que foi logo recompensado já que dava pra ver que os rabiscos estavam ficando melhores, as pessoas cuidando dele não interagiram muito, apenas passavam ali na frente da porta de vez em quando e era com isso que tudo ia se acumulando, mesmo assim, era hora de dormir, para alcançar um novo dia.

Se ele quisesse se banhar, havia um banheiro ali dentro, era bem simples, uma salinha quatro por quatro com chuveiro saboneteira, um shampoo, uma esponja, uma escova para pé, pasta de dentes e uma escova na caixa que ele poderia abrir pra usar, já que estava intocada. Ali tinha local pras necessidade também.

Depois de tudo, se ele escolhesse dormir, ele acordaria no dia seguinte com a luz que vinha da porta, já que não tinha janelas, ainda estaria levemente escuro, mas ele poderia ver que virou dia. E por hora ninguém vinha ver ele ainda, ele teria ali mais uma horas para ficar parado por ali, e treinar sua ambidestria, onde o agente que o chamou até ali só voltaria agora.

Depois de tanto tempo, ele iria poder sair.-Pode sair, Calil confessou que foi ele quem fez tudo e te usou como bode expiatório, ele quer te ver na cela, o encontramos e bem, se quiser ir falar com ele, ele está lá embaixo. - disse ele deixando que Morgan saísse dali para talvez encontrar seu antigo superior. Ele tinha muitas coisas pra fazer, mas certamente tudo vinha dando meio errado.

Se fosse até lá, veria Calil escorado num canto, seu olhar seria de completo arrependimento, ele pareceria meio morto por dentro, talvez tudo que ele acreditasse tivesse se esfarelado na sua frente nesse tempo.-Aí está ele, bom papo.- diria o superior se afastando dali mas ficando de olho neles dois a distancia.

O homem atrás das grades não muito demorou no entanto para vocalizar algo para o rapaz, ainda agarrando os joelhos em completa tristeza ele começava a falar.-Morgan me desculpe eu não queria te envolver em algo assim, eu também não sabia que tinha uma bomba lá, achei que fosse um recado ou algo assim.- Disse ele bastante triste sua voz soava chorosa e rouca como a de quem já havia muito derramado prantos e colocado a dor para fora.

Histórico:

_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Seg Jun 20, 2022 7:44 pm
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
Longas e demoradas foram as horas transcorridas na atividade com a caneta, e Morgan só se deu conta do tempo quando a câimbra lhe incomodou os dedos. Dando-se por satisfeito, ele avaliou a própria constituição e concluiu uma obviedade iminente: precisava urgentemente de um banho, o que o levou, ainda no cômodo principal, a se desvencilhar rapidamente de suas roupas, permitindo que sua pele respirasse por inteiro pela primeira vez naquele dia, tocada pelo frio da noite e pela liberdade da nudez. Não se incomodou com a possibilidade de que o vissem; não havia nada em seu corpo que pudesse lhe envergonhar.

Sob o chuveiro, ele tomou o cuidado para executar movimentos ligeiros com a sua mão esquerda, afrouxando o registro e ensaboando a pele com a mão com a qual não era mestre. Diligente como poucos, Morgan decidiu que aproveitaria qualquer ocasião para alcançar a almejada ambidestria, executando atividades diárias que transmutassem seu domínio sobre a canhota em uma atividade completamente natural. Deslizava-a vagarosamente por todos os membros, sentindo o próprio toque de maneira relaxante, e permitiu que a água corrente levasse embora todas as suas inquietações.

De alma lavada, ele voltou ao ambiente principal, ainda molhado, e deixou-se cair sobre a cama, indiferente ao seu entorno. Sentia fome, mas o cansaço a sobrepujava impiedosamente, o que levou Morgan a silenciar o mundo de fora sem qualquer aviso prévio. Inteiramente entregue aos braços oníricos de Morfeu, ele sentiu o corpo relaxar e a paz alcançar seus sentidos, contrariando as turbulências de uma realidade que parecia querer lhe tirar a sanidade.

Acordou refeito na manhã seguinte, preenchido por uma disposição inferida a partir de sua boa noite de sono. Vestiu-se com as mesmas roupas usadas por ele no dia anterior, e quebrou o desjejum com tranquilidade, saboreando demoradamente o que lhe era servido, alheio a qualquer sentimento de urgência que a realidade poderia exigir. Ainda retido à cela, cercado pela impessoalidade do cinza, ele decidiu que aproveitaria o intervalo para praticar a destreza de seu lado esquerdo. Não havia mais o que fazer, por isso tratou de colocar o corpo em movimento, evitando sons que pudessem alardar suas atividades; elas que se resumiam a chutar e a socar o ar na tentativa de melhorar o controle sobre seus membros canhotos.

Repetia os movimentos enquanto havia tempo, procurando aumentar gradativamente a precisão de cada golpe. Morgan não era um exímio lutador corpo a corpo, mas conseguia desenrolar uma autodefesa notável a partir do que ele acreditava ser o seu estilo briga de bar. Seu interesse era óbvio: desejava ser capaz de quebrar uma garrafa na cabeça de alguém independentemente de qual mão precisasse utilizar, e queria ter domínio suficiente para chutar as intimidades de um arruaceiro com ambos os pés.

Dessa forma, alternando a velocidade e o ângulo dos movimentos durante o exercício, ele percebeu pequenas gotículas de suor descerem pela testa no exato momento em que o seu algoz se fez matéria à sua frente. Morgan obrigou-se a voltar a compostura antes que sua cela fosse aberta, e manteve o semblante neutro diante das novidades que lhe eram informadas. Calil havia, afinal, confessado um crime, e Morgan percebeu que não sabia o que deveria sentir a respeito disso.

Ponderou sobre a situação enquanto era escoltado até onde seu antigo chefe haveria de estar retido, procurando antecipar alguma explicação lógica para o ato impensado de Calil, mas concluiu que a bomba não poderia ser outra coisa para além de uma manifesta rebelião. Era isso ou o agente mais experiente havia sido igualmente enganado por um terceiro elemento.

A equação ganhou forma e produto quando Morgan finalmente deitou os olhos sobre a figura fantasmagórica vinda de Petra Yuni, e uma pontada de compaixão cortou o peito do agente mais novo. Diante de si erguia-se uma figura que julgou demasiado maltrapilha, abatida pela culpa e pelo tempo, o espectro do homem que Morgan conhecera em outra vida. Cheio de pesares, Calil adiantou suas justificativas, mas Morozova já não sabia quão confiáveis elas poderiam ser.

Eu acredito em você. – Mentiu, reprimindo qualquer sentimento que pudesse manchar sua voz firme. Morgan precisava de respostas e emoção alguma o impediria de consegui-las. – Quem enviou a bomba e por que ela foi mandada para o tenente Wykes? – Inquiriria, caso o contexto lhe permitisse. Manter-se-ia ali parado, postura altiva e elegante, procurando ignorar qualquer outro elemento que pudesse lhe distrair. Tudo que lhe importava, agora, era a palavra de Calil.

treino de ambidestria.

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 06.

ganhos:
  1. ambidestria › 03 » t. 01, 05, 06.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar qualidade ambidestria › 03 | 04;
aprender proficiências persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Ter Jun 21, 2022 2:25 pm



O rapaz sozinho naquele quarto aproveitou para banhar-se e dessa forma conseguir relaxar mais seu corpo, naquela noite. E no dia seguinte, ele aproveitava para treinar, mas diferente de antes, ele treinava desferindo pequenos socos e chutes, sem muita técnica é claro, ele usava mais golpes brutos e duros, que um brigão das ruas conheceria. De qualquer forma, ele pode executar isso por algumas horas, até tomar o seu bom café, comendo com toda a tranquilidade.

Até o fatídico momento, onde ele teria de ver o homem do seu passado, aquele que quase o transformou num pirata procurado do dia para a noite. Mas ele mesmo não sabia o que exatamente deveria naquele instante se passar na mente dele, por que e como essas coisas saíram do controle e as palavras do homem eram ainda mais confusas, trazendo ali uma grande margem para problemas diferentes.

Com isso, ele respondia a ele, fazendo mais algumas perguntas, que Calil com sua voz ainda rouca, olhar tristonho, e maneira amarga de falar, soava muito desafortunado.-Eu conversava com um homem, eu sabia de certo modo sua procedência, ele me pediu pra entregar um bilhete, e quando abri a caixa e olhei era realmente uma caixa, com um bilhete, não houve explosão.- disse ele explicando a situação de como ele havia recebido aquilo, aparentemente ele sabia que a pessoa que enviou a caixa, não era lá dos mais confiáveis.

Ainda assim, ele checou o pacote, não sendo tão despreparado assim para estar no cargo que estava.-Eu chequei a caixa, mas não parecia nada de errado, se tinha um fundo falso era bem feito a ponto de me passar despercebido. Mas quando mexi nela nada aconteceu, por isso não entendo como uma bomba estava lá.- Disse ele agora mostrando um desespero maior quando falava dessas coisas, parecia levemente perdido, como se tivesse sido enganado, acreditando piamente que tudo que tinha naquela caixa era uma mensagem.

Realmente era uma situação triste, ele estava desolado, perdido, sem qualquer noção de como poderia sair dessa se ele realmente havia feito parte de um acidente maior, pois, não tinha como negar sua participação, já que ele quem aceitou mandar a mensagem vinda de um homem suspeito, ele então explicava a aparência e nomes que o tal meliante, tinha apresentado pra ele.-O nome do Homem é Corvus Farir. Procure ele se puder, talvez entre na investigação eu não sei. Ele tem dois metros e cinquenta, cabelos longos, uma cicatriz no olho direito, olhos amarelos, sua pele é pálida e meio morta. Veste normalmente sobretudos, ou vestia nas vezes que o vi.- Explicou ele a descrição, mas mesmo que achassem esse homem, não dava para ter certeza se de fato, iria ele libertar Calil, pois ele mandou o pacote por vontade propria.

Histórico:

_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0
Liebe
Imagem :
cave canem
Créditos :
28
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1598-morgan-morozova#17144 https://www.allbluerpg.com/t1877-noturno-artificial#19821
Liebe
Agente
Re: Noturno Artificial Ter Jun 21, 2022 6:44 pm
defense
our dreams
morgan morozova
artificial nocturne
Calil teceu suas justificativas com dificuldade e desamparo, enredando-se em um emaranhado de argumentos pouco plausíveis para qualquer juiz que o avaliasse criticamente. Mas Morgan o conhecia um pouco mais, e apesar de terem convivido pouco, o agente não enxergava no outro qualquer ímpeto que levasse a morte de inocentes. Percebeu que se sentia inclinado a acreditar em Calil, mas a prudência o impedia de ser passional frente à verdade do conhecido.

Permaneceu taciturno por um período longo, ocupado demais com seus processos internos para que se dispusesse a dialogar naquele momento. O silêncio que imperou após a fala de Calil poderia incomodar qualquer outro, mas Morgan era demasiado afeiçoado a ele, razão que o levou a levantar-se, tempos depois, e dar as costas ao outro sem se dispor a novos discursos. Não havia mais nenhuma informação que pudesse ser extraída de um diálogo entre aqueles dois, e Morgan se recusava a ocupar a sua vida com lamentações e desculpas.

Morozova detinha, agora, o nome e a descrição física de um possível suspeito, e ganhou, por tabela, o objetivo de encontrá-lo o mais rápido possível; não apenas por Calil, homem a quem Morgan deseja verdadeiramente ajudar, mas também por si mesmo, já que foram suas mãos a findar a tragédia em questão. Por isso, sentia-se responsável pelo caso, e faria de tudo para que fosse colocado na investigação.

O pensamento o levara a sair do pequeno recinto em busca do homem que o interrogara, o mesmo que Morgan julgou ser o possível encarregado pela Cipher Pol naquela região. Ao abordá-lo, informaria sobre a necessidade de oficializar a sua transferência para os mares do norte, e aproveitaria a ocasião para não apenas se disponibilizar para a missão em questão, como também para convencer o seu futuro superior de sua competência, caso fosse necessário.

Senhor, gostaria de me juntar à equipe que investigará Corvus Farir. – Anunciaria tão logo a oportunidade surgisse. Manteria a postura disciplinar, e compartilharia uma reflexão própria a fim de demonstrar a sua qualificação. – Embora a bomba tenha saído do Sul, eu penso que esse homem, caso ele realmente exista, procuraria se certificar do sucesso de sua empreitada. Provavelmente ele possa estar mesmo aqui, em Lvneel, onde poderia tentar concluir o assassinato, caso a bomba viesse a falhar. No pior dos casos, algum informante poderá ser encontrado. Calil não soube definir a motivação por detrás da escolha do alvo, o que me leva a deduzir que também seria razoável investigar o passado do tenente Wykes.  

「 R E G I S T R O S 」
「 H I S T Ó R I C O 」
turno: 07.

ganhos:
  1. ambidestria › 03 » t. 01, 05, 06.

perdas:
  1. n/a.

capital: ฿ 2.650.000.
extrato
  1. ฿ 2.650.000 › saldo inicial.
  2. ฿ 00 ↾.
  3. ฿ 00 ⇂.


ferimentos﹒condições:
  1. n/a.

「 O B J E T I V O S 」
realizar missões › 00 | 03;
treinar ambidestria › 03 | 04;
aprender persuasão, barganha e sedução › 00 | 03;
atualizar armas.
Hopeless and taken, We stole our new lives Through blood and pain, In defense of our dreams. We were the kings and queens of promise.
許されざる
CIPHER POL 2
cactus

_________________

Morgan
Shiori
Imagem :
Noturno Artificial EEEWL0c
Créditos :
67
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t363-shiori-miyamoto#1109 https://www.allbluerpg.com/
Re: Noturno Artificial Qua Jun 22, 2022 3:47 pm



Todo aquele papo com Calil fez com que o agente Morozova decidisse que realmente queria ajudar, a maneira dele é claro, ele poderia de alguma maneira facilitar as investigações, e assim que saiu dali deixando as celas para trás, e o pobre homem ficar solitário enquanto ele saia dali, vendo o possível líder, ou no caso o responsável pelo lugar ele já colocava em prática seu questionamento.

Ele aparentemente queria conseguir seu lugar nas investigações, o que primeiro o agente pensou em recusar, mas pensando na situação, ele notava que era viável colocar ele na investigação. A razão para isso? Simples: Se ele queria ficar de olho em Morozova, colocar ele dentro dos processos, e criar um ambiente controlado para que ele não tenha uma liberdade de ação fora de seus olhos, era o ideal.

Assim ele poderia além de vigiar ele mais eficientemente, julgar a índole do brutamontes de perto. Ele então olhava pra ele como se tivesse tomado sua decisão depois de alguns segundos e falou.-Pois bem, irei lhe incluir nas investigações, você vai trabalhar comigo. Quero que me auxilie nas buscas, pode pegar seu chicote com os rapazes.- disse ele concordando e estabelecendo sua missão, que era prestar total auxílio às investigações, sendo o ajudante dele.

Com isso ele complementava as coisas que ele queria que o rapaz fizesse, ele tinha mais um pedido antes de começarem.-Aqui, quero que passe na recepção e peça também um caderno de anotações e uma caneta extra para que eu use. Além disso, pegue preparativos que precisar, se não tiver algemas com você busque um par. E peça algo para nós dois comermos durante o tempo fora, pode ser que não voltemos na hora do almoço e é possível que exista a necessidade de almoçarmos fora de horário, peça barras de cereal e duas garrafas de água de quinhentos mls. Me encontre aqui depois disso.- disse ele deixando o rapaz encarregado de uma fração pequena de coisas antes dele ir, eram coisas básicas, mas elas certamente faziam toda a diferença.

Histórico:

_________________

Noturno Artificial YHVeK1M

Noturno Artificial VYrwji0