Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Akira
Sasha
Ás
Shiori
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Criação de AventurasHoje à(s) 7:49 pmpor  ShioriShiori MiyamotoHoje à(s) 7:35 pmpor  ShioriSasha SparksHoje à(s) 7:10 pmpor  Sashaficha Aika KinHoje à(s) 7:04 pmpor  mestrejFormika D. SmilinguidaHoje à(s) 7:02 pmpor  FormigaPorradaria e Fuga: Grand Line Drift. [3]Hoje à(s) 6:59 pmpor  NekkyotoSasha & Shiori: The Brave and The Bold.Hoje à(s) 6:51 pmpor  FormigaLoja de CréditosHoje à(s) 6:46 pmpor  SamiraCréditosHoje à(s) 5:33 pmpor  Formiga I — Te vejo por aí, caubói. Hoje à(s) 4:18 pmpor  Mendonca
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 2 de 2 Página 2 de 2 Anterior  1, 2
Sasha
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Giphy
Créditos : 17
Localização : Rota 6 - Piutôv
SashaRank B
https://www.allbluerpg.com/t340-sasha-sparks#1002 https://www.allbluerpg.com/
Versículo 01 Qui Abr 07, 2022 12:28 am
Relembrando a primeira mensagem :

Versículo 01

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Civis Jack Harper. A qual não possui narrador definido.

_________________



Versículo 01 - Página 2 WN4Utd7


Void
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Photo-226644
Créditos : 15
VoidCivil
https://www.allbluerpg.com/t1433-jack-harper#14877 https://www.allbluerpg.com/
Re: Versículo 01 Ter Abr 26, 2022 9:44 am



VERSÍCULO I
Jack Harper


------------------------------------------------------------------------


POST 08


------------------------------------------------------------------------



Se despedindo de Patrícia, Harper pode ficar mais tranquilo dentro do quarto. Pegou no sono rapidamente, por sorte, mas apenas um leve cochilo, pois sua janela estava aberta. A noite estava bonita e fazia tempo que ele não a apreciava, então ficou olhando pela janela, apreciando as pequenas coisas da vida. Foi nessa hora que observou o homem vigiando a casa. Seriam seus perseguidores ou seriam os perseguidores da família de Mary? Jack não fazia ideia, mas tinha certeza que o futuro iria apresentar problemas pela frente.

"Eu tenho que estabelecer meu império o quanto antes. Preciso de uma base sólida e de dinheiro para financiar minhas pesquisas e criações. Hoje eu avancei bastante em criar um background para minha contratação, mas amanhã preciso urgente me fixar como professor regente ou algo do tipo. Seria bom também dar uma olhada na biblioteca da universidade e voltar a estudar alguns assuntos... Me sinto nu perante esses perseguidores, mas acho que posso ler sobre investigação e dessa forma terei meios de me manter atento aos pequenos detalhes que os perseguidores devem estar deixando. Se não tivesse vindo até a janela e o homem não tivesse claramente olhado para mim, eu estaria completamente no escuro. Preciso de luz e a única forma de tê-la é aprimorando minhas habilidades."



Dizendo isso, Harper tentou novamente ae colocar a dormir, mas o sono não voltou. Eram muitas coisas para pensar e planejar. Além disso, refletiu sobre o dia e aquelas pessoas que tinha conhecido. Estaria afetando negativamente a vida delas? No fundo, se importava com isso? A diligência e a frieza de Harper muitas vezes o faziam ignorar sentimentos como empatia, mas o homem não era 100% alheio a eles e era capaz de criar vínculos.

"Se ao menos você estivesse aqui, minha amada... Você com certeza iria saber o que fazer..."



Enquanto se lembrava do rosto de sua esposa, o cientista adormeceu.

E foi acordado por Patrícia, não muito tempo depois.

- Puxa vida, acho que demorei para pegar no sono. Obrigado por me acordar senhorita Patrícia. Vou só ao banheiro e já estarei descendo para o desjejum.



Jack limparia as remelas de seu rosto, dando um sorriso para a moça enquanto bocejava e se espreguiçava. Levantaria da cama após alguns segundos e se dirigiria ao banheiro, onde realizaria sua higiene matinal.

"Já faz algum tempo que eu não fumo, a vontade está ficando maior... Começar um dia com um cigarrinho ia ser uma boa... Um problema é eu não ter dinheiro, nem lembrei de comprar um isqueiro... É por isso que eu devo logo trabalhar."



Quando chegasse ao café da manhã, Harper sentaria animado no mesmo local que tinha sentado durante a janta.

- Bom dia, moças! Dormiram bem? Mary, se possível eu gostaria de lhe pedir emprestado um dos ternos que vi no guarda-roupa. Pensei em dar um pulo na universidade para tentar conseguir meu emprego! E após o serviço tenho que tampar os furos de bala da parede, vou aproveitar para ler na universidade ou perguntar para algum marceneiro na rua qual a maneira mais indicada para isso. Tenho a permissão de vocês para isso? Sei que só por me abrigarem aqui já estão me fazendo um favor incrível, mas quero ajudar, também, então com um emprego me sinto mais digno! Ah, eu também não sei onde é a universidade, se puderem agradeço se me indicarem onde é o local.



Caso o café finalizasse após a conversa de maneira afirmativa, Harper colocaria o terno, esperando que servisse e iria até o local, caso tivesse recebido as instruções.


------------------------------------------------------------------------



ADICIONAIS:


------------------------------------------------------------------------



Histórico:


------------------------------------------------------------------------


CRÉDITOS Roevs


@Tanaka
Tanaka
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 120x120
Créditos : 07
TanakaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1270-lenore-granhiert https://www.allbluerpg.com/t1537-pede-me-o-que-quiseres-e-eu-dar-te-ei#16249
Re: Versículo 01 Ter Abr 26, 2022 11:20 pm



POST

08


VERSÍCULO 01 - JACK HARPER
Narração




Lembranças


Mesmo com um pouco de dificuldade por estar com a mente cheia de preocupações Jack conseguiu dormir depois de vir a sua mente a imagem da sua esposa, isso trouxe um pouco de calor em uma noite fria.

Na manhã seguinte ao ser acordado por Patrícia ele agradece a jovem mesmo com ela sendo continuando a ser um pouco rude com ele, ao ouvir os agradecimentos de Jack ela recua um pouco, parece ter percebido que suas atitudes estavam passando da conta e sinaliza positivamente com a cabeça.

Já na sala de jantar para se alimentar de um delicioso café da manhã preparado por Patrícia, ele educadamente cumprimenta Mary e Patrícia enquanto se senta a mesa, Mary responde da mesma forma lhe desejando um Bom dia, assim como Patrícia e ele então pede um dos ternos do filho da gentil senhora emprestado para ir até a universidade em busca de emprego, nesse momento Mary olha para Patrícia para ver a reação da moça, ela por sua vez apenas abaixa a cabeça se mantendo em silencio com um olhar distante e Mary então dá a permissão.

- Claro meu jovem, como desejar, é bom que eles tenham uma utilidade depois de tanto tempo.

Sendo assim Jack tinha a permissão da mulher para pegar terno que precisasse, depois que termina o café ele vai até o quarto para pegar o tal terno e se vestir, enquanto se trocava ele percebe que Patrícia o observava a porta enquanto se trocava e ao ver a maneira que Jack se vestia ela faz uma expressão negativa e caminha até o cientista.

- Parece homens nunca são capazes de se aprontar adequadamente. –

Ela vai até Jack e então ajeita a gola do seu terno, ela pega um depois um lenço e ajeita no bolso do terno e depois da uma outra ajeitada na grava apertando um pouco o pescoço de Jack, após isso ela se afasta e observa o homem dando um leve sorriso, foi a primeira vez que Jack a viu sorrindo.

- Ficou perfeito. –

Mas depois de elogiar o homem seus olhos se enchem de lagrimas e ela sai do quarto apressada indo para seu quarto e trancando a porta e não importa o que Jack fizesse ou falasse ela não abriria.

Na saída da casa Mary aguarda Jack, ela passa as instruções ao rapaz de como chegar à universidade e depois se despede dele desejando boa sorte com um sorriso no rosto.




------------


ADICIONAIS :

Histórico:







CRÉDITOS Roevs
Void
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Photo-226644
Créditos : 15
VoidCivil
https://www.allbluerpg.com/t1433-jack-harper#14877 https://www.allbluerpg.com/
Re: Versículo 01 Qua Abr 27, 2022 1:17 pm



VERSÍCULO I
Jack Harper


------------------------------------------------------------------------


POST 09


------------------------------------------------------------------------



Harper se diverte ao ver que Patrícia estava começando a perder um pouco da frieza. Ninguém consegue continuar tratando mal uma pessoa que constantemente lhe trata bem, e era o que Jack vinha fazendo com a moça. Além disso, desconfiava por algum motivo que sua presença trazia memórias do falecido filho de Mary, e talvez por isso que aquelas pessoas tinham uma tendência em lhe ajudar. Não sabia se era algo fisicamente, ou como se portava.

Enquanto tomava café da manhã, Harper não pode deixar de notar o olhar de Mary para Patrícia. Seria aquilo um pedido de aprovação? Era como se Patrícia fosse "dona" das coisas do falecido filho de Mary, como se Harper usando aquilo precisasse da aprovação da mesma. Seria por questões emocionais?

"Existe algo muito secreto nessa família..."



Ficando satisfeito que poderia finalmente iniciar sua jornada em busca de seu emprego, Harper se atrapalhou com sua roupa, mas ficou feliz ao ter uma mulher para lhe ajudar com a gravata. Era sua finada esposa que sempre arrumava esse detalhe, todos os dias pela manhã. Por um momento o rosto da esposa de Jack se sobrepôs ao de Patrícia, e os olhos do cientista lacrimejaram um pouco. Se afastando ao mesmo tempo que a mulher se afastou, Harper enxugou seus olhos enquanto se virava para não permitir que Patrícia visse seu lado frágil.

Sem perceber, a moça já estava saindo do quarto. Harper apenas levantou os olhos para ver suas costas se afastando.

- Obrigado, Patrícia!



Sem dizer mais nada o homem então ouviu as instruções de Mary. Estava feliz, com um sorriso estampado em seu rosto. Mary o desejava boa sorte, a atmosfera parecia muito a de uma mãe se despedindo de seu filho, e Harper sentiu um leve calor em seu coração. Provavelmente devido a ansiedade e ao desejo que tudo desse certo. Tinha planejado aquilo, precisava disso para seguir em frente. Era hora de testar seu destino.

Começaria a caminhar na direção indicada, cuidando para prestar atenção nas pessoas em sua volta. Não queria ser pego de surpresa pelos homens que estavam o seguindo e que viu na noite anterior, e por isso apressou seus passos. Gostaria de chegar logo na universidade. Ao chegar lá, observaria o local, queria ver se existia algum lugar com ofertas de emprego, e talvez uma indicação de onde é a biblioteca. Falar com uma atendente também poderia ser interessante caso existisse alguma.


------------------------------------------------------------------------



ADICIONAIS:


------------------------------------------------------------------------



Histórico:


------------------------------------------------------------------------


CRÉDITOS Roevs


@Tanaka
Tanaka
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 120x120
Créditos : 07
TanakaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1270-lenore-granhiert https://www.allbluerpg.com/t1537-pede-me-o-que-quiseres-e-eu-dar-te-ei#16249
Re: Versículo 01 Qui Abr 28, 2022 10:09 pm



POST

09


VERSÍCULO 01 - JACK HARPER
Narração




A grande universidade


Jack agradece a ajuda de Patrícia antes dela sair do quarto as lagrimas, a jovem abalada nem mesmo responde apenas se tranca em se cômodo e agora ele segue para a porta de saída onde recebe as instruções de Mary.

Ele tem a impressão que ela se despedia dele como um filho e não estava errado, se despedir dele daquela maneira traz lembranças a idosa, lembranças felizes de quando seu filho ainda estava vivo.

Jack então sai da casa e vai andando pelas ruas apressado, estava apreensivo pensando se seria capaz de conseguir seu emprego e também prestava atenção a sua volta para ver se estava sendo seguido devido ao homem misterioso que viu essa madrugada, mas ele não percebia nada e não havia tanta gente assim a essa hora da manhã pelas ruelas de Sirarossa, pelo menos não naquela região.

Seguindo o as indicações de Mary ele não demora muito para Harper chegar até a universidade, à medida que ia se aproximando o numero de estudantes que via pelo caminho também ia aumentando e isso também ajuda o homem a achar o lugar, não podia deixar de notar nos olhares que algumas estudantes direcionavam a ele, elas olhavam para Jack e cochichavam algo rindo em seguida ele não podia ouvir o que era, mas certamente poderia imaginar.

o prédio fica em uma área bem mais nobre da ilha, ainda mais nobre do que o bairro onde fica a casa da senhora Mary, não havia um pátio ou uma grande área interna afinal a ilha era cortada por rios, mas ao entrar ele pôde ver um grande hall de entrada e ao final um balcão com uma bela e jovem recepcionista, ela estava de pé lendo alguns papéis e a sua volta alguns den den mushis sobre o balcão de madeira, quando ela nota a presença de Jack abre um largo sorriso carismático.

- Bom dia, em que posso ajudá-lo?




------------


ADICIONAIS :

Histórico:







CRÉDITOS Roevs
Void
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Photo-226644
Créditos : 15
VoidCivil
https://www.allbluerpg.com/t1433-jack-harper#14877 https://www.allbluerpg.com/
Re: Versículo 01 Sex Abr 29, 2022 2:53 pm



VERSÍCULO I
Jack Harper


------------------------------------------------------------------------


POST 10


------------------------------------------------------------------------



As ruas estavam meio vazias devido ao horário. Para Harper isso era ruim, pois o deixava mais a vista perante seus perseguidores. Ainda bem que tinha apressado seus passos e logo começou a ver as pessoas com roupas de universitários. Por algum motivo eles achavam Harper engraçado, mas o homem não fazia ideia do motivo. Era um homem bonito, com uma boa aparência algo de que sempre se orgulhou e algo com o que pode se aproveitar de muitas jovens estudantes que tinham ido mal em suas provas e precisavam de uma "recuperação" ou uma "aula particular de anatomia". Obviamente Harper era um nanocientista, mas não deixou de ajudar nenhuma de suas pobres alunas com essa difícil disciplina.

Parando de divagar, Harper percebeu que tinha finalmente chegado na recepção do local. Olhou observativo para a atendente em sua frente, queria pensar corretamente no que iria dizer e como se portar. Primeiro esboçou um grande sorriso e posteriormente se apresentou.

- Olá. Me chamo Dr. Jack Harper. Eu fui um pesquisador de tecnologia em outra ilha, no entanto por motivos de força maior tive que me mudar. Queria saber se existe alguma posição a ser preenchida na universidade.



Harper esperaria para ver o que a mulher falava, caso ela falasse alguma coisa negativa, Harper tentaria argumentar sobre um trabalho menos grandioso.

- Não preciso iniciar nem em um trabalho como professor, na verdade até mesmo como um assistente de laboratório já estaria satisfeito, posteriormente com novos editais e vagas abrindo posso me inscrever. Só precisava de algum tipo de oportunidade. Estou disposto a fazer algum teste ou até a auxiliar algum outro professor, caso disponível.



"Que ansiedade! Puxa, eu deveria ter fumado antes de vir aqui. Estou ficando nervoso. É uma pena que aqui dentro não devem permitir fumantes... Ao mesmo tempo é bom, aos poucos posso conseguir ir deixando o vício... Mas é algo tão difícil e eu nem mesmo sei se realmente quero abandonar o cigarro. É algo que me acalma tanto..."



Enquanto esperava a resposta, Harper deu uma olhada envolta da recepção. Queria ver como era aquela universidade, se pareciam ter financiamentos e investimentos do governo da ilha ou até mesmo do governo mundial. Seria importante ter fundos para pesquisadores, afinal as pesquisas de nanomáquinas de Harper eram muito caras.


------------------------------------------------------------------------



ADICIONAIS:


------------------------------------------------------------------------



Histórico:


------------------------------------------------------------------------


CRÉDITOS Roevs


@Tanaka
Tanaka
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 120x120
Créditos : 07
TanakaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1270-lenore-granhiert https://www.allbluerpg.com/t1537-pede-me-o-que-quiseres-e-eu-dar-te-ei#16249
Re: Versículo 01 Sab Abr 30, 2022 9:17 pm



POST

10


VERSÍCULO 01 - JACK HARPER
Narração




A grande universidade


Harper se aproxima da recepção e começa a falar com a mulher, explica o que de estar ali e ela ouve tudo com uma expressão meio que confusa, mas antes que pudesse responder um dos den den mushi toca e a moça atende rapidamente.

- Bom dia Professor Hopkins. –

- BOM DIA É O CACETE!! – Grita o caracol - Onde está a encomenda que pedi ontem? Já deveria estar aqui. –

- Eu ainda não recebi senhor talvez os o cartei...

- Chega de desculpas, providencie a minha encomenda AGORA!!

O den den mushi então imediatamente desliga e a mulher da recepção fica visivelmente nervosa e abalada, depois com os olhos cheios de lagrimas ela se vira novamente para Harper.

- Me desculpe, mas as entrevistas para docentes são conduzidas diretamente pelo reitor, Dr Hopkins, e para isso é necessário uma indicação e hora marcada, ele não gosta de perder tempo com aventureiros, me desculpe.

Quando a jovem termina de falar o mesmo den den mushi volta a tocar, a recepcionista hesita em atender o caracol novamente, mas atende o aparelho já esperando levar outra bronca.

- Escute, a mulher de um antigo colega nos ligou avisando sobre um homem que irá aparecer, o nome dele é....deixe-me ver....Dr Jack Harper, eu nunca ouvi falar, mas assim que ele chegar mande-o para minha sala.

- Senhor, ele na verdade já está aqui, mas como não tinha hora marcada nã...

- ENTÃO PARE DE PERDER TEMPO E MANDE-O PRA MINHA SALA!!

Os gritos do reitor pelo caracol eram amedrontadores, ele parece ser um sujeito de pouquíssima paciência, depois que o aparelho é desligado Jack recebe da recepcionista a localização da sala do Reitor, ele ficava no ultimo andar, era só seguir pelo elevador.

Assim que chegasse no andar Jack perceberia que o andar era somente para a sala dele e que havia uma outra recepcionista no local, essa era ainda mais bonita que a anterior, alta, cabelos ruivos, corpo esbelto, a mulher nem mesmo olha para Harper e manda ele se sentar em uma poltrona próxima para esperar que o Reitor o chamasse e isso não demora a acontecer, um den den mushi toca e após o sinal de Hopkins a mulher sinaliza para Jack que podia entrar.

A sala do Reitor era enorme, tinha livros e mais livros espalhados por varias estantes e também uma enorme mesa com uma poltrona de couro atras que era onde ele estava sentado.

- Sente-se por favor, algo para beber?

O Reitor era um homem bem velho e baixinho, seu olhar era frio e sua expressão vazia, ele olhava para Jack como se estivesse olhando diretamente para a alma do jovem cientista. Harper pôde sentir o clima pesado do lugar, a aura intimidadora que emana do Reitor.





------------


ADICIONAIS :

Histórico:







CRÉDITOS Roevs
Void
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Photo-226644
Créditos : 15
VoidCivil
https://www.allbluerpg.com/t1433-jack-harper#14877 https://www.allbluerpg.com/
Re: Versículo 01 Dom Maio 01, 2022 3:01 pm



VERSÍCULO I
Jack Harper


------------------------------------------------------------------------


POST 11


------------------------------------------------------------------------



Harper ficou ansioso ao saber que talvez não poderia ter acesso ao reitor e que talvez sua entrevista de emprego não daria certo. Já estava pensando em maneiras de conseguir se encontrar com o Dr Hopkins, talvez ir atrás do carteiro para recuperar a encomenda perdida, no entanto teve uma grande surpresa ao ver que Mary parecia ter lhe dado uma força.

"Com certeza tratar Mary e Patrícia bem foi uma ótima escolha. Espero poder recompensar elas de maneira coerente, a ajuda delas foi realmente importante para que eu conseguisse essa entrevista!"



Sem muito pensar, Harper se apressou para a sala de reuniões. Ambas as secretárias eram mulheres que lhe chamavam a atenção, mas sua mente não conseguia pensar em mais nada a não ser no objetivo do dia: Conseguir seu emprego.

Ao entrar na sala, observou Hopkins. Por algum motivo esperava que o mesmo fosse cadeirante, não sabia porque, mas se decepcionou ao ver que ele não era deficiente. Como o olhar do homem era muito penetrante, Harper logo obedeceu o comando e se sentou. Não estava com sede, então recusou com polidez a bebida oferecida.

- Agradeço a oferta, mas não precisa se incomodar. Fico feliz que o senhor conseguiu liberar um espaço em sua agenda para me ver. Não quero fazê-lo perder seu precioso tempo, sei como o mesmo é importante para nós cientistas. Um segundo gasto em conversa fiada podia ser o segundo precioso usado para uma grande descoberta. Dito isso, esse é um dos motivos pelo qual estou aqui. Almejo uma oportunidade de trabalho ou pesquisa. Se quiser posso fazer um briefing das pesquisas que tenho em desenvolvimento, no entanto, mesmo que talvez não tenha como financiar diretamente uma das minhas pesquisas, com minhas proficiências em mecatrônica, lógica, forja e física, tenho certeza que posso me enquadrar em qualquer quadro de pesquisa que a universidade tenha em atividade. Além disso, estou completamente disposto a realizar qualquer teste, até mesmo trabalhando por um tempo como auxiliar, se necessário.



Harper tentaria se manter confiante. Não tinha medo do homem, mesmo ele sendo intimidador, Harper tentaria não se abalar, isso era um característica sua, era destemido. Ao mesmo tempo se mostrava respeitoso, o olhando nos olhos e sorrindo para tentar transmitir uma sensação agradável. A vontade de fumar estava vindo com o máximo de força possível, mas na frente daquele homem o cientista não podia pegar um de seus cigarros e relaxar (na verdade nem tinha um isqueiro). Tinha que se manter firme. Convencer aquele homem era o que lhe separava do emprego que mais almejava, o primeiro passo para recolocar sua vida nos eixos.


------------------------------------------------------------------------



ADICIONAIS:


------------------------------------------------------------------------



Histórico:


------------------------------------------------------------------------


CRÉDITOS Roevs


@Tanaka
Tanaka
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 120x120
Créditos : 07
TanakaCivil
https://www.allbluerpg.com/t1270-lenore-granhiert https://www.allbluerpg.com/t1537-pede-me-o-que-quiseres-e-eu-dar-te-ei#16249
Re: Versículo 01 Seg Maio 02, 2022 10:59 pm



POST

11


VERSÍCULO 01 - JACK HARPER
Narração




O teste de fogo


Hopkins permanece incialmente em silencio ouvindo tudo o que Harper tinha a dizer, olhava para o rapaz de uma forma penetrante, seus olhos azuis nem sequer piscavam e sua postura era mais relaxada com ele de lado na poltrona enquanto apoia sua cabeça em sua mão esquerda sobre os dedos com ela levemente inclinada.

Depois que Jack termina de falar ele fica em silencio por alguns instantes para depois da um leve sorriso, não de forma carismática, de uma forma mais irônica, como se estivesse esperando algo de Harper, ele então se estica na mesa e sua mão vai até um globo que estava ao lado dela e quando ele o abre o globo revela ser uma adega e nela tinha whiskey, vinho, rum e outras bebidas, Hopkins então pega um copo em sua gaveta e o enche de whiskey bebendo tudo de uma só vez, parece que o reitor tem um gosto a mais por bebida.

- Escute meu rapaz, decide escutar você por um favor que devia a uma velha amiga...- Ele olha para uma foto em cima de sua mesa onde estava dois homens e uma mulher no centro, os três de pé e muito jovens, aparentando ter 20 e poucos anos e em trajes bem antigos – Ela parece gostar de você e eu sei exatamente o porquê, você lembra demais o filho dela e de Josef, Michael, que descanse em paz...pobre rapaz, era muito inteligente como o pai, mas infelizmente se perdeu, essa cidade maldita o devorou. – Hopkins coça levemente o queixo e então começa a mexer em algumas canetas em cima da mesa deixando-as perfeitamente alinhadas, nesse momento Jack pôde perceber que tudo na mesa estava arrumado de uma maneira bastante peculiar, tudo obedecendo perfeitamente a uma ordem e tamanho, os livros nas estantes estavam em ordem alfabética e tudo estava completamente limpo, em uma poeira sequer.

- Suas ambições são impressionantes, e está disposto a começar de baixo, gosto disso, mas antes de tudo tenho que ter certeza que está à altura do desafio, estou lhe avisando, eu odeio a desordem e sou o inimigo número 1 da incompetência. – as palavras de Hopkins tinham um forte tom ameaçador que fazia até mesmo uma pessoa como Jack gelar.  

- Venha comigo. –

Hopkins rapidamente se levanta de sua mesa e espera que Jack o siga, os dois vão até o elevador e descem um andar para depois caminharem por um longo corredor, Jack pode ver algumas portas abertas e percebeu que se tratavam de laboratórios e salas de aula, os dois chegam até uma sala que estava repleta de partes mecânicas, certamente uma sala voltada para estudo e construções de partes mecatrônicas como ciborgues.

- O antigo orientador de mecatrônica parece ter desistido, ele simplesmente sumiu sem deixar qualquer aviso, esse projeto aqui estava sendo feito em conjunto com os alunos, mostre-me do que é capaz. –



------------


ADICIONAIS :

Histórico:







CRÉDITOS Roevs
Void
Ver perfil do usuário
Imagem : Versículo 01 - Página 2 Photo-226644
Créditos : 15
VoidCivil
https://www.allbluerpg.com/t1433-jack-harper#14877 https://www.allbluerpg.com/
Re: Versículo 01 Qua Maio 11, 2022 7:42 pm



VERSÍCULO I
Jack Harper


------------------------------------------------------------------------


POST 12


------------------------------------------------------------------------



Jack ficava atento a tudo o que acontecia na sala. Era um gênio, então teria que mostrar isso com confiança. Nada melhor do que analisar seu "oponente" para captar algumas características do homem. Pode perceber que ao arrumar as canetas e mantê-las arrumadas, o homem parecia demonstrar que era muito perfeccionista.

"Um homem preocupado com organização e planejamento... Posso usar isso a meu favor."



Vendo que Mary era amiga do homem desde quando era jovem fez Harper dar um sorriso genuíno. Teve muita sorte ao encontrar a moça, e estava disposto a ajudá-la nas tarefas que precisasse, como recompensa pelo que ela lhe tinha ajudado.

- Mary é, de fato, uma pessoa incrível. Fico feliz que ela seja sua amiga.



Ouvindo o que o homem tinha a dizer, Haper apenas concordou com a cabeça. Já tinha estado em uma posição semelhante como professor, não gostava de alunos que não levavam sua profissão e escolha de vida a sério. O ramo da pesquisa é o futuro, deve ser respeitado e tratado com seriedade.

Enquanto caminhavam, Harper observaria a universidade, tentando se lembrar os caminhos para depois saber mais ou menos onde seria sua "sala". Se impressionou que a universidade tinha uma tecnologia de elevadores, muitos locais por onde tinha viajado ainda não estavam tão avançados na mecatrônica. Harper sorriu, significava que teria boas oportunidades ali naquela ilha.

- Sumiu? Será que tem a ver com os recentes ataques contra cientistas que estão pesquisando as tecnologias de interface humano máquina?



Enquanto falava obviamente Harper já estava com seus olhos atentos "scanneando" a sala. Se tivesse algum jaleco e óculos de proteção, se vestiria corretamente. Não queria usar seu terno para mecher nas máquinas e imaginava que a intenção do reitor não era que um amador trabalhasse sem o uso correto dos equipamentos de segurança.

Na sequência, caso tivesse achado os EPIs necessários para começar a trabalhar, iria até qualquer tipo de anotação sobre o que estava sendo construído, caso isso existisse. Provavelmente deveria ter em algum lugar alguma planta ou até algum caderno com anotações e cálculos. Haper precisaria disso para se basear e comparar as peças que estavam montadas sobre a mesa. Usaria suas capacidades Lógicas e de Física para tentar entender as anotações e em último caso, caso não encontrasse nada, usaria a perícia juntamente com seu conhecimento de Mecatrônica para tentar desvendar o que estava sobre a mesa na pura genialidade.

Para Harper, um homem com características gêniais de Versatilidade e Criatividade, misturadas a sua aptidão como um verdadeiro Prodígio e um homem muito Talentoso o tornavam alguém que tinha um grande potencial para se sobressair nessa tarefa. Queria deixar o reitor orgulhoso, então botaria a mão na massa e terminaria o projeto com suas habilidades de Forja, adicionando um leve toque pessoal. Caso tudo até o momento desse certo e fosse bem sucedido em entender e conseguir completar o desenvolvimento, ainda adicionaria a cereja do bolo. Utilizaria de sua aptidão com Escultura para entalhar a peça, a tornando não apenas funcional, mas também melhorando suas características aerodinâmicas (se for interessante para a peça a ser construída) e lhe dando um aspecto mais belo. Durante todo esse processo, Harper seria extremamente cuidadoso para ser organizado com as ferramentas, para deixar sua bancada limpa e para que o seu processo de trabalho fosse meticuloso, com etapas bem definidas e após cada conclusão com a limpeza e organização das ferramentas utilizadas.

- Doutor Hopkings, uma das características do meu trabalho é que eu sempre prezo pelo que é perfeito e de melhor qualidade.




------------------------------------------------------------------------



ADICIONAIS:


------------------------------------------------------------------------



Histórico:


------------------------------------------------------------------------


CRÉDITOS Roevs


@Tanaka