Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Ato II — Tiro, Porrada e ÁguaHoje à(s) 12:46 amporFormigaCap 3 - Uma gloriosa evoluçãoOntem à(s) 11:40 pmporRexCidade do Pecado, 罪市Ontem à(s) 11:15 pmporKoji2 - Fat Bottomed GirlsOntem à(s) 11:05 pmporMakaShen IkimuraOntem à(s) 10:59 pmporFormigaCrie sua Forma ZoanOntem à(s) 10:30 pmporSashaTeste seu TemplateOntem à(s) 10:16 pmporSadakiyoCriação de AventurasOntem à(s) 9:38 pmporSadakiyoKit mestre JOntem à(s) 9:22 pmpormestrejCapitulo 1 - O homem do terminal cinza!Ontem à(s) 9:06 pmporBarnabasBenks

1 O Alistamento

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3
Kenshin
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 Ahri
Créditos :
41
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
1 O Alistamento Dom Dez 05, 2021 3:32 pm
Relembrando a primeira mensagem :

1 O Alistamento

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Doflamingo D. Searchfoot. A qual não possui narrador definido.

_________________

1 O Alistamento - Página 3 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 Cantinho_foto
Créditos :
22
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Dom Dez 26, 2021 8:38 pm
NARRAÇÃO -15
O Alistamento

O ladrão se surpreendeu ao perceber que Doflamingo ainda aguentava ficar de pé. Parou de mancar escada acima e voltou-se para o marinheiro com um largo sorriso no rosto.

-O que me motiva? E por acaso existem coisas mais importantes do que os sonhos? - o homem gemeu ao dar alguns passos em direção à Mingo - Briss é um reino bonito e próspero, mas se você olhar com atenção perceberá que está cheia de mendigos e crianças sem-teto, essas pessoas costumam morrer de frio durante as noites gélidas e ainda por cima muitas dessas pessoas não têm o que comer… Mas enquanto isso, vocês marinheiros se importam mais em servir nobres comerciantes!! - o homem continuava a caminhar em direção ao soldado cada vez mais rápido, seu sangue escorria por sua perna conforme o esforço era exercido - Quer ser um marinheiro melhor, eis o meu conselho: se importe mais com o povo do que com nobres que foram roubados!!

Quando Mingo se preparou para atacar, o homem arremessou a clava para o lado e se preparou para desferir um soco potente - Tudo o que você fala é baboseira! Não existem pessoas perfeitas, apenas ideais!

1 O Alistamento - Página 3 SecondhandValidGoosefish-max-1mb

O que se seguiu seria a cena mais emocionante que qualquer cidadão de Briss veria em anos se não fosse pelo fato de que ambos os lutadores estavam sozinhos no galpão de carga do Vivácia.

Ambos avançaram na direção um do outro, ignoravam as dores de suas feridas pois nada mais importava até que por fim se alcançaram, a katana de Mingo desceu atravessando o busto do homem robusto, cortando-lhe do ombro até o final da barriga, mas Mingo não atravessou o oponente pois no mesmo instante em que cortou-lhe o busto, o homem acertou um gancho(soco) em cheio no queixo, arremessando Mingo alguns metros à frente.

Ambos cairam de joelhos, um de frente pera o outro - ho ho… Posso te pedir algo? Visite as crianças do lixão…. - falou antes de cair de cara no chão. Aquele era o combate entre dois homens honrados, cada qual de sua maneira.

Logo em seguida, Mingo viu Marco chegar com o Capitão Mequetrefe e mais alguns reforços, mas neste momento a sua visão ficou escura e então desmaiou por conta do soco que recebeu no queixo.


Despertou em uma cama muito fofa com lençóis azuis-esverdeados, estava em um quarto de paredes brancas e uma grande janela com uma bela vista para o porto. Mingo pereberia que não estava mais com a sua farda de marinheiro, ao invés disso estava com uma daquelas roupas de hospital que deixa o bumbum à mostra, sabe? Suas roupas, assim como a sua espada, estavam na cômoda ao lado da cama. Havia também outra cama no quarto, onde o rapaz de cabelos roxos estava deitado enquanto esculpia algo em um pedaço de madeira.

1 O Alistamento - Página 3 A182dbc717c8c50715cb6512aad56e27

-Até que enfim você acordou, pensei que tinha entrado em coma - falou o jovem - Aquele cara é forte né? Eu ouvi a sua luta, mandou bem… Mas eu não sou o seu amigo, então não ache que quero me aproximar de você entendeu !?!? Por sinal, me chamo Joshua.

Na parede do quarto havia um calendário, e se Mingo prestasse atenção perceberia que estavam no dia 27 de dezembro. O dia 31 estava marcado com uma bela figura de duas máscaras.

Depois de algum tempo a porta se abriria e por ela entrariam duas pessoas, Marco e o Capitão Mequetrefe.

-Vocês dois são suicidas? -perguntou o capitão - querem tanto assim provar o seu valor que se jogam para o perigo em pensar duas vezes! Vocês são só a porra de dois soldados destreinados que deram sorte, entendam isso!! - O capitão caminhava em círculos pela sala enquanto bufava furiosos anéis de fumaça - e quanto a você Searchfoot, decepou a mão de um meliante!! onde estava com a cabeça? Sei que precisamos matar se for preciso, mas os homens do Vivácia me contaram que você beirou o sadismo… Tome cuidado para não se tornar aquilo pelo que você combate. Sem mais delongas aqui está o “faz me rir” de vocês - falou ao arremessar um pacote para cada um dos dois, o pacote continha o pagamento pela missão (1,500,000 B$) - Os três bandidos que roubaram o vivácia foram detidos e estão nas celas do quartel, entretanto a mulher mascarada conseguiu fugir de Marco e dos outros, mas estamos atrás daquela vagabunda. Descansem à vontade, só precisam voltar pro serviço amanhã.

O capitão foi embora do quarto, mas Marco continuou ali, puxou uma cadeira e se sentou entre as duas camas.

-E ai gente, como vocês estão? - Perguntou preocupado.

-Não é da sua conta, seu verme? ME DEIXE EM PAZ!!!

Depois de um combate acirrado, tudo terminou bem graças à Mingo e as forças especiais da Marinha. Agora o nosso jovem está com tempo e com dinheiro para fazer o que bem entender.



Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 3 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Dom Dez 26, 2021 9:56 pm
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 3 Aniyuki-gif-demon-slayer-72

No ápice do meu golpe enquanto minha lâmina transpassava seu peito, o mesmo não perdeu o movimento, senti seu punho me atingir em cheio, fui arremessado para trás... Estava de frente ao homem, sorri para ele. -Pode.- Já não conseguia me manter acordado, sentia uma força maior que eu querendo me derrubar, mas ainda tinha forças para falar, o homem pedia para que eu visitasse as crianças do lixão. -Eu darei a elas metade do meu salário senhor, eu prometo...- Esboçando um sorriso sincero para o homem, avistou Marco e outro homem que julgou ser o capitão chegarem...

1 O Alistamento - Página 3 Anime-rengoku
_______________

Estava despertando finalmente, deitado em uma cama confortável com lençóis de uma cor padrão dos hospitais, observei pela janela que dava para o porto, fiquei admirado com a beleza do local, por alguns instantes tinha perdido totalmente o foco ao me deparar com a roupa que estava usando, levantei da cama com um salto rápido e preocupado. -NANI???- Estava com algo que parecia um roupão hospitalar que botava o bumbum de fora, lá estava eu de pé e com a bunda ao vento; Quando me ergui e gritei apavorado alguém começou a falar comigo, me virei para onde o som da voz vinha, era o garoto de cabelos roxos.

-Bem forte mesmo, mas a justiça prevaleceu.- Estiquei a mão a frente e tentei fecha-la em punho, mas ainda sentia as dores nela, acho que não devia ficar me esforçando tanto, sentei na cama do hospital e fiquei observando o corpo do garoto que se declarou Joshua, me deu um estalo na cabeça. -Meu nome você já sabe, aliás seu avô é um homem bem ranzinza né, eu e Marco conhecemos ele na missão do porto.-

Na parede do quarto tinha o calendário, olhei para o mesmo tentando entender que dia estávamos, queria saber se tinha dormido por mais dias do que o normal, mas aparentemente não era verdade o coma. -Ufa.- Estava chegando o fim do ano, as festas logo começariam, não podia esquecer as crianças.

A porta é aberta depois de alguns instantes, neste momento eu já estava deitado de barriga para cima pensando sobre as crianças do lixão, como elas seriam. Entraram no quarto Marco e o capitão. -A culpa é minha senhor, eu achei que a gente podia lidar com tudo sozinho, me perdoa.- Assumi a culpa, afinal tinha dito a eles para enfrentarem os oponentes, eu quem disse para Joshua ir atrás do chefe. Meus olhos não pairaram sobre os de Mequetrefe, pois agora o mesmo falava de minha atitude de ter arrancado a mão de meu oponente. -Eu não feri nenhum inocente senhor, eu nunca causarei mal a sociedade.- O capitão deu as costas e se retirou do estabelecimento nos deixando nossos respectivos pagamentos.

Marco havia ficado, este estava agora sentado em uma cadeira entre as duas camas, parecia preocupado. -Vou sobreviver, mas tem algo importante que eu preciso fazer...- Joshua era rabugento igual seu avô. -Eu fiz uma promessa ao homem gordo, eu vou ao lixão conhecer as crianças que moram lá, vou levar elas pra comerem comigo na cidade, querem ir comigo?- Comecei a procurar por minhas vestes tradicionais, mas antes de encontra-las já começava a pedir ajuda. -Marco, minhas vestes, chama uma enfermeira pelo amor de deus.-

Se encontrasse meus pertences agradeceria quem me ajudou, me vestiria rapidamente, mesmo ferido precisava cumprir o prometido, nada melhor que no dia de folga não é mesmo. -Como será essas crianças, venham comigo, por favor-

Iria sair do hospital procurando pelo lixão da cidade, porém eu não fazia a menor ideia onde ficava este lugar. -Marco e Joshua, sabem onde é o lixao, se souberem podem tomar a frente.- Se os garotos tivessem ido junto a mim teria lhes pedido ajuda, porém se eu fosse ir sozinho procurei qualquer pessoa no meio da rua e lhe pedi ajuda, ou se eles fossem e não soubessem também pediria ajuda para as pessoas. -Ouh, a onde fica localizado o lixão da cidade?- Após conseguir as informações partiria para o local bem calmo, durante o caminho se estivesse com Joshua e Marco começaria com eles um diálogo. -Sabe uma coisa que eu queria muito aprender, é dar piruetas, na minha luta eu me rolei no chão e dei uma cambalhota idiota para me esquivar dos ataques, foi bem patético sabe...-

Se chegassem no lixão procuraria pelas crianças perguntaria para qualquer pessoa que passasse caso não achasse uma criança de imediato, porém se a encontrasse direto logo a abraçaria sem falar nada...

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 Cantinho_foto
Créditos :
22
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Ter Dez 28, 2021 9:06 am
NARRAÇÃO -16
O Alistamento

Os três soldados descansavam no quarto do hospital, Mingo e Joshua estavam deitados na cama enquanto Marco continuava sentado na cadeira entre ambas as camas. Enquanto o rapaz de cabelos roxos terminava de esculpir um pequeno barco decorativo de madeira, Mingo convidava seus companheiros para ir até o lixão.

-UAU! Você realmente é demais Mingo!! gostei da iniciativa, quero ir com você!! - Marco falou.

Joshua entretanto apenas torceu a cara em sinal de desdém - Não tenho tempo para perder cumprindo promessas feitas para ladrões - falou - prometi que ajudaria os marceneiros do Vivácia a consertarem o convés, então é isso que farei.

Mingo pediu a ajuda de Marco para encontrar as suas vestes. O mesmo deu uma gargalhada alta e apontou para a mesa de cabeceira ao lado da cama de Mingo - Suas roupas e sua espada estão aí! a pancada na cabeça deve ter te deixado tontinho né? hahahahaha.

Em alguns minutos todos já estavam devidamente vestidos e por fim saíram do hospital dos oficiais da marinha.

-Boa sorte visitando os pirralhos, se precisarem de mim estarei no Vivácia. - Joshua falou fazendo um sinal de despedida com a mão. Afastava-se indo na direção oposta de Mingo e Marco seguiam.

-Vamos, eu sei onde fica o  lixão - Marco falou ao pegar Mingo pela munheca, puxando-o e guiando-o na direção do lixão - Você quer aprender a fazer acrobacias? HaHaHa as crianças lá do lixão são muito boas nisso, se pedir com jeitinho elas vão poder te ensinar!

Conforme caminhavam, Marco guiava-os por um caminho fedido e apertado por entre as vielas. Em certo momento já não haviam mais casas residenciais, apenas galpões de ferro-velho e alguns outros cheios de entulhos. O cheiro também não era nada agradável, uma mistura insuportável de almíscar, mijo e bosta circulava pelo ar quente, que, por conta das paredes altas, não havia um ventinho sequer.

Ao final da caminhada, a dupla se deparou com um galpão (o mesmo não tinha a parede frontal e por isso dava para ver o lado de dentro) diferente dos outros tantos de até então. Ao invés de entulhos ou sacolas cheias de lixo, estava organizado e relativamente limpo. Dentro dele haviam inúmeras mulheres e crianças em situação precária.


1 O Alistamento - Página 3 Unknown


Uma garotinha saiu de dentro do galpão e veio até a dupla de marinheiros. Em suas mãos havia uma pequena carteira rosa cheia de tralhas que catou por aí, ela ergueu as mãos na direção de Mingo e falou - olha todas essas jóias que eu achei! Você quer uma? - seu sorriso infantil e puro erguia as bochechas fofas que estavam manchadas por conta de alguma micose.


1 O Alistamento - Página 3 Unknown


Sem se importar com nada, Mingo abaixou-se e abraçou a garota que retribuiu o abraço com afeição, entretanto ouviu algumas vozes irritadas vindo em sua direção.

-EI SEU PERVERTIDO! O QUE É QUE VOCÊ QUER COM A SETSUKO? - Falou a garota de cabelos azuis

-Sai de perto da nossa irmazinha! - Falou o garoto de cabelos vermelhos

-Afaste as mãos dela!!!! - Disse o menino de cabelos laranja


1 O Alistamento - Página 3 Legiao_ZS6YIW2P4scv


Três crianças mais velhas vieram correndo na direção dos marinheiros e começaram a bater em Mingo usando os gravetos que colheram para preparar a sua fogueira. Os golpes não doíam nem um pouco visto que as crianças estavam desnutridas e sem força, mas era evidente que elas estavam com medo da figura dos soldados.


Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 3 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Ter Jan 11, 2022 7:44 am
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 3 Aniyuki-gif-demon-slayer-72

Apenas Marco parecia achar a ideia interessante de ir até o lixão, Joshua não apoiava a ideia de uma promessa feita a ladrões, mas não importava, uma promessa era uma divida não importa a quem fossem feitas. Marco me ajudou a encontrar minhas vestes, que por algum motivo não consegui repara-las logo ao lado da cama, não demorei para me aprontar.

Enquanto se retiravam do hospital não conseguia parar de imaginar como seriam as crianças, Joshua mesmo não tendo aceito a visita aos meninos deseja sorte, não pude deixar de sorrir para meu novo amigo e lhe desejar boas esperanças no Vivácia. -Tenha um ótimo dia de trabalho no Vivácia.- Lhe dei um aceno rápido com minha mão esquerda que ainda estavam enfaixadas. -Parece que estou colecionando feridas Marco.- Dei outro sorriso lembrando do motivo que as me causaram, estava feliz por saber que foi protegendo pessoas que mereciam.

-Você parece um mapa ambulante Marco, por acaso você sempre morou aqui na cidade?- Comecei a seguir o garoto, ele parecia saber que as crianças do lixão sabiam acrobacias, como que Marco sabia tudo isso. -Marco, você conhece essas crianças?- O caminho se seguia por vielas estreitas que fediam horrores, ao ponto deu chegar a respirar apenas pela boca evitando sentir o odor forte das ruas, mas volta e meia me distraía e lá estava eu respirando pelo nariz novamente. Ao longe pude notar um galpão aberto, na sua frente tinham pilhas de coisas organizadas, pareciam lixos separados, no galpão tinham crianças e mulheres.

Uma garota se aproximou de nós, ela estava com uma carteira de cor rosa e com joias, sorri para a menina encarando seus olhos enquanto a abraçava, ouvi vozes vindo a minha direção, elas estavam realmente muito bravas, mas entendi o que estava acontecendo na mesma hora, soltei a garotinha. -Calma, não sou nenhum pervertido.- Voltei meus olhos para uma garota de cabelos azuis da cor do oceano, percebi que estava acompanhada quando outros dois garotos gritaram ofensivamente para me afastar, dei um passo para trás e não pude conter a risada. -Que admirável ver vocês defender alguém tão bravamente, eu a abracei por que para ser sincero, faz um tempo que não sei o que é carinho, acho que senti a falta da minha falecida mãe, me perdoem.- Não pude conter uma lágrima escorrendo do meu olho direito, mas ainda tinha um sorriso na cara.

-Qual o nome de vocês? Eu queria passar meu dia hoje com vocês... Eu fiz uma promessa a um homem gordo que usava uma clava, talvez vocês o conheçam, ele pediu para mim visitar vocês, ele estava envolvido no incidente do Vivácia.- Observei atentamente as reações das crianças ao mencionar o homem da promessa, queria saber o quão eles eram conhecidos no local, sentei no chão a onde estava sem me preocupar se iria me sujar ou não, cruzei as pernas e os braços. -Contem-me sobre vocês, o que querem ser quando crescerem?-~Ouviria suas respostas calado, prestando atenção nos meninos, após ouvi-las lhes diria com a vontade do meu coração. [color=red]-Eu vou ajudar as pessoas que não tem para onde irem, e vou ser um grande soldado da marinha, guardem meu nome Doflamingo Dragon Searchfoot.-[color] Cocei a cabeça com a mão direita meio envergonhado. -Eu vou proteger as pessoas mais fracas que eu que não possuem a força para se protegerem das maldades do nosso mundo e vou limpar os impuros da marinha.-

Após alguns instantes de diálogo iria lhes oferecer o dinheiro. [color:4a06=red~]-Eu separei essa quantidade de berries para lhes dar, como ajuda, para comerem e ajudar os de mais;- Lhes alcançaria metade do meu salário da primeira missão de bom grado. -Aliás um amigo meu me disse que algumas crianças aqui são ótimas acrobatas, isso é verdade? será que alguma poderia me ensinar?-~

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 Cantinho_foto
Créditos :
22
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Sex Jan 14, 2022 5:27 pm
NARRAÇÃO -17
O Alistamento

ALGUNS MINUTOS ATRÁS

Marco e Doflamingo caminhavam tranquilamente pelas vielas de Briss conforme a conversa entre ambos fluía naturalmente. Mingo parecia impressionado com a intimidade do companheiro quanto àquelas bandas.

-Eu já vivi nessas vielas á muitos anos atrás. Quando os meus pais foram mortos eu fiquei sem ter para onde ir e então vivi por um tempo na rua até que fui levado para o orfanato da Srta. Hange, mas infelizmente ela já não é mais viva e o orfanato não existe mais - Marco discorria sobre sua história enquanto caminhava junto de Mingo - Não, eu não conheço mais as crianças de lá pois não volto naquele lugar tem muito tempo, todos já devem ter crescido.  Mas na minha época as crianças mais velhas costumavam correr e saltar pelos telhados durante os furtos que faziam, com certeza tem novas crianças com a mesma habilidade por ali.



MOMENTO PRESENTE

-Sai de perto da nossa irmãzinha!Seu pervertido!! - Gritavam as crianças em fúria, apontando os pedaços de madeira na direção da dupla de marinheiros.

Em resposta, Mingo soltou a garota (que nao tinha joias, eram apenas pedras coloridas sem valor algum), voltou sua atenção para o trio de crianças e então, com lágrimas nos olhos, explicou suas intenções.

-SE TÁ CARENTE VÁ PRA UM BORDEL!! - falou Rhenas, a garota de cabelos azuis.

Os outros rapazes nada disseram, mas não pareciam ter aceitado a resposta do marinheiro de bom grado. Foi quando Mingo mencionou a promessa que fez ao homem gordo e o seu verdadeiro motivo de estar lá. A feição furiosa das crianças logo se desfez dando lugar a sorrisos esperançosos.

-Você é amigo do senhor Claus!?!? - falaram os três ao mesmo tempo, em coro - Que incrível!!

-Sabia que ele é o grande herói das vielas!? - perguntou o garoto de cabelos vermelhos, chamado Func.

-É claro que ele sabe disso - falou o outro - afinal eles são amigos!

Setsuko, a menina mais jovem, abraçou forte a perna direita do soldado Mingo - Prazer em te conhecer Sr.Soldado!

Enquanto isso, a garota de cabelos azuis nada dizia, apenas suspirava aliviada ao perceber que não estavam em perigo.

Em seguida Mingo perguntou para a molecada sobre os seus sonhos e aspirações.

-UM DIA EU VOU SER O CHEFE DAS VIELAS! - falou Varys, o de cabelos laranja.

-E EU VOU SER UM GRANDE MÉDICO PARA PODER AJUDAR AS PESSOAS DOENTES QUE VIVEM AQUI!- falou o de cabelos vermelhos.

Setsuko largou a perna de Mingo, levantou os braços e bradou com um largo sorriso no rosto - e eu vou ser uma mulher chique dona de uma loja de jóias bonitas!

A menina de cabelos azuis, entretanto, não parecia muito feliz em pensar sobre a resposta para tal questão. Fitou o chão por alguns instantes e então falou - eu não tenho sonho algum, só não quero que mais nenhum de meus amigos morram por serem pobres.

Em seguida Mingo se apresentou devidamente e bradou seu sonho para as crianças, que ao ouvirem emocionaram-se com tamanho cuidado e carinho. Depois, todos se apresentaram e dizeram seus respectivos nomes para a dupla de marinheiros e em alguns instantes até Marco já estava divertindo-se em meio à conversa. Mas as crianças ficaram realmente emocionadas quando viram o bolo de dinheiro entregue pelo marinheiro.

-Tem certeza que vai dar toda essa grana pra a gente?!? - Os olhos de Func brilhavam ao ver tanto dinheiro pela primeira vez na vida -tive uma idéia, bora naquele teatro que está visitando a cidade!! -

- Que teatro o que! Com essa grana toda a gente vai poder comprar um monte de doces pra a gente!! - Varys dizia enquanto salivava litros.

-Nada disso!! A gente tem que comprar roupas bonitas pra parecer gente importante - Setsuko contrariava seus irmãos.

Três socos foram dados por Rhenas, um no topo da cabeça de cada uma das outras crianças -NADA DISSO SEUS IDIOTAS!! A gente vai comprar comida, lençóis e remédios pra TODO MUNDO! e aí vamos distribuir pelas vielas… com o sumiço do Sr.Claus todos estão em uma situação desesperadora, não podemos ser egoístas agora!

Um momento de silêncio tomou conta da situação, e então Rhenas retomou a fala ao encarar os olhos de Mingo - Por falar nisso, você saberia nos dizer por que o Sr. Claus não voltou? Ele nunca nos abandonaria então eu acho que algo aconteceu com ele… estou preocupada…

Marco engoliu seco e olhou para Mingo sem saber o que dizer.

-Não seja idiota Rhenas - Func falou - ele só deve estar atrasado ou bebendo por ai! - então foi até mingo e disse - Você quer aprender parkour é? hahahaha que legal, você é radical!! eu posso te ensinar!!

continuaram do lado de fora do galpão, onde puderam sentir leves partículas de gotas de chuvisco que começaram a cair sob o céu azul.




Historico:

_________________

1 O Alistamento - Página 3 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Seg Jan 24, 2022 9:36 pm
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 3 Aniyuki-gif-demon-slayer-72

O nome do homem que eu havia feito a promessa era Claus, as crianças entenderam errado nossa promessa, o garoto de cabelos vermelhos anunciava que o homem era conhecido como o herói das vielas, outro dizia que era óbvio eu saber disso afinal eu deveria ser amigo do homem. Não tive tempo algum de respostas, a outraa menina abraçava minha perna direita com força, meu rosto devia estar muito sério, pois precisava contar a verdade para estes garotos. A garota dos cabelos azuis ficou calada, mas parecia aliviada.

As repostas do garoto dos cabelos laranjas era bem esperada, ser o chefe das vielas, dei uma leve risada imaginando que aquele homem deveria ser o chefe das vielas, mas ainda tinha uma expressão vazia em meu rosto, pensando em como contar a verdade para aquelas crianças, o de cabelos vermelhos queria ser um médico, pelo menos um dos sonhos havia me deixado um pouco aliviado... -Então você não tem sonho nenhum garota.-

As crianças pareciam ficar felizes com a quantidade de dinheiro dado para elas, mas a garota dos cabelos azuis era a mais esperta de todas ali, era certo eles comprarem comida e alimentarem as crianças das ruas, suspirei aliviado por ela ser assim. Agora está estava me encarando nos olhos, revirei meus olhos com sua pergunta, observei Marco, mantive uma postura séria com a situação, me agachei pensando em como iria dizer a estes garotos o que aconteceu.

Func cortou a conversa dizendo que o homem só devia estar bêbado em algum lugar de briss, suspirei novamente e baixei a cabeça ao começar a contar a história, aceitaria o que as crianças forem fazer comigo. -Me perdoem.- Me ajoelhei ao chão de cabeça quase enfiada no mesmo. -Ontem ocorreu uma luta no Vivácia, e eu ganhei estes ferimentos na batalha contra um homem mascarado e o derrotei facilmente, mas o segundo combate com este tal de Claus foi duro, eu estava fazendo o meu papel de defender as pessoas da lei e o derrotei em uma luta justa, onde ele me pediu para mim visita-los, e derrotado ele me pediu para visitar vocês, eu venci o combate e estou aqui, e Claus está preso;.-

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


[/color][/color]
Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 3 Cantinho_foto
Créditos :
22
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Qua Jan 26, 2022 5:14 pm
NARRAÇÃO -18
O Alistamento

As crianças ficaram incrédulas ao ouvir a verdade sobre o que aconteceu com Claus.
Suas faces felizes agora se desmanchavam dando lugar à uma nova expressão, um misto de tristeza e desespero. Era possível notar suas íris tremendo enquanto as sobrancelhas arquearam-se em uma curvatura inferior.

- O QUE VOCÊ FEZ COM ELE SEU MALDITO!!! - Rhenas gritou ao avançar contra Mingo, chorando e desferindo-lhe vários socos em seu peito - ELE ERA A ÚNICA ESPERANÇA QUE A GENTE TINHA NESSE LUGAR, E VOCÊ CAGOU COM ISSO TUDO!!!

As outras crianças apenas observavam tudo boquiabertas sem conseguir acreditar em toda aquela situação. Funk e Varys foram até Rhenas e a seguraram forte para imobilizá-la, então, por fim afastaram-na dos marinheiros.

-Você é só mais um porco entre os militares - Varys falou, a fúria era notável em seu rosto.

-È ISSO MESMO!! - Func acrescentou - Leve essa merda com você! não precisamos de sua ajuda - Falou ao arremessar todo o dinheiro na direção de MIngo.

E então uma rajada de vento passou e fez o bolo de dinheiro se espalhar no ar, fazendo chover notas de bellys.

Setsuko observava toda a situação sem entender direito o que estava acontecendo, mas pelo costume ela reu razão aos seus amigos. Entretanto, é importante dizer que a garotinha não olhou com raiva para Mingo e Marco nenhuma vez sequer.

Foi quando Rhenas se soltou do agarrão de seus amigos.

-Não nos procure nunca mais! - falou antes de puxar Setsuko pela mão, e então todos foram embora sem ao menos olhar para trás.

Marco suspirou entristecido e se agachou para recolher o dinheiro do chão.

-Que droga… parece que eles não aceitaram muito bem a verdade. Mas eles são crianças, não podemos culpá-los… e agora? vamos voltar para o quartel? - falou ao entregar o dinheiro para seu companheiro



Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 3 Unknown

Tabela de preços: