Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Criação de AventurasHoje à(s) 16:40porShioriIV - You'll never see me cryHoje à(s) 16:38porShiori[FP] Nino QueijadinhaHoje à(s) 16:19porYamiNino Queijadinha *Hoje à(s) 16:19porYami[FP] Gauss LedgermaineHoje à(s) 16:13porYamiGauss Ledgermaine *Hoje à(s) 16:12porYamiNoites em HoxterHoje à(s) 16:03porTerry[FP] MilarepaHoje à(s) 15:58porYamiCap 3 - Uma gloriosa evoluçãoHoje à(s) 15:47porRex四 - Morte e SangueHoje à(s) 15:39porJean Fraga

1 O Alistamento

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte
Kenshin
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Ahri
Créditos :
41
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t1972-capitulo-iii-solsticio#21373
Kenshin
Desenvolvedor
1 O Alistamento Dom 5 Dez 2021 - 15:32
Relembrando a primeira mensagem :

1 O Alistamento

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Doflamingo D. Searchfoot. A qual não possui narrador definido.

_________________

1 O Alistamento - Página 2 J09J2lK

"Ah, mas eu não quero ter dois caminhos ou ah, mas eu não quero ter caminho nenhum. Ué, você já pode porra, a única coisa que te impede de fazer isso é ser zé metinha e querer ficar comparando o tamanho do pau com o coleguinha pra compensar o ego frustrado." - Luquinhas, 2022

Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Dom 12 Dez 2021 - 1:59
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 0023fa36dbe110ab6660e7fd9ff1f3807b16daaa

O que será que está rolando com Doug e a Vic, parece que os dois estão se dando bem de mais, meus olhos estavam vidrados nos dois de uma forma que tudo ao meu redor passava em branco, infelizmente seus amigos não viram o homem loiro alto. -Para ser sincero eu nem reparei que você estava comigo no vestiário, eu fiquei muito empolgado, me desculpe.- A pessoa que estava pegando os formulários era a mesma que estava na cerimônia inicial, ela dava as informações pedidas, então o nome do homem era Palomero e sua patente era de capitão, que incrível. Estava agora tentando memorizar "esquerda, primeira esquerda" sem erro, não tinha como errar, eram todas as primeiras esquerdas.

-Não tem como o Douglas se perder, é só virar duas vezes a esquerda, isso é impossível, não é?- Perguntei pondo uma de minhas mãos ao ombro do meu amigo, e gargalhava um pouco, tomaria a frente do grupo como se fosse o líder dos três. -Vamos, vamos, caminhem molengas, temos que pegar nossas primeira missão, será que se pedirmos eles nós mandam juntos?- Posicionei minha mão sobre o queixo como se estivesse pensando em uma charada. -Olha aquela base da marinha que coisa mais maravilhosa, eu acho as construções da marinha muito lindas.- Estava apontando o dedo em direção da construção.
Não demorou para os três estarem no salão de espera da marinha, antes de falarem com alguém eu quis lhes contar algo -Vic e Doug, vocês tem pessoas queridas que vocês dariam a vida para salvar? Eu tenho que contar algo para vocês.- Ouviria a resposta de qualquer um deles e começaria o meu discurso. -Bem, desculpa pela pergunta insensível. Eu tenho alguém que eu quero salvar, o espírito de luta dela se apagou, meu pai desistiu dos nossos deveres quando minha mãe faleceu, eu quero fazer queimar no peito dele a paixão pela marinha e fazer ele sentir orgulho mais uma vez e ter vontade de estar vivo, eu quero tirar meu pai da escuridão.- Meus olhos estavam cheios de lágrimas enquanto contava aos meus amigos minhas vontades. -E eu tenho que ser mais forte que meu irmão mais novo o Michael, ele vai ser famoso nesse mundo, um dia eu irei mostrar a vocês quem é, mas ele só vai sair de casa aos seus dezessete anos como eu fiz, ele só tem quatorze.-  Suspirei aliviado e sorri novamente limpando as lágrimas com as costas da mão, caminharia até as pessoas que estavam no local e perguntaria com calma. -Onde a gente é designado para nossas primeiras missões? Queremos fazer juntos se for possível e for a vontade de nós três.- Ouviria atento o que eles iriam dizer...


Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Seg 13 Dez 2021 - 0:53
NARRAÇÃO -8
O Alistamento

Os marinheiros se entreolharam com uma cara de chateados ao ouvirem a pergunta de mingo. Certamente eles estavam com preguiça de trabalhar e queriam continuar macetando.

-É a sua vez de atender- Falou um dos marinheiros.

́-Está bem, mas na próxima é sua vez! - respondeu -Vocês são os novos recrutas que vieram se alistar né? - A tenente Adamache acabou de nos ligar avisando que vocês passariam aqui!

-Só um segundinho - O marinheiro abriu um caderno tão grosso quanto um tijolo e começou a folhear em busca de alguma informação que aparentemente era importante. Sem sequer se importar em responder as perguntas de Mingo, começou a dizer - Eu tenho alguns pedidos de recrutas para os batalhões 11, 6 e 20. Então não vai dar pra vocês trabalharem juntos.

O marinheiro leu mais uma vez a papelada e continuou.

-Victoria Lemns, Você será designada para o Batalhão 11 e a partir de agora o seu superior é o Capitão Bankoc. Dirija-se ao segundo andar do Quartel G-51 e busque por ele…

Victoria se despediu dos companheiros e sem muita cerimônia partiu para realizar a sua primeira missão.

-Douglas Butterfly, Você será designado para o Batalhão 6 e a partir de agora o sua superiora é a Capitã Rhenas. Dirija-se ao Hospital de oficiais e busque por ela…

-Estou indo lá amigo, até mais- falou, e depois partiu.

-Agora é a sua vez! Doflamingo Dragon Searchfoot, Você será designado para o Batalhão 20 e a partir de agora o seu superior é o Capitão Mequetrefe. Dirija-se ao porto e busque por ele…

Depois de designar as funções de cada um, os dois marinheiros voltaram a conversar sobre as saliências que costumam fazer com suas namoradinhas.


Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Seg 13 Dez 2021 - 4:50
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 0023fa36dbe110ab6660e7fd9ff1f3807b16daaa

A moça que os auxilio se chamava Adamache e ela havia avisado os homens que nós estávamos a caminho, e se nós tivesse mudado de rumo? Que embaraçoso seria... Um caderno que parecia conter a história do mundo, pois era muito gigantesco. -Que exagero...- Alguns batalhões estavam chamando recrutas no momento, mas infelizmente os três iriam se separar, o que considerava uma pena, havia gostado bastante de Victoria, e o Douglas eu já conhecia. [colo=red]-Tudo bem, nem tudo no mundo são flores.-[/color] Fiz um pequeno comentário para nossa infelicidade. -Até outro dia Vic, boa sorte;- Estava acenando para a garota, não demorou muito para eu também estar acenando para o Douglas. -Nos encontraremos em breve.- Escutei o nome de meu novo capitão e algo ficou martelando em minha cabeça. "Acho que eu entendi errado, Mequetrefe?"

Após as informações segui rumo ao porto que me foi designado. Me via andando pelas instalações da marinha rumando ao porto, se o encontrasse iria me dirigir ao primeiro oficial que encontrasse. -Estou procurando o capitão do vigésimo batalhão.- Se me apresentassem ao homem faria uma reverência para o mesmo, baixando minha cabeça e depois ficando em posição de sentido. -Doflamingo se apresentando, me falaram que fui designado aqui senhor, vim para cumprir a sua vontade, estou sob suas ordens.- O olharia nos olhos um pouco preocupado, pois não tinha certeza se o nome do homem era realmente "mequetrefe". -Senhor, me perdoe, mas seu nome é mesmo mequetrefe?-


Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Ter 14 Dez 2021 - 14:56
NARRAÇÃO -9
O Alistamento

Mingo não perdeu tempo, se despediu de seus companheiros e atravessou as ruas de sua cidade natal em direção ao porto onde seu batalhão o aguardava para o início de sua primeira missão. O alto tráfego de pessoas, assim como as vitrines exuberantes contrastavam com o fedor dos mendigos e a sujeira esquecida nos recantos das calçadas.

Depois de alguns minutos de caminhada o fedor impassível já não era mais tão intenso, ao invés disso agora era possível também sentir uma leve brisa salgada com aroma de mariscos e pescados frescos. Pouco a pouco a altura dos edifícios e das casas diminuía gradualmente. Quando se deu conta, já estava no Porto de Briss.


1 O Alistamento - Página 2 8ea0f4813eff344c3d47c472b0c84b0457668837r4-662-331_00


O porto ocupava toda a extensão do litoral noroeste da ilha e era provido de  quatro docas, sendo três delas grandes o suficientes para aportar um Galeão cada. A quarta doca era menor do que as outras, esta era usada pelas canoas das embarcações mercantes que não atracavam no porto.

No mar havia alguns navios ancorados. Um galeão mercante chamado “Vivácia” ostentava sua bandeira nas cores amarelo e roxo cativando mais atenção que as outras embarcações menores, brigues mercantes cujos nomes estavam escritos em letras tão minúsculas que não era possível ler. Em terra firme, meretrizes gritavam seus preços e descontos com charme os marujos fedidos que carregavam caixotes cheios de mercadorias para dentro das carroças que levariam os itens ao seus respectivos compradores.

Em meio a todo o caos rotineiro, Mingo avistou um grupo de marinheiros que estavam a  patrulhar o porto ao lado de uma pequena loja com a placa “tabacaria”. O rapaz se aproximou e perguntou pelo capitão do 20º batalhão da marinha.

-CAPITÃO, MAIS UM CALOURO ESTÁ PROCURANDO O SENHOR!- o marinheiro gritou  chamando seu capitão.

De dentro da tabacaria saiu um homem com chapéu de marinheiro que carregava um cachimbo em sua boca - O que é que você quer, fedelho? - O homem não aparentava estar com a saúde em dia, sua pele era provida de uma cor não natural, era verde acinzentada e cheia de manchas escuras, assim como seus dentes que eram amarelados por conta do tanto de tabaco que costuma fumar. Mequetrefe balançou o cachimbo de um canto da boca ao outro e fitou Mingo com seus olhos de cores desiguais - Então você é o calouro que a Adamache me enviou… Parece que cada vez me mandam coisa pior! que seja!


1 O Alistamento - Página 2 FbDt


Mequetrefe bufou ao ouvir a pergunta do jovem sobre o seu nome - Você tem algum problema com o meu nome, Searchfoot? Saiba que nem todos têm a sorte de nascer em uma família mimada igual a sua!- Falou em tom debochado - Você me irrita garoto! É insolente igual o bosta do seu pai…

Mequetrefe olhou o pequeno grupo de soldados e bufou mais uma vez antes de encher e acender o seu cachimbo.

-Enfim, chega de moleza! Estamos aqui porque temos trabalho a fazer, então deixem-me falar sobre a missão de vocês. Como podem ver, o porto de Briss é um local muito movimentado, afinal, é aqui onde as mercadorias importadas são descarregadas. Aqui tem todo tipo de mercadores e é por isso que muitos criminosos vêm em busca de alguma vítima fácil. Sendo assim, a missão de vocês é vigiar o porto e garantir que tudo esteja em ordem amanhã de manhã quando eu voltar.

-Mas senhor, quem irá coordenar a patrulha? Isto é, somos todos calouros…se o senhor não estiver aqui quem é que vai nos liderar? - A pergunta veio de um outro marinheiro que Mingo reconheceu facilmente, era o jovem de cabelos negros e olhos ferozes de mais cedo.

-Como vocês vão se organizar para concluir o trabalho não é problema meu, se virem! - e aí pausou a fala para dar mais um trago no cachimbo, depois retomou a fala de forma imponente - Mas se eu chegar aqui e vocês tiverem feito alguma merda irei demitir todos. Fui claro? Agora se me derem licença… tenho trabalho a fazer… SuuBaBaBaBa!!!

E foi embora, gargalhando enquanto caminhava na direção das meretrizes.

-Vocês ouviram ele né? - Quem falava agora era o rapaz de cabelos roxos. Agora ele estava fardado e carregava uma espada em suas costas -Vocês são figurantes e eu sou o protagonista, então me obedeçam!! VAMOS PATRULHAR POR ALI! - Falou apontando na direção do Vivácia.


1 O Alistamento - Página 2 925aeb7adc50a18ea8d9273f5591fb8a




Historico:

_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Qua 15 Dez 2021 - 9:06
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Original

Finalmente me encontrava no porto, senti o cheiro de pesca, não me atraia muito, nunca tinha vindo para este lado da cidade em toda minha vida, olhei os navios que estavam ancorados tinha embarcações de diversos tamanhos, porém havia uma enorme embarcação que claramente chamava a atenção de qualquer pessoa que no porto chegasse. Enquanto caminhava procurando os oficiais tinha mulheres gritando para outros homens, definitivamente o porto não era o lugar que imaginava, pensava que era mais silencioso, mas pelo visto era nele que os imundos da cidade ficavam, pessoas caminhavam abastecendo carroças com mercadorias que iriam para o centro da cidade obviamente.

Não demorei muito a encontrar um grupo de marinheiros, após eu perguntar a ele sobre o capitão o mesmo gritou chamando pelo homem, de dentro a loja de tabacos saiu um homem com uma cara de rabugento sem expressão de felicidade alguma, o mesmo carregava em sua boca um cachimbo, deve ter recém comprado ou foi comprar fumo na loja, o homem tinha uma coloração estranha parecia maduro. -Eu fui mandado para cá senhor.- Não tinha muitas informações de quem o mandou, apenas sabia que tinha sido designado para está área para trabalhar. O homem resmungou alguma coisa ao meu respeito que me lembrou o mal humor de meu pai, apenas pude sorrir como sempre fazia. -Não tenho problema nenhum com seu nome, me perdoa.- Curvei meu corpo um pouco de mais, pondo o rosto inteiro na direção do chão, estava envergonhado de minha atitude.

Realmente o porto de Briss era muito movimentado, se não prestasse atenção na movimentação alguém poderia facilmente se perder de outra pessoa, pelo menos eu me perderia facilmente, a primeira missão na marinha parecia fácil, seria uma patrulha o porto da cidade, um dos alunos questionou quem estaria no comando da situação, com a dúvida do garoto me deu um estralo na cabeça, talvez eu pudesse fazer isso, mas esperei até que o capitão desce as ordens e nada como o esperado surgiu, o mesmo dizia para fazermos o que quisermos, o que importava era o porto estar da mesma forma que o deixou, em ordem.

Ouvi o garoto de mais cedo de cabelos roxos gritas, esperei que o mesmo terminasse e ergui a mão rapidamente. -Concordo plenamente, vamos nos dividir em duplas, fazendo rotas diferentes pelo porto, assim cobriremos grandes áreas em pouco tempo, se seguirem minha ideia quem manda no grupo é o rapaz de cabelos roxos e a minha dupla é ele.- Usei de minha peculiaridade que tinha desde criança, que era a liderança, discurso e o dom para estratégia. -Já que não estamos caçando ninguém apenas mantendo a ordem, e passaremos de hora em hora por outras duplas para manter informados de outros setores, se acontecer algo chamamos a atenção com um GRITO/APITO.- Olharia para o garoto de cabelos roxos e lhe diria. -Vamos patrulhar perto do barco gigante? Você quem manda...- Esperei que todos seguissem o plano, caso contrário seguiria o plano de todos...  Apenas disse que o de cabelos roxos estaria no controle por que sabia que o fato deu ter um plano de patrulha iria incomoda, pois o mesmo queria apenas aparecer e eu agora estava com algo traçado, então precisava dar os créditos de liderança para o garoto apenas para não ter problemas, eram dois problemas resolvidos com uma atitude só, pelo menos era o que eu mesmo presumia estar certo.

OFF: no anime eles usam um apito, não sei se todos temos, se todos tivermos troque o GRITO por um apito.


Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Qui 16 Dez 2021 - 18:25
NARRAÇÃO -10
O Alistamento

Doflamingo não perdeu tempo ao anunciar seu plano para o restante dos recrutas que entusiasmaram-se com a ideia ao ouvirem.

-Ótimo plano! - falou o recruta que questionou Mequetrefe - você é pragmático, eu aprecio isso. Vai ser um prazer trabalhar contigo! Prazer, o meu nome é Marco, Marco Pendragon!! - finalizou.

Os soldados já haviam optado por seguir o plano de Doflamingo e agora estavam se organizando em duplas para começar o expediente, fato que deixava o rapaz de cabelo roxo ainda mais estressado.

-EI, EI, EI, EI, Não vem cantando de galo pra cima de mim não, SEU LIXO! -Falou ao se aproximar com as mãos nos bolsos. Inclinava-se para frente com o queixo erguido, demonstrando ameaça e insolência - eu vou checar o galeão por que eu quero, ouviu?

O rapaz se virou zangado e começou andar em direção ao Vivácia - Se quiser vir comigo venha, mas fique fora de meu caminho…

-Não ligue para esse maluco, se quiser fazer a ronda comigo eu posso ser a sua dupla. O que acha de checarmos as vielas?- Marco falou.

Em alguns instantes as duplas já estavam formadas e foram se espalhando pelo local, mas não antes de avisarem para Mingo o local para onde estavam indo patrulhar. Pelo visto o grupo havia reconhecido mingo como o comandante da missão

Finalmente todos se foram e agora sobraram apenas dois locais onde ele poderia ir patrulhar. O que MInho fará? Ele irá checar as vielas com Marco? Ou será que ele irá adentrar o Vivácia com o marinheiro revoltado?
Quando ele for patrulhar, que tipo de ações ele irá fazer? ele vai buscar por algo especifico? Ou será que ele vai imitar Mequetrefe e abandonará o posto para gastar o dinheiro com meretrizes?

No próximo post.

PS: não te dei um apito pq esqueci,então vc está sem um. Qd voltar pro quartel vou te dar um.




Historico:



_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Sex 17 Dez 2021 - 8:24
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Original

Os homens pareciam aceitar a ideia de patrulharem em dupla, um garoto estava me elogiando, apenas balancei a cabeça de cima a baixo aprovando as palavras do rapaz, todos estavam se organizando em duplas, eram bem eficientes na hora de agir, pois estavam por si só se ajeitando. O rapaz de cabelos roxos voltava a falar, parecia completamente irritado. -Lixo? Eu não acho que eu seja um lixo, os lixos são aqueles que desrespeitam as leis da humanidade.- A aproximação do mesmo era de cabeça erguida, muito arrogante. -Tudo bem, tanto faz, desde que seja bem feito.- o menino rumava para o grande Vivácia, o outro garoto interrompia minha linha de raciocínio, checar as vielas, era uma boa ideia; -Então vamos juntos checar as vielas.- Quando as duplas estavam prontas e decididas onde irão patrulhar, os rapazes avisaram suas localizações a mim.

-BOM TRABALHO A TODOS.- Os homens se dispersaram para seus devidos lugares, me posicionei a frente do outro rapaz e lhe disse com calma. -Eu sou Doflamingo, pode me chamar de Mingo ou Doffy.- Tomei a frente da patrulha, iriam para as vielas do porto, onde não esperava encontrar nada de bom. Olhava aos arredores procurando por brigas, bêbados ou pessoas sozinhas. Se encontrasse algum bêbado iria até seu encontro do mesmo lhe ajudando a se por de pé caso precisasse. -Você devia maneirar nas doses de rum.- Após ajuda-lo iria deixa-lo no mesmo local dando-lhe apenas a ajuda necessária para se recompor. Após alguns minutos de patrulha começaria um diálogo com Marco, afinal nem toda patrulha é silenciosa. -Marco, você parece bem determinado, o que te motivou a se alistar?- Escutaria a resposta do homem e lhe daria a minha resposta breve. -Eu quero orgulhar minha família e honrar meu nome.- Se encontrassem por alguém sozinho iria lhe oferecer uma escolta até a saída das ruas que pareciam perigosas, afinal que viela não era perigosa. -Tudo bem? Tendo uma boa noite? Podemos acompanhar(or) por uns instantes para sua própria segurança ou está bem sozinho(a)?- Esperaria a resposta, se o mesmo desejasse a escolta iria o caminho inteiro atrás da pessoa até a mesma não estar mais dentro das vielas, buscava sempre manter a segurança de quaisquer pessoas; -Sabe, aquele garoto dos cabelos roxos, ele não é um problema, ele só quer se provar, eu tenho um irmão igualzinho a ele Marco.- Sorri para o rapaz. -Você tem irmãos?- Se caso se deparassem com uma briga sem pensar duas vezes eu iria separar os brigões, pegaria o mais próximo que estivesse de mim pela camisa, jaqueta o que fosse que este estivesse usando e o empurraria contra qualquer base que ele pudesse bater as costas e lhe dirigiria a palavra. -O que está acontecendo aqui?- Se não fosse capaz de agarrar o homem apenas iria lhe fazer a pergunta. -Quem está causando este problemão?- Me esquivaria de quaisquer suposto golpe com alguns passos para trás e não revidaria, apenas observaria a situação; Se eu percebesse que era apenas alguém mal tratando outra pessoa ao invés de chegar pegando pela roupa chegaria dando um forte chute no abdomen e lhe diria; -Eu vou te ensinar boas maneiras que sua mãe não te ensinou e nem Deus vai te salvar de mim.- Olhei para Marco; -Cuide do outro, depois deu ensinar bons modos a este homem nós averiguamos os acontecidos.- Se o homem usasse uma arma para me atacar eu rapidamente sacaria a katana e a usaria para repelir quaisquer golpe ou coisas que possam ser jogadas como garrafas e outras coisas mais, iria avançar em sua direção apenas para desarma-lo e depois que o mesmo se rendesse lhe daria sermões de como os fortes deveriam agir, a cada sermão era um tapa na cara do homem/mulher agressor dos mais fracos. -Você só deve erguer sua mão para punir mal feitores, pessoas que fazem mal a paz na humanidade, ou proteger os mais fracos, não se pode usar a força para brigas e outras coisas mais.-
Se os dois estiverem errados iria castigar os dois de mesma forma, iria iniciar uma briga com os dois e Marco teria de se virar no combate, caso os dois se rendessem o castigo seria o mesmo para os dois, tapas na cara para os sermões. Após todo o sermão lhes diria. -Vão para suas casas, espero que tenham aprendido a lição do dia.-

OFF: Se rolar um combate, eu terei de ver a regra de combate... Então não detalhei tanto os fatos que podem ocorrer, mas foi o que me deu na cabeça caso eu ache uma briga.

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Sex 17 Dez 2021 - 22:38
NARRAÇÃO -11
O Alistamento

Sem tempo para perder, Mingo se uniu a Marco e juntos foram em direção às vielas para iniciar a patrulha. Enquanto caminhavam para as vielas nada anormal aconteceu, proporcionando um tranquilo momento no qual os recrutas podiam conversar tranquilamente.

Mingo se apresentou para o colega e lhe perguntou sobre sua ambição.

-É um prazer te conhecer, Doffy - ele falou ao sorrir, mas o sorriso logo se desfez quando retomou a fala - Os meus pais eram farmacêuticos renomados mas foram mortos quando eu ainda era uma criança, um bando pirata comandado por um homem com um gancho no lugar da mão estava pilhando esse porto e invadiu a farmácia de meus pais. Desde então eu vivi no orfanato onde estudei muito e treinei bastante para me tornar um marinheiro capaz de evitar que situações assim aconteçam com outras pessoas.

As horas se passaram enquanto os soldados patrulhavam as vielas do porto e logo o céu começou a ficar rosa alaranjado, anunciando que em breve a noite iria começar. Foi quando avistaram um homem velho e enrugado que estava sozinho fumando um cigarro, sentado em uma cadeira ao lado de uma oficina de máscaras festivas. Mingo se aproximou e perguntou se estava tudo bem.

-Boa tarde meu jovem rapaz - Dizia ao soltar aros de fumaça pelos céus - não precisa se preocupar com esse velho, eu só estou descansando um pouco depois de tanto esculpir máscaras. Essa semana está uma loucura por causa do festival que vai acontecer e estou cheio de encomendas, sabe, as pessoas costumam comprar muitas máscaras nessa época do ano!


1 O Alistamento - Página 2 Latest


O velho ajeitou seu óculos escuro redondo depois de tirar o gorro que escondia quase todo o seu pouco cabelo lilás,enquanto as argolas de ouro balançavam em cada uma de suas orelhas. Quando o cigarro chegou ao fim, atirou o mesmo na calçada do outro lado da rua e sem demora acendeu outro.

-Desculpem me intrometer, mas eu nunca vi vocês dois por aqui. São novos na marinha? - perguntou, mas continuou a falar sem dar tempo para que respondessem - hoje é o primeiro dia de trabalho do meu neto também. O nome daquele moleque é Joshua, vocês já o conheceram? - embora esteja sendo educado, o tom de sua voz não emanava admiração nem respeito pelos marinheiros ou pelo neto - eu realmente não entendo vocês jovens, tem todo um mundo espetacular para explorar mas preferem se aprisionar às ordens do governo. ACORDEM PARA A VIDA E ENXERGUEM O MUNDO ONDE VIVEM! ESTAMOS NA ERA DOS PIRATAS!!! - Seus olhos lacrimejaram de emoção enquanto admiravam o céu que pouco a pouco transformava-se de rosa em azul-marinho - Ah, se eu ainda tivesse a disposição física que tinha a cinquenta anos atrás certamente estaria navegando em busca do One Piece.

Depois do breve diálogo a dupla retornou ao serviço e continuaram a patrulhar as vielas por mais um par de horas. A lua minguante já reluzia no céu quando ouviram um forte estrondo vindo da direção do Vivácia. Por conta do ângulo em que observavam não era possível saber o que havia causado tal barulho, mas ao observar com mais atenção puderam perceber alguém caindo na água, pois havia sido arremessado do convés do galeão.
-NÃO DEIXEM ESSA MALDITA FUGIR - o rapaz de cabelos roxos gritava de dentro do galeão - TEM LADRÕES DE CARGA AQUI NO GALEÃO!!! ELA É UM DELES!

A mulher que havia caído no mar usava uma máscara de arlequim, feita de tecido preto, que cobria seus cabelos loiros e a parte superior de seu rosto. Ela nadou até a doca mais próxima, onde voltou à terra firme e se preparava para correr para longe dali. Quando ela saiu do mar tornou-se possível avistar uma bainha em sua cintura, ela estava armada.


1 O Alistamento - Página 2 Fullmetal-Alchemist-Phantom-Thief-Filler


Marco avançou contra a garota e puxou de sua cintura um tubo cilíndrico de dez centímetros com um pequeno botão vermelho. Enquanto corria, apertou o botão e isso fez o tubo se transformar em um bastão, que, de uma de suas pontas, surgiu uma enorme lâmina circular. Em poucos instantes Marco estava com uma foice em mãos, a qual utilizou para desferir um golpe feroz contra a ladra que, utilizando sua katana o aparou sem muitas dificuldades.

-Mingo, eu cuidarei dessa aqui tudo bem?

O porto agora estava em caos, apitos ecoavam chamando reforços até o navio onde era possível avistar o jovem de cabelos roxos lutando contra outros dois espadachins.


Historico:

_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Sab 18 Dez 2021 - 8:12
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Original

A história de vida de Marco era realmente tocante, sua determinação era por conta de uma dor sofrida a tanto tempo atrás, deve ser muito difícil ter estes sentimentos guardados dentro do coração. -Entendi, é muito mais forte que o meu, que é apenas baseado em orgulho e honra.- Observei o céu ficando alaranjado, sempre gostei da coloração do céu nos fins de tarde e nos começos das manhãs. -Que céu lindo.- Algumas horas se passaram de patrulha e nada havia acontecido de importante, encontramos um homem e logo me comuniquei com o senhor, o velho era educado. Festival? Eu não me lembrava de nenhum festival, na verdade não sabia direito nem que época do ano que estavam, passei tanto tempo treinando que me perdi completamente do mundo ao lado de fora.

Os óculos do homem eram pequenos ideal aos seus pequenos olhos, mas os olhos do homem eram carrancudas com expressões severas, o que me chamou atenção foram suas palavras sobre ter um neto na marinha e se havia o conhecido. -Infelizmente acho que ainda não tive a honra de conhecer, eu acho...- Cocei a cabeça, talvez já tivesse conhecido um Joshua, não lembrava de jeito algum. -O mundo pode ser grande, mas não podemos deixar as pessoas sofrerem na mão de piratas imorais senhor, é o dever de algumas pessoas defender este mundo para que pessoas boas possam conhecer o mundo de verdade.- As palavras do homem me lembravam uma pessoa esperançosa e com o sonho de conhecer o mundo. -Senhor, eu conheço alguém que pensava de mesma maneira, porém o sonho dele é desbravar o mundo, este é o maior tesouro para ele e também mostrar o mundo sua força, um dia eu irei ver seu nome nos jornais com seus grandes feitos, mas para fazer isso não precisa se tornar um criminoso.- Estava na hora de retomar a patrulha.

A lua estava brilhando no céu a algum tempo, mas só a notei agora... Um barulho vinha do porto da direção do Vivácia, dei um salto na direção do navio para que pudesse ter uma visão melhor do que estava acontecendo. -Marco.- Só tive tempo de gritar o nome de meu companheiro, já corri com a mão no punho da katana em forma defensiva, apreensivo com o que estava acontecendo, no meio de toda movimentação, mal consegui dar alguns passos em minha corrida pude ver uma silhueta sendo atirada na direção da água, seria alguém em perigo, iniciei a corrida novamente na direção da pessoa para salvar uma vida, mas outro grito me fez entender a situação ocorrente, o garoto de cabelos roxos anunciava para segurarem quem havia sido jogado ao mar, era uma mulher que havia sido jogada na água, Marco parecia mais ágil do que eu havia sido, o mesmo já estava a minha frente correndo na direção da mulher.

a moça portava uma máscara que escondia seu rosto, a mesma nadou até a doca mais próxima e se retirou da água, ela portava em sua cintura uma bainha. -Ela está armada...- Ao anunciar a todos a arma só pude sacar a minha própria katana, meus olhos se viraram em direção do navio gigantesco e depois pairavam sobre Marco, este por sua vez não havia parado de correr em direção da mulher, seu raciocínio foi mais rápido que os meus, o mesmo retirava de suas vestes alguma coisa, não pude perceber o que era exatamente, apenas vi que aquilo virou uma foice com uma lâmina muito grande, não tinha tempo para ficar impressionado, Marco desferiu um golpe que fora defendido com maestria pela ladra. -NÃO SE ATREVA A PERDER.- Dei as costas para Marco, deixaria o rapaz lidar com aquela ladra, me direcionei para o Vivácia, havia mais bandidos a serem pegos.

O garoto de cabelos roxos estava com problemas aparentemente, lutava contra dois espadachins ao mesmo tempo, observei o combate enquanto me aproximava com minha katana empunhada, iria me posicionar a frente do bandido mais próximo a mim, pondo minha arma na horizontal caso viesse um ataque de cima para baixo ou visse versa, ou a posicionaria na vertical para impedir golpes na horizontal, se houvesse o contato das espadas giraria a minha lamina em volta da arma do oponente assim tentando fazer a mão do alvo bambear e o mesmo perder por alguns segundos o equilíbrio, dando me tempo de me comunicar com o garoto. -Tem outros bandidos? Se houver deixe estes dois comigo e corra para os outros-  Estava recuando alguns passos para ter tempo de pensar na ação mais simples, pensei sobre a resposta do garoto, se houvessem mais pessoas apenas lhe pediria um favor. -Vai atrás dos outros e chame ajuda para mim, confio em você, minha vida depende de você.- Segurava a katana apenas com a minha mão esquerda, não podia ignorar a dor na mão, as queimaduras ainda eram recentes, estava cansado também fazia mais de um dia que não dormia, a ideia de esperar na fila até o recrutamento foi boa e ruim pensando por este lado, respirei ofegante da corrida que tive para alcançar o jovem rebelde. Olhei rapidamente as minhas costas para saber se tinha algo que iria atrapalhar minha movimentação para trás caso precisasse recuar e se esquivar de golpes, contra dois oponentes as coisas podiam ficar difíceis, estava com os olhos vidrados na espada do meu único oponente por enquanto, se o garoto me deixasse sozinho eu iria partir para a ofensiva antes que os mesmos o fizessem, pois nesta hora eles só devem estar pensando em fugir e não em combate, a hora do ataque só deveria ser minha. Levaria a ponta da lâmina até o topo na direção do meu ombro esquerdo e desferiria um golpe da direita para esquerda de cima para baixo visando cortas o peito do oponente da esquerda do ombro esquerdo do mesmo até o lado direito de sua cintura, caso o mesmo defendesse com facilidade iria dar um segundo golpe com o movimento da espada já estando em baixo a faria deslizar na horizontal assim a intenção de cortar o abdome do inimigo da direita para a esquerda.

IMAGEM ILUSTRATIVA DO MOVIMENTO
1 O Alistamento - Página 2 7a37dce04972ed4c99cb336b2fc55bd4

Após os ataques ficaria apreensivo aos movimentos dos inimigos, giraria meu corpo passo pós passo para trocar minha posição andando em circulo, mas essa movimentação só seria feita caso tivesse algo que impedisse minha movimentação para trás, se não houvesse nada me impedindo, iria deixar a katana reta frente ao meu corpo a seguraria com as duas mãos, se tivesse sozinho contra os dois a qualquer ataque daria um salto para trás, assim tomando distância dos oponentes, caso estivesse um contra um, apenas manteria a espada reta e usaria a estratégia inicial para ataques verticais e horizontais, se fosse atacado agora diferente de rodar a espada para desequilibrar o inimigo faria força de uma espada contra a outra e com o pé direito chutaria a perna do oponente, do lado de dentro do joelho, assim se o mesmo não fosse muito resistente este iria se ajoelhar com aquela perna e seria a minha hora de vencer o duelo, se isto acontecesse faria um movimento rápido de cima para baixo em direção da mão do alvo que empunhava a arma, caso o mesmo empunhasse com as duas mão iria tentar arrancar a mão direita do inimigo, se conseguisse lhe diria. -Se renda agora!-
Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Sab 18 Dez 2021 - 12:58
NARRAÇÃO -12
O Alistamento

Após deixar Marco para trás, Mingo subiu no convés do Vivácia onde outro combate estava a acontecer. O marinheiro de cabelos roxos brandia a sua espada com uma força descomunal, o que era o suficiente para bloquear alguns dos golpes que a dupla de ladrões desferiram, alguns outros golpes o acertavam constantemente cortando suas vestes e causando alguns ferimentos nos braços e no tronco, entretanto, sua determinação era tão severa que mesmo ao ser cortado não recuou. A dupla de ladrões também lutava com uma sincronia eficiente. O rapaz continuava a lutar dando o máximo de si enquanto os poucos tripulantes que estavam a bordo do navio mercante assistiam à luta horrorizados.

Um dos ladrões avistou Mingo e avançou contra ele desferindo um golpe de cima para baixo que certamente seria fatal se não tivesse sido devidamente defendido. De um lado do convés a espada de Mingo golpeava-se contra a de um ladrão enquanto no outro lado, os outros dois disputavam a força em um encontro de lâminas.

-Tem mais um sim, o chefe deles correu lá pra dentro! - Advertiu antes de usar a espada para desvencilhar o último ataque recebido para o lado. Os atacantes passaram direto, tropeçando entre si, o que cedeu o tempo necessário para que o marinheiro corresse em direção às escadas - vai cuidando desses figurantes aí! eu vou pegar o chefão! - falou antes de descer as escadas que levam à dispensa do galeão.

O ladrão que estava a atacar Mingo deu um salto para trás e rapidamente se reuniu com o companheiro.

-Parece que toda hora acontece um contratempo novo… mas se anime brow! O Irmãozão é forte, vai dar conta daquele idiota. E sobre esse ai, somos dois contra um! -falou em tom de deboche - Desista marinheiro! - o primeiro ladrão era provido de curtos cabelos castanhos escuros e uma cara debochada.

O outro tinha olhos espremidos e um sorriso desprovido de dentes, ele gargalhava ao repetir a afirmação do companheiro - FunFunFunFun! é, somos dois contra um! Vamos acabar com esse palerma para ganhar tempo para o irmãozão pegar as cargas de pele!!

1 O Alistamento - Página 2 EnjMyadXYAIMPPH

A queimadura na mão doía ao empunhar a espada, o cansaço pesava sob seu corpo, mas a necessidade de proteger a ordem e cumprir a sua primeira missão não poderia esperar; Sendo assim, partiu para a ofensiva, desferindo um corte em V enquanto os seus oponentes se gabavam por estarem em maior número.

Os oponentes foram rápidos o bastante para não levar o golpe em cheio, desviaram mas ainda assim receberam danos superficiais em seus braços. Mingo deu um salto para trás para ganhar espaço.

Se deu início a um combate feroz, Mingo atacava constantemente brandindo a sua espada de maneira que objetivava atacar ambos os oponentes, que por reflexo defendiam-se com eficiência utilizando suas espadas.

Em certo momento outra dupla de marinheiros adentrou o convés do Vivácia, o que fez o ladrão de olhos pequenos abandonar o combate contra Mingo para impedir o avanço dos marinheiros à dispensa.
Neste momento, as lâminas das espadas de Mingo e do ladrão debochado se chocaram. Utilizando de uma estratégia suja, nosso herói chutou o joelho do meliante fazendo o mesmo cair de joelhos em sua frente com a espada ainda em mãos, isto é, por enquanto.
Com um movimento preciso Mingo decepou a mão direita de seu oponente que agora chorava em desespero enquanto rolava no chão.

O que mingo fará a seguir? Irá apreender o ladrão sem mão ou irá combater o que ainda está de pé? Como será que Marco e o marinheiro de cabelos roxos estão se saindo em suas respectivas lutas? São apenas questões que tendem a pairar sob minha mente.



Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Sab 18 Dez 2021 - 14:35
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Original

Aqueles homem estavam atrás do carregamento que aparentemente eram peles, que julguei de imediato ser de animais. -Dois contra um, vocês estão em desvantagem contra mim.- O combate se seguiu por alguns instantes, havia apenas desferido danos leves aos rapazes, sentia a dor em meus punhos a cada impacto das espadas ou manejar. -Se rendam logo.- Outros dois homens da marinha apareceram, parece que o de cabelo roxo havia chamado reforços, ou apenas chegaram de mesma forma que eu havia chegado.

-Que bom que vocês chegaram.- Suspirei um pouco mais aliviado com a chegada dos homens, tinha aguentado o combate contra os dois homens, minhas habilidades estavam pela primeira vez sendo postas em prática. O criminoso a minha frente abandonava a luta contra mim e partia na direção dos outros homens que acabaram de chegar. As coisas no combate aconteciam muito rápido, no choque de espadas fui rápido o suficiente para desequilibrar meu oponente e lhe arrancar a mão, por sua vez o homem já não parecia tão homem assim, rolava ao chão sem sua mão direita e chorava em desespero.

Talvez este seja o ato mais cruel feito na minha vida até hoje, mas era o que os maus precisavam enfrentar ao provocar a lei. -Você está detido em nome da justiça, mas não posso lidar com você agora, então sinto muito pela atitudes que serão tomadas agora, mas não vou permitir que se mova mais...- Procuraria pela arma que este estava empunhando, se a encontrasse guardaria minha própria katana e empunharia a katana/espada do ladrão. Agora o ato mais cruel a ser feito, tentaria pisar com meu pé esquerdo no pulso da mão direita do homem a pressionando contra o chão, se tivesse êxito em prender seu braço no chão com meu pé, usaria sua própria arma apunhalando com a sua ponta afiada contra a mão do homem com toda força que eu teria para exercer, assim pregando o membro do coitado ao fundo do navio, a ideia era que o navio fosse feito de madeira e o mesmo sem uma mão não poderia retirar a arma presa a sua outra mão, pelo menos era o que eu acreditava. Se tivesse concluído minha tarefa de incapacitar os movimentos do homem lhe diria. -Não fuja, eu já volto.- Teria eu enfiado a katana fundo o suficiente? Será que eu consegui essa crueldade aos direitos daquele homem? Não importa, o mal sempre será o mal!

1 O Alistamento - Página 2 Maxresdefault

Depois de ter vencido o combate arrancando a mão do coitado, me virei a ele de costas tentando saber o que estava acontecendo ao meu redor, procurei pelo outro inimigo que tinha desistindo do nosso combate para atacar outros dois companheiros meus, se meus olhos batessem com o individuo sacaria minha katana de forma imediata, era a hora de dar um fim a esses patifes, ao encontra-los com o olhar observei os marujos para saber se estavam feridos, se houvessem feridos diria calmo. -Recuem, eu estou aqui para ajuda-los.- Se não houvessem feridos minhas ordens seriam outras, de primeira vista quando dei a ideia para agirmos em dupla eu tinha sido sugestivo e esperava que me seguissem, mas agora a abordagem era outra, eram ordens severas, pois estava com medo pelos seus companheiros, sempre se importava com os outros a cima de tudo. -Tem dois garotos os ajudem, um deles está na outra doca atravessando a água, está lutando com uma foice, vocês o verão de imediato...- Suspirei por alguns segundos tentando recuperar o fôlego da batalha. -O outro está naquela direção, ele correu atrás do chefe deles.- Apontava para onde o cabelo roxo tinha ido. -Se dividam e vão ajuda-los, eu me viro com este aqui.-

-Rapaz venhamos e convenhamos, vocês perderam, logo isto aqui vai estar cheio de marinheiros, se entrega logo...- Esperava que o homem fosse se entregar, se o mesmo começasse um avanço eu faria um ato de recuar para trás, para ganhar tempo no diálogo, se os homens ainda ficasse ali esperaria os mesmos resolver no combate e eu apenas me botaria na defesa inicial esperando movimentos nas horizontais ou verticais.

Se os homens fossem embora seguindo as ordens se recuar se alguém tiver ferido ou a de irem ajudar meus companheiros eu partiria ainda assim para a defesa e tentaria convencer o oponente; -Última chance, se ajoelhe e se renda ou seu amigo vai sofrer ainda mais, nos poupe o trabalho.- Se o homem se rendesse continuaria no local esperando outra pessoa para cuidar dos homens e eu poder decidir meus próximos passos.

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Sab 25 Dez 2021 - 15:47
NARRAÇÃO -13
O Alistamento

O sangue escorria pelo antebraço do ladrão que girava aos prantos pelo convés do Vivácia, desenhando no piso de madeira um espiral rubro que estendia-se a cada vez que rolava o corpo. Entretanto, o movimento involuntário do ladrão foi parado por Mingo, que pisou em seu antebraço e espetou a espada do meliante na mão que lhe sobrara, cravando o mesmo contra o piso de madeira.

-AaAaAaaaa m.. me perdoe senhor oficial!!!! - Chorava o ladrão, desesperado ao sentir a dor de ter mais uma mão inutilizada.

Os trabalhadores do Vivácia observavam aquela cena com um pouco de apreensão. Estavam aliviados por conta da vitória do soldado, mas as ações demasiadamente violentas inquietaram alguns dos que assistiram.

Quando olhou para trás, pôde ver que a dupla de soldados estava conseguindo lidar tranquilamente com o outro ladrão, algemando-o com facilidade e sem causar ou sofrer muitos danos. Agora todos os dois ladrões estavam detidos.Entretanto, ainda faltam dois.

Mais duas duplas de soldados subiram no convés do Vivácia e então Mingo ordenou que fossem ajudar Marco e o jovem de cabelos roxos, mas outro estrondo foi ouvido antes mesmo que qualquer um dos soldados pudesse dizer “sim senhor”. O barulho que vinha da câmara inferior era semelhante ao que arremessou a mulher mascarada para fora do galeão, em seguida outro baque foi ouvido. Algo havia se chocado contra o convés.

O chão de madeira se rachou e um buraco foi aberto, por onde o rapaz de cabelos roxos foi arremessado com força por alguma coisa. O marinheiro subiu rodopiando pelos ares junto de sua espada e depois caiu estatelado no chão na mesma velocidade.

1 O Alistamento - Página 2 Images?q=tbn:ANd9GcQ4RrVnXV1G40y5SS21zjgds83q6sVuPhoaVQ&usqp=CAU

Seu rosto estava ensanguentado e demasiadamente ferido - Desgraçado….- falou ao tentar se levantar novamente, mas ao fazê-lo sentiu uma dor tão extrema que gritou ao cair pela segunda vez.

-HoHoHoHoHooo…- A risada misteriosa vinha do andar inferior - Você deve estar com umas três ou quatro costelas quebradas, desista de uma vez, marinheiro - Falou ao saltar para o convés, abrindo mais um buraco no chão da embarcação.

1 O Alistamento - Página 2 DvNMzLAWoAA6K86

O chefe dos ladrões era um homem velho, forte e alto alto (uns dois metros e meio) com uma barba grisalha. O velho que fedia mais que uma carroça de estrume vestia um gibão e calça vermelhos, assim como uma touca longa e grossa da mesma cor. Em suas costas, havia pendurada uma sacola cheia de coisas roubadas, e nas mãos empunhava uma maça icoságonal ensanguentada que certamente usou para espancar o marinheiro de cabelos roxos.

Todos os seis soldados correram em direção ao velho barbudo, empunharam suas espadas e o atacaram fervorosamente em sincronia, mas o meliante apenas contra-atacou com uma simples balançada de sua clava. O peso do ataque foi tamanho que quebrou todas as espadas e todos os seis soldados foram à lona em apenas um golpe.

-Vocês soldadinhos não são um desafio à altura… Vamos rapazes, vou soltar vocês dois…

Mingo encontra-se em uma situação perigosa, dois dos bandidos estão detidos mas em contrapartida sete soldados já foram derrotados e estão desacordados (exceto o rapaz de cabelos roxos, que assiste a tudo sem conseguir se levantar). Mingo buscará reforços ou impedirá o avanço do chefe dos ladrões?



Historico:


_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Dom 26 Dez 2021 - 6:03
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Original

O homem agora com a mão perfurada começava a se arrepender de seus atos. -Isso o primeiro passo é o arrependimento homem, parabéns, pena que tive que lhe infligir tanta dor para você entender né.- Felizmente os soldados estavam lidando muito bem com toda a situação do outro bandido, suspirei aliviado, estava ficando exausto de verdade. -Apertem as algemas até que o sangue não passe para as mãos, confiem em mim, eles merecem.- Outros dois homens se juntaram ao Vivácia, rapidamente pedi que procurassem por Marco, estava deveras preocupado com meu novo amigo e também pedi que procurassem pelo garoto de cabelos roxos... Uma barulho extremamente alto interrompeu os meus pensamentos, demorei até entender de onde vinha, era o mesmo barulho de antes que jogou a mulher para fora da embarcação. -An?- Sem entender nada, ainda estava desatendo as informações que meus olhos capturavam, o som vinha de baixo...

Alguma coisa bateu no convés? O chão estava rachando, um buraco estava se formando, um corpo passou voando alto, meus olhos apenas puderam acompanha-lo até o mesmo se estatelar no chão. -Como isso foi acontecer.- Meu corpo começou a estremecer dos pés a cabeça, minha face ficava quente, a ira tinha tomado conta, meus olhos ficavam lagrimejantes, a ira tomou conta. -Quem fez isto irá pagar, eu prometo!!!- Iniciei uma caminhada lenta até conseguir ver quem havia feito isto, este homem agora tinha com ele o ódio de um Searchfoot.

O garoto ainda tentou se erguer, mas apenas pude ouvir suas palavras de arrependimento, a voz vinha de baixo falando baboseiras para o valente garoto, o culpado agora deu as caras saltando para o convés. O tremor de minhas mãos era gigante, estava apertando a katana com tanta força, a dor nos meus punhos estavam sendo ignoradas, a minha vontade era absurda, aquele homem estaria acabado se fosse derrotado por mim, meus pensamentos de punição estavam aflorando com a raiva. Aquele velho era alto e muito gordo.

Antes que eu pudesse perceber os soldados estavam avançando contra o homem, todos em mesma velocidade, mas eram derrotados com apenas um único golpe, quantos quilos pesava aquela maldita clava. Comecei a respirar me recompondo para o combate, deixando a raiva de lado para lutar. -Você jogou no lixo tudo o que minha mãe me ensinou.- Não consegui controlar minha gargalhada, estava ficando nervoso com meus pensamentos impuros de ódio. -Vou te mostrar por que não deve nunca mais na sua vida irritar alguém inocente.- Libertei minha mente, suspirei aliviado. -MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE, E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO.-

Olharia ao homem jogando aos meus pés, iria pegar a espada que havia cravejado em sua mão, nesta altura o mesmo já não era mais perigoso e muito menos iria fugir. -Se fugir, reza pra eu não te encontrar, eu vou arrancar seus pés depois.- Seguraria a espada pelo cabo, a ponta pontiaguda para frente, a fio da lâmina virado para cima, com um movimento rápido e forte para frente arremessaria a lâmina na direção do homem, sem ter a intenção de acertar um ponto vital, mirando o peito para cima do homem, queria testar sua velocidade, afinal eu não tinha muita precisão, então nunca acertaria onde eu estivesse mirando, mas errar aquele corpo gigantesco eu também era crédulo que não erraria.

1 O Alistamento - Página 2 Tanjiro-kamado-sword-throw

Estava apreensivo, iria esperar os movimentos do homem, precisava saber se este era extremamente forte, rápido, ou lerdo, estava óbvio, mas queria confirmar antes de partir para o combate corpo a corpo, pois aqui eu nunca poderia tocar minha espada com aquela clava, a não ser que eu use minha mão sobre a lâmina para diminuir o impacto, mas ainda assim eu poderia quebrar meu braço dependente da força, se o mesmo fosse vir para cima de mim daria passos para trás, se viesse ataques circulares na horizontal deitaria no chão e rolaria bem rápido para o lado que me permitisse ser mais ágil, direita ou esquerda, se desse este golpe e eu estivesse no chão, giraria minha katana com a lâmina na direção de seu tornozelo para abrir-lhe um corte que seria muito duro de se aguentar no seu tendão de Aquiles.

Caso viesse um golpe de cima para baixo daria um salto para trás e uma cambalhota de criança quando brinca em cima da cama, assim pegando distância, me colocaria de pé.

Depois de alguns golpes trocados eu partiria para o ataque visando atingir a barriga do homem, porém sem desferir um golpe circular ou de cima para baixo, mas sim um famoso golpe de esgrima tradicional, espetando a arma no corpo do homem, a ideia de atingir o mesmo deste modo evitava que ele fosse rápido o suficiente de atingir minha arma com sua clava, e caso eu percebesse que o mesmo iria conseguir defender eu iria recuar meu punho mudando a trajetória da estocada, assim seria um falso golpe para a segunda estocada depois que a clava passasse no vento.

Se em minha aproximação viesse um golpe de cima para baixo daria um salto para a direita e seguiria para meu ataque de estocada, se viesse um na horizontal apenas agacharia e faria a estocada na perna do lado direito, ele não teria vantagem no combate por sua força, eu esperava ter a vantagem por minha velocidade, era o que eu esperava.
Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades:


Subaé
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 Cantinho_foto
Créditos :
27
Localização :
Nos bares de então
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t354-subae?highlight=subaé https://www.allbluerpg.com/t348-cabras-da-peste-vol-1-amanhecer-do-sul#1033
Subaé
Criador de Conteúdo
Re: 1 O Alistamento Dom 26 Dez 2021 - 13:02
NARRAÇÃO -14
O Alistamento

-Me poupe soldadinho, nem você ou sua mãe sabem ao certo o que é estar verdadeiramente no lixo - o ladrão falou em resposta às palavras de Mingo - você pode até pensar que o lixo é o sinônimo daquilo que não vale nada, mas o lixo também é o lar daqueles que foram esquecidos pelo resto dessa maldita sociedade doente!! MUITAS PESSOAS BOAS VIVEM NO LIXO DIA APÓS DIA TENTANDO AO MÁXIMO SEREM PESSOAS MELHORES! MAS ISSO VOCÊS NÃO VÊEM!! - o homem iniciou o seu avanço, caminhando a passos curtos em direção à Mingo.

O marinheiro não perdeu tempo, com um rápido movimento puxou a espada que estava cravada na única mão do ladrão maneta e a arremessou na direção do chefe como se a mesma fosse uma lança. A espada avançou cortando o vento em alta velocidade, havia sido arremessada na direção da face do homem barbudo que se defendeu com um simples balançar em espiral de sua clava. A lâmina da espada arremessada se partiu em duas e foram arremessadas para fora do convés, onde por fim caíram na água.

-Você é muito ingênuo se realmente acredita que fizemos mal a algum inocente! Somos ladrões porque é o único que podemos fazer para sobreviver… - Falou ao saltar na direção de Mingo - GENTE DE SUA LAIA JAMAIS ENTENDERIA!!!

Durante o salto, o homem de vermelho girou a maça duas vezes no ar e a desceu verticalmente com tanta força que certamente estouraria o crânio de qualquer um que fosse acertado pelo golpe. Felizmente, Mingo foi rápido o suficiente para esquivar-se do ataque ao saltar para trás em um movimento seguido de uma cambalhota.

Sem dar tempo para que o marinheiro pudesse se recompor, o ladrão balançou sua clava mais uma vez. Agora o movimento que vinha horizontalmente visava acertar a lateral de seu rosto. Mingo conseguiu se agachar no momento crítico e revidou com uma rápida estocada de sua espada que acertou a panturrilha do ladrão. O soldado sabia que escapou da morte certa quando sentiu a clava icoságonal roçar em seus cabelos. Muita sorte, muita sorte…

O ladrão continuou a balançar sua arma pesada sem se importar com a dor em sua panturrilha. Esse homem parece ser muito resistente. Girou o corpo em um eixo de 360º com a clava esticada ao ponto de parecer um redemoinho de gordura vermelha. Depois de cinco giros avançou contra Mingo executando mais um ataque horizontal que o acertaria se o mesmo não tivesse se arremessado no chão para se desvencilhar. Girou no chão para se aproximar do oponente e com um leve brandir de sua espada, Mingo cortou o calcanhar esquerdo do homem gordo, que gemeu de dor antes de cair sob o joelho da perna ferida.

-Você tem garra moleque, mas não vou deixar que você nos prenda… muita coisa está em jogo, então matarei nós dois se for preciso! - O ladrão estava com uma perna inutilizada, entretanto ainda observava Mingo com um olhar feroz. Mesmo de joelhos ergueu a clava que segurava com ambas as mãos e a desceu com tanta força que abriu um enorme buraco no convés que derrubou os dois no andar inferior.

A queda foi desastrosa e ambos os indivíduos se feriram no acontecimento. O ladão caiu sob algumas tábuas  partidas que lhe feriram superficialmente os braços, já Mingo se esbarrou em outra pilha de tábuas que anteriormente formavam uma caixa cheia de balas de canhão. Os danos não foram sérios, mas ainda assim as dores em seu corpo não poderiam mais ser ignoradas. Suas costas estavam demasiadamente doloridas por conta do tombo direto nas bolas de ferro fundido e alguns cortes pequenos faziam o sangue escorrer por seu busto, braços e testa.

-HoHoHoHo! Terminaremos por aqui - falou ao se levantar utilizando a clava como apoio para o seu peso - Foi interessante lutar com você, soldadinho - O homem ainda não tinha percebido que Mingo encontrava-se consciente. Levantou-se e seguiu à passos mancos em direção às escadas - isso aqui vai dar uma grana boa, as crianças vão adorar!


Historico:

_________________

1 O Alistamento - Página 2 Unknown

Tabela de preços:
Baby
Imagem :
1 O Alistamento - Página 2 350x120
Créditos :
00
Localização :
South Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t969-doflamingo-d-searchfoot https://www.allbluerpg.com/t977-1-o-alistamento#8688
Re: 1 O Alistamento Dom 26 Dez 2021 - 18:05
FUCK YOU
MOSTRE SEUS DENTES A UM INOCENTE E EU LHE MOSTRAREI O VERDADEIRO INFERNO


1 O Alistamento - Página 2 Demon-Slayer-2o-Temporada-Episodio-07-1

O homem movimentou sua clava defendendo-se da arma arremessada, não pude tirar muitas informações, mas deveria ser o suficiente para saber a base de seus movimentos. Como aquele homem podia dizer que era a única coisa que poderiam fazer, sendo que o mundo abrange diversos empregos e com essa habilidade de combate poderiam até serem marinheiros como meus companheiros e eu, quanta asneira ele ainda podia pronunciar, havia desviado dos golpes do homem com eficácia, mas sentia que se fosse atingido seria quebrado como se não fosse nada.

O que estava determinando este homem, por que tanta garra para executarem este roubo, o que estava acontecendo para ele também querer morrer junto a mim. -Por que tud...- Antes que pudesse terminar minhas palavras outro golpe estava vindo, ele já estava ferido o bastante... Seu golpe atingiu o chão, abrindo um buraco grande o suficiente para fazer com que eu e ele caíssemos, senti meu corpo doer, sentia algo quente escorrer pelo meu rosto. -Aah, meu deus.- Cochichei enquanto sentia minhas costas doerem bastante, minhas mãos procuravam por apoio para se levantar em meio as balas de canhão.

O grandão começou a gargalhar como se houvesse vencido o combate, mas não, ainda não... Acumulei forças para me erguer, estava agora de joelhos em meio aos destroços e balas de canhão. -Es..pe... Espera um pouco.- Estava tentando me erguer me apoiando sobre as coisas, ainda empunhava minha katana, com a mão direita passei a mão sobre minha testa e vi o sangue manchar as ataduras de minha mão. -Você o que te motiva? Quem são essas crianças, são seus filhos?- Após ficar de pé, andaria com a mão direita encostada nas coisas ou parede para manter o equilíbrio. -Você podia ter procurado emprego, qualquer outra coisa, e você feriu hoje homens que lutam pelo bem e isso é imperdoável, como ousa dizer que não fez mal a ninguém?-

1 O Alistamento - Página 2 3f9b27eba04c41e042e8ec5196ef0946.gif.371c9b2dd544897e719fe3f32f8c9ab3

Me coloquei em posição de combate, segurando a arma com as duas mãos para manter a força nos punhos enquanto meu corpo rejeitava de toda dor meus movimentos, precisava aguentar a dor por mais alguns instantes, por meu corpo ao limite não importava as consequências de meus atos. -Você não vai fugir, não importa se seus motivos são nobres ou não, seus atos são impuros e não merecem perdão.- Era a hora do tudo ou nada, iria desferir um último golpe, era a hora de saber quem era quem...

Iniciei uma corrida em direção do oponente tentando ignorar a dor de meu corpo, estava disposto sacrificar minha saúde pelo combate, visando transpassar seu peito inteiro do ombro esquerdo a ponta direita se sua cintura, em um movimento rápido de katana, passaria pelo homem dando-lhe as costas caso tivesse o atingido, deixaria meu corpo cansado cair de joelhos, neste ponto já não me aguentaria mais em pé. Caso eu percebesse que eu seria derrotado, apenas aceitaria a derrota de peito aberto, era o golpe final para ambos os lados.

1 O Alistamento - Página 2 RR8V9p@facebook
1 O Alistamento - Página 2 Maxresdefault

Histórico:
Objetivos:
Doflamingo D. Searchfoot:
Habildiades: