Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
Página 1 de 1
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 33
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Roque Suemitsu Guará Seg Nov 15, 2021 9:29 pm



Roque Suemitsu Guará








Sobre o Personagem


Nome: Roque Suemitsu Guará, conhecido como Roque.
Idade: 18.
Género: Masculino.
Mão Predominante: Direita
Risada: Dahahahaha
Altura: 190 cm
Peso: 93 kg.
Raça: Humano - Versátil
Origem: País de Kano - West Blue.
Localização: Ilha Kites - North Blue.
Grupo: Civil

Complementos



Aparência:
Roque é um homem alto, de pele bronzeada e musculoso com cabelos longos, ondulados e espetados com pontas vermelhas que ele mantém em um rabo de cavalo. Possui olhos vermelhos largos e escuros com pupilas escuras que parecem mais claras ao redor da parte inferior de suas íris. Biologicamente falando, ele é um ectomorfo,  longilíneos e, portanto, mais magros e com pouco volume muscular. Tem membros mais finos e longos, além do percentual de gordura extremamente baixo. Ou seja, é esguio. Tem uma franja curta e cabelos ondulados. Ele possui uma cicatriz no canto superior esquerdo da testa, que recebeu quando protegeu seu irmão mais novo de um braseiro caindo, com formato de chama, que cobre a lateral esquerda de sua testa até a ponta da sobrancelha, sem a alcançar, com a ponta das chamas apontado para o nariz, com uma cor marrom claro. Roque é sempre visto com um olhar solene e calmo em seu rosto, raramente mostrando emoção.

Nota-se que suas mãos são visivelmente mais ásperas para alguém de sua idade, como resultado de seu rigoroso treinamento com gravetos, durante os períodos que caçava nas montanhas com sua família.

Roque usa um haori vermelho sobre um quimono nagagi de cor laranja muito pálido com um hakama preto estilo umanori, preso por um cinto branco ao redor da cintura e sempre carrega sua espada (ou pseudoespada, como troncos alongados). Ele usa brincos de hanafuda criados por sua mãe como amuletos da sorte.

Personalidade:
Roque é calmo e respeitoso, e sempre anda com uma expressão tranquila e sorridente, como se fosse mais novo do que é ao não enxergar o cinza do mundo, igual as crianças que vem no Sol, as vezes, algum poder superior. Roque é sorridente e gentil com os outros, sempre tentando ser o mais educado com todos. Geralmente, Roque têm uma disposição tranquila e serena, tendo olhos gentis, o que “vestem bem” a pessoa cheia de compaixão que é, mesmo com os piores inimigos, pois sabe que todo vilão é o herói de sua história, ou se é ruim por algo que aconteceu consigo.

Em combates, os seus inimigos se irritam facilmente com sua expressão pacífica, sem demonstrar grandes expressões de raiva ou dor, embora esteja possuindo-as. Mantem sempre os olhos fixos no oponente e uma expressão de foco, analisando o que pode nas frações de segundo que tem, o que tende a irritar os oponentes, porque aparenta que ele é despretensioso com as batalhas e não os leva a sério. É extremamente humilde, vendo-se como qualquer um e nada especial. Quando elogiado, fica sem graça e quase envergonhado, com a expressão que qualquer um poderia fazer o mesmo. Roque sempre teve fé no futuro e confiança de que, se desse o máximo de si, poderia se tornar alguém inspirador como Hazar e impedir que outros passem os horrores que passou.

Roque sempre idolatrou seu irmão mais velho, declarando que ele realizaria seu sonho de ser o homem mais forte do mundo, o Rei dos Piratas, e Roque dizia que realizaria seu sonho, enquanto ele seria o segundo homem mais forte do mundo.  Roque sempre amou muito sua família, o que é demonstrado ao nunca retirar seus brincos de Hanafuda que ganhou de seu irmão.

Roque é muito determinado em seu seus objetivos. Embora ele seja relativamente forte por conta própria, não se opõe a pedir ajuda aos outros quando precisa. Ele é muito protetor com seus amigos e ainda mais com sua família. No entanto, apesar de sua natureza gentil e compreensiva, Roque tem um limite para sua tolerância e tem um desgosto por grosserias e covardia.

Sob a concha gentil e amigável de Roque, está uma pessoa com um fogo crescente de ódio e vingança dentro dele. Este lado dele surgiu, pois seu irmão foi morto pelo governo mundial, ao defender uma mulher de um Dragão Celestial. Aquilo o fez ter um ódio profundo pelos nobres e pelos líderes do governo, pois a sujeira do mundo estava ali. Na frente de qualquer ato de mal irracional. Roque mostra um lado mais frio e aterrorizante dele, agindo mais violento com seus oponentes como resultado.

O atributo mais notável de Roque é sua capacidade de empatia com qualquer um, mesmo com marinheiros ou agentes do governo, o que muitas vezes o faz hesitar antes de dar o golpe final em seus inimigos. Roque tem uma ideologia única em relação ao mal do mundo, acreditando que aqueles que cometeram o mal devem ser mortos sem piedade, mas aqueles que se arrependem de suas ações não devem ser menosprezados após suas mortes. Sua coragem para proteger os fracos o compromete a enfrentar seu inimigo com respeito e dignidade, seja contra pessoas boas ou não. Roque é inflexível em servir justiça ao mal, por qualquer meio necessário, fazendo o necessário para enfrentar aqueles que cometeram crimes hediondos e confrontá-los sobre sua mentalidade desumana e seus atos criminosos.

História:
Roque nasceu em Kano, um país tranquilo onde a família de Roque prosperava com a compra e venda de Sopro do Dragão, em uma família carinhosa e amável, com um irmão que ele idolatrava como o maior herói que poderia existir. A idolatria de Roque era tanta que declarou que seria um pirata quando Daniel disse que seria também, ao ver os feitos de Hazar. Roque tem uma cicatriz no rosto, de quando em uma das suas brincadeiras de espadachim com o irmão, salvou de se queimar ao esbarrar em um braseiro.

Ele era o irmão mais novo da família Suemitsu, uma família que passou a vender carvão e madeira após ter todos os bens e títulos confiscados, por razões que desconhece, pelo governo mundial. Na época, alegaram ser essencial para o comércio mundial a utilização do material que a família possuía, e por isso, o rei escolheu as suas terras para auxiliar o governo mundial. Contudo, o auxílio que o governo buscou foi tomar as terras e usar a marínha para maltratar a todos ali, sendo necessário fugir da cidade, utilizando as últimas econômias da família para ir a Kites e ali se isolar nas montanhas. Se essa história era verdadeira, pouco importava para Roque, mas sentia nos rostos de seus pais a derrota por ter que viver os caminhos díficeis que surgiriam.

A família não era muito próspera, necessitando dos auxílios que a república de kites detinha para sobreviver. Depois de ver as dificuldades que sua família passava, ele adotou a ideia de que, como o filho mais novo, ele deveria ser forte e suportar quaisquer dificuldades para eles, não podendo reclamar e sendo o melhor filho do mundo. Embora a família não gozasse de um estilo de vida luxuoso, eles viveram felizes e mostraram muito amor e cuidado um com o outro. Quando seu irmão, acidentalmente, derrubou uma braseiro, Roque pulou para protegê-lo, resultando na cicatriz de queimadura em sua testa.

Enquanto crescia, Roque aprendeu técnicas de luta precárias de seu pai e irmão, assim como a fazer carvão, e foi responsável pela venda dele na cidade mais próxima, a fim de ganhar dinheiro para sua família. Ele parecia frequentar a cidade com alta frequência, como os civis lá facilmente o reconheciam e regularmente lhe pediam ajuda. A primeira vez que Roque falou foi aos quatro anos, quando disse que acompanharia seu irmão em seu sonho de mudar o mundo.

O pai de Roque foi uma grande influência para ele e atuou como seu professor para as fundações de sua luta com espada, assim como seus conhecimentos de navegação e condução de embarcações/timoneiro. Ao perguntar ao pai sobre sua resistência apesar do tempo frio, Roque aprendeu com seu pai que havia técnicas específicas de respiração para continuar se aquecendo. Quando Roque envelheceu o suficiente para aprendar a lutar, ele aprendeu que as técnicas corretas lhe permitiriam passar em branco sua mente, entrar em um estado semelhante a uma planta, e ter acesso ao mundo sensível.

Por volta de seus 12 anos, a mãe de Roque contraiu uma forte doença. Em uma das noites, Daniel foi ao quarto de Roque à noite para contar ao seu irmão a notícia que tratava-se de uma doença que o Governo mundial, a mando de uma família de nobres rivais da família de sua mãe, havia imposto nela, por ser uma nobre renegada e ter casado com seu pai, um relés Tenente da Marinha. Daniel contou que seus pais perderam tudo e, anos antes, seu avó havia sido morto brutalmente pelo Governo Mundial, uma vez que não liberou as minas de Sopro de Dragão para eles . Naquela noite, Daniel se despediu de Roque, disse que iria lutar contra essas pessoas, e prometeu que faria de tudo para cuidar de seu irmãozinho. Foi nessa noite também que lhe entregou seus brincos de Hanafuda Com uma expressão de amor e desejando sorte, Roque os vestiu - o que doeu mais que o esperado, já que nunca havia furado a orelha - nunca mais tirando-os… Quer dizer, teve que tirar para lavar o sangue… E o fedor que ficava as vezes.

A verdade é que Roque sempre soube que a mãe estava doente, mesmo antes dela contar a eles, pois no decorrer que crescia, sua mãe ia ficando mais reclusa em casa, tendo em vista que sua saúde foi debilitando. Querendo proteger a família, quando o garoto lhe perguntou porque ela não contava, sua mãe pediu para guardar segredo de todos, pois não queria atrapalhar a vida de sua família. Mas Roque deixou de treinar e passou a ajudá-la secretamente, dizendo que estava cansado, enquanto ela ensinava ele a ler e escrever, assim como a ser educado.

Roque sempre foi dotado de uma genialidade ímpar, realizando, ao lado de seu irmão, grandes proezas físicas, ao ponto que buscava identificar no corpo humano seus músculos e veias, e não a forma física possuía, para auxiliá-lo em batalha. Graças a pobreza pela qual passou, ao ter toda a riqueza da família confiscada pelo governo mundial, Roque cresceu de forma diferente do irmão, recebendo muito pouco de tudo, comida de má-qualidade, mas sempre sendo educado por seus pais. Possuía um quarto extremamente pequeno, que cabia apenas três colchões de dormir/tatamis.

4 anos depois que o irmão de Roque deixou sua família para viver sua vida, quando Roque tinha dezesseis, o pior dia de sua vida aconteceu. Em uma data imemorial, os pais de Roque, duas pessoas que perderam tudo, juntaram o pouco que podiam e em seu aniversário, lhe entregaram um presente, um espada velha e desgastada para que ele fosse buscar uma vida melhor para si.

Enquanto ia à cidade para procurar por pistas de como sair de Kites, o assistente social da cidade, Tio Sam, informou que alguém havia levado piratas ali, e eles foram afugentados para as montanhas pela guarda, pois ninguém de relevante morava ali… Ou era o que pensavam.

Roque correu o mais rápido que pode, até que encontrou sua casada tomada por bandidos, que agrediam seus pais. Apesar do garoto conseguir usar suas habilidades para matar alguns destes, o capitão e seu imediato eram muito fortes, não só matando seus pais, como obrigando Roque a ter como última lembrança, sua mãe morta a seu lado, como uma boneca sem vida, antes de ser brutalmente espancado e ouvir seu pai falecer, agonizando por um tiro.

Quando Roque acordou, Sam o informou que seus pais não haviam resistido e agora, o garoto estava sozinho naquela ilha.


Características



Qualidades:
Versátil (Racial) Você pode somar até 9 pontos de defeito, conseguindo dessa forma gastar 9 pontos de qualidade em vez de 7.

Prontidão (-2 pontos)
Você está sempre pronto para agir ou reagir, alcançando o ápice da sua velocidade ou força em questão de poucos instantes. Mecanicamente, reduz a condição lento em uma categoria, SE a condição aplicada for categoria III ou inferior.


Prodígio (-2 pontos)
Você é mais inteligente do que a média e tem facilidade em adquirir novos conhecimentos, em termos mecânicos, é capaz de aprender uma proficiência extra a cada nível ímpar, além de ter termos menos rígidos para tal aprendizado.


Talentoso (-2 pontos)
Você ganha um espaço de criação de técnica extra em cada nível ímpar.


Carismático (-2 Pontos)  
Você tem uma espécie de magnetismo natural que faz com que algumas pessoas gostem de você sem motivo aparente


Impassível (-1 ponto)
Você é uma pessoa calma que não tem o seu humor alterado por ameaças, provocações ou acontecimentos drásticos, sua razão sempre consegue dominar a sua emoção e você sempre é capaz de tomar as suas decisões com clareza. Isso não significa que você não possa sentir raiva ou outros sentimentos extremos, apenas consegue ter um controle maestral sobre os mesmos.



Defeitos:
Traumatizado (+3 Pontos)
Você tem um acontecimento traumático que marcou sua vida, você não gosta de revisitar essa memórias e muito menos falar sobre elas, você sempre foge de situações que lhe lembre os acontecimentos traumáticos e faz de tudo o possível para evitá-los e esquecê-los. Todo trauma está diretamente ligado a um medo profundo de algo ou alguém. Instantaneamente, a condição Amedrontado I é aplicada toda vez que o trauma é citado ou relembrado; a condição aumenta novamente em situações de estresse relacionadas ao trauma ou muito similares ao mesmo.

Traumatizado: Trauma de falhar e se tornar um estorvo para seus companheiros/amigos/família/qualquer um próximo que dependa de você.
Durante sua infância, a família de Roque passou por sérias dificuldades financeiras diante a imposições do Governo Mundial, passando a pobreza, até que a família deixou de viver na civilização e foi morar isolado nas montanhas, vivendo de sua subsistência e escambo com a cidade.
Nesse período em que crescia, Roque, vendo a dificuldade de sua família, começou a criar internamente um trauma, de ser apenas uma boca para alimentar, um estorvo para sua família e aqueles ao seu redor, como um "espinho no pé". Assim, sempre treinou ao máximo nas montanhas com sua espada - um tronco que seu pai cortou em formato de espada - e auxiliando em toda e qualquer tarefa que os pais e/ou irmão necessitassem. Contudo, apesar de parecer ser apenas um "bom filho" ou um bom irmão, o sentimento dentro do peito de Roque era tão forte que ele, muitas vezes, entrava em desespero ou perdia o seu "rumo" ao se deparar em situações similares, como quando sua mãe veio a adoecer, necessitando se isolar para se acalmar, ou ser acalmado por terceiros. Roque criou em si um trauma da falha, e sempre que sente que falhou, com alguém ou com seu objetivo, seu subconsciente relembra como ele é normal e um estorvo para aqueles ao seu redor - mesmo que seja mentira ou algo da sua cabeça.


Ambição: (+2 pontos) Desde que as desgraças de sua família foram culpas do governo mundial, Roque prometeu a si mesmo que teria poder o suficiente para derrubar o governo e, principalmente, acabar com a nobreza que governava a todos.

Ambição: Você tem uma meta ou objetivo de vida claro e não mede esforços para alcançá-lo. Pode-se tratar de alcançar um posto, adquirir um objeto ou realizar uma mudança no mundo, você aproveitará toda oportunidade que tiver para se aproximar de seu objetivo.


Impulsivo (+2 pontos) Você não pensa antes de agir, comprando brigas e assumindo riscos que podem ser mortais, além de frequentemente ignorar o bom-senso padrão.

Heroico (+2 pontos) Você tem o hábito de ajudar os indefesos, corrigir injustiças e sempre cumprir com as suas promessas.




Atributos


Nível: 1
Experiência: 400

PdV: 3600
STA: 100

Força: 150 (+50) = 200 (Regular)
Destreza: 0 = 100 (Regular)
Acerto: 100  (+50) (+60) = 210(Regular)
Reflexo: 100 (+50) (+60) = 210 (Regular)
Constituição: 50 (+10) = 60 (Regular)

Agilidade: 210
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano:

Conhecimentos



Proficiências:
• Acrobacia
• Anatomia
• Atletismo
• Estratégia
• Navegação



Profissão:

Mascote


Nome do Mascote
Animal: Raça e especificações de seu mascote.
Altura: Altura de seu mascote.
Peso: Peso de seu mascote.
Porte: Porte do seu mascote.
Raridade: Raridade do seu mascote.
Aparência: Aparência do seu mascote.
Personalidade: Personalidade do seu mascote.
Atributos: Foco de atributo de seus personagens.

Comandos:
Lista de Comando complexos que foram ensinados ao seu mascote

Estilos de Combate



Espadachim:
Espadachins são especialistas em combates de curta distância, as formas de se manejar uma espada variam muito de acordo com quem a empunha, utilizam katanas, montantes, rapieiras, sabres e similares.

Técnicas



Projetos


Nenhuma por enquanto.


Haki da Observação


Não despertado.

Haki do Armamento


Não despertado.

Haki do Rei


Não despertado.

Berries: 250.000 ฿S

Itens



Cabeça:
- X -

Pescoço:
- X -

Tronco:
- X -

Braços:
- X -

Mãos:
- X -

Pernas:
- X -

Pés:
- X -


Inventário



10 U

Nome do Item:
Espaço:
Descrição:

Embarcações


Nenhuma por enquanto.

Menções no Jornal


Nenhuma por enquanto.

Photoplayer



Photoplayer:
Roque Suemitsu Guará Wp6290303

Universo Envolvente



Aventuras:

[url=link da aventura]nome da aventura[/url]
Extras:
[url=coloque o link aqui]Tipo (Conto/Inimigo/Evento/etc) - Nome do Tópico[/url]

Relações



Players:
[url=Link da Ficha do Player]Nome do Personagem[/url] - Relação com o Player

NPCs:

Brasiliano Guará - Pai
Marry Suemitsu - Mãe
Daniel ("Dan") Suemitsu Guará - Relação com o NPC

NPCs Importantes:
[url=Link com a Aparencia se existir]Nome do NPC[/url] - Relação com o NPC


Última edição por Ryoma em Sex Nov 19, 2021 10:14 pm, editado 1 vez(es)
Henry Morgan
Ver perfil do usuário
Imagem : Roque Suemitsu Guará Imagine--versao-anime-20817191-221020202232
Créditos : 00
Localização : Ilha de Kites- North Blue
Re: Roque Suemitsu Guará Sex Nov 19, 2021 10:31 am
Oie, como ainda estou no 1 post da aventura, gostaria de passar os 50 pontos de constituição para força. Ficando:

PdV: 3600
STA: 100

Força: 150 (+50) = 200 (Regular)
Destreza: 0 = 75 (Regular)
Acerto: 100  (+50) (+60) = 210(Regular)
Reflexo: 100 (+50) (+60) = 210 (Regular)
Constituição: 50 (+10) = 60 (Regular)

_________________

Legenda:

Narração
Fala
Pensamento
Fala de outros
Ryoma
Ver perfil do usuário
Imagem : a
Créditos : 33
Localização : Sirarossa
RyomaAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t308-hany-g-drezat https://www.allbluerpg.com/t654-art-2-i-truly-hate-it
Re: Roque Suemitsu Guará Sex Nov 19, 2021 10:14 pm
Atualizado.

Roque Suemitsu Guará ZbnQSBs