Tópicos Recentes
Destaques
Klaus
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Las Camp
Página 1 de 1
Milabbh
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem Ezgif.com-resize
Créditos : 05
Localização : Flevance - North Blue
MilabbhAvaliador
https://www.allbluerpg.com/t311-haru-kaplyanova?highlight https://www.allbluerpg.com/t301-os-monarcas-i-efeito-borboleta#980
A Viagem Qui Out 28, 2021 11:35 am
A Viagem

Aqui ocorrerá a aventura do Civil Pou Belle. A qual não possui narrador definido.

_________________

A Viagem QeMkXKw
A Viagem The_Moon
Poubelle
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem Jony_j10
Créditos : 00
Localização : Las Camp - West Blue
Re: A Viagem Sex Out 29, 2021 12:20 am







E lá vamos nos


"O
que faremos hoje?" Pensava logo ao acordar, dando um bocejo e em seguida me colocando de pé.Coçando minha cabeça iria em direção ao banheiro onde realizaria minhas necessidades padrões. Um longa esvaziada no tanque, banho, troca de roupa e por fim uma bela olhada no espelho,-Cada dia mais bonito- Diria ao admirar minha linda figura.Logo após arrumar meus maravilhosos e dourados cabelos iriam em direção a cozinha, onde espero encontrar Al e um belo café da manhã como de costume.

Encontrando o mordomo e a refeição, me sentaria para me deliciar com o café.-Bom dia Al- Diria antes de começar a comer. Enquanto mastigo devaneios começam a passar por minha mente.O que fazer? Algo novo com certeza, mas o que? Talvez comprar um bar e ser barman por um  dia? Não, fiz isso mês passado. Arranjar animais selvagens e soltar-los na cidade? Fiz isso terça passada ou será que.foi na quinta? Enfim, talvez viajar? Tem um tempo que não deixo a ilha. É novos ares seriam interessantes. -Al, papai já enviou o dinheiro?- Perguntaria ao meu estimado mordomo.

Se a resposta fosse positiva, um sorriso logo se formaria.- Então vamos viajar!!- Falaria animado em resposta e me colocando de pé.-Vamos Al.- Diria, sinalizando para que o mordomo me seguisse e sairia rumo ao lado de fora da casa. Para qual lugar iríamos eu ainda não sabia, mas tinha certeza que seria ótimo. Andando pela rua daria uma ultima olhada pelos arredores. Verificaria o clima, observaria as pessoas e a paisagem como se quisesse gravar a imagem  do lugar em minha mente, não sabia quando estaria de volta e quero ter certeza de me lembrar de onde vim. "Ia ser estranho se eu esquecesse o caminho de casa” Gargalharia com o pensamento.

Malas seriam dispensáveis em minha jornada, logo não carregava nenhuma comigo. Porém provavelmente encontraria problemas pelo caminho, ou eles me encontrariam, sendo assim precisava me preparar. Talvez passar em uma loja de armas, de preferência alguma da família, assim poderia aproveitar  e pedir a mamãe por algum tipo de carona pra outro lugar.Desta forma, com um objetivo em mente seguiria em busca de  tal loja.

Encontrando um estabelecimento do tipo, entraria rapidamente iria me dirigir ao primeiro funcionário que avistasse -Olá- Diria lançando um olhar sedutor e flexionando meus músculos.- Quero o melhor par de caneleiras e luvas que vocês tem.- Complementaria -Dinheiro não é problema- Terminaria então piscando para a pessoa que me atendesse. Esperaria que os produtos fossem entregues e então os vestiria.Uma luva em cada mão e as caneleiras por baixo de minhas calças.Em seguida pediria que Al pagasse o/a comerciante.

Armado e preparado, só o que faltaria seria partir. A excitação por uma nova aventura poderia ser vista em meu rosto, mas antes eu precisaria de um transporte.Caso a loja em que me encontrasse pertencesse a minha família,informaria a atendente de tal fato e pediria para falar com mamãe e papai.Conseguindo me comunicar com os mesmos falaria -Oie,será que vocês não conseguiria me arranjar uma viagem?- E esperaria pela resposta e um possível diálogo.Na possibilidade da loja não pertencer a família, apenas viraria para o atendente e falaria com minha voz suave -O que você vai fazer mais tarde?- Levantado minha sobrancelhas.[/color]


How you doing?




Histórico:

Posts: 01
Ganhos:


Perdas:


Objetivos:

[]Ir para ultima ilha do Blue
[]Entrar para o submundo ou pelo menos dar inicio a esse processo
[]Comprar arminhas
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: A Viagem Qua Nov 03, 2021 1:30 am

A Viagem



Era mais uma manhã calorenta em Las Camp, o que gerava um particular incômodo no loiro que despertava na mansão dos Belle. O simples fato de ter seu penteado desgrenhado era algo que já indicaria que aquele seria um longo dia. O sino que emanava da cozinha, ao menos, indicava que Al já havia preparado o café da manhã com antecedência, dando uma esperança para aquela caótica manhã.

A mesa farta apresentava uma variedade de frutas e torradas até perder de vista, enfeitando com todas as cores do arco-íris com os pratos bem elaborados. — Bom dia, jovem mestre. Espero que tenha tido uma noite agradável. — O simpático e fiel Al estava lendo o jornal matinal juntamente com uma xícara de café bem perfumada, deixando que o filho de seus patrões aproveitasse a primeira refeição do dia. — O senhor e a senhora Belle providenciaram uma transferência sim, jovem mestre. Entretanto, foram claros quanto à necessidade de atenção para não gastar tudo com coisas tão… Supérfulas. — Al dizia, como se repetisse o exato termo dito por Muriel e Eustácio.

Os B$ 4.000.000 que estavam dispostos em um envelope acima da bancada da cozinha seria o bastante para que o jovem Pou pudesse dar início ao seu longo dia. Por mais que soubesse a facilidade que o dinheiro podia oferecer para sua vida, o loiro também sabia que seus pais chegavam a ser exigentes quanto à prestação de contas dos gastos de seu filho, deixando claro que nem tudo viria de graça.

Pou seguia para fora de sua residência com uma expressão confiante, observando o bairro de onde raramente saía para explorar novos ares. A cidade estava movimentada e agitada por conta de todo o calor que se fazia naquele dia, o que obrigava a Al retirar seu paletó e utilizar apenas seu colete por cima de uma camisa social com as mangas dobradas.

Com a placa dos “Belle” pendurada acima da porta de uma loja de equipamentos de caça e esportes, Pou conseguia vislumbrar uma variedade incrível de armamentos que poderiam lhe ser úteis. Preferindo seguir o que ele ao menos já tinha conhecimento — que, no caso, se tratava de usar seus definidos músculos —, acabava solicitando à atendente um par de luvas e outro de caneleiras. — Ah, mas é claro, senhor. Creio que temos algumas linhas mais sofisticadas, se me permitir lhe sugerir. Cada par poderá sair por B$ 1.200.000. — Ela dizia, expondo equipamentos de qualidade excepcional para o famoso cliente.

Enquanto prosseguia com a decisão se iria preferir aquele tipo de equipamento ou algum mais em conta, Pou acabava por solicitar se comunicar com seus pais. A funcionária não entendia a princípio, mas bastava uma breve explicação de Al para que ela se desculpasse e corresse imediatamente para buscar um Den Den Mushi. A ligação demorava a ser concluída, mas após um tempo de chamada, a expressão suave da senhora Muriel era imitada pelo caramujo. — Ah, olá, querido. Um belo dia para vocês. Uma viagem? Para onde exatamente? — Ela perguntava em tom de preocupação, como se estivesse prestes a sugerir que o filho levasse um agasalho caso fosse para longe. — Bem, seu pai e eu estaremos ocupados hoje com algumas reuniões com alguns fornecedores importantes, então peça para Alfredo cuidar de tudo, está bem? Talvez possam entrar em contato com alguns conhecidos no Quartel General e solicitar alguns favores para ir em segurança com os marinheiros, o que acha? — Ela sugeria, priorizando a segurança de seu filho único, como se ainda fosse uma criança que precisava de cautela. — Mas leve um agasalho, tesouro. Seu pai e eu estamos cheios de saudade. Se cuidem! — Diria ela, antes de desligar o Den Den Mushi e deixar Pou com uma autorização expressa para seguir com seus devaneios para aquele dia.

Pou Belle:

Post Player: 1
Post Narrador: 1
Ganhos:

Perdas:


_________________

A Viagem V8upj2D

A Viagem YDNzcDa
Poubelle
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem Jony_j10
Créditos : 00
Localização : Las Camp - West Blue
Re: A Viagem Seg Nov 15, 2021 10:57 pm







E lá vamos nos


M
Meu humor não poderia estar melhor, mamãe ja havia aprovado minha viagem, o que significava que não teria problemas depois. Claro que eu iria escondido se não fosse o caso,mas ainda assim tal fato me deixava feliz e tudo parecia estar ao meu favor. Enfim, ainda tinha que terminar os meus negócios no pequeno estabelecimento. Sendo assim finalizaria minhas negociações tomando posse das formidaveis armas que havia pedido e logo que pagasse por tais itens partiria do local . Caminhando para fora da loja indagaria ao meu fiel mordomo -Al, mamãe comentou de alguns marinheiros que poderiam nos levar para dar um rolê. Você sabe do que ela ta falando?- Esperaria então por uma resposta.

De acordo com o que Al propusesse, seguiria sua orientações. Não que fosse de meu feitio obedecer cegamente a ordens, mas para atingir meu objetivo iria me sujeitar a tal. A depender das orientações de Alfredo, seguiria com o mesmo para onde este me orientasse. Talvez para o porto ou para o QG, os detalhes não me importavam e apenas o desejo de viajar me guiava.Chegando no local proposto esperaria para que o mordomo fizesse os preparativos para nossa partida.

Caso fosse necessário que eu tomasse parte em alguma atividade assim o faria, se fossem serviços braçais melhor ainda.-Uma chance perfeita para que admirem meus esbeltos músculos - Falaria tirando a camisa e flexionando meus garotos. Se fosse necessário me apresentar ou interagir em alguma conversa, engajaria no diálogo de maneira educada.Afinal de contas não queria estragar as parcerias de negócios de meus pais, nem podia imaginar que tipo de punição papai me daria se tal coisa ocorresse.



How you doing?



Alfredo:
Alfredo:
A Viagem 85afb97a062d5deb25b3c9af27a1029a
Nome: Alfredo Durand
Raça:Humano
Profissão: Se ajudar no plot você pode escolher, ou tacar o que quiser.
Proficiências: Se ajudar no plot você pode escolher, ou tacar o que quiser .
Estilo de Combate Básico: Artista Marcial
Altura: 1,80m
Peso: 60kg
Aparência: Um homem alto,magro e com um lindo bigode.
Personalidade: Um homem calmo, dificilmente demonstra emoções.Consegue passar pelas mais incrives experiencia sem mudar seu semblante serio.Tem um grande apresso por Pou e tenta cuidar do jovem.(Vou melhorar a descrição, so coloquei aqui pra dar uma base.)
Atributos: Destreza ,Esquiva e acerto
Histórico:

Posts: 02
Ganhos:
Luvas?:

A Viagem Protective-glovespaintball-single-icon-in-cartoon-style-vector-symbol-vector-id960170326?k=20&m=960170326&s=612x612&w=0&h=huFs8IRBscWrDR3RqerPf9e7hRHPwh5fdqP5vuFIpfk=

Arma:Luvas
Descrição:Luvas pretas  de alta qualidade
Tipo da Arma:Luvas/"soqueiras?"
Qualidade:Formidavel
Durabilidade:Alta
Dano:+80 Força

Estado:
Caneleira?:

A Viagem D23-2107-006_zoom1

Arma:Caneleira
Descrição:Caneleiras pretas  de alta qualidade
Tipo da Arma:Caneleira
Qualidade:Formidavel
Durabilidade:Alta
Dano:+80 Força

Estado:


Perdas:
-2.400.000  ฿S?

Objetivos:

[]Ir para ultima ilha do Blue
[]Entrar para o submundo ou pelo menos dar inicio a esse processo
[X]Comprar arminhas
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: A Viagem Qui Nov 18, 2021 11:10 pm

A Viagem



Ao menos aquele caloroso dia havia começado com o pé direito. Após paquerar um pouco mais a menina do balcão e pagar pelo preço integral das armas de melhor qualidade dali, o jovem Pou seguia para o lado de forma já as vestindo, sabendo que estava pronto para exercitar um pouco mais seus definidos músculos. — Bem, jovem mestre, há um conhecido de sua família que é Tenente no G-06. Ele com toda a certeza poderá auxiliá-lo em sua viagem, se assim desejar. — Talvez Pou nunca tivesse cogitado muito interagir com marinheiros durante seus anos naquela ilha, mas se eles eram a chave para sua saída, que assim seja.

O caminho era um pouco longo, com a dupla passeando por áreas menos abastadas da cidade, onde provavelmente a dupla nunca havia frequentado antes. Al, entretanto, demonstrava uma postura firme e respeitosa, sendo plenamente capaz de lidar com qualquer intrometido que quisesse se aproximar. Fora isto, Pou tinha belas armas prontas para exercer seus papéis.

Por fim, o porto de Las Camp dava para ser visto ao longe após passarem por um cruzamento. O local era extenso, com diversos comércios em tendas dando vida ao lugar. As construções próximas dali eram mais bem estruturadas, com muitas catedrais e estabelecimentos comerciais de forma geral. Era fácil destacar na visão a figura de um homem com expressão ranzinza e com um tapa-olho, que dava ordens a alguns soldados que batiam continência antes de sair.

Al se aproximava com um singelo aceno de mão, fazendo com que o homem olhasse de cima para baixo para Pou. — Não me diga que agora vão me obrigar a aceitá-lo na Marinha. — Seu tom era meio ofensivo, mas ainda era necessário dançar conforme a dança para terem o que queriam. — Uma bela manhã para o senhor também, Tenente Matthew. Os Belle me pediram para vir dar os cumprimentos pessoalmente. — O tom de voz de Al sempre era calmo e raramente fugia de um timbre sereno. — Bem, o jovem mestre está buscando por um auxílio em sua viagem. O Sr. e Sra. Belle contam com seu auxílio para tornar isto possível. — Ele dizia, olhando para Pou.

O Tenente olhava para o mesmo de ponta a ponta, suspirando quando terminou sua análise. — E para onde exatamente está planejando ir, garoto? Posso conseguir uma viagem sim até o final do dia, mas não pense que será algo fácil. Meus marinheiros costumam fazer viagens conturbadas por aqui. — Al deixava que seu mestre respondesse, tendo em vista que em momento algum veio a ser pronunciado seu verdadeiro destino.

Enquanto isto, era possível notar que, ali no porto, haviam dois gigantescos navios da marinha com o termo “G-06” pintados de branco em seus cascos. E pela movimentação que vinha lá de dentro, aparentava ser um Quartel General móvel, onde os tripulantes viviam ali e saíam quando necessário. Ao lado, algumas embarcações menores também destacavam os símbolos da Marinha, onde provavelmente eram utilizados para as viagens entre as ilhas mais próximas.

Pou Belle:

Post Player: 2
Post Narrador: 2
Ganhos: B$ 4.000.000 (vantagem Abastardo)
Luvas e Caneleiras de qualidade Formidável
Perdas:
B$ 2.400.000 (compra de armas formidáveis)


_________________

A Viagem V8upj2D

A Viagem YDNzcDa
Poubelle
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem Jony_j10
Créditos : 00
Localização : Las Camp - West Blue
Re: A Viagem Ter Nov 23, 2021 8:36 pm







Relax


S
eguindo Al, eu percorri o caminho em direção ao porto. Podia observar a vida cotidiana da cidade pelo caminho, o que quase me fazia perder a vontade de deixar a ilha, mas ainda assim permanecia firme em minha jornada. Não demorava até avistarmos o porto e orientado por meu mordomo nos aproximávamos de um oficial que ali estava. Um homem de aparência séria, uma bela barba e um tapa olho que o dava um ar um tanto quanto sexy. Pelo menos na minha opinião."Se ele quiser eu quero" Pensava com um olhar de malícia encarando o sujeito. Porém sua bela imagem se quebrava diante de sua arrogância em nos recepcionar. "Como assim eles não me querem na marinha?" Eu daria um ótimo marinheiro e ficaria maravilhoso em um uniforme. Aquele cara não fazia  ideia do que falava e porque será que não gostava de mim? Será que foi ele que teve que livrar minha cara depois que eu botei fogo em um bar no centro? Ou foi ele que teve que arrumar a bagunça da vez que eu roubei um barco do porto e fiz uma festa de nudez a bordo? Levando minha mão ao queixo eu tentava lembrar se realmente conhecia o tal sujeito.

No entanto, meu passeio em meio a minhas memórias era cortado pela pergunta do oficial. "Para onde?" Eu realmente não tinha pensado em um destino, nem mesmo sabia quais eram minhas opções. Não que eu nunca tivesse deixado a ilha, mas todas as vezes que sai minha sobriedade não estava em seus melhores momentos. Memórias de lugares diferentes da cidade eram apenas flashes em minha mente e a única constante era estar segurando um copo e estar beijando alguém de aparência duvidosa. Enfim, não podia deixar que o homem ficasse ali esperando uma resposta o dia inteiro.-Se tem alguma ideia de lugar Al?- Perguntaria ao meu amigo de longa data. Esperaria pela resposta do mordomo. Se o marinheiro tivesse transporte para o local indicado por Alfredo, abraçaria a ideia e me prontificaria a partir. Caso Al não viesse com nenhum tipo de destino falaria -Err, acho que uma viagem no primeiro navio que estiver saindo serve.- Esperaria então que o marinheiro me conduzisse ou apontasse para o navio que nos transportaria e seguiria para o mesmo.

Já a bordo da condução cochicharia para Al -Ei Al, sera que eles não tem uma cadeira pra pegar sol não?E talvez uns lanchinhos?- O dia estava ótimo para pegar um bronzeado . Eu podia aproveitar, afinal de contas não fazia ideia de quando chegariamos ao nosso destino, e tinha que matar o tempo até lá. Se Al arranjasse o que pedia armaria a cadeira no convés, tiraria minha camisa e desfrutaria do sol e meus quitutes. Se tais itens não fosse providos, tiraria a camisa da mesma forma simplesmente para exibir meus músculos e talvez agarra o olhar de algum tripulante quem sabe pudesse arranjar algum outro passatempo.Faria tais ações sem qualquer tipo de vergonha ou medo, já havia sido cordial demais com o tal tenente . Que mal haveria em desfrutar um pouco da viagem? E toda aquela história de viagens conturbadas não me dava qualquer senso de perigo. Logo, só o que me restava era relaxar e curtir o passeio.



Curiosidades sobre Pou vl 1: Apesar de não fazer distinção de aparencia com as pessoas com quem se relaciona, o tipo preferido de Pou são pessoas altas e loiras. Por se assemelharem a si mesmo.




Histórico:

Posts: 03
Ganhos:
-4.000.000  ฿S
-Luvas
-Caneleira
Perdas:
-2.400.000  ฿S

Objetivos:

[]Ir para ultima ilha do Blue
[]Entrar para o submundo ou pelo menos dar inicio a esse processo
[X]Comprar arminhas
Yami
Ver perfil do usuário
Imagem : A Viagem SFDBQPA
Créditos : 16
Localização : Reino Sorbet
YamiEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t343-shimizu-d-akira#1013 https://www.allbluerpg.com/t913-hellhounds
Re: A Viagem Sex Nov 26, 2021 11:16 pm

A Viagem



A mente de Pou agia em seu próprio ritmo, num mundo completamente seu. Por mais que tivesse captado bem de que não era muito querido pelo Tenente, não demonstrou nenhuma perturbação. Quando enfim era questionado para onde exatamente estava querendo ir, Pou demonstrou um semblante de dúvida. As aulas de Geografia haviam sido com os melhores professores da ilha, mas ainda assim a mente de Pou não havia absorvido completamente todas as informações necessárias para se planejar daquele modo. — Bem, talvez algo com um clima mais agradável, jovem mestre? Talvez uma região montanhosa, ou uma ilha de primavera seriam boas pedidas. — Al comentava, relembrando de alguns nomes.

O tenente suspirava irritado, olhando para o horizonte até encontrar com a vista uma embarcação média, onde alguns marinheiros estavam abastecendo com caixas. — O próximo estará indo para o País de Kano. Fomos convocados pelo Capitão Fan Li para escoltar uma carga de minérios que a Zhao Minérios está doando para o Marinha. Não que isso importe para vocês… — Ele olhava para a dupla e, em seguida, para seu relógio de bolso. — Estará de saída em uma hora. Por ser uma escolta, terão homens armados para proteger a carga, podendo servir de segurança para vocês também. — Com isso, o Tenente dispensava a dupla, que poderia ter um tempo a mais pela ilha para se preparar para a viagem.

Caso não fosse do interesse de Pou, ele poderia aguardar na mansão de sua família ou pelas redondezas, conhecendo um pouco áreas da ilha onde não havia sido apresentado. Neste momento, até mesmo Alfredo se equipava, comprando um soco inglês com detalhes em bronze para proteção pessoal. E, assim, caso viessem a aguardar a embarcação, a veriam acomodando a tripulação, que era majoritariamente homens com fardas e fuzis ou espadas guardadas.

Com alguns olhares atravessados, Al conseguia uma cadeira para que seu mestre pudesse repousar. Não era uma espreguiçadeira, mas era o bastante para que o mesmo pudesse tomar um pouco de banho de sol enquanto ouvia o som das ondas se quebrando no casco. — Muito bem, homens. Levantar âncora e içar velas, não quero ver ninguém de corpo mole! — Dizia o navegador ao longe, ajustando o leme para aproveitarem melhor da correnteza.

E, assim, a viagem se iniciava com a imagem de Las Camp sendo deixada para trás, onde Pou sequer poderia imaginar quando exatamente retornaria para o lugar onde chamava de lar.

Pou Belle:

Post Player: 4
Post Narrador: 4
Ganhos: B$ 4.000.000 (vantagem Abastado)
Luvas e Caneleiras de qualidade Formidável
Perdas:
B$ 2.400.000 (compra de armas formidáveis)

OBS: Las Camp para País de Kano: 1/9


_________________

A Viagem V8upj2D

A Viagem YDNzcDa