Tópicos Recentes
Destaques
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Vago
Últimos assuntos
II - Sombras em SteveltyHoje à(s) 5:45 ampor  KerigusVoice of the SoulHoje à(s) 1:38 ampor  YamiOperação T.N.C.T.O.N.I.Hoje à(s) 12:17 ampor  VincentMary Van TasselOntem à(s) 11:57 pmpor  KerigusSharp Teeth and Hard Fists.Ontem à(s) 11:25 pmpor  ÀsManae LiebeOntem à(s) 8:42 pmpor  RyomaCatherine Petit Barozzi Nero BellarosaOntem à(s) 8:36 pmpor  RyomaHizumy Mizushiro MayanOntem à(s) 8:35 pmpor  RyomaPedidos de CargosOntem à(s) 7:56 pmpor  Arthur LancasterAs Crônicas dos Scavenger: A Leoa, o Louco, e o MudoOntem à(s) 7:45 pmpor  Arthur Lancaster
 :: Oceanos :: Blues :: West Blue :: Sirarossa
Página 1 de 1
Kenshin
Ver perfil do usuário
Imagem : ♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy XqxMi0y
Créditos : 20
KenshinDesenvolvedor
https://www.allbluerpg.com/t360-agatha-harkness https://www.allbluerpg.com/t386-prologo-frenesi-da-raposa#1165
♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy Sex Ago 20, 2021 12:55 am
♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Civil Lily Twiggy. A qual não possui narrador definido.

_________________

♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy J09J2lK
War
Ver perfil do usuário
Imagem : I. Am. Grateful. Grapefruit.
Créditos : 00
Localização : Sirarossa ~ West Blue
— Ugh! — resmungava a pequena artista, soterrada no emaranhado de cobertas que era a sua cama — Corvo, vai dormir… hoje é a minha folga... — murmurava vagarosamente tentando se esquivar das investidas do macaco, que não demonstrava a menor intenção de ceder aos pleitos de Twiggy — TááaAAHH!! — proferia finalmente deixando o seu casulo, mas não sem evitar um bocejo alto e agudo, que interrompia a sua rendição.

Sentada na cama, Twiggy tentava - sem sucesso - vislumbrar o pequeno primata, mas os seus olhos ainda não haviam recebido o memorando de que o dia havia começado. Ou seria noite? Horários de artistas sempre são confusos. De qualquer forma, um rápido minuto em silêncio era o que precisava para voltar à sua animação e disposição de sempre — Obrigada, Rehahahaha!! — anunciaria reconhecendo os trabalhos de Corvo. Sabia que, apesar de sua relutância, caso dormisse demais levantaria mais cansada ainda, e com uma aparência que para corrigir levaria horas.

Falando em aparência, a primeira ordem do dia seria um banho quente. Estaria frio na rua? Ou quem sabe seria presenteada com um inusitado dia tropical? Poderia descobrir facilmente a resposta ao deixar o quarto do hotel, mas por quê estragar a surpresa, certo? Saindo do banho, o seu look parecia ter sido exposto por Corvo, embora pudesse muito bem ter sido ela quem jogou a roupa de lado dias antes e esquecido de arrumar. Em todo caso, o traje se mostrava adequado para a situação incerta: um vestido estreito e curto, para caso faça calor, e um casaco cropped felpudo, para a possibilidade do frio. Com o cabelo em seu penteado usual e com a sua rotina de beleza finalizada, restava somente acomodar os seus óculos singulares diante dos olhos para que a dupla deixasse o hotel, situação que foi rapidamente corrigida.

*Sniff Sniff* fungaria no lado de fora do hotel, como se verificasse a temperatura através do olfato — Clima perfeito, Rehahaha! — concluiria independentemente da temperatura, (des)abotoando o casaco conforme a necessidade. — Vamos, Corvo. Temos lugares pra ir e pessoas pra conhecer! — anunciaria em alto tom, sendo acompanhada pelo macaco-prego que permanecia em silêncio.

Embora se mostrasse determinada em comparecer aos seus compromissos, aquele dia realmente era a folga de Twiggy. Assim como o dia seguinte. E o seguinte. Desde o seu último espetáculo - que não havia sido há tanto tempo - a mulher evitou marcar qualquer apresentação, decidindo que finalmente era a hora de iniciar o próximo capítulo em sua carreira. Para isso, entretanto, precisaria de dinheiro — Banco Atlas, aí vamos nós!! — anunciaria dando início a sua marcha cadenciada. Não esperava ter problemas para encontrar o estabelecimento, mas perguntaria de forma simpática a algum fã… digo, pedestre, se percebesse estar perdida.

— Olá, colega! — saudaria de forma expansiva quem quer que estivesse atendendo no Atlas — Como está o dia? Ou noite… com esses óculos é difícil saber, Rehahahaha!! — seguiria descontraidamente, concedendo espaço para que a pessoa lhe respondesse, se assim desejasse — Enfim, quero sacar ฿ 2.000.000, a conta ta no nome de Lily Twiggy… — anunciaria o seu nome levantando rapidamente os óculos para disparar uma piscadela na direção de quem lhe recepcionava, em seguida devolvendo os óculos para o topo do nariz — Se os cálculos do Corvo estão certos, e eles sempre estão, deve ter aproximadamente ฿ 4.000.000 na conta, mas só preciso de metade. — concluiria, esperando que a quantia requisitada lhe fosse entregue. — Qual o seu nome? — indagaria incisivamente caso precisasse assinar algo para o saque — Uhum… certo. — concordaria anotando o nome pronunciado, seguido por “com amor” e a sua assinatura embaixo — Prontinho! — concluiria, entregando o papel autografado.

— Próximo passo: ♫ adquirir um instrumento novo ♫ — aclamaria harmoniosamente, tomando Corvo em um dos braços e apontando para o além com o outro, como uma exploradora motivada. No caso, o além seria o teto do banco, pois o breve teatro se dava antes de deixar o edifício.

— Na verdade... — cessaria o próprio desfile logo após sair do Atlas — Vamos para o porto! — decidiria inesperadamente, rapidamente traçando um novo trajeto, agora em direção ao Porto Crepúsculo — Nós ainda não comemos… podemos pegar algo no caminho!  — comentaria animadamente para Corvo, que também parecia se alegrar com a ideia — Com sorte ainda pegamos o espetáculo do alvorecer… anoitecer… enfim, Rehahaha! — completaria saindo em um caminhar saltitante, com Corvo empoleirado em seu ombro.


OFFJá considerei que ganhei o valor da qualidade “Abastada” e deixei parte no banco Atlas. Perguntei no Discord se podia e ninguém respondeu, então qualquer coisa a culpa é do adm.

Histórico:
Nome: Lily Twiggy
Número de Posts: 01
Ganhos :
- ฿ 4.000.000 (Qualidade “Abastada”)
Perdas: ~x~
Extras: ~x~

Objetivos
• Aprender “Pintura”;
• Contatar o submundo;
• Ganhar patrocínio e fama;
• Ganhar uma feature no jornal.


Personagem:
Qualidades
• Renome;
• Abastada;
• Adaptável;
• Carismática;
• Voz melodiosa.

Defeitos
• Ambição;
• Compulsiva;
• Extravagante.

Proficiências
• Doma
• Canto
• Dramaturgia
• Adestramento
• Instrumentos Musicais

AtributosForça: 20
Destreza: 100 + 80 [Raça] + 60 [EdC] = 240
Acerto: 60 + 80 [Raça] + 60 [EdC] = 200
Reflexo: 200
Constituição: 20

Agilidade: 200
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: ~x~




Última edição por War em Seg Ago 30, 2021 7:35 pm, editado 1 vez(es)
Takamoto Lisandro
Ver perfil do usuário
Imagem : ♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy 40425c8c6489989a6ba1ce5132784ac2
Créditos : 02
Takamoto LisandroEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t355-takamoto-lisandro#1064 https://www.allbluerpg.com/t385-marinesagiotas-nao-sao-o-mesmo#1162


♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy

♫ Rock With You ♫

As lentes escuras foram de grande ajuda contra os raios solares de mais um dia frio em Sirarossa, seu pequeno acompanhante não ficava para trás e se enroscava em Twiggy absorvendo calor e formulando ideias de possíveis traquinas. Não havia passado muito tempo desde o último show da artista, a garota podia notar sua fama crescer como a pavimentação da rua, a figura da cantora era conhecida por seu aspecto tão extravagante e sua voz estridente, reconhecia que já era sua hora de alçar novos voos e declarar ao mundo sobre uma nova estrela no céu. Porém, sem dinheiro no bolso nada poderia fazer, afinal transitar pelo mar tinha sua taxa.

Era estranho andar até o banco em uma cidade dominada pelo crime organizado, porém não haveria nenhum perigo, pois o homem acima de todos tinha o mal preso em uma coleira, muitos se perguntavam se não seria ele o próprio diabo por este fato. Em meio ao suspeitas, poucos ousavam afirmar tal questionamento, Salvatore era alguém a ser temido e respeitado dado que suas ações não eram direcionadas diretamente aos inocentes. Graças a sua estadia na ilha, não se perdeu ou precisou de ajuda para achar seu primeiro objetivo, Lily atravessava a porta e avistava mesas vazias e uma pequena fila para o único atendente, facilmente passaria alguns minutos esperando haurindo sua beleza.

Ei você! – Escutou uma voz masculina rouca animada. – Você é Lily Twiggy?! – O portador da voz se revelou sendo um dos funcionários da instituição, em seu peito um crachá com um nome escrito “Bob M.”, era alto e moreno com cabelos crespos encaracolados de tom escuro. – É você mesmo! Pensei que fosse uma miragem.. Eu sou um grande fã! – Ele se aproximou estendendo sua mão. – Sou Bob. – Esperava algum cumprimento por parte de seu ídolo. – O que faz aqui? Deposito? Saque? Uma estrela deve ser ocupada, venha aqui. – Ele caminhava até uma das mesas vazias e se sentava, e com sua mão indicava para ela vim até ele.

Sendo atendida por Bob, não demorou para que o fã pegasse alguns papeis com carimbos autenticados pelo banco Atlas. – Certo, metade. Preciso que assine aqui, aqui e aqui. – Em meio aos documento havia um papel em branco também, Lily fazia o recomendado e Bob parecia feliz. – Obrigado pelos autógrafos, vou pegar seu dinheiro. – Entrava na área de departamentos assegurada pelos guardas, não demorou muito para voltar com um envelope, ele entregava para a sua musa e direcionava as últimas palavras para ela. – Muito obrigado por efetuar serviços no banco Atlas! Espero te ver no campeonato de música Runnin' Down A Star.


_________________


♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy QTwF5xt
War
Ver perfil do usuário
Imagem : I. Am. Grateful. Grapefruit.
Créditos : 00
Localização : Sirarossa ~ West Blue
Re: ♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy Dom Set 05, 2021 10:52 am
No interior do banco Atlas, não precisou de muito para perceber que aquele era mais um dia normal no universo bancário — Fila crescendo e funcionários em intervalo... — resmungaria desgostosa diante do longo tempo que provavelmente levaria para ser atendida. Isso, entretanto, não ocorreu. Inserindo o fator “fama” em sua situação, o tempo de espera se exauria instantaneamente.

— Oh! Olá, Sr. fã! — saudaria o funcionário que se apresentava como Bob, retribuindo o cumprimento do homem com um tapa em sua mão, seguido por uma leve inclinação do torso à frente, em um composto nada compatível de reverências.

Com um de seus aficionados no quadro de funcionários, o atendimento de Twiggy transcorria sem o menor empecilho, mesmo que Corvo não se demonstrasse satisfeito com a ausência de bajulação por parte do Sr. M. — ♪ Quem é um macaquinho ranzinza? ♪ — cantarolava em sussurros brincando com o primata enquanto Bob saía para colher o valor do saque.

Retornando com o dinheiro em mãos, Bob acabava por entregar algo muito mais valioso à Twiggy do que meros berries — EHHH?!?!?! — clamaria congelando na posição que se encontrava — Campeonato de música?! Como eu não fiquei sabendo disso antes?!?! — observava para Corvo que, apesar de mudo, também demonstrava surpresa — Mas que droga, Jack! — lançaria sua indignação entredentes para não chamar o tipo errado de atenção, culpando um certo Jack, que sequer existia.

— Diga-me, Sr. Bob ‘Fã’ M. — pronunciaria liricamente, saindo de sua paralisia e se aproximando do admirador — Onde? Como? Quando? Diga-me tudo que sabe sobre o campeonato! — recitaria em um tom calmo e interrogativo, ainda que parecesse uma ordem.

Com sorte o homem teria todas as informações que precisava. Em verdade, desde que soubesse a hora e o local, provavelmente não teria problemas, mas informação nunca é demais Thanks, Sr. Bob. Espero te ver torcendo por mim, Rehahaha!! — encerraria ao descobrir tudo que poderia através de Bob, despedindo-se do mesmo com um aceno antes de partir.

Se soubesse o lugar onde a competição tomaria curso, faria deste a sua próxima parada — Vamos logo nos inscrever, não quero ficar de fora... — comentaria a Corvo, seguindo pelas ruas ensolaradas de Sirarossa. — ♫ — abstraída, Twiggy deixava escapar uma cântico quase inaudível, que subitamente era interrompida, assim como a marcha da mulher — Oh, que estranho... — anunciaria sem um motivo aparente — Lembrei de uma apresentação que fizemos… na praia… — explicaria por fim, surpresa com o estranho surgimento da lembrança. De qualquer forma, simplesmente daria de ombros e retomaria o trajeto. Raramente se esquecia de uma apresentação, mas não era algo para se perder o sono.

— Olá! — anunciaria assim que encontrasse o local da competição — Twiggy e Corvo se apresentando para o campeonato!! Rehahahaha!! — zombaria com uma breve continência, sendo acompanhada por Corvo na brincadeira — O que precisa para a inscrição? — questionaria preparando-se para conceder mais alguns autógrafos, ou eventual taxa de inscrição, determinada a adicionar um pouco a mais caso houvesse encerrado o período de inscrição — Não pode fazer esse favorzinho? — insistia calorosamente, esperando que ao menos lhe apresentassem alguma condição aceitável.

— Pode me confirmar quando o evento começa? — indagaria caso conseguisse ingressar na competição, a fim de garantir que não perder a sua deixa — Oh! Quase esqueci! — finalmente se atentaria para um detalhe que até então havia ignorado — Qual o meu prêm-... digo, qual o prêmio do vencedor? Rehahaha! — questionaria por fim.

Se houvesse tempo até o início da competição, aproveitaria o período de descanso para fazer uma refeição — Hmmm… quero ramen… ou pudim! — meditaria sobre qual deveria escolher. Talvez ambos. Ou talvez fosse surpreendida por um restaurante peculiar nas redondezas. Em verdade, naquele momento o único cuidado de Twiggy seria não comer demais e ficar muito cheia para a apresentação.

Por outro lado, caso o campeonato estivesse prestes a iniciar, tomaria o seu lugar no lugar de concentração, ou qualquer outro ambiente que precisasse estar. — Alguma sugestão? — indagaria ao primata referindo-se à apresentação, esperando por alguma resposta do mesmo, ainda que soubesse ser improvável de ocorrer — A gente sempre pode improvisar, Rehahahaha!! — se divertiria com a ideia que, apesar de brincadeira, também era uma possibilidade.

De qualquer forma, se nada ocorresse conforme o planejado e a mulher se visse sem destino, sempre poderia seguir o seu devaneio de ir passar um tempo no Porto Crepúsculo.

OFFColoquei umas info do evento.

Histórico:
Nome: Lily Twiggy
Número de Posts: 02
Compulsão: 01/10
Ganhos :
- ฿ 4.000.000 (Qualidade “Abastada” - metade ficou no Atlas)
- Glitter Coat (Presente do Amigo Secreto - Evento)
Perdas: ~x~
Extras: ~x~

Objetivos
• Aprender “Pintura”;
• Contatar o submundo;
• Ganhar patrocínio e fama;
• Ganhar uma feature no jornal.


Personagem:
Qualidades
• Renome;
• Abastada;
• Adaptável;
• Carismática;
• Voz melodiosa.

Defeitos
• Ambição;
• Compulsiva;
• Extravagante.

Proficiências
• Doma
• Canto
• Dramaturgia
• Adestramento
• Instrumentos Musicais

AtributosForça: 20
Destreza: 100 + 80 [Raça] + 60 [EdC] = 240
Acerto: 60 + 80 [Raça] + 60 [EdC] = 200
Reflexo: 200
Constituição: 20

Agilidade: 200
Oportunidade de Ataque: 3
Redução de Dano: ~x~


Takamoto Lisandro
Ver perfil do usuário
Imagem : ♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy 40425c8c6489989a6ba1ce5132784ac2
Créditos : 02
Takamoto LisandroEstagiário
https://www.allbluerpg.com/t355-takamoto-lisandro#1064 https://www.allbluerpg.com/t385-marinesagiotas-nao-sao-o-mesmo#1162


♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy

♫ In the Closet ♫

O bancário estava surpreso pelo aspecto da popstar, uma cantora como ela não saber sobre o torneio de música parece uma controvérsia do destino. – Se eu não fosse um fã diria que estava hibernando, mas deve ter tido alguma epifania criativa que a deixou sem tempo para as notícias. – Ele sorria simpaticamente. – Não se sabe realmente onde vai ser o palco do evento, mas é o próprio Salvatore Nava patrocinando a competição. Ele nunca demostrou tanto interesse no ramo artístico, boatos que é um presente para sua filha, imagina um show com os melhores talentos de Sirarossa! – Falava animado e coçava seu queixo delicadamente. – É claro que estarei torcendo para você, as inscrições estão sendo feitas perto do melhor restaurante de todo o litoral. Chances que a competição seja mesmo no Mozzafiato.

Era uma gama de informações passadas para cantora, seu pet até parecia ter entendido mais que ela sobre o assunto. – Uma semana era o que dizia nos cartazes, mas as inscrições vão até hoje. Melhor se apressar! – Declarava em relação ao inicio da competição, era tempo o suficiente para se preparar, compor novos hits poderiam ajudar no caminho ao topo. – Dizem que o prêmio é um favor do Don ou uma fortuna, mas ninguém realmente sabe. – Era misterioso o fato de não haver menção a prêmios nas propagandas da competição, se fosse qualquer torneio seria duvidoso entrar, mas o sobrenome Nava estava em jogo e se havia algo que a família Nava era respeito, respeito e temor de toda a ilha.

O nome Salvatore por si só pode te salvar ou te matar, sabendo de tudo, a garota se despedia de Bob e teria de correr para se inscrever em tal show. Sua mente se concentrava e o primata sorria confiante, Lily transmitia entusiasmo em suas passadas, tinha vivido o bastante para conhecer o caminho até Mozzafiato. Antes de cruzar uma rua para o restaurante, observava uma banca estilizada com tons musicais e cores fortes chamando atenção dos habitantes da ilha, nela tinha um homem conhecido na cidade, um artista conhecido por fazer apresentações e cantar feito um louco. Seu nome? Chupla, cabelos loiros espetados, vestes punks e um olhar insano e penetrante, ele estava tratando das inscrições.

Twiggy ficava frente a frente com ele. – Oh meo! Se não é a pequena Lily, pensei que ia perder a inscrição meo. – Seu sotaque estranho bem forte e característico. – Sempre que te vejo quero saltar! – Ela da um pequeno pulo e finge uma guitarra imaginaria sendo tocada. – Gostou do som? – Perguntou gozando da situação. – É fácil se inscrever e é de graça meo, só não vá faltar no dia do show. – Apontava para uma lista de nomes, a garota podia reconhecer alguns artistas. – Passou por aqui o Presley, Zepp-chan, Linnu, Anita. Quase agora que você encontra o Elton. Aquele cara sempre me tira do sério, vontade de transformar ele num homem foguete meo, e lançar pra bem longe!

Terminando de efetuar a inscrição, seu estomago falava por si só, um leve ronco, a garota não tinha se alimentado desde que acordou. – Isso mesmo meo! #Vaidacerto! Dentro do closet, saia com uma explosão sonora que derrube geral meo! – Ele continuava a fazer gírias ainda mais estranhas para detonar no show, ficavam ainda mais confusas e assim Lily estava inscrita e ficando perto do melhor restaurante da ilha, poderia passar por lá.

_________________


♫ Runnin' Down A Dream by Twiggy QTwF5xt