Bem-vindo ao

All Blue

É com muito prazer que lhes damos os comprimentos ao nosso RPG. All Blue se trata de um RPG narrativo com o ambiente principal centrado em One Piece, obra de Eiichiro Oda.
Se divirta nessa nova aventura e se torne o novo rei pirata... Se puder!

Últimos assuntos
Noites em HoxterHoje à(s) 12:23 amporFormigaCap 3 - Uma gloriosa evoluçãoHoje à(s) 12:17 amporRex四 - Morte e SangueHoje à(s) 12:09 amporJean Fraga[FP] Gauss LedgermaineOntem à(s) 11:56 pmporYami2° - De Dawn a Shells - Uma viagem para conhecimento.Ontem à(s) 11:39 pmporSaru7º Capítulo: The One Above All - Ato 2Ontem à(s) 9:53 pmporShioriCidade do Pecado, 罪市Ontem à(s) 9:22 pmporNekkyoto[FP] YuzurihaOntem à(s) 9:22 pmporYami[FP] BranOntem à(s) 9:06 pmporYamiO Bando da Rainha CaolhaOntem à(s) 8:40 pmporShiro

O melhor dos melhores! O homunculo do governo!

Achiles
Imagem :
O melhor dos melhores! O homunculo do governo! Bf3w3iH
Créditos :
20
Localização :
Lvneel - North Blue
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1735-caitlyn-g#18385 https://www.allbluerpg.com/t1725-iii-death-or-paradise#18382
Achiles
Pirata


O melhor dos melhores! O homunculo do governo!


[Agente do Governo] Goat

não possui narrador definido.
Aberta

_________________

O melhor dos melhores! O homunculo do governo! BhECXT7
rinaldile
Imagem :
O melhor dos melhores! O homunculo do governo! 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1962-goat#20858 https://www.allbluerpg.com/t1966-o-melhor-dos-melhores-o-homunculo-do-governo
    Goat chegava, finalmente, em sua nova jurisprudência. Fora enviado a trabalho para aquele lugar. Não sabia ao certo sua tarefa, mas logicamente precisaria procurar o Quartel General local para ter uma missão designada a si. Já estava em Briss havia algumas horas, desceu de seu transporte no porto e acabou perambulando sem rumo pela ilha. Já não sabia mais aonde estava. Passeava sem um foco, apenas olhando a arquitetura local, antes de decidir realmente agir.

    Tentava olhar para as ruas, para as vielas, para alguma vegetação. Procurava encher os pulmões de ar, respirar com calma. A vida era algo lindo. O mundo, mais ainda. Se tudo isso que sentia já era o bastante para se maravilhar com o milagre da vida, imagina se fosse um humano de verdade. Será que a sensação era diferente? Será que eles sentiam o ar diferente? Será que sequer sentiam? Se questionava sobre as naturalidades da vida humana, imaginando que seu criador deveria ter sido menos fiel ao modelo humano e tê-lo criado sem necessidades fisiológicas.

    Estava com fome, essa era a verdade. Passou um bom tempo no mar sem ter uma refeição digna. Talvez fosse melhor ir atrás de um restaurante, algo não muito caro, óbvio. Saco vazio não para em pé, e ele sabia que trabalharia melhor se estivesse com comida em sua barriga. - Será que tem algum restaurante bom por aqui? - se perguntou coçando o queixo, procurando na paisagem algo que lhe remetesse a comida. Fugiria de coisas gourmetizadas, queria apenas uma pequena refeição para viagem, algo que pudesse ir comendo no caminho para o Quartel General.

    Ah, é. O Quartel General. Onde ele ficava? Talvez estivesse destacado em sua visão, mas deixara de perceber por pura distração. Olharia em volta de si, procurando identificar as construções importantes, os estabelecimentos populares, o trajeto da população. Talvez conseguisse ir para o centro da ilha se seguisse o caminho que estivesse mais movimentado. Sim, essa era a sua estratégia para se virar ali. Caminharia até encontrar mais pessoas, e então faria o mesmo caminho, sempre alternando segundo seu instinto - e aleatoriedade - rumando o centro ou um restaurante. Ou até mesmo o Quartel General.

    Caso realmente estivesse perdido, procuraria alguma placa, algum sinal. Em último caso incomodaria os seres humanos do lugar. Não era seu lugar como homem artificial incomodar os irmãos de raça de seu criador. - Olá. Por acaso o Quartel General fica por aqui? Como que eu faço para chegar lá?


Off:
mestrej
Imagem :
O melhor dos melhores! O homunculo do governo! 350x120
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1839-aika-kin#19539 https://www.allbluerpg.com/t1864-aventura-um-entrei-para-a-marinha-para-fugir-do-agiota
mestrej
Marinheiro


A ilha de tamanho significativo, clima ameno, basicamente plana a ponto de qualquer caminhada ser sem esforço era lindamente urbanizada com um visual rustico e arborizado, garantido uma brisa fresca, sombra, umidade, as calçadas estavam bem mantidas, as ruas estavam limpas, tudo perfeito para se viver e principalmente se caminhar como uma barata tonta como Goat estava fazendo, mas no mínimo aquele lugar lhe trazia ótimos sentimentos, talvez fosse pela cidade ser tão bem cuidada.
De qualquer maneira não tinha como negar que o lugar era bastante prospero, apesar de um pouco padronizado com apenas alguns lugares fugindo do visual clássico do lugar, entre eles alguns lojas e restaurantes proeminentes, a residência da família real e o QG da marinha.
De início Goat não reconheceu QG da marinha como o local para onde deveria ir e apenas passeando e por fim encontrando uma pastelaria onde poderia escolher um pastel para comer no caminho.
Depois de muito andar ele finalmente decidiu pedir informação para uma pessoa aleatória que ao ouvir Quartel General apontou para o QG da marinha, uma grande casa colonial adaptada que estava meio fora do caminho da maior parte do comercio, mas ainda estava bem localizado.
Quartel da Marinha G-51 :
Na frente do quartel estava um soldado genérico de guarda, até um pouco cabisbaixo e com o rosto pouco visível por causa do boné.

_________________

Ficha
rinaldile
Imagem :
O melhor dos melhores! O homunculo do governo! 350x120
Créditos :
00
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1962-goat#20858 https://www.allbluerpg.com/t1966-o-melhor-dos-melhores-o-homunculo-do-governo
    O glamouroso Reino de Briss, ah, aquele lugar. Suas ruas, sua vegetação, seu povo. Tudo ali parecia ornar, combinar. Goat se sentia bem ali, gostava da sensação que o lugar passava. Não sabia ao certo, mas sentia que o Reino de Briss era do jeito que deveria ser, e tinha um certo conforto em passear por aquelas ruas. A brisa balançava sua franja, jogando-a para as laterais da cabeça, se não fossem por alguns fios que se prendiam a testa. Namorou cada canto da cidade, o capricho de seus cidadãos para mantê-la bem cuidada.

    O governo realmente precisava de agentes ali? Aquele lugar parecia tão calmo.

    Goat passeou pelas coloniais ruas daquele reinado procurando pelo Quartel General, mas acabou por dar uma passadinha numa pastelaria que jazia numa das ruas. O pastel de carne enchia sua boca com prazer. Sentia alegria a cada mordida, cada mastigação, cada deglutição significando que o pastel estava cada vez mais perto do fim. "Hum, vou ter que passar aqui no fim do expediente, com certeza. Acho que é meu pastel favorito." Mais um ponto para o Reino de Briss. Pastel: perfeito.

    Continuou vadiando pela cidade, resistindo contra a vontade de correr para a pastelaria atrás de mais um pastel de carne com vinagrete. Andou por um certo tempo, quando decidiu pedir informação para um cidadão local. Que vergonha. Sua falta de atenção lhe pregou uma peça, escondendo o Quartel General da Marinha bem debaixo de seu nariz. Era óbvio que aquele era o lugar. Uma casa colonial, toda acinzentada, imponente com seus detalhes azulados. Três andares se erguiam, contrastando com as pequenas mas também charmosas casinhas de Briss.

    - Finalmente te achei. O dever me chama. - suspirou em ânimo ao dar o primeiro passo em direção ao Quartel. Não fosse um soldado com uma expressão corporal nada positiva, aquela seria uma cena também alegre. Talvez Goat estivesse muito otimista, mas aquele lugar era um reino de conto de fadas até então. Será que ele estava exagerando? Que sentimento estranho que permeava seu interior naquela ilha. Decidiu puxar assunto com o soldado. Era o seu jeito, fazer o que. Pessoas são feitas para conversar. Chegou nessa conclusão ao ver como o ato de se juntar para conversar era apreciado pelos seres humanos, seja em banquetes ou em reuniões particulares. - Falta muito para sexta? Hahahah

    - Sou Goat. - apontou o polegar para o peito estufado - Apelido para Greatest of all time. Pelo menos é o que eu gosto de pensar. Acho que vamos trabalhar juntos por um tempo, talvez a gente se veja por aí. - e se não tivesse muita resposta, não faria cena para adentrar ao Quartel. Goat entendia que seres humanos as vezes podiam não ser tão comunicativos durante tarefas maçantes. E trabalhar normalmente era uma dessas tarefas. Procuraria adentrar pela porta principal, acreditava que não seria difícil identificá-la. Não havia tempo para perder. Estava alimentado, animado e acostumado com o ambiente. Era hora de por a mão na massa.

    Procuraria alguma sinalização que o levasse na direção de um superior. Não procuraria apenas sinais gráficos, mas procuraria perceber no comportamento dos outros soldados se havia alguém com uma patente mais alta ali. Era um lugar sério e deveria agir como tal. Deixou de lado toda sua simpatia e assumiu uma feição focada, mesmo que não houvesse muito o que focar. Procuraria algum superior e, caso não encontrasse nenhum, falaria com qualquer um. - Sou Goat, agente. Gostaria de falar com o responsável do local.

    Uma vez de frente com alguém mais importante, deixaria claro o motivo de sua vinda. - Sei que aqui no South Blue a Cipher Pol 4 age. Gostaria de colaborar com o Governo com uma missão. Tem alguma coisa aqui para me designar?
mestrej
Imagem :
O melhor dos melhores! O homunculo do governo! 350x120
Créditos :
05
Ver perfil do usuário https://www.allbluerpg.com/t1839-aika-kin#19539 https://www.allbluerpg.com/t1864-aventura-um-entrei-para-a-marinha-para-fugir-do-agiota
mestrej
Marinheiro


O rapaz que achava ser um homúnculo já foi fazendo uma piadinha com o marinheiro cabisbaixo querendo puxar um papo amigável e se apresentando, mas foi rapidamente respondido com uma carranca e um mal humor dos piores.
-Sexta? Hoje é terça. Como é que tu ta tão animado assim com os salários tudo atrasado, mesmo que fosse sexta eu não teria um tustão furado para gastar e você ainda me vem de risadinha seu engomadinho?! Tá de zoeira é?
O marinheiro meio genérico era um rapaz meio qualquer queimado de sol com um rosto de figurante, cabelo e olhos castanhos e um nariz um pouco arredondado, pela falta de adornos em seus ombros poderia se supor que ele era um soldado e pelo jeito ele não estava animado.
Logo que Goat tentasse entrar o marinheiro o pegaria pelo colarinho e o sacudiria ameaçadoramente.
-Onde é que você pensa que vai? Eu nunca te vi por aqui! Isso é uma base da marinha, não basta sair dando seu nome e ir entrando, precisa se identificar direito! Quer ir pra prisão é?
Mas longo que Goat se identificasse como um agente o marinheiro o largaria e com um pouco de escarnio daria um passo para o lado.
-Por que você não disse isso logo, tinha sido avisado que você viria, agora tá explicado por que ta tão alegrinho, aposto que o salário dos agentes não ta atrasado. Escuta o tenente mandou ter certeza que você não iria procura-lo por engano como o ultimo recruta fez. Você tem que ir atrás do Agente Sênior, o qual disse que não é para fique vadiando pela base entendeu? A sala dos agentes é no porão, sala 14-A.
Então o marinheiro se virou para a base e começou a apontar como quem esta indicando ruas.
-porta da frente, corredor a direita, siga em frente até o final do corredor não tomando nem um dos corredores laterais, o corredor em si vai terminar em uma curva a direita que você vai seguir até os fundos, na direita seguinte vou vai encontrar uma escada que vai levar para baixo, lá as portas vão estar todas numeradas, não pegue a segunda escada para baixo, se não vai acabar nos depósitos.

Se Goat seguisse esse caminho entraria em um grande hall de entrada chique que parecia desprovido de sua mobília usual, substituída por um quarto decorado apenas para ser uma recepção simples nas corres da marinha com algumas fotos e medalhas em alguns pontos da parede e com uma secretaria que estava cochilando com um jornal no rosto, porem o que chamaria a atenção era que a limpeza estava claramente em falta, com o lixo cheio de papel e uma leve camada de poeira em tudo.
Seguindo pelos corredores como foi instruído um padrão de ambiente que antes era luxuoso, mas agora era espartano militar nas cores da marinha e uma camada de pó se perpetuaria até chegar no porão, onde encontraria basicamente uma grande sala que tinha sido subdividida em várias salas menores de mesmo tamanho e formado quadrado separadas por corredores entre elas, todas com as portas marcadas com A- seguida de um número, de maneira que a A-14 era a que ficava mais distante da escada não importa qual corredor ele tomasse, na porta de madeira estaria um sinal do governo mundial meio desbotado e como todo o resto ali estava meio empoeirado.
A sala A-14 estava tão empoeirada quando o resto e tinha algumas mesas juntas formando uma área de trabalho para 4, nela estavam dois indivíduos bastante estranhos: um estava usando vários anéis de ouro e pegando um café em uma cafeteira chique na mesa dele enquanto fumava em uma sala sem janelas, na sua mesa estava uma placa exagerada chamando-o de Agente senhor X
Agente senhor X:
O outro era um individuo em outra mesa, essa bem bagunçada, brincando com uma calculadora enquanto comia biscoitos e tomava café, sua placa o chamava de agente Y.
agente Y:
Nem um dos dois ligou muito para o rapaz entrando, mas logo que Goat desse um passo para dentro da sala ele iria pisar em uma taboa q se dobraria e o faria tropeçar não importa o que fizesse para tentar evitar iria cair de cara no chão e então o agente X iria mencionar como uma trivialidade que o piso na frente da porta estava quebrado e que ele deveria tomar cuidado.


_________________

Ficha